PARA: SAD/SGE MEMO/SAD/GAC/Nº 097/14 DE: GAC DATA: 08/07/14

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PARA: SAD/SGE MEMO/SAD/GAC/Nº 097/14 DE: GAC DATA: 08/07/14"

Transcrição

1 PARA: SAD/SGE MEMO/SAD/GAC/Nº 097/14 DE: GAC DATA: 08/07/14 ASSUNTO: Recurso contra decisão do SGE Taxa de Fiscalização INTERESSADO: ABN AMRO ASSET MANAGEMENT DTVM S/A PROCESSOS: Lista em anexo Tratam-se de recursos interpostos em 15/01/2010 pela ABN AMRO ASSET MANAGEMENT DTVM S/A, contra decisão proferida pelo SGE nos autos dos processos constantes da lista anexa ao presente memorando, que julgou procedente o lançamento do crédito tributário a que se referem as Notificações de Lançamento correspondentes, no que diz respeito à Taxa de Fiscalização relativa ao 1º trimestres de 2005, dos fundos administrados pela recorrente. No bojo das impugnações ofertadas, a ABN AMRO ASSET MANAGEMENT DTVM S/A alegou ser indevida a cobrança do crédito tributário, sob os seguintes argumentos: i. Estariam amparados pelo benefício da denúncia espontânea (art. 138 do CTN), uma vez que efetuaram o pagamento da obrigação antes de qualquer ação de cobrança da autoridade administrativa; ii. O pagamento efetuado observou os acréscimos legais cabíveis, nos termos do art. 61 da Lei 9.430/1996; iii. A Lei /2009, que trata dos acréscimos legais aplicáveis aos tributos federais, teria efeitos retroativos, por ser considerada mais benéfica aos contribuintes da taxa de fiscalização. Na decisão em 1ª instância, não foram acolhidas as alegações, pelas seguintes razões: i. A denúncia espontânea exclui apenas as multas de caráter penal, mas não as moratórias, devidas pelo recolhimento do tributo a destempo; ii. O art. 61 da Lei 9.430/96 aplica-se somente aos débitos para com a União Federal administrados pela Secretaria da Receita Federal; iii. A aplicação retroativa da Lei /09 somente seria possível se a multa cobrada tivesse natureza de penalidade. Em sede recursal, a ABN AMRO ASSET MANAGEMENT DTVM S/A reiteram as alegações de que: i. O recolhimento da taxa de fiscalização do 1º trimestre de 2005 um dia após o vencimento, antes de a autoridade administrativa iniciar qualquer procedimento de cobrança, atrairia o beneficio da denúncia espontânea; ii. Os efeitos da Lei /09 seriam retroativos. Entendimento da GAC 1. Do cabimento e outras questões prévias

2 Os recursos são tempestivos, pois foram protocolados em 15/01/2010, dentro do prazo de 30 dias a contar da data de ciência da decisão de 1ª instância, conforme previsto no art. 25 da Deliberação CVM nº. 507/2006, observando-se o disposto no parágrafo único do art. 5º do Decreto nº /1972. Em razão do que, opinamos pelo conhecimento dos recursos. 2. Do mérito As alegações apresentadas em sede recursal haviam sido julgadas improcedentes, por ocasião do julgamento em 1ª instância, com fundamento em parecer exarado pela Subprocuradoria Jurídica 3 (GJU-3) desta Comissão de Valores Mobiliários, que esposou o entendimento de que, seja com relação à aplicabilidade do benefício da denúncia espontânea, seja no que diz respeito à retroatividade dos efeitos da Lei /09, não possuindo a multa natureza penal, insubsistente as alegações do impugnante. Como já indicado, os presentes recursos se limitam a reiterar os argumentos apresentados nas impugnações, fundamentando-se, no entanto, desta vez, em posição doutrinária de diversos e renomados autores, além de vasta jurisprudência de nossas Cortes Superiores. Desta feita, por tratar-se de interpretação da legislação tributária, a questão restou novamente submetida à GJU-3, que por meio do MEMO/PFE-CVM/GJU-3/Nº 598/12, reviu parcialmente a manifestação contida no MEMO/PFE-CVM/GJU-3/Nº 1861/09 e ratificada pelo MEMO/PFE-CVM/GJU-3/Nº 386/10, para admitir, na hipótese da multa de mora, a aplicação retroativa da norma mais benéfica ao contribuinte. Assim, a adoção do referido parecer implica na atualização do valor devido, para o dia do pagamento (11/01/2005), coincidente com o valor pago, se considerado o exposto acima. Por fim, ainda com base na manifestação da PFE-CVM, restou mantido o entendimento de que deve ser afastada a hipótese de aplicação do instituo da denúncia espontânea, conforme consubstanciado na Súmula nº 360 do Superior Tribunal de Justiça. Isto posto, somos pelo provimento em parte dos recursos apresentados por ABN AMRO ASSET MANAGEMENT DTVM S/A, para acolher a aplicação retroativa da Lei nº /09, a ensejar a quitação da Taxa de Fiscalização objeto de cobrança e consequente extinção do crédito tributário nos termos do artigo 156, I da Lei n.º 5.172/1966, restando afastada a hipótese de aplicação do instituto da denúncia espontânea. Salvo melhor juízo, é o nosso parecer. Após sua apreciação, rogamos seja a presente manifestação encaminhada ao SGE, para envio dos recursos à apreciação do Colegiado, nos termos do art. 26 da Deliberação CVM nº 507/06. Atenciosamente, RAFAEL RANGEL MACHADO Agente Executivo JULIANA PASSARELLI ALVES Gerente de Arrecadação De acordo, ao SGE, TANIA CRISTINA LOPES RIBEIRO Superintendente Administrativo-Financeiro

3 ANEXO I LISTA DE RECURSOS INTERPOSTOS PELA ABN AMRO ASSET MANAGEMENT DTVM S.A. PROCESSOS FUNDOS 1. RJ2009/10888 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FI RENDA FIXA CENTRUM MIX VAN GOGH 2. RJ2009/12079 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO DAILY A 3. RJ2009/12080 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO REFERENCIADO DI SIBRO 4. RJ2009/12081 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS REFERENCIADO DI PROFIT PRIVATE 5. RJ2009/12082 BANDEPE FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO INVESTFORTE 6. RJ2009/12083 BANDEPE FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO REFERENCIADO DI RENDAFORTE 7. RJ2009/12084 RENDA FIXA EXTRA MIX 8. RJ2009/12085 REFERENCIADO DI EXTRA 9. RJ2009/12086 REAL FUNDO DE APLICAÇÃO EM QUOTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EXPERT DI 10. RJ2009/12087 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA MIX VAN GOGH 11. RJ2009/12088 REAL FUNDO DE APLICAÇÃO EM QUOTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EXPERT MIX 12. RJ2009/12089 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO INVESTIDOR AUTOMATICO CP 13. RJ2009/12090 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO REFERENCIADO DI BIZ 14. RJ2009/12091 REFERENCIADO DI PRIORITY VAN GOGH 15. RJ2009/12092 REFERENCIADO DI FORÇAS 16. RJ2009/12093 REFERENCIADO DI EMPRESA I 17. RJ2009/12094 REFERENCIADO DI DOUTOR 18. RJ2009/12095 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA LIFE 19. RJ2009/12096 CAMBIAL PRIVATE 20. RJ2009/12097 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO BETA 21. RJ2009/12098 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES ENERGY 22. RJ2009/12099 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES 23. RJ2009/12100 INVESTIMENTO MULTIMERCADO TRADIÇÃO G 24. RJ2009/12101 REFERENCIADO DI SAÚDE 25. RJ2009/12102 CURTO PRAZO DAILY B 26. RJ2009/12103 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO REFERENCIADO DI PROFIT 27. RJ2009/12104 INVESTIMENTO REFERENCIADO DI DAM 28. RJ2009/12105 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO INTEREST 29. RJ2009/12106 INVESTIMENTO MULTIMERCADO RISK PRIVATE 30. RJ2009/12107 REAL PREMIUM FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FI REFERENCIADO DI CRÉDITO PRIVADO 31. RJ2009/12108 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA TREND 32. RJ2009/12109 CURTO PRAZO CORRENTE AUTOMÁTICO 33. RJ2009/12111 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO DAILY I 34. RJ2009/ RJ2009/ RJ2009/ RJ2009/12115 INVESTIMENTO REFERENCIADO DI PROFIT PLUS REFERENCIADO DI PROFIT PREMIUM INVESTIMENTO REFERENCIADO DI CREDIT PLUS INVESTIMENTO MULTIMERCADO RISK PLUS 38. RJ2009/12116 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO REFERENCIADO DI CRÉDITO PRIVADO

4 39. RJ2009/12117 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO RISK 40. RJ2009/12119 REFERENCIADO DI SUPREMO 41. RJ2009/12120 MULTIMERCADO RISK 42. RJ2009/12121 CAMBIAL 43. RJ2009/12122 BENEFIT FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO 44. RJ2009/12123 REALPREV MODERADO FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO 45. RJ2009/12124 REALPREV FIX FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO RENDA FIXA 46. RJ2009/12125 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CLUB 47. RJ2009/12126 CAMBIAL VAN GOGH 48. RJ2009/12127 INVESTIMENTO EM AÇÕES IBOVESPA MAIS 49. RJ2009/12128 MULTIMERCADO MIX 50. RJ2009/12129 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES IBRX INVEST 51. RJ2009/12130 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES ATIVO II 52. RJ2009/12131 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES IBOVESPA ATIVO 53. RJ2009/12132 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO REFERENCIADO DI DAM CISÃO 54. RJ2009/12133 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CAPITALIZATION 55. RJ2009/12134 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FUNDO DE INVEST. REFERENCIADO DI CREDITO PRIVADO VAN GOGH 56. RJ2009/12135 CURTO PRAZO INTELIGENTE 57. RJ2009/12136 MULTIMERCADO SKY VAN GOGH 58. RJ2009/12137 INVESTIMENTO MULTIMERCADO TELLER II 59. RJ2009/12138 ALAGRE - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO 60. RJ2009/12139 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CEDRO 61. RJ2009/12140 REFERENCIADO DI SL 62. RJ2009/12141 INVESTIMENTO MULTIMERCADO JOBNET 63. RJ2009/12142 ITAÚ PRIVATE TELLER I MULTIMERCADO - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO 64. RJ2009/12143 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES INSTITUCIONAL 65. RJ2009/12144 UBS GOLDEN FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO - MULTIMERCADO 66. RJ2009/12145 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO FINANCEIRO BLEND 67. RJ2009/12146 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO JC2 68. RJ2009/12147 TRADITION - FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO INVESTIMENTO NO EXTERIOR 69. RJ2009/12148 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA BUILD 70. RJ2009/12149 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA PENSION 71. RJ2009/ RJ2009/ RJ2009/ RJ2009/ RJ2009/12154 REALPREV FIX EXECUTIVO FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO RENDA FIXA REALPREV AGRESSIVO SUPERIOR FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO MULTIMERCADO MANAGER DT ABN AMRO AS FUNDO DE APLICAÇÃO EM QUOTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MARCONI REFERENCIADO DI PEQUENA EMPRESA 76. RJ2009/12155 INVESTIMENTO MULTIMERCADO E.A.CAMPINAS 77. RJ2009/12156 ABN AMRO FUNDO DE APLICAÇÃO EM QUOTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO LOGISTA 78. RJ2009/12157 GAP EXCLUSIVE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE

5 INVESTIMENTO MULTIMERCADO 79. RJ2009/12158 GBOEX PREV FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA 80. RJ2009/12159 INVESTIMENTO REFERENCIADO DI EAGE 81. RJ2009/12160 INVESTIMENTO RENDA FIXA LOJISTA TOP 82. RJ2009/12161 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO G.E.I. CRÉDITO PRIVADO 83. RJ2009/12162 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CREATIVE 84. RJ2009/12163 REFERENCIADO DI SAPPHIRE 85. RJ2009/12164 ABN AMRO DI RENDA FIXA SG IV 86. RJ2009/ RJ2009/12166 REAL FMP - FGTS - PETROBRAS FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO ITAPIRA 88. RJ2009/12167 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES PETROBRAS 89. RJ2009/12168 REAL FP FMP - FGTS - PETROBRAS 90. RJ2009/12169 FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO REFERENCIADO DI PPPINVEST CREDITO PRIVADO 91. RJ2009/12170 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES IBRX 92. RJ2009/12171 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA DAM CISÃO 93. RJ2009/12172 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES SELECTION 94. RJ2009/12173 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO REFERENCIADO DI MILD 95. RJ2009/ RJ2009/12175 INVESTIMENTO MULTIMERCADO GOLFE INVESTIMENTO MULTIMERCADO NEWTON 97. RJ2009/12176 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA PRICE 98. RJ2009/12177 MULTIMERCADO SKY 99. RJ2009/12178 REAL RATING FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FI REFERENCIADO DI CREDITO PRIVADO 100. RJ2009/12179 FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO FUTURE 101. RJ2009/12180 REALPREV FIX EXCLUSIVO FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO RENDA FIXA 102. RJ2009/12181 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO KM INVESTIMENTOS 103. RJ2009/12182 REAL AS FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO ONDINA CRÉDITO PRIVADO 104. RJ2009/12183 INVESTIMENTO MULTIMERCADO ELECTRA 105. RJ2009/12184 TOPÁZIO MULTIMERCADO - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO 106. RJ2009/12185 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO REFERENCIADO DI INVESTMENT GRADE 107. RJ2009/12186 REFERENCIADO DI JURIS 108. RJ2009/12187 EM AÇÕES ETHICAL 109. RJ2009/12188 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES IBOVESPA PASSIVO 110. RJ2009/12189 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES ETHICAL II 111. RJ2009/12190 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO PLENO 112. RJ2009/12191 INVESTIMENTO MULTIMERCADO SAUVAGE 113. RJ2009/12192 CURTO PRAZO SOBERANO 114. RJ2009/12193 BRADESCO FUNDO DE INVESTIMENTO REFERENCIADO DI AMSTERDAM 115. RJ2009/12194 BNP PARIBAS STONE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO REFERENCIADO 116. RJ2009/12195 EMERALD FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO - MULTIMERCADO 117. RJ2009/12196 INVESTIMENTO MULTIMERCADO EIFFEL 118. RJ2009/12197 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO REFERENCIADO DI ATLÂNTICO 119. RJ2009/12198 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA SWMB

6 120. RJ2009/ RJ2009/ RJ2009/12201 MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO PEROLA INVESTIMENTO MULTIMERCADO SÍRIUS AZF FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO - CRÉDITO PRIVADO 123. RJ2009/12202 INVESTIMENTO MULTIMERCADO TURQUESA 124. RJ2009/12203 INVESTIMENTO OPALA 125. RJ2009/12204 INVESTIMENTO MULTIMERCADO RUBI 126. RJ2009/12205 MULTIMERCADO MULTIMANAGER PRIVATE 127. RJ2009/12206 XX FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO 128. RJ2009/12207 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO PLENO BASIS 129. RJ2009/ RJ2009/ RJ2009/ RJ2009/ RJ2009/12212 INVESTIMENTO MULTIMERCADO ÁGUA MARINHA HSBC FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO ESMERALDA REFERENCIADO DI TÍTULOS PÚBLICOS BRASIL MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO IQ INVESTIMENTO MULTIMERCADO OPTIMIZATION 134. RJ2009/12213 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES VALE DO RIO DOCE 135. RJ2009/12214 REAL FMP-FGTS VALE DO RIO DOCE II 136. RJ2009/12215 ABN AMRO FMP-FGTS VALE DO RIO DOCE MIGRAÇÃO 137. RJ2009/12216 REAL FMP-FGTS VALE DO RIO DOCE 138. RJ2009/12217 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA SG VI 139. RJ2009/12218 MULTIMERCADO NEDERLAND MSA 140. RJ2009/12219 FUNDO DE INVESTIMENTO REFERENCIADO DI GBCIA 141. RJ2009/12220 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA INDICES 142. RJ2009/12221 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA LINA 143. RJ2009/12222 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO LIQUIDEZ 144. RJ2009/12223 CURTO PRAZO LIQUIDEZ SIMPLES 145. RJ2009/12224 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CAMBIAL BHP BILLITON 146. RJ2009/12225 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO FEI 147. RJ2009/12226 CURTO PRAZO LIQUIDEZ PREMIUM RJ2009/12229 ABN AMRO BRAZILIANITA FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO 149. RJ2009/12230 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA XTZ 125 E 150. RJ2009/12232 CSHG BERILO FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO - CRÉDITO PRIVADO 151. RJ2009/12233 INVESTIMENTO MULTIMERCADO QUARTZ 152. RJ2009/12234 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA OMEGA 153. RJ2009/ RJ2009/12236 INVESTIMENTO MULTIMERCADO REACTION INVESTIMENTO MULTIMERCADO MARFIM 155. RJ2009/12237 INVESTIMENTO MULTIMERCADO ÁGATA 156. RJ2009/12238 CORAL FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO - MULTIMERCADO 157. RJ2009/12239 INVESTIMENTO MULTIMERCADO TURMALINA 158. RJ2009/12240 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA PHOENIX I

7 159. RJ2009/ RJ2009/12242 INVESTIMENTO MULTIMERCADO AMBAR MULTIMERCADO INSTITUCIONAL 161. RJ2009/12243 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO REFERENCIADO DI LIQUIDITY 162. RJ2009/12244 BNP PARIBAS ICATU HARTFORD APLICAP FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA 163. RJ2009/12246 BRADESCO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA VITÓRIA 164. RJ2009/12247 INVESTIMENTO MULTIMERCADO LUNA 165. RJ2009/12248 MULTIMERCADO SKY II 166. RJ2009/12249 REFERENCIADO DI EMPRESARIAL 167. RJ2009/12250 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FI MULTIMERCADO MULTIPORTFÓLIO VAN GOGH 168. RJ2009/12251 BANDEPE FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO AUTOMÁTICO 169. RJ2009/12252 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA SBE MATRIZ 170. RJ2009/ RJ2009/ RJ2009/ RJ2009/ RJ2009/ RJ2009/ RJ2009/ RJ2009/12260 INVESTIMENTO MULTIMERCADO ELETRON BOA VIAGEM REFERENCIADO DI MASTER FUNCESP BANDEPE FUNDO DE APLICAÇÃO EM QUOTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO INVESTIDOR AUTOMÁTICO CP ABN AMRO FUNDO DE APLICAÇÃO EM QUOTAS DE FUNDOS INVESTIMENTO HOLANDA INVESTIMENTO MULTIMERCADO CIVIC INVESTIMENTO REFERENCIADO DI FARBEL INVESTIMENTO MULTIMERCADO SELECT INVESTIMENTO MULTIMERCADO MAGAZINE 178. RJ2009/12261 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO FINANCEIRO CAPEX I 179. RJ2009/12262 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA ARROJADITA 180. RJ2009/12263 INVESTIMENTO REFERENCIADO DI PROVISION 181. RJ2009/12264 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO ABAETÉ I 182. RJ2009/12265 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO FINANCEIRO PRIME 183. RJ2009/12266 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO FINANCEIRO HILL 184. RJ2009/ RJ2009/ RJ2009/12269 CURTO PRAZO NEDERLAND CONSERVADOR MULTIMERCADO NEDERLAND MCA MULTIMERCADO NEDERLAND AGRESSIVO 187. RJ2009/12270 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO FINANCEIRO OURO 188. RJ2009/12271 INVESTIMENTO MULTIMERCADO WINNER 189. RJ2009/12272 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO BÁLTICO I 190. RJ2009/12273 INVESTIMENTO RENDA FIXA WLM RJ2009/12274 REAL FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA T RJ2009/ RJ2009/ RJ2009/12277 INVESTIMENTO MULTIMERCADO MACUCO RENDA FIXA ABSOLUTO INVESTIMENTO MULTIMERCADO BBM HIGH YIELD I 195. RJ2009/12278 REAL AS FIQ DE FI MULTIMERCADO PACTUAL HIGH YIELD 196. RJ2009/12280 INVESTIMENTO MULTIMERCADO PACTUAL HEDGE 197. RJ2009/12281 REAL AS FIQ DE FI MULTIMERCADO CREDIT SUISSE ABSOLUTE LONGO

8 PRAZO 198. RJ2009/12282 ABN AMRO FUNDO DE INVESTIMENTO AÇÕES DIVIDENDOS 199. RJ2009/ RJ2009/ RJ2009/ RJ2009/ RJ2009/ RJ2009/ RJ2009/12289 BANDEPE FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO REFERENCIADO DI MULTIRENDA EM AÇÕES RENDA FIXA FIX REFERENCIADO DI CENTRUM VAN GOGH INVESTIMENTO REFERENCIADO DI PRIVATE CURTO PRAZO FIC EM AÇÕES ATIVO I

O F Í C I O C I R C U L A R. Associados da BM&F e Participantes do Mercado de Títulos Públicos

O F Í C I O C I R C U L A R. Associados da BM&F e Participantes do Mercado de Títulos Públicos 28 de setembro de 2007 078/2007-DG O F Í C I O C I R C U L A R Associados da BM&F e Participantes do Mercado de Títulos Públicos Ref.: Câmara de Ativos BM&F Credenciamento de Máster de Participante com

Leia mais

Condominial / Exclusivo

Condominial / Exclusivo ARAUJO FONTES CONSULTORIA E ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS LTDA ARAUJO FONTES CONSULTORIA E ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS LTDA Gestor Nome do Fundo Código ANBID CNPJ BANCO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL S.A Condominial

Leia mais

O F Í C I O C I R C U L A R. Associados da BM&F e Participantes do Mercado de Títulos Públicos

O F Í C I O C I R C U L A R. Associados da BM&F e Participantes do Mercado de Títulos Públicos 02 de dezembro de 2005 151/2005-DG O F Í C I O C I R C U L A R Associados da BM&F e Participantes do Mercado de Títulos Públicos Ref.: CLEARING DE ATIVOS BM&F Credenciamento dos Participantes de Negociação

Leia mais

ARQUIVO ATUALIZADO ATÉ 29/11/2011

ARQUIVO ATUALIZADO ATÉ 29/11/2011 ARQUIVO ATUALIZADO ATÉ 29/11/2011 Recolhimento Espontâneo 001 Quais os acréscimos legais que incidirão no caso de pagamento espontâneo de imposto ou contribuição administrado pela Secretaria da Receita

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL O Município Beta instituiu por meio de lei complementar, publicada em 28 de dezembro de 2012, Taxa de Iluminação Pública (TIP). A lei complementar previa que os proprietários

Leia mais

Condominial / Exclusivo CNPJ

Condominial / Exclusivo CNPJ Gestor Nome do Fundo Código ANBID CNPJ Condominial / Exclusivo CLASSE LUZ Classificação ANBIMA BANCO ALFA DE INVESTIMENTO S.A ALFA TOP GESTORES FIC FIM CRED PRIV IQ 237639 11.039.132/0001-43 Condominial

Leia mais

Fundos de Investimento LEIA O PROSPECTO E O REGULAMENTO ANTES DE INVESTIR

Fundos de Investimento LEIA O PROSPECTO E O REGULAMENTO ANTES DE INVESTIR ANTES ESTRATÉGIA FUNDO FUNDO FIXA SIMPLES LIQUIZ S PERFIL RISCO CAIXA FI FIXA SIMPLES LP 50,00 1,50 D0 / D0 D0 / D0 Selic Até 100% Até 50% 0 CONSERVADOR CAIXA FIC FÁCIL FIXA SIMPLES 50,00 2,00 D0 / D0

Leia mais

CURSO DE RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DE TRIBUTÁRIO FCC

CURSO DE RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DE TRIBUTÁRIO FCC CURSO DE RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DE TRIBUTÁRIO FCC Lançamento 1-(FCC - 2012 - Prefeitura de São Paulo - SP - Auditor Fiscal do Município) Um contribuinte do Imposto Predial e Territorial Urbano - IPTU possuía

Leia mais

Possibilidades de Incorporação de Ativos ao RPPS

Possibilidades de Incorporação de Ativos ao RPPS Possibilidades de Incorporação de Ativos ao RPPS Por Otoni Gonçalves Guimarães Cuiabá - MT, 23 de outubro de 2015 1 Direito do Cidadão x Obrigação do Estado Constituição Federal Art. 6º São direitos sociais

Leia mais

LISTAGEM DE FUNDOS DISTRIBUÍDOS

LISTAGEM DE FUNDOS DISTRIBUÍDOS LISTAGEM DE FUNDOS DISTRIBUÍDOS ÍNDICE Absolute Alpha FIC FIM... 4 Absolute Hedge FIC FIM... 6 BNY Mellon Arx FI Ref DI LP... 8 BNY Mellon Arx FI Ref DI LP II... 10 BNY Mellon Arx FI Ref DI LP III... 12

Leia mais

Fiscal Online Disciplina: Direito Tributário Prof. Eduardo Sabbag Data: 13.07.2012 MATERIAL DE APOIO MONITORIA. Índice 1.

Fiscal Online Disciplina: Direito Tributário Prof. Eduardo Sabbag Data: 13.07.2012 MATERIAL DE APOIO MONITORIA. Índice 1. Fiscal Online Disciplina: Direito Tributário Prof. Eduardo Sabbag Data: 13.07.2012 MATERIAL DE APOIO MONITORIA Índice 1. Anotações de Aula 1. ANOTAÇÕES DE AULA DIREITO TRIBUTARIO NO CTN Art. 155-A CTN.

Leia mais

R isk O ffice PGBL E VGBL RANKING DOS FUNDOS DE INVESTIMENTO

R isk O ffice PGBL E VGBL RANKING DOS FUNDOS DE INVESTIMENTO PGBL E VGBL RANKING DOS FUNDOS DE INVESTIMENTO ELABORADO PELO RISK OFFICE EM JULHO DE 2005 Este relatório apresenta os resultados do trabalho realizado pelo Risk Office ("Relatório Risk Office"), em consonância

Leia mais

NOSSA HISTÓRIA UM INVESTIMENTOS S/A

NOSSA HISTÓRIA UM INVESTIMENTOS S/A NOSSA HISTÓRIA A UM INVESTIMENTOS S/A Corretora de Títulos e Valores Mobiliários é uma instituição financeira independente e atua no mercado financeiro há 40 anos. Em 2008 iniciou um processo de reestruturação,

Leia mais

SUL AMÉRICA S.A. CNPJ/MF nº 29.978.814/0001-87 NIRE 33.3.0003299-1 Companhia Aberta de Capital Autorizado CVM Nº 02112-1

SUL AMÉRICA S.A. CNPJ/MF nº 29.978.814/0001-87 NIRE 33.3.0003299-1 Companhia Aberta de Capital Autorizado CVM Nº 02112-1 SUL AMÉRICA S.A. CNPJ/MF nº 29.978.814/0001-87 NIRE 33.3.0003299-1 Companhia Aberta de Capital Autorizado CVM Nº 02112-1 ATA DA ASSEMBLEIA GERAL DE DEBENTURISTAS DA 1ª EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES SIMPLES,

Leia mais

Lei 12.865 reabre Refis da crise e institui novos programas /ROTEIRO E CONDIÇÕES PARA ADESÃO

Lei 12.865 reabre Refis da crise e institui novos programas /ROTEIRO E CONDIÇÕES PARA ADESÃO GESTÃO TRIBUTÁRIA NOTÍCIAS - 2013 Lei 12.865 reabre Refis da crise e institui novos programas /ROTEIRO E CONDIÇÕES PARA ADESÃO A presidente Dilma Rousseff sancionou o projeto de lei de conversão resultante

Leia mais

MELHORES FUNDOS INSTITUCIONAIS

MELHORES FUNDOS INSTITUCIONAIS MELHORES FUNDOS INSTITUCIONAIS Renda Fixa Passiva Categoria: CDI Passivo - EQM Baixo Benchmark: CDI Número de Fundos na Categoria: 10 BankBoston FIC de FI Boston Private Refer DI 17,50 99,60 0,08 4,49

Leia mais

DADOS ECONÔMICOS - 30 DE ABRIL DE 2.013 META ATUARIAL ANO = 4,46% (MÊS = 1,04%) CARTEIRA ANO = -0,4775 % (MÊS = 0,8096% )

DADOS ECONÔMICOS - 30 DE ABRIL DE 2.013 META ATUARIAL ANO = 4,46% (MÊS = 1,04%) CARTEIRA ANO = -0,4775 % (MÊS = 0,8096% ) DADOS ECONÔMICOS - 30 DE ABRIL DE 2.013 META ATUARIAL ANO = 4,46% (MÊS = 1,04%) CARTEIRA ANO = -0,4775 % (MÊS = 0,8096% ) CÓDIGO ANBID SANTANDER SANTANDER FIC RENDA FIXA IMA-B TITULOS PÚBLICOS (1 - RF)

Leia mais

NOTA TÉCNICA 48 2013. Lei nº 12.873 de 24/10/2013: PROSUS Registros de preços

NOTA TÉCNICA 48 2013. Lei nº 12.873 de 24/10/2013: PROSUS Registros de preços NOTA TÉCNICA 48 2013 Lei nº 12.873 de 24/10/2013: PROSUS Registros de preços Brasília, 29 de outubro de 2013 INTRODUÇÃO A Lei 12.873 de 24/10/13 trata de vários assuntos, altera algumas leis e entre os

Leia mais

BRASIL TELECOM S.A. CNPJ/MF Nº 76.535.764/0001-43 NIRE 53 3 0000622-9

BRASIL TELECOM S.A. CNPJ/MF Nº 76.535.764/0001-43 NIRE 53 3 0000622-9 BRASIL TELECOM S.A. (COMPANHIA ABERTA) CNPJ/MF Nº 76.535.764/0001-43 NIRE 53 3 0000622-9 Ata de Assembleia Geral de Debenturistas da 5ª Emissão de Debêntures Simples e Não Conversíveis em Série Única da

Leia mais

Tabela de Fundos. Curto Prazo Abr/2010

Tabela de Fundos. Curto Prazo Abr/2010 Curto Prazo REAL FIQ CURTO PRAZO FIC 008044 BANCO SANTANDER (BRASIL) SA 12.602,99 0,2407616 0,30 1,25 4,5 N N BRADESCO FI CURTO PRAZO 017299 BRADESCO 17.115,18 3,3888882 0,18 0,71 6 N N BNB FI CURTO PRAZO

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES JUNTA DE REVISÃO FISCAL

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES JUNTA DE REVISÃO FISCAL PUBLICADA A DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. de 20/07/2010 Fls. 08 SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 08 de dezembro de 2009 PRIMEIRA CÂMARA RECURSO Nº - 36.007 (26.807) ACÓRDÃO

Leia mais

Vamos lá... *** a) Artigo 168: No caso de interrupção de pagamento de débito parcelado, o saldo proporcional

Vamos lá... *** a) Artigo 168: No caso de interrupção de pagamento de débito parcelado, o saldo proporcional Olá pessoal, tudo bem? Muitos estudos? Espero que sim. Vou começar a trabalhar com vocês alguns aspectos importantes da Legislação do ICMS RJ que podem ser cobrados no próximo concurso para Auditor Fiscal

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIV EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIV EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Em março de 2014, o Estado A instituiu, por meio de decreto, taxa de serviço de segurança devida pelas pessoas jurídicas com sede naquele Estado, com base de cálculo

Leia mais

ALL AMÉRICA LATINA LOGÍSTICA S.A. CNPJ/MF n.º 02.387.241/0001-60 NIRE n.º 41.300.019.886 Companhia Aberta Categoria A

ALL AMÉRICA LATINA LOGÍSTICA S.A. CNPJ/MF n.º 02.387.241/0001-60 NIRE n.º 41.300.019.886 Companhia Aberta Categoria A ALL AMÉRICA LATINA LOGÍSTICA S.A. CNPJ/MF n.º 02.387.241/0001-60 NIRE n.º 41.300.019.886 Companhia Aberta Categoria A ATA DA ASSEMBLEIA GERAL DE DEBENTURISTAS DA 6ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES REALIZADA EM 10

Leia mais

O F Í C I O C I R C U L A R. Associados da BM&F e Participantes do Mercado de Títulos Públicos

O F Í C I O C I R C U L A R. Associados da BM&F e Participantes do Mercado de Títulos Públicos 03 de outubro de 2006 111/2006-DG O F Í C I O C I R C U L A R Associados da BM&F e Participantes do Mercado de Títulos Públicos Ref.: Câmara de Ativos BM&F Credenciamento de Master de Participante com

Leia mais

Deliberação COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS - CVM nº 507 de 10.07.2006 D.O.U.: 12.07.2006

Deliberação COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS - CVM nº 507 de 10.07.2006 D.O.U.: 12.07.2006 Deliberação COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS - CVM nº 507 de 10.07.2006 D.O.U.: 12.07.2006 Dispõe sobre o Procedimento administrativo-fiscal relativo à Taxa de Fiscalização do mercado de valores mobiliários

Leia mais

Tabela de Fundos. Curto Prazo Jun/2010

Tabela de Fundos. Curto Prazo Jun/2010 Curto Prazo SANTANDER FIC FI CURTO PRAZO 008044 BANCO SANTANDER (BRASIL) SA 12.290,56 0,2425509 0,40 2,00 4,5 N N BRADESCO FI CURTO PRAZO 017299 BRADESCO 16.948,69 3,4065147 0,28 1,23 6 N N BNB FI CURTO

Leia mais

Para acessar diretamente o texto referente a cada um desses temas, clique:

Para acessar diretamente o texto referente a cada um desses temas, clique: Prezados Leitores: A publicação Nota Tributária # Conselho Municipal de Tributos de São Paulo tem por objetivo atualizar nossos clientes e demais interessados sobre os principais assuntos que estão sendo

Leia mais

Movimentações entre aplicações financeiras sem CPMF

Movimentações entre aplicações financeiras sem CPMF Movimentações entre aplicações financeiras sem CPMF A Conta Investimento foi instituída pela Lei 10.892, que entrou em vigor em 01/10/2004. Trata-se de uma conta corrente de depósitos para investimento

Leia mais

PORTARIA Nº 135/GSER

PORTARIA Nº 135/GSER PORTARIA Nº 135/GSER João Pessoa, 9 de junho de 2015. O SECRETÁRIO DE ESTADO DA RECEITA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 3º, inciso VIII, alíneas a e g, da Lei nº 8.186, de 16 de março de

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XV EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XV EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Em 2003, João ingressou como sócio da sociedade D Ltda. Como já trabalhava em outro local, João preferiu não participar da administração da sociedade. Em janeiro

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DA TRIBUTAÇÃO CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS

RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DA TRIBUTAÇÃO CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS PROCESSO Nº PAT Nº RECURSO RECORRENTE ADVOGADO RECORRIDO RELATORA RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DA TRIBUTAÇÃO CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS 133/2013-CRF 3025/2013-1ª URT VOLUNTÁRIO ITALIAN COFFEE DO BRASIL

Leia mais

Atualizado em Maio/2014 Página 1 de 10

Atualizado em Maio/2014 Página 1 de 10 Perguntas e Respostas sobre o parcelamento do Simples Nacional 1. Quem pode parcelar? Todos os contribuintes que tenham débitos de ICMS declarados e apurados (DASN) no período de 07/2007 a 12/2011 e no

Leia mais

Professor Alex Sandro.

Professor Alex Sandro. 1 (OAB 2009-3 CESPE Q. 58) Considere que João e Marcos tenham deliberado pela constituição de sociedade limitada, com atuação no segmento de transporte de cargas e passageiros na América do Sul. Nessa

Leia mais

Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER

Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER Referência: 12649.010650201-50 Assunto: Restrição de acesso: Ementa: Recurso contra decisão denegatória ao pedido de acesso à informação requerido

Leia mais

Conhecimentos Bancários. Item 2.1.4- Fundos de Investimentos 2ª parte:

Conhecimentos Bancários. Item 2.1.4- Fundos de Investimentos 2ª parte: Conhecimentos Bancários Item 2.1.4- Fundos de Investimentos 2ª parte: Conhecimentos Bancários Item 2.1.4- Fundos de Investimentos: São condomínios, que reúnem aplicações de vários indivíduos para investimento

Leia mais

DECRETO Nº 2.525, DE 4 DE SETEMBRO DE 2014 - Institui o Programa de Recuperação de Créditos da Fazenda Estadual REFAZ e dá outras providências.

DECRETO Nº 2.525, DE 4 DE SETEMBRO DE 2014 - Institui o Programa de Recuperação de Créditos da Fazenda Estadual REFAZ e dá outras providências. DECRETO Nº 2.525, DE 4 DE SETEMBRO DE 2014 - Institui o Programa de Recuperação de Créditos da Fazenda Estadual REFAZ e dá outras providências. EMENTA: Concede parcelamento de débitos fiscais com anistia

Leia mais

Comunicado aos Cotistas

Comunicado aos Cotistas Rio de Janeiro, 05 de setembro de 2014. Comunicado aos Cotistas A Administradora, BTG PACTUAL SERVIÇOS FINANCEIROS S.A. DTVM, instituição financeira com sede na Praia de Botafogo, n. º 501, 5º andar (parte),

Leia mais

Condominial / Exclusivo CNPJ

Condominial / Exclusivo CNPJ Gestor Nome do Fundo Código ANBID CNPJ Condominial / Exclusivo CLASSE LUZ Classificação ANBIMA ARX Investimentos BNY MELLON ARX CASH FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO 101941 3879385000105 Condominial Renda

Leia mais

IN RFB 882/08 - IN - Instrução Normativa RECEITA FEDERAL DO BRASIL - RFB nº 882 de 22.10.2008

IN RFB 882/08 - IN - Instrução Normativa RECEITA FEDERAL DO BRASIL - RFB nº 882 de 22.10.2008 IN RFB 882/08 - IN - Instrução Normativa RECEITA FEDERAL DO BRASIL - RFB nº 882 de 22.10.2008 D.O.U.: 23.10.2008 Dispõe sobre a suspensão da exigência da Contribuição para o PIS/Pasep, da Contribuição

Leia mais

Vistos, relatados e discutidos os autos deste Processo, etc...

Vistos, relatados e discutidos os autos deste Processo, etc... Processo nº 0126452009-3 Acórdão nº 059/2012 Recurso HIE/VOL/CRF-427/2010 1ª RECORRENTE: GERÊNCIA EXECUTIVA DE JULGAMENTO DE PROCESSOS FISCAIS GEJUP 1ª RECORRIDA: LOJAS PRIMAVERA COMÉRCIO DE MÓVEIS LTDA.

Leia mais

Decreta nº 26.978, (DOE de 05/07/06)

Decreta nº 26.978, (DOE de 05/07/06) Decreta nº 26.978, (DOE de 05/07/06) Introduz alterações no Decreto nº 16106, de 30 de novembro de 1994, que regulamenta a Lei nº 657, de 25 de janeiro de 1994 e consolida a legislação referente ao processo

Leia mais

Curso Preparatório CPA20

Curso Preparatório CPA20 Página 1 de 9 Você acessou como Flávio Pereira Lemos - (Sair) Curso Preparatório CPA20 Início Ambiente ) CPA20_130111_1_1 ) Questionários ) Passo 2: Simulado Módulo II ) Revisão da tentativa 1 Iniciado

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 20.712/15/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 16.000562964-91 Impugnação: 40.

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 20.712/15/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 16.000562964-91 Impugnação: 40. Acórdão: 20.712/15/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 16.000562964-91 Impugnação: 40.010136543-73 Impugnante: Proc. S. Passivo: Origem: EMENTA Miquelanti Ltda IE: 186946145.00-63 João Henrique Galvão DF/Contagem

Leia mais

gestão alocado no ativo em questão no dia da Data da Assembleia EXPOSURE Assembleia

gestão alocado no ativo em questão no dia da Data da Assembleia EXPOSURE Assembleia DADOS DO FUNDO INVESTIDOR Denominação do Fundo Investidor Assembleias realizadas Nome da empresa emissora dos ativos ou títulos (ações, debêntures, etc) ou Nome do fundo de investimento (cotas) Tipo de

Leia mais

Redução Juros sobre Multa Punitiva. Redução Multa Punitiva. Parcela Única 60% 60% 75% 75% - N/A

Redução Juros sobre Multa Punitiva. Redução Multa Punitiva. Parcela Única 60% 60% 75% 75% - N/A TRIBUTÁRIO 16/11/2015 ICMS - Regulamentação do Programa Especial de Parcelamento do Estado de São Paulo PEP Reduções Com base na autorização do Convênio ICMS 117/2015, de 07 de outubro de 2015, no último

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DE FINANÇAS CONSELHO MUNICIPAL DE TRIBUTOS RELATÓRIO

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DE FINANÇAS CONSELHO MUNICIPAL DE TRIBUTOS RELATÓRIO DECISÃO PARADIGMÁTICA NÚMERO 1.000.013 Folha 1 / 10 RELATÓRIO Trata-se de Recurso Ordinário tempestivamente interposto em face do despacho de 1ª instância administrativa, que indeferiu a impugnação do

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES. - Junta de Revisão Fiscal

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES. - Junta de Revisão Fiscal PUBLICADA A DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. de / / Fls. Processo n.º: E-04/897.015/1999 SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 07 de Novembro de 2000 PRIMEIRA CÂMARA RECURSO N.º

Leia mais

INEPAR S/A INDÚSTRIA E CONSTRUÇÕES CNPJ/MF Nº 76.627.504/0001-06 NIRE Nº 35 3 0035492 3 COMPANHIA ABERTA

INEPAR S/A INDÚSTRIA E CONSTRUÇÕES CNPJ/MF Nº 76.627.504/0001-06 NIRE Nº 35 3 0035492 3 COMPANHIA ABERTA INEPAR S/A INDÚSTRIA E CONSTRUÇÕES CNPJ/MF Nº 76.627.504/0001-06 NIRE Nº 35 3 0035492 3 COMPANHIA ABERTA ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL DE TITULARES DE DEBÊNTURES DA SEGUNDA EMISSÃO, REALIZADA EM 19 DE JULHO

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos MEDIDA PROVISÓRIA Nº 303, DE 29 DE JUNHO DE 2006. Sem eficácia Texto para impressão Dispõe sobre parcelamento de débitos junto à Secretaria

Leia mais

VI pedido de reexame de admissibilidade de recurso especial.

VI pedido de reexame de admissibilidade de recurso especial. PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, 2013 - COMPLEMENTAR Estabelece normas gerais sobre o processo administrativo fiscal, no âmbito das administrações tributárias da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos

Leia mais

Procuradoria Geral da Fazenda Nacional. Dívida Ativa. Cartilha aos Órgãos de Origem 8/3/2013

Procuradoria Geral da Fazenda Nacional. Dívida Ativa. Cartilha aos Órgãos de Origem 8/3/2013 2013 Procuradoria Geral da Fazenda Nacional Dívida Ativa Cartilha aos Órgãos de Origem Esta cartilha tem por fim informar e explicar o que é a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional PGFN, quais créditos

Leia mais

FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES E FUNDOS MULTIMERCADO

FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES E FUNDOS MULTIMERCADO I Curso de Férias do Grupo de Estudos de Direito Empresarial - Direito UFMG EM AÇÕES E FUNDOS MULTIMERCADO Fernanda Valle Versiani Mestranda em Direito Empresarial pela Universidade Federal de Minas Gerais,

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Determinada pessoa jurídica declarou, em formulário próprio estadual, débito de ICMS. Apesar de ter apresentado a declaração, não efetuou o recolhimento do crédito

Leia mais

Demonstração da Composição e Diversificação das Aplicações em 31 de maio de 2008.

Demonstração da Composição e Diversificação das Aplicações em 31 de maio de 2008. Demonstração da Composição e Diversificação das Aplicações em 31 de maio de 2008. Mercado / % sobre Aplicações/Especificação Quantidade Realização Patrimônio R$ Mil Líquido 1.DISPONIBILIDADES 8 0,03 Depósitos

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 712.998 - RJ (2004/0180932-3) RELATOR : MINISTRO HERMAN BENJAMIN RECORRENTE : MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO PROCURADOR : MARIANA RODRIGUES KELLY E SOUSA E OUTRO(S) RECORRIDO : ADELINO

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA PRIMEIRO CONSELHO DE CONTRIBUINTES SEXTA CÂMARA

MINISTÉRIO DA FAZENDA PRIMEIRO CONSELHO DE CONTRIBUINTES SEXTA CÂMARA Processo n : 10680.009868/00-54 Recurso n : 143.694 Matéria : IRPF - Ex(s): 1998 Recorrente : WALBER BRAGA Recorrida : 5ª TURMA/DRJ em BELO HORIZONTE MG Sessão de : 26 DE JANEIRO DE 2006 Acórdão n : 106-15.272

Leia mais

MUTUOPREV 2014 - RELATÓRIO ANUAL DO PLANO DE BENEFÍCIOS II

MUTUOPREV 2014 - RELATÓRIO ANUAL DO PLANO DE BENEFÍCIOS II MUTUOPREV 2014 - RELATÓRIO ANUAL DO PLANO DE BENEFÍCIOS II A MUTUOPREV Entidade de Previdência Complementar - CNPJ nº 12.905.021/0001-35 e CNPB 2010.0045-74, aprovado pela portaria nº 763 de 27 de setembro

Leia mais

DADOS ECONÔMICOS - 31 DE JULHO DE 2.012 META ATUARIAL= 6,86% (MÊS= 0,93%) CARTEIRA ANO= 11,88% (MÊS= 2,06%)

DADOS ECONÔMICOS - 31 DE JULHO DE 2.012 META ATUARIAL= 6,86% (MÊS= 0,93%) CARTEIRA ANO= 11,88% (MÊS= 2,06%) DADOS ECONÔMICOS - 31 DE JULHO DE 2.012 META ATUARIAL= 6,86% (MÊS= 0,93%) CARTEIRA ANO= 11,88% (MÊS= 2,06%) CÓDIGO ANBID SANTANDER SANTANDER FIC RENDA FIXA IMA-B TITULOS PÚBLICOS (1 - RF) 239410 37.386.754,15

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DA UNIÃO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO DA UNIÃO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO 1 Ref.: PA Nº 1255/2012 Manifestação da Pregoeira em face da Impugnação apresentada pela empresa EMPRESA BRASILEIRA DE TELECOMUNICAÇÕES S.A. - EMBRATEL, referentes ao Edital do Pregão Eletrônico nº 069/2012.

Leia mais

A indevida contribuição de 10% sobre o FGTS

A indevida contribuição de 10% sobre o FGTS Informe Jurídico - nº I - 2014 A indevida contribuição de 10% sobre o FGTS De acordo com o artigo 1º da Lei Complementar nº 110, de 29 de junho de 2001, em caso de demissão de empregado sem justa causa,

Leia mais

Informativo Wealth AAI. Dezembro 2014

Informativo Wealth AAI. Dezembro 2014 Informativo Wealth AAI Dezembro 2014 Sobre o Informativo Wealth AAI Visando ampliar o nível de informação e melhor atendimento aos nossos clientes e parceiros, a Wealth Management da Gradual envia um informativo

Leia mais

DIRETORIA DE INVESTIMENTOS

DIRETORIA DE INVESTIMENTOS DIRETORIA DE INVESTIMENTOS Relatório Mensal de Investimentos Fundo Financeiro e Previdenciário Fevereiro Rio de Janeiro 2015 1 Diretoria de Investimentos Gustavo de Oliveira Barbosa Diretor Presidente

Leia mais

Clique no nome do canal de atendimento e confira: Internet. Autoatendimento. Fone Fácil. Agência

Clique no nome do canal de atendimento e confira: Internet. Autoatendimento. Fone Fácil. Agência Clique no nome do canal de atendimento e confira: Internet Fone Fácil Autoatendimento Agência Internet Produto Horário* Limite Diário BRADESCO PRIME NET FIC FI REFERENCIADO DI BRADESCO PRIME NET FIC FI

Leia mais

DIRETORIA DE INVESTIMENTOS

DIRETORIA DE INVESTIMENTOS DIRETORIA DE INVESTIMENTOS Relatório Mensal de Investimentos Fundo Financeiro e Previdenciário Agosto Rio de Janeiro 2014 1 Diretoria de Investimentos Gustavo de Oliveira Barbosa Diretor Presidente Gerência

Leia mais

ADENDO LIVRO ICMS COMENTADO SP 3ª Edição

ADENDO LIVRO ICMS COMENTADO SP 3ª Edição ADENDO LIVRO ICMS COMENTADO SP 3ª Edição PG. 122 - substituir alinea c do inciso VII c) a entrega ou remessa de mercadoria ou bem originários do exterior sem as correspondentes autorizações: 1 - do órgão

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIOTRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIOTRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIOTRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS ACÓRDÃO N o : 074/2013 RECURSO VOLUNTÁRIO N o : 8.125 PROCESSO

Leia mais

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 2ª TURMA RECURSAL JUÍZO C

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 2ª TURMA RECURSAL JUÍZO C JUIZADO ESPECIAL (PROCESSO ELETRÔNICO) Nº201070510020004/PR RELATORA : Juíza Andréia Castro Dias RECORRENTE : LAURO GOMES GARCIA RECORRIDO : UNIÃO FAZENDA NACIONAL V O T O Dispensado o relatório, nos termos

Leia mais

Processo Administrativo Fiscal no Âmbito da Receita Federal do Brasil. Ricardo Antonio Carvalho Barbosa DRJ/Fortaleza/CE 1 13/11/12 RACB RACB

Processo Administrativo Fiscal no Âmbito da Receita Federal do Brasil. Ricardo Antonio Carvalho Barbosa DRJ/Fortaleza/CE 1 13/11/12 RACB RACB 1 Processo Administrativo Fiscal no Âmbito da Receita Federal do Brasil Ricardo Antonio Carvalho Barbosa DRJ/Fortaleza/CE 1 13/11/12 1 2 Relação Tributária Fisco Contribuinte Relação Tributária Ex Lege

Leia mais

OFÍCIO/CVM/SEP/GEA-1/Nº 142/2011 Rio de Janeiro, 30 de março de 2011.

OFÍCIO/CVM/SEP/GEA-1/Nº 142/2011 Rio de Janeiro, 30 de março de 2011. OFÍCIO/CVM/SEP/GEA-1/Nº 142/2011 Rio de Janeiro, 30 de março de 2011. Ao Senhor Fernando Martins Vaz Chabert Diretor de Relações com Investidores da Hotéis Othon S/A Rua Teófilo Otoni, 15, sala 1201, Centro

Leia mais

Simulado Super Receita 2013 Direito Tributário Simulado Rafael Saldanha

Simulado Super Receita 2013 Direito Tributário Simulado Rafael Saldanha Simulado Super Receita 2013 Direito Tributário Simulado Rafael Saldanha 2013 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. 01 - (ESAF/2012) Analise as proposições a seguir e

Leia mais

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Conselho de Contribuintes

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Conselho de Contribuintes PUBLICAÇÃO DA DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. 18 / 12 / 2014 Fls.: 13 SERVIÇO PÚBLICO ESTADUAL Processo nº E-04 / 082.025/2012 Rubrica: ID:42833175 Sessão de 15 de outubro de 2014 SEGUNDA CÂMARA RECURSO Nº

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SEGUNDO CONSELHO DE CONTRIBUINTES PRIMEIRA CÂMARA. Processo nº 10950.000992/2007-74. Recurso nº 148.951

MINISTÉRIO DA FAZENDA SEGUNDO CONSELHO DE CONTRIBUINTES PRIMEIRA CÂMARA. Processo nº 10950.000992/2007-74. Recurso nº 148.951 MINISTÉRIO DA FAZENDA SEGUNDO CONSELHO DE CONTRIBUINTES PRIMEIRA CÂMARA Processo nº 10950.000992/2007-74 Recurso nº 148.951 Matéria IOF - Base de Cálculo e Decadência Acórdão nº 201-81.317 Sessão de 08

Leia mais

Publicado no Diário Oficial n o 4.412, de 10 de julho de 2015 1

Publicado no Diário Oficial n o 4.412, de 10 de julho de 2015 1 Publicado no Diário Oficial n o 4.412, de 10 de julho de 2015 1 ACÓRDÃO N o : 074/2015 REEXAME NECESSÁRIO N o : 3.393 PROCESSO N o : 2013/6860/501499 AUTO DE INFRAÇÃO N o : 2013/002475 SUJEITO PASSIVO:

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR-1357-39.2013.5.09.0016. A C Ó R D Ã O Ac. 3ª Turma GMALB/arcs/AB/wbs

PROCESSO Nº TST-RR-1357-39.2013.5.09.0016. A C Ó R D Ã O Ac. 3ª Turma GMALB/arcs/AB/wbs A C Ó R D Ã O Ac. 3ª Turma GMALB/arcs/AB/wbs RECURSO DE REVISTA SOB A ÉGIDE DA LEI Nº 13.015/2014. CONTRIBUIÇÃO SINDICAL. EMPREGADOR. EMPRESA SEM EMPREGADOS. Os arts. 578 e 579 da CLT se dirigem a todos

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR nº 38/2015. Capítulo I Disposições Gerais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR nº 38/2015. Capítulo I Disposições Gerais PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR nº 38/2015 Institui o Programa de Recuperação Fiscal REFIS do Município de Jaboticabal, e dá outras providências. Capítulo I Disposições Gerais Art. 1º Fica instituído, nos

Leia mais

Exposição. 1. Município de Londrina ajuizou execução fiscal em face de Alessandro

Exposição. 1. Município de Londrina ajuizou execução fiscal em face de Alessandro APELAÇÃO CÍVEL N. 638896-9, DA COMARCA DE LONDRINA 2.ª VARA CÍVEL RELATOR : DESEMBARGADOR Francisco Pinto RABELLO FILHO APELANTE : MUNICÍPIO DE LONDRINA APELADO : ALESSANDRO VICTORELLI Execução fiscal

Leia mais

Transferência da administração de recursos e alocação de ativos para profissionais especializados;

Transferência da administração de recursos e alocação de ativos para profissionais especializados; Guia de Fundos de Investimento A CMA desenvolveu o Guia de Fundos de Investimento para você que quer se familiarizar com os princípios básicos do mercado financeiro, ou que tem interesse em aprofundar

Leia mais

Programa Especial de Pagamento. Secretaria de Estado de Fazenda Subsecretaria de Receita. de Débitos Tributários -PPD-

Programa Especial de Pagamento. Secretaria de Estado de Fazenda Subsecretaria de Receita. de Débitos Tributários -PPD- Programa Especial de Pagamento Secretaria de Estado de Fazenda Subsecretaria de Receita de Débitos Tributários -PPD- Rio de Janeiro Julho de 2014 AGENDA O que é? Base Legal Abrangência do programa Público

Leia mais

Renda Fixa: CDI Passivo - EQM Baixo; Benchmark: CDI; Nº de Fundos na Categoria: 26

Renda Fixa: CDI Passivo - EQM Baixo; Benchmark: CDI; Nº de Fundos na Categoria: 26 Renda Fixa: CDI Passivo - EQM Baixo; Benchmark: CDI; Nº de Fundos na Categoria: 26 Banif Primus FIF Banif Primus DI 19,078 100,833 0,143 4,979 103,108 0,063 9,450 102,214 0,094 64,137 100,084 0,205 Bank

Leia mais

ALL AMÉRICA LATINA LOGÍSTICA S.A. CNPJ/MF n.º 02.387.241/0001-60 NIRE n.º 41.300.019.886 Companhia Aberta Categoria A

ALL AMÉRICA LATINA LOGÍSTICA S.A. CNPJ/MF n.º 02.387.241/0001-60 NIRE n.º 41.300.019.886 Companhia Aberta Categoria A ALL AMÉRICA LATINA LOGÍSTICA S.A. CNPJ/MF n.º 02.387.241/0001-60 NIRE n.º 41.300.019.886 Companhia Aberta Categoria A ATA DA ASSEMBLEIA GERAL DE DEBENTURISTAS DA 5ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES REALIZADA EM 10

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fl. 23 Fls. 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta Interna nº 10 - Data 5 de junho de 2014 Origem DELEGACIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL EM PRESIDENTE PRUDENTE (DRF/PPE) ASSUNTO: IMPOSTO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO DECISAUW ^ N0 ACÓRDÃO \\ll\w "»"»'" lo3046968* Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento n 990.10.048613-6, da Comarca de São Paulo, em

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS - EQUALIZAÇÃO DE ALÍQUOTAS DECRETOS nºs 442/2015 E 953/2015 ÍNDICE

PERGUNTAS E RESPOSTAS - EQUALIZAÇÃO DE ALÍQUOTAS DECRETOS nºs 442/2015 E 953/2015 ÍNDICE PERGUNTAS E RESPOSTAS - EQUALIZAÇÃO DE ALÍQUOTAS DECRETOS nºs 442/2015 E 953/2015 (Versão 2.0-21/09/2015) ÍNDICE 1. AUTORREGULARIZAÇÃO, CONCEITO. O que é autorregularização? 2. BASE LEGAL. Qual a base

Leia mais

Novo Regulamento MINUTA EM FASE DE APROVAÇÃO

Novo Regulamento MINUTA EM FASE DE APROVAÇÃO Clubes de Investimento Novo Regulamento BM&FBOVESPA MINUTA EM FASE DE APROVAÇÃO 1 Pauta Características gerais Estatuto Registro do clube Assembleia Geral Administração Composição da Carteira Prestação

Leia mais

,." \,J ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOSTRIBUTÁRIOS

,. \,J ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOSTRIBUTÁRIOS ,.".. PROC: 1/4305/2005 ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOSTRIBUTÁRIOS RESOLUÇÃON bt:t 'i /2007 la CÂMARA SESSÃODE 25/10/2007 PROCESSODE RECURSO N 1/4305/2005 AUTO DE INFRAÇÃO: 1/200516884

Leia mais

Demonstrações financeiras em 31 de maio de 2013 e 2012

Demonstrações financeiras em 31 de maio de 2013 e 2012 Bradesco Private Fundo de Investimento em CNPJ nº 06.190.203/0001-74 (Administrado pela BEM - Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda.) KPDS 65521 Conteúdo Bradesco Private Fundo de Investimento

Leia mais

http://www.lgncontabil.com.br/ Empregado aposentado - Rescisão do contrato de trabalho - Multa do FGTS

http://www.lgncontabil.com.br/ Empregado aposentado - Rescisão do contrato de trabalho - Multa do FGTS Empregado aposentado - Rescisão do contrato de trabalho - Multa do FGTS Sumário Introdução I - Contribuição previdenciária II - FGTS e demais verbas trabalhistas III - Rescisão contratual IV - Entendimentos

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Saulo Henriques de Sá e Benevides. Vistos, etc.

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Saulo Henriques de Sá e Benevides. Vistos, etc. ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Saulo Henriques de Sá e Benevides APELAÇÃO CÍVEL n 2 073.2003.012900-8/001 Comarca de Cabedelo RELATOR: João Benedito da Silva Juiz Convocado

Leia mais

RESOLUÇÃO N ^ /2006 Ia CÂMARA SESSÃO DE 17/07/2006

RESOLUÇÃO N ^ /2006 Ia CÂMARA SESSÃO DE 17/07/2006 PROC: 1/004193/2004 \ AL: 1/200410475 ESTADO DO CEARA SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS RESOLUÇÃO N ^ /2006 Ia CÂMARA SESSÃO DE 17/07/2006 PROCESSO DE RECURSO N 1/004193/2004 AUTO

Leia mais

Nome completo da cidade/sigla do Estado (Ex.: São Paulo/SP). Se ocorrer fora do Brasil, incluir o termo "Exterior" e o nome do país.

Nome completo da cidade/sigla do Estado (Ex.: São Paulo/SP). Se ocorrer fora do Brasil, incluir o termo Exterior e o nome do país. Denominação do Fundo Investidor DADOS DO FUNDO INVESTIDOR Fundo Restrito ou Exclusivo? Tipo de "ativo/título" (Ex.: ações, debêntures, cota de fundos, etc) % da participação total dos Fundos sob gestão,

Leia mais

RESPONSABILIDADE PESSOAL DOS SÓCIOS ADMINISTRADORES NOS DÉBITOS TRIBUTÁRIOS QUANDO DA DISSOLUÇÃO IRREGULAR DA SOCIEDADE

RESPONSABILIDADE PESSOAL DOS SÓCIOS ADMINISTRADORES NOS DÉBITOS TRIBUTÁRIOS QUANDO DA DISSOLUÇÃO IRREGULAR DA SOCIEDADE compilações doutrinais RESPONSABILIDADE PESSOAL DOS SÓCIOS ADMINISTRADORES NOS DÉBITOS TRIBUTÁRIOS QUANDO DA DISSOLUÇÃO IRREGULAR DA SOCIEDADE Carlos Barbosa Ribeiro ADVOGADO (BRASIL) VERBOJURIDICO VERBOJURIDICO

Leia mais

Distribuidores de Fundos Bradesco

Distribuidores de Fundos Bradesco PORTOPAR DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA CNPJ: 40.303.299/0001-78 Endereço: Rua Guaianases, 1238 Casarão, Campos Elíseos São Paulo - (SP) http://www.portoseguro.com.br/solucoesfinanceiras/investimentos

Leia mais

BICBANCO STOCK INDEX AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS

BICBANCO STOCK INDEX AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS BICBANCO STOCK INDEX AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS (Administrado pelo Banco Industrial e Comercial S.A.) DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REFERENTES AO EXERCÍCIO FINDO EM 30 DE SETEMBRO

Leia mais

Novas Instruções da CVM sobre Fundos de Investimento

Novas Instruções da CVM sobre Fundos de Investimento LUCIANA BARBOSA SILVEIRA Superintendente de Jurídico e Compliance Novas Instruções da CVM sobre Fundos de Investimento Sumário A partir de out/2015, novas normas passarão a reger a indústria de fundos

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 01/99. A PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL DO SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA, no uso de suas atribuições legais, regulamentares e regimentais,

RESOLUÇÃO Nº 01/99. A PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL DO SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA, no uso de suas atribuições legais, regulamentares e regimentais, RESOLUÇÃO Nº 01/99 NORMAS DE ARRECADAÇÃO DIRETA MEDIANTE CONVÊNIO, alterações, aprova A PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL DO SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA, no uso de suas atribuições legais, regulamentares

Leia mais

http://www.receita.fazenda.gov.br/prepararimpressao/imprimepagina.asp

http://www.receita.fazenda.gov.br/prepararimpressao/imprimepagina.asp Page 1 of 5 Decreto nº 6.260, de 20 de novembro de 2007 DOU de 20.11.2007 Dispõe sobre a exclusão do lucro líquido, para efeito de apuração do lucro real e da base de cálculo da Contribuição Social sobre

Leia mais

Questão 3. A analogia constitui elemento de

Questão 3. A analogia constitui elemento de (AFCE.ESAF.2006.44) As limitações constitucionais ao poder de tributar constituem garantias aos contribuintes de que não serão submetidos à tributação sem a estrita observância de tais princípios. Sobre

Leia mais

DADOS ECONÔMICOS - 30 DE ABRIL DE 2.012 META ATUARIAL= 3,86 % (MÊS= 1,14%) CARTEIRA ANO= 8,20% (MÊS= 2,46%)

DADOS ECONÔMICOS - 30 DE ABRIL DE 2.012 META ATUARIAL= 3,86 % (MÊS= 1,14%) CARTEIRA ANO= 8,20% (MÊS= 2,46%) DADOS ECONÔMICOS - 30 DE ABRIL DE 2.012 META ATUARIAL= 3,86 % (MÊS= 1,14%) CARTEIRA ANO= 8,20% (MÊS= 2,46%) CÓDIGO ANBID SANTANDER SANTANDER FIC RENDA FIXA IMA-B TITULOS PÚBLICOS 239410 39.931.053,81 0,00

Leia mais

Os melhores. Fundos Livres 65. Fundos de Ações. Fundos DI 70. Fundos de Renda Fixa 72. Fundos Cambiais

Os melhores. Fundos Livres 65. Fundos de Ações. Fundos DI 70. Fundos de Renda Fixa 72. Fundos Cambiais Abre dinn) 3 2007.qxd 4/16/07 5:04 PM Page 59 s Livres 65 s de Ações Montagem sobre fotos sxc.hu 68 s DI 70 s de Renda Fixa 72 Os melhores Confira ranking das cinco categorias no início do segundo governo

Leia mais