Associação Brasileira de Escolinhas de Futebol e Futsal- ABEFF

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Associação Brasileira de Escolinhas de Futebol e Futsal- ABEFF"

Transcrição

1 Associação Brasileira de Escolinhas de Futebol e Futsal- ABEFF Diretoria de Competições Regulamento da Copa do Brasil de Escolinhas de Futebol Copa do Brasil de Escolinhas de Futebol 2016 Categorias Sub 17, Sub 15, Sub 13 e Sub 11

2 SUMÁRIO DEFINIÇÕES... 3 CAPÍTULO I - DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO... 4 CAPÍTULO II - DO TROFÉU E DOS TÍTULOS... 5 CAPÍTULO III - DA CONDIÇÃO DE JOGO DOS ATLETAS... 8 CAPÍTULO IV - DO SISTEMA DE DISPUTA... 9 CAPÍTULO V - DAS DISPOSIÇÕES FINANCEIRAS CAPÍTULO VI - DAS DISPOSIÇÕES FINAIS ANEXO A RELAÇÃO DAS EQUIPES PARTICIPANTES... 16

3 DEFINIÇÕES ABEFF Associação Brasileira de Escolinhas de Futebol e Futsal LFABEFF Lista de Federados ABEFF CDD Comitê Desportivo Disciplinar LAL Liga de Árbitros Local DRT Diretoria de Registro e Transferência da ABEFF INSS Instituto Nacional do Seguro Social RCBEF Regulamento da Copa do Brasil de Escolinhas de Futebol RABEFF Regulamento Associação Brasileira de Escolinhas de Futebol e Futsal SBEF Seleção Brasileira de Escolinhas de Futebol

4 CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO Art. 1º - A Copa do Brasil de Escolinhas de 2016, doravante denominado Campeonato, é regido por dois regulamentos mutuamente complementares identificados a seguir: a) Regulamento da Copa do Brasil de Escolinhas de Futebol (RCBEF) que considera o sistema de disputa e outras matérias específicas e vinculadas a esta competição; b) Regulamento da Associação Brasileira de Escolinhas de Futebol e Futsal(RABEFF) - o qual trata das matérias comuns aplicáveis a todas as competições sob a coordenação da ABEFF. Art. 2º - Os critérios técnicos de participação das equipes na Copa do Brasil de Escolinhas de 2016 são os seguintes: 1) Critério 1: Ter ficado em segundo, terceiro ou quarto lugar no Campeonato Estadual em seu estado de origem no ano decorrente; 2) Critério 2: Ter sido convidado pela ABEFF à participar. Art. 3º - O Campeonato será disputado na forma deste regulamento por até 78 (setenta e oito) equipes por categoria, cada uma representando seu estado, todas identificadas no Anexo A - Relação de Equipes Participantes, em conformidade com os critérios técnicos de participação estabelecidos no Artigo 2º. Parágrafo Único: A Copa do Brasil será realizada em um lugar a ser definido pela ABEFF e terá duração de uma semana. A mesma será realizada em Julho de cada ano, nas férias de colégio. CAPÍTULO II DO TROFÉU E DOS TÍTULOS Art. 4º - À equipe vencedora da Copa será atribuído o título de Campeã da Copa do Brasil Série A de 2016 e a segunda colocada o título de Vice-Campeã da Copa do Brasil de º - O troféu representativo da Copa denomina-se Troféu Campeão da Copa do Brasil de 2016, cuja posse será assegurada à equipe que houver conquistado a Copa, sendo este rotativo, devendo ser devolvido no próximo ano para definição do novo campeão.

5 2º - A equipe que conquistar o título de campeã receberá o troféu correspondente e 40 medalhas douradas, destinadas a seus atletas, comissão técnica e dirigentes; a equipe vice-campeã receberá um troféu de segundo lugar e 40 medalhas prateadas, com a mesma destinação, o terceiro lugar ganhará 40 medalhas bronzeadas com a mesma destinação. A equipe Campeã ganha vaga para disputar um torneio mundial em Portugal no próximo ano. A tabela abaixo descreve a lista detalhada de prêmios aos competidores de 1º ao 4º lugar: Premiação da Copa do Brasil de Escolinhas Classificação Troféu Medalha Prêmio em Dinheiro Vaga em Torneio Internacional 1 Lugar 1 40 R$ 2.000,00 Sim 2 Lugar 1 40 R$ 1.500,00 3 Lugar 40 Parágrafo Único: A ABEFF reserva o direito de não efetuar o pagamento do prêmio em dinheiro ou ainda não realizar o campeonato caso não haja equipes suficientes para a competição. 3º - A ABEFF publicará as diretrizes relativas à entrega de troféus e medalhas da competição até 15 dias antes do seu encerramento. 4º - A ABEFF não permite e não autoriza a reprodução do troféu e das medalhas distribuídos entre as equipes campeãs e vice; a ABEFF pode autorizar, mediante solicitação, a reprodução de réplicas do troféu em dimensões menores do que o troféu original e réplicas das medalhas, limitadas a 40. 5º - A ABEFF poderá negociar comercialmente a adoção de outra denominação para o troféu de Campeão da Copa do Brasil, através de contrato com patrocinador específico. Art. 5º - A classificação de equipes à Copa do Brasil de Escolinhas acontecerá da seguinte forma: Copa do Brasil de Escolinhas. O segundo, terceiro e quarto lugar de cada estado garante a vaga para disputar a Copa do Brasil de Escolinhas de Futebol que será realizado em data e local a ser definido pela ABEFF. Art. 6º - Seleção Brasileira de Escolinhas de Futebol Todas as competições serão acompanhadas pelos olheiros da (SBEF) Seleção Brasileira de Escolinhas de Futebol para selecionar atletas para compor nossa Seleção para disputar um Campeonato Mundial no próximo ano em Portugal.

6 CAPÍTULO III DA CONDIÇÃO DE JOGO DOS ATLETAS Art. 7º - Somente poderão participar da Copa os atletas que tenham sido registrados na DRT e cujos nomes constem na LFABEFF publicado até o último dia útil que anteceder a cada partida. Parágrafo único - Contratos de novos atletas para utilização na Copa poderão ser registrados até 2 dias antes do início da Copa. Art. 8º - Todas as referências ao LFABEFF aqui expressas devem considerar o que prevê o Capítulo IV do RABEFF. Art. 9º - Um atleta poderá ser transferido de uma equipe para outra durante a Copa, desde que tenha atuado em um número máximo de seis partidas pela equipe de origem, sendo permitido que cada atleta mude de equipe apenas uma vez. Parágrafo único - Cada equipe poderá receber até cinco atletas transferidos de outras equipes do Campeonato da Série A; de uma mesma equipe da Série A, somente poderá receber até três atletas. CAPÍTULO IV DO SISTEMA DE DISPUTA Art A Copa do Brasil de Escolinhas será disputada no sistema de grupos, todos contra todos dentro do grupo, classificando os três melhores colocados de cada grupo e um melhor 3 classificado, disputando uma quartas de finais, uma semifinal e depois a final, sagrando-se campeão. Parágrafo único - O mando de campo de todas as partidas pertencerá à equipe colocada à esquerda da tabela elaborada pela ABEFF. Art. 11º - Em caso de empate em pontos ganhos entre duas ou mais equipes ao final da competição, o desempate, para efeito de classificação final, será efetuado observando-se os critérios abaixo: 1º) maior número de vitórias; 2º) maior saldo de gols; 3º) maior número de gols pró; 4º) confronto direto; 5º) menor número de cartões vermelhos recebidos; 6º) menor número de cartões amarelos recebidos; 7º) sorteio.

7 Único - No caso de empate entre mais de duas equipes, não será considerado o quarto critério. CAPÍTULO V DAS DISPOSIÇÕES FINANCEIRAS Art. 12º Quando houver bilheteria, a renda líquida de cada partida será da ABEFF. Art. 13º O preço mínimo do ingresso será de R$ 20,00 (vinte reais), com meiaentrada a R$ 10,00 (dez reais). Art. 14º - Todas as despesas das equipes com transportes, hospedagem e alimentação serão da responsabilidade das próprias equipes participantes. Art. 15º - Os pagamentos referentes às despesas com arbitragem e demais gastos oriundos das partidas serão por conta ABEFF e os correspondentes pagamentos serão efetuados pela mesma, através do seu Departamento Financeiro. Art. 16º - A equipe que, não estiver em dia com o pagamento da taxa de equipe não poderá competir e outra equipe indicada pela ABEFF poderá assumir seu lugar. Art. 17º - A ABEFF por meio de uma empresa organizadora de eventos disponibilizará pacotes de estadia, alimentação e participação no campeonato com valores variados e acessíveis. CAPÍTULO VI DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Art. 18º - Os direitos sobre as propriedades comerciais relacionadas com os jogos do Campeonato serão definidos nos acordos comerciais firmados ou autorizados pela ABEFF. Art. 19º Os acordos comerciais e orientações protocolares deverão ser respeitados integralmente pelas equipes participantes do Campeonato e serão objeto de Diretriz Técnica a ser publicada oportunamente. Parágrafo único O não atendimento ao que dispõe o caput desse Artigo resultará em multa de R$ 1.000,00 (mil reais) a R$ ,00 (dez mil reais), a ser aplicada pela ABEFF, independentemente das sanções que poderão ser aplicadas pelo CDD.

8 Art. 20º A bola a ser utilizada na competição será conforme a indicada para cada categoria. Art. 21º - A ABEFF expedirá normas e instruções complementares que se fizerem necessárias à execução do presente regulamento e os casos omissos serão resolvidos pela ABEFF. Diretor de Competições ABEFF

9 COPA DO BRASIL DE ESCOLINHAS/2016 ANEXO A RELAÇÃO DAS EQUIPES PARTICIPANTES ANEXO A Nº IDENT. EST. NOME ORIGEM 1- Observações: 1) As equipes estão relacionados em ordem alfabética. 2) O termo origem significa que a equipe é campeã estadual de seu estado ou que foi indicado pela ABEFF, após o campeonato estadual.

CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE B DE 2014 REC - REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO. CAPÍTULO I Da Denominação e Participação

CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE B DE 2014 REC - REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO. CAPÍTULO I Da Denominação e Participação CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE B DE 2014 REC - REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO CAPÍTULO I Da Denominação e Participação Art. 1º - O Campeonato Brasileiro de Clubes da Série B de 2014, doravante denominado

Leia mais

Art. 2º - Os critérios técnicos de participação dos clubes no Campeonato são os seguintes:

Art. 2º - Os critérios técnicos de participação dos clubes no Campeonato são os seguintes: CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE A DE 214 REC - REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO CAPÍTULO I Da Denominação e Participação Art. 1º - O Campeonato Brasileiro de Clubes da Série A de 214, doravante denominado

Leia mais

Confederação Brasileira de Futebol

Confederação Brasileira de Futebol Confederação Brasileira de Futebol Diretoria de Competições Regulamento Específico da Competição Copa do Nordeste 2015 1 SUMÁRIO DEFINIÇÕES... 3 CAPÍTULO I - DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO... 4 CAPÍTULO

Leia mais

Confederação Brasileira de Futebol

Confederação Brasileira de Futebol Confederação Brasileira de Futebol Diretoria de Competições Regulamento Específico da Competição Copa Verde 2015 1 SUMÁRIO DEFINIÇÕES... 3 CAPÍTULO I - DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO... 4 CAPÍTULO II -

Leia mais

II-COPA NORTE DE FUTEBOL SUB-20/2014

II-COPA NORTE DE FUTEBOL SUB-20/2014 PARÁ 1 AMAPÁ MARANHÃO PIAUÍ AMAZONAS RORAIMA ACRE RONDÔNIA SEDE: BELÉM DO PARÁ DATA: 23 A 31 DE AGOSTO DE 2014. FEDERAÇÕES - PRESIDENTES 2 PARÁ AMAPÁ MARANHÃO PIAUÍ AMAZONAS RORAIMA ACRE RONDÔNIA Antônio

Leia mais

CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE A/2012 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO. CAPÍTULO I Da Denominação e Participação

CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE A/2012 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO. CAPÍTULO I Da Denominação e Participação CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE A/2012 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO CAPÍTULO I Da Denominação e Participação Art. 1º - O Campeonato Brasileiro de Clubes da Série A de 2012, doravante denominado

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL Confederação Brasileira de Futebol Diretoria de Competições Regulamento Específico da Competição Campeonato Brasileiro da Série B 2015 1 SUMÁRIO DEFINIÇÕES... 2 CAPÍTULO I - DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO...

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL Confederação Brasileira de Futebol Diretoria de Competições Regulamento Específico da Competição Campeonato Brasileiro da Série A 2015 1 SUMÁRIO DEFINIÇÕES... 3 CAPÍTULO I - DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO...

Leia mais

Confederação Brasileira de Futebol

Confederação Brasileira de Futebol Confederação Brasileira de Futebol Diretoria de Competições Regulamento Específico da Competição Campeonato Brasileiro Sub 20 2015 1 SUMÁRIO DEFINIÇÕES... 3 CAPÍTULO I - DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO...

Leia mais

FEDERAÇÃO CEARENSE DE FUTEBOL Diretoria de Competições

FEDERAÇÃO CEARENSE DE FUTEBOL Diretoria de Competições COPA UNIMED FORTALEZA DE FUTEBOL 2011 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO REC CAPÍTULO I Da Denominação e Participação Art. 1º - A Copa Unimed Fortaleza de Futebol 2011, doravante denominada Copa, será

Leia mais

Emissão Original: 21/11/2013

Emissão Original: 21/11/2013 COPA DO NORDESTE/2014 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO CAPÍTULO I Da Denominação e Participação Art. 1º A Copa do Nordeste de 2014, doravante denominada Copa, é regida por dois regulamentos mutuamente

Leia mais

Confederação Brasileira de Futebol

Confederação Brasileira de Futebol Confederação Brasileira de Futebol Diretoria de Competições Regulamento Específico da Competição Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino 2015 1 SUMÁRIO DEFINIÇÕES... 3 CAPÍTULO I - DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO...

Leia mais

Emissão Original: 03/11/2014

Emissão Original: 03/11/2014 COPA DO NORDESTE SUB 20/2014 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO CAPÍTULO I Da Denominação e Participação Art. 1º A Copa do Nordeste Sub 20 de 2014, doravante denominada Copa, é regida por dois regulamentos

Leia mais

a) Regulamento Específico da Competição (REC) o qual trata do sistema de disputa e outros assuntos específicos da Copa.

a) Regulamento Específico da Competição (REC) o qual trata do sistema de disputa e outros assuntos específicos da Copa. COPA DO BRASIL SUB 20 DE 2013 REC REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO CAPÍTULO I Da Denominação e Participação Art. 1º A Copa do Brasil Sub 20, edição de 2013, doravante denominada simplesmente Copa,

Leia mais

Art. 1º A Copa do Brasil Sub 17, doravante denominada Copa, é regida por dois regulamentos mutuamente complementares identificados a seguir:

Art. 1º A Copa do Brasil Sub 17, doravante denominada Copa, é regida por dois regulamentos mutuamente complementares identificados a seguir: COPA DO BRASIL SUB 7/204 CAPÍTULO I Da Denominação e Participação Art. º A Copa do Brasil Sub 7, doravante denominada Copa, é regida por dois regulamentos mutuamente complementares identificados a seguir:

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL FEMININO DE 2014 - REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO CAPÍTULO I Da Denominação e Participação Art. 1º O Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino de 2014, doravante

Leia mais

FEDERAÇÃO CEARENSE DE FUTEBOL REC. Regulamento Específico Série A 2015 CAMPEONATO CEARENSE 2015 SÉRIE A REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO REC

FEDERAÇÃO CEARENSE DE FUTEBOL REC. Regulamento Específico Série A 2015 CAMPEONATO CEARENSE 2015 SÉRIE A REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO REC CAMPEONATO CEARENSE SÉRIE A REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO CAPÍTULO I Da Denominação e Participação Art. 1º - O Campeonato Cearense de da Série A, doravante denominado Campeonato Cearense Serie A,

Leia mais

FEDERAÇÃO CEARENSE DE FUTEBOL REC. Regulamento Específico Sub / 20. Atenciosamente, Josimar de Carvalho Diretor de Competições

FEDERAÇÃO CEARENSE DE FUTEBOL REC. Regulamento Específico Sub / 20. Atenciosamente, Josimar de Carvalho Diretor de Competições Fortaleza, 27 de janeiro de 2015 Portaria 002/DCO/FCF/2015 Ilmos. Srs. Filiados, Ass.: Revisão do /SUB-20/2015 Prezados Senhores, Estamos publicando a revisão Regulamento Específico do Campeonato Cearense

Leia mais

Federação Paulista de Futebol

Federação Paulista de Futebol Federação Paulista de Futebol RUA FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL, 55 SÃO PAULO - SP Telefone 2189-7000 Fax 2189-7022 REGULAMENTO ESPECÍFICO DO 17º CAMPEONATO PAULISTA DE FUTEBOL FEMININO - PRIMEIRA DIVISÃO

Leia mais

ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE DESPORTOS PARA DEFICIENTES INTELECTUAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015

ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE DESPORTOS PARA DEFICIENTES INTELECTUAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015 DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO Art. 1º - A Taça São Paulo de Futsal - 2015 será disputado por equipes com atletas com deficiência intelectual. Art.

Leia mais

REGULAMENTO COPA BRASIL IMEF 2011

REGULAMENTO COPA BRASIL IMEF 2011 REGULAMENTO COPA BRASIL IMEF 2011 CATEGORIAS: MIRIM(97) SUB 14 PRÉ-MIRIM(98) SUB 13 FRALDINHA (99) SUB 12 DENTINHO(99) SUB 12 1 - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES O presente Regulamento é o conjunto das disposições

Leia mais

FEDERAÇÃO GOIANA DE FUTEBOL www.fgf.esp.br

FEDERAÇÃO GOIANA DE FUTEBOL www.fgf.esp.br CAMPEONATO GOIANO DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA DIVISÃO DE ACESSO (2 a DIVISÃO) 2015 N O R M A S E S P E C I A I S CAPÍTULO I Da Denominação e Participação Art. 1º - O Campeonato Goiano de Profissionais da

Leia mais

TAÇA FPF TEMPORADA 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO (REC) CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO

TAÇA FPF TEMPORADA 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO (REC) CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO TAÇA FPF TEMPORADA 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO (REC) CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO Art. 1º - A Taça FPF Temporada 2015, doravante denominada CAMPEONATO, é organizada pela Federação

Leia mais

CATEGORIA: IDADE LIVRE

CATEGORIA: IDADE LIVRE 15º CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL DE ADVOGADOS (15ª edição) 2014 CATEGORIA: IDADE LIVRE REGULAMENTO GERAL Art. 1 - Participantes: O 15º Campeonato Brasileiro de Futebol da OAB terá a participação dos

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE 2016

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE 2016 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE 2016 DOS PARTICIPANTES Art. 1º - Integrarão o Campeonato Estadual de Futebol da Primeira

Leia mais

REGULAMENTO. Os representantes das equipes ficarão responsáveis pela disciplina de seus atletas.

REGULAMENTO. Os representantes das equipes ficarão responsáveis pela disciplina de seus atletas. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: REGULAMENTO Artigo 1 Artigo 2 Artigo 3 Artigo 4 Artigo 5 Fica instituído pela Delegacia Sindical de Brasília o IV Campeonato de Futebol Soçaite. Este regulamento é o conjunto

Leia mais

3º TORNEIO DE FUTSAL CDL CANOAS

3º TORNEIO DE FUTSAL CDL CANOAS 3º TORNEIO DE FUTSAL CDL CANOAS REGULAMENTO GERAL Capítulo 1 Comissão disciplinar e organizadora: O Evento será coordenado pela CDL e pela CDL Jovem Canoas, com as seguintes atribuições: a) Tomar as providências

Leia mais

Federação Paulista de Futebol

Federação Paulista de Futebol Federação Paulista de Futebol RUA FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL, 55 SÃO PAULO - SP Telefone 2189-7000 Fax 2189-7022 REGULAMENTO ESPECÍFICO DO CAMPEONATO PAULISTA DE FUTEBOL PROFISSIONAL - PRIMEIRA DIVISÃO

Leia mais

16ª Copa Farroupilha de Futebol Amador

16ª Copa Farroupilha de Futebol Amador 16ª Copa Farroupilha de Futebol Amador De Março a Julho de 2013 Organização: Prof. José Medeiros LIGA FARROUPILHA REGULAMENTO GERAL 1) Da fórmula de disputa: a) A competição contará com dezoito (18) equipes;

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO FUTSAL

REGULAMENTO TÉCNICO FUTSAL FUTSAL Art. 1º - O campeonato de Futebol de Salão será regido pelas regras oficiais da CBFS - Confederação Brasileira de Futsal, por este Regulamento e conforme o disposto no Regulamento Geral. Art. 2º

Leia mais

REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES

REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES Artigo 1 - A TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 é promovida, organizada e dirigida pela FEDERAÇÃO UNIVERSITÁRIA

Leia mais

REGULAMENTO OFICIAL VI COPA DE FUTEBOL 7 UNIGUAÇU

REGULAMENTO OFICIAL VI COPA DE FUTEBOL 7 UNIGUAÇU REGULAMENTO OFICIAL VI COPA DE FUTEBOL 7 UNIGUAÇU CAP. I: AS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ART.1 - O torneio é uma Promoção do Colegiado do curso de Educação Física da Uniguaçu, apoiado pela Uniguaçu. ART.2

Leia mais

CAMPEONATO DE FUTSAL MACEIÓ 200 ANOS REGULAMENTO DE FUTSAL

CAMPEONATO DE FUTSAL MACEIÓ 200 ANOS REGULAMENTO DE FUTSAL CAMPEONATO DE FUTSAL MACEIÓ 200 ANOS REGULAMENTO DE FUTSAL 1. Os jogos de Futsal serão realizados de acordo com as Regras Oficiais, salvo o estabelecido neste Regulamento. 2. Cada equipe poderá inscrever

Leia mais

CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA SÉRIE A DE 2016 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO

CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA SÉRIE A DE 2016 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA SÉRIE A DE 2016 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO Art. 1º O CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA SÉRIE A

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE - 2013

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE - 2013 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE - 2013 DOS PARTICIPANTES Art. 1º - Integrarão o Campeonato Estadual de Futebol da Primeira

Leia mais

CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO MÁSTER 2013 FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL 001/13 REGULAMENTO

CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO MÁSTER 2013 FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL 001/13 REGULAMENTO CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO MÁSTER 2013 FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL 001/13 REGULAMENTO Dispõe sobre as normas a serem estabelecidas no Regulamento do Campeonato de MÁSTER

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE - 2014

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE - 2014 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE - 2014 DOS PARTICIPANTES Art. 1º - Integrarão o Campeonato Estadual de Futebol da Primeira

Leia mais

REGULAMENTO DE FORMAÇÃO DA SELEÇÃO BRASILEIRA 2015 SUB-14, CADETE, JUNIOR E SUB-21

REGULAMENTO DE FORMAÇÃO DA SELEÇÃO BRASILEIRA 2015 SUB-14, CADETE, JUNIOR E SUB-21 REGULAMENTO DE FORMAÇÃO DA SELEÇÃO BRASILEIRA 2015 SUB-14, CADETE, JUNIOR E SUB-21 Este regulamento tem por finalidade determinar as condições e os critérios seletivos gerais para formar e compor a Seleção

Leia mais

8ª COPA BRASIL DE FUTSAL DOS SURDOS MANAUS AMAZONAS. 16 a 19 de Julho de 2015

8ª COPA BRASIL DE FUTSAL DOS SURDOS MANAUS AMAZONAS. 16 a 19 de Julho de 2015 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º. Este regulamento é o documento composto conjunto das disposições que regem a à Oitava Edição da Copa Brasil de Futsal dos Surdos Manaus/AM,

Leia mais

CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 CIDADE DE CABO FRIO - RJ Dias 04, 05, 06 e 07 de Junho de 2015 VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO CABO FRIO VOLEI MASTER 2015

CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 CIDADE DE CABO FRIO - RJ Dias 04, 05, 06 e 07 de Junho de 2015 VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 REALIZAÇÃO APOIO ASSOCIAÇÃO MASTER DE VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO AMAVOLEI CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 VOLEIBOL DE QUADRA PREFEITURA MUNICIPAL DE CABO FRIO SECRETARIA DE ESPORTES DE CABO FRIO Regulamento

Leia mais

TROFÉU BRASIL CAIXA DE ATLETISMO XXXIII Edição

TROFÉU BRASIL CAIXA DE ATLETISMO XXXIII Edição TROFÉU BRASIL CAIXA DE ATLETISMO XXXIII Edição Art. 1º - Art. 2º - Art. 3º - O Troféu Brasil de Atletismo é uma competição realizada anualmente que têm por propósito básico a difusão do Atletismo e a verificação

Leia mais

FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI)

FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI) 8 o CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTSAL MASCULINO/ FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI) 1. DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO TÉCNICO 1.1. O 8º Campeonato Municipal de Futsal Masculino será promovido e

Leia mais

LIGA GONÇALENSE DE DESPORTOS BOLETIM OFICIAL Nº 18/2012 - SÃO GONÇALO, 12 DE JUNHO DE 2012 RESOLUÇÕES DA PRESIDÊNCIA

LIGA GONÇALENSE DE DESPORTOS BOLETIM OFICIAL Nº 18/2012 - SÃO GONÇALO, 12 DE JUNHO DE 2012 RESOLUÇÕES DA PRESIDÊNCIA LIGA GONÇALENSE DE DESPORTOS BOLETIM OFICIAL Nº 18/2012 - SÃO GONÇALO, 12 DE JUNHO DE 2012 RESOLUÇÕES DA PRESIDÊNCIA 1 REGULAMENTO CAMPEONATO GONÇALENSE DE FUTEBOL MIRIM CAPÍTULO - I - DA ORGANIZAÇÃO E

Leia mais

LIGA ESPORTIVA OUROPRETANA REGULAMENTO ESPECÍFICO DAS COMPETIÇÕES DE 2015 PRIMEIRA E SEGUNDA DIVISÃO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

LIGA ESPORTIVA OUROPRETANA REGULAMENTO ESPECÍFICO DAS COMPETIÇÕES DE 2015 PRIMEIRA E SEGUNDA DIVISÃO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - As competições oficiais coordenadas pela Diretoria Técnica da LEO, doravante denominadas apenas competições, regerse-ão pelo presente Regulamento Específico

Leia mais

Federação Paulista de Futebol RUA FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL, 55 SÃO PAULO - SP Telefone 2189-7000 Fax 2189-7022

Federação Paulista de Futebol RUA FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL, 55 SÃO PAULO - SP Telefone 2189-7000 Fax 2189-7022 Federação Paulista de Futebol RUA FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL, 55 SÃO PAULO - SP Telefone 2189-7000 Fax 2189-7022 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA 46ª COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JÚNIOR - 2015 I - DAS FINALIDADES

Leia mais

REGULAMENTO DE FUTSAL

REGULAMENTO DE FUTSAL REGULAMENTO DE FUTSAL Capítulo I DAS FINALIDADES Art. 1º O campeonato de futsal masculino, é promovido como uma das modalidades dos VI JOGOS NACIONAIS DA MAGISTRATURA, promovido e organizado pela AMB Associação

Leia mais

LIGA NACIONAL MASCULINA 2013

LIGA NACIONAL MASCULINA 2013 LIGA NACIONAL MASCULINA 2013 REGULAMENTO ESPECÍFICO Capítulo I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ART. 1 Este Regulamento tem como finalidade, determinar as condições em que será disputada a LIGA NACIONAL

Leia mais

XIII Copa FUTEL de Futebol de Campo 2014 Regulamento

XIII Copa FUTEL de Futebol de Campo 2014 Regulamento XIII Copa FUTEL de Futebol de Campo Regulamento 1 CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º - A XIII COPA FUTEL DE FUTEBOL DE CAMPO tem por objetivo principal o congraçamento geral dos participantes e criar alternativas

Leia mais

VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL. OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal.

VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL. OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal. VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal. ORGANIZAÇÃO O torneio será organizado e dirigido por uma Comissão Organizadora

Leia mais

CLUBE COMERCIAL DE LORENA

CLUBE COMERCIAL DE LORENA TORNEIO DE BILHAR 2015 I - Dos Objetivos: REGULAMENTO Art. 1 - O evento tem por finalidade promover o intercambio social e esportivo entre os associados do Clube Comercial de Lorena e de toda a região,

Leia mais

REGULAMENTO DO CAMPEONATO MUNICIPAL DE 2012 CATEGORIA PRINCIPAL DIVISÃO ESPECIAL/1ª DIVISÃO/2ª DIVISÃO/3ª DIVISÃO/4ª DIVISÃO

REGULAMENTO DO CAMPEONATO MUNICIPAL DE 2012 CATEGORIA PRINCIPAL DIVISÃO ESPECIAL/1ª DIVISÃO/2ª DIVISÃO/3ª DIVISÃO/4ª DIVISÃO LIGA DE FUTEBOL DE SALÃO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO e-mail ligafutsalsbc@gmail.com ou ligafutsalsbc@uol.com.br - Data de fundação 15/08/1981 site : www.ligafutsalsaobernardo.com.br Telefones: 4122-58-85-4330-95-70

Leia mais

Federação Gaúcha de Futebol

Federação Gaúcha de Futebol Traffic Assessoria de Comunicações Ltda. RUA FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL, 55 SÃO PAULO - SP Telefone 2189-7000 Fax 2189-7022 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COPA SUB 23 DE FUTEBOL PROFISSIONAL - 2010 DA DENOMINAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO TAÇA BH 2015 SUB-17

REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO TAÇA BH 2015 SUB-17 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO TAÇA BH 2015 SUB-17 Página 1 de 13 CAPÍTULO I - DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO Art. 1º - A XXXI Taça BH de Futebol 2015, doravante denominada Taça BH, é regida por este

Leia mais

CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA SÉRIE A DE 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO

CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA SÉRIE A DE 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA SÉRIE A DE 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO Art. 1º O CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA SÉRIE A

Leia mais

LIGA ATLÉTICA DA REGIÃO MINEIRA

LIGA ATLÉTICA DA REGIÃO MINEIRA CAMPEONATO REGIONAL DA LARM DE FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DA 1ª DIVISÃO DE 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO Disposições Preliminares: CAPÍTULO I Art. 1º - O campeonato Regional da Liga Atlética da Região Mineira

Leia mais

CAMPEONATO ESTADUAL DE NATAÇÃO DE VERÃO TROFÉU ALEXANDRE VISCARDI, TROFÉU MARCOS CHAIBEN INFANTIL JUVENIL JUNIOR SENIOR TROFÉU PARANÁ ABSOLUTO

CAMPEONATO ESTADUAL DE NATAÇÃO DE VERÃO TROFÉU ALEXANDRE VISCARDI, TROFÉU MARCOS CHAIBEN INFANTIL JUVENIL JUNIOR SENIOR TROFÉU PARANÁ ABSOLUTO CAMPEONATO ESTADUAL DE NATAÇÃO DE VERÃO TROFÉU ALEXANDRE VISCARDI, TROFÉU MARCOS CHAIBEN INFANTIL JUVENIL JUNIOR SENIOR TROFÉU PARANÁ ABSOLUTO Data :04 A 07 DE NOVEMBRO DE 2015 Inscrição: 28 de outubro

Leia mais

Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre.

Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre. Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre. Título I Das Disposições Gerais A) Será obrigatório, de acordo com as Regras do Futsal, o uso de caneleiras para todos os atletas. B) Não

Leia mais

Seletiva Estadual Universitária de RUGBY SEVEN

Seletiva Estadual Universitária de RUGBY SEVEN Seletiva Estadual Universitária de RUGBY SEVEN LOCAL/ DATA/ HORÁRIO Local: Campo Federação Paulista de Rugby Parque Esportivo do Trabalhador (Antigo CERET) Rua Canuto de Abreu, s/número - Tatuapé Data:

Leia mais

CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA DIVISÃO PRINCIPAL DE 2010 REGULAMENTO ESPECÍFICO

CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA DIVISÃO PRINCIPAL DE 2010 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA DIVISÃO PRINCIPAL DE 2010 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO Art. 1º O CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA

Leia mais

IX COPA ASTEROIDE CCPR DE FUTEBOL REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO

IX COPA ASTEROIDE CCPR DE FUTEBOL REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO IX COPA ASTEROIDE CCPR DE FUTEBOL REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO CAPÍTULO I Da Denominação, Objetivo e Participação a. A IX Copa Asteroide CCPR de Futebol Interagências, doravante denominada CAMPEONATO, será

Leia mais

TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO

TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO Art. 1º - A organização da Taça Cidade São José de Futsal é de inteira responsabilidade da Prefeitura Municipal de São

Leia mais

GRUPOS CAMPO (02) SHOW DE BOLA CATEGORIA SUB: 13 CATEGORIA SUB: 15

GRUPOS CAMPO (02) SHOW DE BOLA CATEGORIA SUB: 13 CATEGORIA SUB: 15 GRUPOS CAMPO (01) 1º BPM CAMPO (02) SHOW DE BOLA CATEGORIA SUB: 09 1. Associação Teotônio Segurado- 1º BPM 2. Associação Aureny III 3. Instituto Fernandes Futebol Clube 4. Escolinha FLA CAMPO (03) 606

Leia mais

Regulamento da. Copa UniBH de. Futsal

Regulamento da. Copa UniBH de. Futsal Regulamento da Copa UniBH de Futsal FINALIDADE O presente regulamento contêm as normas que regem na 9ª Copa UniBH de Futsal, sendo conhecedores de seu conteúdo todos os inscritos que se submetem sem ressalvas

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA

REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA Art. 1º O Torneio de Futebol Society tem por finalidade: A congregação dos graduandos, o fortalecimento dos laços de amizade e a camaradagem

Leia mais

2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL

2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL 1 2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL Disposições Preliminares 1 O Campeonato de Futsal da Associação Atlético Cultural Painco de 2010 será dirigido pelo Departamento

Leia mais

CIRCUITO VERÃO SESC DE ESPORTES 2013/2014

CIRCUITO VERÃO SESC DE ESPORTES 2013/2014 CIRCUITO VERÃO SESC DE ESPORTES 2013/2014 I. DA COMPETIÇÃO II. DA COORDENAÇÃO III. DAS FASES DA COMPETIÇÃO IV. DAS INSCRIÇÕES E PARTICIPAÇÕES V. DA PREMIAÇÃO VI. DA ARBITRAGEM VII. DA IDENTIFICAÇÃO VIII.

Leia mais

LIGA PAULISTANA DE FUTEBOL AMADOR

LIGA PAULISTANA DE FUTEBOL AMADOR COPA LIGA PAULISTANA REGULAMENTO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Artigo 1º - Este Regulamento é o conjunto das disposições que regem a Copa Liga Paulistana. Artigo 2º - A Copa tem por finalidade promover

Leia mais

O Presidente da Liga Araguarina de Futebol, no uso de suas atribuições, por delegação de poderes, que lhes fora conferido, pelo Estatuto da Entidade:

O Presidente da Liga Araguarina de Futebol, no uso de suas atribuições, por delegação de poderes, que lhes fora conferido, pelo Estatuto da Entidade: LIGA ARAGUARINA DE FUTEBOL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL Nº 004/2013 - DT DISPÕE SOBRE O REGULAMENTO, DO CAMPEONATO DA 1ª DIVISÃO DE NÃO PROFISSIONAIS, DA TEMPORADA DE 2013. O Presidente da Liga Araguarina

Leia mais

O CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES 2011 R E G U L A M E N T O / TEMPORADA 2011 = = = = = = = = = = = = DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

O CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES 2011 R E G U L A M E N T O / TEMPORADA 2011 = = = = = = = = = = = = DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES 2011 R E G U L A M E N T O / TEMPORADA 2011 = = = = = = = = = = = = DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ARTIGO 1º O CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES/2011,

Leia mais

Regulamento da. 2ª Copa UniBH de Futsal

Regulamento da. 2ª Copa UniBH de Futsal Regulamento da 2ª Copa UniBH de Futsal FINALIDADE O presente regulamento contêm as normas que regem na 2ª Copa Futsal UniBH, sendo conhecedores de seu conteúdo todos os inscritos que se submetem sem ressalvas

Leia mais

Federação Paulista de Futebol

Federação Paulista de Futebol Federação Paulista de Futebol RUA FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL, 55 SÃO PAULO - SP Telefone 2189-7000 Fax 2189-7044 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA 47ª COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JÚNIOR - 2016 FINALIDADES Art.

Leia mais

Palavra do Presidente

Palavra do Presidente Palavra do Presidente Estou feliz por reiniciar os trabalhos de nossa entidade, especialmente em ano de véspera de copa do mundo uma temporada diferente pela realização do próximo mundial sendo no Brasil

Leia mais

* Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL

* Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL * Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL 1. DOS JOGOS: Os jogos de Futsal serão regidos pelas Regras Oficiais vigentes da Confederação Brasileira de Futsal, observadas as exceções previstas neste Regulamento

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTSAL DO RIO DE JANEIRO

ASSOCIAÇÃO DE FUTSAL DO RIO DE JANEIRO Regulamento e Punições JOGOS - INICIO DA COMPETIÇÃO 19 e 26 de Abril de 2015 1. Sede dos Jogos: C.R. BOQUEIRÃO Rua Jardel Jercolis, S/N Gloria Rio de Janeiro FLUMINENSE A.C. Rua Xavier de Brito, 22 Centro-Niterói

Leia mais

REGULAMENTO GERAL. ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas.

REGULAMENTO GERAL. ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas. REGULAMENTO GERAL CAPITULO 1 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas. ARTIGO II: Da Cerimônia de

Leia mais

XXIV CIRCUITO ESTADUAL DE VOLEIBOL DE PRAIA 2013 / 2014 R E G U L A M E N T O

XXIV CIRCUITO ESTADUAL DE VOLEIBOL DE PRAIA 2013 / 2014 R E G U L A M E N T O XXIV CIRCUITO ESTADUAL DE VOLEIBOL DE PRAIA 2013 / 2014 R E G U L A M E N T O DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º - O XXIV CIRCUITO ESTADUAL DE VOLEIBOL DE PRAIA 2013 / 2014 é uma promoção e realização da Federação

Leia mais

Torneio de Futsal 2014 Troféu Rafael Afonso Leite

Torneio de Futsal 2014 Troféu Rafael Afonso Leite Torneio de Futsal 2014 Troféu Rafael Afonso Leite DOS OBJETIVOS: O Einstein Gol é um evento que visa aumentar sociabilizarão e integração entre todos os nossos alunos, funcionários, Corpo Docente e Direção.

Leia mais

Federação Paulista de Futebol

Federação Paulista de Futebol Federação Paulista de Futebol RUA FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL, 55 SÃO PAULO - SP Telefone 2189-7000 Fax 2189-7022 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA 45ª COPA SÃO PAULO HITACHI DE FUTEBOL JÚNIOR - 2014 I - DAS

Leia mais

Art. 02 Este Regulamento Geral é o conjunto das disposições que regem as modalidades que integram a COPA SENAI 2010.

Art. 02 Este Regulamento Geral é o conjunto das disposições que regem as modalidades que integram a COPA SENAI 2010. COPA SENAI 2010 REGULAMENTO GERAL SESI SENAI - SP 2010 REGULAMENTO GERAL FASE INTERCLASSES I DOS OBJETIVOS Art. 01 A COPA SENAI 2010, tem por finalidade o bem estar e a integração do aluno perante a sociedade

Leia mais

REGULAMENTO DELEGACIA SINDICAL DE BRASÍLIA - DF IV CAMPEONATO DE FUTEBOL SOÇAITE DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL / 2011

REGULAMENTO DELEGACIA SINDICAL DE BRASÍLIA - DF IV CAMPEONATO DE FUTEBOL SOÇAITE DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL / 2011 REGULAMENTO DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: Artigo 1 Artigo 2 Artigo 3 Artigo 4 Artigo 5 Fica instituído pela Delegacia Sindical de Brasília o IV Campeonato de Futebol Soçaite. Este regulamento é o conjunto

Leia mais

REALIZAÇÃO: NOVE DE JULHO CASA VERDE

REALIZAÇÃO: NOVE DE JULHO CASA VERDE 6ª COPA NOVE DE JULHO DE FUTEBOL AMADOR 2016 REALIZAÇÃO: NOVE DE JULHO CASA VERDE 1 REGULAMENTO DA 6ª COPA NOVE DE JULHO 2016 CAPITULO I Da PARTICIPAÇÃO Esta copa contará com a participação de 48 (quarenta

Leia mais

REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY

REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY XIII JOGOS AFFEMG Associação dos Funcionários Fiscais de Minas Gerais 1- DO LOCAL REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY 1.1 - Os jogos acontecerão em campos de futebol society de grama sintética ou natural, aprovados

Leia mais

II CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO BEIRA RIO CLUBE DE CAMPO 2014 TAÇA FIFA 2014 Troféu Álvaro Wischral Tuti

II CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO BEIRA RIO CLUBE DE CAMPO 2014 TAÇA FIFA 2014 Troféu Álvaro Wischral Tuti II CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO BEIRA RIO CLUBE DE CAMPO 2014 TAÇA FIFA 2014 Troféu Álvaro Wischral Tuti Regulamento Geral I Das Disposições Gerais Obs: A COMISSÃO É COMPOSTA pelos integrantes: Rafael Rangel,

Leia mais

COPA GRANBEL DE FUTEBOL DE CAMPO CATEGORIA INFANTIL E JUVENIL

COPA GRANBEL DE FUTEBOL DE CAMPO CATEGORIA INFANTIL E JUVENIL COPA GRANBEL DE FUTEBOL DE CAMPO CATEGORIA INFANTIL E JUVENIL 2011 REGULAMENTO 2011 1 - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS: ARTIGO 1 A Copa Granbel de Futebol Infanto-Juvenil 2011 é uma organização da Granbel com

Leia mais

REGULAMENTO VII TORNEIO INTER-CARTÓRIOS 2015 DE FUTSAL DE SOROCABA E REGIÃO

REGULAMENTO VII TORNEIO INTER-CARTÓRIOS 2015 DE FUTSAL DE SOROCABA E REGIÃO REGULAMENTO VII TORNEIO INTER-CARTÓRIOS 2015 DE FUTSAL DE SOROCABA E REGIÃO REGULAMENTO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ART.1 Este regulamento é o conjunto das disposições que regem as competições do Torneio

Leia mais

DORIVAL ANTONIO DE LIMA

DORIVAL ANTONIO DE LIMA 5ºCOPA FUPESP FEDERAÇÃO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO 2009 DORIVAL ANTONIO DE LIMA REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO CAPÍTULO I Da Denominação e Participação Art. 1º - A

Leia mais

4ª Copa Interestadual de Tênis de Mesa Pernambuco 2015

4ª Copa Interestadual de Tênis de Mesa Pernambuco 2015 4ª Copa Interestadual de Tênis de Mesa Pernambuco 2015 A Federação Pernambucana de Tênis de Mesa, tem a honra de convidar a todos os Atletas, Técnicos e Dirigentes de Federações e Clubes filiados a CBTM,

Leia mais

REGULAMENTO 2010. IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino da Administração

REGULAMENTO 2010. IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino da Administração REGULAMENTO 2010 IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino da Administração CAPÍÍTULO II DASS DIISSPOSSIIÇÕESS PRELIIMIINARESS Art1º Art2º O IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino, é uma

Leia mais

LIGA BLUMENAUENSE DE FUTEBOL - LBF CAMPEONATO INTERLIGAS VALE DO ITAJAÍ DE FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL

LIGA BLUMENAUENSE DE FUTEBOL - LBF CAMPEONATO INTERLIGAS VALE DO ITAJAÍ DE FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO Art. 1º - O de Futebol não profissional é uma competição oficializada pela FEDERAÇÃO CATARINENSE DE FUTEBOL - FCF, sendo organizada e

Leia mais

REGULAMENTO DO FUTSAL MASCULINO E FEMININO

REGULAMENTO DO FUTSAL MASCULINO E FEMININO REGULAMENTO DO FUTSAL MASCULINO E FEMININO I - DOS LOCAIS DOS JOGOS Art. 1º - Os jogos serão realizados nos seguintes locais: Quadras 01,02 e 03 - térreo do Prédio 80 Quadras 01,02 e 03-4º andar do Prédio

Leia mais

REGULAMENTO DESPORTIVO

REGULAMENTO DESPORTIVO TORNEIO DE FUTEBOL INFANTIL JOSÉ TORRES AMADORA 2014 FUTEBOL 7 INFANTIS COMPLEXO DESPORTIVO MUNICIPAL DO MONTE DA GALEGA 4 e 5 de outubro de 2014 REGULAMENTO DESPORTIVO 01 Regras 02 Escalão etário 03 Equipas

Leia mais

REGULAMENTO D0 II CAMPEONATO MINEIRO DE RUGBY SEVEN FEMININO 2012

REGULAMENTO D0 II CAMPEONATO MINEIRO DE RUGBY SEVEN FEMININO 2012 REGULAMENTO D0 II CAMPEONATO MINEIRO DE RUGBY SEVEN FEMININO 2012 1 - Disposições Gerais Todas as partidas serão disputadas de acordo com as Leis do jogo em vigor conforme estipulado pelo IRB. Se surgirem

Leia mais

COPA SUL DOS CAMPEÕES DE 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I. Disposições Preliminares

COPA SUL DOS CAMPEÕES DE 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I. Disposições Preliminares LIGA IMBITUBENSE DE FUTEBOL - LIF DEPARTAMENTO TÉCNICO COPA SUL DOS CAMPEÕES DE 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I Disposições Preliminares Art. 1º - A Copa Sul dos Campeões de 2015, será promovida

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL Confederação Brasileira de Futebol Diretoria de Competições Regulamento Específico da Competição Campeonato Brasileiro da Série D 2015 1 SUMÁRIO DEFINIÇÕES... 3 CAPÍTULO I - DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO...

Leia mais

Federação Paranaense de Futebol 7 VII COPA RIC DE FUTEBOL 7 / 2015 REGULAMENTO OFICIAL

Federação Paranaense de Futebol 7 VII COPA RIC DE FUTEBOL 7 / 2015 REGULAMENTO OFICIAL Federação Paranaense de Futebol 7 VII COPA RIC DE FUTEBOL 7 / 2015 REGULAMENTO OFICIAL CAPÍTULO I - Da Finalidade Art. 01 A VII COPA RIC DE FUTEBOL 7 2015, será organizada pela Federação Paranaense de

Leia mais

COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2014

COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2014 COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO Anualmente a CBT - Confederação Brasileira de Tênis promoverá a Copa das Federações, para definir o Estado Campeão Brasileiro. A Copa das

Leia mais

XXVII JOGOS ESCOLARES MUNICIPAIS JEMs 2013 REGULAMENTO ESPECÍFICO DO ATLETISMO

XXVII JOGOS ESCOLARES MUNICIPAIS JEMs 2013 REGULAMENTO ESPECÍFICO DO ATLETISMO REGULAMENTO ESPECÍFICO DO ATLETISMO Art. 1º - As competições serão regidas pelas Regras Oficiais da Federação Internacional de Atletismo Amador e da Confederação Brasileira de Atletismo em tudo que não

Leia mais

REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015

REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015 REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015 PARTE GERAL Art. 1º - Denomina-se Grêmio de Ex-Alunos do Colégio de São Bento ( GEACSB ) o campeonato de futebol society organizado pela ALUMNI CSB-RJ e realizado anualmente

Leia mais

COPA SUL DOS CAMPEÕES DE 2016 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I. Disposições Preliminares

COPA SUL DOS CAMPEÕES DE 2016 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I. Disposições Preliminares LIGA LAGUNENSE DE FUTEBOL - LLF DEPARTAMENTO TÉCNICO COPA SUL DOS CAMPEÕES DE 2016 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I Disposições Preliminares Art. 1º - A Copa Sul dos Campeões de 2016, será promovida pela

Leia mais

NOTA OFICIAL N 50/2013 ATOS DA PRESIDÊNCIA

NOTA OFICIAL N 50/2013 ATOS DA PRESIDÊNCIA NOTA OFICIAL N 50/2013 Rio de Janeiro, 19 de março de 2013. ATOS DA PRESIDÊNCIA COPA BRASIL NORTE - 2013 Tornar sem efeito a Nota Oficial nº 29/2013 por força de alteração na programação, motivada pela

Leia mais