Capacitação de Usuários no uso de Sistemas de Informação

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Capacitação de Usuários no uso de Sistemas de Informação"

Transcrição

1 Capacitação de Usuários no uso de Sistemas de Informação Projeto Básico (pdf) A Gerência de Sistemas GESIS, da Gerência Geral de Gestão do Conhecimento e Documentação- GGCON, tem como objetivo Implantar e desenvolver um sistema de educação à distância - e-learning, para capacitar os usuários de sistema de informação em vigilância no âmbito da Agência Nacional de Vigilância Sanitária ANVISA. A abordagem a distância aparece como modalidade que possibilita a capacitação em serviços a servidores da instituição, já que disponibiliza e difunde o conhecimento de forma muito mais ampla, podendo atingir todo o território nacional concomitantemente. A capacitação de servidores de instituições públicas tem propósitos similares aos trabalhadores de outros segmentos organizacionais. Porém, as intuições públicas têm um diferencial que torna mais importante ainda à capacitação de seus servidores, que é o atendimento a sociedade, enquanto o setor privado tem comumente o foco nos negócios e na produtividade financeira. Portanto, este diferencial entra como forte requisito no estimulo de formação de colaboradores que contribuam para o atendimento a esta sociedade. Diante destes fatores será apresentado a seguir um modelo para implantação de sistema de educação a distância como ferramenta para desenvolvimento do projeto de capacitação de usuários de sistema de informação em vigilância sanitária. Descrição do projeto a) Estrutura de Funcionamento do Projeto Educação à Distância em Sistemas de Informação A estrutura de funcionamento do sistema de educação a distância será definida a partir do projeto de capacitação de servidores em sistemas de informação em vigilância sanitária da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, tendo como unidade gestora a Gerência de Sistemas GESIS. b) Suporte Técnico O Suporte Técnico deverá ser realizado pela Gerência de Recursos de Informação GRINF e pela Gerência de Sistemas, da Gerência de Gestão do Conhecimento e

2 Documentação, em parceria com os gestores dos ambientes de aprendizagem a serem utilizados no programa. c) Equipe e Material Didático A equipe será formada por servidores, colaboradores e membros capacitados em Educação a Distância ou com formação específica. O material didático deverá ser elaborado pela equipe de cada curso. Os cursos poderão contar com uma estrutura de instrutor e tutor, que serão responsáveis por toda administração da plataforma de ensino a distância. d) Custos e Investimentos O custo e os investimentos para implementação do projeto dependerão muito da estratégia e soluções tecnológicas escolhidas. O Ambiente de aprendizagem e a modelagem da estrutura de ensino influenciarão neste custo. Segundo experiências relatadas no seminário e-proinfo - A educação sem distância, pelos representantes da Marinha do Brasil, Universidade dos correios e Banco Central do Brasil, o custo da implementação poderá variar em função de vários itens, tais como: Implementação tecnológica utilizada (Ambiente) Demanda de alunos atendidos; Recursos tecnológicos utilizados no ambiente; Contratação de serviços externos. e) Gestão de Pessoal no Programa de Educação a Distância Deverão ser utilizados servidores e colaboradores com qualificação para os cursos e modalidades específicos em regime de dedicação exclusiva ou em projetos isolados. A Educação a Distância tem se mostrado de grande valia nesse processo, pois poderá contagiar os participantes com as diversas possibilidades de interação, criando comunidades de aprendizagem colaborativa, mesmo após o fim do curso realizado a distância. Espera-se também que a utilização de recursos humanos próprios crie uma cultura natural e efetiva de liderança e capacidade de gerenciamento, com excelentes resultados para instituição nas suas atividades fins.

3 f) Material e Estrutura Física A estrutura física para implementação do programa de Educação a Distância e o material didático constituem importantes elementos neste processo. Segundo os relatos no seminário e-proinfo, realizado pelo Ministério da Educação em maio de 2004, esta escolha, deverá levar em conta a metodologia a ser implantada, observando a abrangência do programa e o público alvo inicial. A atual estrutura tecnológica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA deverá ser tomada como base para estruturar o projeto de Educação a Distância, utilizando o acesso a Internet e Intranet já disponíveis, assim como a estrutura da Rede de computadores existente, o sistema de correio eletrônico e o espaço físico. Podem ser utilizados também outros recursos de informação já implantados. O ambiente de ensino poderá ser utilizado com custo reduzido, no caso de software livre (Moodle) com apenas custo de pessoal próprio para instalação e suporte. Quanto aos conteúdos, deverá ser estudada a possibilidade de se instituir uma equipe de conteudistas, que poderá ser composta por servidores efetivos, trabalhando não exclusivamente, com apoio de consultores, ou contratada uma empresa especializada para tal, neste caso, com uma elevação do custo. O material didático deverá ser elaborado em meio eletrônico e de consulta impresso, quando for necessário, preparados na própria instituição. g) Implantação (Plano de Ação) O programa de capacitação em EaD deverá ser implantado de forma gradativa, com oferecimento de cursos pilotos, quando serão também avaliados os procedimentos de implantação. h) Cursos Pilotos Sistemas Datavisa Módulo de Protocolo e Tramitação de Documentos; i) Ações Previstas As seguintes ações deverão ser tomadas para efetivação e implantação do programa de Educação e ensino a Distância no âmbito da Agência Nacional de Vigilância Sanitária-

4 ANVISA: 1. Elaboração de um estudo de necessidade de capacitação de servidores em todas as unidades (quantitativo). 2. Identificação dos tipos de cursos necessários em todas as unidades (qualitativo). 3. Estudo da capacidade dessa demanda em utilizar meios tecnológicos (Internet, entre outros). 4. Estudo de quais e quantos servidores poderá prestar consultoria na área educacional e pedagógica. 5. Analise da contribuição da Gerência de Recursos de Informação GRINF, para o programa (Desenvolvimento, suporte e estrutura tecnológica). 6. Definição de consultoria especializada em educação a distância corporativa, se necessário. 7. Definição de parcerias para o programa (MEC, Centro de Educação a Distância - CEAD - UNB). O programa de capacitação em Educação a Distância da Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA segue a concepção e as tendências atuais de desenvolvimento corporativo visando à melhoria da qualidade dos serviços oferecidos à sociedade pela Agência. A capacitação de pessoal é um sólido investimento em retorno operacional, e a utilização das metodologias de educação a distância permite maior alcance tendo em vista a disposição descentralizada do Órgão em todo Brasil. O programa deverá ser implantado seguindo um cronograma adequado às expectativas técnica-administrativa-financeira, e deverá buscar parcerias possíveis para sua viabilização. Iniciativas que já funcionam em outras esferas governamentais, poderão ser utilizadas para minimizar custos e otimizar os resultados. Políticas de utilização de recursos humanos próprios como forma de gestão e administração do programa, composto por equipe de educadores, conteudistas, administradores da tecnologia, gestores e demais áreas afim, também poderá trazer excelente resultados nas diversas etapas do processo.. Objetivo Geral Capacitar usuários da Agência Nacional de Vigilância Sanitária em sistema de informação em vigilância sanitária, incluindo as suas unidades descentralizadas,

5 através de ferramentas de educação a distância..2. Objetivo(s) Específico(s) Capacitar usuários nos diversos sistemas de informação existentes na Anvisa. Implantar ferramentas de e-learning para treinamento de usuários em sistema de informação em vigilância sanitária; Desenvolver manuais simplificados e/ou tutoriais referentes aos sistemas de informação existentes no âmbito da Anvisa; Capacitar instrutores e tutores nas ferramentas de educação à distância; Capacitar instrutores em sistemas de informação utilizados no âmbito do SNVS Resultados Esperados Usuários capacitados nos sistemas de informação em vigilância sanitária; Metodologia de Educação a Distância para capacitação de Usuários nos sistemas de informação em vigilância sanitária elaborada; Ferramentas de Educação à Distância para treinamento de usuários em sistema de informação em vigilância sanitária implantadas; Melhoria do uso dos sistemas de informação em vigilância sanitária; Manuais de sistema de informação elaborados de forma simplificada; Instrutores capacitados em sistemas de informação utilizados no âmbito do SNVS; Instrutores e tutores capacitados no uso das ferramentas de educação a distância.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO PROJETO BÁSICO CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM PRODUÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDO NA EAD CURSO PARA DOCENTES DA UFOP

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO PROJETO BÁSICO CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM PRODUÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDO NA EAD CURSO PARA DOCENTES DA UFOP UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO CENTRO DE EDUCAÇÃO ABERTA E A DISTANCIA PROJETO BÁSICO CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM PRODUÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDO NA EAD CURSO PARA DOCENTES DA UFOP 2007 IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2012

PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2012 PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2012 1 SUMÁRIO INTRODUÇÃO 3 CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO 5 CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO 7 CAPACITAÇÃO

Leia mais

PLATAFORMAS EAD SOB MEDIDA

PLATAFORMAS EAD SOB MEDIDA PLATAFORMAS EAD SOB MEDIDA Soluções e-learning para a sua empresa, com foco real nos resultados A GPEC FORMA, sediada em São Paulo, atua há mais de sete anos no segmento EAD, e possui uma equipe de profissionais

Leia mais

A VISÃO DOS TUTORES NA EAD DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS - uma sugestão de formação corporativa ao serviço público

A VISÃO DOS TUTORES NA EAD DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS - uma sugestão de formação corporativa ao serviço público 1 A VISÃO DOS TUTORES NA EAD DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS - uma sugestão de formação corporativa ao serviço público Goiânia GO abril/2015 Dayse Mysmar Tavares Rodrigues TJGO dmysmar@hotmail.com

Leia mais

Pós graduação EAD Área de Educação

Pós graduação EAD Área de Educação Pós graduação EAD Área de Educação Investimento: a partir de R$ 109,00 mensais. Tempo de realização da pós graduação: 15 meses Investimento: R$109,00 (acesso ao portal na internet e livros em PDF). Ou

Leia mais

Estrutura do PDI 2014-2018

Estrutura do PDI 2014-2018 APRESENTAÇÃO O Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG) além de constituir um requisito legal, tal como previsto no Artigo

Leia mais

Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA

Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA 1. Projeto: OEI/BRA/09/004 - Aprimoramento da sistemática de gestão

Leia mais

O PROCESSO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO DO CURSO ON-LINE CONTABILIDADE PARA PROFISSIONAIS NÃO CONTADORES

O PROCESSO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO DO CURSO ON-LINE CONTABILIDADE PARA PROFISSIONAIS NÃO CONTADORES 1 O PROCESSO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO DO CURSO ON-LINE CONTABILIDADE PARA PROFISSIONAIS NÃO CONTADORES 100-TC-B5 05/2005 Daniela Karine Ramos Ilog Tecnologia, dadaniela@gmail.com B - Conteúdos

Leia mais

Carta de Serviços Anatel

Carta de Serviços Anatel Carta de Serviços Anatel Grupo de Trabalho () Brasília, 14 de outubro de 2011 Agenda A decisão de elaborar a Carta de Serviços O Processo na Agência A aprovação Divulgação da Carta O desafio para a organização

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação ANÁLISE PRELIMINAR DE PDTI

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação ANÁLISE PRELIMINAR DE PDTI MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação ANÁLISE PRELIMINAR DE PDTI Órgão: UNIVERSIDADE FEDERAL DE CIÊNCIA E SAÚDE DE PORTO ALEGRE - UFCSPA Objeto:

Leia mais

ANEXO I RESOLUÇÃO Nº 13, DE 23 DE MAIO DE 2014. REQUERIMENTO. RSC I RSC II RSC III Data de ingresso no Ifes: Nº de documentos de comprovação:

ANEXO I RESOLUÇÃO Nº 13, DE 23 DE MAIO DE 2014. REQUERIMENTO. RSC I RSC II RSC III Data de ingresso no Ifes: Nº de documentos de comprovação: ANEXO I RESOLUÇÃO Nº 13, DE 23 DE MAIO DE 2014. REQUERIMENTO Nome do Servidor: SIAPE: Lotação: Email: Telefone: Graduação: Titulação: Nível de RSC pretendido (marque com x o perfil pretendido) RSC I RSC

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 2783 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA PROCESSO DE SELEÇÃO - EDITAL Nº

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 2783 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA PROCESSO DE SELEÇÃO - EDITAL Nº Impresso por: ANGELO LUIS MEDEIROS MORAIS Data da impressão: 21/11/2013-18:05:16 SIGOEI - Sistema de Informações Gerenciais da OEI TERMO DE REFERÊNCIA Nº 2783 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA PROCESSO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇÃO DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 8ª REGIÃO O INTERCÂMBIO DE CURSOS ENTRE O TRT8 E O INTERLEGIS RODOPIANO NETO Assessor de Planejamento e Gestão OBJETIVOS 1. Orientar

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE GRAVATAÍ

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE GRAVATAÍ FACULDADE DE TECNOLOGIA DE GRAVATAÍ REGIMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO Atualização do Regimento de 2012 Porto Alegre, março de 2015 Faculdade de Tecnologia de Porto Alegre Av. Julio de Castilhos,

Leia mais

Boa Tarde!!! Boas Vindas ao Café da Gestão. Planejamento Participativo para uma Gestão Democrática Um Estudo de Caso no Poder Executivo

Boa Tarde!!! Boas Vindas ao Café da Gestão. Planejamento Participativo para uma Gestão Democrática Um Estudo de Caso no Poder Executivo Boa Tarde!!! Boas Vindas ao Planejamento Um Estudo Participativo de Caso no para Poder uma Executivo Gestão Democrática Marco Temporal: dezembro de 2002 METODOLOGIA UTILIZADA 1. Orientação Geral para o

Leia mais

Palavras-Chave: PIBID, Formação Inicial de Professores, Ensino de Informática.

Palavras-Chave: PIBID, Formação Inicial de Professores, Ensino de Informática. DESAFIOS DO ENSINO DA INFORMÁTICA NAS ESCOLAS PÚBLICAS: CONTRIBUIÇÕES DO PIBID NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES RESUMO Jéssyca Edly Messias Ribeiro (IFRN) jeh_edly@hotmail.com Jefferson Hernane da Silva

Leia mais

Esfera: 10 Função: 20 - Agricultura Subfunção: 122 - Administração Geral UO: 22101 - Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Esfera: 10 Função: 20 - Agricultura Subfunção: 122 - Administração Geral UO: 22101 - Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Programa 0360 Gestão da Política Agropecuária Numero de Ações 11 Ações Orçamentárias 10HD Implantação do Projeto de Melhoria da Infra-estrutura da Sede do MAPA Produto: Projeto implantado Unidade de Medida:

Leia mais

Coordenação-Geral de Avaliação dos Cursos de Graduação e Instituições de Ensino Superior

Coordenação-Geral de Avaliação dos Cursos de Graduação e Instituições de Ensino Superior CAPA 1 República Federativa do Brasil Ministério da Educação Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Diretoria de Avaliação

Leia mais

O Grupo Actcon e a Rede Educar Brasil

O Grupo Actcon e a Rede Educar Brasil O Grupo Actcon e a Rede Educar Brasil Especializado em soluções que incorporam Tecnologia da Informação à Educação e à Modernização da Administração Pública, o Grupo Actcon tem como sua principal integrante

Leia mais

PROJETO DO CURSO INICIAÇÃO AO SERVIÇO PÚBLICO

PROJETO DO CURSO INICIAÇÃO AO SERVIÇO PÚBLICO Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense PROJETO DO CURSO INICIAÇÃO AO SERVIÇO PÚBLICO Pró-reitoria de Desenvolvimento Humano e Social - PRODHS

Leia mais

Panorama da educação a distância na formação dos magistrados brasileiros

Panorama da educação a distância na formação dos magistrados brasileiros Panorama da educação a distância na formação dos magistrados brasileiros 7 e 8 de maio de 215 Encontro de integração das Escolas da Magistratura 1 Tema: Resultado de Pesquisa Panorama da EaD nas Escolas

Leia mais

CHAMADA PARA SELEÇÃO DE PROFESSORES-PESQUISADORES CONTEUDISTAS

CHAMADA PARA SELEÇÃO DE PROFESSORES-PESQUISADORES CONTEUDISTAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FLUMINENSE EDITAL Nº. 45 de 17 de agosto de 2011. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO.

Leia mais

PROJETO MOODLE PARA TODOS

PROJETO MOODLE PARA TODOS Distrito de Tecnologia Educacional DTERJ04 NTE Núcleo de Tecnologia Educacional Nova Friburgo-RJ Seminário ProInfo e TV Escola/2008 Sudeste Casos de Sucesso Resumo Executivo PROJETO MOODLE PARA TODOS Objetivo

Leia mais

Proposta de Curso de Especialização em Gestão e Avaliação da Educação Profissional

Proposta de Curso de Especialização em Gestão e Avaliação da Educação Profissional Proposta de Curso de Especialização em Gestão e Avaliação da Educação Profissional A Educação Profissional analisada sob a ótica de sua gestão e de sua avaliação de modo a instrumentalizar gestores educacionais

Leia mais

3. Perfil: Consultor Sênior em Desenvolvimento de Sistemas Informatizados

3. Perfil: Consultor Sênior em Desenvolvimento de Sistemas Informatizados TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA 1. Projeto: OEI/BRA/09/004 - Aprimoramento da sistemática de gestão do Ministério da Educação (MEC) em seus processos de formulação, implantação e

Leia mais

PROJETO CURSO ALUNO INTEGRADO / 2013

PROJETO CURSO ALUNO INTEGRADO / 2013 PROJETO CURSO ALUNO INTEGRADO / 2013 INSTITUIÇÃO PROPONENTE: Ministério da Educação CNPJ: 00.394.445/0124-52 SETOR RESPONSÁVEL PELO PROJETO: Secretaria de Educação Básica(SEB) ENDEREÇO: Esplanada dos Ministérios,

Leia mais

Sessão 4: Avaliação na perspectiva de diferentes tipos de organizações do setor sem fins lucrativos

Sessão 4: Avaliação na perspectiva de diferentes tipos de organizações do setor sem fins lucrativos Sessão 4: Avaliação na perspectiva de diferentes tipos de organizações do setor sem fins lucrativos Avaliação Econômica como instrumento para o aprimoramento da gestão das ações sociais 26/09/2013 Fundação

Leia mais

Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá - INCIT PLANO ANUAL DE TREINAMENTO

Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá - INCIT PLANO ANUAL DE TREINAMENTO Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá - INCIT PLANO ANUAL DE TREINAMENTO Itajubá/MG Fevereiro de 2012 Plano Anual de 2 de 11 Revisão 01 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1 OBJETIVO GERAL... 4 2

Leia mais

Curso: Formação de Formadores em Educação a Distância

Curso: Formação de Formadores em Educação a Distância Curso: Formação de Formadores em Educação a Distância Data de início: 28 de março de 2012 Data de término: 6 de maio de 2012 CARGA HORÁRIA: 40 horas DESCRIÇÃO: O curso de Formação de Formadores em Educação

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE 78/2006 INSTITUI O NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NEAD, DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO, E APROVA SEU REGULAMENTO.

RESOLUÇÃO CONSEPE 78/2006 INSTITUI O NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NEAD, DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO, E APROVA SEU REGULAMENTO. RESOLUÇÃO CONSEPE 78/2006 INSTITUI O NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NEAD, DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO, E APROVA SEU REGULAMENTO. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME. Secretaria-Executiva. Diretoria de Projetos Internacionais - DPI CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME. Secretaria-Executiva. Diretoria de Projetos Internacionais - DPI CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Secretaria-Executiva Diretoria de Projetos Internacionais - DPI CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR MODALIDADE: Produto TERMO DE REFERÊNCIA Projeto Agência: PNUD

Leia mais

Gestão acadêmica de programas de pós-graduação com o SIGAA

Gestão acadêmica de programas de pós-graduação com o SIGAA EMENTAS A) Eventos de Capacitação do Ambiente Administrativo Aquisição de materiais e serviços Identificar métodos de aquisição de materiais e serviços, utilizando as ferramentas disponíveis no SIPAC.

Leia mais

Todos nossos cursos são preparados por mestres e profissionais reconhecidos no mercado, com larga e comprovada experiência em suas áreas de atuação.

Todos nossos cursos são preparados por mestres e profissionais reconhecidos no mercado, com larga e comprovada experiência em suas áreas de atuação. Curso Formação Efetiva de Analístas de Processos Curso Gerenciamento da Qualidade Curso Como implantar um sistema de Gestão de Qualidade ISO 9001 Formação Profissional em Auditoria de Qualidade 24 horas

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR

ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR DECRETO Nº 4.059, DE 1º DE OUTUBRO DE 2008 CRIA OS NÚCLEOS DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL NO ÂMBITO DA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

Sobre o Instituto Desenvolve T.I

Sobre o Instituto Desenvolve T.I Sobre o Instituto Desenvolve T.I A empresa Desenvolve T.I foi fundada em 2008, em Maringá, inicialmente focando a sua atuação em prestação de serviços relacionados à Tecnologia da Informação e atendendo

Leia mais

OS RESULTADOS DO E-LEARNING NO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO DE ACORDO COM A PERCEPÇÃO DOS GESTORES

OS RESULTADOS DO E-LEARNING NO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO DE ACORDO COM A PERCEPÇÃO DOS GESTORES 1 OS RESULTADOS DO E-LEARNING NO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO DE ACORDO COM A PERCEPÇÃO DOS GESTORES Porto Alegre RS Março 2010 Bianca Smith Pilla Instituto Federal de Educação, Ciência e

Leia mais

CHAMADA PARA O PROCESSO SELETIVO PARA CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM SAÚDE E PREVENÇÃO NAS ESCOLAS AO USO DE ÁLCOOL, TABACO, CRACK E OUTRAS DROGAS.

CHAMADA PARA O PROCESSO SELETIVO PARA CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM SAÚDE E PREVENÇÃO NAS ESCOLAS AO USO DE ÁLCOOL, TABACO, CRACK E OUTRAS DROGAS. CHAMADA PARA O PROCESSO SELETIVO PARA CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM SAÚDE E PREVENÇÃO NAS ESCOLAS AO USO DE ÁLCOOL, TABACO, CRACK E OUTRAS DROGAS. A Diretoria do Centro de Educação da Universidade Federal

Leia mais

Resultados da Pesquisa Perfil dos Organismos Governamentais de Políticas para as Mulheres

Resultados da Pesquisa Perfil dos Organismos Governamentais de Políticas para as Mulheres Resultados da Pesquisa Perfil dos Organismos Governamentais de Políticas para as Mulheres Encontros Regionais abril/maio de 2014 Secretaria de Articulação Institucional e Ações Temáticas SAIAT/SPM PR Objetivos

Leia mais

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA. TERMO DE REFERÊNCIA DE CONSULTORIA POR PRODUTO (TR) Organização e Métodos

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA. TERMO DE REFERÊNCIA DE CONSULTORIA POR PRODUTO (TR) Organização e Métodos INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA DE CONSULTORIA POR PRODUTO (TR) Organização e Métodos CÓDIGO: 2 ORGANIZAÇÃO E MÉTODOS 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Prestação

Leia mais

Premissas conceituais e abordagem

Premissas conceituais e abordagem Premissas conceituais e abordagem EDUCAÇÃO CORPORATIVA: CONSTRUINDO A PONTE ENTRE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS (competências humanas) E ESTRATÉGIAS DE NEGÓCIO (competências organizacionais) Instituto Sindipeças

Leia mais

difusão de idéias TECNOLOGIA PERMITE MAIOR AUTONOMIA NOS ESTUDOS

difusão de idéias TECNOLOGIA PERMITE MAIOR AUTONOMIA NOS ESTUDOS Fundação Carlos Chagas Difusão de Idéias outubro/2007 página 1 TECNOLOGIA PERMITE MAIOR AUTONOMIA NOS ESTUDOS Gláucia Torres Franco Novaes: A grande dificuldade é formar os nossos professores para que

Leia mais

Núcleos de Tecnologia Educacional NTE/NTM Caracterização e Critérios para Criação e Implantação

Núcleos de Tecnologia Educacional NTE/NTM Caracterização e Critérios para Criação e Implantação MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação a Distância - SEED Diretoria de Infraestrutura em Tecnologia Educacional DITEC Esplanada dos Ministérios, Bloco L, 1º Andar, Sala 119 70047-900 Brasília/DF

Leia mais

Chapecó/SC, 01 de Setembro de 2012. Ronaldo Gonçalves Martins Coordenador Institucional

Chapecó/SC, 01 de Setembro de 2012. Ronaldo Gonçalves Martins Coordenador Institucional Cotação Prévia nº 22/2012 Tipo: MELHOR TÉCNICA Cotação prévia na modalidade MELHOR TÉCNICA para contratação de Técnico de Nível Superior na área de Informática a ser contratado na forma de Consultoria

Leia mais

Experiência Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação FNDE

Experiência Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação FNDE Experiência Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação FNDE Equipe: -Secretária Executiva: Mônica Messemberg Guimarães Tel.: (61) 212-4806 / 212-4812 Fax: (61)

Leia mais

softwares que cumprem a função de mediar o ensino a distância veiculado através da internet ou espaço virtual. PEREIRA (2007)

softwares que cumprem a função de mediar o ensino a distância veiculado através da internet ou espaço virtual. PEREIRA (2007) 1 Introdução Em todo mundo, a Educação a Distância (EAD) passa por um processo evolutivo principalmente após a criação da internet. Os recursos tecnológicos oferecidos pela web permitem a EAD ferramentas

Leia mais

Curso de Especialização em GESTÃO DE AGRONEGÓCIOS E LEGISLAÇÃO AMBIENTAL

Curso de Especialização em GESTÃO DE AGRONEGÓCIOS E LEGISLAÇÃO AMBIENTAL Curso de Especialização em GESTÃO DE AGRONEGÓCIOS E LEGISLAÇÃO AMBIENTAL ÁREA DO CONHECIMENTO: Administração Meio Ambiente. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Gestão de

Leia mais

MUITO AQUÉM do que expressa o referencial mínimo de qualidade. 2 Quando os indicadores da dimensão avaliada configuram um quadro

MUITO AQUÉM do que expressa o referencial mínimo de qualidade. 2 Quando os indicadores da dimensão avaliada configuram um quadro 1 O INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO, aprovado pelo INEP em 2008 e utilizado no processo de avaliação dos Cursos, presenciais e EaD, instituiu o Referencial Mínimo de Qualidade para cada

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 08/03-COUN

RESOLUÇÃO Nº 08/03-COUN RESOLUÇÃO Nº 08/03-COUN Estabelece o Regimento Interno do Núcleo de Educação a Distância (NEAD) da Universidade Federal do Paraná. O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal do Paraná, no uso de

Leia mais

1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES A Direção de Educação Aberta e a Distância DEAAD, por meio do Núcleo de Formação, torna público que estarão abertas as inscrições para os Módulos de I ao VII do Programa Anual de Capacitação Continuada

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE PESSOAS DA SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PREVIC

POLÍTICA DE GESTÃO DE PESSOAS DA SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PREVIC POLÍTICA DE GESTÃO DE PESSOAS DA SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PREVIC 1. CONCEITOS E DEFINIÇÕES 1.1 Políticas de Gestão de Pessoas são o conjunto de estratégias ou políticas específicas

Leia mais

O SECRETÁRIO DA ADMINISTRAÇÃO, no uso da atribuição que lhe é conferida pelo Decreto n 15.348, de 06 de agosto de 2014, resolve expedir a seguinte,

O SECRETÁRIO DA ADMINISTRAÇÃO, no uso da atribuição que lhe é conferida pelo Decreto n 15.348, de 06 de agosto de 2014, resolve expedir a seguinte, INSTRUÇÃO Nº 011/2015 Orienta os órgãos e entidades da Pública do Poder Executivo Estadual sobre os procedimentos referentes às contratações de serviços da Companhia de Processamento de Dados do Estado

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação e Formação Especialização: E-learning e Formação a Distância (Regime a Distância) 14 15 Edição Instituto

Leia mais

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DE TUTORES EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DE TUTORES EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA 1 MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DE TUTORES EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Goiânia- GO - Abril 2014 Antônio Borges Júnior Instituto Federal de Goiás - antonio.junior@ifg.edu.br Paula Graciano Instituto Federal de Goiás

Leia mais

Políticas de Governo para EaD

Políticas de Governo para EaD Políticas de Governo para EaD Prof a Dr a Marina Isabel de Almeida NEAD UFPR DIRETRIZES DO MEC Aumento da oferta de ensino público, gratuito e de qualidade Expansão da EaD Capilarização Interiorização

Leia mais

DIRETRIZES DIRETRIZES

DIRETRIZES DIRETRIZES A grande entrada de novos Doutores pelo REUni nas IFES, bem como a capacitação proposta nos âmbitos pré e pós PAPG, deve gerar um aumento significativo na demanda para financiamento de Projetos de Pesquisa.

Leia mais

I. NÚMERO e TÍTULO DO PROJETO:

I. NÚMERO e TÍTULO DO PROJETO: TERMO DE REFERÊNCIA n.2 - DEB Consultoria por Produto I. NÚMERO e TÍTULO DO PROJETO: Projeto: 914BRZ1001.3 - CAPES - Fortalecimento da capacidade institucional com vistas ao incremento da educação básica

Leia mais

Rede do Saber - De projeto a sistema produtivo: um caso de engenharia e gestão do conhecimento

Rede do Saber - De projeto a sistema produtivo: um caso de engenharia e gestão do conhecimento Rede do Saber - De projeto a sistema produtivo: um caso de engenharia e gestão do conhecimento Angela Sprenger (FCAV) angelasp@uol.com.br Beatriz Leonel Scavazza (FCAV) bscavazza@vanzolini-ead.org.br Gulherme

Leia mais

Juliana Martins Curriculum Vitae

Juliana Martins Curriculum Vitae Juliana Martins Curriculum Vitae Dados Sou Psicóloga (Clinica Organizacional Vocacional/Profissional Esportiva e Conectada) + Coach Oficial dos Coachs no Brasil e Cursos de Coachs Designer Instrucional

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR TERMO DE REFERÊNCIA 028/2010

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR TERMO DE REFERÊNCIA 028/2010 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR TERMO DE REFERÊNCIA 028/2010 1 NÚMERO E TÍTULO DO PROJETO Projeto OEI/BRA/10/002 - Atualização dos Processos de Gestão e Avaliação de Políticas e

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratação de consultoria pessoa física para serviços de preparação

Leia mais

CATÁLOGO DE CURSOS. Decanato de Gestão de Pessoas Diretoria de Capacitação, Desenvolvimento e Educação Coordenadoria de Capacitação

CATÁLOGO DE CURSOS. Decanato de Gestão de Pessoas Diretoria de Capacitação, Desenvolvimento e Educação Coordenadoria de Capacitação (Foto: UnB Agência) CATÁLOGO DE CURSOS Aula de Libras (Foto: UnB Agência) Biblioteca Central (Foto: UnB Agência) 2016 A (Procap) vinculada à Diretoria de Capacitação, Desenvolvimento e Educação (Dcade)

Leia mais

CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DE SOFTWARES EDUCACIONAIS

CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DE SOFTWARES EDUCACIONAIS CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DE SOFTWARES EDUCACIONAIS Danielle Cenci - PUCRS 1 Sônia Maria de Souza Bonelli - PUCRS 2 Resumo: Este artigo é o recorte de um trabalho de conclusão de curso da Especialização

Leia mais

USO DAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES PRESENCIAL E A DISTÂNCIA

USO DAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES PRESENCIAL E A DISTÂNCIA USO DAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES PRESENCIAL E A DISTÂNCIA Daricson Caldas de Araújo (IFPE) daricsoncaldas@gmail.com RESUMO Este artigo de revisão de literatura

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA COMO UM INSTRUMENTO DAS POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE: UMA EXPERIÊNCIA DO HOSPITAL ALEMÃO OSWALDO CRUZ

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA COMO UM INSTRUMENTO DAS POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE: UMA EXPERIÊNCIA DO HOSPITAL ALEMÃO OSWALDO CRUZ 1 EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA COMO UM INSTRUMENTO DAS POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE: UMA EXPERIÊNCIA DO HOSPITAL ALEMÃO OSWALDO CRUZ São Paulo SP 05/2015 Tatiana Barbosa da Silva Hospital Alemão Oswaldo

Leia mais

Curso de Especialização em Docência para Educação Profissional. A EAD na Educação Profissional

Curso de Especialização em Docência para Educação Profissional. A EAD na Educação Profissional Curso de Especialização em Docência para Educação Profissional A EAD na Educação Profissional Globalização O Cenário Internacional Mudanças socioeconômicas: intensificação dos processos de integração e

Leia mais

Indicador(es) Órgão(s) 26 - Ministério da Educação

Indicador(es) Órgão(s) 26 - Ministério da Educação Programa úmero de Ações 13 1060 Brasil Alfabetizado e Educação de Jovens e Adultos Objetivo Indicador(es) Garantir acesso e permanência de jovens e adultos a programas educacionais que visam atender as

Leia mais

COMO AVALIAR UM CURSO DE EAD EM SAÚDE? UMA EXPERIÊNCIA DO HOSPITAL ALEMÃO OSWALDO CRUZ NA ÁREA DE AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS EM SAÚDE

COMO AVALIAR UM CURSO DE EAD EM SAÚDE? UMA EXPERIÊNCIA DO HOSPITAL ALEMÃO OSWALDO CRUZ NA ÁREA DE AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS EM SAÚDE 1 COMO AVALIAR UM CURSO DE EAD EM SAÚDE? UMA EXPERIÊNCIA DO HOSPITAL ALEMÃO OSWALDO CRUZ NA ÁREA DE AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS EM SAÚDE São Paulo - SP 05/2015 Vitória Kachar Unidade de Educação a Distância

Leia mais

EDITAL SGP Nº 001/2014 CADASTRAMENTO INTERNO DE INSTRUTORES PARA MINISTRAR CURSOS DE CAPACITAÇÃO. PLANO DE CAPACITAÇÃO/2014 DA UNIVASF.

EDITAL SGP Nº 001/2014 CADASTRAMENTO INTERNO DE INSTRUTORES PARA MINISTRAR CURSOS DE CAPACITAÇÃO. PLANO DE CAPACITAÇÃO/2014 DA UNIVASF. EDITAL SGP Nº 001/2014 CADASTRAMENTO INTERNO DE INSTRUTORES PARA MINISTRAR CURSOS DE CAPACITAÇÃO. PLANO DE CAPACITAÇÃO/2014 DA UNIVASF. A Secretária de Gestão de Pessoas, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

Pelo exposto e considerando a relevância do tema, contamos com o apoio e compreensão de V. Exª e ilustres Pares para aprovação do Projeto

Pelo exposto e considerando a relevância do tema, contamos com o apoio e compreensão de V. Exª e ilustres Pares para aprovação do Projeto Vitória, 22 de junho de 2012 Mensagem nº 150/2012 Senhor Presidente: Encaminho à apreciação dessa Casa de Leis o anexo projeto de lei que propõe a criação de cargos para contratação temporária, Funções

Leia mais

GESTÃO DE SISTEMAS EM EAD: O CASO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA DA UECE (PROJETO PILOTO)

GESTÃO DE SISTEMAS EM EAD: O CASO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA DA UECE (PROJETO PILOTO) GESTÃO DE SISTEMAS EM EAD: O CASO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA DA UECE (PROJETO PILOTO) 1. Introdução Adriana Teixeira Bastos Antonio Germano Magalhães Junior Igor Lima Rodrigues

Leia mais

Estruturando um Escritório de Processos

Estruturando um Escritório de Processos Estruturando um Escritório de Processos Instrutor: Maykel Douglas Sousa Rocha, CBPP, ITIL Agenda Revisão introdutória de BPM; Responsabilidades do BPMO; Concebendo um escritório de processos; Perfil do

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 46-CEPE/UNICENTRO, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2015. Aprova o Curso de Especialização em MBA Gestão de Pessoas e Desenvolvimento de Lideranças, modalidade regular, da UNICENTRO. O REITOR DA UNIVERSIDADE

Leia mais

DISSEMINAÇÃO DA ETIQUETAGEM DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DE EDIFICAÇÕES ATRAVÉS DE UM CURSO A DISTÂNCIA EM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM

DISSEMINAÇÃO DA ETIQUETAGEM DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DE EDIFICAÇÕES ATRAVÉS DE UM CURSO A DISTÂNCIA EM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM DISSEMINAÇÃO DA ETIQUETAGEM DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DE EDIFICAÇÕES ATRAVÉS DE UM CURSO A DISTÂNCIA EM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Fernando O. R. Pereira (1); Alice T. C. Pereira (2); Evelise Leite

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO (Anexo 1)

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO (Anexo 1) Prezado(a) Professor(a), Visando orientar e otimizar as informações que deverão constar no projeto, elencamos, abaixo, os itens imprescindíveis para compreensão e apresentação da sua proposta ao Prêmio

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 044/2015, DE 01 DE SETEMBRO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 044/2015, DE 01 DE SETEMBRO DE 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS Conselho Superior Avenida Vicente Simões, 1111 Bairro Nova Pouso Alegre 37550-000 - Pouso Alegre/MG Fone:

Leia mais

ACoordenação da Pós-Graduação da Faculdade São Luís

ACoordenação da Pós-Graduação da Faculdade São Luís O PROFISSIONAL-PESQUISADOR. O PERFIL ATUAL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA FACULDADE SÃO LUÍS Mônica Cairrão Rodrigues* ACoordenação da Pós-Graduação da Faculdade São Luís acredita que o diferencial na postura do

Leia mais

Experiência: Modelo de Gestão de Capacitação da Presidência da República - Pool de Capacitação

Experiência: Modelo de Gestão de Capacitação da Presidência da República - Pool de Capacitação Experiência: Modelo de Gestão de Capacitação da Presidência da República - Pool de Capacitação Casa Civil Diretoria de Recursos Humanos Responsável: Selma Teresa de Castro Roller Quintella, Diretora de

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. Do objeto 1.1. Contratação de 01 (uma) empresa especializada em avaliação econômica para realizar a avaliação econômica do valor da marca BRB. 2. Objetivo 2.1. A presente

Leia mais

Principais Responsabilidades:

Principais Responsabilidades: DESENHO DE CARGO E TAREFAS DO DESENVOLVEDOR WEB Conhecimento dos sistemas gerenciadores de banco (MySQL), modelagem de dados, inglês técnico. Conhecimento em plataformas e metodologias de desenvolvimento

Leia mais

PROJETO ESCOLA DE FÁBRICA

PROJETO ESCOLA DE FÁBRICA PROJETO APRESENTAÇÃO O projeto Escola de Fábrica é uma iniciativa do Governo Federal, através do e da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica, que pretende possibilitar a inclusão social de jovens

Leia mais

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO NOVO MODELO DA SEPLAG SEPLAG

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO NOVO MODELO DA SEPLAG SEPLAG AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO NOVO MODELO DA GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS Ambiente Organizacional Estratégias e Metas Governamentais Concursos Desenvolvimento do Capital Humano Competências Desejadas Provimento

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO UNIFICADO: FORMAÇÕES SIG. Identificação

PROJETO PEDAGÓGICO UNIFICADO: FORMAÇÕES SIG. Identificação MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA PROJETO PEDAGÓGICO UNIFICADO: FORMAÇÕES SIG Campus: Reitoria

Leia mais

Apresentação do Banco de Dados Mundial sobre Fortificações

Apresentação do Banco de Dados Mundial sobre Fortificações Apresentação do Banco de Dados Mundial sobre Fortificações Roberto Tonera Projeto Fortalezas Multimídia - Universidade Federal de Santa Catarina Brasil projeto@fortalezasmultimidia.com.br artonera@hotmail.com

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras - FIPECAFI

Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras - FIPECAFI Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras - FIPECAFI A Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (Fipecafi), que dá apoio ao Departamento de Contabilidade

Leia mais

Programa de Comunicação Social e Educação Ambiental - PCSEA

Programa de Comunicação Social e Educação Ambiental - PCSEA Programa de Comunicação Social e Educação Ambiental - PCSEA LICENÇA AMBIENTAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO LAI E LAO 71.80.00 - Recuperação de Áreas Degradadas Empreendimento: Rua Bertolina May Kechelle, s/n

Leia mais

A GESTÃO E AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO NA INCUBADORA TÉCNOLÓGICA UNIVAP

A GESTÃO E AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO NA INCUBADORA TÉCNOLÓGICA UNIVAP A GESTÃO E AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO NA INCUBADORA TÉCNOLÓGICA UNIVAP Feitosa, R. 1, Santos, J. 2, Lourenção, P. 3 123 Curso de Administração de Empresas, Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas. Univap

Leia mais

Aprendizado Organizacional Universidades Corporativas e os novos modelos de educação nas empresas. Prof. Augusto Gaspar

Aprendizado Organizacional Universidades Corporativas e os novos modelos de educação nas empresas. Prof. Augusto Gaspar Aprendizado Organizacional Universidades Corporativas e os novos modelos de educação nas empresas Prof. Augusto Gaspar Aspectos Humanos - Tendências Singularidade e Hiperconectividade Fevereiro 2011 Junho

Leia mais

Planejamento e Gestão Estratégica

Planejamento e Gestão Estratégica Planejamento e Gestão Estratégica O Governo de Minas estabeleceu como um dos eixos norteadores da suas políticas públicas a eficiência na utilização dos recursos e a oferta de serviços com qualidade cada

Leia mais

PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO DE FORMADORES

PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO DE FORMADORES O Programa de Certificação de Formadores busca capacitar profissionais da área da educação como formadores de professores e gestores educacionais. Com esta certificação, os formadores poderão ministrar

Leia mais

TECENDO REDE: UM OLHAR PARA O TRABALHO DO DESIGNER INSTRUCIONAL. Fortaleza 15/05

TECENDO REDE: UM OLHAR PARA O TRABALHO DO DESIGNER INSTRUCIONAL. Fortaleza 15/05 TECENDO REDE: UM OLHAR PARA O TRABALHO DO DESIGNER INSTRUCIONAL Fortaleza 15/05 Isabel Magda Said Pierre Carneiro, Ms. IFET/isabelmsaid@yahoo.com.br Maria José Costa dos Santos, Ms. UFC/mazeautomatic@gmail.com

Leia mais

Avaliação da Eficiência Energética do Grande Cliente. Eng. Gilson Nakagaki COPEL Distribuição S.A. Gilson.nakagaki@copel.com

Avaliação da Eficiência Energética do Grande Cliente. Eng. Gilson Nakagaki COPEL Distribuição S.A. Gilson.nakagaki@copel.com 21 a 25 de Agosto de 2006 Belo Horizonte - MG Avaliação da Eficiência Energética do Grande Cliente Eng. Gilson Nakagaki COPEL Distribuição S.A. Gilson.nakagaki@copel.com RESUMO Em razão da abertura de

Leia mais

Esfera: 10 Função: 06 - Segurança Pública Subfunção: 422 - Direitos Individuais, Coletivos e Difusos UO: 30101 - Ministério da Justiça

Esfera: 10 Função: 06 - Segurança Pública Subfunção: 422 - Direitos Individuais, Coletivos e Difusos UO: 30101 - Ministério da Justiça Programa 0698 Gestão e Apoio Institucional na Área da Justiça Numero de Ações 8 Ações Orçamentárias 1B30 do Plano Nacional de Combate à Pirataria Produto: Ação implementada Esfera: 10 Função: 06 - Segurança

Leia mais

Metadados. 1. Introdução. 2. O que são Metadados? 3. O Valor dos Metadados

Metadados. 1. Introdução. 2. O que são Metadados? 3. O Valor dos Metadados 1. Introdução O governo é um dos maiores detentores de recursos da informação. Consequentemente, tem sido o responsável por assegurar que tais recursos estejam agregando valor para os cidadãos, as empresas,

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES REALIZADAS PELA EQUIPE DE EAD

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES REALIZADAS PELA EQUIPE DE EAD MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO RELATÓRIO DAS ATIVIDADES REALIZADAS PELA EQUIPE DE EAD Elaboração

Leia mais

Novas Formas de Aprender e Empreender

Novas Formas de Aprender e Empreender Novas Formas de Aprender e Empreender DÚVIDAS FREQUENTES 1. Sobre o Prêmio Instituto Claro, Novas Formas de Aprender e Empreender 1.1. O que é o Prêmio? O Prêmio Instituto Claro Novas Formas de Aprender

Leia mais

FIEMT SENAI SENAI ALGODÃO

FIEMT SENAI SENAI ALGODÃO FIEMT SENAI SENAI ALGODÃO O SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial - Departamento Regional de Mato Grosso, entidade de caráter privado, mantida e administrada pela Confederação Nacional da

Leia mais

Centro de Capacitação: Disseminação da cultura de metrologia e avaliação da conformidade

Centro de Capacitação: Disseminação da cultura de metrologia e avaliação da conformidade Centro de Capacitação: Disseminação da cultura de metrologia e avaliação da conformidade Américo T Bernardes Diretoria de Planejamento e Desenvolvimento DPLAD Centro de Capacitação - CICMA atbernardes@inmetro.gov.br

Leia mais

SENADO FEDERAL INSTITUTO LEGISLATIVO BRASILEIRO SUBSECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR PROGRAMA

SENADO FEDERAL INSTITUTO LEGISLATIVO BRASILEIRO SUBSECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR PROGRAMA SENADO FEDERAL INSTITUTO LEGISLATIVO BRASILEIRO SUBSECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR PROGRAMA CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO LEGISLATIVA 1. OBJETIVO DO CURSO Esse curso tem por objetivo a formação

Leia mais

Contrato de Empréstimo n.º 980/OC-BR. República Federativa do Brasil e o Banco Interamericano de Desenvolvimento

Contrato de Empréstimo n.º 980/OC-BR. República Federativa do Brasil e o Banco Interamericano de Desenvolvimento TERMO DE REFERÊNCIA Projeto BRA/97/032 Coordenação do Programa de Modernização Fiscal dos Estados Brasileiros - PNAFE Contrato de Empréstimo n.º 980/OC-BR entre a República Federativa do Brasil e o Banco

Leia mais

Edital PROEX/IFRS nº 17/2016. Seleção de tutores para atuarem no curso Bota pra fazer - crie seu negócio de alto impacto

Edital PROEX/IFRS nº 17/2016. Seleção de tutores para atuarem no curso Bota pra fazer - crie seu negócio de alto impacto Edital PROEX/IFRS nº 17/2016 Seleção de tutores para atuarem no curso Bota pra fazer - crie seu negócio de alto impacto O Pró-reitor de Extensão Substituto do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais