Promoção da qualidade de vida através de psicoterapia breve de grupo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Promoção da qualidade de vida através de psicoterapia breve de grupo"

Transcrição

1 Promoção da qualidade de vida através de psicoterapia breve de grupo

2 PSICOTERAPIA Categoria: GRUPO Categoria: Custos administrativos e operacionais Área: Medicina Preventiva - Programa Viver Bem Responsáveis: Psicólogo Dr. Moacyr Moreira de Freitas e Assistente Administrativo Edna Ferreira

3 UNIMED PIRAQUEAÇU FUNDAÇÃO 121 Cooperados Beneficiário s 80 Colaboradore s

4 UNIMED PIRAQUEAÇU ESPAÇO VIVER BEM 2 Cooperados 7 Colaboradore s 562 Beneficiário s 6 Empresas (536 beneficiários)

5 PSICOTERAPIA GRUPO É uma ação de promoção da saúde destinada aos participantes do Programa Gerenciamento de Doenças Crônicas não Transmissíveis, com SF36 abaixo de 50% nos domínios: aspecto emocional, saúde mental e aspectos sociais.

6 OBJETIVO GERAL Oferecer ferramentas psicológicas e sociais que contribuíram para educar a emoção.

7 OBJETIVOS ESPECÍFICOS Manejar o estresse; Prevenir a ansiedade, depressão e outros transtornos psíquicos; Ampliar e desenvolver nos participantes habilidades e estratégias para lidar com situações geradoras de sintomas psíquicos e psicossomáticas que interferem na dinâmica familiar; Enfatizar as interações sociais face a face; Promover a autoestima, autoconfiança e estabilidade emocional; Incentivar a intercomunicação; Estabelecer relações de suporte positivas.

8 METODOLOGIA Identificação de participantes do programa com SF36 abaixo de 50% nos quesitos: aspectos emocional, social e mental; Realização de contato telefônico a convite do encontro de apresentação do programa; Formação de grupos; Execução do programa: Teoria e Prática com vivências e dinâmicas comportamentais que propiciam melhor comportamento emocional e habilidades nos relacionamentos interpessoais.

9 METODOLOGIA Previsto 10 encontros com abordagem aos temas: Ser Autor da Sua História. O Resgate da Liderança do eu. Contemplar o Belo. Libertar a Criatividade, superar a rotina. Ter um sono restaurador. Gerenciar os Pensamentos. Administrar a Emoção. Trabalhar os Papéis da Memória, reeditar o Filme do Inconsciente. Inteligência Espiritual, Superando Conflitos Existenciais. 12 Semanas para Mudar uma Vida Cury, Augusto

10 APORTE TEÓRICO Método Gestalt-terapia terapia - Surgiu na Alemanha, pioneiro Max Wertheimer (1910), posteriormente ampliado Kurt Koffka e Wolfgang Köhler Premissa da Psicologia da Gestalt - a natureza humana é organizada como um todo, em que suas partes, ou seja, o meio, as relações interpessoais, sua vida interior, tem influências neste todo.

11 APORTE TEÓRICO O grupo é o terreno sobre o qual a pessoa se sustenta. A estabilidade ou a instabilidade do comportamento do individuo depende da sua relação com o grupo.

12 NÚMERO DE PARTICIPANTES 33 beneficiários

13 GRUPO DE PSICOTERAPIA 2014

14 RESULTADO A avaliação realizado no 1º Grupo de Psicoterapia foi através de relatos. Embora a composição dos grupos fossem de participantes com realidades bastante diferentes, com queixas e dificuldades diversas, todos chegaram a lugares muito próximos, como pode ser confirmado nos relatos. 1. ( ) Eu cheguei na psicoterapia (...), assim, desanimada. Ninguém sabia o que se passava comigo, eu sempre fui muito sozinha (...). A psicoterapia me fez ser mais sincera, de ficar mais perto de mim mesma [pausa]. Do jeito que eu tô vendo agora é diferente do jeito que eu via antes de fazer a psicoterapia. 2. ( ) Eu era muito diferente mesmo, no mundo, estava meio perdido e hoje eu me vejo mais presente na vida. Parece que eram duas pessoas ao mesmo tempo sei que era diferente. Depois da psicoterapia estou me enxergando. Sinto me mais seguro. 3. ( ) Eu me sinto melhor comigo mesma. Descobri que as pessoas tem que gostar de mim do jeito que sou. (...). Mas eu acho que (...) eu tenho que ser eu mesma, porque senão eu vou me ferrar, se bestar eu vou passar por cima de mim mesma 4. (...) na minha família, o meu pai, minha mãe, meus irmãos. Eu mudei muito a minha maneira de conviver, de entendê-los, de relacionar com eles (...). Antes da psicoterapia eu tinha um sentimento de ódio, de raiva mesmo do meu pai (...). Na psicoterapia fui vendo que era um sentimento que não era o meu, de filha (...). Hoje eu olho para o meu pai de forma diferente.

15 GRUPOS PSICOTERAPIA 2015

16 GRUPOS PSICOTERAPIA 2015

17 RESULTADO Aplicado questionários pré e pós avaliação das sessões psicoterápicas. Para mensurar o nível de comprometimento da qualidade de vida dos respondentes foram utilizados uma escala de 2 a 10, em que 2 significa baixo risco de comprometimento e o peso 10 indica auto risco de comprometimento. As variáveis de análise se dividem em sintomas psíquicos e sintomas psicossomáticos, fundamentadas em pesquisas que comprometem a qualidade de vida (CURY, 2003).

18 Gráfico 1: Avaliação sintomas psíquicos Avaliação Sintomas Psíquicos Pós avaliação Pré avaliação Idéia de desistir da vida Solidão Sentimento de culpa intenso Agressividade Angustia(ansiedade..) Sofrimento por antecipação Falta de concentração Tristeza ou humor deprimido Perda do prazer de viver Medo Baixo auto-estima Diminução do prazer sexual Desmotivação Esquecimento Excesso de peso Insônia Pensamento acelerado Cansaço exagerado

19 RESULTADO - SINTOMAS PSÍQUICOS As variáveis: cansaço exagerado, pensamento acelerado, desmotivação, baixo auto estima, medo e angústia obtiveram um grau de redução de risco maior que que 50%, tornando-se as variáveis mais significativas. Todos os respondentes afirmaram sentir pensamento acelerado e 86,67% deles estavam entre o nível 8 a 10 de comprometimento. Desmotivação do prazer sexual também foi outro dado preocupante, 13 pessoas entrevistadas indicaram esta variável entre os níveis 8 a 10, representando 84,62% da amostra investigada. Após o tratamento, afirmaram que o peso referente ao comprometimento da qualidade de vida, reduziu significativamente. Entre as 13 pessoas analisadas, 50% afirmaram que o nível de desmotivação sexual caiu para o peso 02 e 28,57% indicaram a redução para o peso 4. Os respondentes indicaram alto nível de angústia antes das avaliações: 86,67% estavam entre os níveis de comprometimento 8 e 10, correspondendo a 12 pessoas angustiadas. Os pacientes informaram que a falta de concentração, esquecimento, diminuição do prazer sexual, sofrimento por antecipação, sentimento de culpa intenso, medo e insônia, também apresentaram resultados positivos após a realização das avaliações psicoterápicas. Por sua vez, tristeza ou humor deprimido, agressividade, solidão, perda do prazer de viver, ideia de desistir da vida, embora tenham sido variáveis com menor indicação pela amostra pesquisa, também resultaram em redução em seus sintomas.

20 Gráfico 2: Avaliação sintomas psicossomáticos Avaliação sintomas psicossomáticos Pós avaliação Pré avaliação Diarréia quando estressado Queda de cabelo Mãos frias ou umidas Choro Excesso de suor Diminuição do apetite Aumento do apetite Hipertensão quando esressado Gastrite Prurido Dores musculares Aperto no peito Nó na garganta Taquicardia Tontura Falta de ar Dor de cabeça

21 RESULTADO - SINTOMAS PSICOSSOMÁTICOS Os dados evidenciam que após as avaliações nas sessões de psicoterapia resultaram em reduções significativas nos níveis de risco dos pacientes. Uma das maneiras de comprovar esta melhoria associa-se as variáveis psicossomáticas: dores de cabeça (redução do peso 7,4 para 4,3); dores musculares (reduzindo de 7,8 para 4,3); hipertensão quando está estressado (7,5 para 3,3); choro (8,0 para 4,7); diarreia quando está estressado (6,9 para 3,5) e aperto no peito (6,4 para 2,8). No que se refere aos sintomas: falta de ar, taquicardia, excesso de suor, queda de cabelo, constatamos que o nível de melhoria nos índices não alcançaram resultados satisfatórios, sugerindo a continuidade do programa para promoção da melhoria de qualidade de vida do grupo analisado. Nos resultados apresentados na confrontação dos gráficos 1 e 2, pode-se afirmar com segurança que a terapia de grupo se baseia em intervenções efetivas.

22 DIFICULDADES Adesão do público alvo; Estabelecimento de horário dos grupos.

23 CONCLUSÃO Foco no indivíduo e não na doença Interação entre participantes e equipe; Satisfação dos beneficiários.

24 A psiquiatria avançou intensamente, porém as pessoas nunca estiveram tão fatigadas, agitadas, estressadas no anfiteatro de suas mentes. A solidão e o diálogo crescem de maneira inversamente proporcional. As relações sociais estão empobrecendo. Estamos adoecendo coletivamente.

25 Obrigada. LUCILENE MARIA DE OLIVEIRA MARTINELLI Enfª. Coord. Programa Viver Bem

PROGRAMA NACIONAL DE CONTROLE DO TABAGISMO

PROGRAMA NACIONAL DE CONTROLE DO TABAGISMO PROGRAMA NACIONAL DE CONTROLE DO TABAGISMO Abordagem e Tratamento do Tabagismo PROGRAMA NACIONAL DE CONTROLE DO TABAGISMO Abordagem e Tratamento do Tabagismo I- Identificação do Paciente Nome: Nº do prontuário:

Leia mais

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição IDENTIFICANDO A DEPRESSÃO Querida Internauta, Lendo o que você nos escreveu, mesmo não sendo uma profissional da área de saúde, é possível identificar alguns sintomas de uma doença silenciosa - a Depressão.

Leia mais

Estudo de Caso. Cliente: Cristina Soares. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Cristina Soares. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Cristina Soares Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Quando decidi realizar meu processo de coaching, eu estava passando por um momento de busca na minha vida.

Leia mais

Dormia e me remexia na cama, o coração apertado, a respiração ofegante. Pensava:

Dormia e me remexia na cama, o coração apertado, a respiração ofegante. Pensava: Não há como entender a ansiedade sem mostrar o que se passa na cabeça de uma pessoa ansiosa. Este texto será uma viagem dentro da cabeça de um ansioso. E só para constar: ansiedade não é esperar por um

Leia mais

Avaliação. Formulação de Caso BETANIA MARQUES DUTRA. MSc. Psicologia. Esp. Neusopsicologia. Esp.Psicopedagogia. Terapeuta Cognitivo-Comportamental

Avaliação. Formulação de Caso BETANIA MARQUES DUTRA. MSc. Psicologia. Esp. Neusopsicologia. Esp.Psicopedagogia. Terapeuta Cognitivo-Comportamental Avaliação & Formulação de Caso BETANIA MARQUES DUTRA MSc. Psicologia Esp. Neusopsicologia Esp.Psicopedagogia Terapeuta Cognitivo-Comportamental Coordenadora do Curso de TCC Aplicada a crianças e adolescentes

Leia mais

Qualidade de vida no Trabalho

Qualidade de vida no Trabalho Qualidade de Vida no Trabalho Introdução É quase consenso que as empresas estejam cada vez mais apostando em modelos de gestão voltados para as pessoas, tentando tornar-se as empresas mais humanizadas,

Leia mais

22ª JORNADA DA AMINT NOVEMBRO/2008 DEPRESSÃO E TRABALHO. MARIA CRISTINA PALHARES MACHADO PSIQUIATRA MÉDICA DO TRABALHO mcris1989@hotmail.

22ª JORNADA DA AMINT NOVEMBRO/2008 DEPRESSÃO E TRABALHO. MARIA CRISTINA PALHARES MACHADO PSIQUIATRA MÉDICA DO TRABALHO mcris1989@hotmail. 22ª JORNADA DA AMINT NOVEMBRO/2008 DEPRESSÃO E TRABALHO MARIA CRISTINA PALHARES MACHADO PSIQUIATRA MÉDICA DO TRABALHO mcris1989@hotmail.com DEPRESSÃO 1. Afeta pelo menos 12% das mulheres e 8% dos homens

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

Depressão e Qualidade de Vida. Dra. Luciene Alves Moreira Marques Doutorado em Psicobiologia pela UNIFESP

Depressão e Qualidade de Vida. Dra. Luciene Alves Moreira Marques Doutorado em Psicobiologia pela UNIFESP Depressão e Qualidade de Vida Dra. Luciene Alves Moreira Marques Doutorado em Psicobiologia pela UNIFESP 1 Percepções de 68 pacientes entrevistadas. 1. Sentimentos em relação à doença Sinto solidão, abandono,

Leia mais

SOFRIMENTO PSÍQUICO NA ADOLESCÊNCIA Marcia Manique Barreto CRIVELATTI 1 Solânia DURMAN 2

SOFRIMENTO PSÍQUICO NA ADOLESCÊNCIA Marcia Manique Barreto CRIVELATTI 1 Solânia DURMAN 2 SOFRIMENTO PSÍQUICO NA ADOLESCÊNCIA Marcia Manique Barreto CRIVELATTI 1 Solânia DURMAN 2 INTRODUÇÃO: Durante muitos anos acreditou-se que os adolescentes, assim como as crianças, não eram afetadas pela

Leia mais

CONHECENDO A PSICOTERAPIA

CONHECENDO A PSICOTERAPIA CONHECENDO A PSICOTERAPIA Psicólogo Emilson Lúcio da Silva CRP 12/11028 2015 INTRODUÇÃO Em algum momento da vida você já se sentiu incapaz de lidar com seus problemas? Se a resposta é sim, então você não

Leia mais

A seguir enumeramos algumas caracteristicas do TBH:

A seguir enumeramos algumas caracteristicas do TBH: OQUEÉOTRANSTORNOBIPOLARDO HUMOR(TBH)? O transtorno bipolar do humor (também conhecido como psicose ou doença maníaco-depressiva) é uma doença psiquiátrica caracterizada por oscilações ou mudanças de humor

Leia mais

PONTA DELGADA AÇORES 08 a 10 de MAIO de 2013 Emmanuel Fortes S. Cavalcanti 3º Vice Presidente CFM - Brasil

PONTA DELGADA AÇORES 08 a 10 de MAIO de 2013 Emmanuel Fortes S. Cavalcanti 3º Vice Presidente CFM - Brasil PONTA DELGADA AÇORES 08 a 10 de MAIO de 2013 Emmanuel Fortes S. Cavalcanti 3º Vice Presidente CFM - Brasil Trabalho de educação continuada desenvolvido pelo CRM-AL em 2002. Atendimento de profissionais

Leia mais

TÍTULO: A VIVÊNCIA DO PSICÓLOGO HOSPITALAR DIANTE DA HOSPITALIZAÇÃO DA CRIANÇA COM CÂNCER

TÍTULO: A VIVÊNCIA DO PSICÓLOGO HOSPITALAR DIANTE DA HOSPITALIZAÇÃO DA CRIANÇA COM CÂNCER TÍTULO: A VIVÊNCIA DO PSICÓLOGO HOSPITALAR DIANTE DA HOSPITALIZAÇÃO DA CRIANÇA COM CÂNCER CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: PSICOLOGIA INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE DE RIBEIRÃO

Leia mais

DEPRESSÃO CONHECENDO SEU INIMIGO

DEPRESSÃO CONHECENDO SEU INIMIGO DEPRESSÃO CONHECENDO SEU INIMIGO E- BOOK GRATUITO Olá amigo (a), A depressão é um tema bem complexo, mas que vêm sendo melhor esclarecido à cada dia sobre seu tratamento e alívio. Quase todos os dias novas

Leia mais

PROGRAMA DE QUALIDADE DE VIDA DO TRABALHADOR

PROGRAMA DE QUALIDADE DE VIDA DO TRABALHADOR PROGRAMA DE QUALIDADE DE VIDA DO TRABALHADOR Prof. Dr. Jones Alberto de Almeida Divisão de saúde ocupacional Barcas SA/ CCR ponte A necessidade de prover soluções para demandas de desenvolvimento, treinamento

Leia mais

A alma da liderança Por Paulo Alvarenga

A alma da liderança Por Paulo Alvarenga A alma da liderança Por Paulo Alvarenga A palavra liderança é uma palavra grávida, tem vários significados. Desde os primórdios dos tempos a humanidade vivenciou exemplos de grandes líderes. Verdadeiros

Leia mais

Questionário HAT-QoL *

Questionário HAT-QoL * Questionário HAT-QoL * (HIV/AIDS Targeted Quality of Life) INSTRUMENTO DE QUALIDADE DE VIDA DIRECIONADO PARA HIV/AIDS, TRADUZIDO, ADAPTADO E VALIDADO PARA PACIENTES HIV NO BRASIL. *Adaptado de HIV/AIDS-Targeted

Leia mais

Gtp+ PROGRAMAS E PROJETOS Grupo de Trabalhos em Prevenção Posithivo (GTP+) Fundação em 2000, Recife-PE O Grupo de Trabalhos em Prevenção Posithivo é a única ONG da Região Nordeste do Brasil coordenada

Leia mais

Lucas Liberato Coaching Coach de Inteligência Emocional lucasliberato.com.br

Lucas Liberato Coaching Coach de Inteligência Emocional lucasliberato.com.br Script de Terapia de Liberação Emocional (EFT) para desfazer crenças relativas aos clientes que você merece ter. Eu não consigo atrair clientes dispostos a pagar preços altos A Acupuntura Emocional é uma

Leia mais

COMO AJUDAR QUEM PERDEU PESSOAS QUERIDAS

COMO AJUDAR QUEM PERDEU PESSOAS QUERIDAS COMO AJUDAR QUEM PERDEU PESSOAS QUERIDAS OPÇÕES DE LOGO 1. Psicotraumatologia Clínica 2. PSICOTRAUMATOLOGIA CLÍNICA psicotraumatologia clínica Todos já perdemos ou perderemos pessoas queridas e, geralmente,

Leia mais

DEPRESSÃO NO ÂMBITO DA. Felicialle Pereira da Silva Nov. 2015

DEPRESSÃO NO ÂMBITO DA. Felicialle Pereira da Silva Nov. 2015 DEPRESSÃO NO ÂMBITO DA SEGURANÇA PÚBLICA Felicialle Pereira da Silva Nov. 2015 Ser humano x Humor VARIAÇÕES : SIM( X) NÃO( ) EXTREMOS: SIM( ) NÃO( X) CONTROLE Sensações normais Saúde mental x doença mental

Leia mais

Aprendendo a vencer a Ansiedade

Aprendendo a vencer a Ansiedade Rua Conde de Bonfim 232/301 Tijuca Rio de Janeiro RJ Tel:2234-2399 Email: eliane@epvpsicologia.com Home Page:www.epvpsicologia.com Aprendendo a vencer a Ansiedade Um guia para os pais sobre a ansiedade

Leia mais

Resiliência. Capacidade para superar os desafios da vida

Resiliência. Capacidade para superar os desafios da vida Resiliência Capacidade para superar os desafios da vida O que é resiliência? Resiliência pode ser definida como a capacidade de se renascer da adversidade fortalecido e com mais recursos. (...) Ela engloba

Leia mais

Sumário. Prefácio... 7 Nota do autor... 9. Parte 1: A natureza da depressão 1. A experiência da depressão... 13 2. Causas da depressão...

Sumário. Prefácio... 7 Nota do autor... 9. Parte 1: A natureza da depressão 1. A experiência da depressão... 13 2. Causas da depressão... Sumário Prefácio... 7 Nota do autor... 9 Parte 1: A natureza da depressão 1. A experiência da depressão... 13 2. Causas da depressão... 27 Parte 2: Passado doloroso 3. Entenda o passado... 45 4. Lide com

Leia mais

Objetivo. Aumentar sua Qualidade de Vida, utilizando a Ansiedade de forma Saudável e Produtiva.

Objetivo. Aumentar sua Qualidade de Vida, utilizando a Ansiedade de forma Saudável e Produtiva. Objetivo Aumentar sua Qualidade de Vida, utilizando a Ansiedade de forma Saudável e Produtiva. Definição da palavra Ansiedade Comoção aflitiva de quem receia que uma coisa suceda ou não. Sofrimento de

Leia mais

ESTRESSE EM ENFERMEIROS DO SERVIÇO DE ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA (SAMU) DE RECIFE-PE

ESTRESSE EM ENFERMEIROS DO SERVIÇO DE ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA (SAMU) DE RECIFE-PE ESTRESSE EM ENFERMEIROS DO SERVIÇO DE ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA (SAMU) DE RECIFE-PE Izabel Cristina Brito da Silva 1 Emanuela Batista Ferreira 2 Jael Maria de Aquino 3 Sílvia Elizabeth Gomes de Medeiros

Leia mais

George Vittorio Szenészi

George Vittorio Szenészi A Semana > Entrevista N Edição: 2173 01.Jul.11-21:00 Atualizado em 07.Jul.11-15:47 George Vittorio Szenészi "Inteligência sem emoção não funciona" O psicoterapeuta diz como a capacidade de lidar bem com

Leia mais

1. Eu tenho problema em ter minhas necessidades satisfeitas. 1 2 3 4 5 6

1. Eu tenho problema em ter minhas necessidades satisfeitas. 1 2 3 4 5 6 FIAT Q Questionário de Relacionamento Interpessoal Glenn M. Callaghan Department of Psychology; One Washington Square, San Jose University, San Jose CA 95192-0120 Phone 08) 924-5610 e fax (408) 924 5605.

Leia mais

FORMAÇÃO NO ÂMBITO DO PEFF/A 1ªSESSÃO

FORMAÇÃO NO ÂMBITO DO PEFF/A 1ªSESSÃO FORMAÇÃO NO ÂMBITO DO PEFF/A 1ªSESSÃO 28 DE NOVEMBRO - 21 HORAS RECONHECER AS SUAS EMOÇÕES 1-TESTE DE AUTO-AVALIAÇÃO Indique até que ponto cada uma das seguintes afirmações o descreve. Seja franco e 1

Leia mais

Promoção de Experiências Positivas Crianças e Jovens PEP-CJ Apresentação geral dos módulos

Promoção de Experiências Positivas Crianças e Jovens PEP-CJ Apresentação geral dos módulos Positivas Crianças e Jovens PEP-CJ Apresentação geral dos módulos Universidade do Minho Escola de Psicologia rgomes@psi.uminho.pt www.psi.uminho.pt/ www.ardh-gi.com Esta apresentação não substitui a leitura

Leia mais

Trabalho voluntário na Casa Ronald McDonald

Trabalho voluntário na Casa Ronald McDonald Trabalho voluntário na Casa Ronald McDonald Em junho deste ano, comecei um trabalho voluntário na instituição Casa Ronald McDonald, que tem como missão apoiar e humanizar o tratamento de crianças e adolescentes

Leia mais

CLÍNICA DE COACHING EMPRESARIAL. Bomfin & Hastenreiter. David Bomfin

CLÍNICA DE COACHING EMPRESARIAL. Bomfin & Hastenreiter. David Bomfin CLÍNICA DE COACHING EMPRESARIAL Bomfin & Hastenreiter A Clínica de Coaching Empresarial é conduzida por: David Bomfin e Flávio Hastenreiter Rua dos Goitacazes, 375, sala 1004, Belo Horizonte, MG, Centro.

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER II JORNADA DE TÉCNICOS DE ENFERMAGEM DO INCA

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER II JORNADA DE TÉCNICOS DE ENFERMAGEM DO INCA INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER II JORNADA DE TÉCNICOS DE ENFERMAGEM DO INCA FORMAÇÃO E EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE NA ATENÇÃO AO CÂNCER: DESAFIOS PARA OS TÉCNICOS DE ENFERMAGEM ESPECIALIZAÇÃO DO TÉCNICO

Leia mais

Sou a nona filha entre dez irmãos. Nasci numa cultura com padrões rígidos de comportamento e com pouco afeto. Quando eu estava com um ano e quatro meses, contraí poliomielite que me deixou com sequelas

Leia mais

Personal and Professional Coaching

Personal and Professional Coaching Personal and Professional Coaching Seu salto para a excelência pessoal e profissional 1 O novo caminho para o sucesso e a realização pessoal! Todos sabem que para ser médico, advogado, dentista ou engenheiro

Leia mais

Todo homem tem poder suficiente para realizar aquilo que está convencido. (Goethe)

Todo homem tem poder suficiente para realizar aquilo que está convencido. (Goethe) PROGRAMAÇÃO NEUROLINGUÍSTICA: FORMULAÇÃO DE OBJETIVOS E ESTRATÉGIAS: (CONDIÇÕES DE BOA FORMULAÇÃO) / / 1-DETERMINAÇAO DO OBJETIVO (RESULTADO DESEJADO): a) O que quero para mim? Colocação positiva (sem

Leia mais

A Pessoa e o Contexto Ocupacional na Prevenção do Burnout. Marcos Ricardo Datti Micheletto

A Pessoa e o Contexto Ocupacional na Prevenção do Burnout. Marcos Ricardo Datti Micheletto A Pessoa e o Contexto Ocupacional na Prevenção do Burnout Marcos Ricardo Datti Micheletto 1 Níveis de Prevenção 22.361 Job Burnout: 11.544 18.829 Job Burnout: 9.618 SIPAT - REITORIA UNESP Burnout Burnout

Leia mais

Aplicação da terapia cognitiva na depressão: análise de caso clínico

Aplicação da terapia cognitiva na depressão: análise de caso clínico Aplicação da terapia cognitiva na depressão: análise de caso clínico * Ana Carolina Diethelm Kley Introdução O objetivo do tratamento em terapia cognitiva no caso dos transtornos afetivos, grupo que engloba

Leia mais

POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DE SÃO PAULO

POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DE SÃO PAULO CURSO: ATENDIMENTO A HOMENS AUTORES DE VIOLÊNCIA FAMILIAR 1. Dados de Identificação do Curso 1.1 Título do Curso Atendimento a homens autores de violência familiar. 2. Objetivo Geral No contexto latino-americano,

Leia mais

Des estresse! 01. Afinal de contas, o que é estresse?

Des estresse! 01. Afinal de contas, o que é estresse? Akira Nakao Des estresse! Você é competitivo, estressado, equilibrado, acomodado, tranquilo ou couraceiro? Lembra do material da nossa primeira semana? 01. Afinal de contas, o que é estresse? É um mecanismo:

Leia mais

CURSO EFT ACUPUNTURA EMOCIONAL SEM AGULHAS e os princípios da PSICOLOGIA ENERGÉTICA

CURSO EFT ACUPUNTURA EMOCIONAL SEM AGULHAS e os princípios da PSICOLOGIA ENERGÉTICA e AAMET Association for the Advancement of Meridian Techniques - Fundada em 1999, é uma associação sem fins lucrativos com o intuito de promover e manter a ética da profissão, bancar pesquisas científicas

Leia mais

DEPRESSÃO. O que você precisa saber. Fênix Associação Pró-Saúde Mental

DEPRESSÃO. O que você precisa saber. Fênix Associação Pró-Saúde Mental DEPRESSÃO O que você precisa saber Fênix Associação Pró-Saúde Mental Eu admito que preciso de ajuda, pois sozinho não consigo... (Grupo Fênix: Os 6 Passos para a Recuperação) a 1 Edição São Paulo 2010

Leia mais

Psicose pós-parto. A psicose pós-parto é um quadro de depressão pós-parto mais grave e mais acentuado, pois na psicose pós-parto existe o

Psicose pós-parto. A psicose pós-parto é um quadro de depressão pós-parto mais grave e mais acentuado, pois na psicose pós-parto existe o Psicose pós-parto Pode ir desde uma leve tristeza que desaparece com o passar dos dias até um grau mais grave de depressão onde é necessária uma rápida intervenção médica. Este estágio é chamado de psicose

Leia mais

As fontes da nossa auto-imagem

As fontes da nossa auto-imagem AUTO IMAGEM O QUE EU ACHO DE MIM MESMO QUEM SOU EU E QUAL E O MEU VALOR? NARCISISMO (deus da mitologia grega que se apaixonou por si mesmo ao ver sua imagem refletida na água) AS FONTES DA NOSSA AUTO -

Leia mais

Organização da Aula. Cultura e Clima Organizacionais. Aula 3. Mudança: um Mal Necessário. Contextualização. O Capital Humano é Crítico

Organização da Aula. Cultura e Clima Organizacionais. Aula 3. Mudança: um Mal Necessário. Contextualização. O Capital Humano é Crítico Cultura e Clima Organizacionais Aula 3 Profa. Me. Carla Patricia Souza Organização da Aula Cultura e mudança Impactos da mudança Resistência à mudança Mudança: um Mal Necessário Contextualização O ambiente

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 2 Data: 18/10/2010 Hora: 16h00 Duração: 23:43 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Rafael Marques Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Minha idéia inicial de coaching era a de uma pessoa que me ajudaria a me organizar e me trazer idéias novas,

Leia mais

LIDERANÇA SITUACIONAL E EMPREENDEDORA LIDERANÇA SITUACIONAL E EMPREENDEDORA LIDERANÇA SITUACIONAL E EMPREENDEDORA GESTÃO AMBIENTAL E DA QUALIDADE

LIDERANÇA SITUACIONAL E EMPREENDEDORA LIDERANÇA SITUACIONAL E EMPREENDEDORA LIDERANÇA SITUACIONAL E EMPREENDEDORA GESTÃO AMBIENTAL E DA QUALIDADE MUITOS DOS PROBLEMAS MAIS CRÍTICOS NÃO ESTÃO NO MUNDO DAS COISAS, MAS NO MUNDO DAS PESSOAS. DESENVOLVIMENTO: APTIDÕES TÉCNICAS >>> HABILIDADES SOCIAIS CIÊNCIAS BEM SUCEDIDAS X CIÊNCIAS MAL SUCEDIDAS. -

Leia mais

Cuidados paliativos e a assistência ao luto

Cuidados paliativos e a assistência ao luto Cuidados paliativos e a assistência ao luto O processo de luto tem início a partir do momento em que é recebido o diagnóstico de uma doença fatal ou potencialmente fatal. As perdas decorrentes assim se

Leia mais

JOSÉ RAIMUNDO Brasil. Edição do dia 14/09/2012 14/09/2012 22h31 - Atualizado em 25/09/2012 22h48

JOSÉ RAIMUNDO Brasil. Edição do dia 14/09/2012 14/09/2012 22h31 - Atualizado em 25/09/2012 22h48 Entenda como funciona a terapia pela imposição das mãos http://g1.globo.com/globo-reporter/noticia/2012/09/entenda-como-funciona-terapia-pela-imposicao-dasmaos.html (assista ao vídeo com a reportagem completa)

Leia mais

Oficina 2. Maria Izabel Azevedo Noronha SAÚDE MENTAL E TRABALHADORES DA EDUCAÇÃO. 29 de Novembro de 2008. Palestrante:

Oficina 2. Maria Izabel Azevedo Noronha SAÚDE MENTAL E TRABALHADORES DA EDUCAÇÃO. 29 de Novembro de 2008. Palestrante: Palestrante: Seminário Nacional de Saúde Mental e Trabalho São Paulo, 28 e 29 de novembro de 2008 Maria Izabel Azevedo Noronha Oficina 2 SAÚDE MENTAL E TRABALHADORES DA EDUCAÇÃO 29 de Novembro de 2008

Leia mais

CONVERSA DE PSICÓLOGO CONVERSA DE PSICÓLOGO

CONVERSA DE PSICÓLOGO CONVERSA DE PSICÓLOGO Página 1 CONVERSA DE PSICÓLOGO Volume 03 - Edição 01 Agosto - 2013 Entrevistada: Renata Trovarelli Entrevistadora: Cintia C. B. M. da Rocha TEMA: RELACIOMENTO AMOROSO Psicóloga Comportamental, atualmente

Leia mais

Entrelaçamentos entre Arte e Interpretação na Clínica Extensa Leila Souza Alves de Araújo

Entrelaçamentos entre Arte e Interpretação na Clínica Extensa Leila Souza Alves de Araújo Entrelaçamentos entre Arte e Interpretação na Clínica Extensa Leila Souza Alves de Araújo Entrelaçamentos entre Arte e Interpretação é o que se busca promover a partir da realização do Projeto Transformador:

Leia mais

Quando o medo transborda

Quando o medo transborda Quando o medo transborda (Síndrome do Pânico) Texto traduzido e adaptado por Lucas Machado Mantovani, mediante prévia autorização do National Institute of Mental Health, responsável pelo conteúdo original

Leia mais

TRANSTORNOS ANSIOSOS. Prof. Humberto Müller Saúde Mental

TRANSTORNOS ANSIOSOS. Prof. Humberto Müller Saúde Mental TRANSTORNOS ANSIOSOS Prof. Humberto Müller Saúde Mental Porque nos tornamos ansiosos? Seleção natural da espécie Ansiedade e medo... na medida certa, ajuda! Transtornos de Ansiedade SINTOMAS: Reação exagerada

Leia mais

Items para as sub-escalas do IPQ-R (versão Portuguesa)

Items para as sub-escalas do IPQ-R (versão Portuguesa) Items para as sub-escalas do IPQ-R (versão Portuguesa) 1. Identidade (soma dos sintomas marcados com sim na coluna 2) 2. Duração (aguda/cronica) (items IP1 - IP5 + IP18) 3. Consequências (items IP6 - IP11)

Leia mais

Concurso Público Psicologia Clínica Caderno de Questões Prova Discursiva 2015

Concurso Público Psicologia Clínica Caderno de Questões Prova Discursiva 2015 Caderno de Questões Prova Discursiva 2015 01 Homem de 38 anos de idade chegou ao atendimento por pressão de amigos, pois está convencido de que em seu caso não se trata de doença. Lúcido, fala espontaneamente

Leia mais

Nesse E-Book você vai aprender a lidar com aquelas situações chatas da nossa vida como psicólogos iniciantes em que tudo parece dar errado!

Nesse E-Book você vai aprender a lidar com aquelas situações chatas da nossa vida como psicólogos iniciantes em que tudo parece dar errado! Nesse E-Book você vai aprender a lidar com aquelas situações chatas da nossa vida como psicólogos iniciantes em que tudo parece dar errado! Aqueles primeiros momentos em que tudo que fazemos na clínica

Leia mais

Enf.ª Isabel Félix. Enfermeira responsável do Hospital de Dia de Especialidades Médicas Hospital Egas Moniz

Enf.ª Isabel Félix. Enfermeira responsável do Hospital de Dia de Especialidades Médicas Hospital Egas Moniz DEPRESSÃO i Enf.ª Isabel Félix Enfermeira responsável do Hospital de Dia de Especialidades Médicas Hospital Egas Moniz DEPRESSÃO Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu

Leia mais

Receita prática ATRAIA MAIS PROSPERIDADE PARA A SUA VIDA

Receita prática ATRAIA MAIS PROSPERIDADE PARA A SUA VIDA Receita prática ATRAIA MAIS PROSPERIDADE PARA A SUA VIDA Olá tudo bem com você? Estamos contentes que você esteja aqui! A partir deste momento vamos tratar de um assunto muito especial: suas emoções. Por

Leia mais

Albert Ellis e a Terapia Racional-Emotiva

Albert Ellis e a Terapia Racional-Emotiva PSICOTERAPIA COGNITIVO- COMPORTAMENTAL - Aspectos Históricos - NERI MAURÍCIO PICCOLOTO Porto Alegre/RS Albert Ellis e a Terapia Racional-Emotiva 1 Albert Ellis Albert Ellis (1955) Insatisfação com prática

Leia mais

Suicídio nos pacientes com Transtorno de Personalidade Borderline.

Suicídio nos pacientes com Transtorno de Personalidade Borderline. Suicídio nos pacientes com Transtorno de Personalidade Borderline. Instituto José Frota Messiano Ladislau Nogueira de Sousa Médico Psiquiatra - Formação no Hospital das Clínicas ( HUWC Fortaleza ) Maio

Leia mais

Rafael Siqueira 0 SUCESSO. é apenas seu! 5 passos para conquistar o caminho para o seu Sucesso!

Rafael Siqueira 0 SUCESSO. é apenas seu! 5 passos para conquistar o caminho para o seu Sucesso! 0 SUCESSO é apenas seu! 5 passos para conquistar o caminho para o seu Sucesso! 0 SUCESSO é apenas seu! 5 passos para conquistar o caminho para o seu Sucesso! Versão 1.0 Introdução: Acredito que o processo

Leia mais

ACENDA O OTIMISMO EM SUA VIDA. Quiz Descubra Se Você é uma Pessoa Otimista

ACENDA O OTIMISMO EM SUA VIDA. Quiz Descubra Se Você é uma Pessoa Otimista ACENDA O OTIMISMO EM SUA VIDA Quiz Descubra Se Você é uma Pessoa Otimista Uma longa viagem começa com um único passo. - Lao-Tsé Ser Otimista não é uma tarefa fácil hoje em dia, apesar de contarmos hoje

Leia mais

DEPRESSÃO CONHECENDO SEU INIMIGO

DEPRESSÃO CONHECENDO SEU INIMIGO DEPRESSÃO CONHECENDO SEU INIMIGO E- BOOK GRATUITO Olá amigo (a), A depressão é um tema bem complexo, mas que vêm sendo melhor esclarecido à cada dia sobre seu tratamento e alívio. Quase todos os dias novas

Leia mais

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997.

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. 017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. Acordei hoje como sempre, antes do despertador tocar, já era rotina. Ao levantar pude sentir o peso de meu corpo, parecia uma pedra. Fui andando devagar até o banheiro.

Leia mais

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - Sou so profes r a, Posso m a s n ão parar d aguento m e ai ensinar s? d a r a u la s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A

Leia mais

Curso sobre a EFT. (a acupuntura emocional sem agulhas) e os princípios da Psicologia Energética

Curso sobre a EFT. (a acupuntura emocional sem agulhas) e os princípios da Psicologia Energética Curso sobre a EFT (a acupuntura emocional sem agulhas) e os princípios da Psicologia Energética Curso com certificado, credenciado pela AAMET (Association of Advancement of Meridian Techniques www.aamet.org)

Leia mais

Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT. Fátima Ticianel CDG-SUS/UFMT/ISC-NDS

Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT. Fátima Ticianel CDG-SUS/UFMT/ISC-NDS Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT Proposta do CDG-SUS Desenvolver pessoas e suas práticas de gestão e do cuidado em saúde. Perspectiva da ética e da integralidade

Leia mais

Saúde psicológica na empresa

Saúde psicológica na empresa Saúde psicológica na empresa introdução Nos últimos tempos muito tem-se falado sobre qualidade de vida no trabalho, e até sobre felicidade no trabalho. Parece que esta discussão reflete a preocupação contemporânea

Leia mais

Wertheimer pode provar experimentalmente que diferentes formas de organização perceptiva são percebidas de forma organizada e com significado

Wertheimer pode provar experimentalmente que diferentes formas de organização perceptiva são percebidas de forma organizada e com significado Wertheimer pode provar experimentalmente que diferentes formas de organização perceptiva são percebidas de forma organizada e com significado distinto por cada pessoa. o conhecimento do mundo se obtém

Leia mais

COACHING PARENTAL. Uma nova forma de pensar e estar com a sua família

COACHING PARENTAL. Uma nova forma de pensar e estar com a sua família COACHING PARENTAL Uma nova forma de pensar e estar com a sua família 1 Ser pai e mãe é o trabalho mais importante do mundo. É aquele trabalho em que sentimos que podemos verdadeiramente fazer a diferença!

Leia mais

Nisto poderemos perguntar, por que pensar em liderança: Vejamos alguns pontos de vital importância:

Nisto poderemos perguntar, por que pensar em liderança: Vejamos alguns pontos de vital importância: LIDERANÇA EMPRESARIAL EVIDÊNCIAS DO COACHING COMO ESTRATÉGIA DE SUCESSO Prof. Dr. Edson Marques Oliveira, Doutor em Serviço Social pela Unesp-Franca-SP, mestre em Serviço Social pela PUC-SP e bacharel

Leia mais

PARECER TÉCNICO. Núcleo de Apoio à Vítima de Estupro (NAVES) Rua Tibagi, 779, Gabinete 803, Centro, Curitiba PR, telefone 3250-4022.

PARECER TÉCNICO. Núcleo de Apoio à Vítima de Estupro (NAVES) Rua Tibagi, 779, Gabinete 803, Centro, Curitiba PR, telefone 3250-4022. PARECER TÉCNICO Atendendo à solicitação da Procuradora de Justiça Coordenadora do Núcleo de Apoio à Vítima de Estupro (NAVES), Dra. Rosângela Gaspari, eu, Erica A. C. M. Eiglmeier, psicóloga, venho apresentar

Leia mais

I CURSO DE CAPACITAÇÃO EM EDUCAÇÃO EMOCIONAL

I CURSO DE CAPACITAÇÃO EM EDUCAÇÃO EMOCIONAL I CURSO DE CAPACITAÇÃO EM EDUCAÇÃO EMOCIONAL O Programa do curso de Educação Emocional contempla: Perceber, identificar, nomear e lidar melhor com as emoções em si e no outro para o bem estar físico, mental

Leia mais

Estado do Espírito Santo CÂMARA MUNICIPAL DE VILA VELHA "Deus seja Louvado"

Estado do Espírito Santo CÂMARA MUNICIPAL DE VILA VELHA Deus seja Louvado PROJETO DE LEI Nº /2015 EMENTA: INSTITUI A CAMPANHA MUNICIPAL DE COMBATE E CONSCIENTIZAÇÃO A SÍNDROME DE BURNOUT A SER REALIZADA ANUALMENTE NA SEMANA DO DIA 15 DE OUTUBRO, E DA OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A Câmara

Leia mais

Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem (PNAISH)

Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem (PNAISH) Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem (PNAISH) 15/07/2011 METALÚRGICO, 26 ANOS Não costumo fazer exame porque sinto meu corpo bom, ótimo. Nunca senti uma dor. Senti uma dor uma vez na

Leia mais

Proposta para Implantação do Programa Atividade Física & Mulheres

Proposta para Implantação do Programa Atividade Física & Mulheres 2 Proposta para Implantação do Programa Atividade Física & Mulheres Ana Paula Bueno de Moraes Oliveira Graduada em Serviço Social Pontifícia Universidade Católica de Campinas - PUC Campinas Especialista

Leia mais

PORTFÓLIO DE CURSOS E COACHING

PORTFÓLIO DE CURSOS E COACHING 11 PORTFÓLIO DE CURSOS E COACHING W W W. C O M U N I C A C A O E M F O C O. C O M. BR SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO QUEM SOMOS... 3 2. CURSOS IN COMPANY 2.1. ORATÓRIA E TÉCNICAS DE APRESENTAÇÃO EM PÚBLICO...

Leia mais

Dedico este livro a todas as MMM S* da minha vida. Eu ainda tenho a minha, e é a MMM. Amo-te Mãe!

Dedico este livro a todas as MMM S* da minha vida. Eu ainda tenho a minha, e é a MMM. Amo-te Mãe! Dedico este livro a todas as MMM S* da minha vida. Eu ainda tenho a minha, e é a MMM. Amo-te Mãe! *MELHOR MÃE DO MUNDO Coaching para Mães Disponíveis, www.emotionalcoaching.pt 1 Nota da Autora Olá, Coaching

Leia mais

11 de abril de 2012. Presenteísmo O Inimigo Invisível

11 de abril de 2012. Presenteísmo O Inimigo Invisível 11 de abril de 2012 Presenteísmo O Inimigo Invisível Absenteísmo X Presenteísmo Ausência ao trabalho, seja por falta, atraso, desmotivação ou doença X Propensão do trabalhador em permanecer trabalhando,

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE POS GRADUAÇÃO LATO SENSU. Ano: 2014/2015

PROJETO PEDAGÓGICO DE POS GRADUAÇÃO LATO SENSU. Ano: 2014/2015 PROJETO PEDAGÓGICO DE POS GRADUAÇÃO LATO SENSU Ano: 2014/2015 1 - JUSTIFICATIVA A hospitalização pode ser experienciada como um dos momentos mais delicados e difíceis do processo do adoecer. Isso porque

Leia mais

Coaching: um novo olhar. Maria José Tenreiro

Coaching: um novo olhar. Maria José Tenreiro Coaching: um novo olhar Maria José Tenreiro Ampliar a visão Desenvolver aptidões Abrir perspetivas O que é o Coaching? Expandir recursos Alterar rotinas de pensamento Descobrir que somos capazes mudando

Leia mais

MADRINA-Desenvolvimento Infantil e Parental 1

MADRINA-Desenvolvimento Infantil e Parental 1 MADRINA-Desenvolvimento Infantil e Parental 1 PROJETO MEU TEMPO DE CRIANÇA Missão Visão Valores Colaborar com a importante tarefa de educar as crianças, nesse momento único de suas jovens vidas, onde os

Leia mais

CASO CLINICO. Sexo: Masculino - Peso : 90 KIlos Altura: 1,90m

CASO CLINICO. Sexo: Masculino - Peso : 90 KIlos Altura: 1,90m CASO CLINICO Cliente : A. G - 21 anos - Empresa familiar - Sexo: Masculino - Peso : 90 KIlos Altura: 1,90m Motivo da avaliação: Baixa auto estima, dificuldade em dormir, acorda várias vezes a noite. Relatou

Leia mais

Vivendo sem Calmantes. Ajudando você a se libertar dos calmantes, da ansiedade e da depressão

Vivendo sem Calmantes. Ajudando você a se libertar dos calmantes, da ansiedade e da depressão Vivendo sem Calmantes Ajudando você a se libertar dos calmantes, da ansiedade e da depressão Editora Livre Expressão Realizando Sonhos. Enriquecendo Vidas. São Paulo Rio de Janeiro 2014 Sumário Agradecimentos...

Leia mais

Parent Academy October 2011 Elementary Office Camila Miranda

Parent Academy October 2011 Elementary Office Camila Miranda Lidando com emoções e frustrações criando um processo de tomada de decisão positivo Parent Academy October 2011 Elementary Office Camila Miranda O que é frustração? Estado emocional desagradável que advém

Leia mais

Tratamento do TCAP. Psicologia: como os processos mentais interferem na vida do sujeito. História individual, singularidade.

Tratamento do TCAP. Psicologia: como os processos mentais interferem na vida do sujeito. História individual, singularidade. Tratamento do TCAP Psicologia: como os processos mentais interferem na vida do sujeito História individual, singularidade Psicoterapia: Tratamento: multidisciplinar Equipe coesa Importância de entender

Leia mais

Aids e Ética Médica. Dr. Eugênio França do Rêgo

Aids e Ética Médica. Dr. Eugênio França do Rêgo Dr. Eugênio França do Rêgo Aids e discriminação: 1. Deve o médico ter presente a natureza de sua profissão e, principalmente, sua finalidade. (CEM: 1 o ; 2 o e 6 o ) 2. Deve o médico buscar a mais ampla

Leia mais

Psicologia USP versão impressa ISSN 0103-6564. Psicol. USP v.12 n.2 São Paulo 2001. http://dx.doi.org/10.1590/s0103-65642001000200019

Psicologia USP versão impressa ISSN 0103-6564. Psicol. USP v.12 n.2 São Paulo 2001. http://dx.doi.org/10.1590/s0103-65642001000200019 Psicologia USP versão impressa ISSN 0103-6564 Psicol. USP v.12 n.2 São Paulo 2001 http://dx.doi.org/10.1590/s0103-65642001000200019 PSICANÁLISE E UNIVERSIDADE: PESQUISA Cláudio Laks Eizirik 1 Universidade

Leia mais

ISBN 978-85-64468-27-6. 1. Psicologia Crianças. I. Título. CDU 159.9-053.2. Catalogação na publicação: Mônica Ballejo Canto CRB 10/1023

ISBN 978-85-64468-27-6. 1. Psicologia Crianças. I. Título. CDU 159.9-053.2. Catalogação na publicação: Mônica Ballejo Canto CRB 10/1023 Pausa no cotidiano L692 Lhullier, Raquel Barboza Pausa no cotidiano: reflexões para pais, educadores e terapeutas / Raquel Barboza Lhullier. Novo Hamburgo : Sinopsys, 2014. 88p. ISBN 978-85-64468-27-6

Leia mais

Objetivos da SMAM 2013

Objetivos da SMAM 2013 Objetivos da SMAM 2013 1. Conscientizar da importância dos Grupos de Mães (ou do Aconselhamento em Amamentação) no apoio às mães para iniciarem e manterem a amamentação. 2. Informar ao público sobre os

Leia mais

EDITORIAL EDITORIAL ÍNDICE

EDITORIAL EDITORIAL ÍNDICE EDITORIAL EDITORIAL 1 Sérgio Butka Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba Desde a primeira cartilha lançada pelo Departamento de Saúde do SMC vários problemas que fazem parte do cotidiano

Leia mais

Mediação: processo comunicacional não violento

Mediação: processo comunicacional não violento Mediação: processo comunicacional não violento Desde que comecei a escrever nessa coluna, preocupo-me em deixar muito claro do que se trata a mediação. Assim, a mediação é um processo conversacional pacífico,

Leia mais

Newsletter. Fernando Pessoa... Gabinete de Psicologia Clínica Dr.ª Ana Durão

Newsletter. Fernando Pessoa... Gabinete de Psicologia Clínica Dr.ª Ana Durão 2 EM 5 ENTREVISTA COM DESTAQUES Workshop Para os + Novos Para a sua Saúde Nº 3 MAIO 2008 6 NEUROFITNESS ESPECIAL EXERCÍCIOS Newsletter Gabinete de Psicologia Clínica Dr.ª Ana Durão Fernando Pessoa... Lisboa

Leia mais

De volta para vida: a inserção social e qualidade de vida de usuários de um Centro de Atenção Psicossocial

De volta para vida: a inserção social e qualidade de vida de usuários de um Centro de Atenção Psicossocial De volta para vida: a inserção social e qualidade de vida de usuários de um Centro de Atenção Psicossocial Eliane Maria Monteiro da Fonte DCS / PPGS UFPE Recife PE - Brasil Pesquisa realizada pelo NUCEM,

Leia mais