Nova diretoria toma posse para o biênio

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Nova diretoria toma posse para o biênio 2009-2011"

Transcrição

1 Informativo DO Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças Ano 16 nº 35 Março/Abril/Maio 2009 Nova diretoria toma posse para o biênio A solenidade de posse foi prestigiada pelo governador Paulo César Hartung Gomes Cerca de 330 pessoas prestigiaram o evento de posse da nova diretoria do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças (Ibef-ES) no Cerimonial Itamaraty, no dia 15 de abril. Tomaram posse o presidente Geraldo de Aquino Carneiro Junior, o 1º vice-presidente, Antonio Carlos Ferreira, o vice-presidente de Relações Institucionais, Sergio Dominguez Sotelino, o vice-presidente de Administração e Finanças, André Faria Madeira, o vicepresidente Técnico, José Márcio Soares de Barros, o vice-presidente de Relações com Associados, Rogério Zamperlini, o vice-presidente Comercial, Antonio Mendes Camilo e o vice-presidente de Assuntos Jurídicos, Luciano Rodrigues Machado. O presidente eleito Geraldo Carneiro, responderá pelo Ibef-ES durante o biênio compreendido entre o dia 02 de março deste ano a 28 de fevereiro de Agradeço aos meus colegas ibefianos pela confiança que estão depositando em mim, ao me conduzirem a presidência da instituição, sobretudo, neste cenário ímpar da eco- O presidente Geraldo Carneiro discursa na posse nomia internacional, ressaltou Geraldo. São em momentos de crise que instituições como a nossa se tornam mais importantes, como foro permanente de debate entre as diversas lideranças setoriais e mentes notáveis, que de fato serão os responsáveis por encontrar as melhores soluções para a sociedade, destacou. Págs. 4 e 5 São em momentos de crise que instituições como a nossa se tornam mais importantes, como foro permanente de debate entre as diversas lideranças setoriais Geraldo de Aquino Carneiro Jr. Presidente do Ibef-ES O governador Paulo Hartung, Denise Gazzinelli que presidiu o Ibef-ES durante o biênio e o presidente eleito Geraldo Carneiro SOLENIDADE Solenidade de posse contou com a presença do diretor das áreas de Infraestrutura e de Insumos Básicos do BNDES, Wagner Bittencourt Pág. 6 ARTIGO Café: um traço da cultura capixaba, sob a análise do economista José Antonio Bof Buffon Pág. 8

2 INFORMATIVO DO Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças Av. Nossa Senhora dos Navegantes, 755 Edifício Palácio da Praia, sala 607 Cep Enseada do Suá Vitória ES Telefax: (27) Site: DIRETORIA DO IBEF-ES BIÊNIO Presidente: Geraldo de Aquino Carneiro Júnior 1º Vice-Presidente: Antonio Carlos Ferreira VICE-PRESIDENTE COMERCIAL: Antonio Mendes Camilo VICE-PRESIDENTE DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS: André Faria Madeira VICE-PRESIDENTE DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS: Sergio Domingues Sotelino VICE-PRESIDENTE TÉCNICO: José Márcio Soares de Barros VICE-PRESIDENTE DE RELAÇÕES COM ASSOCIADOS: Rogério Zamperlini VICE-PRESIDENTE DE ASSUNTOS JURÍDICOS: Luciano Rodrigues Machado CONSELHO FISCAL EFETIVO: Carlos Chieppe Netto Eduarda Buaiz Leonardo Moreira Giestas CONSELHO FISCAL SUPLENTE: Leonardo Souza Rogério de Castro Renato Siqueira Barroso Waldenor Cezário Mariot Conselho Consultivo: Denise de M C Gazzinelli Cruz Evandro Barreira Milet Otacilio Pedrinha de Azevedo João Carlos Ribeiro Vargas Adi Silva Gama Clovis Abreu Vieira Déo Rozindo da Silva Sérgio Volk CONSELHO OPERACIONAL Adriana Shinaider Rigoni Gasparini Agamenon Vinicius Basilio da Gama Antonio Augusto Rodrigues Machado Bruno Ottoni Tommasi Daniela Negri Euripedes Santos Pedrinha Filho Juracy Spagnol Luiz Guilherme Gazzinelli Cruz Miguel Leao Borges Patricia Pretti Assef de Souza Paulo Henrique Corrêa Machado Riberto Barros Araújo Rodrigo Forzza Coser Tereza Moitinho Sant Anna Thiago Santos Paiva de Almeida Valcemiro Nossa Valter Luiz Sassen Vanderly Surlo Grazziotti Wilson Richa Jr. SecretáriA ExecutivA: Márcia Junger Jornalista Responsável: Giovanna Giovannotti - MTb 1147 ES Projeto Gráfico e EDIÇÃO VISUAL: Renon Pena de Sá - (27) Fotos: Heron e Octavio Bastos Tiragem: 3000 exemplares Impressão: Gráfica Jep EDITORIAL Diretrizes 2009 Nos últimos dois anos a gestão do Ibef foi marcada pela ética, comprometimento e integração da diretoria com os associados da regional do Espírito Santo. Atuando como vice-presidente institucional e coordenador da Câmara de Investimentos Pessoais participei da organização de fóruns de debates, palestras e visitas técnicas. Dentre as propostas apresentadas para o biênio constam do planejamento estratégico da nova diretoria identificar os assuntos de maior interesse dos nossos executivos de finanças com foco no desenvolvimento sustentável do pequeno e médio empresário. Realizaremos em 2009 o III Fórum de Finanças em parceria com a LCA Promo com o objetivo de gerar conhecimento organizado com qualidade sobre temas econômicos importantes para tomada de decisões empresariais e atualizar os agentes econômicos presentes sobre temas que estão na agenda do país. Estamos comprometidos em dar continuidade ao projeto de atuação das Câmaras Temáticas para que o Instituto se torne um centro de referência de estudos nas áreas de assuntos tributários, finanças e negócios, responsabilidade socioambiental e finanças pessoais. É com essa proposta que pretendemos fazer uma gestão voltada para o conhecimento. Gostaria de agradecer a confiança dos ibefianos e comunicar que é com grande satisfação que recebo o cargo de presidente. Nesta primeira edição do informativo apresentamos uma matéria especial sobre a solenidade de posse da nova diretoria realizada no dia 15 de abril. Boa leitura! Geraldo de Aquino Carneiro Jr. Presidente Agenda Agosto 12 - III Fórum de Finanças Empresariais (Hotel Senac, Ilha do Boi Vitória) 21 a 23 - Encontro Socioesportivo (Pousada dos Pinhos Pedra Azul, Domingos Martins) Outubro 28 a 30 - XX CONEF Congresso Nacional de Executivos de Finanças (Fortaleza Ceará) Patrocinadores institucionais DESTAQUE Câmaras Temáticas Integração, ética e comprometimento são metas dos coordenadores das Câmaras Temáticas como catalisador de idéias, Atuar organizador de debates e condutor de projetos e ações públicas que visem ao desenvolvimento econômico do Estado. Essas são umas das atribuições das quatro Câmaras Temáticas do Ibef-ES. De acordo com o presidente Geraldo Carneiro, os trabalhos já iniciaram e os coordenadores juntamente com os membros das Câmaras cumprirão o objetivo de estudar e oferecer sugestões e embasamento técnico sobre assuntos específicos para decisões do colegiado. Na Câmara de Finanças e Negócios sob a coordenação de Riberto Barros Araújo estão em discussão a carteira de convênios dos associados do Instituto, a aplicação do anuário do Ibef-ES e o indicador de competividade do Espírito Santo. O balanço socioambiental, a reciclagem de lixo e o nivelamento sobre o conhecimento: Responsabilidade Social Planejamento estratégico 2009 Com a missão de promover o relacionamento profissional e social, proporcionando aprimoramento técnico e científico na área de finanças a diretoria do Ibef-ES realizou nos dias 19 e 21 de março o planejamento estratégico para o primeiro ano da gestão Na ocasião, foram estabelecidos os princípios e valores de governança corporativa e definidos os objetivos da gestão. De acordo com o presidente, Geraldo Carneiro, a diretoria pretende implantar quatro projetos prioritários para fortalecimento e sinergia com o projeto ES FÓRUM Terceira edição do Fórum de Finanças Empresariais será realizada em agosto são os projetos prioritários da Câmara de Responsabilidade Socioambiental sob a coordenação de Luiz Guilherme Gazzinelli Cruz. Outro projeto em estudo é o da Câmara de Assuntos Tributários. Segundo o coordenador Luciano Rodrigues Machado a metodologia do trabalho será pontuada no planejamento estratégico 2025 do Estado. Os estudos iniciais contaram A crise econômica mundial: seus efeitos e impactos de médio e longo prazo na economia brasileira e capixaba será o tema do III Fórum de Finanças Empresariais evento organizado pela LCA promo em parceria com o Ibef-ES. Segundo os organizadores um dos objetivos específicos do Fórum é trazer notórios profissionais para ministrar seus conhecimentos técnicos traduzidos num linguajar prático-empresarial sem tecnicismos acadêmicos, mas com conteúdo informacional que podem, posteriormente, ser usados no âmbito interno das empresas. Para apresentação dos painéis foram convidados o ex-ministro da Fazenda Pedro Malan e o economista e diretor da Macroplan Consultoria, Sr. Cláudio Porto. com a presença do secretário executivo do Espírito Santo em Ação Guilherme Weichert Neto. Dentre as propostas apresentadas pela Câmara de Finanças Pessoais, coordenada pelo vice-presidente técnico do Ibef-ES, José Márcio Soares de Barros, estão em andamento estudos de temas para as palestras do Instituto como orçamento familiar, compra de títulos e tesouro direto. informações O evento destinado a empresários, profissionais liberais, executivos e, professores e estudantes universitários e formadores de opinião será realizado no Hotel Ilha do Boi Senac, no dia 12 de agosto, das 14h às 20h. Informações e inscrições pelos telefones (27) /

3 POSSE Executivos, empresários e autoridades prestigiaram a cerimônia de posse da diretoria Governador do estado do Espírito Santo Paulo Hartung desejou sucesso a nova diretoria do Ibef-ES O evento de posse de Geraldo de Aquino Carneiro Junior contou com a presença do governador do Estado do Espírito Santo, Paulo Hartung, que na ocasião aproveitou para desejar sucesso aos novos diretores. Parabéns aos que trouxeram a entidade até aqui. Sucesso aos que vão levá-la daqui pra frente. Vocês não estão sozinhos. Contem com o governo do Estado, disse. Denise Gazzinelli, atual vice-presidente do Ibef Nacional, que esteve a frente da regional ES nos últimos dois anos, avaliou sendo positiva a sua gestão. Assumi a presidência do Ibef-ES num momento muito especial para o Espírito Santo, porque estávamos vivendo num estado que deixou para trás a corrupção e o retrocesso para crescer e dar melhores condições de vida a sociedade, afirmou. Prestigiaram a solenidade o vice-presidente institucional do Ibef Nacional Marcos Varejão, o secretário de estado de Desenvolvimento, Guilherme Dias, o secretário de estado de Transporte e Obras Públicas Neivaldo Bragatto, Décio Chieppe, do Grupo Águia Branca, Lucas Izoton, presidente da Findes, o vicepresidente da Assembleia Legislativa, deputado Rodrigo Chamoun, o diretor de Turismo e Projetos Especiais da CDV, Anderson Fioreti de Menezes e o diretor geral da Chocolates Garoto, Fausto Costa, entre outros executivos. Patrocinaram o evento: A Gazeta, Águia Branca, CDV, Findes e Chocolates Garoto. Geraldo de Aquino Carneiro Júnior, natural do Espírito Santo é CEO da Investor - empresa de assessoria financeira. Atuou como vice-presidente institucional do Ibef-ES durante o biênio É Membro do Conselho Operacional do Espírito Santo em ação. Geraldo Carneiro eleito presidente assina livro de posse Após a execução do hino nacional Geraldo Carneiro assinou o livro de posse. Também registrou sua assinatura o primeiro vicepresidente, Antonio Carlos Ferreira. Em seu pronunciamento Geraldo disse ser uma honra assumir a presidência do Ibef-ES, mas, sobretudo um grande desafio, tanto pela atual situação econômica, como também por ter a responsabilidade de suceder a brilhante gestão de Denise Gazzinelli, a quem pediu uma salva de palmas. Na cerimônia de posse foram homenageados pelos serviços prestados ao Instituto os ex-presidentes Déo Rozindo, Adi Silva Gama, Clóvis Abreu Vieira, João Carlos Vargas, Otacílio Pedrinha de Azevedo, Evandro Milet e Denise Gazzinelli. É extraordinário o avanço da nossa caminhada. Reconstruímos em seis anos as instituições públicas do estado do Espírito Santo. Vivemos hoje um novo momento rumo ao planejamento estratégico 2025 Antonio Mendes Camilo, Rogério Zamperlini, Geraldo Carneiro e Carlos Fernando Lindenberg Neto (Café) Os ex-presidentes Adi Silva Gama, Déo Rozindo e João Carlos Vargas receberam placa de homenagem pelos serviços prestados ao Ibef-ES Paulo Hartung Gomes Governador do Estado do Espírito Santo em seu pronunciamento Anderson Fioreti, Alexandre Wernesback, Geraldo Carneiro e Marco Junio Godinho KURUMÁ Venha sentir a diferença. Kurumá. Certificada ISO Respeito a você e a natureza. GRANDE VITÓRIA: NORTE DO ESTADO: Kurumá Vitória: Av. Nossa Srª. da Penha nº 2255 Santa Luiza Vitória/ES Maely Coelho e Fausto Costa Luiz Wagner Chieppe, Geraldo Carneiro, Décio Chieppe e Carlos Chieppe Netto 4 5

4 POSSE PERFIL Antonio Carlos Ferreira Lucas Izoton, Geraldo Carneiro, Wagner Biittencourt, Guilherme Dias e Marcos Varejão Diretor das áreas de Infraestrutura e Insumos Básicos do BNDES falou sobre o desenvolvimento sustentável da economia ODiretor das Áreas de Infra-Estrutura, Insumos Básicos e Estruturação de Projetos Dr. Wagner Bittencourt de Oliveira, apresentou na ocasião a palestra sobre a temática O BNDES como Instrumento de Desenvolvimento Sustentável da Economia. Na ocasião Bittencourt falou sobre a missão do BNDES em promover o desenvolvimento sustentável e competitivo da economia brasileira, com geração de emprego e redução das desigualdades sociais e regionais e das perspectivas de investimento para Dentre as perspectivas destacou: o segmento de energia se destaca pela quantidade de projetos; na energia elétrica, os programas de investimento estão atrelados a contratos celebrados de fornecimento de energia realizados pelo Governo; em petróleo & gás, as inversões na exploração de petróleo estão associadas a um ciclo de longo prazo de investimentos, que tende a se sustentar Os diretores do Ibef com o palestrante Wagner Bittencourt As inversões na exploração de petróleo estão associadas a um ciclo de longo prazo de investimentos Wagner Bittencourt Diretor das áreas de Infraestrutura e Insumos Básicos do BNDES Wagner Bittencourt foi o palestrante da solenidade de posse do Ibef-ES O ibefiano Jadyr Primo presenteou Wagner Bittencourt com um lindo relógio da joalheria Primo com a abertura da fronteira do pré-sal. Bittencourt também ressaltou que a existência de importantes projetos já em curso implica que as inversões devem se manter em patamares ainda elevados frente ao período 2004/07. Isso se deve a existência de um robusto ciclo de inversões em setores que respondem por parcela expressiva da formação bruta de capital fixo da economia, explicou. boas práticas de governança corporativa têm exigido dos executivos de finanças As a compreensão de um conjunto de ferramentas de gestão responsável que deve ser sempre abordada de forma pró-ativa e transparente. Essa é a análise do 1º vicepresidente do Ibef-ES, Antonio Carlos Ferreira, sobre as responsabilidades dos executivos de finanças. Em entrevista, Antonio Carlos avalia as perspectivas econômicas para 2009 e aponta os caminhos do Instituto para o biênio Entrevista O Ibef-ES é uma instituição consolidada pela experiência acumulada ao longo de mais de duas décadas. Quais serão os caminhos para fortalecer o Instituto no biênio ? O desenvolvimento profissional dos executivos de finanças é fundamental para uma atuação competitiva. O aumento da concorrência e a velocidade da informação impõem, no dia a dia do executivo, novos desafios e, para isso, o Ibef-ES pode contribuir proporcionando oportunidades de aprendizado com temas fundamentais para uma gestão profissional, assegurando a possibilidade de uma carreira promissora, como: economia pós crise mundial, planejamento da carreira profissional, decisão em colegiado, responsabilidade social, entre outros. É preciso, ainda, que o profissional de finanças amplie seu campo de atuação para se inserir num cenário cada vez menos local e, consequentemente mais global. É o que se está chamando de "Diplomata Corporativo". Se antes para ter sucesso no mercado à preocupação era apenas com as habilidades técnicas, hoje é fundamental que se tenha atitude. Para a mobilidade nas corporações era somente necessário uma visão vertical focando somente "onde quero chegar", hoje é preciso ter uma visão multidisciplinar, incluindo os parceiros, trabalhando em equipe e sempre atento aos ambientes interno e externo. Como 1 vice-presidente qual sua expectativa em termos econômicos para 2009? Minha projeção de crescimento da economia neste ano é de 1%, apesar das expectativas menos otimistas do mercado financeiro. E para 2010, vejo uma recuperação da economia, com crescimento de 3,5%. Entendo que a crise ainda não acabou, mas o Brasil já retomou o crescimento. A crise econômica continuará sendo severa nas economias desenvolvidas pelo menos até 2010, mas nosso país reúne condições para se descolar desse quadro, garantindo rapidamente o retorno a taxas de crescimento previstas antes da crise. Tenho total confiança na capacidade de recuperação da economia do país. Os investimentos em infra-estrutura são um sinal claro dessa retomada. Destaco o PAC que dá o suporte nos grandes investimentos em infra-estrutura, especialmente nas áreas de energia elétrica, com aplicações previstas em R$ 141 bilhões de 2009 a 2013 e a de petróleo e gás, com quase R$ 270 bilhões, bem como na área de saneamento com R$49 bilhões. Outro ponto que ressalto é o crédito bancário, que continua se expandindo, acumulando taxa 25% em 12 meses, até março último. Considerando o período de setembro do ano passado, imediatamente antes da crise eclodir, a março último, o incremento foi de 18,3% no crédito bancário público e de 2,1% no setor privado. Desde 2005, o senhor ocupa o cargo de superintendente regional da Caixa. As responsabilidades dos executivos de finanças cresceram com as boas práticas da governança corporativa nas empresas que zelam pela transparência nesse mercado? Com certeza as boas práticas de governança corporativa têm exigido dos executivos de finanças a compreensão de um conjunto de ferramentas de gestão responsável que deve ser sempre abordada de forma pró-ativa e transparente. Existe, ainda, uma conexão clara entre a governança corporativa e responsabilidade social empresarial. Quando observamos os princípios que norteiam as boas práticas de governança, como transparência, prestação de contas, equidade e responsabilidade corporativa fica evidente essa ligação. Se relaciona a qualidade de atitude e escala de valores, no sentido mais humano. É apenas através de boas práticas de governança corporativa, que uma empresa consegue estabelecer credibilidade frente ao mercado como um todo, atrair capital, valorizar suas ações e ter bons fornecedores para diferenciar o atendimento aos seus clientes. Perfil Nome: Antonio Carlos Ferreira Naturalidade: Cachoerio de Itapemirim / Espírito Santo Data de aniversário: 25/02 Formação profissional: Bacharel em Direito e MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas Cargo no Ibef-ES: 1 Vice-presidente Leitura recomendada: A Crise de 2008 e a Economia da Depressão - Paul Krugman e Inovação - Prioridade Número 1 - Peter Skarzynski e Rowan Gibson Futuros projetos: Continuar participando ativamente desta transformação de nosso Estado, que hoje é uma referência nacional. O palestrante Engenheiro formad o pela Puc-RJ. Atuou como Secretário do Ministério da Integração Nacional e como Superintendente da SUDENE. Presidiu a Companhia Ferroviária do Nordeste. Bittencourt também é membro do Conselho de Administração das Companhias Caraíbas Metais, Sibra, Cadam, Usiminas Mecânica, Banco do Nordeste e Eletrobrás. Sem título-1 1 6/9/ :45:31 6 7

5 ARTIGO Café: um traço da cultura capixaba Realizou-se em Vitória, na primeira semana de junho, o IV Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil, promovido pelo Consórcio de Pesquisa do Café. Para os capixabas nunca deixará de ser um orgulho receber um evento de tamanha importância, a começar pelo número e qualidade de trabalhos apresentados, assim como pela importância dos conferencistas que aqui estiveram. O café representa para o Espírito Santo um dos traços mais marcantes da nossa cultura, até mesmo porque praticamente toda a nossa rede de cidades, bem como a nossa infra-estrutura viária foi desenhada e em grande medida construída no bojo da expansão cafeeira, que colonizou as terras capixabas. Vale dizer, a cafeicultura, a nossa cultura do café, o nosso jeito próprio de lidar com esta atividade econômica, é um dos traços mais marcantes do ser capixaba, especialmente das pessoas, famílias, municípios e regiões do interior do Estado. Até pouco tempo considerado uma monocultura, um obstáculo mesmo à diversificação da nossa agricultura e, consequentemente, das propriedades rurais, a cafeicultura é hoje uma atividade econômica rentável, tecnologicamente avançada e que contribui fundamentalmente para a vida econômica do nosso Estado. Basta assinalar que o café é cultivado comercialmente em 76 dos 78 municípios capixabas e que em 66 municípios é o responsável por mais de 50% do valor bruto da produção agrícola de lavouras permanentes. Não por acaso que o café atingiu no Espírito Santo tal patamar de relevância, especialmente a partir de meados dos anos oitenta. O que se passou no Espírito Santo foi a convergência de iniciativas em prol da revitalização da cultura. Uma convergência sem uma prévia e combinada articulação; uma forma de convergência espontânea que não envolveu sofisticados termos de cooperação e parceria, nem tampouco volumosos aportes de recursos, mas que naturalmente nos conduziu a um estágio superior de produtividade, qualidade e lucratividade. O que tivemos foi a materialização de um virtuoso alinhamento institucional, que passou a dar suporte às diversas vertentes desta atividade econômica. Um arranjo não inteiramente combinado, tampouco formalizado, mas que colocou na mesma perspectiva a atuação de diversas instituições, entre as quais podemos destacar a Seag, o Incaper, a Cooabriel, o Cetcaf, o CCCV, Pronova e o Bandes." Imaginem o quanto poderemos progredir se lográssemos aprofundar este alinhamento e estreitar a cooperação entre estas instituições? Que lições este virtuoso arranjo cafeeiro pode nos oferecer para outros segmentos relevantes da nossa economia? Mestre em Economia, Professor e Pesquisador do Departamento de Economia da Ufes. Diretor de Crédito e Fomento do Bandes. Associado ao Ibef-ES. Mantenedores renovam parceria O Banco do Brasil, Samarco, A Gazeta, Banestes e o Bandes renovaram por mais um ano a parceria firmada com o Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças (Ibef-ES) com a finalidade de dar continuidade ao crescimento e implantação de novos projetos pela gestão Além dessas empresas passa a integrar o grupo de patrocinadores institucionais a Oi- maior empresa brasileira de telecomunicações e pioneira na prestação de serviços convergentes no país. NOVOS ASSOCIADOS Alessandro Giulio Corti Antonio Augusto de Meirelles Reis Apolo Jorge Risk Cesar Piantavigna Cezar Wagner Pinto Claudia Emilia Lobato Pedrosa Djalma Quintino Malta Neto Edson Haje Silva Fabio Giestas Fausto Oliveira Costa Geovani Correia do Rêgo Gerson Coelho Gustavo Barbosa Vargas Hugo Luiz Ribeiro Gaspar Idalberto Luiz Moro Isabel Cristina Vieira da Silva Berlinck José Teófilo Oliveira Luis Carlos Moscardi Luiz Fernando Schettino Maely Guilherme Botelho Coelho Márcia Selvátice Tourinho Nilceu Moraes Barbosa da Silva Orlando Caliman Rodrigo Gomes de Almeida Rodrigo Leandro Pereyra Morosky Romero Baptista Lopes Ronan Botelho Bonnemasou Ruy Barbosa Jr. Sandro Marcolano Perovano Sânte Dassie Vânia Maria Goulart Lopes Wladimir Firme Zanotti Zita Maria Cani 8

Informativo www.unicred.com.br

Informativo www.unicred.com.br Informativo www.unicred.com.br ano 5 nº 40 2011 Editorial Unicred do Brasil Definido o tema da IX Convenção Nacional Unicred A Comissão Organizadora da Convenção Nacional Unicred, que se realizará na cidade

Leia mais

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Brasília, 02 de janeiro de 2015. Ministra Miriam Belchior, demais autoridades, parentes e amigos aqui presentes.

Leia mais

Educação Empresarial/Executiva

Educação Empresarial/Executiva PROGRAMAÇÃO DE CURSOS IEL-ES OUTUBRO/NOVEMBRO/DEZEMBRO 2014 Educação Empresarial/Executiva www.iei-es.org.br OUTUBRO/NOVEMBRO/DEZEMBRO CURSOS VITÓRIA QUEM PARTICIPA, APROVA! "O curso me trouxe muitos benefícios,

Leia mais

Cliente: LCA PROMO Clipping III Fórum de Finanças Empresariais. Sumário

Cliente: LCA PROMO Clipping III Fórum de Finanças Empresariais. Sumário Clipping Sumário Título: Entre aspas Pág. 2 Título: Instituto debate bases para a superação da crise financeira Pág. 3 Título: Nós & a crise I e II /Encontro Pág. 4 Título: Fórum de Finanças repercute

Leia mais

Discurso 04/12/2003. Dr. Alfredo Setubal

Discurso 04/12/2003. Dr. Alfredo Setubal Discurso 04/12/2003 Dr. Alfredo Setubal Presidente do Conselho de Administração do IBRI - Instituto Brasileiro de Relações com Investidores Boa Noite! Esta cerimônia de final de ano é a minha última à

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

Seminário gratuito do PROFUTURO aborda estratégias para o crescimento dos negócios

Seminário gratuito do PROFUTURO aborda estratégias para o crescimento dos negócios Seminário gratuito do PROFUTURO aborda estratégias para o crescimento dos negócios O Programa de Estudos do Futuro da FIA (Fundação Instituto de Administração) realizará no dia 24 de agosto, a partir das

Leia mais

Setor da construção civil capixaba continua aquecido

Setor da construção civil capixaba continua aquecido Informativo DO Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças Ano 16 nº 35 OUTUBRO, Novembro E Dezembro DE 2008 Setor da construção civil capixaba continua aquecido Presidente do SINDUSCON destaca em almoço-palestra

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA 52, 102, CEP

DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA 52, 102, CEP DADOS JURÍDICOS O Instituto SAVIESA DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA é uma associação, pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, com sede no município de Vitória, Estado do Espírito Santo, à Rua

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social DISCURSO DO MINISTRO DA EDUCAÇÃO, HENRIQUE PAIM Brasília, 3 de fevereiro de 2014 Hoje é um dia muito especial para mim. É um dia marcante em uma trajetória dedicada à gestão pública ao longo de vários

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 17 Discurso no encerramento do Fórum

Leia mais

MBA IBMEC 30 anos. No Ibmec, proporcionamos a nossos alunos uma experiência singular de aprendizado. Aqui você encontra:

MBA IBMEC 30 anos. No Ibmec, proporcionamos a nossos alunos uma experiência singular de aprendizado. Aqui você encontra: MBA Pós - Graduação QUEM SOMOS Para pessoas que têm como objetivo de vida atuar local e globalmente, ser empreendedoras, conectadas e bem posicionadas no mercado, proporcionamos uma formação de excelência,

Leia mais

Discurso do presidente Alexandre Tombini na comemoração dos 30 anos da Associação Brasileira de Bancos Comerciais (ABBC).

Discurso do presidente Alexandre Tombini na comemoração dos 30 anos da Associação Brasileira de Bancos Comerciais (ABBC). São Paulo, 21 de março de 2013. Discurso do presidente Alexandre Tombini na comemoração dos 30 anos da Associação Brasileira de Bancos Comerciais (ABBC). Senhoras e senhores É com grande satisfação que

Leia mais

DISCURSO DE FRANCIS BOGOSSIAN

DISCURSO DE FRANCIS BOGOSSIAN DISCURSO DE FRANCIS BOGOSSIAN na solenidade de posse do Conselho Consultivo e do presidente executivo da AEERJ Dia 28 de julho de 2014 Centro de Convenções da Firjan Minhas Senhoras e Meus Senhores, Gostaria

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO PROGRAMAÇÃO DO EVENTO Dia 08/08 // 09h00 12h00 PLENÁRIA Nova economia: includente, verde e responsável Nesta plenária faremos uma ampla abordagem dos temas que serão discutidos ao longo de toda a conferência.

Leia mais

Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS

Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS Data: 15 de janeiro Hora: 12 horas Local: Sede do Conselho Regional de Economia

Leia mais

Na teoria e na vida, FDC

Na teoria e na vida, FDC C T E C E N T R O D E T E C N O L O G I A E M P R E S A R I A L C T E C o o p e r a ç ã o e n t r e e m p r e s a s d e g r a n d e p o r t e Na teoria e na vida, FDC AF - 05-006 - CTE02 R.indd 2 7/10/07

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

PPG - Programa de Profissionalização da Gestão. Pequenas e Médias Empresas

PPG - Programa de Profissionalização da Gestão. Pequenas e Médias Empresas PPG - Programa de Profissionalização da Gestão Pequenas e Médias Empresas 2010 Comunidade de interesse em Gestão Empresarial + Convidados Discutir novas idéias e estimular o uso de conceitos e práticas

Leia mais

RELATÓRIO de ATIVIDADES

RELATÓRIO de ATIVIDADES RELATÓRIO de ATIVIDADES 2005 SUMÁRIO Declaração da Equipe Missão Visão 1. Objetivo do relatório 2. Modelo Operacional em 2005 Captação de recursos Atividades Geradoras de Recursos Financeiros (Fund Raising)

Leia mais

Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria São Paulo, 13 e 14 de maio de 2015

Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria São Paulo, 13 e 14 de maio de 2015 Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria São Paulo, 13 e 14 de maio de 2015 INOVAR É FAZER Manifesto da MEI ao Fortalecimento da Inovação no Brasil Para nós empresários Inovar é Fazer diferente, Inovar

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI (COMCITEC)

CONSELHO MUNICIPAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI (COMCITEC) CONSELHO MUNICIPAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI (COMCITEC) COMCITEC Gestão Plenárias Conferência Eventos Legislação QUEM SOMOS? O COMCITEC é um órgão autônomo que atua em estreita articulação com

Leia mais

IV. Visão Geral do Mapa Estratégico da Indústria Capixaba 2008/2015

IV. Visão Geral do Mapa Estratégico da Indústria Capixaba 2008/2015 IV. Visão Geral do Mapa Estratégico da Indústria Capixaba 2008/2015 Quem disse que nada é impossível? Tem gente que faz isso todos os dias!. Alfred E. Newman O Mapa Estratégico da Indústria Capixaba 2008/2015

Leia mais

Carta da Indústria 2014 (PDF 389) (http://arquivos.portaldaindustria.com.br/app/conteudo_18/2013/06/06/481/cartadaindstria_2.pdf)

Carta da Indústria 2014 (PDF 389) (http://arquivos.portaldaindustria.com.br/app/conteudo_18/2013/06/06/481/cartadaindstria_2.pdf) www.cni.org.br http://www.portaldaindustria.com.br/cni/iniciativas/eventos/enai/2013/06/1,2374/memoria-enai.html Memória Enai O Encontro Nacional da Indústria ENAI é realizado anualmente pela CNI desde

Leia mais

Unidade de Coordenação do PROFAZ/ES

Unidade de Coordenação do PROFAZ/ES Governo do Estado do Espírito Santo Secretaria de Estado da Fazenda do Espírito Santo Subsecretaria de Estado da Receita Subsecretária do Tesouro Estadual Subsecretário de Estado para Assuntos Administrativos

Leia mais

SINCADES EM REVISTA. Sincades firma parceria com a Sejus no 2º Encontro de Amigos Sincades. União é tricampeã da Copa Sincades 2012

SINCADES EM REVISTA. Sincades firma parceria com a Sejus no 2º Encontro de Amigos Sincades. União é tricampeã da Copa Sincades 2012 União é tricampeã da Copa Sincades 2012 P03 PSP: sucesso em sua primeira edição P04 JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ 13 ANO IV / 2012 Uma Revista do Setor Atacadista e Distribuidor do Estado

Leia mais

Chapa Universalizando atitudes, consolidando resultados é eleita

Chapa Universalizando atitudes, consolidando resultados é eleita BIÊNIO 2014/2016 Chapa Universalizando atitudes, consolidando resultados é eleita Associados de todo o Brasil elegeram, nos dias 5 e 6 de junho, a chapa Universalizando atitudes, consolidando resultados

Leia mais

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS www.empreende.com.br emp@empreende.com.br FAZENDO ACONTECER Programa de ensino de empreendedorismo inovador em nível mundial, desenvolvido

Leia mais

Mercado competitivo exige um novo perfil dos vendedores

Mercado competitivo exige um novo perfil dos vendedores Artigo 15 Mercado competitivo exige um novo perfil dos vendedores As empresas já cortaram custos, fizeram downsizing e todo tipo de reengenharia para melhorar seus resultados. Agora, está na hora começar

Leia mais

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Este guia pretende nortear os Grupos Escoteiros do Brasil a desenvolverem um

Leia mais

PARCERIA BRASILEIRA PELA ÁGUA

PARCERIA BRASILEIRA PELA ÁGUA PARCERIA BRASILEIRA PELA ÁGUA Considerando a importância de efetivar a gestão integrada de recursos hídricos conforme as diretrizes gerais de ação estabelecidas na Lei 9.433, de 8.01.1997, a qual institui

Leia mais

Política Ambiental das Empresas Eletrobras

Política Ambiental das Empresas Eletrobras Política Ambiental das Empresas Eletrobras Versão 2.0 16/05/2013 Sumário 1 Objetivo... 3 2 Princípios... 3 3 Diretrizes... 3 3.1 Diretrizes Gerais... 3 3.1.1 Articulação Interna... 3 3.1.2 Articulação

Leia mais

Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013. Isabella Assunção Cerqueira Procópio

Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013. Isabella Assunção Cerqueira Procópio Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013 Isabella Assunção Cerqueira Procópio Janeiro de 2013 1 Sumário 1. Dados Básicos de Identificação...3 2. Histórico

Leia mais

Governança Tributária é tema de palestra na FIPECAFI

Governança Tributária é tema de palestra na FIPECAFI Governança Tributária é tema de palestra na FIPECAFI O Prof. Dr. Jorge de Souza Bispo realizou palestra de abertura do MBA Gestão Tributária da FIPECAFI (Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais

Leia mais

Com o objetivo de continuar aprimorando o modelo de gestão de Minas Gerais, foi lançado, em 2010, o projeto Agenda de Melhorias caminhos para inovar

Com o objetivo de continuar aprimorando o modelo de gestão de Minas Gerais, foi lançado, em 2010, o projeto Agenda de Melhorias caminhos para inovar março de 2012 Introdução Com o objetivo de continuar aprimorando o modelo de gestão de Minas Gerais, foi lançado, em 2010, o projeto Agenda de Melhorias caminhos para inovar na gestão pública. A criação

Leia mais

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS 1 DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E OBJETIVO DO MOVIMENTO 2 Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

MIRANTE. Pesquisa de Satisfação 2009. O que pensam os participantes

MIRANTE. Pesquisa de Satisfação 2009. O que pensam os participantes MIRANTE e d i ç ã o e s p e c i a l f e v e r e i r o d e 2 0 1 0 Pesquisa de Satisfação 2009 O que pensam os participantes A importância de ouvir o que você pensa Nenhum produto ou serviço faz sentido

Leia mais

UVV POST Nº55 26/05-01/06 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

UVV POST Nº55 26/05-01/06 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV BUSINESS SCHOOL Aula magna inaugurou o cialmente a nova unidade da UVV-ES Na noite do dia 15 de

Leia mais

FOCOS DE ATUAÇÃO. Tema 8. Expansão da base industrial

FOCOS DE ATUAÇÃO. Tema 8. Expansão da base industrial FOCOS DE ATUAÇÃO Tema 8. Expansão da base industrial Para crescer, a indústria capixaba tem um foco de atuação que pode lhe garantir um futuro promissor: fortalecer as micro, pequenas e médias indústrias,

Leia mais

Na Crise - Esperança e Oportunidade. Desenvolvimento como "Sonho Brasileiro".(Desenvolvimento com Inclusão). Oportunidade para as Favelas

Na Crise - Esperança e Oportunidade. Desenvolvimento como Sonho Brasileiro.(Desenvolvimento com Inclusão). Oportunidade para as Favelas Na Crise - Esperança e Oportunidade. Desenvolvimento como "Sonho Brasileiro".(Desenvolvimento com Inclusão). Oportunidade para as Favelas Rio de Janeiro, 17 de setembro de 2009 Fórum Especial INAE Luciano

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ LUÍS MÁRIO LUCHETTA DIRETOR PRESIDENTE GESTÃO 2005/2008 HISTÓRICO

Leia mais

Conheça a trajetória da empresa no Brasil através desta entrevista com o Vice- Presidente, Li Xiaotao.

Conheça a trajetória da empresa no Brasil através desta entrevista com o Vice- Presidente, Li Xiaotao. QUEM É A HUAWEI A Huawei atua no Brasil, desde 1999, através de parcerias estabelecidas com as principais operadoras de telefonia móvel e fixa no país e é líder no mercado de banda larga fixa e móvel.

Leia mais

FÓRUM DAS ESTATAIS PELA EDUCAÇÃO Diálogo para a Cidadania e Inclusão

FÓRUM DAS ESTATAIS PELA EDUCAÇÃO Diálogo para a Cidadania e Inclusão FÓRUM DAS ESTATAIS PELA EDUCAÇÃO Diálogo para a Cidadania e Inclusão 1. OBJETIVO DO FÓRUM O Fórum das Estatais pela Educação tem a coordenação geral do Ministro Chefe da Casa Civil, com a coordenação executiva

Leia mais

Suzano Papel e Celulose Novo Ciclo de Crescimento

Suzano Papel e Celulose Novo Ciclo de Crescimento Informativo DO Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças Ano 19 nº 41 SETEMBRO, OUTUBRO e NOVEMBRO de 2010 Suzano Papel e Celulose Novo Ciclo de Crescimento João Comério, diretor executivo da Unidade

Leia mais

Estruturando o modelo de RH: da criação da estratégia de RH ao diagnóstico de sua efetividade

Estruturando o modelo de RH: da criação da estratégia de RH ao diagnóstico de sua efetividade Estruturando o modelo de RH: da criação da estratégia de RH ao diagnóstico de sua efetividade As empresas têm passado por grandes transformações, com isso, o RH também precisa inovar para suportar os negócios

Leia mais

Proposta de Plano de Desenvolvimento Local para a região do AHE Jirau

Proposta de Plano de Desenvolvimento Local para a região do AHE Jirau Proposta de Plano de Desenvolvimento Local para a região do AHE Jirau Fundação Getulio Vargas, Abril de 2011 REGIÃO PODE TER LEGADO COMPATÍVEL COM DESENVOLVIMENTO INOVADOR E SUSTENTÁVEL Deixar um legado

Leia mais

Oi e Portugal Telecom formalizam parceria e investimento estratégico

Oi e Portugal Telecom formalizam parceria e investimento estratégico Oi e Portugal Telecom formalizam parceria e investimento estratégico A parceria prevê capitalização da empresa brasileira em até R$ 12 bi, reduzindo alavancagem e ampliando capacidade de investimento,

Leia mais

Mapa da Educação Financeira no Brasil

Mapa da Educação Financeira no Brasil Mapa da Educação Financeira no Brasil Uma análise das iniciativas existentes e as oportunidades para disseminar o tema em todo o País Em 2010, quando a educação financeira adquire no Brasil status de política

Leia mais

Breve histórico. 2 Análise de documentos e estudos relevantes. Painéis Temáticos com especialistas. 2* Diagnóstico Interno.

Breve histórico. 2 Análise de documentos e estudos relevantes. Painéis Temáticos com especialistas. 2* Diagnóstico Interno. 2 Análise de documentos e estudos relevantes Painéis Temáticos com especialistas Breve histórico 1 Reunião de partida e agenda de trabalho 2* Diagnóstico Interno 3 Mapeamento de tendências (mundo e Brasil)

Leia mais

Bandes: A Contemporaneidade de um Banco de Desenvolvimento

Bandes: A Contemporaneidade de um Banco de Desenvolvimento INFORMATIVO DO INSTITUTO BRASILEIRO DE EXECUTIVOS DE FINANÇAS ANO 19 Nº 40 JUNHO, JULHO E AGOSTO DE 2010 Bandes: A Contemporaneidade de um Banco de Desenvolvimento O Bandes está ainda mais moderno e com

Leia mais

Case NTech Lançamento MPE Brasil 2009 Faculdade Maurício de Nassau

Case NTech Lançamento MPE Brasil 2009 Faculdade Maurício de Nassau Case NTech Lançamento MPE Brasil 2009 Faculdade Maurício de Nassau 09 Jul 2009 NTech Tecnologia de Informação Ltda Palestrante Jean Paul Torres Neumann Diretor Executivo NTech Tecnologia de Informação

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA ADMINISTRAÇÃO EM SAÚDE PROGRAMA GERAL. Módulo I Sociologia da saúde 30 h. Módulo IV Epidemiologia e Estatística vital 30 h

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA ADMINISTRAÇÃO EM SAÚDE PROGRAMA GERAL. Módulo I Sociologia da saúde 30 h. Módulo IV Epidemiologia e Estatística vital 30 h CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA ADMINISTRAÇÃO EM SAÚDE PROGRAMA GERAL Módulos Disciplinas Carga Horária Módulo I Sociologia da saúde 30 h Módulo II Economia da saúde 30 h Módulo III Legislação em saúde 30 h

Leia mais

O IDEC é uma organização não governamental de defesa do consumidor e sua missão e visão são:

O IDEC é uma organização não governamental de defesa do consumidor e sua missão e visão são: 24/2010 1. Identificação do Contratante Nº termo de referência: TdR nº 24/2010 Plano de aquisições: Linha 173 Título: consultor para desenvolvimento e venda de produtos e serviços Convênio: ATN/ME-10541-BR

Leia mais

Brasil. China e da índia A RESPOSTA DO 0 DESAFIO DA

Brasil. China e da índia A RESPOSTA DO 0 DESAFIO DA João Paulo dos Reis Velloso (coordenador) Carlos Lopes António Palocci Henrique Meirelles Aloizio Mercadante Affonso Celso Pastore e Maria Cristina Pinotti Raul Velloso Tasso Jereissati Luiz Fernando Furlan

Leia mais

POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE

POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE Av. Barbacena, 472 8º andar Barro Preto CEP: 30190-130 Belo Horizonte/MG Tel.: 3253.4917 E-mail: renata.gontijo@cemigsaude.org.br Portal Corporativo: www.cemigsaude.org.br

Leia mais

UMA PARCERIA DE SUCESSO!

UMA PARCERIA DE SUCESSO! RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 Parceria Santa Dorotéia e Junior Achievement de Minas Gerais: UMA PARCERIA DE SUCESSO! 1 SUMÁRIO 1. Resultados Conquistados... 3 2. Resultados 2013... 4 3. Resultados Pesquisas...

Leia mais

Judiciário e Políticas Públicas ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 2º SEMESTRE DE 2013

Judiciário e Políticas Públicas ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 2º SEMESTRE DE 2013 Judiciário e Políticas Públicas ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 2º SEMESTRE DE 2013 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS A Fundação Getulio Vargas (FGV) deu início a suas atividades em 1944

Leia mais

Título da Apresentação

Título da Apresentação Título da Apresentação Financiadora de Estudos e Projetos Agência Brasileira de Inovação Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil 2º Workshop Platec E&P Onshore - Sondas de Perfuração e Workover - Equipamentos

Leia mais

Planejamento Estratégico Sistema OCB/MS 2 0 1 5-2 0 2 0

Planejamento Estratégico Sistema OCB/MS 2 0 1 5-2 0 2 0 Planejamento Estratégico Sistema OCB/MS 2 0 1 5-2 0 2 0 Planejamento Estratégico Sistema OCB/MS 2 0 1 5-2 0 2 0 Índice Mapa Estratégico OCB/MS 2015-2020 Visão do Cooperativismo Missão da OCB/MS Valores

Leia mais

Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores!

Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores! Empreendedores Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores! Por meio de um método de aprendizagem único,

Leia mais

Nos trilhos do progresso

Nos trilhos do progresso Nos trilhos do progresso brasil: polo internacional de investimentos e negócios. Um gigante. O quinto maior país do mundo em extensão e população e o maior da América Latina, onde se destaca como a economia

Leia mais

Perspectivas para o desenvolvimento brasileiro e a indústria de commodities minerais

Perspectivas para o desenvolvimento brasileiro e a indústria de commodities minerais Perspectivas para o desenvolvimento brasileiro e a indústria de commodities minerais João Carlos Ferraz BNDES 31 de agosto de 2008 Guia Contexto macroeconômico Políticas públicas Perpectivas do investimento

Leia mais

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento.

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento. DISCURSO DE POSSE Boa Noite a todos! Cumprimento o ex-diretor presidente Sebastião Calais, o Prefeito Leris Braga, o vice-prefeito Alcemir Moreira, o presidente da Câmara de Vereadores Juarez Camilo, o

Leia mais

Os desafios para a inovação no Brasil. Maximiliano Selistre Carlomagno

Os desafios para a inovação no Brasil. Maximiliano Selistre Carlomagno Os desafios para a inovação no Brasil Maximiliano Selistre Carlomagno Sobre a Pesquisa A pesquisa foi realizada em parceria pelo IEL/RS e empresa Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação durante

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO SINTÉTICO 2013 2016 - REVISÃO 2014

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO SINTÉTICO 2013 2016 - REVISÃO 2014 Anexo à Resolução CGM 1.143 DE 08/07/2014 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO SINTÉTICO 2013 2016 - REVISÃO 2014 INTRODUÇÃO Este trabalho é o produto de discussões finalizados em fevereiro de 2014, junto à Comissão

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais

RH: GESTÃO INOVADORA ORGANIZACIONAL

RH: GESTÃO INOVADORA ORGANIZACIONAL programação do evento 4ª edição RH: GESTÃO INOVADORA ORGANIZACIONAL 10 de abril de 2014 Staybridge Suites São Paulo PATROCÍNIO GOLD PATROCÍNIO SILVER EXPO BRAND APOIO REALIZAÇÃO Os desafios do futuro na

Leia mais

Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores!

Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores! Empreendedores Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores! Por meio de um método de aprendizagem único,

Leia mais

Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal

Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS SUBCHEFIA DE ASSUNTOS FEDERATIVOS Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal Mapa de obras contratadas pela CEF, em andamento com recursos do Governo Federal 5.048

Leia mais

A Academia está alinhada também aos Princípios para Sustentabilidade em Seguros UNPSI, coordenados pelo UNEP/FI órgão da ONU dedicado às questões da

A Academia está alinhada também aos Princípios para Sustentabilidade em Seguros UNPSI, coordenados pelo UNEP/FI órgão da ONU dedicado às questões da - 1 - Prêmio CNSeg 2012 Empresa: Grupo Segurador BBMAPFRE Case: Academia de Sustentabilidade BBMAPFRE Introdução A Academia de Sustentabilidade BBMAPFRE foi concebida em 2009 para disseminar o conceito

Leia mais

Senhoras e Senhores, Av. Nossa Senhora dos Navegantes, 755, sala 409-411, 29050-335 Enseada do Suá, Vitória-ES

Senhoras e Senhores, Av. Nossa Senhora dos Navegantes, 755, sala 409-411, 29050-335 Enseada do Suá, Vitória-ES Senhoras e Senhores, Serei breve e conciso em meu pronunciamento, seguindo os preceitos de alguns oradores famosos, que adotaram o discurso mini-saia,, ou seja, a fala deve ser curta, porém, suficiente

Leia mais

Bota pra Fazer: Negócios de Alto Impacto.

Bota pra Fazer: Negócios de Alto Impacto. Bota pra Fazer: Negócios de Alto Impacto. Instituto Educacional BM&FBOVESPA e Endeavor: Negócios de Alto Impacto. Com reconhecida experiência, o Instituto Educacional BM&FBOVESPA, a Escola de Negócios

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 41 Discurso na cerimónia de celebração

Leia mais

Luiz Ildebrando PIERRY 28/4/2009

Luiz Ildebrando PIERRY 28/4/2009 Luiz Ildebrando PIERRY 28/4/2009 Estrutura da AQRS/PGQP 2009/2010 CONSELHO SUPERIOR CONSELHO FISCAL CTSA CTSA CONSELHO DIRETOR SECRETARIA EXECUTIVA Comitês Setoriais Comitês Regionais Org. com Termo de

Leia mais

Lançamento do relatório - Mercados Inclusivos no Brasil: Desafios e Oportunidades do Ecossistema de Negócios

Lançamento do relatório - Mercados Inclusivos no Brasil: Desafios e Oportunidades do Ecossistema de Negócios Lançamento do relatório - Mercados Inclusivos no Brasil: Desafios e Oportunidades do Ecossistema de Negócios Ana Cecília de Almeida e Nathália Pereira A Iniciativa Incluir, promovida pelo PNUD Programa

Leia mais

Plano de Sustentabilidade da Unilever

Plano de Sustentabilidade da Unilever Unilever Plano de Sustentabilidade da Unilever Eixo temático Governança Principal objetivo da prática Para a Unilever, o crescimento sustentável e lucrativo requer os mais altos padrões de comportamento

Leia mais

Responsabilidade Social e Ambiental na Petrobras

Responsabilidade Social e Ambiental na Petrobras Responsabilidade Social e Ambiental na Petrobras Carlos Alberto Ribeiro de Figueiredo Janice Dias PETROBRAS - Comunicação Nacional RESPONSABILIDADE SOCIAL SOCIAL CORPORATIVA Necessidade Assistencialismo

Leia mais

Planejamento Estratégico de TIC

Planejamento Estratégico de TIC Planejamento Estratégico de TIC Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe 2010 a 2014 Versão 1.1 Sumário 2 Mapa Estratégico O mapa estratégico tem como premissa de mostrar a representação visual o Plano

Leia mais

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS:

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: EDIÇÃO 12 ANO IV (11) 3648-4700 / (21) 3161-8600 www.pacer.com.br Informativo Julho/ Agosto/ Setembro 2015 PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: 10 ANOS PACER:

Leia mais

experiência Uma excelente alternativa em serviços de auditoria

experiência Uma excelente alternativa em serviços de auditoria experiência Uma excelente alternativa em serviços de auditoria A Íntegra é uma empresa de auditoria e consultoria, com 25 anos de experiência no mercado brasileiro. Cada serviço prestado nos diferentes

Leia mais

Vladimir Caramaschi, Denise Gazzinelli, Alexandre Silveira, Luiz Matarazzo e Geraldo de Aquino Carneiro Júnior.

Vladimir Caramaschi, Denise Gazzinelli, Alexandre Silveira, Luiz Matarazzo e Geraldo de Aquino Carneiro Júnior. Informativo DO Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças Ano 16 nº 28 SETEMBRO E OUTUBRO de 2007 Bovespa e a Crise no Sub prime Alexandre Silveira e Vladimir Caramaschi realizam palestra para administradores

Leia mais

Liziane Castilhos de Oliveira Freitas Departamento de Planejamento, Orçamento e Gestão Escritório de Soluções em Comportamento Organizacional

Liziane Castilhos de Oliveira Freitas Departamento de Planejamento, Orçamento e Gestão Escritório de Soluções em Comportamento Organizacional CASO PRÁTICO COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL E GESTÃO DE TALENTOS: COMO A GESTÃO DA CULTURA, DO CLIMA E DAS COMPETÊNCIAS CONTRIBUI PARA UM AMBIENTE PROPÍCIO À RETENÇÃO DE TALENTOS CASO PRÁTICO: COMPORTAMENTO

Leia mais

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial remuneração para ADVOGADOS Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados advocobrasil Não ter uma política de remuneração é péssimo, ter uma "mais ou menos" é pior ainda. Uma das

Leia mais

Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública. Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008

Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública. Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008 Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008 Roteiro 1. Contexto 2. Por que é preciso desenvolvimento de capacidades no setor

Leia mais

2 Oferta de cursos técnicos e superiores por eixo tecnológico, por Campus. Taxa de ingresso nos cursos técnicos na forma de oferta, por Campus

2 Oferta de cursos técnicos e superiores por eixo tecnológico, por Campus. Taxa de ingresso nos cursos técnicos na forma de oferta, por Campus PERSPECTIVA OBJETIVO INDICADOR META RESULTADOS INSTITUCIONAIS 1 Nº de cursos técnicos e superiores, articulados com os arranjos produtivos locais por Campus; 2 Oferta de cursos técnicos e superiores por

Leia mais

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey Executivos em todos os níveis consideram que a sustentabilidade tem um papel comercial importante. Porém, quando se trata

Leia mais

Política de Comunicação Integrada

Política de Comunicação Integrada Política de Comunicação Integrada agosto 2009 Política de Comunicação Integrada Política de Comunicação Integrada 5 1. Objetivos Promover a comunicação integrada entre as empresas Eletrobras e dessas

Leia mais

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação Pesquisa realizada com os participantes do de Apresentação O perfil do profissional de Projetos Pesquisa realizada durante o 12 Seminário Nacional de, ocorrido em 2009, traça um importante perfil do profissional

Leia mais

Política de Comunicação Integrada

Política de Comunicação Integrada Política de Comunicação Integrada agosto 2009 Política de Comunicação Integrada 4 1 Objetivos Promover a comunicação integrada entre as empresas Eletrobras e dessas com os seus públicos de relacionamento,

Leia mais

A função da associação de classe na construção e defesa de suas agendas. 15 ago 13

A função da associação de classe na construção e defesa de suas agendas. 15 ago 13 A função da associação de classe na construção e defesa de suas agendas 15 ago 13 Associação Iniciativa formal ou informal que reúne pessoas físicas ou jurídicas com objetivos comuns, visando superar

Leia mais

Visão para o Rio Rede das Redes Projetos Transformadores / Negócios

Visão para o Rio Rede das Redes Projetos Transformadores / Negócios PROJETO 2015-2017 O Projeto Associação Comercial do Rio de Janeiro 2015 2017 consiste em um conjunto de conceitos, diretrizes e convergências de ações que vão orientar a atuação da ACRio para os próximos

Leia mais

Gestão estratégica em processos de mudanças

Gestão estratégica em processos de mudanças Gestão estratégica em processos de mudanças REVISÃO DOS MACRO PONTOS DO PROJETO 1a. ETAPA: BASE PARA IMPLANTAÇÃO DE UM MODELO DE GESTÃO DE PERFORMANCE PROFISSIONAL, que compreenderá o processo de Análise

Leia mais

Futuro do trabalho O futuro do trabalho Destaques O futuro do trabalho: Impactos e desafios para as empresas no Brasil

Futuro do trabalho O futuro do trabalho Destaques O futuro do trabalho: Impactos e desafios para as empresas no Brasil 10Minutos Futuro do trabalho Pesquisa sobre impactos e desafios das mudanças no mundo do trabalho para as organizações no B O futuro do trabalho Destaques Escassez de profissionais, novos valores e expectativas

Leia mais

2º CONGRESSO DAS EMPRESAS E DAS ATIVIDADES ECONÓMICAS. Lisboa, 9 e 10 de julho de 2015. Sessão de Abertura. António Saraiva, Presidente da CIP

2º CONGRESSO DAS EMPRESAS E DAS ATIVIDADES ECONÓMICAS. Lisboa, 9 e 10 de julho de 2015. Sessão de Abertura. António Saraiva, Presidente da CIP 2º CONGRESSO DAS EMPRESAS E DAS ATIVIDADES ECONÓMICAS Lisboa, 9 e 10 de julho de 2015 Sessão de Abertura António Saraiva, Presidente da CIP Bom Dia, Senhoras e Senhores Embaixadores, Senhores Representantes

Leia mais

Plano de Ação 2011-2012. Preparado para: Site da Apimec Rio Abr/2011

Plano de Ação 2011-2012. Preparado para: Site da Apimec Rio Abr/2011 Plano de Ação 2011-2012 Preparado para: Site da Apimec Rio Abr/2011 Sumário Introdução Resultados 2010 Estrutura Organizacional Plano de Ação 2011 Assuntos Gerais IPTU da Sede Contribuição Nacional Assessoria

Leia mais

Marcus Gregório Serrano

Marcus Gregório Serrano Marcus Gregório Serrano Presidente marcus.gregorio@pmies.org.br presidencia@pmies.org.br Consultor e professor. Graduado em Sistemas de Informação, é especialista em Gerenciamento de Projetos e certificado

Leia mais