Gestão Financeira. Entrance Quiz

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Gestão Financeira. Entrance Quiz"

Transcrição

1 Gestão Financeira Professor Ivan Pricoli Calvo Gestão Financeira Entrance Quiz Caros, Bem-vindos ao Entrance Quiz, da disciplina de Gestão Financeira. Vocês estão recebendo um artigo sobre a Embraer. Peço que após a leitura, vocês identifiquem os pontos mais relevantes citados no artigo. Na primeira aula, iremos discutir o caso e a partir daí iniciaremos a aula. Boa leitura a todos e até breve! Prof. Ivan Pricoli Calvo Professor Ivan Pricoli Calvo

2 Estudos de Caso IBEF SP apresenta case Embraer em Café da Manhã Presidente da Embraer diz que história de sucesso da companhia é história de sucesso do País Fotos Luiz Fernando Ricci Keyler Carvalho Rocha (FEA-USP/IBEF SP), Frederico Fleury Curado (Embraer), Walter Machado de Barros (Cons. de Administração/IBEF SP), Antonio Luiz Pizarro Manso (Embraer/IBEF SP), Fábio Mentone (Bradesco Corporate) e Sandra Guerra (Círculo de Companhias da Mesa Redonda Latino-Americana de Governança Corporativa) Em mais um Café da Manhã da série Estudos de Caso de Boa Governança Corporativa, o IBEF SP apresentou o case Embraer, listado no Círculo de Companhias da Mesa-Redonda de Governança Corporativa da América Latina, organizado pela International Finance Corporation (IFC), Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e Fórum Global de Governança Corporativa. No evento, realizado no último dia 22 de agosto no Hotel Gran Meliá Mofarrej, o presidente da Embraer, Frederico Fleury Curado, e o vice-presidente executivo da Embraer, premiado como O Executivo de Finanças de 2002 (Prêmio O Equilibrista) e membro do Conselho de Administração do IBEF SP, Antonio Luiz Pizarro Manso, falaram sobre o caso de sucesso da empresa. Na abertura do evento patrocinado pelo Bradesco e com apoio da Agência Estado e Jornal O Estado de São Paulo a coordenadora do Círculo de Companhias da Mesa Redonda Latino-Americana de Governança Corporativa, Sandra Guerra, falou dos desafios e das soluções que as empresas da América Latina tiveram para aprimoramento de gestão. Foram listadas oito companhias do Brasil, duas da Colômbia, duas do Peru e uma da Costa Rica. Sandra Guerra explicou que estes números reproduzem uma representação geográfica. Esta predominância do Brasil é natural, correspondente ao tamanho do nosso mercado de capitais, declarou. Na seqüência, serão apresentados os cases da Marcopolo, Natura, Net, Suzano e Ultrapar. Case Embraer O presidente da Embraer, Frederico Fleury Curado, contou que o processo tecnológico que levou até a fundação da companhia iniciou com a criação do Centro Técnico Aeroespacial (CTA) em 1946, e do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA) em Ele defende que esta foi uma fase de conhecimento para que, uma geração depois, se fizesse o primeiro protótipo de avião, chamado Bandeirante. Daí surgiu a indústria. A história de sucesso da Embraer não pode ser contada sem lembrar desta base de conhecimento, que é Nos últimos dois anos, a empresa teve uma receita de US$ 4 bilhões e tem previsão de aumento na entrega de aviões de 130 para 165 aviões garantindo a linearidade no crescimento de receita do País, e que tem seis décadas de existência, declarou. A fundação da Embraer aconteceu em 1969 como uma empresa estatal. Foi privatizada em 7 de dezembro de 1994 e, desde então, veio crescendo até se tornar uma das mais importantes indústrias de aeronaves do mundo. Esta história de sucesso não é nossa, mas sim do País, ressaltou o presidente da companhia. Com cinco fábricas no Brasil, sendo três em São José dos Campos, uma em Botucatu e outra em Gavião Peixoto, fábricas nos Estados Unidos e Portugal e escritórios em Cingapura, França e China, a Embraer contratou pessoas em 2007, totalizando 24 mil empregados. 12

3 Antonio Luiz Pizarro Manso, vice-presidente executivo da Embraer/Conselho de Administração do IBEF SP Frederico Fleury Curado, presidente da Embraer Nos últimos dois anos, a empresa teve uma receita de US$ 4 bilhões e tem previsão de aumento na entrega de aviões de 130 para 165 aviões garantindo a linearidade no crescimento de receita. Segundo Fleury, a atividade principal da Embraer é a aviação comercial, com 2/3 da empresa voltada para este segmento. Há cerca de seis anos, a companhia começou a diversificar, voltando-se para o mercado de aviões executivos. Produtos militares e área de serviços aeronáuticos são outros dois mercados explorados pela Embraer, totalizando quatro áreas de negócios. 95% da receita provêm de exportações. Somos grandes importadores, mas somos ainda maiores exportadores, garantiu Fleury. A contribuição da Embraer ao saldo da Balança Comercial chega a quase US$ 10 bilhões no acumulado dos últimos 10 anos. Na carteira fixa de pedidos, cerca de US$ 15 bilhões em junho de É importante ressaltar que há algum tempo, cerca de 25 anos, existiam 13 principais empresas fabricantes de aviões. Hoje, quatro destas sobreviveram, resultado de uma série de fusões nos últimos 15 anos. Existem novas companhias chegando ao mercado, como os Receita Líquida US$ milhões Defesa 5,9% Outros 14,1% Aviação Executiva 15,7% T 07 Aviação Comercial 64,3% 13

4 Estudos de Caso chineses e os russos, demonstrando maior competição nos anos que seguem. Em 1984, a empresa abriu capital com ações preferenciais e ordinárias. Com a privatização, em 1994, 27,7% das ações ordinárias e 15% das preferenciais pertenciam à União. 21,5% das ordinárias e 75% das preferenciais ficaram na Bovespa. O restante das ações ordinárias estava distribuída entre Sistel, Previ, Grupo Bozano, Ciemb e um grupo de empresas européias. Em junho de 2001, a empresa fez uma oferta secundária. O governo passou a ter 1,5% das ações ordinárias, e 14,8% foram para a Bovespa. Uma reestruturação de capital em março de 2006 ocasionou a unificação das ações e o ingresso no Novo Mercado. Somente com ações ordinárias, a Embraer passou a ter 0,3% sob poder da União, 12,9% na bolsa, 16,4% sob poder da Previ, 7,4% da Sistel, 9,9% do Grupo Bozano, 7,5% de um grupo europeu formado por várias empresas, 6,3% do BNDES e 39,3% na Bolsa de Nova York. Esse movimento foi complexo e, por outro lado, muito bem-sucedido, comemora Fleury, afirmando que a empresa é totalmente pulverizada. Hoje, 54,2% estão na Bolsa de Nova York e 16,7% na Bovespa. O restante está sob poder da União, Previ, Grupo Bozano e BNDES. O vice-presidente executivo da Embraer, Antonio Luiz Pizarro Manso, ressaltou os momentos de crescimento pelos quais passou a empresa, demonstrando um histórico das cotações. A primeira fase de crescimento após a privatização aconteceu em julho de 1999, com o lançamento dos produtos da Família 170/190. Com o lançamento de IPO (Initial Panorama do Café da Manhã promovido pelo IBEF patrocinado pelo Bradesco e com apoio da Agência Estado e Jornal O Estado de São Paulo Public Offering) bem recebido pelo mercado em junho de 2000 e a oferta secundária em julho de 2001, o crescimento demonstrou robustez. Mas os ataques de 11 de setembro fizeram este desempenho despencar juntamente com o mercado da aviação. Em janeiro de 2002 teve início a recuperação ainda afetada pela concordata de algumas empresas americanas. O lançamento do JetBlue marcou esta fase de crescimento com vigor, demonstrando ao mercado que a empresa estava apta a oferecer um produto diferenciado. O crescimento foi constante até a reestruturação de capital em janeiro de 2006 e a entrada no Novo Mercado em julho do mesmo ano. Além do Novo Mercado e da Bolsa de Nova York, a Embraer tem participação em diferentes índices de mercado, como o Índice de Ações com Tag Along Diferenciado (ITAG), Índice de Governança Corporativa da Bovespa (IGC), Índice Valor Bovespa 2 (IVBX2), Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), Índice Brasil (IBrX) e IBrX50. Frederico Fleury Curado (Embraer), Walter Machado de Barros (IBEF SP) e Antonio Luiz Pizarro Manso (Embraer/IBEF SP) Antonio Luiz Pizarro Manso (Embraer/IBEF SP), Fábio Mentone (Bradesco Corporate) e Sandra Guerra (Círculo de Comp. da Mesa Redonda Latino-Americana de Governança Corporativa) Sentados: Ivan de Souza (Cincom System) e Sergio Volk. Em pé: José César Guiotti (Ascon Consult), Luiz Brandão (Magnor Consult) e Durval Telles 14

5 Olhando os princípios fundamentais, não podemos deixar de ver transparência, eqüidade, prestação de contas e responsabilidade corporativa" Case Embraer despertou interesse dos participantes Governança Corporativa Pizarro Manso afirmou que todos os resultados apresentados vieram em função do processo que a empresa trilhou desde a época em que era uma estatal, passando para empresa aberta, depois com grupo de controle fixo durante 10 anos, chegando à pulverização. Olhando os princípios fundamentais, não podemos deixar de ver transparência, eqüidade, prestação de contas e responsabilidade corporativa. Com flexibilidade e criação de valor aos acionistas, nós buscamos a perpetuidade do nosso negócio como um todo. O número máximo de votos por acionista ou grupo de acionistas vinculados está limitado a 5% do total do capital da companhia, fazendo com que a empresa tenha seu capital pulverizado. Com a reestruturação societária, que teve 100% de aprovação no Conselho de Administração e maioria em votos favoráveis entre os acionistas, Pizarro Manso ressalta a maior flexibilidade de acesso ao mercado de capitais para financiamento de novos projetos e programas de crescimento. Como diretrizes da governança corporativa, o vice-presidente da empresa enumerou 100% das ações em free fl oat, em classe única e com 100% de tag-along, certificação Sarbanes- Oxley, política de negociação de valores mobiliários, política de dividendos, Conselho de Administração com membros independentes, Conselho Fiscal/ Comitê de Auditoria, política de divulgação e publicação de acontecimentos, publicação periódica de demonstrações financeiras em legislação societária e US GAAP. Ainda como fato importante após a pulverização, Pizarro Manso lembrou a presença da maioria dos acionistas na primeira Assembléia Geral Ordinária. A participação chegou a 75,3% do capital da empresa. O Conselho de Administração é formado por 11 membros, sendo um indicado pela União, dois indicados pelos empregados e sete independentes. A empresa tem ainda o Comitê Executivo e Comitê de Recursos Humanos, além do Comitê de Auditoria representado pelo Conselho Fiscal, formado por cinco membros independentes. Todos se reportam ao Conselho de Administração. A primeira certificação da 404 da Sarbanes-Oxley foi completada em 2006, e a Embraer tem a classificação de investment grade pela Moody s e pela Standard & Poor s. Além disso, a companhia conta com gestão de riscos empresariais, tratando de riscos estratégicos, riscos para Evolução Market Cap Após Oferta Secundária (mar/07) Valor de Mercado (US$ bilhões) 9,3 Ações Ordinárias 5,1 6,4 6,0 7,0 7,7 7,9 Bovespa 16,7% União 0,3% Previ 13,9% Grupo Bozano 9,8% 0,5 1,9 3,0 2, jun/07 ago/07 54,2% NYSE BNDES 5,1% 15

6 Estudos de Caso demonstrações financeiras, riscos econômico-financeiros, riscos operacionais e risco de conformidade. A comunicação com o mercado é feita através da publicação de resultados trimestrais (Legislação Societária e US GAAP), teleconferência de divulgação de resultados, publicação trimestral de entregas de aeronaves, APIMECs trimestrais, dois encontros com analistas e investidores no exterior por ano nos Estados Unidos e um na Europa, participações em conferências de bancos, nondeal roadshows e reuniões com analistas e investidores na sede da empresa, além do portal de Relações com Investidores. Como responsabilidade corporativa, Pizarro Manso citou ativos intangíveis, modelo de gestão, pessoas e tecnologia, satisfação dos clientes e responsabilidade social. Ele explica que desta forma a empresa atinge as melhores práticas de governança corporativa, com o objetivo maior de agregar valor aos acionistas e a toda a área social que depende da empresa. Na área social, a companhia jul/98 Lançamento Legacy Gavião Peixoto Aliança Estratégica Grupo Francês Lançamento Família 170/190 jan/99 EMBR3 jul/99 jan/00 11 de setembro IPO Oferta Secundária jul/00 EMBR4 jan/01 jul/01 ERJ Histórico das cotações Concordata de US Airways e United jan/02 Redução de pedidos SWISS jul/02 jan/03 Certificação EMBRAER 170 Pedido JetBlue 100 aviões jul/03 jan/04 jul/04 tem investimentos no Instituto Embraer, voltado ao Ensino Médio, articulação social, tecnologias educacionais e de gestão escolar e qualificação profissional. Por outro lado, a responsabilidade ambiental conta com um mecanismo complexo no nível corporativo, nas unidades industriais e empresas do grupo, capazes de produzir projetos e programas alinhados com o Comitê de Riscos Ambientais da empresa e avaliar os impactos ambientais causados, entre outras ações. O vice-presidente do IBEF Jovem, José Cláudio Securato, pediu que os palestrantes comentassem o princípio de eqüidade, tendo em vista a implementação do sistema de Golden Share e a exigência de votação em assembléias de 60% do capital nacional e 40% do capital estrangeiro, enquanto esta não é a composição acionária. Pizarro Manso afirmou que partiram de uma empresa que tinha um controle definido e restrições na Golden Share. Nada foi feito a não ser melhorar esta prática, dar possibilidade ao acionista minoritário de participar. Esta foi a busca do equilíbrio. Lógico que se está limitando o poder econômico na votação. Buscar o limite dos 35% é um processo complicado, mas não impossível porque se tem a restrição de preço e da Golden Share, dependendo do processo, explicou. O vice-presidente da Embraer afirmou ainda que existe eqüidade, ainda que com certas limitações. Frederico Fleury completou ao afirmar que a Assembléia tem uma dinâmica complicada porque é preciso registrar todos os votos presentes, caracterizar o que é capital nacional e estrangeiro e, ao longo da votação, aferir o limite de 40% e 60%, respeitando o estatuto. Carlos Ferraz, da KPMG, perguntou se os dois últimos acidentes aéreos ocorridos no Brasil afetaram a Embraer de alguma forma. Fleury afirmou que não houve impacto porque a Embraer é uma empresa com forte exportação. O acidente está levando a se repensar a estrutura de Congonhas, Investment Grade Moody s Baa3 S&P BBB- jan/05 Anúncio reestruturação societária jul/05 jan/06 Novo Mercado 1ª Oferta de Bônus 10 anos jul/06 jan/07 Oferta Secundária jul/07 o que dá uma perspectiva boa a médio e longo prazos. No entanto, os acidentes colocam o Brasil em uma posição muito negativa na comunidade internacional de aviação. Nós, como fabricantes, estamos teoricamente isolados desta discussão. Mas se o Brasil é afetado, somos também afetados, declarou. O presidente do Conselho de Administração do IBEF SP, Walter Machado de Barros, perguntou como a Embraer vê o processo de convergência das demonstrações financeiras em IFRS, já que a empresa está fortemente envolvida com US GAAP. Pizarro Manso afirmou que o processo de convergência é, certamente, benéfico para as empresas. A única preocupação que eu tenho é quanto às ADRs, pois há necessidade de um entendimento melhor dos analistas no processo de transparência porque eles estão muito acostumados, especialmente os analistas americanos, a trabalhar com US GAAP. O processo vai ser longo, mas o benefício para a empresa será grande, analisou. Walter Machado citou a expectativa de que o IFRS também seja estendido para as empresas americanas. Pizarro Manso afirmou que, desta forma, o conjunto de mudanças ficará mais fácil. A transição será complicada. Eu sou favorável a trocar o que puder, mas com o cuidado com as informações e histórico que temos, ponderou o vice-presidente da Embraer. Ao final, a questão foi quanto à perspectiva da Embraer no mercado e ao foco da empresa daqui para frente. Frederico Fleury afirmou que a empresa tem uma estabilidade na aviação comercial e que está dedicando sua força de engenharia industrial para a aviação executiva. 16

Ao completar 60 anos no mercado de capitais, o Grupo encerra o ano de 2007 com 140 mil acionistas

Ao completar 60 anos no mercado de capitais, o Grupo encerra o ano de 2007 com 140 mil acionistas RELATÓRIO ANUAL GERDAU 27 55 Ao completar 6 anos no mercado de capitais, o Grupo encerra o ano de 27 com 14 mil acionistas O Grupo Gerdau tem proporcionado aos seus 14 mil acionistas rentabilidade com

Leia mais

EMBRAER ANUNCIA PERSPECTIVAS DE LONGO PRAZO PARA AVIAÇÃO Estimativas de demanda mundial abrangem os mercados de jatos comerciais e executivos

EMBRAER ANUNCIA PERSPECTIVAS DE LONGO PRAZO PARA AVIAÇÃO Estimativas de demanda mundial abrangem os mercados de jatos comerciais e executivos EMBRAER ANUNCIA PERSPECTIVAS DE LONGO PRAZO PARA AVIAÇÃO Estimativas de demanda mundial abrangem os mercados de jatos comerciais e executivos São José dos Campos, 7 de novembro de 2008 A Embraer (BOVESPA:

Leia mais

Melhores práticas. Cada vez mais cientes das

Melhores práticas. Cada vez mais cientes das Número de empresas brasileiras que procuram se aprimorar em governança corporativa aumentou na última edição do estudo Melhores práticas Estudo aponta que as empresas investem mais no aprimoramento dos

Leia mais

FINANÇAS E MERCADOS FINANCEIROS A Consolidação do Mercado de Capitais Brasileiro João Basilio Pereima Neto *

FINANÇAS E MERCADOS FINANCEIROS A Consolidação do Mercado de Capitais Brasileiro João Basilio Pereima Neto * FINANÇAS E MERCADOS FINANCEIROS A Consolidação do Mercado de Capitais Brasileiro João Basilio Pereima Neto * O mercado de capitais brasileiro vai fechar o ano de 2007 consolidando a tendência estrutural

Leia mais

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas CICLO APIMEC 2010 Índice RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas 3 RS no Brasil DADOS DEMOGRÁFICOS RS BRASIL População

Leia mais

Workshop: Riscos em Cronogramas. Gestão de Riscos dos Programas Embraer

Workshop: Riscos em Cronogramas. Gestão de Riscos dos Programas Embraer Workshop: Riscos em Cronogramas Gestão de Riscos dos Programas Embraer 04 de dezembro de 2009 1 Evolução Origem e Desenvolvimento Pós ll Guerra Mundial projeto estratégico nacional na área aeronáutica

Leia mais

Melhores Práticas para a Elaboração e Divulgação do Relatório Anual

Melhores Práticas para a Elaboração e Divulgação do Relatório Anual Melhores Práticas para a Elaboração e Divulgação do Relatório Anual Pronunciamento de Orientação CODIM COLETIVA DE IMPRENSA Participantes: Relatores: Edina Biava Abrasca; Marco Antonio Muzilli IBRACON;

Leia mais

Governança Corporativa na América Latina

Governança Corporativa na América Latina Governança Corporativa na América Latina As iniciativas da Mesa-Redonda da OCDE e do Círculo de Companhias CEG 7/5/08 sandraguerra@bettergovernance.com.br América Latina Progresso perceptível desde 2000

Leia mais

Governança Corporativa Profa. Patricia Maria Bortolon

Governança Corporativa Profa. Patricia Maria Bortolon Governança Corporativa Investidores Institucionais e Governança Corporativa Aula 11 Participação Acionária de Investidores Institucionais No Reino Unido: Tipo de Investidor 1963 % 2006 % Indivíduos 54

Leia mais

Taking ESG into account Podemos evoluir para uma Economia Sustentável

Taking ESG into account Podemos evoluir para uma Economia Sustentável Taking ESG into account Podemos evoluir para uma Economia Sustentável Investimentos Sustentáveis - O que é material para a análise e decisão de investimentos? Dos princípios aos indicadores chaves de performance

Leia mais

1 a Jornada de Contabilidade Práticas de Governança Corporativa e Transparência 22 de setembro de 2005

1 a Jornada de Contabilidade Práticas de Governança Corporativa e Transparência 22 de setembro de 2005 1 a Jornada de Contabilidade Práticas de Governança Corporativa e Transparência 22 de setembro de 2005 Agenda Introdução Demandas do mercado de capitais Governança corporativa Governança corporativa no

Leia mais

A visão do mercado de capitais

A visão do mercado de capitais IFRS Um Caminho Para Transparência Painel 1: Por que o IFRS é importante para o Brasil? A visão do mercado de capitais (30/04/2008) Agenda BOVESPA: visão geral Perfil das companhias listadas em bolsa Segmentos

Leia mais

EMBRAER Empresa Brasileira de Aeronáutica S.A. CNPJ/MF nº 60.208.493/0001-81 NIRE nº 35.300.026.420 Companhia Aberta FATO RELEVANTE

EMBRAER Empresa Brasileira de Aeronáutica S.A. CNPJ/MF nº 60.208.493/0001-81 NIRE nº 35.300.026.420 Companhia Aberta FATO RELEVANTE EMBRAER Empresa Brasileira de Aeronáutica S.A. CNPJ/MF nº 60.208.493/0001-81 NIRE nº 35.300.026.420 Companhia Aberta FATO RELEVANTE A EMBRAER EMPRESA BRASILEIRA DE AERONÁUTICA S.A. ( Embraer ou Companhia

Leia mais

O Setor de Mineração no contexto do Mercado de Capitais

O Setor de Mineração no contexto do Mercado de Capitais O Setor de Mineração no contexto do Mercado de Capitais Set/2013 CLASSIFICAÇÃO DA INFORMAÇÃO (MARQUE COM UM X ): x CONFIDENCIAL RESTRITA CONFIDENCIAL USO INTERNO PÚBLICO Introdução O setor de mineração

Leia mais

Oi e Portugal Telecom formalizam parceria e investimento estratégico

Oi e Portugal Telecom formalizam parceria e investimento estratégico Oi e Portugal Telecom formalizam parceria e investimento estratégico A parceria prevê capitalização da empresa brasileira em até R$ 12 bi, reduzindo alavancagem e ampliando capacidade de investimento,

Leia mais

Desenvolvendo a Governança Corporativa. Eduardo Rath Fingerl Diretor

Desenvolvendo a Governança Corporativa. Eduardo Rath Fingerl Diretor Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES Área de Mercado de Capitais BNDES Desenvolvendo a Governança Corporativa Eduardo Rath Fingerl Diretor 02/06/2006 www.bndes.gov.br 1 de 23 Atuação

Leia mais

Especialista questiona "ascensão" de bancos brasileiros em ranking

Especialista questiona ascensão de bancos brasileiros em ranking Veículo: Valor Online Data: 13/04/09 Especialista questiona "ascensão" de bancos brasileiros em ranking A crise global colocou os bancos brasileiros em destaque nos rankings internacionais de lucro, rentabilidade

Leia mais

Diretrizes de Governança Corporativa

Diretrizes de Governança Corporativa Diretrizes de Governança Corporativa DIRETRIZES DE GOVERNANÇA CORPORATIVA DA BM&FBOVESPA Objetivo do documento: Apresentar, em linguagem simples e de forma concisa, o modelo de governança corporativa da

Leia mais

Diretoria Executiva de Desenvolvimento e Fomento de Negócios. Novembro de 2010

Diretoria Executiva de Desenvolvimento e Fomento de Negócios. Novembro de 2010 Governança Corporativa e o desenvolvimento do mercado de capitais brasileiro Diretoria Executiva de Desenvolvimento e Fomento de Negócios Novembro de 2010 Representatividade da bolsa no mundo Maior bolsa

Leia mais

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1T15

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1T15 Relações com Investidores DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1T15 Apresentação: José Rubens de la Rosa CEO José Antonio Valiati CFO & Diretor de Relações com Investidores Thiago Deiro Gerente Financeiro & de

Leia mais

Melhores Práticas de Governança

Melhores Práticas de Governança Melhores Práticas de Governança Corporativa Eletros Novembro de 2011 Eliane Lustosa Objetivos Introdução Governança Corporativa (GC) Conceito e princípios básicos Sistema Importância e benefícios Principais

Leia mais

Por que abrir o capital?

Por que abrir o capital? Por que abrir capital? Por que abrir o capital? Vantagens e desafios de abrir o capital Roberto Faldini Fortaleza - Agosto de 2015 - PERFIL ABRASCA Associação Brasileira de Companhias Abertas associação

Leia mais

Reestruturação Societária Grupo Telesp. Criando Valor

Reestruturação Societária Grupo Telesp. Criando Valor Reestruturação Societária Grupo Criando Valor Novembro, 1999 Índice 8 Visão Geral da Reestruturação 2 8 Passos da Reestruturação 3 8 Benefícios da Reestruturação 4 8 Bases da Reestruturação 5 8 As Relações

Leia mais

Net Serviços de Comunicação S.A Apresentação Expomoney

Net Serviços de Comunicação S.A Apresentação Expomoney Net Serviços de Comunicação S.A Apresentação Expomoney Considerações Futuras Eventuais declarações que possam ser feitas durante essa apresentação, relativas às perspectivas de negócios da Companhia, projeções

Leia mais

ELEKEIROZ S.A. CNPJ 13.788.120/0001-47 Companhia Aberta NIRE 35300323971

ELEKEIROZ S.A. CNPJ 13.788.120/0001-47 Companhia Aberta NIRE 35300323971 ELEKEIROZ S.A. CNPJ 13.788.120/0001-47 Companhia Aberta NIRE 35300323971 ATA SUMÁRIA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 7 DE FEVEREIRO DE 2014 DATA, HORA E LOCAL: Em 7 de fevereiro de

Leia mais

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 3T14

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 3T14 Relações com Investidores DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 3T14 Apresentação: José Rubens de la Rosa CEO José Antonio Valiati CFO & Diretor de Relações com Investidores Thiago A. Deiro Gerente Financeiro &

Leia mais

Reunião Pública Anual. 19 de dezembro de 2013

Reunião Pública Anual. 19 de dezembro de 2013 Reunião Pública Anual 19 de dezembro de 2013 2 Aviso importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia, e envolve

Leia mais

Romi registra lucro líquido de R$ 83 milhões em 2006, o maior resultado de sua história

Romi registra lucro líquido de R$ 83 milhões em 2006, o maior resultado de sua história Resultados do 4 o Trimestre de 2006 Cotações (28/12/06) ROMI3 - R$ 158,00 ROMI4 - R$ 146,50 Valor de Mercado R$ 999,0 milhões Quantidade de Ações Ordinárias: 3.452.589 Preferenciais.: 3.092.882 Total:

Leia mais

2 Abertura de capital

2 Abertura de capital 2 Abertura de capital 2.1. Mercado de capitais O Sistema Financeiro pode ser segmentado, de acordo com os produtos e serviços financeiros prestados, em quatro tipos de mercado: mercado monetário, mercado

Leia mais

Bovespa Mais: propiciando o crescimento sustentável das empresas

Bovespa Mais: propiciando o crescimento sustentável das empresas Bovespa Mais: propiciando o crescimento sustentável das empresas O Bovespa Mais, um dos segmentos especiais de listagem administrados pela BM&FBOVESPA, foi idealizado para tornar o mercado acionário brasileiro

Leia mais

FIPECAFI e IBRI divulgam resultado da 5ª Pesquisa sobre o Perfil e a Área de Relações com Investidores

FIPECAFI e IBRI divulgam resultado da 5ª Pesquisa sobre o Perfil e a Área de Relações com Investidores FIPECAFI e IBRI divulgam resultado da 5ª Pesquisa sobre o Perfil e a Área de Relações com Investidores Os resultados da 5ª Pesquisa sobre o perfil e a área de Relações com Investidores no Brasil divulgado

Leia mais

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010 Apresentação da Companhia Setembro de 2010 Comprovada capacidade de execução Visão geral da Inpar Empreendimentos por segmento (1) Modelo de negócios integrado (incorporação, construção e venda) Comercial

Leia mais

Discurso 04/12/2003. Dr. Alfredo Setubal

Discurso 04/12/2003. Dr. Alfredo Setubal Discurso 04/12/2003 Dr. Alfredo Setubal Presidente do Conselho de Administração do IBRI - Instituto Brasileiro de Relações com Investidores Boa Noite! Esta cerimônia de final de ano é a minha última à

Leia mais

ENCONTRO ANUAL DO PAEX

ENCONTRO ANUAL DO PAEX ENCONTRO ANUAL DO PAEX Sustentabilidade Financeira para a Competitividade Prof. Haroldo Mota 2007 O CONFORTO DE CURTO PRAZO Empresa Acomodada Ano 1 Ano 2 Ano 3 Ano 4 EBITDA 940 890 820 800 ( ) Var. NCG

Leia mais

METODOLOGIA DO ÍNDICE DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL (ISE)

METODOLOGIA DO ÍNDICE DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL (ISE) METODOLOGIA DO ÍNDICE DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL (ISE) Abril/2015 [data] METODOLOGIA DO ÍNDICE DE O ISE é o resultado de uma carteira teórica de ativos, elaborada de acordo com os critérios estabelecidos

Leia mais

FUNCEF DIRETORIA DE INVESTIMENTOS

FUNCEF DIRETORIA DE INVESTIMENTOS FUNCEF DIRETORIA DE INVESTIMENTOS Brasília 26/03/2015 2 Recebimento de contribuições: R$ 1.746 milhões; Pagamento de benefícios e pensões: R$ 2.086 milhões; Participantes: 137,0 mil ativos e assistidos;

Leia mais

COMENTÁRIOS DO DESEMPENHO NO 3º TRIMESTRE E 9 MESES DE 2002

COMENTÁRIOS DO DESEMPENHO NO 3º TRIMESTRE E 9 MESES DE 2002 COMENTÁRIOS DO DESEMPENHO NO 3º TRIMESTRE E 9 MESES DE 2002 Desempenho Em ambiente de queda da atividade na indústria automobilística, a Iochpe-Maxion apresentou um crescimento de 8,4% nas vendas no terceiro

Leia mais

A Comunicação nas Relações com Investidores

A Comunicação nas Relações com Investidores Workshop IR Magazine Awards Brazil 2006 A Comunicação nas Relações com Investidores Raul Adalberto de Campos Gerente Executivo de Relações com Investidores 1 São Paulo, 27 de novembro de 2006 Evolução

Leia mais

BANCO DO BRASIL 1º Trimestre 2012

BANCO DO BRASIL 1º Trimestre 2012 BANCO DO BRASIL 1º Trimestre 2012 Aviso Importante Esta apresentação faz referências e declarações sobre expectativas, sinergias planejadas, estimativas de crescimento, projeções de resultados e estratégias

Leia mais

Acordo de Acionistas. Corporativa da CPFL Energia S.A. Atual Denominação Social da Draft II Participações S.A.

Acordo de Acionistas. Corporativa da CPFL Energia S.A. Atual Denominação Social da Draft II Participações S.A. Acordo de Acionistas Diretrizes da CPFL de Energia Governança S.A. Corporativa da CPFL Energia S.A. Atual Denominação Social da Draft II Participações S.A. 1 Sumário I Introdução 3 II Estrutura Corporativa

Leia mais

ABDIB Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de base

ABDIB Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de base ABDIB Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de base Cenário Econômico Internacional & Brasil Prof. Dr. Antonio Corrêa de Lacerda antonio.lacerda@siemens.com São Paulo, 14 de março de 2007

Leia mais

MBA 2010 - Gestão de Relacionamento com Investidores

MBA 2010 - Gestão de Relacionamento com Investidores MBA 2010 - Gestão de Relacionamento com Investidores Objetivos Qualificação em nível de especialização lato sensu em Relações com Investidores com vistas a preparar os profissionais para atuar em cargos

Leia mais

CSU CARDSYSTEM SA. investidorescsu@csu.com.br

CSU CARDSYSTEM SA. investidorescsu@csu.com.br CSU CARDSYSTEM SA investidorescsu@csu.com.br 2 Considerações Iniciais Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação

Leia mais

Apresentação. Apresentação. Adesão ao Nível 1 de Governança Corporativa. Requisitos para Adesão ao Nível 1

Apresentação. Apresentação. Adesão ao Nível 1 de Governança Corporativa. Requisitos para Adesão ao Nível 1 Apresentação Apresentação Implantados em dezembro de 2000 pela Bolsa de Valores de São Paulo BOVESPA, o Novo Mercado e os Níveis Diferenciados de Governança Corporativa Nível 1 e Nível 2 são segmentos

Leia mais

Jornada de Valor. Novembro de 2010

Jornada de Valor. Novembro de 2010 Jornada de Valor Novembro de 2010 Planejando o crescimento O valor da empresa em uma transação está diretamente relacionado à percepção de valor de investidores, à governança corporativa, transparência

Leia mais

Reunião APIMEC 2013. São Paulo, 19 de dezembro de 2013

Reunião APIMEC 2013. São Paulo, 19 de dezembro de 2013 Reunião São Paulo, 19 de dezembro de Importante O presente material tem caráter somente informacional. Não constitui uma oferta ou solicitação de investimento em qualquer fundo aqui mencionado ou quaisquer

Leia mais

Esclarecimentos sobre rentabilidade das cotas do Plano SEBRAEPREV

Esclarecimentos sobre rentabilidade das cotas do Plano SEBRAEPREV INVESTIMENTOS Esclarecimentos sobre rentabilidade das cotas do Plano SEBRAEPREV Uma questão de suma importância para a consolidação e perenidade de um Fundo de Pensão é a sua saúde financeira, que garante

Leia mais

Avaliação de Investimentos em Participações Societárias

Avaliação de Investimentos em Participações Societárias Avaliação de Investimentos em Participações Societárias CONTABILIDADE AVANÇADA I 7º Termo de Ciências Contábeis Profª MSc. Maria Cecilia Palácio Soares Regulamentação do Método da Equivalência Patrimonial

Leia mais

Curso Introdução ao Mercado de Ações

Curso Introdução ao Mercado de Ações Curso Introdução ao Mercado de Ações Módulo 2 Continuação do Módulo 1 www.tradernauta.com.br Sistema de negociação da Bovespa e Home Broker Mega Bolsa Sistema implantado em 1997, é responsável por toda

Leia mais

Direcional Engenharia S.A.

Direcional Engenharia S.A. 1 Direcional Engenharia S.A. Relatório da Administração Exercício encerrado em 31 / 12 / 2007 Para a Direcional Engenharia S.A., o ano de 2007 foi marcado por recordes e fortes mudanças: registramos marcas

Leia mais

Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30

Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30 1 Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30 Entrevistador- Como o senhor vê a economia mundial e qual o posicionamento do Brasil, após quase um ano da quebra do

Leia mais

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 AVISO Nesta apresentação nós fazemos declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições

Leia mais

Os Segmentos de Listagem da BM&FBOVESPA para Pequenas e Médias Empresas 15/10/13

Os Segmentos de Listagem da BM&FBOVESPA para Pequenas e Médias Empresas 15/10/13 Os Segmentos de Listagem da BM&FBOVESPA para Pequenas e Médias Empresas 15/10/13 Apresentação no Congresso de Governança Corporativa do IBGC 14 e 15 de outubro de 2013 Projeto Ofertas Menores Resumo do

Leia mais

Destaques do Período. Resultados Financeiros

Destaques do Período. Resultados Financeiros Resultados 2T09 14 de Agosto de 2009 1 Agenda Foto: Unidade de Paulínia -SP Destaques do Período 2T09 1S09 Mercado Brasileiro de Fertilizantes Vendas e Distribuição por Cultura da Heringer LUCRO LÍQUIDO

Leia mais

BR INSURANCE CORRETORA DE SEGUROS S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1 TRIMESTRE DE 2016.

BR INSURANCE CORRETORA DE SEGUROS S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1 TRIMESTRE DE 2016. RELEASE DE RESULTADOS Relações com Investidores Marcelo Moojen Epperlein Diretor-Presidente e de Relações com Investidores (55 11) 3175-2900 ri@brinsurance.com.br Ana Carolina Pires Bastos Relações com

Leia mais

C A L E N D Á R I O D E E V E N T O S C O R P O R A T I V O S (Atualizado em 08 de abril de 2.009)

C A L E N D Á R I O D E E V E N T O S C O R P O R A T I V O S (Atualizado em 08 de abril de 2.009) C A L E N D Á R I O D E E V E N T O S C O R P O R A T I V O S (Atualizado em 08 de abril de 2.009) Denominação Social CREMER S.A. Endereço da Sede Rua Iguaçu nº 291/363 Itoupava Seca 89.030-030 Blumenau

Leia mais

CODIM COMITÊ DE ORIENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES AO MERCADO (ABRASCA AMEC ANBIMA ANCORD APIMEC BM&FBOVESPA CFC IBGC IBRACON IBRI)

CODIM COMITÊ DE ORIENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES AO MERCADO (ABRASCA AMEC ANBIMA ANCORD APIMEC BM&FBOVESPA CFC IBGC IBRACON IBRI) CODIM COMITÊ DE ORIENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES AO MERCADO (ABRASCA AMEC ANBIMA ANCORD APIMEC BM&FBOVESPA CFC IBGC IBRACON IBRI) PRONUNCIAMENTO DE ORIENTAÇÃO Nº xx, de XX de XXXXXXX de 2011.

Leia mais

Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa

Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa Análise XP Fundamentos Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa A Empresa A Senior Solution está presente, há mais de 17 anos, no segmento de Tecnologia da Informação no mercado brasileiro, sendo uma

Leia mais

Fato Relevante. conferir ao Grupo Cosan a capacidade de aproveitar as oportunidades de crescimento em diferentes mercados e regiões;

Fato Relevante. conferir ao Grupo Cosan a capacidade de aproveitar as oportunidades de crescimento em diferentes mercados e regiões; Fato Relevante São Paulo, 25 de junho de 2007 - Nos termos da Instrução da Comissão de Valores Mobiliários ( CVM ) n.º 358, de 30 de janeiro de 2002, e alterações posteriores e com a finalidade de informar

Leia mais

MERCADO DE AÇÕES: CONCEITOS E DEFINIÇÕES MODALIDADE SEMI-PRESENCIAL

MERCADO DE AÇÕES: CONCEITOS E DEFINIÇÕES MODALIDADE SEMI-PRESENCIAL MERCADO DE AÇÕES: CONCEITOS E DEFINIÇÕES MODALIDADE SEMI-PRESENCIAL a) Objetivo Este curso apresenta como as empresas podem obter financiamento por meio da abertura do seu capital e como a Bolsa se organiza

Leia mais

Nível 2. Governança Corporativa

Nível 2. Governança Corporativa Nível 2 Governança Corporativa Apresentação Implantados em dezembro de 2000 pela antiga Bolsa de Valores de São Paulo (BOVESPA), o Novo Mercado e os Níveis Diferenciados de Governança Corporativa Nível

Leia mais

Cemig-Terna: mercado financeiro reprova e elétricos vêem movimento de consolidação (Alexandre Canazio)

Cemig-Terna: mercado financeiro reprova e elétricos vêem movimento de consolidação (Alexandre Canazio) Folha de S. Paulo SP 24/04/2009 Dinheiro B1 Valor Econômico SP 24/04/2009 Internacional / Armando Castelar CAPA / A 15 Canal Energia Online SP 24/04/2009 Plantão Canal Energia Online Cemig-Terna: mercado

Leia mais

GOVERNANÇA CORPORATIVA

GOVERNANÇA CORPORATIVA GOVERNANÇA CORPORATIVA O que é governança corporativa? Qual o motivo do crescente interesse pela governança corporativa? A quem interessa a governança corporativa? Trata-se de apenas mais um modismo? Francisco

Leia mais

Gestão Financeira de Organizações

Gestão Financeira de Organizações Gestão Financeira de Organizações Módulo 10 - Política de Dividendos e Relações com Investidores Prof. Luiz Antonio Campagnac e-mail: luiz.campagnac@gmail.com Livro Texto Administração Financeira: princípios,

Leia mais

APIMEC 1T10. 27 de maio 2010

APIMEC 1T10. 27 de maio 2010 APIMEC 1T10 27 de maio 2010 Aviso Importante O material que segue é uma apresentação de informações gerais de Multiplus S.A. ( Multiplus" ou "Companhia") na data desta apresentação. Este material foi preparado

Leia mais

Conheça mais sobre dividendos, direitos de subscrição e bonificações clicando aqui.

Conheça mais sobre dividendos, direitos de subscrição e bonificações clicando aqui. Fonte: CVM O que é uma Ação? Ação é a menor parcela do capital social das companhias ou sociedades anônimas. É, portanto, um título patrimonial e, como tal, concede aos seus titulares, os acionistas, todos

Leia mais

Práticas Corporativas

Práticas Corporativas Práticas Corporativas Nível 1 de Governança Corporativa Fontes: Estatuto Social Código de Conduta Relatório de Sustentabilidade Formulário de Referência Política de divulgação e negociação Atualizado em

Leia mais

AUMENTO DE 17,9% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$797 MILHÕES NO 2T14

AUMENTO DE 17,9% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$797 MILHÕES NO 2T14 AUMENTO DE 17,9% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$797 MILHÕES NO 2T14 Barueri, 29 de Julho de 2014 A Cielo S.A. (BM&FBOVESPA: CIEL3 / OTCQX: CIOXY) anuncia hoje seus resultados do segundo trimestre

Leia mais

BRASIL ECODIESEL S.A. Relações com Investidores

BRASIL ECODIESEL S.A. Relações com Investidores NBome BRASIL ECODIESEL S.A. Relações com Investidores APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 2T10 Mercado Brasileiro de Biodiesel A Empresa Estratégia Resultados do período Mercado Brasileiro de Biodiesel A Empresa

Leia mais

Novo Mercado de Acesso no Brasil: Bovespa Mais e Bovespa Mais Nível 2

Novo Mercado de Acesso no Brasil: Bovespa Mais e Bovespa Mais Nível 2 Novo Mercado de Acesso no Brasil: Bovespa Mais e Bovespa Mais Nível 2 MERCADO jun/15 E O AMBIENTE PARA IPOS NO BRASIL Confidencial Restrita Confidencial Uso Interno X Público 1 HISTÓRICO DO MERCADO DE

Leia mais

GOVERNANÇA CORPORATIVA: ATÉ QUE NÍVEL A TRANSPARÊNCIA DE INFORMAÇÕES VALE A PENA?

GOVERNANÇA CORPORATIVA: ATÉ QUE NÍVEL A TRANSPARÊNCIA DE INFORMAÇÕES VALE A PENA? Insper Instituto de Ensino e Pesquisa Certificate in Financial Management CFM Bruno Francesco Sousa Addesso GOVERNANÇA CORPORATIVA: ATÉ QUE NÍVEL A TRANSPARÊNCIA DE INFORMAÇÕES VALE A PENA? São Paulo 2013

Leia mais

Governança Corporativa

Governança Corporativa Mercado Financeiro Prof. Dr. Alexandre Di Miceli da Silveira aula 1A 1 Conceitos Fundamentais de Aula 1 Parte A Ao final desta aula você : - Identificará a importância da governança corporativa de acordo

Leia mais

SÉRIE IPO s: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE ABERTURA DE CAPITAL. Parte 4: Como tornar sua Empresa uma Companhia de Capital Aberto

SÉRIE IPO s: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE ABERTURA DE CAPITAL. Parte 4: Como tornar sua Empresa uma Companhia de Capital Aberto SÉRIE IPO s: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE ABERTURA DE CAPITAL Parte 4: Como tornar sua Empresa uma Companhia de Capital Aberto o O que é Abertura de Capital o Vantagens da abertura o Pré-requisitos

Leia mais

FIPECAFI oferece curso elearning Tópicos de Contabilidade Internacional com foco em IFRS

FIPECAFI oferece curso elearning Tópicos de Contabilidade Internacional com foco em IFRS FIPECAFI oferece curso elearning Tópicos de Contabilidade Internacional com foco em IFRS A FIPECAFI (Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras) abre inscrições para o curso elearning:

Leia mais

BNDESPAR INGRESSA NO CAPITAL SOCIAL DA RENOVA ENERGIA

BNDESPAR INGRESSA NO CAPITAL SOCIAL DA RENOVA ENERGIA BNDESPAR INGRESSA NO CAPITAL SOCIAL DA RENOVA ENERGIA Por meio de um investimento estratégico de até R$314,7 milhões, a BNDESPAR ingressa no capital social da Renova Energia. Parceria de Longo Prazo A

Leia mais

BRASIL ECODIESEL S.A. Relações com Investidores e Novos Negócios

BRASIL ECODIESEL S.A. Relações com Investidores e Novos Negócios BRASIL ECODIESEL S.A. NBome BRASIL ECODIESEL S.A. Relações com Investidores e Novos Negócios BRASIL ECODIESEL S.A. Mercado Brasileiro de Biodiesel A Empresa Estratégia Resultados do período Perspectivas

Leia mais

Governança Corporativa no Brasil: um círculo virtuoso

Governança Corporativa no Brasil: um círculo virtuoso Governança Corporativa no Brasil: um círculo virtuoso VI Encontro Nacional da Mulher Contabilista Florianópolis Sandra Guerra 08/06/2007 sandraguerra@bettergovernance.com.br Agenda 1 2 3 4 5 Panorâmica

Leia mais

Leilão do IRB: Considerações Econômicas

Leilão do IRB: Considerações Econômicas Leilão do IRB: Considerações Econômicas Francisco Galiza - Mestre em Economia (FGV) Março/2000 SUMÁRIO: I) Introdução II) Parâmetros Usados III) Estimativas IV) Conclusões 1 I) Introdução O objetivo deste

Leia mais

REUNIÕES APIMEC 2011

REUNIÕES APIMEC 2011 REUNIÕES APIMEC 2011 Í n d i c e RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Concorrentes Sustentabilidade Projeções e Estimativas 1 RS no Brasil Visão Geral do Estado do Rio Grande

Leia mais

Nível 1. Governança Corporativa

Nível 1. Governança Corporativa Nível 1 Governança Corporativa Apresentação Implantados em dezembro de 2000 pela antiga Bolsa de Valores de São Paulo (BOVESPA), o Novo Mercado e os Níveis Diferenciados de Governança Corporativa Nível

Leia mais

PORQUE E COMO ABRIR O CAPITAL DE UMA EMPRESA

PORQUE E COMO ABRIR O CAPITAL DE UMA EMPRESA PORQUE E COMO ABRIR O CAPITAL DE UMA EMPRESA! Os custos! As vantagens! Os obstáculos! Os procedimentos Francisco Cavalcante (francisco@fcavalcante.com.br) Sócio-Diretor da Cavalcante & Associados, empresa

Leia mais

Resultados 1T07 10 de maio de 2007

Resultados 1T07 10 de maio de 2007 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 102% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 32% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 1T07. As demonstrações financeiras da Companhia são elaboradas

Leia mais

Tendências da Governança Corporativa Tá na Mesa Porto Alegre, 7/04/2010. Gilberto Mifano

Tendências da Governança Corporativa Tá na Mesa Porto Alegre, 7/04/2010. Gilberto Mifano Tendências da Governança Corporativa Tá na Mesa Porto Alegre, 7/04/2010 Gilberto Mifano Agenda Panorama atual da GC no Brasil 2009 x 2003 Temas em discussão no Brasil e no Mundo 2 GOVERNANÇA CORPORATIVA

Leia mais

Private Equity ADVISORY

Private Equity ADVISORY Private Equity ADVISORY Private Equity Excelentes profissionais que trabalham em equipe, transformando conhecimento em valor, em benefício de nossos clientes. Private Equity 1 Qualidade e integridade são

Leia mais

AULA 10 Sociedade Anônima:

AULA 10 Sociedade Anônima: AULA 10 Sociedade Anônima: Conceito; características; nome empresarial; constituição; capital social; classificação. Capital aberto e capital fechado. Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e Bolsa de Valores.

Leia mais

Auditoria Interna e Governança Corporativa

Auditoria Interna e Governança Corporativa Auditoria Interna e Governança Corporativa Clarissa Schüler Pereira da Silva Gerente de Auditoria Interna TUPY S.A. Programa Governança Corporativa Auditoria Interna Desafios para os profissionais de auditoria

Leia mais

Mercado de Capitais 18/08/2015

Mercado de Capitais 18/08/2015 Mercado de Capitais 18/08/2015 O que é Cetip? CTIP3; Novo Mercado; Integradora do mercado financeiro; Utiliza a tecnologia para oferecer serviços de infraestrutura; Maior depositária de títulos de renda

Leia mais

EMPRESAS BRADESCO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO

EMPRESAS BRADESCO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO L2 0 0 6 R E L AT Ó R I O A N U A EMPRESAS BRADESCO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO Prêmio de Seguros Participação no Mercado (em %) Mercado 74,2% Fonte: Susep e ANS Base: Nov/2006 Bradesco 25,8%

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Licenciado em Economia pelo ISE Instituto Superior de Economia em 1978/79. MBA em Finanças pela Universidade Católica em 1995

CURRICULUM VITAE. Licenciado em Economia pelo ISE Instituto Superior de Economia em 1978/79. MBA em Finanças pela Universidade Católica em 1995 CURRICULUM VITAE Franquelim Fernando Garcia Alves Nascido em 16/11/1954, 2 filhas Licenciado em Economia pelo ISE Instituto Superior de Economia em 1978/79 Revisor Oficial de Contas em 1987 MBA em Finanças

Leia mais

Diretoria de Participações PREVI Marco Geovanne Tobias da Silva. Fundos de Pensão e seu papel na Governança das empresas investidas

Diretoria de Participações PREVI Marco Geovanne Tobias da Silva. Fundos de Pensão e seu papel na Governança das empresas investidas Diretoria de Participações PREVI Marco Geovanne Tobias da Silva Fundos de Pensão e seu papel na Governança das empresas investidas Outubro/2013 1 PREVI e a Governança - Histórico Criação da Diretoria de

Leia mais

Relações com Investidores. Thiago Almeida Ribeiro da Rocha

Relações com Investidores. Thiago Almeida Ribeiro da Rocha Relações com Investidores Thiago Almeida Ribeiro da Rocha I IBRI - Instituto Brasileiro de Relações com Investidores "...é uma associação sem fins econômicos,... criada em junho de 1997 com o objetivo

Leia mais

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas)

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas) TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas) Para maiores informações, contatar: Daniel de Andrade Gomes TELEFÔNICA

Leia mais

Ano XI - nº 163 - Edição de 27 de abril de 2010 Agende-se - 12º Encontro Nacional de RI acontece nos dias 14 e 15 de julho de 2010

Ano XI - nº 163 - Edição de 27 de abril de 2010 Agende-se - 12º Encontro Nacional de RI acontece nos dias 14 e 15 de julho de 2010 Ano XI - nº 163 - Edição de 27 de abril de 2010 Agende-se - 12º Encontro Nacional de RI acontece nos dias 14 e 15 de julho de 2010 O 12º Encontro Nacional de Relações com Investidores e Mercado de Capitais

Leia mais

Abrasca elege OdontoPrev como destaque do setor de serviços médicos

Abrasca elege OdontoPrev como destaque do setor de serviços médicos Data: segunda-feira, 14 de junho de 2010 Site: FENASEG Seção: Viver Seguro OnLine Abrasca elege OdontoPrev como destaque do setor de serviços médicos A Associação Brasileira de Companhias Abertas (abrasca)

Leia mais

PLASCAR ANUNCIA RESULTADOS EM 31MARÇO 2015.

PLASCAR ANUNCIA RESULTADOS EM 31MARÇO 2015. PLASCAR ANUNCIA RESULTADOS EM 31MARÇO 2015. Cotação (31/03/15) PLAS3 - R$ 0,18 Valor de mercado em 31/03/15 (MARKET CAP BOVESPA) R$ 45 milhões Campinas, SP, 27 de abril de 2015 Plascar Participações Industriais

Leia mais

Comunicado de imprensa

Comunicado de imprensa Comunicado de imprensa 6 de maio de 2015 Resultados Alstom 2014/15 Nível recorde de pedidos ( 10 bilhões) e carteira de pedidos ( 28 bilhões) Resultado operacional em alta de 20% Forte geração de fluxo

Leia mais

RESUMO DO RELATÓRIO DO COMITÊ DE AUDITORIA

RESUMO DO RELATÓRIO DO COMITÊ DE AUDITORIA RESUMO DO RELATÓRIO DO COMITÊ DE AUDITORIA 1- INTRODUÇÃO O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social, por meio do Decreto nº 5.212, de 22 de setembro de 2004, teve o seu Estatuto Social alterado

Leia mais

MARCOPOLO DAY. Apresentação: José Rubens de la Rosa CEO. Carlos Zignani Diretor de Relações com Investidores. Caxias do Sul, 26 de junho de 2009.

MARCOPOLO DAY. Apresentação: José Rubens de la Rosa CEO. Carlos Zignani Diretor de Relações com Investidores. Caxias do Sul, 26 de junho de 2009. MARCOPOLO DAY Apresentação: José Rubens de la Rosa CEO Carlos Zignani Diretor de Relações com Investidores Caxias do Sul, 26 de junho de 2009. AGENDA A Empresa O Mercado e a Presença Global O Desempenho

Leia mais

IFRS A nova realidade de fazer Contabilidade no Brasil

IFRS A nova realidade de fazer Contabilidade no Brasil Ano X - Nº 77 - Julho/Agosto de 2014 IFRS A nova realidade de fazer Contabilidade no Brasil Profissionais da Contabilidade deverão assinar prestações de contas das eleições Ampliação do Simples Nacional

Leia mais