PROJETO DE DESIGN E DIREÇÃO DE ARTE EM SOCIAL GAMES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJETO DE DESIGN E DIREÇÃO DE ARTE EM SOCIAL GAMES"

Transcrição

1 Universidade Federal de Pelotas Centro de Artes Bacharelado em Artes Visuais Habilitação em Design Gráfico PROJETO DE DESIGN E DIREÇÃO DE ARTE EM SOCIAL GAMES Nicolas de Lima Peter Pelotas,

2 Universidade Federal de Pelotas Centro de Artes Bacharelado em Artes Visuais Habilitação em Design Gráfico PROJETO DE DESIGN E DIREÇÃO DE ARTE EM SOCIAL GAMES Nicolas de Lima Peter Orientador: Marcelo Schiavon Porto Banca examinadora: Trabalho acadêmico apresentado ao Curso de Artes Visuais com habilitação em Design Gráfico da Universidade Federal de Pelotas, como requisito parcial à obtenção do título de Bacharel em Design Gráfico. Guilherme Carvalho da Rosa Ricardo Araújo Pelotas,

3 3

4 RESUMO Este trabalho busca entender as características estéticas presentes no design de social games. Através de pesquisas bibliográficas e de um estudo de caso do game CityVille, foi criado o projeto de um jogo que visa seguir uma estética semelhante a destes jogos, ou seja, as características que fazem os social games serem diferentes dos games tradicionais. Como são jogos direcionados a públicos específicos, optou-se por seguir a temática regionalista gaúcha, direcionando este jogo às pessoas do Rio Grande do Sul. Palavras chave: social games, game design, direção de arte. 4

5 Abstract This work seeks to understand the design aesthetic of the current social games. Through bibliographical researches and a case study of the game CityVille, it was created the project of a game that aims to follow these games's aesthetic, that is, characteristics that make social games different from traditional games. As games are targeted to special audiences, it was decided to follow the regionalistic Gaúcho theme, directing these games to people in Rio Grande do Sul. Key words: social games, game design, art direction. 5

6 LISTA DE FIGURAS Figura 1 - Perfil dos Jogador es de Social Game por Idade. Fonte: PopCap Games Figura 2 - Perfil dos Jogadores de Social Games por Sexo. Fonte: PopCap Games Figura 4 - Tela do game Pong. Fonte: <http://allwhowonder.files.wordpress.com/2009/03/pong460x276.jp g> Figura 5 - Pedido de ajuda do CityVille. Captura de tela do game CityVille Figura 6 - Ranking - Captura de tela do game LiveFrog by Allianz. Fonte: <http://apps.facebook.com/livefrog> Figura 7 - Celestial Steed. Item do game World Of Warcraft. Fonte: <http://www.wowokgold.com/kuaishang/upload/201105images/cel estialhorse.jpg> Figura 8 - Venda de dinheiro virtual e itens. Captura de tela do game CityVille Figura 9 - Personalização com fantasias de palhaço - Captura de tela do game CityVille Figura 10 - Estética dos games FarmVille, Pet Society e Restaurant City. Captura de tela. Fontes: <http://facebook.com/farmville>, <http://facebook.com/petsociety>, <http://facebook.com/restaurantcity> Figura 11 - FanPage de Pet Society. Disponível em: <http://facebook.com/petsociety> Figura 12 - Setas indicativas e tutoriais do game CityVille. Captura de tela do game CityVille Figura 13 - Personagem do jogo PacMan. Disponível em: <http://www.gamerdna.com/public/images/xd/covers/drg300/g393/ g39352px8rn.jpg> Figura 14 - Criação de um avatar customizado. Captura de tela do game The Sims Social. Fonte: <http://apps.facebook.com/thesimssocial/> Figura 15 - NPCs de CityVille - Edgar, o homem de negócios; Rita, a agricultora; e Paul, o lenhador. Captura de tela do game CityVille. 31 Figura 16 - Sim City e Sim City Disponivel em <http://www.chronicgames.net/images/games/snes/snes-sim-citybox-front.jpg> <http://3.bp.blogspot.com/_m7uy1xqefeq/skywyq49tci/aaaaaa AAABI/l2_CMZ52duc/s400/SimCity_3000.jpg> Figura 17 - Captura de tela dos games CityVille (cima) e Sim City 3000 (baixo) Figura 18 - Logotipo CityVille Figura 19 - Imagens de divulgação do CityVille no Facebook Figura 20 - Alguns personagens de CityVille Figura 21 - Início do CityVille Figura 22 - Setas indicativas no menu Figura 23 - Tutorial CityVille Figura 24 - Setas indicativas Figura 25 - Interface do CityVille Figura 26 - Janela com objetivos em CityVille Figura 27 - Menu de CityVille Figura 28 - Menu de Construção de CityVille

7 Figura 29 - Cenário em CityVille Figura 30 - Objetos e construções de CityVille Figura 31 - Objetos promocionais da Coca-Cola Zero em CityVille. 48 Figura 32 Captura de tela da abertura do game Cidade Maravilhosa: RIO Figura 33 - Campanha "Gaúcho sem Modéstia" da Cerveja Polar. Disponível em: < 5CWzMornvRI/Tia0acQyBOI/AAAAAAAAA8A/nlMj36DFXmc/Polar- Adesivos_thumb%25255B4%25255D.png?imgmax=800> Figura 34 - Twitchê, lançado pelo banco Sicredi. Disponível em: <http://www.doisac.com/blog/wpcontent/uploads/2011/09/twitche.jpg> Figura 35 - Marca Meu Pampa Figura 36 - Fagundes, personagem do Meu Pampa Figura 37 - Exemplo de divulgação na FanPage Figura 38 - Cenário de Meu Pampa Figura 39 - CTG, exemplo de construção Figura 40 - Quero-quero, capivara e erva-mate Figura 41 - Estátua do Laçador Figura 42 - Navio encalhado do Cassino Figura 43 - Palco do Planeta Atlântida Figura 44 - Interface de Meu Pampa LISTA DE SIGLAS E ABREVIATURAS ABRAGAMES Associação Brasileira de Desenvolvedores de Jogos Eletrônicos MMORPG Massive Multiplayer Online Role-Playing Game (Jogos Online para Múltiplos Jogadores) CEO Chief Executive Officer (Diretor Executivo) NPC Non Playable Characters (Personagens não jogáveis) CTG Centro de Tradição Gaúcha 7

8 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO GAME DESIGN E DESIGN GRÁFICO DESIGN E DIREÇÃO DE ARTE SOCIAL GAMES SOCIAL GAMES E REDES SOCIAIS SOCIAL GAMES E BENS VIRTUAIS SOCIAL GAMES E DIREÇÃO DE ARTE ESTUDO DE CASO - CITYVILLE PROJETO DE GAME DESIGN CONCEITO A MARCA PERSONAGENS DIVULGAÇÃO NATUREZA MARAVILHAS PUBLICIDADE INTERFACE CONCLUSÕES REFERÊNCIAS DIVULGAÇÃO PROMOÇÃO PERSONAGENS TUTORIAIS E AVISOS INTERFACE Barra de Status Objetivos Barra de Amigos Menus CENÁRIO OBJETOS E CONSTRUÇÕES CONCLUSÃO DO ESTUDO DE CASO

9 1 INTRODUÇÃO Atualmente, os games conquistaram um grande pode observar na Figura 1 e Figura 2. A média de idade deste público gira em torno de 43 anos e é formado em sua maioria por mulheres. espaço no mercado e no cotidiano das pessoas. Este ramo se tornou muito promissor, principalmente pelo surgimento de novas possibilidades de criação e interação entre pessoas e públicos cada vez mais diferentes. Devido à multidisciplinaridade que envolve a concepção e produçãoo de um game, é comum ver profissionais das mais diversas áreas optando por entrar neste mercado. Com designers isso não é diferente, porém, quais as funções que um designer gráfico pode exercer no que diz respeito à parte estética de um game? Figura F 1 Perfil dos Jogador es de Social Game por Idade. Fonte: PopCap Este trabalho tem como proposta analisar o design, Games. do ponto de vista da direção de arte, de um tipo de game que se tornou popular de a poucos anos : os chamados social games. Estes sociais, e vem games estão conquistando disponíveis em sites de redes um número cada vez maior de adeptos, sendo este um público bastante variado comoo se 9

10 gamer hardcore 2, e vem sendo fonte de estudo de diversas áreas devido ao seu crescimento acelerado e grande potencial comercial. Figura 2 Perfil dos Jogadores de Social Games por Sexo. Fonte: PopCap Games. De acordo com Rebeca Rebs (REBS, 2011), os social games são games casuais 1 e se caracterizam como sociais devido as atividades desenvolvidas, que envolvem participantes nteragindo entre sí. Este tipo de game tem como público alvo jogadores que não se encaixam no padrão 1 Jogos que não demandam muito tempo e envolvimento do usuário. Por se tratar de um fenômeno recente, existem poucas pesquisass relacionadas à social games, principalmente quando se trata do campo do design. Um dos objetivos desta pesquisa consiste em gerar material que, futuramente, possa servir de base para o desenvolvimento de estratégias a serem utilizadas por designers, não só em jogos sociais, mas também em futuras interações ou jogos offline 3. Não se pretende, com esta pesquisa, definir um único caminho a seguir, nem tanto chegar a um conceito concreto sobre o design de social games. Este tipo de definição nem 2 Hardcore gamer é um termo utilizado para descrever um tipo de jogador de video v game [...] descreve-se os hardcore gamers como pessoas com as quais q gastam muito tempo com games, diferentemente dos gamers casuais, como são chamadas os que não jogam com tanta frequência. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/hardcore_gamer> 3 São jogos que não necessitam estarem conectados à rede para serem jogados. 10

11 sempre é eficiente, principalmente neste meio onde a todo o momento surgem novas tendências e novas tecnologias. Uma rede social, que é hoje a mais popular, pode estar totalmente ultrapassada em cerca de um ano. Estas novas tendências, e também novas tecnologias, implicam em mudanças relacionadas ao design e, consequentemente, isso influencia o desenvolvimento dos games. Com este trabalho pretende-se buscar o conhecimento necessário para verificar características estéticas presentes em social games, a fim de ter um ebasamento pessoal e profissional para desenvolver a parte prática do trabalho. Para isso, foi realizado um levantamento bibliográfico. Utilizando como fonte de informação livros e artigos, relacionados ao campo do design e do desenvolvimento de games. Também foram utilizadas informações da web, como sites e blogs, pois atualmente, é onde se pode encontrar dados e estatísticas mais atualizadas sobre os social games. É importante levar em consideração que, devido ao fato de se tratar de um tema relativamente novo, a quantidade de estudos acadêmicos sobre o assunto ainda é bastante limitada. Desenvolveu-se então um estudo de caso do social game CityVille 4, que é um dos social games mais populares do Facebook 5. Este estudo de caso privilegiou a análise de pontos considerados importantes do ponto de vista da direção de arte do game, com a intenção de encontrar características neste game que possa ser utilizada como referência para o desenvolvimento de um projeto de um social game. A avaliação dos resultados obtidos com o estudo de caso deste social game serviram de subsídios para o desenvolvimento da proposta prática deste trabalho, que consiste em um Documento de Design de Game para um social game. O Documento de Design de Game é onde são apresentadas as informações necessárias para a criação do 4 Disponível em: <http://apps.facebook.com/cityville/>. 5 Disponível em: <http://www.facebook.com/>. 11

12 game (SCHUYTEMA, 2008). Este documento tem como diferencial a presença de imagens conceituais para ilustar o game a ser desenvilvido, apresentando assim, a sua direção de arte. O social game proposto neste trabalho é do gênero de gerenciamento de cidades e tem como característica principal a utilização de uma temática bairrista 6, focada no estado do Rio Grande do Sul, que explora aspéctos de sua cultura, paisagem, cultura e costumes. Foi desenvolvido o conceito do game em conjunto com o desenvolvimento de peças que compõem direção de arte do projeto.. 6 Quem defende os interesses do bairro ou de sua terra [...] Raramente o bairrismo é encarado como uma atitude positiva, de amor e orgulho por uma região. Disponível em: < 2 GAME DESIGN E DESIGN GRÁFICO Apesar do crescimento e da consolidação do mercado de games nas últimas décadas, a quantidades de estudos acadêmicos nesta área ainda é muito pequena, e o número de publicações sobre o assunto é baixo, principalmente se considerarmos as publicações nacionais. Em parte, isso se deve ao fato de que a de formação específica na área de games no país ainda esteja em crescimento, com vários cursos de graduação implementados nos últimos 5 anos (ABRAGAMES, 2008). Esta falta de conteúdo nacional sobre o assunto faz com que seja necessária uma comparação entre bibliografias de autores estrangeiros, e a análise do perfil profissional e do mercado brasileiro, para chegar a definições mais aproximadas da nossa realidade. O conceito de Game Designer mais conhecido é do profissional que não possui apenas uma função específica, 12

13 mas que desempenha uma série de papéis ao longo do projeto. Suas principais funções são as de definir o conceito do game, dirigir e gerenciar os diversos departamentos de produção. Segundo Jesse Schell (SHELL, 2011), design de jogos é o ato de decidir o que um jogo deve ser. Porém, nem sempre uma só pessoa consegue exercer todos estes papéis e esta função acaba sendo dividida em diversas áreas. Embora definições como estas sejam corretas, no Brasil, o papel de um designer no desenvolvimento de games pode não se encaixar totalmente dentro deste perfil. De acordo com uma pesquisa da ABRAGAMES (ABRAGAMES, 2008), os profissionais de games no Brasil estão distribuídos em: arte gráfica, qualidade, produção, administrativo, marketing, programação e outros. Dentro destas áreas, artistas gráficos e programadores são os perfis profissionais mais comuns na indústria brasileira de games. Em um estudo, BATTAIOLA (2004) aponta algumas falhas na formação de equipes e empresas de games no Brasil, e mostra como egressos de um curso de Design podem colaborar no desenvolvimento de projetos de games. Segundo o autor, devido à falta de cursos específicos, os interessados em trabalhar na área acabam ingressando em cursos de computação ou design. Como consequência disso, algumas empresas são formadas apenas com profissionais da área da computação, e estes exercem funções que não possuem um bom conhecimento para exercer, como no projeto de interface, por exemplo, colocando em risco o projeto. Battaiola explica que um curso de Design dá embasamento teórico suficientes para que os desiners trabalhem diretamente em duas das três áreas de desenvolvimento de um game: o enredo e a interface. Além disso, o designer possui conhecimento necessário para gerir uma equipe de desenvolvimento de games, neste caso, esta função se assemelha à função do Game Designer. O designer não só atende a esta função, bem como deve estar atento a necessidade de se incorporar ao seu trabalho os valores que atendam as necessidades humanas, minimizando os problemas que possam vir a surgir na interface homem-produto. Além disso, deve buscar mecanismos que estimulem e atraiam os usuários, os quais buscam produtos que lhes sejam 13

14 simpáticos. Em um mercado cada vez mais competitivo, com produtos tecnicamente equivalentes, o apelo emocional pode ser um diferencial, ou seja, aquilo que desperta a paixão do consumidor pelo produto. Faz parte da função do designer identificar e implementar os mecanismos que garantam a união deste apelo com a tecnologia embutida no produto. (BATTAIOLA, 2004). O Design é conceituado por MUSSNICH (2003) como uma atividade especializada de caráter técnico-científico, criativo e artístico, com vistas à concepção e desenvolvimento de projetos de objetos e mensagens visuais que equacionem sistematicamente dados ergonômicos, tecnológicos, econômicos, sociais, culturais e estéticos que atendam concretamente às necessidades humanas. Portanto, o designer é o profissional que possui a formação ideal para exercer esta atividade. Levando em consideração que o desenvolvimento de um game envolve várias áreas de conhecimento, geralmente divididas por tarefas específicas e desempenhadas por profissionais qualificados, a atenção dada para cada uma destas áreas pode ser crucial para o sucesso do game. Dentro destas áreas de atuação, o designer gráfico se torna importante por possuir conhecimentos estéticos e formais necessários para trabalhar tanto na concepção da interface, como no desenvolvimento do enredo do game. Trabalhando no enredo, o designer pode participar da elaboração do conceito e da trama, definição e criação dos cenários e personagens. Além disso, pode trabalhar na interpretação do briefing 7, a partir do enredo, levando em consideração fatores culturais, estéticos e sociais. A partir destas informações, o designer pode atuar na direção de arte de um game, utilizando seus conhecimentos nas ferramentas necessárias para chegar a uma arte conceitual, que transmita os conceitos definidos no projeto para a equipe de desenvolvedores. Embora nem sempre utilizada desde o início do projeto, a arte conceitual de um game possui grande 7 O briefing é um conjunto de informações, uma coleta de dados passadas em uma reunião para o desenvolvimento de um trabalho, documento Disponível em: < 14

15 importância no processo de criação. Segundo SCHELL (2011, p.350) uma bela imagem causa boa impressão por algum momento e uma boa ideia só é interessante em teoria, mas uma imagem que representa bem uma boa ideia a torna fascinante de um modo ao qual poucas pessoas conseguem resistir. A arte conceitual trabalha acompanhada de um projeto consistente. Segundo Schell, um bom design de games em conjunto com uma boa arte conceitual podem: Estimular as pessoas a jogar o seu game Mesmo se o game em sí não possuir gráficos complexos ou muito atraentes ao público alvo, uma imagem conceitual é capaz de atrair jogadores ao game. Podemos comparar isso a uma embalagem de um produto ou capa de um livro, os quais muitas vezes compramos apenas por atração estética, sem ao menos conhecer o conteúdo. Tornar uma ideia clara para todo mundo Nem sempre as pessoas irão ler o projeto do game ou interpretar o conceito da mesma forma que foi planejado. Com imagens representando o conceito do game fica mais fácil compreendê-lo. Deixar as pessoas verem, e se imaginarem entrando no mundo do seu game Todo game apresenta algum nível de imersão, ou seja, consegue absorver a atenção do jogador de forma que este se sinta dentro do game. A arte conceitual facilita que as pessoas entendam o game e sintam esta imersão. Estimular profissionais a trabalhar no seu jogo Muitas equipes de desenvolvedores de games são formadas por poucos profissionais. Mas se um projeto necessita de uma equipe maior uma forma de atrair e estimular profissionais a se juntar ao grupo é mostrando a que resultado se pretende chegar. Facilitar o financiamento e outros recursos para desenvolvimento do game Pode acontecer do projeto de um game ser muito bom, mas a equipe não possuir recursos para desenvolvê-lo. Uma forma de garantir recursos para tirar o projeto do papel é buscando patrocínio de empresas. Com 15

16 uma boa arte conceitual, apresentar o projeto torna-se muito mais fácil, pois o cliente pode ver onde está investindo e como isso poderá ser proveitoso para sua marca. 2.1 DESIGN E DIREÇÃO DE ARTE Diretor de arte é o profissional que gerencia a atividade de design e concepção artística de um produto audiovisual, incorporando uma série de funções, em publicidade, design editorial, web, videogames, cinema, propaganda, entre outros. Dependendo do ramo de trabalhado, o diretor de arte necessita de conhecimentos específicos para desenvolver sua função. No caso da publicidade, ele deve possuir conhecimentos sólidos de design gráfico e multimídia. No cinema, conhecimentos de cenografia, figurino e adereços são muito importantes. Na direção de arte para web, conhecimentos sobre layout, animações, fotografia e ilustação são importantes. No caso dos games, como envolvem diversas áreas do conhecimento, o Diretor de Arte também deve possuir conhecimentos básicos de todas as áreas de desenvolvimento de um game, 16

17 trabalhando junto com level designers 8, artistas, programadores, sonoplastas, músicos, etc.. Embora as áreas de conhecimento de um Diretor de Arte em games sejam muito amplas, este trabalho refere-se ao Diretor de Arte como profissional responsável pela concepção estética de um game, sem levar em consideração aspéctos de interface funcional, sons, música e recursos de jogabilidade. O que será proposto aqui é tornar visível o conceito de um game. A direção de arte se distingue do design no sentido de que está mais voltada à estratégia e ao porquê, com os conceitos e decisões. O design neste caso seria a execução e o como, processo de produção, tipografia, teoria das cores e posicionamento, escala, etc.. Porém, como este trabalho é voltado ao papel do designer exercendo a função de diretor de arte, o que se busca aqui é equilibrar estas duas funções, de 8 Level Designer é o profissional encarregado do projeto das fases de um game, levando em consideração cenários e desafios propostos. forma a obter um resultado de acordo com os conceitos definidos e com uma estética coerente e bem estruturada. Para entender e estudar os jogos eletrônicos, precisamos, primeiramente, compreender que a consolidação dos video games como mídia é resultado de uma evolução que se dá a partir do seu surgimento, há aproximadamente 50 anos atrás, até os dias de hoje. Seu amadurecimento tem relação direta com a evolução da tecnologia e com o desejo que designers e programadores têm em criar novas possibilidades de interações a partir de uma máquina e um monitor. Em meados da década de 1970, quando surgiram os primeiros video games, devido à capacidade de processamento da época, os gráficos eram muito limitados, o que dava ao video game uma estética quase abstrata, utilizada de formas simples para representar os objetos. Esta estética era decodificada pelo ser humano quase que naturalmente durante o game, tornando-se parte da diversão. Isto fez com que o público se adaptasse a uma nova linguagem. Porém 17

18 este tipo de abstração e decodificação de elementos já é comum em outros jogos, por exemplo, o jogo de Xadrez, que é uma abstração de uma batalha entre dois reinos por território e poder. Ao analisarmos alguns games populares no mercado atual, os quais aproveitam ao máximo os recursos computacionais que o video game, como mídia, pode oferecer, percebemos a ânsia existente em se buscar cada vez mais a perfeição através dos gráficos ultra-realistas, e da jogabilidade complexa. Na parte gráfica, os games mudaram muito ao longo dos anos, porém, há uma questão que mantêm-se invariável: o princípio da diversão e da experiência que os games podem proporcionar. Esta questão reflete o que Schell (SCHELL, 2011, p. XIV) diz em seu livro: Muitas pessoas supõem que, para melhor estudar os princípios do design de jogos, naturalmente estudariam os jogos mais modernos, complexos e de alta tecnologia que estão disponíveis. Essa abordagem está completamente errada. Video games são apenas uma transformação natural dos jogos tradicionais em um novo meio. As regras que os regem são as mesmas. Um arquiteto precisa entender como projetar uma cabana antes de projetar um arranha-céu [...] Alguns irão argumentar que esses jogos são antigos e, portanto, não merecem ser estudados, mas, como Thoreau disse: Nós também podemos omitir o estudo da natureza, porque ela é antiga. Um jogo é um jogo. Os princípios que tornam os jogos clássicos divertidos são os mesmos que tornam os jogos mais modernos divertidos. (SCHELL, 2011). Um exemplo disto é o game Pong 9, primeiro game de sucesso desenvolvido para computador, que simulava uma partida de tênis de mesa. As raquetes são representadas por barras verticais, a rede apenas uma linha tracejada e a bolinha um ponto (Figura 3). Apesar desta simplicidade, o Pong foi o primeiro video game lucrativo da história, fez muito sucesso, rendendo filas para jogar Pong nos arcades 10. Esse sucesso deu início à cópia de games, mas também estimulou a 9 Foi criado por Nolan Bushnell e Ted Dabney na forma de um console ligado a um monitor, movido a moedas. A primeira instalação em um bar de San Francisco, Califórnia, mostrou aos dois a possibilidade de lucro da criação. Assim, em 27 de Junho de 1972, a empresa Atari foi fundada. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/pong>. 10 Arcade ou fliperama, como é tradicionalmente conhecido no Brasil, é um video game profissional usado em estabelecimentos de entretenimento. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/arcade>. 18

19 competição e ajudou a estabelecer e a movimentar a indústria dos games. conforto psicológico e algum eferencial paraa a nova mídia. Com os video games não foi diferente, a partir do momento quee foram evoluindo, começaramm a se apropriar de linguagens doss jogos de tabuleiro, posteriormente dos desenhos animados, do cinema e da televisão. Atualmente, temos os games como uma mídia consolidada, que empresta sua linguagem para outros tipos de mídia, como é o caso da internet, dos celulares e das mídias sociais. Figura 3 Tela do game Pong. Fonte: <http://allwhowonder.files.wordpress.com/2009/03/pong460x276.jpg>. Segundo Alan Richard da Luz (LUZ, 2010, pg. 114) ), o desenvolvimento da linguagem de qualquer mídia usa do empréstimo de elementos semânticos, estruturaiss e sintáticos de outras mídias já estabelecidas, para criar 19

20 3 SOCIAL GAMES Com os recentes avanços tecnológicos, principalmente no que diz respeito à conexão de alta velocidade, e disponibilidade de computadores ao público em geral, o mercado de games obteve grande expansão. Essa expansão abriu caminho para novas possibilidades, como os games online 11 e os MMORPG 12, mudando a forma como o usuário interage com os games eletrônicos. A partir destes games, um jogador com um computador ou video game conectado à rede (internet), pode jogar com jogadores do mundo todo sem sair de casa, em tempo real. 11 Conectados à Internet. 12 [...](Massively ou Massive Multiplayer Online Role-Playing Game ou Multi massive online Role-Playing Game) ou MMORPG é um jogo de computador e/ou video game que permite a milhares de jogadores criarem personagens em um mundo virtual dinâmico ao mesmo tempo na Internet. MMORPGs são um subtipo dos Massively Multiplayer Online Game (Jogos Online para Múltiplos Jogadores). Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/mmorpg> Um tipo de game online que tornou-se muito popular nos últimos tempos são os browser 13 games. Eles diferem dos games tradicionais por serem jogados diretamente no navegador (browser), sem a necessidade de instalação no computador. São geralmente desenvolvidos em Flash 14, e podem ser executados em praticamente todos os browsers atuais, o que facilita o acesso de um público bem maior de jogadores. Um dos tipos de browser games que vem crescendo significativamente no mercado atual são os social games, que são games disponíveis em redes sociais. Alguns desses browser games são considerados MMORPG, pela possibilidade de jogar online com muitos jogadores ao mesmo tempo, porém, os jogos sociais se diferem em algumas características. Raquel Recuero (RECUERO, 2010) faz um paralelo entre os MMORPGs e os social games. Segundo ela, 13 Tambem conhecido como navegador. 14 O Adobe Flash Player é um runtime de aplicativo baseado em navegador entre plataformas que oferece uma exibição isenta de aplicativos expressivos, conteúdo e vídeos entre navegadores e sistemas operacionais. Disponível em: < 20

21 os MMORPGs se diferem por serem games imersivos, demandarem um alto investimento de tempo, de aprendizado e de dedicação. Por outro lado, os jogos sociais, que são casuais, proporcionam rápidas reconpensas e possibilitam, ou até exigem, períodos de ausência do game. Portanto, apesar de serem games multiplayer (multi-jogador), não será usada a nomenclatura MMORPG para se referir aos social games. Jogos são fenômenos sociais complexos (LUZ, 2010), e os social games, por assumirem características advindas de redes sociais, tornam-se ainda mais complexos de serem estudados. Para entender por completo o funcionamento dos social games não basta analisar o game apenas por um ponto de vista em isolado, e sim, analisar diversos aspectos de modo conjunto, o que envolve diversas áreas. Um game que se destaca em uma rede social na maioria das vezes, possui um complexo plano de marketing que envolve a promoção, o lançamento, a divulgação. No entanto, a avaliação destes aspectos não cabe ao designer, e sim a profissionais de marketing e publicidade, por exemplo. Além de levar em consideração em qual rede social o game será inserido, a equipe de desenvolvedores têm que ter em mente o perfil do jogador, os hábitos deste público, o tipo de objetivo que o game propõe, as mecânicas e regras, etc. Como os social games tem seu valor construído a partir de redes sociais, para estudar o fenômeno dos social games é importante entender como eles funcionam dentro de uma rede social e o seus valores agregados dentro dela. 21

22 3.1 SOCIAL GAMES E REDES SOCIAIS Os sites de redes sociais são um fenômeno atual, surgiram a aproximadamente 10 anos atrás, e o número de usuários vem crescendo a cada dia. O perfil dos usuários das redes sociais atualmente já engloba desde jovens até idosos de ambos os sexos. O sucesso das redes sociais, como o Facebook, por exemplo, possibilita o acesso rápido a milhares de usuários. Este potencial de acesso em massa a milhares de pessoas simultaneamente, vem sendo explorado por empresas de marketing, bem como por desenvolvedores de games. O acesso às redes sociais tem crescido a cada ano. Este crescimento deve-se à liberdade de comunicação, combinada com a facilidade de uso das ferramentas para divulgação de conteúdo disponíveis. Com isto, qualquer usuário, independentemente do grau de conhecimento, pode interagir com seus amigos e contatos em poucos cliques. De acordo com o site socialnomics (SOCIALNOMICS, 2009), o acesso a mídias sociais tornou-se a principal atividade dos usuários na web. O número de usuários do Facebook aumenta rapidamente, em setembro de 2011, segundo anúncio feito pelo fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, o a rede social ultrapassou a marca 800 milhões de membros. A previsão é de que, até 2012, 90% do consumo de banda larga seja direcionado a redes sociais. Um dos principais responsáveis por este crescimento são os games, que são disponibilizados gratuitamente aos usuários nas redes. No texto de Rafael Sbarai (SBARAI, 2009) entitulado Games navegam no sucesso de redes sociais, vemos os seguintes parágrafos: Games sociais são aqueles cujo valor é construído dentro da rede social. O valor social desses jogos é potencializado pelo uso da ferramenta que pode ser o Facebook, Orkut ou qualquer outro serviço do tipo, 22

A importância do design nos negócios

A importância do design nos negócios A importância do design nos negócios SUMÁRIO Apresentação 4 A importância do Design 5 Design de Comunicação 13 A Escada do Design 6 Design Gráfico 14 O processo do Design 7 Logomarca 15 Design & Inovação

Leia mais

Sumário Aspectos Básicos... 3 Como Empresas usam o Facebook... 3 Introdução ao Facebook... 4 Criando um Cadastro... 5 Confirmando E-mail...

Sumário Aspectos Básicos... 3 Como Empresas usam o Facebook... 3 Introdução ao Facebook... 4 Criando um Cadastro... 5 Confirmando E-mail... FACEBOOK Sumário Aspectos Básicos... 3 Como Empresas usam o Facebook... 3 Introdução ao Facebook... 4 Criando um Cadastro... 5 Confirmando E-mail... 8 Características do Facebook... 10 Postagens... 11

Leia mais

Criando presença com as páginas do Facebook

Criando presença com as páginas do Facebook Páginas do 1 Criando presença com as páginas do Sua Página Todos os dias, milhões de pessoas em todo o mundo acessam o para se conectar com amigos e compartilhar coisas que gostam. Este guia foi desenvolvido

Leia mais

E-COMMERCE COMO FERRAMENTA DE VENDAS

E-COMMERCE COMO FERRAMENTA DE VENDAS Central de Cases E-COMMERCE COMO FERRAMENTA DE VENDAS www.espm.br/centraldecases Central de Cases E-COMMERCE COMO FERRAMENTA DE VENDAS Preparado pelo Prof. Vicente Martin Mastrocola, da ESPM SP. Disciplinas

Leia mais

Manual de Utilização Chat Intercâmbio

Manual de Utilização Chat Intercâmbio Manual de Utilização Chat Intercâmbio 1 INDICE 1 Chat Intercâmbio... 6 1.1 Glossário de Termos Utilizados.... 6 1.2 Definições de uma Sala de Chat... 7 1.3 Como Acessar o Chat Intercâmbio... 8 1.4 Pré-requisitos

Leia mais

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR &DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR Toda comunicação publicitária visa atender a alguma necessidade de marketing da empresa. Para isso, as empresas traçam estratégias de comunicação publicitária, normalmente traduzidas

Leia mais

AULA 2. Aspectos Técnicos. Luciano Roberto Rocha. www.lrocha.com. MBA em Marketing Digital SOCIAL GAMES

AULA 2. Aspectos Técnicos. Luciano Roberto Rocha. www.lrocha.com. MBA em Marketing Digital SOCIAL GAMES MBA em Marketing Digital SOCIAL GAMES AULA 2 Luciano Roberto Rocha Aspectos Técnicos Ponta Grossa, 31 de agosto de 2013 ROTEIRO Papéis Processos Plataformas Ferramentas 2 PAPÉIS O desenvolvimento de um

Leia mais

SISTEMÁTICA WEBMARKETING

SISTEMÁTICA WEBMARKETING SISTEMÁTICA WEBMARKETING Breve descrição de algumas ferramentas Sobre o Webmarketing Web Marketing é uma ferramenta de Marketing com foco na internet, que envolve pesquisa, análise, planejamento estratégico,

Leia mais

A importância de personalizar a sua loja virtual

A importância de personalizar a sua loja virtual A importância de personalizar a sua loja virtual Ter uma loja virtual de sucesso é o sonho de muitos empresários que avançam por esse nicho econômico. Porém, como as lojas virtuais são mais baratas e mais

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS. Prof. M.Sc.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS. Prof. M.Sc. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS Microsoft Office PowerPoint 2007 Prof. M.Sc. Fábio Hipólito Julho / 2009 Visite o site:

Leia mais

Copyright 2013 Academia NED. Todos os Direitos Reservados. AcademiaNED.com.br

Copyright 2013 Academia NED. Todos os Direitos Reservados. AcademiaNED.com.br Copyright 2013 Academia NED Todos os Direitos Reservados AcademiaNED.com.br CONTEÚDO Introdução... 4 1 - Certifique-se de que sua FanPage é atraente... 5 a. Foto de Capa... 5 b. Foto de Perfil... 5 c.

Leia mais

3 DICAS QUE VÃO AJUDAR A POUPAR DINHEIRO EM SEU PRÓXIMO PROJETO DE VÍDEO

3 DICAS QUE VÃO AJUDAR A POUPAR DINHEIRO EM SEU PRÓXIMO PROJETO DE VÍDEO 3 DICAS QUE VÃO AJUDAR A POUPAR DINHEIRO EM SEU PRÓXIMO PROJETO DE VÍDEO Fazer vídeos hoje em dia já não é o bicho de 7 cabeças que realmente foi a pouco tempo atrás. Nesse e-book você vai começar a aprender

Leia mais

COMO SE CONECTAR A REDE SOCIAL FACEBOOK? Passo-a-passo para criação de uma nova conta

COMO SE CONECTAR A REDE SOCIAL FACEBOOK? Passo-a-passo para criação de uma nova conta Universidade Federal de Minas Gerais Faculdade de Educação NÚCLEO PR@XIS Núcleo Pr@xis COMO SE CONECTAR A REDE SOCIAL FACEBOOK? Passo-a-passo para criação de uma nova conta Francielle Vargas* Tutorial

Leia mais

A confluência dos vídeos e a Internet

A confluência dos vídeos e a Internet WHITEPAPER A confluência dos vídeos e a Internet Por que sua empresa deveria investir em vídeos em 2013 e como a Construção Civil pode utilizar os vídeos como diferencial competitivo. 1 Saiba como os vídeos

Leia mais

Posicionamento Global da marca FSC e Ferramentas de Marketing - Perguntas e Respostas Frequentes

Posicionamento Global da marca FSC e Ferramentas de Marketing - Perguntas e Respostas Frequentes Posicionamento Global da marca FSC e Ferramentas de Marketing - Perguntas e Respostas Frequentes 1. Perguntas e Respostas para Todos os Públicos: 1.1. O que é posicionamento de marca e por que está sendo

Leia mais

Revista Ênfase: informação e entretenimento no jornalismo acadêmico. Nayara Pessini COSSI 1 Alex Sandro de Araujo CARMO 2

Revista Ênfase: informação e entretenimento no jornalismo acadêmico. Nayara Pessini COSSI 1 Alex Sandro de Araujo CARMO 2 Revista Ênfase: informação e entretenimento no jornalismo acadêmico Nayara Pessini COSSI 1 Alex Sandro de Araujo CARMO 2 Maicon Ferreira de SOUZA 3 Faculdade Assis Gurgacz, Cascavel, PR. RESUMO O presente

Leia mais

INFLUÊNCIA DOS JOGOS NO CAMPO DA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

INFLUÊNCIA DOS JOGOS NO CAMPO DA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL INFLUÊNCIA DOS JOGOS NO CAMPO DA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL Marcelo de Souza 1 bsi.marcelo@gmail.com Prof. Adilson Vahldick, Inteligência Artificial RESUMO: O desenvolvimento de jogos é um campo que atrai

Leia mais

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 Este tutorial não tem como finalidade esgotar todas as funcionalidades do Ambiente, ele aborda de forma prática

Leia mais

Aline Santos Carlos Augusto Peterson Almeida Rafael Rodrigues Ramon Assis

Aline Santos Carlos Augusto Peterson Almeida Rafael Rodrigues Ramon Assis Aline Santos Carlos Augusto Peterson Almeida Rafael Rodrigues Ramon Assis Marketing Digital Trabalho científico apresentado ao Professor Edvaldo Jr., docente da matéria Marketing Digital, da turma de Produção

Leia mais

Crie seu mecanismo de envolvimento: parte 3

Crie seu mecanismo de envolvimento: parte 3 ESCRITO POR David Mogensen PUBLICADO EM Dezembr o 2013 Crie seu mecanismo de envolvimento: parte 3 RESUMO Em um período em que os profissionais de marketing acham que seu trabalho mudou mais em dois anos

Leia mais

*Todos os direitos reservados.

*Todos os direitos reservados. *Todos os direitos reservados. A cada ano, as grandes empresas de tecnologia criam novas ferramentas Para o novo mundo digital. Sempre temos que nos renovar para novas tecnologias, a Karmake está preparada.

Leia mais

5.1. As significações do vinho e o aumento de seu consumo

5.1. As significações do vinho e o aumento de seu consumo 5 Conclusão Para melhor organizar a conclusão desse estudo, esse capítulo foi dividido em quatro partes. A primeira delas aborda as significações do vinho e como elas se relacionam com o aumento de consumo

Leia mais

Migrando para o Outlook 2010

Migrando para o Outlook 2010 Neste guia Microsoft O Microsoft Outlook 2010 está com visual bem diferente, por isso, criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Leia-o para saber mais sobre as principais

Leia mais

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA Você deve ter em mente que este tutorial não vai te gerar dinheiro apenas por você estar lendo, o que você deve fazer e seguir todos os passos

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO 514502 INTRODUÇÃO AO DESIGN Conceituação e história do desenvolvimento do Design e sua influência nas sociedades contemporâneas no

Leia mais

Como deixar seu negócio on-line. Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO!

Como deixar seu negócio on-line. Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO! Como deixar seu negócio on-line Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO! A palavra de ordem das redes sociais é interação. Comparando a internet com outros meios de comunicação em massa como

Leia mais

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões MÍDIA KIT INTERNET Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões Segundo pesquisa da Nielsen IBOPE, até o 1º trimestre/2014 número 18% maior que o mesmo período de 2013. É a demonstração

Leia mais

ARKETING INTERNET SEO CRIATIVIDADE AGÊNCIA CRIAÇÃO

ARKETING INTERNET SEO CRIATIVIDADE AGÊNCIA CRIAÇÃO DESIGN CRIAÇÃO AGÊNCIA USABILIDA ARKETING INTERNET SEO DIGIT CRIATIVIDADE DESDE 1999 NO MERCADO, A M2BRNET É UMA AGÊNCIA DE MARKETING DIGITAL ESPECIALIZADA EM SOLUÇÕES PERSONALIZADAS. SI ARQ Desde 1999

Leia mais

CTRL-SHIFT DOCUMENTO DE GAME DESIGN DESENVOLVIDO POR HILGAMES

CTRL-SHIFT DOCUMENTO DE GAME DESIGN DESENVOLVIDO POR HILGAMES CTRL-SHIFT DOCUMENTO DE GAME DESIGN DESENVOLVIDO POR HILGAMES 1. Introdução CTRL-SHIFT é um jogo de puzzle, plataforma 2D e 3D ao mesmo tempo. O jogador navega por um cenário de plataformas 2D, e quando

Leia mais

Agência digital especializada na consultoria, design e desenvolvimento de projetos de internet

Agência digital especializada na consultoria, design e desenvolvimento de projetos de internet Agência digital especializada na consultoria, design e desenvolvimento de projetos de internet Oferecemos ao mercado nossa experiência e metodologia amplamente desenvolvidas ao longo de 15 anos de experiência

Leia mais

10 regras para o sucesso dos seus concursos no Facebook

10 regras para o sucesso dos seus concursos no Facebook Livro branco 10 regras para o sucesso dos seus concursos no Facebook 07/ 2014 www.kontestapp.com Introdução Facebook se tornou incontestavelmente a rede social mais popular do mundo. Com 1 bilhão de usuários

Leia mais

Introdução. Pra quem é esse ebook?

Introdução. Pra quem é esse ebook? Introdução Se você está lendo esse ebook é porque já conhece o potencial de resultados que o marketing digital e o delivery online podem trazer para a sua pizzaria. Bem como também deve saber que em pouco

Leia mais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Introdução O Brasil já tem 4,7 milhões de microempreendedores individuais, segundo dados de janeiro de 2015 da Receita

Leia mais

JOOPP O construtor de sites mais rápido do mundo!

JOOPP O construtor de sites mais rápido do mundo! O construtor de sites mais rápido do mundo! DIFERENÇAS ENTRE PÁGINA DO FACEBOOK (FANPAGE) E PERFIL Página no Facebook (Fanpage) Fanpage é uma página no facebook própria para empresas; Vantagens: Pode ser

Leia mais

com seu consumidores e seu fornecedores. Trazemos para aqui 40 dicas que vão ajudar no amadurecimento, crescimento e no sucesso da sua loja.

com seu consumidores e seu fornecedores. Trazemos para aqui 40 dicas que vão ajudar no amadurecimento, crescimento e no sucesso da sua loja. Com a consolidação do comércio eletrônico no Brasil e mundo, fica cada vez mais claro e a necessidade de estar participando, e mais a oportunidade de poder aumentar suas vendas. Mas é claro que para entrar

Leia mais

APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo)

APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) APOSTILA DE EXEMPLO (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) 1 Índice Aula 1 - Área de trabalho e personalizando o sistema... 3 A área de trabalho... 3 Partes da área de trabalho.... 4 O Menu Iniciar:...

Leia mais

Game Design e Tecnologia na Incubadora

Game Design e Tecnologia na Incubadora Game Design e Tecnologia na Incubadora INCUBADORA versão final Introdução Inspirado em jogos de simulação como The Sims, INCUBADORA versão final é um espetáculo-jogo, que promove a reflexão sobre os modos

Leia mais

O Design. Benefícios:

O Design. Benefícios: Design, Não é um artigo de luxo que só as grandes empresas podem alcançar. É um investimento de ótimo custo benefício, que pode trazer resultados importantes para sua empresa em diversos níveis. Nenhuma

Leia mais

Imagem corporativa e as novas mídias

Imagem corporativa e as novas mídias Imagem corporativa e as novas mídias Ellen Silva de Souza 1 Resumo: Este artigo irá analisar a imagem corporativa, mediante as novas e variadas formas de tecnologias, visando entender e estudar a melhor

Leia mais

NOVAS PRÁTICAS NA EDUCAÇÃO: O USO DE JOGOS DIGITAIS PARA FORTALECER A APRENDIZAGEM 1

NOVAS PRÁTICAS NA EDUCAÇÃO: O USO DE JOGOS DIGITAIS PARA FORTALECER A APRENDIZAGEM 1 NOVAS PRÁTICAS NA EDUCAÇÃO: O USO DE JOGOS DIGITAIS PARA FORTALECER A APRENDIZAGEM 1 Grazielle Santos SILVA (PUC-MG) 2 Lívia Dutra JUSTINO (PUC-MG) 3 Resumo em português Apesar de o senso comum associar

Leia mais

Ferramentas desenvolvidas internamente não atendem às necessidades de crescimento, pois precisam estar sendo permanentemente aperfeiçoadas;

Ferramentas desenvolvidas internamente não atendem às necessidades de crescimento, pois precisam estar sendo permanentemente aperfeiçoadas; APRESENTAÇÃO O Myself é um sistema de gerenciamento de conteúdo para websites desenvolvido pela Genial Box Propaganda. Seu grande diferencial é permitir que o conteúdo de seu website possa ser modificado

Leia mais

Questão em foco: Colaboração de produto 2.0. Uso de técnicas de computação social para criar redes sociais corporativas

Questão em foco: Colaboração de produto 2.0. Uso de técnicas de computação social para criar redes sociais corporativas Questão em foco: Colaboração de produto 2.0 Uso de técnicas de computação social para criar redes sociais corporativas Tech-Clarity, Inc. 2009 Sumário Sumário... 2 Introdução à questão... 3 O futuro da

Leia mais

Política de Comunicação Integrada

Política de Comunicação Integrada Política de Comunicação Integrada agosto 2009 Política de Comunicação Integrada Política de Comunicação Integrada 5 1. Objetivos Promover a comunicação integrada entre as empresas Eletrobras e dessas

Leia mais

Política de Comunicação Integrada

Política de Comunicação Integrada Política de Comunicação Integrada agosto 2009 Política de Comunicação Integrada 4 1 Objetivos Promover a comunicação integrada entre as empresas Eletrobras e dessas com os seus públicos de relacionamento,

Leia mais

Manual Laboratório. ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014

Manual Laboratório. ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014 2014 Manual Laboratório ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014 Sumário Acesso ao Sistema... 2 Menu Cadastros... 4 Cadastro de usuários... 4 Inclusão de Novo Usuário... 5 Alteração de usuários...

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO INTRODUÇÃO: As mídias sociais estão cada vez mais presentes no dia-a-dia das pessoas, oferecendo soluções e transformando as relações pessoais e comerciais.

Leia mais

Bom dia, você! Parabéns por ter baixado essa super oportunidade!

Bom dia, você! Parabéns por ter baixado essa super oportunidade! 23/01/13 E-BOOK - Como ganhar dinheiro usando o facebook! Bom dia, você! Parabéns por ter baixado essa super oportunidade! Hoje é o dia que VOCÊ vai descobrir a melhor oportunidade da sua vida agora, neste

Leia mais

Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 25 20/03/2015. Big Data Analytics:

Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 25 20/03/2015. Big Data Analytics: Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 25 20/03/2015 Big Data Analytics: Como melhorar a experiência do seu cliente Anderson Adriano de Freitas RESUMO

Leia mais

CONSTRUINDO UM JOGO EDUCATIVO UTILIZANDO O SOFTWARE DE AUTORIA ADOBE FLASH

CONSTRUINDO UM JOGO EDUCATIVO UTILIZANDO O SOFTWARE DE AUTORIA ADOBE FLASH CONSTRUINDO UM JOGO EDUCATIVO UTILIZANDO O SOFTWARE DE AUTORIA ADOBE FLASH Francielly Falcão da Silva¹, Samuel Carlos Romeiro Azevedo Souto², Mariel José Pimentel de Andrade³ e Alberto Einstein Pereira

Leia mais

4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games

4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games 4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games Este Capítulo apresenta o levantamento realizado dos cursos de nível superior no Brasil voltados para a formação de Designers de

Leia mais

E-books. Guia para Facebook Ads. Sebrae

E-books. Guia para Facebook Ads. Sebrae E-books Sebrae Marketing e Vendas Guia para Facebook Ads Por que investir no facebook Ads? Tipos de anúncios Como funciona o sistema de pagamentos Criando anúncios Métricas Autor Felipe Orsoli 1 SUMÁRIO

Leia mais

O que é comunicação visual?

O que é comunicação visual? artesanato Boletim comunicação visual para o artesanato O que é comunicação visual? Esse meio de comunicação, muitas vezes, é melhor do que o escrito, principalmente quando se deseja utilizar a mensagem

Leia mais

http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS

http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS Constantemente, somos bombardeados por incontáveis conteúdos visuais. Imagens ilustram websites, redes sociais, folders,

Leia mais

Capítulo 1 - Introdução 14

Capítulo 1 - Introdução 14 1 Introdução Em seu livro Pressman [22] define processo de software como um arcabouço para as tarefas que são necessárias para construir software de alta qualidade. Assim, é-se levado a inferir que o sucesso

Leia mais

NCR CONNECTIONS. CxBanking

NCR CONNECTIONS. CxBanking CxBanking NCR CONNECTIONS Nossa soluc a o multicanal permite aos bancos implementar rapidamente servic os empresariais personalizados em canais fi sicos e digitais. Um guia de soluções da NCR Visão geral

Leia mais

Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos de Minas.

Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos de Minas. PALAVRA DO COORDENADOR Estimado, aluno(a): Seja muito bem-vindo aos Cursos Livres do UNIPAM. Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos

Leia mais

Como cultivar leads do Comitê de TI

Como cultivar leads do Comitê de TI BRASIL Como cultivar leads do Comitê de TI O marketing está ajudando ou atrapalhando? Confiança + Credibilidade devem ser CONQUISTADAS O profissional de marketing moderno conhece a importância de cultivar

Leia mais

Guia Definitivo de Ferramentas para Micro Empreendedores Individuais

Guia Definitivo de Ferramentas para Micro Empreendedores Individuais Guia Definitivo de Ferramentas para Micro Empreendedores Individuais Introdução O Brasil já tem 4,7 milhões de microempreendedores individuais, segundo dados de janeiro de 2015 da Receita Federal. O incentivo

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS Cultura Brasileira 1º PERÍODO O fenômeno cultural. Cultura(s) no Brasil. Cultura regional e

Leia mais

LEAS ONLINE: PROTÓTIPO DE UM JOGO DE MMORPG

LEAS ONLINE: PROTÓTIPO DE UM JOGO DE MMORPG LEAS ONLINE: PROTÓTIPO DE UM JOGO DE MMORPG Wesllen de Oliveira Delfino, Larissa Pavarini da Luz wesllendelfino@hotmail.com,larissa.luz01@fatec.sp.gov.br Projeto de Iniciação Científica Larissa Pavarini

Leia mais

Introdução ao Aplicativo de Programação LEGO MINDSTORMS Education EV3

Introdução ao Aplicativo de Programação LEGO MINDSTORMS Education EV3 Introdução ao Aplicativo de Programação LEGO MINDSTORMS Education EV3 A LEGO Education tem o prazer de trazer até você a edição para tablet do Software LEGO MINDSTORMS Education EV3 - um jeito divertido

Leia mais

Marcele Bastos. o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas. Fundamentos de marketing. o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing

Marcele Bastos. o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas. Fundamentos de marketing. o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas o Docente universitária na disciplina Fundamentos de marketing o 12 anos de experiência em comunicação

Leia mais

Estratégias em Propaganda e Comunicação

Estratégias em Propaganda e Comunicação Ferramentas Gráficas I Estratégias em Propaganda e Comunicação Tenho meu Briefing. E agora? Planejamento de Campanha Publicitária O QUE VOCÊ DEVE SABER NO INÍCIO O profissional responsável pelo planejamento

Leia mais

Manual do usuário (v 1.2.0) E-commerce

Manual do usuário (v 1.2.0) E-commerce Manual do usuário (v 1.2.0) E-commerce Sumário Acessando o sistema gerencial... 1 Enviando logomarca, banners e destaques... 1 Logomarca... 1 Destaques... 2 Banners... 3 Cadastrando produtos... 4 Embalagem...

Leia mais

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace.

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace. O Twitter Como Ferramenta de Divulgação Para As Empresas: Um Estudo De Caso do GREENPEACE 1 Jonathan Emerson SANTANA 2 Gustavo Guilherme da Matta Caetano LOPES 3 Faculdade Internacional de Curitiba - FACINTER

Leia mais

Jogos Eletrônicos. Aula 01 Jogos Eletrônicos e Game Design. Edirlei Soares de Lima

Jogos Eletrônicos. Aula 01 Jogos Eletrônicos e Game Design. Edirlei Soares de Lima <edirlei.lima@uniriotec.br> Jogos Eletrônicos Aula 01 Jogos Eletrônicos e Game Design Edirlei Soares de Lima Introdução O que é um jogo? Jogar uma bola contra uma parede pode ser considerado um jogo? Introdução

Leia mais

Manual do Usuário Android Neocontrol

Manual do Usuário Android Neocontrol Manual do Usuário Android Neocontrol Sumário 1.Licença e Direitos Autorais...3 2.Sobre o produto...4 3. Instalando, Atualizando e executando o Android Neocontrol em seu aparelho...5 3.1. Instalando o aplicativo...5

Leia mais

Sistemas de Informação James A. O Brien Editora Saraiva Capítulo 5

Sistemas de Informação James A. O Brien Editora Saraiva Capítulo 5 Para entender bancos de dados, é útil ter em mente que os elementos de dados que os compõem são divididos em níveis hierárquicos. Esses elementos de dados lógicos constituem os conceitos de dados básicos

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. para tv TV101

MANUAL DO USUÁRIO. para tv TV101 MANUAL DO USUÁRIO adaptador android para tv TV101 Índice Exibição do Produto 03 Instruções para Uso 03 Menu Principal 04 Configurações de Wi-Fi 04 Navegando por Arquivo ou Pasta 05 Conexão USB 06 Instalando/

Leia mais

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft.

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Introdução ao Microsoft Windows 7 O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Visualmente o Windows 7 possui uma interface muito intuitiva, facilitando a experiência individual do

Leia mais

ALGUNS DADOS DA INTERNET NO BRASIL. (11) 3522-5338 - www.cvsweb.com.br comercial@cvsweb.com.br

ALGUNS DADOS DA INTERNET NO BRASIL. (11) 3522-5338 - www.cvsweb.com.br comercial@cvsweb.com.br ALGUNS DADOS DA INTERNET NO BRASIL 2 + 67.500.000 + 67,5 MILHÕES DE INTERNAUTAS NO BRASIL FONTE: IBOPE/NIELSEN 58.290.000 58,2 MILHOES DE INTERNAUTAS NO BRASIL ACESSAM A INTERNET SEMANALMENTE -87% FONTE:

Leia mais

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof Odilon Zappe Jr Internet Internet Internet é o conglomerado de redes, em escala mundial de milhões de computadores interligados, que permite o acesso a informações e todo

Leia mais

Métodos de Avaliação para Sites de Entretenimento. Fabricio Aparecido Breve Prof. Orientador Daniel Weller

Métodos de Avaliação para Sites de Entretenimento. Fabricio Aparecido Breve Prof. Orientador Daniel Weller Métodos de Avaliação para Sites de Entretenimento Fabricio Aparecido Breve Prof. Orientador Daniel Weller 1 Introdução O objetivo deste trabalho é verificar a eficiência da Avaliação com o Usuário e da

Leia mais

Elementos essenciais para criar a Jornada do Cliente. para qualquer nível de profissional de marketing

Elementos essenciais para criar a Jornada do Cliente. para qualquer nível de profissional de marketing 3 Elementos essenciais para criar a Jornada do Cliente para qualquer nível de profissional de marketing Elementos essenciais para criar a Jornada do Cliente para qualquer nível de profissional de marketing

Leia mais

Sumário. 1 Tutorial: Blogs no Clickideia

Sumário. 1 Tutorial: Blogs no Clickideia 1 Tutorial: Blogs no Clickideia Sumário Introdução... 2 Objetivos... 2 Instruções para utilização do Tutorial... 2 Acesso ao Portal e a Home Blog... 3 Página Inicial da área do Blog... 4 Apresentação da

Leia mais

PLANEJAMENTO DE MARKETING ELETRÔNICO

PLANEJAMENTO DE MARKETING ELETRÔNICO Instituto FA7 IBMEC MBA em Marketing Disciplina: Professor: Turma: Equipe: Marketing Eletrônico Renan Barroso Marketing II - Fortaleza Ana Hilda Sidrim, Ana Carolina Danziger PLANEJAMENTO DE MARKETING

Leia mais

Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0

Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0 Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0 Adriano Lima Belo Horizonte 2011 SUMÁRIO Apresentação... 3 Acesso ao Ambiente Virtual de Aprendizagem AVA ESP-MG... 3 Programação do curso no AVA-ESPMG

Leia mais

Usando Ferramentas de Busca

Usando Ferramentas de Busca Web Marketing Usando Ferramentas de Busca Marcelo Silveira Novatec Editora Ltda. www.novateceditora.com.br 1 Conhecendo o cenário de pesquisas na Internet Este capítulo apresenta uma visão geral sobre

Leia mais

Roteiro A/V Quinto Tratamento WEBSITES. Por Best Web Fast. Best Web FAst. vídeo de animação 3D duração 3 minutos

Roteiro A/V Quinto Tratamento WEBSITES. Por Best Web Fast. Best Web FAst. vídeo de animação 3D duração 3 minutos Roteiro A/V Quinto Tratamento WEBSITES Por Best Web Fast Best Web FAst vídeo de animação 3D duração 3 minutos são paulo, 16 de outubro de 2014 1 websites vinheta BEST WEB FAST em seguida letterings:websites

Leia mais

E-books. Guia completo de como criar uma Página no Facebook. Sebrae

E-books. Guia completo de como criar uma Página no Facebook. Sebrae E-books Sebrae Marketing e Vendas Guia completo de como criar uma Página no Facebook Como começar Criando uma Página Conhecendo a Página Configurações iniciais Estabelecendo conversas Autor Felipe Orsoli

Leia mais

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Marketing Digital de resultado para Médias e Pequenas Empresas Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Ferramentas e experimentos para conseguir melhores resultados

Leia mais

Capítulo 2 Introdução à ferramenta Flash

Capítulo 2 Introdução à ferramenta Flash Capítulo 2 Introdução à ferramenta Flash Índice 1. O uso da ferramenta Flash no projeto RIVED.... 1 2. História do Flash... 4 1. O uso da ferramenta Flash no projeto RIVED. É importante, antes de iniciarmos

Leia mais

10 regras para o sucesso dos seus concursos no Facebook

10 regras para o sucesso dos seus concursos no Facebook 10 regras para o sucesso dos seus concursos no Facebook www.kontestapp.com 11/2012 Introdução Facebook se tornou incontestavelmente a rede social mais popular do mundo. Com 1 bilhão de usuários dos quais

Leia mais

CURSOS OFERECIDOS. seus objetivos e metas. E também seus elementos fundamentais de Administração, como: PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO E CONTROLE.

CURSOS OFERECIDOS. seus objetivos e metas. E também seus elementos fundamentais de Administração, como: PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO E CONTROLE. CURSOS OFERECIDOS Access 2007 Aproximadamente 20 horas O aluno aprenderá criar Banco de Dados de forma inteligente, trabalhar com estoques, número de funcionários, clientes etc. Conhecerá ferramentas aprimoradas

Leia mais

Arquitetura de Informação

Arquitetura de Informação Arquitetura de Informação Ferramentas para Web Design Prof. Ricardo Ferramentas para Web Design 1 Arquitetura de Informação? Ferramentas para Web Design 2 Arquitetura de Informação (AI): É a arte de expressar

Leia mais

Desde 2008. Mídia Kit 2015. encontrasãopaulo. www.encontrasaopaulo.com.br

Desde 2008. Mídia Kit 2015. encontrasãopaulo. www.encontrasaopaulo.com.br Desde 2008 Mídia Kit 2015 encontrasãopaulo www.encontrasaopaulo.com.br Introdução O Mídia Kit 2015 do guia online Encontra São Paulo tem o objetivo de contextualizar a atuação do site no segmento de buscas

Leia mais

DIFERENCIAIS SERVIÇOS. 1. Desenvolvimento De Sites Personalizados

DIFERENCIAIS SERVIÇOS. 1. Desenvolvimento De Sites Personalizados DIFERENCIAIS Acredito que o desenvolvimento de soluções para Internet não é um trabalho qualquer, deve-se ter certa experiência e conhecimento na área para projetar sistemas que diferenciem você de seu

Leia mais

Introdução à Arte da Ciência da Computação

Introdução à Arte da Ciência da Computação 1 NOME DA AULA Introdução à Arte da Ciência da Computação Tempo de aula: 45 60 minutos Tempo de preparação: 15 minutos Principal objetivo: deixar claro para os alunos o que é a ciência da computação e

Leia mais

Estudo Hábitos. Hábitos de uso e comportamento dos internautas nas mídias sociais e como as empresas podem melhorar sua atuação nas redes

Estudo Hábitos. Hábitos de uso e comportamento dos internautas nas mídias sociais e como as empresas podem melhorar sua atuação nas redes Estudo Hábitos 2012 Hábitos de uso e comportamento dos internautas nas mídias sociais e como as empresas podem melhorar sua atuação nas redes O estudo O Estudo Hábitos é realizado anualmente pela E.life

Leia mais

MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - NETAULA CURSOS DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PERFIL ALUNO

MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - NETAULA CURSOS DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PERFIL ALUNO MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - NETAULA CURSOS DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PERFIL ALUNO MANUAL NETAULA PERFIL ALUNO Caro aluno da EAD da ULBRA Para você ter acesso às salas das disciplinas ofertadas

Leia mais

O QUE É AUTOMAÇÃO DE MARKETING?

O QUE É AUTOMAÇÃO DE MARKETING? O QUE É AUTOMAÇÃO DE MARKETING? AUTOMAÇÃO DE MARKETING AJUDA A Fechar mais negócios Atrair mais potenciais clientes Entregue mais clientes já qualificados para a equipe de vendas e feche mais negócios

Leia mais

Um curso multimídia de empreendedorismo para 7 milhões de mulheres da nova classe média

Um curso multimídia de empreendedorismo para 7 milhões de mulheres da nova classe média Um curso multimídia de empreendedorismo para 7 milhões de mulheres da O empreendedorismo no milhões de empresas individuais ou microempresas serão criadas até 2015 (hoje são 6 milhões) 17,5% é a taxa

Leia mais

. Indice. 1 Introdução. 2 Quem Somos. 3 O que Fazemos. 4 Planejamento. 5 Serviços. 6 Cases. 9 Conclusão

. Indice. 1 Introdução. 2 Quem Somos. 3 O que Fazemos. 4 Planejamento. 5 Serviços. 6 Cases. 9 Conclusão . Indice 1 Introdução 2 Quem Somos 3 O que Fazemos 4 Planejamento 5 Serviços 6 Cases 9 Conclusão . Introdução 11 Segundo dados de uma pesquisa Ibope de 2013, o Brasil ocupa a terceira posição em quantidade

Leia mais

1 Introdução. 1.1 A Nova Era Digital

1 Introdução. 1.1 A Nova Era Digital 11 1 Introdução Com o advento da nova era da internet, conhecida com web 2.0, e o avanço das tecnologias digitais, o consumidor passa a ter maior acesso à informação bem como à facilidade de expressar

Leia mais

OneDrive: saiba como usar a nuvem da Microsoft

OneDrive: saiba como usar a nuvem da Microsoft OneDrive: saiba como usar a nuvem da Microsoft O OneDrive é um serviço de armazenamento na nuvem da Microsoft que oferece a opção de guardar até 7 GB de arquivos grátis na rede. Ou seja, o usuário pode

Leia mais

ANIMAÇÕES WEB AULA 2. conhecendo a interface do Adobe Flash. professor Luciano Roberto Rocha. www.lrocha.com

ANIMAÇÕES WEB AULA 2. conhecendo a interface do Adobe Flash. professor Luciano Roberto Rocha. www.lrocha.com ANIMAÇÕES WEB AULA 2 conhecendo a interface do Adobe Flash professor Luciano Roberto Rocha www.lrocha.com O layout do programa A barra de ferramentas (tools) Contém as ferramentas necessárias para desenhar,

Leia mais

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Marketing Digital de resultado para Médias e Pequenas Empresas Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Ferramentas e experimentos para conseguir melhores resultados

Leia mais

AMBIENTES ONLINE: que formato tem o ambiente que os jovens procuram online?

AMBIENTES ONLINE: que formato tem o ambiente que os jovens procuram online? AMBIENTES ONLINE: que formato tem o ambiente que os jovens procuram online? Edgar Marcucci Reis 1 Jéssica Naiara dos Santos Batista 2 Resumo: O artigo apresenta uma visão sobre os ambientes online encontrados

Leia mais

Manual Easy Chat Data de atualização: 20/12/2010 16:09 Versão atualizada do manual disponível na área de download do software.

Manual Easy Chat Data de atualização: 20/12/2010 16:09 Versão atualizada do manual disponível na área de download do software. 1 - Sumário 1 - Sumário... 2 2 O Easy Chat... 3 3 Conceitos... 3 3.1 Perfil... 3 3.2 Categoria... 4 3.3 Ícone Específico... 4 3.4 Janela Específica... 4 3.5 Ícone Geral... 4 3.6 Janela Geral... 4 4 Instalação...

Leia mais