Educação Física: Futsal

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Educação Física: Futsal"

Transcrição

1 FUTSAL

2 Apresentação do Plano de Trabalho História e evolução do futebol de salão Regras Oficiais Métodos de Ensino Progressivo Repetitivo/Parcial Situacional/Global Fundamentos Técnicos Controle Proteção Recepção/Domínio Condução Finta Drible Passe Chute Cabeceio Desarme Fundamentos técnicos do goleiro de futsal Ações do Goleiro Jogos Pré-Desportivos

3 Histórico do Futsal Origem ACM (Associação Crista de Moços) 1933 Uruguai (1924/1928 Campeão Olímpico de Futebol, 1930 Campeão Mundial 1ª Copa de Mundo.) 6 jogadores, bola de 1 Kg. Regras adaptadas do handebol, pólo aquático, hóquei e futebol. 1940Brasil, Futebol de Salão Comissão de Futebol de Salão para disciplinar a prática A ACM do Rio de Janeiro organiza o primeiro torneio aberto de futebol de salão para meninos entre dez e quinze anos º livro de Regras (ACM - SP)

4 1954 Regras elaboradas pela Liga de Futebol de Salão do Departamento de Extensão da ACM Primeiras Federações (RJ e MG), 1955 (SP) 1958 Confederação Brasileira de Desportos (CDB) Primeiro Campeonato Brasileiro de Seleções. A seleção do Rio de Janeiro fica com o título, Seleção Paulista fica com o vicecampeonato É fundada no Rio de Janeiro, a Federação Internacional de Futebol de Salão (FIFUSA), contando com a filiação de 32 países que praticavam o futebol de salão nos moldes brasileiros. O primeiro presidente da é João Havellange.

5 Foram três campeonatos organizados pela extinta FIFUSA, são eles: São Paulo (Campeão: Brasil); Espanha (Campeão: Brasil); Austrália (Campeão: Paraguai) A FIFA homologa a supervisão do futsal mediante extinção da Fifusa e cria sua comissão de futsal. Posteriormente, algumas Federações desistem de acabar com a Fifusa e elegem o Sr. Antonio Alberca presidente. Surge o termo Futsal.

6 A FIFA passou a regulamentar a modalidade a partir de 1989 e organizou seis edições: Holanda (Campeão: Brasil); Hong Kong (Campeão: Brasil); Espanha (Campeão: Brasil); Guatemala (Campeão: Espanha); ChineseTaipei (Campeão: Espanha); Brasília e Rio de Janeiro (Campeão: Brasil) É realizado o primeiro Brasileiro de Seleções Feminino em São Paulo, a Seleção Paulista é a campeã de forma invicta.

7 Por intermédio de Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, o Futsal é incluído nos jogos Pan- Americanos de 2007 no Rio de Janeiro. A Federação Paulista de Futsal lança um projeto em prol do Futsal: "Eu Quero Futsal Olímpico A FIFA promove, na China, o seu 5º Campeonato Mundial. A Espanha é bicampeã. O Brasil, pela primeira vez, fica de fora de uma final de Copa do Mundo. Boa parte dos jogadores brasileiros que se destacam ou com acesso à dupla cidadania é contrata por equipes de todo o mundo.

8 Evolução da Regra do Futsal Ataque Cobrança de escanteio e lateral; Bola Goleiro Saída de Bola; Área do Goleiro (4m); Arremesso de bola para o ataque; Recuo de Bola; Gol dentro da área; Tiro livre direto; 5s para 4s

9 Regras Futsal A quadra A bola Número de Jogadores Equipamentos dos Jogadores O árbitro e o segundo árbitro Cronometrista e 3o. Árbitro Duração da Partida Início e Reinício do jogo A bola dentro e for a de jogo Tiros livres Faltas acumulativas O Pênalti

10 GOL AREA PENAL MARCA PENAL SEGUNDA MARCA PENAL LINHA MÉDIA CIRCULO CENTRAL SEGUNDA MARCA PENAL MARCA PENAL AREA PENAL LINHA DEGOL CORNER ARC

11 Raio 3m 5m 5m 5m 5m 10m 6m 6m 3m CORNER ARC Raio 25cm

12 80cm 2m 1m 3m

13 Correto Correto Correto Incorreto

14 5m

15 5m

16 5m

17 5m

18 Regras Oficiais (via ) Regras Básicas Regras Adaptadas à faixa etária

19 Regras Adaptadas à faixa etária BOLA DE SAÍDA ARREMESSO DE META ARREMESSO E AÇÃO DO GOLEIRO Categorias chupetinha, mamadeira, sub-09, sub-11 e sub-13; Válida somente para o Estado de São Paulo.

20 BOLA DE SAÍDA Não será válido o tento de saída de bola ARREMESSO DE META Exclusivamente pelo goleiro e com o uso das mãos, não podendo ultrapassar a linha divisória do meio da quadra sem que toque no solo ou em qualquer atleta em sua meia quadra, ou ainda que atleta adversário entre de posse da mesma. ARREMESSO E AÇÃO DO GOLEIRO Ao receber a bola dentro de sua área de meta, de atleta de sua equipe ou de adversário, retém a mesma com as mãos ou a espalma, ou ainda amortece com qualquer parte do corpo, ao repô-la em jogo, deve proceder igual ao arremesso de meta

21 Métodos de Ensino

22 Progressivo Repetitivo/Parcial: mais utilizado na iniciação; Série de exercícios

23 Vantagens Favorece o domínio da técnica; É possível corrigir diretamente, facilitando a compreensão; Não ocorrem conflitos entre os participantes; Desempenho facilmente observável; Facilito o trabalho dentro dos estágios de aprendizagem.

24 Desvantagens Não satisfaz as necessidades de jogar do iniciante; Pouca motivação em repetir movimentos técnicos; Não propicia a criatividade; Não existem situações concretas de jogo.

25 Métodos de Ensino Situacional/Global: É o sistema que utilizamos os grandes jogos, utilizamos vários recursos para desenvolvermos os diversos fundamentos técnicos ou táticos.

26 Vantagens Vivencia prática do jogo desde o início; Maior motivação; Favorece a um melhor relacionamento social; Trabalha-se a tática, a técnica e o condicionamento físico; Maior facilidade para se organizar as aulas.

27 Desvantagens Não exigência da melhora do gesto técnico, pode provocar a desmotivação dos menos habilidosos; Dificuldade de avaliar desempenho; Limitações individuais difíceis de se corrigir; Podem ocorrer conflitos.

28 Fundamentos Controle: ato de manter a bola sob domínio; Proteção: habilidade de proteger a bola do adversário; Recepção/Domínio: habilidade de receber a bola mantendo-a sob controle; Condução: progressão com a bola durante o jogo; Finta/Drible: ato ou efeito de driblar, de gingar o corpo, controlando a bola com o pé; finta (com e sem a bola); Passe: Meio de transferir a bola entre elementos da mesma equipe; Chute: impulso enérgico dado com o pé para movimentar a bola; Cabeceio: impulsionar com a cabeça; Desarme: ato de tirar a bola do adversário; Fundamentos técnicos do goleiro de futsal.

FUTSAL HISTÓRICO ORIGEM DO FUTSAL BRASIL URUGUAI 1940 ACM 1930 ACM

FUTSAL HISTÓRICO ORIGEM DO FUTSAL BRASIL URUGUAI 1940 ACM 1930 ACM A exemplo de vários outros esportes, - basquetebol, Handebol tentar entender a origem do futebol de salão, é um caminho muito difícil, devido aos escassos documentos que nos possam esclarecer a origem

Leia mais

APOSTILA DE FUTSAL. 6º, 7º, 8º e 9º ANO. HISTÓRICO No Brasil

APOSTILA DE FUTSAL. 6º, 7º, 8º e 9º ANO. HISTÓRICO No Brasil APOSTILA DE FUTSAL 6º, 7º, 8º e 9º ANO HISTÓRICO No Brasil O Futebol de Salão tem duas versões sobre o seu surgimento, como em outros esportes, há divergências quanto a sua invenção. Há uma versão que

Leia mais

Prof. Mst. Sandro de Souza. Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol

Prof. Mst. Sandro de Souza. Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol Prof. Mst. Sandro de Souza Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol Desenhe um campo de Futebol com as suas dimensões e marcações. Qual o número mínimo de jogadores, em um time, para iniciar

Leia mais

Como acontece em vários esportes, há divergências no que se refere à história de origem do futsal. Alguns acreditam que o mesmo tenha se originado na

Como acontece em vários esportes, há divergências no que se refere à história de origem do futsal. Alguns acreditam que o mesmo tenha se originado na FUTSAL O futebol de salão conhecido apenas como futsal é uma prática adaptada do futebol. Em uma quadra esportiva são formados times de cinco jogadores e assim como no futebol, o principal objetivo é colocar

Leia mais

Fundamentos do Futsal Domínio: Condução: Chute: Uma rápida explicação sobre cada um deles: chute simples bate-pronto ou semi-voleio

Fundamentos do Futsal Domínio: Condução: Chute: Uma rápida explicação sobre cada um deles: chute simples bate-pronto ou semi-voleio HISTÓRICO DO FUTSAL O surgimento do Futsal data-se da década de 30 na cidade de Montividéu (Uruguai), onde as peladas de várzea começaram a ser adaptadas as quadras de basquete e pequenos salões, pois

Leia mais

História do Futsal no Brasil

História do Futsal no Brasil História do Futsal no Brasil O Futebol de Salão tem duas versões sobre o seu surgimento, como em outros esportes, há divergências quanto a sua invenção. Há uma versão que diz que o Futebol de Salão começou

Leia mais

Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre.

Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre. Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre. Título I Das Disposições Gerais A) Será obrigatório, de acordo com as Regras do Futsal, o uso de caneleiras para todos os atletas. B) Não

Leia mais

FUTSAL CONTEXTO HISTÓRICO DO FUTSAL

FUTSAL CONTEXTO HISTÓRICO DO FUTSAL FUTSAL CONTEXTO HISTÓRICO DO FUTSAL Brasileiro ou uruguaio? É com esta dúvida que se começa a explicar o nascimento do futsal, que surgiu com o nome de futebol de salão e em 1989, quando passou para a

Leia mais

Olimpíadas Especiais UBM/PMBM Regulamento Técnico 2014

Olimpíadas Especiais UBM/PMBM Regulamento Técnico 2014 Olimpíadas Especiais UBM/PMBM Regulamento Técnico 2014 I - DOS JOGOS Art.1 - A Olimpíada Especial UBM/PMBM tem por finalidade desenvolver o intercâmbio desportivo e social entre os atletas, professores

Leia mais

Art. 02 Este Regulamento Geral é o conjunto das disposições que regem as modalidades que integram a COPA SENAI 2010.

Art. 02 Este Regulamento Geral é o conjunto das disposições que regem as modalidades que integram a COPA SENAI 2010. COPA SENAI 2010 REGULAMENTO GERAL SESI SENAI - SP 2010 REGULAMENTO GERAL FASE INTERCLASSES I DOS OBJETIVOS Art. 01 A COPA SENAI 2010, tem por finalidade o bem estar e a integração do aluno perante a sociedade

Leia mais

* Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL

* Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL * Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL 1. DOS JOGOS: Os jogos de Futsal serão regidos pelas Regras Oficiais vigentes da Confederação Brasileira de Futsal, observadas as exceções previstas neste Regulamento

Leia mais

História do Futsal no Brasil

História do Futsal no Brasil História do Futsal no Brasil O Futebol de Salão tem duas versões sobre o seu surgimento, como em outros esportes, há divergências quanto a sua invenção. Há uma versão que diz que o Futebol de Salão começou

Leia mais

Esportes de Invasão. Aula 2. Futebol, futebol de 5 e futebol de 7. Rio 2016 Versão 1.0

Esportes de Invasão. Aula 2. Futebol, futebol de 5 e futebol de 7. Rio 2016 Versão 1.0 Esportes de Invasão Aula 2 Futebol, futebol de Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Apresentar mais três esportes da categoria INVASÃO. 2 Conhecer a história desses esportes e a entrada para os Jogos Olímpicos

Leia mais

PLANO DE TRABALHO FUTEBOL

PLANO DE TRABALHO FUTEBOL PLANO DE TRABALHO FUTEBOL Telefone: (44) 3220-5750 E-mail: centrosesportivos@maringa.pr.gov.br EQUIPE ORGANIZADORA SECRETARIO MUNICIPAL DE ESPORTES E LAZER Francisco Favoto DIRETOR DE ESPORTES E LAZER

Leia mais

Duração da atividade: Recomendam-se cinco encontros/aulas, com duração de uma hora-aula para cada encontro.

Duração da atividade: Recomendam-se cinco encontros/aulas, com duração de uma hora-aula para cada encontro. Nível de ensino: Ensino Fundamental Componente Curricular: Educação Física Modalidade: Futsal Duração da atividade: Recomendam-se cinco encontros/aulas, com duração de uma hora-aula para cada encontro.

Leia mais

Conteúdo de prova 2ª etapa 6º ano Fundamental

Conteúdo de prova 2ª etapa 6º ano Fundamental Conteúdo de prova 2ª etapa 6º ano Fundamental Jogos Populares Os jogos populares buscam resgatar jogos culturais e tradicionais de várias regiões do mundo. Vários costumes e acontecimentos na antiguidade

Leia mais

Novas regras do futsal

Novas regras do futsal Novas regras do futsal 2011 Confederação Brasileira de Futebol de Salão - Futsal Futsal do Brasil passa a adotar novidades na regra em 2011 A temporada de 2011 ainda nem começou, mas o futsal brasileiro

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO: PLANO DE CURSO Curso: Educação Física Disciplina: Teoria e Metodologia das Modalidades Coletivas - II Professor: Renan José Guedes Alcoforado Pereira Código: Carga Horária: 100

Leia mais

ANHEMBI TÊNIS CLUBE REGULAMENTO DO FUTEBOL SOCIETY

ANHEMBI TÊNIS CLUBE REGULAMENTO DO FUTEBOL SOCIETY REGULAMENTO 1- OBJETIVO: Regulamentar, padronizar, unificar e disciplinar as atividades do FUTEBOL SOCIETY do Anhembi Tênis Clube. 2- FINALIDADE: Aprimorar o aspecto de Lazer, o companheirismo, o respeito

Leia mais

PLANEJAMENTO DE AULA 2010 EDUCAÇÃO FÍSICA PROFESSOR MARCIO LUIZ DALMOLIN

PLANEJAMENTO DE AULA 2010 EDUCAÇÃO FÍSICA PROFESSOR MARCIO LUIZ DALMOLIN COLÉGIO ESTADUAL PEDRO ARAUJO NETO PLANEJAMENTO DE AULA 2010 EDUCAÇÃO FÍSICA PROFESSOR MARCIO LUIZ DALMOLIN GENERAL CARNEIRO 2010 OBJETIVOS GERAIS DA DISCÍPLINA Proporcionar ao aluno a cultura corporal

Leia mais

26/3/2010. Prof. Mst. Sandro de Souza. Quem criou o Futsal? FUTEBOL DE SALÃO. Quem criou o Futebol de Salão? Controvérsia Histórica...

26/3/2010. Prof. Mst. Sandro de Souza. Quem criou o Futsal? FUTEBOL DE SALÃO. Quem criou o Futebol de Salão? Controvérsia Histórica... Prof. Mst. Sandro de Souza Quem criou o Futsal? FUTEBOL DE SALÃO Quem criou o Futebol de Salão? Controvérsia Histórica... BRASIL X URUGUAI 1 Defende que o Futebol de Salão surgiu no Uruguai. As primeiras

Leia mais

Reis do Drible. Realização: 20 de Dezembro de 2015 Local: Rio de Janeiro

Reis do Drible. Realização: 20 de Dezembro de 2015 Local: Rio de Janeiro Reis do Drible Realização: 20 de Dezembro de 2015 Local: Rio de Janeiro As Regras para o evento Reis do Drible, foram formatadas e adaptadas a partir das regras originais do Futsal Brasileiro. ÍNDICE 01

Leia mais

Confederação Brasileira de Futsal

Confederação Brasileira de Futsal Emendas e correções às Regras do Futsal para os jogos a partir de 01/01/2015 Prezados Desportistas, Em colaboração com a International Football Association Board ( IFAB) e o Departamento de Arbitragem

Leia mais

JOSÉ ROBERTO DA SILVA. Técnico de Futebol Profissional CREFSP 048776

JOSÉ ROBERTO DA SILVA. Técnico de Futebol Profissional CREFSP 048776 JOSÉ ROBERTO DA SILVA Técnico de Futebol Profissional CREFSP 048776 PERFIL BRASILEIRO CASADO IDADE: 42 ANOS DATA DE NASCIMENTO: 25/10/69 NATURAL DE PRESIDENTE PRUDENTE IDIOMA: ESPANHOL, INGLÊS LIDERANÇA

Leia mais

História da Futebol e Futsal. Profº Ms. Gil Oliveira

História da Futebol e Futsal. Profº Ms. Gil Oliveira História da Futebol e Futsal CONTEXTUALIZAÇÃO China 5000 a.c. até Inglaterra 1862 A origem do futebol possui diversas versões, mas sabe-se que ele é uma evolução de diversos jogos. Países Asiáticos - principalmente

Leia mais

FUTSAL. O Futsal é um jogo desportivo colectivo praticado por duas equipas, cada uma delas formada por cinco jogadores de campo e sete suplentes.

FUTSAL. O Futsal é um jogo desportivo colectivo praticado por duas equipas, cada uma delas formada por cinco jogadores de campo e sete suplentes. FUTSAL 1. História do Futsal A prática do futebol de salão começou a dar aos primeiros passos na década de 30 no século XX, nos campos de basquetebol e em pequenos salões. As primeiras regras tiveram por

Leia mais

REGULAMENTO DE FUTSAL

REGULAMENTO DE FUTSAL REGULAMENTO DE FUTSAL Capítulo I DAS FINALIDADES Art. 1º O campeonato de futsal masculino, é promovido como uma das modalidades dos VI JOGOS NACIONAIS DA MAGISTRATURA, promovido e organizado pela AMB Associação

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA Conteúdo de prova 5ª etapa 6º ano Fundamental

EDUCAÇÃO FÍSICA Conteúdo de prova 5ª etapa 6º ano Fundamental EDUCAÇÃO FÍSICA Conteúdo de prova 5ª etapa 6º ano Fundamental ATLETISMO - Corridas A prática das corridas envolvem basicamente o bom condicionamento físico do atleta. Nas provas oficiais as corridas dividem-se

Leia mais

Regras de Futebol de Campo

Regras de Futebol de Campo Curso de Educação Física Futebol - Fundamentos Regras de Futebol de Campo Leandro Tibiriçá Burgos Regra 1: Campo de jogo Partidas Nacionais Comprimento: de 90m a 120 metros; Largura: de 45m a 90 metros.

Leia mais

www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429

www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429 Organização, compromisso e qualidade em prol do esporte universitário paulista www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429 REGULAMENTO

Leia mais

CONTEÚDOS CONTEÚDOS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2015-2016

CONTEÚDOS CONTEÚDOS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2015-2016 PROGRAMÁTICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA Capacidades Condicionais e Coordenativas Gerais Resistência Geral; Força Resistente; Força Rápida; Força Rápida; Velocidade de Reação Simples e Complexa; Velocidade de

Leia mais

ANEXO I. Bolsa Atleta-IF. Requerimento

ANEXO I. Bolsa Atleta-IF. Requerimento INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS CÂMPUS SÃO JOÃO DEL-REI ANEXO I Bolsa Atleta-IF Requerimento COLAR FOTO Eu, aluno (a) do curso,, matrícula, venho, através

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA NA ESCOLA

A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA NA ESCOLA A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA NA ESCOLA A prática da atividade física teve seu começo nos primórdios da humanidade, épocas em que o homem ainda não tinha desenvolvido meios clássicos para deixar registros

Leia mais

Período Segunda Terça Quarta Quinta Sexta

Período Segunda Terça Quarta Quinta Sexta ---------------------------------------------------------------------- Nome do aluno(a): Série : Turma : Turno: E-mail : ---------------------------------------------------------------------- Nome do professor:

Leia mais

TÁTICAS BÁSICAS DO VOLEIBOL TÁTICAS BÁSICAS DO VOLEIBOL SISTEMAS TÁTICOS

TÁTICAS BÁSICAS DO VOLEIBOL TÁTICAS BÁSICAS DO VOLEIBOL SISTEMAS TÁTICOS TÁTICAS BÁSICAS DO VOLEIBOL TÁTICAS BÁSICAS DO VOLEIBOL SISTEMAS TÁTICOS Para o melhor entendimento técnico e tático das definições sobre os sistemas de jogo adotados no voleibol, é necessário, em primeiro

Leia mais

ser um segundo Pelé Fonte: Federação Paulista de Futsal Fonte: Federação Paulista de Futebol depende d Fonte: Fonseca (2007) execução dos fundamentos, em virtude de suas características socioambientais.

Leia mais

COLETIVO VOLEIBOL e FUTSAL ESPORTE AVALIAÇÃO CONTEÚDO BÁSICO CONTEÚDOS ESPECÍFICOS CONTEÚDOS ESTRUTURAN TES METODOLÓGICO E RECURSOS DIDÁTICOS

COLETIVO VOLEIBOL e FUTSAL ESPORTE AVALIAÇÃO CONTEÚDO BÁSICO CONTEÚDOS ESPECÍFICOS CONTEÚDOS ESTRUTURAN TES METODOLÓGICO E RECURSOS DIDÁTICOS PLANO DE TRABALHO DOCENTE (PTD) Professora: PAULA LUÍZA SCHAFER KARPINSKI Disciplina: Educação Física Ano: 2015 Período: 1ºTRIMESTRE Série: 9º Ano C e D ESTRUTURAN TES CONTEÚDO BÁSICO ESPECÍFICOS JUSTIFICATIVA

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL DR.JOÃO CÂNDIDO FERREIRA ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

COLÉGIO ESTADUAL DR.JOÃO CÂNDIDO FERREIRA ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO COLÉGIO ESTADUAL DR.JOÃO CÂNDIDO FERREIRA ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO Plano de Trabalho Docente 2014 Curso: Ensino Médio e Profissional Série: 7 B Disciplina: Educação Física Bimestre: 1-2 -3-4 Professor:

Leia mais

REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY

REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY XIII JOGOS AFFEMG Associação dos Funcionários Fiscais de Minas Gerais 1- DO LOCAL REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY 1.1 - Os jogos acontecerão em campos de futebol society de grama sintética ou natural, aprovados

Leia mais

XV JOGOS ARI DE SÁ. Ensino Fundamental I 2015 REGULAMENTO

XV JOGOS ARI DE SÁ. Ensino Fundamental I 2015 REGULAMENTO XV JOGOS ARI DE SÁ Ensino Fundamental I 2015 REGULAMENTO ABERTURA 1. DIA: 26/09/2015 ( Sábado ) 9h 2. LOCAL: Manhã Ginásio 2.1 - Concentração Manhã: galeria do Ensino Fundamental I 2.2 - Desfile de abertura

Leia mais

JOGOS INTERNOS 2012. Eu faço parte desta história! Regulamento. Colégio Santa Dorotéia BH.

JOGOS INTERNOS 2012. Eu faço parte desta história! Regulamento. Colégio Santa Dorotéia BH. Colégio Santa Dorotéia BH. Departamento de Educação Física e Artes DEFA SEGMENTO: 6ª a 8ª séries Ensino Fundamental JOGOS INTERNOS 2012 Eu faço parte desta história! Regulamento Colégio Santa Dorotéia

Leia mais

CFSB. Projeto 2014/2018 www.futsalolimpico.com.br CONFEDERAÇÃO DE FUTEBOL DE SALÃO DO BRASIL. cadastro ativo no Ministério do Esporte do Brasil

CFSB. Projeto 2014/2018 www.futsalolimpico.com.br CONFEDERAÇÃO DE FUTEBOL DE SALÃO DO BRASIL. cadastro ativo no Ministério do Esporte do Brasil CFSB CONFEDERAÇÃO DE FUTEBOL DE SALÃO DO BRASIL cadastro ativo no Ministério do Esporte do Brasil Projeto 2014/2018 www.futsalolimpico.com.br Apresentação Este projeto consiste na apresentação de um novo

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO FUTSAL

REGULAMENTO TÉCNICO FUTSAL FUTSAL Art. 1º - O campeonato de Futebol de Salão será regido pelas regras oficiais da CBFS - Confederação Brasileira de Futsal, por este Regulamento e conforme o disposto no Regulamento Geral. Art. 2º

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO BASQUETE

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO BASQUETE REGULAMENTO ESPECÍFICO DO BASQUETE 1. As competições de basquete serão realizadas de acordo com as regras internacionais da FIBA e os regulamentos e normas do Novo Desporto Universitário 2012 NDU. 2. Cada

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: PROFESSOR NÍVEL III EDUCAÇÃO FÍSICA CADERNO DE PROVAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: PROFESSOR NÍVEL III EDUCAÇÃO FÍSICA CADERNO DE PROVAS CADERNO DE PROVAS 1 A prova terá a duração de duas horas, incluindo o tempo necessário para o preenchimento do gabarito. 2 Marque as respostas no caderno de provas, deixe para preencher o gabarito depois

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL COORDENADORA SANDRA MARA KUCHNIR

ENSINO FUNDAMENTAL COORDENADORA SANDRA MARA KUCHNIR ENSINO FUNDAMENTAL COORDENADORA SANDRA MARA KUCHNIR 2014 EDUCAÇÃO FÍSICA EDUCAÇÃO FÍSICA PRODUÇÃO CULTURAL DA SOCIEDADE EXPRESSADA ATRAVÉS DO MOVIMENTO EDUCAÇÃO FÍSICA CONTEÚDOS EDUCAÇÃO FÍSICA EIXOS ESPORTE

Leia mais

REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I

REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I I MACEIÓ-AL, 2015 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DA FINALIDADE DO EVENTO Art. 1º - O esporte é considerado um fenômeno cultural da humanidade capaz de propiciar inúmeros benefícios aos seus praticantes.

Leia mais

Regra Ofical 1 Toque Confederação Brasileira de Futebol de Mesa / CBFM Versão: 2.1.2 11/maio/2010 ÍNDICE GERAL

Regra Ofical 1 Toque Confederação Brasileira de Futebol de Mesa / CBFM Versão: 2.1.2 11/maio/2010 ÍNDICE GERAL ÍNDICE GERAL LISTA DE FIGURAS... 2 REGRA I... 3 DO CAMPO E SEU EQUIPAMENTO... 3 CAMPO... 3 REGRA II... 4 DOS TÉCNICOS, JOGADORES, BOLA E EQUIPES... 4 REGRA III... 6 DESENROLAR DO JOGO... 9 DURAÇÃO DE JOGO...

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência EDUCAÇÃO FÍSICA

Informação Prova de Equivalência à Frequência EDUCAÇÃO FÍSICA Informação Prova de Equivalência à Frequência EDUCAÇÃO FÍSICA Prova 311 2015 Prova Escrita e Prática Curso científico humanístico Ensino Secundário /12º Ano Decreto Lei n.º 139/2012 de 5 de julho O presente

Leia mais

Aula: 01. 7 Ano Ensino Fundamental Handebol. Prof.º Leonardo Delgado

Aula: 01. 7 Ano Ensino Fundamental Handebol. Prof.º Leonardo Delgado 7 Ano Ensino Fundamental Handebol Aula: 01 Prof.º Leonardo Delgado ASPECTOS HISTÓRICOS DO HANDEBOL O estudo do aspecto histórico do handebol será dividido em: história geral do handebol, história do handebol

Leia mais

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LECTIVO 2012 / 2013

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LECTIVO 2012 / 2013 PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LECTIVO 2012 / 2013 CURSO/CICLO DE FORMAÇÃO: 12º ano - TMI (2010 / 2013) DISCIPLINA: Educação Física N.º TOTAL DE MÓDULOS: 4 N.º N.º DE 11 20 JCD III - Basquetebol (Nível Elementar)

Leia mais

JOGOS DESPORTIVOS COLETIVOS

JOGOS DESPORTIVOS COLETIVOS JOGOS DESPORTIVOS COLETIVOS Prof. Ms. Daniel Querido danielquerido@gmail.com Ocupam lugar importante na cultura esportiva contemporânea Riqueza de situações: - constituem um meio formativo; - prática orientada

Leia mais

Esportes de Rebatida. Aula 3. Golfe e hóquei sobre grama Rio 2016 Versão 1.0

Esportes de Rebatida. Aula 3. Golfe e hóquei sobre grama Rio 2016 Versão 1.0 Esportes de Rebatida Aula 3 Golfe e Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Apresentar dois esportes da categoria de REBATIDA e suas principais regras. 2 Conhecer a história do surgimento desses esportes e sua

Leia mais

Abordagens Matemáticas e Estatísticas para o Futebol

Abordagens Matemáticas e Estatísticas para o Futebol Universidade Estadual de Campinas UNICAMP Abordagens Matemáticas e Estatísticas para o Futebol Aluna: Juliana Mayumi Aoki Orientador: Laércio Luis Vendite Identificação do trabalho Título Abordagens Matemáticas

Leia mais

Centro Educacional Brasil Central QNE 24 Lotes 06/10 Avenida SAMDU Norte - Taguatinga/DF Fones: 3354-0046/3354-0048

Centro Educacional Brasil Central QNE 24 Lotes 06/10 Avenida SAMDU Norte - Taguatinga/DF Fones: 3354-0046/3354-0048 Disciplina: Artes Módulo I - Tema: CONCEITO DE ARTE? Módulo II - Tema: RENASCIMENTO Módulo III - Tema: IMPRESSIONISMO Módulo IV - Tema: CUBISMO Disciplina: Ciências Módulo I - Tema: O PLANETA TERRA - O

Leia mais

Unidade 02. 7 Ano Ensino Fundamental Futebol. Prof.º Leonardo Delgado

Unidade 02. 7 Ano Ensino Fundamental Futebol. Prof.º Leonardo Delgado 7 Ano Ensino Fundamental Futebol Unidade 02 Prof.º Leonardo Delgado INTRODUÇÃO O futebol é um dos esportes mais populares no mundo. Praticado em centenas de países, este esporte desperta tanto interesse

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO PARAÍBA FACULDADE DE EDUCAÇÃO E ARTES CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA

UNIVERSIDADE DO VALE DO PARAÍBA FACULDADE DE EDUCAÇÃO E ARTES CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE DO VALE DO PARAÍBA FACULDADE DE EDUCAÇÃO E ARTES CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA A história e evolução do futsal, e o desenvolvimento no feminino de São José dos Campos. Aline Oliveira de Santana

Leia mais

HÓQUEI SOBRE GRAMA E INDOOR

HÓQUEI SOBRE GRAMA E INDOOR E INDOOR 2015 Este manual foi criado com o intuito de auxiliar profissionais de Educação Física a desenvolver a modalidade Hóquei sobre grama e indoor nos seus locais de atuação. A abordagem inicial do

Leia mais

Projecto de criação. Escola de Futebol do. Clube Académico de Futebol Viseu

Projecto de criação. Escola de Futebol do. Clube Académico de Futebol Viseu Projecto de criação Escola de Futebol do Clube Académico de Futebol Viseu Setembro de 2002 Índice Metas propostas do projecto... 3 Recursos humanos... 3 Recursos materiais... 4 Instalações... 4 Material

Leia mais

&RUUHODomRHQWUHYLWyULDVH SDVVHVHUUDGRVQRIXWHERO SURILVVLRQDO

&RUUHODomRHQWUHYLWyULDVH SDVVHVHUUDGRVQRIXWHERO SURILVVLRQDO &RUUHODomRHQWUHYLWyULDVH SDVVHVHUUDGRVQRIXWHERO SURILVVLRQDO Mestrado em Ciências do Movimento, Universidade Guarulhos (UnG) Fabio Aires da Cunha fabiocunha@hotmail.com (Brasil) http://www.efdeportes.com/

Leia mais

Educação Física Escolar: uma proposta inovadora

Educação Física Escolar: uma proposta inovadora REVISTA CIÊNCIA E CONHECIMENTO VOL. 07, 2010 EDUCAÇÃO FÍSICA D.1 1 Educação Física Escolar: uma proposta inovadora Giovani Luiz Della Nina Professor do Curso de Educação Física da ULBRA São Jerônimo. Especialista

Leia mais

FUTEBOL DE CAMPO CATEGORIA / IDADE - MASCULINO: CATEGORIAS / IDADE - FEMININO:

FUTEBOL DE CAMPO CATEGORIA / IDADE - MASCULINO: CATEGORIAS / IDADE - FEMININO: FUTEBOL DE CAMPO Todos os atletas deverão apresentar o Documento Original (conforme Art.do Regulamento Geral) É obrigatório (e indispensável) o uso de caneleiras para todos os atletas participantes das

Leia mais

Caracterização. Objetivo

Caracterização. Objetivo VOLEIBOL Caracterização O voleibol é um jogo desportivo coletivo praticado por duas equipas, cada uma composta por seis jogadores efetivos e, no máximo, seis suplentes, podendo um ou dois destes jogadores

Leia mais

Tecnologia e interdisciplinaridade no ensinoaprendizagem da Matemática

Tecnologia e interdisciplinaridade no ensinoaprendizagem da Matemática Tecnologia e interdisciplinaridade no ensinoaprendizagem da Matemática Passini, G.K.;Gonçalves, N. B.;Geraldello, F.H.S. 1 Tecnologia e interdisciplinaridade no ensinoaprendizagem da Matemática Gabriel

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA SÉRIE: 7º ANO PROFESSORA:

Leia mais

VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL. OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal.

VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL. OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal. VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal. ORGANIZAÇÃO O torneio será organizado e dirigido por uma Comissão Organizadora

Leia mais

Colégio Adventista de Rio Preto Educação Física BASQUETEBOL. Basquetebol 8º ano. basquetebol

Colégio Adventista de Rio Preto Educação Física BASQUETEBOL. Basquetebol 8º ano. basquetebol Colégio Adventista de Rio Preto Educação Física BASQUETEBOL Basquetebol 8º ano Basquetebol Origem e Evolução: Estados Unidos - 1891 Prof. James Naismith Universidade Springfield - USA Ginástica - inverno

Leia mais

CICLO VIRTUOSO DA EDUCAÇÃO FÍSICA

CICLO VIRTUOSO DA EDUCAÇÃO FÍSICA CICLO VIRTUOSO DA EDUCAÇÃO FÍSICA ATUAÇÃO DO PROFESSOR no Nível de Habilidade no Nível de Desempenho DIVERSIDADE DE CONTEÚDO Inserção no Grupo na Auto-estima CONCEITOS E INFORMAÇÕES Comportamentos e Atitudes

Leia mais

UNIVERSO - Disciplina: Futebol e Futsal Prof. Sandro de Souza

UNIVERSO - Disciplina: Futebol e Futsal Prof. Sandro de Souza SISTEMAS OFENSIVOS E DEFENSIVOS DO FUTSAL Sistema é o posicionamento organizado dos jogadores de uma equipe na quadra. Para que o professor posicione a equipe na quadra de forma organizada, inteligente,

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA de FUTEBOL 7 SOCIETY

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA de FUTEBOL 7 SOCIETY CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA de FUTEBOL 7 SOCIETY FILIADA À FIFO7S Reconhecida pela Secretaria Nacional de Esporte Órgão do Ministério do Esporte e Turismo Filiada a UFEESP - União das Federações Esportivas

Leia mais

PLANIFICAÇÃO EDUCAÇÃO FÍSICA. Secundário Andebol

PLANIFICAÇÃO EDUCAÇÃO FÍSICA. Secundário Andebol Secundário Andebol Conhecer o objectivo e campo do jogo; Conhecer as seguintes regras do jogo: duração do jogo, constituição das equipas, golo, lançamento de saída, guarda-redes, área de baliza, violação

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS. Art. 1º- Este regulamento é o conjunto de disposições que rege os jogos internos do Colégio Facex edição 2014.

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS. Art. 1º- Este regulamento é o conjunto de disposições que rege os jogos internos do Colégio Facex edição 2014. Página 1 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º- Este regulamento é o conjunto de disposições que rege os jogos internos do Colégio Facex edição 2014. CAPÍTULO II DA FINALIDADE Art. 2º - Os jogos internos

Leia mais

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*.

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*. EMENTÁRIO As disciplinas ministradas pela Universidade Federal de Viçosa são identificadas por um código composto por três letras maiúsculas, referentes a cada Departamento, seguidas de um número de três

Leia mais

O esporte no PST: estímulo e prática prazerosa para um futuro

O esporte no PST: estímulo e prática prazerosa para um futuro O esporte no PST: estímulo e prática prazerosa para um futuro esportivo emancipado O Esporte como meio pedagógico... Por que? O Que? COMO? Ensinar Onde? Quando? Quem? Perguntas que definem o método: Incidental

Leia mais

Prof. Ms. Sandro de Souza. Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol

Prof. Ms. Sandro de Souza. Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol Prof. Ms. Sandro de Souza Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol Desenhe um campo de Futebol com as suas dimensões e marcações. A Meta Qual o número mínimo de jogadores, em um time,

Leia mais

Guia Didático. Esportes Coletivos Terrestres. (Versão preliminar)

Guia Didático. Esportes Coletivos Terrestres. (Versão preliminar) ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA ENTRE SEME E UNESCO PROJETO 914BRZ1006 CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM PEDAGOGIA DO ESPORTE Guia Didático Esportes Coletivos Terrestres (Versão preliminar) Consultor Dante De Rose

Leia mais

Índice INTRODUÇÃO 1 HISTÓRIA DO FUTSAL 1 CARACTERIZAÇÃO DA MODALIDADE 3

Índice INTRODUÇÃO 1 HISTÓRIA DO FUTSAL 1 CARACTERIZAÇÃO DA MODALIDADE 3 Índice INTRODUÇÃO 1 HISTÓRIA DO FUTSAL 1 CARACTERIZAÇÃO DA MODALIDADE 3 ESPAÇO DE JOGO 3 BOLA 4 NÚMERO DE JOGADORES 4 ESCOLHA DO CAMPO E DURAÇÃO DO JOGO 4 OBJECTIVO DO JOGO 5 SEGURANÇA 5 CONTEÚDOS TÉCNICO-TÁCTICOS

Leia mais

Daniela Bassi Técnica e Atleta Associação Jauense de Tênis de Mesa

Daniela Bassi Técnica e Atleta Associação Jauense de Tênis de Mesa Daniela Bassi Técnica e Atleta Associação Jauense de Tênis de Mesa CURRICULUM IDENTIFICAÇÃO PESSOAL Nome: Daniela Bassi Naturalidade: Quatigua PR Data de Nascimento: 01/11/79 Idade: 33 anos Estado Civil:

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA SÉRIE: 7º ANO PROFESSORA:

Leia mais

FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI)

FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI) 8 o CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTSAL MASCULINO/ FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI) 1. DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO TÉCNICO 1.1. O 8º Campeonato Municipal de Futsal Masculino será promovido e

Leia mais

DATA: VALOR:20 pontos NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 2ª EM TURMA: NOME COMPLETO:

DATA: VALOR:20 pontos NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 2ª EM TURMA: NOME COMPLETO: DISCIPLINA: Educação Física PROFESSORES: Isabel Terra/Marcelo Paiva DATA: VALOR:20 pontos NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 2ª EM TURMA: NOME COMPLETO: Nº: QUESTÃO 01 O sedentarismo já

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU INSTITUTO A VEZ DO MESTRE

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU INSTITUTO A VEZ DO MESTRE UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU INSTITUTO A VEZ DO MESTRE O DESENVOLVIMENTO PSICOMOTOR ENTRE CRIANÇAS DE 08 À 10 ANOS NA PRÁTICA DO FUTSAL Por: André Costa Pinto Orientador Prof.(a)

Leia mais

DISPOSIÇÕES INICIAIS - 2012 DAS TABELAS

DISPOSIÇÕES INICIAIS - 2012 DAS TABELAS Federação Paulista de Futebol de Salão Rua Beneficência Portuguesa, 24 2º andar CEP. 01033-020 São Paulo (SP) Telefone (11) 2714-8150 Fax (11) 2714-8172 CGC 62.319.595/0001-08 Inscr. Isenta Internet http://www.futsal.com.br

Leia mais

PÓLO AQUÁTICO. associação de natação de lisboa. Regulamentos Específicos

PÓLO AQUÁTICO. associação de natação de lisboa. Regulamentos Específicos PÓLO AQUÁTICO Regulamentos Específicos Época 2015/2016 TORNEIO DE ABERTURA DE ABSOLUTOS MASCULINOS A divulgar em circular. 2. PARTICIPAÇÃO Podem participar os jogadores do género masculino com idade mínima

Leia mais

SEMANA DA INTEGRAÇÃO FISMA/FCAA 2015

SEMANA DA INTEGRAÇÃO FISMA/FCAA 2015 SEMANA DA INTEGRAÇÃO FISMA/FCAA 2015 16 a 20 de março de 2015 EVENTO ESPORTIVO E CULTURAL COM OBJETIVO DE INTEGRAR OS CALOUROS AO AMBIENTE ACADÊMICO DA FISMA/FCAA PROGRAMAÇÃO Dia 16/03 Ginásio de Esportes

Leia mais

Aula Teórica. Prof. Cláudio Gomes

Aula Teórica. Prof. Cláudio Gomes Aula Teórica História A exemplo do que se passa em outras modalidades desportivas, também surgem grandes interrogações sobre a origem do Futsal. No entanto parecem não restar dúvidas que teve origem na

Leia mais

DISPOSIÇÕES INICIAIS - 2016 CAPÍTULO - I DAS TABELAS

DISPOSIÇÕES INICIAIS - 2016 CAPÍTULO - I DAS TABELAS Circular nº 001 / 2016 Federação Paulista de Futebol de Salão Rua Beneficência Portuguesa, 24 2º andar CEP. 01033-020 São Paulo (SP) Telefone (11) 2714-8150 Fax (11) 2714-8172 CNPJ 62.319.595/0001-08 Inscr.

Leia mais

Associação Brasileira de Escolinhas de Futebol e Futsal- ABEFF

Associação Brasileira de Escolinhas de Futebol e Futsal- ABEFF Associação Brasileira de Escolinhas de Futebol e Futsal- ABEFF Diretoria de Competições Regulamento da Copa do Brasil de Escolinhas de Futebol Copa do Brasil de Escolinhas de Futebol 2016 Categorias Sub

Leia mais

Ciclo de Vida das atividades esportivas nos clubes da implantação ao encerramento Case Esperia: Reestruturação de atividade esportiva

Ciclo de Vida das atividades esportivas nos clubes da implantação ao encerramento Case Esperia: Reestruturação de atividade esportiva Ciclo de Vida das atividades esportivas nos clubes da implantação ao encerramento Case Esperia: Reestruturação de atividade esportiva O PIDE - Programa de Iniciação Desportiva do Clube Esperia foi criado

Leia mais

REGULAMENTO GERAL. ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas.

REGULAMENTO GERAL. ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas. REGULAMENTO GERAL CAPITULO 1 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas. ARTIGO II: Da Cerimônia de

Leia mais

APOSTILA DE RUGBY O RUGBY BRASILEIRO

APOSTILA DE RUGBY O RUGBY BRASILEIRO APOSTILA DE RUGBY O RUGBY BRASILEIRO História do Rugby no Brasil -O RUGBY chegou ao BRASIL no século retrasado. -Charles Miller teria organizado em 1895 o primeiro time de rugby brasileiro, em São Paulo.

Leia mais

TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO

TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO Art. 1º - A organização da Taça Cidade São José de Futsal é de inteira responsabilidade da Prefeitura Municipal de São

Leia mais

Experimentação Esportiva

Experimentação Esportiva Experimentação Esportiva Aula 3 A categorização dos esportes Olímpicos e Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Compreender a categorização dos esportes Olímpicos e por similaridade de movimentos, ações ou local

Leia mais

SISTEMA 4-3-3. Brasil (1962). Origem no 4-2-4. Brasil (1970)

SISTEMA 4-3-3. Brasil (1962). Origem no 4-2-4. Brasil (1970) SISTEMA 4-3-3 HISTÓRICO/EVOLUÇÃO O sistema 4-3-3 tem sua origem no 4-2-4. O Brasil tinha como base o sistema 4-2-4 na Copa do Mundo de 1962. Zagallo era o ponta esquerda, com o seu recuo para auxiliar

Leia mais

A Band traz para seus telespectadores e seus parceiros o melhor futebol do mundo em 2013.

A Band traz para seus telespectadores e seus parceiros o melhor futebol do mundo em 2013. COPA DAS CONFEDERAÇÕES 2013 APRESENTAÇÃO A Band traz para seus telespectadores e seus parceiros o melhor futebol do mundo em 2013. Além da transmissão dos principais campeonatos de clubes do Brasil e da

Leia mais

Basquete 3x3 Tour Nacional Etapas Regionais/FINAL 2013

Basquete 3x3 Tour Nacional Etapas Regionais/FINAL 2013 Basquete 3x3 Tour Nacional Etapas Regionais/FINAL 2013 REGRAS As Regras do Jogo de Basquete Oficiais da FIBA são válidas para todas as situações de jogo não especificamente mencionadas nestas Regras do

Leia mais

CONHECIMENTOS GERAIS

CONHECIMENTOS GERAIS Nome: Assinatura: CONHECIMENTOS GERAIS (15 questões) 1. Complete com o que consta no artigo 60, do ECA- Estatuto da Criança e do Adolescente/1990. É proibido qualquer trabalho para menores de ( ) anos

Leia mais

ALUNO (A): Nº. 2- Quantos jogadores de handebol ficam na reserva? A. 5jogadores. B. 6jogadores. C. 7jogadores. D. 8jogadores. E. 9jogadores.

ALUNO (A): Nº. 2- Quantos jogadores de handebol ficam na reserva? A. 5jogadores. B. 6jogadores. C. 7jogadores. D. 8jogadores. E. 9jogadores. SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 6º A, B, C DISCIPLINA:

Leia mais

VOLEIBOL. 11. O Jogador que executa o saque, deve estar em qual posição? 1) Em que ano foi criado o voleibol? a) 1997. a) posição número 6.

VOLEIBOL. 11. O Jogador que executa o saque, deve estar em qual posição? 1) Em que ano foi criado o voleibol? a) 1997. a) posição número 6. VOLEIBOL 1) Em que ano foi criado o voleibol? a) 1997 b) 2007 c) 1996 d) 1975 e)1895 2. Quem inventou o voleibol? a) William G. Morgan b) Pelé c) Roberto Carlos d) Ronaldinho Gaúcho e) Michael Jackson

Leia mais

3x3 Regras do Jogo. quadra se alguma for utilizada podem ser adaptadas ao espaço disponível

3x3 Regras do Jogo. quadra se alguma for utilizada podem ser adaptadas ao espaço disponível 3x3 Regras do Jogo As Regras do Jogo de Basquete Oficiais da FIBA são válidas para todas as situações de jogo não especificamente mencionadas nestas Regras do Jogo 3x3. Art. 1 Quadra e Bola O jogo será

Leia mais