Sobre o Cancelamento de Gravames. Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/SP

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sobre o Cancelamento de Gravames. Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/SP"

Transcrição

1 Sobre o Cancelamento de Gravames Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/SP Procedimentos para Solicitação do Desbloqueio de Cancelamento de Gravame De acordo com a portaria de 28 de dezembro de 2008, o DETRAN passou a efetuar o bloqueio de cancelamento de gravame de veículos que não tiveram a emissão do CRV com a anotação do gravame dentro do prazo estipulado no Código de Trânsito Brasileiro, que é de 30 dias. Após esse prazo da inclusão de um gravame não é mais permitido cancelamento do gravame. Ao ser incluso um gravame (restrição financeira), alterando a característica do veículo, o Financiado tem um prazo de 30 dias para emissão do devido CRV em seu nome, conforme Artigo 123 do Código de Trânsito Brasileiro. Dentro deste prazo caso haja algum problema, seja por inclusão de dados errados no sistema, seja por desistência da operação, ou qualquer outro tipo de ocorrência, o Agente Financeiro poderá efetuar o cancelamento instantâneo do gravame para correção ou simples extinção da restrição financeira. No caso de prazo expirado e havendo a necessidade do cancelamento, será necessário que o Agente Financeiro responsável pela inclusão do gravame solicite ao DETRAN/SP por meio de requerimento e envio de documentos necessários para o desbloqueio do cancelamento. Informamos abaixo a síntese do Ofício nº 406/2009 do DETRAN/SP contendo os procedimentos para o cancelamento de gravame no DETRAN/SP (Procedimentos a serem adotados apenas para gravames onde a UF de Licenciamento está registrado como SP): Todos os pedidos de desbloqueio de cancelamento no Estado de São Paulo devem ser encaminhados, com requerimento específico (Anexo II), para Caixa Postal Nº 1547, Barueri SP, CEP: Para entrega do processo via portador, o endereço permanece - Av. Dib Sauaia Neto, 227, Centro de Apoio I, Alphaville, Santana de Parnaíba - SP, CEP Obs.: Recomendamos o uso da Caixa Postal acima indicada para maior segurança e melhor identificação na recepção da documentação.

2 O acompanhamento da situação dos pedidos de cancelamento está disponível diariamente em nosso site na área destinada ao nosso cliente ( Neste documento está disponível orientações sobre os documentos necessários para cada situação específica de pedido de liberação de cancelamento de gravame (Anexo I); Em casos especiais, solicitar mais esclarecimentos pelo ANEXO I Lista de Motivos e Documentos necessários ao cancelamento de gravames. A) Entrega Amigável 1. Requerimento especificando claramente que se trata de uma entrega amigável, com todos os dados do veículo e do financiado, com firma reconhecida por verdadeira ou autêntica; 3. Cópia AUTENTICADA do termo de entrega amigável com firma reconhecida por verdadeira ou autêntica de ambas as partes envolvidas; 4. Cópia do CRV frente e verso autenticado ou cópia autenticada da nota fiscal de venda em caso de veículo 0 km; devidamente assinado pelas partes envolvidas.

3 B) Busca e Apreensão 1. Requerimento especificando claramente que se trata de uma busca e apreensão, com todos os dados do veículo e do financiado. Com firma reconhecida por verdadeira ou autêntica; 3. Cópia autenticada do mandado de busca e apreensão contendo os dados do veículo; C) Seqüência de Notas 1. Requerimento especificando claramente que se trata de um erro cometido por parte da empresa que vendeu o veículo, sem ter regularizado a documentação antes desta venda (seqüência de notas), com todos os dados do veículo e do financiado. Com firma reconhecida por verdadeira ou autêntica; 3. Declaração da empresa ou pessoa física que vendeu o veículo, assumindo responsabilidade pela venda irregular, com firma reconhecida por verdadeira ou autêntica e cópia autenticada do contrato social desta empresa ou Cópia autenticada da procuração comprovando que a pessoa que assinou essa declaração tem capacidade legal para isso; 4. Declaração do financiado alegando estar ciente pelo erro cometido pela empresa e autorizando o DETRAN/SP a liberar o cancelamento de gravame, com firma reconhecida por verdadeira ou autêntica; 5. Cópia da nota fiscal autenticada; 6. Cópia do CRV frente e verso autenticado preenchido em nome de terceiro com data anterior à inclusão do gravame;

4 D) Gravame incluso erroneamente para a UF (SP) 1. Requerimento especificando claramente que se trata de erro de inclusão para a UF de São Paulo, quando o correto seria para outra UF. Com todos os dados do veículo e do financiado e firma reconhecida por verdadeira ou autêntica; 2. Cópia autenticada da procuração, comprovando que a pessoa que 3. Cópia frente e verso do CRV autenticado ou Cópia autenticada da Nota Fiscal de venda em caso de veículo 0 km; 4. Cópia simples do comprovante de residência em nome financiado, com o mesmo endereço de preenchimento do CRV; devidamente assinado pelas partes envolvidas; E) Gravame incluído no veículo errado 1. Requerimento especificando claramente que se trata de inclusão errônea de um gravame para determinado veículo (gravame colocado para o veículo A, quando o correto seria para o veículo B), assumindo total responsabilidade sobre os fatos decorrentes desta inclusão. Com todos os dados do financiado e do veículo errado (gravame errado) e dados do veículo certo (gravame correto). Com firma reconhecida por verdadeira ou autêntica; 3. Cópia autenticada do contrato que originou o financiamento, devidamente assinado pelas partes envolvidas;

5 F) Correção de Dados em Gravame ativo 1. Requerimento solicitando o cancelamento do gravame para a correção de dados no gravame ativo informando o erro que deseja corrigir (Nome do Financiado, CPF ou CNPJ do Financiado, Tipo de Restrição inserido...). Com firma reconhecida por verdadeira ou autêntica; 3. Cópia autenticada do CRV frente e verso; 4. Situação Cadastral junto a Receita Federal (Tela da Receita) em caso de correção de Nome ou CPF/CNPJ; devidamente assinado pelas partes envolvidas. G) Veículo Arrematado em Leilão Público ou Privado 1. Requerimento solicitando o cancelamento do gravame, informando que o veículo foi arrematado em leilão. Com firma reconhecida por verdadeira ou autêntica; 3. Cópia autenticada do CRV frente e verso ou cópia autenticada da Nota Fiscal do leiloeiro; 4. Cópia do Edital de Leilão;

6 H) 2ª Via do CRV em outro Estado com Gravame ativo em SP A partir do dia 11 de abril do ano de 2011, as solicitações de desbloqueio do gravame para emissão de 2ª Via de veículo registrados/licenciado na Capital, o proprietário/adquirente deverá comparecer diretamente no DETRAN/SP. Para solicitação de Desbloqueio de Gravame caso haja necessidade de emissão da 2ª Via do documento em outro Estado ou fora do Município de São Paulo, com o gravame ativo na UF SP segue abaixo a documentação necessária: 1. Requerimento explicando claramente que deseja o desbloqueio do cancelamento para emissão de uma 2ª Via do CRV no Estado [Informar a UF] devido à [Rasura ou extravio], com todos os dados do veículo e do financiado. Com firma reconhecida por verdadeira ou autêntica; assinou o requerimento tem capacidade legal para isso; 3. Cópia autenticada do contrato que originou o financiamento, devidamente assinado pelas partes envolvidas; 4. Cópia Autêntica do Boletim de Ocorrência Policial em caso de extravio do CRV ou Cópia autenticada do CRV, em caso de documento rasurado. I) Furto e Roubo do veículo 1. Requerimento do banco explicando claramente que se trata de veículo proveniente de furto e roubo, com todos os dados do veículo e do financiado. Com firma reconhecida por verdadeira ou autêntica; 3. Cópia autenticada do Boletim de Ocorrência Policial; 4. Cópia autenticada do CRV, frente e verso, se tiver;

7 J) Fraude / Inclusão do Gravame sem Anuência do Financiado (Contrato de Financiamento assinado) 1. Requerimento do banco explicando claramente que se trata de veículo proveniente de fraude ou incluso sem anuência do financiado (assinatura de Contrato de Financiamento), com todos os dados do veículo e do financiado. Com firma reconhecida por verdadeira ou autêntica; 3. Cópia autenticada do CRV frente e verso; 4. Cópia Autenticada do documento que comprove a fraude (B.O. ou Inquérito Policial); devidamente assinado pelas partes envolvidas (Apenas em caso de Fraude); K) Perda Total (Sinistro) 1. Requerimento do banco explicando claramente o motivo pelo qual o veículo não foi transferido em tempo hábil. Com firma reconhecida por verdadeira ou autêntica; 3. Cópia autenticada do CRV frente e verso; 4. Boletim de Ocorrência Policial informando claramente que houve a perda total do veículo ou Declaração da Seguradora informando a perda total do veículo e o pagamento integral do seguro, em papel timbrado, assinado por representantes legais da Seguradora com firma reconhecida por autenticidade, junto com uma cópia autenticada da procuração comprovando que quem assina a declaração tem poder legal para isso ou cópia autenticada do contrato social da seguradora; devidamente assinado pelas partes envolvidas;

8 L) Cancelamento ou desistência do Contrato de Financiamento para compra de Veículo (Utilizar apenas quando há devolução do veículo) 1. Requerimento do banco solicitando o cancelamento do gravame, devido ao cancelamento ou desistência do contrato. Com firma reconhecida por verdadeira ou autêntica; 3. Cópia autenticada do CRV frente e verso ou cópia autenticada da nota fiscal de devolução (Nota Fiscal de Entrada do veículo) em caso de veículo 0 km; 4. Declaração do financiado autorizando o DETRAN/SP a liberar o cancelamento do gravame, devido ao cancelamento ou desistência do contrato informando que houve a devolução do veículo. Com firma reconhecida por verdadeira ou autêntica; devidamente assinado pelas partes envolvidas; M) Substituição ou Devolução de Veículo Financiado 1. Requerimento do Agente Financeiro solicitando o cancelamento do gravame, devido substituição ou devolução do veículo financiado. Com firma reconhecida por verdadeira ou autêntica; 3. Cópia autenticada do CRV frente e verso ou cópia da nota fiscal autenticada; 4. Declaração do financiado autorizando o DETRAN/SP a liberar o cancelamento do gravame, devido à substituição ou devolução do veículo financiado. Com firma reconhecida por verdadeira ou autêntica;

9 devidamente assinado pelas partes envolvidas; 6. Cópia autenticada da nota fiscal de entrada do veículo que está sendo devolvido e de saída do veículo que entra na garantia, em caso de substituição; N) Óbito/Falência do Financiado 1. Requerimento do Agente Financeiro solicitando o cancelamento do gravame, devido ao óbito/falência do financiado. Com firma reconhecida por verdadeira ou autêntica; 3. Cópia autenticada do CRV frente e verso; 4. Cópia Autenticada do Atestado de Óbito em caso de pessoa física (Gravame inserido em CPF) ou Cópia Autenticada de um Documento que comprove a Falência em caso de Pessoa Jurídica (Gravame inserido em CNPJ); devidamente assinado pelas partes envolvidas; O) Determinação Judicial (Ação Contra o Agente Financeiro) 1. Requerimento do Agente Financeiro solicitando o cancelamento do gravame, devido à determinação judicial ordenando ao Agente Financeiro responsável pelo gravame a proceder com a baixa/cancelamento do gravame. Com firma reconhecida por verdadeira ou autêntica; 3. Cópia Autenticada da Ordem Judicial ou Ação Contra;

10 ANEXO II (Modelo do Requerimento de Solicitação de Desbloqueio) A [informar a razão social da empresa solicitante que efetuou a inclusão do gravame], pessoa jurídica de direito privado, com sede na [endereço fiscal completo], inscrita no CNPJ sob o nº [...] neste ato devidamente representada nos precisos termos de seu Contrato Social ou Estatuto Social / Procuração, cuja cópia autenticada passa a integrar este documento, solicita a este DETRAN o Desbloqueio do Cancelamento do gravame constante para o veículo descrito abaixo. Ressalto que tal desbloqueio se faz necessário, pois [Escolher um dos motivos listados no Anexo I e detalhar o motivo da solicitação]. Dados do Veículo: CHASSI: [...] RENAVAM : [...] PLACA: [...] FINANCIADO: [...] CPF/CNPJ: [...] NÚMERO DO GRAVAME:[...] [informar local e data do requerimento] [informar a razão social da empresa solicitante]. [Nome completo do representante legal ou procurador] Diretor(es) ou Procurador(es) (Representante(s) legal(is)) Dados do responsável pela solicitação do desbloqueio para contato Nome: Telefone:

11 ATENÇÃO ÀS OBSERVAÇÕES ABAIXO: Reconhecer firma da assinatura e anexar cópia autenticada do contrato social/procuração que define poderes ao (s) responsável (is) pela assinatura desta solicitação. O requerimento deverá ser enviado em papel timbrado da empresa que efetuou a inclusão do gravame. Requerimentos enviados com dados errados, incompletos ou fora do padrão apresentado no Anexo II serão automaticamente indeferidos e arquivados. Os prazos para análise ou reanálise de processos são de até 10 dias úteis a partir do recebimento da solicitação, data essa informada no cadastro do processo e disponível para consulta. Solicitações enviadas sem o devido requerimento serão automaticamente descartadas. Caso o processo seja indeferido por falta de documentação ou erro na documentação enviada, o processo será arquivado pelo prazo máximo de 30 dias a partir da data do indeferimento para que seja enviado o complemento ou correção. Para que seja feita a reanálise é necessário que seja anexado, à frente da documentação, a tela da consulta do processo indeferido. Caso o prazo de reenvio não seja respeitado o processo indeferido será arquivado definitivamente e os documentos enviados fora do prazo serão descartados. Após o Deferimento de seu processo o desbloqueio será efetuado pelo DETRAN dentro do prazo máximo de 02 dias úteis após a data da análise, caso o desbloqueio não seja efetuado, encaminhe um para informando o Chassi, a Placa e o Número do Gravame o qual foi solicitado o desbloqueio para averiguação. Os processos para desbloqueio de Cancelamento de Gravames são arquivados no prazo de 30 dias após o seu recebimento, independente do status. Assim sendo, não devolvemos (enviamos) qualquer tipo de documentação. Caso haja a necessidade de retirar algum processo ou documento enviado, deverá ser enviado um para

12 informando o protocolo de atendimento do processo, os dados do veículo e a documentação que deseja retirar. Será enviado um com a informação da data que poderá ser retirado esse documento (prazo médio de 15 dias). Na data informada no deverá ser retirada a documentação por meio de portador mediante uma Declaração do Agente Financeiro que incluiu o gravame devidamente assinado por representantes legais (com reconhecimento das firmas), anexo deverá vir procuração que comprova que quem assina a declaração tem poder legal para tal. Deverá ser informado o Nome e o RG de quem irá retirar a documentação. A documentação deverá ser retirada no mesmo endereço para o qual o documento foi enviado. Todas as solicitações enviadas por Correios devem ser acompanhadas de AR (Aviso de Recebimento) contendo a informação do(s) respectivo(s) veículo(s) contido(s) no requerimento(s), placa e chassis, bem como a discriminação dos documentos enviados e endereçado ao Setor de Cancelamento da CETIP/GRV. Todas as solicitações de Desbloqueio de Cancelamento (Requerimento e Documentação) enviadas via portador devem ser acompanhadas de Protocolo específico disponível para download no link a seguir em Documentos Técnicos sob o nome de Protocolo de documentos para desbloqueio de cancelamento de gravame em São Paulo.pdf. Este protocolo deve ser preenchido em 02 (duas) vias e assinado por um responsável pela Instituição que efetuou a inclusão do Gravame. A CETIP/GRV não se responsabilizará por solicitações enviadas sem o devido AR (Aviso de Recebimento), com o AR (Aviso de Recebimento) sem as informações do(s) veículo(s) ou sem o devido Protocolo da CETIP/GRV assinado para processos entregues via portador, em caso de extravio. Caso seu processo não seja cadastrado em nossos sistemas em até 01 dia útil após a confirmação do recebimento favor enviar uma cópia do AR ou do Protocolo assinado para para que sejam tomadas as devidas providências.

13 Atualizado em 31/05/2011

Sobre o Cancelamento de Gravames. Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/MG

Sobre o Cancelamento de Gravames. Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/MG Sobre o Cancelamento de Gravames Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/MG Procedimentos para Solicitação do Desbloqueio de Cancelamento de Gravame De acordo com a portaria 96.603 de 30 de agosto

Leia mais

Sobre o Cancelamento de Gravames

Sobre o Cancelamento de Gravames Sobre o Cancelamento de Gravames Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/RS Procedimentos para solicitação do desbloqueio de cancelamento de gravame. De acordo com a portaria 246 de 13 de Outubro

Leia mais

Procedimento para Desbloqueio de Cancelamento de Reserva de Gravames Financeiros - DETRAN/SP

Procedimento para Desbloqueio de Cancelamento de Reserva de Gravames Financeiros - DETRAN/SP Procedimento para Desbloqueio de Cancelamento de Reserva de Gravames Financeiros - DETRAN/SP De acordo com a portaria 2.762 de 28 de dezembro de 2008, o DETRAN passou a efetuar o bloqueio de cancelamento

Leia mais

Sobre o Cancelamento de Gravames Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/MS

Sobre o Cancelamento de Gravames Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/MS Sobre o Cancelamento de Gravames Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/MS Procedimentos para Solicitação do Desbloqueio de Cancelamento de Gravame De acordo com a portaria 01 de 15 de março de 2011,

Leia mais

I SERVIÇOS RELATIVOS A VEÍCULOS

I SERVIÇOS RELATIVOS A VEÍCULOS RELAÇÃO DE SERVIÇOS DISPONIBILIZADOS PELO DETRAN NO ESPAÇO DA CIDADANIA DE TERESINA I SERVIÇOS RELATIVOS A VEÍCULOS 1 VISTORIA 2. Certificado de Registro de Veículo - CRV e/ou Certificado de Registro de

Leia mais

Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto.

Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto. Orientações para aquisição de Bens Móveis Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto. Lembrando que a análise do seu

Leia mais

Instruções Aditamento ao Contrato de Arrendamento Mercantil

Instruções Aditamento ao Contrato de Arrendamento Mercantil Instruções Aditamento ao Contrato de Arrendamento Mercantil Preparamos para você o passo a passo sobre o processo de rescisão contratual. Veja quais ações você precisará tomar para obter a liberação do

Leia mais

REGISTRO DE CONTRADOS / ES

REGISTRO DE CONTRADOS / ES REGISTRO DE CONTRADOS / ES O presente trabalho tem como objetivo padronizar procedimentos para implantação do sistema de registro de contratos de financiamentos de veículos com cláusula de alienação fiduciária,

Leia mais

O SEU PROCESSODE SINISTROS

O SEU PROCESSODE SINISTROS O SEU PROCESSODE SINISTROS O SEU PROCESSO 1. Abertura 1.1. Entre em contato com a seguradora para realizar a abertura do sinistro (portando DOCUMENTO DO VEÍCULO + CNH) ou se preferir ligue para a gente

Leia mais

Passo-a-passo para alteração de representante legal no CNPJ

Passo-a-passo para alteração de representante legal no CNPJ Passo-a-passo para alteração de representante legal no CNPJ Fundamentação legal: A entidade estará obrigada a atualizar no CNPJ qualquer alteração referente aos seus dados cadastrais até o último dia útil

Leia mais

1. Tela de Acesso pg. 2. 2. Cadastro pg. 3. 3. Abas de navegação pg. 5. 4. Abas dados cadastrais pg. 5. 5. Aba grupo de usuários pg.

1. Tela de Acesso pg. 2. 2. Cadastro pg. 3. 3. Abas de navegação pg. 5. 4. Abas dados cadastrais pg. 5. 5. Aba grupo de usuários pg. Sumário 1. Tela de Acesso pg. 2 2. Cadastro pg. 3 3. Abas de navegação pg. 5 4. Abas dados cadastrais pg. 5 5. Aba grupo de usuários pg. 6 6. Aba cadastro de funcionários pg. 7 7. Pedidos pg. 12 8. Cartões

Leia mais

A) Acessar o site da RFB: http://receita.fazenda.gov.br, no menu EMPRESA clicar em CADASTRO CNPJ

A) Acessar o site da RFB: http://receita.fazenda.gov.br, no menu EMPRESA clicar em CADASTRO CNPJ PARA CRIAR CNPJ DA DIREÇÃO MUNICIPAL: 1. É preciso preencher o formulário de inscrição, pela internet 2. Aguardar que a Receita analise a inscrição (é preciso ir consultando pelo site) 3. Quando estiver

Leia mais

Sobre o Cancelamento de Gravames. Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/SC

Sobre o Cancelamento de Gravames. Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/SC Sobre o Cancelamento de Gravames Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/SC Procedimentos para Solicitação do Desbloqueio de Cancelamento de Gravame De acordo com a Portaria Nº 0155/DETRAN/ASJUR/2017

Leia mais

Procedimentos para Liberação do DUT de Leasing

Procedimentos para Liberação do DUT de Leasing Caro Cliente, Após a quitação de seu contrato de Arrendamento Mercantil, chegou a hora de liberar o Documento de seu veículo(dut/crv - Documento Único de Transferência/Certificado de Registro do Veículo)

Leia mais

COMPANHIA DE SEGUROS ALIANÇA DO BRASIL

COMPANHIA DE SEGUROS ALIANÇA DO BRASIL São Paulo, 5 de abril de 2012. Sr(a). Ref.: Solicitação de Documentos Segurado: Seguro: Apólice / Proposta n. o Aviso de Sinistro n. o Estipulante: Em atendimento a sua solicitação, confirmamos o recebimento

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA

NOTA FISCAL ELETRÔNICA NOTA FISCAL ELETRÔNICA 1. Comprei mercadoria com NF-e denegada. Qual o procedimento para regularizar essa situação? Resposta: Preliminarmente, temos que esclarecer o que é uma NF-e Denegada:, A Denegação

Leia mais

Autorização para débitos de MULTAS, AUTUAÇÕES e IPVA.

Autorização para débitos de MULTAS, AUTUAÇÕES e IPVA. Autorização para débitos de MULTAS, AUTUAÇÕES e IPVA. Declaro para os devidos fins que autorizo à GENERALI DO BRASIL COMPANHIA DE SEGUROS a debitar de minha indenização, as MULTAS, AUTUAÇÕES e IPVA existentes

Leia mais

Material de apoio. Portaria SNJ nº 252, de 27/ 12/ 12, publicada no D.O.U. de 31/ 12 /12. Manual do usuário. Manual da nova comprovação de vínculo.

Material de apoio. Portaria SNJ nº 252, de 27/ 12/ 12, publicada no D.O.U. de 31/ 12 /12. Manual do usuário. Manual da nova comprovação de vínculo. Material de apoio Material de apoio Portaria SNJ nº 252, de 27/ 12/ 12, publicada no D.O.U. de 31/ 12 /12. Manual do usuário. Manual da nova comprovação de vínculo. Informações Gerais O sistema CNES/MJ

Leia mais

Cobrança Itaú. Conheça como funciona o serviço de protesto de títulos.

Cobrança Itaú. Conheça como funciona o serviço de protesto de títulos. Cobrança Itaú Conheça como funciona o serviço de protesto de títulos. Para garantir uma gestão de Cobrança ainda mais eficiente, é preciso que você saiba como funciona o serviço de protesto de títulos

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO RECAM ONLINE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO RECAM ONLINE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO RECAM ONLINE Tefefone: (16)37119000 email: recam@franca.sp.gov. Sumário 1. Endereço para acessar o sistema... 3 2. Tipos de acesso ao sistema... 3 3. Termo de acesso cadastrado

Leia mais

1. No item 4, Das inscrições, ONDE SE LÊ:

1. No item 4, Das inscrições, ONDE SE LÊ: O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE CUIABÁ e o SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições, nos termos estabelecidos no subitem 16.31, torna pública a seguinte retificação ao Edital supracitado,

Leia mais

Formulário 1: Chek List de documentos para regulação de Sinistro DIT e Cesta Básica (Preenchimento obrigatório) Filial Resp.: Contato: Data de envio:

Formulário 1: Chek List de documentos para regulação de Sinistro DIT e Cesta Básica (Preenchimento obrigatório) Filial Resp.: Contato: Data de envio: Formulário 1: Chek List de documentos para regulação de Sinistro DIT e Cesta Básica Corretor: Responsável: Tel. Contato: E-mail: Filial Resp.: Contato: Data de envio: Relação de documentos para regulação

Leia mais

Atenderemos servidores ATIVOS, INATIVOS, MAGISTRADOS e PENSIONISTAS que são pagos pelo próprio TRT-RS.

Atenderemos servidores ATIVOS, INATIVOS, MAGISTRADOS e PENSIONISTAS que são pagos pelo próprio TRT-RS. BANCO CRUZEIRO DO SUL S/A CPP CRÉDITO PESSOAL PARCELADO ESTABELECIMENTO DOS CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONVÊNIO COM O TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO-RS LOJA 1360 PÚBLICO ALVO Atenderemos servidores

Leia mais

Atenção: Este documento é apenas para instruir sobre como proceder, não deve ser assinado, reconhecido firma ou devolvido a Bradesco Financiamentos.

Atenção: Este documento é apenas para instruir sobre como proceder, não deve ser assinado, reconhecido firma ou devolvido a Bradesco Financiamentos. Atenção: Este documento é apenas para instruir sobre como proceder, não deve ser assinado, reconhecido firma ou devolvido a Bradesco Financiamentos. Caro Cliente, Após a quitação de seu contrato de Arrendamento

Leia mais

RESPOSTAS A PERGUNTAS MAIS FREQUENTES DA SOCIEDADE (inciso VI do art. 8º da Lei nº 12.527/2011) SUMÁRIO. 1. Registro Profissional...

RESPOSTAS A PERGUNTAS MAIS FREQUENTES DA SOCIEDADE (inciso VI do art. 8º da Lei nº 12.527/2011) SUMÁRIO. 1. Registro Profissional... SUMÁRIO 1. Registro Profissional... 2 2. Isenção de Anuidade... 3 3. Transferência de Regional... 4 4. Cancelamento de Registro (Pessoa Física)... 5 5. Reativação de Registro Profissional... 6 6. Parcelamento

Leia mais

A Diretora de Habilitação do DETRAN-SP,

A Diretora de Habilitação do DETRAN-SP, A Diretora de Habilitação do DETRAN-SP, Considerando o disposto nos artigos 3º e 30 da Portaria DETRAN 540/99, alterados pela Portaria DETRAN 1.283/14; e o que dispõe a Resolução CONTRAN 358/10. Comunica

Leia mais

RESPOSTAS ÀS PERGUNTAS MAIS FREQUENTES

RESPOSTAS ÀS PERGUNTAS MAIS FREQUENTES RESPOSTAS ÀS PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. Qual legislação regulamenta a obrigatoriedade do envio das informações de venda de veículos? O Decreto 60.489/2014 regulamenta a obrigação prevista no inciso VI

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação Junta Comercial do Estado de São Paulo

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação Junta Comercial do Estado de São Paulo FAQ Perguntas Frequentes Deferimento de Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) pela Junta Comercial 1. Quais são as modalidades de cadastro disponíveis para solicitação de CNPJ? No site da Receita

Leia mais

MANUAL DE ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA - ART (SP/MT/MS)

MANUAL DE ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA - ART (SP/MT/MS) MANUAL DE ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA - ART (SP/MT/MS) Sumário 1 - Procedimentos para obter 1ª ART Eletrônica... 2 2 Como obter o Termo de Responsabilidade Técnica... 3 3 - Encaminhar documentos

Leia mais

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA.

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA MANUAL DO VTWEB CLIENT CADASTROS /PEDIDOS E PROCEDIMENTOS Resumo Esse manual tem como o seu objetivo principal a orientação de uso do

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA O PRÉ CADASTRO DOS CONTRATOS VENDIDOS NO BALCÃO

INSTRUÇÕES PARA O PRÉ CADASTRO DOS CONTRATOS VENDIDOS NO BALCÃO INSTRUÇÕES PARA O PRÉ CADASTRO DOS CONTRATOS VENDIDOS NO BALCÃO Acesso: digite o CNPJ 02338268000163, seu login e senha no site da UNIODONTO, campo específico: Ou: Clique em Contratos, código de interesse,

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE CREDENCIADOS - SGC MANUAL DO CANDIDATO CREDENCIADOS. 0800 570 0800 / www.sebrae.com.br

SISTEMA DE GESTÃO DE CREDENCIADOS - SGC MANUAL DO CANDIDATO CREDENCIADOS. 0800 570 0800 / www.sebrae.com.br SISTEMA DE GESTÃO DE - SGC MANUAL DO CANDIDATO SISTEMA DE GESTÃO DE - SGC PESSOA JURÍDICA SISTEMA DE GESTÃO DE - SGC Identificação do Edital Para fazer a inscrição, o candidato (Representante Legada da

Leia mais

Instruções Liquidação de Contrato de Arrendamento Mercantil

Instruções Liquidação de Contrato de Arrendamento Mercantil Instruções Liquidação de Contrato de Arrendamento Mercantil Preparamos para você o passo a passo sobre o processo de liquidação contratual. Veja quais ações você precisará tomar para obter a liberação

Leia mais

MANUAL DE REGRAS E NORMAS TÉCNICAS PARA WEB GUIA E DEMONSTRATIVO DE PAGAMENTO

MANUAL DE REGRAS E NORMAS TÉCNICAS PARA WEB GUIA E DEMONSTRATIVO DE PAGAMENTO MANUAL DE REGRAS E NORMAS TÉCNICAS PARA WEB GUIA E DEMONSTRATIVO DE PAGAMENTO Este Manual tem por finalidade orientar os procedimentos de preenchimento da Web Guia do CREDENCIADO no atendimento aos beneficiários

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 003, de 20 de janeiro de 2014 Publicado no DOE de nº 32.592 de 26/02/2014

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 003, de 20 de janeiro de 2014 Publicado no DOE de nº 32.592 de 26/02/2014 Dispõe sobre os procedimentos para a apresentação de procurações para agir perante à ARCON-PA pelos operadores do serviço público de transporte intermunicipal. O Diretor Geral da Agência de Regulação e

Leia mais

Programa de Recompensas Fiat Itaucard. Orientações Cartas-Bônus

Programa de Recompensas Fiat Itaucard. Orientações Cartas-Bônus Programa de Recompensas Fiat Itaucard Orientações Cartas-Bônus Mecânica Programa de Recompensas Acumulo de pontos 5% do valor de cada compra realizada com o cartão Fiat Itaucard são convertidos em pontos.

Leia mais

Material de apoio. Disponível no site: : www.justica.gov.br, no link: Entidades Sociais >> CNES.

Material de apoio. Disponível no site: : www.justica.gov.br, no link: Entidades Sociais >> CNES. Material de apoio Disponível no site: : www.justica.gov.br, no link: Entidades Sociais >> CNES. Material de apoio Disponível no site: : www.justica.gov.br, no link: Entidades Sociais >> CNES. Portaria

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE TRIBUTAÇÃO M A N U A L D A NOTA FISCAL AVULSA ÍNDICE 1. Acesso ao Portal do Sistema...6 2. Requerimento de Acesso para os novos usuários...6 2.1 Tipo

Leia mais

Passo a passo Aditamento a Contrato de Arrendamento Mercantil Cessão de Direitos e Obrigações.

Passo a passo Aditamento a Contrato de Arrendamento Mercantil Cessão de Direitos e Obrigações. Passo a passo Aditamento a Contrato de Arrendamento Mercantil Cessão de Direitos e Obrigações. Para dar início ao processo de transferência do contrato primeiramente é necessário preencher a proposta para

Leia mais

1. OBJETIVO Prestar atendimento ao cidadão, de maneira rápida, eficiente e eficaz, de acordo com os requisitos especificados pelo cliente.

1. OBJETIVO Prestar atendimento ao cidadão, de maneira rápida, eficiente e eficaz, de acordo com os requisitos especificados pelo cliente. Sistema de Gestão da Qualidade SUPERINTENDÊNCIA DE VAPT VUPT E ATENDIMENTO AO PÚBLICO INSTRUÇÃO DE TRABALHO DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO - SINCOR Responsável: Cristiane Moreira Garcia Cópia Controlada - Revisão

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 199 DE 25 DE AGOSTO DE 2006

RESOLUÇÃO Nº 199 DE 25 DE AGOSTO DE 2006 RESOLUÇÃO Nº 199 DE 25 DE AGOSTO DE 2006 Estabelece critérios para registro ou a regularização da numeração dos motores dos veículos registrados ou a serem registrados no País. O CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO

Leia mais

Procedimento Operacional Padrão (POP) SERVIÇO PRONTUÁRIO DO PACIENTE

Procedimento Operacional Padrão (POP) SERVIÇO PRONTUÁRIO DO PACIENTE ETAPAS DO PROCEDIMENTO: Página 01/06 Explicação Inicial Cada grupo de dois funcionários é responsável por arquivar uma sequência de numeração. Cada paciente cadastrado na abertura de prontuários recebe

Leia mais

Passo a passo Aditamento a contrato de financiamento/empréstimo pessoal cessão de direitos e obrigações.

Passo a passo Aditamento a contrato de financiamento/empréstimo pessoal cessão de direitos e obrigações. Passo a passo Aditamento a contrato de financiamento/empréstimo pessoal cessão de direitos e obrigações. Para dar início ao processo de transferência do contrato primeiramente é necessário preencher a

Leia mais

Prefeitura Municipal de Belém Secretaria Municipal de Finanças

Prefeitura Municipal de Belém Secretaria Municipal de Finanças INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 004/2009 GABS/SEFIN Disciplina a emissão de Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) e dá outras providências. O Secretário de Finanças do Município de Belém, no uso das atribuições

Leia mais

NFE Nota Fiscal eletrônica. Versão 2.0 (07/2012)

NFE Nota Fiscal eletrônica. Versão 2.0 (07/2012) NFE Nota Fiscal eletrônica Versão 2.0 (07/2012) Sumário INTRODUÇÃO... 2 COMO OBTER AUTORIZAÇÃO PARA EMISSÃO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA... 3 2º VIA DE SOLICITAÇÃO/AUTORIZAÇÃO DE IMPRESSÃO DE DOCUMENTOS FISCAIS...

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. 1. Descrição Geral Este manual descreve as operações disponíveis no módulo VTWEB Client, cuja finalidade é gerenciar cadastros de funcionários, realização de pedidos e controle financeiro dos pedidos.

Leia mais

Help de NFSe. 2011 E&L Produções de Software LTDA. Contador

Help de NFSe. 2011 E&L Produções de Software LTDA. Contador Contador 2 1 Credenciamento Se for prestador do município, substituto ou empresas de outros municípios clique na opção credenciar Para acessar a tela de credenciamento do contador, clique na opção Contador

Leia mais

Deferimento de Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) pela Junta Comercial

Deferimento de Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) pela Junta Comercial FAQ Perguntas Frequentes versão 19/3/13 Deferimento de Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) pela Junta Comercial 1. Quais são as modalidades de cadastro disponíveis para solicitação de CNPJ? No

Leia mais

Atualizado em 22/07/2015 PROCEDIMENTO PARA CADASTRO DE GERADOR DE MATERIAL SECUNDÁRIO

Atualizado em 22/07/2015 PROCEDIMENTO PARA CADASTRO DE GERADOR DE MATERIAL SECUNDÁRIO Atualizado em 22/07/2015 PROCEDIMENTO PARA CADASTRO DE GERADOR DE MATERIAL SECUNDÁRIO CADASTRO DA SOLICITAÇÃO 1. Acessar www.agricultura.gov.br => Serviços e Sistemas => Sistemas => Sistemas Integrado

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE CREDENCIADOS - SGC

SISTEMA DE GESTÃO DE CREDENCIADOS - SGC MANUAL DO CANDIDATO Para realizar a inscrição o candidato deve: 1º - Ler o Edital disponível no site do SEBRAE; Passo a passo: Acesse o site: http://www.sebrae.com.br/ Clique naseção SobreoSEBRAE Nabarraesquerdadapágina,cliquenoitem

Leia mais

Introdução. Vantagens. Utilização

Introdução. Vantagens. Utilização Introdução O Sistema de Transferência de Propriedade online permite ao Proprietário transferir a Propriedade de um animal de forma alienada ou não, sem a necessidade de encaminhamento da Guia de Transferência

Leia mais

INSTRUÇÕES - RESCISÃO DE CONTRATO DE ARRENDAMENTO MERCANTIL

INSTRUÇÕES - RESCISÃO DE CONTRATO DE ARRENDAMENTO MERCANTIL INSTRUÇÕES - RESCISÃO DE CONTRATO DE ARRENDAMENTO MERCANTIL 1. RESCISÃO DE CONTRATO Para dar início ao processo de Rescisão Contratual Leasing é necessário entrar em contato com a Central de Atendimento

Leia mais

INSTRUÇÕES - RESCISÃO DE CONTRATO DE ARRENDAMENTO MERCANTIL

INSTRUÇÕES - RESCISÃO DE CONTRATO DE ARRENDAMENTO MERCANTIL V.02-abr.07 INSTRUÇÕES - RESCISÃO DE CONTRATO DE ARRENDAMENTO MERCANTIL 1. RESCISÃO DE CONTRATO Para dar início ao processo de Rescisão é necessário entrar em contato com a Central de Atendimento e solicitar

Leia mais

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES RESOLUÇÃO CFC N.º 1.166/09 Dispõe sobre o Registro Cadastral das Organizações Contábeis. regimentais, O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e RESOLVE: CAPÍTULO I

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL BANCO DAYCOVAL SIAPE - CONSIST

ROTEIRO OPERACIONAL BANCO DAYCOVAL SIAPE - CONSIST ROTEIRO OPERACIONAL BANCO DAYCOVAL SIAPE - CONSIST Seguem abaixo as regras que deverão ser seguidas a partir do início das atividades do Correspondente Bancário Daycoval. Este documento é parte integrante

Leia mais

Para tornar-se representante dos produtos da Insertsoft através de Parceria a empresa devera seguir o seguinte roteiro:

Para tornar-se representante dos produtos da Insertsoft através de Parceria a empresa devera seguir o seguinte roteiro: Termo de Parceria Objetivo Este documento tem como objetivo de orientar empresas que tem interesse em se qualificar como parceiros para representação dos produtos fornecidos pela Insertsoft através do

Leia mais

Manual Operacional do SISCOAF

Manual Operacional do SISCOAF Manual Operacional do SISCOAF Manual Operacional do SISCOAF Página 2 Conteúdo 1. Acesso ao SISCOAF...3 2. Cadastro de novos comunicantes...4 3. Logon no SISCOAF...6 4. Menu do SISCOAF...8 - Administrar....8

Leia mais

Saúde Online. Serviços Médicos / Faturamento

Saúde Online. Serviços Médicos / Faturamento Saúde Online Serviços Médicos / Faturamento Página 1 INDICE 1 Introdução Página 03 2 Acesso Página 03 3 Faturamento Eletrônico Página 03 4 Guia de Consulta Página 05 5 Guia SP/SADT Página 07 6 Guia de

Leia mais

Instruções para Preenchimento de DUT Leasing

Instruções para Preenchimento de DUT Leasing Prezado Cliente O arrendamento mercantil do seu veículo está chegando ao fim, por esse motivo, será necessária a transferência da sua propriedade (CRV/DUT Certificado de Registro de Veículo/Documento Único

Leia mais

Manual do Estagiário

Manual do Estagiário CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA FACULDADE DE TECNOLOGIA NILO DE STÉFANI - JABOTICABAL Manual do Estagiário CURSO DE TECNOLOGIA EM BIOCOMBUSTÍVEIS 2º Semestre de 2014 Sumário 1 Informações

Leia mais

Serviços de Comércio Exterior. Gerência Regional de Apoio ao Comércio Exterior GECEX São Paulo III

Serviços de Comércio Exterior. Gerência Regional de Apoio ao Comércio Exterior GECEX São Paulo III BANCO DO BRASIL Serviços de Comércio Exterior Gerência Regional de Apoio ao Comércio Exterior GECEX São Paulo III Programação 1) Acesso ao Gerenciador Financeiro 2) Criação de Chave de Acesso 3) Autorização

Leia mais

SISAUT/FC Sistema de Controle de Transporte Fretado Contínuo de Passageiros

SISAUT/FC Sistema de Controle de Transporte Fretado Contínuo de Passageiros SISAUT/FC Sistema de Controle de Transporte Fretado Contínuo de Passageiros O que é o SISAUT/FC? MANUAL DO USUÁRIO O SISAUT/FC é o sistema por meio do qual são feitos os requerimentos para as autorizações

Leia mais

CRITÉRIOS DE PARTICIPAÇÃO NO PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS

CRITÉRIOS DE PARTICIPAÇÃO NO PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS O Diretor do Colégio Santo Agostinho - Leblon, no uso de suas atribuições regimentais e em consonância com a legislação em vigor, traz a público este Edital e estabelece as normas regentes para o Processo

Leia mais

Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo

Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Versão 1.0 23/07/2009 Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como

Leia mais

O sistema possui 5 módulos para registros:

O sistema possui 5 módulos para registros: ÍNDICE 1 DESCRIÇÃO...4 2 ACESSO...6 3 DADOS CADASTRAIS...7 3.1 ATUALIZAR CADASTRO...7 3.2 TROCAR SENHA...8 4 GRUPO DE USUÁRIO...9 4.1 INCLUIR...9 4.2 ATUALIZAR...9 5 FUNCIONÁRIOS...10 5.1 INCLUIR...10

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CAMPUS SANTA INGRESSO NOS CURSOS SUPERIORES DE GRADUAÇÃO DO IFES CAMPUS SANTA EDITAL Nº 03 de 10 de março de 2015 O Diretor-Geral do Campus de Santa Teresa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

Procedimentos para Solicitação do Desbloqueio de Cancelamento de Gravame Detran/AC

Procedimentos para Solicitação do Desbloqueio de Cancelamento de Gravame Detran/AC Procedimentos para Solicitação do Desbloqueio de Cancelamento de Gravame Detran/AC De acordo com a portaria 579 de 17 de Junho de 2016, o DETRAN/AC passou a efetuar o bloqueio de cancelamento de gravame

Leia mais

Instruções de Aditamento ao Contrato de Arrendamento Mercantil e Instrumento de Substituição do Veículo

Instruções de Aditamento ao Contrato de Arrendamento Mercantil e Instrumento de Substituição do Veículo Instruções de Aditamento ao Contrato de Arrendamento Mercantil e Instrumento de Substituição do Veículo 1. APROVAÇÃO DA SUBSTITUIÇÃO DO VEÍCULO E PAGAMENTO DA TARIFA Para dar início ao Aditamento ao Contrato

Leia mais

SELEÇÃO 2016/1 PROCESSO SELETIVO PARA CURSOS DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FICs) PRESENCIAIS

SELEÇÃO 2016/1 PROCESSO SELETIVO PARA CURSOS DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FICs) PRESENCIAIS EDITAL Nº 010/CCEI, DE 04 DE NOVEMBRO DE 2015. SELEÇÃO 2016/1 PROCESSO SELETIVO PARA CURSOS DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FICs) PRESENCIAIS DA ABERTURA O DIRETOR-GERAL DO CAMPUS CEILÂNDIA DO INSTITUTO

Leia mais

Sistema de Cancelamento Eletrônico. Manual de utilização do sistema pelo cartório

Sistema de Cancelamento Eletrônico. Manual de utilização do sistema pelo cartório Sistema de Cancelamento Eletrônico Manual de utilização do sistema pelo cartório IEPTB-MG Belo Horizonte, 2015 Índice 1. Introdução... 4 2. Acesso ao sistema... 5 3. Visualização das declarações de anuência...

Leia mais

INFORMATIVO EDUCAR PROCEDIMENTOS PARA NOVOS CONTRATOS E ADITAMENTOS

INFORMATIVO EDUCAR PROCEDIMENTOS PARA NOVOS CONTRATOS E ADITAMENTOS INFORMATIVO EDUCAR PROCEDIMENTOS PARA NOVOS CONTRATOS E ADITAMENTOS Programação 1. Depois de efetuada a matrícula, a Faculdade informará ao Instituto Educar, a relação dos alunos novos que fizeram adesão

Leia mais

CADASTRO DE FORNECEDORES (MATERIAL/SERVIÇOS)

CADASTRO DE FORNECEDORES (MATERIAL/SERVIÇOS) CADASTRO DE FORNECEDORES (MATERIAL/SERVIÇOS) ÍNDICE RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA CADASTRO DE FORNECEDORES DE MATERIAL/SERVIÇOS PÁGINA 2 FICHA DE INFORMAÇÕES PARA CADASTRO DE FORNECEDORES PÁGINA 4 DECLARAÇÃO

Leia mais

Deferimento de Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) pela Junta Comercial

Deferimento de Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) pela Junta Comercial FAQ Perguntas Frequentes versão 09/9/13 Deferimento de Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) pela Junta Comercial 1. Quais são as modalidades de cadastro disponíveis para solicitação de CNPJ? No

Leia mais

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins.

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins. EDITAL NRCA-SJP N.º 09/2015 DISPÕE SOBRE OS PROCESSOS DE INGRESSO POR TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE FAE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS. O Coordenador do Núcleo

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC N.º 1.371/11 Dispõe sobre o Registro das Entidades Empresariais de Contabilidade. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE: CAPÍTULO

Leia mais

Para melhor atendê-lo, seguem abaixo todos os formulários e documentos necessários, juntamente com a orientação de como proceder ao envio.

Para melhor atendê-lo, seguem abaixo todos os formulários e documentos necessários, juntamente com a orientação de como proceder ao envio. Prezado (a) cliente: Para melhor atendê-lo, seguem abaixo todos os formulários e documentos necessários, juntamente com a orientação de como proceder ao envio. Procedimentos para envio dos documentos de

Leia mais

www.brasilcard.net CLIQUE NO LINK ABAIXO PARA ACESSAR O SITE

www.brasilcard.net CLIQUE NO LINK ABAIXO PARA ACESSAR O SITE MANUAL WEB SITE CLIQUE NO LINK ABAIXO PARA ACESSAR O SITE www.brasilcard.net Solicite agora o seu Cartão! Conheça todas as vantagens de possuir o cartão sem complicação. Clique e confira! Seja um Credenciado!

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE CREDENCIADOS - SGC MANUAL DO CANDIDATO

SISTEMA DE GESTÃO DE CREDENCIADOS - SGC MANUAL DO CANDIDATO MANUAL DO CANDIDATO Para participar do processo de credenciamento, acesse o site do Sebrae/SC em www.sebrae-sc.com.br, clique em Soluções deste Estado e depois clique em Seja consultor e/ou instrutor.

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA ÁREA DE PROTOCOLO E INFORMAÇÃO DO COMÉRCIO

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA ÁREA DE PROTOCOLO E INFORMAÇÃO DO COMÉRCIO GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, ENERGIA, INDÚSTRIA E SERVIÇOS JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA ÁREA DE PROTOCOLO

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES RESOLUÇÃO CFC N.º 1.390/12 Dispõe sobre o Registro Cadastral das Organizações Contábeis. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE: CAPÍTULO I

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN No- 187, DE 9 DE MARÇO DE 2009

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN No- 187, DE 9 DE MARÇO DE 2009 AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR DIRETORIA COLEGIADA RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN No- 187, DE 9 DE MARÇO DE 2009 Estabelece normas para a geração, transmissão e controle de dados cadastrais de beneficiários

Leia mais

Comissão Eleitoral Nacional (CEN)

Comissão Eleitoral Nacional (CEN) ORIENTAÇÕES ACERCA DO REGISTRO DE CANDIDATURA DE CHAPA MÓDULO ELEITORAL DO CAU/BR ATÉ A DATA DA ELEIÇÃO 5 DE NOVEMBRO DE 2014. Neste ano o CAU promove eleições para escolher os conselheiros federais e

Leia mais

MANUAL PASSO-A-PASSO DO SISTEMA ONLINE

MANUAL PASSO-A-PASSO DO SISTEMA ONLINE MANUAL PASSO-A-PASSO DO SISTEMA ONLINE Junho 2015 Editor, ler com atenção as orientações informadas neste manual. Informamos que documentação preenchida incompleta e/ou que não atenda as normas da Agência

Leia mais

RESOLUÇÃO CFN Nº 510/2012

RESOLUÇÃO CFN Nº 510/2012 Página 1 de 9 RESOLUÇÃO CFN Nº 510/2012 Dispõe sobre o registro, nos Conselhos Regionais de Nutricionistas, de atestados para comprovação de aptidão para desempenho de atividades nas áreas de alimentação

Leia mais

8. Regularização do Negócio

8. Regularização do Negócio 8. Regularização do Negócio Conteúdo 1. Forma Jurídica das Empresas 2. Consulta Comercial 3. Busca de Nome Comercial 4. Arquivamento do contrato social/requerimento de Empresário 5. Solicitação do CNPJ

Leia mais

- Apresentar procuração por instrumento publica ou particular com poderes específicos, com firma reconhecida do proprietário;

- Apresentar procuração por instrumento publica ou particular com poderes específicos, com firma reconhecida do proprietário; GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO NÚCLEO DE VEÍCULOS-RENAVAM O SISTEMA RENAVAM. O registro nacional de automotores (RENAVAM) e composto por uma base central (BIN) e pelos cadastros

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013 Edital de convocação de Pessoas Jurídicas para inscrição e atualização do Cadastro de Fornecedores do Município de Itaúna.

Leia mais

RECONHECIMENTO DE DIPLOMA DE PÓS-GRADUAÇAO DE MESTRADO E DOUTORADO OBTIDO EM INSTITUIÇÃO ESTRANGEIRA

RECONHECIMENTO DE DIPLOMA DE PÓS-GRADUAÇAO DE MESTRADO E DOUTORADO OBTIDO EM INSTITUIÇÃO ESTRANGEIRA RECONHECIMENTO DE DIPLOMA DE PÓS-GRADUAÇAO DE MESTRADO E DOUTORADO OBTIDO EM INSTITUIÇÃO ESTRANGEIRA De acordo com a Resolução Complementar nº01/2007, de 8/11/2007, Art.1º, a Universidade Federal de Minas

Leia mais

Se você for substituir o seu bem por um USADO, providenciar a vistoria do bem (se for um bem NOVO, passar para o 2º passo)

Se você for substituir o seu bem por um USADO, providenciar a vistoria do bem (se for um bem NOVO, passar para o 2º passo) Orientações para Substituição de Garantia Bens Móveis Nesse documento você encontra todas as orientações para concluir a substituição do bem adquirido no Consórcio, de maneira ágil e fácil. Esse processo

Leia mais

Manual do Sistema de Cadastro de Cultivares Locais, Tradicionais e Crioulas

Manual do Sistema de Cadastro de Cultivares Locais, Tradicionais e Crioulas Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria da Agricultura Familiar Departamento de Financiamento e Proteção da Produção Seguro da Agricultura Familiar Manual do Sistema de Cadastro de Cultivares

Leia mais

PORTARIA Nº 371/2009 DG. O DIRETOR GERAL DO DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DO ESTADO DO PARANÁ - DETRAN/PR usando de suas competências na forma da lei e;

PORTARIA Nº 371/2009 DG. O DIRETOR GERAL DO DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DO ESTADO DO PARANÁ - DETRAN/PR usando de suas competências na forma da lei e; PORTARIA Nº 371/2009 DG Estabelece o Registro Eletrônico de Contratos de Financiamento de Veículos no DETRAN/PR e dá outras providências. O DIRETOR GERAL DO DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DO ESTADO DO PARANÁ

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ REITORIA DE GRADUAÇÃO COLÉGIO UNIVERSITÁRIO GERALDO REIS EDITAL Nº 002/ 2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ REITORIA DE GRADUAÇÃO COLÉGIO UNIVERSITÁRIO GERALDO REIS EDITAL Nº 002/ 2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ REITORIA DE GRADUAÇÃO COLÉGIO UNIVERSITÁRIO GERALDO REIS EDITAL Nº 002/ 2015 SORTEIO PARA ADMISSÃO DE ALUNOS AO COLÉGIO UNIVERSITÁRIO GERALDO

Leia mais

GUIA DE PREENCHIMENTO RELATÓRIO CONTROLE INTERNO

GUIA DE PREENCHIMENTO RELATÓRIO CONTROLE INTERNO GUIA DE PREENCHIMENTO RELATÓRIO CONTROLE INTERNO Análise Administrativa MÓDULO SIGEF Florianópolis, Julho 2015. 1 SUMÁRIO 1 ACESSO AO SIGEF... 3 2 LISTAR E IMPRIMIR OS GRUPOS DE RESTRIÇÃO... 4 3 LISTAR

Leia mais

REGULAMENTO DE CONCILIAÇÃO

REGULAMENTO DE CONCILIAÇÃO REGULAMENTO DE CONCILIAÇÃO Regulamento de Conciliação da Câmara de Mediação e Arbitragem do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais CREA-MG. A Câmara de Mediação e Arbitragem do Conselho

Leia mais

Orçamento Padrão. Introdução. Objeto

Orçamento Padrão. Introdução. Objeto Introdução Objeto Orçamento Padrão Nossa base de preços foi elaborada considerando o fato de que os pedidos de registros protocolados à partir de 2007 deverão ser analisados em 3-5 anos. A definição do

Leia mais

PORTARIA DETRO/PRES. Nº 1088 DE 17 DE SETEMBRO DE 2012.

PORTARIA DETRO/PRES. Nº 1088 DE 17 DE SETEMBRO DE 2012. PORTARIA DETRO/PRES. Nº 1088 DE 17 DE SETEMBRO DE 2012. Dispõe sobre os procedimentos a serem observados e aplicados no parcelamento/reparcelamento de débitos referente a multas e taxa de vistoria e fiscalização

Leia mais

PRODAV 05/2014 Passo a passo para inscrição do projeto

PRODAV 05/2014 Passo a passo para inscrição do projeto PASSO A PASSO PARA INSCRIÇÃO NA CHAMADA PÚBLICA BRDE/FSA PRODAV 05/2014 Para se inscrever na CHAMADA PÚBLICA BRDE/FSA PRODAV 05/2014, clique em http://ancine.brde.com.br/ancine/login.asp ou através do

Leia mais

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir:

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: São Paulo, de de 20. Ref.: Solicitação de Documentos Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: Aviso de Sinistro: envio de 1 (uma) via do formulário devidamente preenchido

Leia mais

Ref.: Procedimentos de alteração dos Fundos de Investimento cadastrados na Base de Dados da ANBIMA.

Ref.: Procedimentos de alteração dos Fundos de Investimento cadastrados na Base de Dados da ANBIMA. São Paulo, 08 de Setembro de 2010. Comunicado N 013/10 Ref.: Procedimentos de alteração dos Fundos de Investimento cadastrados na Base de Dados da ANBIMA. Prezados (as) Srs (as)., Desde Agosto de 2006,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA NACIONAL DO LIVRO DIDÁTICO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA NACIONAL DO LIVRO DIDÁTICO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA NACIONAL DO LIVRO DIDÁTICO Coordenação de Apoio às Redes de Ensino 1 ESCOLHA PNLD 2014 6 ao 9 ano do Ensino Fundamental 2 Beneficiários

Leia mais