PESQUISA CENÁRIO : DESAFIOS ESTRATÉGICOS E PRIORIDADES DE GESTÃO

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PESQUISA CENÁRIO 2010-2015: DESAFIOS ESTRATÉGICOS E PRIORIDADES DE GESTÃO"

Transcrição

1 PESQUISA CENÁRIO : DESAFIOS ESTRATÉGICOS E PRIORIDADES DE GESTÃO

2 PESQUISA RESPONDENTES 1065 executivos (as) PERÍODO De 02 a 17 (Novembro de 2009) CEOs Diretores UNs Diretores Funcionais QUESTIONÁRIO ONLINE 21 perguntas Quanti / Quali REGIÃO Todas as regiões Brasil 60% região Sudeste

3 SOBRE A PESQUISA Esta pesquisa foi organizada pela HSM em parceria com a consultoria empresarial EMPREENDA, e teve como objetivo trazer o Cenário , mapeando os Desafios Estratégicos e as Prioridades de Gestão das empresas que operam no Brasil. Os resultados foram apresentados pelo consultor César Souza, presidente da Empreenda, durante a ExpoManagement Confira um resumo do conteúdo da pesquisa, uma breve análise e algumas matérias publicadas nos principais meios de comunicação. Coordenador César Souza (presidente da Empreenda) Supervisão José Salibi (CKO da HSM) Execução Milton Camargo (Empreenda) Daniel D Amelio (HSM)

4 O QUE SALTA AOS OLHOS CENÁRIO CRESCIMENTO MÉDIO ANUAL DO BRASIL ENTRE 3 E 5% AO ANO GRAU DE DIFICULDADE NA (80%) CONDUÇÃO DOS NEGÓCIOS NOS PRÓXIMOS 5 ANOS... BEM MAIOR QUE NOS ÚLTIMOS 5 ANOS (48%) POSIÇÃO COMPETITIVA DO BRASIL NO RANKING MUNDIAL SERÁ UM POUCO MELHOR QUE A POSIÇÃO ATUAL (66%)

5 O QUE SALTA AOS OLHOS CENÁRIO EM 2010 SUA EMPRESA VAI... CRESCER MAIS DE 10% (46%) CRESCER ENTRE 5% E 10% (30%) EXPANDIR MERCADO (80%) ADMITIR NOVOS FUNCIONÁRIOS (64,5%)

6 O QUE SALTA AOS OLHOS CENÁRIO ANÚNCIOS SOBRE CAMADA PRÉ SAL, COPA DO MUNDO 2014, OLIMPÍADAS 2016, G 20 AFETARÃO MINHA EMPRESA POSITIVAMENTE, MAS SEM GRANDES IMPACTOS (49,5%) PARA 55% DAS RESPOSTAS, OS ANÚNCIOS ACIMA NÃO IMPACTARAM MUDANÇA NA ESTRATÉGIA DA EMPRESA

7 O QUE SALTA AOS OLHOS ESTRATÉGIA CONCENTRAR NOS MERCADOS E NEGÓCIOS EXISTENTES (45,8%) AUMENTAR A RENTABILIDADE DA EMPRESA (70,3%) PRINCIPAIS PRIORIDADES GANHAR MARKET SHARE (36,1%) MENOS IMPORTANTE INTERNACIONALIZAR A EMPRESA (25,6%) AQUISIÇÃO OU FUSÃO COM OUTRAS EMPRESAS (25,4%)

8 O QUE SALTA AOS OLHOS ESTRATÉGIA GARANTIR QUE A ESTRATÉGIA FAÇA PARTE DO DIA A DIA DA EMPRESA (41,2%) DESENVOLVER LÍDERES PARA EXECUTAR A ESTRATÉGIA (39%) PRINCIPAIS DESAFIOS MELHORAR E EFICIENTIZAR PROCESSOS (36%) MENOS IMPORTANTE ATRAIR NOVOS INVESTIDORES e CAPACITAR TERCEIRIZADOS (16%)

9 FORTE CONCORRÊNCIA (49,2%) O QUE SALTA AOS OLHOS ESTRATÉGIA CARGA TRIBUTÁRIA / IMPOSTOS (66,9%) PONTOS CRÍTICOS PARA O SUCESSO DA ESTRATÉGIA MENOS IMPORTANTE INVASÃO DOS CONCORRENTES ESTRANGEIROS (13,6%) LEGISLAÇÃO TRABALHISTA (37,5%)

10 O QUE SALTA AOS OLHOS EXECUÇÃO ESTRATÉGIA DESENVOLVER AS COMPETÊNCIAS NECESSÁRIAS NAS EQUIPES PARA VIABILIZAR A ESTRATÉGIA (45,9%) COMPROMETER TODOS OS COLABORADORES DA EMPRESA COM AS DECISÕES ESTRATÉGICAS (48,6%) PRINCIPAIS DESAFIOS MENOS IMPORTANTE MUDANÇAS NAS REGRAS DO JOGO POLÍTICO ECONÔMICO (22,1%) TER PESSOAS COM ESPÍRITO FAZEDOR EM QUANTIDADE E QUALIDADE NECESSÁRIAS (35,4%)

11 O QUE SALTA AOS OLHOS EXECUÇÃO ESTRATÉGIA DETERMINAÇÃO E PERSEVERANÇA (56,4%) FOCO 45% ATITUDES MAIS IMPORTANTES PAIXÃO 34,4% INOVAÇÃO 31,5% AGILIDADE 27,6%

12 FAZER COM QUE TODOS ENTENDAM COM CLAREZA O SEU PAPEL (41,8%) O QUE SALTA AOS OLHOS LIDERANÇA DESENVOLVER E CAPACITAR NOVOS LÍDERES NA EMPRESA (57,1%) PRINCIPAIS PREOCUPAÇÕES TER LÍDERES CAPAZES DE INFLUENCIAR OS STAKEHOLDERS INTERNOS E EXTERNOS (36%) POSSUI LÍDERES EM QUANTIDADE QUALIDADE SUFICIENTE P/ EXECUTAR A ESTRATÉGIA? NÃO = 63%

13 O QUE SALTA AOS OLHOS TECNOLOGIA TORNAR MAIS ÁGIL NO DESENVOLVIMENTO E IMPLEMENTAÇÃO DE NOVAS FERRAMENTAS (41,2%) MELHORAR E EFICIENTIZAR PROCESSOS (52,7%) PRINCIPAIS PREOCUPAÇÕES E DESAFIOS APOIAR MAIS A QUALIDADE DO ATENDIMENTO / RELACIONAMENTO COM OS CLIENTES (35%) MENOS IMPORTANTE POSTURA DOS TECNÓLOGOS MAIS FOCADA NOS NEGÓCIOS (12,6%)

14 O QUE SALTA AOS OLHOS GESTÃO DE PESSOAS TRANSFORMAR AS EQUIPES EM UM TIME DE ALTA PERFORMANCE (55,5%) MOTIVAR OS COLABORADORES (35,9%) PRINCIPAIS PREOCUPAÇÕES ENGAJAR TODOS PARA QUE TENHAM POSTURA DE DONOS DO NEGÓCIO (33,9%) MENOS IMPORTANTE GERENCIAR MELHOR OS TERCEIRIZADOS (15,7%)

15 O QUE SALTA AOS OLHOS GESTÃO DE CLIENTES / CANAIS TER UMA CULTURA ORGANIZACIONAL ONDE TODA A EMPRESA ESTEJA VOLTADA AO CLIENTE (48,9%) ENTENDER COM MAIS PROFUNDIDADE OS DESEJOS E NECESSIDADES DOS CLIENTES (39%) PRINCIPAIS DESAFIOS GERAR MAIS VALOR PARA OS CLIENTES SEM AUMENTAR OS CUSTOS (31,6%) MENOS IMPORTANTE DIMINUIR INADIMPLÊNCIA (14,2%)

16 O QUE SALTA AOS OLHOS GESTÃO DOS RESULTADOS LIDAR COM UM MERCADO MUITO COMPETITIVO (FORTE CONCORRÊNCIA) (53,4%) FAZER OS INVESTIMENTOS NECESSÁRIOS PARA SUSTENTAR A ESTRATÉGIA (42,3%) PRINCIPAIS DESAFIOS P/ OBTENÇÃO DE RESULTADOS GERAÇÃO DE CAIXA (36%) MENOS IMPORTANTE VIABILIZAR NOVOS SÓCIOS / INVESTIDORES (26,2%)

17 O QUE SALTA AOS OLHOS DESAFIOS GESTÃO FORMAR E DESENVOLVER LÍDERES / PESSOAS / TALENTOS (42,8%) AUMENTAR O FATURAMENTO E A RENTABILIDADE (66,7%) PRINCIPAIS DESAFIOS DE GESTÃO MANTER O CRESCIMENTO (38,5%)

18 RECADO ESTAMOS OTIMISTAS SOBRE O CRESCIMENTO DA ECONOMIA (3% A 5% A.A.) E O CRESCIMENTO DA EMPRESA (10% EM 2010) O FOCO DA ESTRATEGIA SERÁ AUMENTAR O FATURAMENTO E A RENTABILIDADE DA EMPRESA NO MERCADO DOMÉSTICO MAS NÃO TEMOS LIDERES EM QUANTIDADE / QUALIDADE SUFICIENTES PARA EXECUTAR ESTRATEGIA PRECISAMOS ESTAR MAIS VOLTADOS PARA OS CLIENTES VAMOS ENFRENTAR FORTE CONCORRENCIA E MAIOR GRAU DE DIFICULDADE NA CONDUÇÃO DOS NEGOCIOS

19 RECADO - NÃO PRIORIDADES NÃO É PRIORITÁRIO NEM ESTAMOS PREOCUPADOS COM INTERNACIONALIZAR A EMPRESA FUSÕES E AQUISIÇÕES ATRAIR NOVOS SÓCIOS / INVESTIDORES INVASÃO DOS CONCORRENTES ESTRANGEIROS MUDANÇAS NAS REGRAS DO JOGO POLÍTICO-ECONÔMICO GERENCIAR MELHOR OS TERCEIRIZADOS DIMINUIR INADIMPLÊNCIA

20 30/11/2009

21 programas / Jornal das Dez Edição 30/11/ Publicado em 30/11/ h21 Falta de planejamento de longo prazo é um dos problemas das empresas no Brasil Encontro empresarial em São Paulo discute dificuldades de fazer empresas crescerem em ritmo forte. O Brasil deve crescer até 5% em Pelo menos é esta a expectativa dos empresários. Os executivos ouvidos em uma pesquisa também apontam alguns gargalos para o crescimento. Um dos problemas seria a falta de planejamento de longo prazo. Para discutir as dificuldades de fazer as empresas crescerem em ritmo forte, começou em São Paulo o maior encontro empresarial do país, a ExpoManagement. Leia na integra ,00.html

22 Escassez de líderes é apontada como principal desafio das empresas 01/12/ h12 SÃO PAULO - Para os executivos brasileiros, a carência de líderes com competências necessárias para executar estratégias é o grande desafio para o período de 2010 a 2015, segundo pesquisa realizada pela Empreenda Consultoria e pela HSM. Em relação às preocupações dos executivos, o estudo destacou que, para 55%, a principal é a mudança de patamar no perfil da equipe, enquanto 35,9% afirmam que é a adoção de mecanismos para motivar os colaboradores e 33,9% consideram que é a função de engajar os funcionários como "donos do negócio". Os executivos afirmaram que, entre 2010 e 2015, as dificuldades serão maiores na condução dos negócios, embora 80% dos entrevistados acreditem que neste período a economia brasileira deverá crescer entre 3 e 5% ao ano. "Em linhas gerais, a pesquisa mostra que há um otimismo com relação ao crescimento da economia brasileira e das empresas. Existe, porém, preocupações importantes sobre a liderança que está sendo formada no País e como esses gestores vão enfrentar desafios como o acirramento da concorrência e a maior complexidade da condução dos negócios", explicou o diretor-executivo da Empreenda Consultoria, Cesar Souza. Prioridades - Para os executivos, as principais prioridades para o período são aumentar a rentabilidade da empresa, com 70,3% das respostas, concentrar nos mercados e negócios existentes, com 45,8%, e ganhar market share, com 36,1%. Como itens menos importantes, destacam-se a internacionalização da empresa, resposta de 25,6% dos entrevistados, e a aquisição e fusão com outras companhias, com 25,4%. Segundo o levantamento, 46% dos entrevistados trabalham com a expectativa de que suas organizações deverão crescer mais de 10% no próximo ano e 30% lidam com um cenário de expansão entre 5% e 10%. Aos serem questionados sobre os eventos esportivos que acontecerão no País, como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas do Rio em 2016, quase metade dos executivos respondeu que eles terão reflexos positivos sobre seus negócios, mas os impactos serão de baixa intensidade. Sobre a pesquisa - O estudo intitulado "Cenário : desafios estratégicos e prioridades de gestão" foi realizado entre 2 e 17 de novembro com 1065 executivos da presidência e diretoria-executiva. O que esperam de seus líderes - De acordo com o levantamento, 56,4% dos executivos esperam que seus líderes tenham determinação, enquanto 45% afirmam que o necessário é ter foco. Paixão pelo que faz foi apontada por 34,4% e inovação apareceu com 31,5% das respostas. Para os executivos, será cada vez mais importante entender com profundidade os desejos e necessidades do cliente, bem como gerar cada vez mais valor para o produto ou serviço oferecido, sem aumento de custos. Leia na integra...

23 30/11/2009 Pesquisa Empreenda: Faltam-nos líderes Há escassez de líderes para pôr estratégias em andamento e existe a tendência de negligenciar o longo prazo. É o que revela a pesquisa realizada por HSM e Empreenda. A grande maioria dos executivos brasileiros (80% deles) estima que o País crescerá entre 3% e 5% ao ano entre 2010 e Para quase a metade (48%), será bem mais difícil conduzir os negócios nos próximos cinco anos do que nos cinco anos que passaram, ainda que, já para 2010, 80% deles esperem que sua empresa expanda seu mercado. Além disso, 46% dos entrevistados estimam crescimento de mais do que 10% para as organizações que representam organizações estas que, contudo, não contam com líderes adequados e suficientes para executar a estratégia. Essas são algumas das conclusões do estudo realizado pela HSM e pela Empreenda, no mês de novembro, com executivos presidentes e diretores de empresas. De acordo com César Souza, presidente da Empreenda, estamos diante de um cenário de otimismo, mas com evidências de desequilíbrio entre a gestão do curto e do longo prazos. Entre os desafios vislumbrados para os cinco anos que virão, três temas tiveram destaque: garantir que a estratégia faça parte do dia a dia da empresa (41,2%), desenvolver líderes para a execução da estratégia (39,0%) e tornar processos mais eficientes (36,0%). Aumentar a rentabilidade da empresa é a prioridade para 70,3% dos entrevistados. A segunda prioridade mais citada foi concentrar-se nos mercados existentes (45,8%), seguida de ganhar participação de mercado (36,1%). Leia na integra... pesquisa empreenda faltam nos lideres

24 30/11/2009 Falta de líderes pode prejudicar crescimento da economia Pesquisa mostra que para 63% dos executivos brasileiros não há líderes em quantidade e qualidade suficiente O crescimento da economia brasileira nos próximos cinco anos poderá ser prejudicado pela carência de líderes nas empresas. Pesquisa realizada pela Empreenda Consultoria, em parceria com a HSM, com executivos do alto escalão, entre 2 e 17 de novembro, mostra que 63% dos entrevistados afirmam não ter líderes em quantidade e qualidade suficiente para executar a estratégia de crescimento de suas companhias. A situação se torna especialmente preocupante por as expectativas de expansão dos negócios serem bastante robustas. O levantamento revela que 80% dos executivos acreditam que entre 2010 e 2015 a economia brasileira deverá crescer entre 3% e 5% ao ano, enquanto 46% creem que suas empresas podem se expandir a uma taxa superior a 10% já em Há um apagão de liderança em nível global. Atualmente, as companhias continuam formando líderes como se fazia no Pós-Guerra, com conceitos ultrapassados, quando as necessidades já são outras. As lideranças não pertencem mais a esse mundo. Com isso, consegue-se apenas gerentes mais eficientes, afirma Cesar Souza, CEO da Empreenda. Para piorar a situação, os desafios que serão impostos aos líderes não estão se tornando mais fáceis. Quase metade dos entrevistados (48%) diz esperar um grau maior de dificuldade na condução dos negócios entre 2010 e 2015 do que nos cinco anos anteriores. Leia na integra ,00 FALTA+DE+LIDERES+PODE+PREJUDICAR+CRESCIMENTO+DA+ECONOMIA.html

25 24 de Dezembro de 2009 Falta de líderes pode prejudicar crescimento da economia Segundo pesquisa, escassez pode comprometer execução estratégica Faltam líderes em quantidade e qualidade suficientes para executar as estratégias das empresas brasileiras, apontam 63% dos executivos de alto escalão ouvidos na pesquisa "Cenários : Desafios Estratégicos e Prioridade de Gestão". O estudo foi realizado pela consultoria empresarial Empreenda, em parceria com a HSM, especializada em educação executiva. Para o presidente da Empreenda, César Souza, a escassez de líderes é um gargalo que vai limitar o crescimento de muitas companhias num horizonte de cinco anos. "As empresas infelizmente não vão executar as estratégias que têm planejado a plena carga. Vão executar 70%", prevê Souza. "Tem coisas que elas não vão conseguir porque não tem gente. Segundo ele, para ter maior capilaridade no mercado, muitas empresas decidiram se decompor em unidades menores e descentralizar o poder - o que criou uma demanda maior por pessoas com perfil de liderança. Entre os setores que mais devem sofrer com a falta de executivos, Souza aponta a construção civil, varejo, logística e transporte. A exceção é o setor de siderurgia, onde "está sobrando gente". Um dado atípico observado por Souza na pesquisa é que os três principais desafios de execução estratégica mencionados pelos executivos top estão relacionados à gestão de pessoas. "No passado, outras pesquisas semelhantes apontavam falta de capital, mercado, e tecnologia. Gestão de pessoas aparecia em quarto lugar." Dessa vez, no entanto, as opções "comprometer todos os colaboradores", "desenvolver competências necessárias" e "ter pessoas com espírito "fazedor"" surgiram no topo da lista de prioridades. Para Souza, isso é positivo. Significa que os executivos despertaram para a importância de se investir em pessoas. "A ficha caiu. Na agenda das empresas, a gestão de pessoas nunca foi um tópico muito forte. Mas hoje isso é gritante. O entusiasmo de Souza é endossado por outro número: 57% dos entrevistados reconhecem que precisam desenvolver e capacitar novos líderes. Com isso, os programas de desenvolvimento terão de ser "bem agressivos". "As empresas precisam entender que não vão somente gastar com treinamento, elas vão investir. E é um investimento cujo resultado não é de curto prazo, é como os investimentos em novas planta." Leia na integra...

ECONÔMICAS E PROFISSIONAIS

ECONÔMICAS E PROFISSIONAIS MAPA DE PERSPECTIVAS ECONÔMICAS E PROFISSIONAIS 2016 Worldwide leaders in specialist recruitment ÍNDICE EDITORIAL METODOLOGIA DA INVESTIGAÇÃO PERFIL DOS ENTREVISTADOS O CENÁRIO MACROECONÔMICO INVESTIMENTO

Leia mais

Nota Data 8 de maio de 2013

Nota Data 8 de maio de 2013 Nota Data 8 de maio de 2013 Contato Flávio Resende Proativa Comunicação flavioresende@proativacomunicacao.com.br Tel: (61) 3242-9058/9216-9188 Kadydja Albuquerque Proativa Comunicação coordenacao@proativacomunicacao.com.br

Leia mais

AGILIDADE ORGANIZACIONAL

AGILIDADE ORGANIZACIONAL PMI PULSO DA PROFISSÃO RELATÓRIO DETALHADO AGILIDADE ORGANIZACIONAL Destaques do Estudo O lento crescimento econômico e as prioridades mutantes do mercado global criaram um ambiente de negócios complexo

Leia mais

Confiança no crescimento em baixa

Confiança no crescimento em baixa 10Minutos 19ª Pesquisa Global com CEOs Setor de Engenharia e Construção Confiança no crescimento em baixa Destaques Março 2016 Destaques Com 65% das indicações, suborno e corrupção são consideradas as

Leia mais

Relatório de Pesquisa. Março 2013

Relatório de Pesquisa. Março 2013 Relatório de Pesquisa SONDAGEM CONJUNTURAL DO VAREJO BRASILEIRO Março 2013 SONDAGEM CONJUNTURAL DO VAREJO BRASILEIRO Pesquisa realizada pela CNDL e SPC Brasil. Foram ouvidos em todo o país 615 varejistas.

Leia mais

Percepção do setor: O que está provocando as ações a respeito das mudanças climáticas nas maiores companhias do mundo?

Percepção do setor: O que está provocando as ações a respeito das mudanças climáticas nas maiores companhias do mundo? Percepção do setor: O que está provocando as ações a respeito das mudanças climáticas nas maiores companhias do mundo? As empresas enfrentam cada vez mais riscos climáticos e choques políticos. Como as

Leia mais

7 etapas para construir um Projeto Integrado de Negócios Sustentáveis de sucesso

7 etapas para construir um Projeto Integrado de Negócios Sustentáveis de sucesso 7 etapas para construir um Projeto Integrado de Negócios Sustentáveis de sucesso Saiba como colocar o PINS em prática no agronegócio e explore suas melhores opções de atuação em rede. Quando uma empresa

Leia mais

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Dezembro 2013

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Dezembro 2013 Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Dezembro 2013 PROPOSTA DE ESTRUTURA PARA O GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE REVITALIZAÇÃO URBANA Núcleo de Real Estate, Mestrado, Mariana

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2013-2017 COOPERATIVISMO: QUEM MOVIMENTA SÃO AS PESSOAS

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2013-2017 COOPERATIVISMO: QUEM MOVIMENTA SÃO AS PESSOAS PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2013-2017 COOPERATIVISMO: QUEM MOVIMENTA SÃO AS PESSOAS MENSAGEM DO PRESIDENTE O cooperativismo vive seu momento de maior evidência. O Ano Internacional das Cooperativas, instituído

Leia mais

Introdução. Gerência de Projetos de Software. Sumário. Sistemas de Informação para Processos Produtivos

Introdução. Gerência de Projetos de Software. Sumário. Sistemas de Informação para Processos Produtivos Sumário Sistemas de Informação para Processos Produtivos 1. Gerência de 2. Agentes principais e seus papéis 3. Ciclo de vida do gerenciamento de projetos M. Sc. Luiz Alberto lasf.bel@gmail.com Módulo 6

Leia mais

Orientações para elaborar um. Plano de Negócios

Orientações para elaborar um. Plano de Negócios Orientações para elaborar um Plano de Negócios Maio de 2010 www.nascente.cefetmg.br Página 1 Apresentação Este documento contém um roteiro básico de Plano de Negócios. O objetivo é permitir que o futuro

Leia mais

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey Executivos em todos os níveis consideram que a sustentabilidade tem um papel comercial importante. Porém, quando se trata

Leia mais

Planejamento Financeiro Feminino

Planejamento Financeiro Feminino Planejamento Financeiro Feminino Sophia Mind A Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado é a empresa do grupo de comunicação feminina Bolsa de Mulher voltada para pesquisa e inteligência de mercado.

Leia mais

Rodobens é destaque no website Infomoney

Rodobens é destaque no website Infomoney Rodobens é destaque no website Infomoney Por: Conrado Mazzoni Cruz 19/04/07-09h55 InfoMoney SÃO PAULO - Atualmente, falar sobre o mercado imobiliário brasileiro é entrar na discussão sobre um possível

Leia mais

COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO

COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO No Modelo de Plano de Negócio, disponível no seu ambiente do Concurso você terá um passo a passo para elaborar o seu Plano, bem como todo o conteúdo necessário

Leia mais

DESCRIÇÃO DAS PRÁTICAS DE GESTÃO DA INICIATIVA

DESCRIÇÃO DAS PRÁTICAS DE GESTÃO DA INICIATIVA DESCRIÇÃO DAS PRÁTICAS DE GESTÃO DA INICIATIVA Como é sabido existe um consenso de que é necessário imprimir qualidade nas ações realizadas pela administração pública. Para alcançar esse objetivo, pressupõe-se

Leia mais

Connections with Leading Thinkers

Connections with Leading Thinkers Instituto de Alta Performance Connections with Leading Thinkers O empreendedor Gustavo Caetano discute oportunidades e desafios para start-ups inovadoras no Brasil. Gustavo Caetano é presidente da Samba

Leia mais

Plano de Negócio. Professor Victor Sotero. Plano de Negócio

Plano de Negócio. Professor Victor Sotero. Plano de Negócio Plano de Negócio -Sumário Executivo- Professor Victor Sotero Plano de Negócio 1 O que é preciso para abrir um negócio? Conjunto de habilidades e conhecimentos Entender o mercado e o público que se deseja

Leia mais

Perspectivas económicas e estratégicas dos executivos angolanos

Perspectivas económicas e estratégicas dos executivos angolanos CEO Briefing Angola 2015 The Economist Perspectivas económicas e estratégicas dos executivos angolanos 2 CEO Briefing Angola 2015 Perspectivas económicas e estratégias dos executivos angolados Índice 4

Leia mais

Consultoria e Marketing COMO TORNAR O TREINAMENTO UMA FERRAMENTA DE LUCRATIVIDADE

Consultoria e Marketing COMO TORNAR O TREINAMENTO UMA FERRAMENTA DE LUCRATIVIDADE COMO TORNAR O TREINAMENTO UMA FERRAMENTA DE LUCRATIVIDADE A melhor idéia, sem gente boa, não vai a lugar algum. Carlos Alberto Sicupira Controlador da ABInBev Presidente do Conselho das Lojas Americanas

Leia mais

Pesquisa de opinião Profissional de comunicação e sustentabilidade

Pesquisa de opinião Profissional de comunicação e sustentabilidade Pesquisa de opinião Profissional de comunicação e sustentabilidade O Instituto ABERJE de Pesquisas (DATABERJE) realizou uma pesquisa de opinião sobre sustentabilidade com mulheres da área de comunicação,

Leia mais

Outras concentram-se em mercados específicos, tais como de produtos agrícolas, médicos e farmacêuticos ou automotivos;

Outras concentram-se em mercados específicos, tais como de produtos agrícolas, médicos e farmacêuticos ou automotivos; Diferentes empresas de pesquisa oferecem diferentes habilidades, experiências e instalações. Por essa razão, não existe uma única empresa que seja a mais apropriada para todos os tipos de problemas de

Leia mais

Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios.

Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios Caro (a) aluno (a), Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. O Plano de Negócios deverá ter no máximo

Leia mais

Perspectivas dos serviços financeiros sobre o papel e o impacto real da nuvem

Perspectivas dos serviços financeiros sobre o papel e o impacto real da nuvem Perspectivas dos serviços financeiros sobre o papel e o impacto real da nuvem Sumário executivo A Ovum realizou recentemente, em parceria com a SAP, uma detalhada pesquisa independente com 400 CIOs seniores

Leia mais

Eixo Anhanguera-Bandeirantes virou polo lean, diz especialista

Eixo Anhanguera-Bandeirantes virou polo lean, diz especialista Eixo Anhanguera-Bandeirantes virou polo lean, diz especialista Robson Gouveia, gerente de projetos do Lean Institute Brasil, detalha como vem evoluindo a gestão em empresas da região O eixo Anhanguera

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Organizações Nenhuma organização existe

Leia mais

Gestão e estratégia de TI Conhecimento do negócio aliado à excelência em serviços de tecnologia

Gestão e estratégia de TI Conhecimento do negócio aliado à excelência em serviços de tecnologia Gestão e estratégia de TI Conhecimento do negócio aliado à excelência em serviços de tecnologia Desafios a serem superados Nos últimos anos, executivos de Tecnologia de Informação (TI) esforçaram-se em

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso:

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso: PLANO DE NEGÓCIOS Causas de Fracasso: Falta de experiência profissional Falta de competência gerencial Desconhecimento do mercado Falta de qualidade dos produtos/serviços Localização errada Dificuldades

Leia mais

5 Conclusão. FIGURA 3 Dimensões relativas aos aspectos que inibem ou facilitam a manifestação do intraempreendedorismo. Fonte: Elaborada pelo autor.

5 Conclusão. FIGURA 3 Dimensões relativas aos aspectos que inibem ou facilitam a manifestação do intraempreendedorismo. Fonte: Elaborada pelo autor. 5 Conclusão Este estudo teve como objetivo a análise dos diversos fatores que influenciam tanto de maneira positiva quanto negativa no exercício do papel dos gerentes e também dos elementos que facilitam

Leia mais

Percepção de 100 executivos sobre o impacto das mudanças climáticas e práticas de sustentabilidade nos negócios

Percepção de 100 executivos sobre o impacto das mudanças climáticas e práticas de sustentabilidade nos negócios Percepção de 100 executivos sobre o impacto das mudanças climáticas e práticas de sustentabilidade nos negócios 2 OBJETIVO Levantar informações e mapear percepções sobre questões relacionadas às Mudanças

Leia mais

ANÁLISE DOS RESULTADOS DOS PROGRAMAS DE APOIO ÀS PMEs NO BRASIL Resumo Executivo PARA BAIXAR A AVALIAÇÃO COMPLETA: WWW.IADB.

ANÁLISE DOS RESULTADOS DOS PROGRAMAS DE APOIO ÀS PMEs NO BRASIL Resumo Executivo PARA BAIXAR A AVALIAÇÃO COMPLETA: WWW.IADB. ANÁLISE DOS RESULTADOS DOS PROGRAMAS DE APOIO ÀS PMEs NO BRASIL Resumo Executivo PARA BAIXAR A AVALIAÇÃO COMPLETA: WWW.IADB.ORG/EVALUATION ANÁLISE DOS RESULTADOS DOS PROGRAMAS DE APOIO ÀS PMEs NO BRASIL

Leia mais

Copyright 2012 1. Innoscience. Artigo publicado no Blog de Inovação 3M, em 24 de maio de 2012

Copyright 2012 1. Innoscience. Artigo publicado no Blog de Inovação 3M, em 24 de maio de 2012 Artigo Os primeiros 90 dias do CEO Inovador Parte I Por Maximiliano Carlomagno 1 Copyright 2012 1. Innoscience Artigo publicado no Blog de Inovação 3M, em 24 de maio de 2012 2 Os primeiros 90 dias do CEO

Leia mais

COACHING Executivo Equipe Liderança

COACHING Executivo Equipe Liderança COACHING Executivo Equipe Liderança O Coaching é uma nova forma de se pensar, sentir e agir que potencializa substancialmente os resultados nas vidas das pessoas. É uma jornada instigante para transformar

Leia mais

O QUE É ATIVO INTANGÍVEL?

O QUE É ATIVO INTANGÍVEL? O QUE É ATIVO INTANGÍVEL?! Quais as características do Ativo Intangível?! O problema da mensuração dos Ativos Intangíveis.! O problema da duração dos Ativos Intangíveis. Francisco Cavalcante(f_c_a@uol.com.br)

Leia mais

Plano de Negócios. Por que escrever um Plano de Negócios?

Plano de Negócios. Por que escrever um Plano de Negócios? Plano de Negócios Por que escrever um Plano de Negócios? A tarefa de escrever um plano de negócios não é uma tarefa fácil. Isso se você nunca escreveu um e não tem a menor idéia de como começar. O objetivo

Leia mais

QUALIDADE. Avaliação positiva

QUALIDADE. Avaliação positiva EXPEDIENTE 06 QUALIDADE Ter um modelo de processos bem definido não é uma tarefa simples. Uma certificação ou avaliação que garanta a qualidade deles, menos ainda. O custo para obtê-las é alto, fato que

Leia mais

VALUE BASED MANAGEMENT (Gerenciamento Baseado no Valor - GBV) - PARTE ll

VALUE BASED MANAGEMENT (Gerenciamento Baseado no Valor - GBV) - PARTE ll VALUE BASED MANAGEMENT (Gerenciamento Baseado no Valor - GBV) - PARTE ll! Como implantar com sucesso?! Quais os passos para sua implantação?! O foco na criação de valor para o acionista. Francisco Cavalcante(f_c_a@uol.com.br)

Leia mais

É recomendável ordenar e responder apenas àquelas perguntas que podem efetivamente contribuir para um aprofundamento da análise da organização.

É recomendável ordenar e responder apenas àquelas perguntas que podem efetivamente contribuir para um aprofundamento da análise da organização. Roteiro de Apoio Análise da Sustentabilidade Institucional Antonio Luiz de Paula e Silva alpsilva@fonte.org.br 1 O presente documento apresenta uma série de perguntas para ajudar no levantamento de dados

Leia mais

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade Eficácia e Liderança de Performance O Administrador na Gestão de Pessoas Grupo de Estudos em Administração de Pessoas - GEAPE 27 de novembro

Leia mais

O Estado de S. Paulo Online 14/02/2016 Transmissão de energia vive crise de investimento

O Estado de S. Paulo Online 14/02/2016 Transmissão de energia vive crise de investimento O Estado de S. Paulo Online 14/02/2016 Transmissão de energia vive crise de investimento http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,transmissao-de-energia-vive-crise-de-investimento,10000016214 Exemplo

Leia mais

7 perguntas para fazer a qualquer fornecedor de automação de força de vendas

7 perguntas para fazer a qualquer fornecedor de automação de força de vendas 7 perguntas para fazer a qualquer fornecedor de automação de força de vendas 1. O fornecedor é totalmente focado no desenvolvimento de soluções móveis? Por que devo perguntar isso? Buscando diversificar

Leia mais

Ernâni Teixeira Liberali Rodrigo Oliveira

Ernâni Teixeira Liberali Rodrigo Oliveira Ernâni Teixeira Liberali Rodrigo Oliveira O projeto Nugin (Núcleo de apoio ao planejamento e gestão da inovação) originou-se de um projeto FINEP. Foi proposto pelo IEL/SC, em parceria com a UFSC, com o

Leia mais

B R A S I L EMERGENTE E X P E C T A T I V A D E V I D A E C O N S U M O E M 2 0 1 5

B R A S I L EMERGENTE E X P E C T A T I V A D E V I D A E C O N S U M O E M 2 0 1 5 B R A S I L EMERGENTE E X P E C T A T I V A D E V I D A E C O N S U M O E M 2 0 1 5 O I N V E S T I M E N T O P E L A L Ó G I C A D A D E M A N D A R E N A T O M E I R E L L E S r e n a t o @ d a t a p

Leia mais

Estudo especial Hay Group Retenção

Estudo especial Hay Group Retenção Estudo especial Hay Group Retenção 1 Agenda Por que está tão crítico reter profissionais? A pesquisa Sumário executivo Análise de estratos Próxima pesquisa de retenção 2 01 Por que está tão crítico reter

Leia mais

Liderança Organizacional

Liderança Organizacional Liderança Organizacional Mauricio Lima Competência 07 Desenvolvimento de Recursos, Finanças e Legislação Corporativa Fundamentação Teórica Entre as atividades mais importantes do líder está a responsabilidade

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO TREINAMENTO. Quem nunca ouviu aquela velha frase O maior capital de nossa empresa é o capital

A IMPORTÂNCIA DO TREINAMENTO. Quem nunca ouviu aquela velha frase O maior capital de nossa empresa é o capital A IMPORTÂNCIA DO TREINAMENTO humano. Quem nunca ouviu aquela velha frase O maior capital de nossa empresa é o capital Uma pesquisa realizada em 1997 nos Estados Unidos comprovou estatisticamente que essa

Leia mais

4 Metodologia e estratégia de abordagem

4 Metodologia e estratégia de abordagem 50 4 Metodologia e estratégia de abordagem O problema de diagnóstico para melhoria da qualidade percebida pelos clientes é abordado a partir da identificação de diferenças (gaps) significativas entre o

Leia mais

Estratégias adotadas pelas empresas para motivar seus funcionários e suas conseqüências no ambiente produtivo

Estratégias adotadas pelas empresas para motivar seus funcionários e suas conseqüências no ambiente produtivo Estratégias adotadas pelas empresas para motivar seus funcionários e suas conseqüências no ambiente produtivo Camila Lopes Ferreir a (UTFPR) camila@pg.cefetpr.br Dr. Luiz Alberto Pilatti (UTFPR) lapilatti@pg.cefetpr.br

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Este material resulta da reunião de fragmentos do módulo I do Curso Gestão Estratégica com uso do Balanced Scorecard (BSC) realizado pelo CNJ. 1. Conceitos de Planejamento Estratégico

Leia mais

Estratégia de Desenvolvimento de Pessoas em Ação

Estratégia de Desenvolvimento de Pessoas em Ação Estratégia de Desenvolvimento de Pessoas em Ação Caros colegas, orienta o modo como nossa organização trabalha para selecionar, desenvolver, motivar e valorizar o bem mais importante da Bausch + Lomb nossas

Leia mais

SONDAGEM ESPECIAL PRODUTIVIDADE RIO GRANDE DO SUL. Sondagem Especial Produtividade Unidade de Estudos Econômicos Sistema FIERGS

SONDAGEM ESPECIAL PRODUTIVIDADE RIO GRANDE DO SUL. Sondagem Especial Produtividade Unidade de Estudos Econômicos Sistema FIERGS SONDAGEM ESPECIAL PRODUTIVIDADE 32,1% das empresas da indústria de transformação não aumentaram sua produtividade nos últimos 5 anos. Na indústria da construção este percentual sobe para 46,9%. 25% das

Leia mais

As Organizações e a Teoria Organizacional

As Organizações e a Teoria Organizacional Página 1 de 6 As Organizações e a Teoria Organizacional Autora: Sara Fichman Raskin Este texto é totalmente baseado no primeiro capítulo do livro Organizational theory: text and cases, do autor Jones Gareth,

Leia mais

LANXESS AG. Werner Breuers Membro da Diretoria. Inovações e Borracha. Discurso Série de Apresentações. LANXESS Rubber Day São Paulo

LANXESS AG. Werner Breuers Membro da Diretoria. Inovações e Borracha. Discurso Série de Apresentações. LANXESS Rubber Day São Paulo LANXESS AG Werner Breuers Membro da Diretoria Inovações e Borracha Discurso Série de Apresentações LANXESS Rubber Day São Paulo (Favor verificar em relação à apresentação) 23 de setembro de 2010 São Paulo,

Leia mais

BOLETIM ECONÔMICO Agosto/2015

BOLETIM ECONÔMICO Agosto/2015 BOLETIM ECONÔMICO Agosto/2015 Minha Casa Minha Vida 3 será lançado dia 10 de Setembro. Nas duas primeiras edições do Minha Casa Minha Vida foram entregues 2,3 milhões de moradias para famílias de baixa

Leia mais

Quem vai liderar sua empresa?

Quem vai liderar sua empresa? Quem vai liderar sua empresa? Uma pesquisa exclusiva realizada pela Heidrick & Struggles mostra que os executivos estão ficando cada vez menos tempo em cada emprego o que compromete a sucessão em cargos-chave

Leia mais

Pesquisa do IBRI é matéria de capa da revista Exame

Pesquisa do IBRI é matéria de capa da revista Exame Pesquisa do IBRI é matéria de capa da revista Exame Prezados (as) Associados (as), O IBRI realizou pesquisa publicada na revista Exame de 31 de dezembro de 2007 que envolveu 34 principais executivos de

Leia mais

Produtividade. Sem tempo a

Produtividade. Sem tempo a Produtividade Sem tempo a A NDREA MARQUES/ FOTONAUTA perder Contax investe em tecnologias Microsoft para facilitar o trabalho de seus operadores e garantir que eles atendam os clientes com mais agilidade

Leia mais

sustentável Crescimento

sustentável Crescimento sustentável Crescimento A população urbana aumenta de forma significativa, e gestores têm o desafio de buscar soluções criativas e inovadoras para financiar a infraestrutura necessária a esse contingente

Leia mais

Gestão dos Pequenos Negócios

Gestão dos Pequenos Negócios Gestão dos Pequenos Negócios x Rangel Miranda Gerente Regional do Sebrae Porto Velho, RO, 20 de outubro de 2015 A Conjuntura Atual Queda na produção industrial Desemprego Alta dos juros Restrição ao crédito

Leia mais

ASPECTOS PRINCIPAIS SOBRE

ASPECTOS PRINCIPAIS SOBRE ASPECTOS PRINCIPAIS SOBRE EMPREENDEDORISMO Empreendedorismo A Administração da revolução O empreendedorismo é uma revolução silenciosa, que será para o século 21 mais do que a revolução industrial foi

Leia mais

O RH dos sonhos dos CEOs

O RH dos sonhos dos CEOs O RH dos sonhos dos CEOs Expectativas e estratégias da liderança para os Recursos Humanos Presidentes de empresas de todos os portes falaram sobre a importância dos Recursos Humanos para as suas empresas

Leia mais

Pesquisa sobre: Panorama da Gestão de Estoques

Pesquisa sobre: Panorama da Gestão de Estoques Pesquisa sobre: Panorama da Gestão de Estoques Uma boa gestão de estoques comprova sua importância independente do segmento em questão. Seja ele comércio, indústria ou serviços, o profissional que gerencia

Leia mais

Otimizada para Crescimento:

Otimizada para Crescimento: Quinta Pesquisa Anual de Mudança na Cadeia de Suprimentos RESUMO REGIONAL: AMÉRICA LATINA Otimizada para Crescimento: Executivos de alta tecnologia se adaptam para se adequar às demandas mundiais INTRODUÇÃO

Leia mais

Sob as lentes de. Cristina Buzatto

Sob as lentes de. Cristina Buzatto Sob as lentes de Cristina Buzatto O Laboratório Technopark completou dois anos de operação em abril de 2011, uma das primeiras grandes investidas da Essilor neste setor, no Brasil. Falamos com Cristina

Leia mais

O sucesso de hoje não garante o sucesso de amanhã

O sucesso de hoje não garante o sucesso de amanhã Com certeza, esse final de século XX e começo de século XXI mudarão nossas vidas mais do que elas mudaram há 30-40 anos atrás. É muito difícil avaliar como será essa mudança, mas é certo que ela virá e

Leia mais

UNITERMOS: Marketing esportivo, futebol, administração esportiva.

UNITERMOS: Marketing esportivo, futebol, administração esportiva. ARTIGO Paulo Lanes Lobato * RESUMO Considerando que o marketing é hoje integrante de grande parte das conversas relacionadas ao esporte e, principalmente, que se transformou na esperança do esporte em

Leia mais

A influência da Tecnologia da Informação e Telecomunicação na Contabilidade - A Era do Contador Digital

A influência da Tecnologia da Informação e Telecomunicação na Contabilidade - A Era do Contador Digital A influência da Tecnologia da Informação e Telecomunicação na Contabilidade - A Era do Contador Digital Núcleo Interdisciplinar de Estudos Independentes Brayan Christian B. de Oliveira Abril 2012 Introdução

Leia mais

Tecnologia sociais entrevista com Larissa Barros (RTS)

Tecnologia sociais entrevista com Larissa Barros (RTS) Tecnologia sociais entrevista com Larissa Barros (RTS) A capacidade de gerar tecnologia e inovação é um dos fatores que distinguem os países ricos dos países pobres. Em sua maioria, essas novas tecnologias

Leia mais

TENDÊNCIAS E PRÁTICAS DE RECURSOS HUMANOS 2015

TENDÊNCIAS E PRÁTICAS DE RECURSOS HUMANOS 2015 TENDÊNCIAS E PRÁTICAS DE RECURSOS HUMANOS 2015 CONTEÚDO 1. Como estamos até agora? 2. O que vem por aí... 3. Prioridades do RH para 2015 4. Nossa visão de 2015 01 COMO ESTAMOS ATÉ AGORA? PERFIL DOS PARTICIPANTES

Leia mais

FINANÇAS EM PROJETOS DE TI

FINANÇAS EM PROJETOS DE TI FINANÇAS EM PROJETOS DE TI 2012 Exercícios de Fixação e Trabalho em Grupo - 2 Prof. Luiz Carlos Valeretto Jr. 1 1. O valor de depreciação de um item é seu: a) Valor residual. b) Custo inicial menos despesas

Leia mais

P23 LÍDER COACH GERINDO PESSOAS GERANDO RESULTADOS

P23 LÍDER COACH GERINDO PESSOAS GERANDO RESULTADOS P23 LÍDER COACH GERINDO PESSOAS GERANDO RESULTADOS A maior habilidade de um Líder é desenvolver habilidades extraordinárias em pessoas comuns. (Abraham Lincoln) Objetivo Provocar uma reflexão sobre o papel

Leia mais

Gerência de Projetos e EVTE. Fabiana Costa Guedes

Gerência de Projetos e EVTE. Fabiana Costa Guedes Gerência de Projetos e Fabiana Costa Guedes 1 Agenda O que é um Projeto O que é Gerenciamento de Projetos O Contexto da Gerência de Projetos PMI Project Management Institute Ciclo de Vida do Projeto Áreas

Leia mais

A Inteligência Empresarial

A Inteligência Empresarial A Inteligência Empresarial A produtividade do Conhecimento deve ser, portanto, a preocupação central dos administradores do século XXI. Conhecimento, inovação e empreendedorismo formam, assim, um tripé

Leia mais

Fina Flor Cosméticos obtém grande melhoria nos processos e informações com suporte SAP Business One

Fina Flor Cosméticos obtém grande melhoria nos processos e informações com suporte SAP Business One Fina Flor Cosméticos obtém grande melhoria nos processos e informações com suporte SAP Business One Geral Executiva Nome da Fina Flor Cosméticos Indústria Cosméticos Produtos e Serviços Desenvolve, fabrica

Leia mais

Pesquisa Profissionais de Ecommerce

Pesquisa Profissionais de Ecommerce Pesquisa Profissionais de Ecommerce Agosto de 2011 http://www.ecommerceschool.com.br Introdução O crescimento do comércio eletrônico brasileiro é feito com tecnologia e pessoas. Por trás desse crescimento

Leia mais

Cartilha do ALUNO EMPREENDEDOR POLITÉCNICA

Cartilha do ALUNO EMPREENDEDOR POLITÉCNICA 1 Cartilha do ALUNO EMPREENDEDOR POLITÉCNICA Diretor Acadêmico: Edison de Mello Gestor do Projeto: Prof. Marco Antonio da Costa 2 1. APRESENTAÇÃO Prepare seus alunos para explorarem o desconhecido, para

Leia mais

Transcrição da Teleconferência Resultados do 3T09 - Inpar 18 de novembro de 2009

Transcrição da Teleconferência Resultados do 3T09 - Inpar 18 de novembro de 2009 Transcrição da Teleconferência Resultados do 3T09 - Inpar 18 de novembro de 2009 Bom dia, e obrigada por aguardarem. Sejam bem-vindos à teleconferência da Inpar para discussão dos resultados referentes

Leia mais

CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL E DESEMPENHO LOGÍSTICO. Paulo Roberto Guedes (junho de 2015)

CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL E DESEMPENHO LOGÍSTICO. Paulo Roberto Guedes (junho de 2015) CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL E DESEMPENHO LOGÍSTICO Paulo Roberto Guedes (junho de 2015) Como já comentado por diversas vezes, há pelo menos três grandes problemas a ser resolvidos no Brasil, para que a logística

Leia mais

O desafio de gerenciar o fluxo de caixa. Gilvânia Banker

O desafio de gerenciar o fluxo de caixa. Gilvânia Banker Gilvânia Banker Manter as contas em dia é um grande desafio para quase todos os empreendedores. O fluxo de caixa de uma empresa, de acordo com o consultor contábil Charles Tessmann, é praticamente o coração

Leia mais

Metroflex Telecom Brasil Internet Brasweb AMBIENTAÇÃO DE NOVOS COLABORADORES PARTE I

Metroflex Telecom Brasil Internet Brasweb AMBIENTAÇÃO DE NOVOS COLABORADORES PARTE I Metroflex Telecom Brasil Internet Brasweb AMBIENTAÇÃO DE NOVOS COLABORADORES PARTE I A Brasweb Internet foi criada em 1997, o surgimento da empresa aconteceu após um de seus sócios (Fernando Almeida) sofrer

Leia mais

Cinco principais qualidades dos melhores professores de Escolas de Negócios

Cinco principais qualidades dos melhores professores de Escolas de Negócios Cinco principais qualidades dos melhores professores de Escolas de Negócios Autor: Dominique Turpin Presidente do IMD - International Institute for Management Development www.imd.org Lausanne, Suíça Tradução:

Leia mais

A Finep mais abrangente

A Finep mais abrangente _O MOVIMENTO Saiba mais sobre as novas propostas de atuação da Finep, na ENTREVISTA com Glauco Arbix entre outros objetivos, ele quer que a agência seja reconhecida como instituição financeira pelo Banco

Leia mais

Módulo 14 Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas. 14.1. Treinamento é investimento

Módulo 14 Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas. 14.1. Treinamento é investimento Módulo 14 Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas 14.1. Treinamento é investimento O subsistema de desenvolver pessoas é uma das áreas estratégicas do Gerenciamento de Pessoas, entretanto em algumas organizações

Leia mais

Exclusivo: Secretária de Gestão do MPOG fala sobre expectativas do Governo Dilma

Exclusivo: Secretária de Gestão do MPOG fala sobre expectativas do Governo Dilma Exclusivo: Secretária de Gestão do MPOG fala sobre expectativas do Governo Dilma Entrevista, Ministério do Planejamento domingo, 6 de novembro de 2011 Carlos Bafutto O SOS Concurseiro discutiu, com exclusividade,

Leia mais

2. Referencial Prático 2.1 Setor das Telecomunicações

2. Referencial Prático 2.1 Setor das Telecomunicações 19 2. Referencial Prático 2.1 Setor das Telecomunicações Até os anos 50, as concessões dos serviços de telecomunicações eram distribuídas indistintamente pelos governos federal, estadual e municipal. Tal

Leia mais

Análise SWOT seguindo a metodologia do BMG

Análise SWOT seguindo a metodologia do BMG Análise SWOT seguindo a metodologia do BMG Análise SWOT (abreviatura das palavras em inglês Strong, Weakness, Opportunities e Threats) é uma análise ambiental que consiste em levantar pontos internos e

Leia mais

ANÁLISE DAS MELHORIAS OCORRIDAS COM A IMPLANTAÇÃO DO SETOR DE GESTÃO DE PESSOAS NA NOVA ONDA EM ARACATI CE

ANÁLISE DAS MELHORIAS OCORRIDAS COM A IMPLANTAÇÃO DO SETOR DE GESTÃO DE PESSOAS NA NOVA ONDA EM ARACATI CE ISBN 978-85-61091-05-7 Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 ANÁLISE DAS MELHORIAS OCORRIDAS COM A IMPLANTAÇÃO DO SETOR DE GESTÃO DE PESSOAS NA NOVA ONDA EM ARACATI

Leia mais

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções)

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE

Leia mais

GESTÃO PÉ NO CHÃO. Resultados da pesquisa online realizada com mais de 100 escritórios de advocacia

GESTÃO PÉ NO CHÃO. Resultados da pesquisa online realizada com mais de 100 escritórios de advocacia GESTÃO PÉ NO CHÃO Resultados da pesquisa online realizada com mais de 100 escritórios de advocacia Consultoria especializada no desenvolvimento integral de escritórios de advocacia Nos últimos meses publicamos

Leia mais

Prof: Carlos Alberto

Prof: Carlos Alberto AULA 1 Marketing Prof: Carlos Alberto Bacharel em Administração Bacharel em Comunicação Social Jornalismo Tecnólogo em Gestão Financeira MBA em Gestão de Negócios Mestrado em Administração de Empresas

Leia mais

Cinco restrições de desenvolvimento/teste que afetam a velocidade, o custo e a qualidade dos seus aplicativos

Cinco restrições de desenvolvimento/teste que afetam a velocidade, o custo e a qualidade dos seus aplicativos Série de ebooks sobre desenvolvimento em paralelo ágil: Capítulo 2 Cinco restrições de desenvolvimento/teste que afetam a velocidade, o custo e a qualidade dos seus aplicativos Novas pressões, mais restrições

Leia mais

Sistemas de Informação Gerencial

Sistemas de Informação Gerencial Sistemas de Informação Gerencial Ao longo da historia da administração ocorreram muitas fases. Sendo que, seus princípios sempre foram semelhantes, mudando apenas o enfoque conforme a visão do pesquisador.

Leia mais

Como criar um fluxo de informação entre empresa, fornecedor e distribuidor

Como criar um fluxo de informação entre empresa, fornecedor e distribuidor Como criar um fluxo de informação entre empresa, fornecedor e distribuidor ebook Guias completos e gratuitos www.socialbase.com.br Índice 1. Introdução 2. Política de comunicação interna 3. Padronização

Leia mais

Tema: evasão escolar no ensino superior brasileiro

Tema: evasão escolar no ensino superior brasileiro Entrevista com a professora Maria Beatriz de Carvalho Melo Lobo Vice- presidente do Instituto Lobo para o Desenvolvimento da Educação, Ciência e Tecnologia e Sócia- diretora da Lobo & Associados Consultoria.

Leia mais

Formulário de Pesquisa Institucional Clubes de Lions do Distrito LC 1 Para a Gestão 2013/2014 do Governador CL Fernando da Silva Mota e DM e CaL Vera

Formulário de Pesquisa Institucional Clubes de Lions do Distrito LC 1 Para a Gestão 2013/2014 do Governador CL Fernando da Silva Mota e DM e CaL Vera Formulário de Pesquisa Institucional Clubes de Lions do Distrito LC 1 Para a Gestão 2013/2014 do Governador CL Fernando da Silva Mota e DM e CaL Vera Maria da Costa Mota Objetivo da Pesquisa Instiitucional:

Leia mais

Que indicadores comerciais devo medir?

Que indicadores comerciais devo medir? Que indicadores comerciais devo medir? Neste artigo vamos falar sobre o modelo ARPM, criado para direcionar a criação e definição de indicadores de venda. Outro problema que enfrentamos em muitos projetos

Leia mais

Marketing Educacional como manter e captar novos alunos

Marketing Educacional como manter e captar novos alunos Marketing Educacional como manter e captar novos alunos Baiard Guggi Carvalho Publicitário, consultor em marketing educacional e em tecnologia aplicada à educação N os dias de hoje, se perguntarmos para

Leia mais

informativogdfaz Teresina sedia 49ªGDFAZ

informativogdfaz Teresina sedia 49ªGDFAZ informativogdfaz Teresina sedia 49ªGDFAZ A 49ª Reunião do Grupo de Desenvolvimento do Servidor Fazendário (GDFAZ) aglomerou em Teresina representantes das Secretarias de Fazendas dos Estados brasileiros

Leia mais

Capítulo 2 Objetivos e benefícios de um Sistema de Informação

Capítulo 2 Objetivos e benefícios de um Sistema de Informação Capítulo 2 Objetivos e benefícios de um Sistema de Informação 2.1 OBJETIVO, FOCO E CARACTERÍSTICAS DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Os Sistemas de Informação, independentemente de seu nível ou classificação,

Leia mais

PASSO 1 COMO VOCÊ ESTÁ ADMINISTRANDO SUA EMPRESA?

PASSO 1 COMO VOCÊ ESTÁ ADMINISTRANDO SUA EMPRESA? PASSO 1 COMO VOCÊ ESTÁ ADMINISTRANDO SUA EMPRESA? São os passos que fazem os caminhos. MÁRIO QUINTANA Para chegar a um destino, é preciso dar o primeiro passo. Muitas vezes, preocupados com o dia a dia,

Leia mais