MS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MS delsinho94@gmail.com, vinicius.maeda@ifms.edu.br, pablo.salomao@ifms.edu.br"

Transcrição

1 DESENVOLVIMENTO DE MELHORIAS PARA O SISTEMA DE AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DE ATIVIDADES FÍSICAS Adelson Florindo dos Santos 1, Vinicius de Araújo Maeda 1, Pablo Teixeira Salomão 1 1 Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul Aquidauana MS Resumo Este projeto foi desenvolvido com o intuito de dar continuidade a um projeto anterior, onde foi desenvolvido um protótipo de avaliação física no IFMS, campus Aquidauana, no período entre 2013 e Neste projeto foram acrescentadas novas funcionalidades e modificações no protótipo desenvolvido, visando torna-lo mais eficiente, tais como: instruções de uso, imagens de exemplo, textos de ajuda, dentre outros. Assim como em seu protótipo anterior, ele permite o cálculo de índices, como: porcentagem e peso de gordura, massa corporal magra, peso residual, peso ósseo, volume máximo de oxigênio (VO2 máximo), etc. Esses índices, agora mais precisos, possibilitam ao profissional de educação física, a elaboração de um programa de exercícios apropriado para as características do indivíduo a ser avaliado, garantindo sua saúde e obtendo melhores resultados. Palavra-chave: Java, Software, Avaliação Física. Introdução A população está cada vez mais se preocupando com a melhoria da qualidade de vida e essa conscientização, a respeito da importância do exercício físico, vem proporcionando um grande aumento de público nas academias de ginástica e parques públicos (GUARNIERI, 1997). Atualmente, cada vez mais pessoas no mundo são completamente sedentárias, sendo, justamente, estas as que mais teriam a ganhar com a prática regular de atividade física, seja como forma de prevenir doenças, promover saúde ou sentir-se melhor (TAHARA et al., 2006). Porém, a falta de orientação especializada e adequada aos objetivos e limitações do indivíduo, acaba por conduzi-lo à prática de exercícios sem a devida orientação, sem passar por uma avaliação criteriosa a respeito de suas condições atuais, colocando em risco sua saúde. Os objetivos da avaliação física são: avaliar, diagnosticar, sondar, mensurar, investigar, detectar tudo em relação às capacidades, compleições, aptidões físicas, biológicas, fisiológicas, doenças e saúde (BER- NADO, 2012). São realizados diferentes medidas, testes e avaliações para investigar e possibilitar o enquadramento do mesmo nos padrões de normalidade preconizados pela Organização Mundial de Saúde(2002). O projeto desenvolvido teve como principal objetivo, fornecer melhorias no protótipo construído por Carvalho et. al. (2014) e 1

2 incrementar novas funcionalidades a fim de torna-lo mais eficiente. As adaptações realizadas utilizou a mesma linguagem de programação, porem toda interface foi reconstruída e foram adicionadas novas avalições tornando o projeto anterior ainda mais rico em detalhes e funcionalidade. Metodologia Pesquisa classificada com o método de engenharia, que parte de uma necessidade ou um problema e tem o objetivo de trazer soluções, com o produto final que atenda às necessidades iniciais. Segue abaixo os passos realizados para as alterações no protótipo modificado: 1- Escolha do modelo desenvolvimento Primeiramente, foi selecionado o modelo de ciclo de vida de prototipação evolutiva, devido ao fato desse modelo ser o mais apropriado para o projeto visto que o modelo de prototipação evolutivo descreve um processo na qual o software deve ser desenvolvido de forma a evoluir a partir de protótipos iniciais. 2 - Especificação de requisitos Foi realizada a especificação de requisitos do software, onde foram selecionadas as ferramentas que foram utilizadas durante o desenvolvimento do projeto, como a IDE Eclipse, a linguagem de programação Java, etc. Na figura 1 é possível visualizar um diagrama de Caso de Uso, criado durante a fase de especificação de requisitos. Figura 1. Diagrama de Caso de Uso. 3 Desenvolvimento Por fim, foi realizado o processo de desenvolvimento do projeto com base no documento de requisitos elaborado, fazendo as alterações conforme o que havia sido registrado na especificação de requisitos. Nessa etapa iniciou-se a codificação do protótipo. Abaixo a figura do mockup que foi desenvolvido durante a fase de especificação dos requisitos. Figura 2. Mockup criado durante a fase de especificação dos requisitos. Assim como na sua versão anterior, para realizar as avaliações físicas são necessários alguns equipamentos para coletar os dados necessários dos indivíduos a serem 2

3 avaliados como: o paquímetro ósseo, para coletar as medidas dos diâmetros ósseos; um adipômetro analógico para coletar as medidas das dobras cutâneas; e uma fita métrica, para obter as medidas perimétricas. Resultados e Discussão Buscando uma melhor funcionalidade do protótipo em relação as avaliações físicas, o protótipo agora possui algumas melhorias permitindo auxiliar os profissionais da educação física e adeptos a esta pratica, com as seguintes inserções nos protocolos de medidas: a) 1 Explicitação do protocolo de dobras cutâneas: peitoral, subescapular, abdominal, coxa, axilarmedial, bicipital, axilar média, supra ilíaca e supra espinhal. b) 2 Explicitação dos protocolo de diâmetros ósseos: diâmetro biestilóide rádio ulnar, diâmetro biepicôndilo femural, diâmetro biepicôndiliano umeral. c) 3 Explicitação das avaliações Perimétricas: punho, abdômen, braço, panturrilha. Os protocolos de medidas são compostos por textos e ilustrações, como podemos observar a figura abaixo (Figura3). Figura 3. Explicitação dos protocolo: das dobras cutâneas, dos diâmetros ósseos e perimétricos. No que diz respeito as avaliações de percentual de gordura nos seguintes protocolos: Guedes, Pollock (3 dobras, 7 dobras), Penroe passaram a ter fórmulas específicas para homens e mulheres, possibilitando maior especificidade nas avaliações. Outro ponto significativo de acréscimo de informações, buscou possibilitar as classificações dos resultados através de tabelas de normalidade, nas avaliações de percentual de gordura, IMC e somatotipia. Uma das novas inserções foi a adição da Zona Alvo de Treinamento (Figura 4), possibilitando o controle de treinamento de indivíduos a partir da frequência cardíaca. Sendo importante parâmetro para a construção e controle de intensidade da capacidade aeróbica dos indivíduos. 3

4 Figura 4. Zona alvo de Treinamento. Outra nova funcionalidade adicionada foi o Teste de Cooper, utilizado para determinar o VO2 máximo de uma pessoa que, em termos práticos, é o volume máximo de oxigênio que o corpo consegue pegar do ar que está dentro dos pulmões, levar até os tecidos através do sistema cardiovascular e usar na produção de energia, numa unidade de tempo, possibilitando ao profissional de educação física periodizar melhor o treino de uma pessoa de acordo com seus objetivos pessoais (JUNQUEIRA, 2012). No protótipo foi adicionado o Teste de Cooper clássico e o adaptado para quadra. O Teste de Cooper clássico, possuí como dados de entrada, a quantidade de metros percorridos por uma pessoa durante 12 minutos em uma pista de atletismo de 400 metros, ou em uma área plana. Já o Teste de Cooper adaptado por Osieck (2002), possuí como dados de entrada, o números de voltas realizados por um pessoa, em uma quadra 10x20, em 12 minutos. A interface do protótipo foi reconstruída, demonstrado nas figuras 3 e 4, com intuito de torná-la mais acessível e proporcionando maior aplicabilidade e praticidade. Outra modificação efetuada foi a troca da fórmula do IMC, que foi substituída pela nova fórmula proposta por Nick Trefethen (2013), que segundo ele, a fórmula atual do cálculo não leva em conta o ganho de peso natural de uma pessoa mais alta. Portanto, a partir dessa nova fórmula, pretende-se obter dados mais próximos da realidade. Um dos resultados mais significativas do novo protótipo, é a possibilidade de realizar uma das avaliações isoladamente (figura 4), sem a necessidade de preencher os dados de todas as outras avaliações como no protótipo anterior. Conclusão Durante a realização dos testes, a utilização do novo protótipo com suas novas avaliações, melhorias, classificação dos resultados e interface mais acessíveis, demonstrou-se ser mais eficaz que sua versão anterior, podendo ter maior precisão na classificação dos indivíduos em relação a população geral. Garantindo maior controle das variáveis analisadas por profissionais da área da educação física, diminuindo o tempo com cálculos, dificuldade de verificação de resultados e diminuição da complexidade da aplicação de fórmulas matemáticas. O novo protótipo ainda está em sua fase de testes, onde está sendo levantado um relatório de seu funcionamento, sobre as melhorias e funções. Terminada a fase de testes, pretende-se disponibilizar o novo protótipo gratuitamente para o uso dos profissionais da área de educação físicas e interessados. 4

5 Agradecimentos Ao CNPq, pela bolsa de Iniciação Científica concedida durante a realização da pesquisa. Ao IFMS, campus de Aquidauana, pelo suporte e o uso do laboratório de pesquisas. Referências CARVALHO, G. S.; SALOMÃO, P. T.; MAEDA, V. A.. Desenvolvimento de Um Protótipo de Sistema para Avaliação e Acompanhamento de Atividades Físicas. In:SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIEN- TÍFICA E TECNOLÓGICA DO IFMS.2014, Coxim. Anais eletrônicos... Disponível em:< anais_semict_2014/>. Acesso em: 12/07/2015. COOPER, K. Correlation between field and treadmill testing as a means for assessing maximal oxygen intake. Jama, Dextra. Prototipação e sua importância no desenvolvimento de software. Disponível em: < Acesso em: 20/04/2015. FERNANDES, J. F. A prática da Avaliação Física: testes, medidas e avaliação física em escolares, atletas e academias de ginástica. 2ed. Rio de Janeiro: Shape, GUARNIERI, J.C. Academias de Ginástica e as Opiniões de Praticantes de Atividade Física f. Trabalho de Conclusão do Curso de Educação Física, Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro. JUNQUEIRA, N. O. VO2max - Volume Máximo de Oxigênio, ago Disponível em: <http://www.portaleducacao.com.br/educa cao-fisica/artigos/16022/vo2max-volumemaximo-de-oxigenio>. Acesso em: 20 ago BERNADO, F. A importância da avaliação física, maio Disponível em: <https://www.ativo.com/esportes/aimportancia-da-avaliacao-fisica/ Acesso em: 20 ago PINHEIRO, D. A qualidade faz a diferença. In: A importância da avaliação física. Cooperativa do Fitness. Minas Gerais, Disponível em: <http://www.cdof.com.br/avalia1.htm#14>. Acesso em: 27 mar TAHARA, A. K.; SANTIAGO, D. R. As atividades aquáticas associadas ao processo de bem estar e qualidade de vida. Lectures Educación Física y Deportes. Buenos Aires, n. 103, Disponível em: < rtes.com/>. Acesso em: 20 fev Trefethen N. A, new BMI. Economist 5 January

6 World Health Report 2002: Reducing risks, promoting healthy life. Geneva, World Health Organization,

INGESTÃO DIETÉTICA E COMPOSIÇÃO CORPORAL DE DANÇARINAS DA UFPA (BELÉM PA).

INGESTÃO DIETÉTICA E COMPOSIÇÃO CORPORAL DE DANÇARINAS DA UFPA (BELÉM PA). INGESTÃO DIETÉTICA E COMPOSIÇÃO CORPORAL DE DANÇARINAS DA UFPA (BELÉM PA). GLEICIANE MARTINS GOMES ADRIANA MOURA DOS SANTOS JOSEANA MOREIRA ASSIS RIBEIRO FERNANDO VINÍCIUS FARO REIS JÚLIO ALVES PIRES FILHO

Leia mais

Grau de hipertrofia muscular em resposta a três métodos de treinamento de força muscular

Grau de hipertrofia muscular em resposta a três métodos de treinamento de força muscular Object 1 Grau de hipertrofia muscular em resposta a três métodos de treinamento de força muscular Curso de Educação Física. Centro Universitário Toledo de Araçatuba - UNITOLEDO. (Brasil) Prof. Mário Henrique

Leia mais

VIII Semana de Ciência e Tecnologia IFMG campus Bambuí VIII Jornada Científica TECLADO VIRTUAL ACESSÍVEL PARA SMARTPHONES E TABLETS

VIII Semana de Ciência e Tecnologia IFMG campus Bambuí VIII Jornada Científica TECLADO VIRTUAL ACESSÍVEL PARA SMARTPHONES E TABLETS TECLADO VIRTUAL ACESSÍVEL PARA SMARTPHONES E TABLETS Daniele Nazaré Tavares¹; Daniela Costa Terra² ¹Estudante de Engenharia da Computação. Instituto Federal Minas Gerais (IFMG) campus Bambuí. Rod. Bambuí/Medeiros

Leia mais

Malhar em jejum é nova 'modinha' para perda de gordura Sex, 20 de Dezembro de 2013 09:38 - Última atualização Sex, 20 de Dezembro de 2013 13:11

Malhar em jejum é nova 'modinha' para perda de gordura Sex, 20 de Dezembro de 2013 09:38 - Última atualização Sex, 20 de Dezembro de 2013 13:11 Existem alguns conceitos sobre alimentação e boa forma que, por osmose, já estão dentro da cabeça das pessoas: comer de três em três horas faz bem; exercícios aeróbicos ajudam a queimar gordura; beber

Leia mais

Curso de Especialização em Tecnologia da Informação. Engenharia de Software

Curso de Especialização em Tecnologia da Informação. Engenharia de Software Universidade Federal de Pernambuco Departamento de Informática Curso de Especialização em Tecnologia da Informação Engenharia de Software Questionário para Discussão e Reflexão Aluna: Danielle Novaes de

Leia mais

EFEITO DE UM PROGRAMA PERSONALIZADO DE EXERCÍCIOS FÍSICOS NA COMPOSIÇÃO CORPORAL: UM ESTUDO DE CASO

EFEITO DE UM PROGRAMA PERSONALIZADO DE EXERCÍCIOS FÍSICOS NA COMPOSIÇÃO CORPORAL: UM ESTUDO DE CASO EFEITO DE UM PROGRAMA PERSONALIZADO DE EXERCÍCIOS FÍSICOS NA COMPOSIÇÃO CORPORAL: UM ESTUDO DE CASO CELI, Jonathan Antônio 1 ; PANDA, Maria Denise Justo 2 Resumo: Esta pesquisa teve como objetivo analisar

Leia mais

AVALIAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO PACIENTE COM DENGUE NA REDE MUNICIPAL DE SAÚDE DE DOURADOS/MS Fernanda de Brito Moreira bolsista UEMS 1

AVALIAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO PACIENTE COM DENGUE NA REDE MUNICIPAL DE SAÚDE DE DOURADOS/MS Fernanda de Brito Moreira bolsista UEMS 1 AVALIAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO PACIENTE COM DENGUE NA REDE MUNICIPAL DE SAÚDE DE DOURADOS/MS Fernanda de Brito Moreira bolsista UEMS 1 Roberto Dias de Oliveira orientador 2 Cidade Universitária

Leia mais

Projeto Ação Social. Relatório equipe de Nutrição Responsável pelos resultados: Vanessa de Almeida Pereira, Graduanda em Nutrição.

Projeto Ação Social. Relatório equipe de Nutrição Responsável pelos resultados: Vanessa de Almeida Pereira, Graduanda em Nutrição. Projeto Ação Social Relatório equipe de Nutrição Responsável pelos resultados: Vanessa de Almeida Pereira, Graduanda em Nutrição. Objetivo Geral: A equipe de Nutrição teve por objetivo atender aos pacientes

Leia mais

GEOMETRIA VIRTUAL: UMA PROPOSTA DE ENSINO PARA OS ANOS INICIAIS

GEOMETRIA VIRTUAL: UMA PROPOSTA DE ENSINO PARA OS ANOS INICIAIS GEOMETRIA VIRTUAL: UMA PROPOSTA DE ENSINO PARA OS ANOS INICIAIS Francimar Gomes de Oliveira Júnior Universidade Federal do Mato Grosso do Sul francirrio@gmail.com Bruna Samylle Pereira de Oliveira Universidade

Leia mais

Promovendo a Inclusão Digital Por Meio do Projeto Multiplicadores

Promovendo a Inclusão Digital Por Meio do Projeto Multiplicadores PROGRAMA INSTITUCIONAL DE ACÕES AFIRMATIVAS RELATÓRIO FINAL DE ATIVIDADES (AGOSTO/2009 A AGOSTO/2010) Promovendo a Inclusão Digital Por Meio do Projeto Multiplicadores Paulo Eduardo Boeira Capeller Dr(ª).

Leia mais

PRESCRIÇÃO DE EXERCÍCIO AERÓBIO

PRESCRIÇÃO DE EXERCÍCIO AERÓBIO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA BE066 FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO PRESCRIÇÃO DE EXERCÍCIO AERÓBIO PROF. SERGIO GREGORIO DA SILVA, PHD AMERICAN COLLEGE OF SPORTS MEDICINE (COLÉGIO

Leia mais

UM SISTEMA WEB PARA TORCEDORES EM CAMPEONATOS ESPORTIVOS ESTUDANTIS

UM SISTEMA WEB PARA TORCEDORES EM CAMPEONATOS ESPORTIVOS ESTUDANTIS UM SISTEMA WEB PARA TORCEDORES EM CAMPEONATOS ESPORTIVOS ESTUDANTIS Leonardo Assunção Rossi 1 NIPETI 2 - Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), Campus Nova Andradina Leonardo.a.rossi72@gmail.com

Leia mais

Pós-graduação Lato-Sensu em Atividades Motoras para Promoção da Saúde e qualidade de Vida Escola de Educação Física de Caratinga.

Pós-graduação Lato-Sensu em Atividades Motoras para Promoção da Saúde e qualidade de Vida Escola de Educação Física de Caratinga. Pós-graduação Lato-Sensu em Atividades Motoras para Promoção da Saúde e qualidade de Vida Escola de Educação Física de Caratinga. ANÁLISE DE DADOS ANTROPOMÉTRICOS E MOTIVOS DA DESISTÊNCIA EM PRATICANTES

Leia mais

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DE MENINOS DA CIDADE DE AMPARO - SÃO PAULO

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DE MENINOS DA CIDADE DE AMPARO - SÃO PAULO AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DE MENINOS DA CIDADE DE AMPARO - SÃO PAULO Mari Uyeda* Pedro Henrique Martins de Lima** RESUMO: As mudanças nas práticas alimentares e no padrão de atividades físicas culminaram em

Leia mais

Desenvolvimento de Software para Avaliação Técnica-Econômica das Alternativas de Investimento propostas em Projetos de Diagnóstico Energético

Desenvolvimento de Software para Avaliação Técnica-Econômica das Alternativas de Investimento propostas em Projetos de Diagnóstico Energético Desenvolvimento de Software para Avaliação Técnica-Econômica das Alternativas de Investimento propostas em Projetos de Diagnóstico Energético C. Penna, A. P. C. Paraguassu, C. M. Matos ENERSUL; I. S. Escobar

Leia mais

EFEITO DO TREINAMENTO DE FORÇA NO DESEMPENHO DA FORÇA MÁXIMA DE PRATICANTES DA MODALIDADE DE MUSCULAÇÃO

EFEITO DO TREINAMENTO DE FORÇA NO DESEMPENHO DA FORÇA MÁXIMA DE PRATICANTES DA MODALIDADE DE MUSCULAÇÃO EFEITO DO TREINAMENTO DE FORÇA NO DESEMPENHO DA FORÇA MÁXIMA DE PRATICANTES DA MODALIDADE DE MUSCULAÇÃO Andrey Portela 1, Arnaldo Guilherme Borgo 2 1 UNIGUAÇU; 2 Licenciado em Educação Física e Esportes.

Leia mais

UM SISTEMA WEB PARA GERÊNCIA DE CAMPEONATOS DE BASQUETEBOL

UM SISTEMA WEB PARA GERÊNCIA DE CAMPEONATOS DE BASQUETEBOL UM SISTEMA WEB PARA GERÊNCIA DE CAMPEONATOS DE BASQUETEBOL Delvair Junior dos Reis Gonsalves 1 NIPETI 2 - Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), Campus Nova Andradina dj_reis96@hotmail.com Claudio

Leia mais

RESUMOS SIMPLES... 392 RESUMOS DE PROJETOS... 395

RESUMOS SIMPLES... 392 RESUMOS DE PROJETOS... 395 391 RESUMOS SIMPLES... 392 RESUMOS DE PROJETOS... 395 392 RESUMOS SIMPLES EFEITO DA SUPLEMENTAÇÃO COM PHASEOLUS VULGARIS E DO TREINAMENTO CONCORRENTE NA COMPOSIÇÃO CORPORAL DE MULHERES NA MENOPAUSA...

Leia mais

O PROJETO "CONHECENDO O UNIVERSO JAVA" E O MERCADO DE TI. CAREGNATO, Maricy 1 ; FERNANDES, Elisangela Vanessa 2

O PROJETO CONHECENDO O UNIVERSO JAVA E O MERCADO DE TI. CAREGNATO, Maricy 1 ; FERNANDES, Elisangela Vanessa 2 O PROJETO "CONHECENDO O UNIVERSO JAVA" E O MERCADO DE TI CAREGNATO, Maricy 1 ; FERNANDES, Elisangela Vanessa 2 Palavras-chave: Java, software, treinamento, educação Introdução Segundo dados da TIOBE (TIOBE

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Alto Boa Vista, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 2248,35 km² IDHM 2010 0,651 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 5247 hab. Densidade

Leia mais

Sistema de Avaliação, Motivação e Prescrição de Treinamento

Sistema de Avaliação, Motivação e Prescrição de Treinamento Sistema de Avaliação, Motivação e Prescrição de Treinamento Nome: WALMAR DE HOLANDA CORREA DE ANDRADE Matrícula: 004905 Sexo: Masculino Data Avaliação Funcional: Idade: 31 anos Professor: Email: EURIMAR

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO JOGO XADREZ NO AMBIENTE ESCOLAR

A IMPORTÂNCIA DO JOGO XADREZ NO AMBIENTE ESCOLAR A IMPORTÂNCIA DO JOGO XADREZ NO AMBIENTE ESCOLAR Introdução OBERJAN ROCHA KOZAN FABIANA LEIFELD RAFAEL TRENTIN SCREMIN FACULDADE SANT ANA, PONTA GROSSA/ PARANÁ/ BRASIL oberjan_15@hotmail.com O objeto de

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Sorriso, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 9382,37 km² IDHM 2010 0,744 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 66521 hab. Densidade

Leia mais

ANÁLISE FUNCIONAL DO FITNESS

ANÁLISE FUNCIONAL DO FITNESS ANÁLISE FUNCIONAL DO FITNESS Sobre a Avaliação: O profissional conecta os sensores nos dedos do cliente para que possam captar os sinais do sistema nervoso e enviá-los ao computador, gerando resultados

Leia mais

Avaliação antropométrica de idosas participantes de grupos de atividades físicas para a terceira idade.

Avaliação antropométrica de idosas participantes de grupos de atividades físicas para a terceira idade. 10mo Congreso Argentino de Educación Física y Ciencias. Universidad Nacional de La Plata. Facultad de Humanidades y Ciencias de la Educación. Departamento de Educación Física, La Plata, 2013. Avaliação

Leia mais

PERFIL ANTROPOMÉTRICO DE CRIANÇAS ENTRE 08 E 09 ANOS DA ESCOLA PÚBLICA CAIC, DE GUAXUPÉ-MG.

PERFIL ANTROPOMÉTRICO DE CRIANÇAS ENTRE 08 E 09 ANOS DA ESCOLA PÚBLICA CAIC, DE GUAXUPÉ-MG. DANILO RAIMUNDO GONZAGA JOÃO BOSCO DA SILVA ALEXANDRE PERFIL ANTROPOMÉTRICO DE CRIANÇAS ENTRE 08 E 09 ANOS DA ESCOLA PÚBLICA CAIC, DE GUAXUPÉ-MG. Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Curso de

Leia mais

PROTOCOLOS PARA TESTES DE AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE CARDIORRESPIRATÓRIA

PROTOCOLOS PARA TESTES DE AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE CARDIORRESPIRATÓRIA Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira PROTOCOLOS PARA TESTES DE AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE CARDIORRESPIRATÓRIA Teste Submáximo de Astrand em

Leia mais

IV Jornada de Alimentação Escolar 21/10/2010 Ana Carolina Feldenheimer

IV Jornada de Alimentação Escolar 21/10/2010 Ana Carolina Feldenheimer Perfil nutricional da população brasileira segundo inquéritos populacionais (POF, PNDS e outros) e o SISVAN (Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional) quanto a transição nutricional e excesso de peso

Leia mais

Ferramenta para Geração de Código a partir da Especialização do Diagrama de Classes

Ferramenta para Geração de Código a partir da Especialização do Diagrama de Classes Ferramenta para Geração de Código a partir da Especialização do Diagrama de Classes Alexandro Deschamps (Ápice) alexandro@apicesoft.com Everaldo Artur Grahl (FURB/DSC) egrahl@furb.br Resumo. Uma das grandes

Leia mais

PROMOVENDO A REEDUCAÇÃO ALIMENTAR EM ESCOLAS NOS MUNICÍPIOS DE UBÁ E TOCANTINS-MG RESUMO

PROMOVENDO A REEDUCAÇÃO ALIMENTAR EM ESCOLAS NOS MUNICÍPIOS DE UBÁ E TOCANTINS-MG RESUMO 1 PROMOVENDO A REEDUCAÇÃO ALIMENTAR EM ESCOLAS NOS MUNICÍPIOS DE UBÁ E TOCANTINS-MG RESUMO Iara de Souza Assunção 1 Josiane Kênia de Freitas 2 Viviane Modesto Arruda 3 Silvana Rodrigues Pires Moreira 4

Leia mais

Guia de Uso. O Pro-Treino tem uma divisão clara de funções, apresentada a seguir: E três tipos de usuários que executam as funções descritas acima:

Guia de Uso. O Pro-Treino tem uma divisão clara de funções, apresentada a seguir: E três tipos de usuários que executam as funções descritas acima: Sumário 1. Introdução... 2 2. Conceitos básicos... 2 2.1. Fluxo do sistema... 3 2.2. Acesso ao sistema... 4 2.2.1. Login... 4 2.2.2. Logoff... 4 2.2.3. Esqueci minha senha... 5 2.3. Conhecendo o Sistema...

Leia mais

Avaliação do uso de técnicas de controle de qualidade no processo de abate de frangos no Instituto Federal de Minas Gerais, campus Bambuí

Avaliação do uso de técnicas de controle de qualidade no processo de abate de frangos no Instituto Federal de Minas Gerais, campus Bambuí V Semana de Ciência e Tecnologia do IFMG campus Bambuí, V Jornada Científica, 19 a 24 de novembro de 2012 Avaliação do uso de técnicas de controle de qualidade no processo de abate de frangos no Instituto

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO PRIME VISION - DG+ DGI PRIME SMART GUIA DO USUÁRIO ADIPÔMETRO DIGITAL CIENTÍFICO VERSÕES: DG+ DGI PRIME SMART. Inovando conceitos

GUIA DO USUÁRIO PRIME VISION - DG+ DGI PRIME SMART GUIA DO USUÁRIO ADIPÔMETRO DIGITAL CIENTÍFICO VERSÕES: DG+ DGI PRIME SMART. Inovando conceitos GUIA DO USUÁRIO ADIPÔMETRO DIGITAL CIENTÍFICO VERSÕES: DG+ DGI PRIME SMART www.primemed.com.br 1 2 SUMÁRIO Aviso... 4 Mensagem ao cliente... 4 Sobre este Guia... 4 PARTE I Apresentação do Adipômetro Prime

Leia mais

XX Ciência Viva. Tema: Luz, ciência e vida. 12 e 13 de Novembro de 2015

XX Ciência Viva. Tema: Luz, ciência e vida. 12 e 13 de Novembro de 2015 XX Ciência Viva Tema: Luz, ciência e vida 12 e 13 de Novembro de 2015 A CIÊNCIA VIVA A Ciência Viva é uma exposição anual aberta ao público, em que estudantes da educação básica das instituições de ensino

Leia mais

Bases Metodológicas do Treinamento Desportivo

Bases Metodológicas do Treinamento Desportivo Bases Metodológicas do Treinamento Desportivo Unidade II Controle e Prescrição do Treinamento Prof. Esp. Jorge Duarte Prescrição de Atividades Físicas Condições de saúde; Estado geral do aluno (cliente);

Leia mais

1 Aluno Curso de Educação Física,UFPB 2 Professor Departamento de Educação Física, UFPB 3 Professor Departamento de Biofísica e Fisiologia, UFPI

1 Aluno Curso de Educação Física,UFPB 2 Professor Departamento de Educação Física, UFPB 3 Professor Departamento de Biofísica e Fisiologia, UFPI ATUALIZAÇÃO DE CARGAS EM TREINAMENTO DE HIPERTROFIA DE MULHERES PRATICANTES DE MUSCULAÇÃO Pablo Rebouças Marcelino 1 Filipe Antonio de Barros Sousa 1 Anielle Chaves de Araujo 1 Alexandre Sérgio Silva 2

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA Nº 15/2013 SELEÇÃO DE PROFISSIONAIS PARA O PROJETO REGISTRO DE IDENTIDADE CIVIL REPLANEJAMENTO E NOVO PROJETO PILOTO

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA Nº 15/2013 SELEÇÃO DE PROFISSIONAIS PARA O PROJETO REGISTRO DE IDENTIDADE CIVIL REPLANEJAMENTO E NOVO PROJETO PILOTO CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA Nº 15/2013 SELEÇÃO DE PROFISSIONAIS PARA O PROJETO REGISTRO DE IDENTIDADE CIVIL REPLANEJAMENTO E NOVO PROJETO PILOTO 1. PROJETO SELECIONA PROFISSIONAIS PARA DIVERSOS PERFIS

Leia mais

MEDIDAS DA FORÇA E RESISTÊNCIA MUSCULAR

MEDIDAS DA FORÇA E RESISTÊNCIA MUSCULAR MEDIDAS DA FORÇA E RESISTÊNCIA MUSCULAR Revisando conceitos... Músculo-esquelética Força Resistência Flexibilidade Motora Agilidade Equilíbrio Potência Velocidade Revisando conceitos... Isométricas (estática)

Leia mais

PREVALÊNCIA DE SOBREPESO E DE OBESIDADE EM ESCOLARES DO ENSINO FUNDAMENTAL I DA ESCOLA ESTADUAL ANTONIA DE FARIAS RANGEL

PREVALÊNCIA DE SOBREPESO E DE OBESIDADE EM ESCOLARES DO ENSINO FUNDAMENTAL I DA ESCOLA ESTADUAL ANTONIA DE FARIAS RANGEL ARTIGO PREVALÊNCIA DE SOBREPESO E DE OBESIDADE EM ESCOLARES DO ENSINO FUNDAMENTAL I DA ESCOLA ESTADUAL ANTONIA DE FARIAS RANGEL Flávio Petrônio Cabral de Castro Docente da Escola Estadual Antonia Rangel

Leia mais

Suporte, Treinamento e Manutenção de Software

Suporte, Treinamento e Manutenção de Software Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte Departamento Acadêmico de Gestão e Tecnologia da Informação Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Suporte,

Leia mais

Atendimento de Demandas CTIC

Atendimento de Demandas CTIC Fluxo de Atendimento de Demandas - CTIC Atendimento de Demandas CTIC Coordenação de Sistemas Fluxo de Atendimento de Demandas - CTIC Público Alvo: Áreas Usuárias dos Sistemas da UFOPA e Equipe de Coordenação

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO SIGPROJ VERSÃO USUÁRIO

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO SIGPROJ VERSÃO USUÁRIO GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO SIGPROJ VERSÃO USUÁRIO INTRODUÇÃO O SIGProj é um sistema para elaboração, acompanhamento e gestão de projetos. Ele foi criado e é mantido pela Universidade Federal do Mato

Leia mais

Musculação, treinamento funcional, crossfit e pilates: como escolher o seu exercício ideal?

Musculação, treinamento funcional, crossfit e pilates: como escolher o seu exercício ideal? Polícia Militar do Estado de Goiás CPMG Nader Alves dos Santos Ano Letivo - 2015 4º BIMESTRE Colégio da Polícia Militar de Goiás -NAS Aluno (a): Nº Faça o que se pede. MODALIDADES EM ALTA CONTEÚDO SIMULADO

Leia mais

As contribuições do PRORROGAÇÃO na formação continuada dos professores da Rede Municipal de Educação de Goiânia.

As contribuições do PRORROGAÇÃO na formação continuada dos professores da Rede Municipal de Educação de Goiânia. As contribuições do PRORROGAÇÃO na formação continuada dos professores da Rede Municipal de Educação de Goiânia. FURBINO, Ana Paula Amaral 1 ; ARRUDA, Gyzely Santana de 2 ; AIRES, Vinicius 3 ; COSTA, Jonatas

Leia mais

PROJETO DIABETES: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO

PROJETO DIABETES: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO PROJETO DIABETES: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO Patrick Pedreira Silva patrick.silva@usc.br Universidade Sagrado Coração, Centro de Ciências Exatas

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DA BANDAGEM CRIOTERÁPICA NA ADIPOSIDADE ABDOMINAL EM MULHERES ENTRE 25 E 30 ANOS

A UTILIZAÇÃO DA BANDAGEM CRIOTERÁPICA NA ADIPOSIDADE ABDOMINAL EM MULHERES ENTRE 25 E 30 ANOS A UTILIZAÇÃO DA BANDAGEM CRIOTERÁPICA NA ADIPOSIDADE ABDOMINAL EM MULHERES ENTRE 25 E 30 ANOS USE OF BANDAGE CRYOTHERAPYIN ABDOMINAL ADIPOSITY IN WOMEN BETWEEN 25 AND 30 YEARS Caroline Romano -carol.romano.93@gmail.com

Leia mais

AÇÕES SOCIAIS CATEGORIA SAÚDE

AÇÕES SOCIAIS CATEGORIA SAÚDE VOLTADO À COMUNIDADE MAMAMÓVEL VOLTADOS AOS COLABORADORES FITNESS VIVENDO COM SAÚDE GINÁSTICA LABORAL(GL) PREVENÇÃO, DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DE PROBLEMAS RELACIONADOS AO USO DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS

Leia mais

Educação Ambiental Projeto 2013 Estrutura

Educação Ambiental Projeto 2013 Estrutura Educação Ambiental Projeto 2013 Estrutura Metodologia O projeto será realizado em Escolas Municipais do Município de Santos (SP), sendo voltado para alunos do Ensino Fundamental. Serão ministradas palestras

Leia mais

UM SISTEMA WEB PARA GERÊNCIA DE CAMPEONATOS DE VOLEIBOL

UM SISTEMA WEB PARA GERÊNCIA DE CAMPEONATOS DE VOLEIBOL UM SISTEMA WEB PARA GERÊNCIA DE CAMPEONATOS DE VOLEIBOL Caroline Paião dos Santos 1 NIPETI 2 - Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), Campus Nova Andradina carol.ifms@gmail.com Claudio Zarate

Leia mais

www.investorbrasil.com

www.investorbrasil.com Simplificando o mundo financeiro. Educação www.investorbrasil.com Educação APRESENTAÇÃO A INVESTOR é uma escola que nasceu da necessidade das pessoas de aprenderem as ferramentas e instrumentos do mercado

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA WEB PARA A REALIZAÇÃO DE TRAÇADOS CEFALOMÉTRICOS

DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA WEB PARA A REALIZAÇÃO DE TRAÇADOS CEFALOMÉTRICOS 706 DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA WEB PARA A REALIZAÇÃO DE TRAÇADOS CEFALOMÉTRICOS Igor Leonardo O. Bastos 1 ; Michele Fúlvia Angelo 2 1. Bolsista PIBIC/CNPq, Graduando em Engenharia de Computação, Universidade

Leia mais

Prof. Kemil Rocha Sousa

Prof. Kemil Rocha Sousa Prof. Kemil Rocha Sousa Preparo Físico Termo geral usado para descrever a habilidade para realizar trabalho físico. A execução de trabalho físico requer: - funcionamento cardiorrespiratório - força muscular

Leia mais

Mitos e verdades sobre a prática de Pilates. Escrito por Savassi Pilates Qua, 04 de Janeiro de 2012 09:38

Mitos e verdades sobre a prática de Pilates. Escrito por Savassi Pilates Qua, 04 de Janeiro de 2012 09:38 Os benefícios prometidos geravam curiosidade em torno do método criado pelo alemão Joseph Pilates no começo do século passado. Baseado no movimento dos animais e de crianças durante suas brincadeiras,

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Areado, MG 29/07/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 282,6 km² IDHM 2010 0,727 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 13731 hab. Densidade demográfica

Leia mais

O COMPORTAMENTO INFORMACIONAL E A APRENDIZAGEM NO ENSINO SUPERIOR

O COMPORTAMENTO INFORMACIONAL E A APRENDIZAGEM NO ENSINO SUPERIOR III SBA Simpósio Baiano de Arquivologia 26 a 28 de outubro de 2011 Salvador Bahia Políticas arquivísticas na Bahia e no Brasil O COMPORTAMENTO INFORMACIONAL E A APRENDIZAGEM NO ENSINO SUPERIOR Poline Fernandes

Leia mais

Diminua seu tempo total de treino e queime mais gordura

Diminua seu tempo total de treino e queime mais gordura Diminua seu tempo total de treino e queime mais gordura Neste artigo vou mostrar o principal tipo de exercício para acelerar a queima de gordura sem se matar durante horas na academia. Vou mostrar e explicar

Leia mais

CONTABILIDADE AMBIENTAL DE UMA PEQUENA EMPRESA FABRICANTE DE AUTOPEÇAS DO ESTADO DE SÃO PAULO

CONTABILIDADE AMBIENTAL DE UMA PEQUENA EMPRESA FABRICANTE DE AUTOPEÇAS DO ESTADO DE SÃO PAULO CONTABILIDADE AMBIENTAL DE UMA PEQUENA EMPRESA FABRICANTE DE AUTOPEÇAS DO ESTADO DE SÃO PAULO Engenharia de Produção Produção Mais Limpa e Ecologia Industrial Artigo : Nilson de Carvalho Universidade Paulista

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Botelhos, MG 29/07/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 335,24 km² IDHM 2010 0,702 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 14920 hab. Densidade

Leia mais

REPETIÇÃO MÁXIMA E PRESCRIÇÃO NA MUSCULAÇÃO

REPETIÇÃO MÁXIMA E PRESCRIÇÃO NA MUSCULAÇÃO Universidade Gama Filho REPETIÇÃO MÁXIMA E PRESCRIÇÃO NA MUSCULAÇÃO Ricardo Franklin de Freitas Mussi Marcos Aurélio Ferreira Dias Salvador Ba 2005 Ricardo Franklin de Freitas Mussi Marcos Aurélio Ferreira

Leia mais

(10) Graduando na Universidade Federal de Alfenas - MG,

(10) Graduando na Universidade Federal de Alfenas - MG, DIVULGAÇÃO DA CIÊNCIA POR MEIO DA INTERNET: BLOG CIÊNCIA NA REDE Martins, T.M. (1); Purcino, M.D. (2); Barato, T. (3); Saran, M. (4); Felice, J. G. (5); Lara, B.R.B. (6); Ferreira, R.F.F. (7); Bócoli,

Leia mais

OFICINA DE JOGOS MATEMÁTICOS E MATERIAIS MANIPULÁVEIS

OFICINA DE JOGOS MATEMÁTICOS E MATERIAIS MANIPULÁVEIS OFICINA DE JOGOS MATEMÁTICOS E MATERIAIS MANIPULÁVEIS Mais informações: Site PIBID: http://www.pibid.ufrn.br/ Site LEM/UFRN: http://www.ccet.ufrn.br/matematica/lemufrn/index.html E-mail do LEM/UFRN: lem2009ufrn@yahoo.com.br

Leia mais

Centro de Iniciação ao

Centro de Iniciação ao Centro de Iniciação ao Esporte Gestão de Equipamento Esportivo SNEAR/ME MAI/15 Objetivo: orientar os entes selecionados a desenvolver o Plano de Gestão. IMPORTÂNCIA PLANO DE GESTÃO PRESTAÇÃO DE CONTAS

Leia mais

O PAPEL DA TECNOLOGIA ASSISTIVA NO ENSINO SUPERIOR: UM OLHAR ÀS POSSIBILIDADES E DIFICULDADES

O PAPEL DA TECNOLOGIA ASSISTIVA NO ENSINO SUPERIOR: UM OLHAR ÀS POSSIBILIDADES E DIFICULDADES O PAPEL DA TECNOLOGIA ASSISTIVA NO ENSINO SUPERIOR: UM OLHAR ÀS POSSIBILIDADES E DIFICULDADES ANDREZA APARECIDA POLIA 1 MARIA DA CONCEIÇÃO NARKHIRA PEREIRA 2 LEILANE BENTO DE ARAÚJO MENESES 3 KARL MARX

Leia mais

TechProf Documento de Arquitetura

TechProf Documento de Arquitetura TechProf Projeto SuporteProf Versão 1.0 15 de junho de 2016 Responsáveis: Adelson Santos de Melo Filho, Edvaldo Nicolau da Silva, Moisés Luis da Silva Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor

Leia mais

ESTUDO DOS NOMES DE LUGARES (ACIDENTES HUMANOS) E SUA RELAÇÃO COM O ENSINO DE HISTÓRIA EM LIVROS DIDÁTICOS DO ENSINO FUNDAMENTAL

ESTUDO DOS NOMES DE LUGARES (ACIDENTES HUMANOS) E SUA RELAÇÃO COM O ENSINO DE HISTÓRIA EM LIVROS DIDÁTICOS DO ENSINO FUNDAMENTAL 13 ESTUDO DOS NOMES DE LUGARES (ACIDENTES HUMANOS) E SUA RELAÇÃO COM O ENSINO DE HISTÓRIA EM LIVROS DIDÁTICOS DO ENSINO FUNDAMENTAL Anna Inez Alexandre Reis (PIBIC/UFT) annaimezalexandre@hotmail.com Karylleila

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO SIEF SISTEMA DE ESPAÇO FÍSICO MANUAL DO USUÁRIO Vrs. 2.1 UFMT / SETEMBRO / 2010 SUMÁRIO Sumário... 1 1 - OBJETIVOS

Leia mais

A RELAÇÃO DO PERFIL SOMATOTIPOLÓGICO DE INDIVÍDUOS DE 18 A 24 ANOS, COM AS RESPOSTAS HIPERTRÓFICAS DO TREINAMENTO DE MUSCULÇÃO EM GOIÂNIA.

A RELAÇÃO DO PERFIL SOMATOTIPOLÓGICO DE INDIVÍDUOS DE 18 A 24 ANOS, COM AS RESPOSTAS HIPERTRÓFICAS DO TREINAMENTO DE MUSCULÇÃO EM GOIÂNIA. A RELAÇÃO DO PERFIL SOMATOTIPOLÓGICO DE INDIVÍDUOS DE 18 A 24 ANOS, COM AS RESPOSTAS HIPERTRÓFICAS DO TREINAMENTO DE MUSCULÇÃO EM GOIÂNIA. Victor Hugo Camargo - Acadêmico de Educação Física ESEFFEGO/UEG

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DE AVALIAÇÃO DOS PROJETOS DE EXTENSÃO

RELATÓRIO FINAL DE AVALIAÇÃO DOS PROJETOS DE EXTENSÃO RELATÓRIO FINAL DE AVALIAÇÃO DOS PROJETOS DE EXTENSÃO 1. Identificação e caracterização Título do Projeto Nome do Prof(s) Coordenador(es) do Projeto Centro Laboratório Período Início Término Término previsto

Leia mais

A importância da anamn m ese s......

A importância da anamn m ese s...... Importância da Anamnese Dobras Cutâneas BIOTIPOS COMPOSIÇÃO CORPORAL PERIMETRIA A importância da anamnese... Conceito A anamnese (do grego anamnesis significa recordação) consiste na história clínica do

Leia mais

AVALIAÇÃO DO ESCOAMENTO DE FLUIDOS INCOMPRESSÍVEIS EM TUBULAÇÕES USANDO CFD

AVALIAÇÃO DO ESCOAMENTO DE FLUIDOS INCOMPRESSÍVEIS EM TUBULAÇÕES USANDO CFD AVALIAÇÃO DO ESCOAMENTO DE FLUIDOS INCOMPRESSÍVEIS EM TUBULAÇÕES USANDO CFD 1 Délio Barroso de Souza, 2 Ulisses Fernandes Alves, 3 Valéria Viana Murata 1 Discente do curso de Engenharia Química 2 Bolsista

Leia mais

SAPENS - Sistema Automático de Páginas de Ensino

SAPENS - Sistema Automático de Páginas de Ensino SAPENS - Sistema Automático de Páginas de Ensino Eduardo Kokubo kokubo@inf.univali.br Fabiane Barreto Vavassori, MSc fabiane@inf.univali.br Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI Centro de Ensino Superior

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇOS DE REDE

ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇOS DE REDE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇOS DE REDE Introdução O administrador de redes geovanegriesang@ifsul.edu.br www.geovanegriesang.com Gerenciamento de redes Gerenciamento de rede é o ato de iniciar, monitorar e modificar

Leia mais

Assunto 9 : Tecnologias de Inteligência Artificial nos Negócios

Assunto 9 : Tecnologias de Inteligência Artificial nos Negócios Assunto 9 : Tecnologias de Inteligência Artificial nos Negócios Empresas e outras organizações estão ampliando significativamente suas tentativas para auxiliar a inteligência e a produtividade de seus

Leia mais

RESULTADOS E DISCUSSÃO

RESULTADOS E DISCUSSÃO FATORES QUE INFLUENCIAM O IDEB DE DUAS ESCOLAS DE EDUCAÇÃO BÁSICA DO MUNICÍPIO DE ANANINDEUA PA Elane da Silva Almeida¹, Erian de Almeida Santos¹ ¹Universidade Federal do Pará Eixo IV Qualidade da Educação

Leia mais

Academia Seja dentro ou fora da Academia, nosso Clube oferece espaços para manter a saúde em dia e o corpo em forma

Academia Seja dentro ou fora da Academia, nosso Clube oferece espaços para manter a saúde em dia e o corpo em forma Projeto Verão O Iate é sua Academia Seja dentro ou fora da Academia, nosso Clube oferece espaços para manter a saúde em dia e o corpo em forma por rachel rosa fotos: felipe barreira Com a chegada do final

Leia mais

A CIÊNCIA DOS PEQUENOS JOGOS Fedato Esportes Consultoria em Ciências do Esporte

A CIÊNCIA DOS PEQUENOS JOGOS Fedato Esportes Consultoria em Ciências do Esporte A CIÊNCIA DOS PEQUENOS JOGOS Fedato Esportes Consultoria em Ciências do Esporte Prof. Antonio Carlos Fedato Filho Prof. Guilherme Augusto de Melo Rodrigues Monitorando e conhecendo melhor os trabalhos

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM SCRIPT PARA CONVERSÃO DE ARQUIVOS DICOM PARA.TXT

DESENVOLVIMENTO DE UM SCRIPT PARA CONVERSÃO DE ARQUIVOS DICOM PARA.TXT DESENVOLVIMENTO DE UM SCRIPT PARA CONVERSÃO DE ARQUIVOS DICOM PARA.TXT M.E.S. Abrantes 1,2 ; A. H. de Oliveira 1 ; R. C. e Abrantes 3 e M. J. Magalhães 4 1 Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Departamento

Leia mais

MODELAGEM MATEMÁTICA: PRINCIPAIS DIFICULDADES DOS PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO 1

MODELAGEM MATEMÁTICA: PRINCIPAIS DIFICULDADES DOS PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO 1 MODELAGEM MATEMÁTICA: PRINCIPAIS DIFICULDADES DOS PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO 1 Resumo Claudenici Aparecida Medeiros da Silva Universidade Federal do Pará Campus de Marabá Pólo de Canaã dos Carajás nici_medeiros@hotmail.com

Leia mais

IMPACTOS DO USO X PERFIL DAS EMPRESAS E ANALISAR SEUS PROCESSOS DE GESTÃO DE PROJETOS

IMPACTOS DO USO X PERFIL DAS EMPRESAS E ANALISAR SEUS PROCESSOS DE GESTÃO DE PROJETOS IMPACTOS DO USO X PERFIL DAS EMPRESAS E ANALISAR SEUS PROCESSOS DE GESTÃO DE PROJETOS Vinicius Coutinho dos Santos BARBOSA (1); Michele Tereza Marques CARVALHO (2) (1) Campus Universitário Darcy Ribeiro

Leia mais

Geração do Portal CPCX - UFMS pelo UNION: Um Estudo de Caso

Geração do Portal CPCX - UFMS pelo UNION: Um Estudo de Caso Geração do Portal CPCX - UFMS pelo UNION: Um Estudo de Caso Lourival dos Santos Pires Júnior, Tony Carlos Bignardi dos Santos, Amaury Antônio de Castro Junior, Carlos Alberto da Silva, Leila Lisiane Rossi

Leia mais

PERFIL ANTROPOMÉTRICO DE ADULTOS E IDOSOS EM UMA UBS DE APUCARANA-PR

PERFIL ANTROPOMÉTRICO DE ADULTOS E IDOSOS EM UMA UBS DE APUCARANA-PR PERFIL ANTROPOMÉTRICO DE ADULTOS E IDOSOS EM UMA UBS DE APUCARANA-PR Resumo Lourival, N B S Fernandes, L S; A Educação nutricional ocorre devido ações educativas com a finalidade de um maior conhecimento

Leia mais

https://wwws.cnpq.br/curriculoweb/pkg_impcv.trata

https://wwws.cnpq.br/curriculoweb/pkg_impcv.trata https://wwwscnpqbr/curriculoweb/pkg_impcvtrata Page 1 of 8 Paulo Cesar do Nascimento Formado em Educação Física na Universidade Federal de Santa Catarina Suas preferências dentro de sua área de atuação

Leia mais

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul Manual do Módulo de Extensão (SiEX) do Sistema de Informação e Gestão de Projeto - SIGPROJ Avaliação e seleção de propostas de

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Santos, SP 30/07/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 281,35 km² IDHM 2010 0,840 Faixa do IDHM Muito Alto (IDHM entre 0,8 e 1) (Censo 2010) 419400 hab. Densidade

Leia mais

A POLUIÇÃO DO AR NA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO: IMPACTOS À SAÚDE HUMANA

A POLUIÇÃO DO AR NA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO: IMPACTOS À SAÚDE HUMANA A POLUIÇÃO DO AR NA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO: IMPACTOS À SAÚDE HUMANA Ana Carolina Rodrigues Teixeira 1, Luiz Felipe Silva 1, Vanessa S. Barreto Carvalho 1 ¹Instituto de Recursos Naturais

Leia mais

CAMPUS DE PARANAVAÍ Divisão de Extensão e Cultura EDITAL Nº. 001/2014. Processo Seletivo de Bolsistas de Extensão Universitária PIBEX/FA

CAMPUS DE PARANAVAÍ Divisão de Extensão e Cultura EDITAL Nº. 001/2014. Processo Seletivo de Bolsistas de Extensão Universitária PIBEX/FA CAMPUS DE PARANAVAÍ Divisão de Extensão e Cultura EDITAL Nº. 001/2014 Processo Seletivo de Bolsistas de Extensão Universitária PIBEX/FA A Divisão de Extensão e Cultura, em conformidade com a Chamada 012/2014

Leia mais

SUMÁRIO OBESIDADE...4 OBESIDADE EM ADULTOS...5 PREVENÇÃO...6 EM BUSCA DO PESO SAUDÁVEL...7 TRATAMENTO...9 CUIDADOS DIÁRIOS COM A ALIMENTAÇÃO...

SUMÁRIO OBESIDADE...4 OBESIDADE EM ADULTOS...5 PREVENÇÃO...6 EM BUSCA DO PESO SAUDÁVEL...7 TRATAMENTO...9 CUIDADOS DIÁRIOS COM A ALIMENTAÇÃO... 2 SUMÁRIO OBESIDADE...4 OBESIDADE EM ADULTOS...5 PREVENÇÃO...6 EM BUSCA DO PESO SAUDÁVEL...7 TRATAMENTO...9 CUIDADOS DIÁRIOS COM A ALIMENTAÇÃO...12 OUTROS HÁBITOS SAUDÁVEIS...14 ATIVIDADE FÍSICA...14 CUIDADOS

Leia mais

Metodologia de Desenvolvimento de Software. Prof. M.Sc. Sílvio Bacalá Jr

Metodologia de Desenvolvimento de Software. Prof. M.Sc. Sílvio Bacalá Jr Metodologia de Desenvolvimento de Software Prof. M.Sc. Sílvio Bacalá Jr Objetivos Discutir aspectos de Engenharia de Software Aplicar um método de desenvolvimento para especificação e projeto de software

Leia mais

Deseja Descobrir Como Ganhar Massa Muscular Agora?

Deseja Descobrir Como Ganhar Massa Muscular Agora? ATENÇÃO! A informação contida neste material é fornecida somente para finalidades informativas e não é um substituto do aconselhamento por profissionais da área da saúde como médicos, professores de educação

Leia mais

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná Curso de Bacharelado em Informática Estudo de Requisitos CASCAVEL 2009

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná Curso de Bacharelado em Informática Estudo de Requisitos CASCAVEL 2009 Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS Colegiado de Informática Curso de Bacharelado em Informática Estudo de Requisitos Alunos: Professor: Disciplina:

Leia mais

CONSIDERAÇÕES INICIAIS ACERCA DOS ESTUDOS REALIZADOS PELO SUBPROJETO PIBID DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO DO MUNICÍ- PIO DE ALTO ARAGUAIA-MT

CONSIDERAÇÕES INICIAIS ACERCA DOS ESTUDOS REALIZADOS PELO SUBPROJETO PIBID DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO DO MUNICÍ- PIO DE ALTO ARAGUAIA-MT CONSIDERAÇÕES INICIAIS ACERCA DOS ESTUDOS REALIZADOS PELO SUBPROJETO PIBID DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO DO MUNICÍ- PIO DE ALTO ARAGUAIA-MT Ellen Regina Moraes Bispo, Edinéia Guimarães Nunes e

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE TECNOLOGIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE TECNOLOGIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE TECNOLOGIA TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO OEI/TOR/FNDE/CGINF Nº 41/2012 1.

Leia mais

NCE/13/00276 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/13/00276 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/13/00276 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de Ensino Superior / Entidade Instituidora: Universidade Do Minho A.1.a.

Leia mais

Promoção da Actividade Física nos Idosos Acção Integrada para um Objectivo Comum

Promoção da Actividade Física nos Idosos Acção Integrada para um Objectivo Comum Promoção da Actividade Física nos Idosos Acção Integrada para um Objectivo Comum 1. Introdução O envelhecimento é um fenómeno universal, irreversível e inevitável em todos os seres vivos. Psicológico Social

Leia mais

Capacitación de docentes en el uso de las nuevas tecnologías. Márcia Campos (marciac@fortalnet.com.br ), Hermínio Borges Neto

Capacitación de docentes en el uso de las nuevas tecnologías. Márcia Campos (marciac@fortalnet.com.br ), Hermínio Borges Neto 1. TÍTULO: QUE RECURSOS PODEM CONTRIBURIR PARA OTIMIZAR A APRENDIZAGEM EM UM AMBIENTE VIRTUAL? 1 2. ÁREA TEMÁTICA Capacitación de docentes en el uso de las nuevas tecnologías 3. AUTORES Márcia Campos (marciac@fortalnet.com.br

Leia mais

V Encontro de Pesquisa em Educação Física 1ª Parte PERFIL DOS PRATICANTES DE CAMINHADA DO MUNICÍPIO DE MARECHAL CÂNDIDO RONDON ESTUDOS E REFLEXÕES

V Encontro de Pesquisa em Educação Física 1ª Parte PERFIL DOS PRATICANTES DE CAMINHADA DO MUNICÍPIO DE MARECHAL CÂNDIDO RONDON ESTUDOS E REFLEXÕES ESTUDOS E REFLEXÕES V 5 - Nº 9 PÁGS. 81 A 88 V Encontro de Pesquisa em Educação Física 1ª Parte RECEBIDO EM: 00-00-0000 ACEITO EM: 00-00-0000 ARTIGO ORIGINAL PERFIL DOS PRATICANTES DE CAMINHADA DO MUNICÍPIO

Leia mais

Fonte: http://revistacontrarelogio.com.br/pdfs/tudoemcima_194.pdf

Fonte: http://revistacontrarelogio.com.br/pdfs/tudoemcima_194.pdf Fonte: http://revistacontrarelogio.com.br/pdfs/tudoemcima_194.pdf ELÁSTICO OU BORRACHA Sugestão: 1 kit com 3 elásticos ou borrachas (com tensões diferentes: intensidade fraca, média e forte) Preço: de

Leia mais

Sistema de Acompanhamento ao Desempenho do Aluno

Sistema de Acompanhamento ao Desempenho do Aluno Sistema de Acompanhamento ao Desempenho do Aluno Manoel Cardoso da Silveira Neto 1, Luciana Vescia Lourega 1 1 Instituto Federal Farroupilha Campus Júlio de Castilhos RS - Brasil Caixa Postal 38 98.130-000

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES PARA A QUALIDADE DE VIDA DOS PRATICANTES DE BIKE INDOOR

CONTRIBUIÇÕES PARA A QUALIDADE DE VIDA DOS PRATICANTES DE BIKE INDOOR Revista CPAQV - Centro de Pesquisas Avançadas em Qualidade de Vida - ISSN: 2178-7514 v.1, n. 2, 2009 CONTRIBUIÇÕES PARA A QUALIDADE DE VIDA DOS PRATICANTES DE BIKE INDOOR Thiago Vinicius Krzesinski Guanis

Leia mais