ANEFAC Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração e Contabilidade

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANEFAC Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração e Contabilidade"

Transcrição

1 PESQUISA DE UTILIZAÇÃO DO 13º SALÁRIO A Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração (ANEFAC) realizou durante o mês de outubro de a 15ª edição da Pesquisa de Utilização do 13º salário. Para tanto, a entidade ouviu entrevistados pertencentes às classes A, B, C, D e E e apurou como os consumidores pretendem utilizar seu 13º salário. Além de apresentar as intenções dos entrevistados, a análise também traz recomendações para melhor utilizar os recursos provenientes do seu 13º salário. Coordenada pelo diretor executivo de Estudos e Pesquisas Econômicas da ANEFAC, Miguel José Ribeiro de Oliveira, a pesquisa foi estruturada em seis partes: Parte I Identificação dos principais itens de gastos do 13º salário; Parte II Abertura do principal item de gastos pagamento de dívidas e identificação de sua composição: Parte III Abertura do segundo item de gastos compras de Natal e identificação de sua composição e intenção de gastos; Parte IV Intenção de gastos em valores quanto o consumidor pretende gastar com suas compras de Natal; Parte V Modalidades de pagamentos adotadas nas compras de Natal; Parte VI Recomendações ao consumidor; 1

2 PARTE I O DESTINO DO 13º SALÁRIO Itens 2012 Pretendem utilizar o seu 13º salário para pagamento de dívidas já contraídas Pretendem utilizar parte do valor para a compra de presentes Pretendem poupar e aplicar parte do 13º salário para cobrir despesas tradicionais de início do ano (IPVA, IPTU, material e matrículas escolares) Pretendem utilizar parte do 13º salário para a compra ou reforma de suas residências Já receberam parte ou todo o 13º salário ao longo do ano ou fizeram empréstimos para antecipação 68% 62% 61% 9,68% 11% 14% 16% -21,43% 11% 12% 12% -8,33% 2% 2% 2% 0% 6% 6% 6% 0% Pretendem poupar parte que sobrará 2% 4% 3% -50,00% Assim como ocorreu nos anos anteriores, a grande maioria dos consumidores (68%) pretende utilizar o 13º para o pagamento de dívidas já contraídas (aumento de 9,68% sobre ). Isso demonstra que a redução da atividade econômica, elevação das taxas de juros e inflação mais elevada aumentaram o endividamento dos consumidores. Houve uma redução de 21,43% de para no número de consumidores que pretendem utilizar o 13º para a compra de presentes, demonstrando maiores dificuldades e preocupações dos consumidores com os gastos neste ano. Houve igualmente uma redução no percentual de consumidores que pretendem poupar parte do que sobrará de seu 13º salário, redução de 50% sobre e isto se deve ao fato de que com o maior endividamento das famílias a maior parte destes recursos serão destinados ao pagamento de dívidas, o que reduz o volume de recursos que sobram para aplicações financeiras. 2

3 PARTE II PRINCIPAIS DÍVIDAS EM ABERTO QUE SERÃO LIQUIDADAS COM O 13º SALÁRIO Dívidas de cobertura de cheque especial Itens % 36% 35% 5,56% Dívidas de cartão de crédito 43% 41% 40% 4,88% Regularização do nome (dívidas junto ao comércio e ao sistema financeiro, já registradas nos cadastros negativos SPC/Serasa) Dívidas com prestações do comércio em atraso Dívidas com financiamento bancário em atraso (bancos e financeiras) Dívidas diversas em atraso (escola, telefonia, cheques e tarifas públicas, etc.) 4% 6% 6% -33,33% 5% 6% 7% -16,67% 8% 9% 10% -11,11% 2% 2% 2% 0% Como vem ocorrendo todos os anos, a grande parte dos consumidores (81%) tem dívidas contraídas no cheque especial e no cartão de crédito e pretendem utilizar os recursos do 13º salário para saná-las. Houve uma redução de 16,67% na quantidade de consumidores que possuíam dívidas com prestações do comércio em atraso. O cartão de crédito é a linha de crédito com maior peso na composição das dívidas em aberto dos consumidores atingiu, em, 43% do total (crescimento de 4,88% sobre ) contra 38% do cheque especial (elevação de 5,56% sobre ). 3

4 PARTE III INTENÇÃO DE COMPRA NO NATAL COM RECURSOS DO 13º SALÁRIO E DE FINANCIAMENTO Itens 2012 Pretendem comprar brinquedos 52% 54% 54% -3,70% Pretendem comprar bens diversos 64% 63% 65% 1,59% Pretendem comprar roupas 73% 70% 68% 4,29% Pretendem comprar produtos eletroeletrônicos e eletro portáteis (DVD, rádios, vídeo cassete, home teater, filmadoras, máquinas fotográficas, TVs) 67% 68% 75% -1,47% Pretendem comprar celulares 75% 74% 74% 1,35% Pretendem comprar produtos de informática Pretendem comprar produtos de linha branca (fogão, geladeira, freezer, micro-ondas) Pretendem comprar móveis e estofados Pretendem comprar materiais de construção Pretendem comprar ou trocar de automóvel Obs. Respostas múltiplas motivo pelo qual a soma passa de 100%. 40% 41% 47% -2,44% 16% 18% 23% -11,11% 4% 5% 5% -20,00% 7% 7% 7% 0% 1% 1% 1% 0% Neste ano, os produtos que mais vão atrair os recursos do 13º salário serão: celulares com 75%, roupas 73% e eletroeletrônicos com 67%. Diversos segmentos de compras apresentaram uma redução na intenção de gastos dos consumidores (produtos de valor agregado maior) como eletrônicos, linha branca e informática demonstrando maior cautela e redução de gastos dos consumidores, seja por conta de um ano mais difícil (crescimento menor, inflação maior e juros maiores), seja por conta da piora das expectativas econômicas para A redução de compras de brinquedos pode ser atribuída à mudança de hábitos de consumo deste público que vem preferindo cada vez mais produtos eletrônicos e celulares. 4

5 PARTE IV - INTENÇÃO DE GASTOS VALORES Itens 2012 Pretendem gastar até R$ 100,00 14% 12% 11% 16,67% Pretendem gastar entre R$ 100,00 e R$ 200,00 Pretendem gastar entre R$ 200,00 e R$ 500,00 Pretendem gastar entre R$ 500,00 e R$ 1.000,00 Pretendem gastar entre R$ 1.000,00 e R$ 2.000,00 Pretendem gastar entre R$ 2.000,00 e R$ 5.000,00 30% 28% 26% 7,14% 43% 40% 39% 7,50% 8% 11% 13% -27,27% 3% 6% 8% -50,00% 1% 2% 2% -50,00% Pretendem gastar mais de R$ 5.000, 1% 1% 1% 0% Os gastos aqui listados serão pagos tanto com os recursos do 13º salário, bem como através de financiamentos; A pesquisa demonstra claramente a preocupação dos consumidores com seus gastos neste ano conforme apontado na Parte I, na qual mostra que os consumidores pretendem reduzir o volume de seus gastos neste Natal. Como demonstrado acima, houve aumento no número de consumidores que pretendem gastar valores menores neste Natal e uma redução dos que pretendem gastar os maiores valores. Em, 87% dos consumidores pretendem gastar no natal até R$ 500,00, contra 80% em. Em, 13% dos consumidores pretendem gastar no Natal mais de R$ 500,00 contra 20% e,. As maiores elevações, com crescimento de 16,67% de para, se deram entre os consumidores que pretendem gastar até R$ 100,00, seguindo-se daqueles que pretendem gastar entre R$ 200,00 e R$ 500,00 com um crescimento de 7,50%. 5

6 As maiores reduções, com queda de 50,00%, se deram entre os consumidores que pretendem gastar entre R$ 1.000,00 e R$ 2.000,00 e entre R$ 2.000,00 e R$ 5.000,00, seguidos daqueles que pretendem gastar entre R$ 500,00 e R$ 1.000,00 com uma queda de 27,27%. Estes fatos podem ser atribuídos à piora da economia em com a elevação da inflação e dos juros, além do baixo crescimento econômico que aumenta o endividamento das famílias. PARTE V FORMAS DE PAGAMENTO DAS COMPRAS Itens 2012 Com recursos próprios à vista (cheque ou cartão de débito) 80% 78% 77% 2,56% Com cheques pré-datados 61% 65% 68% -6,15% Com cartão de crédito 82% 81% 80% 1,23% Com carnês (financiamento através de comércio) 38% 38% 37% 0% Com financiamentos bancários 18% 20% 22% -10,00% Respostas múltiplas já que, parte das compras será paga com os recursos recebidos do 13º salário, e parte através de financiamentos bancários ou do próprio comércio. A pesquisa demonstra um aumento na intenção dos consumidores de pagar com recursos próprios; Houve um aumento de 2,56% no número de consumidores que pretendem utilizar recursos próprios para as compras de Natal e uma redução de 6,15% no número de consumidores que deverão utilizar cheques pré-datados. De qualquer forma a grande maioria dos consumidores (82%) utilizará cartões de crédito para as compras de Natal; 6

7 VI RECOMENDAÇÕES AO CONSUMIDOR Use o 13º preferencialmente no pagamento de dívidas, principalmente aquelas que embutem encargos maiores como o cartão de crédito rotativo e o cheque especial, que atingem a média de 10,78% ao mês (241,61% ao ano) e 8,44% ao mês (164,41% ao ano), respectivamente; Aproveite o 13º salário para regularizar igualmente suas outras dívidas lembrando-se de negociar o estorno dos juros de mora embutidos nestas dívidas; Quitadas as dívidas, lembre-se de tentar reservar os valores necessários para os gastos de começo do ano, como IPTU, IPVA e das despesas escolares (livros, uniformes e matriculas), além das compras de Natal (cheques pré-datados e cartão de crédito) para evitar entrar novamente no vermelho no começo do próximo ano; Após efetuar todas estas regularizações e sobrando alguns recursos para aqueles que eventualmente tenham contraído algum financiamento junto a bancos, financeiras ou comércio, o artigo 52 do código de defesa do consumidor garante ao consumidor a retirada dos juros embutidos nestes financiamentos para as parcelas que eventualmente tiverem seus pagamentos antecipados total ou parcialmente, juros estes que serão retirados proporcionalmente ao período antecipado; Não tendo dívidas, ou após a regularização das dívidas existentes e sobrando algum valor, aplique em um fundo de renda fixa ou na caderneta de poupança; Se for fazer um financiamento, pesquise sempre as taxas de juros e demais acréscimos na medida em que existem enormes variações nas condições dos financiamentos; Evite comprometer demasiadamente seu orçamento com dívidas; Evite empréstimos de longo prazo que, além de representarem custos maiores, comprometem sua renda por longo período; 7

8 Após regularizar seu cheque especial e cartão de crédito, evite entrar novamente nestas duas modalidades de crédito, uma vez que cheque especial não é renda e, por isso, deve ser usado por período curto e emergencial; Se possível adie suas compras para juntar o dinheiro e comprar à vista evitando os juros. Entretanto, caso isso não seja possível pesquise muito, barganhe e compre nos menores prazos possíveis (quanto menor o prazo menor a incidência de juros); Nunca deixe de pesquisar preços do produto em diversas lojas concorrentes, você irá achar uma loja com um valor mais barato; Sempre que for adquirir algo, negocie o preço, pechinche mesmo se achar barato; Antecipe suas compras de Natal. Quanto mais próximo das festas deixar para comprar, mais caro os produtos ficarão. Outras compras podem ser feitas em janeiro, quando há queima de estoques nas lojas; Não compre produtos recentemente lançados no mercado. Corre-se o risco de pagar caro. Procure comprar o produto na época de oferta maior. A redução do preço pode chegar a até 50%; Produtos que irão sair de linha também não são uma boa opção de compra. Um carro, por exemplo, quando no momento da venda, terá redução significativa do valor. Miguel José Ribeiro de Oliveira Diretor Executivo de Estudos e Pesquisas Econômicas da Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração (ANEFAC). 8

Endividado, brasileiro quer limitar valor de compras, pagar com recurso próprio e comprar celular, apura ANEFAC

Endividado, brasileiro quer limitar valor de compras, pagar com recurso próprio e comprar celular, apura ANEFAC PESQUISA ANEFAC DE UTILIZAÇÃO DO 13º SALÁRIO Endividado, brasileiro quer limitar valor de compras, pagar com recurso próprio e comprar celular, apura ANEFAC Pesquisa constata redução de 12,50% no número

Leia mais

PESQUISA DE UTILIZAÇÃO DO 13º SALÁRIO

PESQUISA DE UTILIZAÇÃO DO 13º SALÁRIO PESQUISA DE UTILIZAÇÃO DO 13º SALÁRIO A ANEFAC Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração realizou durante o mês de outubro de, pesquisa junto a 1.037 consumidores de todas as classes

Leia mais

ANEFAC Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração e Contabilidade PARTE I O DESTINO DO 13º SALÁRIO

ANEFAC Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração e Contabilidade PARTE I O DESTINO DO 13º SALÁRIO PARTE I O DESTINO DO 3º SALÁRIO Itens 207 206 205 Pretendem utilizar o seu 3º salário para pagamento de dívidas já contraídas Pretendem utilizar parte para a compra de presentes Pretendem poupar e aplicar

Leia mais

PESQUISA DE JUROS. Estas reduções podem ser atribuídas aos fatores abaixo:

PESQUISA DE JUROS. Estas reduções podem ser atribuídas aos fatores abaixo: PESQUISA DE JUROS Após longo período de elevação das taxas de juros das operações de crédito, as mesmas voltaram a ser reduzidas em setembro/2014 interrompendo quinze elevações seguidas dos juros na pessoa

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em fevereiro/2015. Estas elevações podem ser atribuídas aos seguintes

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em janeiro/2015. Estas elevações podem ser atribuídas aos seguintes

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito ficaram praticamente estáveis em janeiro/2013 frente a dezembro/2012. Pessoa Física Das seis

Leia mais

IMA Institute of Management Accountants PESQUISA DE JUROS

IMA Institute of Management Accountants PESQUISA DE JUROS PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em outubro/2013, sendo esta a sexta elevação no ano. Esta elevação pode ser atribuída à última elevação da Taxa de Juros

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em setembro/2013, sendo esta a quinta elevação no ano. Esta elevação

Leia mais

Taxas de juros das operações de crédito têm terceira elevação no ano, constata ANEFAC

Taxas de juros das operações de crédito têm terceira elevação no ano, constata ANEFAC Taxas de juros das operações de crédito têm terceira elevação no ano, constata ANEFAC Todas as linhas de crédito para pessoas jurídicas subiram. Para pessoas físicas, houve aumento nos juros do comércio,

Leia mais

www.anefac.com.br Rua 7 de abril. 125 - conj. 405 - CEP 01043-000 República - São Paulo-SP - Telefone: 11 2808-320 PESQUISA DE JUROS

www.anefac.com.br Rua 7 de abril. 125 - conj. 405 - CEP 01043-000 República - São Paulo-SP - Telefone: 11 2808-320 PESQUISA DE JUROS PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em maio/2014, sendo esta a décima segunda elevação seguida, quinta elevação no ano. Estas elevações podem ser atribuídas

Leia mais

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito apresentaram em agosto/2014 comportamentos distintos.

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito apresentaram em agosto/2014 comportamentos distintos. PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito apresentaram em agosto/2014 comportamentos distintos. Na pessoa física as taxas de juros tiveram uma pequena elevação sendo esta a décima quinta

Leia mais

Novembro é um mês de reestruturação do padrão do endividamento e da inadimplência das famílias: uma preparação para o salto das vendas em dezembro

Novembro é um mês de reestruturação do padrão do endividamento e da inadimplência das famílias: uma preparação para o salto das vendas em dezembro Novembro é um mês de reestruturação do padrão do endividamento e da inadimplência das famílias: uma preparação para o salto das vendas em dezembro Na comparação mensal entre outubro e novembro, o percentual

Leia mais

PESQUISA DE JUROS ANEFAC ref a Novembro/2013 Após seis elevações no ano, taxas de juros das operações de crédito ficam estáveis

PESQUISA DE JUROS ANEFAC ref a Novembro/2013 Após seis elevações no ano, taxas de juros das operações de crédito ficam estáveis PESQUISA DE JUROS ANEFAC ref a Novembro/201 Após seis elevações no ano, taxas de juros das operações de crédito ficam estáveis Com 4,27 no mes, Minas Gerais e Paraná registraram as maiores taxas de juros

Leia mais

Núcleo de Pesquisa. Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina PEIC

Núcleo de Pesquisa. Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina PEIC Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina PEIC Pesquisa de Endividamento e Inadimplência dos Consumidores de abril de 2013 Na comparação mensal entre março e abril, o percentual de catarinenses

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS - MAIO As taxas de juros das operações de crédito ficaram estáveis em maio/2013. Vale destacar que em maio o Banco Central voltou a elevar

Leia mais

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em dezembro/2013 sendo esta a sétima elevação do ano.

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em dezembro/2013 sendo esta a sétima elevação do ano. PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em dezembro/2013 sendo esta a sétima elevação do ano. Esta elevação é reflexo da elevação da Taxa Básica de Juros (Selic)

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Março de 2015 PEIC Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atrasos Não Terão Condições de Pagar mar/14 61,0% 20,8%

Leia mais

Guia do uso consciente do crédito. O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar.

Guia do uso consciente do crédito. O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar. Guia do uso consciente do crédito O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar. Afinal, o que é crédito? O crédito é o meio que permite a compra de mercadorias, serviços

Leia mais

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa: 623 casos, gerando um erro máximo de 3,9%

Leia mais

QUEDA NO NÍVEL DE ENDIVIDAMENTO DO CATARINENSE É ACOMPANHADA POR PEQUENA DETERIORAÇÃO DA QUALIDADE DAS DÍVIDAS

QUEDA NO NÍVEL DE ENDIVIDAMENTO DO CATARINENSE É ACOMPANHADA POR PEQUENA DETERIORAÇÃO DA QUALIDADE DAS DÍVIDAS QUEDA NO NÍVEL DE ENDIVIDAMENTO DO CATARINENSE É ACOMPANHADA POR PEQUENA DETERIORAÇÃO DA QUALIDADE DAS DÍVIDAS O percentual de famílias endividadas em Santa Catarina caiu de 93% em julho para 90% em agosto.

Leia mais

Síntese dos resultados Meses

Síntese dos resultados Meses Núcleo de Pesquisas Fevereiro registra pequeno aumento do percentual de famílias catarinenses endividadas, entretanto, parcela de famílias com contas em atraso apresenta queda O percentual de famílias

Leia mais

Famílias endividadas e com contas em atraso (%)

Famílias endividadas e com contas em atraso (%) Núcleo de Pesquisas Pesquisa de Endividamento e Inadimplência dos Consumidores de Chapecó A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor é um importante indicador da saúde financeira das famílias,

Leia mais

Núcleo de Pesquisa. Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina

Núcleo de Pesquisa. Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Pesquisa de Endividamento e Inadimplência dos Consumidores de março de 2014 Endividamento das famílias catarinenses sobe em março. Síntese dos resultados

Leia mais

Como o consumidor brasileiro paga as contas (consumidores) Outubro 2012

Como o consumidor brasileiro paga as contas (consumidores) Outubro 2012 Como o consumidor brasileiro paga as contas (consumidores) Outubro 2012 METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa Perfil Adimplente

Leia mais

RESULTADOS DE OUTUBRO DE 2013

RESULTADOS DE OUTUBRO DE 2013 1 RESULTADOS DE OUTUBRO DE 2013 Pesquisa realizada pelo Uni-FACEF em parceria com a Fe-Comércio mede o ICC (Índice de confiança do consumidor) e PEIC (Pesquisa de endividamento e inadimplência do consumidor)

Leia mais

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito do HSBC

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito do HSBC Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito do HSBC Leia estas informações importantes para aproveitar todas as vantagens do seu novo cartão de crédito. Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito do

Leia mais

O Endividamento das famílias no Brasil

O Endividamento das famílias no Brasil Boletim Econômico Edição nº 74 junho de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico O Endividamento das famílias no Brasil 1 Situação atual e números O percentual de famílias com

Leia mais

Enquete DÉCIMO TERCEIRO

Enquete DÉCIMO TERCEIRO Enquete DÉCIMO TERCEIRO Uma prática comum entre as empresas do Brasil está no pagamento do décimo terceiro salário. Algumas cumprem, exatamente, o que está previsto na legislação. Outras, mais inovadoras,

Leia mais

EXPECTATIVAS, GESTÃO E AÇÕES DOS EMPRESÁRIOS DO COMÉRCIO VAREJISTA PARA O NATAL DE 2013 MACAPÁ - 2013

EXPECTATIVAS, GESTÃO E AÇÕES DOS EMPRESÁRIOS DO COMÉRCIO VAREJISTA PARA O NATAL DE 2013 MACAPÁ - 2013 EXPECTATIVAS, GESTÃO E AÇÕES DOS EMPRESÁRIOS DO COMÉRCIO VAREJISTA PARA O NATAL DE 2013 MACAPÁ - 2013 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 POPULAÇÃO... 3 4 COLETA DE DADOS... 3 5 RESULTADOS... 4 Ilustração 1 -

Leia mais

PERFIL ECONÔMICO DO CONSUMIDOR [ 1 ]

PERFIL ECONÔMICO DO CONSUMIDOR [ 1 ] PERFIL ECONÔMICO DO CONSUMIDOR [ 1 ] ORÇAMENTO [ 2 ] 1) Depois do pagamento de todas as despesas, como estará o orçamento familiar? Percentual (%) Total Vai sobrar 22 Não vai sobrar nem faltar 48 Vai faltar

Leia mais

FINANÇAS PESSOAIS: VOCÊ SABE ADMINISTRÁ-LAS?

FINANÇAS PESSOAIS: VOCÊ SABE ADMINISTRÁ-LAS? PESQUISA COMPORTAMENTAL FINANÇAS PESSOAIS: VOCÊ SABE ADMINISTRÁ-LAS? PROCON GOIÁS GERÊNCIA DE PESQUISA E CÁLCULO JULHO/2009 OBJETIVO Mesmo através de orientações, fornecidas aos consumidores pela Superintendência

Leia mais

Endividamento das famílias catarinenses aumenta mensalmente em função da retomada das vendas no crédito

Endividamento das famílias catarinenses aumenta mensalmente em função da retomada das vendas no crédito Endividamento das famílias catarinenses aumenta mensalmente em função da retomada das vendas no crédito Os dados coletados pela Pesquisa de Endividamento e Inadimplência dos Consumidores (PEIC) de Santa

Leia mais

COMO LIDAMOS COM O NOSSO DINHEIRO? FINANÇAS PESSOAIS COMO LIDAMOS COM O DIHEIRO DOS OUTROS?

COMO LIDAMOS COM O NOSSO DINHEIRO? FINANÇAS PESSOAIS COMO LIDAMOS COM O DIHEIRO DOS OUTROS? 1 COMO LIDAMOS COM O NOSSO DINHEIRO? FINANÇAS PESSOAIS COMO LIDAMOS COM O DIHEIRO DOS OUTROS? 2 ALGUNS CONCEITOS 3 CONCEITOS ECONÔMICO PATRIMÔNIO FINANCEIRO RECEITAS/DESPESAS DE PATRIMÔNIO CAPITAL FÍSICO

Leia mais

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Instituto HSBC Solidariedade

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Instituto HSBC Solidariedade Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Instituto HSBC Solidariedade Leia estas informações importantes para aproveitar todas as vantagens do seu novo cartão de crédito. Resumo do Contrato de seu

Leia mais

Fique tranqüilo e. pague menos. Dicas para você saber como usar sua conta corrente e economizar no dia-a-dia.

Fique tranqüilo e. pague menos. Dicas para você saber como usar sua conta corrente e economizar no dia-a-dia. Fique tranqüilo e pague menos Dicas para você saber como usar sua conta corrente e economizar no dia-a-dia. Controle seu orçamento Evite gastar mais do que você possui na conta corrente, incluindo seu

Leia mais

Síntese dos resultados

Síntese dos resultados Núcleo de Pesquisas Mês de março apresenta alta mensal do percentual de famílias endividadas e com contas em atraso. Entretanto, na comparação anual o percentual de atrasos caiu. O percentual de famílias

Leia mais

Manual de. Educação Financeira. Dicas para planejar e poupar seu dinheiro. Cecreb MANUAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA

Manual de. Educação Financeira. Dicas para planejar e poupar seu dinheiro. Cecreb MANUAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA Manual de Educação Financeira MANUAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA Dicas para planejar e poupar seu dinheiro 1 A filosofia da Manual de Educação Financeira 2 Um dos princípios básicos das Cooperativas de Crédito

Leia mais

EXERCÍCIOS DIVERSOS TRABALHO 1

EXERCÍCIOS DIVERSOS TRABALHO 1 EXERCÍCIOS DIVERSOS TRABALHO 1 01. O gerente de uma loja de presentes está fazendo o fechamento das vendas de brinquedos no período de véspera de natal. No dia 06/11/2006 foram vendidos 14 brinquedos a

Leia mais

Pesquisa de Resultado de vendas do Dia das Crianças

Pesquisa de Resultado de vendas do Dia das Crianças Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Pesquisa de Resultado de vendas do Dia das Crianças Panorama do movimento na economia de Florianópolis durante o Dia das Crianças de 2010 DPLAN - Núcleo

Leia mais

Resumo do Contrato Cartão Colombo visa

Resumo do Contrato Cartão Colombo visa Resumo do Contrato Cartão Colombo visa Leia estas informações importantes para aproveitar todas as vantagens do seu novo cartão de crédito. SuMÁRIO EXECUTIVO Este resumo apresenta informações essenciais

Leia mais

Pesquisa de Resultado de vendas do Dia das Crianças

Pesquisa de Resultado de vendas do Dia das Crianças Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Pesquisa de Resultado de vendas do Dia das Crianças Panorama do movimento na economia da cidade de Lages durante o Dia das Crianças de 2010. DPLAN - Núcleo

Leia mais

Com inflação e juros em alta, hora de fazer 'ajuste fiscal' em casa

Com inflação e juros em alta, hora de fazer 'ajuste fiscal' em casa Veículo: O Globo Data: 07/09/15 Com inflação e juros em alta, hora de fazer 'ajuste fiscal' em casa Em tempos de desaceleração da economia e inflação e juros em alta, a cada mês as famílias se deparam

Leia mais

Conceitos e princípios básicos de Matemática Financeira aplicada à vida cotidiana do cidadão

Conceitos e princípios básicos de Matemática Financeira aplicada à vida cotidiana do cidadão Conceitos e princípios básicos de Matemática Financeira aplicada à vida cotidiana do cidadão Aula 6 Técnico em Saúde Bucal Matéria: Administração de Serviços em Saúde Bucal Dr. Flavio Pavanelli CROSP 71347

Leia mais

Pelo segundo mês consecutivo cai o endividamento e a inadimplência em Santa Catarina. Síntese dos resultados Meses Situação da família

Pelo segundo mês consecutivo cai o endividamento e a inadimplência em Santa Catarina. Síntese dos resultados Meses Situação da família Núcleo de Pesquisas Pelo segundo mês consecutivo cai o endividamento e a inadimplência em Santa Catarina Os dados levantados pela Pesquisa de Endividamento e Inadimplência dos Consumidores (PEIC) de Santa

Leia mais

Guia do uso consciente do crédito. Dicas e informações para você usar o crédito sem perder o sono.

Guia do uso consciente do crédito. Dicas e informações para você usar o crédito sem perder o sono. Guia do uso consciente do crédito Dicas e informações para você usar o crédito sem perder o sono. Afinal, o que é crédito? O crédito é o meio que permite a compra de mercadorias, serviços ou obtenção e

Leia mais

Jornal da Globo destaca as Cooperativas financeiras como alternativa para fugir dos juros altos

Jornal da Globo destaca as Cooperativas financeiras como alternativa para fugir dos juros altos cogem news Desde 1974, estimulando a poupança e ajudando a realizar sonhos! Junho de 2015 Jornal da Globo destaca as Cooperativas financeiras como alternativa para fugir dos juros altos Veja o que fazer

Leia mais

E-BOOK COMO SE PREPARAR PARA A NEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS. CAPÍTULO 3 Direitos e deveres do consumidor endividado

E-BOOK COMO SE PREPARAR PARA A NEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS. CAPÍTULO 3 Direitos e deveres do consumidor endividado E-BOOK COMO SE PREPARAR PARA A NEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS CAPÍTULO 3 Direitos e deveres do consumidor endividado Numa daquelas confusões da vida, Juliana pagou a parcela mínima do cartão de crédito e usou o

Leia mais

Resumo do Regulamento de Utilização do Cartão American Express Business

Resumo do Regulamento de Utilização do Cartão American Express Business Resumo do Regulamento de Utilização do Cartão American Express Business IMPORTANTE: LEIA ESTE SUMÁRIO COM ATENÇÃO Este Sumário apresenta um resumo das principais informações que a Empresa Associada e o

Leia mais

Faça suas compras sem sair de casa, com todo conforto e praticidade.

Faça suas compras sem sair de casa, com todo conforto e praticidade. Faça suas compras sem sair de casa, com todo conforto e praticidade. Agora você já pode dizer á todos que tem um fantástico cartão onde poderá realizar todas suas compras sem sair de casa. Stress com filas,

Leia mais

Conhecendo os Processos de Cobrança

Conhecendo os Processos de Cobrança Conhecendo os Processos de Cobrança 03 Processos de Cobrança Entenda a Fatura Ferramentas de Suporte Consulta de Extratos 05 09 11 16 Consumo Consciente 02 Processos de Cobrança conheça os processos de

Leia mais

Breves Considerações sobre o Superendividamento

Breves Considerações sobre o Superendividamento 116 Breves Considerações sobre o Superendividamento Luiz Eduardo de Castro Neves 1 O empréstimo de valores é realizado com a cobrança de juros, de forma a permitir uma remuneração pelo valor emprestado.

Leia mais

Amigos, amigos, negócios à parte!

Amigos, amigos, negócios à parte! Reforço escolar M ate mática Amigos, amigos, negócios à parte! Dinâmica 4 2º Série 2º Bimestre Aluno DISCIPLINA Ano CAMPO CONCEITO Matemática Ensino Médio 2ª Numérico Aritmético Matemática Financeira Primeira

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA MATEMÁTICA FINANCEIRA MAT 191 PROFESSORES: ENALDO VERGASTA, GLÓRIA MÁRCIA, JODÁLIA ARLEGO

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA MATEMÁTICA FINANCEIRA MAT 191 PROFESSORES: ENALDO VERGASTA, GLÓRIA MÁRCIA, JODÁLIA ARLEGO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA MATEMÁTICA FINANCEIRA MAT 191 PROFESSORES: ENALDO VERGASTA, GLÓRIA MÁRCIA, JODÁLIA ARLEGO LISTA 2 1) Um título, com valor de face igual a $1.000,00,

Leia mais

Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium. Séries Uniformes de Pagamento

Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium. Séries Uniformes de Pagamento Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Disciplina: Matemática Financeira I Prof.: Marcos José Ardenghi Séries Uniformes de Pagamento As séries uniformes de pagamentos, anuidades ou rendas são

Leia mais

Pesquisa de Orçamento Doméstico

Pesquisa de Orçamento Doméstico Fonte: Sistema Fecomércio MG EE A Pesquisa de Orçamento Doméstico de Belo Horizonte é um balizador do comportamento das famílias, relativo aos seus compromissos correntes e financeiros. A falta de planejamento,

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PORTO ALEGRE - RS JULHO/2014 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela 3

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC CAMPO GRANDE - MS JANEIRO/2015 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PORTO ALEGRE - RS JANEIRO/2014 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela

Leia mais

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 1: Orçamento

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 1: Orçamento Educação Financeira Crédito Consignado Módulo 1: Orçamento Objetivo Conscientizar nossos clientes sobre a importância da organização financeira e do planejamento orçamentário como alicerce de conforto,

Leia mais

PESQUISA DIA DOS PAIS - MOSSORÓ

PESQUISA DIA DOS PAIS - MOSSORÓ PESQUISA DIA DOS PAIS - MOSSORÓ 1 Mossoró, julho de 2015 Sumário 1. ASPECTOS TÉCNICOS... 3 2. SÍNTESE DOS RESULTADOS... 4 Presentes... 4 Gastos... 4 Estratégias... 5 Passeio... 5 Momento... 5 3. GRÁFICOS

Leia mais

Instituto Assaf: nota de R$ 100 perde 80% do valor em 21 anos do Plano Real

Instituto Assaf: nota de R$ 100 perde 80% do valor em 21 anos do Plano Real Veículo: Acionista Data: 12/08/15 Instituto Assaf: nota de R$ 100 perde 80% do valor em 21 anos do Plano Real O Instituto Assaf realizou estudo sobre a perda de poder de compra do consumidor que deixa

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PORTO ALEGRE - RS JULHO/2015 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC CAMPO GRANDE - MS JULHO/2015 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC CURITIBA - PR DEZEMBRO/2013 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela 3

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC VITÓRIA - ES ABRIL/2014 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela 3 - Famílias

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC CURITIBA - PR SETEMBRO/2015 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela 3

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC CUIABÁ - MT JUNHO/2015 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela 3 - Famílias

Leia mais

Veja dicas para se livrar das dívidas e usar bem o crédito

Veja dicas para se livrar das dívidas e usar bem o crédito Veja dicas para se livrar das dívidas e usar bem o crédito Especialistas dão dicas para sair do vermelho. É fundamental planejar gastos e usar bem o crédito. Por Anay Cury e Gabriela Gasparin Do G1, em

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PALMAS - TO FEVEREIRO/2015 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela 3 -

Leia mais

APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO

APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO O Sr. Fúlvio Oliveira, empresário de uma loja de confecções, está seriamente preocupado com seu negócio. As dívidas não param de crescer. Vamos entender sua situação.

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PALMAS - TO MAIO/2014 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela 3 - Famílias

Leia mais

INTENÇÃO DE COMPRA NATAL 2014

INTENÇÃO DE COMPRA NATAL 2014 1 INTENÇÃO DE COMPRA NATAL 2014 2 Faculdade Estácio de Sá de Campo Grande Intenção de Compra para o Natal 2014 Rua Venâncio Borges do Nascimento, 377 Jardim Tv Morena Campo Grande - MS, 79050-700 Fone:

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC GOIÂNIA - GO JULHO/2014 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela 3 - Famílias

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC GOIÂNIA - GO ABRIL/2015 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela 3 - Famílias

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC GOIÂNIA - GO FEVEREIRO/2015 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela 3

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PALMAS - TO

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PALMAS - TO PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PALMAS - TO DEZEMBRO/2012 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela 3 -

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PALMAS - TO

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PALMAS - TO PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PALMAS - TO ABRIL/2013 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela 3 - Famílias

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC GOIÂNIA - GO JANEIRO/2014 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela 3 -

Leia mais

Oito em cada dez brasileiros não sabem como controlar as próprias despesas, mostra estudo do SPC Brasil

Oito em cada dez brasileiros não sabem como controlar as próprias despesas, mostra estudo do SPC Brasil Oito em cada dez brasileiros não sabem como controlar as próprias despesas, mostra estudo do SPC Brasil Mais de um terço dos brasileiros desconhecem o valor das contas que vencem no próximo mês. Falta

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC GOIÂNIA - GO DEZEMBRO/2015 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela 3

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC GOIÂNIA - GO

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC GOIÂNIA - GO PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC GOIÂNIA - GO JUNHO/2013 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela 3 - Famílias

Leia mais

Qual seu nível de preocupação?

Qual seu nível de preocupação? FASE DIFÍCIL EXIGE ORGANIZAÇÃO E DISCIPLINA. Qual seu nível de preocupação? Faça o teste e veja se o descontrole financeiro está afetando seu desempenho no trabalho. www.serasaconsumidor.com.br/testes/teste-indicador-de-educacao-financeira/

Leia mais

Dia 05 de agosto de 2015 entrará para a história da Cooperativa. Nesta data foi assinada a escritura da aquisição da Sede da COGEM.

Dia 05 de agosto de 2015 entrará para a história da Cooperativa. Nesta data foi assinada a escritura da aquisição da Sede da COGEM. cogem news Desde 1974, estimulando a poupança e ajudando a realizar sonhos! Agosto de 2015 COGEM DE CASA NOVA Uma nova conquista para os asssociados! Dia 05 de agosto de 2015 entrará para a história da

Leia mais

M = C. (1 + (i. T)) Juros compostos:- Como calcular juros compostos: montante, capital inicial, fórmula, taxa, tempo, etc.

M = C. (1 + (i. T)) Juros compostos:- Como calcular juros compostos: montante, capital inicial, fórmula, taxa, tempo, etc. Material de Estudo para Recuperação 9 ano. Juros Simples O regime de juros será simples quando o percentual de juros incidirem apenas sobre o valor principal. Sobre os juros gerados a cada período não

Leia mais

Matemática. Aula: 04/10. Prof. Pedro Souza. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.

Matemática. Aula: 04/10. Prof. Pedro Souza. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM. Matemática Aula: 04/10 Prof. Pedro Souza UMA PARCERIA Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.BR Visite a loja virtual www.conquistadeconcurso.com.br MATERIAL DIDÁTICO EXCLUSIVO PARA

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO FINANCEIRA

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO FINANCEIRA POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO FINANCEIRA Diretoria Acadêmica e de Administração fev-2010 Anexo I - PORTARIA Nº 08/2010-DIR Considerando que o melhoramento constante da infra-estrutura física ofertada e a busca

Leia mais

Empréstimo e cartão consignado

Empréstimo e cartão consignado outubro/2014 Empréstimo e cartão consignado direcionados a aposentados e pensionistas Todo aquele que recebe benefícios de aposentadoria ou pensão por morte pagos pela Previdência Social pode obter crédito

Leia mais

Macroeconomia. Economia

Macroeconomia. Economia Macroeconomia Economia Fluxo de renda Comecemos então com o modelo simples de fluxo circular de renda. Bens e serviços vendidos Mercado de Bens e serviços Bens e serviços comprados Receita Despesa Empresas

Leia mais

Aprenda como renegociar suas dívidas e A TER

Aprenda como renegociar suas dívidas e A TER Aprenda como renegociar suas dívidas e VOLTAR A TER CRÉDITO O PROBLEMA FINANCEIRO PODE LEVAR SUA FAMÍLIA À RUÍNA. A dívida entra pela porta da frente e o amor sai pela porta dos fundos. É fácil identificar

Leia mais

GUIA DE SERVIÇOS E BENEFÍCIOS

GUIA DE SERVIÇOS E BENEFÍCIOS GUIA DE SERVIÇOS E BENEFÍCIOS VEJA COMO UTILIZAR O DE FORMA PRÁTICA E SEGURA. DESBLOQUEIO DO CARTÃO Sua senha foi enviada anteriormente para seu endereço. Caso não a tenha recebido, ligue para a Central

Leia mais

PESQUISA PULSO BRASIL FIESP/CIESP. Setembro/2015. Sumário

PESQUISA PULSO BRASIL FIESP/CIESP. Setembro/2015. Sumário PESQUISA PULSO BRASIL FIESP/CIESP CONSUMO Setembro/2015 Sumário Os brasileiros estão pouco estimulados a comprar em 2015. No primeiro semestre, houve um aumento dos que desistiram de comprar por falta

Leia mais

Sonhos. Sonhos não costumam ser autorrealizáveis. É necessário agir

Sonhos. Sonhos não costumam ser autorrealizáveis. É necessário agir Sonhos Sonhos não costumam ser autorrealizáveis É necessário agir Como transformar sonhos em projetos? 1) Saiba aonde você quer chegar 2) Internalize a visão de futuro trazida pela realização do projeto

Leia mais

PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO FINANCEIRA. Gestão do orçamento familiar

PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO FINANCEIRA. Gestão do orçamento familiar PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO FINANCEIRA Gestão do orçamento familiar 1 PLANO DE EXPOSIÇÃO A importância do orçamento familiar Rendimentos e despesas Risco e incerteza Saldo do orçamento Elaboração do orçamento

Leia mais

E m p r é s t i m o E cartão consignado direcionados a aposentados E pensionistas

E m p r é s t i m o E cartão consignado direcionados a aposentados E pensionistas Empréstimo e ca rt ã o c o n s i g n a d o d irec io na do s a apos e nta do s e pe ns io nis ta s Todo aquele que recebe benefícios de aposentadoria ou pensão por morte pagos pela Previdência Social,

Leia mais

Análise de Endividamento do Consumidor

Análise de Endividamento do Consumidor Belo Horizonte - 2015 A Análise Mensal do Endividamento do Consumidor traça o quadro de endividamento e inadimplência dos consumidores da capital. Essas informações são importantes porque englobam dados

Leia mais

PESQUISA DE POTENCIAL DE COMPRAS PARA O NATAL

PESQUISA DE POTENCIAL DE COMPRAS PARA O NATAL PESQUISA DE POTENCIAL DE COMPRAS PARA O NATAL Macapá-AP, Dezembro de 2014 RESULTADOS DA PESQUISA O Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio do Estado do Amapá (IPDC), ligado a Fecomércio Amapá,

Leia mais

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 2: Como Poupar

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 2: Como Poupar Educação Financeira Crédito Consignado Módulo 2: Como Poupar Objetivo Dar dicas importantes para que nossos clientes consigam ter uma poupança e vivam com mais segurança e tranquilidade O conteúdo deste

Leia mais

BANRIDICAS FINANCEIRAS. A sua cartilha sobre Educação Financeira

BANRIDICAS FINANCEIRAS. A sua cartilha sobre Educação Financeira BANRIDICAS FINANCEIRAS A sua cartilha sobre Educação Financeira Planejando seu orçamento Traçar planos e colocar tudo na ponta do lápis - não é tarefa fácil, mas também não é impossível. O planejamento

Leia mais

PESQUISA DE POTENCIAL DE COMPRAS PARA O DIA DAS MÃES

PESQUISA DE POTENCIAL DE COMPRAS PARA O DIA DAS MÃES PESQUISA DE POTENCIAL DE COMPRAS PARA O DIA DAS MÃES Macapá-AP, Abril de 2015 A Pesquisa sobre o potencial de compras para o dia das mães, foi realizada pelo IPDC/AP nos dias 22 e 24 de abril tem como

Leia mais