Informática. Aula 7. Redes e Telecomunicações

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Informática. Aula 7. Redes e Telecomunicações"

Transcrição

1 Informática Aula 7 Redes e Telecomunicações Comunicação Empresarial 2º Ano Ano lectivo Introdução Para as empresas modernas funcionarem eficazmente, são vitais as ligações que conectam as suas pessoas As ligações em rede fornecem os canais para a informação fluir entre pessoas trabalhando Em diferentes departamentos de uma empresa Em empresas diferentes Permitem igualmente ganhos de produtividade e redução de custos Partilha de recursos impressoras, faxes, software Página 2

2 Redes de Computadores Rede de computadores Sistema de comunicação que liga dois, ou mais, computadores e dispositivos periféricos e permite a transferência de dados entre as componentes Em pequena escala ligando computadores dentro de um escritório Rede local Local Area Network (LAN) Em grande escala- ligando computadores a nível nacional e/ou internacional Rede aberta Wide Area Network (WAN) Página 3 Redes de Computadores Exemplo de rede local ligando 3 postos de trabalho a um servidor e uma impressora Página 4

3 Redes de Computadores Benefícios das redes locais Os trabalhadores podem partilhar informação comum, que é tipicamente armazenada no servidor Os trabalhadores podem comunicar entre si, eventualmente através de um sistema de correio electrónico ou de um diário/agenda partilhado Podem ser partilhadas diversas facilidades, como impressão, espaço em disco ou software aplicacional no servidor Página 5 Papel das Comunicações nas Empresas As tecnologias de comunicação são vitais para uma empresa Redução de custos e melhoria das comunicações nas redes internas Um enviado para grande distância custa apenas alguns centavos e pode ser integrado facilmente no trabalho dos utilizadores Ajudam a empresa a alcançar e conectar-se aos seus clientes, fornecedores, colaboradores e outros parceiros de negócio Ao ligar-se com facilidade, rapidez e fiabilidade a empresa pode encomendar novas matérias primas aos seus fornecedores, de forma mais rápida e mais barata manter-se em contacto com as necessidades dos seus clientes Página 6

4 Redes de Computadores Exemplo Fornecedor 1 LAN 1 (Lisboa) WAN W. W. W. Cliente 2 LAN 2 (Sevilha) LAN 2 (Porto) Cliente 1 Página 7 Benefícios da Redes para as Empresas Redução dos custos, em comparação com as comunicações tradicionais O sai mais barato que o envio por correio tradicional Nas comunicações face a face, quando há necessidade de trocar informação, sai mais barato que a deslocação física de pessoas Comunicação de relatórios financeiros ou de vendas Teleconferências Partilha de software Reduz o tempo da transferência de informação É possível a uma empresa operar 24 horas por dia, tirando vantagem das pessoas operarem em diferentes fusos horários Página 8

5 Benefícios da Redes para as Empresas Permite a partilha e disseminação da informação da companhia Vários departamentos podem aceder à mesma informação, poupando tempo e dinheiro e reduzindo a taxa de erros Permite a partilha de recursos de hardware e software Printars, faxes, modems, digitalizadores, etc. podem ser utilizados por diversas pessoas, reduzindo custos A utilização de um só produto de software no servidor, poupa dinheiro em licenças e garante que os ficheiros estão sempre actualizados Página 9 Benefícios da Redes para as Empresas Promove novas formas de trabalhar Intercâmbio entre grupos de trabalho dentro da empresa Intercâmbio com empresas exteriores clientes, fornecedores, Estado Operações geograficamente separadas podem operar como uma só As redes aberta (WAN) tornam possível racionalizar as operações e pôr as diversas unidades separadas a usar formas de trabalho comuns Reestrutura as relações com os parceiros Relações com clientes, fornecedores e outros parceiros podem ser realizadas de formas completamente novas e mais eficazes Página 10

6 Vantagens e Desvantagens das Redes Resumo Vantagens Melhor partilha dos recursos de informação e do hardware Redução de custos pela partilha de hardware e software Menor tempo de comunicação Maior segurança dos dados pela restrição dos acessos através de passwords Desvantagens Confiar demasiado nas redes para aplicações críticas para o negócio Custo da instalação inicial e da administração Disrupção no negócio, na instalação inicial e manutenção Menor segurança devido a mais pontos de acesso à rede Página 11 Uso das Comunicações Exemplo da FedEx A Federal Express (FedEx ) virou para o exterior o seu S.I. pelo uso das tecnologias de comunicação Uso da Internet para permitir aos clientes organizar uma entrega e depois monitorar o progresso até ao seu destino Em 2002 o site da FedEx teve mais de 1 milhão de acessos por dia Antes da implementação do sistema (1996) as informações eram dadas por telefone Os custos de transacção desceram de 25 USD para 25 cêntimos Colocar o S.I. Ao dispor do cliente poupou chamadas telefónicas por mês Página 12

7 Uso das Comunicações Exemplo da FedEx Página 13 Aplicações Tornadas Possíveis pelas Redes O uso das redes provocou o desenvolvimento de muitas aplicações de software para apoiar a comunicação Correio electrónico ( ) Software para trabalho de grupo em colaboração Fazer uma proposta em conjunto Partilhar uma agenda (Microsoft Outlook) Correio de voz (voice mail) Teleconferência e videoconferência Sistemas de ponto de venda electrónica (supermercados) Sistemas de Office Automation partilhados Página 14

8 Colaboração Business-to-Business Electronic Data Interchange (EDI) Troca electrónica de informação estruturada entre empresas, usando redes abertas (WAN) Exemplo: Compras entre duas empresas 1. Especifica produto 2. Confirma disponibilidade Empresa A (Cliente) 3. Ordem de compra 4. Entrega do produto e factura Empresa B (Fornecedor) 5. Pagamento (ao banco) Página 15 Colaboração Business-to-Business Embora haja poupanças significativas no uso de EDI, o principal motivo das empresas é a realização de processos existentes, de forma mais rápida e com menos erros Isto dá à empresa vantagens competitivas sobre os rivais que não adoptaram o EDI Passos seguidos pelas empresas 1. Automatizam parte da cadeia de suprimento Ex.: encomendas de matérias primas (EDI) 2. Ligam esta parte ao controlo interno de stocks 3. Ligam depois o controlo de stocks a um sistema de processamento de vendas Página 16

9 Níveis de Comunicação Internet Internet Extranet Intranet Rede global física o acesso ao mundo inteiro Intranet Rede privada da empresa Extranet Rede da empresa estendida até aos clientes, fornecedores e colaboradores (trabalho a partir de casa) Página 17 Interacções Business-to-Customer Rede multibanco (ATMs) Transacções bancárias pela Internet Compras de bens móveis e imóveis pela Internet Aquisição de seguros pela Internet (Ex: Seguro Directo) Pedidos de empréstimo pela Internet Call centers ( redes de computadores integradas com telefone para responder a questões colocadas pelos clientes) Listas telefónicas pela Internet Informações fiscais, aduaneiras, legais, etc., pela Internet Página 18

10 Página 19 Página 20

11 Página 21 Página 22

12 Página 23 Página 24

13 Página 25 Página 26

14 Página 27 Página 28

Informática. Estrutura e Funcionamento de Computadores Software. Aula 8. Tipos de Software. Aplicação Genérica. Aplicação Específica

Informática. Estrutura e Funcionamento de Computadores Software. Aula 8. Tipos de Software. Aplicação Genérica. Aplicação Específica Informática Aula 8 Estrutura e Funcionamento de Computadores Software Comunicação Empresarial 2º Ano Ano lectivo 2003-2004 Tipos de Software Software de Sistema Software Aplicacional Gestão do Sistema

Leia mais

Informática. Conceitos Básicos. Informação e Sistemas de Informação. Aula 3. Introdução aos Sistemas

Informática. Conceitos Básicos. Informação e Sistemas de Informação. Aula 3. Introdução aos Sistemas Informática Aula 3 Conceitos Básicos. Informação e Sistemas de Informação Comunicação Empresarial 2º Ano Ano lectivo 2003-2004 Introdução aos Sistemas A Teoria dos Sistemas proporciona um meio poderoso

Leia mais

Prof. Marcelo Machado Cunha Parte 1 www.marcelomachado.com

Prof. Marcelo Machado Cunha Parte 1 www.marcelomachado.com Prof. Marcelo Machado Cunha Parte 1 www.marcelomachado.com Conceito, características e classificação das Redes de Computadores; Topologias; Meios físicos de transmissão; Equipamentos de Rede; Segurança;

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Redes de Computadores 3º Ano / 1º Semestre Eng. Electrotécnica Ano lectivo 2005/2006 Sumário Sumário Perspectiva evolutiva das redes telemáticas Tipos de redes Internet, Intranet

Leia mais

Secção I. ƒ Sistemas empresariais cruzados

Secção I. ƒ Sistemas empresariais cruzados 1 Secção I ƒ Sistemas empresariais cruzados Aplicações empresariais cruzadas 2 ƒ Combinações integradas de subsistemas de informação, que partilham recursos informativos e apoiam processos de negócio de

Leia mais

Wall Street Institute resolve necessidades complexas de e-mail com solução Microsoft Exchange Online

Wall Street Institute resolve necessidades complexas de e-mail com solução Microsoft Exchange Online Wall Street Institute resolve necessidades complexas de e-mail com solução Microsoft Exchange Online Além da poupança na infra-estrutura física dos servidores e do preço das licenças, há reduções de custos

Leia mais

O último suporte para o Windows Server 2003 é este folheto.

O último suporte para o Windows Server 2003 é este folheto. O último suporte para o Windows Server 2003 é este folheto. 14 de julho de 2015: um dia de mudança para a sua empresa. Na data referida, a Microsoft termina o suporte para os seus servidores Windows 2003/R2.

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - SI

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - SI SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - SI Elaborado e adaptado por: Prof.Mestra Rosimeire Ayres Sistemas Colaborativos Empresariais (ECS) Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar

Leia mais

NORMALIZAÇÃO Comércio Electrónico e a sua Importância na Cadeia de Distribuição 14 de Dezembro 2010 Nuno Miranda

NORMALIZAÇÃO Comércio Electrónico e a sua Importância na Cadeia de Distribuição 14 de Dezembro 2010 Nuno Miranda NORMALIZAÇÃO Comércio Electrónico e a sua Importância na Cadeia de Distribuição 14 de Dezembro 2010 Nuno Miranda The global language of business O que é ecommerce? Da perspectiva de processo de negócio,

Leia mais

Redes de Computadores. Professor MSc Wylliams Barbosa Santos wylliams.wordpress.com wylliamss@gmail.com

Redes de Computadores. Professor MSc Wylliams Barbosa Santos wylliams.wordpress.com wylliamss@gmail.com Redes de Computadores Professor MSc Wylliams Barbosa Santos wylliams.wordpress.com wylliamss@gmail.com Agenda Introdução a Rede de Computadores Classificação Tipos de Redes Componentes de Rede Internet,

Leia mais

GESTÃO. Gestão dos Processos e Operações Gestão de Sistemas e Tecnologias de Informação (dentro do capítulo 6) CLF

GESTÃO. Gestão dos Processos e Operações Gestão de Sistemas e Tecnologias de Informação (dentro do capítulo 6) CLF GESTÃO Gestão dos Processos e Operações Gestão de Sistemas e Tecnologias de Informação (dentro do capítulo 6) Informação e Decisões Gerir envolve tomar muitas e frequentes decisões Para decidir com eficácia

Leia mais

Intranet. Aplicação de novas tecnologias e serviços Internet, num ambiente restrito, controlado ou fechado pertencente a uma empresa

Intranet. Aplicação de novas tecnologias e serviços Internet, num ambiente restrito, controlado ou fechado pertencente a uma empresa Intranet Aplicação de novas tecnologias e serviços Internet, num ambiente restrito, controlado ou fechado pertencente a uma empresa Utilização de toda ou parte das tecnologias ou das infra-estruturas da

Leia mais

Objectivos de aprendizagem

Objectivos de aprendizagem Capítulo 6 1 Telecomunicações e redes 2 Objectivos de aprendizagem ƒ Identificar as principais tendências e os grandes desenvolvimentos nas empresas, nas tecnologias e nas aplicações de negócio, das telecomunicações

Leia mais

Tipos de Computadores

Tipos de Computadores Tipos de Computadores A potência de um computador pessoal é medida Pelo tipo de processador (Pentium IV, Celeron, etc.) Pela dimensão da memória RAM Pela capacidade do disco fixo Pela placa gráfica Pela

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES E REDES

TELECOMUNICAÇÕES E REDES Capítulo 8 TELECOMUNICAÇÕES E REDES 8.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Quais são as tecnologias utilizadas nos sistemas de telecomunicações? Que meios de transmissão de telecomunicações sua organização

Leia mais

ICORLI INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO E OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS E INTERNET

ICORLI INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO E OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS E INTERNET INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO E OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS E INTERNET 2010/2011 1 Introdução às redes e telecomunicações O que é uma rede? Uma rede de computadores é um sistema de comunicação de dados constituído

Leia mais

alcatel-lucent Comunicações simplificadas para negócios em movimento

alcatel-lucent Comunicações simplificadas para negócios em movimento alcatel-lucent SUITE OPENTOUCH PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS Comunicações simplificadas para negócios em movimento Para ser bem-sucedido como pequena ou média empresa (PME), tem de manter a satisfação

Leia mais

Sistemas Colaborativos Simulado

Sistemas Colaborativos Simulado Verdadeiro ou Falso Sistemas Colaborativos Simulado 1. Todos os tipos de organizações estão se unindo a empresas de tecnologia na implementação de uma ampla classe de usos de redes intranet. Algumas das

Leia mais

Sistemas de Informação

Sistemas de Informação Capítulo 7: Sistemas de Informação Colaborativos 7-1 Sistemas de Informação e as decisões gerenciais na era da Internet James A. O'Brien Saraiva S/A Livreiros Editores, 2001 Editora Saraiva The McGraw-Hill

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Sistemas de Informações Gerenciais Intranets, Extranets e a Internet Uma intranet Sites é uma na rede Internet interna a uma organização que utiliza tecnologias da Internet para fornecer um ambiente do

Leia mais

Telecomunicações CONCEITOS DE COMUNICAÇÃO

Telecomunicações CONCEITOS DE COMUNICAÇÃO Telecomunicações CONCEITOS DE COMUNICAÇÃO 1 COMUNICAÇÃO A COMUNICAÇÃO pode ser definida como a transmissão de um sinal através de um meio, de um emissor para um receptor. O sinal contém uma mensagem composta

Leia mais

Seminário GS1 Portugal FIPA

Seminário GS1 Portugal FIPA GS1 - The Global Language of Business Seminário GS1 Portugal FIPA Nuno Miranda 14.06.2012 2 EDI = Electronic Data Interchange - Transferência Electrónica de Documentos EDI é a transferência de MENSAGENS

Leia mais

Câmaras Municipais 2004

Câmaras Municipais 2004 Câmaras Municipais 2004 Inquérito à Utilização das Tecnologias da Informação e da Comunicação (Resultados Provisórios) Dezembro de 2004 BREVE NOTA METODOLÓGICA Universo de referência: Câmaras Municipais

Leia mais

Porto Editora acentua ganhos de produtividade e eficiência com investimento em tecnologia Microsoft

Porto Editora acentua ganhos de produtividade e eficiência com investimento em tecnologia Microsoft Microsoft Exchange Server 2007 Caso de Estudo Microsoft Porto Editora Porto Editora acentua ganhos de produtividade e eficiência com investimento em tecnologia Microsoft Sumário País Portugal Sector Cultura

Leia mais

Sistemas de Informações. Daniel Gondim

Sistemas de Informações. Daniel Gondim Sistemas de Informações Daniel Gondim Roteiro da Aula SPT Sistema de Processamento de Transações Visão geral; métodos e objetivos Atividades no processamento de transações Controle de Administração Aplicações

Leia mais

FACILIDADES DE COLABORAÇÃO

FACILIDADES DE COLABORAÇÃO MICROSOFT OFFICE 365 FACILIDADES DE COLABORAÇÃO Março 2012 A CLOUD365 estabeleceu acordos estratégicos com os principais fornecedores de TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação), entre os quais destacamos

Leia mais

Guia de Aplicações da Lexmark ESF T3 2012

Guia de Aplicações da Lexmark ESF T3 2012 Aplicações Lexmark Ajude os seus clientes a explorar todo o potencial das respectivas impressoras simples e multifuncionais compatíveis com as soluções da Lexmark As Aplicações Lexmark foram concebidas

Leia mais

A simplicidade do desafio do e.commerce nas PME s: Desmaterialização de Documentos via EDI. Nuno Miranda 04 de junho de 2015

A simplicidade do desafio do e.commerce nas PME s: Desmaterialização de Documentos via EDI. Nuno Miranda 04 de junho de 2015 A simplicidade do desafio do e.commerce nas PME s: Desmaterialização de Documentos via EDI Nuno Miranda 04 de junho de 2015 Apresentação GS1 2015 2 Iniciação ao EDI (Electronic Data Interchange) EDI -

Leia mais

Grupo Evicar racionaliza infra-estrutura de TI e reduz custos com Microsoft Exchange Server. Caso de Sucesso Microsoft. Sumário País: Portugal

Grupo Evicar racionaliza infra-estrutura de TI e reduz custos com Microsoft Exchange Server. Caso de Sucesso Microsoft. Sumário País: Portugal Caso de Sucesso Microsoft Grupo Evicar racionaliza infra-estrutura de TI e reduz custos com Microsoft Exchange Server Sumário País: Portugal Indústria: Automóvel e Financeira Perfil do Cliente O Grupo

Leia mais

Alexandre Pontes Nº 27340 Wilson Roque Nº 27636

Alexandre Pontes Nº 27340 Wilson Roque Nº 27636 Alexandre Pontes Nº 27340 Wilson Roque Nº 27636 As últimas décadas permitiram ligar o mundo e dinamizar os mercados, intensificando a competitividade existente. A Internet tornou o mundo mais pequeno e

Leia mais

Introdução. Página 1 de 9. Trabalho sobre EXTRANET. Universidade de São Paulo Escola Politécnica. Luciano Chede Abad 14/09/2002

Introdução. Página 1 de 9. Trabalho sobre EXTRANET. Universidade de São Paulo Escola Politécnica. Luciano Chede Abad 14/09/2002 Introdução E-business é a nova onda nas empresas. A Internet não permite apenas que as empresas façam negócios de maneiras novas, ela praticamente as obriga a fazer isso, por questões de sobrevivência.

Leia mais

PT Web Conference. DGO Gestão de Oferta Empresarial Setembro de 2009

PT Web Conference. DGO Gestão de Oferta Empresarial Setembro de 2009 PT Web Conference Versão 1.0 DGO Gestão de Oferta Empresarial Setembro de 2009 Este documento é propriedade intelectual da PT e fica proibida a sua utilização ou propagação sem expressa autorização escrita.

Leia mais

Unidade 1. Conceitos Básicos

Unidade 1. Conceitos Básicos Unidade 1 Conceitos Básicos 11 U1 - Conceitos Básicos Comunicação Protocolo Definição de rede Rede Internet 12 Comunicação de dados Comunicação de dados comunicação de informação em estado binário entre

Leia mais

O seu escritório na nuvem - basta usar o browser.

O seu escritório na nuvem - basta usar o browser. 02 O seu escritório na nuvem - basta usar o browser. As soluções tecnológicas que encontra para melhorar a colaboração na sua empresa são muito caras e complexas? Pretende tornar as suas equipas mais ágeis

Leia mais

Capítulo VI Telecomunicações: Redes e Aplicativos

Capítulo VI Telecomunicações: Redes e Aplicativos Capítulo VI Telecomunicações: Redes e Aplicativos Uma rede nada mais é do que máquinas que se comunicam. Estas máquinas podem ser computadores, impressoras, telefones, aparelhos de fax, etc. Se interligarmos

Leia mais

Bárbara Capitão Nº3 CEF. barbaracapitao3@gmail.com

Bárbara Capitão Nº3 CEF. barbaracapitao3@gmail.com Bárbara Capitão Nº3 CEF barbaracapitao3@gmail.com 1 Índice Definição - O que é uma rede de computadores?... 4 Vantagens da constituição de redes... 4 Tipos de redes (Geografia)... 4 LAN - Local Area Network...

Leia mais

Informática. Aula 9. A Internet e seu Uso nas Organizações

Informática. Aula 9. A Internet e seu Uso nas Organizações Informática Aula 9 A Internet e seu Uso nas Organizações Curso de Comunicação Empresarial 2º Ano O Que é a Internet? A Internet permite a comunicação entre milhões de computadores ligados através do mundo

Leia mais

Business Transformation Outsourcing Os novos modelos de outsourcing

Business Transformation Outsourcing Os novos modelos de outsourcing Business Transformation Outsourcing Os novos modelos de outsourcing A perspetiva do cliente - 18 de Junho de 2013 - Agenda Enquadramento Atividades em Outsourcing Caraterísticas do Modelo Prestação de

Leia mais

WMS On Demand. Facilidade de acesso e flexibilidade

WMS On Demand. Facilidade de acesso e flexibilidade Facilidade de acesso e flexibilidade Os utilizadores do armazém acedem aos servidores WMS On Demand do Generix Group por uma conexão simples e segura. Utilize esta aplicação em qualquer momento e lugar

Leia mais

SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS RACIONALIZAÇÃO DAS TIC

SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS RACIONALIZAÇÃO DAS TIC AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS RACIONALIZAÇÃO DAS TIC 1 DE JULHO DE 2015 OPERAÇÕES TEMÁTICAS OPERAÇÃO TEMÁTICA M/C DOTAÇÃO ORÇAMENTAL CAPACITAÇÃO PARA AVALIAÇÕES

Leia mais

Servidores Virtuais. Um servidor à medida da sua empresa, sem investimento nem custos de manutenção.

Servidores Virtuais. Um servidor à medida da sua empresa, sem investimento nem custos de manutenção. es Virtuais Um servidor à medida da sua empresa, sem investimento nem custos de manutenção. O que são os es Virtuais? Virtual é um produto destinado a empresas que necessitam de um servidor dedicado ligado

Leia mais

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS Aulas : Terças e Quintas Horário: AB Noite [18:30 20:20hs] PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS 1 Conteúdo O que Rede? Conceito; Como Surgiu? Objetivo; Evolução Tipos de

Leia mais

Software de Facturação e Gestão Comercial On-Line

Software de Facturação e Gestão Comercial On-Line Software de Facturação e Gestão Comercial On-Line Manual básico do Utilizador Software de Facturação e Gestão Comercial On-line Level 7 Basic, Light & Premium Este Software é fornecido com um número de

Leia mais

OS BENEFÍCIOS DA LOCAÇÃO NAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO.

OS BENEFÍCIOS DA LOCAÇÃO NAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO. ÍNDICE INTRODUÇÃO OS BENEFÍCIOS DA LOCAÇÃO VANTAGENS FISCAIS A LOCAÇÃO REDUZ CUSTOS PERMITE MANTER A LIQUIDEZ E AS LINHAS DE CRÉDITO INTACTAS FINANCIAMENTO A 100% SEM ENTRADA INICIAL EVITA REDUZIR O CUSTO

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

Comunicação sem fios (somente em alguns modelos) Manual do utilizador

Comunicação sem fios (somente em alguns modelos) Manual do utilizador Comunicação sem fios (somente em alguns modelos) Manual do utilizador Copyright 2007 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Windows é uma marca registada da Microsoft Corporation nos E.U.A. Bluetooth

Leia mais

Software de gestão em tecnologia Web

Software de gestão em tecnologia Web Software de gestão em tecnologia Web As Aplicações de Gestão desenvolvidas em Tecnologia Web pela Mr.Net garantem elevados níveis de desempenho, disponibilidade, segurança e redução de custos. A Mr.Net

Leia mais

Os Sistemas de Informação nas PME s. José Pinto

Os Sistemas de Informação nas PME s. José Pinto Os Sistemas de Informação nas PME s José Pinto José Ângelo Costa Pinto Licenciado em Gestão Empresas Pós-Graduação em Sistemas de Informação (PM) Pós Graduação em Economia e Gestão Mestre em Sistemas de

Leia mais

Sociedade da Informação e do Conhecimento Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação nos Estabelecimentos Hoteleiros 2011

Sociedade da Informação e do Conhecimento Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação nos Estabelecimentos Hoteleiros 2011 05 de dezembro de Sociedade da Informação e do Conhecimento Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação nos Estabelecimentos Hoteleiros 87% dos Estabelecimentos Hoteleiros têm

Leia mais

Guia de Estudo. Redes e Internet

Guia de Estudo. Redes e Internet Tecnologias da Informação e Comunicação Guia de Estudo Redes e Internet Aspectos Genéricos Uma rede de computadores é um sistema de comunicação de dados constituído através da interligação de computadores

Leia mais

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Vantagens e desvantagens de uma rede para a organização Maior agilidade com o uso intenso de redes de computadores; Grandes interações

Leia mais

02/07/2013. Definição de Rede. Compartilhando Dados. Usos de uma Rede NOÇÕES DE REDE: CONCEITOS BÁSICOS

02/07/2013. Definição de Rede. Compartilhando Dados. Usos de uma Rede NOÇÕES DE REDE: CONCEITOS BÁSICOS 2 Definição de Rede NOÇÕES DE REDE: CONCEITOS BÁSICOS Conjunto de tecnologias que conectam computadores Permite comunicação e colaboração entre usuários Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima

Leia mais

Tipos de Rede. Maria João Bastos MegaExpansão 16-03-2010

Tipos de Rede. Maria João Bastos MegaExpansão 16-03-2010 2010 Tipos de Rede Maria João Bastos MegaExpansão 16-03-2010 REDES Em computação, rede de área local (ou LAN, acrónimo de local área network) é uma rede de computador utilizada na interconexão de equipamentos

Leia mais

Unidade I SISTEMAS PARA INTERNET E. Prof. Emanuel Matos

Unidade I SISTEMAS PARA INTERNET E. Prof. Emanuel Matos Unidade I SISTEMAS PARA INTERNET E SOFTWARE LIVRE Prof. Emanuel Matos Sumário Unidade I Principais tecnologias da rede digital Computação cliente/servidor Comutação de pacotes TCP/IP Sistemas de informação

Leia mais

Gestão do conhecimento

Gestão do conhecimento Gestão do Exemplos e aplicações Luis Manuel Borges Gouveia, lmbg@ufp.pt Janeiro de 2002 O SI, a GI e o Negócio Gestão e pessoas GESTÃO DA INFORMAÇÃO Organização e procedimentos SISTEMA DE INFORMAÇÃO missão

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO CAMPUS CATU

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO CAMPUS CATU MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO CAMPUS CATU Sistemas Controle Processos Industriais Sistemas Colaborativos Profª.

Leia mais

Tecnologia da Informação. Prof. Esp. Lucas Cruz

Tecnologia da Informação. Prof. Esp. Lucas Cruz Tecnologia da Informação Prof. Esp. Lucas Cruz Software A utilização comercial da informática nas empresas iniciou-se por volta dos anos 1960. O software era um item menos dispendioso que o hardware, e

Leia mais

COMPARAÇÃO ENTRE O FLUXO TRADICIONAL E O EDI

COMPARAÇÃO ENTRE O FLUXO TRADICIONAL E O EDI Intercâmbio Eletrônico de Dados (EDI Eletronic Data Interchange ) Troca de dados estruturados e padronizados, entre entidades, utilizando meio eletrônico, diminuindo a intervenção humana no processo. É

Leia mais

EVOLUÇÃO DOS SIST. DE COMPUTAÇÃO DÉC. DE 50 E 60

EVOLUÇÃO DOS SIST. DE COMPUTAÇÃO DÉC. DE 50 E 60 INTRODUÇÃO REDES EVOLUÇÃO DOS SIST. DE COMPUTAÇÃO DÉC. DE 50 E 60 Computadores eram máquinas grandes e complexas, operadas por pessoas altamente especializadas; Não havia interação direta entre usuários

Leia mais

Tecnologia e Infraestrutura. Conceitos de Redes

Tecnologia e Infraestrutura. Conceitos de Redes Tecnologia e Infraestrutura Conceitos de Redes Agenda Introdução às Tecnologias de Redes: a) Conceitos de redes (LAN, MAN e WAN); b) Dispositivos (Hub, Switch e Roteador). Conceitos e tipos de Mídias de

Leia mais

Sistemas de Gestão Documental

Sistemas de Gestão Documental Sistemas de Gestão Documental Maria Manuel Salazar 16 Maio 2009 Informação O Valor da Informação é algo que não questionamos diariamente. O que nos preocupa é o modo como ela possa ser rapidamente integrada

Leia mais

Conteúdos. Correio Electrónico Protocolos POP3 e SMTP Endereços de correio electrónico Trabalho Prático

Conteúdos. Correio Electrónico Protocolos POP3 e SMTP Endereços de correio electrónico Trabalho Prático Conteúdos Correio Electrónico Protocolos POP3 e SMTP Endereços de correio electrónico Trabalho Prático O desejo de comunicar é a essência das redes. As pessoas sempre desejaram corresponder entre si através

Leia mais

Exercícios do livro: Tecnologias Informáticas Porto Editora

Exercícios do livro: Tecnologias Informáticas Porto Editora Exercícios do livro: Tecnologias Informáticas Porto Editora 1. Em que consiste uma rede de computadores? Refira se à vantagem da sua implementação. Uma rede de computadores é constituída por dois ou mais

Leia mais

REDES. A Evolução do Cabeamento

REDES. A Evolução do Cabeamento REDES A Evolução do Cabeamento Até o final dos anos 80, todos os sistemas de cabeamento serviam apenas a uma aplicação, isto é, eram sistemas dedicados. Estes sistemas eram sempre associados à um grande

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. Dr. Rogério Galante Negri

Redes de Computadores. Prof. Dr. Rogério Galante Negri Redes de Computadores Prof. Dr. Rogério Galante Negri Rede É uma combinação de hardware e software Envia dados de um local para outro Hardware: transporta sinais Software: instruções que regem os serviços

Leia mais

Política de Privacidade

Política de Privacidade Política de Privacidade Introdução A Chevron, e as demais subsidiárias do grupo, comprometem-se em proteger a sua privacidade. Esta política explica em detalhe as medidas tomadas para proteger os seus

Leia mais

Tema 3 Os Sistemas de Informação e as Comunicações na Empresa

Tema 3 Os Sistemas de Informação e as Comunicações na Empresa Tema 3 Os Sistemas de Informação e as Comunicações na Empresa Prof. Dr. José Bio 1 Indíce Introdução Oportunidades para os CIIS» modelo de análise Modelos de comunicações» 1-1, 1-n, n-m» tradicionais e

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA DE BIBLIOTECAS PORBASE 5

SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA DE BIBLIOTECAS PORBASE 5 SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA DE BIBLIOTECAS PORBASE 5 O sistema PORBASE 5, versão 1.6, desenvolvido pela Mind em parceria com a Biblioteca Nacional, tem como objectivo satisfazer os requisitos de gestão

Leia mais

Sem fios (somente em alguns modelos)

Sem fios (somente em alguns modelos) Sem fios (somente em alguns modelos) Manual do utilizador Copyright 2006 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft e Windows são marcas registadas da Microsoft Corporation nos EUA. Bluetooth

Leia mais

CUSTO TOTAL DE PROPRIEDADE DO PANDA MANAGED OFFICE PROTECTION. 1. Resumo Executivo

CUSTO TOTAL DE PROPRIEDADE DO PANDA MANAGED OFFICE PROTECTION. 1. Resumo Executivo 1. Resumo Executivo As empresas de todas as dimensões estão cada vez mais dependentes dos seus sistemas de TI para fazerem o seu trabalho. Consequentemente, são também mais sensíveis às vulnerabilidades

Leia mais

OS BENEFÍCIOS DO RENTING NAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO.

OS BENEFÍCIOS DO RENTING NAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO. OS BENEFÍCIOS DO RENTING NAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO. ÍNDICE INTRODUÇÃO OS BENEFÍCIOS DO RENTING VANTAGENS FISCAIS O RENTING REDUZ CUSTOS PERMITE MANTER A LIQUIDEZ E AS LINHAS DE CRÉDITO INTACTAS FINANCIAMENTO

Leia mais

PT PRIME - APRESENTAÇÃO

PT PRIME - APRESENTAÇÃO PT PRIME - APRESENTAÇÃO A PT Prime Soluções Empresariais de Telecomunicações e Sistemas, é uma empresa do Grupo PT que presta serviços e soluções de comunicação e informação para o mercado empresarial.

Leia mais

Mobile Business. Your sales on the move.

Mobile Business. Your sales on the move. Pág/02 O PRIMAVERA é um produto destinado a empresas que utilizem processos de auto-venda e/ou pré-venda com Equipas de Vendas que necessitem de um conjunto de informação e funcionalidades avançadas, disponíveis

Leia mais

Informática Redes de Computadores e Internet. Prof. Marcos André Pisching, M.Sc.

Informática Redes de Computadores e Internet. Prof. Marcos André Pisching, M.Sc. Informática Redes de Computadores e Internet Prof. Marcos André Pisching, M.Sc. Objetivos Descrever a importância das redes de computadores. Explicar a importância da Internet. Redes de Computadores Rede:

Leia mais

PHC ControlDoc BENEFÍCIOS. _Fim do papel a circular na empresa. _Rapidez de encontrar um documento

PHC ControlDoc BENEFÍCIOS. _Fim do papel a circular na empresa. _Rapidez de encontrar um documento Com o ControlDoc pode arquivar digitalmente todo o tipo de ficheiros (Imagens, Word, Excel, PDF, etc.) e relacioná-los com os dados existentes nas restantes aplicações. PHC ControlDoc Reduza os custos

Leia mais

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação AULA 01 INTRODUÇÃO Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação CONCEITO Dois ou mais computadores conectados entre si permitindo troca de informações, compartilhamento de

Leia mais

Câmaras Municipais 2003 Inquérito à Utilização das Tecnologias da Informação e da Comunicação

Câmaras Municipais 2003 Inquérito à Utilização das Tecnologias da Informação e da Comunicação Câmaras Municipais 2003 Inquérito à Utilização das Tecnologias da Informação e da Comunicação Estudo realizado pelo CIES/Universidade do Minho Agosto de 2004 BREVE NOTA METODOLÓGICA Universo de referência:

Leia mais

Especificações de oferta Monitorização da infra-estrutura remota

Especificações de oferta Monitorização da infra-estrutura remota Descrição dos serviços Especificações de oferta Monitorização da infra-estrutura remota Este serviço oferece serviços de Monitorização da infra-estrutura remota Dell (RIM, o Serviço ou Serviços ) conforme

Leia mais

Uma aplicação que reúne Facturação, Clientes e Fornecedores com Stocks e Serviços, permitindo controlar toda a área comercial.

Uma aplicação que reúne Facturação, Clientes e Fornecedores com Stocks e Serviços, permitindo controlar toda a área comercial. PHC Software na Hora PHC Software na Hora Descritivo completo Benefícios 9 Muito fácil de utilizar; 9 Gestão de tempo e Informação Informação; 9 Maior facilidade de controlo e gestão; 9 Totalmente integrado;

Leia mais

ISEP. Instituto Superior de Engenharia do Porto. Análise de Sistemas Informáticos

ISEP. Instituto Superior de Engenharia do Porto. Análise de Sistemas Informáticos ISEP Instituto Superior de Engenharia do Porto Análise de Sistemas Informáticos Armazenamento de Dados em Rede A Revolução do Armazenamento Partilhado A crise económica e a crescente necessidade de armazenamento

Leia mais

SIBS PROCESSOS cria solução de factura electrónica com tecnologias Microsoft

SIBS PROCESSOS cria solução de factura electrónica com tecnologias Microsoft SIBS PROCESSOS cria solução de factura electrónica com tecnologias Microsoft A solução MB DOX oferece uma vantagem competitiva às empresas, com a redução do custo de operação, e dá um impulso à factura

Leia mais

Documento de ajuda para utilizadores de Office 2010/2007

Documento de ajuda para utilizadores de Office 2010/2007 Documento de ajuda para utilizadores de Office 2010/2007 Pág. 3 - MUDANÇAS NO CORREIO ELETRÓNICO OFFICE 365 Pág. 8 - DIFICULDADES OU DÚVIDAS Este documento destina-se a ajudar utilizadores em migração

Leia mais

Treinamento: - Cursos e palestras de treinamento técnico empresarial a sistemas e tecnologias de rede, segurança, VOIP e wi-fi.

Treinamento: - Cursos e palestras de treinamento técnico empresarial a sistemas e tecnologias de rede, segurança, VOIP e wi-fi. * Empresa: Atuação em Tecnologia da Informação, Segurança e Comunicações. * Visão: O compromisso da Onix com seus clientes é torná-los cada vez mais competitivos em suas áreas de atuação, oferecendo segurança

Leia mais

PRINCIPAIS ÁREAS DAS TIC. Profª Carla Cascais

PRINCIPAIS ÁREAS DAS TIC. Profª Carla Cascais 1 PRINCIPAIS ÁREAS DAS TIC Profª Carla Cascais TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO A transmissão de informação pressupõe o uso de redes de computadores e meios de comunicação, daí o aparecimento da

Leia mais

O seu guia de referência da Lexmark. Dicionário Lexmark

O seu guia de referência da Lexmark. Dicionário Lexmark O seu guia de referência da Dicionário A ADF Alimentador Automático de Folhas. Um alimentador que vai fornecer, automaticamente, várias folhas ao scanner Autenticação Segura do Utilizador Um método ou

Leia mais

A Royal Dutch Shell Prevê um Melhor Ambiente de Trabalho com a Comunicação Unificada

A Royal Dutch Shell Prevê um Melhor Ambiente de Trabalho com a Comunicação Unificada Microsoft Office system Caso Prático de Solução para o Cliente A Royal Dutch Shell Prevê um Melhor Ambiente de Trabalho com a Comunicação Unificada Descrição Geral País ou Região: Países Baixos Sector:

Leia mais

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES 1. Conectando a Empresa à Rede As empresas estão se tornando empresas conectadas em redes. A Internet e as redes de tipo Internet dentro da empresa (intranets), entre uma

Leia mais

MICROSOFT ONENOTE E TOSHIBA CASE STUDY SOLUÇÃO DE CLIENTE

MICROSOFT ONENOTE E TOSHIBA CASE STUDY SOLUÇÃO DE CLIENTE CASE STUDY MICROSOFT ONENOTE E TOSHIBA CASE STUDY SOLUÇÃO DE CLIENTE AGENTE DA WEB AUMENTA A PRODUTIVIDADE E TIRA PARTIDO DE TRABALHO EM EQUIPA MAIS EFICAZ COM PORTÁTEIS TOSHIBA E ONENOTE O acesso partilhado

Leia mais

Internet. Professor: Francisco Silva

Internet. Professor: Francisco Silva Internet e Serviços Internet A Internet, ou apenas Net, é uma rede mundial de computadores ligados entre si através de linhas telefónicas comuns, linhas de comunicação privadas, satélites e outros serviços

Leia mais

Factura Electrónica no Sector do Turismo. Parceria COFIPOR / APAVT

Factura Electrónica no Sector do Turismo. Parceria COFIPOR / APAVT Factura Electrónica no Sector do Turismo Parceria COFIPOR / APAVT Princípios Gerais da Facturação Electrónica As facturas e documentos equivalentes podem ser transmitidos por via electrónica desde que

Leia mais

Modelos de Negócio e Internet internet, intranet e extranet

Modelos de Negócio e Internet internet, intranet e extranet Modelos de Negócio e Internet internet, intranet e extranet Luis Manuel Borges Gouveia lmbg@ufp.pt Abril de 2001 Modelos de negócio e internet valor oferecido aos consumidores segmentação dos consumidores

Leia mais

Gestão de Armazéns Gestão de Fabrico Gestão de Bobines Registo de Chegadas Sistema para Agentes

Gestão de Armazéns Gestão de Fabrico Gestão de Bobines Registo de Chegadas Sistema para Agentes Laserdata, Lda. Especificidades Para além dos módulos tradicionais num sistema de gestão (Facturação, Stocks, Contas a Receber e Contas a Pagar, Gestão de Encomendas, Orçamentos, etc.), o Lasernet 2000

Leia mais

Ez-Desk - O seu Escritório Virtual

Ez-Desk - O seu Escritório Virtual Ez-Desk - O seu Escritório Virtual 1- Morada Comercial com recepção e Organização de Correspondência: Disponibilização do endereço postal da Ez-Team, para efeitos comerciais (não fiscais) da sua empresa.

Leia mais

Especificação do Sistema Operativo CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server

Especificação do Sistema Operativo CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server Especificação do Sistema Operativo CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server Versão: 1.06 Data: 2010-11-15 SO CAMES 1 ÍNDICE A Apresentação do CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server - Sistema Operativo de

Leia mais

Arquitetura de Redes. Sistemas Operacionais de Rede. Protocolos de Rede. Sistemas Distribuídos

Arquitetura de Redes. Sistemas Operacionais de Rede. Protocolos de Rede. Sistemas Distribuídos Arquitetura de Redes Marco Antonio Montebello Júnior marco.antonio@aes.edu.br Sistemas Operacionais de Rede NOS Network Operating Systems Sistemas operacionais que trazem recursos para a intercomunicação

Leia mais

Soluções de Comunicação Empresarial Alcatel-Lucent. para SMBs. Transforme a sua forma de trabalhar

Soluções de Comunicação Empresarial Alcatel-Lucent. para SMBs. Transforme a sua forma de trabalhar Soluções de Comunicação Empresarial Alcatel-Lucent para SMBs Transforme a sua forma de trabalhar Quando se gere um negócio, a satisfação do cliente, a produtividade dos trabalhadores e o controlo de custos

Leia mais

Rede de Comunicações do Governo

Rede de Comunicações do Governo Rede de Comunicações do Governo Helder Saúde 2 de Abril de 2008 1. Âmbito do CEGER O CEGER - Centro de Gestão da Rede Informática do Governo constitui o organismo responsável pela gestão da rede informática

Leia mais