CHEGADA DA EXPEDIÇÃO COLONIZADORA DE MARTIM AFONSO DE SOUZA 1530 MARTIM AFONSO DE SOUZA FUNDOU A PRIMEIRA VILA NO BRASIL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CHEGADA DA EXPEDIÇÃO COLONIZADORA DE MARTIM AFONSO DE SOUZA 1530 MARTIM AFONSO DE SOUZA FUNDOU A PRIMEIRA VILA NO BRASIL"

Transcrição

1 CHEGADA DA EXPEDIÇÃO COLONIZADORA DE MARTIM AFONSO DE SOUZA 1530 MARTIM AFONSO DE SOUZA FUNDOU A PRIMEIRA VILA NO BRASIL - SÃO VICENTE e deu início ao cultivo da cana-de-açúcar

2 CAPITANIAS HEREDITÁRIAS - COLONIZAR PARA NÃO PERDER 1530 PORTUGAL DECIDE COLONIZAR O BRASIL RAZÕES declínio do comércio com as Índias o comércio das especiarias já não dava mais lucro para Portugal motivo: concorrência com outros países, Inglaterra, França... ameaça de perder o Brasil para os franceses ERA PRECISO COLONIZARA ESSAS TERRAS ANTES QUE MOS FRANCESES O FIZESSEM

3 COMO? O Estado português estava individado, portanto sem recursos finaceiros para iniciar a colonização QUAL SERIA A SOLUÇÃO? DIVIDIR PARA REINAR Assim, o governo português implatou no Brasil o sistema de CAPITANIAS HEREDITÁRIAS. O que foi esse sistema? Foi a divisão do Brasil em 15 grandes faixas de terras CAPITANIAS eram lotes de terras de 200 e 650 km de largura HEREDITÁRIAS pois passariam de pais para filhos VOCÊ SACOU? Portugal transferiu para os capitães-donatários ( os que recebiam as terras ), os gastos e as obrigações que eram da Coroa portuguesa

4 PORTUGAL JÁ CONHECIA ESSE SISTEMA? SIM, PORTUGAL JÁ HAVIA IMPLANTADO ESSE SISTEMA NAS ILHAS: DE MADEIRA;CABO-VERDE e AÇORES, com muito sucesso, pois os lotes era pequenos e próximos de Portugal

5 DOCUMENTOS LEGAIS QUE OS DONATÁRIOS RECEBIAM: CARTA DE DOAÇÃO CARTA FORAL ERA A CARTA DE POSSE DAS TERRAS ERA O DOCUMENTO QUE ESTABELECIA OS DIREITOS E DEVERES DOS DONATÁRIOS DIREITOS: fundar vilas, povoados, doar sesmarias ( terras ) a outras pessoas Autoridade sobre sua capitanias, escravizar índios etc... DEVERES: defender o litoral, promover a fé católica, desenvolver a Agricultura e pagar impostos ao rei de Portugal

6 SERÁ QUE ESSE SISTEMA DEU CERTO NO BRASIL? NÃO, o sistema de Capitanias fracassou, apenas duas deram certo SÃO VICENTE e PERNAMBUCO SÃO VICENTE - doada a Martim Afonso de Souza, - recebeu ajuda do rei de Portugal - surgiram alguns povoados com Santos, fundado por Brás Cuba - e o desenvolvimento da lavoura canavieira PERNAMBUCO doada a Duarte Coelho - desenvouveu-se graças à lavoura da cana-de-açúcar Obs: Pernambuco foi o maior centro produtor de cana-de-açucar no período colonial

7 RAZÕES DO FRACASSO DAS DEMAIS CAPITANIAS Necessidade de um alto investimento para iniciar a colonização e financiar a vinda de pessoas para povoar a terra constante ataque de índios e dos franceses isolamento dos donatários ( as capitanias eram distantes uma das outras e de Portugal a falta de um órgão administrativo ( isto é, um governo geral) (para auxiliar os donatários e ajudar a administrar a colônia )

8 GOVERNO - GERAL em 1548 foi implantado no Brasil o GOVERNO-GERAL OBJETIVO:- auxiliar os donatários - defender o litoral contra os franceses - explorar o interior do Brasil - combater os indígenas - COORDENAR A ADMINISTRAÇÃO POLÍTICA DO BRASIL OBS: O GOVERNO-GERAL foi o início da organização política do Brasil SEDE do governo Salvador Bahia 1ª capital do Brasil QUEM AUXILIAVA OS GOVERNADORES? OUVIDOR-MOR cuidava da justiça PROVEDOR-MOR cuidava da arrecadação dos impostos CAPITÃO-MOR cuidava da defesa da colônia Obs: as características de cada um dos três primeiros governadores do Brasil, TOMÉ DE SOUZA DUARTE DA COSTA MEM DE SÁ

9 TOMÉ DE SOUZA Bahia foi escolhida para sediar o GOVERNO-GERAL - por estar mais próximo do maior centro produtor de açúcar PERNAMBUCO Tomé de Souza fundou a cidade de Salvador ( primeira capital do Brasil ) - trouxe os primeiros Jesuítas para iniciar o processo de evangelização ( catequização ) dos índios - criou o primeiro bispado, nomeando o primeiro Bispo D. PERO FERNADES SARDINHA para organizar o trabalho dos jesuítas - introduziu as primeiras cabeças de gado - iniciou a agricultura canavieira

10 DUARTE DA COSTA CARACTERÍSTICAS DE SEU GOVERNO: governo marcado pela desorganização política intensos conflito entre colonos e jesuítas devido a escravização dos índios Durante seu governo os jesuítas Padre Manuel da Nóbrega e José de Anchieta fundaram o Colégio de São Paulo que deu origem a cidade de São Paulo em 25/01/1554 INVASÃO DOS FRANCESES no Rio de Janeiro nesse período os franceses invadiram o Rio de Janeiro, fundando a França Antártica OBS: a pedido do rei, Duarte da Costa viaja à Portugal para esclarecer os conflitos ocorridos em seu governo, porém, ocorre um naufrágio próximo ao Rio Grande do Norte, o governador se salva, porém, caí em mãos de índios canibais

11 MEM DE SÁ CARACTERÍSTICAS: reorganizou o governo da colônia pacificou os conflitos entre colonos e jesuítas indicou seu sobrinho Estácio de Sá para combater e expulsar os franceses do Rio de Janeiro RESULTADO : nessa guerra, para expulsar os franceses, foi fundada a Vila de São Sebastião do Rio de Janeiro ( atual cidade do Rio de janeiro ) e Estácio de Sá acabou morto pelos índios que auxiliavam os franceses. Mem de Sá criou um órgão regional para administrar as vilas e povoados -as CÂMARAS MUNICIPAIS representados pelos homens-bons, ricos proprietários de terras e escravos que governariam as cidades e vilas OBS: a CÂMARA MUNICIPAL existe até hoje e é formada por vereadores eleitos pelo povo para administrar a cidade.

A Administração Colonial

A Administração Colonial A Administração Colonial HISTÓRIA DO BRASIL Prof. Alan Carlos Ghedini O primeiros 30 anos Até 1530 Desinteresse da Coroa Portuguesa pela nova Colônia Comércio das especiarias ainda era o foco Houve apenas

Leia mais

PRIMÓRDIOS DA COLONIZAÇÃO

PRIMÓRDIOS DA COLONIZAÇÃO Prof. Alexandre Goicochea PRIMÓRDIOS DA COLONIZAÇÃO PRÉ-COLONIAL:1500-1530 Prof. Alexandre Goicochea CARACTERIZAÇÃO Período Pré-colonial período da viagem de Cabral até 1530; Nas primeiras décadas de colonização,

Leia mais

história do brasil - colônia prof. david nogueira.

história do brasil - colônia prof. david nogueira. história do brasil - colônia prof. david nogueira. omnibus dubitandum... duvide de tudo. Para se entender História do Brasil... Duvide de tudo, principalmente do que parece natural e óbvio. Ex. O brasileiro

Leia mais

HISTÓRIA DO BRASIL. De omnibus dubitandum duvide de tudo.

HISTÓRIA DO BRASIL. De omnibus dubitandum duvide de tudo. HISTÓRIA DO BRASIL De omnibus dubitandum duvide de tudo. O POVO BRASILEIRO É PERÍODO PRÉ -COLONIAL A HISTÓRIA VISTA DA PRAIA E A VISTA DO BARCO - ALTERIDADE antes da chegada dos europeus à América havia

Leia mais

BRASIL PORTUGUÊS PERÍODO PRÉ COLONIAL PERÍODO COLONIAL PROF. DE HISTÓRIA TÁCIUS FERNANDES BLOG:

BRASIL PORTUGUÊS PERÍODO PRÉ COLONIAL PERÍODO COLONIAL PROF. DE HISTÓRIA TÁCIUS FERNANDES BLOG: BRASIL PORTUGUÊS PERÍODO PRÉ COLONIAL PERÍODO COLONIAL 1. ESPANHA X PORTUGAL A BULA INTER COETERA ASSINADO EM 1493. LINHA IMAGINÁRIA A 100 LÉGUAS A OESTE DE CABO VERDE. LESTE: PORTUGAL. OESTE: ESPANHA.

Leia mais

COLONIZAÇÃO DO BRASIL

COLONIZAÇÃO DO BRASIL COLONIZAÇÃO DO BRASIL Segundo relatos históricos, a colonização do Brasil iniciou quando os portugueses, liderados por Pedro Álvares Cabral, aportaram na terra que hoje chamamos de Brasil. A terra era

Leia mais

Primórdios da Colonização Portuguesa. Módulo 4

Primórdios da Colonização Portuguesa. Módulo 4 Primórdios da Colonização Portuguesa Módulo 4 O Período Pré-Colonial (1500 1530) Num primeiro momento não houve para Portugal produtos rentáveis e metais preciosos que o fizessem se dedicar ao Brasil.

Leia mais

MÓDULO 02 - PERÍODO PRÉ-COLONIAL E ASPECTOS ADMINISTRATIVOS,ECONÔMICOS E SOCIAIS DA COLONIZAÇÃO

MÓDULO 02 - PERÍODO PRÉ-COLONIAL E ASPECTOS ADMINISTRATIVOS,ECONÔMICOS E SOCIAIS DA COLONIZAÇÃO MÓDULO 02 - PERÍODO PRÉ-COLONIAL E ASPECTOS ADMINISTRATIVOS,ECONÔMICOS E SOCIAIS DA COLONIZAÇÃO 2.1- O BRASIL PRÉ-COLONIAL ( 1500-1530 ) Período que antecedeu a colonização. Interesse português:índias.

Leia mais

Brasil - Período Colonial

Brasil - Período Colonial Brasil - Período Colonial Em 1500, os portugueses chegaram às terras que depois seriam chamadas de Brasil Lá, encontraram povos nativos que chamaram de índios. O primeiro encontro foi pacífico: trocaram

Leia mais

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 06 O GOVERNO-GERAL

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 06 O GOVERNO-GERAL HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 06 O GOVERNO-GERAL Como pode cair no enem O sistema de capitanias hereditárias, criado no Brasil em 1534, refletia a transição do feudalismo para o capitalismo, na medida em

Leia mais

. a d iza r to u a ia p ó C II

. a d iza r to u a ia p ó C II II Sugestões de avaliação História 4 o ano Unidade 5 5 Unidade 5 Nome: Data: 1. Relacione as colunas. (A) Colonos portugueses (B) indígenas e africanos escravizados ( ) Vieram para o Brasil com o objetivo

Leia mais

O IMPÉRIO ULTRAMARINO PORTUGUÊS PROF. FELIPE KLOVAN COLÉGIO JOÃO PAULO I

O IMPÉRIO ULTRAMARINO PORTUGUÊS PROF. FELIPE KLOVAN COLÉGIO JOÃO PAULO I O IMPÉRIO ULTRAMARINO PORTUGUÊS PROF. FELIPE KLOVAN COLÉGIO JOÃO PAULO I AS CONQUISTAS PORTUGUESAS Prof. Felipe Klovan Maior império colonial europeu entre 1415 1557 Várias formas de relação colonial Relações

Leia mais

Governo Geral. Início - Tomé de Sousa, 1549, com cerca de homens 1

Governo Geral. Início - Tomé de Sousa, 1549, com cerca de homens 1 Governo Geral Início - Tomé de Sousa, 1549, com cerca de 1.000 homens 1 Fundação de Salvador Primeira Capital Brasileira Tomé de Sousa promoveu acordos de paz com os indígenas. Restabeleceu a prática do

Leia mais

BRASIL DE PAÍS AGROEXPORTADOR A PAÍS INDUSTRIALIZADO CAPÍTULO 1 PROFESSOR LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ CAVALCANTE

BRASIL DE PAÍS AGROEXPORTADOR A PAÍS INDUSTRIALIZADO CAPÍTULO 1 PROFESSOR LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ CAVALCANTE BRASIL DE PAÍS AGROEXPORTADOR A PAÍS INDUSTRIALIZADO CAPÍTULO 1 PROFESSOR LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ CAVALCANTE FORMAÇÃO DO ESPAÇO GEOGRÁFICO BRASILEIRO exploradores europeus. colônia de Portugal.

Leia mais

Brasil Colônia Professor: Danilo Martins

Brasil Colônia Professor: Danilo Martins Brasil Colônia 1500-1822 Professor: Danilo Martins Índice A Revolução de Avis 1500 1530 Pré-Colonial Período Colonial Tráfico negreiro A Revolução de Avis Após anos da dinastia de Borgonha no poder, o

Leia mais

01- Logo que os portugueses chegaram ao Brasil encontraram outros povos, os índios. Esse povo era realmente índio? Justifique. R.:

01- Logo que os portugueses chegaram ao Brasil encontraram outros povos, os índios. Esse povo era realmente índio? Justifique. R.: PROFESSOR: EQUIPE DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - HISTÓRIA E GEOGRAFIA 5 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Texto 1 BRASIL,

Leia mais

FRANCESES NO BRASIL FORTALEZA DE SANTA CRUZ DA BARRA - NITERÓI

FRANCESES NO BRASIL FORTALEZA DE SANTA CRUZ DA BARRA - NITERÓI FRANCESES NO BRASIL FORTALEZA DE SANTA CRUZ DA BARRA - NITERÓI AS INVASÕES FRANCESAS 2ª invasão 1612 Maranhão Fundação da França Equinocial e a Cidade de São Luís Comandante Daniel de La Touche Obs: esse

Leia mais

Brasil século XVI BRASIL COLÔNIA

Brasil século XVI BRASIL COLÔNIA BRASIL COLÔNIA Brasil século XVI Em 22 de abril de 1500, Pedro Álvares Cabral chegava ao Brasil com sua frota de navios que tinha como destino a Ásia e essa data marca, na história tradicional, a descoberta

Leia mais

CAPÍTULO 6 O TERRITÓRIO BRASILEIRO EM CONSTRUÇÃO. Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio Professor: Gelson Alves Pereira

CAPÍTULO 6 O TERRITÓRIO BRASILEIRO EM CONSTRUÇÃO. Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio Professor: Gelson Alves Pereira CAPÍTULO 6 O TERRITÓRIO BRASILEIRO EM CONSTRUÇÃO Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio Professor: Gelson Alves Pereira 1- O país dos contrastes Imensas riquezas naturais, culturais e econômicas.

Leia mais

A MARCHA DA COLONIZAÇÃO NA AMÉRICA PORTUGUESA

A MARCHA DA COLONIZAÇÃO NA AMÉRICA PORTUGUESA A MARCHA DA COLONIZAÇÃO NA AMÉRICA PORTUGUESA Você já ouviu falar nos bandeirantes? Sabe quem eles eram e sua importância para a história do Brasil Colonial? Prof.ª: Alexandra Freitas Disciplina: História

Leia mais

Domínios Estrangeiros e Economia Colonial. Alan

Domínios Estrangeiros e Economia Colonial. Alan Domínios Estrangeiros e Economia Colonial Alan A França Antártica Passo inicial: expedição de Nicolas Durand de Villegaignon Chegaram à baía da Guanabara (RJ), em 1555 Junto de 290 colonos, aliaram-se

Leia mais

Capítulo. Organização político- -administrativa na América portuguesa

Capítulo. Organização político- -administrativa na América portuguesa Capítulo Organização político- -administrativa na América portuguesa 1 O Império Português e a administração da Colônia americana Brasil: 1500-1530 O interesse português pelo território americano era pequeno

Leia mais

1ª Série do ensino médio

1ª Série do ensino médio 1ª Série do ensino médio 01. Diferentemente dos astecas, maias e incas, povos indígenas encontrados pelos espanhóis em suas terras americanas, os portugueses encontraram um outro tipo de organização indígena

Leia mais

Colégio Marista São José Montes Claros MG Prof. Sebastião Abiceu 7º ano

Colégio Marista São José Montes Claros MG Prof. Sebastião Abiceu 7º ano Colégio Marista São José Montes Claros MG Prof. Sebastião Abiceu 7º ano 1. CARACTERÍSTICAS GERAIS DO PERÍODO COLONIAL Colônia de exploração (fornecimento de gêneros inexistentes na Europa). Monocultura.

Leia mais

Apostila de História 19 Colônia Portuguesa na América (Brasil Colônia) 1.0 Gradativa Tomada de Posse

Apostila de História 19 Colônia Portuguesa na América (Brasil Colônia) 1.0 Gradativa Tomada de Posse Apostila de História 19 Colônia Portuguesa na América (Brasil Colônia) 1.0 Gradativa Tomada de Posse Bula Inter Coetera: 100 léguas de distância de Cabo Verde; A parte esquerda da Bula era da Espanha,

Leia mais

A FORMAÇÃO DA SOCIEDADE BRASILEIRA

A FORMAÇÃO DA SOCIEDADE BRASILEIRA PROFESSOR: EQUIPE DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - HISTÓRIA E GEOGRAFIA 5 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== A FORMAÇÃO DA SOCIEDADE

Leia mais

HISTÓRIA 7ºano 3º Trimestre / 2016 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES

HISTÓRIA 7ºano 3º Trimestre / 2016 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES HISTÓRIA 7ºano 3º Trimestre / 2016 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES 1. (Uece 2010) O processo de colonização da América Espanhola foi intenso e violento. Os espanhóis utilizaram largamente de agressividade,

Leia mais

Expansão do território brasileiro

Expansão do território brasileiro Expansão do território brasileiro O território brasileiro é resultado de diferentes movimentos expansionistas que ocorreram no Período Colonial, Imperial e Republicano. Esse processo ocorreu através de

Leia mais

História. Lavoura Açucareira e Mão de Obra Escrava. Professor Cássio Albernaz.

História. Lavoura Açucareira e Mão de Obra Escrava. Professor Cássio Albernaz. História Lavoura Açucareira e Mão de Obra Escrava Professor Cássio Albernaz www.acasadoconcurseiro.com.br História A LAVOURA AÇUCAREIRA E MÃO DE OBRA ESCRAVA (http://www.ceert.org.br/img/galeria/1-08tdilfyc5r9m4aroafhjw.jpeg)

Leia mais

1º Período UNIDADE 1. Exercícios; A aventura de navegar

1º Período UNIDADE 1. Exercícios; A aventura de navegar 1º Período UNIDADE 1 A aventura de navegar Navegar em busca de riquezas As grandes navegações; Viagens portuguesas. Ampliação Portugal na época das navegações. Conhecer e identificar os instrumentos e

Leia mais

1530 O regime de capitanias hereditárias é instituído por D. João III. Primeira expedição colonizadora chefiada por Martim Afonso de Sousa.

1530 O regime de capitanias hereditárias é instituído por D. João III. Primeira expedição colonizadora chefiada por Martim Afonso de Sousa. Vera, Use a seguinte legenda: Amarelo: o documento para o link encontra-se neste site: http://www.info.lncc.br/wrmkkk/tratados.html Rosa: o documento para o link encontra-se neste site: http://www.webhistoria.com.br

Leia mais

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Recuperação do 4 Bimestre - História Conteúdo: COLONIZAÇÃO PORTUGUESA NA AMÉRICA BRASIL COLONIAL: SOCIEDADE AÇUCAREIRA BRASIL COLONIAL: EXPANSÃO PARA O INTERIOR

Leia mais

Cópia autorizada. II

Cópia autorizada. II II Sugestões de avaliação História 7 o ano Unidade 8 5 Unidade 8 Nome: Data: 1. Qual(is) da(s) sentença(s) a seguir apresenta(m) corretamente as motivações de Portugal para estabelecer a produção açucareira

Leia mais

FUNDAMENTOS DA COLONIZAÇÃO BRASILEIRA

FUNDAMENTOS DA COLONIZAÇÃO BRASILEIRA FUNDAMENTOS DA COLONIZAÇÃO BRASILEIRA 2o. Ano 2o. Bimestre RAZÕES DA COLONIZAÇÃO O início da colonização marcou a passagem da atividade econômica baseada na circulação para a de produção (a produção da

Leia mais

A Presença Estrangeira no Período Colonial. História C Aula 04 Prof. Thiago

A Presença Estrangeira no Período Colonial. História C Aula 04 Prof. Thiago A Presença Estrangeira no Período Colonial História C Aula 04 Prof. Thiago Disputa pelas novas terras Principais invasores Franceses, Ingleses e Holandeses Contrabando de madeira, saques de feitorias,

Leia mais

A Historiografia do Brasil Colonial tem início em 22 de abril de 1500 com a chegada dos portugueses.

A Historiografia do Brasil Colonial tem início em 22 de abril de 1500 com a chegada dos portugueses. A Historiografia do Brasil Colonial tem início em 22 de abril de 1500 com a chegada dos portugueses. A Colônia é o período da História do Brasil que engloba os anos de 1500 a 1822. Ele começa com a chegada

Leia mais

AS INVASÕES FRANCESAS

AS INVASÕES FRANCESAS AS INVASÕES FRANCESAS 2ª invasão 1612 Maranhão Fundação da França Equinocial e a Cidade de São Luís Comandante Daniel de La Touche Obs: esse período Portugal passava para domínio espanhol 1ª invasão Rio

Leia mais

História C História do Brasil. Professora Celiane

História C História do Brasil. Professora Celiane História C História do Brasil Professora Celiane História do Brasil A História do Brasil é comumente dividida em três períodos: Colônia; Império; República; No entanto, há mais algumas subdivisões nesses

Leia mais

REVISÃO I Prof. Fernando.

REVISÃO I Prof. Fernando. REVISÃO I Prof. Fernando Brasil Colônia 1500: Descobrimento ou Conquista? Comunidades indígenas do Brasil Características: heterogeneidade e subsistência. Contato: a partir da colonização efetiva, ocorreu

Leia mais

Do litoral para o interior do país Séculos XVI e XVII

Do litoral para o interior do país Séculos XVI e XVII Do litoral para o interior do país Séculos XVI e XVII As entradas : expedições montadas por pessoas que partiam de vários locais do país e se aventuravam pelo sertão à procura de ouro e pedras preciosas.

Leia mais

Do litoral para o interior do país Séculos XVI e XVII

Do litoral para o interior do país Séculos XVI e XVII Do litoral para o interior do país Séculos XVI e XVII As entradas : expedições montadas por pessoas que partiam de vários locais do país e se aventuravam pelo sertão à procura de ouro e pedras preciosas.

Leia mais

BRASIL COLÔNIA ( )

BRASIL COLÔNIA ( ) 1 - O CICLO DO AÇÚCAR Séc. XVI e XVII (auge). Nordeste (BA e PE). Litoral. Solo e clima favoráveis. Experiência de cultivo (Açores, Cabo Verde e Madeira). Mercado consumidor. Alto valor na Europa. Participação

Leia mais

Capítulo 05 * Portugal na Baixa Idade Média * A expansão comercial e marítima europeia * O período Pré-Colonial. Profª Maria Auxiliadora 1º Ano

Capítulo 05 * Portugal na Baixa Idade Média * A expansão comercial e marítima europeia * O período Pré-Colonial. Profª Maria Auxiliadora 1º Ano Capítulo 05 * Portugal na Baixa Idade Média * A expansão comercial e marítima europeia * O período Pré-Colonial Profª Maria Auxiliadora 1º Ano As Monarquias Ibéricas (Portugal / Espanha) REVOLUÇÃO

Leia mais

DATA: /12/2014 ETAPA: Anual VALOR: 20,0 pts. NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 7º ANO/E.F. TURMA: NOME COMPLETO:

DATA: /12/2014 ETAPA: Anual VALOR: 20,0 pts. NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 7º ANO/E.F. TURMA: NOME COMPLETO: DISCIPLINA: História PROFESSORES: Leonardo, Renata e Paula. DATA: /12/2014 ETAPA: Anual VALOR: 20,0 pts. NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 7º ANO/E.F. TURMA: NOME COMPLETO: Nº: Caro Aluno

Leia mais

Movimentos nativistas e emancipacionistas

Movimentos nativistas e emancipacionistas Movimentos nativistas e emancipacionistas Crise do sistema colonial A Revolta de Beckman (1684) Conflito entre os proprietários de terras, a Companhia de Comércio e a missão jesuítica na região. Atividades

Leia mais

Aula 2: O período colonial ( ) Disciplina: Geografia do Brasil. Prof. Dr. Antonio Nivaldo Hespanhol Prof. Dr. Carlos de Castro Neves Neto

Aula 2: O período colonial ( ) Disciplina: Geografia do Brasil. Prof. Dr. Antonio Nivaldo Hespanhol Prof. Dr. Carlos de Castro Neves Neto UNESP UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA Aula 2: O período colonial (1500-1822) Disciplina: Geografia do Brasil Prof. Dr. Antonio Nivaldo Hespanhol Prof. Dr. Carlos de Castro

Leia mais

Regulação Semestral do Processo Ensino Aprendizagem 4º bimestre Ano: 2º ano Ensino Médio Data:

Regulação Semestral do Processo Ensino Aprendizagem 4º bimestre Ano: 2º ano Ensino Médio Data: Regulação Semestral do Processo Ensino Aprendizagem 4º bimestre Ano: 2º ano Ensino Médio Data: Disciplina: História Professor: Luis Fernando Caro estudante; Ao longo do bimestre desenvolvemos diversas

Leia mais

Administração Colonial União Ibérica Invasões Estrangeiras Bandeirantismo

Administração Colonial União Ibérica Invasões Estrangeiras Bandeirantismo Administração Colonial União Ibérica Invasões Estrangeiras Bandeirantismo Capitanias Hereditárias (1534-1759) Motivos para a aplicação deste tipo de organização: PORTUGAL já havia testado esta forma administrativa

Leia mais

AS INVASÕES FRANCESAS

AS INVASÕES FRANCESAS AS INVASÕES FRANCESAS 2ª invasão 1612 Maranhão Fundação da França Equinocial e a Cidade de São Luís Comandante Daniel de La Touche Obs: esse período Portugal passava para domínio espanhol 1ª invasão Rio

Leia mais

História do Brasil (C) Apostila 2. Prof.ª Celiane

História do Brasil (C) Apostila 2. Prof.ª Celiane História do Brasil (C) Apostila 2 Prof.ª Celiane A mineração A descoberta de ouro na região das Minas Gerais aconteceu no final do século XVII (em 1693). Além das MG muito ouro foi encontrado em GO, MG

Leia mais

Atividade de Revisão Prova 1 cap. 01 Questões Objetivas. Utilize o mapa a seguir para auxiliar na resolução das questões de 1 a 4:

Atividade de Revisão Prova 1 cap. 01 Questões Objetivas. Utilize o mapa a seguir para auxiliar na resolução das questões de 1 a 4: Atividade de Revisão Prova 1 cap. 01 Questões Objetivas Utilize o mapa a seguir para auxiliar na resolução das questões de 1 a 4: Fonte: Adaptado de http://image.slidesharecdn.com/profdemetriomelo-brasilregionalizao

Leia mais

História de Pernambuco Localização Geográfica

História de Pernambuco Localização Geográfica História de Pernambuco Localização Geográfica Está localizado no centro-leste da região Nordeste. Limites os estados da Paraíba e Ceará (NO), oceano Atlântico (L), Alagoas e Bahia (S), e Piauí (O) Bandeira

Leia mais

Expansão do território Os portugueses e seus descendentes ampliaram o território dominado, ultrapassando a linha do Tratado de Tordesilhas.

Expansão do território Os portugueses e seus descendentes ampliaram o território dominado, ultrapassando a linha do Tratado de Tordesilhas. COLÉGIO SANTA ROSA PROFESSORES: CARLOS E EMERSON. SÉRIE: 7º ANO ASSUNTO: UNIDADE 02: BRASIL, TERRITÓRIO E REGIONALIZAÇÃO TERRITÓRIO BRASILEIRO OCUPAÇÃO DO TERRITÓRIO O povoamento brasileiro, no século

Leia mais

De colônia agroexportadora a país industrializado

De colônia agroexportadora a país industrializado De colônia agroexportadora a país industrializado A formação do espaço brasileiro A chegada do colonizador no final do século XV. Inicialmente não são encontradas riquezas minerais. Os indígenas não produziam

Leia mais

Colonização Portuguesa. Prof. Osvaldo

Colonização Portuguesa. Prof. Osvaldo Colonização Portuguesa Prof. Osvaldo A chegada dos Portugueses Portugal e depois Espanha se tornaram pioneiros nas chamadas Grandes Navegações Portugal buscou contornar a África para tentar chegar ao Oriente

Leia mais

A Economia Mineradora (Século XVIII) O Processo de Independência. 1 A Economia Mineradora do Século XVIII. 2 As Reformas Pombalinas

A Economia Mineradora (Século XVIII) O Processo de Independência. 1 A Economia Mineradora do Século XVIII. 2 As Reformas Pombalinas Aula 13 e 14 A Economia Mineradora (Século XVIII) 1 A Economia Mineradora do Século XVIII Setor 1601 2 As Reformas Pombalinas 3 ealvespr@gmail.com Objetivo da aula Analisar a crise do Antigo Sistema Colonial

Leia mais

Sugestões de avaliação. História 7 o ano Unidade 7

Sugestões de avaliação. História 7 o ano Unidade 7 Sugestões de avaliação História 7 o ano Unidade 7 Unidade 7 Nome: Data: 1. Leia o trecho a seguir e faça o que se pede. Depois de estabelecer colônias na África e chegar à Índia e à América, os navegadores

Leia mais

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 11 A UNIÃO IBÉRICA (1580)

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 11 A UNIÃO IBÉRICA (1580) HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 11 A UNIÃO IBÉRICA (1580) Como pode cair no enem (FUVEST) Sobre a presença francesa na Baía de Guanabara (1557-60), podemos dizer que foi: a) apoiada por armadores franceses

Leia mais

História do Brasil nos quadros do Sistema Colonial Mercantilista

História do Brasil nos quadros do Sistema Colonial Mercantilista História do Brasil nos quadros do Sistema Colonial Mercantilista O sistema colonial é o conjunto de relações entre as metrópoles e suas respectivas colônias em uma determinada época histórica. O sistema

Leia mais

AULA 2 BRASIL COLONIAL ECONOMIA E SOCIEDADE AÇUCAREIRA (SÉC. XVI E XVII)

AULA 2 BRASIL COLONIAL ECONOMIA E SOCIEDADE AÇUCAREIRA (SÉC. XVI E XVII) Catarina Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Campus Joinville Curso: CTI - Mecânica e Eletroeletrônica Módulo: IV Unidade Curricular: História III Prof. Anderson dos Santos AULA

Leia mais

Disciplina: Língua Portuguesa Data da realização: 13/06/2016

Disciplina: Língua Portuguesa Data da realização: 13/06/2016 Ficha da semana 4º ano A e B. Instruções: 1. Cada atividade terá uma data de realização e deverá ser entregue à professora no dia seguinte. 2. As atividades deverão ser copiadas e respondidas no caderno

Leia mais

BRASIL COLÔNIA ( ) BRASIL COLÔNIA PROF. JOÃO GABRIEL DA FONSECA.

BRASIL COLÔNIA ( ) BRASIL COLÔNIA PROF. JOÃO GABRIEL DA FONSECA. BRASIL COLÔNIA PROF. JOÃO GABRIEL DA FONSECA joaogabriel_fonseca@hotmail.com 1 - O CICLO DO AÇÚCAR Séc. XVI e XVII (auge). Nordeste (BA e PE). Litoral. Solo e clima favoráveis. Experiência de cultivo (Açores,

Leia mais

PARATY para Cachaça. Palestrante : Eduardo Calegario Mello (APACAP)

PARATY para Cachaça. Palestrante : Eduardo Calegario Mello (APACAP) Indicação Geográfica de Procedência PARATY para Cachaça Palestrante : Eduardo Calegario Mello (APACAP) Histórico : 29/09/1999 fundação das APPAP. 22/07/2004 alteração para APACAP. 10/10/2006 modificação

Leia mais

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 15 A MINERAÇÃO: ECONOMIA

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 15 A MINERAÇÃO: ECONOMIA HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 15 A MINERAÇÃO: ECONOMIA Fixação 1) (UFRN) No século XVIII, teve início a exploração da região mineradora no Brasil, provocando transformações importantes na economia colonial,

Leia mais

PRESENÇA JESUÍTICA NA VILA DE PARANAGUÁ: O PROCESSO DE ESTABELECIMENTO DO COLÉGIO JESUÍTICO ( ).

PRESENÇA JESUÍTICA NA VILA DE PARANAGUÁ: O PROCESSO DE ESTABELECIMENTO DO COLÉGIO JESUÍTICO ( ). PRESENÇA JESUÍTICA NA VILA DE PARANAGUÁ: O PROCESSO DE ESTABELECIMENTO DO COLÉGIO JESUÍTICO (1708-1759). Meiri Cristina Falcioni Malvezzi * RUCKSTADTER, Vanessa Campos Mariano. Presença jesuítica na Vila

Leia mais

Organização do espaço amazônico: conflitos e contradições

Organização do espaço amazônico: conflitos e contradições Organização do espaço amazônico: conflitos e contradições Roberta Maria Guimarães da silva Universidade Federal do Pará Resumo: Este artigo é uma abordagem com considerações sobre a região Amazônica que

Leia mais

A COLONIZAÇÃO DO BRASIL

A COLONIZAÇÃO DO BRASIL A COLONIZAÇÃO DO BRASIL OS FUNDAMENTOS DO COLONIALISMO PORTUGUÊS O processo de ocupação e formação do Império Colonial Lusitano baseou-se dentro da ótica mercantilista. Essa forma de organização ficou

Leia mais

01- Após a leitura da imagem e pensando sobre nossas leituras, conversas e trabalhos acerca deste assunto, responda:

01- Após a leitura da imagem e pensando sobre nossas leituras, conversas e trabalhos acerca deste assunto, responda: PROFESSOR: EQUIPE DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - HISTÓRIA E GEOGRAFIA - 4 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ====================================================================== TEXTO 1 01- Após a

Leia mais

História. As Instituições Eclesiásticas. Professor Cássio Albernaz.

História. As Instituições Eclesiásticas. Professor Cássio Albernaz. História As Instituições Eclesiásticas Professor Cássio Albernaz www.acasadoconcurseiro.com.br História AS INSTITUIÇÕES ECLESIÁSTICAS As instituições eclesiásticas e a sociedade colonial; (Convento de

Leia mais

Universidade Federal do Ceará Coordenadoria de Concursos - CCV 2ª ETAPA PROVA ESPECÍFICA DE HISTÓRIA PROVA ESPECÍFICA DE HISTÓRIA

Universidade Federal do Ceará Coordenadoria de Concursos - CCV 2ª ETAPA PROVA ESPECÍFICA DE HISTÓRIA PROVA ESPECÍFICA DE HISTÓRIA 1ª AVALIAÇÃO CORRETOR 1 01 02 03 04 05 06 07 08 Reservado à CCV AVALIAÇÃO FINAL Universidade Federal do Ceará Coordenadoria de Concursos - CCV Comissão do Vestibular Reservado à CCV 2ª ETAPA PROVA ESPECÍFICA

Leia mais

A Enigmática Fundação do Rio de Janeiro: de arraial vicentino à cidade desprovida de foral e poder episcopal.

A Enigmática Fundação do Rio de Janeiro: de arraial vicentino à cidade desprovida de foral e poder episcopal. 0 A Enigmática Fundação do Rio de Janeiro: de arraial vicentino à cidade desprovida de foral e poder episcopal. Renato Pereira Brandão* Introdução Roberto Maurício (1966:16), em obra publicada no bojo

Leia mais

BRASIL COLÔNIA PROF. SORMANY ALVES

BRASIL COLÔNIA PROF. SORMANY ALVES BRASIL COLÔNIA PROF. SORMANY ALVES O PERÍODO PRÉ-COLONIAL (1500-1530) 1530) Período marcado pelo desinteresse português pela terra brasileira. O rico comércio de especiarias do Oriente atraía a as atenções

Leia mais

Vereadores de Currais Novos RN

Vereadores de Currais Novos RN Vereadores de Currais Novos RN Melquisedeque Cipriano Rangel 2017 D E D I C A T O R I A Dedico este livro aos conterrâneos da minha querida cidade de Currais Novos RN, do mais simples e humilde ao mais

Leia mais

Profª Adriana Moraes

Profª Adriana Moraes Profª Adriana Moraes Definição: um conjunto de atitudes políticas, econômicas e militares que visam a aquisição de territórios coloniais através da conquista e estabelecimento de colonos. Período: séculos

Leia mais

LINGUAGENS MAT., ENS. RELIG. FORTALECENDO SABERES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA. Aula 122 Conteúdos:

LINGUAGENS MAT., ENS. RELIG. FORTALECENDO SABERES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA. Aula 122 Conteúdos: 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Aula 122 Conteúdos: Gênero textual: resenha Obras e pintores brasileiros. Múltiplos e submúltiplos do metro quadrado

Leia mais

TD AULÃO- HISTÓRIA- PROFESSOR FERNANDO COSTA- 25/04/2015

TD AULÃO- HISTÓRIA- PROFESSOR FERNANDO COSTA- 25/04/2015 TD AULÃO- HISTÓRIA- PROFESSOR FERNANDO COSTA- 25/04/2015 1-A produção de açúcar, desenvolvida no Nordeste brasileiro a partir do século XVI, a) priorizou o uso de mão-de-obra indígena, graças ao domínio

Leia mais

História 4 o ano Unidade 8

História 4 o ano Unidade 8 História 4 o ano Unidade 8 Nome: Unidade 8 Data: 1. Associe as colunas. (A) Vila de São Vicente (B) Vila de São Paulo de Piratininga ( ) a produção de cana-de-açúcar não prosperou. ( ) tinha clima e solo

Leia mais

"Todo dia era dia de Índio, mas agora ele só tem o dia dezenove de abril" (Baby Cunsuelo)

Todo dia era dia de Índio, mas agora ele só tem o dia dezenove de abril (Baby Cunsuelo) MÓDULO 01 LIVRO 01 FORMAÇÃO DA POPULAÇÃO BRASILEIRA (CONTINUAÇÃO) "Todo dia era dia de Índio, mas agora ele só tem o dia dezenove de abril" (Baby Cunsuelo) A chegada dos portugueses e os primeiros contatos

Leia mais

TD ESPECÍFICAS HISTÓRIA DO CEARÁ (26/06/2014) UECEVEST

TD ESPECÍFICAS HISTÓRIA DO CEARÁ (26/06/2014) UECEVEST TD ESPECÍFICAS HISTÓRIA DO CEARÁ (26/06/2014) UECEVEST PROFESSOR HERBET TEIXEIRA 01. (UECE)Sobre o processo de ocupação da costa cearense durante o século XVII, pode-se afirmar corretamente: a)os portugueses

Leia mais

Colonização Portuguesa. Prof. Osvaldo

Colonização Portuguesa. Prof. Osvaldo Colonização Portuguesa Prof. Osvaldo Tratado de Tordesilhas de 1494 Terras pertencentes à Espanha Terras pertencentes a Portugal A ficção do Descobrimento Principais povos Indígenas no Brasil No Brasil,

Leia mais

O Brasil holandês http://www.youtube.com/watch?v=lnvwtxkch7q Imagem: Autor Desconhecido / http://educacao.uol.com.br/biografias/domingos-fernandescalabar.jhtm DOMINGOS CALABAR Domingos Fernandes

Leia mais

PEP ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA

PEP ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1 PEP 2014 3ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUES TÃ O (Valor 6,0) Analisar a importância do trabalho escravo para o desenvolvimento da economia do Brasil, nos períodos

Leia mais

História. Guerra dos Mascates. Professor Cássio Albernaz.

História. Guerra dos Mascates. Professor Cássio Albernaz. História Guerra dos Mascates Professor Cássio Albernaz www.acasadoconcurseiro.com.br História A GUERRA DOS MASCATES (1710 1711) http://www.sohistoria.com.br/ef2/mascates/ A Guerra dos Mascates que se

Leia mais

Origem O gado foi introduzido, e passou a ser criado nos engenhos do Brasil em meados do século XVI, para apoiar a economia açucareira como força

Origem O gado foi introduzido, e passou a ser criado nos engenhos do Brasil em meados do século XVI, para apoiar a economia açucareira como força 1 Origem O gado foi introduzido, e passou a ser criado nos engenhos do Brasil em meados do século XVI, para apoiar a economia açucareira como força motriz, animais de tração e de transporte (animal de

Leia mais

Cópia autorizada. II

Cópia autorizada. II II Sugestões de avaliação História 7 o ano Unidade 7 5 Unidade 7 Nome: Data: 1. Sobre as formas de conquista e exploração do governo português, associe corretamente as colunas. a) Relações diplomáticas.

Leia mais

Sociedade Açucareira VERSÃO DO ALUNO OS ENGENHOS DE AÇÚCAR

Sociedade Açucareira VERSÃO DO ALUNO OS ENGENHOS DE AÇÚCAR Sociedade Açucareira VERSÃO DO ALUNO OS ENGENHOS DE AÇÚCAR MENU 1 - Por qual motivo o açúcar foi escolhido como base econômica de exportação pela coroa portuguesa no Brasil? 2 Quais as características

Leia mais

EXTENSIVO 2012 Disciplina: História Professor: AlineVital Estudante:

EXTENSIVO 2012 Disciplina: História Professor: AlineVital Estudante: EXTENSIVO 2012 Disciplina: História Professor: AlineVital Estudante: As questões fundamentais são aquelas que devem ser feitas obrigatoriamente para o bom entendimento da próxima aula. Sem elas, nenhum

Leia mais

De que jeito se governava a Colônia

De que jeito se governava a Colônia MÓDULO 3 De que jeito se governava a Colônia Apresentação do Módulo 3 Já conhecemos bastante sobre a sociedade escravista, especialmente em sua fase colonial. Pouco sabemos ainda sobre a organização do

Leia mais

Família real portuguesa no Brasil

Família real portuguesa no Brasil Família real portuguesa no Brasil Vinda da família real No início do século XIX Napoleão Bonaparte era imperador da França. Ele queria conquistar toda a Europa e para tanto derrotou os exércitos de vários

Leia mais

Mineração- Brasil século XVIII

Mineração- Brasil século XVIII Mineração- Brasil século XVIII O controle da exploração das minas pela coroa. HISTÓRIA 5º ano Fonte: Gilberto Cotrim História Global Brasil e Geral, ed. saraiva Mineração A exploração do Ouro No século

Leia mais

História. Guerra dos Mascates. Professor Thiago Scott.

História. Guerra dos Mascates. Professor Thiago Scott. História Guerra dos Mascates Professor Thiago Scott www.acasadoconcurseiro.com.br História REVOLTAS NATIVISTAS GUERRA DOS MASCATES Entre os principais conflitos podemos destacar a Guerra dos Mascates,

Leia mais

BRASIL COLÔNIA (1500 1822)

BRASIL COLÔNIA (1500 1822) 1. CARACTERÍSTICAS GERAIS DO PERÍODO COLONIAL Colônia de exploração (fornecimento de gêneros inexistentes na Europa). Monocultura. Agroexportação. Latifúndio. Escravismo. Pacto Colonial (monopólio de comércio

Leia mais

. a d iza r to u a ia p ó C II

. a d iza r to u a ia p ó C II II Geografia 5 o ano Unidade 4 5 Unidade 4 Nome: Data: Observe o mapa a seguir. Ele será usado para responder às questões 1 e 2. São Luís OCEANO ATLÂNTICO PA TO MA Teresina CE PI BA Fortaleza RN Natal

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO I ETAPA LETIVA HISTÓRIA 4.º ANO/EF

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO I ETAPA LETIVA HISTÓRIA 4.º ANO/EF SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC Minas E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO I ETAPA LETIVA HISTÓRIA 4.º ANO/EF 2016 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

4ºano. 3º período 1.4 HISTÓRIA. 28 de setembro de Leia o texto abaixo. a) Justifique o título do texto. (0,3)

4ºano. 3º período 1.4 HISTÓRIA. 28 de setembro de Leia o texto abaixo. a) Justifique o título do texto. (0,3) 4ºano 1.4 HISTÓRIA 3º período 28 de setembro de 2012 Cuide da organização da sua avaliação, escreva de forma legível, fique atento à ortografia e elabore respostas claras. Tudo isso será considerado na

Leia mais

Formação de um poderoso grupo mercantil. Posição estratégica (Ponta de lança). Criação da nova rota Mediterrâneo-Atlântico Norte.

Formação de um poderoso grupo mercantil. Posição estratégica (Ponta de lança). Criação da nova rota Mediterrâneo-Atlântico Norte. Fatores do Pioneirismo : i. Prematura centralização monárquica. ii. iii. iv. Formação de um poderoso grupo mercantil. Posição estratégica (Ponta de lança). Criação da nova rota Mediterrâneo-Atlântico Norte.

Leia mais

ESTRUTURA FUNDIÁRIA BRASILEIRA

ESTRUTURA FUNDIÁRIA BRASILEIRA ESTRUTURA FUNDIÁRIA BRASILEIRA Estrutura Fundiária A estrutura fundiária corresponde ao modo como as propriedades rurais estão dispersas pelo território e seus respectivos tamanhos, que facilita a compreensão

Leia mais

Obs.: *Fazer a leitura de todo o conteúdo (P.06 a 24), em seguida responda as questões. * Depois revise com atenção tirando as duvidas.

Obs.: *Fazer a leitura de todo o conteúdo (P.06 a 24), em seguida responda as questões. * Depois revise com atenção tirando as duvidas. /06/2014 Mariano Rolindo da Cruz 5º 1. Preencha o cabeçalho da avaliação com nome e sobrenome e o número. 2. Verifique se o número de questões e paginação estão corretos. 3. Cada questão possui sua pontuação,

Leia mais

CP/ECEME/2007 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)

CP/ECEME/2007 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) CP/ECEME/07 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Analisar os fatos históricos, ocorridos durante as crises política, econômica e militar portuguesa/européia

Leia mais