MANUAL DE TREINAMENTO Nível: avançado WORDFAST CLASSIC. Índice. Pág. 1 / 60

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DE TREINAMENTO Nível: avançado WORDFAST CLASSIC. Índice. Pág. 1 / 60"

Transcrição

1 MANUAL DE TREINAMENTO Nível: avançado WORDFAST CLASSIC Índice Copyright , Yves Champollion Manual traduzido por Flávio Deny Steffen Revisado e adaptado por Roger Chadel Como usar este guia...3 Pré-requisitos...4 Hardware e software...4 Wordfast 5 ou versão mais recente...4 Dados a serem usados pelos alunos...4 Sessão Gerenciamento de memória de tradução (TM)...6 Atributos...6 Como criar atributos...6 Personalização de atributos...7 Uso de atributos...8 Penalidades...9 Regras de Memórias de Tradução (TM)...10 Outras penalidades...12 O editor de dados...13 Uso de filtros...13 Filtros especiais...16 Regravar entradas usando uma máscara:...18 Classificação...19 Memória de tradução de segundo plano (BTM)...21 Memória de tradução muito grande VLTM...22 Sessão Cuidados especiais...25 Personalizando termos encaixáveis...25 Arquivos com tags...26 Campos e objetos...29 Campos traduzíveis...29 Notas de rodapé...31 Indicadores...31 A aba Tools do Wordfast...33 Seleção dos documentos a serem processados...33 Clean-up (Limpeza)...34 Analyse (Análise)...34 Quality-Check (Controle de qualidade)...34 Translate (Traduzir)...34 Extract (Extrair)...34 Sessão Gerenciamento de terminologia...35 FTR - Fuzzy Terminology Recognition (Reconhecimento de Terminologia Parecida)..35 Os campos F1, F2 e F3 na caixa de diálogo Add entry/edit entry do glossário...38 Criação de uma lista negra...39 Pág. 1 / 60

2 O editor de glossários...41 Uso de filtros...41 Filtros especiais...43 Classificação...45 Sessão Procura de referências...47 Pesquisa de contexto...47 Funções de referência...48 Métodos comuns para pesquisas de contexto e de referência...49 Recursos avançados da caixa de Pandora...49 Extra...57 PlusTools...57 Função Tools...57 Sub-função Files...57 Sub-função Find...57 Sub-função Stats...58 Função Align...59 Atualizações: Versão 1.0 Tradução do manual original por Flávio Steffen 05/10/2009 Versão 2.01 Revisão e adaptação da versão 1.0 para uso nos cursos de Wordfast 05/03/2010 Versão 2.02 Correções mínimas Pág. 2 / 60

3 Como usar este guia Este guia destina-se a instrutores que estiverem ministrando uma sessão de treinamento de Wordfast avançado. O Wordfast é uma ferramenta CAT (Computer-Assisted Translation Tradução Auxiliada por Computador) que se tornou popular entre tradutores. Dependendo do tempo disponível, o instrutor poderá dar explicações mais ou menos detalhadas. Este guia também pode ser usado pelos usuários do Wordfast para autotreinamento. Neste caso, devem ignorar qualquer texto com nota do instrutor, destinado aos instrutores e que tem função pedagógica. O material deste guia é dividido em quatro partes, cada uma correspondendo a uma sessão de 90 minutos, seguida por 15 minutos para perguntas e respostas. Eis uma visão geral das quatro sessões: Sessão 1 Gerenciamento de memória de tradução (TM) Atributos: visão geral, personalização Penalidades: visão geral, personalização Regras de TM. O editor de TM: uso de filtros; filtros especiais; classificação; TM de segundo plano (BTM); TM muito grande (VLTM). Sessão 2 Personalização de termos placeables Arquivos com tags; campos; hyperlinks; notas de rodapé; indicadores; Marcações A aba Tools do Wordfast Seleção de documentos a serem processados; Limpeza; Análise; Controle de qualidade; Tradução; Extração Sessão 3 Gerenciamento de terminologia Reconhecimento de terminologia parecida Campos F1, F2 e F3 Criação de uma lista negra O editor de glossários: uso de filtros; filtros especiais; classificação Sessão 4 Funções de referência Pesquisa de contexto Métodos comuns a ambos os métodos Recursos avançados da caixa de Pandora Sessão extra Plus Tools Pág. 3 / 60

4 Pré-requisitos Hardware e software Microsoft Word e Excel, a partir do pacote Office 97 da Microsoft ou versões mais recentes O treinamento é realizado em um computador com Microsoft Word TM e Microsoft Excel TM da Microsoft. F A sessão ideal de treinamento pressupõe que cada aluno tenha o seu laptop. Desta forma: a instalação do Wordfast, se necessário, será feita no computador do próprio aluno; tudo o que for aprendido no treinamento será lembrado muito melhor; algumas vezes, é difícil instalar o Wordfast em estações de trabalho de laboratórios de computadores, onde a segurança é alta, dificultando ou impossibilitando a inclusão de suplementos ou macros no MS- Word. Além disso, muitas sessões de treinamento são realizadas aos sábados, quando o administrador de rede está ausente, tornando a instalação do Wordfast em estações de trabalho praticamente impossível. Wordfast 5 ou versão mais recente O Wordfast Classic deve estar instalado e funcionando antes da sessão de treinamento. Assume-se que os alunos que participam de uma sessão de treinamento de nível avançado já usaram o Wordfast para fins profissionais. F Cada aluno deve baixar e instalar o Wordfast Classic antes da sessão de treinamento. Em outras palavras, a instalação do Wordfast deve fazer parte de uma sessão de treinamento para principiante. A prática demonstra que a instalação do Wordfast em diferentes computadores (diferentes sistemas, diferentes versões do MS-Office, diferentes idiomas, teclado, drivers etc.) pode atrasar de modo significativo o início da sessão de treinamento, pois o instrutor tem que resolver casos individuais. Nos raros casos em que um aluno tentou mas falhou na instalação do Wordfast seguindo as etapas do manual, deve chegar um pouco mais cedo para que o instrutor possa instalar o Wordfast antes de a sessão de treinamento começar. F F Este treinamento está baseado na versão Wordfast Classic (chamada anteriormente de Wordfast 5), que roda em conjunto com o Word. A versão Wordfast Pro (chamada até 2008 de Wordfast 6) tem um conceito totalmente diferente, com seu editor próprio. Como a versão Classic continua disponível, e continuará a ser atualizada, os usuários licenciados de Wordfast podem usar qualquer uma das versões sem custo adicional. A versão Pro foi desenvolvida em Java e roda, portanto, em vários sistemas operacionais e não depende do Word. Mas a grande maioria dos tradutores, que domina o Word, prefere o Wordfast Classic. Neste documento qualquer referência a Wordfast implica necessariamente na versão Wordfast Classic. Neste documento usaremos indistintamente os termos Word e MS-Word ou Excel e MS-Excel. São componentes do Microsoft Office. Dados a serem usados pelos alunos A sessão de treinamento fará uso dos seguintes dados: 1. um documento de exemplo (fornecido pelo instrutor) no formato DOC do Word, com algumas frases a serem traduzidas. Pág. 4 / 60

5 2. um glossário de exemplo (fornecido ao aluno) que contém alguns poucos termos que serão encontrados no documento de exemplo. 3. uma memória de tradução (TM) com mais de cem linhas. Os alunos devem criar uma pasta que será usada para a sessão de treinamento (por exemplo: C:\treinamentoWF\ onde esses arquivos ficarão localizados. F Conselho ao instrutor: Recomendamos distribuir os dados e arquivos acima mencionados pela Internet (anexo a um ou disponibilizá-los para download (baixa de arquivos) aos alunos antes da sessão de treinamento. Certamente, haverá alunos de última hora juntando-se à sessão de treinamento sem ter recebido previamente os dados. O instrutor deve armazenar esses dados em um pendrive USB. Recomenda-se também ter os dados em um disquete para alunos que possuam a plataforma Windows 98, que exige drivers específicos para dispositivos USB. O instrutor também deve ter o arquivo wordfast.dot em um pendrive e/ou disquete caso precisar ajudar na instalação do Wordfast. Nota do revisor Este manual foi escrito em 2006 e em seguida traduzido por Flávio Steffen, que tem tido a preocupação de fazer o mesmo com todas as publicações da Wordfast. Para poder dar meus cursos (www.chadel.com.br) tive que atualizá-lo. Ele está, tanto quanto possível, atualizado para a versão 5.61 do Wordfast Classic. Entretanto falhas podem ocorrer, e eu agradeço ao leitor que as apontar, enviando-me uma nota no endereço Pág. 5 / 60

6 Sessão 1 Gerenciamento de memória de tradução (TM) Atributos Definição: Atributos são categorias gerais (por exemplo, Assunto, Cliente etc.). Um atributo (uma categoria, como Assunto ) pode possuir diversos valores de atributos, como Legal, Eletrônico, Medical, etc. Esses valores de atributos são aplicados a unidades de tradução (TU) durante uma sessão de tradução. Eles são gravados junto com a TU e são parte integral da TU. É possível alterar esses valores de atributo quando se muda de sessão de tradução. É por isso que uma TM em particular pode conter TUs com diferentes valores de atributo. Exemplo. Um tradutor deseja manter todas as traduções de um determinado cliente em uma única memória de tradução (TM). Entretanto, para esse cliente ele fará traduções sobre diversos assuntos: mecânica, eletrônica, legal e geral. Ele acrescenta um atributo Subject a sua TM, que receberá quatro valores de atributo correspondentes a quatro assuntos: mecânica, eletrônica, legal e geral. Quando ele iniciar uma sessão de tradução sobre um assunto em particular, primeiro seleciona o valor de atributo apropriado (por exemplo, Legal ) na aba Wordfast > Translation memory > TM Attributes. As TUs geradas daí em diante receberão um código (o código de valor de atributo Legal ) até que o tradutor altere o valor de atributo. Posteriormente, isso permitirá extrair todas as TUs Legal da TM desse cliente e também das de outros clientes e criar uma grande TM somente de tradução legal, que não é específica de cliente. Resumidamente, atributos podem tornar possível o gerenciamento de TM. Os atributos 2 a 5 são opcionais: uma memória de tradução e as unidades de tradução que ela contiver podem existir sem esses atributos. O primeiro de todos os atributos (User ID), normalmente está definido e sempre ativo e aparece em todas as TUs recém geradas. Como criar atributos Inicie o Wordfast. Clique na aba Translation memory (Memória de tradução) e em seguida clique na guia Attributes. Deve aparecer a seguinte tela (como o Wordfast sofre atualizações constantes, é possível que na sua versão haja alguma diferença mínima de layout): Pág. 6 / 60

7 Os atributos são vinculados a uma memória de tradução específica (a TM que é exibida na guia TM ou, em outras palavras, a TM atual ). Essa TM deve estar ativa. Há cinco atributos, numerados de 1 a 5, mas o atributo #1 ( User ID ) será sempre o usuário, como definido no Word. Os valores de atributo (os diferentes valores que um atributo pode assumir e que são listados na lista suspensa abaixo) são compostos por um código ou mnemônico (1 a 10 letras, sem qualquer espaço), seguido por um espaço, seguido por uma descrição, onde são permitidos espaços. Para ver um conjunto de atributos de amostra que ilustram tudo o que foi dito acima, clique no botão Sample. Observe os diversos valores de atributo para os atributos 2 e 3. Personalização de atributos F O atributo #1 é reservado ao User ID, isto é, suas iniciais e nome (do tradutor). Se não forem especificados iniciais ou nome, o Wordfast usa as iniciais e o nome da aba Usuário do Word, da caixa de diálogo Ferramentas > Opções. Uma TM aceita identidades de até 16 tradutores. Se uma TM for manipulada por diferentes tradutores, você pode ver suas diversas iniciais e nomes na lista de valores de atributo #1. F Lembre-se de marcar a caixa de seleção Enable penalies em Translation Memory > Attributes. Para criar, editar ou eliminar valores de atributos, clique na lista suspensa inferior e use as teclas Insert ou +, Enter e Del ou. Digite valores de atributo com o seguinte formato: mnemônico, espaço e descrição como, por exemplo: Pág. 7 / 60

8 EL Eletrônica Por padrão, o Wordfast usa o atributo #2 para o assunto da tradução e o atributo #3 para o cliente. Isso se tornou um padrão aceito e facilita a troca de memórias de tradução. Entretanto, você pode alterar os nomes dos atributos 2 a 5 conforme suas próprias necessidades. Para fazer isso, clique na lista superior e, pressione a tecla Enter e digite um nome de atributo (uma palavra, sem qualquer espaço). Dê nomes a alguns atributos; digite alguns valores de atributo. Uso de atributos Clique nos atributos 1 a 3, um após o outro, na lista superior. O valor de atributo que aparecer na lista suspensa inferior é o valor de atributo ativo no momento. Esse é o valor que será gravado em qualquer unidade de tradução (TU) que você criar daí em diante ou durante sessões de tradução, até você alterar novamente os valores de atributo. Demonstração Feche o Wordfast. Em um documento de teste, abra uma sessão de tradução e traduza pelo menos um segmento. Feche a sessão de tradução Clique no ícone do Data editor (Editor de dados em versões anteriores era chamado de TM Editor Editor de TM) na barra de ferramentas do Wordfast para abrir a memória de tradução ativa no momento. Deve aparecer a seguinte tela: No Editor de Dados, pressione a tecla End de seu teclado para trocar para a última TU do arquivo. Se a tela estiver limitada aos segmentos de origem e destino, clique no símbolo esquerda dos títulos de coluna. Agora, você deve ver todas as TUs com seus valores de atributo, conforme você os definiu: à Pág. 8 / 60

9 Aqui, foram aplicados às TUs dois atributos: EL e ST, que correspondem ao valor EL Eletrônica do atributo Subject e ao valor ST SuperTron do atributo Client. Uma mesma TM pode conter TUs com diferentes valores de atributo. Penalidades Os atributos podem ser usados para lidar com grandes quantidades de TUs espalhadas em diferentes memórias de tradução (TM). Com o Editor de TM, você pode filtrar TUs com base em seus valores de atributo e você pode copiá-las e colá-las em outra TM. Você também pode usar atributos para aplicar penalidades a alguns atributos ou a alguns valores de atributo. Vamos supor que você trabalhe em uma equipe e troca e consolida frequentemente suas TMs. Um de seus colegas é novato e você considera que suas traduções não são muito confiáveis. Você pode definir uma penalidade de 5 pontos para esse tradutor. Como resultado, qualquer tradução sugerida por esse tradutor nunca aparecerá como 100%, mas como 95% na melhor das hipóteses. Penalidades absolutas Para aplicar uma penalidade absoluta a um valor de atributo: na aba Translation memory, guia TM Attributes, edite esse valor de atributo (clique no atributo pertinente na lista superior e então clique na lista suspensa inferior e então pressione Enter) JS Jaime Silva (5) De agora em diante, qualquer TU sugerida por traduções feitas por Jaime Silva receberá uma penalidade de 5 pontos. Pág. 9 / 60

10 Penalidades relativas Para aplicar uma penalidade relativa a um atributo: na aba Translation memory, guia Attributes, edite esse atributo (clique no atributo pertinente na lista superior e então pressione Enter) Digite o valor da penalidade entre parênteses, conforme mostrado abaixo: Cliente (5) Daí em diante, qualquer TU sugerida receberá 5 pontos de penalidade se o valor de atributo cliente que você tiver definido for diferente do cliente cujo código de valor de atributo esteja na TU sugerida. F Recomenda-se usar valores de penalidade baixos. Uma penalidade de um ponto permite que você nunca considere uma sugestão de 100% como 100%, ou verde, que é a finalidade essencial desse método. Pode-se considerar 5 pontos como o máximo. Além desse valor, a combinação de uma indicação de fuzzy com uma penalidade pode fazer com que o valor de coincidência fique abaixo do valor mínimo de sugestão de TUs da TM, o que pode fazer com que você não receba essa sugestão parecida. Regras de Memórias de Tradução (TM) As regras de memória de tradução (TM) determinam o que o Wordfast deve fazer quando unidades de tradução forem geradas e a TM já possuir uma TU com o mesmo segmento de origem. O comportamento padrão do Wordfast é aceitar somente uma versão de um segmento de origem. É possível configurar o Wordfast para aceitar mais de uma TU com o mesmo segmento de origem, mas não se pode ter certeza do grau de complexidade envolvido. Em uma TM grande, a proliferação de entradas redundantes, mesmo sendo razoável, forçará você algum dia a despender horas fazendo manutenção de TUs, determinando o que deve ser mantido e descartado. O comportamento padrão do Wordfast é não aceitar TUs redundantes, com o mesmo segmento de origem. Qualquer TU que tenha sido editada (deu uma coincidência de 100% e a tradução está sendo modificada) substitui a anterior. Inicie o Wordfast. Clique na aba Translation memory, em seguida clique na guia TM rules (Regras de TM). Deve aparecer a seguinte tela: Pág. 10 / 60

11 Há duas razões principais para que apareçam entradas redundantes (com o mesmo segmento de origem) em uma TM: 1. Uso: Já existe uma TU que está sendo sugerida com equivalência igual a 100%. Entretanto, os valores de atributo para a sua atual sessão de tradução são diferentes dos valores armazenados na TU. O Wordfast deve gravar em cima da TU original, com os novos valores de atributo ou deve manter os atributos de TU existentes. 2. Edição: Já existe uma TU que está sendo sugerida com equivalência igual a 100%. Você edita ou altera o segmento de destino. O Wordfast deve gravar por cima da TU original que gerou a coincidência de 100% ou deve manter os atributos de TU existentes. Se a opção When re-using an existing Translation Unit... (Ao reutilizar uma Unidade de tradução existente, atualize-a se os atributos forem diferentes) estiver em 1, o Wordfast gravará em cima de uma TU com 100% de coincidência que tenha sido aceita tal qual, com o novo conjunto de valores de atributo conforme definidos na atual sessão de tradução. Ao editar o segmento de destino de uma TU sugerida com 100% de coincidência, se a opção When editing (changing) a 100% match... tiver o seguinte valor: 0. Incluir na TM, gravando por cima de uma TU existente: este é o valor padrão. O Wordfast grava sobre a TU existente que é substituída pela TU recém-criada. 1. Incluir na TM; grava sobre a TU existente se os atributos forem idênticos: o Wordfast grava a TU recém-editada na TM, mas a TU original somente será eliminada se todos seus valores de atributo (como User ID, Cliente, Subject, etc.) forem idênticos aos da nova TU. 2. Incluir na TM; não gravar sobre a TU existente: o Wordfast grava a TU recém-criada, mas não apaga a TU original da TM, mesmo se os atributos forem idênticos. Essa opção em geral não deve ser usada, exceto em projetos específicos, porque gera redundâncias. 3. Não incluir na TM: o Wordfast não grava a TU recém-criada nem apaga a TU original da TM. Pág. 11 / 60

12 As regras da memória de tradução são mantidas no cabeçalho da TM. É por isso que essas regras acompanham uma TM elas estão vinculadas a ela. Se você enviar essa TM a um colega, ele herdará essas regras assim que a TM passar a ser usada. Outras penalidades Outras penalidades estão previstas pelo Wordfast: Penalidades pelo tipo de memória utilizada: você pode determinar que sugestões vindas de determinados tipos de memória sejam penalizadas. Por exemplo, você pode determinar que as sugestões vindas da BTM tenham penalidade 1 (desconto de 1%) e as que vêm da VLTM tenham penalidade 2 (desconto de 2%). Aplique esta penalidade nas opções Penalty on TM, Penalty on BTM e Penalty on VLTM. Penalidades por diferenças entre maiúsculas e minúsculas. Se o Wordfast encontrar uma TU idêntica ao segmento apresentado, ele dirá que há 100% de coincidência, mesmo se algumas palavras tenham diferenças de maiúsculas ou minúsculas entre elas: Encontre-me no saguão. ENCONTRE-ME NO SAGUÃO. Se você não quiser que esse segundo segmento seja apresentado em verde, defina uma penalização de 1 ou 2 pontos na opção Penalty for case difference. Penalidades por números diferentes: quando a diferença entre o segmento a traduzir e uma TU ocorrer apenas nos algarismos, o Wordfast considera 100% coincidente e copia o conteúdo da TU no segmento de destino e copia os números do destino de origem. O processo levou 2 anos para ser concluído. O processo levou 7 anos para ser concluído. Se você preferir controlar essa cópia de algarismos, você pode dar uma penalização de 1 ou 2 pontos na opção Penalty for different numbers, fazendo com que o segmento de destino seja mostrado em amarelo. Uso de SmartTags: Este recurso tenta produzir propostas de 100% de equivalência em segmentos onde a única diferença está nas tags, e se a adição ou retirada de tags parece ser seguro. Exemplo: <p>o texto em negrito é este aqui. O texto em negrito é este aqui. na TM no documento No exemplo acima, o Wordfast ignorará a primeira tag <p> na TM para propor uma equivalência de 100%. A raposa marrom e o gato branco. A raposa marrom e o gato branco.<nbsp> na TM no documento No exemplo acima, o Wordfast adicionará uma tag <nbsp> no segmento proposto da TM. Ser ou não ser <emdash> eis a questão. na TM Pág. 12 / 60

13 Ser ou não ser - eis a questão. no documento No exemplo acima, o Wordfast ignorará a tag <emdash> na TM para propor uma equivalência de 100%. Se você desejar que este recurso fique ativo, coloque um valor diferente de zero na opção Use SmartTags TM technology. Penalidade pelo uso de SmartTags: Indique na opção Penalty for applying SmartTags TM quantos pontos de penalização deverão ser dados se for usado o recurso de SmartTags no segmento (somente para 100%). Penalidade por diferença de espaços: quando a única diferença entre o segmento a traduzir e o que está na TM for a quantidade de espaços entre as palavras, o Wordfast os ignora e dá 100% de equivalência. Se você desejar que o Wordfast lhe avise quando isso ocorrer, coloque o valor da penalidade na opção Penalty for whitespace difference. Penalidade por diferenças entre aspas, apóstrofes e hifens: quando a única diferença entre o segmento a traduzir e o que está na TM for o tipo de aspas, apóstrofes ou hifens, o Wordfast os ignora e dá 100% de equivalência. São esses casos: Aspas diferentes são: ", Apóstrofes diferentes são: ' ` Hifens diferentes são: - Observe que às vezes a aspa pode ser usada como aspa simples para fechar uma citação ou como apóstrofe. O Wordfast assume que é uma aspa quando houver outra aspa simples no segmento. Os casos a seguir são considerados como 100% equivalentes: Esta é uma "sentença entre aspas". Esta é uma sentença entre aspas. Esta é uma «sentença entre aspas». Se você desejar que o Wordfast não as considere equivalentes, aplique uma penalidade na opção Penalty for different quotes/apostrophes/dashes. O editor de dados Uso de filtros Clique no ícone do editor de dados na barra de ferramentas do Wordfast para iniciar o editor de TMs. Depois, clique na guia TM. Deve aparecer a seguinte tela: Pág. 13 / 60

14 Pressione a tecla de função F7 ou clique no botão Tools (ferramentas) ou clique em qualquer título de coluna. Deve aparecer a caixa de ferramentas : Os filtros são usados para que a exibição mostre somente TUs que coincidam com uma determinada condição ou filtro. Essas condições devem ser digitadas na caixa de texto Type your filter here... (digite seu texto aqui..). Elas devem ter sempre o seguinte formato: Campo Operador "Argumento" Pág. 14 / 60

15 Todos os campos disponíveis estão listados na primeira lista suspensa no canto superior direito. Assim como todos os operadores possíveis na lista suspensa logo abaixo. Por exemplo, se você quiser fazer uma pesquisa para encontrar os segmentos de origem que contêm a palavra is, selecione SourceText na primeira lista, & (que é o operador que significa contém ) na segunda e termine o comando digitando is. Você terá: SourceText & "is" A seguir, pressione Enter. A partir daí, somente as TUs que contêm a palavra is serão exibidas: Observe os seguintes pontos: 4. As TUs que não atendem a condição não são eliminadas. Simplesmente não aparecem. 5. Basta pressionar a tecla F8 para cancelar o filtro e voltar à exibição de todas as TUs. 6. Se você pressionar Ctrl+A (para marcar todas as TUs) antes de pressionar F8, você volta a exibir todas as TUs, mas aquelas que atenderam sua condição estão agora marcadas. Nesse momento, se você pressionar Ctrl+D, somente serão exibidas as TUs marcadas, como se o filtro estivesse atuando. Você já deve ter percebido que as possibilidades são infinitas. Além disso, é possível inserir duas condições vinculadas ao operador AND ou OR, como mostrado abaixo: que pode ser lido da seguinte maneira: SourceText & "is" AND Atribute2 = "EL" o texto de origem contém "is" e o atributo #2 é igual a "EL" Pág. 15 / 60

16 Quando um filtro tiver sido definido, é possível pressionar Ctrl+A (selecionar tudo) para marcar todas as TUs filtradas, a seguir pressionar Ctrl+C para copiá-las para a própria área de trabalho do Wordfast. É então possível abrir outra TM (Ctrl+O no editor de dados), a seguir pressionar Ctrl+V (colar) para colar as TUs copiadas anteriormente. Esse é um dos métodos mais usados. Filtros especiais Assim que você tiver aberto a caixa de ferramentas do editor de dados, clique na caixa de diálogo Special filters (aqui aparecem duas imagens porque a lista de filtros não cabe na janela): Pág. 16 / 60

17 Quando tiver sido selecionado um filtro especial, ele aparece na caixa de texto Type your filter here... Simplesmente clique em OK para executar este filtro especial. O filtro especial Mark redundant TUs (marcar TUs redundantes) Este primeiro grupo de filtros foi feito para marcar e depois remover TUs redundantes da memória de tradução. As diversas opções referem-se à maneira como uma entrada redundante é definida: 1. same source (mesma origem): somente TUs que tenham o mesmo segmento de origem são consideradas como redundantes. "Same source segment" (Mesmo segmento de origem) significa que, se o Wordfast tiver que compará-las, ele as classificaria como 100%. 2. same source+target (mesmas origem+destino): somente TUs que tenham o mesmo segmento de origem e o mesmo segmento de destino são consideradas como redundantes. 3. same source+target+attributes (mesmas origem+destino+atributos): somente TUs que tenham o mesmo segmento de origem, o mesmo segmento de destino e os mesmos atributos de valor são consideradas como redundantes. 4. same source+attributes (mesma origem+atributos): somente TUs que tenham o mesmo segmento de origem e os mesmos atributos de valor são consideradas como redundantes. Assim que este filtro for executado, as TUs dadas como redundantes são marcadas (mas não apagadas). É possível classificar a TM pelo segmento de origem (simplesmente clique com o botão direito no título de coluna Source), que agrupa entradas redundantes para inspeção mais rápida. Até onde for possível, o Wordfast mantém (não marca) a TU mais recente, conforme sua data e horário. Assim que as TUs redundantes tiverem sido marcadas, você pode pressionar Ctrl+X (cortar - esta operação pode ser desfeita com o atalho Ctrl+Y) para cortá-las. Pressione então Ctrl+Del para regravar a TM e apagar definitivamente as TUs recortadas. Também é possível recortar TUs redundantes uma a uma com a tecla Del. Assim que essa operação tiver sido feita, o atalho Ctrl+Del as apagará permanentemente. O filtro especial Reverse source and target (Inverter origem e destino) Este filtro inverte a direção da memória de tradução. É criada então uma nova TM, para que a TM existente não seja perdida. O Wordfast inverte os segmentos de origem e de destino, bem como os códigos de idiomas. Esta memória pode então ser usada em traduções cuja origem e destino forem invertidos. O filtro especial Export TM as TMX (exportar TM como TMX) Muitas vezes você precisa compartilhar sua memória com outros tradutores. Se esse tradutor também usar o Wordfast, basta dar-lhe a memória txt. Não se esqueça de primeiro reorganizar a memória (dentro da caixa do Wordfast, Translation Memory / TM / Reorganize). Se o tradutor usar outra ferramenta CAT, você precisa lhe enviar uma memória no formato TMX, compatível com a maioria das ferramentas CAT, o que é feito com esse filtro especial. O arquivo exportado terá o mesmo nome que a TM, mas com extensão.tmx. O filtro especial Rewrite as Unicode (regravar como Unicode) Esse filtro especial converte uma TM não Unicode (texto ANSI) em TM Unicode. A própria TM é regravada e não tem o nome alterado. O formato Unicode usado pelo Wordfast é sempre UTF-16. Este filtro é útil se a sua versão do Word não tiver a opção Salvar como... Pág. 17 / 60

18 em modo Unicode. O Bloco de Notas (ou Notepad nas versões em inglês) pode executar a mesma tarefa em sistemas Windows 2000 ou posteriores. O filtro especial Merge with another TM (mesclar com outra TM) Este filtro especial mescla a TM atual com outra TM de sua escolha. Mas ambas devem ser do mesmo modo, Unicode, ou não Unicode. Regravar entradas usando uma máscara: Entradas visíveis são aquelas que são mostradas no editor. Se um filtro estiver ativo, somente algumas entradas estão visíveis. Você precisa primeiro preparar a usar máscara. Para isso, dentro do editor de dados, clique no botão Tools, selecione o filtro especial Rewrite entries using a mask e depois clique em OK. Agora você pode: Digitar o sinal de igual (=) seguido por algum texto em qualquer campo, que substituirá o que for encontrado nos campos correspondentes em todas as entradas visíveis no arquivo (TM ou glossário); Digitar =null em um campo para apagar o conteúdo desse campo. Todos os campos que estão em branco na máscara continuarão intocados no arquivo. A máscara a seguir substituirá todos os campos User com FOO e apagará dos campos Attribute 2, 3, 4 e 5 de toda a TM (ou das TUs filtradas): Pág. 18 / 60

19 Classificação Clique no ícone do editor de dados na barra de ferramentas do Wordfast para iniciar o editor de TMs. Deve aparecer a seguinte tela: Pressione a tecla de função F7 ou clique no botão Tools. A caixa de diálogo TM Tools deve aparecer. Clique no botão Sort (Classificar). Agora, a caixa de diálogo Sort deve se parecer com esta: Pág. 19 / 60

20 Esta caixa de diálogo foi criada para classificar a memória de tradução por qualquer campo (coluna). F Observe que a TM também pode ser classificada pela quantidade de caracteres ou palavras que um segmento contiver, usando o critério SourceCharacters ou SourceWords. A classificação é usada em operações avançadas de gerenciamento de TM. A própria memória de tradução é classificada e regravada (e não somente a exibição dela), o que pode levar certo tempo em TMs grandes, com mais de TUs. Em todo caso, se o mesmo resultado puder ser obtido com filtragem em vez de com classificação, prefira a filtragem, que não regrava a TM. A ordem natural de uma TM é por data e hora, por que essa é a maneira como uma TM e normalmente criada, uma após a outra. Algumas vezes, a classificação pelo segmento de destino é útil para mostrar entradas redundantes. A classificação por um atributo é interessante, porque pode agrupar atributos por valores de atributo; mas a finalidade pode ser conseguida com um filtro, de forma que se recomenda sempre o uso de um filtro. Exemplo prático: Eu tenho uma TM antiga imensa que é a combinação de TUs de diversos tradutores. Quero essas entradas agrupadas por nome do usuário (tradutor). Também quero eliminar todas as entradas que têm um contador de uso menor que 2 e criadas antes de 31 de agosto de E então quero examiná-las uma por uma para eventualmente desmarcar algumas entradas se achar que elas podem ser úteis. Só aí eu apagarei todas as entradas marcadas que sobrarem. 1. Abra o editor de dados, clique no botão Tools. Certifique-se de estar na guia TM. 2. Selecione Sort on, e no menu suspenso, escolha User. Clique em OK. 3. Volte à caixa de ferramentas clicando em Tools, e crie o filtro a seguir: Pág. 20 / 60

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/35 LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS No Microsoft Office Word 2007 é possível automatizar tarefas usadas frequentemente criando

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Se ainda tiver dúvidas entre em contato com a equipe de atendimento: Por telefone: 0800 642 3090 Por e-mail atendimento@oisolucoespraempresas.com.br Introdução... 3 1. O que é o programa Oi Backup Empresarial?...

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar as características da interface do gerenciador de arquivos Konqueror. Através dele realizaremos as principais operações com arquivos

Leia mais

Acesso do teclado à faixa de opções

Acesso do teclado à faixa de opções Excel > Acessibilidade Atalhos do teclado no Excel 2010 Ocultar tudo Este artigo descreve o que são Dicas de Teclado e como você pode usá-las para acessar a faixa de opções. Ele também lista as teclas

Leia mais

Conceitos Fundamentais de Microsoft Word. Professor Rafael rafampsilva@yahoo.com.br www.facebook.com/rafampsilva

Conceitos Fundamentais de Microsoft Word. Professor Rafael rafampsilva@yahoo.com.br www.facebook.com/rafampsilva Conceitos Fundamentais de Microsoft Word Professor Rafael www.facebook.com/rafampsilva Introdução É um editor de texto ou processador de texto? editores de texto: editam texto (assim como uma máquina de

Leia mais

LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS

LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/36 LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS Macro Imprimir Neste exemplo será criada a macro Imprimir que, ao ser executada, deverá preparar a

Leia mais

Iniciação à Informática

Iniciação à Informática Meu computador e Windows Explorer Justificativa Toda informação ou dado trabalhado no computador, quando armazenado em uma unidade de disco, transforma-se em um arquivo. Saber manipular os arquivos através

Leia mais

Usando o Outlook MP Geral

Usando o Outlook MP Geral Usando o Outlook MP Geral Este guia descreve o uso do Outlook MP. Este guia é baseado no uso do Outlook MP em um PC executando o Windows 7. O Outlook MP pode ser usado em qualquer tipo de computador e

Leia mais

Vinte dicas para o Word 2007

Vinte dicas para o Word 2007 Vinte dicas para o Word 2007 Introdução O Microsoft Word é um dos editores de textos mais utilizados do mundo. Trata-se de uma ferramenta repleta de recursos e funcionalidades, o que a torna apta à elaboração

Leia mais

Teclas de atalho e de funções do Excel

Teclas de atalho e de funções do Excel s de atalho e de funções do Excel As listas a seguir contêm as telas de atalho -- combinações com CTRL -- as teclas de função e outras teclas de atalho comuns, além de uma descrição sobre sua funcionalidade.

Leia mais

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral MICROSOFT WORD 2007 George Gomes Cabral AMBIENTE DE TRABALHO 1. Barra de título 2. Aba (agrupa as antigas barras de menus e barra de ferramentas) 3. Botão do Office 4. Botão salvar 5. Botão de acesso à

Leia mais

Microsoft Word 97 Básico

Microsoft Word 97 Básico Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da Terceira Região Microsoft Word 97 Básico DIMI - Divisão de Microinformática e Redes Índice: I. Executando o Word... 4 II. A tela do Word 97... 6 III. Digitando

Leia mais

Dicas para usar melhor o Word 2007

Dicas para usar melhor o Word 2007 Dicas para usar melhor o Word 2007 Quem está acostumado (ou não) a trabalhar com o Word, não costuma ter todo o tempo do mundo disponível para descobrir as funcionalidades de versões recentemente lançadas.

Leia mais

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas GerNFe 1.0 Manual do usuário Página 1/13 GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas O programa GerNFe 1.0 tem como objetivo armazenar em local seguro e de maneira prática para pesquisa,

Leia mais

INTRODUÇÃO INICIANDO O WORD INSERIR TEXTO

INTRODUÇÃO INICIANDO O WORD INSERIR TEXTO SUMÁRIO 01 - INTRODUÇÃO 02 - INICIANDO O WORD 03 - INSERIR TEXTO 04 - SALVAR UM DOCUMENTO 05 - FECHAR UM DOCUMENTO 06 - INICIAR UM NOVO DOCUMENTO 07 - ABRIR UM DOCUMENTO 08 - SELECIONAR TEXTO 09 - RECORTAR,

Leia mais

Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7

Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7 Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7 Conteúdo Etapa 1: Saiba se o computador está pronto para o Windows 7... 3 Baixar e instalar o Windows 7 Upgrade Advisor... 3 Abra e execute o Windows 7

Leia mais

Microsoft Office Excel

Microsoft Office Excel 1 Microsoft Office Excel Introdução ao Excel Um dos programas mais úteis em um escritório é, sem dúvida, o Microsoft Excel. Ele é uma planilha eletrônica que permite tabelar dados, organizar formulários,

Leia mais

Curso de Navegadores e Internet

Curso de Navegadores e Internet Universidade Estadual do Oeste do Paraná Pró Reitoria de Extensão Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Colegiado de Licenciatura em Matemática Colegiado da Ciência da Computação Projeto de Extensão:

Leia mais

Solução de gerenciamento de sistemas Dell KACE K1000 Versão 5.5. Guia de gerenciamento de ativos. Julho de 2013

Solução de gerenciamento de sistemas Dell KACE K1000 Versão 5.5. Guia de gerenciamento de ativos. Julho de 2013 Solução de gerenciamento de sistemas Dell KACE K1000 Versão 5.5 Guia de gerenciamento de ativos Julho de 2013 2004-2013 Dell, Inc. Todos os direitos reservados. Qualquer forma de reprodução deste material

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft Word 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

Leia mais

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Informática - Básico Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Índice Apresentação...06 Quais são as características do Windows?...07 Instalando o Windows...08 Aspectos Básicos...09 O que há na tela do Windows...10

Leia mais

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel *

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * material do 2010* 1.0 Introdução O Excel nos ajuda a compreender melhor os dados graças à sua organização em células (organizadas em linhas e colunas) e ao uso

Leia mais

GERAL DE APLICATIVOS DO WINDOWS

GERAL DE APLICATIVOS DO WINDOWS PRINCIPAIS TECLAS DE ATALHO WINDOWS OBS: A TECLA WINDOWS É REPRESENTADA POR UMA BANDEIRINHA AO LADO DA TECLA ALT NA PARTE INFERIOR A ESQUERDA DO SEU TECLADO. ( ) Alt + Enter Alt + Esc Alt + F4 Alt + Tab

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PROFESSOR II INFORMÁTICA

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PROFESSOR II INFORMÁTICA 17 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PROFESSOR II INFORMÁTICA QUESTÃO 21 Analise as seguintes afirmativas sobre as ferramentas disponíveis no Painel de Controle do Microsoft Windows XP Professional, versão

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

Turma. PowerPoint 2003

Turma. PowerPoint 2003 PowerPoint 2003 Apresentação O Power Point é um aplicativo do Microsoft Office direcionado à criação de apresentações. Com ele você poderá criar rapidamente slides com esquemas, textos animados, sons e

Leia mais

Capítulo 12 Criando Páginas Web

Capítulo 12 Criando Páginas Web Guia do Iniciante Capítulo 12 Criando Páginas Web Salvando documentos como arquivos HTML Direitos Autorais Este documento é protegido por Copyright 2010 por seus contribuidores listados abaixo. Você pode

Leia mais

1. StickerCenter... 3. 2. Menu Broadcast Stickers... 4. 3. Menu MyStickers... 9

1. StickerCenter... 3. 2. Menu Broadcast Stickers... 4. 3. Menu MyStickers... 9 1. StickerCenter... 3 1.1. O que é?... 3 1.2. O que são Stickers?... 3 1.3. Como acessar o StickerCenter?... 3 1.4. Como atualizar o StickerCenter?... 3 2. Menu Broadcast Stickers... 4 2.1. O que é?...

Leia mais

Apostila Curso Inclusão Digital na Terceira Idade Módulo Avançado Unicruz 2015/1. João David G. Prevedello

Apostila Curso Inclusão Digital na Terceira Idade Módulo Avançado Unicruz 2015/1. João David G. Prevedello Apostila Curso Inclusão Digital na Terceira Idade Módulo Avançado Unicruz 2015/1 João David G. Prevedello Básico Teclado e Mouse Um teclado tem mais de 100 teclas, existem de várias cores, formatos, cabos,

Leia mais

Introdução ao X3. Exercício 1: Criando um registro de Contato

Introdução ao X3. Exercício 1: Criando um registro de Contato Introdução ao X3 Exercício 1: Criando um registro de Contato Inicie por adicionar um novo registro de Contato. Navegue para a tabela de Contato clicando na aba de Contato no alto da página. Existem duas

Leia mais

Agente Administrativo do MTE

Agente Administrativo do MTE PowerPoint 2003 Apresentação O Power Point é um aplicativo do Microsoft Office direcionado à criação de apresentações. Com ele você poderá criar rapidamente slides com esquemas, textos animados, sons e

Leia mais

Noções básicas do Microsoft Office TECLAS DE ATALHO WORD 2010

Noções básicas do Microsoft Office TECLAS DE ATALHO WORD 2010 Noções básicas do Microsoft Office TECLAS DE ATALHO WORD 2010 Exibir e usar janelas Alternar para a próxima janela. ALT + Tab Alternar para a janela anterior. ALT + SHIFT + Tab Fecha a janela ativa. CTRL

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice Índice Apresentação...2 Barra de Título...2 Barra de Menus...2 Barra de Ferramentas Padrão...2 Barra de Ferramentas de Formatação...3 Barra de Fórmulas e Caixa de Nomes...3 Criando um atalho de teclado

Leia mais

Lição 4 - Primeiros passos no Linux Ubuntu 11.04

Lição 4 - Primeiros passos no Linux Ubuntu 11.04 Lição 4 - Primeiros passos no Linux Ubuntu 11.04 Olá Aluno Os objetivos específicos desta lição são: - reconhecer o Ubuntu como mais uma alternativa de sistema operacional; - conhecer os elementos da área

Leia mais

FOXIT READER 6.0 Guia Rápido. Sumário... II Use o Foxit Reader 6.0... 1. Leitura... 5. Trabalhar em PDFs... 8. Comentários... 10. Formulários...

FOXIT READER 6.0 Guia Rápido. Sumário... II Use o Foxit Reader 6.0... 1. Leitura... 5. Trabalhar em PDFs... 8. Comentários... 10. Formulários... Sumário Sumário... II Use o Foxit Reader 6.0... 1 Instalar e desinstalar... 1 Abrir, Criar, Fechar, Salvar e Sair... 1 Definir o estilo da interface e da aparência... 4 Veja todas as diferentes ferramentas...

Leia mais

LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO

LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO 2013 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 REQUISITOS DO SISTEMA... 3 3 INSTALAÇÃO... 3 4 COMO COMEÇAR... 3 5 FORMULÁRIOS DE CADASTRO... 4 6 CADASTRO DE VEÍCULO... 6 7 ALINHAMENTO...

Leia mais

Programa de Edição de Textos- Profª Érica Barcelos CAPÍTULO 2

Programa de Edição de Textos- Profª Érica Barcelos CAPÍTULO 2 Programa de Edição de Textos- Profª Érica Barcelos CAPÍTULO 2 2. MANIPULAÇÃO DE DOCUMENTOS Os processadores de textos possibilitam a criação e a manipulação de diversos modelos de documentos. Com eles

Leia mais

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário Sumário Conceitos Microsoft Access 97... 01 Inicialização do Access... 02 Convertendo um Banco de Dados... 03 Criando uma Tabela... 06 Estrutura da Tabela... 07 Propriedades do Campo... 08 Chave Primária...

Leia mais

Teclas de Atalho - Microsoft Access

Teclas de Atalho - Microsoft Access Abrir bancos de dados Imprimir e salvar Atalho Função CTRL+O Para abrir um novo banco de dados CTRL+A Para abrir um banco de dados existente ALT+F4 Para sair do Microsoft Access CTRL+P Para imprimir o

Leia mais

Auto Treinamento. Versão 10.05.13

Auto Treinamento. Versão 10.05.13 Auto Treinamento Versão 10.05.13 Sumário 1. OBJETIVO... 3 2. CONCEITO DE BUSINESS INTELLIGENCE... 3 3. REALIZANDO CONSULTAS NO BI-PUBLIC... 4 3.2. Abrindo uma aplicação... 4 3.3. Seleções... 6 3.4. Combinando

Leia mais

Manual de Apoio ao Treinamento. Expresso

Manual de Apoio ao Treinamento. Expresso Manual de Apoio ao Treinamento Expresso 1 EXPRESSO MAIL É dividido em algumas partes principais como: Caixa de Entrada: local onde ficam as mensagens recebidas. O número em vermelho entre parênteses refere-se

Leia mais

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS 1) Clique duas vezes no arquivo ControlGasSetup.exe. Será exibida a tela de boas vindas do instalador: 2) Clique em avançar e aparecerá a tela a seguir: Manual de Instalação

Leia mais

Descobrindo e analisando. Qlik Sense 1.0.3 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados.

Descobrindo e analisando. Qlik Sense 1.0.3 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Descobrindo e analisando Qlik Sense 1.0.3 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Qlik,

Leia mais

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Índice Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter............... 1 Sobre a Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter................ 1 Requisitos de

Leia mais

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA. Microsoft Windows XP

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA. Microsoft Windows XP CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA Microsoft Windows XP William S. Rodrigues APRESENTAÇÃO WINDOWS XP PROFISSIONAL O Windows XP, desenvolvido pela Microsoft, é o Sistema Operacional mais conhecido e utilizado

Leia mais

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4 Mic crosoft Excel 201 0 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4 Interface... 4 Guias de Planilha... 5 Movimentação na planilha... 6 Entrada de textos e números... 7 Congelando painéis... 8 Comentários nas Células...

Leia mais

Neste capítulo veremos como se trabalha com fórmulas e funções que são as ferramentas que mais nos ajudam nos cálculos repetitivos.

Neste capítulo veremos como se trabalha com fórmulas e funções que são as ferramentas que mais nos ajudam nos cálculos repetitivos. Fórmulas e Funções Neste capítulo veremos como se trabalha com fórmulas e funções que são as ferramentas que mais nos ajudam nos cálculos repetitivos. Operadores matemáticos O Excel usa algumas convenções

Leia mais

Microsoft Office 2007

Microsoft Office 2007 Produzido pela Microsoft e adaptado pelo Professor Leite Júnior Informática para Concursos Microsoft Office 2007 Conhecendo o Office 2007 Visão Geral Conteúdo do curso Visão geral: A nova aparência dos

Leia mais

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA LEIAME Apresentação Nenhuma informação do TUTORIAL DO MICRO- SOFT OFFICE POWER POINT 2003 poderá ser copiada, movida ou modificada sem autorização prévia e escrita do Programador Roberto Oliveira Cunha.

Leia mais

9 (build 9.6) Guia do Usuário. Nota importante sobre o conteúdo deste guia

9 (build 9.6) Guia do Usuário. Nota importante sobre o conteúdo deste guia 9 (build 9.6) Guia do Usuário Nota importante sobre o conteúdo deste guia O guia do usuário completo do IRISPowerscan está disponível em inglês, francês e alemão. As versões deste guia do usuário em outros

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

Apostila Microsoft Word 2000

Apostila Microsoft Word 2000 Apostila Microsoft Word 2000 SUMÁRIO I. INTRODUÇÃO II. INSERIR TEXTO III. SALVAR UM DOCUMENTO IV. FECHAR UM DOCUMENTO V. INICIAR UM NOVO DOCUMENTO VI. ABRIR UM DOCUMENTO VII. SELECIONAR TEXTO VIII. RECORTAR,

Leia mais

Introdução ao BrOffice.org Writer 2.0

Introdução ao BrOffice.org Writer 2.0 Introdução ao BrOffice.org Writer 2.0 Matheus Santana Lima 18 de Julho de 2006 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 2. INSERIR TEXTO 3. SALVAR UM DOCUMENTO 4. FECHAR UM DOCUMENTO 5. INICIAR UM NOVO DOCUMENTO 6. ABRIR

Leia mais

Projeto solidário para o ensino de Informática Básica

Projeto solidário para o ensino de Informática Básica Projeto solidário para o ensino de Informática Básica Parte 2 Sistema Operacional MS-Windows XP Créditos de desenvolvimento deste material: Revisão: Prof. MSc. Wagner Siqueira Cavalcante Um Sistema Operacional

Leia mais

Manual do Editor de Menus do KDE. Milos Prudek Anne-Marie Mahfouf Lauri Watts Tradução: Marcus Gama Tradução: André Marcelo Alvarenga

Manual do Editor de Menus do KDE. Milos Prudek Anne-Marie Mahfouf Lauri Watts Tradução: Marcus Gama Tradução: André Marcelo Alvarenga Milos Prudek Anne-Marie Mahfouf Lauri Watts Tradução: Marcus Gama Tradução: André Marcelo Alvarenga 2 Conteúdo 1 Introdução 5 1.1 Casos de uso......................................... 6 1.1.1 Adaptar o

Leia mais

MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007

MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007 MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007 MÓDULO - I APRESENTAÇÃO... 1 AMBIENTE DE TRABALHO... 2 A folha de cálculo... 2 O ambiente de trabalho do Excel... 3 Faixas de Opções do Excel... 4 - Guia

Leia mais

Manual de Utilização do Easy Reader versão 6

Manual de Utilização do Easy Reader versão 6 Manual de Utilização do Easy Reader versão 6 Página 1 Índice Manual de Utilização do Easy Reader versão 6 1 O que é o EasyReader? 4 Abrir um livro 5 Abrir um novo livro de um CD/DVD 5 Abrir um novo livro

Leia mais

Microsoft Excel 2010

Microsoft Excel 2010 Microsoft Excel 2010 Feito por Gustavo Stor com base na apostila desenvolvida por Marcos Paulo Furlan para o capacitação promovido pelo PET. 1 2 O Excel é uma das melhores planilhas existentes no mercado.

Leia mais

Treinamento Outlook Express

Treinamento Outlook Express Ministério da Saúde Secretaria Executiva Departamento de Informática do SUS Treinamento Outlook Express Série A. Normas e Manuais Técnicos Brasília DF 2003 1 2003. Ministério da Saúde. É permitida a reprodução

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA - SC. MICROSOFT OFFICE - EXCEL 2007 Pág.: 1

TRIBUNAL DE JUSTIÇA - SC. MICROSOFT OFFICE - EXCEL 2007 Pág.: 1 EXCEL 2007 O Excel 2007 faz parte do pacote de produtividade Microsoft Office System de 2007, que sucede ao Office 2003. Relativamente à versão anterior (Excel 2003), o novo programa introduz inúmeras

Leia mais

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word 1 Iniciando o Word 2010 O Word é um editor de texto que utilizado para criar, formatar e imprimir texto utilizado para criar, formatar e imprimir textos. Devido a grande quantidade de recursos disponíveis

Leia mais

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar WINDOWS XP Wagner de Oliveira ENTRANDO NO SISTEMA Quando um computador em que trabalham vários utilizadores é ligado, é necessário fazer login, mediante a escolha do nome de utilizador e a introdução da

Leia mais

Atualizando do Windows XP para o Windows 7

Atualizando do Windows XP para o Windows 7 Atualizando do Windows XP para o Windows 7 Atualizar o seu PC do Windows XP para o Windows 7 requer uma instalação personalizada, que não preserva seus programas, arquivos ou configurações. Às vezes, ela

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft PowerPoint 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Encontre o que você precisa Clique

Leia mais

Trabalhando com banco de dados

Trabalhando com banco de dados Avançado Trabalhando com Aprenda a manipular dados no Excel com a ajuda de outros aplicativos da suíte Office Armazenar e organizar informações são tarefas executadas diariamente por todos nós. Desde o

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM MATEMÁTICA COMPUTACIONAL INFORMÁTICA INSTRUMENTAL

PÓS-GRADUAÇÃO EM MATEMÁTICA COMPUTACIONAL INFORMÁTICA INSTRUMENTAL PÓS-GRADUAÇÃO EM MATEMÁTICA COMPUTACIONAL INFORMÁTICA INSTRUMENTAL Introdução Aula 03: Pacote Microsoft Office 2007 O Pacote Microsoft Office é um conjunto de aplicativos composto, principalmente, pelos

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior Mozart de Melo Alves Júnior WORD 2000 INTRODUÇÃO: O Word é um processador de texto com recursos de acentuação, formatação de parágrafo, estilo de letras diferentes, criação de tabelas, corretor ortográfico,

Leia mais

Apresentação. Estamos à disposição para quaisquer dúvidas e sugestões! Atenciosamente, Equipe do Portal UNESC

Apresentação. Estamos à disposição para quaisquer dúvidas e sugestões! Atenciosamente, Equipe do Portal UNESC Sumário Apresentação... 1 1. Orientações Iniciais... 2 2. Recursos... 4 2.1 Rótulos... 4 2.2 Página de Texto Simples... 8 2.3 Página de Texto Formatado... 12 2.4 Site... 16 2.5 Arquivo... 21 2.6 Pasta

Leia mais

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal Word 1 - Introdução O Word para Windows ou NT, é um processador de textos cuja finalidade é a de nos ajudar a trabalhar de maneira mais eficiente tanto na elaboração de documentos simples, quanto naqueles

Leia mais

Introdução Microsoft PowerPoint 2013 apresentações Office PowerPoint 2013 Microsoft PowerPoint 2013 textos planilhas Excel Word

Introdução Microsoft PowerPoint 2013 apresentações Office PowerPoint 2013 Microsoft PowerPoint 2013 textos planilhas Excel Word PowerPoint 2013 Sumário Introdução... 1 Iniciando o PowerPoint 2013... 2 Criando Nova Apresentação... 10 Inserindo Novo Slide... 13 Formatando Slides... 15 Inserindo Imagem e Clip-art... 16 Inserindo Formas...

Leia mais

Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos

Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos Este tutorial visa preparar o computador com os softwares necessários para a utilização dos sistemas de visualização

Leia mais

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas. Vitor Valerio de Souza Campos

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas. Vitor Valerio de Souza Campos Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas Vitor Valerio de Souza Campos Objetivos do curso 1. Criar uma tabela no modo de exibição Folha de Dados. 2. Definir tipos de dados para os campos na tabela.

Leia mais

WINDOWS EXPLORER Pro r f. f. R o R be b rt r o t A n A d n r d a r de d

WINDOWS EXPLORER Pro r f. f. R o R be b rt r o t A n A d n r d a r de d WINDOWS EXPLORER Prof. Roberto Andrade Roteiro desta aula 1. OqueéoWindowsExplorer 2. Acionamento do Windows Explorer 3. Entendendo Unidades, Pastas e Arquivos 4. Ambiente gráfico(janela, Barras e Botões)

Leia mais

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Elaboração: Equipe de Suporte Avançado do CPD SA/SRS/CPD/UnB suporte@unb.br Universidade de Brasília Brasília / 2014 Resumo A

Leia mais

Resumão Writer ( Broffice.org)

Resumão Writer ( Broffice.org) Resumão Writer ( Broffice.org) Resumo BrOffice.org Cespe O Broffice.org é um pacote de programas para escritório, do mesmo nível do pacote Microsoft Office. Os dois pacotes trazem programas parecidos e

Leia mais

Excel Avançado 2007 Excel Avançado 2007 1

Excel Avançado 2007 Excel Avançado 2007 1 1 Sumário: 1. Introdução...3 2. Funções...3 2.1 Função SE...4 2.2 Botão Inserir...7 2.3 Novas Funções Condicionais...8 2.4 Aninhando Funções...8 3. Análise de Dados Alternativos...9 3.1 Cenários...9 3.2

Leia mais

Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes)

Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes) Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes) 1. Sobre o Microsoft Dynamics CRM - O Microsoft Dynamics CRM permite criar e manter facilmente uma visão clara dos clientes,

Leia mais

Digitalização. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424

Digitalização. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424 Digitalização Este capítulo inclui: Digitalização básica na página 4-2 Instalando o driver de digitalização na página 4-4 Ajustando as opções de digitalização na página 4-5 Recuperando imagens na página

Leia mais

StarOffice Módulo StarWriter

StarOffice Módulo StarWriter Gerência de Transferência Tecnológica - GTTEC StarOffice Módulo StarWriter Autora Daniela Cristina Maestro Fevereiro/2000 Gerência de Transferência Tecnológica - GTTEC Índice Requisitos para Instalação...

Leia mais

Sumário. Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o IRIScan TM Mouse 2.

Sumário. Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o IRIScan TM Mouse 2. Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o IRIScan TM Mouse 2. As descrições fornecidas nesta documentação são baseadas nos sistemas operacionais Windows 7 e Mac OS X Mountain Lion. Leia

Leia mais

Processamento Eletrônico de Documentos / NT Editora. -- Brasília: 2013. 128p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm.

Processamento Eletrônico de Documentos / NT Editora. -- Brasília: 2013. 128p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm. Autor Ismael Souza Araujo Pós-graduado em Gerência de Projetos PMBOK UNICESP, Graduado em Tecnologia em Segurança da Informação UNICESP. Professor de concurso da área de informática e consultor em EAD.

Leia mais

Aspectos Avançados. Conteúdo

Aspectos Avançados. Conteúdo Aspectos Avançados Conteúdo Vendo o que existe em seu computador Ambiente de Rede Lixeira Organizando arquivos e pastas Usando o Windows de maneira eficaz Trabalhando com documentos 34 Vendo o que existe

Leia mais

Seu manual do usuário XEROX 6279 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5579951

Seu manual do usuário XEROX 6279 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5579951 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para XEROX 6279. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a XEROX 6279 no manual

Leia mais

Guia de instalação e ativação

Guia de instalação e ativação Guia de instalação e ativação Obrigado por escolher o memoq 2013, o melhor ambiente de tradução para tradutores freelance, agências e empresas de tradução. Este guia orienta o usuário no processo de instalação

Leia mais

Qlik Sense Desktop. Qlik Sense 2.0.2 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados.

Qlik Sense Desktop. Qlik Sense 2.0.2 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Qlik Sense Desktop Qlik Sense 2.0.2 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Qlik, QlikTech,

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DE SOFTWARE

MANUAL DO USUÁRIO DE SOFTWARE MANUAL DO USUÁRIO DE SOFTWARE P-touch P700 O conteúdo deste manual e as especificações deste produto estão sujeitos a alterações sem prévio aviso. A Brother reserva-se o direito de fazer alterações sem

Leia mais

Curso LibreOffice - Apostila de Exercícios

Curso LibreOffice - Apostila de Exercícios Exercício 1 1. Crie um novo documento e digite: Testando 2. Salve-o em algum local de fácil acesso e que seja de sua preferência com o nome Doc1. 3. Acrescente o texto Salvar Como ao final do texto escrito

Leia mais

BlackBerry Desktop Software. Versão: 7.1. Guia do usuário

BlackBerry Desktop Software. Versão: 7.1. Guia do usuário BlackBerry Desktop Software Versão: 7.1 Guia do usuário Publicado: 2012-06-05 SWD-20120605130141061 Conteúdo Aspectos básicos... 7 Sobre o BlackBerry Desktop Software... 7 Configurar seu smartphone com

Leia mais

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO Criação de Conta de Usuário...03 Edição da Conta de Usuário...10 Download do Backup Online Embratel...10 Descrição dos Conjuntos de Cópia de Segurança...19

Leia mais

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas Banco de Dados Microsoft Access: Criar s Vitor Valerio de Souza Campos Objetivos do curso 1. Criar uma no modo de exibição Folha de Dados. 2. Definir tipos de dados para os campos na. 3. Criar uma no modo

Leia mais

METEP MICROSOFT OFFICE WORD. Professor Me. Silvio Silvestre Barczsz. Objetivos de Aprendizagem

METEP MICROSOFT OFFICE WORD. Professor Me. Silvio Silvestre Barczsz. Objetivos de Aprendizagem METEP MICROSOFT OFFICE WORD Professor Me. Silvio Silvestre Barczsz Objetivos de Aprendizagem Utilizar o Software Word como ferramenta para edição de textos. Plano de Estudo A seguir, apresentam-se os tópicos

Leia mais

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3. A série... 3

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3. A série... 3 WORD 2007 E 2010 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3 A série... 3 01 CAPTURAS DE TELA WORD 2010... 3 02 IMAGENS 2007/2010... 5 03 NOTAS DE RODAPÉ... 13 04 NUMERAÇÃO DE PÁGINAS... 15 05 CONTAR PALAVRAS...

Leia mais

Entendendo as janelas do Windows Uma janela é uma área retangular exibida na tela onde os programas são executados.

Entendendo as janelas do Windows Uma janela é uma área retangular exibida na tela onde os programas são executados. Windows Menu Entendendo as janelas do Windows Uma janela é uma área retangular exibida na tela onde os programas são executados. Minimizar Fechar Maximizar/restaurar Uma janela é composta de vários elementos

Leia mais

Mac OS X 10.6 Snow Leopard Guia de instalação e configuração

Mac OS X 10.6 Snow Leopard Guia de instalação e configuração Mac OS X 10.6 Snow Leopard Guia de instalação e configuração Leia este documento antes de instalar o Mac OS X. Ele inclui informações importantes sobre como instalar o Mac OS X. Requisitos do sistema Para

Leia mais

Para resolver as questões abaixo considere o Sistema Operacional Microsoft Windows Vista

Para resolver as questões abaixo considere o Sistema Operacional Microsoft Windows Vista Nome: Gabarito Para resolver as questões abaixo considere o Sistema Operacional Microsoft Windows Vista 1) O Centro das configurações do Windows, onde pode ser acessado cada um dos dispositivos componentes

Leia mais

Introdução... 1. Instalação... 2

Introdução... 1. Instalação... 2 ONTE DO Introdução... 1 O que é IPP?... 1 Qual é a função de um software Samsung IPP?... 1 Instalação... 2 Requisitos do sistema... 2 Instalar o software Samsung IPP... 2 Desinstalar o software Samsung

Leia mais

Teclas de Atalho - Microsoft Power Point

Teclas de Atalho - Microsoft Power Point Janela Ajuda Atalho Função F1 ALT+F4 ALT+ ALT+HOME SHIFT+, SHIFT+ SHIFT+ ALT+SETA PARA A ou BACKSPACE ALT+SETA PARA A, SETA PARA BAIXO PAGE UP, PAGE DOWN SHIFT+F10 ESC F5 CTRL+P Abrir a janela Ajuda. Fechar

Leia mais

13. Dentre os caracteres considerados como curinga, em nome de arquivos, utiliza-se (A) = (B) + (C)? (D) @ (E) ^

13. Dentre os caracteres considerados como curinga, em nome de arquivos, utiliza-se (A) = (B) + (C)? (D) @ (E) ^ 1 PRIMEIRA PARTE: Conceitos de organização de arquivos (pastas/diretórios), utilização do Windows Explorer: copiar, mover arquivos, criar diretórios. Tipos de arquivos. 01. Aplicações de multimídia em

Leia mais

Professor Paulo Najar www.aprenderdigital.com.br

Professor Paulo Najar   www.aprenderdigital.com.br ~ 1 ~ O QUE É O BROFFICE? Broffice.org é o nome de um conjunto de programas de escritório livre (free software), disponível na internet gratuitamente (no site www.broffice.org) que oferece ferramentas

Leia mais