Guia de Implementação do Cliente da Verificação de Usuário Shibboleth Versão 3.5

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Guia de Implementação do Cliente da Verificação de Usuário Shibboleth 2015-05-04 Versão 3.5"

Transcrição

1 Guia de Implementação do Cliente da Verificação de Usuário Shibboleth Versão 3.5

2 SUMÁRIO Introdução... 1 Finalidade e público-alvo... 1 Termos mais utilizados... 1 Visão geral de Verificação de Usuário do Shibboleth... 3 O que é Verificação de Usuário?... 3 O que é Shibboleth?... 3 Federações do Shibboleth... 4 Como funciona o Shibboleth... 5 Diagrama de experiência do cliente... 6 Resumo da implementação do Shibboleth... 6 Configurando seu IdP... 7 Metadados e IDs de entidade da Kivuto... 7 Atributos... 7 Configurando o Shibboleth em sua WebStore do ELMS Configurando um Shibboleth como um tipo de verificação de WebStore Configurando a verificação de Shibboleth Guia Detalhes Guia Configurações Guia Diagnósticos Procedimentos de pós-implementação Como testar a integração Como testar o fluxo de trabalho Validação Solução de problemas Restaurando funções administrativas Cenários de implementação do Shibboleth Cenário 1: WebStore organizacional do ELMS para um único membro da federação Cenário 2: WebStore departamental do ELMS para um único membro da federação Cenário 3: WebStore integrada do ELMS para um único membro da federação Cenário 4: WebStore do ELMS para TODOS os membros de uma federação Verificação de Usuário Shibboleth: Guia de implementação do cliente

3 Suporte Verificação de Usuário Shibboleth: Guia de implementação do cliente

4 Introdução Esta seção aborda as seguintes áreas: Finalidade e público-alvo Termos mais utilizados FINALIDADE E PÚBLICO-ALVO Este documento oferece a você instruções detalhadas para o estabelecimento de um mecanismo de logon único entre um Shibboleth IdP existente de um cliente e uma WebStore do ELMS da Kivuto. Este documento tem como principal objetivo fornecer instruções a Administradores do ELMS e à equipe técnica que gerenciam serviços de identidade para suas organizações. Leia este documento juntamente com a ajuda on-line, disponível no site e5 Administration. TERMOS MAIS UTILIZADOS Termo ELMS / e5 Definição/descrição Sistema Eletrônico de Gerenciamento de Licenças Cliente Comprador Uma organização que está usando o Shibboleth para autenticar compradores para usar uma WebStore do ELMS. No site ELMS Administration, um cliente é definido como uma Organização. Usuário que está sendo conectado à WebStore do ELMS. WebStore WebStore organizacional Um site de comércio eletrônico do ELMS da Kivuto que fornece produtos para a venda em nome do cliente. Uma WebStore associada a um contrato de distribuição de software em toda a organização (por exemplo, o DreamSpark Standard). Todos os membros de uma organização são elegíveis para solicitar o software por meio de WebStores deste tipo. Verificação de Usuário Shibboleth: Guia de implementação do cliente

5 Termo WebStore departamental WebStore integrada ELMS Administration Shibboleth IdP SP ID de entidade Definição/descrição Uma WebStore associada a um contrato de distribuição de software departamental (por exemplo, o DreamSpark Premium). Somente membros de um departamento específico em uma organização são elegíveis para solicitar o software por meio de WebStores deste tipo. Uma WebStore do ELMS associada a vários contratos de distribuição de software, tanto no âmbito da organização quanto dos departamentos. Todos os membros de uma organização inteira podem se conectar a WebStores deste tipo e serão elegíveis para solicitar o software oferecido pelos contratos de toda a organização. Os membros de departamentos elegíveis terão acesso ao software oferecido pelos contratos departamentais. O módulo de administração segura no ELMS que contém funções para gerenciar uma WebStore, bem como para configurar uma verificação de usuário. Esse módulo é acessível somente a usuários autorizados. De O sistema Shibboleth System é um pacote de software de código-fonte aberto e baseado em padrões para logon único na Web dentro ou fora dos limites da organização. Ele permite que os sites tomem decisões de autorização informadas para acesso individual de recursos online protegidos de uma maneira que preserva a privacidade." Provedor de Identidade. O software usado por uma organização com usuários que desejam acessar um serviço restrito. Provedor de Serviços. O software executado pelo provedor que gerencia o serviço restrito (por exemplo, Kivuto). Nome exclusivo de um IdP ou um SP em uma implantação Shibboleth. O valor de EntityID da Kivuto é: https://e5.onthehub.com. Metadados Atributos Código Externo da Organização WAYF Dados de configuração usados por IdPs e SPs para se comunicarem uns com os outros. As declarações feitas por um IdP sobre uma pessoa, como um endereço de ou um identificador exclusivo. Código fornecido por uma organização ou sua organização principal para identificá-la durante a comunicação com um serviço de verificação de Logon Único, como o Shibboleth. Para WebStores departamentais, um atributo que corresponde a esse código deve ser transmitido para limitar o acesso a membros do departamento elegível. Where Are You From serviços de descoberta Verificação de Usuário Shibboleth: Guia de implementação do cliente

6 Visão geral de Verificação de Usuário do Shibboleth Esta seção aborda as seguintes áreas: O que é Verificação de Usuário? O que é Shibboleth? Como funciona o Shibboleth o Diagrama de experiência do cliente Resumo da implementação do Shibboleth O QUE É VERIFICAÇÃO DE USUÁRIO? Verificação de usuário é o método pelo qual a elegibilidade de um usuário da WebStore para solicitar o software é autenticado. Somente usuários autenticados podem adquirir software na sua WebStore. O administrador do ELMS deve definir como seus usuários são autenticados. Isso é conhecido como métodos de verificação. Diversos métodos de verificação podem ser usados para autenticar usuários, incluindo domínio de , importação de usuários, IUV (Integrated User Verification) e Shibboleth (de um Federated Identity Program). O QUE É SHIBBOLETH? Shibboleth é um método de verificação de logon único (SSO) que foi adotado mundialmente. Os motivos do mesmo variam desde suas origens de código aberto até seu modelo de proteção de privacidade que fornece a indivíduos e organizações total controle sobre quais informações pessoais são liberadas para as partes externas. O Shibboleth é geralmente usado por uma federação ou um grupo de organizações. Por exemplo, o InCommon é uma federação de organizações nos Estados Unidos. O Canadian Access Federation é um grupo que oferece os serviços Shibboleth a instituições de ensino do Canadá. Para aqueles que necessitam mais informações sobre o Shibboleth, consulte o site do projeto em Demonstrações passo a passo do processo de logon estão disponíveis em Verificação de Usuário Shibboleth: Guia de implementação do cliente

7 FEDERAÇÕES DO SHIBBOLETH Clientes que usam o Shibboleth com o ELMS devem ser membros de uma federação da qual a Kivuto é um SP. Consulte Tabela 1 para obter uma lista de federações suportadas pela Kivuto. Tabela 1: Lista de federações Federação SWITCH InCommon Canadian Access Federation (CAF) UK Federation WAYFDK SWAMID Haka Belnet Edugate DFN IDEM RENATER ACO GRNET GakuNin AAF País Suíça Estados Unidos Canadá Reino Unido Dinamarca Suécia Finlândia Bélgica Irlanda Alemanha Itália França Áustria Grécia Japão Austrália Verificação de Usuário Shibboleth: Guia de implementação do cliente

8 COMO FUNCIONA O SHIBBOLETH A seguir são descritas etapas comuns em um logon do Shibboleth em uma WebStore do ELMS: O comprador chega à WebStore da ELMS: Quando o comprador clica no link para se conectar ou executa uma ação que requer autenticação (por exemplo, adicionar um item a um carrinho de compra), o software Shibboleth SP integrado à WebStore do ELMS redireciona o comprador para a página de entrada do Shibboleth IdP do cliente ou para um serviço de descoberta remoto (WAYF), se necessário. O comprador escolhe a organização de origem: Essa etapa normalmente não é necessária, mas está disponível no caso de mais de um membro de uma federação acessar a mesma WebStore da ELMS. O serviço de descoberta apresenta uma lista de organizações na qual o comprador escolhe sua organização de origem e, em seguida, redireciona o comprador ao site do cliente. O site do cliente autentica o comprador: O site do cliente solicita as credenciais do comprador e autentica o usuário. Essa autenticação é coordenada pelo software Shibboleth IdP do cliente. O IdP cria um conjunto mínimo de atributos para o comprador exigido pela Kivuto. Em seguida, o site redireciona o comprador de volta para a WebStore do ELMS. A WebStore do ELMS autentica o comprador: Os atributos liberados pelo IdP do cliente são usados para criar um conjunto de credenciais na WebStore do ELMS (conta do usuário). Esta ação conclui o processo de verificação e a página original solicitada pelo comprador é exibida. Verificação de Usuário Shibboleth: Guia de implementação do cliente

9 DIAGRAMA DE EXPERIÊNCIA DO CLIENTE ELMS Descobert a (WAYF) IdP do cliente O comprador clica no link Registrar O ELMS processa os atributos do comprador O comprador escolhe a organização de origem O comprador inicia as compras! O comprador insere o nome de usuário e a senha RESUMO DA IMPLEMENTAÇÃO DO SHIBBOLETH + + TESTE SUA INTEGRAÇÃO Configure seu IdP Libere atributos para os IDs de entidade da Kivuto Configure o ELMS para se comunicar com seu IdP Verificação de Usuário Shibboleth: Guia de implementação do cliente

10 Configurando seu IdP Esta seção aborda as seguintes áreas: Metadados e IDs de entidade da Kivuto Atributos METADADOS E IDS DE ENTIDADE DA KIVUTO Se sua organização for um IdP em uma federação que aceitou a Kivuto como um SP, ambos serão encontrados nos metadados publicados pela federação. A ID de entidade usada pela Kivuto é: https://e5.onthehub.com ATRIBUTOS O conjunto mínimo de declarações de identidade exigido pela Kivuto é: um identificador exclusivo de um comprador o Isso permite que o comprador seja identificado em vários logins. uma lista de afiliações de grupos o Isso fornece acesso do comprador a produtos que são restritos a membros de grupos de usuários específicos. Por exemplo, um produto pode estar disponível somente para membros do corpo docente ou de funcionários. Declarações adicionais de identidade podem ser feitas (passadas durante a integração) para personalizar ainda mais a WebStore do ELMS para seus usuários. Para obter uma lista de atributos, consulte a Tabela 2: Atributos, abaixo. Nota: Os atributos que devem ser transmitidos dependem do cenário de implementação. Consulte Cenários de implementação do Shibboleth para determinar quais atributos são necessários para a sua implementação. Verificação de Usuário Shibboleth: Guia de implementação do cliente

11 Tabela 2: Atributos Atributo edupersontargetedid urn:mace:dir:attribute-def:edupersontargetedid: urn:oid: Descrição Identificador exclusivo de um usuário. Se estiver opaco, convém usar a configuração Ocultar nome de usuário (consulte a Tabela 3: Configurações). persistent ID (SAML 2.0) urn:oasis:names:tc:saml:2.0:nameid-format:persistent uid urn:mace:dir:attribute-def:uid urn:oid: SwissEP_UniqueID urn:mace:switch.ch:attribute-def:swissedupersonuniqueid urn:oid: edupersonprincipalname urn:mace:dir:attribute-def:edupersonprincipalname urn:oid: Identificador exclusivo de um usuário. Identificador exclusivo de um usuário. Identificador exclusivo de um usuário (SWITCHaai). Identificador exclusivo de um usuário. Pode ser usado em combinação com outros IDs exclusivos. Neste caso, edupersonprincipalname será o nome de usuário e o outro ID será capturado como o identificador de membro em uma verificação de usuário. edupersonscopedaffiliation urn:mace:dir:attribute-def:edupersonscopedaffiliation urn:oid: Concede qualificação a um usuário através da associação do grupo de usuários. Os mapas de valor de atributo para o grupo de usuários são: Importante: Este atributo e os valores padrão disponíveis foram desenvolvidos para serem transmitidos por organizações acadêmicas. Organizações corporativas podem precisar transferir diferentes parâmetros para indicar a elegibilidade de seus usuários. Consulte seu gerente de conta para ver mais detalhes. student -> Alunos faculty -> Corpo Docente staff -> Equipes employee -> Corpo Docente/Equipe member -> Alunos/Corpo Docente/Funcionários edupersonaffiliation urn:mace:dir:attribute-def:edupersonaffiliation urn:oid: edupersonprimaryaffiliation urn:mace:dir:attribute-def:edupersonprimaryaffiliation urn:oid: Concede qualificação a um usuário. O mesmo mapeamento do atributo do escopo. Concede qualificação a um usuário. O mesmo mapeamento do atributo do escopo. Verificação de Usuário Shibboleth: Guia de implementação do cliente

12 Atributo ismemberof urn:mace:dir:attribute-def:ismemberof urn:oid: Descrição Usado para grupo de usuários personalizado ou para mapeamento da organização. Multivalor, use vírgulas ou dois pontos como delimitadores. Os valores podem ser qualificados, por exemplo, urn:mace:example.edu:groups:groupcode. A última parte dos valores qualificados é usada ao fazer a correspondência com os códigos do sistema. Para grupos de usuários, será feita a correspondência dos valores com os campos Código de Grupo de Usuários no site e5 Administration, na seção Usuários» Grupos de Usuários. Quando correspondido, será concedida ao usuário a associação ao grupo correspondente. Para organizações, os valores serão correspondidos com relação ao Código Externo da Organização (que pode ser encontrado na página Organização do site ELMS Administration depois que foi fornecido à Kivuto) para a organização da WebStore ou de qualquer uma de suas organizações afiliadas. Quando houver uma correspondência, será criada uma verificação de usuário, vinculando-o à organização que tenha grupos de usuários correspondentes. Isso pode ser usado, por exemplo, para especificar que um usuário é um membro de um departamento específico. Nota: As organizações com WebStores departamentais devem transmitir um atributo usado para mapeamento da organização que corresponde a seu Código Externo da Organização. Verificação de Usuário Shibboleth: Guia de implementação do cliente

13 Atributo edupersonentitlement urn:mace:dir:attribute-def:edupersonentitlement SAML2: urn:oid: Descrição Usado para grupo de usuários personalizado ou para mapeamento da organização. Consulte ismemberof para obter detalhes sobre como os valores são mapeados. Os valores são URIs, sejam eles URNs ou URLs. Qualquer URN válido pode ser usado (por exemplo, urn:mace:school.edu:exampleresource). Tanto o valor integral de URN (urn:mace:school.edu:exampleresource) quanto a parte da cadeia de caracteres específica ao namespace (exampleresource) serão comparadas aos mapeamentos de grupo e organização. Somente URLs do formato podem ser usadas. Elas não são passíveis de resolução. A parte do valor ([code]) será correspondente aos mapeamentos de grupo e da organização. Nota: As organizações com WebStores departamentais devem transmitir um atributo usado para mapeamento da organização que corresponde a seu Código Externo da Organização. ou urn:mace:dir:attribute-def:ou urn:oid: Usado para mapeamento da organização. Delimitadores multivalores, vírgulas ou dois pontos podem ser usados. Os valores serão correspondidos com relação ao Código Externo da Organização (que pode ser encontrado na página Organização do site ELMS Administration depois que foi fornecido à Kivuto). Quando houver uma correspondência, será criada uma verificação de usuário, vinculando-o à organização que tenha grupos de usuários correspondentes. Isso pode ser usado, por exemplo, para especificar que um usuário é um membro de um departamento específico. Nota: As organizações com WebStores departamentais devem transmitir um atributo usado para mapeamento da organização que corresponde a seu Código Externo da Organização. Verificação de Usuário Shibboleth: Guia de implementação do cliente

14 Atributo edupersonorgunitdn urn:mace:dir:attribute-def:edupersonorgunitdn urn:oid: Descrição Usado para mapeamento da organização. Os nomes distintos das entradas do diretório que representam a unidade organizacional do usuário. Espera-se caracteres de barra vertical ( ) com diversos valores como delimitadores. Os valores são esperados no formulário DN, por exemplo, ou=potions, o=hogwarts, dc=hsww, dc=wiz. No caso do exemplo, Potions será o valor analisado e será correspondente com os campos de Código Externo da Organização (consulte ou). Nota: As organizações com WebStores departamentais devem transmitir um atributo usado para mapeamento da organização que corresponde a seu Código Externo da Organização. Surname urn:mace:dir:attribute-def:sn urn:oid: O sobrenome do usuário. givenname urn:mace:dir:attribute-def:givenname urn:oid: O nome do usuário. mail urn:mace:dir:attribute-def:mail urn:oid: homeorganization urn:mace:switch.ch:attribute-def:swissedupersonhomeorganization urn:oid: homeorganizationtype urn:mace:switch.ch:attributedef:swissedupersonhomeorganizationtype urn:oid: O endereço de do usuário. A organização à qual o usuário pertence (SWITCHaai). O tipo de organização à qual o usuário pertence. Um valor de universidade ou uas é exigido para que o usuário receba qualificação acadêmica (SWITCHaai). Verificação de Usuário Shibboleth: Guia de implementação do cliente

15 Configurando o Shibboleth em sua WebStore do ELMS Esta seção aborda as seguintes áreas: Configurando um Shibboleth como um tipo de verificação de WebStore Configurando a verificação do Shibboleth o Detalhes o Configurações o Diagnósticos Importante: Todas as tarefas descritas nesta seção devem ser executadas por um administrador ativo e registrado do EMLS ao entrar no site ELMS Administration (https://e5.onthehub.com/admin). Serão necessários o número da conta da organização, um nome de usuário e uma senha válidos para entrar. CONFIGURANDO UM SHIBBOLETH COMO UM TIPO DE VERIFICAÇÃO DE WEBSTORE Para que seja possível configurar o Shibboleth para trabalhar com a WebStore do ELMS, você deve definir o Shibboleth como um tipo de verificação. Para configurar o Shibboleth como um tipo de verificação: 1. No site e5 Administration, clique em: WebStore. 2. Clique na guia Verificação. A lista de tipos de verificação atualmente configurados é exibida. Por padrão, Importações de Usuários ou um tipo de verificação diferente pode ter sido configurado para sua WebStore quando ela foi implementada. 3. Clique na caixa de seleção ao lado de qualquer tipo de verificação que não está no Shibboleth e, em seguida, clique no botão Excluir (ou clique no link Desativar na coluna Ações ao lado de qualquer tipo de verificação que não seja Shibboleth). 4. Clique no botão Adicionar. Uma nova janela é aberta. 5. Clique na caixa de seleção ao lado de Shibboleth. 6. Clique no botão OK para salvar sua seleção. Verificação de Usuário Shibboleth: Guia de implementação do cliente

16 CONFIGURANDO A VERIFICAÇÃO DE SHIBBOLETH Depois que o Shibboleth tiver sido definido como um tipo de verificação para a sua organização, será necessário configurá-lo. Para configurar o Shibboleth: 1. No menu principal, clique em WebStore. 2. Clique na guia Verificação. 3. Clique no link Shibboleth. Uma nova janela abre com duas guias: Detalhes e Configurações. GUIA DETALHES Geralmente, não é necessário, ou recomendável, alterar os valores padrão dos campos nesta guia. Tenha cuidado se desejar alterar os valores padrão de Setor e de Verificações Expiram em. A alteração desses valores poderá interromper sua implementação, resultando em usuários finais não sendo capazes de entrar na WebStore do ELMS. GUIA CONFIGURAÇÕES A página Configurações define todas as informações de cliente (organização) exigidas pela Kivuto. Consulte a Tabela 3: Configurações. Nota: As configurações que são necessárias dependem do cenário de implementação. Consulte Cenários de implementação do Shibboleth para determinar quais configurações são necessárias para a sua implementação. Tabela 3: Configurações Informações Terceiro confiável Descrição Lista de federações das quais a Kivuto é membro (por exemplo, InCommon, SWITCHaai). Verificação de Usuário Shibboleth: Guia de implementação do cliente

17 Informações ID de entidade do Provedor de Identidade Descrição Serviços de descoberta da federação (WAYF) podem ser ignorados fornecendo-se um valor a esta configuração. Se a WebStore for específica de um IdP, este valor deverá ser considerado como necessário. O valor deve ser exatamente igual àquele encontrado em metadados. Por exemplo: urn:mace:incommon:myorg.edu ou https://shibboleth.myorg.edu Endereço de do Administrador IUV Endereço de do indivíduo (ou lista de distribuição) que receberá mensagens de erro do ELMS. Ocultar nome de usuário Quando selecionada, esta configuração impede que o identificador exclusivo de um usuário seja exibido em vários lugares na interface do usuário da WebStore. Isto será útil quando um nome de usuário formatado para a tela não for fornecido (ex., uma GUID) como parte do conjunto de atributos liberados do IdP. URL de redirecionamento de logoff A URL para a qual um usuário será redirecionado quando sair da WebStore e do Shibboleth SP. Se for deixado vazio, o usuário permanecerá na WebStore ao fazer logoff e será exibida uma mensagem semelhante à seguinte: Você saiu deste site, mas continua conectado ao seu sistema de Logon Único. Se você desejar desconectar completamente, DEVERÁ fechar seu navegador. Habilitar modo de diagnósticos Quando habilitado, os dados de estado do servidor são capturados para todas as tentativas de entrada, e os mais recentes podem ser exibidos na guia Diagnósticos. Consulte a seção Solução de problemas em Testando sua integração. Verificação de Usuário Shibboleth: Guia de implementação do cliente

18 Informações Escopo de qualificação restrito Descrição Se selecionado, os atributos de qualificação (ex., edupersonscopedaffiliation) serão processados somente para usuários com atributos de acompanhamento contendo informações de mapeamento da organização (ou, edupersonorgunitdn, ismemberof, edupersonentitlement). Se estiver desmarcado, os atributos de qualificação serão processados para todos os usuários. Se os atributos de mapeamento da organização de acompanhamento estiverem presentes, os usuários receberão a associação nas organizações correspondentes. Caso contrário, os usuários receberão a associação na organização da WebStore. Esses dados podem ser vistos, após o logon, examinando-se os registros de verificação do usuário correspondente (Usuários» [selecionar usuário]» Verificações). Nota: Esta opção deverá ser selecionada se você estiver configurando o Shibboleth para uma WebStore puramente departamental, de forma que apenas os membros do departamento apropriado recebam elegibilidade. Esta é a única ocasião na qual tal opção deve ser selecionada. GUIA DIAGNÓSTICOS A página Diagnósticos exibe dados capturados durante as tentativas de logon recentes. Nada será exibido a menos que o Modo Diagnóstico seja habilitado por meio da página Configurações (consulte Tabela 3: Configurações). Para obter detalhes sobre o que será exibido, consulte a seção Solução de problemas em Como testar a integração. Verificação de Usuário Shibboleth: Guia de implementação do cliente

19 Procedimentos de pós-implementação Esta seção descreve as etapas que devem ser executadas depois que sua integração estiver completa. Elas incluem: Como testar a integração Restaurando funções administrativas COMO TESTAR A INTEGRAÇÃO COMO TESTAR O FLUXO DE TRABALHO A seguir, as etapas comuns necessárias para testar sua implementação. 1. Configure seu IdP. 2. Configure sua WebStore do ELMS. 3. Acione o processo de autenticação de sua WebStore do ELMS. Caso já tenha se conectado ao site de administração, você deverá se desconectar ou usar outro navegador. Se o tipo de verificação do Shibboleth estiver no status Testando, você precisará usar a URL de teste encontrada em WebStore» Verificação que permite testar métodos de verificação ao acessar sua WebStore. 4. Faça a autenticação com seu IdP e certifique-se de que tenha se conectado com êxito à sua WebStore do ELMS. 5. Valide os dados criados para o usuário em sua WebStore do ELMS conforme descrito na próxima seção. 6. Quando tudo funcionar conforme esperado, entre em contato com a Kivuto para continuar. VALIDAÇÃO Depois de obter êxito na autenticação, é importante verificar o perfil do usuário para garantir que todos os grupos de qualificação e as informações de personalização tenham sido definidos corretamente. Na WebStore do ELMS: 1. Clique no link Sua Conta/Pedidos acima da faixa da página. 2. Clique no link Detalhes da conta. Qualquer informação de personalização transmitida será exibida. Verificação de Usuário Shibboleth: Guia de implementação do cliente

20 3. Retorne para a página Sua Conta/Pedidos e clique no link Sua Elegibilidade para exibir os grupos de elegibilidade ao quais sua conta foi atribuída. No site de administração do ELMS: 1. No menu principal, clique em Usuários. 2. Busque pelo usuário desejado e clique em Nome de Usuário para navegar até a página de detalhes. Qualquer informação de personalização transmitida será exibida. 3. Clique na guia Verificações. Para cada autenticação bem-sucedida, haverá uma entrada que contém a lista esperada de grupos de elegibilidade. SOLUÇÃO DE PROBLEMAS Caso encontre problemas durante a autenticação, ou se as informações de personalização ou qualificação não tiverem sido criadas conforme o esperado para seus usuários, talvez seja útil habilitar o Modo Diagnósticos (consulte Tabela 3). Os dados capturados durante as tentativas de entrada recentes, sejam bem-sucedidas ou não, serão exibidos na guia Diagnósticos do Shibboleth. Clicar em uma tentativa de logon individual mostra a página Detalhes com as seguintes seções: Usuário o Nome de usuário, nome e sobrenome, endereço de . Vazio para tentativas sem sucesso. Verificações de Usuário o Para cada organização, o usuário era mapeado (via ou, ismemberof etc.), para a verificação de usuário correspondente, junto com o identificador de membro exclusivo, a data de expiração da verificação e associações do grupo de usuário. Vazio para tentativas sem sucesso. Variáveis de servidor do Shibboleth o As variáveis do servidor IIS que faziam parte da sessão do Shibboleth ativa durante a tentativa de logon. Se os atributos esperados não forem exibidos aqui, o servidor do Shibboleth os terá descartado devido a um mapeamento ou formatação de valor não suportado. Para obter um resumo sobre como as entradas na seção Variáveis de servidor do Shibboleth são mapeadas para os atributos do Shibboleth, consulte Tabela 4: Variáveis de servidor do Shibboleth. Outras variáveis de servidor Verificação de Usuário Shibboleth: Guia de implementação do cliente

21 o Outras variáveis de servidor IIS ativas durante a tentativa de logon. Provavelmente, não é útil, mas presente no caso de uma variável não ter sido classificada corretamente, e incluída na seção Shibboleth acima. Tabela 4: Variáveis de servidor do Shibboleth Nome da variável HTTP_TARGETEDID HTTP_PERSISTENTID HTTP_AFFILIATION HTTP_ISMEMBEROF HTTP_ACADEMICCAREER HTTP_PRINCIPALNAME HTTP_GIVENNAME HTTP_MAIL HTTP_SURNAME HTTP_UID HTTP_ENTITLEMENT Nome(s) de atributos edupersontargetedid urn:oid: urn:oasis:names:tc:saml:2.0:nameid-format:persistent urn:mace:dir:attribute-def:edupersonaffiliation urn:oid: urn:mace:dir:attribute-def:edupersonscopedaffiliation urn:oid: urn:mace:dir:attribute-def:edupersonprimaryaffiliation urn:oid: urn:mace:dir:attribute-def:ismemberof urn:oid: urn:mace:dir:attribute-def:academiccareer rn:oid: urn:mace:dir:attribute-def:edupersonprincipalname urn:oid: urn:mace:dir:attribute-def:givenname urn:oid: urn:mace:dir:attribute-def:mail urn:oid: urn:mace:dir:attribute-def:sn urn:oid: urn:mace:dir:attribute-def:uid urn:oid: urn:mace:dir:attribute-def:employeenumber urn:oid: ,3 urn:mace:dir:attribute-def:edupersonentitlement urn:oid: Verificação de Usuário Shibboleth: Guia de implementação do cliente

22 Nome da variável HTTP_OU HTTP_ORGUNITDN HTTP_UNIQUEID HTTP_HOMEORGANIZATION HTTP_HOMEORGANIZATIONTYPE HTTP_STUDYBRANCH1 HTTP_STUDYBRANCH2 Nome(s) de atributos urn:mace:dir:attribute-def:ou urn:oid: urn:mace:dir:attribute-def:edupersonorgunitdn urn:oid: urn:mace:switch.ch:attribute-def:swissedupersonuniqueid urn:oid: urn:mace:switch.ch:attribute-def:swissedupersonhomeorganization urn:oid: urn:mace:switch.ch:attribute-def:swissedupersonhomeorganizationtype urn:oid: urn:mace:switch.ch:attribute-def:swissedupersonstudybranch1 urn:oid: urn:mace:switch.ch:attribute-def:swissedupersonstudybranch2 1. urn:oid: HTTP_STUDYBRANCH3 HTTP_STUDYLEVEL urn:mace:switch.ch:attribute-def:swissedupersonstudybranch3 urn:oid: urn:mace:switch.ch:attribute-def:swissedupersonstudylevel urn:oid: RESTAURANDO FUNÇÕES ADMINISTRATIVAS A implementação do Shibboleth cria uma nova conta para cada usuário da WebStore. Quando um novo nome de usuário não corresponde ao seu nome antigo, as funções administrativas não são transmitidas da conta antiga para a nova. Como resultado, alguns dos administradores da WebStore podem descobrir que não podem acessar o site de administração do ELMS quando entram com a nova conta Shibboleth. Os administradores afetados têm duas opções se desejam continuar agindo em sua capacidade administrativa anterior. 1. Entre em contato com a Equipe de Suporte do DreamSpark da Kivuto e solicite que as funções administrativas associadas com suas contas antigas sejam atribuídas à sua nova conta. Verificação de Usuário Shibboleth: Guia de implementação do cliente

Integrated User Verification Guia de Implementação do Cliente 2015-05-04 Confidencial Versão 2.9

Integrated User Verification Guia de Implementação do Cliente 2015-05-04 Confidencial Versão 2.9 Integrated User Verification Guia de Implementação do Cliente 2015-05-04 Confidencial Versão 2.9 SUMÁRIO Introdução... 2 Finalidade e público-alvo... 2 Sobre este documento... 2 Termos mais utilizados...

Leia mais

Integrated User Verification Guia de Implementação do Cliente

Integrated User Verification Guia de Implementação do Cliente Integrated User Verification Guia de Implementação do Cliente Versão 2.5 31.01.12 e-academy Inc [CONFIDENCIAL] SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 FINALIDADE E PÚBLICO-ALVO... 3 SOBRE ESTE DOCUMENTO... 3 TERMOS MAIS

Leia mais

Guia de introdução. Para os administradores do programa DreamSpark

Guia de introdução. Para os administradores do programa DreamSpark Guia de introdução Para os administradores do programa DreamSpark Este documento destaca as funções básicas necessárias para configurar e gerenciar seu ELMS na WebStore do DreamSpark. Versão 2.4 05.06.12

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Se ainda tiver dúvidas entre em contato com a equipe de atendimento: Por telefone: 0800 642 3090 Por e-mail atendimento@oisolucoespraempresas.com.br Introdução... 3 1. O que é o programa Oi Backup Empresarial?...

Leia mais

Guia de administração. BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange. Versão: 4.1 Service pack: 4B

Guia de administração. BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange. Versão: 4.1 Service pack: 4B BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange Versão: 4.1 Service pack: 4B SWD-313211-0911044452-012 Conteúdo 1 Gerenciando contas de usuários... 7 Adicionar uma conta de usuário... 7 Adicionar

Leia mais

Seu manual do usuário BLACKBERRY INTERNET SERVICE http://pt.yourpdfguides.com/dref/1117388

Seu manual do usuário BLACKBERRY INTERNET SERVICE http://pt.yourpdfguides.com/dref/1117388 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para BLACKBERRY INTERNET SERVICE. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a

Leia mais

TeamViewer 9 Manual Management Console

TeamViewer 9 Manual Management Console TeamViewer 9 Manual Management Console Rev 9.2-07/2014 TeamViewer GmbH Jahnstraße 30 D-73037 Göppingen www.teamviewer.com Sumário 1 Sobre o TeamViewer Management Console... 4 1.1 Sobre o Management Console...

Leia mais

Autenticação de dois fatores no SonicOS

Autenticação de dois fatores no SonicOS Autenticação de dois fatores no SonicOS 1 Observações, cuidados e advertências OBSERVAÇÃO: uma OBSERVAÇÃO indica informações importantes que ajudam a usar seu sistema da melhor forma. CUIDADO: um CUIDADO

Leia mais

Permissão de Usuários

Permissão de Usuários Permissão de Usuários 1 Conteúdo 1. Propósito 3 2. Permissão de Usuários PrefGest 4 3. Permissão de Usuário para PrefCad 10 2 1. Propósito Este documento destina-se a explicar a ação para liberar permissões

Leia mais

BlackBerry Internet Service. Versão: 4.5.1. Guia do usuário

BlackBerry Internet Service. Versão: 4.5.1. Guia do usuário BlackBerry Internet Service Versão: 4.5.1 Guia do usuário Publicado: 09/01/2014 SWD-20140109134951622 Conteúdo 1 Primeiros passos... 7 Sobre os planos de serviço de mensagens oferecidos para o BlackBerry

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Monitoramento de resposta do ponto de extremidade do URL. url_response série 4.1

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Monitoramento de resposta do ponto de extremidade do URL. url_response série 4.1 CA Nimsoft Monitor Guia do Probe Monitoramento de resposta do ponto de extremidade do URL url_response série 4.1 Aviso de copyright do CA Nimsoft Monitor Este sistema de ajuda online (o Sistema ) destina-se

Leia mais

Seu manual do usuário F-SECURE ONLINE BACKUP http://pt.yourpdfguides.com/dref/2859647

Seu manual do usuário F-SECURE ONLINE BACKUP http://pt.yourpdfguides.com/dref/2859647 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para F-SECURE ONLINE BACKUP. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no manual

Leia mais

Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume LICENCIAMENTO POR VOLUME DA MICROSOFT

Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume LICENCIAMENTO POR VOLUME DA MICROSOFT Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume LICENCIAMENTO POR VOLUME DA MICROSOFT NOVEMBRO DE 2014 GUIA DO USUÁRIO DO C ENTRO DE SERVIÇOS DE LICENCIAMENTO POR VO LUME DA MICROSOFT

Leia mais

Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume

Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume LICENCIAMENTO POR VOLUME DA MICROSOFT FEVEREIRO DE 2015 Novidades O Resumo da Licença foi aprimorado com recursos de pesquisa expandidos

Leia mais

Capture Pro Software. Introdução. A-61640_pt-br

Capture Pro Software. Introdução. A-61640_pt-br Capture Pro Software Introdução A-61640_pt-br Introdução ao Kodak Capture Pro Software e Capture Pro Limited Edition Instalando o software: Kodak Capture Pro Software e Network Edition... 1 Instalando

Leia mais

MANUAL DO PERSUS OPERADORAS MÓDULO DE GESTÃO DE CONTAS ANS Agência Nacional de Saúde Suplementar

MANUAL DO PERSUS OPERADORAS MÓDULO DE GESTÃO DE CONTAS ANS Agência Nacional de Saúde Suplementar MANUAL DO PERSUS OPERADORAS MÓDULO DE GESTÃO DE CONTAS ANS Agência Nacional de Saúde Suplementar MANUAL DO PERSUS - OPERADORAS MÓDULO DE GESTÃO DE CONTAS Índice 1. INTRODUÇÃO...5 2. MÓDULO DE GESTÃO DE

Leia mais

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Monitoramento de resposta do servidor LDAP. ldap_response série 1.3

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Monitoramento de resposta do servidor LDAP. ldap_response série 1.3 CA Nimsoft Monitor Guia do Probe Monitoramento de resposta do servidor LDAP ldap_response série 1.3 Aviso de copyright do CA Nimsoft Monitor Este sistema de ajuda online (o Sistema ) destina-se somente

Leia mais

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge Manual do Usuário Versão 1.1 ExpressoMG 14/10/2015 Sumário 1. Apresentação... 4 1.1 Objetivos do Manual... 4 1.2 Público Alvo...

Leia mais

Script de Configuração dos E-mails @SEE (Webmail /Outlook Express)

Script de Configuração dos E-mails @SEE (Webmail /Outlook Express) Script de Configuração dos E-mails @SEE (Webmail /Outlook Express) A Secretaria de Estado da Educação está disponibilizando uma nova ferramenta para acesso ao e-mail @see. Essa nova ferramenta permitirá

Leia mais

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Inspetor de serviços do Windows. ntservices série 3.1

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Inspetor de serviços do Windows. ntservices série 3.1 CA Nimsoft Monitor Guia do Probe Inspetor de serviços do Windows ntservices série 3.1 Aviso de copyright do CA Nimsoft Monitor Este sistema de ajuda online (o Sistema ) destina-se somente para fins informativos

Leia mais

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Índice Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter............... 1 Sobre a Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter................ 1 Requisitos de

Leia mais

CA Clarity Agile. Guia de Implementação. Release 13.3.00

CA Clarity Agile. Guia de Implementação. Release 13.3.00 CA Clarity Agile Guia de Implementação Release 13.3.00 A presente documentação, que inclui os sistemas de ajuda incorporados e os materiais distribuídos eletronicamente (doravante denominada Documentação),

Leia mais

Manual do Usuário Anônimo

Manual do Usuário Anônimo Manual do Usuário Anônimo esupplierconnect Versão 8.1 10 de Março, 2014 Página 1/34 10 Mar., 2014 v8.1 Sumário: 1 Introdução 3 2 Sobre o esupplierconnect 5 2.1 Acesso ao Portal 6 2.2 Estrutura do Portal

Leia mais

BlackBerry Desktop Software. Versão: 7.1. Guia do usuário

BlackBerry Desktop Software. Versão: 7.1. Guia do usuário BlackBerry Desktop Software Versão: 7.1 Guia do usuário Publicado: 2012-06-05 SWD-20120605130141061 Conteúdo Aspectos básicos... 7 Sobre o BlackBerry Desktop Software... 7 Configurar seu smartphone com

Leia mais

Manual de Administração

Manual de Administração Manual de Administração Produto: n-mf Xerox Versão do produto: 4.7 Autor: Bárbara Vieira Souza Versão do documento: 1 Versão do template: Data: 04/04/01 Documento destinado a: Parceiros NDDigital, técnicos

Leia mais

Manual do Usuário Microsoft Apps

Manual do Usuário Microsoft Apps Manual do Usuário Microsoft Apps Edição 1 2 Sobre os aplicativos da Microsoft Sobre os aplicativos da Microsoft Os aplicativos da Microsoft oferecem aplicativos para negócios para o seu telefone Nokia

Leia mais

Manual do Usuário Microsoft Apps for Symbian

Manual do Usuário Microsoft Apps for Symbian Manual do Usuário Microsoft Apps for Symbian Edição 1.0 2 Sobre os aplicativos da Microsoft Sobre os aplicativos da Microsoft Os aplicativos Microsoft oferecem aplicativos corporativos Microsoft para o

Leia mais

Guia do Usuário do Cisco Unified CCX Web Chat Agent e Supervisor Desktop versão 9.0(1)

Guia do Usuário do Cisco Unified CCX Web Chat Agent e Supervisor Desktop versão 9.0(1) Guia do Usuário do Cisco Unified CCX Web Chat Agent e Supervisor Desktop versão 9.0(1) Cisco Unified Contact Center Express Maio de 2012 Matriz Américas Cisco Systems, Inc. 170 West Tasman Drive San Jose,

Leia mais

Configuração de Digitalizar para E-mail

Configuração de Digitalizar para E-mail Guia de Configuração de Funções de Digitalização de Rede Rápida XE3024PT0-2 Este guia inclui instruções para: Configuração de Digitalizar para E-mail na página 1 Configuração de Digitalizar para caixa

Leia mais

administração Guia de BlackBerry Internet Service Versão: 4.5.1

administração Guia de BlackBerry Internet Service Versão: 4.5.1 BlackBerry Internet Service Versão: 4.5.1 Guia de administração Publicado: 16/01/2014 SWD-20140116140606218 Conteúdo 1 Primeiros passos... 6 Disponibilidade de recursos administrativos... 6 Disponibilidade

Leia mais

Shavlik Protect. Guia de Atualização

Shavlik Protect. Guia de Atualização Shavlik Protect Guia de Atualização Copyright e Marcas comerciais Copyright Copyright 2009 2014 LANDESK Software, Inc. Todos os direitos reservados. Este produto está protegido por copyright e leis de

Leia mais

Spam Manager. Guia do Administrador da Quarentena

Spam Manager. Guia do Administrador da Quarentena Spam Manager Guia do Administrador da Quarentena Guia do Administrador da Quarentena do Spam Manager Versão da documentação: 1.0 Avisos legais Avisos legais Copyright Symantec Corporation 2013. Todos os

Leia mais

Guia do usuário do PrintMe Mobile 3.0

Guia do usuário do PrintMe Mobile 3.0 Guia do usuário do PrintMe Mobile 3.0 Visão geral do conteúdo Sobre o PrintMe Mobile Requisitos do sistema Impressão Solução de problemas Sobre o PrintMe Mobile O PrintMe Mobile é uma solução empresarial

Leia mais

ESET NOD32 Antivirus 4 para Linux Desktop. Guia de Inicialização Rápida

ESET NOD32 Antivirus 4 para Linux Desktop. Guia de Inicialização Rápida ESET NOD32 Antivirus 4 para Linux Desktop Guia de Inicialização Rápida O ESET NOD32 Antivirus 4 fornece proteção de última geração para o seu computador contra código malicioso. Com base no mecanismo de

Leia mais

Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL

Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL Tutorial Hotmail Sobre o MSN Hotmail Acessando o Hotmail Como criar uma conta Efetuando o login Verificar mensagens Redigir

Leia mais

Guia de Inicialização para o Windows

Guia de Inicialização para o Windows Intralinks VIA Versão 2.0 Guia de Inicialização para o Windows Suporte 24/7/365 da Intralinks EUA: +1 212 543 7800 Reino Unido: +44 (0) 20 7623 8500 Consulte a página de logon da Intralinks para obter

Leia mais

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Monitoramento de resposta de JDBC. jdbc_response série 1.1

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Monitoramento de resposta de JDBC. jdbc_response série 1.1 CA Nimsoft Monitor Guia do Probe Monitoramento de resposta de JDBC jdbc_response série 1.1 Aviso de copyright do CA Nimsoft Monitor Este sistema de ajuda online (o Sistema ) destina-se somente para fins

Leia mais

Introdução... 1. Instalação... 2

Introdução... 1. Instalação... 2 ONTE DO Introdução... 1 O que é IPP?... 1 Qual é a função de um software Samsung IPP?... 1 Instalação... 2 Requisitos do sistema... 2 Instalar o software Samsung IPP... 2 Desinstalar o software Samsung

Leia mais

Manual de migração do e-mail Live@edu. Versão <01.00> Associacao Paranaense de Cultura

Manual de migração do e-mail Live@edu. Versão <01.00> Associacao Paranaense de Cultura Manual de migração do e-mail Live@edu Versão Associacao Paranaense de Cultura Histórico da Revisão 03/09/2010 01.00 Versão piloto Carlos Costa Cedro Confidencial Associacao Paranaense de Cultura,

Leia mais

Apresentação. Estamos à disposição para quaisquer dúvidas e sugestões! Atenciosamente, Equipe do Portal UNESC

Apresentação. Estamos à disposição para quaisquer dúvidas e sugestões! Atenciosamente, Equipe do Portal UNESC Sumário Apresentação... 1 1. Orientações Iniciais... 2 2. Recursos... 4 2.1 Rótulos... 4 2.2 Página de Texto Simples... 8 2.3 Página de Texto Formatado... 12 2.4 Site... 16 2.5 Arquivo... 21 2.6 Pasta

Leia mais

Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal)

Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal) Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal) Acessando o Sistema Para acessar a interface de colaboração de conteúdo, entre no endereço http://paginapessoal.utfpr.edu.br. No formulário

Leia mais

Schneider Electric Floating License Manager

Schneider Electric Floating License Manager Schneider Electric Floating License Manager EIO0000001084 11/2012 Schneider Electric Floating License Manager Manual do usuário 12/2012 EIO0000001084.01 www.schneider-electric.com A informação fornecida

Leia mais

2 de maio de 2014. Remote Scan

2 de maio de 2014. Remote Scan 2 de maio de 2014 Remote Scan 2014 Electronics For Imaging. As informações nesta publicação estão cobertas pelos termos dos Avisos de caráter legal deste produto. Conteúdo 3 Conteúdo...5 Acesso ao...5

Leia mais

Data: 22 de junho de 2004. E-mail: ana@lzt.com.br

Data: 22 de junho de 2004. E-mail: ana@lzt.com.br Data: 22 de junho de 2004. E-mail: ana@lzt.com.br Manual do Suporte LZT LZT Soluções em Informática Sumário VPN...3 O que é VPN...3 Configurando a VPN...3 Conectando a VPN... 14 Possíveis erros...16 Desconectando

Leia mais

Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida.

Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida. Guia do usuário Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida. Protegemos mais usuários contra ameaças on-line do que qualquer outra empresa no mundo. Cuidar de nosso meio ambiente,

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 18 de fevereiro de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é

Leia mais

A CMNet disponibilizou no dia 24 de junho para download no Mensageiro a nova versão do Padrão dos Sistemas CMNet.

A CMNet disponibilizou no dia 24 de junho para download no Mensageiro a nova versão do Padrão dos Sistemas CMNet. Prezado Cliente, A CMNet disponibilizou no dia 24 de junho para download no Mensageiro a nova versão do Padrão dos Sistemas CMNet. No Padrão 9 você encontrará novas funcionalidades, além de alterações

Leia mais

Guia de Instalação e Inicialização. Para WebReporter 2012

Guia de Instalação e Inicialização. Para WebReporter 2012 Para WebReporter 2012 Última revisão: 09/13/2012 Índice Instalando componentes de pré-requisito... 1 Visão geral... 1 Etapa 1: Ative os Serviços de Informações da Internet... 1 Etapa 2: Execute o Setup.exe

Leia mais

4.0 SP2 (4.0.2.0) maio 2015 708P90911. Xerox FreeFlow Core Guia de Instalação: Windows 8.1 Update

4.0 SP2 (4.0.2.0) maio 2015 708P90911. Xerox FreeFlow Core Guia de Instalação: Windows 8.1 Update 4.0 SP2 (4.0.2.0) maio 2015 708P90911 2015 Xerox Corporation. Todos os direitos reservados. Xerox, Xerox com a marca figurativa e FreeFlow são marcas da Xerox Corporation nos Estados Unidos e/ou em outros

Leia mais

Instruções de Instalação do IBM SPSS Modeler (Licença Simultânea)

Instruções de Instalação do IBM SPSS Modeler (Licença Simultânea) Instruções de Instalação do IBM SPSS Modeler (Licença Simultânea) Índice Instruções de Instalação....... 1 Requisitos de Sistema........... 1 Instalando............... 1 Instalando a Partir de um Arquivo

Leia mais

Manual do usuário do Sistema de mensagens expressas de correio de voz Unity 2.3 da Cisco

Manual do usuário do Sistema de mensagens expressas de correio de voz Unity 2.3 da Cisco Manual do usuário do Sistema de mensagens expressas de correio de voz Unity 2.3 da Cisco Revisão: 1º de agosto de 2006, OL-10499-01 Primeira publicação: 1º de agosto de 2006 Data da última atualização:

Leia mais

Guia do Produto Revisão A. Software Cliente do McAfee Secure Web Mail 7.0.0

Guia do Produto Revisão A. Software Cliente do McAfee Secure Web Mail 7.0.0 Guia do Produto Revisão A Software Cliente do McAfee Secure Web Mail 7.0.0 COPYRIGHT Copyright 2011 McAfee, Inc. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida, transmitida,

Leia mais

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO Criação de Conta de Usuário...03 Edição da Conta de Usuário...10 Download do Backup Online Embratel...10 Descrição dos Conjuntos de Cópia de Segurança...19

Leia mais

User Manual Version 3.6 Manual do Usuário Versão 2.0.0.0

User Manual Version 3.6 Manual do Usuário Versão 2.0.0.0 User Manual Version 3.6 Manual do Usuário Versão 2.0.0.0 User Manual Manual do Usuário I EasyLock Manual do Usuário Sumário 1. Introdução... 1 2. Requisitos do Sistema... 2 3. Instalação... 3 3.1. Configurar

Leia mais

Introdução. Nesta guia você aprenderá:

Introdução. Nesta guia você aprenderá: 1 Introdução A criação de uma lista é a primeira coisa que devemos saber no emailmanager. Portanto, esta guia tem por objetivo disponibilizar as principais informações sobre o gerenciamento de contatos.

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. 1. Descrição Geral Este manual descreve as operações disponíveis no módulo VTWEB Client, cuja finalidade é gerenciar cadastros de funcionários, realização de pedidos e controle financeiro dos pedidos.

Leia mais

Symantec Backup Exec 12.5 for Windows Servers. Guia de Instalação Rápida

Symantec Backup Exec 12.5 for Windows Servers. Guia de Instalação Rápida Symantec Backup Exec 12.5 for Windows Servers Guia de Instalação Rápida 13897290 Instalação do Backup Exec Este documento contém os seguintes tópicos: Requisitos do sistema Antes de instalar Sobre a conta

Leia mais

CA Nimsoft Unified Reporter

CA Nimsoft Unified Reporter CA Nimsoft Unified Reporter Guia de Instalação 7.5 Histórico de revisões do documento Versão do documento Data Alterações 1.0 Março de 2014 Versão inicial do UR 7.5. Avisos legais Este sistema de ajuda

Leia mais

ESET LICENSE ADMINISTRATOR

ESET LICENSE ADMINISTRATOR ESET LICENSE ADMINISTRATOR Guia do Usuário Clique aqui para acessar a versão mais recente deste documento ESET LICENSE ADMINISTRATOR Copyright 2015 por ESET, spol. s r.o. O ESET Li cens e Admi ni s tra

Leia mais

4.0 SP1 (4.0.1.0) novembro 2014 708P90868. Xerox FreeFlow Core Guia de Instalação: Windows Server 2012

4.0 SP1 (4.0.1.0) novembro 2014 708P90868. Xerox FreeFlow Core Guia de Instalação: Windows Server 2012 4.0 SP1 (4.0.1.0) novembro 2014 708P90868 Guia de Instalação: Windows Server 2012 2014 Xerox Corporation. Todos os direitos reservados. Xerox, Xerox e Design, FreeFlow e VIPP são marcas registradas da

Leia mais

Manual de Configuração e Utilização TabFisc Versão Mobile 09/2013 Pag. 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO TABLET VERSÃO MOBILE

Manual de Configuração e Utilização TabFisc Versão Mobile 09/2013 Pag. 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO TABLET VERSÃO MOBILE Pag. 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO TABLET VERSÃO MOBILE Pag. 2 INTRODUÇÃO Esse documento contém as instruções básicas para a utilização do TabFisc Versão Mobile (que permite ao fiscal a realização do seu trabalho

Leia mais

Instruções de Instalação do IBM SPSS Modeler (Licença de Usuário Autorizado)

Instruções de Instalação do IBM SPSS Modeler (Licença de Usuário Autorizado) Instruções de Instalação do IBM SPSS Modeler (Licença de Usuário Autorizado) Índice Instruções de Instalação....... 1 Requisitos do sistema........... 1 Código de autorização.......... 1 Instalando...............

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

ESET CYBER SECURITY PRO para Mac Guia de Inicialização Rápida. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento

ESET CYBER SECURITY PRO para Mac Guia de Inicialização Rápida. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento ESET CYBER SECURITY PRO para Mac Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento ESET Cyber Security Pro fornece proteção de última geração para seu

Leia mais

Manual de Utilização. Obter Acesso aos Sistemas Educação. Projeto: Obter Acesso Versão Doc.: <1.0> Data de criação: 15/10/2010

Manual de Utilização. Obter Acesso aos Sistemas Educação. <Versão: 1.0> Projeto: Obter Acesso Versão Doc.: <1.0> Data de criação: 15/10/2010 Obter Acesso aos Sistemas Educação Manual de Utilização Página 1/9 Conteúdo 1. Introdução... 3 1.1 Objetivo... 3 1.2 Escopo... 3 1.3 Acesso... 3 1.4 Requisitos básicos... 3 2. Interface de

Leia mais

Módulo e-rede VirtueMart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados

Módulo e-rede VirtueMart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados Módulo e-rede VirtueMart v1.0 Manual de Instalação do Módulo estamos todos ligados ÍNDICE 01 02 03 04 Introdução 3 Versão 3 Requerimentos 3 Manual de instalação 4 05 06 4.1 Permissões 4 4.2 Instalação

Leia mais

Publicação web. Será ativado um assistente de publicação que lhe guiará em todas as etapas a seguir apresentadas.

Publicação web. Será ativado um assistente de publicação que lhe guiará em todas as etapas a seguir apresentadas. Publicação web Pré requisitos: Lista de questões Formulário multimídia Este tutorial tem como objetivo, demonstrar de maneira ilustrativa, todos os passos e opções que devem ser seguidos para publicar

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Manual do Usuário DENATRAN

Manual do Usuário DENATRAN Manual do Usuário DENATRAN Confidencial Portal SISCSV - 2007 Página 1 Índice Analítico 1. INTRODUÇÃO 5 2. ACESSANDO O SISCSV 2.0 6 2.1 Configurando o Bloqueador de Pop-Ups 6 3. AUTENTICAÇÃO DO USUÁRIO

Leia mais

Guia de conceitos básicos API Version 2010-01-01

Guia de conceitos básicos API Version 2010-01-01 : Guia de conceitos básicos Copyright 2011 Amazon Web Services LLC ou suas afiliadas. Todos os direitos reservados. Conceitos básicos do Amazon RDS... 1 Cadastre-se no Amazon RDS... 2 Inicie uma instância

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Guia do Usuário Português

Guia do Usuário Português Guia do Usuário Português Número do documento: 83000-902-PTBR, Rev. A.1 HID Global Corporation 9292 Jeronimo Road Irvine, CA 92618 Usuário do Edge Solo Copyright 2007 HID Corporation. Todos os direitos

Leia mais

CA Business Service Insight

CA Business Service Insight CA Business Service Insight Guia do Business Relationship View 8.2 A presente documentação, que inclui os sistemas de ajuda incorporados e os materiais distribuídos eletronicamente (doravante denominada

Leia mais

Sankhya Print Service. Manual de instalação e uso

Sankhya Print Service. Manual de instalação e uso Sumário 1 Histórico...4 2 Introdução...5 3 Instalação...6 3.1 Verificando a instalação...11 3.2 Configuração do Sankhya Print Service...11 3.2.1 config.properties...12 3.2.1.1 about.copyright...12 Objetivo...12

Leia mais

Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão

Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão NOVOSIS 3ª Versão Conteúdo Introdução... 3 Principais recursos:... 4 Para o cidadão:... 4 Para os órgãos públicos:... 4 Como Utilizar o SIC...

Leia mais

CA Nimsoft Monitor Snap

CA Nimsoft Monitor Snap CA Nimsoft Monitor Snap Guia de Configuração do Monitoramento de resposta do ponto de extremidade do URL url_response série 4.1 Avisos legais Copyright 2013, CA. Todos os direitos reservados. Garantia

Leia mais

Gestores e Provedores

Gestores e Provedores PORTAL 2010 Manual do Portal 15 Gestores e Provedores Publicação descentralizada As informações, produtos e serviços disponibilizados no Portal são publicados e atualizados pelas próprias unidades do

Leia mais

e-mails editores de e-mails Como configurar contas de nos principais Como configurar contas de e-mails nos principais editores de e-mails

e-mails editores de e-mails Como configurar contas de nos principais Como configurar contas de e-mails nos principais editores de e-mails Como configurar contas de e-mails nos principais editores de e-mails Podemos acessar nossos e-mails pelo webmail, que é um endereço na internet. Os domínios que hospedam com a W3alpha, acessam os e-mails

Leia mais

2015 GVDASA Sistemas Administração dos Portais

2015 GVDASA Sistemas Administração dos Portais 2015 GVDASA Sistemas Administração dos Portais AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta

Leia mais

BEM-VINDO AO dhl PROVIEW GUIA RÁPIDO DE USO

BEM-VINDO AO dhl PROVIEW GUIA RÁPIDO DE USO BEM-VINDO AO dhl PROVIEW GUIA RÁPIDO DE USO O DHL PROVIEW COLOCA VOCÊ NO CONTROLE DE SEUS ENVIOS. PROVIEW O DHL ProView é uma ferramenta de rastreamento on-line que permite a visibilidade dos envios e

Leia mais

Guia do Usuário do Aplicativo Desktop Client

Guia do Usuário do Aplicativo Desktop Client Guia do Usuário do Aplicativo Desktop Client Versão 6 20/08/2010 OAISYS 7965 S. Priest Drive, Suite 105 Tempe, AZ 85284 (480) 496-9040 Guia do Usuário do Aplicativo OAISYS Desktop Client 1 Instalação Navegue

Leia mais

Sumário INTRODUÇÃO... 3. 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4. 2. Ferramentas e Configurações... 5. 2.1 Ver Perfil... 5. 2.2 Modificar Perfil...

Sumário INTRODUÇÃO... 3. 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4. 2. Ferramentas e Configurações... 5. 2.1 Ver Perfil... 5. 2.2 Modificar Perfil... Sumário INTRODUÇÃO... 3 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4 2. Ferramentas e Configurações... 5 2.1 Ver Perfil... 5 2.2 Modificar Perfil... 6 2.3 Alterar Senha... 11 2.4 Mensagens... 11 2.4.1 Mandando

Leia mais

Área de Administração

Área de Administração Área de Administração versão 1.1 Partir de 2012/01/14 aplica-se para a versão phpcontact 1.2.x www.phpcontact.net Geral A área de administração é utilizado para uma fácil configuração do software elaboraçao

Leia mais

para Mac Guia de Inicialização Rápida

para Mac Guia de Inicialização Rápida para Mac Guia de Inicialização Rápida O ESET Cybersecurity fornece proteção de última geração para o seu computador contra código malicioso. Com base no ThreatSense, o primeiro mecanismo de verificação

Leia mais

MANUAL SUPERPRO WEB PONTO DE ACESSO REMOTO (PAR)

MANUAL SUPERPRO WEB PONTO DE ACESSO REMOTO (PAR) MANUAL SUPERPRO WEB PONTO DE ACESSO REMOTO (PAR) 1 ÍNDICE O que é o SuperPro Web PAR Instalando o SuperPro Web PAR 3 Conexão 5 Configurando o SuperPro Web PAR 5 1. Autorizando ponto de acesso 5 2. Limite

Leia mais

Manual Do Usuário ClinicaBR

Manual Do Usuário ClinicaBR Manual Do Usuário ClinicaBR SUMÁRIO 1 Introdução... 01 2 ClinicaBR... 01 3 Como se cadastrar... 01 4 Versão experimental... 02 5 Requisitos mínimos p/ utilização... 03 6 Perfis de acesso... 03 6.1 Usuário

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE INTRODUÇÃO O portal do Afrafep Saúde é um sistema WEB integrado ao sistema HEALTH*Tools. O site consiste em uma área onde os Usuários e a Rede Credenciada,

Leia mais

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Elaboração: Equipe de Suporte Avançado do CPD SA/SRS/CPD/UnB suporte@unb.br Universidade de Brasília Brasília / 2014 Resumo A

Leia mais

Request Tracker. Manual de Usuário Versão 1.0

Request Tracker. Manual de Usuário Versão 1.0 Request Tracker Manual de Usuário Versão 1.0 ÍNDICE 1. REQUEST TRACKER...3 2. CONCEITOS NO RT...4 2.1. TÍQUETE E FILA...4 2.2. ESTADOS DO TÍQUETE...5 2.3. PRIORIDADE DO TÍQUETE...5 2.4. PESSOAS...6 2.5.

Leia mais

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO MANUAL VTWEB CLIENT URBANO A marca do melhor atendimento. Conteúdo... 2 1. Descrição... 3 2. Cadastro no sistema... 3 2.1. Pessoa Jurídica... 3 2.2. Pessoa Física... 5 2.3. Concluir o cadastro... 6 3.

Leia mais

seguras para administradores de organizadores do site Cisco WebEx Melhores práticas para reuniões Visão geral da privacidade WebEx

seguras para administradores de organizadores do site Cisco WebEx Melhores práticas para reuniões Visão geral da privacidade WebEx Visão geral da privacidade WebEx As soluções on-line ajudam a permitir que os funcionários globais e as equipes virtuais se reúnam e colaborarem em tempo real como se estivessem trabalhando na mesma sala.

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema

Leia mais

Guia do usuário para o serviço IM e Presence no Cisco Unified Communications Manager, Versão 9.0(1)

Guia do usuário para o serviço IM e Presence no Cisco Unified Communications Manager, Versão 9.0(1) Guia do usuário para o serviço IM e Presence no Cisco Unified Communications Manager, Versão 9.0(1) Primeira publicação: May 25, 2012 Americas Headquarters Cisco Systems, Inc. 170 West Tasman Drive San

Leia mais

Symantec Backup Exec 2010. Guia de Instalação Rápida

Symantec Backup Exec 2010. Guia de Instalação Rápida Symantec Backup Exec 2010 Guia de Instalação Rápida 20047221 Instalação do Backup Exec Este documento contém os seguintes tópicos: Requisitos do sistema Antes da instalação Sobre a conta de serviço do

Leia mais

Roteiro de acesso ao Autorizador do Plan-Assiste para autorização de procedimentos.

Roteiro de acesso ao Autorizador do Plan-Assiste para autorização de procedimentos. 1 - PRIMEIRO ACESSO AO AUTORIZADOR Tutorial Autorizador WEB Roteiro de acesso ao Autorizador do Plan-Assiste para autorização de procedimentos. 1.1. Acessar o endereço http://assiste.mpu.gov.br/autorizadorweb;

Leia mais

SMS Corporativo Manual do Usuário

SMS Corporativo Manual do Usuário NEXTEL SMS Corporativo Manual do Usuário Conteúdo 2 CAPÍTU LO 1 Introdução 3 CAPÍTU LO 2 Funcionalidades 1 Copyright Curupira S/A TakeNET INTRODUÇÃO A FERRAMENTA O SMS Corporativo é um serviço criado para

Leia mais