Cara-a-cara com o Reino Animal

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cara-a-cara com o Reino Animal"

Transcrição

1 Cara-a-cara com o Reino Animal Vivian Lavander Mendonça, Renata Moretti e Sônia Lopes Departamento de Zoologia Instituto de Biociências Universidade de São Paulo Resumo O jogo é constituído por conjuntos idênticos de 44 cartões com animais - 27 invertebrados e 17 vertebrados - e uma lista de questões sobre suas principais características. Pode-se utilizar o conjunto completo de cartas, ou realizar partidas apenas com invertebrados ou vertebrados e as partidas podem ser em duplas ou em equipes maiores. Cada jogador sorteia secretamente uma carta de seu conjunto. O objetivo da partida é concluir qual o animal contido na carta que o seu adversário sorteou, fazendo perguntas baseadas na lista de questões. As respostas só podem ser sim ou não. O vencedor é aquele que descobrir o animal sorteado pelo adversário. O papel do professor como mediador das partidas é fundamental para o aproveitamento do jogo em sala de aula, como instrumento de ensino/aprendizagem. Deve-se orientar os casos em que o palpite final não está correto, permitindo que os alunos (re)avaliem seus conhecimentos. 1

2 JOGO: Cara-a-cara com o Reino Animal TEMA O Reino Animal: principais filos e classes e características que definem os grupos CONCEITOS RELACIONADOS Aspectos de morfologia, anatomia, fisiologia, desenvolvimento, biologia reprodutiva são utilizados como critérios de classificação da diversidade animal. OBJETIVOS Por meio de um jogo, o estudante tem a oportunidade de revisar/consolidar conceitos relacionados ao Reino Animal; seu sucesso na partida depende de sua habilidade em reconhecer a que grupos certas características estão relacionadas. Este é um jogo de estratégia, no qual o estudante precisa conhecer o conteúdo relacionado acima e escolher qual é o melhor caminho para se atingir o resultado de cada partida. Portanto, trata-se de um bom exercício de raciocínio lógico, além de ser um momento especial de aprendizagem, criado pelo ambiente lúdico e descontraído que os jogos conseguem proporcionar. O JOGO 1) DURAÇÃO 15 a 20 minutos por partida. 2) MATERIAIS UTILIZADOS - Conjuntos de cartões com 44 animais 27 invertebrados e 17 vertebrados. - Lista de questões (providencie uma cópia para cada estudante) em anexo. - Papel e lápis para anotar a pontuação 3) ESTRATÉGIA O professor terá em mãos dois conjuntos de cartas, cada um contendo os 44 animais. O jogo pode ser organizado em duplas ou em grupos maiores. Cada indivíduo da dupla ou cada grupo de alunos recebe um conjunto de cartas e as listas de características. Para se jogar com uma classe mais numerosa, podem ser organizados grupos de 4, 5 ou 6 alunos, e o número de conjuntos de cartas necessários corresponde ao numero de equipes formadas. As regras do jogo (itens 4 e 5) são descritas para partidas em duplas e para partidas em equipes. O ideal é que a atividade seja aplicada em um momento de revisão e verificação da aprendizagem sobre os grupos animais, permitindo que os próprios estudantes avaliem o que sabem sobre os principais grupos. Pode-se organizar o jogo com invertebrados e vertebrados ao mesmo tempo. Nesse caso, utilize a lista única de questões (ver anexo I). Como o número 2

3 total de cartas é grande (44), pode-se separar os conjuntos de cartas, e jogar com os invertebrados em um momento e com os vertebrados em outro momento. Nesse caso, podese utilizar as listas de questões apropriadas (ver anexos II e III). O papel do professor como mediador das partidas é fundamental para o bom aproveitamento do jogo em sala de aula, como instrumento de ensino/aprendizagem. 4) COMO JOGAR EM DUPLA Os estudantes devem organizar-se em duplas (ver item 5 para organização da turma em grupos maiores). Cada jogador recebe um conjunto idêntico de cartas. Cada jogador deve embaralhar suas cartas viradas para baixo sortear uma e não mostrar para seu adversário. O objetivo da partida será concluir qual é o animal contido na carta que o seu adversário sorteou. Depois de sortear a carta, cada jogador deve anotar em um papel qual é o animal contido nela e devolver essa carta ao seu conjunto. As cartas podem ser seguradas como em um jogo de baralho. É importante que apenas o próprio jogador e o professor saibam o conteúdo da carta sorteada. Um dos estudantes dá início à partida, fazendo uma pergunta retirada da lista de questões. O adversário dará a resposta, que só pode ser sim ou não. A situação, então, se inverte, sendo a vez do outro jogador fazer a pergunta. Cada jogador tem direito a apenas uma pergunta por rodada, e o seu adversário precisa responder sim ou não, corretamente. Exemplo: O jogador 1 sorteou a aranha e o jogador 2, seu adversário, sorteou um caracol de jardim. O jogador 1 inicia a partida e escolhe uma pergunta na lista de questões: Jog. 1 Apresenta metameria? Jog. 2 Não. O jogador 1 abaixa todas as suas cartas que contém animais que apresentam metameria, pois essa característica não está presente no animal que o jogador 2 sorteou. A partida prossegue com o jogador 2 escolhendo sua pergunta: Jog. 2 Possui sistema circulatório? Jog. 1 Sim. O jogador 2 então abaixa todas as cartas que contém animais que não possuem sistema circulatório, e assim o jogo prossegue... O número de rodadas pode variar de acordo com a seqüência de questões que os jogadores escolherem. 3

4 O VENCEDOR: aquele que acertar o animal escolhido pelo adversário. O palpite pode ser feito no momento em que o jogador tiver certeza de que sabe a resposta. O adversário confirmará se aquele foi o animal sorteado por ele no início do jogo. Se o estudante der um palpite errado antes do término do jogo, ele fica uma rodada da partida sem perguntar, isto é, seu parceiro tem direito a fazer duas questões seguidas. Na última rodada (quando resta apenas 1 carta nas mãos de um jogador), se o jogador afirmar que o palpite não corresponde ao animal que ele sorteou no inicio, então os dois estudantes devem refazer a partida, relembrando quais foram as questões feitas e as respostas dadas. Quando esta situação aparece, certamente houve um engano por parte de um dos estudantes. Ou a resposta à questão não foi correta, ou as cartas não foram descartadas corretamente. Retomando o exemplo anterior: O jogador 1 sorteou a aranha e o jogador 2, seu adversário, sorteou um caracol de jardim. Cada um tem de concluir qual é o animal que o outro jogador sorteou. O jogador 1 escolhe uma pergunta na lista de questões e o jogador 2 dá a resposta incorreta: Jog. 1 Apresenta metameria? Jog. 2 Sim. O caracol de jardim pertence ao filo dos Moluscos, e os animais desse filo não apresentam metameria. Se o jogador 1 souber disso, irá descartar todos os invertebrados que não possuem corpo segmentado, inclusive todos os moluscos, devido à resposta incorreta de seu colega. Portanto, ao final da partida, será impossível ao jogador 1 concluir que o jogador 2 havia sorteado o caracol-de-jardim. Recomenda-se que, durante a partida, cada jogador anote as perguntas que escolheu, observando a seqüência. Se acontecer um problema no final da partida, os dois jogadores podem relembrar as questões feitas e identificar em que momento aconteceu o engano. Essa etapa é muito importante, pois os estudantes podem se corrigir e aprender mais. O professor deve mediar esse momento, orientando a busca correta das informações. Em caso de dúvidas, o professor pode consultar o gabarito da lista única de questões. Além das perguntas presentes na lista de questões, cada jogador tem direito a formular suas próprias questões 2 QUESTOES LIVRES POR PARTIDA; o professor deve orientar que essas questões sejam feitas quando o aluno achar que chegou a um momento decisivo do jogo. As questões livres não podem citar nomes de grupos. Questões do tipo É uma ave? ou É um molusco bivalve? são contra as regras do jogo. Recomenda-se que o professor circule pela sala e observe as partidas. As duplas podem ser alteradas a cada partida, para que cada estudante tenha a oportunidade de jogar com vários colegas. Oriente os casos em que o resultado final não dá certo. Ao final da aula, ou na aula seguinte, converse com os estudantes sobre as dúvidas e dificuldades que apareceram durante o jogo e aproveite para fazer uma revisão do assunto. 4

5 5) COMO JOGAR EM EQUIPES Uma opção para envolver a sala toda num jogo comum é dividir a turma em grupos de 4, 5 ou 6 alunos, dependendo do tamanho da turma. O número de conjuntos de cartões necessários para jogar é bem menor que para o jogo em duplas: por exemplo, se forem montadas 4 equipes, serão necessários 4 conjuntos de cartões, um para cada grupo, mais as cópias das listas de questões para cada aluno. Cada equipe sorteia uma carta e anota o animal contido nela. Dessa maneira, uma equipe tem a chance de descobrir vários animais, sorteados pelos grupos adversários, ao mesmo tempo. Um mesmo animal pode ser sorteado por mais de uma equipe, sem problemas. Uma das equipes dá início à partida fazendo uma pergunta da lista de questões para qualquer uma das equipes adversárias. A equipe que responder a pergunta tem o direito de fazer a próxima questão, podendo também escolher qualquer um dos outros grupos da classe. O professor deve atuar como mediador da partida e evitar que algumas equipes fiquem jogando entre si e outras fiquem sem participar; os grupos devem tentar concluir quais são os animais escolhidos pelos adversários. EQUIPE 1 EQUIPE 2 EQUIPE 4 EQUIPE 3 Figura: Exemplo da disposição das equipes pela sala. A equipe 1 inicia a partida fazendo sua questão à uma de suas adversárias, no caso a equipe 3. Esta equipe deve responder à pergunta, e em seguida escolher qualquer uma das outras equipes para fazer sua pergunta. Os membros das equipes precisam discutir entre si a escolha das questões e as respostas dadas, assim a chance de aparecerem respostas inadequadas fica menor. Os procedimentos descritos no item 4 são válidos tanto para jogos em duplas quanto para essa variação em grupos; vale a recomendação para que os alunos anotem a seqüência de questões feitas a cada uma das equipes adversárias em suas listas. 5

6 Quando uma equipe tiver certeza de qual foi o animal sorteado por uma de suas adversárias, ela pode dar o palpite mesmo que não esteja na sua vez de participar. Mais uma vez, o professor precisa agir como mediador, evitando tumultos na hora dos palpites; pode-se combinar com a classe que a equipe que quiser fazer seu palpite, deve levantar a mão, e no caso de mais de uma equipe desejar faze-lo no mesmo momento, tem prioridade àquela que levantar primeiro a mão. Quando uma equipe acertar o animal sorteado por um dos adversários, ganha 1 ponto e continua no jogo, respondendo questões sobre o seu animal e fazendo perguntas normalmente. A equipe que teve o animal descoberto sorteia uma nova carta e continua no jogo (não há problema se a carta retirada for repetida). O VENCEDOR: Vence a equipe que primeiro fizer 3 pontos, ou seja, que por três vezes concluir corretamente qual foi o animal sorteado pelos adversários. Quando uma equipe lançar um palpite incorreto, o jogo prossegue com o grupo que respondeu a pergunta tendo o direito de fazer sua questão. Se nenhuma das equipes conseguir acertar o animal sorteado por ele, o professor precisa refazer junto com a classe as perguntas e respostas dadas, pois provavelmente ocorreu um engano em uma das etapas. O papel do professor como mediador da partida é fundamental para esclarecer as regras (e até mesmo elaborar novas regras junto com os alunos, se a turma achar necessário). CRÉDITOS Inspirado nas regras do jogo Cara-a-Cara, da Estrela. Texto e adaptação: Biol. Vivian Lavander Mendonça; Ms. Renata Moretti; Profa. Dra. Sônia Godoy Bueno Carvalho Lopes Coordenadora do Projeto: Profa. Dra. Sônia Godoy Bueno Carvalho Lopes Departamento de Zoologia, Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo Autoria das fotos: Prof. Dr. Álvaro Migotto: nematóide de vida-livre, poliqueto. Biol. Daniel Lahr: lombriga, minhoca, escólex de tênia; tatu-bola. Prof. Dr. Fábio Lang da Silveira: esponja-do-mar, hidra, coral cérebro, medusa, estrela-domar, ouriço-do-mar, pepino-do-mar, ascídia, peixe-cofre. Ms. Felipe Franco Curcio: planária terrestre, caracol, piolho-de-cobra, anfioxo, perereca, anfisbena, jacaré, jibóia, lagarto, ema, quati. Biol. José Eduardo Marian: lulas. Juarez Silva: morcego, lesma, besouro, gambá, lacraia. Pedro Ribeiro Piffer: mexilhão. Ms. Renata Moretti: aranha, escorpião, camarão, mosquito, tubarão, salamandra, cecília, tartaruga-da-amazônia, gaivota, pingüim, elefante-marinho. 6

7 Universidade de São Paulo Reitor: Prof. Dr. Adolpho José Melfi Vice-Reitor: Prof. Dr. Hélio Nogueira da Cruz Pró-Reitora de Graduação: Profa. Dra. Sonia Teresinha de Sousa Penin Programa de Apoio à Produção de Material Didático da Pró-Reitoria de Graduação da Universidade de São Paulo (PROMAT) Coordenador Geral do Projeto PROMAT: Prof. Dr. Oscar Brito Augusto 7

8 ANEXO I LISTA ÚNICA DE QUESTÕES A cada rodada, escolha uma questão da lista abaixo para fazer ao seu adversário. A ordem não importa. Você deve fazer uma questão de cada vez, e tem direito de formular duas questões da sua própria cabeça: a pergunta final e outra durante o jogo, se achar necessário. A resposta só pode ser sim ou não. NÚMERO DE FOLHETOS GERMINATIVOS FORMA DO CORPO É diblástico? É triblástico? CAVIDADE CORPORAL (CELOMA): É acelomado? É pseudocelomado? É celomado? HÁBITO: É um animal de vida livre? É um parasita? TUBO DIGESTÓRIO: Possui tubo digestório? Possui tubo digestório só com uma abertura que é a boca? Possui tubo digestório com boca e ânus ou cloaca? ALIMENTAÇÃO: A digestão é exclusivamente intracelular? A digestão é exclusivamente extracelular? REPRODUÇÃO E DESENVOLVIMENTO: Pode apresentar reprodução assexuada? Possui desenvolvimento direto? Possui desenvolvimento indireto? Possui âmnio, cório e alantóide? SISTEMA DE SUSTENTAÇÃO: Possui apenas esqueleto hidrostático? Possui exoesqueleto quitinoso? Possui endoesqueleto? O endoesqueleto é formado por espículas calcárias ou silicosas? Possui concha externa? Possui concha interna reduzida? Possui crânio? O endoesqueleto é predominantemente ósseo? O endoesqueleto é cartilaginoso? SIMETRIA DO CORPO: Apresenta simetria primária radial? Apresenta simetria primária bilateral? Apresenta simetria secundária pentarradiada? Apresenta corpo achatado? Apresenta corpo cilíndrico? Apresenta metameria? SISTEMA RESPIRATÓRIO: Realiza trocas gasosas apenas através da superfície corpórea? Realiza respiração pulmonar? Realiza respiração filotraqueal? Realiza respiração traqueal? Realiza respiração branquial? ESTRUTURA OU SISTEMA PARA A EXCREÇÃO Apresenta estrutura excretora? A estrutura excretora é a célula -flama? A estrutura excretora é o metanefrídeo? A excreção é realizada por túbulos de Malpighi? A excreção é realizada por glândulas verdes? A excreção é realizada por glândulas coxais? A estrutura excretora é o rim? SISTEMA CIRCULATÓRIO Possui sistema circulatório? O sistema circulatório é aberto? O sistema circulatório é fechado? O coração possui seio venoso, um átrio e um ventrículo? O coração possui seio venoso, dois átrios e um ventrículo? O coração possui dois átrios e dois ventrículos incompletamente separados? O coração possui dois átrio e dois ventrículos? ESTRUTURAS ANEXAS DA PELE Possui escamas? Possui placas dérmicas? Possui glândulas produtoras de muco? Possui glândulas parotóides? Possui penas? Possui pêlos? 8

9 APÊNDICES LOCOMOTORES Possui patas? Possui nadadeiras? Possui duas asas? Possui quatro asas? Possui pernas articuladas? Possui um par de pernas por segmento? Possui dois pares de pernas por segmento? Possui pés ambulacrários? OUTROS ASPECTOS: Vive em colônia? É séssil (vive fixo a um substrato)? Apresenta parapódios? Possui cerdas na superfície do corpo? Possui um par de antenas como um dos tipos de apêndices articulados? Possui dois pares de antenas como um dos tipos de apêndices articulados? Possui manto? Possui clitelo? Apresenta cnidócitos? Apresenta coanócitos? Possui ossos pneumáticos? Possui bexiga natatória? Possui marsúpio? Possui glândulas mamárias? Possui placenta bem desenvolvida? Possui notocorda em alguma fase da vida? A notocorda persiste no adulto? Possui tunicina na parede do corpo? 9

10 ANEXO II LISTA DE QUESTÕES - I N V E R T E B R A D O S A cada rodada, escolha uma questão da lista abaixo para fazer ao seu adversário. A ordem não importa. Você deve fazer uma questão de cada vez, e tem direito de formular duas questões da sua própria cabeça: a pergunta final e outra durante o jogo, se achar necessário. A resposta só pode ser sim ou não. NÚMERO DE FOLHETOS GERMINATIVOS É diblástico? É triblástico? CAVIDADE CORPORAL (CELOMA): É acelomado? É pseudocelomado? É celomado? HÁBITO: É um animal de vida livre? É um parasita? TUBO DIGESTÓRIO: Possui tubo digestório? Possui tubo digestório só com uma abertura: a boca? Possui tubo digestório com boca e ânus ou cloaca? ALIMENTAÇÃO: Obtém alimento apenas por filtração da água? A digestão é exclusivamente intracelular? REPRODUÇÃO E DESENVOLVIMENTO: Pode apresentar reprodução assexuada? Possui desenvolvimento direto? Possui desenvolvimento indireto? SISTEMA DE SUSTENTAÇÃO: Possui apenas esqueleto hidrostático? Possui exoesqueleto quitinoso? Possui concha externa? O endoesqueleto é formado por espículas calcárias ou silicosas? Possui concha interna reduzida? SIMETRIA DO CORPO: Apresenta simetria primária radial? Apresenta simetria primária bilateral? Apresenta simetria secundária pentarradiada? É assimétrico? FORMA DO CORPO Apresenta corpo achatado? Apresenta corpo cilíndrico? SISTEMA RESPIRATÓRIO: Realiza trocas gasosas apenas através da superfície corpórea? 10 Realiza respiração pulmonar? Realiza respiração filotraqueal? Realiza respiração traqueal? Realiza respiração branquial? ESTRUTURA OU SISTEMA PARA A EXCREÇÃO Apresenta sistema excretor? A estrutura excretora é a célula -flama? A estrutura excretora é o metanefrídeo? A excreção é realizada por túbulos de Malpighi? A excreção é realizada por glândulas verdes? A excreção é realizada por glândulas coxais? SISTEMA CIRCULATÓRIO Possui sistema circulatório? O sistema circulatório é aberto? O sistema circulatório é fechado? ESTRUTURAS ANEXAS DA PELE Possui glândulas produtoras de muco? Possui espinhos dérmicos? Possui cerdas na superfície do corpo? APÊNDICES LOCOMOTORES Possui duas asas? Possui quatro asas? Possui pernas articuladas? Possui um par de pernas por segmento? Possui dois pares de pernas por segmento? Possui pés ambulacrários? OUTROS ASPECTOS: Apresenta metameria? Possui notocorda? É séssil (vive fixo a um substrato)? Apresenta parapódios? Possui um par de antenas? Possui dois pares de antenas? Possui manto? Possui clitelo? Apresenta cnidócitos? Possui coanócitos? Possui rádula?

11 ANEXO III LISTA DE QUESTÕES - VERTEBRADOS A cada rodada, escolha uma questão da lista abaixo para fazer ao seu adversário. A ordem não importa. Você deve fazer uma questão de cada vez, e tem direito de formular duas questões da sua própria cabeça: a pergunta final e outra durante o jogo, se achar necessário. A resposta só pode ser sim ou não. HÁBITO: É um animal de vida livre? É um parasita? REPRODUÇÃO E DESENVOLVIMENTO: Apresenta desenvolvimento direto? Apresenta desenvolvimento indireto? Possui âmnio, cório e alantóide? SISTEMA DE SUSTENTAÇÃO: Possui crânio? Possui maxila? Possui endoesqueleto predominantemente ósseo? Possui endoesqueleto cartilaginoso? SISTEMA RESPIRATÓRIO: Realiza trocas gasosas através da superfície corpórea? Realiza respiração pulmonar? Realiza respiração branquial? SISTEMA CIRCULATÓRIO O coração possui um seio venoso, um átrio e um ventrículo? O coração possui um seio venoso, dois átrios e um ventrículo? O coração possui dois átrios e dois ventrículos incompletamente separados? O coração possui dois átrio e dois ventrículos? TIPO DE EXCRETA NITROGENADO Elimina principalmente amônia na fase adulta? Elimina principalmente uréia na fase adulta? Elimina principalmente ácido úrico na fase adulta? ESTRUTURAS ANEXAS DA PELE Possui escamas? Possui placas dérmicas? Possui glândulas produtoras de muco? Possui glândulas parotóides? Possui penas? Possui pêlos? APÊNDICES LOCOMOTORES Possui pernas? Possui nadadeiras? 11 Possui duas asas? OUTROS ASPECTOS: Possui ossos pneumáticos? Possui bexiga natatória? Possui marsúpio? Possui glândulas mamárias? Apresenta placenta bem desenvolvida? OBSERVAÇÃO: Quando o animal apresentar mais de uma possibilidade para a mesma característica, devese responder sempre SIM. Exemplo: os anfíbios realizam respiração pulmonar e cutânea na fase adulta; se a pergunta for Realiza respiração pulmonar na fase adulta? ou Realiza trocas gasosas através da superfície corpórea?, em ambos os casos a resposta deve ser afirmativa.

12 Ficha de Anotações 1 INVERTEBRADOS Esponja-do-mar Hidra Medusa Coral cérebro Planária terrestre Tênia Lombriga Nematóide de vida livre Lula Mexilhão Caracol Lesma Minhoca Poliqueto Aranha Escorpião Lacraia Piolho-de-cobra Besouro Mosquito Camarão Tatu-bola Estrela-do-mar Ouriço-do-mar Pepino-do-mar Ascídia Anfioxo 12

13 Ficha de Anotações 2 VERTEBRADOS Anfisbena Tubarão Peixe-cofre Perereca Salamandra Cecília Jacaré Tartaruga Jibóia Lagarto Ema Gaivota Pingüim Elefante-marinho Gambá Morcego Quati 13

REINO ANIMAL PORÍFEROS CNIDÁRIOS PLATELMINTOS NEMATELMINTOS ANELÍDEOS MOLUSCOS ARTRÓPODES EQUINODERMOS CORDADOS

REINO ANIMAL PORÍFEROS CNIDÁRIOS PLATELMINTOS NEMATELMINTOS ANELÍDEOS MOLUSCOS ARTRÓPODES EQUINODERMOS CORDADOS REINO ANIMAL PORÍFEROS CNIDÁRIOS PLATELMINTOS NEMATELMINTOS ANELÍDEOS MOLUSCOS ARTRÓPODES EQUINODERMOS CORDADOS NÃO POSSUI TECIDOS VERDADEIROS (ESPECIALIZADOS). DIGESTÃO É INTRACELULAR. PORÍFEROS

Leia mais

Aula 4 Os animais. Os seres vivos são classificados nos Reinos:

Aula 4 Os animais. Os seres vivos são classificados nos Reinos: Aula 4 Os animais Os seres vivos apresentam uma diversidade muito grande; a cada ano, novas espécies vêm sendo descritas. Fica compreensível a necessidade de um sistema de classificação para a organização

Leia mais

Flávio Oliveira Higino Email: fohigino@gmail.com

Flávio Oliveira Higino Email: fohigino@gmail.com Flávio Oliveira Higino Email: fohigino@gmail.com O filo é dividido em três classes: Turbelários: Planária (VIDA LIVRE) Trematódeos: Schistosoma sp (PARASITAS) Cestódeos: Taenia sp (PARASITAS) Corpo achatado

Leia mais

Curso Wellington Biologia Reino Animal - Equinodermos Prof Hilton Franco

Curso Wellington Biologia Reino Animal - Equinodermos Prof Hilton Franco 1. Esta é a turma do Bob Esponja: Lula Molusco é supostamente uma lula; Patric, uma estrela-do-mar; o Sr. Siriguejo, um caranguejo; e Bob é supostamente uma esponja-do-mar. Cada um, portanto, pertence

Leia mais

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira UFRGS REINO ANIMAL - INVERTEBRADOS

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira UFRGS REINO ANIMAL - INVERTEBRADOS UFRGS REINO ANIMAL - INVERTEBRADOS 1. (Ufrgs 2015) Com base nas características dos moluscos, assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as afirmações abaixo. ( ) Os moluscos apresentam simetria radial.

Leia mais

ESPONJA DO MAR CORAL CÉREBRO. MEDUSA ou ÁGUA-VIVA HIDRA PLANÁRIA TERRESTRE. ESCÓLEX de TÊNIA LOMBRIGA. NEMATÓIDE de VIDA LIVRE

ESPONJA DO MAR CORAL CÉREBRO. MEDUSA ou ÁGUA-VIVA HIDRA PLANÁRIA TERRESTRE. ESCÓLEX de TÊNIA LOMBRIGA. NEMATÓIDE de VIDA LIVRE ESPONJA DO MAR Filo Porifera Os poríferos coloniais, como o da foto, são muito comuns nos mares brasileiros. (cerca de 5 cm de altura) HIDRA Filo Cnidaria Classe Hydrozoa Vive em água doce; em seu ciclo

Leia mais

Zoologia. Escala zoológica. Celenterados

Zoologia. Escala zoológica. Celenterados Zoologia Escala zoológica Cnidários Habitat modo de vida Todos de vida livre, fixos ou moveis Podem ser individuais ou coloniais Embriologia Tipos morfológicos Pólipo boca cavidade gástrica cavidade gástrica

Leia mais

BA B.. 0 6 0 6 Inv n e v rt r e t bra r dos o s m ais s si s m i ple l s s ( p ( la l t a e t lm l in i t n o t s o ) s Apostila 1 Pág.

BA B.. 0 6 0 6 Inv n e v rt r e t bra r dos o s m ais s si s m i ple l s s ( p ( la l t a e t lm l in i t n o t s o ) s Apostila 1 Pág. BA. 06 Invertebrados mais simples (platelmintos) Apostila 1 Pág. 34 REINO ANIMAL OU METAZOA -Pluricelular Eucarionte Heterótrofo - sem parede celular - PORÍFEROS Esponjas - CNIDÁRIOS Águas vivas, corais,

Leia mais

Bimestr e: Data: Nome : Disciplina Ciências Valor da Prova / Atividade: 7 ANO Nº Ângela. Professo r:

Bimestr e: Data: Nome : Disciplina Ciências Valor da Prova / Atividade: 7 ANO Nº Ângela. Professo r: Data: Bimestr e: 4 Nome : Disciplina Ciências : Valor da Prova / Atividade: Professo r: 7 ANO Nº Ângela Nota: Objetivo/ Instruções: Lista de Recuperação 1.Assinale a alternativa CORRETA: É encontrada apenas

Leia mais

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 56 REINO ANIMAL

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 56 REINO ANIMAL BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 56 REINO ANIMAL ocelos (olhos) superfície dorsal faringe boca superfície ventral cabeça ou escólex colo no homem tronco ou estróbilo autofecundação tênia adulta cisticerco no

Leia mais

ARTRÓPODES PROF. MARCELO MIRANDA

ARTRÓPODES PROF. MARCELO MIRANDA ARTRÓPODES Filo Arthropoda (Artrópodes) Do grego, arthros = articulado e podos = pés; É o filo mais abundante em quantidade de espécies descritas (~1 milhão); Vivem em praticamente todos os tipos de ambientes;

Leia mais

Revisão de Ciências 3 Trimestre 7 anos

Revisão de Ciências 3 Trimestre 7 anos PARNAMIRIM - RN Revisão de Ciências 3 Trimestre 7 anos Prof. José Roberto E Raphaella Madruga. Nematódeo Vermes de corpo cilíndrico, coberto por cutícula. Apresentam sexos separados (dimorfismo sexual

Leia mais

ATIVIDADES. BA.10: Moluscos e Equinodermos BIOLOGIA

ATIVIDADES. BA.10: Moluscos e Equinodermos BIOLOGIA ATIVIDADES 1. (UERJ 2006) Um ecossistema pode ser drasticamente alterado pelo surgimento ou pelo desaparecimento de espécies de seres vivos. a) Um ambiente em equilíbrio é habitado por indivíduos pertencentes

Leia mais

25/03/2013. Características gerais dos animais REINO ANIMALIA. Principais filos. Desenvolvimento embrionário

25/03/2013. Características gerais dos animais REINO ANIMALIA. Principais filos. Desenvolvimento embrionário Características gerais dos animais Eucariontes; Pluricelulares; Heterótrofos; Simetria bilateral, radial ou assimétricos; REINO ANIMALIA CARACTERÍSTICAS GERAIS DOS ANIMAIS Principais filos Porífera: esponjas;

Leia mais

Respostas. Capítulo 21: O filo artrópodes (II)

Respostas. Capítulo 21: O filo artrópodes (II) Respostas Capítulo 21: O filo artrópodes (II) 1. E Ao se observar a situação experimental da questão se conclui que com relação às formigas (artrópodes da classe dos insetos) o olfato é o sentido utilizado

Leia mais

ZOOLOGIA - REINO METAZOA

ZOOLOGIA - REINO METAZOA ZOOLOGIA - REINO METAZOA FILO CORDADO CARACTERÍSTICAS GERAIS O que será que caracteriza um vertebrado? Substituição da Notocorda pela Coluna Vertebral; Presença de uma cabeça definida; Presença de órgãos

Leia mais

Filo MOLLUSCA. Prof(a) Karla Mirella

Filo MOLLUSCA. Prof(a) Karla Mirella Filo MOLLUSCA Prof(a) Karla Mirella MOLUSCOS Representantes: Lulas, Polvos, lesmas, caracóis, mariscos, ostras, mexilhões, sépias, náutilos, quíton... Depois de artrópodes, é o segundo maior filo do Reino

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE BIOLOGIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE BIOLOGIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE BIOLOGIA Nome: Nº Série: 2ª Data: / 10 / 2015 Professores: Gisele / Marcelo / Thierry (valor: 1,0 ponto) 3º Bimestre A. Apresentação: Caro aluno, A estrutura da recuperação bimestral

Leia mais

01. Quando comparamos o caramujo e o caranguejo representados nas tiras abaixo, podemos afirmar corretamente que:

01. Quando comparamos o caramujo e o caranguejo representados nas tiras abaixo, podemos afirmar corretamente que: Aula n ọ 02 01. Quando comparamos o caramujo e o caranguejo representados nas tiras abaixo, podemos afirmar corretamente que: a) utilizam-se do ar atmosférico para respirar através de pulmão. b) o caramujo

Leia mais

CARACTERÍSTICAS GERAIS DOS ANIMAIS. Reino Animalia

CARACTERÍSTICAS GERAIS DOS ANIMAIS. Reino Animalia CARACTERÍSTICAS GERAIS DOS ANIMAIS Reino Animalia Organização do corpo e principais filos São pluricelulares, eucariontes e heterótrofos Apresentam grande diversidade (1 milhão de espécies distribuídas

Leia mais

Curso Wellington Biologia Artrópodes Crustáceos Prof Hilton Franco

Curso Wellington Biologia Artrópodes Crustáceos Prof Hilton Franco 1. Num restaurante do litoral paranaense, havia vários pratos típicos. Qual das alternativas mostra a relação correta, uma vez que o garçom não sabia identificar quais pratos eram feitos com moluscos e

Leia mais

Filo Porífera. Esponjas

Filo Porífera. Esponjas Filo Porífera Esponjas Filo Porifera Osculo Átrio Pinacócitos Amebócito poros Porocito Espícula Flagelo Esponja Mesogléia Coanócito Gonócito Pinacócito Espícula Átrio Póro Porócito Arqueócito Meio Externo

Leia mais

7. ZOOLOGIA QUESTÕES: 63-79

7. ZOOLOGIA QUESTÕES: 63-79 7. ZOOLOGIA QUESTÕES: 63-79 QUESTÃO - 63 Sobre os vermes do gênero taenia, assinale a(s) proposição(ões) correta(s). 01. A taenia solium é um asquelminto do grupo trematoda. 02. A teníase é causada pela

Leia mais

2ª SÉRIE ENS. MÉDIO MONITORIA DE BIOLOGIA 1 (OBJ. 2º PERÍODO) EXERCÍCIOS A B C CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN

2ª SÉRIE ENS. MÉDIO MONITORIA DE BIOLOGIA 1 (OBJ. 2º PERÍODO) EXERCÍCIOS A B C CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN 2ª SÉRIE ENS. MÉDIO MONITORIA DE BIOLOGIA 1 (OBJ. 2º PERÍODO) EXERCÍCIOS 1. Um tipo de característica que pode ser levada em conta quando vamos trabalhar com Biologia Comparada são as características observadas

Leia mais

Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com

Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com Filo Arthropoda exoesqueleto e patas articuladas. simetria bilateral triblásticos protostômios celomados metamerizados;

Leia mais

O quadro abaixo apresenta características de alguns filos animais. Analise-o.

O quadro abaixo apresenta características de alguns filos animais. Analise-o. BIOLOGIA - SEMI/NOITE PROF. SÓSTENEZ 10/05/2016 Questão 01 - (UNIMONTES MG) O quadro abaixo apresenta características de alguns filos animais. Analise-o. Assinale a alternativa que apresenta a sequência

Leia mais

Exercícios com Gabarito de Biologia I 2º ano Professor Leandro

Exercícios com Gabarito de Biologia I 2º ano Professor Leandro 1. O 'Ancylostoma' é um parasita intestinal que provoca o "amarelão", doença que se pode adquirir: a) por picada de um hemíptero (barbeiro). b) comendo carne de porco mal cozida. c) comendo carne bovina

Leia mais

Biologia. AIDS, dengue e gripe

Biologia. AIDS, dengue e gripe 01 - (PUC SP) Os recifes de corais são formados por colônias de animais providos de um esqueleto que protege um grande número de pólipos. Os animais presentes nos corais pertencem ao mesmo filo que a)

Leia mais

BIOLOGIA ZOOLOGIA PROF ESTEVAM REINO ANIMAL

BIOLOGIA ZOOLOGIA PROF ESTEVAM REINO ANIMAL BIOLOGIA ZOOLOGIA PROF ESTEVAM CONTEÚDO: Os diversos filos animais REINO ANIMAL FILO PROTOZOA (Proto = primeiro, primitivo e Zoon = animal) Classe Rhizopoda amebas. Classe Ciliata paramécios. Classe Flagelata

Leia mais

6) Assinale a alternativa que mostra o filo, cujos representantes são os animais menos complexos.

6) Assinale a alternativa que mostra o filo, cujos representantes são os animais menos complexos. ESCOLA ESTADUAL DR JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA TRABALHO ESTUDOS INDEPENDENTES DE RECUPERAÇÃO RESOLUÇÃO SEE Nº 2.197, DE 26 DE OUTUBRO DE 2012 Aluno: Ano Atual Data : Matéria: Turno: Valor :70pontos Nota:

Leia mais

Biologia. Questão 1. Questão 2. Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor:

Biologia. Questão 1. Questão 2. Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Biologia Questão 1 (Fuvest 2010) Um determinado animal adulto é desprovido de crânio e apêndices articulares. Apresenta corpo alongado e cilíndrico. Esse

Leia mais

Sugestões de atividades para avaliação. Ciências 7 o ano Unidade 8

Sugestões de atividades para avaliação. Ciências 7 o ano Unidade 8 Sugestões de atividades para avaliação Ciências 7 o ano Unidade 8 5 Nome: Data: UniDaDE 8 1 Com relação às suas características gerais, podemos dizer que os vertebrados possuem exclusivamente: I. patas.

Leia mais

11. Protozoários e invertebrados

11. Protozoários e invertebrados 11. Protozoários e invertebrados 1. (U. Amazonas-AM) De acordo com o sistema atual de classificação dos seres vivos, os que aparecem abaixo pertencem ao reino: Trypanosoma Euglena Ameba a) Monera. d) Plantae.

Leia mais

Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre

Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre MÓDULO 2 PORIFERA E CNIDARIA 1 - Em relação ao plano corporal dos animais, observamos que algumas espécies são assimétricas, enquanto outras apresentam

Leia mais

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA - BIOLOGIA PROFESSOR (A): Renato Azevedo TURMA: 1ª série EM

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA - BIOLOGIA PROFESSOR (A): Renato Azevedo TURMA: 1ª série EM ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA - BIOLOGIA PROFESSOR (A): Renato Azevedo TURMA: 1ª série EM REVISÃO 1) Os moluscos bivalvos (ostras e mexilhões) são organismos economicamente importantes como fonte

Leia mais

Filo Porifera - Poríferos ou espongiários. - Corpo coberto por poros. - Não possuem organização tissular. - Diblásticos. - Aquáticos, sésseis e

Filo Porifera - Poríferos ou espongiários. - Corpo coberto por poros. - Não possuem organização tissular. - Diblásticos. - Aquáticos, sésseis e Filo Porifera - Poríferos ou espongiários. - Corpo coberto por poros. - Não possuem organização tissular. - Diblásticos. - Aquáticos, sésseis e filtradores. - Digestão intracelular. - Sustentação: Espículas

Leia mais

CADERNO DO ANOTAÇÕES DE CAMPO - PARQUE ZOOLÓGICO

CADERNO DO ANOTAÇÕES DE CAMPO - PARQUE ZOOLÓGICO CADERNO DO ANOTAÇÕES DE CAMPO - PARQUE ZOOLÓGICO Zoólogo: REGRAS DO ZOO PARA ALUNOS: Permaneça na trilha Caminhe, não corra Recolha seu lixo Respeite os animais com o seu silêncio Fones de ouvido e telefones

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 3.º ANO/EF 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 3.º ANO/EF 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC Minas E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 3.º ANO/EF 2015 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

Fisiologia: Digestão, respiração, circulação, excreção, coordenação e reprodução

Fisiologia: Digestão, respiração, circulação, excreção, coordenação e reprodução Fisiologia: Digestão, respiração, circulação, excreção, coordenação e reprodução 1. No nosso organismo existem dois tipos de enzimas do tipo amilase, a amilase pancreática e a amilase salivar, com velocidades

Leia mais

Organização do corpo superior a tecidos, como órgãos e sistemas. Filo Chordata (Cordados) Protocordados (termo sem valor taxonômico)

Organização do corpo superior a tecidos, como órgãos e sistemas. Filo Chordata (Cordados) Protocordados (termo sem valor taxonômico) INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ZOOLOGIA. ENTENDA OS PRINCIPAIS CONCEITOS! Zoologia: é o ramo da Biologia que estuda os animais Reino Animal: Eucariontes, pluricelulares, isolados ou coloniais, heterótrofos (obtêm

Leia mais

CIÊNCIAS PROVA 3º BIMESTRE 7º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ

CIÊNCIAS PROVA 3º BIMESTRE 7º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO CIÊNCIAS PROVA 3º BIMESTRE 7º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ 2010 01. Cavalos,

Leia mais

Matéria: Biologia Assunto: Reino Animal - PORÍFEROS E CNIDÁRIOS Prof. Enrico Blota

Matéria: Biologia Assunto: Reino Animal - PORÍFEROS E CNIDÁRIOS Prof. Enrico Blota Matéria: Biologia Assunto: Reino Animal - PORÍFEROS E CNIDÁRIOS Prof. Enrico Blota Biologia Reino animal Poríferos e cnidários Poríferos A linhagem que originou as esponjas atuais se separou da linhagem

Leia mais

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO PROFESSOR DEBORA SOUZA DISCIPLINA CIÊNCIAS SIMULADO: P3 Estrada da Água Branca, 2551 Realengo RJ Tel: (21) 3462-7520 www.colegiomr.com.br ALUNO TURMA 701 Questão 1

Leia mais

Respiração Comparada. Biologia Monitores: Bruna Maria e Thamirys Moraes 08, 09 e 10/07/2015. Material de Apoio para Monitoria

Respiração Comparada. Biologia Monitores: Bruna Maria e Thamirys Moraes 08, 09 e 10/07/2015. Material de Apoio para Monitoria Respiração Comparada 1. Observe os esquemas referentes a sistemas respiratórios animais. Com base nesses esquemas e em conhecimentos sobre o assunto, é INCORRETO afirmar-se que: a) 1 e 2 são comuns a vertebrados

Leia mais

Tabela de biologia - Anatomia Comparada SISTEMAS / GRUPOS ANIMAIS

Tabela de biologia - Anatomia Comparada SISTEMAS / GRUPOS ANIMAIS Tabela de biologia - Anatomia Comparada Tabela de anatomia comparada S / S ESPONGIÁRIOS Externamente o corpo é revestido por uma camada de células achatadas, os pinacócitos. Possuem um esqueleto interno

Leia mais

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 59 ARTRÓPODOS E EQUINODERMOS

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 59 ARTRÓPODOS E EQUINODERMOS BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 59 ARTRÓPODOS E EQUINODERMOS ixação F ) (UFF) Assim como os moluscos, anelídeos e artrópodes, os equinodermos também são 2 nvertebrados triploblásticos e celomados. A larva

Leia mais

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 04 RESPIRAÇÃO

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 04 RESPIRAÇÃO BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 04 RESPIRAÇÃO Fixação 1) (UFRJ) Os peixes apresentam grande variedade de adaptações a modos de vida diferentes no ambiente marinho. Entre os peixes carnívoros existem aqueles

Leia mais

Lista 2º ano/1ºtrim Biologia/prof. Karina CFNP

Lista 2º ano/1ºtrim Biologia/prof. Karina CFNP 1. (Ufg 2014) Analise a figura a seguir que representa a gástrula, uma estrutura embrionária. 02) Animais em que o blastóporo dá origem a boca e posteriormente surge o ânus são denominados deuterostômios.

Leia mais

Zoologia e Botânica. Biologia Monitores: Julio Junior e Thamirys Moraes 16, 17, 18 e 20/12/2015. Material de Apoio para Monitoria

Zoologia e Botânica. Biologia Monitores: Julio Junior e Thamirys Moraes 16, 17, 18 e 20/12/2015. Material de Apoio para Monitoria Zoologia e Botânica 1. A doença de Chagas atinge milhões de brasileiros, que podem apresentar, como sintoma, problemas no miocárdio, que levam à insuficiência cardíaca. Por que, na doença de Chagas, ocorre

Leia mais

ZOOLOGIA DE VERTEBRADOS CURSO: Ciências Biológicas 3º Ano 2º semestre

ZOOLOGIA DE VERTEBRADOS CURSO: Ciências Biológicas 3º Ano 2º semestre ZOOLOGIA DE VERTEBRADOS CURSO: Ciências Biológicas 3º Ano 2º semestre 1ª Aula 1ª Parte Cordados: diversidade, classificação e evolução Profa. Dra. Virgínia Sanches Uieda Departamento t de Zoologia - IB/UNESP/Botucatu

Leia mais

Colégio São Paulo. Disciplina: Ciências Profª. Marana Vargas 7º ano

Colégio São Paulo. Disciplina: Ciências Profª. Marana Vargas 7º ano Colégio São Paulo Disciplina: Ciências Profª. Marana Vargas 7º ano Características principais do Reino Animalia Reúne organismos eucariotos, pluricelulares e com nutrição heterotrófica. O reino apresenta

Leia mais

Curso Wellington: Biologia-Artrópode-Miriápodes- Características Gerais e Classificação Prof Hilton Franco

Curso Wellington: Biologia-Artrópode-Miriápodes- Características Gerais e Classificação Prof Hilton Franco 1. A cigarra e a formiga Era uma vez uma cigarra que vivia cantando, sem se preocupar com o futuro. Encontrando uma formiga que carregava uma folha pesada, falou: - Para que todo esse trabalho? O verão

Leia mais

Jogo ProvocAção. ProvocAção 5.-

Jogo ProvocAção. ProvocAção 5.- Jogo ProvocAção Aprender brincando! Este foi o objetivo do desenvolvimento desse jogo. É um importante instrumento de aprendizagem, possuiu múltiplos usos e garante muita diversão e conhecimento para crianças,

Leia mais

1. Os óvulos de aves e répteis, por possuírem grande quantidade vitelo no pólo vegetativo, denominam-se:

1. Os óvulos de aves e répteis, por possuírem grande quantidade vitelo no pólo vegetativo, denominam-se: 1. Os óvulos de aves e répteis, por possuírem grande quantidade vitelo no pólo vegetativo, denominam-se: a) oligolécitos b) heterolécitos c) mediolécitos d) telolécitos e) centrolécitos 2. O esquema abaixo

Leia mais

Questão 01 Gabarito: 27 Comentário

Questão 01 Gabarito: 27 Comentário Questão 01 Gabarito: 27 Biologia 01. Correta, pois essa é a definição de metabolismo basal, que consiste nas reações que garantem a sobrevivência do indivíduo e dos seus tecidos. 02. Correta, uma vez que

Leia mais

O JOGO COMO RECURSO PARA APRENDIZAGEM DE ALUNOS EM CIÊNCIAS NATURAIS: UM ESTUDO A PARTIR DAS CONTRIBUIÇÕES DE VYGOTSKY

O JOGO COMO RECURSO PARA APRENDIZAGEM DE ALUNOS EM CIÊNCIAS NATURAIS: UM ESTUDO A PARTIR DAS CONTRIBUIÇÕES DE VYGOTSKY O JOGO COMO RECURSO PARA APRENDIZAGEM DE ALUNOS EM CIÊNCIAS NATURAIS: UM ESTUDO A PARTIR DAS CONTRIBUIÇÕES DE VYGOTSKY Mariana Silva Lustosa (1); Josenilde Bezerra de Souza Costa (1); Eduardo Gomes Onofre

Leia mais

Artrópodes. - A enorme diversidade de adaptação destes animais permite que sobrevivam em todos os habitats.

Artrópodes. - A enorme diversidade de adaptação destes animais permite que sobrevivam em todos os habitats. Artrópodes - O filo Arthropoda (Artrópodes) possui um número muito grande de animais, o maior grupo com espécies diferentes; - A enorme diversidade de adaptação destes animais permite que sobrevivam em

Leia mais

Gabarito de Biologia Frente 2

Gabarito de Biologia Frente 2 Gabarito de Biologia Frente 2 Módulo 09 Moluscos e Anelídeos Questão 01 A Nestes animais apenas um plano corta o animal em partes simétricas (simetria bilateral). Apresentam uma cavidade corpórea tatalmente

Leia mais

OFICINA DE JOGOS APOSTILA DO PROFESSOR

OFICINA DE JOGOS APOSTILA DO PROFESSOR OFICINA DE JOGOS APOSTILA DO PROFESSOR APRESENTAÇÃO Olá professor, Essa apostila apresenta jogos matemáticos que foram doados a uma escola de Blumenau como parte de uma ação do Movimento Nós Podemos Blumenau.

Leia mais

PROPOSTAS DE TRABALHO PARA OS ALUNOS A PARTIR DE JOGOS 2º ANO. Adriana da Silva Santi Coordenação Pedagógica de Matemática

PROPOSTAS DE TRABALHO PARA OS ALUNOS A PARTIR DE JOGOS 2º ANO. Adriana da Silva Santi Coordenação Pedagógica de Matemática PROPOSTAS DE TRABALHO PARA OS ALUNOS A PARTIR DE JOGOS 2º ANO Adriana da Silva Santi Coordenação Pedagógica de Matemática Piraquara Abril/214 1 JOGOS E PROPOSTAS DE TRABALHO PARA OS ALUNOS JOGO DOS 6 PALITOS

Leia mais

a) Indique a que filo cada um dos animais pertence: A: B:

a) Indique a que filo cada um dos animais pertence: A: B: valiação 1. baixo, temos a imagem de dois animais marinhos. mbos são muito simples estruturalmente. Observe ambos e responda aos questionamentos. Imagin/rchivo SM/ID/ES Imagin/rchivo SM/ID/ES a) Indique

Leia mais

Ensino de Ciências nas séries iniciais: Ideias de atividades práticas

Ensino de Ciências nas séries iniciais: Ideias de atividades práticas Ensino de Ciências nas séries iniciais: Ideias de atividades práticas Lis Rejane Lopes Dutra Alexandre Lopes de Oliveira Lis Rejane Lopes Dutra Alexandre Lopes de Oliveira Produto educacional elaborado

Leia mais

Resoluções de Exercícios

Resoluções de Exercícios Resoluções de Exercícios BIOLOGIA IV 01 Embriologia Humana A espermatogônia é uma célula diploide (2n) e o espermatócito II é uma célula haploide (n), portanto, a espermatogônia terá o dobro do número

Leia mais

Artrópodes. Profº Fernando Belan - BIOLOGIA MAIS

Artrópodes. Profº Fernando Belan - BIOLOGIA MAIS Artrópodes Profº Fernando Belan - BIOLOGIA MAIS Artrópodes Triblásticos Celomados Protostômios Simetria Bilateral Artrópodes Sistema nervosos ganglionar ventral hiponeuro. Sistema digestório completo Sistema

Leia mais

2ªsérie B I O L O G I A QUESTÃO 1 QUESTÃO 2 QUESTÃO 4 QUESTÃO 3. 4º período

2ªsérie B I O L O G I A QUESTÃO 1 QUESTÃO 2 QUESTÃO 4 QUESTÃO 3. 4º período ªsérie B I O L O G I A 4º período QUESTÃO A ilustração a seguir mostra vários personagens do popular desenho "Bob Esponja", muitos pertencentes ao reino Animal. Com o auxílio da ilustração, responda aos

Leia mais

Moluscos, animais de corpo mole

Moluscos, animais de corpo mole Moluscos, animais de corpo mole Animais com sistema circulatório, sistema respiratório e celoma verdadeiro Equipe de Biologia Relação filogenética do filo Mollusca http://www.vejaki.com.br/page/168/ http://comdek888.wordpress.com/2010/05/19

Leia mais

Solução Comentada Prova de Biologia

Solução Comentada Prova de Biologia 11. Em relação à importância dos organismos autotróficos na modificação da atmosfera na Terra primitiva, analise as proposições abaixo e marque com V as verdadeiras e com F as falsas. 1 ( ) Com a liberação

Leia mais

Moluscos, animais de corpo mole

Moluscos, animais de corpo mole Moluscos, animais de corpo mole Animais com sistema circulatório, sistema respiratório e celoma verdadeiro Equipe de Biologia Relação filogenética do filo Mollusca http://www.vejaki.com.br/page/168/ Representantes

Leia mais

OBJETIVO Baixar o maior número de pares (duas cartas com o mesmo personagem) e não terminar com o Mico nas mãos.

OBJETIVO Baixar o maior número de pares (duas cartas com o mesmo personagem) e não terminar com o Mico nas mãos. Jogo do Mico Número de jogadores: 3 + Baixar o maior número de pares (duas cartas com o mesmo personagem) e não terminar com o Mico nas mãos. Cartas de Vilão e Item Mágico não devem ser utilizadas. Deixe

Leia mais

Biologia REINO ANIMAL - UNICAMP - VESTIBULARES DE 2016-2010

Biologia REINO ANIMAL - UNICAMP - VESTIBULARES DE 2016-2010 1. (Unicamp 2015) O estudo do desenvolvimento embrionário é importante para se entender a evolução dos animais. Observe as imagens abaixo. limpa e há diminuição na sua reprodução em temperaturas abaixo

Leia mais

2ª SÉRIE Ensino Médio

2ª SÉRIE Ensino Médio E n s in o F o r t e e d e R e s u l t a do s Estudante: Centro Educacio nal Juscelino K ub itschek G u a r á / Valp ar a íso Exercícios Rec. Semestral 2º Bimestre B I O L O G I A 2ª SÉRIE Ensino Médio

Leia mais

BIOLOGIA III Volume 1 RESOLUÇÕES DE EXERCÍCIOS CAPÍTULO 1

BIOLOGIA III Volume 1 RESOLUÇÕES DE EXERCÍCIOS CAPÍTULO 1 CAPÍTULO 1 BIOLOGIA III Volume 1 RESOLUÇÕES DE EXERCÍCIOS TAREFA DE CASA (BLOCO 01) 01. C A reprodução pode ocorrer entre tipos ou subespécies diferentes (raças), mas os indivíduos devem ser da mesma espécie

Leia mais

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA 2º Trimestre. 3 ano DISCIPLINA: BIOLOGIA B

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA 2º Trimestre. 3 ano DISCIPLINA: BIOLOGIA B ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA 2º Trimestre 3 ano DISCIPLINA: BIOLOGIA B Observações: 1- Antes de responder às atividades, releia o material entregue sobre Sugestão de Como Estudar. 2 - Os exercícios

Leia mais

FILO CHORDATA. Anfioxo. Ascídia

FILO CHORDATA. Anfioxo. Ascídia FILOS ANIMAIS FILO CHORDATA O filo apresenta cerca de 50.000 espécies distribuídas entre protocordados e vertebrados. Protocordados cordados mais simples, pequenos e exclusivamente marinhos não são muito

Leia mais

BIOLOGIA ANATOMIA E FISIOLOGIA ANIMAL PROF ESTEVAM DIGESTÃO

BIOLOGIA ANATOMIA E FISIOLOGIA ANIMAL PROF ESTEVAM DIGESTÃO BIOLOGIA ANATOMIA E FISIOLOGIA ANIMAL PROF ESTEVAM CONTEÚDO: Digestão e Circulação DIGESTÃO O processo de digestão é um dos primordiais dos seres vivos por ser por meio dele que se adquire a matéria necessária

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE CIÊNCIAS

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE CIÊNCIAS ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE CIÊNCIAS Nome: Nº 7º Ano Data: / / 2015 Professor(a): Nota: (Valor 1,0) 3º Bimestre A - Introdução Neste bimestre começamos a estudar o reino animal com toda sua fantástica diversidade.

Leia mais

Qual (is ) das imagens abaixo também representa/m uma esponja?

Qual (is ) das imagens abaixo também representa/m uma esponja? INVERTEBRADOS: Poríferos Qual (is ) das imagens abaixo também representa/m uma esponja? Os poríferos constituem o filo composto pelos animais de estrutura corporal mais simples. São conhecidos como esponjas.

Leia mais

Características Gerais dos Animais

Características Gerais dos Animais Características Gerais dos Animais 0 Reino Animalia ou Metazoa é formado por organismos pluricelulares; heterótrofos e eucariontes. No entanto, entre eles alguns não formam órgãos e portanto não apresentam

Leia mais

Aula 13.2 Conteúdo. O reino dos animais Poríferos e Cnidários CONTEÚDO E HABILIDADES APRENDER A APRENDER APRENDER A APRENDER FAZENDO E APRENDENDO

Aula 13.2 Conteúdo. O reino dos animais Poríferos e Cnidários CONTEÚDO E HABILIDADES APRENDER A APRENDER APRENDER A APRENDER FAZENDO E APRENDENDO A A Aula 13.2 Conteúdo O reino dos animais Poríferos e Cnidários 2 A A Habilidades Conhecer a diversidade de animais Compreender algumas características utilizadas para identificar animais vertebrados

Leia mais

Protocolo experimental

Protocolo experimental Protocolo experimental Sherlock-Holmes: na pista de invertebrados marinhos Enquadramento Teórico Do esforço de discernir ordem na incrível diversidade da vida, nasceu a sistemática. A sistemática pode

Leia mais

FILO CHORDATA. Cordados

FILO CHORDATA. Cordados FILO CHORDATA Cordados Cordados Notocorda Triblásticos Deuterostômios Simetria Bilateral Epineuro Celomados 2 Características presentes em todos Notocorda; Fendas na faringe; Tubo nervoso dorsal; Cauda

Leia mais

Planejamento de PIE- Guilherme de Almeida. 2º EM Biologia Frente B. Prof. Jairo José Matozinho Cubas

Planejamento de PIE- Guilherme de Almeida. 2º EM Biologia Frente B. Prof. Jairo José Matozinho Cubas Planejamento de PIE- Guilherme de Almeida 2º EM Biologia Frente B Prof. Jairo José Matozinho Cubas Lista de exercícios referentes ao primeiro trimestre: CONTEÚDO: Cordados 1. (Uel 2014) Nos últimos 10.000

Leia mais

Professor: CRISTINO RÊGO Disciplina: CIÊNCIAS Assunto: VERTEBRADOS: RÉPTEIS AVES E MAMÍFEROS BATERIA DE EXERCÍCIOS 7º ANO

Professor: CRISTINO RÊGO Disciplina: CIÊNCIAS Assunto: VERTEBRADOS: RÉPTEIS AVES E MAMÍFEROS BATERIA DE EXERCÍCIOS 7º ANO Professor: CRISTINO RÊGO Disciplina: CIÊNCIAS Assunto: VERTEBRADOS: RÉPTEIS AVES E MAMÍFEROS Belém /PA BATERIA DE EXERCÍCIOS 7º ANO 1 Analise as afirmativas abaixo e assinale a alternativa incorreta: a)

Leia mais

Programadores e Problemas: Instruções. Introdução. Seu Objetivo. Configuração. Instruções do jogo equipe evolução 5/5/2006 v2.0

Programadores e Problemas: Instruções. Introdução. Seu Objetivo. Configuração. Instruções do jogo equipe evolução 5/5/2006 v2.0 Programadores e Problemas: Instruções Introdução Problemas e Programadores é um jogo educacional na área de engenharia de software. Ele é dirigido a estudantes que já têm conhecimento entre o básico e

Leia mais

BIOLOGIA. Prof. Fred CORDADOS. 1) Invertebrados. 1.A) Subfilo Urocordata ou tunicados. Ex: Ascidia. 1.B) Subfilo Cefalocordata. Ex. Anfioxo.

BIOLOGIA. Prof. Fred CORDADOS. 1) Invertebrados. 1.A) Subfilo Urocordata ou tunicados. Ex: Ascidia. 1.B) Subfilo Cefalocordata. Ex. Anfioxo. BIOLOGIA Prof. Fred CORDADOS 1) Invertebrados. 1.A) Subfilo Urocordata ou tunicados. Ex: Ascidia. 1.B) Subfilo Cefalocordata. Ex. Anfioxo. 2) Vertebrados 2) Sibfilo Vertebrata (EUCORDATAS). 2.A) Superclasse

Leia mais

COLÉGIO MONS. JOVINIANO BARRETO 52 ANOS DE HISTÓRIA ENSINO E DISCIPLINA

COLÉGIO MONS. JOVINIANO BARRETO 52 ANOS DE HISTÓRIA ENSINO E DISCIPLINA GABARITO AV. PARCIAL DISCIPLINA: QUI. I e II / BIO. I e II COLÉGIO MONS. JOVINIANO BARRETO 52 ANOS DE HISTÓRIA ENSINO E DISCIPLINA QUEM NÃO É O MAIOR TEM QUE SER O MELHOR Rua Frei Vidal, 1621 São João

Leia mais

Gabarito: GABARITO- 2ª CHAMADA- 1º ANO QUIMICA- EDUARDO. Resposta da questão 1: [B] Resposta da questão 2: [D] Resposta da questão 3: [D]

Gabarito: GABARITO- 2ª CHAMADA- 1º ANO QUIMICA- EDUARDO. Resposta da questão 1: [B] Resposta da questão 2: [D] Resposta da questão 3: [D] GABARITO- 2ª CHAMADA- 1º ANO QUIMICA- EDUARDO Gabarito: Resposta da questão 1: [B] Resposta da questão 2: [D] Resposta da questão 3: [D] Resposta da questão 4: [A] Resposta da questão 5: [B] Resposta da

Leia mais

4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Atividades de Ciências Nome:

4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Atividades de Ciências Nome: 4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Atividades de Ciências Nome: 1) Observe esta figura e identifique as partes do vegetal representadas nela. Posteriormente, associe as regiões identificadas às funções

Leia mais

Roteiro de Estudos de Ciências 7 ANO. 3º trimestre

Roteiro de Estudos de Ciências 7 ANO. 3º trimestre Ciências/15 7º ano Turma: 3º trimestre Nome: Data: / / 7ºcie303r Roteiro de Estudos de Ciências 7 ANO 3º trimestre O que estudamos no terceiro trimestre? No terceiro trimestre finalizamos nosso estudo

Leia mais

Os animais. Eliseu Tonegawa mora com a família - a. www.interaulaclube.com.br. nova

Os animais. Eliseu Tonegawa mora com a família - a. www.interaulaclube.com.br. nova A U A UL LA Os animais Atenção Eliseu Tonegawa mora com a família - a esposa, Marina, e três filhos - num pequeno sítio no interior de São Paulo. Para sobreviver, ele mantém algumas lavouras, principalmente

Leia mais

DOENÇAS VIRAIS: UM DIÁLOGO SOBRE A AIDS NO PROEJA

DOENÇAS VIRAIS: UM DIÁLOGO SOBRE A AIDS NO PROEJA DOENÇAS VIRAIS: UM DIÁLOGO SOBRE A AIDS NO PROEJA Graciane Marchezan do Nascimento Lopes Instituto Federal Farroupilha Câmpus Alegrete Introdução Há um grande número de doenças transmissíveis que causam

Leia mais

Projeto: Filhotes. Eixo: Natureza e Sociedade Duração: Setembro/Outubro de 2012 Infantil I

Projeto: Filhotes. Eixo: Natureza e Sociedade Duração: Setembro/Outubro de 2012 Infantil I Projeto: Filhotes Eixo: Natureza e Sociedade Duração: Setembro/Outubro de 2012 Infantil I Justificativa: A escolha da temática FILHOTES para o infantil I se deve ao fato de que os animais em geral provocam

Leia mais

O reino Animalia. Os animais e sua classificação. Invertebrados e vertebrados T E M A 2

O reino Animalia. Os animais e sua classificação. Invertebrados e vertebrados T E M A 2 O reino Animalia T E M A 2 53 54 UNIDADE 2 Os animais e sua classificação Neste tema, você avançará em seus conhecimentos sobre os seres vivos, ao estudar o reino Animalia Vai identificar alguns grupos

Leia mais

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE III

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE III REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO 3 AULA: 18.1 REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE III 2 REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO 3 Reino Animal 3 REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO 3 Apesar da grande diversidade, quase todos os animais

Leia mais

6Ï$%5$48$1'2$8725,=$'2

6Ï$%5$48$1'2$8725,=$'2 COLE AQUI A ETIQUETA. 6Ï$%5$48$1'2$8725,=$'2 /HLDDWHQWDPHQWHDVLQVWUXo}HVTXHVHVHJXHP 1 - Este caderno contém VHLV questões, constituídas de itens e subitens, abrangendo um total de TXDWRU]H páginas, numeradas

Leia mais

VII Mostra de Trabalhos ABC na Educação Científica - Mão na Massa

VII Mostra de Trabalhos ABC na Educação Científica - Mão na Massa NAS ÁRVORES DO JARDIM DA MINHA ESCOLA TEM... Adriana Ranzani Resumo A pesquisa sobre os animais que vivem nas árvores da escola Ludgero Braga, foi realizada com crianças do 2º ano A, durante o período

Leia mais

Ciências LIVRO 4 Unidade 1 Capítulo 2 Animais

Ciências LIVRO 4 Unidade 1 Capítulo 2 Animais Ludmila foi ao zoológico numa ecursão da escola. Ela e seus colegas de classe ficaram fascinados com a variedade de animais que viram e com seus modos de vida. Yolanda Alvarez/Archivo SM/ID/ES Na aula

Leia mais

GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: ALUNO(a):

GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: ALUNO(a): GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: DISCIPLINA: SÉRIE: 2º ano ALUNO(a): Lista de Exercícios NOTA: No Anhanguera você é + Enem Questão 01) São divididos em áscon, sícon e lêucon: a) Cnidários. b) Platelmintos.

Leia mais

Versão Online ISBN 978-85-8015-053-7 Cadernos PDE VOLUME I I. O PROFESSOR PDE E OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE Produção Didático-Pedagógica

Versão Online ISBN 978-85-8015-053-7 Cadernos PDE VOLUME I I. O PROFESSOR PDE E OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE Produção Didático-Pedagógica Versão Online ISBN 978-85-8015-053-7 Cadernos PDE VOLUME I I O PROFESSOR PDE E OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE Produção Didático-Pedagógica 2009 SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL

Leia mais

MATA ATLÂNTICA: CONHECER PARA PRESERVAR Pereira, Patrícia

MATA ATLÂNTICA: CONHECER PARA PRESERVAR Pereira, Patrícia MATA ATLÂNTICA: CONHECER PARA PRESERVAR Pereira, Patrícia Resumo O projeto se iniciou a partir da necessidade de ser apresentado esse conteúdo já previsto no material do PIC (Projeto Intensivo no Ciclo)

Leia mais