Cartilha de. Educação Financeira. Capital

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cartilha de. Educação Financeira. Capital"

Transcrição

1 Adm Camilli Cartilha de Educação Financeira $ = do d Correção Setembro/2010 do Capital

2 Índice Objetivo da Cartilha de Educação Financeira Objetivo da Cartilha de Educação Financeira Orçamento Familiar Organize sua vida financeira Analise o seu orçamento Dicas para controlar o seu orçamento Quando optar por uma operação de crédito? Para que servem as operações de crédito? Destinação Crédito Coopmil Análise de crédito Parcelas Juros Descontos Linhas de Crédito Cartões de Crédito Dicas para utilizar o seu Cartão de Crédito Cartões Coopmil Como sair do vermelho Dicas para colocar as contas em dia Como limpar o nome na praça Quando começar a investir Investimentos Coopmil Capital Social Remuneração do Capital Social Aplicações Coopmil Em resumo, os pontos básicos da Educação Financeira Glossário Mais do que oferecer crédito aos cooperados com as menores taxas do mercado, serviços e benefícios que lhes proporcionam mais qualidade de vida, a Coopmil tem o objetivo de contribuir para que todos possam conquistar a tão sonhada tranquilidade financeira. Nesta Cartilha de Educação Financeira, você encontrará dicas para adotar uma postura mais consciente e responsável na utilização de crédito, equilibrando as despesas e, ao mesmo tempo, poupando com o intuito de prover para o futuro. Consulte sempre esta Cartilha e lembrese: a Coopmil está à disposição para esclarecer suas dúvidas e lhe orientar. Boa leitura! 2 3

3 1. Orçamento Familiar 1.1 Organize sua vida financeira O primeiro passo para organizar sua vida financeira e conquistar mais qualidade de vida é definir e controlar todos os gastos, considerando sempre a renda mensal. Para isso, é indispensável elaborar o orçamento doméstico. Utilize a tabela abaixo, anotando todas as despesas, inclusive as pequenas, pois elas fazem muita diferença no fim do mês. Orçamento doméstico Mês: 1.2 Analise o seu orçamento Depois de anotar todas as despesas e receitas na tabela ao lado, compare o saldo total e analise seu orçamento: Se suas despesas são menores do que a receita: O que fazer? Se sobrar algum dinheiro depois de pagar todas as contas, calcular o transporte e a alimentação mensais, você pode utilizálo para comprar algo que já havia planejado à vista ou aplicálo no Capital Social da Coopmil, que possui o melhor rendimento do mercado: caderneta de poupança do mês anterior, acrescido de 20% desse índice. Consulte as opções de investimentos no Capítulo 7. CONTAS FIXAS Aluguel Luz Água Telefone/Internet Gás DESPESAS RESERVAS INVESTIMENTOS Investimento RDC Coopmil Investimento Megacofre Coopmil Investimento Capital Coopmil Reserva de Emergência Poupança DESPESAS Se suas despesas se igualam à receita: O que fazer? Procure não ultrapassar seus gastos atuais e fique atento, pois você poderá ter problemas financeiros em caso de emergência. Condomínio Outros Prestação da casa SUBTOTAL R$ Diarista Mensalista Prestação do carro IPTU IPVA Convênio Médico Plano Odontológico Colégio/Faculdade Assinatura da TV a Cabo Alimentação Clube Academia Telefone Celular Taxas de serviços financeiros Transporte Cartão de Crédito Outros Outros Cartões SUBTOTAL R$ Outros SUBTOTAL R$ GASTOS ADICIONAIS TOTAL DE DESPESAS R$ Viagens Cinema / Teatro Restaurantes Salário Presentes Imóveis alugados R$ Outros Pensão R$ SUBTOTAL R$ Horas extras/atividade delegada R$ Outras Rendas R$ GASTOS EXTRAORDINÁRIOS Outras Rendas R$ Manutenção da casa Outras Rendas R$ Manutenção da carro TOTAL DE RECEITAS R$ Remédios Outros SUBTOTAL R$ GASTOS VARIÁVEIS RECEITAS SALDO TOTAL (RECEITAS DESPESAS) Clique aqui e faça o download da planilha em Excel, já com fórmulas para facilitar o cálculo do seu orçamento. R$ Se a receita é menor do que as despesas: O que fazer? Reduza imediatamente os gastos, estabelecendo metas de economia e eliminando todos os supérfluos. Informe os integrantes da família de que será necessário economizar, evitando o desperdício de água, luz, alimentos, etc., pois além de ser bom para o bolso, é fundamental para a preservação do meio ambiente. Se você ainda possui débitos em cartões de crédito, limite bancário e outras dívidas com juros abusivos, o ideal é efetuar um empréstimo pessoal, com taxas reduzidas, para quitar esses compromissos. Saiba mais no Capítulo 2 Quando optar por uma operação de crédito?. 1.3 Dicas para controlar o seu orçamento Anote todas as receitas e despesas diariamente. Ao emitir cheques prédatados, controle muito bem seu saldo bancário para que eles não voltem. Pague as contas em dia, evitando as multas e os juros. Evite fazer compras quando estiver estressado, cansado ou com fome. Sempre que possível, opte pelo pagamento à vista e negocie um desconto. Antes de fazer novas dívidas, quite as que já possui. Poupe sempre que possível, pois as emergências acontecem. Gaste apenas o que ganha. Porém, nunca comprometa 100% da sua renda. 4 5

4 Pesquise preços e faça as contas antes de comprar bens, principalmente os de alto valor, que podem desequilibrar seu orçamento a médio e longo prazo. 3 Crédito Coopmil Faça listas com todos os itens que precisa antes de comprálos, seja no supermercado ou no shopping. Planeje, reflita e decida, afinal, é muito difícil ganhar dinheiro para gastar com produtos desnecessários. Se não puder comprar à vista, opte pelo crédito, porém, pesquise as melhores taxas e condições. Se possível, reserve 5% da sua renda para investir em VOCÊ, seja em educação, carreira, lazer, viagens, etc. 3.1 Análise de crédito Na cooperativa, a análise de crédito é efetuada na hora, sem burocracia, mediante apresentação de documentos de acordo com a opção de crédito. Consulte os documentos necessários no tópico 3.5 Linhas de Crédito. Importante: para garantir a estabilidade financeira do cooperado, a Coopmil não compromete sua renda, portanto, as parcelas dos empréstimos e financiamentos não podem ultrapassar 1/3 (um terço) do seu salário líquido. 2 Quando optar por uma operação de crédito? 2.1 Para que servem as operações de crédito? Adquirir crédito é uma solução para quitar débitos e resolver as emergências financeiras, mas também pode ser muito útil, se contratado de forma consciente, para antecipar os sonhos, por exemplo: comprar eletrodomésticos, financiar um carro, reformar a casa, etc. Ao decidir por uma operação de crédito, é indispensável analisar se o valor das parcelas é adequado ao seu orçamento mensal, além de ter a certeza de que essa opção lhe proporcionará mais tranquilidade. A contratação do empréstimo deve contribuir para a solução dos problemas e não provocar novas preocupações e mais endividamento. 2.2 Destinação É importante também definir a destinação do valor emprestado ou o produto que deseja adquirir. Como exemplo, a Coopmil possui Linhas de Crédito diferenciadas para cada situação, com taxas e formas de pagamento especiais. 3.2 Parcelas decrescentes As parcelas das Linhas de Crédito da Coopmil são DECRESCENTES, porque os juros são computados sobre o saldo devedor. Em resumo, mesmo que os bancos ou financeiras anunciem taxas mais baixas, sempre compare as prestações e o saldo final, pois o valor a pagar nas Linhas de Crédito Coopmil é consideravelmente menor. 3.3 Juros As taxas de juros são cobradas em todas as operações de crédito, representando o preço do dinheiro cobrado por quem o possui. Por ser uma cooperativa de crédito, instituição sem fins lucrativos e fundamentada na ajuda financeira mútua, nossa atuação é diferente dos bancos, que são entidades privadas que visam o lucro. Por isso, na Coopmil, as taxas são mais baixas e a receita gerada é revertida em prol dos próprios cooperados, por meio de serviços e benefícios, além da distribuição de sobras. 3.4 Descontos O desconto é realizado na conta corrente em que o cooperado recebe seus vencimentos ou, em caso de impedimento, via boleto bancário enviado para o endereço cadastrado, no 5º dia útil do mês. Para evitar transtornos, mantenha seu endereço de correspondência e domicílio bancário (conta corrente) atualizados. 3.5 Linhas de Crédito Confira os empréstimos e financiamentos* oferecidos pela Coopmil, elaborados para atender às suas necessidades e contribuir com a realização dos seus sonhos, por meio das menores taxas do mercado e das melhores condições de pagamento: * Sujeito à análise de crédito. 6 7

5 Crédito Pessoal Colônia de Férias Compra Cooperada Neste tipo de empréstimo o valor liberado é depositado diretamente na conta corrente do cooperado. O crédito pode ser destinado para fins diversos, como pagar a fatura do cartão de crédito, quitar o limite bancário, etc. Parcelas 2,3% Até 6x 2,5% 7 a 60x Identidade, holerite do mês vigente e extrato bancário (na semana do 5º dia útil). Financiamento de diárias e consumação nas dependências da Colônia para os momentos de lazer de toda a família. Parcelas Sem juros Até 3x 2,3% 4 a 6x Identidade, holerite do mês vigente e extrato bancário (na semana do 5º dia útil). Crédito exclusivo para o financiamento de produtos disponibilizados pelas empresas parceiras: eletrodomésticos, eletroeletrônicos, celulares, armas e equipamentos de segurança, entre outros. Imóveis Parcelas 2,3% Até 6x 2,5% 7 a 60x 2,5% Até 60 (Carro, Moto, etc.) Identidade, holerite do mês vigente e extrato bancário (na semana do 5º dia útil). Importante: Também é possível financiar pela Linha de Crédito Compra Cooperada produtos de empresas que não são parceiras da Coopmil, mediante apresentação de orçamento da loja de sua preferência, em papel timbrado, com CNPJ e conta corrente da empresa. Turismo Parceria com agências de turismo para financiamento de viagens (pacotes, passagens e estada), parques temáticos, cruzeiros, roteiros ecológicos e de aventura, etc. Parcelas 2,3% Até 6x 2,5% 7 a 48x Identidade, holerite do mês vigente e extrato bancário (na semana do 5º dia útil). Linha de Crédito específica para: Reformar ou construir sua casa (com pagamento diretamente à empresa de sua preferência); Complementar recursos para aquisição da casa própria; Pagar taxas decorrentes de compra e venda de imóveis, inclusive escritura. Parcelas 2,3% Até 60x Identidade, holerite do mês vigente e extrato bancário (na semana do 5º dia útil). Documentos adicionais: Material de Construção orçamentos das lojas com CNPJ, Escritura do Imóvel em nome do cooperado e IPTU do ano vigente. Complementação de recursos e pagamentos de taxas Orçamento do cartório referente à transação imobiliária (certidões e lavratura de escritura). 8 9

6 Saúde Bimestral Linha de Crédito especial para tratamentos médicos, internações e cirurgias, mediante apresentação de documentos comprobatórios. Linha de Crédito com pagamento das parcelas a cada dois meses. Parcelas* Educação Parcelas 2% Até 36x Identidade, holerite do mês vigente, extrato bancário de 30 dias, orçamentos, laudos ou receituários médicos. Linha de Crédito exclusiva para financiamento de matrículas, materiais e uniformes escolares. 2,3% Até 6x 2,5% 7 a 24x * Devido à bimestralidade, o período de pagamento é de 48 meses. Importante: O cooperado poderá solicitar um novo empréstimo somente após a quitação de 50% do saldo devedor. Não haverá suspensão de parcela desta Carteira. Identidade, holerite do mês vigente e extrato bancário (na semana do 5º dia útil). AUTOMÓVElS Tributo Seguro IPTU IPVA 2,3% *Dependendo da data de contratação. Parcelas* Até 8x (Carência de 120 dias para pagamento) Até 12x (Sem carência para pagamento) Identidade, holerite do mês vigente, extrato de conta corrente (na semana do 5º dia útil), orçamentos das lojas em papel timbrado com CNPJ ou boleto de matrícula em nome do cooperado/dependente legal. Linha de Crédito sazonal para financiamento dos impostos IPTU, IPVA e Seguro Obrigatório de Automóvel. 2,3% Parcelas* Até 8x (Carência de 120 dias para pagamento) Até 12x (Sem carência para pagamento) Carência Seis Adiantamento de Salário para Alunos Linha de Crédito com vencimento da primeira parcela em seis meses. No período anterior, são cobrados apenas os juros mensais incidentes. Parcelas 2,5% 7 a 48x Importante: Durante o período de carência, não haverá negociações de dívida, nem concessão de nova operação creditícia. Nos meses subsequentes, valem as regras vigentes nas demais Linhas de Crédito. Identidade, holerite do mês vigente e extrato bancário (na semana do 5º dia útil). Crédito para policiais que ingressaram recentemente na PMESP e ainda não receberam seus vencimentos, como forma de adiantamento de salário. *Dependendo da data de contratação. $ Parcelas Identidade, holerite do mês vigente, extrato de conta corrente (na semana do 5º dia útil) e boletos em nome do cooperado/dependente legal. 1,7% Até 6x Documentos necessários: Documento de Identidade

7 Juros 1% %= Juros do SPREAD $ Correção do Capital Spread Zero Linha de Crédito especial para cooperados em situação de emergência financeira, com taxa igual à correção do Capital Social da cooperativa. Podem pleitear este crédito somente cooperados que se enquadrem nestes prérequisitos: a) Redução salarial momentânea pela perda do Auxílio de Localidade de Exercício (ALE); b) Realização de exames médicos não cobertos pelo sistema de saúde a que o cooperado ou parente em primeiro grau estejam vinculados; c) Necessidade de aquisição de medicamentos especiais, com custo elevado, para uso próprio ou de parente em primeiro grau; d) Compra, para o cooperado ou parente em primeiro grau, de equipamento médicohospitalar, próteses especiais, órteses ou dispositivos similares, nos casos de absoluta necessidade e comprovada incapacidade financeira para aquisição de tais peças; e) Perda de bens materiais (vestuário, utensílios domésticos, mobiliário, etc.) em casos de calamidade pública; f) Mudança de residência nos casos em que houver ameaça à integridade física do cooperado ou da sua família em decorrência do seu exercício profissional. 1% JUROS% Integralização de Capital Linha de Crédito especial para cooperados em situação de emergência financeira, com taxa de juros limitada a 1% ao mês e carência de três meses para início de pagamento. Neste período, serão cobrados apenas os juros mensais incidentes. Podem pleitear este crédito somente cooperados que se enquadrem nestes prérequisitos: a) Aviso de retomada da casa própria por atraso de pagamento ao sistema financeiro habitacional ou configuração do terceiro atraso consecutivo de prestações da espécie; b) Atraso consecutivo de três aluguéis; c) Existência de contas de utilidade pública em atraso (água, luz e gás), com sujeição de corte de fornecimento; d) Execução judicial por atraso de pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Parcelas 1% Até 18x Importante: Não é permitida a renegociação dos valores desta Carteira e suspensão de parcela. Identidade, holerite do mês vigente, extrato bancário (na semana do 5º dia útil) e documentos comprobatórios para avaliação socioeconômica do Departamento Serviço Social e da Diretoria. Taxa equivalente à correção do Capital Social da Coopmil Parcelas Até 18x Para contratar as Linhas de Crédito: Pessoal, Carência Seis e Bimestral, é necessário ter ¼ (um quarto) do valor do empréstimo integralizado no Capital Social da cooperativa, que é patrimônio do grupo. O Capital rende juros acima do valor pago pelo mercado e ficará disponível para resgate proporcionalmente ao pagamento das parcelas. Em termos financeiros, Spread significa a diferença entre o rendimento das aplicações e os juros cobrados nos empréstimos. Logo, com o Spread Zero, a taxa desta Carteira de Crédito é equivalente à correção do Capital Social da Coopmil. Saiba como funciona o Capital Social no Capítulo 7 Investimentos Coopmil. Importante: Não é permitida a renegociação dos valores desta Carteira e suspensão de parcela. Identidade, holerite do mês e documentos comprobatórios para avaliação socioeconômica do Departamento Serviço Social. 4 Cartões de Crédito O cartão de crédito é um instrumento financeiro que proporciona comodidade, além de ser uma ótima forma de centralizar as compras do mês em uma data de pagamento e ganhar um prazo compatível com seus vencimentos, facilitando o fluxo de caixa. Mas, se você tem dificuldades para controlar os gastos, é muito importante ter cuidado para não utilizar o cartão de crédito indiscriminadamente, pois pode desequilibrar seu orçamento

8 4.1 Dicas para utilizar o seu Cartão de Crédito Evite pagar APENAS o valor mínimo do seu cartão Apesar de o consumidor não ficar inadimplente, a diferença entre o valor total da fatura e o pagamento mínimo é financiada e, sobre esse montante, incidem juros enquanto o total não for pago. Pior que pagar APENAS o mínimo é pagar atrasado Se as taxas de juros quando você entra no crédito rotativo já são absurdas, quando você paga atrasado, além de incorrer nas mesmas taxas, você acaba pagando multa de atraso. Usar o cartão como reserva de dinheiro Algumas pessoas usam o cartão como uma fonte mágica de dinheiro. Veem o produto novo na vitrine e logo compram. Vão ao cinema e pagam com cartão. E, no fim do mês, não percebem que gastaram mais que podiam pagar. Ter cartões demais Quanto mais cartões, mais dívidas, gastos desnecessários e, consequentemente, menos controle sobre as finanças. Cuidado com as compras parceladas no cartão Muitas lojas embutem juros nas parcelas sem avisar ao consumidor. Verifique se o lojista está assumindo os juros da operação e confirme a isenção de valores adicionais no ticket da compra. 4.2 Cartões Coopmil Para proporcionar mais comodidade e autonomia para compras, a Coopmil disponibiliza aos cooperados os Cartões de Crédito: Sicoobcard Mastercard Aceito em mais de 32 milhões de estabelecimentos em todo mundo, com dois limites* de crédito: um para compras à vista e outro para compras parceladas e a menor taxa de juros do mercado para o crédito rotativo. *Limites sujeitos à análise de crédito. Good Card Plus Ampla rede credenciada, data única para melhor compra (dia 25) e até 40 dias para pagamento sem juros. 5 Como sair do vermelho 5.1 Dicas para colocar as contas em dia Se estiver endividado a ponto de não conseguir pagar suas contas do mês, não se desespere! É POSSÍVEL SAIR DO VERMELHO, MANTENDO A CALMA E MUDANDO ALGUMAS ATITUDES: Analise todos os débitos que possui e a gravidade de cada um, por exemplo: juros, corte do fornecimento de serviços (água, luz, telefone, etc.), entre outros problemas. Assim que estiver preparado, procure os credores e renegocie as dívidas. Defina as despesas prioritárias e não ultrapasse essa quantia mensalmente. Se perceber que terá dificuldades para pagar a dívida, procure imediatamente o credor, pois isso pode evitar o aumento do débito. Negocie o pagamento das parcelas, de acordo com suas possibilidades. Se for pagar a dívida à vista, tente negociar um desconto. Mesmo estando no vermelho, trace objetivos e, assim que quitar as dívidas, comece a economizar. Invista em você! Verifique a possibilidade de adquirir um crédito pessoal, com taxas menores, para quitar os débitos. Assim, você coloca sua vida financeira em ordem e evita pagar juros abusivos. Controle o consumismo: saia de casa com o dinheiro contado e sem talão de cheques. Defina o que é importante, pois é imprescindível cortar o supérfluo. Procure a Coopmil, que oferece Linhas de Crédito para diversas situações, inclusive de cunho social para as emergências financeiras, além de assistência social e psicológica, entre outros benefícios, para lhe auxiliar nos momentos de dificuldade. 5.2 Como limpar o nome na praça A inclusão do nome em cadastros negativos dos bancos de dados do SCPC (Serviço de Proteção ao Crédito), mais conhecido como SPC, ou da Serasa (Centralização de Serviços de Bancos), dificulta efetuar crediários, solicitar cartões de crédito, financiar automóveis e até a emissão de cheques. Se você está nessa situação, é melhor regularizála. SPC Seus dados são enviados ao SPC quando você deixa de pagar suas dívidas após 30 dias do vencimento. Procedimento em caso de nome negativado: Entre em contato com a empresa, verifique as pendências e quiteas. Isso pode ser feito na empresa ou na própria associação comercial onde está o banco de dados. A própria empresa vai retirar seu nome da lista em até cinco dias, mas é possível ir à associação comercial verificar o andamento do processo. Serasa Seus dados são enviados à Serasa, em caso de débitos em bancos e outras instituições financeiras: Cheques recusados duas vezes por insuficiência de fundos; Protestos de débitos em cartórios; Empréstimos em atraso; 14 15

9 Ações judiciais (execução de título judicial e extrajudicial, busca e apreensão de bens, falência e concordata); Dívidas com órgãos federais (falta de pagamento de impostos, taxas e contribuições). Procedimento em caso de nome negativado: Se o problema for cheque sem fundos: Procure o banco que apresentou a ocorrência e anote o número, valor e data do cheque. Se você não localizar o favorecido, peça ao banco uma cópia microfilmada do cheque para identificar a pessoa. Caso o favorecido tenha destruído o cheque, peça que ele emita uma declaração, com assinatura reconhecida em cartório, em que o cheque foi pago e nada mais tem a reclamar. De posse do cheque ou da declaração, prepare uma carta, conforme orientação do gerente do banco. Junte o cheque original, recolha as taxas pela devolução e protocole uma cópia dos documentos entregues ao banco para regularização no Banco Central. Acompanhe e obtenha o protocolo da comunicação de regularização do seu banco para o Banco do Brasil, encarregado pelo Banco Central de processar a atualização da lista. A regularização só ocorre após o Banco do Brasil enviar o comunicado da Serasa. Pendência bancária ou financeira: Procure a instituição ou empresa credora e peça alternativas para negociação da dívida, com desconto à vista ou de forma parcelada. Caso a proposta da instituição não atenda às suas necessidades, faça uma contraproposta dentro do seu orçamento e que você possa honrar sem atrasos. Após a renegociação, a instituição ou empresa credora enviará comando específico para a Serasa executar a baixa da anotação. Anotação de título protestado: Dirijase ao cartório que registrou o protesto e solicite uma certidão, para obter os dados de quem o protestou. Comuniquese com quem fez o protesto, regularize o débito e peça uma carta indicando que a dívida foi regularizada. Reconheça a firma da pessoa/empresa, retorne ao cartório e solicite o cancelamento do protesto. Entregue a certidão na Serasa para dar baixa nos arquivos. Anotação de ação judicial: Certifiquese de que o processo já foi julgado e se encontra arquivado ou extinto, por meio de cópia do despacho do juiz ou de certidão emitida pela Vara Cível onde o processo foi distribuído. De posse da comprovação da existência de embargo à execução, penhora ou extinção do processo, entreguea na Serasa. Ação ou execução federal: Apresente a certidão negativa de débito da Justiça Federal, ou entregue um documento que comprove, relativamente à dívida, o respectivo pagamento, acordo ou discussão judicial. Importante: Ao procurar as principais centrais de proteção ao crédito como SPC e Serasa ou os Serviços de Orientação ao Consumidor, esteja sempre com seu documento de identidade e CPF. Nas Centrais de Proteção, informese sobre o que consta de pendências e a melhor maneira de regularizar a situação com credores ou cartórios de protesto. Se houver erro em seus dados cadastrais, o Código de Defesa do Consumidor impõe um prazo de cinco dias úteis para a baixa e repasse a todos os sistemas de proteção ao crédito. Ao negociar ou quitar uma dívida, exija um documento que comprove o acordo. Isto basta para a retirada do nome de listas negativas, independente da dívida ter sido totalmente paga. A própria empresa se encarrega de limpar o nome. 6 Quando começar a investir Todo mundo sabe que é preciso economizar para conquistar os ideais de consumo e a tão sonhada tranquilidade financeira. Porém, devido às despesas mensais e os imprevistos, guardar dinheiro pode parecer difícil, mas, acredite, mesmo com valores baixos e o orçamento apertado, é possível SIM investir no futuro. Ao fazer parte do quadro associativo da cooperativa, automaticamente você passa a poupar, integralizando uma quantia no Capital Social da Coopmil, que possui rendimentos acima do mercado, entre outros benefícios

10 Confira algumas dicas e faça seu dinheiro render: Evite consumir salgadinhos, doces, refrigerantes, etc., fora de casa, pois essa atitude é econômica, além de ser mais saudável. Junte todas as moedas que receber de troco durante o mês e as reserve para uma futura aplicação. Se você é fumante, abandone imediatamente o vício. O cigarro causa inúmeros males à sua saúde e também ao seu bolso. Por exemplo, se você fumar um maço de cigarros por dia, que custa cerca de R$ 3,75, no fim do mês terá gasto R$ 112,50 e no final do ano R$ 1.350,00. Pense nisso e apague de uma vez esse hábito da sua vida. Reduza as despesas mensais: contrate um pacote econômico de TV a Cabo, telefone fixo e internet; escolha a operadora de celular que ofereça mais vantagens; diminua o consumo de água e energia elétrica; evite o desperdício de alimentos; etc. Aproveite as ofertas culturais gratuitas em sua cidade. Troque a ida com a família à pizzaria e ao shopping por passeios em parques, museus, etc., que são bem mais acessíveis financeiramente. Deixe o carro em casa e economize: combustível, estacionamento e manutenção do automóvel. Com essa atitude, você notará uma razoável diferença positiva em seu extrato bancário, além disso, o meio ambiente agradecerá. Calcule todas as receitas e despesas, utilizando a tabela disponível no tópico Örganize sua vida financeira.quite todos os compromissos mensais e separe o valor que sobrar. Some essa quantia ao dinheiro economizado durante todo o mês (de acordo com as dicas acima) e você terá uma quantia disponível, mesmo que modesta, para investir. Confira as opções de investimentos oferecidas pela Coopmil no próximo Capítulo. 7 Investimentos Coopmil 7.1 Capital Social Quando o cooperado se associa à Coopmil, ele contribui mensalmente com quotaspartes para formar o capital de giro da cooperativa. Parte desse valor depositado (referente a 4% do salário padrão) fica vinculada para atender às necessidades do quadro associativo, porém, em caso de distrato por saída de sócio, o Capital Social pode ser integralmente resgatado, desde que o cooperado salde seus débitos com a cooperativa. Em situações de falecimento, o valor depositado responde pelos eventuais compromissos financeiros assumidos com a Coopmil e o restante é destinado aos herdeiros, mediante apresentação de Alvará Judicial ou Formal de Partilha. O Capital Social também é imprescindível para a liberação das Linhas de Crédito: Pessoal, Bimestral e Carência Seis. Para sua contratação, é necessário possuir ¼ do valor do crédito depositado no Capital, que é patrimônio do grupo, além de ser remunerado com a melhor rentabilidade do mercado. 7.2 Remuneração do Capital Social O Capital Social é corrigido mensalmente com base em 100% da Selic (Sistema Especial de Liquidação e Custódia), taxa básica de juros utilizada como referência na condução da política monetária do governo, ou seja, quanto maior a Selic, maior é o rendimento das aplicações de renda fixa, como poupança, CDB, etc. 7.3 Aplicações Coopmil Com as contas em dia e o orçamento doméstico organizado, é imprescindível economizar, tanto para os momentos de emergência quanto para a realização dos sonhos. Além do Capital Social, a Coopmil disponibiliza aos cooperados as aplicações RDC e Megacofre, com alto índice de rentabilidade, segurança e a melhor liquidez do mercado. RDC (Recibo de Depósito Cooperativo) Investimento préfixado, em que sua remuneração pode chegar até 140% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário*). Como funciona? A partir de R$ 100,00, com prazo de 361 dias para resgate por título e reaplicação automática; Isento de taxas bancárias; Para resgate com rendimento, o prazo mínimo é de 120 dias; Imposto de Renda: incide sobre o rendimento, conforme Lei /04. *CDI indicador financeiro corrigido pela taxa diária de juros, que serve de parâmetro para as aplicações dos bancos. Megacofre Aplicação exclusiva para os filhos, netos e tutelados comprovados dos cooperados, a partir de R$ 10,00 por mês, com correção pósfixada e a melhor rentabilidade do mercado: caderneta de poupança do mês anterior acrescida de 25% deste índice. Como funciona? O cooperado pode abrir um Megacofre por filho, enteado, neto ou tutelado comprovado 18 19

11 que tenha até 18 anos incompletos; Ao completar 18 anos, a conta do Megacofre é encerrada; É possível fazer depósitos esporádicos a partir de R$ 50,00, a critério do titular, que são considerados novas aplicações; Vencimento: após um ano da abertura do Megacofre, com renovação automática; Resgate: pode ser efetuado em data anterior ao vencimento, a partir do 31º dia da aplicação. O cooperado resgata o saldo proporcional ao rendimento. Importante: o valor depositado no Megacofre não pode ser utilizado como garantia de empréstimo. 8 Em resumo, os pontos básicos da Educação Financeira Como ganhar dinheiro aprender a ganhar dinheiro é fundamental, pois ter nível superior não é garantia de futuro tranquilo. Hoje, a expectativa de vida do ser humano é muito maior. A nova geração pode viver 100 ou 120 anos. Viverão mais tempo do que as gerações anteriores e, para isso, precisarão guardar mais dinheiro, para poder viver durante muito mais tempo e não depender de filhos ou do governo. Todos precisam estar preparados financeiramente para se reorganizar e enfrentar situações inéditas. Como poupar todos sabem que precisam ter uma reserva, mas muitos não sabem que poupar é prazeroso e leva a uma vida equilibrada. Como gastar saber como gastar o dinheiro não é uma tarefa fácil. Ser capaz de escolher o que é melhor agora, levando em conta o que é importante, exige bom senso e experiência. Como doar tempo, talento e dinheiro reforçar na educação da nova geração que as ideias de responsabilidade social e ética devem estar sempre presentes na forma de ganhar e gastar dinheiro. Glossário Amortização Diminuição gradual de uma dívida. Análise de crédito Procedimento das instituições financeiras para avaliar se o cliente tem condições de arcar com um empréstimo ou financiamento. Capital Social Valor dos recursos financeiros colocados na empresa/instituição, pelos seus sócios, acionistas ou cooperados. Capital de giro É o conjunto de valores necessários para a empresa fazer seus negócios acontecerem (girar). CDI (Certificado de Depósito Interbancário) Taxa de referência no mercado de juros, originada da média negociada entre instituições financeiras. Crédito Liberação de dinheiro com base numa relação de confiança entre duas ou mais partes, feita a uma determinada taxa previamente acordada. Financiamento Ato de custear despesas. No mercado financeiro, é sinônimo de operações de crédito ou empréstimo. IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) Imposto que incide sobre as remunerações de todas as atividades bancárias e financeiras, com exceção dos juros propriamente ditos. Integralização É o ato pelo qual cada cooperado contribui mensalmente para a formação do capital de giro da Coopmil. A integralização também pode ser utilizada como garantia de Crédito Pessoal, Bimestral e Carência Seis. Orçamento Discriminação de receitas e despesas, para fins de controle. Saldo Soma das receitas e despesas. Também é a sobra após você somar as receitas e deduzir as despesas. Spread Diferença entre o custo de um ativo e seu preço de venda. É o ganho obtido pela instituição financeira nas suas transações. Taxa préfixada Taxa acertada no início da operação, dando ao aplicador o exato valor que receberá no vencimento da aplicação. Taxa pósfixada A taxa só é conhecida no vencimento da aplicação. Taxa de Juros É o custo do dinheiro no mercado. Quando a taxa de juros está alta, significa que falta dinheiro no mercado. Quando está baixa, é porque está sobrando. Aproveite essa Cartilha para organizar sua vida financeira e investir no bemestar da sua família. E, sempre que precisar, conte com a COOPMIL! 20 21

Cartilha de. Educação Financeira. Capital

Cartilha de. Educação Financeira. Capital Adm Camilli Cartilha de Educação Financeira $ = do d Correção Out. / 2011 do Capital Índice Objetivo da Cartilha de Educação Financeira Objetivo da Cartilha de Educação Financeira... 3 1 Orçamento Familiar...

Leia mais

CARTILHA DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA

CARTILHA DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA CARTILHA DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA Cartilha de Educação Financeira Coopmil Índice 1. Orçamento familiar 1.1 Organize sua vida financeira 1.2 Analise o seu orçamento 1.3 Dicas para controlar seu orçamento

Leia mais

Seu maior bem é o seu nome. Cuide dele.

Seu maior bem é o seu nome. Cuide dele. Seu maior bem é o seu nome. Cuide dele. Saiba como limpar o nome. E mantê-lo limpo. Todos sabemos como é precioso o nosso nome e que dificuldades aparecem para todo mundo. Em muitos momentos da vida nos

Leia mais

Cartilha do ORÇAMENTO DOMÉSTICO. seja um

Cartilha do ORÇAMENTO DOMÉSTICO. seja um Cartilha do ORÇAMENTO DOMÉSTICO seja um A Boa Vista Serviços é uma empresa genuinamente brasileira, atualizada e inovadora, constituída para a operação do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito).

Leia mais

Guia do uso consciente do crédito. O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar.

Guia do uso consciente do crédito. O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar. Guia do uso consciente do crédito O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar. Afinal, o que é crédito? O crédito é o meio que permite a compra de mercadorias, serviços

Leia mais

Gestão de Finanças Pessoais Nome do Palestrante

Gestão de Finanças Pessoais Nome do Palestrante Gestão de Finanças Pessoais Nome do Palestrante Como nos relacionamos com o dinheiro? O que é dinheiro? Como nos relacionamos com o dinheiro? O que o dinheiro significa para você? Sonhos Sonhos não se

Leia mais

BANRIDICAS FINANCEIRAS. A sua cartilha sobre Educação Financeira

BANRIDICAS FINANCEIRAS. A sua cartilha sobre Educação Financeira BANRIDICAS FINANCEIRAS A sua cartilha sobre Educação Financeira Planejando seu orçamento Traçar planos e colocar tudo na ponta do lápis - não é tarefa fácil, mas também não é impossível. O planejamento

Leia mais

Guia do Crédito Certo. Para entender e usar corretamente.

Guia do Crédito Certo. Para entender e usar corretamente. Guia do Crédito Certo Para entender e usar corretamente. Índice 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Conhecendo o crédito. 1 \ O que fazer para ter uma vida financeira saudável? 2 Para que serve o crédito? 5 O Crédito Certo

Leia mais

Mensagem do Administrador

Mensagem do Administrador Educação Financeira Índice 1. Mensagem do administrador... 01 2. O Cartão de crédito... 02 3. Conhecendo sua fatura... 03 4. Até quanto gastar com seu cartão... 07 5. Educação financeira... 08 6. Dicas

Leia mais

CARTILHA EDUCAÇÃO FINANCEIRA

CARTILHA EDUCAÇÃO FINANCEIRA CARTILHA EDUCAÇÃO FINANCEIRA ÍNDICE PLANEJANDO SEU ORÇAMENTO Página 2 CRÉDITO Página 12 CRÉDITO RESPONSÁVEL Página 16 A EDUCAÇÃO FINANCEIRA E SEUS FILHOS Página 18 PLANEJANDO SEU ORÇAMENTO O planejamento

Leia mais

Manual de. Educação Financeira. Dicas para planejar e poupar seu dinheiro. Cecreb MANUAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA

Manual de. Educação Financeira. Dicas para planejar e poupar seu dinheiro. Cecreb MANUAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA Manual de Educação Financeira MANUAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA Dicas para planejar e poupar seu dinheiro 1 A filosofia da Manual de Educação Financeira 2 Um dos princípios básicos das Cooperativas de Crédito

Leia mais

cartilha educação financeira

cartilha educação financeira cartilha educação financeira cartilha educação financeira A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO FINANCEIRA A educação financeira é decisiva para o bem-estar presente e futuro das famílias, contudo, ela nem sempre

Leia mais

CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE

CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE No ato de entrega dos documentos o candidato deve apresentar os originais e as cópias para conferência. 1.Documentos Diversos a) Cópia de documento de identificação (ou certidão de nascimento, quando menor

Leia mais

Planejamento Financeiro

Planejamento Financeiro Planejamento Financeiro Planejamento financeiro é um processo Existe disponibilidade de recursos para isto? racional de administrar sua renda, seus investimentos, De onde virão os recursos para o crescimento

Leia mais

INFORMAÇÕES BÁSICAS SOBRE CRÉDITO. Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários no Brasil

INFORMAÇÕES BÁSICAS SOBRE CRÉDITO. Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários no Brasil INFORMAÇÕES BÁSICAS SOBRE CRÉDITO Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários no Brasil Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários

Leia mais

REGULAMENTO DE OPERAÇÕES

REGULAMENTO DE OPERAÇÕES 1 GENERALIDADES As operações de crédito da Cooperativa serão realizadas dentro das normas fixadas pelo Estatuto Social, pelas normas legais, as do Banco Central do Brasil e por este Regulamento. 2 OBJETIVO

Leia mais

Use bem o seu dinheiro

Use bem o seu dinheiro 1016323-6 - abr/2012 Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? No site www.itau.com.br/usoconsciente, você encontra vídeos, testes e informações para uma gestão financeira eficiente. Acesse

Leia mais

Uso consciente do crédito

Uso consciente do crédito Por que ler este guia? Uso consciente do crédito Você evita abrir cartas com medo de cobrança? Nunca se preocupa com as contas que não vencem no mês? Tem pouco ou nenhum investimento? Fica frequentemente

Leia mais

DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA

DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA A Ficha Socioeconômica deve ser preenchida, sem rasuras, assinada pelo (a) candidato(a) ou pelo(a) pai, mãe e/ou responsável legal e, apresentada

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO

CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO Estas são as condições gerais do Empréstimo, solicitado e contratado por você. Leia atentamente estas condições gerais, que serão aplicáveis durante todo o período

Leia mais

O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples ou originais de todo o grupo familiar os documentos abaixo:

O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples ou originais de todo o grupo familiar os documentos abaixo: LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples

Leia mais

Educação Financeira. Este é um projeto financiado pela união europeia.

Educação Financeira. Este é um projeto financiado pela união europeia. Educação Financeira Este é um projeto financiado pela união europeia. Ponto de par tida... Agradecimentos O projeto de fortalecimento do diálogo e da cooperação entre a União Europeia e a América Latina

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA.

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples

Leia mais

O melhor crédito para você

O melhor crédito para você 1016324-4 - abr/2012 Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? No site www.itau.com.br/usoconsciente, você encontra vídeos, testes e informações para uma gestão financeira eficiente. Acesse

Leia mais

CARTILHA DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA

CARTILHA DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA CARTILHA DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA Cartilha de Educação Financeira O objetivo desta apostila é transmitir informações sobre educação financeira e conhecimento como manter o seu credito,assim assim como passar

Leia mais

M = C. (1 + (i. T)) Juros compostos:- Como calcular juros compostos: montante, capital inicial, fórmula, taxa, tempo, etc.

M = C. (1 + (i. T)) Juros compostos:- Como calcular juros compostos: montante, capital inicial, fórmula, taxa, tempo, etc. Material de Estudo para Recuperação 9 ano. Juros Simples O regime de juros será simples quando o percentual de juros incidirem apenas sobre o valor principal. Sobre os juros gerados a cada período não

Leia mais

SUPERENDIVIDAMENTO. Saiba planejar seus gastos e evite dívidas.

SUPERENDIVIDAMENTO. Saiba planejar seus gastos e evite dívidas. SUPERENDIVIDAMENTO Saiba planejar seus gastos e evite dívidas. Nos últimos anos, houve um crescimento significativo de endividados no Brasil. A expansão da oferta de crédito e a falta de controle do orçamento

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA.

LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples

Leia mais

PRODUTOS E SERVIÇOS BANCÁRIOS. Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários no Brasil

PRODUTOS E SERVIÇOS BANCÁRIOS. Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários no Brasil PRODUTOS E SERVIÇOS BANCÁRIOS Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários no Brasil Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários

Leia mais

Guia do uso consciente do crédito. Dicas e informações para você usar o crédito sem perder o sono.

Guia do uso consciente do crédito. Dicas e informações para você usar o crédito sem perder o sono. Guia do uso consciente do crédito Dicas e informações para você usar o crédito sem perder o sono. Afinal, o que é crédito? O crédito é o meio que permite a compra de mercadorias, serviços ou obtenção e

Leia mais

SAÚDE FINANCEIRA + QUALIDADE DE VIDA

SAÚDE FINANCEIRA + QUALIDADE DE VIDA SAÚDE FINANCEIRA + QUALIDADE DE VIDA 3 Programa Astra de qualidade de vida no trabalho e na família 5 Afinal, qual é o meu orçamento mensal? 7 Planejamento do mês 9 Estou no azul, o que posso fazer? 11

Leia mais

ebook Grátis - Limpe seu nome passo a passo

ebook Grátis - Limpe seu nome passo a passo www.consultacpfonline.com.br ebook Grátis - Limpe seu nome passo a passo 2 1 - Cheque sem fundo O que é? O cheque é um título de crédito e também uma ordem de pagamento à vista. É considerado um título

Leia mais

Saia do vermelho. Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? Fora de controle? Vire o jogo

Saia do vermelho. Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? Fora de controle? Vire o jogo 1016325-1 - abr/2012 Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? No site www.itau.com.br/usoconsciente, você encontra vídeos, testes e informações para uma gestão financeira eficiente. Acesse

Leia mais

Bolsa Artigo 170. Lista de documentos e declarações. Apresentar obrigatoriamente 2 (dois) comprovantes distintos, dentre os relacionados abaixo:

Bolsa Artigo 170. Lista de documentos e declarações. Apresentar obrigatoriamente 2 (dois) comprovantes distintos, dentre os relacionados abaixo: Bolsa Artigo 170 Lista de documentos e declarações 1- Comprovante de residência atualizado: Apresentar obrigatoriamente 2 (dois) comprovantes distintos, dentre os relacionados abaixo: 1. Água; 2. Luz;

Leia mais

GUIA DE PLANEJAMENTO FINANCEIRO

GUIA DE PLANEJAMENTO FINANCEIRO GUIA DE PLANEJAMENTO FINANCEIRO VOCÊ TEM MAIS DINHEIRO DO QUE IMAGINA PLANEJAMENTO FINANCEIRO; COMO ORGANIZAR SEU ORÇAMENTO; A IMPORTÂNCIA DE TER AS CONTAS EM DIA; DESCUBRA COMO FAZER PARA QUE SOBRE UM

Leia mais

Orçamento Use o Dinheiro com Sabedoria

Orçamento Use o Dinheiro com Sabedoria Orçamento Use o Dinheiro com Sabedoria Use o Dinheiro com Sabedoria Serasa Experian e Educação Financeira O Programa Serasa Experian de Educação Financeira Sonhos Reais é uma iniciativa que alia o conhecimento

Leia mais

Como o consumidor brasileiro paga as contas (consumidores) Outubro 2012

Como o consumidor brasileiro paga as contas (consumidores) Outubro 2012 Como o consumidor brasileiro paga as contas (consumidores) Outubro 2012 METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa Perfil Adimplente

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA para FICAR NO Azul

GESTÃO FINANCEIRA para FICAR NO Azul GESTÃO FINANCEIRA para ficar no azul índice 03 Introdução 04 Capítulo 1 O que é gestão financeira? 06 Capítulo 2 Gestão financeira e tomada de decisões 11 13 18 Capítulo 3 Como projetar seu fluxo financeiro

Leia mais

Sumário Executivo 7 1 430

Sumário Executivo 7 1 430 43017 Sumário Executivo SUMÁRIO EXECUTIVO CARTÃO DE CRÉDITO BANDEIRA VISA INTERNACIONAL: Este documento contém as informações essenciais e resumidas relacionadas ao seu cartão extraídas das Condições Gerais

Leia mais

ANEFAC Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração e Contabilidade

ANEFAC Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração e Contabilidade PESQUISA DE UTILIZAÇÃO DO 13º SALÁRIO A Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração (ANEFAC) realizou durante o mês de outubro de a 15ª edição da Pesquisa de Utilização do 13º salário.

Leia mais

COMO LIDAMOS COM O NOSSO DINHEIRO? FINANÇAS PESSOAIS COMO LIDAMOS COM O DIHEIRO DOS OUTROS?

COMO LIDAMOS COM O NOSSO DINHEIRO? FINANÇAS PESSOAIS COMO LIDAMOS COM O DIHEIRO DOS OUTROS? 1 COMO LIDAMOS COM O NOSSO DINHEIRO? FINANÇAS PESSOAIS COMO LIDAMOS COM O DIHEIRO DOS OUTROS? 2 ALGUNS CONCEITOS 3 CONCEITOS ECONÔMICO PATRIMÔNIO FINANCEIRO RECEITAS/DESPESAS DE PATRIMÔNIO CAPITAL FÍSICO

Leia mais

Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação!

Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação! Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação! Para realizar sua contemplação providenciar a documentação solicitada abaixo e levar até uma loja do Magazine Luiza ou representação autorizada

Leia mais

ACORDO DE COOPERAÇÃO 03/2009 ENTRE O COMAER/ CFIAe & CAIXA (CEF) INSTRUÇÕES AOS BENEFICIÁRIOS DA CFIAe GENERALIDADES A Caixa de Financiamento Imobiliário da Aeronáutica (CFIAe) vem acompanhando as taxas

Leia mais

Banco do Brasil - Cartilha de CDB CDB

Banco do Brasil - Cartilha de CDB CDB CDB O que é?... 2 Pré ou pós-fixado... 2 CDI... 3 Indicação... 3 Taxa de administração... 3 Segurança... 3 Modalidades de CDB... 4 Valor mínimo... 5 Rentabilidade... 4 Prazos... 5 Vencimento... 6 Final

Leia mais

Condições Gerais do Contrato de Concessão de Empréstimo mediante Consignação em Benefícios de Aposentadoria e Pensão do INSS

Condições Gerais do Contrato de Concessão de Empréstimo mediante Consignação em Benefícios de Aposentadoria e Pensão do INSS Condições Gerais do Contrato de Concessão de Empréstimo mediante Consignação em Benefícios de Aposentadoria e Pensão do INSS ESTAS CONDIÇÕES GERAIS REGEM O CONTRATO DE CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO MEDIANTE

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS ProUni 2 º Semestre 2013

LISTA DE DOCUMENTOS ProUni 2 º Semestre 2013 LISTA DE DOCUMENTOS ProUni 2 º Semestre 2013 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 Os candidatos pré-selecionados deverão entregar cópia simples dos documentos adiante solicitados de todos aqueles que compõem a família.

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA)

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 Será concedida a Bolsa Filantrópica com base nos critérios básicos consignados nos

Leia mais

Site Tricard A ferramenta de gestão do Cartão Tricard

Site Tricard A ferramenta de gestão do Cartão Tricard Site Tricard A ferramenta de gestão do Cartão Tricard 04 Acessando o Site Tricard Posição de Propostas Acões para sua Loja 09 13 30 Manuais de Treinamento 02 Introdução No Site Transacional Tricard, você

Leia mais

NORMA DE CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS AOS PARTICIPANTES

NORMA DE CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS AOS PARTICIPANTES 1. OBJETIVO Esta norma tem por objetivo estabelecer os critérios e procedimentos a serem adotados para concessão e liberação de empréstimos aos participantes. 2. CAMPO DE APLICAÇÃO As operações de empréstimos

Leia mais

8) Qual o papel da administradora?

8) Qual o papel da administradora? 1) Como funciona o consórcio? R= Consórcio é um sistema que reúne em grupo pessoas físicas e/ou jurídicas com interesse comum para compra de bens ou serviços, por meio de autofinanciamento, onde o valor

Leia mais

ANEXO I DOCUMENTOS A SEREM APRESENTADOS NA CPSA 1. IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DO SEU GRUPO FAMILIAR

ANEXO I DOCUMENTOS A SEREM APRESENTADOS NA CPSA 1. IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DO SEU GRUPO FAMILIAR ANEXO I DOCUMENTOS A SEREM APRESENTADOS NA CPSA 1. IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DO SEU GRUPO FAMILIAR - Carteira de Identidade fornecida pelos órgãos de segurança pública das Unidades da Federação;

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS PROUNI 2014 PORTARIA NORMATIVA Nº2, 06/01/14

LISTA DE DOCUMENTOS PROUNI 2014 PORTARIA NORMATIVA Nº2, 06/01/14 LISTA DE DOCUMENTOS PROUNI 2014 PORTARIA NORMATIVA Nº2, 06/01/14 DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR O coordenador do ProUni deverá solicitar, salvo em caso de

Leia mais

TARIFAS BANCÁRIAS VOCÊ VALORIZA CADA CENTAVO DO SEU DINHEIRO. E A CAIXA TAMBÉM.

TARIFAS BANCÁRIAS VOCÊ VALORIZA CADA CENTAVO DO SEU DINHEIRO. E A CAIXA TAMBÉM. TARIFAS BANCÁRIAS VOCÊ VALORIZA CADA CENTAVO DO SEU DINHEIRO. E A CAIXA TAMBÉM. Por norma do Conselho Monetário Nacional (CMN), foram padronizados os Serviços Prioritários e os serviços isentos para Pessoa

Leia mais

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS Resultados dos estudos sobre a redução de taxas de juros praticadas por bancos públicos e privados. Orientações aos consumidores. Face aos diversos anúncios de redução de juros veiculados na mídia a partir

Leia mais

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS SIMPLES. 1.1 Estabelecer as diretrizes para a concessão de empréstimo simples.

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS SIMPLES. 1.1 Estabelecer as diretrizes para a concessão de empréstimo simples. REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS SIMPLES 1 OBJETIVO 1.1 Estabelecer as diretrizes para a concessão de empréstimo simples. 2 CONCESSÃO 2.1 O empréstimo simples poderá ser concedido exclusivamente

Leia mais

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 5: Serviços Bancários

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 5: Serviços Bancários Educação Financeira Crédito Consignado Módulo 5: Serviços Bancários Objetivo Conscientizar nossos clientes sobre os serviços bancários e as funções de cada funcionário O conteúdo deste material é baseado

Leia mais

BEM-VINDO AO SICOOB. A maior instituição financeira cooperativa do país. www.sicoob.com.br

BEM-VINDO AO SICOOB. A maior instituição financeira cooperativa do país. www.sicoob.com.br BEM-VINDO AO SICOOB. A maior instituição financeira cooperativa do país. www.sicoob.com.br Parabéns! Agora você faz parte de uma cooperativa Sicoob e conta com todos os produtos e serviços de um banco,

Leia mais

CURSOS TÉCNICOS SUBSEQUENTES

CURSOS TÉCNICOS SUBSEQUENTES CURSOS TÉCNICOS SUBSEQUENTES PEDIDO DE ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO DO PROCESSO SELETIVO PARA CURSOS TÉCNICOS SUBSEQUENTES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS - CAMPUS PALMAS

Leia mais

Orientação Financeira

Orientação Financeira Orientação Financeira AGENDA Objetivo Finanças do brasileiro Planejamento Financeiro Consumo Consciente O que os bancos oferecem Leituras e Sites Sugeridos 3 4 10 20 24 36 3 OBJETIVO Orientar e Estimular

Leia mais

Documentação. O coordenador do ProUni deverá solicitar, salvo em caso de dúvida, somente um dos seguintes comprovantes de identificação:

Documentação. O coordenador do ProUni deverá solicitar, salvo em caso de dúvida, somente um dos seguintes comprovantes de identificação: Documentação Documentação que deve ser apresentada pelo candidato e membros do grupo familiar, quando for o caso, na Fase de Comprovação de Informações documento de identificação próprio e dos demais membros

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO 30/12/2014 11:50:21 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PORTARIA NORMATIVA Nº 22, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014 Altera dispositivos das Portarias Normativas nº 10, de 30 de abril de 2010, e nº 23, de 10 de novembro de

Leia mais

Cartilha Entrega de Chaves

Cartilha Entrega de Chaves Cartilha Entrega de Chaves Plano Associativo Você que optou pelo Plano de Financiamento Associativo irá percorrer o seguinte caminho até receber suas chaves: Aquisição do Imóvel com o Banco Pagamento de

Leia mais

Cartilha. Ourocap Fiador

Cartilha. Ourocap Fiador Faz diferença ter Ourocap Fiador na hora de alugar um imóvel. Cartilha Ourocap Fiador O Ourocap Fiador* é o título de capitalização que funciona como uma garantia de aluguel, facilitando sua vida na hora

Leia mais

% em sua dívida! Aproveite, pague à vista ou em parcelas.

% em sua dívida! Aproveite, pague à vista ou em parcelas. São Paulo, 30 de JANEIRO de 2014 Prezado(a) JEFERSON BATISTA DA SILVA, temos uma ótima oportunidade para você. Pague à vista Pague 48 Parcelas de R$ 82,60 R$ 2.223,95 Ou (*) cada. (*) Este é o valor para

Leia mais

TARIFAS BANCÁRIAS. Para abrir uma conta, os bancos exigem um depósito inicial, que varia conforme a instituição.

TARIFAS BANCÁRIAS. Para abrir uma conta, os bancos exigem um depósito inicial, que varia conforme a instituição. TARIFAS BANCÁRIAS A utilização de bancos é praticamente indispensável aos cidadãos. Contas e impostos, salários e seguros-desemprego são exemplos de transferência de dinheiro normalmente intermediada por

Leia mais

Bradesco Administradora de Consórcios Ltda.

Bradesco Administradora de Consórcios Ltda. Prezado(a) Consorciado(a), Para melhor atendê-lo, elaboramos este Guia Prático de Contratação de Imóvel destacando as modalidades de aquisição, fases do processo, documentos necessários, emissão e registro

Leia mais

Faça suas compras sem sair de casa, com todo conforto e praticidade.

Faça suas compras sem sair de casa, com todo conforto e praticidade. Faça suas compras sem sair de casa, com todo conforto e praticidade. Agora você já pode dizer á todos que tem um fantástico cartão onde poderá realizar todas suas compras sem sair de casa. Stress com filas,

Leia mais

ANEXO II SOLICITAÇÃO DE ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS TÉCNICOS INTEGRADOS AO ENSINO MÉDIO 2016 - CAMPUS ARAGUAÍNA/IFTO

ANEXO II SOLICITAÇÃO DE ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS TÉCNICOS INTEGRADOS AO ENSINO MÉDIO 2016 - CAMPUS ARAGUAÍNA/IFTO ANEXO II SOLICITAÇÃO DE ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS TÉCNICOS INTEGRADOS AO ENSINO MÉDIO 2016 - /IFTO *É obrigatório o preenchimento de todos os itens deste questionário

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL

CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL 24170-3 (FL. 1/4) SF 06/11 Via única CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL Estas são as condições gerais do Empréstimo Pessoal, solicitado e contratado por você. Leia atentamente estas condições

Leia mais

BRADESCO VISA NACIONAL. Índice. Facilidades e Benefícios Serviços de Emergência Reposição Emergencial de Cartão Saques de Emergência

BRADESCO VISA NACIONAL. Índice. Facilidades e Benefícios Serviços de Emergência Reposição Emergencial de Cartão Saques de Emergência BRADESCO VISA NACIONAL Índice Facilidades e Benefícios Serviços de Emergência Reposição Emergencial de Cartão Saques de Emergência Formas de Pagamento Parcelamento de Compras Crédito Rotativo Parcelamento

Leia mais

Você tem várias razões para ser cooperado!

Você tem várias razões para ser cooperado! MANUAL DO COOPERADO Você tem várias razões para ser cooperado! Crédito Produtos e Serviços Aplicações Saúde Lazer Educação Assistências COOPMIL Crédito, investimentos, saúde, lazer, educação, assistências,

Leia mais

Fique tranqüilo e. pague menos. Dicas para você saber como usar sua conta corrente e economizar no dia-a-dia.

Fique tranqüilo e. pague menos. Dicas para você saber como usar sua conta corrente e economizar no dia-a-dia. Fique tranqüilo e pague menos Dicas para você saber como usar sua conta corrente e economizar no dia-a-dia. Controle seu orçamento Evite gastar mais do que você possui na conta corrente, incluindo seu

Leia mais

ANEXO I DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR

ANEXO I DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR ANEXO I DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR A CPSA deverá solicitar, salvo em caso de dúvida, somente um dos seguintes comprovantes de identificação: 1. Carteira

Leia mais

POLÍTICA DE CRÉDITO E DE EMPRÉSTIMO OUTUBRO D E

POLÍTICA DE CRÉDITO E DE EMPRÉSTIMO OUTUBRO D E POLÍÍTIICA DE CRÉDIITO E DE EMPRÉSTIIMO OUTUBRO D E 2 0 0 9 COOPERATIVA DE ECONOMIA E CRÉDITO MÚTUO DOS FUNCIONÁRIOS DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS - COOPERFEB POLÍTICA DE CRÉDITO E DE EMPRÉSTIMO

Leia mais

Cartilha do Orçamento Doméstico

Cartilha do Orçamento Doméstico Cartilha do Orçamento Doméstico Tradição, Qualidade e Credibilidade BOA VISTA SERVIÇOS A Boa Vista Serviços é uma empresa brasileira, administradora do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), que

Leia mais

EMANUEL GONÇALVES 15 DICAS INFALÍVEIS DÍVIDAS

EMANUEL GONÇALVES 15 DICAS INFALÍVEIS DÍVIDAS EMANUEL GONÇALVES 15 DICAS INFALÍVEIS PARA NEGOCIAR DÍVIDAS Nesta livro você vai receber dicas e informações preciosas que vão lhe ajudar a resolver e solucionar suas dívidas. 1 O processo do endividamento

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS SERVIÇO SOCIAL (Verificar em qual situação se enquadra e apresentar os documentos conforme especificado).

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS SERVIÇO SOCIAL (Verificar em qual situação se enquadra e apresentar os documentos conforme especificado). Sociedade dos Irmãos da Congregação de Santa Cruz COLÉGIO NOTRE DAME DE CAMPINAS Rua Egberto Ferreira de Arruda Camargo nº 151 Bairro Notre Dame Campinas - SP INFORMAÇÕES IMPORTANTES: Os documentos relacionados,

Leia mais

COOPERATIVA DE CRÉDITO

COOPERATIVA DE CRÉDITO 3 COOPERATIVISMO Baseia-se na união de pessoas onde cada membro deve contribuir com uma parcela ou quota parte, colaborando para a melhoria das condições econômicas e sociais de todos que fazem parte dessa

Leia mais

DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR

DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR DOCUMENTAÇÃO APRESENTADA PELO ESTUDANTE Após concluir sua inscrição no SisFIES, o estudante deverá procurar a Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) em sua instituição de ensino e validar

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 22, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 22, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 22, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014 Altera dispositivos das Portarias Normativas nº 10, de 30 de abril de 2010, e nº 23, de 10 de novembro de

Leia mais

ProUni FADERGS. Documentos para Comprovação de Informações

ProUni FADERGS. Documentos para Comprovação de Informações ProUni FADERGS Documentos para Comprovação de Informações Os candidatos Pré-Selecionados deverão apresentar a FADERGS, para comprovação de informações, cópia simples acompanhada da via original dos seguintes

Leia mais

Norma de Empréstimos Financeiros

Norma de Empréstimos Financeiros Gestão de Atendimento AFAF D.GA.03 1/11 ÍNDICE 1. Objetivo... 2 2. Responsabilidades... 2 3. Conceitos... 2 4. Critérios... 3 4.1. Modalidades de Empréstimos Financeiros... 3 4.2. Limite de Contratos...

Leia mais

ÁREA DE FORMAÇÃO: PLANEAR O ORÇAMENTO FAMILIAR COMO ELABORAR O ORÇAMENTO FAMILIAR

ÁREA DE FORMAÇÃO: PLANEAR O ORÇAMENTO FAMILIAR COMO ELABORAR O ORÇAMENTO FAMILIAR ÁREA DE FORMAÇÃO: PLANEAR O ORÇAMENTO FAMILIAR COMO ELABORAR O ORÇAMENTO FAMILIAR Índice A importância do orçamento familiar Etapas da elaboração do orçamento familiar 1ª etapa: identificação do rendimento

Leia mais

Conhecendo os Processos de Cobrança

Conhecendo os Processos de Cobrança Conhecendo os Processos de Cobrança 03 Processos de Cobrança Entenda a Fatura Ferramentas de Suporte Consulta de Extratos 05 09 11 16 Consumo Consciente 02 Processos de Cobrança conheça os processos de

Leia mais

INFORMAÇÕES SOBRE O USO DE CHEQUES

INFORMAÇÕES SOBRE O USO DE CHEQUES INFORMAÇÕES SOBRE O USO DE CHEQUES O cheque é uma ordem de pagamento à vista. Pode ser recebido diretamente na agência em que o emitente mantém conta ou depositado em outra agência, para ser compensado

Leia mais

DOCUMENTOS PRÉ-SELECIONADOS PARA AS BOLSAS REMANESCENTES DO PROUNI 2009/2

DOCUMENTOS PRÉ-SELECIONADOS PARA AS BOLSAS REMANESCENTES DO PROUNI 2009/2 PROTOCOLO DOCUMENTOS PRÉ-SELECIONADOS PARA AS BOLSAS REMANESCENTES DO PROUNI 2009/2 Os documentos seguintes foram devidamente entregues pelo candidato pré-selecionado do PROUNI para o Curso de, à Faculdade

Leia mais

GUIA DE SERVIÇOS E BENEFÍCIOS

GUIA DE SERVIÇOS E BENEFÍCIOS GUIA DE SERVIÇOS E BENEFÍCIOS VEJA COMO UTILIZAR O DE FORMA PRÁTICA E SEGURA. DESBLOQUEIO DO CARTÃO Sua senha foi enviada anteriormente para seu endereço. Caso não a tenha recebido, ligue para a Central

Leia mais

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Instituto HSBC Solidariedade

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Instituto HSBC Solidariedade Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Instituto HSBC Solidariedade Leia estas informações importantes para aproveitar todas as vantagens do seu novo cartão de crédito. Resumo do Contrato de seu

Leia mais

INFORMATIVO BOLSA DE ESTUDO SOCIAL 2016

INFORMATIVO BOLSA DE ESTUDO SOCIAL 2016 INFORMATIVO BOLSA DE ESTUDO SOCIAL 2016 Este formulário destina-se ao estudo socioeconômico familiar, para avaliar o processo de concessão de Bolsas Sociais para o ano letivo de 2016, visando atender os

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS APLICÁVEIS AO EMPRÉSTIMO CONSIGNADO DESTINADO À RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS

CONDIÇÕES GERAIS APLICÁVEIS AO EMPRÉSTIMO CONSIGNADO DESTINADO À RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS O BANCO SANTANDER (BRASIL) S.A., com sede na Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 2041 e 2235, Bloco A, Vila Olímpia, São Paulo/SP, CEP 04543-011, CNPJ/MF sob n.º 90.400.888/0001-42, disponibiliza

Leia mais

perado o al do co manu

perado o al do co manu 1 manual do cooperado TRAGA AMIGOS Na Campanha do Amigo, você indica novos cooperados e ganha pontos, que são revertidos em prêmios. Confira a premiação e comece a indicar seus amigos! TV TELA PLANA 29

Leia mais

Planejamento Financeiro

Planejamento Financeiro Maio 2009 ... O Brasil é onde mais pessoas se preocupam com o futuro e onde menos se faz poupança Pesquisa realizada em 12 países, pelo Principal Financial Group (03/2004) ... Famílias se endividam mais

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em fevereiro/2015. Estas elevações podem ser atribuídas aos seguintes

Leia mais

Prezado empreendedor,

Prezado empreendedor, Prezado empreendedor, Caderno do Empreendedor Este é o Caderno do Empreendedor, criado para facilitar o dia-a-dia da sua empresa. Com ele você poderá controlar melhor suas despesas, saber quanto está vendendo

Leia mais

Conseguimos te ajudar?

Conseguimos te ajudar? Controlar suas finanças deve ser um hábito. Não com o objetivo de restringir seus sonhos de consumo, mas sim de convidá-lo a planejar melhor a realização da cada um deles, gastando o seu dinheiro de maneira

Leia mais

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Recupere a saúde financeira e garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Objetivo geral Disseminar conhecimento financeiro e previdenciário dentro e fora da SP-PREVCOM buscando contribuir

Leia mais

Juros Simples. www.siteadministravel.com.br

Juros Simples. www.siteadministravel.com.br Juros Simples Juros simples é o acréscimo percentual que normalmente é cobrado quando uma dívida não foi pago na data do vencimento. Financiamento de casa própria A casa própria é o sonho de muitas famílias,

Leia mais

Regulamento do Plano de Vantagens Itaú Mais benefícios para quem mantém relacionamento com o Itaú.

Regulamento do Plano de Vantagens Itaú Mais benefícios para quem mantém relacionamento com o Itaú. Regulamento do Plano de Vantagens Itaú Mais benefícios para quem mantém relacionamento com o Itaú. O Plano de Vantagens Itaú oferece benefícios de acordo com o seu relacionamento e a sua utilização dos

Leia mais

COOPERATIVA DE CRÉDITO

COOPERATIVA DE CRÉDITO COOPERATIVISMO Baseia-se na união de pessoas onde cada membro deve contribuir com uma parcela ou quota parte, colaborando para a melhoria das condições econômicas e sociais de todos que fazem parte dessa

Leia mais

DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES PROCESSO SELETIVO PROUNI. 1 - Documentos de Escolaridade do Candidato (exclusivo para o candidato):

DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES PROCESSO SELETIVO PROUNI. 1 - Documentos de Escolaridade do Candidato (exclusivo para o candidato): Atenção Candidato! DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES PROCESSO SELETIVO PROUNI Na Fase de Comprovação você deverá apresentar cópia, acompanhada dos documentos originais abaixo solicitados. Para

Leia mais