Distinga-se pelo conhecimento

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Distinga-se pelo conhecimento"

Transcrição

1 2012 Distinga-se pelo conhecimento

2 Índice Clique na Informação que deseja consultar Calendário de Formação GS1 Porquê Formação no Sistema GS1? Modelos de Formação Competências Informação Práticas Acções de Formação Normas Globais para a Identificação Automática GS1 BarCodes GS1 BarCodes Introdução GS1 DataBar Uma Ferramenta para a Rastreabilidade GS1 DataMatrix Uma Ferramenta para a Rastreabilidade no Sector da Saúde Normas Globais para a Troca de Mensagens Electrónicas GS1 ecom GS1 ecommerce com Base nas Normas GS1 Linguagens GS1 para Correio Electrónico Normas Globais para a Sincronização de Dados GS1 GDSN GS1 GDSN Sincronização de Dados Comerciais 12 Normas Globais para a Identificação por Rádio Frequência GS1 EPCglobal GS1 EPCglobal / RFID para a Gestão Logística 13 Soluções Integradas GS1 para Transacções Comerciais Eficientes GS1 Solutions Aviso de Expedição (DESADV) Integração das Soluções de Rastreabilidade Factura Electrónica GS Vantagens do Sistema GS1 O que são Standards? 16 17

3 Calendário de Formação GS1 JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ GS1 BarCodes Introdução LISBOA / PORTO GS1 DataBar para a Rastreabilidade LISBOA PORTO MADEIRA 5 AÇORES 21 GS1 DataMatrix para a Rastreabilidade LISBOA 28 PORTO 14 GS1 e COMMERCE LISBOA PORTO Linguagens GS1 para Comércio Electrónico LISBOA 10 PORTO 30 Rede Global de Sincronização de Dados GS1 LISBOA PORTO 12 6 GS1 EPCglobal / RFID para a Gestão Logística LISBOA 8 PORTO 22 DESADV Ferramenta de Rastreabilidade LISBOA 20 PORTO 6 Factura Electrónica GS1 LISBOA PORTO

4 5 Razões para Frequentar as Acções de Formação GS1 1. A sua empresa acabou de se associar à GS1 Portugal e quer conhecer as potencialidades dos Sistema GS1. 2. A sua empresa já é nossa Associada, mas quer implementar novos Standards que vão gerar valor ao seu negócio. 3. O Sistema GS1 está sempre a inovar e a evoluir e as suas soluções oferecem vantagens competitivas ao seu negócio, especialmente neste momento de crise que o país está a ultrapassar. 4. O Sistema GS1 é um conjunto de normas integradas reconhecidas internacionalmente para a gestão eficiente das cadeias de valor multi-sectoriais, baseada numa identificação única e inequívoca de produtos, unidades de expedição, activos, localizações e serviços. O Sistema GS1 está implementado em 150 países, e as suas soluções baseadas em Standards globais estão a gerar valor a mais de 1 milhão de empresas em todo o mundo, de todas as dimensões e de variados sectores de actividade. 5. As Acções de Formação GS1 podem ajudar as empresas a cumprir com as obrigações legais a que estão sujeitas no que diz respeito à formação dos seus colaboradores (Artº 23 e segs. do Código de Trabalho). 3

5 Modelos de Formação Formação para Empresas Acções de Formação sobre os mais recentes temas e técnicas, baseadas nas Normas e Boas Práticas GS1. Estas acções decorrem sobretudo em Lisboa e Porto. Formação nas Empresas Sabia que a Equipa de Formação GS1 pode deslocar-se à sua empresa com uma formação à medida? Uma Acção de Formação na Empresa é concebida para responder às necessidades formativas específicas dos negócios e operações das empresas. Por esta razão, todos os nossos cursos podem ser adaptados e/ou convertidos em programas delineados de forma mais cirúrgica. A Formação na Empresa pressupõe: Um programa de formação personalizado e específico; Uma duração flexível; Um calendário que se adapta à sua agenda; Grupos a partir de 5 pessoas. Com base nas solicitações de Empresas Associadas, apresentamos alguns exemplos de cursos destinados exclusivamente para Formação GS1 intra-empresa: Como criar a sua codificação de produtos e saber marcá-los; Como codificar e marcar as suas caixas de cartão e paletes; Como implementar um sistema de rastreabilidade; Como implementar a Facturação Electrónica. Roadshow GS1 Portugal Seminários Formativos sobre todo o Sistema GS1, realizados em diferentes capitais de distrito, em parceria com entidades locais. Estes eventos são acompanhados de um marketplace demonstrativo das ofertas e soluções dos nossos Parceiros Tecnológicos, tendo por base o Sistema GS1. 4

6 Competências Métodos e ferramentas pedagógicas Demonstrações Práticas com o apoio dos nossos Parceiros Tecnológicos na área das Tecnologias da Informação Uma equipa de Formadores Especializados Uma equipa de formadores que garante conhecimento e experiência no âmbito da implementação das Normas do Sistema GS1. A Equipa de Formação GS1 Silvério Paixão João Picoito Marcos Carreira Luís Peixoto Nuno Miranda Filipe Esteves Conteúdos em permanente evolução Os comentários dos participantes, assim como os temas da actualidade, são tidos em consideração, de forma a adequar os nossos conteúdos formativos à realidade das empresas. Como forma de acrescentar valor às Empresas Associadas e ao Mercado, a área de Formação da GS1 Portugal desenvolve parcerias com diferentes entidades, nomeadamente empresas da indústria e do comércio, prestadores de serviços e de soluções tecnológicas, organismos profissionais, associações, escolas de comércio e universidades. 5

7 Informações Práticas Inscrições A inscrição deverá ser efectuada por via telefónica ( ) ou pelo seguinte Após a recepção da sua inscrição, os nossos serviços enviarão a respectiva confirmação. Após a realização da Acção de Formação, será emitida e enviada a respectiva factura e certificado de presença. Todas as Acções de Formação GS1 incluem o respectivo Manual de Formação. Os inscritos que não puderem comparecer ou transferir a sua inscrição para outra data, ou fazer-se substituir por outro elemento da empresa, devem informar a GS1 Portugal até 48 horas antes da realização da Acção de Formação. Se tal não se verificar, procederemos à facturação da formação. A pensar no sucesso do seu negócio, todos os Associados da GS1 Portugal terão direito a duas inscrições gratuitas em cursos à sua escolha. Para mais Informação, contacte o Serviço de Apoio ao Associado da GS1 Portugal Manuela Pessoa Susana Duarte 6

8 Normas Globais para a Identificação Automática GS1 BarCodes Introdução Saiba como codificar os seus produtos. Prepare-se para vender nos supermercados e grandes superfícies Acabou de se associar à GS1 Portugal e precisa de saber como codificar os seus produtos? A introdução do código de barras permitiu a leitura óptica no ponto de venda, na recepção dos entrepostos ou em qualquer outra etapa da cadeia de valor em que seja necessária a captura automática de dados. Os códigos de barras GS1 facilitam a rastreabilidade e permitem automatizar processos, gerando eficiência e reduzindo custos para fornecedores, retalhistas, prestadores de serviços logísticos e outros actores da cadeia de valor. Saiba como o Código de Empresa Portuguesa (CEP) que lhe foi atribuído será a sua impressão digital na cadeia de valor. Programa Princípios de Identificação, Codificação e Marcação das Unidades de Consumo, Expedição e Logística Vantagens da Captura de Dados GS1 Demonstração prática Objectivos Conhecer as Normas de Identificação, Codificação e Marcação GS1 das unidades de consumo, unidades de expedição e unidades logísticas; Abordar, a par e passo, as etapas de implementação da identificação dos produtos, de acordo com o Sistema GS1; Compreender a aplicação prática da utilização dos códigos de barras no seio da sua organização. DURAÇÃO 1 dia, das 9h às 18h (Almoço Incluído) LOCAL Lisboa: Rua Professor Fernando da Fonseca, 16, Esc. II Porto: Hotel Ipanema Porto, Campo Alegre PREÇO Associados: 95,00 + IVA Não Associados: 190,00 + IVA LISBOA PORTO JAN 25 FEV 8 22 MAR ABR 4 18 MAI 2 / JUN JUL 11 SET OUT NOV 7 21 DEZ 5 Destinatários Gestores de Marketing e Trade Marketing; Gestores Comerciais; Gestores de Serviços ao Cliente; Gestores de Logística e Operações. Sabia que A leitura do nosso código de barras no POS emite + de 8 milhões de bips por dia em todo o mundo. 7

9 Normas Globais para a Identificação Automática GS1 DataBar Uma Ferramenta para a Rastreabilidade Mais informação em menos espaço. O novo Código de Barras GS1 para o Retalho A implementação do GS1 DataBar teve início a 1 de Janeiro de 2010, sendo Janeiro de 2014 a meta estabelecida para generalizar a sua leitura em todos os postos de venda da Distribuição. A principal característica deste código de barras é a sua capacidade de transportar mais informação do que, por exemplo, o EAN-13, apesar de ocupar uma menor superfície de impressão, podendo conter dados como a data de validade, o número de lote, o peso e as medidas. O GS1 DataBar é uma solução eficiente para a marcação de produtos frescos e perecíveis que, em 2014, vai substituir os códigos de medidas variáveis (EAN-PV s) actualmente em vigor. Também é a ferramenta ideal para a marcação de coupons de promoção ou desconto. Saiba como este pequeno Código de Barras introduzirá uma maior eficácia na rastreabilidade dos seus produtos, segurança na sua cadeia logística e protecção da Marca. DURAÇÃO 1 dia, das 9h às 18h (Almoço Incluído) LOCAL Lisboa: Rua Professor Fernando da Fonseca, 16, Esc. II Porto: Hotel Ipanema Porto, Campo Alegre Madeira: a definir Açores: a definir PREÇO Associados: 95,00 + IVA Não Associados: 190,00 + IVA LISBOA PORTO JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL SET OUT NOV DEZ Programa O que é a Rastreabilidade A Rastreabilidade, o Sistema GS1 e os Identificadores de Aplicação A Identificação GS1 e a Codificação com o GS1 DataBar Objectivos Conhecer os princípios gerais da rastreabilidade e estabelecer as ligações entre os produtos e os dados para rastreabilidade; Compreender as vantagens e benefícios da utilização de um sistema de identificação normalizada nos processos da empresa; Conhecer as regras e as boas práticas para a codificação e marcação das unidades, utilizando o GS1 DataBar. MADEIRA AÇORES JAN FEV MAR ABR MAI JUN 21 JUL 5 SET OUT NOV DEZ Destinatários Profissionais no âmbito da gestão logística, armazém, transportes, produção, qualidade, compras, aprovisionamento, gestão de stocks; Profissionais nas áreas de informática de apoio a estas operações; Responsáveis pela Gestão de FMCG (Fast Moving Consumer Goods), nomeadamente na área dos produtos frescos; Gestores e Técnicos da Área de Segurança Alimentar. Sabia que Segundo a Perishbles Group, para uma cadeia de 100 lojas, a utilização do GS1 DataBar gera uma poupança de 2.32 milhões de dólares nos produtos frescos. 8

10 Normas Globais para a Identificação Automática GS1 DataMatrix Uma Ferramenta para a Rastreabilidade no Sector da Saúde O GS1 DataMatrix optimiza a Segurança dos Pacientes e o Combate à Contrafacção A capacidade deste código bidimensional para armazenar quantidades de dados em pequenas superfícies impressas torna-o um instrumento de alto valor para melhorar aspectos como a rastreabilidade, o combate à contrafacção, contribuindo para a segurança do paciente. O GS1 DataMatrix é uma solução eficaz para tornar a cadeia de valor dos medicamentos mais segura. É um Transportador de Dados GS1, que permite a inclusão de dados adicionais sobre os medicamentos, como o lote ou a data de validade. As suas dimensões são tão reduzidas que pode, por exemplo, ser marcado num instrumento cirúrgico e, assim, contribuir para a gestão hospitalar. Programa O que é a Rastreabilidade A Rastreabilidade e o Sistema GS1: Identificadores de Aplicação A Identificação GS1 e a Codificação com o GS1 DataMatrix Objectivos Conhecer os princípios da Rastreabilidade e a relação entre produtos e códigos; Compreender as vantagens e benefícios da utilização de um sistema de normalização de processos; Conhecer as regras e boas práticas para codificação e marcação das unidades utilizando o GS1 DataMatrix. DURAÇÃO 1 dia, das 9h às 18h (Almoço Incluído) LOCAL Lisboa: Rua Professor Fernando da Fonseca, 16, Esc. II Porto: Hotel Ipanema Porto, Campo Alegre PREÇO Associados: 95,00 + IVA Não Associados: 190,00 + IVA LISBOA PORTO JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL SET OUT NOV DEZ Destinatários Profissionais do Sector da Saúde, nomeadamente: Indústria Farmacêutica; Gestores Hospitalares; Farmacêuticos; Gestores de Logística e Embalagem. Sabia que O GS1 Data Matrix tem + informação (GTIN + N.º de Lote + Data da validade) e pode ser + pequeno do que uma tecla de telemóvel. 9

11 Normas Globais para a Troca de Mensagens Electrónicas GS1 ecommerce com Base nas Normas GS1 A Internet está tornar-se um canal de negócio de excelência para os retalhistas. O Comércio Electrónico com base nas Normas GS1 ecom garante total disponibilidade dos dados, através da Transmissão Electrónica (EDI), assegurando a integridade dos conteúdos, sem erros e com total segurança da identidade do Emissor. Este curso sobre GS1 ecom oferece uma visão alargada das Normas GS1 aplicadas ao Comércio Electrónico, e orientações simples para implementar este tipo de projecto no seu negócio. DURAÇÃO 1 dia, das 9h às 18h (Almoço Incluído) LOCAL Lisboa: Rua Professor Fernando da Fonseca, 16, Esc. II Porto: Hotel Ipanema Porto, Campo Alegre PREÇO Associados: 95,00 + IVA Não Associados: 190,00 + IVA Programa Introdução ao ecommerce Empresa de qualquer dimensão As sintaxes (linguagens) GS1 no ecommerce Aspectos Técnicos das Normas Demonstração prática Objectivos Conhecer vantagens do investimento e os reais benefícios do Comércio Electrónico; Conhecer os princípios das Normas GS1 ecom para a implementação de um programa/projecto de comércio electrónico; Conhecer os aspectos técnicos e processuais das trocas electrónicas de documentos baseados nas Normas GS1. LISBOA PORTO JAN 18 FEV 15 MAR 21 ABR 11 MAI 23 JUN 6 JUL SET 19 OUT 17 NOV 14 DEZ 12 Destinatários CEO, COO, CTO, CFO, CIO; Directores de TI; Directores Financeiros; Directores de Aprovisionamento; Directores de Operações e Logística; Directores de Desenvolvimento de Negócios; Directores de Planeamento Estratégico; Gestores nas áreas de Recebimentos, Pagamentos e Arquivo; Gestores nas áreas de e-commerce e e-business. Sabia que As Mensagens GS1 mais utilizadas são: Nota de Encomenda Aviso de Expedição Factura Electrónica 10

12 Normas Globais para a Troca de Mensagens Electrónicas Linguagens GS1 para Correio Electrónico Depois de Identificar e Codificar, comunique os dados electronicamente através da Linguagem Global dos Negócios Pilhas e pilhas de documentos? A GS1 tem uma solução melhor. Comunicação global, rápida e fluida. Independentemente das línguas que falamos, ou do hardware e software que utilizamos, todos necessitamos de comunicar de uma forma cada vez mais imediata, partilhando informação ao longo da cadeia de valor. As Normas GS1 ecom fornecem orientações claras para transaccionar versões electrónicas de documentos, como notas de encomenda, ordens de expedição, facturas, manifestos de embarque, confirmações de pagamento, e tantos outros. Programa Introdução ao ecommerce para empresas de qualquer dimensão As sintaxes (linguagens) GS1 no ecommerce: EANCOM e GS1 XML Aspectos Técnicos das Normas Assinaturas Electrónicas/EDI (Electronic Data Interchange) Serviço EDI da GS1 Portugal Demonstração Prática Objectivos Conhecer a estrutura informativa do GLN Global Location Number; Conhecer vantagens do investimento e os reais benefícios da Linguagem EDI no Comércio Electrónico; Conhecer os princípios das Normas GS1 ecom para a Implementação de Mensagens Electrónicas; Conhecer os aspectos técnicos e processuais das trocas electrónicas de documentos baseados nas Normas GS1 ecom e na EDI. DURAÇÃO 1/2 dia, das 9h às 13h LOCAL Lisboa: Rua Professor Fernando da Fonseca, 16, Esc. II Porto: Hotel Ipanema Porto, Campo Alegre PREÇO Associados: 75,00 + IVA Não Associados: 150,00 + IVA LISBOA PORTO JAN FEV MAR ABR MAI 10 JUN JUL SET OUT 30 NOV DEZ Destinatários Directores de Sistemas de Informação; Directores da Área de Tecnologia de Informação; Gestores de Compras de Aprovisionamento; Gestores Comerciais; Gestores de Contabilidade; Fornecedores de Soluções Tecnológicas. Sabia que Os arquivos GS1 XML podem ser interpretados por browsers, como o Internet Explorer ou o Firefox. 11

13 Normas Globais para a Sincronização de Dados GS1 GDSN Sincronização de Dados Comerciais Bases de Dados sempre actualizadas com as Normas Globais de Sincronização de Dados Todas as empresas possuem bases de dados repletas de informação sobre os produtos que produzem, vendem ou compram. Estas bases de dados actuam com catálogos que os clientes utilizam para fazer encomendas e gerir a sua cadeia de abastecimento. Os problemas começam quando uma empresa altera qualquer informação na sua base de dados ou adiciona-lhe um novo artigo. Subitamente, uma outra base de dados por exemplo, a de um cliente - deixa de estar actualizada. A GS1 GDSN permite a todos os parceiros da cadeia de abastecimento terem sempre a informação comercial actualizada nos seus sistemas de forma segura e contínua. Qualquer alteração produzida nos dados comerciais de uma empresa fica, automática e imediatamente, disponível para todos os seus parceiros de negócio. Programa Conceito GS1 GDSN Sincronização de Dados Ficha de Artigo Classificação de Produtos Qualidade de Dados Exemplos Práticos Serviços GS1 GDSN DURAÇÃO 1/2 dia, das 9h às 13h LOCAL Lisboa: Rua Professor Fernando da Fonseca, 16, Esc. II Porto: Hotel Ipanema Porto, Campo Alegre PREÇO Associados: 75,00 + IVA Não Associados: 150,00 + IVA LISBOA PORTO JAN FEV MAR 22 ABR 12 MAI JUN JUL SET 6 OUT NOV 15 DEZ Objectivos Compreender os benefícios e a utilidade das fichas de produto internacionais e catálogos electrónicos normalizados; Adquirir os conceitos básicos para a sincronização de dados com parceiros comerciais. Destinatários Fabricantes de Marcas; Retalhistas nas funções de Gestão Comercial, Marketing e Logística; Funções de Gestão nos Sistemas de Informação, Gestão de Compras e Aprovisionamento; Funções de Gestão na área de Controlo e Garantia de Qualidade; Fornecedores de Soluções Tecnológicas. Sabia que A GS1 é líder no desenvolvimento de catálogos electrónicos. No sector dos FMCG, a nossa Ficha de Produto pode alcançar os 250 campos informativos. 12

14 Normas Globais para a Identificação por Rádio Frequência EPC/RFID Uma Ferramenta para a Gestão Logística A tecnologia RFID permite a recolha automática de dados sobre os itens, em tempo real A RFID, ou Identificação por Rádio Frequência, é um método que utiliza etiquetas inteligentes para a recolha automática de dados sobre os itens, em tempo real. As Normas GS1 EPCglobal maximizam o potencial da RFID, através da combinação das infra-estruturas de redes comunicacionais e o EPC (Código Electrónico de Produto). As etiquetas RFID/EPC permitem saber de forma instantânea, continuamente e sem intervenção humana, qual o artigo, onde, quando e como esteve. A GS1 EPCglobal desenvolve esforços no sentido de assegurar as melhores práticas no que respeita às políticas de privacidade, promovendo a adesão e o respeito às mesmas por parte dos utilizadores. Programa Introdução à RFID, ao EPC/RFID e à GS1 EPCglobal Benefícios do EPC na cadeia de valor A importância da normalização em EPC/RFID A Rede GS1 EPCglobal EPCIS: um Serviço de Informação Implementação EPC/RFID Exemplos Práticos de Aplicação DURAÇÃO 1 dia, das 9h às 18h (Almoço Incluído) LOCAL Lisboa: Rua Professor Fernando da Fonseca, 16, Esc. II Porto: Hotel Ipanema Porto, Campo Alegre PREÇO Associados: 95,00 + IVA Não Associados: 190,00 + IVA LISBOA PORTO JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL SET OUT NOV 8 22 DEZ Objectivos Conhecer como se aplicam as Chaves de Identificação GS1 na vertente EPC, bem como quais as normas aprovadas ou em desenvolvimento; Saber como e porquê desenvolver um projecto EPC/RFID através dos cinco passos fundamentais para uma boa implementação; Conhecer em que condições pode implementar as nossas propostas técnicas; Identificar os benefícios que se podem extrair da correcta implementação; Conhecer tecnologias e aplicações. Destinatários Profissionais de Logística, Produção e Prestação de Serviços que desenvolvam actividades relacionadas com a organização e implementação de soluções no âmbito EPC/RFID; Gestores e decisores que tenham de fazer opções desta tecnologia; Directores Técnicos, de Desenvolvimento ou Qualidade e Responsáveis de Sistemas de Informação em geral; Utilizadores finais no âmbito da Gestão de Operações Logísticas, nomeadamente: armazéns, transporte, produção, aprovisionamento e gestão de stocks, novas necessidades de negócio. Sabia que As etiquetas RFID com códigos GS1 capturam informação sobre os itens, mesmo quando estes se encontram em movimento, possibilitando a rastreabilidade em tempo real. 13

15 Soluções Integradas GS1 para Transacções Comerciais Eficientes Aviso de Expedição (DESADV) Integração das Soluções de Rastreabilidade Do prado ao prato : tudo o que precisa de saber sobre a gestão de processos de rastreabilidade e o papel chave do Aviso de Expedição Os Sistemas de Rastreabilidade devem assegurar o conhecimento de tudo o que se passa em cada etapa da cadeia de valor, desde o prado ao prato. Com a globalização, o aumento da produção contratada e a diversificação das cadeias de valor, torna-se mais difícil gerir o processo de rastreabilidade uma forma integrada. Nesse sentido, o Aviso de Expedição DESADV ou Despatch Advice é um documento chave para as transacções comerciais, cuja informação é criada durante o circuito físico dos produtos. Saiba como integrar as soluções de rastreabilidade GS1, através da aplicação dos 5 Passos da Gestão da Rastreabilidade e conheça a importância do Aviso de Expedição neste processo. Programa O que é a rastreabilidade Rastreabilidade e o Sistema GS1 e Identificadores de Aplicação Gestão da Rastreabilidade Planear e Organizar Alinhamento de Ficheiros Mestre Arquivos de Ficheiros Transaccionais Requisitos de Rastreabilidade Utilização da Informação Exemplos Práticos Identificadores-Chave GS1 para codificação do Aviso de Expedição (DESADV ou Despatch Advice) Identificação de outros documentos e transacções comerciais Circuito físico dos produtos e procedimentos de recolha de documentos DURAÇÃO 1 dia, das 9h às 18h (Almoço Incluído) LOCAL Lisboa: Rua Professor Fernando da Fonseca, 16, Esc. II Porto: Hotel Ipanema Porto, Campo Alegre PREÇO Associados: 95,00 + IVA Não Associados: 190,00 + IVA LISBOA PORTO JAN FEV MAR 6 ABR MAI JUN JUL SET 20 v OUT NOV DEZ Objectivos Conhecer e compreender os princípios gerais da Rastreabilidade ao longo da Cadeia de Valor; Compreender as vantagens e benefícios da utilização de um sistema de identificação normalizado nos processos de gestão da Rastreabilidade; Quem são os Agentes do Processo de Rastreabilidade; O que é um artigo/produto rastreável; Que Identificadores-Chave GS1 devem ser aplicados; Dados e Informação sobre Rastreabilidade: Ficheiros Mestre, Transaccionais, Públicos e Privados. Sabia que Não importa quantas empresas estão envolvidas, ou que fronteiras foram cruzadas. Desde as matérias-primas / ingredientes até ao consumidor final, as Normas GS1 tornam os sistemas de rastreabilidade possíveis a uma escala global. Destinatários Utilizadores finais no âmbito da gestão da produção, controlo e garantia da Qualidade; Gestores e Técnicos da área de Segurança Alimentar. 14

16 Soluções Integradas GS1 para Transacções Comerciais Eficientes Factura Electrónica GS1 Com a Facturação Electrónica GS1 os campos informativos são os mesmos em qualquer documento. Os templates e layouts seguem as mesmas regras. Desta forma ganhamos tempo e eficiência A factura electrónica é uma solução simples e rentável, que gera poupança de recursos financeiros, a obtenção de ganhos de produtividade e acrescenta valor aos negócios. Quanto o processo de facturação electrónica utiliza as mensagens estruturadas, com campos normalizados, das Normas GS1 ecom, os benefícios aumentam exponencialmente. Prazos de pagamento mais curtos; Menor número de facturas em litígio; Contabilização e monitorização automática das facturas; Menos erros de introdução de dados; Segurança e rigor nas transacções. Programa Factura Electrónica Conteúdo e Mapa Recapitulativo Repositórios Enquadramento Legal Aspectos técnicos Projecto-piloto GS1 Portugal DURAÇÃO 1/2 dia, das 9h às 13h LOCAL Lisboa: Rua Professor Fernando da Fonseca, 16, Esc. II Porto: Hotel Ipanema Porto, Campo Alegre PREÇO Associados: 75,00 + IVA Não Associados: 150,00 + IVA LISBOA PORTO JAN FEV 29 1 MAR 7 ABR MAI 9 JUN 20 JUL 4 SET 5 OUT 3 31 NOV 28 DEZ Objectivos Abordar as exigências e impactos da legislação; Apresentar as diferentes opções de desmaterialização da factura; Compreender a estrutura da Factura Electrónica GS1; Perceber os factores estratégicos da implementação da facturação electrónica para todos os elos da cadeia de valor. Destinatários CEO, COO, CTO, CFO, CIO; Directores de TI; Directores Financeiros; Directores de Aprovisionamento; Directores de Operações e Logística; Directores de Desenvolvimento de Negócios; Directores de Planeamento Estratégico; Gestores nas Áreas de Recebimentos, Pagamentos e Arquivo; Gestores nas Áreas de ecommerce e ebusiness; Sabia que As Normas GS1 ecom para a facturação electrónica cumprem as exigências legais de autenticidade e integridade dos dados. 15

17 Conheça ainda as vantagens da aplicação do Sistema GS1 no seu negócio Departamentos de Compras e Aprovisionamento Melhoria na planificação das encomendas em consequência da melhoria do controlo e necessidades do retalhista. Departamentos de Logística & Gestão de Armazéns Total eficiência na gestão de stocks e na gestão de espaço de armazém; Possibilidade de criação de sistemas de controlo interno da codificação das unidades de expedição; Redução das operações de manuseamento; Melhoria na gestão de encomendas, programação de vendas, controlo de promoções e recepção/expedição de mercadorias; Promoção de relações colaborativas entre fabricantes, retalhistas e operadores logísticos. Departamentos Financeiros e Comerciais Racionalização das operações administrativas devido à utilização de uma linguagem comum nas relações com os produtores e os distribuidores/retalhistas; Diminuição dos gastos das rotinas administrativas de intercâmbio de documentos (por exemplo, encomendas, facturas, recibos) entre distribuidores e produtores; Criação de um fluxo de informação do distribuidor ao produtor, que permite obter dados reais sobre o mercado, a partir do ponto de venda. Pontos de Venda Aumento da disponibilidade e rapidez do produto no mercado; Eliminação da quebra e tempo decorrente de erros de etiquetagem, digitação do preço, entre outros; Aumento da produtividade dos operadores de caixa; Mix de produtos afinado às reais necessidades e tendências de consumo; Eficiência na prestação de serviços devido a um atendimento mais rápido, com menor índice de erro e pela entrega de um talão de caixa claro, exaustivo e discriminado; Total controlo e visibilidade da cadeia de valor com consequente redução de custos pelo aumento da eficiência; Resposta às exigências legais e regulamentares. A GS1 Portugal é a Associação Portuguesa de Identificação e Codificação de Produtos Visite-nos em 16

18 O que são Standards? Standards são Normas. Normas são regras. Padrões. Diariamente são utilizados no mundo milhares de normas que padronizam e facilitam as nossas vidas. São acordos que estruturam e normalizam qualquer actividade. São regras ou orientações que todos podemos aplicar, constituindo uma forma de medir, descrever e classificar produtos ou serviços. Uma das formas mais fáceis de entender a utilidade das normas é pensar no que acontece ao sector do calçado, tendo em conta a proliferação de números existentes nos mercados internacionais. O que existe em comum nos artigos vendidos em qualquer parte do mundo? uma codificação global: a da GS1 17

19 CODIPOR Associação Portuguesa de Identificação e Codificação de Produtos Rua Prof. Fernando da Fonseca, 16 Esc. II Lisboa T: F: E:

O Sistema GS1 Normas para os T&L

O Sistema GS1 Normas para os T&L O Sistema GS1 Normas para os T&L MARCA Optimize as suas Operações Workshop Movimente Normas GS1 Eficiência nos T&L 29 Novembro, Hotel Villa Rica - Lisboa O QUE É A GS1? Sem Fins Lucrativos Neutra em relação

Leia mais

GS1 Contributo para uma Classificação Global

GS1 Contributo para uma Classificação Global GS1 Contributo para uma Classificação Global GS1 Portugal e o Sistema GS1 1ª Reunião da Rede Portuguesa sobre Composição dos Alimentos Projecto PortFIR 16 Dezembro 2008 Agenda Quem somos Sistema GS1 Quem

Leia mais

Rastreabilidade e Eficiência dos Negócios na Agro-indústria

Rastreabilidade e Eficiência dos Negócios na Agro-indústria A origem e a qualidade dos alimentos estão na mira do Consumidor. Cada vez mais conscientes e exigentes, os Consumidores têm em conta uma série de atributos na hora de decidir o que vai para o carrinho

Leia mais

Sistema EAN UCC para a Rastreabilidade

Sistema EAN UCC para a Rastreabilidade Sistema EAN UCC para a Rastreabilidade Marcos Gaspar Carreira Técnico de CAD Um Mundo Um Sistema The Global Language of Business A Linguagem Global dos Negócios GS1 Início de actividade em 1977; Com sede

Leia mais

Norma Global para a Rastreabilidade: A base para a visibilidade, qualidade e segurança na cadeia de valor

Norma Global para a Rastreabilidade: A base para a visibilidade, qualidade e segurança na cadeia de valor Norma Global para a Rastreabilidade: A base para a visibilidade, qualidade e segurança na cadeia de valor Introdução O Sistema GS1, devido à sua capacidade de fornecer uma identificação única e global

Leia mais

ROADSHOW PORTO RFID aplicado à Gestão Logística 26 de Maio 2011 Luis Peixoto

ROADSHOW PORTO RFID aplicado à Gestão Logística 26 de Maio 2011 Luis Peixoto ROADSHOW PORTO RFID aplicado à Gestão Logística 26 de Maio 2011 Luis Peixoto The global language of business GS1 EPCglobal/RFID Uma ferramenta logística RASTREABILIDADE INFORMAÇÃO EM TEMPO REAL GS1 EPC

Leia mais

TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS GS1 Portugal entrada em vigor 01/01/2014

TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS GS1 Portugal entrada em vigor 01/01/2014 TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS entrada em vigor 01/01/2014 ÍNDICE TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS 01 ADMISSÃO À GS1 PORTUGAL JÓia Quota Anual Condições Comerciais 02 PRODUTOS GS1 PORTUGAL

Leia mais

Seminário GS1 Portugal FIPA

Seminário GS1 Portugal FIPA GS1 - The Global Language of Business Seminário GS1 Portugal FIPA Nuno Miranda 14.06.2012 2 EDI = Electronic Data Interchange - Transferência Electrónica de Documentos EDI é a transferência de MENSAGENS

Leia mais

Ask the local Barcoding Expert. Silvério Paixão, GS1 Portugal 23 Outubro, 2012

Ask the local Barcoding Expert. Silvério Paixão, GS1 Portugal 23 Outubro, 2012 Ask the local Barcoding Expert Silvério Paixão, GS1 Portugal 23 Outubro, 2012 9 7 8 8 5 7 1 6 4 4 9 5 3 Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara. ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA José Saramago Agenda Quem Somos

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AU TOMAÇÃO. UMA QUESTÃO DE SEGURANÇA Padrões GS1: Tranquilidade para você e seu cliente. Volume 7

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AU TOMAÇÃO. UMA QUESTÃO DE SEGURANÇA Padrões GS1: Tranquilidade para você e seu cliente. Volume 7 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AU TOMAÇÃO UMA QUESTÃO DE SEGURANÇA Padrões GS1: Tranquilidade para você e seu cliente. Volume 7 Padrões do Sistema GS1 Habilitando a visibilidade da cadeia de valor. Identificação

Leia mais

ÍNDICE. Identificadores-Chave & Dados Adicionais. Normas Globais para Identificação Automática. Normas Globais para Mensagens Electrónicas Comerciais

ÍNDICE. Identificadores-Chave & Dados Adicionais. Normas Globais para Identificação Automática. Normas Globais para Mensagens Electrónicas Comerciais SISTEMA DE NORMAS DA GS1 A Linguagem Global dos Negócios ÍNDICE ÁREA CORPORATIVA: A Organização Internacional A Arquitectura do Sistema de Normas Globais GS1 A Arquitectura do Sistema GS1 em Portugal GS1

Leia mais

Conhecendo o GLN. Número Global de Localização. Volume 2

Conhecendo o GLN. Número Global de Localização. Volume 2 Conhecendo o GLN Número Global de Localização Volume 2 Conhecendo o GLN O material Conhecendo o GLN tem como objetivo integrar a sua empresa, de forma ainda mais eficiente, à cadeia de suprimentos. Além

Leia mais

GS1 Portugal CODIPOR homenageada pelos seus 25 anos de actividade. Roadshow GS1 Portugal passou por Matosinhos em parceria com AEP

GS1 Portugal CODIPOR homenageada pelos seus 25 anos de actividade. Roadshow GS1 Portugal passou por Matosinhos em parceria com AEP GS1 Portugal CODIPOR homenageada pelos seus 25 anos de actividade Paulo Gomes e João de Castro Guimarães, respectivamente Presidente e Director Executivo da GS1 Portugal CODIPOR, foram agraciados com a

Leia mais

Fonte: http://www.mckinsey.com

Fonte: http://www.mckinsey.com 30000000 70000000 Fonte: http://www.mckinsey.com 700000 1400000 Fonte: http://www.mckinsey.com 22000 43000 Fonte: http://www.mckinsey.com Fonte: http://www.mckinsey.com Disponível em: http://www.gs1.org/healthcare/mckinsey

Leia mais

FILIAÇÃO À GS1 PORTUGAL

FILIAÇÃO À GS1 PORTUGAL FILIAÇÃO À GS1 PORTUGAL Jóia Admissão à Associação (Direitos e Deveres Estatutários) 150,00 Quota Anual Permanência como Associado e Acesso e Licença de Utilização dos Produtos/Serviços GS1 Volume de negócios

Leia mais

Roadshow GS1 PORTUGAL AVEIRO

Roadshow GS1 PORTUGAL AVEIRO Roadshow GS1 PORTUGAL AVEIRO # Café-temático: Qualidade dos dados na Gestão da Informação Susana Gaspar Técnica de Qualidade dos dados GS1 4 de junho 2015 Agenda 1. Qualidade dos dados da informação 2.

Leia mais

NEWSLETTER / FATURA ELETRÓNICA E COMÉRCIO DIGITAL

NEWSLETTER / FATURA ELETRÓNICA E COMÉRCIO DIGITAL AD E AD D LI ID Ç RA SI B A NT IL BI BO A OL VI SE GU RA N ÊN C CI EF I E ÃO ÇA IA TE C S SU 01 GS1 PORTUGAL NO PROGRAMA PME DIGITAL: PROTOCOLO DE ADESÃO FOI ASSINADO COM IAPMEI E ACEPI A GS1 Portugal

Leia mais

GS1025-13 Miolo Wellcome Kit GS1.indd 2

GS1025-13 Miolo Wellcome Kit GS1.indd 2 Quem é a GS1 Como gerar seu Código de Barras Produtos e Soluções GS1 GS1025-13 Miolo Wellcome Kit GS1.indd 1 GS1025-13 Miolo Wellcome Kit GS1.indd 2 Quem é a GS1 GS1 Brasil A GS1 Brasil Associação Brasileira

Leia mais

Estudo de Mercado Fiabilidade de Leitura em Loja

Estudo de Mercado Fiabilidade de Leitura em Loja Estudo de Mercado Fiabilidade de Leitura em Loja Decorreu no primeiro trimestre 2009, um estudo de avaliação de implementação e desempenho dos códigos de barras comerciais, no âmbito do espaço nacional.

Leia mais

1.2 Projecto Housekeeping

1.2 Projecto Housekeeping 1.2 Projecto Housekeeping Redesenhar a GS1 Portugal O projecto Housekeeping foi lançado com o objectivo de introduzir na um modelo integrado de excelência operacional virado para o Utilizador, decorrente

Leia mais

e.newsletter Abril_2014 .01 .02 .03 .calendário de Formação GS1 CONGRESSO NACIONAL GS1 PORTUGAL 2014 Comissão organizadora

e.newsletter Abril_2014 .01 .02 .03 .calendário de Formação GS1 CONGRESSO NACIONAL GS1 PORTUGAL 2014 Comissão organizadora CONGRESSO NACIONAL GS1 PORTUGAL 2014 Comissão organizadora.01 A GS1 Portugal vai realizar este ano a segunda edição do seu Congresso Nacional será no dia 23 de outubro, no Museu do Oriente, em Lisboa.

Leia mais

Alinhamento de dados com Sync PT Data Pool. Lisboa 2014-03-06

Alinhamento de dados com Sync PT Data Pool. Lisboa 2014-03-06 Alinhamento de dados com Sync PT Data Pool Lisboa 2014-03-06 3 O Alinhamento de dados com a plataforma SYNC PT Data Pool O PROJETO IMPLEMENTAÇÃO O PROCESSO 4 O Alinhamento de dados com a plataforma SYNC

Leia mais

Implementação de projecto EDI e Factura Electrónica FILOMENA CARVALHO MÁRIO MAIA. Collaborative Business

Implementação de projecto EDI e Factura Electrónica FILOMENA CARVALHO MÁRIO MAIA. Collaborative Business Implementação de projecto EDI e Factura Electrónica FILOMENA CARVALHO MÁRIO MAIA Collaborative Business Generix Group em resumo Editor de soluções de Comércio Colaborativo > Soluções colaborativas intra

Leia mais

Experiência de implementação de soluções RFID e RTLS em função do Inventário e de controlo de stock tanto em armazéns como em lojas

Experiência de implementação de soluções RFID e RTLS em função do Inventário e de controlo de stock tanto em armazéns como em lojas Experiência de implementação de soluções RFID e RTLS em função do Inventário e de controlo de stock tanto em armazéns como em lojas Silvério Paixão l Director de Inovação & Standars l GS1 Portugal 17 e

Leia mais

GS1 EPCglobal: O que necessita saber...

GS1 EPCglobal: O que necessita saber... GS1 EPCglobal: O que necessita saber... GS1 EPCglobal Em 1999, um grupo de produtores e distribuidores identificou o potencial da RFID - Radio Frequency IDentification (Identificação por Rádio Frequência)

Leia mais

Novas REGRAS DE VENDA ONLINE DE PRODUTOS ALIMENTARES

Novas REGRAS DE VENDA ONLINE DE PRODUTOS ALIMENTARES .01 Regulamento Europeu de Informação Alimentar 1169/2011: GS1 Portugal, APED e FIPA realizam sessão informativa SOBRE Novas REGRAS DE VENDA ONLINE DE PRODUTOS ALIMENTARES A GS1 Portugal, a Associação

Leia mais

PHC Doc. Electrónicos CS

PHC Doc. Electrónicos CS PHC Doc. Electrónicos CS A diminuição dos custos da empresa A solução que permite substituir a típica correspondência em papel, agilizando os processos documentais e reduzindo os custos das empresas. BUSINESS

Leia mais

Controle e visibilidade: Internet das Coisas Roberto Matsubayashi*

Controle e visibilidade: Internet das Coisas Roberto Matsubayashi* Controle e visibilidade: Internet das Coisas Roberto Matsubayashi* Existem diversas atividades fundamentais desempenhadas pelas empresas no cumprimento de sua missão, sempre com o objetivo de agregar de

Leia mais

O Contributo Internacional da GS1 no Contexto da Sincronização de Bases de Dados

O Contributo Internacional da GS1 no Contexto da Sincronização de Bases de Dados O Contributo Internacional da GS1 no Contexto da Sincronização de Bases de Dados Lançamento da Plataforma G.R.I.A. 20-04-2009 The global language of business O que é a sincronização de dados? 2009 GS1

Leia mais

Congresso Nacional GS1 Portugal 10 Novembro Museu do Oriente. Inscreva-se já!

Congresso Nacional GS1 Portugal 10 Novembro Museu do Oriente. Inscreva-se já! Congresso Nacional GS1 Portugal 10 Novembro Museu do Oriente. Inscreva-se já! A GS1 Portugal CODIPOR apresenta o Congresso Nacional [de]coding the Future Value Chain, inteiramente dedicado à Linguagem

Leia mais

A simplicidade do desafio do e.commerce nas PME s: Desmaterialização de Documentos via EDI. Nuno Miranda 04 de junho de 2015

A simplicidade do desafio do e.commerce nas PME s: Desmaterialização de Documentos via EDI. Nuno Miranda 04 de junho de 2015 A simplicidade do desafio do e.commerce nas PME s: Desmaterialização de Documentos via EDI Nuno Miranda 04 de junho de 2015 Apresentação GS1 2015 2 Iniciação ao EDI (Electronic Data Interchange) EDI -

Leia mais

NORMALIZAÇÃO Normas Globais para a Codificação de Produtos 14 de Dezembro 2010 Silvério Paixão

NORMALIZAÇÃO Normas Globais para a Codificação de Produtos 14 de Dezembro 2010 Silvério Paixão NORMALIZAÇÃO Normas Globais para a Codificação de Produtos 14 de Dezembro 2010 Silvério Paixão The global language of business Construindo pontes entre diversos parceiros da cadeia de distribuição Qual

Leia mais

BENCHMARKING 2014. Estudo dos niveis de serviço

BENCHMARKING 2014. Estudo dos niveis de serviço BENCHMARKING 2014 Estudo dos niveis de serviço Objetivo do estudo BENCHMARKING 2014 O objectivo deste estudo é conhecer o nível de serviço oferecido pelos fabricantes do grande consumo aos distribuidores,

Leia mais

Abr_2012. e.newsletter GS1 PORTUGAL INTERVÉM JUNTO DO MINISTRO DA SAÚDE

Abr_2012. e.newsletter GS1 PORTUGAL INTERVÉM JUNTO DO MINISTRO DA SAÚDE .01 GS1 PORTUGAL INTERVÉM JUNTO DO MINISTRO DA SAÚDE.agenda 02 Mar Lançamento do GS1 HUG PT (Healthcare User Group) 07 Mar Workshop APCMC (Associação Portuguesa dos Comerciantes de Materiais de Construção)

Leia mais

Em início de nova fase, forumb2b.com alarga a oferta

Em início de nova fase, forumb2b.com alarga a oferta Em início de nova fase, alarga a oferta Com o objectivo de ajudar as empresas a controlar e reduzir custos relacionados com transacções de bens e serviços, o adicionou à sua oferta um conjunto de aplicações

Leia mais

PROJECTO DE REDES INFORMÁTICAS E INFRA-ESTRUTURAS DE COMUNICAÇÕES

PROJECTO DE REDES INFORMÁTICAS E INFRA-ESTRUTURAS DE COMUNICAÇÕES MEIC-TP PGRI PROJECTO DE REDES INFORMÁTICAS E INFRA-ESTRUTURAS DE COMUNICAÇÕES PARA WISECHOICE INTERNATIONAL Coordenador Geral do projecto Prof. Rui Santos Cruz 2009/2010 1 Os Objectivos A MEIC-TP é uma

Leia mais

Gestão do armazém: organização do espaço, artigos, documentos

Gestão do armazém: organização do espaço, artigos, documentos 1 1 2 A gestão do armazém está directamente relacionada com o processo de transferência de produtos para os clientes finais, e têm em conta aspectos como a mão-de-obra, o espaço, as condições do armazém

Leia mais

PROJECTO-PILOTO RASTREABILIDADE DISPOSITIVOS MÉDICOS (DMS) EM AMBIENTE HOSPITALAR. Nuno Loureiro Silvério Paixão

PROJECTO-PILOTO RASTREABILIDADE DISPOSITIVOS MÉDICOS (DMS) EM AMBIENTE HOSPITALAR. Nuno Loureiro Silvério Paixão PROJECTO-PILOTO RASTREABILIDADE DISPOSITIVOS MÉDICOS (DMS) EM AMBIENTE HOSPITALAR Nuno Loureiro Silvério Paixão Junho 2015 ÂMBITO Em ambiente hospitalar do SNS* Universo de Dispositivos Médicos (DM s)

Leia mais

Grupo MedLog. 35 anos de experiência e inovação em exclusivo na logística da saúde. Susana Quelhas Coimbra, 14 de Outubro 2010

Grupo MedLog. 35 anos de experiência e inovação em exclusivo na logística da saúde. Susana Quelhas Coimbra, 14 de Outubro 2010 Grupo MedLog 35 anos de experiência e inovação em exclusivo na logística da saúde Susana Quelhas Coimbra, 14 de Outubro 2010 MedLog - As Empresas MedLog Passado e Presente Distribuição de medicamentos

Leia mais

A Nossa Oferta Formativa para a Administração Pública

A Nossa Oferta Formativa para a Administração Pública A Nossa Oferta Formativa para a Administração Pública 2011 DESIGNAÇÃO A inscrição poderá DO CURSO ser efectuada Nº através DE do PREÇO site POR www.significado.pt Para mais informações, por favor contacte

Leia mais

7 e 8 de Abril de 2010

7 e 8 de Abril de 2010 Edição 2010 O Ponto de Encontro Anual dos Profissionais do Sector 7 e 8 de Abril de 2010 Centro de Congressos do Estoril www.ife.pt Os resultados falam por si, o seu cliente visita o logitrans! OS DECISORES

Leia mais

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010 Técnicas de Secretariado Departamento Comercial e Marketing Módulo 23- Departamento Comercial e Marketing Trabalho realizado por: Tânia Leão Departamento

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM LOGISTICA

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM LOGISTICA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM LOGISTICA ABERTURA A People & Skills foi criada para responder às necessidades de um mercado cada vez mais apostado em desenvolver e consolidar competências que garantem uma

Leia mais

Casos Práticos (Internacionais)

Casos Práticos (Internacionais) Casos Práticos (Internacionais) MARCA Optimize as suas Operações Workshop Movimente Normas GS1 Eficiência nos T&L 29 Novembro, Hotel Villa Rica - Lisboa Casos Estudo nos T&L Desenvolvido pelo GS1 Global

Leia mais

Factura Electrónica by Carlos Costa Tavares Executive Manager da Score Innovation

Factura Electrónica by Carlos Costa Tavares Executive Manager da Score Innovation Factura Electrónica by Carlos Costa Tavares Executive Manager da Score Innovation Desafios da Facturação Electrónica A facturação electrónica (e-invoicing) poderá fazer parte das iniciativas emblemáticas

Leia mais

MEIC-TP TECNOLOGIAS AVANÇADAS DE REDES E SISTEMAS

MEIC-TP TECNOLOGIAS AVANÇADAS DE REDES E SISTEMAS MEIC-TP TECNOLOGIAS AVANÇADAS DE REDES E SISTEMAS (FASE 2) PROJECTO DE INFRA-ESTRUTURAS DE COMUNICAÇÃO PARA WISECHOICE INTERNATIONAL Coordenador Geral do projecto Prof. Rui Santos Cruz 2008/2009 1 1. Os

Leia mais

Luís Magalhães Presidente, UMIC - Agência para a Sociedade do Conhecimento

Luís Magalhães Presidente, UMIC - Agência para a Sociedade do Conhecimento A Internet,os computadores, os telefones móveis, a TV digital estão a transformar profundamente a maneira como as pessoas vivem - como aprendem, trabalham, ocupam os tempos livres e interagem, tanto nas

Leia mais

Portugal CODIPOR. Codificação Electrónica de Produtos Case Study THROTTLEMAN

Portugal CODIPOR. Codificação Electrónica de Produtos Case Study THROTTLEMAN Portugal CODIPOR Codificação Electrónica de Produtos Case Study THROTTLEMAN ENQUADRAMENTO A Throttleman destaca-se no mundo da moda por antecipar as necessidades dos seus cliente e por lhes oferecer meios

Leia mais

Cursos Sistemas Vapor 2015

Cursos Sistemas Vapor 2015 Cursos Sistemas Vapor 2015 Acção de formação para: Directores de produção Desenhadores de instalações Gerentes de fábrica Engenheiros de processo Engenheiros de projecto Instaladores Gestores de energia

Leia mais

e.newsletter GS1 Portugal

e.newsletter GS1 Portugal Caso não consiga visualizar corretamente, clique aqui A Linguagem Global dos Negócios Seminário Internacional de Boas Práticas Colaborativas Das plataformas logísticas às plataformas digitais. A 14 de

Leia mais

PHC Logística CS. A gestão total da logística de armazém

PHC Logística CS. A gestão total da logística de armazém PHC Logística CS A gestão total da logística de armazém A solução para diminuir os custos de armazém, melhorar o aprovisionamento, racionalizar o espaço físico e automatizar o processo de expedição. BUSINESS

Leia mais

PLANEAMENTO ESTRATÉGICO DE SI/TI

PLANEAMENTO ESTRATÉGICO DE SI/TI (1) PLANEAMENTO ESTRATÉGICO DE SI/TI Docente: Turma: T15 Grupo 5 Mestre António Cardão Pito João Curinha; Rui Pratas; Susana Rosa; Tomás Cruz Tópicos (2) Planeamento Estratégico de SI/TI Evolução dos SI

Leia mais

Your Partner for a Safe IT Operation

Your Partner for a Safe IT Operation Your Partner for a Safe IT Operation is Integrated Systems AG Öschlestrasse 77 78315 Radolfzell Germany Tel. +(49) (0) 7732/9978 0 Fax +(49) (0) 7732/9978 20 info@integratedsystems.de www.integratedsystems.de

Leia mais

Formação: Distribuição & Logística Melhoria e aperfeiçoamento do sistema de distribuição da empresa.

Formação: Distribuição & Logística Melhoria e aperfeiçoamento do sistema de distribuição da empresa. Formação: Distribuição & Logística Melhoria e aperfeiçoamento do sistema de distribuição da empresa. A Distribuição e a Gestão Logística é uma actividade que emprega um elevado e intenso volume de recursos

Leia mais

Eficiência, traceabilidade e segurança na cadeia de valor com standards da GS1

Eficiência, traceabilidade e segurança na cadeia de valor com standards da GS1 Eficiência, traceabilidade e segurança na cadeia de valor com standards da GS1 4º Congresso Internacional dos Hospitais Silvério Paixão, GS1 Portugal APDH, 7 Novembro 2012 Agenda Quem Somos Quem Somos

Leia mais

Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC

Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC PHC Mensagens SMS CS DESCRITIVO O módulo PHC Mensagens SMS CS permite o envio de mensagens a múltiplos destinatários em simultâneo, sem ser necessário criar e enviar uma a uma. Comunique com mais sucesso:

Leia mais

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio!

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio! Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP Otimize a Gestão do Seu Negócio! Universo da Solução de Gestão SENDYS ERP Financeira Recursos Humanos Operações & Logística Comercial & CRM Analytics & Reporting

Leia mais

Solução de Tratamento de Documentos Contabilísticos. Apresentação de Solução

Solução de Tratamento de Documentos Contabilísticos. Apresentação de Solução Solução de Tratamento de Documentos Contabilísticos Apresentação de Solução Confidencialidade A informação contida neste documento é propriedade dos CTT e o seu conteúdo é confidencial, não podendo ser

Leia mais

A Internet nas nossas vidas

A Internet nas nossas vidas Economia Digital A Internet nas nossas vidas Nos últimos anos a internet revolucionou a forma como trabalhamos, comunicamos e até escolhemos produtos e serviços Economia Digital Consumidores e a Internet

Leia mais

21-01-2010. Instrumentos de Gestão Docente: Tiago Pinho Mestrado em Logística. Carla Domingues Daniel Ferreira Mário Oliveira Sílvia Pereira

21-01-2010. Instrumentos de Gestão Docente: Tiago Pinho Mestrado em Logística. Carla Domingues Daniel Ferreira Mário Oliveira Sílvia Pereira Instrumentos de Gestão Docente: Tiago Pinho Mestrado em Logística Carla Domingues Daniel Ferreira Mário Oliveira Sílvia Pereira 1 WMS Sistema de Gestão de Armazém RFID Identificação por Radiofrequência

Leia mais

Diagnóstico de Competências para a Exportação

Diagnóstico de Competências para a Exportação Diagnóstico de Competências para a Exportação em Pequenas e Médias Empresas (PME) Guia de Utilização DIRECÇÃO DE ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL Departamento de Promoção de Competências Empresariais Índice ENQUADRAMENTO...

Leia mais

Informática. Estrutura e Funcionamento de Computadores Software. Aula 8. Tipos de Software. Aplicação Genérica. Aplicação Específica

Informática. Estrutura e Funcionamento de Computadores Software. Aula 8. Tipos de Software. Aplicação Genérica. Aplicação Específica Informática Aula 8 Estrutura e Funcionamento de Computadores Software Comunicação Empresarial 2º Ano Ano lectivo 2003-2004 Tipos de Software Software de Sistema Software Aplicacional Gestão do Sistema

Leia mais

ROADSHOW BRAGA Códigos de Barras (EAN, GS1-128, GS1 DataBar e GS1 DataMatrix) 25 de Novembro 2010 Marcos Gaspar Carreira

ROADSHOW BRAGA Códigos de Barras (EAN, GS1-128, GS1 DataBar e GS1 DataMatrix) 25 de Novembro 2010 Marcos Gaspar Carreira ROADSHOW BRAGA Códigos de Barras (EAN, GS1-128, GS1 DataBar e GS1 DataMatrix) 25 de Novembro 2010 Marcos Gaspar Carreira The global language of business Standards Globais Desempenham um importante papel

Leia mais

Centro de Operações Logísticas do Futuro

Centro de Operações Logísticas do Futuro Centro de Operações Logísticas do Futuro Luís Simões Logística Integrada Workshop Normas GS1 nos T&L 29 de Novembro de 2012 - Villa Rica - Lisboa Agenda Apresentação Luís Simões Projeto COL do Futuro -

Leia mais

GM Light GM POS GESTÃO COMERCIAL. O parceiro ideal nas tecnologias de Informação

GM Light GM POS GESTÃO COMERCIAL. O parceiro ideal nas tecnologias de Informação GM As soluções de Gestão comercial GM são uma ferramenta essencial e indispensável para a correcta gestão de negócio e fomentador do crescimento sustentado das Empresas. Criado de raiz para ser usado em

Leia mais

YET - Your Electronic Transactions. Soluções globais de transações eletrónicas

YET - Your Electronic Transactions. Soluções globais de transações eletrónicas YET - Your Electronic Transactions Soluções globais de transações eletrónicas Conhecimento e experiência na desmaterialização de processos A YET Your Electronic Transactions é uma empresa especializada

Leia mais

Centro de Inovação e Competitividade

Centro de Inovação e Competitividade Centro de Inovação e Competitividade Contexto para a criação do centro Tendência Internacional das MO s GS1 Análise de melhores práticas mostra que muitas MO s da GS1 têm vindo a implementar Centros Similares,

Leia mais

Vale Projecto - Simplificado

Vale Projecto - Simplificado IDIT Instituto de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica Vale Projecto - Simplificado VALES Empreendedorismo e Inovação Associados Parceiros / Protocolos IDIT Enquadramento Vale Projecto - Simplificado

Leia mais

Rotulagem nutricional Intercâmbio de informação entre Sync PT, GS1 Portugal e PortFIR/SGRIA, INSA

Rotulagem nutricional Intercâmbio de informação entre Sync PT, GS1 Portugal e PortFIR/SGRIA, INSA Rotulagem nutricional Intercâmbio de informação entre Sync PT, GS1 Portugal e PortFIR/SGRIA, INSA 6ª Reunião Anual PORTFIR 31 Outubro 2013 Silvério Paixão O Mundo está a mudar Sabia que? Os Consumidores

Leia mais

O GRUPO AITEC. Breve Apresentação

O GRUPO AITEC. Breve Apresentação O GRUPO AITEC Breve Apresentação Missão Antecipar tendências, identificando, criando e desenvolvendo empresas e ofertas criadoras de valor no mercado mundial das Tecnologias de Informação e Comunicação

Leia mais

Um sistema de observação de qualidade: as TIC nas empresas

Um sistema de observação de qualidade: as TIC nas empresas FACULDADE DE LETRAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO SEMINÁRIO QUALIDADE E EXCELÊNCIA NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO Um sistema de observação de qualidade: as TIC nas empresas Nuno Rodrigues Observatório da Sociedade

Leia mais

A experiência no domínio dos Serviços Partilhados em Saúde

A experiência no domínio dos Serviços Partilhados em Saúde A experiência no domínio dos Serviços Partilhados em Saúde Joaquina Matos Vilamoura, 23 Maio 2009 Quem Somos O que Somos? Visão Missão Ser referência como entidade de Serviços Partilhados na área da Saúde,

Leia mais

ROADSHOW GS1 PORTUGAL

ROADSHOW GS1 PORTUGAL ROADSHOW GS1 PORTUGAL Módulo Temático 1: Rastreabilidade e Segurança Área alimentar, saúde e outros sectores Filipe Esteves 4 de Junho de 2015 Porque a rastreabilidade? 3 Porque a rastreabilidade? Necessidade

Leia mais

PHC Mensagens SMS CS. Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC

PHC Mensagens SMS CS. Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC PHCMensagens SMS CS DESCRITIVO O módulo PHC Mensagens SMS permite o envio de mensagens a múltiplos destinatários em simultâneo, sem ser necessário criar e enviar uma a uma. Comunique com mais sucesso:

Leia mais

Imposições legais e qualidade dinamizam rastreabilidade De Fátima Caçador/Casa dos Bits Semana nº 863 de 14 a 20 de Dezembro 2007

Imposições legais e qualidade dinamizam rastreabilidade De Fátima Caçador/Casa dos Bits Semana nº 863 de 14 a 20 de Dezembro 2007 Imposições legais e qualidade dinamizam rastreabilidade De Fátima Caçador/Casa dos Bits Semana nº 863 de 14 a 20 de Dezembro 2007 As empresas estão mais despertas para a necessidade de adoptarem soluções

Leia mais

As promoções no ponto de venda Ir ao encontro do seu consumidor

As promoções no ponto de venda Ir ao encontro do seu consumidor As promoções Neste curso serão abordadas as melhores práticas na comunicação e gestão do design aplicadas aos espaços comerciais, no seu contributo para a rentabilidade das empresas. Porquê participar

Leia mais

Solução de Auto-Venda

Solução de Auto-Venda Solução de Auto-Venda A Problemática Vendedores sem acesso a dados vitais para o seu trabalho Vendedores limitados e condicionados pelo escritório Pouca eficácia na gestão das vendas Solução Competitividade

Leia mais

ISPA Instituto Universitário

ISPA Instituto Universitário ISPA Instituto Universitário Marketing na Saúde Uma ferramenta para todos os profissionais de saúde. "Está na altura de dominar melhor o mercado" 18 e 25 de Outubro 2014, ISPA (12 horas intensivas) Destinatários

Leia mais

Varejo e Tecnologia:

Varejo e Tecnologia: Seminário GVcev Varejo e Tecnologia: Presente e Perspectivas Iniciativas de Colaboração Sergio Ribinik CEO da GS1 BRASIL MEMBRO DO ADVISORY COUNCIL DA GS1 MEMBRO DO BOARD DO EPC GLOBAL Agenda Tecnologia

Leia mais

O Futuro dos Padrões no Setor Varejista de Bens de Consumo

O Futuro dos Padrões no Setor Varejista de Bens de Consumo Tema: Apresentador: O Futuro dos Padrões no Setor Varejista de Bens de Consumo Roberto Matsubayashi Diretor de Inovação e Alianças Estratégicas GS1 BRASIL e-mail: roberto.matsubayashi@gs1br.org Impacto

Leia mais

Identificação na gestão logística dos dispositivos médicos

Identificação na gestão logística dos dispositivos médicos Identificação na gestão logística dos dispositivos médicos rastreabilidade de instrumentos cirúrgicos Patrícia Ruivo Lisboa, 25 Junho 2015 Identificação individual de instrumentos Cirúrgicos Patrícia Ruivo

Leia mais

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Ficha de Inscrição Encontre a resposta às suas dúvidas! Identifique a sessão pretendida: Porto AICEP (Rua António Bessa Leite, 1430-2.º andar)

Leia mais

Informática. Aula 7. Redes e Telecomunicações

Informática. Aula 7. Redes e Telecomunicações Informática Aula 7 Redes e Telecomunicações Comunicação Empresarial 2º Ano Ano lectivo 2003-2004 Introdução Para as empresas modernas funcionarem eficazmente, são vitais as ligações que conectam as suas

Leia mais

Normas GS1 nos Transportes e Logística

Normas GS1 nos Transportes e Logística scss CAPA Normas GS1 nos Transportes e Logística GS1 Portugal - 2 A GS1 conduz uma abordagem integrada para as empresas de T&L Há mais de 30 anos que a GS1 se tem dedicado à concepção e implementação de

Leia mais

PHC Mensagens SMS. Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC

PHC Mensagens SMS. Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC PHCMensagens SMS DESCRITIVO O módulo PHC Mensagens SMS permite o envio de mensagens a múltiplos destinatários em simultâneo, sem ser necessário criar e enviar uma a uma. Comunique com mais sucesso: ganhe

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE APROVISIONAMENTO E VENDA DE PEÇAS DE VEÍCULOS AUTOMÓVEIS

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE APROVISIONAMENTO E VENDA DE PEÇAS DE VEÍCULOS AUTOMÓVEIS TÉCNICO(A) DE APROVISIONAMENTO E VENDA DE PEÇAS DE VEÍCULOS AUTOMÓVEIS CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/7 ÁREA DE ACTIVIDADE - AUTOMÓVEL OBJECTIVO GLOBAL - Planear, organizar, acompanhar e efectuar

Leia mais

Rastreabilidade e Autenticidade de. Ricardo Yugue

Rastreabilidade e Autenticidade de. Ricardo Yugue Rastreabilidade e Autenticidade de Medicamentos Ricardo Yugue O Conceito de Rastreabilidade Rastreabilidade éa capacidade de recuperação do histórico, da aplicação ou da localização de uma entidade (ou

Leia mais

O controlo sobre os custos e utilizadores da frota

O controlo sobre os custos e utilizadores da frota PHC Frota CS O controlo sobre os custos e utilizadores da frota A solução para o controlo total sobre os custos e utilizadores da frota, a sua manutenção e o seu estado. BUSINESS AT SPEED Visite www.phc.pt

Leia mais

Uma aplicação que reúne Facturação, Clientes e Fornecedores com Stocks e Serviços, permitindo controlar toda a área comercial.

Uma aplicação que reúne Facturação, Clientes e Fornecedores com Stocks e Serviços, permitindo controlar toda a área comercial. PHC Software na Hora PHC Software na Hora Descritivo completo Benefícios 9 Muito fácil de utilizar; 9 Gestão de tempo e Informação Informação; 9 Maior facilidade de controlo e gestão; 9 Totalmente integrado;

Leia mais

Plano Estratégico de Sistemas de Informação 2009

Plano Estratégico de Sistemas de Informação 2009 v.1.6. Plano Estratégico de Sistemas de Informação 2009 Versão reduzida Hugo Sousa Departamento de Tecnologias PESI 2009 Calendário de Projectos Calendário Direcção de projectos para 2009Projecto Licenciamento

Leia mais

Noções essenciais sobre gestão de activos

Noções essenciais sobre gestão de activos Noções essenciais sobre gestão de activos Um White Paper da Zetes First-class partner for identification and mobility solutions www.zetes.com always a good id ÍNDICE 03 Introdução À hora certa e no lugar

Leia mais

O SECTOR A SOLUÇÃO Y.make Num mundo cada vez mais exigente, cada vez mais rápido e cada vez mais competitivo, o papel dos sistemas de informação deixa de ser de obrigação para passar a ser de prioridade.

Leia mais

Portugal CODIPOR. Rastreabilidade da Carne de Bovino Case Study Santacarnes

Portugal CODIPOR. Rastreabilidade da Carne de Bovino Case Study Santacarnes Portugal CODIPOR Rastreabilidade da Carne de Bovino Case Study Santacarnes ENQUADRAMENTO A Montebravo é a última empresa e a face mais visível, de uma organização composta por um circuito totalmente integrado

Leia mais

NEWSLETTER / DEZEMBRO

NEWSLETTER / DEZEMBRO EFICIÊNCIA SEGURANÇA COLABORAÇÃO SUSTENTABILIDADE VISIBILIDADE AGENDA 10/12/2013 GS1 in Europe Regional Board Meeting em 11/12/2013 GS1 in Europe Regional Board Meeting em 18/12/2013 Reunião Tripartida

Leia mais

E-FACTURA. Serena Cabrita Neto

E-FACTURA. Serena Cabrita Neto ECONOMIA DIGITAL E DIREITO E-FACTURA Serena Cabrita Neto Partilhamos a Experiência. Inovamos nas Soluções. 20 Novembro 2013 A Factura na era digital Adequação e adaptação da Factura aos novos meios digitais

Leia mais

RFID CASE STUDY THROTTLEMAN. Hugo Pedro hugo.pedro@sybase.pt 91 879 88 54

RFID CASE STUDY THROTTLEMAN. Hugo Pedro hugo.pedro@sybase.pt 91 879 88 54 RFID CASE STUDY THROTTLEMAN Hugo Pedro hugo.pedro@sybase.pt 91 879 88 54 A TECNOLOGIA RFID A HISTÓRIA A TECNOLOGIA Identificação por Rádio Frequência permite identificar unicamente um objecto, usando ondas

Leia mais

GUIA PARA COMPRA ONLINE

GUIA PARA COMPRA ONLINE GUIA PARA COMPRA ONLINE www.tipsal.pt QUEM SOMOS A TIPSAL - Técnicas Industriais de Protecção e Segurança, Lda foi fundada em 1980. Somos uma empresa de capitais exclusivamente nacionais com sede social

Leia mais