NOTIFICAÇÃO JUDICIAL. ÁLVARO V1LLAÇA. \ZE\T.DO advogados associados EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NOTIFICAÇÃO JUDICIAL. ÁLVARO V1LLAÇA. \ZE\T.DO advogados associados EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA"

Transcrição

1 ÁLVARO V1LLAÇA. \ZE\T.DO advogados assocados EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA JUDICIAL DA COMARCA DE IBIUNA. TAYNÁ COMERCIAL LTDA.. com sede na Rua Padre José Garzott, n 296, CEP , Cdade Dutra.] nesta Captal do Estado de São Paulo, nscrta no CNPJ sob n / , neste ato. representada por seu sóco Dretor, SÉRGIO MILANI, braslero, soltero,, Admnstrador de Empresas, portador da cédula de dentdade RG n SSP e nscrto no CPF/MF sob n , com endereço nesta Captal: na Rua Padre José Garzott, n 296, CEP , Cdade Dutra, por s e por: seu bastante procurador, que esta subscrevem (doc.1), vem, com o devdo! acatamento, à presença de Vossa Excelênca nterpor a presente NOTIFICAÇÃO JUDICIAL em face da SOCIEDADE AMIGOS SÍTIOS LAGOS DE IBIUNA, pessoa jurídca de dreto pnvado, com sede na Rodova Bunjro Nakao, Km. 82,5 - Barro da Ressaca, Ibuna, Estado de São Paulo, na pessoa de seu presdente, ANTÔNIO RICHARD STECCA BUENO, nos moldes dos artgos 867.e seguntes do Códgo de Processo Cvl. Rua Luu Galvan n cj 52 - Brookln - São Paulo - SP CEP )20 - Fone (II) íjoí-x^x F:-nal: avawava.com.br

2 ÁLVARO VILLAÇA AZEVEDO ídvogados assodados Resumo dos fatos A empresa Notfcante é propretára, desde a. formação do loteamento denomnado "Síto Lagos de Ibúna", stuado ás. ; margens da represa Itupararanga, em 27 de novembro de 1967, dos seguntes! ' lotes de terreno e áreas reservadas: lotes 5 e 6 e área reservada de 2.325,00 ms (quadra 10); lote 13 e área reservada de 2.437,70 ms (quadra 11); lotes 1, 6, 7,.8,9,10.11,12613 (quadra 13); área reservada de 1.134,10 ms (junto à quadra! 18); gleba de ,00 ms. e gleba de ,00 ms. (ambas na Av. Margnal). j Ocorre que, pelo Decreto Muncpal n 685, de 20 j de julho de 2000 (doe. 2), a Prefetura Muncpal de Ibúna houve por bem j restrngr o acesso a esse Síto somente aos seus moradores, tornando-o, desse modo, loteamento fechado. Referdo Decreto, em seus artgos 1 e 3, j j conferu à "Socedade Amgos Síto Lagos de Ibúna" a responsabldade pelo fechamento do tráfego no local, atrbundo-lhe, anda, outras ncumbêncas de natureza admnstratva, como, por exemplo, coleta de lxo, segurança etc.. Por conta dsso, a socedade Notfcada entendeuj- cobrança em se no dreto de efetuar - a título de "contrbução obrgatóra" dnhero de tantos quantos possuíssem lotes naquela área, estabelecendo, anda, multa percentual e juros de mora. Rua Lug Galvan n cj Brookn - São Paulo - SP CEP Fone (l 1) X E-mal: avaa.ava.com.br

3 ÁLVARO V1LLAÇA.AZEVEDO boados assocados A cobrança da dta "contrbução", por seu turno, deu-se por meo de boleto bancáro (doe. 3), expeddo pelo Banco Itaú. em que: fgura, no campo destnado ao cedente, a "Socedade Amgos Sítos Lagos de Ibúna". No mesmo documento, no campo "Instruções", vem a advertênca: "Pague no vencto. Após multa de 20% e juros de 0,13% ao da.! Sítos Lagos de Ibúna, condomíno fechado, desde , pelo decreto 1 muncpal n 685. Contrbução obrgatóra. Tel. XXX (015) /5446".! A Notfcante partcpou da formação da socedade: Notfcada, quando de sua fundação; contudo devdo a dvergêncas de ordem admnstratvas e até pessoas de seu representante, dexou de fazer parte! dessa socedade, em 1990, pelo tem II, artgo 10, capítulo III - Dos Dretos e Obrgações dos Sócos dos Estatutos da Sasl, aprovados na data de sua fundação, conforme estatuto anexo. Absoluta nexstênca de dever de assocação l A presente notfcação tem por escopo, a um só í j tempo, consgnar formalmente a absoluta nexstênca de j quas quer obrgações da Notfcante ou de seu representante, com a Notfcada rresgnação com a cobrança envada. anda, sua absoluta l Isto, à vsta de que, malgrado a Notfcante seja há tempos propretára de móves naquele local, desde 1990 não quer mas ser flada à socedade Notfcada. Rua Lug GaJvan n" cj Brookln - São Paulo - SP CEP Fone (II) S E-mal: üva.a.ava.com.br

4 ÁLVARO V1LLAÇA.AZEVEDO assocados Ademas, após a publcação do Decreto Muncpal: n 685, de 20 de julho de 2000, a Notfcada, extrapolando os lmtes do novel dploma, assumu, por ncatva própra, "dretos" que nunca possuu, tentando; crar uma aparênca de legaldade em seus atos. Assm, a Notfcada pretendeu estabelecer um vínculo assocatvo compulsóro para tantos quantos fossem propretáros de móves no loteamento, que, repta-se, fo apenas fechado por fprça do referdo) decreto muncpal. Ora, a attude de tentar nclur todos os. propretáros em seu quadro assocatvo, e, anda, de cotprar-ihes "contrbução l obrgatóra" é completamente absurda, porquanto nexste em nosso : ordenamento jurídco a possbldade de crar-se um vínculo assccatvo sem que 1 se faça presente o elemento voltvo daquele que adere, manfestando sua! vontade lvre e conscente de pertencer à pessoa jurídca. 1 Com efeto, essa afrmação tem assento dreto na Consttução Federal, que, no capítulo destnado aos dretos ndvduas e coletvos, dspõe no artgo 5, ncso XX, que "nnguém poderá ser compeldo a ' assocar-se ou a permanecer assocado". ; Destaca José Afonso da Slva (Curso de Dreto ; Consttuconal Postvo, Ed. Malheros, São Paulo, 9 a edção, 3 a tragem, 1993, p. 241), cudando da lberdade de assocação, que ela, nos moldes do ctado j dspostvo consttuconal, "contém quatro dretos: o de crar assocação, que nãol < depende de autorzação; o de aderr a qualquer assocação, pos nnguém Rua Lug Galvan n cj Brookln - S3o Paulo - SP CEP 1) Fone (II) 5505-W8 E-mal: ava/ãjava.com.br

5 ÁLVARO VILLAÇA AZEVEDO advoüados assocados ; poderá ser obrgado a assocar-se; o de deslgar-se da assocação, porque ; nnguém poderá ser compeldo a permanecer assocado; e o de dssolver. ' espontaneamente a assocação, já que não se pode compelr a exstr". assocação de do Dreto Prvado. Tal acontece, sem sombra de dúvdas, no âmbto Ressalta, muto bem, nesse ponto,! José Joaqum: j Gomes Canotlho, Lvr. Almedna, Combra, 1995, 6 a edção, rempressão, p. 539), quando alude a que "A componente negatva das lberdades consttu! também uma dmensão fundamental (ex. ter ou não ter relgão, fazer ou nãoj fazer parte de uma assocação, escolher uma ou outra profssão)". j Anote-se, por oportuno, que tal dspostvo tamanha sua mportânca reveste-se da condção de cláusula pétrea, não estando, portanto, passível de qualquer alteração. Inexstênca de condomíno e mpossbldade de serem cobradas quasquer contrbuções legítma em mas de um aspecto. A cobrança pretendda pela Notfcada mostra-se Com efeto, o teor da advertênca exarada no l campo "Instruções", supra transcrta, dá expressa conta da mpossível exstencal de um condomíno fechado, estabelecdo pelo Decreto Muncpal r 685. Rua Lug Gulvan n" cj BrookJn - São Paulo - SP CEP Fone (II) Ô3X E-mal: ava:a ava.com.br

6 ÁLVARO V1LLAÇA AZEVEDO advouados assocados Ante tal fato, é de consgnar-se a estranheza causada à Notfcante, ante esses termos, porque cente de que seja teratológco pensar-se que- um ato admnstratvo possa estabelecer uma condção;. condomnal em relação aos propretáros de móves do local, prncpalmente!! porque as normas que regem os condomínos no sstema pátro estampadas: na Le n , de 16 de dezembro de 1964 dexam claro que se trata de ; stuação jurídca que deve ser estabelecda a partr do consenso voluntáro entre ; partculares, e não de um ato orgnáro do poder públco, crando uma stuação!! jurídca de natureza emnentemente prvada. j Dante dsso, procedeu-se ao cotejo entre o quanto vertdo no boleto bancáro e o Decreto Muncpal n." 685, sendo certo que! este em momento algum determnou que aquele local passasse à condção de condomíno, como, alás, não podera. É de 'ver-se, assm, que o Decreto em causa permtu, apenas, o fechamento do loteamento. Nada mas. Pese sto, a Notfcada fez consgnar no boleto bancáro que o loteamento passara à condção de condomíno declarando, por conta dsso, ser obrgatóra a contrbução. Dante da absoluta e grave qstorcão entre o boleto bancáro e o Decreto Muncpal, é assente que não exste qualquer obrgatoredade no pagamento da contrbução que a Notfcada consgnou como obrgatóra. Rua Lug Galvan n cj Brookln - S3o Paulo - SP CEP Fone (l l) E-mal: avauava.com.br

7 ÁLVARO VILLAÇA AZEVEDO achoüados assocados! Não se perca de vsta que tal conduta, se revestda do elemento subjetvo do njusto e fosse na prátca destnada a fns outros, certamente estara sujeta a persecução de natureza penal, em que j fguraram como vítmas aqueles que foram ndevdamente cobrados. Desse modo, a consgnação formal da dscordânca da Notfcante a tudo quanto atrás narrado mpõe-se, na ; salvaguarda de seus dretos. j Requermento Dante do exposto e observadas as determnações constantes do artgo 868 do Códgo de Processo Cvl, requer a Notfcante a Vossa Excelênca seja notfcada a "SASLI l Sobedade Só Amgos Sítp Lagos de Ibúna", na pessoa de seu representante legal, de que: socedade notfcada; a) Tayná Comercal Ltda. 1 não é membro da b) Tayná Comercal Ltda. não pode ser forçada, de qualquer modo, a ser membro da socedade notfcada, vsto que dexou de ser membro da mesma, de acordo com estatutos aprovados; c) Tayná Comercal Ltda. dexou de pagar a contrbução, dexando de fazer parte da referda socedade, como estpula o tem II, do artgo 10, do capítulo III; Rua Lug GaJvan n ü cj Brooklm - São Paulo - SP CEP Fone 111) S E-mal: uva «ava.con.br

8 ÁLVARO VILLAÇA.AZEVEDO aclvotados assocados d) as propredades de Tayná Comercal Ltda. não estão estabelecdas em nenhuma forma de condomíno. Notfcada desses fatos, fca, a Socedade Amgos Sítos Lagos de Ibúna" nterpelada para que da, a "SASLI - a) não mas nssta na partc >ação de Tayná Comercal Ltda. na socedade Notfcada, vsto que nexste, no ordenamento jurjídco, a flação compulsóra a qualquer socedade d natu eza prvada, em que a vontade, para tanto, é ndspensável; e! b) por tudo quanto exposto, hão mas sejam promovdas contra Tayná Comercal Ltda., a qualquer título e por quasquer meos, cobranças pela Notfcada-lnterpelada, sob pena de serem tomadas; enérgcas meddas, na esfera cvl, em face da Notfcada-lnterpelada e de seus representantes legas e, paralelamente, no âmbto crmnal, quanto a dtos, representantes. Após realzadas a notfcação e a nterpelação, como requerdas, requer a Notfcante-lnterpelante que, pagas as custas e decorrdas quarenta e oto horas, lhe sejam entregues estes autos, : ndependentemente de traslado, como determna o artgo 872 do Códgo de - ; Processo Cvl. j Rua Lug Galvan n" cj Brookln - São Paulo - SP CEP Fone (11) 5505-:o38 E-mal: uva'«ava.com.br

9 ÁLVARO VILLAÇA AZEVEDO advogados assocados j Dando à presente, apenas para QÍ! o valor de R$ 1.000,00 (um ml reas), D. R. e A. esta, cpm documentos, \ pede e espera defermento. efetos fscas, os anexos De São Paulo para Ibúna, 12 de setembro de 2000» P.p... ÁLVAF AZEVEDO $P IAYNA C DMERCIAL LTDA. fttrtffc; ante-lnterpelante Rua Lug GaJvan n" cj BrookJn - São Paulo - SP CEP Fone (U) 5505Ò53X E-nul: avau.ava.com.br

TERMO DE CONTRATO N 001/2014 - CMM

TERMO DE CONTRATO N 001/2014 - CMM \1erra do guaraná" TERMO DE CONTRATO N 001/2014 - CMM CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ACESSO A INTERNET VIA SATÉLITE ATRAVÉS DE LINK DEDICADO, QUE ENTRE SI FAZEM A CÂMRA MUNICIPAL DE MAUÉS E A EMPRESA C H M

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA ACÓRDÃO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA ACÓRDÃO / gtv. ESTADO DA PARAÍBA # PODER JUDCÁRO 5 8 Agravo de nstrumento n" 2004.008919-2 Relator: Des. Luz Slvo Ramalho Júnor Agravante: Antôno D'Avla Lns Flho e Espólo de Luz Antôno da Slvera D'Avla Lns. Advogado:

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 3259 RESOLVEU:

RESOLUÇÃO Nº 3259 RESOLVEU: Resolução nº 3259, de 28 de janero de 2005. RESOLUÇÃO Nº 3259 Altera o dreconamento de recursos captados em depóstos de poupança pelas entdades ntegrantes do Sstema Braslero de Poupança e Empréstmo (SBPE).

Leia mais

ACÓRDÃO. Poder Judiciário Tribunal de Justiça da Paraíba Gabinete Des. JORGE RIBEIRO NÓBREGA

ACÓRDÃO. Poder Judiciário Tribunal de Justiça da Paraíba Gabinete Des. JORGE RIBEIRO NÓBREGA 1 Poder Judcáro Trbunal de Justça da Paraíba Gabnete Des. JORGE RIBEIRO NÓBREGA ACÓRDÃO EMBARGOS DE DECLARAÇÃO N. 888.200.2005.019.401-41001 Orundo da 7a Vara da Fazenda Públca da Comarca da Captal RELATOR

Leia mais

TEORIA DE ERROS * ERRO é a diferença entre um valor obtido ao se medir uma grandeza e o valor real ou correto da mesma.

TEORIA DE ERROS * ERRO é a diferença entre um valor obtido ao se medir uma grandeza e o valor real ou correto da mesma. UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE FÍSICA AV. FERNANDO FERRARI, 514 - GOIABEIRAS 29075-910 VITÓRIA - ES PROF. ANDERSON COSER GAUDIO FONE: 4009.7820 FAX: 4009.2823

Leia mais

c.c. SASLI - Sociedade Amigos Sítios Lagos de Ibiúna Av. Paulista, 620/648 - BI. 10 4o. and. - 401 At. Sr. Antônio Richard Stecca Bueno

c.c. SASLI - Sociedade Amigos Sítios Lagos de Ibiúna Av. Paulista, 620/648 - BI. 10 4o. and. - 401 At. Sr. Antônio Richard Stecca Bueno NOTIFICAÇÃO E INTIMAÇÃO EXTRA-JUDICIAL SASU - Sociedade Amigos Sítios Lagos de Ibiúna Rodovia Bunjiro Nakao, Km 82 - Bairro da Resssaca Caixa Postal 192 CEP 18150-970 - Ibiúna - SP c.c. SASLI - Sociedade

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE CURITIBA PR

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE CURITIBA PR EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE CURITIBA PR Tomi Lee Gando, brasileiro, casado, técnico eletricista, portador de CTPS n. 01010, série 010, inscrito no PIS sob o n. 010.010.010-10

Leia mais

ESTADO DA PARAIBA PODER JUDICIARIO GABINETE DO DÊS SAULO HENRIQUES DE SA E BENEVIDES

ESTADO DA PARAIBA PODER JUDICIARIO GABINETE DO DÊS SAULO HENRIQUES DE SA E BENEVIDES I I... 4.4W. npub (,. ~Ne 10 ESTADO DA PARAIBA PODER JUDICIARIO GABINETE DO DÊS SAULO HENRIQUES DE SA E BENEVIDES ACORDÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO N 001 2007 034803-0/001 RELATOR Des Saulo Henrques de Sá

Leia mais

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DE SÃO PAULO.

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DE SÃO PAULO. EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DE SÃO PAULO...., brasileiro, casado, médico, portador da Cédula de Identidade RG nº... - SSP/SP, inscrito no CPF/MF sob nº... com

Leia mais

Sinais Luminosos 2- CONCEITOS BÁSICOS PARA DIMENSIONAMENTO DE SINAIS LUMINOSOS.

Sinais Luminosos 2- CONCEITOS BÁSICOS PARA DIMENSIONAMENTO DE SINAIS LUMINOSOS. Snas Lumnosos 1-Os prmeros snas lumnosos Os snas lumnosos em cruzamentos surgem pela prmera vez em Londres (Westmnster), no ano de 1868, com um comando manual e com os semáforos a funconarem a gás. Só

Leia mais

Peça prático-profissional

Peça prático-profissional Peça prático-profissional Marilza assinou 5 notas promissórias, no valor de R$ 1.000,00 cada uma, para garantir o pagamento de um empréstimo tomado de uma factoring chamada GBO Ltda. Recebeu na data de

Leia mais

Objetivos da aula. Essa aula objetiva fornecer algumas ferramentas descritivas úteis para

Objetivos da aula. Essa aula objetiva fornecer algumas ferramentas descritivas úteis para Objetvos da aula Essa aula objetva fornecer algumas ferramentas descrtvas útes para escolha de uma forma funconal adequada. Por exemplo, qual sera a forma funconal adequada para estudar a relação entre

Leia mais

Petição Inicial. OBS: todas as petições iniciais obedecem aos mesmos requisitos, seja ela de rito ordinário, sumário, cautelar procedimento especial.

Petição Inicial. OBS: todas as petições iniciais obedecem aos mesmos requisitos, seja ela de rito ordinário, sumário, cautelar procedimento especial. Petição Inicial A Petição inicial é a peça por meio da qual o autor provoca a atuação jurisdicional do Estado. A sua redação deverá obedecer a determinados requisitos estabelecidos no artigo 282 do CPC.

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA... VARA CÍVEL DA COMARCA DE...

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA... VARA CÍVEL DA COMARCA DE... EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA... VARA CÍVEL DA COMARCA DE... KASSIUS CLAY, brasileiro, casado, RG..., CPF:... e sua cônjuge TALITA CLAY, brasileira, casada, RG..., CPF..., residentes

Leia mais

CADASTRO DE CLIENTES

CADASTRO DE CLIENTES CADASTRO DE CLIENTES (Indenização Danos Morais e Materiais) Empresas de Telefonia Fixa, Celulares e outras TIM CLARO OI VIVO Outras... PERGUNTAS: Período que a empresa telefônica deixou de prestar os serviços

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO DIRETORIA DE ENGENHARIA E ARQUITETURA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO DIRETORIA DE ENGENHARIA E ARQUITETURA ANEXO l TERMO DE REFERÊNCIA (Ofíco n. 077/2013-GDJAFS) PISO LAMINADO - CARPETE DE MADEIRA 1. DOOBJETO O presente Termo tem por objetvo a aqusção e nstalação de pso lamnado do tpo carpete de madera numa

Leia mais

AO PROCON Prezados Senhores,

AO PROCON Prezados Senhores, AO PROCON Prezados Senhores, FRANCISCO TEOTONIO SIMÕES NETO, brasileiro, portador do RG 3.193.375-0 e do CPF 021.786.138-53, residente e domiciliado à Rua Dr. Martinico Prado, 260, apto.71, Sta. Cecília,

Leia mais

EXCELENTÍSSIMA SENHORA PROCURADORA REGIONAL DO TRABALHO 2ª REGIÃO SP, DOUTORA SUZANA LEONEL MARTINS.

EXCELENTÍSSIMA SENHORA PROCURADORA REGIONAL DO TRABALHO 2ª REGIÃO SP, DOUTORA SUZANA LEONEL MARTINS. EXCELENTÍSSIMA SENHORA PROCURADORA REGIONAL DO TRABALHO 2ª REGIÃO SP, DOUTORA SUZANA LEONEL MARTINS. PROCESSO TRT/SP nº 2001500-08.2011.5.02.0000 DISSÍDIO COLETIVO DE GREVE. No inicio do ano de 2011 a

Leia mais

Terceiro Milênio Informática

Terceiro Milênio Informática MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO BOLETO Visão Geral Use este manual para criar boletos de cobrança sem registro, veja como preencher os campos e onde preenchê-los. Se tiver intenção de usar cobranças com boleto,

Leia mais

Balanço do período de 01/01/13 a 31/12/13

Balanço do período de 01/01/13 a 31/12/13 Balanço do período de 01/01/13 a 31/12/13 DESPESAS 1. DESPESAS COM FUNCIONÁRIOS 63,33% 1.1 Salários e Ordenados 93.723,50 1 1.6 Férias Simples 4.691,30 2 1.7 Décimo Terceiro Salário 6.721,90 3 1.11 Indenização

Leia mais

Introdução e Organização de Dados Estatísticos

Introdução e Organização de Dados Estatísticos II INTRODUÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE DADOS ESTATÍSTICOS 2.1 Defnção de Estatístca Uma coleção de métodos para planejar expermentos, obter dados e organzá-los, resum-los, analsá-los, nterpretá-los e deles extrar

Leia mais

ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DO PARÁ - ACEPA CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESTADO DO PARÁ - CESUPA

ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DO PARÁ - ACEPA CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESTADO DO PARÁ - CESUPA ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DO PARÁ - ACEPA CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESTADO DO PARÁ - CESUPA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CRIMINAL DA COMARCA DE GOIÂNIA - GO

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CRIMINAL DA COMARCA DE GOIÂNIA - GO EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CRIMINAL DA COMARCA DE GOIÂNIA - GO Inquérito Policial n.º: 234/2005 Vítima: Administração Pública Réu: Honestino Guimarães Rosa O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO

Leia mais

Análise Econômica da Aplicação de Motores de Alto Rendimento

Análise Econômica da Aplicação de Motores de Alto Rendimento Análse Econômca da Aplcação de Motores de Alto Rendmento 1. Introdução Nesta apostla são abordados os prncpas aspectos relaconados com a análse econômca da aplcação de motores de alto rendmento. Incalmente

Leia mais

Caso prático V exame de ordem unificado

Caso prático V exame de ordem unificado Caso prático V exame de ordem unificado Em 19 de março de 2005, Agenor da Silva Gomes, brasileiro, natural do Rio de Janeiro, bibliotecário, viúvo, aposentado, residente na Rua São João Batista, n. 24,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO nº 002/2010

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO nº 002/2010 Fundação Diamantinense de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO nº 002/2010 A Fundação Diamantinense de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão FUNDAEPE torna pública a abertura

Leia mais

.- >. , '. expedidos por estabelecimentos estrangeiros de ensino superior no âmbito I desta Universidade e;

.- >. , '. expedidos por estabelecimentos estrangeiros de ensino superior no âmbito I desta Universidade e; , UNVERS Fundaçso nsttu(da RESOLUÇÃO NO.^&. >., '. nsttu normas para revaldação a) 7. c),) de dplomas de graduação t

Leia mais

Ref: ADICIONAL DE PERICULOSIDADE DA CATEGORIA DOS PROFISSIONAIS DE VIGILÂNCIA LEI 12.740/2012

Ref: ADICIONAL DE PERICULOSIDADE DA CATEGORIA DOS PROFISSIONAIS DE VIGILÂNCIA LEI 12.740/2012 EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO DO MINISTERIO DO TRABALHO E EMPREGO Ref: ADICIONAL DE PERICULOSIDADE DA CATEGORIA DOS PROFISSIONAIS DE VIGILÂNCIA LEI 12.740/2012 ASSOCIAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE VIGILÂNCIA,

Leia mais

EDITAL DE LEILÃO. Importante: Os horários previstos neste Edital tomam por base o horário oficial de Brasília (DF)

EDITAL DE LEILÃO. Importante: Os horários previstos neste Edital tomam por base o horário oficial de Brasília (DF) fls. 212 EDITAL DE LEILÃO Importante: Os horários previstos neste Edital tomam por base o horário oficial de Brasília (DF) 1ª Vara do Juizado Especial Cível e Criminal da Comarca de Dourados (MS) EDITAL

Leia mais

I FUNDO DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA (FUNDEB) - ANO 2010: SITUAÇÃO JURÍDICA E CONTÁBIL

I FUNDO DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA (FUNDEB) - ANO 2010: SITUAÇÃO JURÍDICA E CONTÁBIL fls. 1 MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE 78ª PROMOTORIA DA EDUCAÇÃO DE NATAL/RN Av. Marechal Floriano Peixoto, 550, Centro - Natal-RN CEP 59.020-500 Telefones: (84) 3232-7173 / 3232-1581

Leia mais

MODELO 1 Pessoa Física PROCURAÇÃO AD JUDICIA

MODELO 1 Pessoa Física PROCURAÇÃO AD JUDICIA Modelos práticos 1. Mandato MODELO 1 Pessoa Física PROCURAÇÃO AD JUDICIA NOME DO OUTORGANTE, (nacionalidade), (estado civil), (profissão), portador do documento de identidade RG. n.º (número do documento)

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA RODRIGO JANOT MONTEIRO DE BARROS

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA RODRIGO JANOT MONTEIRO DE BARROS EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA RODRIGO JANOT MONTEIRO DE BARROS RAUL BELENS JUNGMANN PINTO, brasileiro, solteiro portador da Cédula de Identidade RG n 964.067 SSP-PE, inscrito

Leia mais

,- ', ''"4s;,. ..st. k - - :!;'.;r-p;, :_,' j- f 4-igano, 'ti. npy d-- Alves Formiga. COBRANÇA - Servidor municipal X Fazenda

,- ', ''4s;,. ..st. k - - :!;'.;r-p;, :_,' j- f 4-igano, 'ti. npy d-- Alves Formiga. COBRANÇA - Servidor municipal X Fazenda ! 1 ' 1 ) I n fr-.'..st - ' ''"4s;. k - - :!;'.;r-p; :_' j- '";. ACÓRDÃO f 4-gano 't. npy d-- ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GABINETE DO DESEMBARGADOR APELAÇÃO CÍVEL N. 037.2005.002911-7.

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO

MANUAL DE ORIENTAÇÃO Manual de orientação e instrução para regularização e/ou Ocupação na faixa de domínio das Rodovias do Sistema Rodoviário do Distrito Federal. O Gerente de Faixa de Domínio, no uso das atribuições que lhe

Leia mais

Câmara Municipal d.~rio Claro

Câmara Municipal d.~rio Claro Câmara Muncpal d.~ro Claro Estado d e 5ão Pau o ~ ORDEM DO DA N 45/2014 Sessão Ordnára - 24J11/2014 1-2 8 Dscussão da PROPOSTA DE EMENDA À LE ORGÂNCA N 04/2014 - PREFETO MUNCPAL - Altera o artgo 139 da

Leia mais

Empreendimento: Condomínio Residencial Vila Branca. Localização: Rua Jaú, nº. 125, bairro Parque Universitário, Americana, Estado de São Paulo.

Empreendimento: Condomínio Residencial Vila Branca. Localização: Rua Jaú, nº. 125, bairro Parque Universitário, Americana, Estado de São Paulo. CONDOMÍNIO RESIDENCIAL VILA BRANCA QUADRO RESUMO CONTRATO DE COMPROMISSO DE COMPRA E VENDA PARA ENTREGA FUTURA DE APARTAMENTO, VAGA DE GARAGEM E CESSÃO DE FRAÇÃO IDEAL DE TERRENO. Empreendimento: Condomínio

Leia mais

Sistemas de Filas: Aula 5. Amedeo R. Odoni 22 de outubro de 2001

Sistemas de Filas: Aula 5. Amedeo R. Odoni 22 de outubro de 2001 Sstemas de Flas: Aula 5 Amedeo R. Odon 22 de outubro de 2001 Teste 1: 29 de outubro Com consulta, 85 mnutos (níco 10:30) Tópcos abordados: capítulo 4, tens 4.1 a 4.7; tem 4.9 (uma olhada rápda no tem 4.9.4)

Leia mais

Regressão e Correlação Linear

Regressão e Correlação Linear Probabldade e Estatístca I Antono Roque Aula 5 Regressão e Correlação Lnear Até o momento, vmos técncas estatístcas em que se estuda uma varável de cada vez, estabelecendo-se sua dstrbução de freqüêncas,

Leia mais

1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA.

1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA. 1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA. Fundamento legal: Art. 840 CLT Subsidiariamente: 282 do CPC. Partes: Reclamante (autor), Reclamada (ré). Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz do Trabalho da ª Vara

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 06/94, DO CONSELHO DIRETOR. Dispõe sobre a realização de perícias técnicas judiciais e extrajudiciais.

RESOLUÇÃO N o 06/94, DO CONSELHO DIRETOR. Dispõe sobre a realização de perícias técnicas judiciais e extrajudiciais. RESOLUÇÃO N o 06/94, DO CONSELHO DIRETOR Dispõe sobre a realização de perícias técnicas judiciais e extrajudiciais. O CONSELHO DIRETOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA, no uso das atribuições que

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE LICENÇA DE USO DE PROGRAMA DE COMPUTADOR

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE LICENÇA DE USO DE PROGRAMA DE COMPUTADOR Registro n 1662344 LOJA DE APLICATIVOS V.01.2011 INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE LICENÇA DE USO DE PROGRAMA DE COMPUTADOR 1. DO OBJETO DO CONTRATO... 4 2. DO PRAZO DO PRESENTE CONTRATO... 4 3. DO

Leia mais

Metodologia IHFA - Índice de Hedge Funds ANBIMA

Metodologia IHFA - Índice de Hedge Funds ANBIMA Metodologa IHFA - Índce de Hedge Funds ANBIMA Versão Abrl 2011 Metodologa IHFA Índce de Hedge Funds ANBIMA 1. O Que é o IHFA Índce de Hedge Funds ANBIMA? O IHFA é um índce representatvo da ndústra de hedge

Leia mais

Eletricidade 3. Campo Elétrico 8. Energia Potencial Elétrica 10. Elementos de Um Circuito Elétrico 15. Elementos de Um Circuito Elétrico 20

Eletricidade 3. Campo Elétrico 8. Energia Potencial Elétrica 10. Elementos de Um Circuito Elétrico 15. Elementos de Um Circuito Elétrico 20 1 3º Undade Capítulo XI Eletrcdade 3 Capítulo XII Campo Elétrco 8 Capítulo XIII Energa Potencal Elétrca 10 Capítulo XIV Elementos de Um Crcuto Elétrco 15 Capítulo XV Elementos de Um Crcuto Elétrco 20 Questões

Leia mais

Das ideias ao sucesso

Das ideias ao sucesso www.pwc.pt Das deas ao sucesso PwC Startup Portugal 1 mllon fund project Busness Plan FY 2014/2015 Crou recentemente uma empresa com forte capacdade de crescmento? Tem espírto empreendedor com deas novadoras?

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO RESOLUÇÃO N 3.093, DE 25 DE MAIO DE 2009

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO RESOLUÇÃO N 3.093, DE 25 DE MAIO DE 2009 UNVERSDADE FEDERAL DO ESTADO DO RO DE JANERO - UNRO RESOLUÇÃO N 3.093, DE 25 DE MAO DE 2009 Dispõe sobre a Reestruturação Pedagógica do Curso de Bacharelado em Direito do Centro de Ciências Jurídicas e

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, CRIAÇÃO E GERENCIAMENTO DE CAMPANHAS PUBLICITÁRIAS NO GOOGLE ADWORDS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, CRIAÇÃO E GERENCIAMENTO DE CAMPANHAS PUBLICITÁRIAS NO GOOGLE ADWORDS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, CRIAÇÃO E GERENCIAMENTO DE CAMPANHAS PUBLICITÁRIAS NO GOOGLE ADWORDS I PREÂMBULO I.1 PARTES CONTRATANTE: Dados cadastrados no sistema da Gooclick no ato da contratação

Leia mais

Presidente Prudente/São José do Rio Preto, Agosto de 2015.

Presidente Prudente/São José do Rio Preto, Agosto de 2015. Presidente Prudente/São José do Rio Preto, Agosto de 2015. Prezado Cliente, O Tribunal Superior do Trabalho, seguido pelos Tribunais Regionais do Trabalho, vem reconhecendo o direito do empregado público

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO PARA CONCESSÃO DE USO DE LINHA DE TELEFONIA MÓVEL

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO PARA CONCESSÃO DE USO DE LINHA DE TELEFONIA MÓVEL Nº Do contrato: Fone: ( ) IMEI: * *A ser preenchido pela associação. INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO PARA CONCESSÃO DE USO DE LINHA DE TELEFONIA MÓVEL Pelo presente instrumento particular, de um lado

Leia mais

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE PROGRAMAS DE VIAGENS

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE PROGRAMAS DE VIAGENS 1 CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE PROGRAMAS DE VIAGENS IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES O(a)Sr(a)., RG n.º, CPF, telefone(s),e-mail, endereço, Bairro,Cidade, Cep, de ora em diante denominado(a) simplesmente

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE FLORES

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE FLORES MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE FLORES EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA COMARCA DE FLORES (PE) O MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERNAMBUCO, por meio de sua

Leia mais

MODELOS DE DOCUMENTOS CONDOMINIAIS

MODELOS DE DOCUMENTOS CONDOMINIAIS MODELOS DE DOCUMENTOS CONDOMINIAIS ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DO CONDOMÍNIO EDIFÍCIO. Aos dias do mês de de, reuniram-se em Assembléia Geral (Ordinária ou Extraordinária) os Senhores Condôminos

Leia mais

G O M E S A L T I M A R I A D V O G A D O S

G O M E S A L T I M A R I A D V O G A D O S fls. 1 G O M E S A L T I M A R I A D V O G A D O S Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Direito da 1ª Vara Cível da Comarca de Jaú/SP. Processo n. 4000562-54.2013.8.26.0302 Fullcred Factoring Fomento Mercantil

Leia mais

CQ110 : Princípios de FQ

CQ110 : Princípios de FQ CQ110 : Prncípos de FQ CQ 110 Prncípos de Físco Químca Curso: Farmáca Prof. Dr. Marco Vdott mvdott@ufpr.br Potencal químco, m potencal químco CQ110 : Prncípos de FQ Propredades termodnâmcas das soluções

Leia mais

Perguntas e Respostas

Perguntas e Respostas CONTA COM A GENTE PARCELE SUA DÍVIDA COM DESCONTOS NOS JUROS E MULTA Perguntas e Respostas P: O que é o Programa de Recuperação de Crédito do DMAE? R: É a oportunidade dos usuários que possuem dívidas

Leia mais

10 LINHAS I. DOS FATOS. A autora teve um relacionamento esporádico. com o réu, no qual nasceu Pedro.

10 LINHAS I. DOS FATOS. A autora teve um relacionamento esporádico. com o réu, no qual nasceu Pedro. Caso prático Joana teve um relacionamento esporádico com Flávio, do qual nasceu Pedro. Durante cinco anos, o infante foi cuidado exclusivamente por sua mãe e sua avó materna, nunca tendo recebido visita

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Compras e Licitações Contrato nº /08

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Compras e Licitações Contrato nº /08 MINUTA 1 1 TERMO DE CONTRATO Tomada de Preços nº 019/08 Processo nº 5935/0/ Contratante: Prefeitura Municipal de Franca Contratada: Valor: R$ ( ) OBJETO: AQUISIÇÃO DE TERMINAIS DE AUTO ATENDIMENTO Pelo

Leia mais

CONTRATO DE MÚTUO. Assistido é o Participante ou seus beneficiários em gozo de Benefício de prestação continuada.

CONTRATO DE MÚTUO. Assistido é o Participante ou seus beneficiários em gozo de Benefício de prestação continuada. Página 1 de 7 CONTRATO DE MÚTUO Cláusulas e Condições Gerais do Contrato de Mútuo que entre si fazem a Fundação Vale do Rio Doce de Seguridade Social - VALIA e seus Participantes. Fundação Vale do Rio

Leia mais

Capítulo 1. O plano complexo. 1.1. Introdução. Os números complexos começaram por ser introduzidos para dar sentido à 2

Capítulo 1. O plano complexo. 1.1. Introdução. Os números complexos começaram por ser introduzidos para dar sentido à 2 Capítulo O plano compleo Introdução Os números compleos começaram por ser ntrodudos para dar sentdo à resolução de equações polnomas do tpo Como os quadrados de números reas são sempre maores ou guas a

Leia mais

Cédula de Crédito Bancário Abertura de Crédito Pessoa Física

Cédula de Crédito Bancário Abertura de Crédito Pessoa Física Cédula nº: Valor: Data da emissão: Data do vencimento: 1. EMITENTE(S): 1.1 Nome: 1.2 RG: 1.3 CPF/MF - CNPJ/MF: E os coemitentes, demais titulares da conta corrente ao final nomeados, todos qualificados

Leia mais

EDITAL DE LEILÃO. Importante: Os horários previstos neste Edital tomam por base o horário oficial de Brasília/DF

EDITAL DE LEILÃO. Importante: Os horários previstos neste Edital tomam por base o horário oficial de Brasília/DF fls. 60 EDITAL DE LEILÃO Importante: Os horários previstos neste Edital tomam por base o horário oficial de Brasília/DF 2ª Vara do Juizado Especial Cível e Criminal de Dourados-MS. EDITAL de 1º e 2º LEILÃO

Leia mais

O migrante de retorno na Região Norte do Brasil: Uma aplicação de Regressão Logística Multinomial

O migrante de retorno na Região Norte do Brasil: Uma aplicação de Regressão Logística Multinomial O mgrante de retorno na Regão Norte do Brasl: Uma aplcação de Regressão Logístca Multnomal 1. Introdução Olavo da Gama Santos 1 Marnalva Cardoso Macel 2 Obede Rodrgues Cardoso 3 Por mgrante de retorno,

Leia mais

'~w. walp ires. com. br. WALPIRES' corretora

'~w. walp ires. com. br. WALPIRES' corretora WALPIRES' À BM&FBOVESPA SUPERVISÃO DE MERCADOS Rua XV de Novembro, 275- s andar Ilustríssimo Sr. Diretor de Autorregulação PROCESSO ADMINISTRATIVO SUMÁRIO Nº 01/2015 WALPIRES S.A. CORRETORA DE CÂMBIO TÍTULOS

Leia mais

Estado do Rio de Janeiro PODER JUDICIÁRIO Conselho da Magistratura

Estado do Rio de Janeiro PODER JUDICIÁRIO Conselho da Magistratura Processo nº: 001483-09.2013.8.19.0001 Consulente: Cartório do 5º Ofício de Títulos e Documentos Interessada: Daniela Almeida Lima Relator: Desembargador Marcus Basílio REEXAME NECESSÁRIO. CONSULTA. CARTÓRIO

Leia mais

RELATÓRIO DA PESQUISA DE TAXA DE JUROS NAS MODALIDADES: CRÉDITO PESSOAL, CONSIGNADO E CHEQUE ESPECIAL NA CIDADE DE GOIÂNIA

RELATÓRIO DA PESQUISA DE TAXA DE JUROS NAS MODALIDADES: CRÉDITO PESSOAL, CONSIGNADO E CHEQUE ESPECIAL NA CIDADE DE GOIÂNIA RELATÓRIO DA PESQUISA DE TAXA DE JUROS NAS MODALIDADES: CRÉDITO PESSOAL, CONSIGNADO E CHEQUE ESPECIAL NA CIDADE DE GOIÂNIA Pesquisa realizada pelos técnicos do Procon Goiás, entre os dias 4 e 9 de setembro

Leia mais

Registrado no 1º Cartório de Registro de Títulos e Documentos da Cidade de Ponta Grossa Estado do Paraná, sob o nº 143.698

Registrado no 1º Cartório de Registro de Títulos e Documentos da Cidade de Ponta Grossa Estado do Paraná, sob o nº 143.698 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA OPERAR, MANTER E ADMINISTRAR CARTEIRA DE COBRANÇA NA REDE MUNDIAL DE COMPUTADORES EM SITE DE PROPRIEDADE DA REGULARIZA IMOVEIS E COBRANÇAS LTDA Registrado no 1º Cartório

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA 35ª VARA DO TRABALHO DO PORTO ALEGRE RS

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA 35ª VARA DO TRABALHO DO PORTO ALEGRE RS EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA 35ª VARA DO TRABALHO DO PORTO ALEGRE RS Reclamante: Joaquim Ferreira Reclamados: Parque dos Brinquedos Ltda Autos nº 0001524-15.2011.5.04.0035 PARQUE DOS BRINQUEDOS

Leia mais

COMPLEXO EDUCACIONAL DAMÁSIO DE JESUS EXAME DA OAB 2011.2 2ª FASE DIREITO DO TRABALHO AULA AÇÃO RESCISÓRIA E AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO

COMPLEXO EDUCACIONAL DAMÁSIO DE JESUS EXAME DA OAB 2011.2 2ª FASE DIREITO DO TRABALHO AULA AÇÃO RESCISÓRIA E AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO COMPLEXO EDUCACIONAL DAMÁSIO DE JESUS EXAME DA OAB 2011.2 2ª FASE DIREITO DO TRABALHO AULA AÇÃO RESCISÓRIA E AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO I) AÇÃO RESCISÓRIA ESTRUTURA DA AÇÃO RESCISÓRIA 1. Endereçamento

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATANTE : ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE ASSISTENTES SOCIAIS DO PODER JUDICIÁRIO ACASPJ, pessoa jurídica, estabelecida no endereço em São José do Cedro/SC, cito à Av. Salgado

Leia mais

Presidente Prudente/São José do Rio Preto, Julho de 2013.

Presidente Prudente/São José do Rio Preto, Julho de 2013. Presidente Prudente/São José do Rio Preto, Julho de 2013. Prezado Cliente, Empregados Públicos Celetistas do Estado de São Paulo - DER, SUCEN, Secretaria da Saúde, etc... Em ação judicial proposta pela

Leia mais

ELEMENTOS DE CIRCUITOS

ELEMENTOS DE CIRCUITOS MINISTÉRIO D EDUCÇÃO SECRETRI DE EDUCÇÃO PROFISSIONL E TECNOLÓGIC INSTITUTO FEDERL DE EDUCÇÃO, CIÊNCI E TECNOLOGI DE SNT CTRIN CMPUS DE SÃO JOSÉ - ÁRE DE TELECOMUNICÇÕES CURSO TÉCNICO EM TELECOMUNICÇÕES

Leia mais

Ref: COBRANÇA DE TAXAS DE EMBARQUE E PEDÁGIO DAS GRATUIDADES

Ref: COBRANÇA DE TAXAS DE EMBARQUE E PEDÁGIO DAS GRATUIDADES Brasília, 23 de maio de 2014. Of. circular 021/2014 Ref: COBRANÇA DE TAXAS DE EMBARQUE E PEDÁGIO DAS GRATUIDADES Prezado Associado: Em face da posição de algumas administradoras de terminais rodoviários,

Leia mais

3. Take over: Termo do inglês que significa Adquirir. O termo indica a aquisição de uma companhia por outra mediante a assunção do controle acionário.

3. Take over: Termo do inglês que significa Adquirir. O termo indica a aquisição de uma companhia por outra mediante a assunção do controle acionário. 1. Tabela Prce: Tabela utlzada para a amortzação de dívda. As prestações calculadas dela têm um valor constante por todo o período de pagamento da dívda. 2. Tag along: Termo do nglês que sgnfca precfcar

Leia mais

Empreendimento: Lacqua Residencial.

Empreendimento: Lacqua Residencial. LACQUA RESIDENCIAL QUADRO RESUMO CONTRATO DE COMPROMISSO DE COMPRA E VENDA PARA ENTREGA FUTURA DE APARTAMENTO, VAGA DE GARAGEM E CESSÃO DE FRAÇÃO IDEAL DE TERRENO. Empreendimento: Lacqua Residencial. Localização:

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CRIAÇÃO E GERENCIAMENTO DE CAMPANHAS NO GOOGLE ADWORDS

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CRIAÇÃO E GERENCIAMENTO DE CAMPANHAS NO GOOGLE ADWORDS INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE I PREÂMBULO I.1 PARTES CRIAÇÃO E GERENCIAMENTO DE CAMPANHAS NO GOOGLE ADWORDS CONTRATANTE: Dados informados ao TURBOSITE no ato da contratação

Leia mais

ANEXO II METODOLOGIA E CÁLCULO DO FATOR X

ANEXO II METODOLOGIA E CÁLCULO DO FATOR X ANEXO II Nota Técnca nº 256/2009-SRE/ANEEL Brasíla, 29 de julho de 2009 METODOLOGIA E ÁLULO DO FATOR X ANEXO II Nota Técnca n o 256/2009 SRE/ANEEL Em 29 de julho de 2009. Processo nº 48500.004295/2006-48

Leia mais

Contrato de Comodato de Equipamentos

Contrato de Comodato de Equipamentos Contrato de Comodato de Equipamentos ELITEINFOR com sede na Cidade de Lagoa Grande / PE, na Rua Joaquim Nabuco, 175, Centro, CEP: 56395-000, inscrita no CNPJ sob n.º 13.636.627/0001-85, doravante denominado

Leia mais

Resumo do Regulamento de Utilização do seu Cartão de Crédito Bradesco Básico Standard.

Resumo do Regulamento de Utilização do seu Cartão de Crédito Bradesco Básico Standard. SUMÁRIO EXECUTIVO Resumo do Regulamento de Utilização do seu Cartão de Crédito Bradesco Básico Standard. A seguir, você encontrará um resumo dos seus direitos e deveres e das principais condições e informações

Leia mais

Câmara Municipal de Jacutinga Estância Hidromineral

Câmara Municipal de Jacutinga Estância Hidromineral CONTRATO N.º 006/2015 PROCESSO N.º 008/2015 DISPENSA N.º 005/2015 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE IMPLANTAÇÃO DO PORTAL DA TRANSPARÊNCIA NA INTERNET QUE CELEBRAM A CÂMARA MUNICIPAL DE JACUTINGA E

Leia mais

Nota Técnica Médias do ENEM 2009 por Escola

Nota Técnica Médias do ENEM 2009 por Escola Nota Técnca Médas do ENEM 2009 por Escola Crado em 1998, o Exame Naconal do Ensno Médo (ENEM) tem o objetvo de avalar o desempenho do estudante ao fm da escolardade básca. O Exame destna-se aos alunos

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Pelo presente instrumento, de um lado, Avatar Soluções para Internet Ltda., empresa da área de informática, com sede à Av. Paulista, 509 cj. 711, CEP 01311-910, São Paulo,

Leia mais

! Superlntenrlencia Reg.onaJ do Ma:toGro$So. Qualificação e Reinserção Profissional dos Resgatados do Trabalho Escravo elou em AÇÃO INTEGRADA

! Superlntenrlencia Reg.onaJ do Ma:toGro$So. Qualificação e Reinserção Profissional dos Resgatados do Trabalho Escravo elou em AÇÃO INTEGRADA ",, 1," ;,,," 1, C?5lMnstérO Públco do "':'1"') Trabalho PRT 23,! Superlntenrlenca RegonaJ do Ma:toGro$So!! (', ' \_ \ '1 j t t' 1 PROJETO: Qualfcação e Renserção Profssonal dos Resgatados do Trabalho

Leia mais

Ciclano da Silva Advogados Associados

Ciclano da Silva Advogados Associados Ciclano da Silva Advogados Associados EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CÍVEL DO FORO REGIONAL DE ALTA FLORESTA, COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE BAIXA FLORESTA/PR. FULANO DE TAL, pessoa

Leia mais

Anexo 1.2.7 : Modelo de instrumento de cessão de crédito sem coobrigação

Anexo 1.2.7 : Modelo de instrumento de cessão de crédito sem coobrigação Anexo 1.2.7 : Modelo de instrumento de cessão de crédito sem coobrigação INSTRUMENTO PARTICULAR DE CESSÃO DE CRÉDITOS SEM COOBRIGAÇÃO Por este instrumento, as partes a seguir designadas e qualificadas,

Leia mais

Modelos Âmbito Jurídico - Contratos 00028 Salário Maternidade com pedido de antecipação de tutela - Segurada comum

Modelos Âmbito Jurídico - Contratos 00028 Salário Maternidade com pedido de antecipação de tutela - Segurada comum Modelos Âmbito Jurídico - Contratos 00028 Salário Maternidade com pedido de antecipação de tutela - Segurada comum EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) DO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL DE (Cidade)/(UF) Reqte.:

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE TERMO DE ADESÃO E COMPROMISSO DE PARTICIPAÇÃO EM PROGRAMA HABITACIONAL QUADRO RESUMO DO PROGRAMA HABITACIONAL GREEN PARK

INSTRUMENTO PARTICULAR DE TERMO DE ADESÃO E COMPROMISSO DE PARTICIPAÇÃO EM PROGRAMA HABITACIONAL QUADRO RESUMO DO PROGRAMA HABITACIONAL GREEN PARK 1 INSTRUMENTO PARTICULAR DE TERMO DE ADESÃO E COMPROMISSO DE PARTICIPAÇÃO EM PROGRAMA HABITACIONAL QUADRO RESUMO DO PROGRAMA HABITACIONAL GREEN PARK 01 QUALIFICAÇÃO DO COOPERADO MATRÍCULA: NOME: NASCIMENTO:

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO RIO DE JANEIRO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO RIO DE JANEIRO 154 AÇÃO ORDINÁRIA Nº. 2010.51.01.023352-3 SENTENÇA TIPO A AUTOR: CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 1ª. REGIÃO-RJ RÉU: CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE JUIZ FEDERAL: FIRLY NASCIMENTO FILHO S E N T E N Ç

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA 12ª VARA CÍVEL DA CIRCUNSCRIÇÃO JUDICIÁRIA DE BRASÍLIA/DF

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA 12ª VARA CÍVEL DA CIRCUNSCRIÇÃO JUDICIÁRIA DE BRASÍLIA/DF EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA 12ª VARA CÍVEL DA CIRCUNSCRIÇÃO JUDICIÁRIA DE BRASÍLIA/DF REF. AO PROCESSO NUMERAÇÃO ÚNICA: 0079759-29.2009.8.07.0001 NUMERAÇÃO ANTERIOR: 2009.01.1.172560-8

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS CURSOS PREPARATÓRIOS PARA CONCURSO - MODALIDADE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS CURSOS PREPARATÓRIOS PARA CONCURSO - MODALIDADE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS CURSOS PREPARATÓRIOS PARA CONCURSO - MODALIDADE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA Pelo presente Instrumento Particular de Contrato de Prestação de Serviços Educacionais,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 32/2014/CONEPE. O CONSELHO DO ENSINO, DA PESQUISA E DA EXTENSÃO da Universidade Federal de Sergipe, no uso de suas atribuições legais,

RESOLUÇÃO Nº 32/2014/CONEPE. O CONSELHO DO ENSINO, DA PESQUISA E DA EXTENSÃO da Universidade Federal de Sergipe, no uso de suas atribuições legais, SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CONSELHO DO ENSINO, DA PESQUISA E DA EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 32/2014/CONEPE Aprova as Normas Geras do Processo Seletvo para

Leia mais

Ibiúna, 15 de outubro do ano de 2003.

Ibiúna, 15 de outubro do ano de 2003. Ibiúna, 15 de outubro do ano de 2003. lima. Sra. Dra. Tânia Rizzo Lopes DD. Presidenta da Acib Associação dos Condomínios de Ibiúna Ibiúna - Estado de São Paulo. Prezada Senhora: Tem a presente a finalidade

Leia mais

Informativo sobre Feirão de imóveis

Informativo sobre Feirão de imóveis Informativo sobre Feirão de imóveis 2013 Realização: PROCON Campinas - DICAS DE AQUISIÇÃO DE IMÓVEIS: 1- Pesquise o preço do imóvel Se for o caso, procure outros imóveis à venda no mesmo prédio, condomínio

Leia mais

Art. 2 o Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação. Reitoria da Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Art. 2 o Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação. Reitoria da Universidade Estadual de Ponta Grossa. RESOLUÇÃO CA N o 220 DE 9 DE JUNHO DE 2014. Aprova a assinatura do Convênio a ser celebrado entre a Universidade Estadual de Ponta Grossa e a Barigui S/A- Crédito, Financiamento e Investimentos. O CONSELHO

Leia mais

.;4114,+? "'ut3 Juarvivir0. VISTOS, RELATADOS E DISCUTIDOS os presentes autos

.;4114,+? 'ut3 Juarvivir0. VISTOS, RELATADOS E DISCUTIDOS os presentes autos ...F... I.;44+? A A I ; "'ut3 Juarvvr0 ESTADO DA PARAÍBA 'ODER JUDICIÁRIO GABINETE DO DES. NAULO HENRIQUES DE SÁ E BENEVIDES ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL N 200.206.02285-5 / 00 7 a Vara da Fazenda Públca da

Leia mais

CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE MATERIAL FUNDAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIATUBA

CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE MATERIAL FUNDAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIATUBA CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE MATERIAL FUNDAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIATUBA Que entre si celebram a FUNDAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIATUBA e a empresa: BRASILL INFORMÁTICA E PRODUTOS LTDA EPP. CLÁUSULA

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ FEDERAL DA 9ª VARA FEDERAL DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ FEDERAL DA 9ª VARA FEDERAL DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ FEDERAL DA 9ª VARA FEDERAL DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL PARECER Nº: 03/2014/LLO/PRDF AUTOS Nº: 0057126-71.2013.4.01.3400 (digital) IMPETRANTE: FEDERACAO NACIONAL DOS

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS - Nº 028/2011

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS - Nº 028/2011 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS - Nº 028/2011 EDITAL DE LICITAÇÃO N.º 081/2011 MODALIDADE DE PREGÃO PRESENCIAL PROCESSO N.º 2011.0001.0414 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES Aos 09 (nove) dias do mês de setembro do ano

Leia mais

ATA DE REGISTRIO DE PREÇOS Nº 007/2014

ATA DE REGISTRIO DE PREÇOS Nº 007/2014 ATA DE REGISTRIO DE PREÇOS Nº 007/2014 EDITAL DE LICITAÇÃO N. º 002/2014 MODALIDADE DE PREGÃO PRESENCIAL PROCESSO Nº 2014 0001 1954 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES Aos 28 dias do mês de fevereiro de 2014, na

Leia mais

NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA EXAME DE ORDEM. Peça Treino 8

NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA EXAME DE ORDEM. Peça Treino 8 Peça Treino 8 Refrigeração Nacional, empresa de pequeno porte, contrata os serviços de um advogado em virtude de uma reclamação trabalhista movida pelo exempregado Sérgio Feres, ajuizada em 12.04.2013

Leia mais

Eletricidade 3 Questões do ENEM. 8. Campo Elétrico 11 Questões do ENEM 13. Energia Potencial Elétrica 15 Questões do ENEM 20

Eletricidade 3 Questões do ENEM. 8. Campo Elétrico 11 Questões do ENEM 13. Energia Potencial Elétrica 15 Questões do ENEM 20 1 4º Undade Capítulo XIII Eletrcdade 3 Questões do ENEM. 8 Capítulo XIV Campo Elétrco 11 Questões do ENEM 13 Capítulo XV Energa Potencal Elétrca 15 Questões do ENEM 20 Capítulo XVI Elementos de Um Crcuto

Leia mais