Síntese dos resultados Meses

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Síntese dos resultados Meses"

Transcrição

1

2 Núcleo de Pesquisas Fevereiro registra pequeno aumento do percentual de famílias catarinenses endividadas, entretanto, parcela de famílias com contas em atraso apresenta queda O percentual de famílias catarinenses endividadas apresentou elevação em fevereiro, passando de 85,7% em janeiro para 88% em fevereiro, ou seja, expansão de 2,3%. Mesmo assim, o importante a ressaltar é o fato de que a parcela das famílias com contas em atraso caiu 1,4% mensalmente, de 21,7% em janeiro para 20,3% em fevereiro. Queda que também se repetiu na comparação com fevereiro do ano anterior, quando o percentual de famílias inadimplentes era de 21,6%. Situação da família Síntese dos resultados Fev/11 Meses Jan/12 Fev/12 Total de endividadas 84,0% 85,7% 88,0% Dívidas ou contas em atraso 21,6% 21,7% 20,3% Não terão condições de pagar 5,4% 9,2% 9,3% Análise do endividamento A expansão mensal de 2,3% no percentual de famílias endividadas em Santa Catarina passando de 85,7% em janeiro para 88% em fevereiro tem relação com as liquidações de início de ano. Essas liquidações realizadas pelas lojas comumente apresentam preços e prazos muito atrativos, o que estimula fortemente o endividamento das famílias. Já a expansão anual de 4% do endividamento tem, por um lado, razão de ser no próprio aumento do emprego e da renda ocorrido em Esse aumento da renda garante que mais famílias tenham acesso ao crédito ao consumidor, o que garante maiores percentuais de famílias endividadas. Além do mais, o crescimento de 14% no salário mínimo neste início de ano contribuiu para tal resultado. Outro fator que contribuiu para tal crescimento das famílias com dívidas foi a revisão das medidas de contenção ao crédito ao consumidor e as recorrentes quedas na taxa básica de juros da segunda metade de Ou seja, uma nova política monetária expansiva foi adotada pelo Banco Central, o que garante um novo ciclo de expansão do endividamento, fato que será sentido nos próximos meses. Já com relação ao nível deste endividamento, houve um crescimento mensal de 1,4% no percentual de famílias muito endividadas, que passou a ser de 42,8% em fevereiro. Na contramão, as famílias pouco endividadas diminuíram, passando de 9,2% em janeiro para 8,6% em fevereiro. Já se comparado a fevereiro do ano anterior, o crescimento das famílias muito endividadas é muito mais expressivo, de 27,6%. Na análise por faixa de renda, as famílias com renda maior do que 10 salários mínimos são as mais endividadas. 52,6% destas famílias encontram-se muito endividadas, enquanto que 40,6% das famílias com

3 rendimento inferior a 10 salários mínimos aparecem na mesma condição. Fator que é favorável, já que as famílias menos propensas a não pagar suas dívidas são as mais endividadas, o que dá segurança ao comerciante. Nível de endividamento Categoria Fev/11 Jan/12 Fev/12 Muito endividado 15,2% 41,4% 42,8% Mais ou menos endividado 29,3% 35,2% 36,7% Pouco endividado 39,5% 9,2% 8,6% Não tem dívidas desse tipo 16,0% 14,3% 12,0% Não sabe 0,0% 0,0% 0,0% Não respondeu 0,0% 0,0% 0,0% No que tange ao tipo de endividamento das famílias, o cartão de crédito aparece como a principal forma de dívida dos catarinenses (44,1%), sendo seguido pelo financiamento de carros (24%), pelos carnês (12,1%) e pelos financiamentos de casas (9,9%). Chama atenção o fato de que quase 25% das dívidas dos catarinenses se dá com a compra de automóveis, percentual que pode ser considerado bastante elevado. Tipos de dívidas Não respondeu Não sabe Outras dívidas Financiamento de Casa Financiamento de Carro Carnês Crédito pessoal Crédito consignado Cheque pré-datado Cheque especial Cartão de crédito 0,0% 0,2% 1,3% 3,7% 1,3% 1,7% 2,2% 9,9% 12,1% 24,0% 44,1% Já em relação ao tempo de comprometimento com dívidas, as famílias do estado apresentam um tempo médio de 5,9 meses. Se comparado a fevereiro, houve crescimento, já que antes o tempo médio de comprometimento era de 5,7 meses. A maioria das famílias, no entanto, tem dívidas de menos de 3 meses (49%), sendo acompanhadas por 34,8% de famílias com dívidas de mais de 1 ano, por 8,9% com dívidas entre 3 e 6 meses e 6,7% entre 6 meses e 1 ano. Na comparação por faixa de renda, as famílias de renda maior que 10 salários mínimos tem um tempo médio de comprometimento de 5,8 meses e as famílias com renda inferior a isso 6 meses. Finalizando a parte do endividamento, outra questão bastante relevante a ser analisada é a parcela média de comprometimento da renda das famílias com o pagamento das parcelas das dívidas. Esta parcela média da renda comprometida ficou em 26,3% em fevereiro, um pouco maior que os 25,7% registrados em janeiro. Por faixa

4 de renda o resultado é um pouco diferente, as famílias de renda maior que 10 salários mínimos têm em média 23,6% da sua renda comprometida, enquanto que as famílias de renda menor têm uma média de 26,9% da renda comprometida. Parcela da renda comprometida com dívidas Menos de 10% De 11% a 50% Superior a 50% Não sabe / Não respondeu 2,8% 2,2% 22,7% 72,4% Análise das contas em atraso Na contramão do aumento das dívidas, as famílias inadimplentes apresentaram queda em fevereiro, tanto mensal (-1,4%) quanto anual (-1,3%), sendo que 20,3% das famílias catarinenses mostraram ter contas em atraso. Estas quedas são bastante importantes, e estão ancoradas na melhor situação da renda das famílias catarinenses deste início de ano, o que fez com que as mesmas honrassem de forma mais veemente seus compromissos financeiros. Adentrando com maior nível de detalhes nas características das contas em atraso das famílias do estado, 30,8% das pessoas entrevistadas afirmaram que terão condição de pagar totalmente estas dívidas atrasadas, enquanto que 23,4% deles afirmaram que pagarão apenas parcialmente seus atrasos e a maior parte, 45,8%, disseram que não terão como pagar suas contas atrasadas. Relativamente ao tempo de atraso das contas, em fevereiro este ficou em uma média de 67 dias, mesmo resultado de janeiro. Por faixa de rendimento, as famílias de maiores rendimentos tem tempo médio de atraso de 54 dias enquanto que as famílias de menores rendimentos têm 68 dias em média de conta em atraso. Análise das famílias que não terão condições de pagar suas dívidas Finalizando, o percentual de famílias que disseram não ter condições de pagar suas dívidas futuras cresceu de 9,2% em janeiro para 9,3% em fevereiro. Já na comparação anual a expansão foi maior, já que em fevereiro de 2011 este percentual era de apenas 5,4%. Conclusão

5 A expansão da renda dos catarinenses deste início de ano, que tem como ponto central o forte crescimento de 14% no salário mínimo contribuiu para, por um lado, elevar o endividamento através de uma maior segurança das famílias para auferir novas dívidas e, por outro lado, reduzir o percentual de famílias com contas atrasadas. Juntamente a isso, as liquidações realizadas em janeiro também impeliram para que as famílias do estado se lançassem às compras, o que também ajudou no aumento das dívidas e foi captado pela PEIC de fevereiro. No geral, apesar da parcela de famílias endividadas ser elevada, a qualidade das dívidas não é ruim, pelo contrário, é bastante segura. O fato do emprego e da renda no Brasil e em Santa Catarina tender a continuar se expandindo neste ano, juntamente com a verificação de que a parcela de comprometimento da renda familiar com o pagamento das dívidas é pequena (26,3%), garantem que esse elevado endividamento não se transforme em uma crise de inadimplência, sendo plausível até mesmo que o crédito ao consumidor continue se expandindo. Metodologia Foram entrevistados consumidores em potencial, residentes no Município de Florianópolis, com idade superior a 18 anos. Para fixar a precisão do tamanho da amostra, admitiu-se que 95% das estimativas poderiam diferir do valor populacional desconhecido p por no máximo 3,5%, isto é, o valor absoluto d (erro amostral) assumiria no máximo valor igual a 0,035 sob o nível de confiança de 95%, para uma população constituída de consumidores em potencial. Preferiu-se adotar o valor antecipado para p igual a 0,50 com o objetivo de maximizar a variância populacional, obtendo-se maior aproximação para o valor da característica na população. Em outras palavras, fixou-se um maior tamanho da amostra para a precisão fixada. Assim, o número mínimo de consumidores a serem entrevistados foi de 500, ou seja, com uma amostra de no mínimo 500 consumidores, esperou-se que 95% dos intervalos de confiança estimados, com semi-amplitude máxima igual a 0,035, contivessem as verdadeiras freqüências.

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Novembro de 2016 SUMÁRIO ANÁLISE

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro PEIC Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atrasos Não Terão Condições de Pagar mar/10 63,0% 27,3% 8,7% fev/11 65,3%

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Março de 2016 SUMÁRIO ANÁLISE DO

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Março de 2017 SUMÁRIO ANÁLISE DO

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro. Novembro de 2016

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro. Novembro de 2016 CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Novembro de 2016 Peic Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atraso Não Terão Condições de Pagar nov/15 61,0% 22,7%

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro. Dezembro de 2016

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro. Dezembro de 2016 CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Dezembro de 2016 Peic Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atraso Não Terão Condições de Pagar dez/15 61,1% 23,2%

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro. Setembro de 2016

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro. Setembro de 2016 CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Setembro de 2016 Peic Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atraso Não Terão Condições de Pagar set/15 63,5% 23,1%

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro Outubro/2013

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro Outubro/2013 CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro Outubro/2013 PEIC Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atrasos Não Terão Condições de Pagar out/12 59,2% 20,5%

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Abril de 2016 Peic Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atraso Não Terão Condições de Pagar abr/15 61,6% 19,7%

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Maio de 2016 SUMÁRIO ANÁLISE DO

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro PEIC Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atrasos Não Terão Condições de Pagar Mai/11 64,2% 24,4% 8,6% Abr/12 56,8%

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro 22.06.2010 PEIC Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Abr Mai Jun Total de Endividados 58,0% 58,7% 54,0% Dívidas ou Contas em Atrasos 24,4% 25,1% 23,5% Não

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Agosto de 2015 Peic Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atraso Não Terão Condições de Pagar ago/14 63,6% 19,2%

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF. Intenção de Consumo das Famílias

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF. Intenção de Consumo das Famílias Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF Intenção de Consumo das Famílias Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Março de 2016 SUMÁRIO EMPREGO, REN DA E CONSUMO ATUAIS...

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Julho de 2016 SUMÁRIO ANÁLISE DO

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC Goiânia - GO agosto 2010 SUMÁRIO Análise dos Resultados 3 Tabela 1 PEIC - Evolução nos últimos 13 meses 3 Tabela 2 PEIC Evolução nos últimos

Leia mais

Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) BLUMENAU

Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) BLUMENAU Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) BLUMENAU Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) BLUMENAU FECOMÉRCIO SC SUMÁRIO Endividamento em Blumenau 7 Considerações

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC Porto Alegre - RS FEVEREIRO/2017 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 1. Nível de endividamento... 4 2. Tipo de dívida... 5 3. Famílias com contas

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC GOIÂNIA - GO

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC GOIÂNIA - GO PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC GOIÂNIA - GO MARÇO/2013 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela 3 - Famílias

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC CURITIBA - PR MARÇO/2016 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela 3 -

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PORTO ALEGRE - RS

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PORTO ALEGRE - RS PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PORTO ALEGRE - RS SETEMBRO/2012 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC Porto Alegre - RS JANEIRO/2017 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 1. Nível de endividamento... 4 2. Tipo de dívida... 5 3. Famílias com contas

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC CUIABÁ - MT ABRIL/2016 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela 3 - Famílias

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PORTO ALEGRE - RS DEZEMBRO/2016 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC SÃO LUÍS - MA ABRIL/2016 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela 3 -

Leia mais

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC

PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC PESQUISA DE ENDIVIDAMENTO E INADIMPLE NCIA DO CONSUMIDOR - PEIC MACEIÓ - AL DEZEMBRO/2016 SUMÁRIO Histórico da PEIC... 3 Tabela 1 - Nível de endividamento... 4 Tabela 2 - Tipo de dívida... 5 Tabela 3 -

Leia mais

HABILIDADES FINANCEIRAS E RESTRIÇÕES AO CONSUMO DOS INADIMPLENTES NO BRASIL

HABILIDADES FINANCEIRAS E RESTRIÇÕES AO CONSUMO DOS INADIMPLENTES NO BRASIL HABILIDADES FINANCEIRAS E RESTRIÇÕES AO CONSUMO DOS INADIMPLENTES NO BRASIL Setembro 2016 INTRODUÇÃO Boa parte dos inadimplentes não tem conhecimento de aspectos importantes da sua situação financeira.

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF. Intenção de Consumo das Famílias

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF. Intenção de Consumo das Famílias Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF Intenção de Consumo das Famílias Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Janeiro de 2017 SUMÁRIO EMPREGO, RENDA E CONSUMO ATUAIS...

Leia mais

ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR Belo Horizonte - Fevereiro/2017

ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR Belo Horizonte - Fevereiro/2017 ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR Belo Horizonte - Fevereiro/2017 Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor - PEIC A PEIC traça o quadro de endividamento e inadimplência dos consumidores

Leia mais

Redução no Endividamento das famílias evidencia a queda nas vendas do varejo e reflexo da instabilidade econômica e política no País.

Redução no Endividamento das famílias evidencia a queda nas vendas do varejo e reflexo da instabilidade econômica e política no País. Redução no Endividamento das famílias evidencia a queda nas vendas do varejo e reflexo da instabilidade econômica e política no País. Lúcia Cristina de Andrade Lisboa Assessora Econômica / Fecomércio-PA

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICEC. Índice de Confiança do Empresário do Comércio

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICEC. Índice de Confiança do Empresário do Comércio Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICEC Índice de Confiança do Empresário do Comércio Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Agosto de 2016 SUMÁRIO CON DIÇÕES ATUAIS

Leia mais

VILÕES DA INADIMPLÊNCIA Setembro/15

VILÕES DA INADIMPLÊNCIA Setembro/15 VILÕES DA INADIMPLÊNCIA Setembro/15 Empréstimo e cartão de loja são os principais instrumentos financeiros que levam à inadimplência O estudo conduzido pelo SPC Brasil e Meu Bolso Feliz, tem como objetivo

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF. Intenção de Consumo das Famílias

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF. Intenção de Consumo das Famílias Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF Intenção de Consumo das Famílias Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Junho de 2016 SUMÁRIO EMPREGO, RENDA E CONSUMO ATUAIS...

Leia mais

Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina

Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Índice de Confiança do Empresário do Comércio Catarinense de setembro de 2014 Otimismo do empresário do comércio catarinense sobe na comparação mensal

Leia mais

Aprofundamento da crise mundial e seus impactos na economia brasileira afetam negativamente a confiança do empresário do comércio catarinense

Aprofundamento da crise mundial e seus impactos na economia brasileira afetam negativamente a confiança do empresário do comércio catarinense Aprofundamento da crise mundial e seus impactos na economia brasileira afetam negativamente a confiança do empresário do comércio catarinense O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) catarinense

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF. Intenção de Consumo das Famílias

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF. Intenção de Consumo das Famílias Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF Intenção de Consumo das Famílias Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Novembro de 2016 SUMÁRIO EMPREGO, RENDA E CONSUMO ATUAIS...

Leia mais

PERFIL DE ENDIVIDAMENTO DO CONSUMIDOR DE FORTALEZA (CE) - ABRIL

PERFIL DE ENDIVIDAMENTO DO CONSUMIDOR DE FORTALEZA (CE) - ABRIL PERFIL DE ENDIVIDAMENTO DO CONSUMIDOR DE FORTALEZA (CE) - ABRIL 2015 - Elaboração: Francisco Estevam Martins de Oliveira, Estatístico Roberto Guerra, Coordenador de campo SUMÁRIO 1. Resultados Sintéticos

Leia mais

O perfil do endividamento das famílias brasileiras em 2016

O perfil do endividamento das famílias brasileiras em 2016 O perfil do endividamento das famílias brasileiras em 2016 A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor mostra que em 2016 houve redução de 3,9% no número médio de famílias com dívidas, com

Leia mais

ENDIVIDAMENTO E IMPACTOS NAS FINANCAS DO CONSUMIDOR

ENDIVIDAMENTO E IMPACTOS NAS FINANCAS DO CONSUMIDOR ENDIVIDAMENTO E IMPACTOS NAS FINANCAS DO CONSUMIDOR Fevereiro 2017 Oito em cada dez pessoas têm a percepção errada do significado de estar endividado, 33% acreditam que estão endividados Embora mais de

Leia mais

Perfil. Descrição do casal Onde querem Chegar? Pilares do Plano: Qualidade de vida e tempo livre com família. Voltarem para SP daqui 2 anos

Perfil. Descrição do casal Onde querem Chegar? Pilares do Plano: Qualidade de vida e tempo livre com família. Voltarem para SP daqui 2 anos Case Real Perfil Descrição do casal Onde querem Chegar? Valorizam relacionamentos e não coisas Escolheram construir um estilo de vida juntos Fiéis às suas raízes Estão felizes com a vida que têm Voltarem

Leia mais

Regiões Norte e Sudeste apresentam aumento expressivo de dívidas atrasadas e menor crescimento econômico

Regiões Norte e Sudeste apresentam aumento expressivo de dívidas atrasadas e menor crescimento econômico Resumo Regiões Norte e Sudeste apresentam aumento expressivo de dívidas atrasadas e menor crescimento econômico A alta do número de dívidas em atraso em fevereiro no Brasil (0,80% na comparação com janeiro)

Leia mais

ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO (ICEC)

ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO (ICEC) ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO (ICEC) CAMPO GRANDE - MS FEVEREIRO/2015 SUMÁRIO Histórico do ICEC... 3 Tabela 1 - Evolução mensal dos resultados... 3 Tabela 2 - Síntese dos Resultados...

Leia mais

ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR Belo Horizonte - Novembro/2016

ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR Belo Horizonte - Novembro/2016 ENDIVIDAMENTO E INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR Belo Horizonte - Novembro/2016 Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) traça

Leia mais

Intenção de compras de NATAL. 16 de dezembro. Ribeirão Preto/SP

Intenção de compras de NATAL. 16 de dezembro. Ribeirão Preto/SP Intenção de compras de NATAL 16 de dezembro 2015 Ribeirão Preto/SP Sumário Objetivo... 3 Metodologia... 3 Caracterização geral dos entrevistados... 4 Perfil de consumo para o Natal... 5 Considerações finais...

Leia mais

Aumento do Salário Mínimo

Aumento do Salário Mínimo Aumento do Salário Mínimo Luciana Ghidetti de Oliveira Começou a vigorar em janeiro deste ano o valor de R$ 510,00 do salário mínimo, o que representou um aumento de R$ 45,00 ou 9,7%, em relação a 2009.

Leia mais

COBRANÇA E NOTIFICAÇÃO DE DÍVIDAS EM ATRASO MARÇO 2017

COBRANÇA E NOTIFICAÇÃO DE DÍVIDAS EM ATRASO MARÇO 2017 COBRANÇA E NOTIFICAÇÃO DE DÍVIDAS EM ATRASO MARÇO 2017 NOVE EM CADA DEZ COBRANÇAS DE CONTAS EM ATRASO SÃO, DE FATO, DEVIDAS Lidar com dívidas em atraso não é nada simples: de um lado, as empresas que forneceram

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico que este documento da empresa COOPERNOVA COOPERATIVA NOVALIMENSE DE TRANSPORTE DE CARGAS E

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico que este documento da empresa COOPERNOVA COOPERATIVA NOVALIMENSE DE TRANSPORTE DE CARGAS E pág. 1/23 pág. 2/23 pág. 3/23 pág. 4/23 pág. 5/23 pág. 6/23 pág. 7/23 pág. 8/23 pág. 9/23 pág. 10/23 pág. 11/23 pág. 12/23 pág. 13/23 pág. 14/23 pág. 15/23 pág. 16/23 pág. 17/23 pág. 18/23 pág. 19/23 pág.

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 08/05/2015 da Empresa UNIMED JUIZ DE FORA COOPERATIVA DE TRABALHO

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 08/05/2015 da Empresa UNIMED JUIZ DE FORA COOPERATIVA DE TRABALHO pág. 16/49 pág. 17/49 pág. 18/49 pág. 19/49 pág. 20/49 pág. 21/49 pág. 22/49 pág. 23/49 pág. 24/49 pág. 25/49 pág. 26/49 pág. 27/49 pág. 28/49 pág. 29/49 pág. 30/49 pág. 31/49 pág. 32/49 pág. 33/49 pág.

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 21/11/2014 da Empresa ANDRADE GUTIERREZ S/A, Nire e

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 21/11/2014 da Empresa ANDRADE GUTIERREZ S/A, Nire e pág. 1/46 pág. 2/46 pág. 3/46 pág. 4/46 pág. 5/46 pág. 6/46 pág. 7/46 pág. 8/46 pág. 9/46 pág. 10/46 pág. 11/46 pág. 12/46 pág. 13/46 pág. 14/46 pág. 15/46 pág. 16/46 pág. 17/46 pág. 18/46 pág. 19/46 pág.

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 19/10/2015 da Empresa COOPERATIVA DE CONSUMO DOS SERVIDORES DO

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 19/10/2015 da Empresa COOPERATIVA DE CONSUMO DOS SERVIDORES DO pág. 1/26 pág. 2/26 pág. 3/26 pág. 4/26 pág. 5/26 pág. 6/26 pág. 7/26 pág. 8/26 pág. 9/26 pág. 10/26 pág. 11/26 pág. 12/26 pág. 13/26 pág. 14/26 pág. 15/26 pág. 16/26 pág. 17/26 pág. 18/26 pág. 19/26 pág.

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 13/04/2016 da Empresa ALGAR TI CONSULTORIA S/A, Nire e

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 13/04/2016 da Empresa ALGAR TI CONSULTORIA S/A, Nire e pág. 1/71 pág. 2/71 pág. 3/71 pág. 4/71 pág. 5/71 pág. 6/71 pág. 7/71 pág. 8/71 pág. 9/71 pág. 10/71 pág. 11/71 pág. 12/71 pág. 13/71 pág. 14/71 pág. 15/71 pág. 16/71 pág. 17/71 pág. 18/71 pág. 19/71 pág.

Leia mais

Certifico que este documento da empresa UNIMED MONTES CLAROS COOPERATIVA DE TRABALHO MEDICO, Nire: , foi deferido e arquivado na Junta

Certifico que este documento da empresa UNIMED MONTES CLAROS COOPERATIVA DE TRABALHO MEDICO, Nire: , foi deferido e arquivado na Junta pág. 1/34 pág. 2/34 pág. 3/34 pág. 4/34 pág. 5/34 pág. 6/34 pág. 7/34 pág. 8/34 pág. 9/34 pág. 10/34 pág. 11/34 pág. 12/34 pág. 13/34 pág. 14/34 pág. 15/34 pág. 16/34 pág. 17/34 pág. 18/34 pág. 19/34 pág.

Leia mais

Intenção de compras de NATAL. 10 de dezembro. Ribeirão Preto/SP

Intenção de compras de NATAL. 10 de dezembro. Ribeirão Preto/SP Intenção de compras de NATAL 10 de dezembro 2014 Ribeirão Preto/SP Sumário Objetivo... 3 Metodologia... 3 Caracterização geral dos entrevistados... 4 Perfil de consumo para o Natal... 5 Considerações finais...

Leia mais

ÍNDICE DE CONFIANÇA DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL ICPN

ÍNDICE DE CONFIANÇA DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL ICPN ÍNDICE DE CONFIANÇA DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL ICPN Abril de 2015 ÍNDICE DE CONFIANÇA DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL ICPN Março de 2015 Sumário Executivo Indicadores de confiança são indicadores

Leia mais

INSTITUTO DE PESQUISA MAURÍCIO DE NASSAU

INSTITUTO DE PESQUISA MAURÍCIO DE NASSAU INSTITUTO DE PESQUISA MAURÍCIO DE NASSAU PESQUISA MENSAL DE EXPECTATIVA DE CONSUMO: ÍNDICE DE ENDIVIDAMENTO DO CONSUMIDOR RECIFENSE IEC- IPMN RECIFE JANEIRO DE 2011 ÍNDICE DE ENDIVIDAMENTO DO CONSUMIDOR

Leia mais

Análise de Endividamento do Consumidor Junho

Análise de Endividamento do Consumidor Junho Análise de Endividamento do Consumidor A Análise de Endividamento do Consumidor traça o quadro de endividamento e inadimplência dos consumidores da capital. Essas informações são importantes, pois englobam

Leia mais

cesop OPINIÃO PÚBLICA, Campinas, Vol. 12, nº 2, Novembro, 2006, Encarte Tendências. p

cesop OPINIÃO PÚBLICA, Campinas, Vol. 12, nº 2, Novembro, 2006, Encarte Tendências. p cesop OPINIÃO PÚBLICA, Campinas, Vol., nº, Novembro, 00, Encarte Tendências. p. - Este Encarte Tendências tem como tema principal a imagem atual dos partidos para o eleitorado brasileiro. Especificamente,

Leia mais

Perfil do consumidor com e sem dívidas no Brasil (consumidores) Outubro 2012

Perfil do consumidor com e sem dívidas no Brasil (consumidores) Outubro 2012 Perfil do consumidor com e sem dívidas no Brasil (consumidores) Outubro 2012 METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa Perfil Adimplente

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais Índice de Confiança do Consumidor de Belo Horizonte - ICC Outubro de 2016 Desenvolvido pela Fundação IPEAD, o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) de Belo Horizonte é o único indicador, calculado mensalmente,

Leia mais

CRÉDITO PARA NEGATIVADOS MARÇO 2017

CRÉDITO PARA NEGATIVADOS MARÇO 2017 CRÉDITO PARA NEGATIVADOS MARÇO 2017 APENAS 55% DOS NEGATIVADOS PESQUISAM TAXAS DE JUROS E DEMAIS CARACTERÍSTICAS DAS LINHAS DE CRÉDITO ANTES DE OPTAR PELO EMPRÉSTIMO Para quem está endividado e não tem

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL Pesquisa e Consultoria Relatório Síntese PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL RODADA 68 CNT 24 a 26 de Março de 2004 SAS Q 06 - Lote 03 - Bloco J Rua Grão Pará, 737-4º andar Ed. Camilo Cola - 2 o andar

Leia mais

Indicadores da Economia Brasileira: Setor Público Observatório de Políticas Econômicas 2016

Indicadores da Economia Brasileira: Setor Público Observatório de Políticas Econômicas 2016 www.fdc.org.br Indicadores da Economia Brasileira: Setor Público Observatório de Políticas Econômicas 2016 Indicadores da Economia Brasileira: Confiança e Expectativas Quadro-Resumo Necessidade de Financiamento

Leia mais

ÍNDICE DE CONFIANÇA DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL. ICPN Abril de 2016

ÍNDICE DE CONFIANÇA DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL. ICPN Abril de 2016 ÍNDICE DE CONFIANÇA DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL ICPN Abril de 2016 ÍNDICE DE CONFIANÇA DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL ICPN Abril de 2016 Sumário Executivo Indicadores de confiança são indicadores

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito tiveram em março/2012 comportamentos distintos. De um lado por conta da nova redução da taxa

Leia mais

Indicador de inadimplência de Pessoas Jurídicas SPC Brasil e CNDL

Indicador de inadimplência de Pessoas Jurídicas SPC Brasil e CNDL Indicador de inadimplência de Pessoas Jurídicas SPC Brasil e CNDL Dados referentes a fevereiro de 2017 RESUMO ANÁLISE ECONÔMICA METODOLOGIA DOS INDICADORES INFORMAÇÕES RELEVANTES Presidentes Honório Pinheiro

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO Empréstimo de nome

RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO Empréstimo de nome RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO Empréstimo de nome Março de 2015 Slide 1 OBJETIVOS DO ESTUDO Investigar o comportamento de pessoas que emprestam o nome para terceiros, delimitando: Perfil dos entrevistados que

Leia mais

PERFIL DO CONSUMIDOR INADIMPLENTE. 1º trimestre Copyright Boa Vista SCPC 1

PERFIL DO CONSUMIDOR INADIMPLENTE. 1º trimestre Copyright Boa Vista SCPC 1 PERFIL DO CONSUMIDOR INADIMPLENTE 1º trimestre 2016 2015 Copyright Boa Vista SCPC 1 Índice Objetivos, metodologia e amostra... 03 Sumário... 04 Perfil dos Respondentes e Composição da renda... 10 1. Sexo

Leia mais

Modelagem de crédito no Brasil Evolução recente e desafios futuros. Ana Carla Abrão Costa

Modelagem de crédito no Brasil Evolução recente e desafios futuros. Ana Carla Abrão Costa Modelagem de crédito no Brasil Evolução recente e desafios futuros Ana Carla Abrão Costa 27 nov 2012 Agenda Evolução do mercado de crédito no Brasil Modelagem de crédito Basiléia 2 Considerações Finais

Leia mais

Aspectos metodológicos de pesquisas domiciliares por amostra

Aspectos metodológicos de pesquisas domiciliares por amostra DPE DIRETORIA DE PESQUISAS COREN COORDENAÇÃO DE TRABALHO E RENDIMENTO Aspectos metodológicos de pesquisas domiciliares por amostra 06/05/11 Censo x pesquisas por amostra Censo: investiga todos os elementos

Leia mais

Resultados de junho 2015

Resultados de junho 2015 Resultados de junho No 1º semestre de, as micro e pequenas empresas (MPEs) paulistas apresentaram queda de 11,9% no faturamento real sobre o mesmo período de 2014 (já descontada a inflação). O resultado

Leia mais

AVALIAÇÃO DO CENÁRIO ELEITORAL SANTA CATARINA ABRIL 2010

AVALIAÇÃO DO CENÁRIO ELEITORAL SANTA CATARINA ABRIL 2010 PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA - SUMÁRIO GERENCIAL DE RESULTADOS - AVALIAÇÃO DO CENÁRIO ELEITORAL SANTA CATARINA ABRIL 2010 Elaborada com exclusividade para: Rua Monsenhor Manfredo Leite, 129 Centro Florianópolis

Leia mais

A importância do Varejo no Sistema Financeiro

A importância do Varejo no Sistema Financeiro A importância do Varejo no Sistema Financeiro MISSÃO ACREFI MISSÃO A Casa do Crédito ao Consumidor desde 1958 A ACREFI Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento foi

Leia mais

Consumidor escolhe modalidade de crédito considerando a menor taxa de juros disponível

Consumidor escolhe modalidade de crédito considerando a menor taxa de juros disponível Uso do Crédito 2015 Uso do Crédito 2015 Introdução A pesquisa Modalidades do Crédito, conduzida pelo SPC Brasil e Meu Bolso Feliz, busca compreender de que maneira ocorre o processo de escolha entre as

Leia mais

Monitoramento dos Indicadores das MPEs do Comércio do Estado do Maranhão

Monitoramento dos Indicadores das MPEs do Comércio do Estado do Maranhão Monitoramento dos Indicadores das MPEs do Comércio do Estado do Maranhão Baixa atividade econômica leva desempenho interanual do comércio para o menor patamar desde 2003 Segundo o IBGE, o volume de vendas

Leia mais

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS PÁSCOA ABRIL 2017

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS PÁSCOA ABRIL 2017 SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS PÁSCOA ABRIL 2017 INTENÇÃO DE COMPRAS PÁSCOA 2017 57% Pretendem presentear Produtos mais procurados: OVOS DE CHOCOLATE, BOMBONS e OVOS INFANTIS Principais presenteados: 58%

Leia mais

Workshop IBBA : Classe C

Workshop IBBA : Classe C (*) Veja última página para informações de investidor e completa listagem da equipe. Workshop IBBA : Classe C Ilan Goldfajn Economista-chefe Itaú Unibanco Roteiro Cenário internacional de ajuste de transações

Leia mais

SONDAGEM INDUSTRIAL. Expectativas continuam melhorando. Índices de expectativas Índices de difusão (0 a 100)*

SONDAGEM INDUSTRIAL. Expectativas continuam melhorando. Índices de expectativas Índices de difusão (0 a 100)* Indicadores CNI ISSN 1676-0212 Ano 19 Número 7 julho de SONDAGEM INDUSTRIAL Expectativas continuam melhorando O desempenho da indústria em julho pouco se alterou na comparação com os meses anteriores.

Leia mais

DESEMPENHO da ECONOMIA de CAXIAS DO SUL

DESEMPENHO da ECONOMIA de CAXIAS DO SUL DESEMPENHO da ECONOMIA de CAXIAS DO SUL Setembro/2010 CÂMARA DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO E SERVIÇOS DE CAXIAS DO SUL Presidente Milton Corlatti Departamento de Economia, Finanças e Estatística Alexander Messias

Leia mais

EMPREGO E RENDA 2003 UM ANO DE DESEMPREGO E DE QUEDA ACENTUADA DO RENDIMENTO NOS GRANDES CENTROS URBANOS

EMPREGO E RENDA 2003 UM ANO DE DESEMPREGO E DE QUEDA ACENTUADA DO RENDIMENTO NOS GRANDES CENTROS URBANOS EMPREGO E RENDA 2003 UM ANO DE DESEMPREGO E DE QUEDA ACENTUADA DO RENDIMENTO NOS GRANDES CENTROS URBANOS Em dezembro, a pesquisa de emprego do IBGE registrou uma taxa de desocupação de 10,9%. Como é normal

Leia mais

Indicador de Inadimplência de Pessoas Jurídicas Belo Horizonte SPC CDL/BH. Abril/2016

Indicador de Inadimplência de Pessoas Jurídicas Belo Horizonte SPC CDL/BH. Abril/2016 Indicador de Inadimplência de Pessoas Jurídicas Belo Horizonte SPC CDL/BH Abril/2016 Elaborado: Economia - Pesquisa & Mercado Equipe Técnica: Ana Paula Bastos Economista Sarah Ribeiro Estatística André

Leia mais

Indicadores da Economia Brasileira: Setor Público Observatório de Políticas Econômicas 2016

Indicadores da Economia Brasileira: Setor Público Observatório de Políticas Econômicas 2016 www.fdc.org.br Indicadores da Economia Brasileira: Setor Público Observatório de Políticas Econômicas 2016 Indicadores da Economia Brasileira: Confiança e Expectativas Quadro-Resumo Necessidade de Financiamento

Leia mais

Ind Renda média domiciliar per capita, por ano, segundo região e escolaridade

Ind Renda média domiciliar per capita, por ano, segundo região e escolaridade Indicador Descrição Renda média domiciliar per capita Média das rendas domiciliares per capita das pessoas residentes. Considerou-se como renda domiciliar per capita a soma dos rendimentos mensais dos

Leia mais

Dinheiro Multiplique-se

Dinheiro Multiplique-se Dinheiro Multiplique-se Por que se preocupar? Por que se preocupar? Basta trabalhar!!! Então, como faço para ganhar ser milionário? Preciso inventar uma nova empresa? 1º passo Você precisa estar alinhado

Leia mais

Mercado de trabalho enfrentou cenário difícil durante todo o ano de 2015

Mercado de trabalho enfrentou cenário difícil durante todo o ano de 2015 Mercado de trabalho enfrentou cenário difícil durante todo o ano de 2015 Neste edição especial do boletim Mercado de trabalho do CEPER-FUNDACE, serão comparados dados do Cadastro Geral de Empregados e

Leia mais

Opinião da população sobre o uso das sacolas plásticas. Agosto de 2012

Opinião da população sobre o uso das sacolas plásticas. Agosto de 2012 1 Opinião da população sobre o uso das sacolas plásticas Agosto de 2012 Índice 2 Objetivo Metodologia Perfil da amostra Hábitos de compra em supermercados Posicionamento sobre a decisão judicial que retira

Leia mais

CONTRATAÇÃO DE EMPRESAS PARA LIMPAR NOME

CONTRATAÇÃO DE EMPRESAS PARA LIMPAR NOME CONTRATAÇÃO DE EMPRESAS PARA LIMPAR NOME Fevereiro de 2015 Slide 1 OBJETIVOS DO ESTUDO Compreender motivos e resultados na recuperação de crédito por meio da contratação de empresas para limpar o nome.

Leia mais

Coletiva de Imprensa. Resultados de 2016 e Perspectivas para Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente. São Paulo, 24 de Janeiro de 2017

Coletiva de Imprensa. Resultados de 2016 e Perspectivas para Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente. São Paulo, 24 de Janeiro de 2017 Coletiva de Imprensa Resultados de 2016 e Perspectivas para 2017 Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente São Paulo, 24 de Janeiro de 2017 Índice 1. Conjuntura Econômica 2. Construção Civil 3. Financiamento

Leia mais

ÍNDICE DE CONFIANÇA DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL. ICPN Junho de 2016

ÍNDICE DE CONFIANÇA DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL. ICPN Junho de 2016 ÍNDICE DE CONFIANÇA DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL ICPN Junho de 2016 ÍNDICE DE CONFIANÇA DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL ICPN Junho de 2016 Sumário Executivo Indicadores de confiança são indicadores

Leia mais

ÍNDICE DE CONFIANÇA DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL. Fevereiro/2013 (dados até Janeiro)

ÍNDICE DE CONFIANÇA DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL. Fevereiro/2013 (dados até Janeiro) ÍNDICE DE CONFIANÇA DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL (ICPN) Fevereiro/2013 (dados até Janeiro) Características da pesquisa Objetivo: - medir o impacto da conjuntura econômica nos Pequenos Negócios e suas

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS DEZEMBRO DE 2015 JOB1705 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL O projeto tem por objetivo levantar um conjunto de informações sobre o contexto

Leia mais

As perspectivas continuam positivas para as vendas externas

As perspectivas continuam positivas para as vendas externas FEVEREIRO/2016 As perspectivas continuam positivas para as vendas externas A Sondagem Industrial, pesquisa realizada junto a 167 indústrias catarinenses no mês de ereiro, mostrou que a indústria projeta

Leia mais

INTENÇÃO DE COMPRA DIA DOS PAIS

INTENÇÃO DE COMPRA DIA DOS PAIS INTENÇÃO DE COMPRA DIA DOS PAIS Agosto de 2015 Slide 1 OBJETIVOS DO ESTUDO Mapear a intenção de compra do consumidor para o dia dos Pais; Identificar quais são as características dos presentes mais comprados:

Leia mais

Pesquisa Dia das Mães 2017 EXPECTATIVA DOS LOJISTAS

Pesquisa Dia das Mães 2017 EXPECTATIVA DOS LOJISTAS Pesquisa Dia das Mães 2017 EXPECTATIVA DOS LOJISTAS Expectativa Dia das Mães 2017 A estimativa da CDL/BH é de crescimento de 1,25%nas vendas do Dia das Mães de 2017, em relação ao mesmo período do ano

Leia mais

ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO (ICEC)

ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO (ICEC) ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO (ICEC) PORTO ALEGRE - RS JULHO/2013 SUMÁRIO Histórico do ICEC... 3 Tabela 1 - Evolução mensal dos resultados... 3 Tabela 2 - Síntese dos Resultados... 4 Tabela

Leia mais

Os impactos do consumo de beleza nas finanças. Junho de 2016

Os impactos do consumo de beleza nas finanças. Junho de 2016 Os impactos do consumo de beleza nas finanças Junho de 2016 OBJETIVOS DO ESTUDO Investigar os impactos que o consumo de produtos e serviços de beleza geram nas finanças dos brasileiros. METODOLOGIA Público

Leia mais