GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Núbia de Andrade. ALUNO(a): Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Núbia de Andrade. ALUNO(a): Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:"

Transcrição

1 GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSORA: Núbia de Andrade DISCIPLINA:QUÌMICA SÉRIE: 2º ALUNO(a): Entrega dia 20/08/2016 No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: - É fundamental a apresentação de uma lista legível, limpa e organizada. Rasuras podem invalidar a lista. - Nas questões que exigem cálculos eles deverão ser apresentados na lista para que possam ser corrigidos. - Questões discursivas deverão ser respondidas na própria lista. - Não há necessidade de folhas em anexo, todas as respostas serão exclusivamente na lista. - O não atendimento a algum desses itens faculta ao professor o direito de desconsiderar a lista. - A lista deve ser feita a caneta, somente os cálculos podem ser a lápis. 1. (MACK SP) Considerando o diagrama da reação genérica A + B C + D, fazem-se as afirmações: I. a reação é exotérmica. II. o H da reação direta é igual a 15 kcal/mol. III. a energia de ativação da reação direta é igual a + 25 kcal/mol. IV. a reação direta ocorre com absorção de calor. São corretas, somente: a) I, II e III. b) I e III. c) III e IV. d) II e IV. e) I e II. 2. (UNIRIO RJ) Yves Chauvin, ganhador do prêmio Nobel de química de 2005 contribuiu intensamente para a área da catálise. (...) Entre os processos por ele estudados estão o de produção de olefinas e a catálise homogênea, que permitiu a realização de reações bastante seletivas e a substituição de catalisadores prejudiciais ao meio ambiente. Ciência Hoje, 2005 Os catalisadores são substâncias que a) diminuem a velocidade da reação, ao aumentarem a energia de ativação do sistema. b) aceleram a velocidade da reação química, ao reagirem com os reagentes da reação.

2 c) diminuem a velocidade da reação química, ao anularem a energia de ativação da reação. d) estão sempre no mesmo estado físico das substâncias participantes da reação. e) aceleram a velocidade da reação química, ao diminuir a energia de ativação do sistema. 3. (UFRJ)A figura a seguir apresenta a variação da entalpia ao longo do caminho de uma reação. a) Determine o valor da entalpia desta reação, classificando-a como endotérmica ou exotérmica. b) Explique qual o efeito de um catalisador sobre a energia de ativação e sobre a entalpia da reação. 4. (UDESC SC) A parte da química que estuda a velocidade com que as reações ocorrem é denominada Cinética Química. Assinale a alternativa correta, considerando os fatores que influem na velocidade de uma reação. a) O catalisador diminui a energia de ativação, diminuindo a velocidade de reação, sem ser consumido durante a reação. b) Quanto maior a temperatura, menor será a velocidade da reação. c) Aumentando a concentração dos reagentes há uma tendência maior no aumento da velocidade de reação. d) Quanto maior a superfície de contato, menor a velocidade de reação. e) Quanto maior a energia de ativação, maior será a velocidade de reação. 5. (UNESP SP) As velocidades das reações químicas podem ser aumentadas pelo aumento da temperatura; a altas temperaturas, mais moléculas possuem energia maior que a energia de ativação da reação. A velocidade de uma reação também pode ser acelerada pelo uso de um catalisador. a) O que são catalisadores homogêneos e catalisadores heterogêneos? b) Explique a ação de um catalisador numa reação química.

3 6. (UFC CE) Assinale a alternativa que apresenta, na seqüência, os termos adequados para o correto preenchimento das lacunas abaixo. De uma reação química participam espécies denominadas de, que reagem entre si. Entre elas deve ocorrer, formando o que se chama de, para originar os produtos. Como a velocidade das colisões é profundamente afetada pela das partículas, quanto maior a temperatura, maior será o número de choques efetivos. a) complexos ativados, reação, intermediário, agitação térmica. b) catalisadores, mudança de estado, complexo ativado, pressão. c) reagentes, complexo ativado, choque efetivo, agitação térmica. d) reagentes, choque efetivo, complexo ativado, agitação térmica. e) reagentes, diferença de temperatura, agitação térmica, concentração. 7. (UFU MG) Conceituar energia de ativação e colisão efetiva de acordo com a teoria das colisões. 8. (Fuvest SP) Para remover uma mancha de um prato de porcelana fez-se o seguinte: cobriuse a mancha com meio copo de água fria, adicionaram-se algumas gotas de vinagre e deixou-se por uma noite. No dia seguinte a mancha havia clareado levemente. Usando apenas água e vinagre, sugira duas alterações no procedimento, de tal modo que a remoção da mancha possa ocorrer em menor tempo. Justifique cada uma das alterações propostas. TEXTO: 1 - Comum à questão: 9 O mel contém uma mistura complexa de carboidratos, enzimas, aminoácidos, ácidos orgânicos, minerais etc. O teor de carboidratos no mel é de cerca de 70% da massa de mel, sendo a glicose e a frutose os açúcares em maior proporção. A acidez do mel é atribuída à ação da enzima glucose oxidase presente no mel, que transforma a glicose em ácido glucônico e H 2 O (UFJF MG) As enzimas são altamente específicas e constituem os catalisadores biológicos. Qual é a função do catalisador, glucose oxidase, na reação de formação do peróxido? 10. (UDESC SC) Considere as seguintes etapas de uma reação: Etapa 1: NO 2 (g) + NO 2 (g) NO 3 (g) + NO(g) (lenta) Etapa 2: NO 3 (g) + CO(g) NO 2 (g) + CO 2 (g) (rápida) Assinale a alternativa incorreta. a) A expressão da velocidade de reação pode ser escrita como v = k[no 2 ][NO 2 ]. b) A expressão da velocidade de reação pode ser escrita como v = k[no 2 ] 2. c) A velocidade da reação depende da primeira etapa. d) A velocidade da reação é sempre governada pela última etapa. e) A equação global da reação é NO 2 (g) + CO(g) NO(g) + CO 2 (g).

4 verdadeiras. 11. (UFPR) Sobre o diagrama abaixo, referente à reação A + B C + D, considere as afirmativas a seguir: Energia Potencial (kj) A + B sentido da reação I. O processo é exotérmico. II. Na reação, H = -250 kj. III. A energia de ativação vale +120 kj. Assinale a alternativa correta. a) Somente as afirmativas I e III são verdadeiras. b) Somente a afirmativa I é verdadeira. c) Somente as afirmativas I e II são verdadeiras. d) Somente as afirmativas II e III são verdadeiras. e) Todas as afirmativas são verdadeiras. C + D 12. (PUC MG) O diagrama energético a seguir representa uma reação química realizada na presença e na ausência de catalisador. É CORRETO afirmar que, na presença de catalisador, a energia de ativação da reação é: a) 10 kj b) 15 kj c) 25 kj d) 40 Kj 13. (MACK SP) Considerando o diagrama da reação genérica A + B C + D, fazem-se as afirmações: I. a reação é exotérmica.

5 II. o H da reação direta é igual a 15 kcal/mol. III. a energia de ativação da reação direta é igual a + 25 kcal/mol. IV. a reação direta ocorre com absorção de calor. São corretas, somente: a) I, II e III. b) I e III. c) III e IV. d) II e IV. e) I e II (UNIRIO RJ) Yves Chauvin, ganhador do prêmio Nobel de química de 2005 contribuiu intensamente para a área da catálise. (...) Entre os processos por ele estudados estão o de produção de olefinas e a catálise homogênea, que permitiu a realização de reações bastante seletivas e a substituição de catalisadores prejudiciais ao meio ambiente. Ciência Hoje, 2005 Os catalisadores são substâncias que a) diminuem a velocidade da reação, ao aumentarem a energia de ativação do sistema. b) aceleram a velocidade da reação química, ao reagirem com os reagentes da reação. c) diminuem a velocidade da reação química, ao anularem a energia de ativação da reação. d) estão sempre no mesmo estado físico das substâncias participantes da reação. e) aceleram a velocidade da reação química, ao diminuir a energia de ativação do sistema (UFRJ)A figura a seguir apresenta a variação da entalpia ao longo do caminho de uma reação. a) Determine o valor da entalpia desta reação, classificando-a como endotérmica ou exotérmica. b) Explique qual o efeito de um catalisador sobre a energia de ativação e sobre a entalpia da reação (UDESC SC) A parte da química que estuda a velocidade com que as reações ocorrem é denominada Cinética Química. Assinale a alternativa correta, considerando os fatores que influem na velocidade de uma reação. a) O catalisador diminui a energia de ativação, diminuindo a velocidade de reação, sem ser consumido durante a reação. b) Quanto maior a temperatura, menor será a velocidade da reação. c) Aumentando a concentração dos reagentes há uma tendência maior no aumento da velocidade de reação. d) Quanto maior a superfície de contato, menor a velocidade de reação. e) Quanto maior a energia de ativação, maior será a velocidade de reação. 17. (UEPG PR) O gráfico abaixo representa uma reação genérica na ausência e presença de um catalisador. Considerando que A + B são os reagentes e que C + D são os produtos, assinale o que for correto.

6 01. Sem catalisador, a energia do complexo ativado para que a reação direta se efetive é igual a 120 kcal. 02. Sem catalisador, a energia inicial para que a reação inversa se efetive é igual a 100 kcal. 04. Com catalisador, a energia de ativação da reação direta é igual a 40 kcal, e na ausência de catalisador, a energia de ativação direta é igual a 70 kcal. 08. Com catalisador, a energia de ativação da reação inversa é igual a 70 kcal. 16. O H da reação direta é igual a +30 kcal, enquanto o H da reação inversa é 30 kcal. 18. (UFG GO) Uma das formas de representar mecanismos de reações químicas é apresentado no gráfico a seguir, que representa as várias etapas de uma reação. De acordo com esse gráfico, a) o uso de um catalisador aumentará a energia liberada pela reação. b) o uso de um catalisador diminuirá a energia liberada pela reação. c) o uso do catalisador, para aumentar a velocidade da reação, é mais efetivo na segunda etapa. d) a primeira etapa é a que determina a velocidade da reação. e) a terceira etapa é a que determina a velocidade da reação. 19. (UFU MG) Considere o diagrama de energia a seguir. Ele representa uma reação química que se processa na ausência (I) e na presença (II) de catalisador. Marque a alternativa correta a) A energia de ativação com catalisador é maior do que aquela sem catalisador. b) Quanto menor for a energia de ativação, menor será a velocidade da reação química. c) A entalpia do complexo ativado é alterada na reação com catalisador. Esse processo forma um complexo ativado com energia menor do que aquele formado na reação sem catalisador.

7 d) A reação é endotérmica, pois o conteúdo energético dos produtos é menor do que o conteúdo energético dos reagentes. 20. (UNESP SP) As figuras representam esquematicamente dois tempos (t) da reação entre os gases H 2 e Cl 2. Nelas encontram-se representadas pictoricamente as relações entre as quantidades das moléculas de reagentes e produto envolvidas. Assinale a alternativa cujo gráfico melhor descreve a cinética da reação. a) b) c) d) e)

8

Lista de Exercícios 4 Bimestre

Lista de Exercícios 4 Bimestre X Z W 82Pb 83Bi 84Po 206 82Pb Considerando as informações fornecidas, pode-se afirmar que as radiações emitidas, x, z e w, correspondem, respectivamente, às radiações a) beta, beta e alfa. b) beta, gama

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Núbia de Andrade. ALUNO(a): Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Núbia de Andrade. ALUNO(a): Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSORA: Núbia de Andrade DISCIPLINA:QUÌMICA SÉRIE: 3º ALUNO(a): Entrega dia 16/09/2016 No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes

Leia mais

Aula 14 Cinética Química

Aula 14 Cinética Química Aula 14 Cinética Química Cinética química é a parte da físico-química que estuda a velocidade (rapidez) de uma reação química, bem como quais fatores que a influenciam. No nosso dia-a-dia em vários momentos

Leia mais

SOS QUÍMICA - O SITE DO PROFESSOR SAUL SANTANA.

SOS QUÍMICA - O SITE DO PROFESSOR SAUL SANTANA. SOS QUÍMICA - O SITE DO PROFESSOR SAUL SANTANA. QUESTÕES LISTA DE EXERCÍCIOS Cinética Química. 1) A tabela abaixo mostra a variação da massa de peróxido de hidrogênio que ocorre na reação de decomposição

Leia mais

GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: DISCIPLINA: SÉRIE: 2º. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: DISCIPLINA: SÉRIE: 2º. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: DISCIPLINA: SÉRIE: 2º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: - É fundamental a apresentação

Leia mais

Colégio João Paulo I. Questões complementares de Cinética Química. Prof. Cristiano Rupp

Colégio João Paulo I. Questões complementares de Cinética Química. Prof. Cristiano Rupp Colégio João Paulo I Questões complementares de Cinética Química Prof. Cristiano Rupp 1- A quimotripsina é uma enzima que catalisa a clivagem heterolítica das ligações peptídicas, processo que faz parte

Leia mais

01) (FESP-PE) Considere a equação:

01) (FESP-PE) Considere a equação: 01) (FESP-PE) Considere a equação: 2 N 2O 5(g) 4 NO 2(g) + O 2(g) Admita que a formação de O2 tem uma velocidade média constante e igual a 0,05 mol/s. A massa de NO 2 formada em 1 min é: (Massas atômicas:

Leia mais

Concentração dos reagentes Quanto maior a concentração dos reagentes, maior a velocidade da reação.

Concentração dos reagentes Quanto maior a concentração dos reagentes, maior a velocidade da reação. Setor 3306 Aula 20 Lei da velocidade das reações Complemento. As reações químicas podem ocorrer nas mais diferentes velocidades. Existem reações tão lentas que levam milhares de anos para ocorrer, como

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO E.E. ARACY EUDOCIAK

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO E.E. ARACY EUDOCIAK Conteúdo 14 Cinética Química CINÉTICA QUÍMICA É à parte da química que estuda a maior ou menor rapidez com que uma reação química ocorre e os fatores que a influenciam. Este estudo é importante para o

Leia mais

ENERGIA = ENTALPIA (H)

ENERGIA = ENTALPIA (H) Cinética Química ENERGIA = ENTALPIA (H) Reações Endotérmicas: absorvem calor do meio ambiente, onde a entalpia dos produtos é maior que a dos reagentes. Quando ocorre absorção de energia, a quantidade

Leia mais

C n i é n t é i t c i a

C n i é n t é i t c i a Cinética Velocidade Média A velocidade média de consumo de um reagente ou de formação de um produto é calculada em função da variação da quantidade de reagentes e produtos pela variação do tempo. Vm =

Leia mais

CINÉTICA QUÍMICA PROFª SIMONE

CINÉTICA QUÍMICA PROFª SIMONE elocidade das reações e os fatores que a influenciam CINÉTICA QUÍMICA PROFª SIMONE 2 NaN 3(s) 2 Na (s) + 3 N 2(g) 2 Fe (s) + 3/2 O 2(g) Fe 2 O 3 (s) Gás que infla o airbag ELOCIDADE MÉDIA Ferrugem Tempo=

Leia mais

Lista de Exercícios Lei de Hess, Cinética Química e Equilíbrio Químico Prof. Benfica

Lista de Exercícios Lei de Hess, Cinética Química e Equilíbrio Químico Prof. Benfica Lista de Exercícios Lei de Hess, Cinética Química e Equilíbrio Químico Prof. Benfica 1) A entalpia da reação (I) não pode ser medida diretamente em um calorímetro porque a reação de carbono com excesso

Leia mais

Escola Estadual Antunes de Andrade CINÉTICA QUÍMICA

Escola Estadual Antunes de Andrade CINÉTICA QUÍMICA Escola Estadual Antunes de Andrade CINÉTICA QUÍMICA Sidrolândia, MS, 2013 Escola Estadual Sidrônio Antunes de Andrade Estudantes: Thaís Silva e Giovani N : 45 e 15 1 - CINÉTICA QUÍMICA Existe um ramo na

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Núbia de Andrade. DISCIPLINA:Química SÉRIE: 3º. ALUNO(a): Lista de Exercícios P1 I Bimestre

GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Núbia de Andrade. DISCIPLINA:Química SÉRIE: 3º. ALUNO(a): Lista de Exercícios P1 I Bimestre GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSORA: Núbia de Andrade DISCIPLINA:Química SÉRIE: 3º ALUNO(a): Lista de Exercícios P1 I Bimestre No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente

Leia mais

Química. Professor Duda 27/03/2013. Aluno (a): e) Nos três experimentos após o término da reação, foi obtida a mesma quantidade de amônia.

Química. Professor Duda 27/03/2013. Aluno (a): e) Nos três experimentos após o término da reação, foi obtida a mesma quantidade de amônia. Química Professor Duda 06 Aluno (a): 27/03/2013 01 - (UEG GO) Durante a manifestação das reações químicas, ocorrem variações de energia. A quantidade de energia envolvida está associada às características

Leia mais

PROFESSORA: Núbia de Andrade. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

PROFESSORA: Núbia de Andrade. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSORA: Núbia de Andrade DISCIPLINA:Química SÉRIE:3º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: - É fundamental

Leia mais

TAREFA DA SEMANA DE 31 DE MARÇO A 04 DE ABRIL

TAREFA DA SEMANA DE 31 DE MARÇO A 04 DE ABRIL TAREFA DA SEMANA DE 31 DE MARÇO A 04 DE ABRIL QUÍMICA 3ª SÉRIE 1. (Udesc) Considere que um prego é fabricado apenas com o metal Fe. Se este prego entrar em contato com uma solução aquosa de HC, irá acontecer

Leia mais

PAG Química Cinética 1.

PAG Química Cinética 1. 1. 2. 3. errata: a reação é em mais de uma etapa, os gráficos devem apresentar pelo menos duas!! 4. 5. Explique se cada uma das alternativas abaixo é correta ou não, para reações químicas que ocorrem

Leia mais

Química Geral e Inorgânica. QGI0001 Eng a. de Produção e Sistemas Prof a. Dr a. Carla Dalmolin. Cinética Química

Química Geral e Inorgânica. QGI0001 Eng a. de Produção e Sistemas Prof a. Dr a. Carla Dalmolin. Cinética Química Química Geral e Inorgânica QGI0001 Eng a. de Produção e Sistemas Prof a. Dr a. Carla Dalmolin Cinética Química Cinética Química É a área da química que está preocupada com a velocidade das reações químicas.

Leia mais

Exercícios sobre Equilíbrio químico

Exercícios sobre Equilíbrio químico Exercícios sobre Equilíbrio químico 01 - (Ueg GO) Baseado na charge e em seus conhecimentos sobre Química, responda ao que se pede. a) Caso o cientista tivesse misturado quantidades adequadas de ácido

Leia mais

CINÉTICA QUÍMICA TUTOR: LUIZ EDUARDO NOCHI DISCIPLINA: QUÍMICA (FÍSICO QUÍMICA) CURSO ALCANCE (TURMA A E B ) DATA: 17/09/2016

CINÉTICA QUÍMICA TUTOR: LUIZ EDUARDO NOCHI DISCIPLINA: QUÍMICA (FÍSICO QUÍMICA) CURSO ALCANCE (TURMA A E B ) DATA: 17/09/2016 CINÉTICA QUÍMICA TUTOR: LUIZ EDUARDO NOCHI DISCIPLINA: QUÍMICA (FÍSICO QUÍMICA) CURSO ALCANCE (TURMA A E B ) DATA: 17/09/2016 O QUE É CINÉTICA QUÍMICA? É a área da química que estuda a velocidade das reações

Leia mais

Cinética Química. Prof. Alexandre D. Marquioreto

Cinética Química. Prof. Alexandre D. Marquioreto Prof. Alexandre D. Marquioreto Estuda as velocidades, mecanismos e os fatores que podem interferir nas reações químicas. Lentas Reações Químicas Rápidas Reação Rápida Cinética Química Faísca 2 H 2(g) +

Leia mais

Cinética Química. Prof. Alex Fabiano C. Campos. Rapidez Média das Reações

Cinética Química. Prof. Alex Fabiano C. Campos. Rapidez Média das Reações Cinética Química Prof. Alex Fabiano C. Campos Rapidez Média das Reações A cinética é o estudo da rapidez com a qual as reações químicas ocorrem. A rapidez de uma reação pode ser determinada pela variação

Leia mais

CINÉTICA QUÍMICA. Obs.: a variação da quantidade deverá ser sempre um valor positivo, então ela deverá ser em módulo. 1.

CINÉTICA QUÍMICA. Obs.: a variação da quantidade deverá ser sempre um valor positivo, então ela deverá ser em módulo. 1. CINÉTICA QUÍMICA 1. Introdução O Conhecimento e o estudo da velocidade das reações, além de ser muito importante em termos industriais, também está relacionado ao nosso dia-adia, verificamos que há algumas

Leia mais

TERMOQUÍMICA. EXOTÉRMICAS: São aquelas reações que ocorrem liberando calor para o meio ambiente.

TERMOQUÍMICA. EXOTÉRMICAS: São aquelas reações que ocorrem liberando calor para o meio ambiente. TERMOQUÍMICA As transformações sofridas pela matéria são, quase sempre, acompanhadas por absorção ou liberação de energia. Esta energia é estudada pela TERMOQUÍMICA. As reações químicas, quanto ao calor

Leia mais

ocorridas na concentração dos participantes das reações em função do tempo:

ocorridas na concentração dos participantes das reações em função do tempo: CINÉTICA QUÍMICA Fala Gás Nobre! Preparado para reagir? Então vamos para mais um resumo de química! Você já parou pra pensar, que a velocidade com que as reações químicas acontecem, podem estar relacionadas

Leia mais

Cinética Química 17/04/17. V m h. Prof. Xuxu. Velocidade das reações químicas. Velocidade das reações químicas. Velocidade Média. Hora da saída: 11:45

Cinética Química 17/04/17. V m h. Prof. Xuxu. Velocidade das reações químicas. Velocidade das reações químicas. Velocidade Média. Hora da saída: 11:45 Seja Bem-indo a Goiânia elocidade Média Cinética Química Hora da saída: 11:45 Δd 40km m 40 km Δt 1h h Distância Hidrolândia: 40 km Seja Bem-indo a Hidrolândia Prof. Xuxu Hora da chegada: 12:45 elocidade

Leia mais

MARATONA PISM III 2016 PROFESSOR: ALEXANDRE FIDELIS BLACK LICENCIADO E BACHAREL EM QUÍMICA -UFJF

MARATONA PISM III 2016 PROFESSOR: ALEXANDRE FIDELIS BLACK LICENCIADO E BACHAREL EM QUÍMICA -UFJF MARATONA PISM III 2016 PROFESSOR: ALEXANDRE FIDELIS BLACK LICENCIADO E BACHAREL EM QUÍMICA -UFJF Parte da química que estuda a rapidez das reações Este estudo é importante para o nosso dia-a-dia, pois

Leia mais

Ob. As questões discursiva deve ser apresentado os cálculos.

Ob. As questões discursiva deve ser apresentado os cálculos. GOIÂNIA, / _06 / 2016 PROFESSOR: Jonas Tavares DISCIPLINA: Física SÉRIE: 2ª ALUNO(a): L2 2º Bimestre No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

Leia mais

Aula 43 Página 1. Vejamos um exemplo que ilustra a formação do complexo ativado:

Aula 43 Página 1. Vejamos um exemplo que ilustra a formação do complexo ativado: CURSINHO ETWB 2012 Componente Curricular: Química Professor: Ricardo Honda Data: Terça-feira, 04/09/2012 Tema da aula: Cinética Química: Fatores que influenciam na rapidez de transformações químicas O

Leia mais

PROFESSOR: EQUIPE DE QUÍMICA

PROFESSOR: EQUIPE DE QUÍMICA PROFESSOR: EQUIPE DE QUÍMICA BANCO DE QUESTÕES - QUÍMICA ORGÂNICA 2ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO - PARTE 2 ============================================================================================= Termoquímica

Leia mais

Colégio Avanço de Ensino Programado

Colégio Avanço de Ensino Programado α Colégio Avanço de Ensino Programado Trabalho Bimestral 1º Semestre - 1º Bim. /2016 Nota: Professor (a): Cintia Disciplina: Química Turma: 3ª Série Médio Nome: Nº: Atividade deverá ser entregue em pasta

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: FreD. DISCIPLINA: Ciências da Natureza SÉRIE: 1º. ALUNO(a): Lista de Exercícios 3º bimestre P2

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: FreD. DISCIPLINA: Ciências da Natureza SÉRIE: 1º. ALUNO(a): Lista de Exercícios 3º bimestre P2 GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: FreD DISCIPLINA: Ciências da Natureza SÉRIE: 1º ALUNO(a): Lista de Exercícios 3º bimestre P2 No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Núbia de Andrade. DISCIPLINA:Química SÉRIE: 1º. ALUNO(a):

GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Núbia de Andrade. DISCIPLINA:Química SÉRIE: 1º. ALUNO(a): GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSORA: Núbia de Andrade DISCIPLINA:Química SÉRIE: 1º ALUNO(a): Lista de Exercícios P2 I Bimestre No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente

Leia mais

GOIÂNIA, / / Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: LISTA DE EXERCÍCIOS P2 (1 BIMESTRE)

GOIÂNIA, / / Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: LISTA DE EXERCÍCIOS P2 (1 BIMESTRE) GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: Taynara Oliveira DISCIPLINA: Química Geral SÉRIE: 1 Anos ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

Leia mais

01- (UNICAMP 2004) As condições oxidativas/redutoras e de ph desempenham

01- (UNICAMP 2004) As condições oxidativas/redutoras e de ph desempenham 01- (UNICAMP 2004) As condições oxidativas/redutoras e de ph desempenham importantes papéis em diversos processos naturais. Desses dois fatores dependem, por exemplo, a modificação de rochas e a presença

Leia mais

EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO

EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO Equilíbrio Químico EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 (PUC-RS) Dada a expressão da constante de equilíbrio em termos de concentração de produtos e reagentes a equação química que pode ser representada por essa

Leia mais

Lista de exercícios - Bloco 2 - Aula 25 a 28 - Equilíbrio Químico - Conceitos gerais e cálculo (Kc e Kp) 1. (Unicid - Medicina 2017) Considere os equilíbrios: 1. 2 SO 2 (g) + O 2 (g) 2 SO 3 (g) 25 Kc =

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Núbia de Andrade. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Núbia de Andrade. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2017 PROFESSORA: Núbia de Andrade DISCIPLINA: SÉRIE:3º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: - É fundamental

Leia mais

Cinética Química. Química Monitores: Luciana Lima e Rafael França 14, 15, 16 e 18/07/2015. Material de Apoio para Monitoria

Cinética Química. Química Monitores: Luciana Lima e Rafael França 14, 15, 16 e 18/07/2015. Material de Apoio para Monitoria Cinética 1. (PUCMG -2004) A amônia (NH3) é uma substância química muito importante para a indústria. Ela é utilizada na preparação dos produtos de limpeza, dos explosivos, dos fertilizantes, das fibras

Leia mais

Programa de Retomada de Conteúdo 2º bimestre 2º ano Química

Programa de Retomada de Conteúdo 2º bimestre 2º ano Química Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio Regular, Rua Cantagalo, 339 Tatuapé Fones: 2293-9393 e 2293-9166 Diretoria de Ensino Região LESTE 5 Programa de Retomada de Conteúdo 2º bimestre 2º

Leia mais

PROFESSORA: Núbia de Andrade. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

PROFESSORA: Núbia de Andrade. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSORA: Núbia de Andrade DISCIPLINA:Química SÉRIE:1º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: - É fundamental

Leia mais

EQUILÍBRIO QUÍMICO CURCEP UNIDADE 09 QUÍMICA B

EQUILÍBRIO QUÍMICO CURCEP UNIDADE 09 QUÍMICA B EQUILÍBRIO QUÍMICO CURCEP UNIDADE 09 QUÍMICA B 01 - (UFPR) O íon cromato (CrO 4 ) de cor amarela e o íon dicromato (CrO7 ) de cor laranja podem ser utilizados em processos de eletrodeposição para produzir

Leia mais

Cinética Química. Cinética Química: Velocidade média, instantânea e inicial. Lei cinética. Fatores que influenciam a velocidade.

Cinética Química. Cinética Química: Velocidade média, instantânea e inicial. Lei cinética. Fatores que influenciam a velocidade. Cinética Química IV Cinética Química: Velocidade média, instantânea e inicial. Lei cinética. Fatores que influenciam a velocidade. Mecanismos reacionais. Catálise. Cinética Química Cinética Química é a

Leia mais

química química na abordagem do cotidiano

química química na abordagem do cotidiano Capítulo 4 Fatores que afetam a rapidez 1 Respostas dos exercícios ESSENCIAIS 1 Na combustão, há consumo de gás oxigênio: combustível 1 O # CO 1 H O Isso provoca redução da [O ] no local da queima. O vento

Leia mais

Vm A = [A] t. Vm B = [B] t. Vm C = [C] t. Vm = Vm A = Vm B = Vm C a b c. 1

Vm A = [A] t. Vm B = [B] t. Vm C = [C] t. Vm = Vm A = Vm B = Vm C a b c.  1 I. INTRODUÇÃO É à parte da química que estuda a maior ou menor rapidez com que uma reação química ocorre e os fatores que a influenciam. Este estudo é importante para o nosso dia-a-dia, pois explica alguns

Leia mais

COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR

COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR ASSESSORIA TÉCNICA Processo Avaliativo Recuperação - 3º Bimestre/2015 Disciplina: QUÍMICA 3ª série EM A/B Nome do aluno Nº Turma A Recuperação deve ser entregue no dia 08/09/2015.

Leia mais

Aluno(a): COMENTADA. Série: 2 a Ensino Médio Turma: A / B / C / D / E Data: 17/08/2016

Aluno(a): COMENTADA. Série: 2 a Ensino Médio Turma: A / B / C / D / E Data: 17/08/2016 QUÍMICA AVALIAÇÃO CLAUDI / SARA III UNIDADE Aluno(a): COMENTADA Série: 2 a Ensino Médio Turma: A / B / C / D / E Data: 17/08/2016 1. A prova é composta de 07 questões abertas e 03 questões objetivas. 2.

Leia mais

CINÉTICA QUÍMICA Estuda a velocidade (rapidez) das reações. Exemplo a síntese do HCl: H 2 (g) + Cl 2 (g) 2HCl(g)

CINÉTICA QUÍMICA Estuda a velocidade (rapidez) das reações. Exemplo a síntese do HCl: H 2 (g) + Cl 2 (g) 2HCl(g) CINÉTICA QUÍMICA Estuda a velocidade (rapidez) das reações. Exemplo a síntese do HCl: H 2 (g) + Cl 2 (g) 2HCl(g) TEORIA DAS COLISÕES Para que ocorra uma reação química, os reagentes devem ter uma certa

Leia mais

Com base nessas informações e nos conhecimentos sobre cinética química, pode-se afirmar:

Com base nessas informações e nos conhecimentos sobre cinética química, pode-se afirmar: LISTA DE EXERCÍCIOS CINÉTICA QUÍMICA 1) O NO 2 proveniente dos escapamentos dos veículos automotores é também responsável pela destruição da camada de ozônio. As reações que podem ocorrer no ar poluído

Leia mais

Cinética Química. Velocidade média em função das substâncias

Cinética Química. Velocidade média em função das substâncias Cinética Química A Cinética Química estuda a velocidade das reações e os fatores que a influenciam, estuda ainda a possibilidade de controlar essa velocidade, tornando as reações mais rápidas ou mais lentas,

Leia mais

Cinética Química. Prof. Alex Fabiano C. Campos

Cinética Química. Prof. Alex Fabiano C. Campos Cinética Química Prof. Alex Fabiano C. Campos Rapidez Média das Reações A cinética é o estudo da rapidez com a qual as reações químicas ocorrem. A rapidez de uma reação pode ser determinada pela variação

Leia mais

2º Trimestre Sala de Estudo Data: 09/08/17 Ensino Médio 2º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº

2º Trimestre Sala de Estudo Data: 09/08/17 Ensino Médio 2º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº 2º Trimestre Sala de Estudo Data: 09/08/17 Ensino Médio 2º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº Conteúdo: Cinética Química II (condições necessárias para a ocorrência de uma reação; fatores que influenciam

Leia mais

3º Trimestre Sala de Estudo Data: 04/09/17 Ensino Médio 3º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº

3º Trimestre Sala de Estudo Data: 04/09/17 Ensino Médio 3º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº 3º Trimestre Sala de Estudo Data: 04/09/17 Ensino Médio 3º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº Conteúdo: Cinética Química II (Fatores que alteram a rapidez de uma reação) Questão 01 - (PUC Camp SP/2017)

Leia mais

Química Monitores: Luciana Lima e Rafael França 06, 07, 08 e 11/07/2015. Material de Apoio para Monitoria

Química Monitores: Luciana Lima e Rafael França 06, 07, 08 e 11/07/2015. Material de Apoio para Monitoria Termoquímica II 1.. (BRASÍLIA) A energia de ligação média para a ligação C H no metano CH4(g) é aproximadamente: Dados: ΔHf 0 (entalpia de formação-padrão) CH4(g) = -17,9 kcal/mol H(g) = +52,1 kcal/mol

Leia mais

FUP - Faculdade UnB Planaltina Disciplina: Energia e Dinâmica das Transformações Químicas Professor: Alex Fabiano C. Campos

FUP - Faculdade UnB Planaltina Disciplina: Energia e Dinâmica das Transformações Químicas Professor: Alex Fabiano C. Campos FUP - Faculdade UnB Planaltina Disciplina: Energia e Dinâmica das Transformações Químicas Professor: Alex Fabiano C. Campos 1. Conceitue colisão efetiva, colisão não-efetiva, energia de ativação e complexo

Leia mais

Deve-se esperar uma redução na velocidade de rotação do hidrômetro em dias frios.

Deve-se esperar uma redução na velocidade de rotação do hidrômetro em dias frios. 01. Considere que dez litros de cada um dos seguintes gases estão nas mesmas condições de pressão e temperatura: PH 3, C 2 H 6 O, H 2, NH 3, Ne, Cl 2 e SO 2. A alternativa que apresenta corretamente os

Leia mais

TERMOQUÍMICA. Prof. Neif Nagib.

TERMOQUÍMICA. Prof. Neif Nagib. TERMOQUÍMICA Prof. Neif Nagib neifnagib@yahoo.com.br Os princípios fundamentais do calor e do trabalho se aplicam no estudo de uma reação química e nas mudanças do estado físico de uma substância. Nesses

Leia mais

02)Numa reação endotérmica, há [1] de calor, a entalpia final (produtos) é [2] que a entalpia inicial (reagentes) e a

02)Numa reação endotérmica, há [1] de calor, a entalpia final (produtos) é [2] que a entalpia inicial (reagentes) e a 01)Numa reação exotérmica, há [1] de calor, a entalpia final (produtos) é [2] que a entalpia inicial (reagentes) e a variação de entalpia é [3] que zero. Completa-se corretamente essa frase substituindo-se

Leia mais

11ª LISTA - EXERCÍCIOS DE PROVAS Energia Livre

11ª LISTA - EXERCÍCIOS DE PROVAS Energia Livre Pg. 1/5 1ª. Questão Considere o processo de sublimação (eq. 1) e a reação de dissociação (eq. 2) do iodo e responda o que se pede. Sublimação do iodo: I 2 (s) I 2 (g) eq. 1 Reação de dissociação do iodo:

Leia mais

TAREFA DA SEMANA DE 24 a 28 DE FEVEREIRO

TAREFA DA SEMANA DE 24 a 28 DE FEVEREIRO TAREFA DA SEMANA DE 4 a 8 DE FEVEREIRO QUÍMICA 3ª SÉRIE. (Upe) Um dos contaminantes do petróleo e do gás natural brutos é o H S. O gás sulfídrico é originário de processos geológicos, baseados em diversos

Leia mais

Cinética Química II. Cinética Química II Monitor: Gabriel dos Passos 14 e 15/05/2014. Material de apoio para Monitoria

Cinética Química II. Cinética Química II Monitor: Gabriel dos Passos 14 e 15/05/2014. Material de apoio para Monitoria 1. (IME-02) Considere a seguinte reação: 2A+B C A partir dos dados fornecidos na tabela abaixo, calcule a constante de velocidade da reação e o valor da concentração X. Considere que as ordens de reação

Leia mais

QUÍMICA LISTA DE RECUPERAÇÃO 4º BIMESTRE - 3º ANO. 2 SO O 2 SO (Reação A) SO H O H SO (Reação B) Professor: GIL KENNEDY DATA: 03 / 10 / 2016

QUÍMICA LISTA DE RECUPERAÇÃO 4º BIMESTRE - 3º ANO. 2 SO O 2 SO (Reação A) SO H O H SO (Reação B) Professor: GIL KENNEDY DATA: 03 / 10 / 2016 LISTA DE RECUPERAÇÃO 4º BIMESTRE - 3º ANO Professor: GIL KENNEDY DATA: 3 / / 6. (ITA) Uma reação hipotética de decomposição de uma substância gasosa catalisada em superfície metálica tem lei de velocidade

Leia mais

TERMOQUÍMICA EXERCÍCIOS PARA TREINO

TERMOQUÍMICA EXERCÍCIOS PARA TREINO TERMOQUÍMICA EXERCÍCIOS PARA TREINO 1 - Considere a seguinte reação termoquímica: 2NO(g) + O 2 (g) 2NO 2 (g) H = -13,5 kcal / mol de NO e assinale a alternativa falsa. a) A reação é exotérmica. b) São

Leia mais

2º trimestre Sala de Estudo Química Data: 29/05/17 Ensino Médio 2º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº

2º trimestre Sala de Estudo Química Data: 29/05/17 Ensino Médio 2º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº º trimestre Sala de Estudo Química Data: 9/05/17 Ensino Médio º ano classe: A_B_C Profª Danusa Nome: nº Conteúdo: Termoquímica (Energia de ligação e Lei de Hess) Questão 01 - (FUVEST SP/017) Sob certas

Leia mais

Cinética Parte A. Introdução à Química II. Prof. Edson Nossol

Cinética Parte A. Introdução à Química II. Prof. Edson Nossol Cinética Parte A Introdução à Química II Prof. Edson Nossol Uberlândia, 03/11/2017 Cinética química Estuda as velocidades das reações e os fatores que a influencia tempo Termodinâmica x cinética G = H

Leia mais

Ligações e Equilíbrio Químico

Ligações e Equilíbrio Químico Ligações e Equilíbrio Químico Ligações e Equilíbrio Químico 1. (FUVEST) A hemoglobina (Hb) é a proteína responsável pelo transporte de oxigênio. Nesse processo, a hemoglobina se transforma em oxi-hemoglobina

Leia mais

REVISIONAL DE QUÍMICA 1º ANO PROF. RICARDO

REVISIONAL DE QUÍMICA 1º ANO PROF. RICARDO REVISIONAL DE QUÍMICA 1º ANO PROF. RICARDO 1- Um aluno de química, ao investigar as propriedades de gases, colocou uma garrafa plástica (PET), contendo ar e devidamente fechada, em um freezer e observou

Leia mais

Professor Haroldo. Equilíbrio Químico

Professor Haroldo. Equilíbrio Químico Professor Haroldo Equilíbrio Químico - Irreversibilidade de Processos: Um processo irreversível é aquele que só ocorre em um sentido. A B Exemplo: Papel cinzas. - Reversibilidade de Processos: Um processo

Leia mais

UNIRIO - Disciplina de Química Geral Lista de exercícios 2. 6NiF 2 (s) + 2Cl 2 (g) + 3O 2 (g)

UNIRIO - Disciplina de Química Geral Lista de exercícios 2. 6NiF 2 (s) + 2Cl 2 (g) + 3O 2 (g) UNIRIO - Disciplina de Química Geral Lista de exercícios 1. O trifluoreto de cloro, ClF, é um gás altamente tóxico, que pode ser usado, por exemplo, para converter óxido de níquel, NiO, em fluoreto de

Leia mais

Exercício de Revisão III Unidade. Eletroquímica

Exercício de Revisão III Unidade. Eletroquímica 1 Exercício de Revisão III Unidade Eletroquímica 1) O que difere uma célula galvânica e uma célula eletrolítica? 2) Considere a pilha: Zn(s)/Zn 2+ // Ag + /Ag(s) a) Proponha um esquema de funcionamento

Leia mais

a) 65,2 103 b) 32,6 103 c) 24, d) 16,3 103 e) 10,9 103

a) 65,2 103 b) 32,6 103 c) 24, d) 16,3 103 e) 10,9 103 01) (FEI-SP) A queima de 46 g de álcool etílico (C 2H 6O) libera 32,6 kcal. Sabendo que a densidade do álcool é de 0,8g/cm3, o calor liberado na queima de 28,75 litros de álcool será, em kcal, a) 65,2

Leia mais

Fotossíntese das plantas, o sol fornece energia

Fotossíntese das plantas, o sol fornece energia Unidade 6 - Conteúdo 13 - Termoquímica As transformações físicas e as reações químicas quase sempre estão envolvidas em perda ou ganho de calor. O calor é uma das formas de energia mais comum que se conhece.

Leia mais

Alfa Química Série 16 Cinética química

Alfa Química Série 16 Cinética química 01 Pelo gráfico, o volume de O 2 liberado na reação 2 H 2 O 2 2 H 2 O + O 2 aumenta com o decorrer do tempo; portanto, a quantidade de H 2 O 2 decomposta por minuto diminui com o decorrer do tempo. Resposta:

Leia mais

Cinética Química. Profa. Graça Porto

Cinética Química. Profa. Graça Porto Cinética Química. Ao realizar a reação de formação da água a partir dos gases hidrogênio (H 2 ) e oxigênio (O 2 ) verificou-se que a velocidade de consumo de oxigênio foi de 4 mol/min. Determine a velocidade

Leia mais

UFSC. Resposta: 76. Comentário. 01. Incorreta. É formado pela reação de neutralização entre o hidróxido de potássio e ácido carbônico.

UFSC. Resposta: 76. Comentário. 01. Incorreta. É formado pela reação de neutralização entre o hidróxido de potássio e ácido carbônico. Resposta: 76 01. Incorreta. É formado pela reação de neutralização entre o hidróxido de potássio e ácido carbônico. H 2 CO 3 + KOH = K 2 CO 3 + H 2 0 02. Incorreta. O nox do carbono é +4. 04. Correta.

Leia mais

Equilíbrio Químico. Controlo da Produção Industrial de Amoníaco

Equilíbrio Químico. Controlo da Produção Industrial de Amoníaco Equilíbrio Químico Controlo da Produção Industrial de Amoníaco Reações completas Combustão do carvão C (s) + O 2 (g) CO 2 (g) Reações completas Reação do Ácido clorídrico com o Magnésio 2 HCl (aq) + Mg

Leia mais

a) 0,60 M e 0,20 M b) 0,45 M e 0,15 M c) 0,51 M e 0,17 M d) 0,75 M e 0,25 M

a) 0,60 M e 0,20 M b) 0,45 M e 0,15 M c) 0,51 M e 0,17 M d) 0,75 M e 0,25 M ª série E.M. - APE 1. (Vunesp) Medicamentos, na forma de preparados injetáveis, devem ser soluções isotônicas com relação aos fluidos celulares. O soro fisiológico, por exemplo, apresenta concentração

Leia mais

TERMOQUÍMICA. Karla Gomes Diamantina-MG

TERMOQUÍMICA. Karla Gomes Diamantina-MG TERMOQUÍMICA Karla Gomes Diamantina-MG Conceitos fundamentais Temperatura É a medida da energia cinética média ou do grau de agitação das partículas formadoras de um sistema. Quanto maior a temperatura,

Leia mais

Solução Comentada Prova de Química

Solução Comentada Prova de Química 34. Considere duas soluções de ácido clorídrico (HCl), um ácido forte, (solução I), e ácido acético (CH 3 COOH), um ácido fraco, k a =1,8 x 10-5, (solução II). Ambas as soluções com concentração 0,02 mol.

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Mário Neto. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Mário Neto. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: Mário Neto DISCIPLINA: Ciências da natureza SÉRIE: 1º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

Leia mais

Termoquímica. Química 10/08/2015. Enem 15 Semanas. 1. Observando o diagrama a seguir, é correto afirmar que:

Termoquímica. Química 10/08/2015. Enem 15 Semanas. 1. Observando o diagrama a seguir, é correto afirmar que: Termoquímica 1. Observando o diagrama a seguir, é correto afirmar que: [Dadas as massas molares (g/mol): H=1 e O=16] a) para vaporizar 18g de água são liberados 10,5 kcal. b) o calor de reação, na síntese

Leia mais

EXERCÍCIOS DE ENTROPIA E ENERGIA LIVRE

EXERCÍCIOS DE ENTROPIA E ENERGIA LIVRE QUÍMICA Prof. Jorginho EXERCÍCIOS DE ENTROPIA E ENERGIA LIVRE 1. (Uespi) A sacarose, C 1 H O 11, também conhecida como açúcar de mesa ou açúcar comum comercial, é encontrada na cana de açúcar e na beterraba.

Leia mais

Universidade de São Paulo Instituto de Física Energia em Sistemas Biológicos Edi Carlos Sousa

Universidade de São Paulo Instituto de Física Energia em Sistemas Biológicos Edi Carlos Sousa Universidade de São Paulo Instituto de Física Energia em Sistemas Biológicos Edi Carlos Sousa edisousa@if.usp.br Metabolismo Celular Cada reação que ocorre em um organismo vivo requer o uso de energia

Leia mais

EQUILÍBRIO QUÍMICO MOLECULAR

EQUILÍBRIO QUÍMICO MOLECULAR EQUILÍBRIO QUÍMICO MOLECULAR Profº Enéas Torricelli 1 Equilíbrio químico é uma reação reversível na qual a velocidade da reação direta é igual à da reação inversa e, conseqüentemente, as concentrações

Leia mais

Componente de Química

Componente de Química Componente de Química 1.5 Controlo da produção industrial Alteração do estado de equilíbrio de um sistema O carácter dinâmico do equilíbrio (num sistema em equilíbrio, a uma dada temperatura, as velocidades

Leia mais

3ª Série / Vestibular. As equações (I) e (II), acima, representam reações que podem ocorrer na formação do H 2SO 4. É correto afirmar que, na reação:

3ª Série / Vestibular. As equações (I) e (II), acima, representam reações que podem ocorrer na formação do H 2SO 4. É correto afirmar que, na reação: 3ª Série / Vestibular 01. I _ 2SO 2(g) + O 2(g) 2SO 3(g) II _ SO 3(g) + H 2O(l) H 2SO 4(ag) As equações (I) e (II), acima, representam reações que podem ocorrer na formação do H 2SO 4. É correto afirmar

Leia mais

Exercícios de Proteínas

Exercícios de Proteínas Exercícios de Proteínas 1. As são compostos formados por unidos (as) por ligações e as são orgânicos, de natureza sensíveis às variações de temperatura. Os termos que corretamente preenchem as lacunas

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Fred. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Fred. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: Fred DISCIPLINA: Biologia SÉRIE: 1º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: - É fundamental

Leia mais

Δt = 8. Cinética Química

Δt = 8. Cinética Química Cinética Química Velocidade das Reações A velocidade média de consumo de um reagente ou de formação de um produto é calculada em função da variação da quantidade de reagentes e produtos pela variação do

Leia mais

Professor Armando J. De Azevedo

Professor Armando J. De Azevedo Professor Armando J. De Azevedo Química Professor Armando J. De Azevedo WWW.quimicarmando.com REAÇÃO DE ADIÇÃO As reações de adição são aquelas onde um átomo proveniente de uma substância orgânica ou inorgânica

Leia mais

AULA 16 Deslocamento de Equilíbrio

AULA 16 Deslocamento de Equilíbrio AULA 16 Deslocamento de Equilíbrio Quando um sistema atinge o estado de equilíbrio, ele tende a permanecer nesse estado desde que não ocorra nenhuma perturbação externa. Le Chatelier quando estudou os

Leia mais

P2 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 16/05/03

P2 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 16/05/03 P2 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 6/05/03 Nome: Nº de Matrícula: GABARITO Turma: Assinatura: Constantes: Questão Valor Grau Revisão a 2,0 2 a 2,0 3 a 2,0 4 a 2,0 5 a 2,0 Total 0,0 R = 8,34 J mol - K - R =

Leia mais

GOIÂNIA, / / ALUNO (a): Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

GOIÂNIA, / / ALUNO (a): Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: Taynara Oliveira DISCIPLINA: Química Orgânica SÉRIE: 1 Ano ALUNO (a): Data Entrega: No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes

Leia mais

P R O V A D E Q U Í M I C A I I

P R O V A D E Q U Í M I C A I I 20 P R V A D E Q U Í M I C A I I QUESTÃ 46 Na fabricação de pães, a glicose contida na massa se transforma em álcool etílico e gás carbônico com a ajuda da enzima zimase, de acordo com a seguinte reação,

Leia mais

Lista de exercícios 04 Aluno (a): Turma: 2ª série: (Ensino médio) Professor: Flávio Disciplina: Matemática

Lista de exercícios 04 Aluno (a): Turma: 2ª série: (Ensino médio) Professor: Flávio Disciplina: Matemática Lista de exercícios 04 Aluno (a): Turma: 2ª série: (Ensino médio) Professor: Flávio Disciplina: Matemática Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: É fundamental

Leia mais

GOIÂNIA, / 02 / PROFESSOR: Jonas Tavares. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

GOIÂNIA, / 02 / PROFESSOR: Jonas Tavares. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / 02 / 2017 PROFESSOR: Jonas Tavares DISCIPLINA: Física SÉRIE: 3º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: - É fundamental

Leia mais

N 2 O 4(g) 2NO 2(g) incolor castanho

N 2 O 4(g) 2NO 2(g) incolor castanho Equilíbrios Químicos Conceito de equilíbrio químico Primeira experiência N 2 O 4(g) 2NO 2(g) incolor castanho Análise microscópica N 2 O 4(g) 2NO 2(g) incolor castanho Pela reação: 1 mol de N 2 O 4 2 mols

Leia mais

EQUILÍBRIOS: QUÍMICO E IÔNICO Profº Jaison Mattei

EQUILÍBRIOS: QUÍMICO E IÔNICO Profº Jaison Mattei EQUILÍBRIOS: QUÍMICO E IÔNICO Profº Jaison Mattei Reações completas ou irreversíveis São reações nas quais os reagentes são totalmente convertidos em produtos, não havendo sobra de reagente, ao final da

Leia mais