CATÁLOGO DE FORMAÇÃO CONTÍNUA 2014 Criar valor para as EMPRESAS valorizando as PESSOAS TURISMO DE PORTUGAL, I.P.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CATÁLOGO DE FORMAÇÃO CONTÍNUA 2014 Criar valor para as EMPRESAS valorizando as PESSOAS TURISMO DE PORTUGAL, I.P."

Transcrição

1 TURISMO DE PORTUGAL, I.P. CATÁLOGO DE FORMAÇÃO CONTÍNUA 2014 Criar valor para as EMPRESAS valorizando as PESSOAS Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica 1 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

2 ÍNDICE FORMAÇÃO CONTÍNUA CONCEITO E ENQUADRAMENTO 3 PLANO DE FORMAÇÃO CONTÍNUA FORGETUR FORMAÇÃO PARA A GESTÃO DO TURISMO ESPECIALIZAÇÕES.. 14 FORMAÇÃO TÉCNICA EM TURISMO FORMAÇÃO TÉCNICA EM HOTELARIA E RESTAURAÇÃO FORMAÇÃO DE FORMADORES E OUTROS AGENTES DE FORMAÇÃO WORKSHOPS TABELA PREÇOS DE FORMAÇÃO INFORMAÇÕES GERAIS Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

3 1. Formação Contínua Conceito e Enquadramento No quadro do Sistema Nacional de Qualificações (regulado através do Decreto-Lei nº 396/2007, de 31 de dezembro), entende-se por Formação Contínua a atividade de educação e formação empreendida após a saída do sistema de ensino ou após o ingresso no mercado de trabalho que permita ao indivíduo aprofundar competências profissionais e relacionais, tendo em vista o exercício de uma ou mais atividades profissionais, uma melhor adaptação às mutações tecnológicas e organizacionais e o reforço da sua empregabilidade. Para o cumprimento desta ambição, as equipas de formação do Turismo de Portugal, I.P. através da rede de Escolas de Hotelaria e Turismo, estão preparadas para apoiar as empresas e os profissionais do turismo em particular, nas diferentes fases do processo: Diagnóstico de Necessidades de Formação dos seus colaboradores; Definição dos conteúdos de formação adaptados às necessidades encontradas; Planeamento da formação a implementar adaptada ao funcionamento da organização; Organização e execução da formação; Acompanhamento, avaliação e validação da formação. com o seguinte Propósito: Criar valor para as EMPRESAS valorizando as PESSOAS O Plano de Formação realizado anualmente, constitui um instrumento privilegiado de gestão que contribuirá para: qualificar os profissionais que interagem com o segmento do turismo, no desenvolvimento da sua atividade profissional; requalificar os profissionais do setor do turismo, por forma a reforçar e melhorar as competências pessoais e profissionais 3 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

4 promover a capacidade de inovação, gestão e modernização produtiva das empresas; melhorar a qualidade dos serviços prestados. 2. Destinatários Todos os profissionais que exercem funções no setor do Turismo, designadamente nos subsetores da Hotelaria, Restauração e Turismo; desempregados; profissionais que interagem com turistas e para o público em geral que deseje adquirir conhecimentos na área do turismo, sejam: Empresários Diretores Chefias Quadros Técnicos Operacionais 3. Tipologia de Cursos Em colaboração com os diferentes stakeholders do setor, o Turismo de Portugal, através da rede de escolas, promove, organiza e realiza os seguintes tipos de cursos: Cursos de Formação por Catálogo Formações Modulares Certificadas Cursos de Formação à medida Workshops O presente Catálogo reúne a oferta de cursos organizados pelo Turismo de Portugal,I.P e realizados na rede de 12 escolas. Os cursos apresentados estão organizados por áreas de formação e por tipologia de curso e de públicos. Este Catálogo está em permanente atualização e não dispensa a consulta ao site das escolas, onde poderá ser obtida informação atualizada, sobre a programação de cursos e/ou workshops. 4 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

5 PLANO DE FORMAÇÃO CONTÍNUA 2014 FORGETUR FORMAÇÃO PARA A GESTÃO DO TURISMO ESPECIALIZAÇÕES FORMAÇÃO TÉCNICA EM TURISMO FORMAÇÃO TÉCNICA EM HOTELARIA & RESTAURAÇÃO FORMAÇÃO DE FORMADORES E OUTROS AGENTES DE FORMAÇÃO WORKSHOPS Técnicas de Gestão Financeira e Empresarial Graduação em Direção Hoteleira EmpreendeTUR Formação em Empreendedorismo Turístico Direção Técnica em Restauração Organização de Eventos Turísticos Termalismo e SPA Especialização em Vinhos Escanção Especialização em Azeite Padaria Avançada Banca de Casinos Motoristas de Turismo Welcome by Táxi Welcoming China Animação Turística Turismo Inclusivo: Oportunidades e Desafios; Turismo, Restauração e Hotelaria Técnicas de Bar Serviço de Restaurante Front-Office para a Hotelaria Front-Office para Rent-a-Car Housekeeping Aperfeiçoamento em Cozinha Curso Modular de Cozinha Aperfeiçoamento em Pastelaria Inglês Francês Espanhol Italiano Alemão Mandarim Russo Português para Estrangeiros Formação Pedagógica Inicial de Formadores (brevemente) Formação para Formadores de Turismo Inclusivo (brevemente) Coaching (brevemente) Formação para Tutores Estágios (brevemente) Vários 5 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

6 FORGETUR FORMAÇÃO PARA A GESTÃO DO TURISMO Técnicas de Gestão Financeira e Empresarial Graduação em Direção Hoteleira EmpreendeTUR Formação em Empreendedorismo Turístico Descrição Cursos Direção Técnica em Restauração Organização de Eventos Turísticos Termalismo e SPA

7 TÉCNICAS DE GESTÃO FINANCEIRA E EMPRESARIAL Duração: 150H Preço: 400 Dotar os empresários de micro e PME do setor da restauração e do alojamento local com conhecimentos e competências técnicas de gestão financeira e empresarial, habilitando-os para a análise e avaliação dos seus negócios e na tomada de decisão de investimentos Empresários de micro, pequenas e médias empresas do setor da restauração e do alojamento local CERTIFICAÇÃO Certificado de Formação Profissional 1.Gestão Financeira 2.Planeamento e Controlo de Gestão 3.Projetos de Investimento 4 Gestão Empresarial 7 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

8 GRADUAÇÃO EM DIREÇÃO HOTELEIRA Duração: 300H Preço: 1500 No final da formação, os formandos devem estar aptos a exercer as funções de Diretor de Hotel, designadamente ao nível da gestão das operações, da gestão financeira de um hotel, da gestão de recursos humanos, bem como da comercialização dos produtos turísticos e dos serviços prestados por um hotel. Chefias/gestores intermédios em hotelaria Profissionais com carreiras de gestão, licenciados em outras áreas de atividade que desejem exercerem funções em hotelaria preferência a licenciaturas nas áreas de gestão, economia, turismo; Licenciados em gestão hoteleira, ou Cursos de Especialização Tecnológica da rede de escolas do Turismo de Portugal, sem experiência de Direção funcional ou gestão; Licenciados em outras áreas de atividade sem experiência de gestão.

9 REQUISITOS DE ACESSO (Posse de um dos seguintes requisitos) Formação superior (bacharelato ou licenciatura) na área; Experiência profissional mínima de 2 anos em cargos de gestão ou direção, preferencialmente em direção hoteleira; Domínio de uma ou mais línguas, sendo uma delas o inglês. 1.Gestão Previsional de Recursos Humanos 2.Gestão Avançada de Alimentos e Bebidas 3.Estratégia de Marketing Turístico 4.Legislação dos Empreendimentos Turísticos 5.Gestão Avançada de Alojamento 6.Gestão Financeira e Fiscalidade 7.Turismo Tendências de Desenvolvimento 8.Gestão de Manutenção e Segurança 9.Sistemas Aplicados de Gestão Ambiental 9 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

10 EmpreendeTUR Formação em Empreendedorismo Turístico Duração: 482H Preço: a definir Assegurar um plano de formação para Desempregados, na área do Empreendedorismo, orientado para a criação de microempresas de comercialização de produtos de base regional; Potenciar os produtos regionais e ajudar na sua distribuição, comercialização e consumo; Facilitar a futura obtenção de emprego, através da qualificação obtida por via da formação (curta duração) em áreas das línguas comportamento estímulo empresarial/empreendedorismo. Desempregados ou à procura de novo emprego Empreendedores 1. Diagnóstico 2.Caracterização do Setor do Turismo 3.Plano de Negócios 4.Unidades Técnicas 5.Formação Prática Coaching 10 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

11 DIREÇÃO TÉCNICA EM RESTAURAÇÃO Duração: 300H Preço: 900 No final da formação, os formandos devem ter desenvolvido as competências necessárias à gestão de estabelecimentos de restauração, designadamente: planear, organizar, dirigir, gerir e controlar as operações do Serviço de Alimentos e Bebidas. Empresários, Gestores ou Chefia de empresas de Restauração. 1.Gestão de Recursos Humanos 2.Gestão de Alimentos e Bebidas 3.Gestão Comercial e Marketing 4.Legislação da Restauração e Similares 5.Higiene e Qualidade Alimentar 6.Gestão financeira 7.Gestão Ambiental 8.Gestão das instalações e equipamentos 11 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

12 ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS TURÍSTICOS Duração: 300H Preço: a definir Caraterizar os diferentes tipos de eventos e respetivas metodologias de planeamento e gestão; Desenvolver estratégias de comunicação, promoção e marketing; Desenvolver técnicas de avaliação de impacto dos eventos turísticos e de apresentação de resultados. Técnicos de turismo com experiência em funções técnicas ou de gestão e organização de eventos turísticos. 1.Projetos e Organização de Eventos 2.Códigos, Regulamentos e Standards Nacionais e Internacionais 3.Planeamento e Implementação de Atividades Promocionais, de Marketing e Vendas em Eventos 4.Estrutura de equipas e Comités para a Elaboração de Projetos de Eventos 5.Elaboração de Orçamentos e Procedimentos de Contabilidade para Projetos de Organização de Eventos 6.Planeamento das Relações com os Órgãos de Comunicação Social 7.Gestão de Eventos 8. Avaliação e divulgação dos resultados de Projetos de Organização de Eventos. 6. Gestão de Empreendimentos Turísticos Termais 7. Marketing Turístico 8.Sistemas Aplicados de Gestão Ambiental 9. Gestão da Qualidade 12 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica 6.Introdução ao Turismo 7.Técnica Profissional 8.Relações com o Publico

13 TERMALISMO E SPA Duração: 300H Preço: a definir Desenvolver projetos de animação turística integrados em unidades termais e spas; Identificar as tipologias de serviços e aconselhar os clientes/turistas; Desenvolver políticas de gestão integrada e processos de desenvolvimento organizacional. Técnicos de turismo com experiência em funções técnicas ou de gestão de empreendimentos turísticos termais. 1.História e Cultura Termal 2.Org. e Funcionamento de uma estância Termal/SPA 3.Saúde, Higiene e Segurança 4.Legislação Turística Aplicada ao Turismo 5.Animação Turística 6. Gestão de Empreendimentos Turísticos Termais 7. Marketing Turístico 8.Sistemas Aplicados de Gestão Ambiental 9. Gestão da Qualidade 6.Introdução ao Turismo 7.Técnica Profissional 8.Relações com o Publico 13 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

14 ESPECIALIZAÇÕES Especialização em Vinhos Escanção Especialização em Azeite Descrição Cursos Padaria Avançada 14 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

15 ESPECIALIZAÇÃO EM VINHOS Duração: 155H Preço: (Itinerário completo) Custo unitário por módulo (Consultar EHT) Conhecer e identificar os diferentes vinhos nacionais; Organizar e promover atividades de Animação de Pontos de Venda; Conhecer, aconselhar e servir os diferentes tipos de bebidas. Públicos Indiferenciados ou profissionais que desejem aperfeiçoar os conhecimentos na área dos vinhos. 1.Serviço de Vinhos 2.Enogastronomia 3.O Vinho e a Cultura 4. Serviço de Bar 5. Conhecer para Empreender 6.Enoturismo 7.Marketing e Hospitality 8.Iniciação Técnica à Prova de Vinhos 15 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

16 ESCANÇÃO Duração: 300H Preço: 900 Conhecer os diversos vinhos produzidos em Portugal e no estrangeiro; Identificar a relação entre a gastronomia, vinhos e património histórico; Elaborar a carta de vinhos e organizar e gerir a garrafeira. Profissionais do Serviço de Mesa e de Bar, ou de outras áreas afins, como cozinha, promoção de vinhos, garrafeiras entre outras. 1. Viticultura e Enologia 2. Iniciação aos Mecanismos da Prova 3.Regiões Vinícolas 4. Serviço de Vinhos 5.Atlas e Vinhos do Mundo I 6.Atlas e Vinhos do Mundo II 7.Serviço de Bar 8.Enogastronomia 9.Beverage Cost 16 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

17 ESPECIALIZAÇÃO EM AZEITE Duração: 125H Preço: 445 Reconhecer as fases do processo de fabrico de azeites; Conhecer e identificar os diversos azeites produzidos em Portugal e os originários de outros países/regiões oleícolas mundiais de referência; Proceder à prova dos vários tipos de azeites e sua utilização em confeções gastronómicas. Todos os profissionais dos sectores da hotelaria, restauração e turismo; 1.Azeite, joia da nossa gastronomia (Uma longa viagem com final feliz) 2.Conhecer o Azeite (Se bem nascido ) 3.Prova de Azeites (Aprender a qualidade) 4.A utilização do Azeite na Gastronomia (Sentir o Mediterrâneo) CERTIFICAÇÃO Certificado de Formação 17 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

18 PADARIA AVANÇADA Duração: 600H Preço: Criação de uma oferta de formação em Padaria Especializada Avançada, com enfoque em produtos naturais/biológicos; Sensibilizar os participantes para a criação de um negócio (espirito de empreendedorismo). - Sumário Ex-Alunos de Cursos de Especialização Tecnológica e Cursos Profissionais nas áreas de F&B; Profissionais do setor; Empreendedores. 1. Empreendedorismo 2. Gestão do Negócio 3. Atendimento para Vendas 4.Padarias Design 5.Padaria Dietética e Funcional 6. Padaria Criativa 18 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

19 FORMAÇÃO PARA PROFISSIONAIS DO TURISMO Banca de Casinos Motoristas de Turismo Welcome by Táxi Welcoming China Descrição Cursos Animação Turística Turismo Inclusivo Oportunidades e Desafios Turismo Inclusivo nas Atividades Turísticas Turismo Inclusivo na Restauração Turismo Inclusivo na Hotelaria 19 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

20 BANCA DE CASINOS Duração: 360H Preço: Dominar regras e técnicas de execução de jogos de fortuna e azar legalmente autorizados; Aplicar os procedimentos necessários ao controlo, fiscalização e pagamento em Banca nos Casinos; Conhecer a regulamentação relativa aos jogos de fortuna e azar, bem como a da sua sua profissão no âmbito da legislação laboral. Jovens detentores do ensino secundário, com idade mínima de 18 anos. 1.Gestão de Eventos 2.Turismo 3.Higiene e Segurança no Trabalho 4. Serviço em Banca de Casinos 5.Legislação CERTIFICAÇÃO Certificado Profissional de Profissional de Banca nos Casinos (regulamentado pela Lei nº8/2006, de 15 de Março). 20 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

21 MOTORISTA DE TURISMO Duração: 630H Preço: Acompanhar turistas nacionais e estrangeiros em veículos ligeiros de passageiros, conduzindo o respetivo veiculo e prestando indicações de carácter histórico, cultural e geral; Exprimir-se em dois idiomas estrangeiros; Conhecer as características geográficas físicas, humanas e turísticas do país e os respetivos circuitos e itinerários turísticos. Detentores do 9.º ano de escolaridade com Carta de condução de ligeiros. 1.Idioma 1 - Inglês 2.Idioma 2 3.Geografia do Turismo 4. História de Portugal 5. Língua e Cultura Portuguesa 6.Introdução ao Turismo 7.Técnica Profissional 8.Relações com o Publico 21 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

22 WELCOME BY TAXI Duração: 50H Preço: Frequência Gratuita Emissão do Certificado 25 Atribuição de Selo de Qualidade Welcome By Taxi - 50 Promover a qualidade do serviço prestado pelos Motoristas de Táxi, aos turistas que visitam as cidades/áreas de Lisboa, Porto e Faro, visando: Melhorar as competências em acolhimento e atendimento ao cliente/turista; Melhorar as competências na comunicação verbal em inglês. Motorista de Táxi com Certificado Profissional. 1.Acolhimento, Atendimento, Informação Turística 2.Inglês CERTIFICAÇÃO Atribuição de Selo de Qualidade Welcome By Taxi Formação reconhecida para a renovação do CAP de Motorista de Táxi (IMTT) 22 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

23 WELCOMING CHINA Duração: 150H Preço: 450 Melhorar o atendimento dos turistas chineses que nos visitam, através da melhoria de competências, nas áreas de Comunicação; Informação Turística; Cultura Chinesa, hábitos e motivações. 1. História Portuguesa e Cultura Geral 2.Património Cultural e Natural 3.Itinerários e locais de interesse turístico 4.Segmentação do Turismo 5.Comunicação e Gestão de Grupos 6.Gastronomia e Vinhos 7.Técnica Profissional 8.Relação Histórica e Cultural entre os países 9.Cultura Chinesa Guias ou Técnicos de Turismo; Profissionais de Informação Turística que interagem com grupos chineses; Estudantes Universitários. 23 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

24 ANIMAÇÃO TURÍSTICA Duração: 3OOH Preço: a definir Organizar e desenvolver projetos diferenciados de animação turística; Organizar eventos; Organizar e gerir equipas de trabalho. Técnicos de Turismo em empresas de animação turística ou outras organizações do setor do turismo. 1.Técnicas de Atendimento 2.Cartografia e Orientação 3.Geografia do Turismo 4. Informação e Promoção do Destino Turístico Portugal 5. Orçamentação de Produtos e Serviços Turísticos 6.Assistência ao Cliente Técnicas de Animação 24 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

25 TURISMO INCLUSIVO Oportunidades e Desafios Duração: 25H Preço: a definir Compreender o conceito de "turismo inclusivo e a relevância estratégica do seu desenvolvimento para o setor do turismo, empresários /trabalhadores e pessoas com deficiência; Identificar as "necessidades especiais" da procura turística e os requisitos específicos da oferta turística; Apoiar/assistir clientes com necessidades especiais nos diversos setores dos serviços turísticos. Empresários e profissionais do setor da Hotelaria, Restauração e Turismo. 1.Turismo Inclusivo Causas e Objetivos 2.Enquadramento político e normativo do Turismo Inclusivo 3.O cliente com deficiência motora 4.O cliente com deficiência visual 5.O cliente com deficiência auditiva 6.O cliente com deficiência intelectual ou com multideficiência 7.O cliente sénior com limitações motoras, sensoriais e/ou intelectuais. 4. História de Portugal 5. Língua e Cultura Portuguesa 6.Introdução ao Turismo 7.Técnica Profissional 8.Relações com o Publico 25 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

26 TURISMO INCLUSIVO nas Atividades Turísticas Duração: 25H Preço: a definir Recolher e tratar a informação a colocar no site da empresa e formatá-la de modo a que se torne acessível e útil para clientes com necessidades especiais; Prestar serviços de acompanhamento e informação turística a clientes com necessidades especiais; Apoiar a participação de pessoas com necessidades especiais em atividades de animação turística. Empresários, Técnicos de Turismo e outros profissionais do turismo. 1.O cliente com mobilidade reduzida em atividades turísticas 2.O Cliente com deficiência visual em atividades turísticas 3.O Cliente com surdez total ou severa em atividades turísticas 4. O Cliente com deficiência intelectual e/ou multideficiência em atividades turísticas 5.O Cliente sénior com limitações físicas e/ou intelectuais em atividades turísticas 26 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

27 TURISMO INCLUSIVO na Restauração Duração: 25H Preço: a definir Identificar as condições de acessibilidade para clientes com necessidades especiais, assim como os produtos de apoio disponíveis; Efetuar o serviço de mesa, bar ou cafetaria tendo em conta as necessidades especiais do cliente. Apoiar o cliente com necessidades especiais no acesso aos alimentos e às bebidas em serviço de buffet, coffee-break e room-service. Empresários, empregados de food & beverage e outros profissionais da Restauração. 1. O cliente com deficiência motora numa unidade de restauração 2.O cliente com deficiência visual numa unidade de restauração 3.O cliente com deficiência auditiva numa unidade de restauração 4. O cliente com deficiência intelectual e/ou multideficiência numa unidade de restauração 5. O cliente sénior com limitações motoras, sensoriais e/ou intelectuais numa unidade de restauração 27 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

28 TURISMO INCLUSIVO na Hotelaria Duração: 25H Preço: a definir Identificar as condições de acessibilidade para clientes com necessidades especiais, assim como os produtos de apoio disponíveis; Apoiar o cliente com necessidades especiais no acesso à unidade hoteleira e prestar ao longo da sua estadia a assistência devida. Empresários, rececionistas de hotel e outros profissionais da hotelaria. 1.O cliente com deficiência motora num estabelecimento de alojamento hoteleiro 2.O cliente com deficiência visual num estabelecimento de alojamento hoteleiro 3. O cliente com deficiência auditiva num estabelecimento de alojamento hoteleiro 4. O cliente com deficiência intelectual ou multideficiência num estabelecimento de alojamento hoteleiro 5. O cliente sénior com limitações físicas e/ou intelectuais num estabelecimento de alojamento hoteleiro Promoção do Destino Turístico Portugal 28 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

29 FORMAÇÃO TÉCNICA EM HOTELARIA E RESTAURAÇÃO Técnicas de Bar Serviço de Restaurante Front-Office para a Hotelaria Descrição Cursos Front-Office para Rent-a-Car Housekeeping Aperfeiçoamento em Cozinha Curso Modular Cozinha Aperfeiçoamento em Pastelaria 29 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

30 TÉCNICAS DE BAR Duração: 200H Preço: a definir Preparar bebidas simples e compostas e aplicar métodos e técnicas do serviço de vinhos; Organizar e aconselhar um serviço especial. Profissionais de Bar e outros profissionais da Restauração. 1.Requisição, Controlo de Custos e Faturação de Serviços 2.Preparação e Realização do Serviço de Bar 3.Organização e Gestão do Serviço de Bar 4.Atendimento e Gestão de Reclamações 5.Serviços Volantes 6.Informação Turística e Hoteleira 30 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

31 SERVIÇO DE RESTAURANTE Duração: 200H Preço: a definir Atender o cliente, aplicando as regras de protocolo, apresentando e explicando as ementas, assim como aconselhar as bebidas; Preparar e confecionar pratos gastronómicos na presença do cliente. Profissionais do Serviço de Mesa e outros profissionais da Restauração. 1.Preparação e Serviço de Bebidas Simples 2.Higiene e Segurança Alimentar 3.Atendimento e Gestão de Reclamações 4.Serviço de Banquetes 5. Org. e Gestão do Serviço de Mesa 6.Requisição, Controlo de Custos e Faturação de Serviços 7.Informação Turística e Hoteleira 6.Enoturismo Marketing e Hospitality 7.Iniciação Técnica à Prova de Vinhos 31 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

32 FRONT-OFFICE PARA A HOTELARIA Duração: 2O0H Preço: a definir Executar o atendimento, acolhimento e vendas na ótica do serviço ao Cliente; Identificar os principais locais de interesse histórico e cultural da região e prestar informação sobre os itinerários turísticos mais significativos da mesma; Aplicar técnicas avançadas na operacionalização do acolhimento e assistência aos clientes; Organizar e efetuar serviço de reservas, controlar as operações de entrada e saída de hóspedes. Rececionistas de Hotel e outros profissionais da área do Alojamento/Hotelaria. 1.Atendimento e Gestão de Reclamações 2.Gestão e Técnicas de Reserva 3.Prestação de Serviço Técnico/Administrativos ao Cliente 4.Técnicas de Apoio e Assistência ao Cliente durante a Estadia, nas deslocações e em atividades turísticas 32 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

33 RECEÇÃO RENT-A-CAR Duração: 150H Preço: a definir Dotar os participantes de conhecimentos e de competências que permitam melhorar o atendimento nacional e estrangeiro. Rececionistas de operadores ou agências de aluguer de viaturas sem condutor (rent-acar). 1.Técnicas de Atendimento 2.Assistência ao Cliente 3.Língua Inglesa Atendimento Personalizado 4.Qualidade e Satisfação nos Serviços 5.Estratégias de Fidelização. 33 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

34 HOUSEKEEPING Duração: 200H Preço: a definir Conhecer e prestar apoio à secção de receção; Aplicar os procedimentos e efetuar as operações necessárias do serviço, arrumar os quartos de hospedes, tratar dos asseios e zelar pelas instalações e equipamentos. Governantas, empregados de andares/quartos e outros profissionais da área do Alojamento/Hotelaria. 1.Processos e Métodos de Arrumação Quartos, Casas de Banho, Andares e Zonas Comuns 2.Atendimento e Assistência a Cliente 3.Práticas de Segurança, Higiene e Saúde nos Serviços de Andares em Hotelaria 4.Org. e Funcionamento do Serviço de Andares 5.Processos e Métodos de Lavagem de Roupa 6.Processos e Métodos de Secagem de Roupa 34 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

35 APERFEIÇOAMENTO EM COZINHA Duração: 200H Preço: a definir Confecionar pratos típicos regionais e pratos do receituário internacional; Reforçar e aplicar os conhecimentos sobre as novas tendências da cozinha mundial; Elaborar, planificar e explicar ementas. Profissionais de Cozinha e Produção Alimentar, entre outros profissionais da Restauração. 1.Confeção de Produtos de Pastelaria e Sobremesas Internacionais 2.Confeção de Pratos de Cozinha Internacional 3.Sistema HCCP 4.Nutrição e Dietética 5.Confeção de Pratos de Cozinha Regional Portuguesa 6.Comunicação Interpessoal 35 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

36 CURSO MODULAR DE COZINHA Duração: 92H Preço: 625 O curso tem como objetivo fornecer bases culinárias e ensinar algumas das melhores técnicas para cozinhar diferentes alimentos e pratos de carne, peixe e sobremesas. Público em Geral. 1.As bases da Cozinha 2.Tendências na Cozinha - Peixe 3.Tendências na Cozinha - Carnes 4.Doçaria Tradicional e Conventual 36 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

37 APERFEIÇOAMENTO EM PASTELARIA Duração: 92H Preço: 625 Preparar e confecionar diferentes tipos de doçaria regional; Reforçar e aplicar os conhecimentos sobre as novas tendências da pastelaria mundial; Aplicar técnicas de decoração de sobremesas e doces. Profissionais de Pastelaria/ Cozinha e outros profissionais da Restauração. 1.Sistemas HACCP 2.Preparação de Massas lêvedas Especiais de Pastelaria e Padaria 3.Confeção de bolos 4.Confeção de Bolos e Doces Regionais e Conventuais e de Épocas Festivas 5.Nutrição e Dietética 37 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

38 Programa Descrição Cursos 38 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

39 Programa Duração: 50H Preço: 160 /250 O projeto pretende contribuir para melhorar as languages skills nas vertentes de comunicação verbal e escrita; Dirigido aos alunos, colaboradores das escolas e profissionais do turismo, pretende-se intervir em diferentes fases de aprendizagem básica, intermédia e técnica. Profissionais do setor do turismo; ex-alunos e colaboradores das EHT. - CURSOS Inglês / Francês / Espanhol / Italiano / Alemão Português Estrangeiros INICIAÇÃO INTERMÉDIO TÉCNICO Mandarim / Russo INICIAÇÃO CERTIFICAÇÃO Certificado de formação (módulo) 39 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

40 FORMAÇÃO DE FORMADORES E OUTROS AGENTES DE FORMAÇÃO Academia de Formadores (consultar site eht) Formação Pedagógica Inicial de Formadores (brevemente) Descrição Cursos Formação para Formadores de Turismo Inclusivo (brevemente) Coaching (brevemente) Formação para Tutores Estágios (brevemente) 40 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

41 WORKSHOPS Turismo Gestão Hoteleira Marketing e Vendas Higiene e segurança Alimentar e Profissional Descrição Cursos Cozinha/Pastelaria Restaurante/Bar Atendimento/Acolhimento.. 41 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

42 TABELA DE PREÇOS FORMAÇÃO 1. Formações Modulares Financiamento FSE Inscrição Individual: Nº de Módulos/UFCD Descontos Taxa de Inscrição por Módulo/UFCD c/redução Valor Total 1 100% do Valor 20 / Módulo/UFCD 20 2 Redução de 20% 16 / Módulo/UFCD 32 3 Redução de 30% 14 / Módulo/UFCD 42 Inscrição grupo/empresa: 4 Redução de 40% 12/ Módulo/UFCD 48 5 ou mais Redução de 50% 10 / Módulo/UFCD 50 Até 3 trabalhadores Sem Redução 3 a 5 trabalhadores Redução de 15% 6 a 10 trabalhadores Redução de 30% + 10 trabalhadores Redução de 50% 2. WORKSHOPS Entre 1 a 3 horas - 25 a 50 Entre 4 e 8 horas 60 a CONDIÇÕES ESPECIAIS: Isenção de pagamento para desempregados; o Isenção de pagamento para colaboradores de empresas que cedam Instalações. Desconto de 10% colaboradores do TP e ex-alunos das EHT 4. PLANO DE PAGAMENTO: 50% no ato da inscrição e até 50% ao final da formação. 42 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

43 INFORMAÇÕES GERAIS INSCRIÇÃO: Para se inscrever nos cursos indicados basta aceder ao nosso site em onde poderá obter todas as informações necessárias e adicionais. A presença dos candidatos só ficará confirmada após o pagamento do valor da inscrição. O número de inscrições é limitado. Caso o número de participantes seja atingido, serão sugeridas aos interessados outras datas para um próximo curso. 43 Direção de Qualificação Formativa e Certificação Departamento de Gestão Técnico-Pedagógica

Hotelaria e Restauração

Hotelaria e Restauração Hotelaria e Restauração Código Carga UFCD UFCD Horária H 1755 Preparação de cremes de pastelaria e recheios 25 1760 Preparação de massas lêvedas especiais de pastelaria e padaria 50 1761 Preparação de

Leia mais

março 2014 FORGETUR Formação Técnica para a Gestão no Turismo Técnicas de Gestão Financeira e Empresarial

março 2014 FORGETUR Formação Técnica para a Gestão no Turismo Técnicas de Gestão Financeira e Empresarial março 2014 FORGETUR Formação Técnica para a no Turismo Técnicas de Financeira e Empresarial Direção de Qualificação Formativa e Certificação FORGETUR Técnicas de Financeira e Empresarial 1. Enquadramento

Leia mais

I S A L I N S T I T UTO SUPERIOR DE A DMINISTRAÇÃO E L Í N G UA S. C T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais

I S A L I N S T I T UTO SUPERIOR DE A DMINISTRAÇÃO E L Í N G UA S. C T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais I S A L I N S T I T UTO SUPERIOR DE A DMINISTRAÇÃO E L Í N G UA S C T e S P Cursos Técnicos Superiores Profissionais GESTÃO ADMINISTRATIVA DE RECURSOS HUMANOS GESTÃO COMERCIAL E DE MARKETING ORGANIZAÇÃO

Leia mais

811 Hotelaria e Restauração

811 Hotelaria e Restauração 811 Hotelaria e Restauração Empregado/a de Restaurante/Bar Destinatários Pessoas que pretendam adquirir conhecimentos na área de empregados de Restaurante e/ou Bar. Não existentes. Formação Continua. Requisitos

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE AGÊNCIAS DE VIAGENS E TRANSPORTES

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE AGÊNCIAS DE VIAGENS E TRANSPORTES PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE AGÊNCIAS DE VIAGENS E TRANSPORTES PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a de Agências de Viagens e Transportes Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/6 ÁREA DE ACTIVIDADE

Leia mais

Licenciaturas. Organização e Gestão Hoteleira Gestão de Empresas Turismo

Licenciaturas. Organização e Gestão Hoteleira Gestão de Empresas Turismo Licenciaturas Organização e Gestão Hoteleira Gestão de Empresas Turismo L I C E N C I A T U R A O R G A N I Z A Ç Ã O E G E S T Ã O H O T E L E I R A O B J E T I V O Formar profissionais competentes para

Leia mais

CET. Gestão Administrativa de Recursos Humanos Secretariado de Direção e Comunicação Empresarial Técnicas de Turismo Ambiental Gestão Comercial

CET. Gestão Administrativa de Recursos Humanos Secretariado de Direção e Comunicação Empresarial Técnicas de Turismo Ambiental Gestão Comercial CET Cursos de Especialização Tecnológica Gestão Administrativa de Recursos Humanos Secretariado de Direção e Comunicação Empresarial Técnicas de Turismo Ambiental Gestão Comercial GESTÃO ADMINISTRATIVA

Leia mais

T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais 2015 / 2016. Projeto candidato a co-financiamento pelo Fundo Social Europeu

T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais 2015 / 2016. Projeto candidato a co-financiamento pelo Fundo Social Europeu T e S P Cursos Técnicos Superiores Profissionais 2015 / 2016 Projeto candidato a co-financiamento pelo Fundo Social Europeu REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA REPÚBLICA PORTUGUESA UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu

Leia mais

Unidades curriculares disponíveis para Programa IPL60+ 1º Semestre 15-16. Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar

Unidades curriculares disponíveis para Programa IPL60+ 1º Semestre 15-16. Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar Unidades curriculares disponíveis para Programa IPL60+ Semestre 15-16 Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar Animação Turística Inglês para Animação I Língua Estrangeira I (Espanhol I / Alemão

Leia mais

Pós-Graduação Gestão Hoteleira

Pós-Graduação Gestão Hoteleira Coordenação: Mestre Filipe Ferrão Pós-Graduação Gestão Hoteleira O Curso de Pós-Graduação em Gestão de Hotelaria visa proporcionar uma especializada, que alie o conhecimento das técnicas de gestão fundamentais

Leia mais

DIRECTOR(A) DE RESTAURAÇÃO

DIRECTOR(A) DE RESTAURAÇÃO PERFIL PROFISSIONAL DIRECTOR(A) DE RESTAURAÇÃO ÁREA DE ACTIVIDADE - HOTELARIA, RESTAURAÇÃO E TURISMO OBJECTIVO GLOBAL - Planear, dirigir e controlar as actividades de produção e de serviço de alimentos

Leia mais

FORMAÇÕES MODULARES CERTIFICADAS INVESTIR HOJE NA FORMAÇÃO PARA ESTAR MAIS PREPARADO AMANHÃ. Associação para o Desenvolvimento de Peniche

FORMAÇÕES MODULARES CERTIFICADAS INVESTIR HOJE NA FORMAÇÃO PARA ESTAR MAIS PREPARADO AMANHÃ. Associação para o Desenvolvimento de Peniche FORMAÇÕES MODULARES CERTIFICADAS INVESTIR HOJE NA FORMAÇÃO PARA ESTAR MAIS PREPARADO AMANHÃ Associação para o Desenvolvimento de Peniche O que são as Formações Modulares Certificadas As Formações Modulares

Leia mais

CALENDARIZAÇÃO DA ATIVIDADE FORMATIVA 2014. www.navegantescf.pt

CALENDARIZAÇÃO DA ATIVIDADE FORMATIVA 2014. www.navegantescf.pt CALENDARIZAÇÃO DA ATIVIDADE FORMATIVA 2014 FORMAÇÃO Início Fim Duração Horário Inscrição Contabilidade e Fiscalidade 01-10-2014 29-10-2014 21h P.L/S 100 Sensibilização e Orientação para o Cliente 02-10-2014

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE RECEÇÃO. DISCIPLINA: ADMINISTRAÇÃO, CONTABILIDADE E LEGISLAÇÃO (10º Ano Turma O)

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE RECEÇÃO. DISCIPLINA: ADMINISTRAÇÃO, CONTABILIDADE E LEGISLAÇÃO (10º Ano Turma O) ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE RECEÇÃO DISCIPLINA: ADMINISTRAÇÃO, CONTABILIDADE E LEGISLAÇÃO (10º Ano Turma O) PLANIFICAÇÃO ANUAL Directora do Curso Maria Teresa Pereira

Leia mais

INFORMAÇÕES CURSOS NOTURNOS 1

INFORMAÇÕES CURSOS NOTURNOS 1 INFORMAÇÕES CURSOS NOTURNOS 1 VIA DE CONCLUSÃO DO 12º ANO, PARA ALUNOS DE CURSOS EXTINTOS (Ao abrigo do Decreto- Lei nº 357/2007, de 29 de Outubro) 1. Destinatários: Candidatos com idade igual ou superior

Leia mais

CURSOS PROFISSIONAIS EM FUNCIONAMENTO 2014 2015 CURSOS PROFISSIONAIS. Curso de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos

CURSOS PROFISSIONAIS EM FUNCIONAMENTO 2014 2015 CURSOS PROFISSIONAIS. Curso de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos EM FUNCIONAMENTO 2014 2015 Curso de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos Curso de Técnico de Gestão Curso de Técnico Auxiliar de Saúde Curso de Animador Sociocultural Curso de Técnico

Leia mais

Listagem de UC por curso. Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar

Listagem de UC por curso. Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar Listagem de UC por curso Semestre * 2013-14 Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar Animação Turística Língua Estrangeira II (Espanhol II ou Alemão II) Comunicação e Desenvolvimento Pessoal Imagem

Leia mais

Centros para a Qualificação e o Ensino Profissional (CQEP) Estrutura, competências e objetivos

Centros para a Qualificação e o Ensino Profissional (CQEP) Estrutura, competências e objetivos Centros para a Qualificação e o Ensino Profissional (CQEP) Estrutura, competências e objetivos Maria João Alves Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional 24 de novembro de 2014 I SIMPÓSIO

Leia mais

CHEFE DE COZINHA (M/F)

CHEFE DE COZINHA (M/F) PERFIL PROFISSIONAL CHEFE DE COZINHA (M/F) ÁREA DE ACTIVIDADE OBJECTIVO GLOBAL - HOTELARIA, RESTAURAÇÃO E TURISMO - Organizar, coordenar e controlar o funcionamento do serviço de cozinha em estabelecimentos

Leia mais

Valorização & Inovação no Comércio Local: Experiências & Instrumentos de Apoio

Valorização & Inovação no Comércio Local: Experiências & Instrumentos de Apoio Valorização & Inovação no Comércio Local: Experiências & Instrumentos de Apoio Iniciativas Inovadoras de Formação e Qualificação Profissional para o Comércio CIM Alto Minho 30 de junho de 2015 Missão Sucesso

Leia mais

Quadro jurídico no sistema educativo português

Quadro jurídico no sistema educativo português I Simpósio Luso-Alemão sobre a Qualificação Profissional em Portugal - Oportunidades e Desafios Isilda Costa Fernandes SANA Lisboa Hotel, Av. Fontes Pereira de Melo 8, Lisboa 24 de novembro 2014 Contexto

Leia mais

PROGRAMA IMPULSO JOVEM

PROGRAMA IMPULSO JOVEM PROGRAMA IMPULSO JOVEM (O PROGRAMA IMPULSO JOVEM APRESENTA UM CONJUNTO DE MEDIDAS DE INCENTIVO À CRIAÇÃO DE EMPREGO JOVEM, UM DOS PRINCIPAIS DESAFIOS COM QUE PORTUGAL SE CONFRONTA ATUALMENTE.) 1. PASSAPORTE

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO CURSO: TURISMO ( bacharelado) Missão Formar profissionais humanistas, críticos, reflexivos, capacitados para planejar, empreender e gerir empresas turísticas, adaptando-se ao

Leia mais

Planificação Anual de Operações Técnicas em Empresas Turísticas OTET 12.º Ano

Planificação Anual de Operações Técnicas em Empresas Turísticas OTET 12.º Ano ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3.º CICLO DE AMORA Curso Profissional de Técnico de Turismo Planificação Anual de Operações Técnicas em Empresas Turísticas OTET 12.º Ano Componente de Formação Técnica Ano Letivo

Leia mais

ESTABELECIMENTO DE ENSINO INTEGRANTE DA REDE PÚBLICA

ESTABELECIMENTO DE ENSINO INTEGRANTE DA REDE PÚBLICA Colégio Diocesano de Nossa Senhora da Apresentação R. Padre Baptista, 100, Calvão 3840-053 VAGOS Tel. 234781113 Fax 234782226 Email: secretaria@colegiocalvao.org Coordenadas GPS: N 40.478374 W 8.705614

Leia mais

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES 2015 2 Formar gestores e quadros técnicos superiores, preparados científica e tecnicamente para o exercício de funções na empresa

Leia mais

Paulo Morais Vaz. Escola de Hotelaria e Turismo do Douro Lamego Peso da Régua, 13 de Janeiro de 2011

Paulo Morais Vaz. Escola de Hotelaria e Turismo do Douro Lamego Peso da Régua, 13 de Janeiro de 2011 Paulo Morais Vaz Escola de Hotelaria e Turismo do Douro Lamego Peso da Régua, 13 de Janeiro de 2011 50 % DO QUE SABEMOS HOJE, NÃO TERÁ QUALQUER UTILIDADE DAQUI A 10 ANOS. E 50% DO QUE PRECISAREMOS DE SABER

Leia mais

As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada.

As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada. Anexo A Estrutura de intervenção As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada. 1. Plano de ação para o período 2016

Leia mais

NECESSIDADES DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DAS MICROEMPRESAS DO SECTOR DO TURISMO PARA 2010/2011

NECESSIDADES DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DAS MICROEMPRESAS DO SECTOR DO TURISMO PARA 2010/2011 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE SOCIAL DIRECÇÃO REGIONAL DO TRABALHO, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E DEFESA DO CONSUMIDOR OBSERVATÓRIO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS DELIBERAÇÃO Nº 042, DE 11 DE MAIO DE 2011 O DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO, tendo em vista a decisão tomada em sua 297ª Reunião Ordinária, realizada em 11 de maio de 2011, e considerando

Leia mais

Disciplina Objectivos Conteúdos Programáticos

Disciplina Objectivos Conteúdos Programáticos Disciplina Objectivos Conteúdos Programáticos Legislação para Operações Turísticas Análise do quadro legal aplicável no contexto da atividade das agências de viagens. Caracterização dos organismos Institucionais

Leia mais

Disciplina Objectivos Conteúdos Programáticos

Disciplina Objectivos Conteúdos Programáticos Disciplina Objectivos Conteúdos Programáticos Legislação para Operação Hoteleira Analisar o quadro legal aplicável no contexto da atividade turística e hoteleira. Caracterizar os organismos institucionais

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO ESPECÍFICO. Regulamento

CURSO DE FORMAÇÃO ESPECÍFICO. Regulamento CURSO DE FORMAÇÃO ESPECÍFICO ÍNDICE PREÂMBULO... 3 Procedimentos Técnico-Pedagógicos... 4 1.1. Destinatários e condições de acesso... 4 1.2. Organização dos cursos de formação... 4 1.3. Componentes de

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Universidade de Évora, 10 de março de 2015 Identidade, Competitividade, Responsabilidade Lezíria do Tejo Alto Alentejo Alentejo Central Alentejo Litoral

Leia mais

Mini-MBA de Marketing

Mini-MBA de Marketing Mini-MBA de Marketing Coordenador/Formador: José Guimarães Índice Designação do curso... 2 Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos... 3 Objectivo Geral... 3 Objetivos

Leia mais

MINI-MBA de Especialização em Hospitalidade e Gestão de Turismo

MINI-MBA de Especialização em Hospitalidade e Gestão de Turismo MINI-MBA de Especialização em Hospitalidade e Gestão de Turismo www.highskills.pt geral@highskills.pt Lisboa- Telefone: 00351 217 931 365 Luanda Telefone: 00244 94 112 60 90 Índice Duração Total... 2 Destinatários...

Leia mais

Pixel. Aprenda Italiano em Florença Cursos Individuais para Estrangeiros

Pixel. Aprenda Italiano em Florença Cursos Individuais para Estrangeiros Certified Quality System in compliance with the standard UNI EN ISO 9001:2000. Certificate n SQ.41823. Pixel Aprenda Italiano em Florença Cursos Individuais para Estrangeiros CURSOS INDIVIDUAIS PARA ESTRANGEIROS

Leia mais

Empreendimentos Turísticos Como Instalar ou Reconverter Novo Regime Jurídico

Empreendimentos Turísticos Como Instalar ou Reconverter Novo Regime Jurídico Empreendimentos Turísticos Como Instalar ou Reconverter Novo Regime Jurídico, Turismo de Portugal, I.P. Rua Ivone Silva, Lote 6, 1050-124 Lisboa Tel. 211 140 200 Fax. 211 140 830 apoioaoempresario@turismodeportugal.pt

Leia mais

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 Factores Determinantes para o Empreendedorismo Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 IAPMEI Instituto de Apoio às PME e à Inovação Principal instrumento das políticas económicas para Micro e Pequenas

Leia mais

COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO DAS EMPRESAS DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA 2014-2020

COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO DAS EMPRESAS DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA 2014-2020 COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO DAS EMPRESAS DA 2014-2020 18-11-2015 INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL, IP-RAM MISSÃO Promover o desenvolvimento, a competitividade e a modernização das empresas

Leia mais

MINISTÉRIOS DA ECONOMIA E DA INOVAÇÃO, DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL E DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIOS DA ECONOMIA E DA INOVAÇÃO, DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL E DA EDUCAÇÃO Diário da República, 1.ª série N.º 14 21 de Janeiro de 2009 457 numa lógica de maior articulação e proximidade com as empresas, adequando -se à realidade actual do sector. No quadro da actual reforma da

Leia mais

Gestão Bancária Gestão e Sistemas de Informação

Gestão Bancária Gestão e Sistemas de Informação Gestão Bancária Gestão e Sistemas de Informação O Instituto Superior de Gestão Bancária (ISGB) é um estabelecimento de ensino superior dirigido preferencialmente às necessidades de todo o Setor Financeiro.

Leia mais

Apoios Financeiros ao Investimento no Turismo. Anadia, 25 de Fevereiro de 2008 Miguel Mendes

Apoios Financeiros ao Investimento no Turismo. Anadia, 25 de Fevereiro de 2008 Miguel Mendes Apoios Financeiros ao Investimento no Turismo Anadia, 25 de Fevereiro de 2008 Miguel Mendes 2 Apoios Financeiros ao Investimento no Turismo Índice 1 Plano Estratégico Nacional do Turismo (PENT) 2 Crédito

Leia mais

REGULAMENTO DO SISTEMA PARA A VALORIZAÇÃO DE PRODUTOS E SERVIÇOS TURÍSTICOS DA ROTA DO ROMÂNICO

REGULAMENTO DO SISTEMA PARA A VALORIZAÇÃO DE PRODUTOS E SERVIÇOS TURÍSTICOS DA ROTA DO ROMÂNICO REGULAMENTO DO SISTEMA PARA A VALORIZAÇÃO DE PRODUTOS E SERVIÇOS TURÍSTICOS DA ROTA DO ROMÂNICO Objetivo Artigo 1.º 1. Este regulamento tem como objetivo estabelecer condições e normas para a obtenção

Leia mais

Relatório de Estágio. Análise dos dados constantes na Base de Dados das Rotas do Vinho

Relatório de Estágio. Análise dos dados constantes na Base de Dados das Rotas do Vinho Relatório de Estágio Análise dos dados constantes na Base de Dados das Rotas do Vinho Rui Neves Lisboa, 21 de Junho de 2011 Índice Introdução... 3 Caracterização da Base de Dados... 4 Recolha e validação

Leia mais

Enquadramento Turismo Rural

Enquadramento Turismo Rural Enquadramento Turismo Rural Portugal é um País onde os meios rurais apresentam elevada atratividade quer pelas paisagens agrícolas, quer pela biodiversidade quer pelo património histórico construído o

Leia mais

Diagnóstico das Necessidades de Formação

Diagnóstico das Necessidades de Formação Diagnóstico das Necessidades de Formação A AciNet Sistemas e Tecnologias de Informação é uma empresa de tecnologias de informação nas actividades de representação e comercialização de equipamentos informáticos,

Leia mais

Regras de enquadramento do POPH. O presente documento técnico integra fichas de síntese das principais Tipologias de Intervenção do POPH.

Regras de enquadramento do POPH. O presente documento técnico integra fichas de síntese das principais Tipologias de Intervenção do POPH. Regras de enquadramento do POPH O presente documento técnico integra fichas de síntese das principais Tipologias de Intervenção do POPH. Este documento é orientativo da regulamentação do Programa, não

Leia mais

Iniciativa Formação para Empresários Programa de Candidatura

Iniciativa Formação para Empresários Programa de Candidatura Iniciativa Formação para Empresários Programa de Candidatura No âmbito do Contrato de Delegação de Competências do POPH na CCP 1. Enquadramento da Iniciativa A Iniciativa Formação para Empresários tem

Leia mais

I N C E N T I V O S A O E M P R E E N D E D O R I S M O Page 1. Incentivos ao EMPREENDEDORISMO

I N C E N T I V O S A O E M P R E E N D E D O R I S M O Page 1. Incentivos ao EMPREENDEDORISMO I N C E N T I V O S A O E M P R E E N D E D O R I S M O Page 1 Incentivos ao EMPREENDEDORISMO Abril 2015 I N C E N T I V O S A O E M P R E E N D E D O R I S M O Pag. 2 ÍNDICE 1. Enquadramento... 3 2. Criação

Leia mais

CURSO DE INTEGRAÇÃO EMPRESARIAL DE QUADROS (CIEQ)

CURSO DE INTEGRAÇÃO EMPRESARIAL DE QUADROS (CIEQ) INTEGRAÇÃO PROFISSIONAL DE TÉCNICOS SUPERIORES BACHARÉIS, LICENCIADOS E MESTRES CURSO DE INTEGRAÇÃO EMPRESARIAL DE QUADROS (CIEQ) GUIA DE CURSO ÍNDICE 1 - Objectivo do curso 2 - Destinatários 3 - Pré-requisitos

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DAS ENTIDADES FORMADORAS: DILEMAS E DESAFIOS

CERTIFICAÇÃO DAS ENTIDADES FORMADORAS: DILEMAS E DESAFIOS CERTIFICAÇÃO DAS ENTIDADES FORMADORAS: DILEMAS E DESAFIOS ANA MESTRE Terciforma Estudos de Comércio e Serviços, S.A. * * * JORNADA DE REFLEXÃO Os processos de certificação e os impactos na qualidade formativa

Leia mais

MINI-MBA de Especialização em Relações Públicas, Protocolo Empresarial e Eventos

MINI-MBA de Especialização em Relações Públicas, Protocolo Empresarial e Eventos MINI-MBA de Especialização em Relações Públicas, Protocolo Empresarial e Eventos Índice Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos... 2 Objetivo Geral... 2 Objetivos Específicos...

Leia mais

Plano de Atividades e Orçamento. Exercício de 2014

Plano de Atividades e Orçamento. Exercício de 2014 Plano de Atividades e Orçamento Exercício de 2014 Plano de Atividades e Orçamento para o exercício de 2014 Preâmbulo O Plano de Atividades do ano de 2014 foi elaborado de acordo com as expetativas dos

Leia mais

UNIÃO EUROPEIA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Fundos Europeus Estruturais e de Investimento

UNIÃO EUROPEIA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Fundos Europeus Estruturais e de Investimento UNIÃO EUROPEIA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA Fundos Europeus Estruturais e de Investimento Capital Humano Sara Estudante Relvas Posicionamento da Região Autónoma da Madeira no contexto nacional e europeu

Leia mais

.: Instrumentos de financiamento de apoio à competitividade no âmbito do Portugal 2020. 14 de Janeiro de 2015

.: Instrumentos de financiamento de apoio à competitividade no âmbito do Portugal 2020. 14 de Janeiro de 2015 14 de Janeiro de 2015 O que é o Portugal 2020? O Portugal 2020 é um Acordo de Parceria assinado entre Portugal e a Comissão Europeia, que reúne a atuação dos 5 fundos estruturais e de investimento europeus

Leia mais

AVISO DE ABERTURA DE CANDIDATURAS

AVISO DE ABERTURA DE CANDIDATURAS AVISO DE ABERTURA DE CANDIDATURAS I A Comissão Directiva do POPH informa que decorre entre os dias 30 de Janeiro e 3 de Março de 2008 o período para apresentação de candidaturas ao Programa Operacional

Leia mais

PROGRAMA DE FORMAÇÃO

PROGRAMA DE FORMAÇÃO PROGRAMA DE FORMAÇÃO 1. Identificação do Curso Pós-Graduação em Gestão Estratégica de Recursos Humanos 2. Destinatários Profissionais em exercício de funções na área de especialização do curso ou novos

Leia mais

HORAS / TEMPOS CONTEÚDOS OBJETIVOS AVALIAÇÃO. 11. Horários de funcionamento dos ERB. ESCOLA SECUNDÁRIA JOÃO GONÇALVES ZARCO-402011

HORAS / TEMPOS CONTEÚDOS OBJETIVOS AVALIAÇÃO. 11. Horários de funcionamento dos ERB. ESCOLA SECUNDÁRIA JOÃO GONÇALVES ZARCO-402011 MÓDULO N.º 1 O TÉCNICO DE RESTAURANTE/BAR 1. Breve história da hotelaria; 2. Evolução do restaurante; 3. Técnico de Restaurante/Bar como profissional e cidadão; 4. Relações humanas e profissionais; 5.

Leia mais

Instituto Internacional de Gestão Galilee

Instituto Internacional de Gestão Galilee Instituto Internacional de Gestão Galilee O Instituto Galilee é uma instituição de ensino superior e de capacitação localizado em Israel. Anualmente o Instituto Galilee organiza mais de 25 programas lecionados

Leia mais

ASSISTIR AS PME NAS ESTRATÉGIAS DE CRESCIMENTO

ASSISTIR AS PME NAS ESTRATÉGIAS DE CRESCIMENTO ASSISTIR AS PME NAS ESTRATÉGIAS DE CRESCIMENTO O papel da Assistência Empresarial do IAPMEI António Cebola Sines, 11 de Dezembro de 2009 MISSÃO DO IAPMEI Promover a inovação e executar políticas de estímulo

Leia mais

PO AÇORES 2020 FEDER FSE

PO AÇORES 2020 FEDER FSE Apresentação pública PO AÇORES 2020 FEDER FSE Anfiteatro C -Universidade dos Açores -Ponta Delgada 04 de marçode 2015 8EIXO EMPREGO E MOBILIDADE LABORAL > Administração regional Objetivo Específico 8.1.1

Leia mais

SEMINÁRIOS INFORMAR.PT

SEMINÁRIOS INFORMAR.PT Se não conseguir visualizar esta Newsletter por favor clique aqui NOTÍCIAS: EVENTOS: Feira Internacional de Negócios para PME Congresso Mundial das Empresas do Sector Privado de Emprego Conferência - O

Leia mais

2ª Conferência. Internet, Negócio e Redes Sociais Financiar, Inovar e Empreender. 21 de novembro de 2013 Auditório do ISEGI

2ª Conferência. Internet, Negócio e Redes Sociais Financiar, Inovar e Empreender. 21 de novembro de 2013 Auditório do ISEGI 2ª Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais Financiar, Inovar e Empreender 21 de novembro de 2013 Auditório do ISEGI Patrocinador Principal Patrocinadores Globais APDSI PME Apoios ao crescimento APDSI

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO / ESPECIALIZAÇÃO SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR

PÓS-GRADUAÇÃO / ESPECIALIZAÇÃO SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR PÓS-GRADUAÇÃO / ESPECIALIZAÇÃO SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR FORMAÇÃO SGS ACADEMY LOCAL: LISBOA, PORTO E FUNCHAL GRUPO SGS PORTUGAL O Grupo SGS Société Générale de Surveillance S.A é a maior

Leia mais

CONTRATAÇÃO DE TÉCNICOS ESPECIALIZADOS - FORMADORES AVISO N.º 1/2015-2016

CONTRATAÇÃO DE TÉCNICOS ESPECIALIZADOS - FORMADORES AVISO N.º 1/2015-2016 CONTRATAÇÃO DE TÉCNICOS ESPECIALIZADOS - FORMADORES AVISO N.º /205-206 De acordo com o estipulado no artigo 39º do Decreto-Lei n.º 32/202, de 27 de junho, alterado pelo Decreto-Lei n.º 83-A/204 de 23 de

Leia mais

Agrupamento de Escolas. Dr. Jorge Augusto Correia Tavira

Agrupamento de Escolas. Dr. Jorge Augusto Correia Tavira Agrupamento de Escolas Dr. Jorge Augusto Correia Tavira Oferta Educativa Ano Letivo 2015/2016 Cursos Vocacionais Básico Cursos Científico Humanísticos Cursos Profissionais Cursos Vocacionais Secundário

Leia mais

Diagnóstico de Competências para a Exportação

Diagnóstico de Competências para a Exportação Diagnóstico de Competências para a Exportação em Pequenas e Médias Empresas (PME) Guia de Utilização DIRECÇÃO DE ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL Departamento de Promoção de Competências Empresariais Índice ENQUADRAMENTO...

Leia mais

POCI Aviso n.º3/si/2015 Programa Operacional Fatores de Competitividade INOVAÇÃO PRODUTIVA ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS BENEFICIÁRIOS

POCI Aviso n.º3/si/2015 Programa Operacional Fatores de Competitividade INOVAÇÃO PRODUTIVA ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS BENEFICIÁRIOS ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS POCI Aviso n.º3/si/2015 Programa Operacional Fatores de Competitividade INOVAÇÃO PRODUTIVA O objetivo específico deste concurso consiste em conceder apoios financeiros a projetos

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM VINHOS

ESPECIALIZAÇÃO EM VINHOS ESPECIALIZAÇÃO EM VINHOS Novembro 2010 1 Direção de Formação Departamento de Planeamento e Certificação Objectivos No final da formação, os formandos devem ter adquirido conhecimentos, competências e técnicas

Leia mais

Plano Estratégico de Iniciativas à Empregabilidade Jovem e de Apoio às PME Exponor, 15 de Junho de 2012

Plano Estratégico de Iniciativas à Empregabilidade Jovem e de Apoio às PME Exponor, 15 de Junho de 2012 Plano Estratégico de Iniciativas à Empregabilidade Jovem e de Apoio às PME Exponor, 15 de Junho de 2012 Contexto: O Impulso Jovem, Plano Estratégico de Iniciativas de Promoção da Empregabilidade Jovem

Leia mais

Agrupamento de escolas de Coruche. CURSO PROFISSIONAL Ano letivo 2014/2015 Técnico de Turismo Ambiental e Rural

Agrupamento de escolas de Coruche. CURSO PROFISSIONAL Ano letivo 2014/2015 Técnico de Turismo Ambiental e Rural Agrupamento de escolas de Coruche CURSO PROFISSIONAL Ano letivo 2014/2015 Técnico de Turismo Ambiental e Rural Componente de formação: Sócio-cultural: Total de horas (a) (ciclo de formação) Português Língua

Leia mais

CATÁLOGO DE FORMAÇÃO

CATÁLOGO DE FORMAÇÃO CATÁLOGO DE FORMAÇÃO Quem somos A Konkrets KonKretiza ideias, alcançamos resultados! Desde a Consultoria estratégica; à elaboração de candidaturas a fundos europeus, à criação de Websites e softwares à

Leia mais

SAIBA MAIS SOBRE O CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GASTRONOMIA

SAIBA MAIS SOBRE O CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GASTRONOMIA SAIBA MAIS SOBRE O CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GASTRONOMIA Coordenação do Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia Universidade de Santa Cruz do Sul. Localização: Avenida Independência, nº2293,

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM TURISMO GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM TURISMO GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS História da Cultura CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM TURISMO GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS 1º PERÍODO Repassar ao alunado a compreensão do fenômeno da cultura e sua relevância para

Leia mais

ORIGEM OBJECTIVOS: Iniciado em 2004, por um desafio lançado ado pelo Governo Português, para o Campeonato Europeu de Futebol. MISSÃO: Criar e desenvolver, em contínuo, nuo, uma Rede de Estabelecimentos

Leia mais

CEF/0910/28031 Relatório preliminar da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento

CEF/0910/28031 Relatório preliminar da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento CEF/0910/28031 Relatório preliminar da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.9 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora:

Leia mais

BHMS Business & Hotel Management School Um membro do Bénédict Education Group Switzerland

BHMS Business & Hotel Management School Um membro do Bénédict Education Group Switzerland BHMS Business & Hotel Management School Um membro do Bénédict Education Group Switzerland A BHMS Business & Hotel Management School está localizada na cidade de Lucerna e é membro do grupo suíço de escolas

Leia mais

APPDA-Setúbal. Educação

APPDA-Setúbal. Educação APPDA-Setúbal Educação Enquadramento Constitui desígnio do XVII Governo Constitucional promover a igualdade de oportunidades, valorizar a educação e promover a melhoria da qualidade do ensino. Um aspeto

Leia mais

Nº horas 40. Nº horas 40 Actividades de diagnóstico 45m Desenvolvimento

Nº horas 40. Nº horas 40 Actividades de diagnóstico 45m Desenvolvimento Agrupamento de Escolas João da Silva Correia ANO LETIVO 2014-2015 Escola Secundária João da Silva Correia P L A N I F I C A Ç Ã O - CURSO PROFISSIONAL DE NÍVEL SECUNDÁRIO DISCIPLINA: OTET 12º ANO Técnico

Leia mais

IDERANÇA E GESTÃO. Desenvolver competências que permitam acompanhar, motivar, desenvolver e avaliar equipas de trabalho

IDERANÇA E GESTÃO. Desenvolver competências que permitam acompanhar, motivar, desenvolver e avaliar equipas de trabalho L DE PESSOAS IDERANÇA E GESTÃO Desenvolver competências que permitam acompanhar, motivar, desenvolver e avaliar equipas de trabalho Coordenadores e Chefias Intermédias Adquirir técnicas de Liderança, de

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO F O R M A Ç Ã O A V A N Ç A D A CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO FORMAÇÃO ESPECÍFICA PARA MEMBROS DA ORDEM DOS ENGENHEIROS ENQUADRAMENTO O CEGE/ISEG é um centro de investigação e projectos do ISEG Instituto

Leia mais

Regulamento do NNIES Ninho de Novas Iniciativas Empresariais de Setúbal

Regulamento do NNIES Ninho de Novas Iniciativas Empresariais de Setúbal Regulamento do NNIES Ninho de Novas Iniciativas Empresariais de Setúbal 1 Preâmbulo O Ninho de Novas Iniciativas Empresariais de Setúbal, adiante designado por NNIES, é um equipamento municipal criado

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL

PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL TIPOLOGIA DE INTERVENÇÃO 3.1.1 PROGRAMA DE FORMAÇÃO-ACÇÃO PARA PME REGULAMENTO DE CANDIDATURA PARA ENTIDADES

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a de Organização de Eventos Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/7 ÁREA DE ACTIVIDADE OBJECTIVO GLOBAL SAÍDAS

Leia mais

Curso de Educação e Formação em Desenho Assistido por Computador / Construção Civil

Curso de Educação e Formação em Desenho Assistido por Computador / Construção Civil Curso de Educação e Formação em Desenho Assistido por Computador / Construção Civil Saída Profissional: Operador CAD Certificação ao nível do 9º Ano / Nível II Laboral Bem-Vindo/a à FLAG! A FLAG é uma

Leia mais

Auto-avaliação da Licenciatura em Gestão e Administração Hoteleira

Auto-avaliação da Licenciatura em Gestão e Administração Hoteleira Auto-avaliação da Licenciatura em Gestão e Administração Hoteleira Relatório Resumo Junho de 2012 Índice 1. Objectivo... 3 2. Enquadramento... 3 3. Trabalho realizado... 3 4. Dados síntese da Licenciatura

Leia mais

OBJETIVO GERAL DA FUNÇÃO

OBJETIVO GERAL DA FUNÇÃO PROGRAMA DE COOPERAÇÃO EM MOÇAMBIQUE FUNÇÃO: Técnico de Capacitação Institucional (TCI) LOCALIZAÇÃO: Moçambique, Província de Nampula DURAÇÃO: 17 meses (datas prováveis: 1 de agosto de 2015 a 31 de dezembro

Leia mais

Gestão Empresarial. Comércio e Serviços

Gestão Empresarial. Comércio e Serviços Curso de Gestão Empresarial para Comércio e Serviços PROMOÇÃO: COLABORAÇÃO DE: EXECUÇÃO: APRESENTAÇÃO: > A aposta na qualificação dos nossos recursos humanos constitui uma prioridade absoluta para a Confederação

Leia mais

OFERTAS DE EMPREGO PROFISSÃO LAVADOR DE JANELAS. Unidade Emissora: Data de Emissão N.º de Folhas MATOSINHOS

OFERTAS DE EMPREGO PROFISSÃO LAVADOR DE JANELAS. Unidade Emissora: Data de Emissão N.º de Folhas MATOSINHOS 1 / 5 588201074 588208466 588226721 588274858 588292101 588312197 LAVADOR DE JANELAS INSTALADOR DE AR CONDICIONADO E DE SISTEMAS DE REFRIGERAÇÃO REPRESENTANTE COMERCIAL DIRECTOR DE PUBLICIDADE DIRECTOR

Leia mais

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012 Apoio à Internacionalização CENA 3 de Julho de 2012 Enquadramento Enquadramento Comércio Internacional Português de Bens e Serviços Var. 13,3% 55,5 68,2 57,1 73,4 48,3 60,1 54,5 66,0 67,2 61,7 Exportação

Leia mais

SPEEXX Empowering Communication

SPEEXX Empowering Communication Empowering Communication Empowering communication speexx Coach... 38 speexx Live... 38 speexx Phone... 39 speexx 1:1... 39 Encontrar a sua formação Índice do Guia 2 Índice detalhado 10 Procura por palavras-chave

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO-2010

PLANO DE FORMAÇÃO-2010 PLANO DE FORMAÇÃO-2010 - Associação Vicentina- Formação Modular Certificada (Destinatários: Activos com o 9ºano) Inglês- Iniciação e Aperfeiçoamento TIC s (Iniciação e Aperfeiçoamento) Português para Estrangeiros

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA ABERTURA A People & Skills foi criada para responder às necessidades de um mercado cada vez mais apostado em desenvolver e consolidar competências que

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA FERNÃO DE MAGALHÃES. REGULAMENTO DOS CURSOS EFA Educação e Formação de Adultos. I - Objecto

ESCOLA SECUNDÁRIA FERNÃO DE MAGALHÃES. REGULAMENTO DOS CURSOS EFA Educação e Formação de Adultos. I - Objecto ESCOLA SECUNDÁRIA FERNÃO DE MAGALHÃES REGULAMENTO DOS CURSOS EFA Educação e Formação de Adultos I - Objecto O presente regulamento define a organização, desenvolvimento e acompanhamento dos Cursos de Educação

Leia mais

INICIATIVA JESSICA. Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo. Faro, 22 de maio de 2013

INICIATIVA JESSICA. Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo. Faro, 22 de maio de 2013 INICIATIVA JESSICA Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo Faro, 22 de maio de 2013 O Turismo na economia Peso no PIB Peso no Emprego Peso nas Exportações Peso dos Mercados O Turismo e a Regeneração Urbana

Leia mais

PLANOS de ESTUDO. Ensino Secundário Diurno Ano Letivo 2015/2016

PLANOS de ESTUDO. Ensino Secundário Diurno Ano Letivo 2015/2016 PLANOS de ESTUDO Ensino Secundário Diurno Ano Letivo 2015/2016 Rua Doutor Manuel de Arriaga 8004-070 Faro Telefone: 289889570; Fax: 289889580 direcao.agrupamento@agr-tc.pt www.agr-tc.pt CURSOS CIENTÍFICO-HUMANÍSTICOS

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL EMPREGADO/A DE ANDARES. PERFIL PROFISSIONAL Empregado/a de Andares Nível 2 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/6

PERFIL PROFISSIONAL EMPREGADO/A DE ANDARES. PERFIL PROFISSIONAL Empregado/a de Andares Nível 2 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/6 PERFIL PROFISSIONAL EMPREGADO/A DE ANDARES PERFIL PROFISSIONAL Empregado/a de Andares Nível 2 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/6 ÁREA DE ACTIVIDADE OBJECTIVO GLOBAL SAÍDA(S) PROFISSIONAL(IS) - HOTELARIA,

Leia mais

Programa Operacional de Potencial Humano EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL

Programa Operacional de Potencial Humano EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL Programa Operacional de Potencial Humano EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL TIPOLOGIA DE INTERVENÇÃO 3.1.1 PROGRAMA DE FORMAÇÃO-AÇÃO PARA PME REGULAMENTO DE CANDIDATURA PARA ENTIDADES

Leia mais