E-BOOK COMO SE PREPARAR PARA A NEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS. CAPÍTULO 3 Direitos e deveres do consumidor endividado

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "E-BOOK COMO SE PREPARAR PARA A NEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS. CAPÍTULO 3 Direitos e deveres do consumidor endividado"

Transcrição

1 E-BOOK COMO SE PREPARAR PARA A NEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS CAPÍTULO 3 Direitos e deveres do consumidor endividado Numa daquelas confusões da vida, Juliana pagou a parcela mínima do cartão de crédito e usou o rotativo, que é pagar o mínimo ou parcelar a fatura. No mês seguinte, sofreu uma queda na escada do prédio onde mora e acabou ficando vários meses sem trabalhar. Autônoma e sem qualquer reserva financeira para emergências, ela entrou no cheque especial e ainda precisou fazer um empréstimo no banco para pagar o aluguel e outras contas. Quando recuperou a saúde, conseguiu um emprego fixo em uma loja, mas estava com a vida financeira tão complicada que não conseguia saldar as dívidas. Pressionada, Juliana aceitou um acordo proposto pela instituição financeira. Suas dívidas foram consolidadas e refinanciadas. E, por conta dos altos juros, pularam de R$ 10 mil para mais R$ 30 mil. mas ficou impossível pagar. EuEuteriatentei, que deixar de pôr comida na mesa. Nessa situação, o melhor a fazer é interromper as negociações com o banco e procurar um negociador externo, orienta Vera Lúcia Remedi, advogada especializada em direito do consumidor que integra a equipe da Associação Viver Bem, parceira do Serasa Consumidor na orientação a consumidores endividados. Segundo ela, pessoas endividadas estão emocionalmente abaladas e acabam aceitando qualquer negociação. Isso pode levar a um ciclo eterno de endividamento, comprometendo a capacidade do indivíduo sair dessa situação, explica a dra Vera. Ela foi assessora executiva do Procon/SP e, com base na longa experiência que tem na área, dá orientações que podem ajudar o consumidor endividado a conhecer melhor seus direitos e deveres. Antes, vamos entender o papel do crédito em nossa sociedade, aprender a identificar os sinais de alerta do endividamento, os fatores que podem levar ao descontrole das dívidas e as consequências que isso pode provocar.

2 Crédito é bom, mas precisa saber usar O crédito ajuda as pessoas a adquirirem produtos e serviços, movimentando a economia. Quando os cidadãos compram, as empresas são estimuladas a produzir mais, gerando emprego e renda. Ou seja, o crédito fomenta a demanda e a capacidade produtiva da sociedade. No entanto, é preciso cautela na hora de usar. O Brasil tem uma das maiores taxas de juros do mundo e elas, agora, estão batendo recordes históricos. De acordo com dados do Banco Central, em 15 de outubro de 2015, os juros do empréstimo pessoal não consignado chegavam a até 850% ao ano em algumas instituições financeiras. No cheque especial, a 520% ao ano. E no rotativo do cartão de crédito, a 816%! Confira um exemplo do que você paga quando pede emprestados de uma instituição financeira no Brasil: Se você pede emprestado Tipo de empréstimo Crédito consignado 2,5% 1.341,84 Financiamento 4,5% 1.655,76 Cheque Especial 7,8% 2.241,60 Cartão de Crédito 13,56% 3.415,92 (rotativo) Taxa média (ao mês) Após 2 anos, irá pagar... Fonte: calculadora do cidadão - Banco Central Sinal de alerta Se você precisa recorrer ao crédito para pagar as contas normais, ou seja, os gastos são maiores do que sua renda mensal e você usa o cheque especial ou o rotativo do cartão de crédito, por exemplo, cuidado! Você pode estar caminhando para uma situação em que não conseguirá dar conta de pagar, entrando no chamado superendividamento.

3 Causas do superendividamento Falta de planejamento e de organização das finanças pessoais Situações inesperadas, como doença na família, separação ou desemprego. Emprestar o nome ou ser fiador de familiares e pessoas conhecidas. Compulsão por comprar: é um distúrbio psicológico e, como tal, precisa ser tratado. Crédito fácil: a taxa de juros é calculada em função do risco da instituição financeira não receber o dinheiro de volta. Quanto mais simples de contratar, mais caro vai ficar. Limite de crédito elevado para o consumidor de baixa renda ou que já tem boa parte do salário comprometido com outros empréstimos. Aumento de limite do cheque especial para cobrir encargos gerados pela falta de pagamento. Principais consequências Tensão familiar: os problemas financeiros estão entre as principais causas de divórcio no Brasil. Aniquilamento social: perda de reputação (nome sujo) no mercado e no círculo pessoal. Corte de itens essenciais: saúde e educação são os primeiros a serem eliminados das despesas mensais. Pesquisa feita pelo Serasa mostra um aumento de 22,6% na inadimplência com escolas e universidades. Doença: o endividamento gera problemas emocionais e sofrimento psíquico, provocando outros problemas, como a depressão. O adoecimento por conta de dívidas já é uma questão de saúde pública no Brasil, conta a dra. Vera. Agora, vamos olhar algumas questões que fazem parte da rotina de pessoas que estão endividadas e precisam renegociar com os credores.

4 A regra de ouro: conhecer bem a dívida Leia o contrato e fale com o credor para detalhar a composição da dívida, incluindo: valor inicial, honorários cobrados, juros, valor total ao final do prazo contratado e o que você já pagou. Uma opção é usar a Calculadora do Cidadão do Banco Central para simular financiamentos com prestações fixas e a correção de valores. A calculadora está disponível aqui: Se o credor dificultar o acesso à informação, procure um serviço de reclamação do órgão regulador da área: o Banco Central, no caso dos bancos, e a Anatel, no caso de empresas de telefonia, por exemplo. O consumidor tem o direito a esmiuçar a informação sobre a dívida, reforça Vera Lúcia Remedi. Para fazer sua reclamação contra uma instituição bancária, acesse: Para reclamar contra uma prestadora de telefonia, acesse: Dois caminhos para renegociar Se a dívida é pagável, ou seja, se você tem condições de saldar as parcelas e, ao mesmo tempo, garantir o sustento básico de sua família, fale diretamente com o credor e combine um jeito de pagar. Uma opção é a ferramenta Limpa Nome Online do Serasa Consumidor. Entre no site para conhecer as empresas participantes. Mas quando a dívida estiver muito elevada por conta dos juros, a sugestão é procurar um ambiente neutro para renegociar, como o Super Feirão promovido pela Serasa Consumidor. A solução é renegociar fora do estabelecimento, preferencialmente, na presença de um conciliador que ajude o consumidor a fazer um acordo que consiga pagar. Para isso, você pode recorrer aos: Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania Procure o Tribunal de Justiça de sua cidade para localizar o mais próximo de onde você está. Procons Pesquise aqui para encontrar o endereço de sua cidade:

5 5 práticas abusivas, que você não deve aceitar Exigir a compra de um seguro para obter ou renegociar um crédito ou o limite do cheque especial. Essa prática é chamada de venda casada e é proibida pelo Código de Defesa do Consumidor. Débito em conta corrente de valor que ultrapasse 30% do seu rendimento mensal ou, no caso do empréstimo consignado, 35%. Há uma série de ações judiciais favoráveis a consumidores que tiveram retenção de salário depositado em conta superior a esses percentuais. Se você ganha líquidos, o valor total do débito não pode ultrapassar R$ 300,00 ou R$ 350,00 no consignado. Pressão para a renegociação imediata da dívida, por telefone, sem que seja feita a análise prévia de sua capacidade de pagamento. Não há segurança na negociação pelo telefone e, depois, fica mais difícil renegociar. Não aceite em hipótese alguma que isso seja feito pelo telefone, alerta a dra. Vera. Oferta de linhas de crédito mesmo quando você está endividado. Muitas vezes, o consumidor já está comprometido com uma instituição financeira e ela continua oferecendo crédito, provocando um agravamento da situação. Portanto, se o que você ganha não comporta mais uma parcela, não se deixe levar. Falta de vontade ou displicência na hora informar o custo do produto financeiro que você está adquirindo. Não se conforme em saber o valor da parcela. Faça questão de perguntar qual é a taxa de juros e o valor total que irá pagar. Se você contratar hoje um empréstimo pessoal de em 12 parcelas, com as taxas de juros atuais, irá pagar cerca de R$ 1.270,60. É importante que você conheça o valor total da dívida para se organizar. O que mais você precisa saber O Código de Defesa do Consumidor proíbe ameaça, coação e qualquer tipo de constrangimento à pessoa endividada. Se fizer uma compra e se arrepender, você poderá fazer a devolução do produto (sem uso) no prazo de 7 dias.

6 Se deixar de pagar três prestações consecutivas de um bem que adquiriu - um carro ou geladeira, por exemplo -, o credor pode entrar com um pedido de busca e apreensão para ter o bem de volta. Se receber uma carta de cobrança dizendo que está sujeito à penhora de bens, tenha claro que não podem ser penhorados: salário, imóvel único da família, móveis e utilidades domésticas, como geladeira e fogão, e poupança de até 40 salários mínimos que seja anterior à dívida. Planeje o pagamento das dívidas: faça seu orçamento pessoal, considerando o que você precisa para viver e o que você pode destinar para o pagamento dos credores. 1 Taxa de 7,26% ao mês referente à média das operações de empréstimo pessoal em outubro/15. Fonte: BACEN

Guia Financ F eir inanc o eir 1

Guia Financ F eir inanc o eir 1 Guia Financeiro1 DÍVIDAS: PROTEJA SEU BOLSO! DÍVIDAS SÃO SEMPRE RUINS? Pare e pense: você está endividado? Nem sempre isso é um problema: muitas pessoas têm dívidas, mas não sabem. Ao usar o cartão de

Leia mais

Como economizar dinheiro negociando com seu banco. negociecomseubanco.com.br 1

Como economizar dinheiro negociando com seu banco. negociecomseubanco.com.br 1 negociecomseubanco.com.br 1 Sumário Negocie Com Seu Banco... 3 Quem Somos... 3 Nossa Missão... 3 Este Ebook... 3 Introdução... 4 Como negociar... 6 1. Pesquise as taxas de juros na Negocie Com Seu Banco...

Leia mais

Saia do vermelho. Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? Fora de controle? Vire o jogo

Saia do vermelho. Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? Fora de controle? Vire o jogo 1016325-1 - abr/2012 Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? No site www.itau.com.br/usoconsciente, você encontra vídeos, testes e informações para uma gestão financeira eficiente. Acesse

Leia mais

PESQUISA DE JUROS ANEFAC ref a Novembro/2013 Após seis elevações no ano, taxas de juros das operações de crédito ficam estáveis

PESQUISA DE JUROS ANEFAC ref a Novembro/2013 Após seis elevações no ano, taxas de juros das operações de crédito ficam estáveis PESQUISA DE JUROS ANEFAC ref a Novembro/201 Após seis elevações no ano, taxas de juros das operações de crédito ficam estáveis Com 4,27 no mes, Minas Gerais e Paraná registraram as maiores taxas de juros

Leia mais

Use o crédito de forma consciente

Use o crédito de forma consciente Guia Financeiro 2 Use o crédito de forma consciente O crédito pode ser muito útil, tanto para realizar sonhos, quanto resolver algumas pendências financeiras, desde que você tenha um orçamento controlado

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS - MAIO As taxas de juros das operações de crédito ficaram estáveis em maio/2013. Vale destacar que em maio o Banco Central voltou a elevar

Leia mais

Guia do Crédito Certo. Para entender e usar corretamente.

Guia do Crédito Certo. Para entender e usar corretamente. Guia do Crédito Certo Para entender e usar corretamente. Índice 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Conhecendo o crédito. 1 \ O que fazer para ter uma vida financeira saudável? 2 Para que serve o crédito? 5 O Crédito Certo

Leia mais

Qual seu nível de preocupação?

Qual seu nível de preocupação? FASE DIFÍCIL EXIGE ORGANIZAÇÃO E DISCIPLINA. Qual seu nível de preocupação? Faça o teste e veja se o descontrole financeiro está afetando seu desempenho no trabalho. www.serasaconsumidor.com.br/testes/teste-indicador-de-educacao-financeira/

Leia mais

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO NUDECON. Núcleo de Defesa do Consumidor. Comissão de proteção e defesa do Consumidor SUPERENDIVIDADO

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO NUDECON. Núcleo de Defesa do Consumidor. Comissão de proteção e defesa do Consumidor SUPERENDIVIDADO DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO NUDECON Núcleo de Defesa do Consumidor Comissão de proteção e defesa do Consumidor SUPERENDIVIDADO O QUE É SUPERENDIVIDAMENTO? Impossibilidade global do devedor

Leia mais

Recupere a saúde financeira e garanta um futuro tranquilo. Campus da UNESP de São José do Rio Preto, 30/09/2015

Recupere a saúde financeira e garanta um futuro tranquilo. Campus da UNESP de São José do Rio Preto, 30/09/2015 Recupere a saúde financeira e garanta um futuro tranquilo Campus da UNESP de São José do Rio Preto, 30/09/2015 Objetivo geral Disseminar conhecimento financeiro e previdenciário dentro e fora da SP-PREVCOM

Leia mais

Para demonstrar melhor essa relação dos descontroles, abaixo destacaremos os fatores importante de que trataremos nesta etapa de finanças pessoais:

Para demonstrar melhor essa relação dos descontroles, abaixo destacaremos os fatores importante de que trataremos nesta etapa de finanças pessoais: FINANÇAS PESSOAIS Finanças na corda bamba Muitas vezes o desequilíbrio financeiro não está ligado necessariamente a aspectos financeiro, mas sim a aspectos psicológicos, ou seja, você até elabora seus

Leia mais

Endividado, brasileiro quer limitar valor de compras, pagar com recurso próprio e comprar celular, apura ANEFAC

Endividado, brasileiro quer limitar valor de compras, pagar com recurso próprio e comprar celular, apura ANEFAC PESQUISA ANEFAC DE UTILIZAÇÃO DO 13º SALÁRIO Endividado, brasileiro quer limitar valor de compras, pagar com recurso próprio e comprar celular, apura ANEFAC Pesquisa constata redução de 12,50% no número

Leia mais

1) Você tem conta bancária?

1) Você tem conta bancária? 1) Você tem conta bancária? Sim 33 37 Não 67 63 2) Você sabe quanto paga de tarifas bancárias? Sim 36 33 Não 64 67 3) O custo das tarifas bancárias influi (ou influiria) na sua escolha de qual banco tornar-se

Leia mais

PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL O GUIA PARA COMEÇAR A TER SUCESSO NAS FINANÇAS

PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL O GUIA PARA COMEÇAR A TER SUCESSO NAS FINANÇAS PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL O GUIA PARA COMEÇAR A TER SUCESSO NAS FINANÇAS SUMÁRIO INTRODUÇÃO 03 CONTROLE DE CONTAS 04 ENTENDER E CONTROLAR AS DESPESAS FIXAS E VARIÁVEIS 05 DEFINIR PRIORIDADES 07 IDENTIFICAR

Leia mais

1 IRPF - Entrega A partir do dia 06 de março tem início o período de entrega da Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda Pessoa Física. É importante ficar atento principalmente se você for obrigado

Leia mais

Gestão dos Pequenos Negócios

Gestão dos Pequenos Negócios Gestão dos Pequenos Negócios x Rangel Miranda Gerente Regional do Sebrae Porto Velho, RO, 20 de outubro de 2015 A Conjuntura Atual Queda na produção industrial Desemprego Alta dos juros Restrição ao crédito

Leia mais

Módulo 2 Pr T odít ut U os L e O S erx viços Financeiros

Módulo 2 Pr T odít ut U os L e O S erx viços Financeiros Módulo 2 Produtos TÍTULO e Serviços X Financeiros CRÉDITO PESSOAL Olá! Neste módulo, vamos aprofundar nossos conhecimentos sobre os produtos e serviços financeiros que podemos oferecer aos nossos clientes.

Leia mais

Guia do uso consciente do crédito. O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar.

Guia do uso consciente do crédito. O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar. Guia do uso consciente do crédito O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar. Afinal, o que é crédito? O crédito é o meio que permite a compra de mercadorias, serviços

Leia mais

Objetivos das Famílias e os Fundos de Investimento

Objetivos das Famílias e os Fundos de Investimento Objetivos das Famílias e os Fundos de Investimento Objetivos das Famílias e os Fundos de Investimento Prof. William Eid Junior Professor Titular Coordenador do GV CEF Centro de Estudos em Finanças Escola

Leia mais

Guia Prático ORGANIZAÇÃO FINANCEIRA PARA BANCAR A FACULDADE

Guia Prático ORGANIZAÇÃO FINANCEIRA PARA BANCAR A FACULDADE Guia Prático ORGANIZAÇÃO FINANCEIRA PARA BANCAR A FACULDADE ÍNDICE 1 Introdução 2 Qual a importância da educação financeira para estudantes? 3 Comece definindo onde é possível economizar 4 Poupar é muito

Leia mais

As 10 Melhores Dicas de Como Fazer um Planejamento Financeiro Pessoal Poderoso

As 10 Melhores Dicas de Como Fazer um Planejamento Financeiro Pessoal Poderoso As 10 Melhores Dicas de Como Fazer um Planejamento Financeiro Pessoal Poderoso Nesse artigo quero lhe ensinar a fazer um Planejamento Financeiro Pessoal Poderoso. Elaborei 10 dicas para você fazer um excelente

Leia mais

Declare guerra às dívidas!

Declare guerra às dívidas! Declare guerra às dívidas! Na semana passada nossa primeira dica foi dirigida aos trabalhadores que têm algum dinheiro guardado. Demos algumas sugestões simples para evitar que o tão sacrificado pé de

Leia mais

Guia do uso consciente do crédito. Dicas e informações para você usar o crédito sem perder o sono.

Guia do uso consciente do crédito. Dicas e informações para você usar o crédito sem perder o sono. Guia do uso consciente do crédito Dicas e informações para você usar o crédito sem perder o sono. Afinal, o que é crédito? O crédito é o meio que permite a compra de mercadorias, serviços ou obtenção e

Leia mais

Desde 1974, estimulando a poupança e ajudando a realizar sonhos! Setembro de 2015

Desde 1974, estimulando a poupança e ajudando a realizar sonhos! Setembro de 2015 cogem news Desde 1974, estimulando a poupança e ajudando a realizar sonhos! Setembro de 2015 Mês COGEM Poupança Janeiro 0,87% 0,59% Fevereiro 0,87% 0,52% Março 0,90% 0,63% Abril 0,94% 0,61% Maio 0,94%

Leia mais

Veja dicas para se livrar das dívidas e usar bem o crédito

Veja dicas para se livrar das dívidas e usar bem o crédito Veja dicas para se livrar das dívidas e usar bem o crédito Especialistas dão dicas para sair do vermelho. É fundamental planejar gastos e usar bem o crédito. Por Anay Cury e Gabriela Gasparin Do G1, em

Leia mais

COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO

COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO No Modelo de Plano de Negócio, disponível no seu ambiente do Concurso você terá um passo a passo para elaborar o seu Plano, bem como todo o conteúdo necessário

Leia mais

Planejamento Financeiro e Você. Ferramentas para a Conquista de Sonhos! Semana da Estratégia Nacional de Educação Financeira

Planejamento Financeiro e Você. Ferramentas para a Conquista de Sonhos! Semana da Estratégia Nacional de Educação Financeira Planejamento Financeiro e Você Ferramentas para a Conquista de Sonhos! Semana da Estratégia Nacional de Educação Financeira 2015 Hoje estamos aqui para falar de SONHOS e como realizá-los Você está Vivendo

Leia mais

COMO COMEÇAR 2016 se organizando?

COMO COMEÇAR 2016 se organizando? COMO COMEÇAR 2016 se organizando? Como começar 2016 se organizando? Conheça estratégias simples para iniciar o novo ano com o pé direito Você sabia que, de acordo com o Sebrae, os principais motivos que

Leia mais

APRENDENDO A PLANEJAR

APRENDENDO A PLANEJAR APRENDENDO A PLANEJAR A melhor e talvez a única llmaneira de ter um fffffffffffffff orçamento realista, que o ajude a controlar as contas no dia-a-dia e a realizar sonhos, é fazer um dddddd inventário

Leia mais

ebook Grátis - Limpe seu nome passo a passo

ebook Grátis - Limpe seu nome passo a passo www.consultacpfonline.com.br ebook Grátis - Limpe seu nome passo a passo 2 1 - Cheque sem fundo O que é? O cheque é um título de crédito e também uma ordem de pagamento à vista. É considerado um título

Leia mais

VAMOS PLANEJAR... As três palavras mágicas para um bom planejamento financeiro...

VAMOS PLANEJAR... As três palavras mágicas para um bom planejamento financeiro... FASCÍCULO IV VAMOS PLANEJAR... Se você ainda não iniciou seu planejamento financeiro, é importante fazê-lo agora, definindo muito bem seus objetivos, pois, independentemente da sua idade, nunca é cedo

Leia mais

Boletim Econômico Edição nº 86 outubro de 2014. Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico

Boletim Econômico Edição nº 86 outubro de 2014. Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Boletim Econômico Edição nº 86 outubro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Análise de indicadores bancários e financeiros em 2014 1 A concentração bancária brasileira em

Leia mais

Título: Consórcios Caixa. Keywords: Main keyword: consórcios caixa - repetitions: 3 Sugestões: mercado financeiro - repetitions:

Título: Consórcios Caixa. Keywords: Main keyword: consórcios caixa - repetitions: 3 Sugestões: mercado financeiro - repetitions: FINANÇAS PESSOAIS Consórcios Caixa Keywords: Main keyword: consórcios caixa - repetitions: 3 Sugestões: mercado financeiro - repetitions: Título: Consórcios Caixa como Projeto para sua Vida Metadescription:

Leia mais

Conseguimos te ajudar?

Conseguimos te ajudar? Controlar suas finanças deve ser um hábito. Não com o objetivo de restringir seus sonhos de consumo, mas sim de convidá-lo a planejar melhor a realização da cada um deles, gastando o seu dinheiro de maneira

Leia mais

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 2: Como Poupar

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 2: Como Poupar Educação Financeira Crédito Consignado Módulo 2: Como Poupar Objetivo Dar dicas importantes para que nossos clientes consigam ter uma poupança e vivam com mais segurança e tranquilidade O conteúdo deste

Leia mais

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa: 623 casos, gerando um erro máximo de 3,9%

Leia mais

[ GUIA ] GESTÃO FINANCEIRA PARA EMPREENDEDORES

[ GUIA ] GESTÃO FINANCEIRA PARA EMPREENDEDORES [ GUIA ] GESTÃO FINANCEIRA PARA EMPREENDEDORES D e s c u b r a c o m o m a n t e r o c a p i t a l d a e m p r e s a s o b c o n t r o l e p a r a f a z e r o n e g ó c i o c r e s c e r. Uma boa gestão

Leia mais

Matemática III. IFRS Campus Rio Grande

Matemática III. IFRS Campus Rio Grande 1.31. Introdução à Matemática Financeira Uma das aplicações das sequências é a Matemática Financeira. odemos associar os dois sistemas monetários com nossas As e Gs! O sistema de juros simples é associado

Leia mais

PESQUISA DE JUROS. Estas reduções podem ser atribuídas aos fatores abaixo:

PESQUISA DE JUROS. Estas reduções podem ser atribuídas aos fatores abaixo: PESQUISA DE JUROS Após longo período de elevação das taxas de juros das operações de crédito, as mesmas voltaram a ser reduzidas em setembro/2014 interrompendo quinze elevações seguidas dos juros na pessoa

Leia mais

Indicador de Dívidas em Atraso Belo Horizonte SPC CDL/BH Agosto/2015

Indicador de Dívidas em Atraso Belo Horizonte SPC CDL/BH Agosto/2015 Indicador de Dívidas em Atraso Belo Horizonte SPC CDL/BH Agosto/2015 Elaborado: Economia - Pesquisa & Mercado Equipe Técnica: Ana Paula Bastos Economista Sarah Ribeiro Estatística André Correia Analista

Leia mais

O desafio de gerenciar o fluxo de caixa. Gilvânia Banker

O desafio de gerenciar o fluxo de caixa. Gilvânia Banker Gilvânia Banker Manter as contas em dia é um grande desafio para quase todos os empreendedores. O fluxo de caixa de uma empresa, de acordo com o consultor contábil Charles Tessmann, é praticamente o coração

Leia mais

RELEASE Belo Horizonte, 1º de setembro de 2014

RELEASE Belo Horizonte, 1º de setembro de 2014 RELEASE Mesmo tendo de um a três cartões de crédito, consumidor da capital mineira prefere pagar em dinheiro Eles privilegiam o pagamento a vista e controlam os impulsos na hora das compras. Mas a maioria

Leia mais

PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE TESOURO DIRETO 4ª EDIÇÃO

PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE TESOURO DIRETO 4ª EDIÇÃO AS 10 PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE TESOURO DIRETO 4ª EDIÇÃO Olá, Investidor. Esse projeto foi criado por Bruno Lacerda e Rafael Cabral para te ajudar a alcançar mais rapidamente seus objetivos financeiros.

Leia mais

Os altos juros pagos pelo Estado brasileiro

Os altos juros pagos pelo Estado brasileiro Boletim Econômico Edição nº 91 dezembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Os altos juros pagos pelo Estado brasileiro Neste ano de 2014, que ainda não terminou o Governo

Leia mais

LIMITAÇÃO DA TAXA DE JUROS DO CARTÃO DE CRÉDITO

LIMITAÇÃO DA TAXA DE JUROS DO CARTÃO DE CRÉDITO LIMITAÇÃO DA TAXA DE JUROS DO CARTÃO DE CRÉDITO 1. EMENTA O objetivo do trabalho é analisar o PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº 140, de 2015, que limita a taxa de juros a ser cobrada nos financiamentos concedidos

Leia mais

PESQUISA EDUCAÇÃO FINANCEIRA. Orçamento Pessoal e Conhecimentos Financeiros

PESQUISA EDUCAÇÃO FINANCEIRA. Orçamento Pessoal e Conhecimentos Financeiros PESQUISA EDUCAÇÃO FINANCEIRA Orçamento Pessoal e Conhecimentos Financeiros Janeiro 2015 1. INTRODUÇÃO Quatro em cada dez consumidores consideram-se desorganizados financeiramente, mas sete em cada dez

Leia mais

ORÇAMENTO DOMÉSTICO PLANEJAMENTO DE COMPRAS FORMAS DE PAGAMENTO ECONOMIA DOMÉSTICA

ORÇAMENTO DOMÉSTICO PLANEJAMENTO DE COMPRAS FORMAS DE PAGAMENTO ECONOMIA DOMÉSTICA 2009 ORÇAMENTO DOMÉSTICO PLANEJAMENTO DE COMPRAS FORMAS DE PAGAMENTO ECONOMIA DOMÉSTICA A elaboração do orçamento doméstico nem sempre é uma tarefa fácil. Definir quais são as suas necessidades e planejar

Leia mais

PLANEJAMENTO FINANCEIRO E VOCÊ

PLANEJAMENTO FINANCEIRO E VOCÊ PLANEJAMENTO FINANCEIRO E VOCÊ Objetivo 3ª Semana Nacional de Educação Financeira - 2016 Divulgar a Estratégia Nacional de Educação Financeira (ENEF), uma política pública lançada em 2010, com a finalidade

Leia mais

ANEFAC Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração e Contabilidade

ANEFAC Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração e Contabilidade PESQUISA DE UTILIZAÇÃO DO 13º SALÁRIO A Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração (ANEFAC) realizou durante o mês de outubro de a 15ª edição da Pesquisa de Utilização do 13º salário.

Leia mais

Rodobens é destaque no website Infomoney

Rodobens é destaque no website Infomoney Rodobens é destaque no website Infomoney Por: Conrado Mazzoni Cruz 19/04/07-09h55 InfoMoney SÃO PAULO - Atualmente, falar sobre o mercado imobiliário brasileiro é entrar na discussão sobre um possível

Leia mais

O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente Junho/2015

O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente Junho/2015 O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente Junho/2015 1. INTRODUÇÃO 84% dos consumidores que não possuem conta corrente fazem compras parceladas O fato de não possuir conta em banco

Leia mais

ORÇAMENTO DOMÉSTICO PLANEJAMENTO DE COMPRAS FORMAS DE PAGAMENTO ECONOMIA DOMÉSTICA

ORÇAMENTO DOMÉSTICO PLANEJAMENTO DE COMPRAS FORMAS DE PAGAMENTO ECONOMIA DOMÉSTICA maio/2016 ORÇAMENTO DOMÉSTICO PLANEJAMENTO DE COMPRAS FORMAS DE PAGAMENTO ECONOMIA DOMÉSTICA A elaboração do orçamento doméstico nem sempre é uma tarefa fácil. Definir quais são as suas necessidades e

Leia mais

Boletim informativo: Brasil em Foco

Boletim informativo: Brasil em Foco mar/02 dez/02 set/03 jun/04 mar/05 dez/05 set/06 jun/07 mar/08 dez/08 set/09 jun/10 mar/02 dez/02 set/03 jun/04 mar/05 dez/05 set/06 jun/07 mar/08 dez/08 set/09 jun/10 Edição 3 Boletim informativo: Brasil

Leia mais

Guia Informativo Empréstimos Consignados

Guia Informativo Empréstimos Consignados 16/08/2012 PROCON Campinas Guia Informativo Empréstimos Consignados SÚMARIO: EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS:... 3 O que é o empréstimo consignado? 3 Quais os cuidados que se deve ter na contratação? 3 Como quitar

Leia mais

Dicas para investir em Imóveis

Dicas para investir em Imóveis Dicas para investir em Imóveis Aqui exploraremos dicas de como investir quando investir e porque investir em imóveis. Hoje estamos vivendo numa crise política, alta taxa de desemprego, dólar nas alturas,

Leia mais

Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor - Procon-SP

Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor - Procon-SP Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor - Procon-SP É permitida a reprodução total ou parcial, desde que citada a fonte. Projeto Gráfico, Capa e Ilustrações Carlos Alberto Damiano São Paulo junho/2014

Leia mais

5 Plano Financeiro. Investimento total. investimentos fixos; capital de giro; investimentos pré-operacionais. 5.1 Estimativa dos investimentos fixos

5 Plano Financeiro. Investimento total. investimentos fixos; capital de giro; investimentos pré-operacionais. 5.1 Estimativa dos investimentos fixos 5 Plano Financeiro Investimento total Nessa etapa, você irá determinar o total de recursos a ser investido para que a empresa comece a funcionar. O investimento total é formado pelos: investimentos fixos;

Leia mais

DESTRINCHANDO IR PROGRESSIVO OU REGRESSIVO?

DESTRINCHANDO IR PROGRESSIVO OU REGRESSIVO? DESTRINCHANDO IR PROGRESSIVO OU REGRESSIVO? Escrito em 25 de setembro de 2013 Por Christian Fernandes em. Receba atualizações clicando aqui. Última Atualização em23 de junho de 2015 Introdução Uma das

Leia mais

Mais da metade dos brasileiros pagam compras com o cartão de crédito, principalmente roupas, calçados e eletrodomésticos

Mais da metade dos brasileiros pagam compras com o cartão de crédito, principalmente roupas, calçados e eletrodomésticos USO DO CARTÃO DE CRÉDITO Mais da metade dos brasileiros pagam compras com o cartão de crédito, principalmente roupas, calçados e eletrodomésticos Mais da metade dos brasileiros (53%) faz uso do cartão

Leia mais

O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente

O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente Maio de 2015 Slide 1 OBJETIVOS DO ESTUDO Mapear atitudes e comportamentos das pessoas que não possuem conta corrente em banco com relação

Leia mais

E m p r é s t i m o E cartão consignado direcionados a aposentados E pensionistas

E m p r é s t i m o E cartão consignado direcionados a aposentados E pensionistas Empréstimo e ca rt ã o c o n s i g n a d o d irec io na do s a apos e nta do s e pe ns io nis ta s Todo aquele que recebe benefícios de aposentadoria ou pensão por morte pagos pela Previdência Social,

Leia mais

Com inflação e juros em alta, hora de fazer 'ajuste fiscal' em casa

Com inflação e juros em alta, hora de fazer 'ajuste fiscal' em casa Veículo: O Globo Data: 07/09/15 Com inflação e juros em alta, hora de fazer 'ajuste fiscal' em casa Em tempos de desaceleração da economia e inflação e juros em alta, a cada mês as famílias se deparam

Leia mais

Aprenda como renegociar suas dívidas e A TER

Aprenda como renegociar suas dívidas e A TER Aprenda como renegociar suas dívidas e VOLTAR A TER CRÉDITO O PROBLEMA FINANCEIRO PODE LEVAR SUA FAMÍLIA À RUÍNA. A dívida entra pela porta da frente e o amor sai pela porta dos fundos. É fácil identificar

Leia mais

COMO FUNCIONA NOSSA CONSULTORIA DE MARKETING DIGITAL ESPECIALIZADA EM VENDAS ONLINE

COMO FUNCIONA NOSSA CONSULTORIA DE MARKETING DIGITAL ESPECIALIZADA EM VENDAS ONLINE www.agenciaatos.com.br COMO FUNCIONA NOSSA CONSULTORIA DE MARKETING DIGITAL ESPECIALIZADA EM VENDAS ONLINE APLICAÇÃO DA CONSULTORIA EM VENDAS ONLINE É assim que os resultados são gerados. No entanto, é

Leia mais

Titulo: Fluxo de Caixa. 2016 Fernando Nunes. Todos os direitos reservados Ilustração: Jackson Santos. Edição: Glaciele Kaufmann 1 Edição

Titulo: Fluxo de Caixa. 2016 Fernando Nunes. Todos os direitos reservados Ilustração: Jackson Santos. Edição: Glaciele Kaufmann 1 Edição Titulo: Fluxo de Caixa 2016. Todos os direitos reservados Ilustração: Jackson Santos Edição: Glaciele Kaufmann 1 Edição Introdução Pedro era um pequeno empresário que trabalhava muito em seu negócio.

Leia mais

GOVERNO. Orçamento Cidadão 2015

GOVERNO. Orçamento Cidadão 2015 REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE GOVERNO Orçamento Cidadão 2015 Os recursos públicos do Estado são recursos públicos do povo e para o povo, condição que dá ao cidadão o direito de saber como

Leia mais

Introdução. elaborada pela Fundação Libertas e pela Gama Consultores, e aprovada pela Prodemge e pela

Introdução. elaborada pela Fundação Libertas e pela Gama Consultores, e aprovada pela Prodemge e pela Introdução E sta cartilha apresenta a Estratégia Previdencial que está sendo adotada para solucionar os problemas enfrentados pelo Plano Prodemge RP5-II (modalidade BD). A estratégia foi elaborada pela

Leia mais

! Revisão de conceitos importantes! Fluxo com VRG diluído! Fluxo com VRG no final do contrato! Comparação com outras alternativas de financiamento

! Revisão de conceitos importantes! Fluxo com VRG diluído! Fluxo com VRG no final do contrato! Comparação com outras alternativas de financiamento CAVALCANTE & COMO MONTAR O FLUXO DE CAIXA EM! Revisão de conceitos importantes! Fluxo com VRG diluído! Fluxo com VRG no final do contrato! Comparação com outras alternativas de financiamento Autores: Francisco

Leia mais

Taxa básica de juros e a poupança

Taxa básica de juros e a poupança UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO, ATUÁRIA, SECRETARIADO E CONTABILIDADE DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO Análise de Investimentos Prof. Isidro LEITURA COMPLEMENTAR # 2 Taxa

Leia mais

Indicador de Recuperação de Crédito SPC CDL/BH ABRIL/2016

Indicador de Recuperação de Crédito SPC CDL/BH ABRIL/2016 Indicador de Recuperação de Crédito SPC CDL/BH ABRIL/2016 Elaborado: Economia - Pesquisa & Mercado Equipe Técnica: Economista Ana Paula Bastos Estatística Sarah Ribeiro Analista de economia André Correia

Leia mais

Relatório de Pesquisa. Março 2013

Relatório de Pesquisa. Março 2013 Relatório de Pesquisa SONDAGEM CONJUNTURAL DO VAREJO BRASILEIRO Março 2013 SONDAGEM CONJUNTURAL DO VAREJO BRASILEIRO Pesquisa realizada pela CNDL e SPC Brasil. Foram ouvidos em todo o país 615 varejistas.

Leia mais

Como o consumidor brasileiro paga as contas (consumidores) Outubro 2012

Como o consumidor brasileiro paga as contas (consumidores) Outubro 2012 Como o consumidor brasileiro paga as contas (consumidores) Outubro 2012 METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa Perfil Adimplente

Leia mais

1 Onde estou e aonde quero chegar

1 Onde estou e aonde quero chegar Seu futuro é agora O Programa RENDA MAIS da Fundação Atlântico tem como objetivo fomentar o conhecimento sobre educação financeira e previdenciária junto aos seus Participantes. No módulo de Educação Financeira

Leia mais

PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA Guia rápido de informações importantes - Faixas II e III

PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA Guia rápido de informações importantes - Faixas II e III O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O CONTRATO DE FINANCIAMENTO HABITACIONAL FAIXAS II E III Antes de tudo, gostaríamos de parabenizá-lo pela COMPRA DO SEU IMÓVEL e assinatura do seu contrato de financiamento.

Leia mais

Como gerenciar as finanças em tempos de crise? Autor: Paulo Costa - Data: 24/09/2015

Como gerenciar as finanças em tempos de crise? Autor: Paulo Costa - Data: 24/09/2015 Como gerenciar as finanças em tempos de crise? Autor: Paulo Costa - Data: 24/09/2015 Estamos em crise? Como a crise política e econômica vivida atualmente no Brasil afeta você e sua família? Inflação Desemprego

Leia mais

Palavras de Quem Entende

Palavras de Quem Entende DUMBA Amigo(a) Eu me chamo Silvio Damásio e venho te convidar para participar deste negócio comigo. Eu acredito que estamos diante de uma incrível forma de ganhar dinheiro em quantidade e honestamente.

Leia mais

O mercado monetário. Mercado Financeiro - Prof. Marco Arbex. Os mercados financeiros são subdivididos em quatro categorias (ASSAF NETO, 2012):

O mercado monetário. Mercado Financeiro - Prof. Marco Arbex. Os mercados financeiros são subdivididos em quatro categorias (ASSAF NETO, 2012): O mercado monetário Prof. Marco A. Arbex marco.arbex@live.estacio.br Blog: www.marcoarbex.wordpress.com Os mercados financeiros são subdivididos em quatro categorias (ASSAF NETO, 2012): Mercado Atuação

Leia mais

Índice. Manual de Educação Financeira COOPERFEMSA...02. O que é Educação Financeira?...03. Orçamento Familiar...04. Por que compramos?...

Índice. Manual de Educação Financeira COOPERFEMSA...02. O que é Educação Financeira?...03. Orçamento Familiar...04. Por que compramos?... Índice Manual de Educação Financeira COOPERFEMSA...02 O que é Educação Financeira?...03 Orçamento Familiar...04 Por que compramos?...05 A influência da Mídia e da Publicidade...06 Por isso, é preciso:...07

Leia mais

Não. A Sabesprev tem dinheiro em caixa suficiente para garantir o pagamento aos beneficiários pelos próximos anos. O que existe é um déficit atuarial.

Não. A Sabesprev tem dinheiro em caixa suficiente para garantir o pagamento aos beneficiários pelos próximos anos. O que existe é um déficit atuarial. PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE O SABESPREV MAIS. 1. A Sabesprev está em dificuldades financeiras? Não. A Sabesprev tem dinheiro em caixa suficiente para garantir o pagamento aos beneficiários pelos próximos

Leia mais

CLIPPING. Destaques: Nesta edição: Superintendência de Comunicação Integrada. Contribuinte banca R$ 10,6 mil por ano com transporte oficial - p.

CLIPPING. Destaques: Nesta edição: Superintendência de Comunicação Integrada. Contribuinte banca R$ 10,6 mil por ano com transporte oficial - p. XXI 204 16/09/2013 Superintendência de Comunicação Integrada CLIPPING Nesta edição: Clipping Geral Procon-MG Destaques: Contribuinte banca R$ 10,6 mil por ano com transporte oficial - p. 01 Incra consegue,

Leia mais

ipea políticas sociais acompanhamento e análise 7 ago. 2003 117 GASTOS SOCIAIS: FOCALIZAR VERSUS UNIVERSALIZAR José Márcio Camargo*

ipea políticas sociais acompanhamento e análise 7 ago. 2003 117 GASTOS SOCIAIS: FOCALIZAR VERSUS UNIVERSALIZAR José Márcio Camargo* GASTOS SOCIAIS: FOCALIZAR VERSUS UNIVERSALIZAR José Márcio Camargo* Como deve ser estruturada a política social de um país? A resposta a essa pergunta independe do grau de desenvolvimento do país, da porcentagem

Leia mais

Oficina Porcentagem e Juros

Oficina Porcentagem e Juros Oficina Porcentagem e Juros Esta oficina está dividida em duas partes. A primeira consiste em uma revisão do conceito de porcentagem. Na segunda parte, os conceitos vistos na primeira parte serão aplicados

Leia mais

SUPER CURSO DE CONHECIMENTOS BANCÁRIOS E SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL SIMULADO 01 - BACEN e CMN Professor: Tiago Zanolla

SUPER CURSO DE CONHECIMENTOS BANCÁRIOS E SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL SIMULADO 01 - BACEN e CMN Professor: Tiago Zanolla SIMULADO Conhecimentos Bancários e SFN QUESTÃO 01 (INÉDITA TZ 2013) Considerando o Sistema Financeiro Nacional, assinale a única alternativa que traz a correta correlação de itens: 1. Funding 2. Spread

Leia mais

Pagamento via Celular. Guia Prático. Cartão Ecopag. Pagamento via Celular

Pagamento via Celular. Guia Prático. Cartão Ecopag. Pagamento via Celular Pagamento via Celular Guia Prático Cartão Ecopag Pagamento via Celular VALIDADE MARCELO TELLES 08/15 Parabéns! Agora você já pode dizer para todo mundo que tem um fantástico cartão de crédito e pagamento

Leia mais

CAPITAL DE GIRO: ESSÊNCIA DA VIDA EMPRESARIAL

CAPITAL DE GIRO: ESSÊNCIA DA VIDA EMPRESARIAL CAPITAL DE GIRO: ESSÊNCIA DA VIDA EMPRESARIAL Renara Tavares da Silva* RESUMO: Trata-se de maneira ampla da vitalidade da empresa fazer referência ao Capital de Giro, pois é através deste que a mesma pode

Leia mais

Educação Financeira. Sócio diretor: André Daniel Hayashi andre.hayashi@ctminvest.com.br

Educação Financeira. Sócio diretor: André Daniel Hayashi andre.hayashi@ctminvest.com.br Educação Financeira Sócio diretor: André Daniel Hayashi andre.hayashi@ctminvest.com.br É comum estar endividado? 21% 9% 70% Endividados Poupadores Investidores Slide 2/4 ALERTA!! Juros no cartão de crédito:

Leia mais

Poupança, CDB ou Tesouro Direto? Veja vantagens de cada investimento

Poupança, CDB ou Tesouro Direto? Veja vantagens de cada investimento Poupança, CDB ou Tesouro Direto? Veja vantagens de cada investimento A poupança é mais popular, mas rendimento perde da inflação. Saiba como funciona cada uma dos três formas de guardar seu dinheiro. Karina

Leia mais

Fluxo de Caixa O dia-a-dia das finanças em sua empresa!

Fluxo de Caixa O dia-a-dia das finanças em sua empresa! Fluxo de Caixa O dia-a-dia das finanças em sua empresa! É muito frequente, no ambiente do SEBRAE-SP, o empresário chegar com muitas dúvidas sobre as finanças da sua empresa. E finanças, como sabemos, é

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA BÁSICA

MATEMÁTICA FINANCEIRA BÁSICA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS - UNICAMP INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS - IFCH DEPARTAMENTO DE ECONOMIA E PLANEJAMENTO ECONÔMICO - DEPE CENTRO TÉCNICO ECONÔMICO DE ASSESSORIA EMPRESARIAL

Leia mais

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 3: Gerenciamento de dívidas

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 3: Gerenciamento de dívidas Educação Financeira Crédito Consignado Módulo 3: Gerenciamento de dívidas Objetivo Auxiliar no gerenciamento de dívidas e de como quitá-las, conscientizando as pessoas da importância em diminui-las e de

Leia mais

COMO MINIMIZAR AS DÍVIDAS DE UM IMÓVEL ARREMATADO

COMO MINIMIZAR AS DÍVIDAS DE UM IMÓVEL ARREMATADO PROLEILOES.COM COMO MINIMIZAR AS DÍVIDAS DE UM IMÓVEL ARREMATADO PROCESSOS QUE PODEM FAZER COM QUE VOCÊ CONSIGA QUITAR DÍVIDAS PENDENTES DE UM ÍMOVEL ARREMATADO EM LEILÃO, PAGANDO MENOS QUE O SEU VALOR

Leia mais

GUIA DE AVALIAÇÃO DE CLIENTES PARA PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO PÓS-DESASTRE

GUIA DE AVALIAÇÃO DE CLIENTES PARA PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO PÓS-DESASTRE GUIA DE AVALIAÇÃO DE CLIENTES PARA PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO PÓS-DESASTRE Este documento é uma tradução do crioulo haitiano e alguns termos foram adaptados para facilitar sua relevância para um público mais

Leia mais

ATENÇÃO. O Banco do Brasil apesar de não ser mais uma autoridade, ainda exerce atividades típicas de Banco Central.

ATENÇÃO. O Banco do Brasil apesar de não ser mais uma autoridade, ainda exerce atividades típicas de Banco Central. 1. BREVE HISTÓRICO DO SFN O SFN brasileiro é relativamente novo. Tem pouco mais de 50 anos. Foi criado em 1964. Mas isso não quer dizer que não existiam instituições financeiras anteriormente. Com a vinda

Leia mais

RELATÓRIOS GERENCIAIS

RELATÓRIOS GERENCIAIS RELATÓRIOS GERENCIAIS Neste treinamento vamos abordar o funcionamento dos seguintes relatórios gerenciais do SisMoura: Curva ABC Fluxo de Caixa Semanal Análise de Lucratividade Análise Financeira o Ponto

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito ficaram praticamente estáveis em janeiro/2013 frente a dezembro/2012. Pessoa Física Das seis

Leia mais

http://www.defatoonline.com.br/noticias/ultimas/?idnoticia=9265

http://www.defatoonline.com.br/noticias/ultimas/?idnoticia=9265 http://www.defatoonline.com.br/noticias/ultimas/?idnoticia=9265 OPÇÃO. GENTE COM DÍVIDA NO CARTÃO JÁ ADERIU À MODALIDADE Crédito mais fácil para quem dá imóvel como garantia 05/04/2010 09H00 Mercado brasileiro

Leia mais

08 Capital de giro e fluxo de caixa

08 Capital de giro e fluxo de caixa 08 Capital de giro e fluxo de caixa Qual o capital que sua empresa precisa para funcionar antes de receber o pagamento dos clientes? Como calcular os gastos, as entradas de dinheiro, e as variações de

Leia mais

A gente trabalha para você crescer

A gente trabalha para você crescer A gente trabalha para você crescer Índice 3 Sobre a Serasa Experian 5 Visão e Missão Serasa Experian 7 Presença global 7 Agências Serasa Experian no Brasil 9 Unidades de Negócios 11 Soluções para os desafios

Leia mais

Mercado de meios de pagamento eletrônico. ANO II Outubro/2009

Mercado de meios de pagamento eletrônico. ANO II Outubro/2009 Mercado de meios de pagamento eletrônico ANO II Outubro/2009 Objetivo Estudar a utilização dos meios eletrônicos de pagamento e os níveis de satisfação dos consumidores e estabelecimentos comerciais, em

Leia mais