HOSPITAL MOINHOS DE VENTO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E PESQUISA PÓS-GRADUAÇÃO LATU SENSU: FISIOTERAPIA HOSPITALAR

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "HOSPITAL MOINHOS DE VENTO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E PESQUISA PÓS-GRADUAÇÃO LATU SENSU: FISIOTERAPIA HOSPITALAR"

Transcrição

1 HOSPITAL MOINHOS DE VENTO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E PESQUISA PÓS-GRADUAÇÃO LATU SENSU: FISIOTERAPIA HOSPITALAR TÍTULO DO TRABALHO Autores (aluno 1, Filippin, LI 2, da Cunha,LS 3 ) 1 Fisioterapeuta, aluna do Curso de Pós-Graduação em Fisioterapia Hospitalar 2 Fisioterapeuta, Professora do Instituto de Educação e Pesquisa, Hospital Moinhos de Vento Porto Alegre/RS 3 Fisioterapeuta, Coordenadora do Curso do Pós-Graduação em Fisioterapia Hospitalar Porto Alegre/RS Autor para correspondência: Laura Severo da Cunha Rua Ramiro Barcelos, 910 CEP: Bairro Moinhos de Vento Porto Alegre/RS Fone: 55 (51)

2 1 REFERENCIAL TEÓRICO JUSTIFICATIVA (deve aparecer como último parágrafo do referencial teórico) 2

3 2 TEMA 3 PROBLEMA 4 OBJETIVOS 4.1. OBJETIVO PRIMÁRIO 4.2. OBJETIVOS SECUNDÁRIOS 3

4 5 METODOLOGIA 5.1. DELINEAMENTO DA PESQUISA Revisão sistemática DESCRIÇÃO E ELABORAÇÃO DE UMA REVISÃO SISTEMÁTICA Definindo a pergunta O objetivo desta revisão será determinar se a atividade física produz desfechos benéficos para indivíduos portadores de artrite reumatóide Buscando a evidência A busca da informação será realizada pelas seguintes palavras chaves: rheumatoid arthritis, exercise, exercise program, activity physical em diferentes sites de busca: Cochrane Library, MEDLINE, EMBASE, Pubmed, SciELO, ScienceDirect Revisando e selecionando os estudos Durante a seleção dos estudos, a avaliação dos títulos e dos resumos (abstracts) identificados na busca inicial deve ser feita por pelo menos dois pesquisadores, de forma independente e cegada, obedecendo rigorosamente aos critérios de inclusão e exclusão definidos no protocolo de pesquisa. Quando o título e o resumo não são esclarecedores, deve-se buscar o artigo na íntegra, para não correr o risco de deixar estudos importantes fora da revisão sistemática. Os critérios de inclusão e exclusão definidos foram os seguintes: tempo de busca apropriado (5 anos), intervenções (atividade física, exercício), mensuração dos desfechos de interesse (melhora na qualidade de vida), delineamento de pesquisa (ensaio clínico e ensaio clínico randomizado controlado), idioma (inglês e português). 4

5 Analisando a qualidade metodológica dos estudos A qualidade de uma revisão sistemática depende da validade dos estudos incluídos nela. Nesta fase os pesquisadores devem considerar todas as possíveis fontes de viés, que podem comprometer a relevância do estudo em análise. Para tal avaliação será utilizada a escala de PEDro (Physiotherapy Evidence Database) composta pelos seguintes critérios: 1) especificação dos critérios de inclusão (item não pontuado); 2) alocação aleatória; 3) sigilo na alocação; 4) similaridade dos grupos na fase inicial ou basal; 5) mascaramento dos sujeitos; 6) mascaramento do terapeuta; 7) mascaramento do avaliador; 8) medida de pelo menos um desfecho primário em 85% dos sujeitos alocados; 9) análise da intenção de tratar; 10) comparação entre grupos de pelo menos um desfecho primário e, 11) relato de medidas de variabilidade e estimativa dos parâmetros de pelo menos uma variável primária Apresentando os resultados O artigo será apresentado em um quadro que destaca suas características principais, como: autores, ano de publicação, desenho metodológico, número de sujeitos (N), grupos de comparação, caracterização do protocolo de intervenção (tempo, intensidade, frequência de sessões, etc.), variáveis dependentes e principais resultados. 5

6 6 CRONOGRAMA As atividades relacionadas neste projeto estão previstas para execução conforme o cronograma abaixo, com extensão ao período máximo de um ano: 12 meses 1º bimestre 2ºbimestre 3ºbimestre 4ºbimestre 5ºbimestre 6ºbimestre Revisão da Literatura X X X X Seleção dos estudos X Análise da qualidade metodológica X X Redação artigo científico X X X Previsto: X 6

7 7 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 7

ELABORAÇÃO DE ESTUDOS DE REVISÃO DA LITERATURA

ELABORAÇÃO DE ESTUDOS DE REVISÃO DA LITERATURA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM FISIOTERAPIA TRAUMATO- ORTOPÉDICA METODOLOGIA DA INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA ELABORAÇÃO DE ESTUDOS DE REVISÃO DA LITERATURA Profa. MsC. Paula Silva de Carvalho Chagas Departamento

Leia mais

Plano de ensino. 2) Objetivos Promover a leitura e interpretação de artigos científicos com rigor acadêmico.

Plano de ensino. 2) Objetivos Promover a leitura e interpretação de artigos científicos com rigor acadêmico. Plano de ensino 1) Identificação Curso Nutrição Disciplina Leitura e Interpretação de Artigos Científicos na Área da Saúde Carga horária 34h Semestre letivo 01/2012 Professor Franceliane Jobim Benedetti

Leia mais

Busca por informação e evidência científica na Biblioteca Virtual em Saúde

Busca por informação e evidência científica na Biblioteca Virtual em Saúde Busca por informação e evidência científica na Biblioteca Virtual em Saúde Literacia da informação é um conjunto de competências de aprendizagem e pensamento crítico necessárias para acessar, avaliar,

Leia mais

Introdução à pesquisa clínica. FACIMED Investigação científica II 5º período Professora Gracian Li Pereira

Introdução à pesquisa clínica. FACIMED Investigação científica II 5º período Professora Gracian Li Pereira Introdução à pesquisa clínica FACIMED 2012.1 Investigação científica II 5º período Professora Gracian Li Pereira Questão de pesquisa x relevância Questão PICO FINER Literatura existente Como fazer? Delineamento

Leia mais

Orientações gerais: PROVA DE CONHECIMENTO EM METODOLOGIA CIENTÍFICA E INTERPRETAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO NÍVEL MESTRADO

Orientações gerais: PROVA DE CONHECIMENTO EM METODOLOGIA CIENTÍFICA E INTERPRETAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO NÍVEL MESTRADO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE MEDICINA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIENCIAS DA SAÚDE - Processo seletivo 2015 PROVA DE CONHECIMENTO EM METODOLOGIA CIENTÍFICA E INTERPRETAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO

Leia mais

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA PROFESSOR: Alexei Manso Correa Machado 1. EMENTA: A disciplina tem como objetivo apresentar aos alunos os fundamentos da construção do

Leia mais

Desenhos de estudos científicos. Heitor Carvalho Gomes

Desenhos de estudos científicos. Heitor Carvalho Gomes Desenhos de estudos científicos Heitor Carvalho Gomes 2016 01 01 01 Desenhos de estudos científicos Introdução Epidemiologia clínica (Epidemiologia + Medicina Clínica)- trata da metodologia das

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 3-CEPE/UNICENTRO, DE 28 DE JANEIRO DE 2013. REVOGADA PELA RESOLUÇÃO Nº 12/2015-CEPE/UNICENTRO. Aprova o Curso de Especialização em Fisioterapia Traumato-Ortopédica Funcional, modalidade modular,

Leia mais

METODOLOGIA DA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM FISIOTERAPIA TRAUMATO- ORTOPÉDICA

METODOLOGIA DA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM FISIOTERAPIA TRAUMATO- ORTOPÉDICA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM FISIOTERAPIA TRAUMATO- ORTOPÉDICA METODOLOGIA DA INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA Profª. Dra. Paula Silva de Carvalho Chagas Faculdade de Fisioterapia UFJF Doutora em Ciências da Reabilitação

Leia mais

Patricia de Campos Couto MS/SCTIE/DECIT/CGPC

Patricia de Campos Couto MS/SCTIE/DECIT/CGPC Patricia de Campos Couto MS/SCTIE/DECIT/CGPC AVALIAÇÃO DOS PROJETOS Diligências/informações INSTITUIÇÕES Projeto SE Credenciamento Distribuição SECRETARIAS Análise Parecer conclusivo SECRETARIAS Acompanhamento

Leia mais

EDITAL. Abertura de inscrições para a seleção de candidatos ao Programa de Mestrado em Administração da UNIP

EDITAL. Abertura de inscrições para a seleção de candidatos ao Programa de Mestrado em Administração da UNIP EDITAL Abertura de inscrições para a seleção de candidatos ao Programa de Mestrado em Administração da UNIP Recomendado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior CAPES, de acordo

Leia mais

Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva INSTRUÇÕES

Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva INSTRUÇÕES Epidemiologia Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva 1. Você recebeu do fiscal o seguinte material: INSTRUÇÕES a) Este Caderno de Questões contendo o enunciado das 2 (duas) questões da prova discursiva.

Leia mais

Curso de Aperfeiçoamento: Pesquisa Científica em Cirurgia Coordenadora: Profa. Dra. Lydia Masako Ferreira Vice coordenador: Juan Montano

Curso de Aperfeiçoamento: Pesquisa Científica em Cirurgia Coordenadora: Profa. Dra. Lydia Masako Ferreira Vice coordenador: Juan Montano Curso de Aperfeiçoamento: Pesquisa Científica em Cirurgia 2016 Coordenadora: Profa. Dra. Lydia Masako Ferreira Vice coordenador: Juan Montano Tipos de Revisão da Literatura Dr. Juan Montano Mestrado Profissional

Leia mais

A CAPACITAÇÃO EM ALEITAMENTO MATERNO PARA EQUIPES DE SAÚDE DA FAMÍLIA: O PSF AMIGO DO PEITO

A CAPACITAÇÃO EM ALEITAMENTO MATERNO PARA EQUIPES DE SAÚDE DA FAMÍLIA: O PSF AMIGO DO PEITO A CAPACITAÇÃO EM ALEITAMENTO MATERNO PARA EQUIPES DE SAÚDE DA FAMÍLIA: O PSF AMIGO DO PEITO Prof. Antônio Prates Caldeira Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Universidade Estadual de Montes Claros

Leia mais

Curso de Metodologia Científica para Residentes. Luiz Watanabe e Ana Márcia Gaudard

Curso de Metodologia Científica para Residentes. Luiz Watanabe e Ana Márcia Gaudard Curso de Metodologia Científica para Residentes e Preceptores da SES/DF - 2008 Luiz Watanabe e Ana Márcia Gaudard PRÁTICA CLÍNICA BASEADA EM EVIDÊNCIAS COMO DESENVOLVER UMA ESTRATÉGIA DE BUSCA? EXPLOSÃO

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Ciências Pneumológicas Mestrado EDITAL EXTERNO N O 02/2015

Programa de Pós-Graduação em Ciências Pneumológicas Mestrado EDITAL EXTERNO N O 02/2015 Programa de Pós-Graduação em Ciências Pneumológicas Mestrado EDITAL EXTERNO N O 02/2015 O Programa de Pós-Graduação em Ciências Pneumológicas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul torna público

Leia mais

A análise da evidência para esta diretriz se baseia em dois processos. detalhados de revisão anteriores. O primeiro foi a conferência de consenso dos

A análise da evidência para esta diretriz se baseia em dois processos. detalhados de revisão anteriores. O primeiro foi a conferência de consenso dos Material Suplementar On-line MÉTODOS E PROCESSO A análise da evidência para esta diretriz se baseia em dois processos detalhados de revisão anteriores. O primeiro foi a conferência de consenso dos National

Leia mais

Metodologias de Pesquisa em Ciências: análises quantitativa e qualitativa

Metodologias de Pesquisa em Ciências: análises quantitativa e qualitativa Metodologias de Pesquisa em Ciências: análises quantitativa e qualitativa 2ª Edição MAKILIM NUNES BAPTISTA DINAEL CORRÊA DE CAMPOS SUMÁRIO PARTE I - CIÊNCIA E PESQUISA... 1 1 OS DILEMAS DO PRESENTE...

Leia mais

MB-300 SEMINÁRIO DE TESE

MB-300 SEMINÁRIO DE TESE MB-300 SEMINÁRIO DE TESE FORMULAÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA Rodrigo A. Scarpel rodrigo@ita.br www.mec.ita.br/~rodrigo Roteiro: Motivação para formular projetos de pesquisa Roteiro de um projeto de pesquisa

Leia mais

BIREME/OPAS/OMS Comitê Assessor Nacional do Convênio de Manutenção da BIREME I Reunião do ano 2004, BIREME, São Paulo, 06 de agosto de 2004

BIREME/OPAS/OMS Comitê Assessor Nacional do Convênio de Manutenção da BIREME I Reunião do ano 2004, BIREME, São Paulo, 06 de agosto de 2004 BIREME/OPAS/OMS Comitê Assessor Nacional do Convênio de Manutenção da BIREME I Reunião do ano 2004, BIREME, São Paulo, 06 de agosto de 2004 Anexo 2 Biblioteca Virtual em Saúde e o controle bibliográfico

Leia mais

Cap. 5. Definindo a pergunta e desenvolvendo critérios para a inclusão de estudos. Fiorella Rehbein Santos

Cap. 5. Definindo a pergunta e desenvolvendo critérios para a inclusão de estudos. Fiorella Rehbein Santos Cap. 5 Definindo a pergunta e desenvolvendo critérios para a inclusão de estudos Fiorella Rehbein Santos Pontos-chave o Uma revisão clara e bem definida começa com uma pergunta bem formulada Nas revisões

Leia mais

FACULDADE FAUC/AUM CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA MANUAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

FACULDADE FAUC/AUM CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA MANUAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) 1 FACULDADE FAUC/AUM CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA MANUAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) 1 DEFINIÇÕES GERAIS 1.1 De acordo com o regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do Projeto

Leia mais

HORÁRIO DE AULA Educação Infantil

HORÁRIO DE AULA Educação Infantil HIGIENE HIGIENE HIGIENE HIGIENE HIGIENE HIGIENE HIGIENE HIGIENE HIGIENE HIGIENE MÚSICA MÚSICA HIGIENE HIGIENE HIGIENE HIGIENE HIGIENE MÚSICA HIGIENE HIGIENE HIGIENE HIGIENE HIGIENE MÚSICA HIGIENE HIGIENE

Leia mais

CURSO DE METODOLOGIA CIENTÍFICA

CURSO DE METODOLOGIA CIENTÍFICA CURSO DE METODOLOGIA CIENTÍFICA Aula 01: A pesquisa científica Canal do Prof. Matheus Passos http://profmatheuspassos.com Qual o objetivo da metodologia científica? u Acredita-se que o objetivo da disciplina

Leia mais

METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO. Profa. Dra. Renata Trigueirinho Alarcon

METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO. Profa. Dra. Renata Trigueirinho Alarcon METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO Profa. Dra. Renata Trigueirinho Alarcon O QUE É METODOLOGIA CIENTÍFICA? Método, deriva da palavra grega methodos, que etimologicamente, pode ser assim dividida: a) meta

Leia mais

Edital n o 79/2013 ANEXO II TIPOS, REQUISITOS E VALORES DE BOLSAS. Não possuir vínculo empregatício ou bolsa de pesquisa ou extensão

Edital n o 79/2013 ANEXO II TIPOS, REQUISITOS E VALORES DE BOLSAS. Não possuir vínculo empregatício ou bolsa de pesquisa ou extensão Edital n o 79/2013 ANEXO II TIPOS, REQUISITOS E VALORES DE BOLSAS TIPO REQUISITO C.H. Semanal VALOR Mensal PIBIC-JR Estar no segundo ano do ensino médio Não possuir vínculo empregatício ou bolsa de pesquisa

Leia mais

Revisões Sistemáticas na Biblioteca Virtual em Saúde. Verônica Abdala BIREME/OPAS/OMS abdalave@paho.org

Revisões Sistemáticas na Biblioteca Virtual em Saúde. Verônica Abdala BIREME/OPAS/OMS abdalave@paho.org Revisões Sistemáticas na Biblioteca Virtual em Saúde Verônica Abdala BIREME/OPAS/OMS abdalave@paho.org Que evidência utilizar? Depende do tipo de pergunta (necessidade) que se quer responder e o tempo

Leia mais

- CoPPEx Coordenação de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão Regulamento Geral da Revista Científica do ITPAC Política Editorial

- CoPPEx Coordenação de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão Regulamento Geral da Revista Científica do ITPAC Política Editorial - CoPPEx Coordenação de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão Regulamento Geral da Revista Científica do ITPAC Política Editorial CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1 - A REVISTA CIENTÍFICA DO ITPAC é

Leia mais

Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC)

Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) CAPÍTULO I - CONCEITUAÇÃO E OBJETIVOS Art. 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso - TCC, é uma atividade acadêmica curricular do Curso de Enfermagem devendo

Leia mais

Normas para inscrições de trabalhos IV SIMPOM (2016)

Normas para inscrições de trabalhos IV SIMPOM (2016) Normas para inscrições de trabalhos IV SIMPOM (2016) A Secretaria do IV SIMPOM receberá inscrições de trabalhos, nas categorias comunicação oral e pôster, no período de 25/10/2015 a 15/1/2016, impreterivelmente.

Leia mais

Biblioteca Virtual em Saúde e o controle bibliográfico da produção científica da América Latina e Caribe: o sistema de bases de dados LILACS

Biblioteca Virtual em Saúde e o controle bibliográfico da produção científica da América Latina e Caribe: o sistema de bases de dados LILACS Anexo 2 BIREME/OPAS/OMS Biblioteca Virtual em Saúde e o controle bibliográfico da produção científica da América Latina e Caribe: o sistema de bases de dados LILACS O núcleo principal da produção científico

Leia mais

Revisão de Metodologia Científica

Revisão de Metodologia Científica Revisão de Metodologia Científica Luiz Eduardo S. Oliveira Universidade Federal do Paraná Departamento de Informática http://lesoliveira.net Luiz S. Oliveira (UFPR) Revisão de Metodologia Científica 1

Leia mais

METODOLOGIA CIENTÍFICA PATRÍCIA ALVAREZ RUIZ

METODOLOGIA CIENTÍFICA PATRÍCIA ALVAREZ RUIZ METODOLOGIA CIENTÍFICA PATRÍCIA ALVAREZ RUIZ Leitura crítica de artigos científicos www.contemporaneo.com.br Seria correto se todos os artigos publicados fossem cientificamente saudáveis, mas, infelizmente,

Leia mais

Principais Delineamentos de Pesquisa. Lisia von Diemen

Principais Delineamentos de Pesquisa. Lisia von Diemen Principais Delineamentos de Pesquisa Lisia von Diemen Tipos de Estudos Observacionais Descritivos Analíticos Instante Período de Tempo Experimentais Randomizado Não-Randomizado Observacionais Descritivos

Leia mais

Estrutura, Vantagens e Limitações dos. Principais Métodos

Estrutura, Vantagens e Limitações dos. Principais Métodos Estrutura, Vantagens e Limitações dos Principais Métodos 1) Ensaio clínico Randomizado 2) Estudo de coorte 3) Estudo de caso controle 4) Estudo transversal 5) Estudo ecológico 1) Ensaio clínico Randomizado

Leia mais

C E N T R O U N I V E R S I T Á R I O L U S Í A D A - P L A N O D E A U L A - Página 1 de 5

C E N T R O U N I V E R S I T Á R I O L U S Í A D A - P L A N O D E A U L A - Página 1 de 5 C E N T R O U N I V E R S I T Á R I O L U S Í A D A - P L A N O D E A U L A - Página 1 de 5 DISTRIBUIÇÃO DAS S S TEMÁTICAS Apresentação da disciplina; Apresentação das linhas de pesquisas e professores

Leia mais

ESTRUTURA DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

ESTRUTURA DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ESTRUTURA DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO O trabalho científico deverá ser organizado de acordo com a estrutura abaixo, NBR 14724/2006: capa; folha de rosto; verso da folha de rosto (ficha catalográfica)

Leia mais

Atenção farmacêutica especializada. Atenção Farmacêutica e Farmácia Clínica. Para poder... Objetivos dos tratamentos

Atenção farmacêutica especializada. Atenção Farmacêutica e Farmácia Clínica. Para poder... Objetivos dos tratamentos Atenção Farmacêutica e Farmácia Clínica William Rotea Junior Atenção farmacêutica especializada Objetiva atender a todas as necessidades relativas aos dos pacientes, com foco nas especificidades da doença

Leia mais

O que é pesquisar? Pesquisar é procurar respostas para inquietações, para um problema, para indagações propostas.

O que é pesquisar? Pesquisar é procurar respostas para inquietações, para um problema, para indagações propostas. PROJETO MULTIDICIPLINAR Professor: Roberto César O que é pesquisar? Pesquisar é procurar respostas para inquietações, para um problema, para indagações propostas. É a Atividade básica das ciências na sua

Leia mais

LOMBALGIA CRÔNICA MECÂNICA:

LOMBALGIA CRÔNICA MECÂNICA: LOMBALGIA CRÔNICA MECÂNICA: ESTUDO COMPARATIVO ENTRE ACUPUNTURA SISTÊMICA E STIPER Por: Dr. Frederico Burigo Agosto/ RESUMO DA PESQUISA: A lombalgia é a mais frequente das dores em região de coluna vertebral

Leia mais

RELATÓRIO DE QUALIFICAÇÃO

RELATÓRIO DE QUALIFICAÇÃO RELATÓRIO DE QUALIFICAÇÃO Conteúdo resumido Elementos pré-textuais Capa Folha de rosto Resumo da pesquisa com palavras chave Lista de quadros, gráficos, tabelas, abreviaturas e siglas (se houver) Sumário

Leia mais

EXTRATO DO EDITAL N 069/2016 UEPA PRÊMIO MELHOR TCC 2015

EXTRATO DO EDITAL N 069/2016 UEPA PRÊMIO MELHOR TCC 2015 EXTRATO DO EDITAL N 069/2016 UEPA PRÊMIO MELHOR TCC 2015 A Universidade do Estado do Pará, por meio de sua Pró-Reitoria de Graduação, torna público, no âmbito desta Instituição, o Processo de Seleção de

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ UESC

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ UESC EDITAL UESC Nº 68 ABERTURA DE INSCRIÇÕES PROCESSO SELETIVO DE MONITORES PARA CURSO PREPARATÓRIO UNIVERSIDADE PARA TODOS O Reitor em exercício da Universidade Estadual de Santa Cruz UESC, no uso de suas

Leia mais

ANEXO I MODELO DE PROJETO DISCENTE CAPA

ANEXO I MODELO DE PROJETO DISCENTE CAPA ANEXO I MODELO DE PROJETO DISCENTE Segue abaixo o modelo para apresentação de projeto discente ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ), Campus São Gonçalo, com o

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O TCC [TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO]

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O TCC [TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO] PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O TCC [TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO] Professor Ms Francisco de Assis Batista da Silva, Mestre em Educação. Professora MsC Daniella Ribeiro Guimarães Mendes, Coordenadora de

Leia mais

REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO BACHARELADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS LINHA DE FORMAÇÃO EM CIÊNCIA POLÍTICA

REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO BACHARELADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS LINHA DE FORMAÇÃO EM CIÊNCIA POLÍTICA 1 REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO BACHARELADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS LINHA DE FORMAÇÃO EM CIÊNCIA POLÍTICA Em conformidade com o que estabelece o Projeto Pedagógico do Curso de Ciências Sociais

Leia mais

SciELO Scientific Eletronic Library Online GUIA DE ATUALIZAÇÃO DE PÁGINAS INFORMATIVAS

SciELO Scientific Eletronic Library Online GUIA DE ATUALIZAÇÃO DE PÁGINAS INFORMATIVAS SciELO Scientific Eletronic Library Online GUIA DE ATUALIZAÇÃO DE PÁGINAS INFORMATIVAS São Paulo Janeiro / 2016 APRESENTAÇÃO Este guia tem a função de auxiliar os editores no envio de solicitação de atualização

Leia mais

Edital VC 002/2011 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE CURRÍCULOS DE CANDIDATOS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS:

Edital VC 002/2011 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE CURRÍCULOS DE CANDIDATOS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS: Edital VC 002/2011 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE CURRÍCULOS DE CANDIDATOS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS: Modalidade Produto Área de Ciências Humanas e Direitos Humanos SELECIONA CURRÍCULOS

Leia mais

II CONGRESSO 2015 FAMINAS-BH COMPARTILHANDO IDEAIS NA BUSCA POR DIAS MELHORES: DISCUTINDO A SUSTENTABILIDADE

II CONGRESSO 2015 FAMINAS-BH COMPARTILHANDO IDEAIS NA BUSCA POR DIAS MELHORES: DISCUTINDO A SUSTENTABILIDADE CHAMADA DE TRABALHOS: A comissão técnico-científica do II CONGRESSO FAMINAS-BH 2015 convida para a submissão de trabalhos técnicos para apresentação e discussão no evento. TEMA: SUSTENTABILIDADE: SOCIAL,

Leia mais

MANTENEDORA ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE - AECISA MANTIDA FACULDADE PERNAMBUCANA DE SAÚDE- FPS

MANTENEDORA ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE - AECISA MANTIDA FACULDADE PERNAMBUCANA DE SAÚDE- FPS MANTENEDORA ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE - AECISA MANTIDA FACULDADE PERNAMBUCANA DE SAÚDE- FPS REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (Atualizado em maio de 2016) RECIFE/PE 2016 1 MANTENEDORA

Leia mais

Professor: Talita Santos Oliveira Sampaio Titulação: Mestre em Ciências da Saúde

Professor: Talita Santos Oliveira Sampaio   Titulação: Mestre em Ciências da Saúde CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 Componente Curricular: Trabalho de Conclusão de Curso I Código: FISIO 212 Pré-Requisito: - Período Letivo:

Leia mais

UFF - Universidade Federal Fluminense Relatório Anual dos Docentes. Exercício: 2014 GET - DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA

UFF - Universidade Federal Fluminense Relatório Anual dos Docentes. Exercício: 2014 GET - DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA Especial UFF - Universidade Federal Fluminense GET - Descrição Instituição Atividade Acessória LUCIAN GONÇALVES DA COSTA. SELEÇÃO DE MONITORES PARA O DEPARTAMENTO DE UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESTATÍSTICA

Leia mais

PRÊMIO ANUAL DE MONOGRAFIA JURÍDICA

PRÊMIO ANUAL DE MONOGRAFIA JURÍDICA www.loja.jurismestre.com.br www.jurismestre.com.br contato@jurismestre.com.br PRÊMIO ANUAL DE MONOGRAFIA JURÍDICA EDITAL DO I CONCURSO INTERNACIONAL DE MONOGRAFIAS JURÍDICAS EDITORA JURISMESTRE (Incluído

Leia mais

Serviço Público Federal Universidade Federal da Bahia Escola de Nutrição

Serviço Público Federal Universidade Federal da Bahia Escola de Nutrição Serviço Público Federal Universidade Federal da Bahia Escola de Nutrição Endereço: R. Basílio da Gama, S/N - Canela - Salvador / Bahia CEP 40.110.907 Telefone: (071) 3283-7700 /7701 e-mail: enufba@ufba.br

Leia mais

Fazer um diagnóstico. Necessidade dos testes. Foco principal. Variabilidade do teste. Diminuição das incertezas definição de normal

Fazer um diagnóstico. Necessidade dos testes. Foco principal. Variabilidade do teste. Diminuição das incertezas definição de normal Fazer um diagnóstico Avaliação Crítica tentativa de tomar uma decisão adequada usando informações inadequadas resultado de testes diminuir a incerteza do diagnóstico Ideal saber viver com a incerteza saber

Leia mais

REVISTA DOS CURSOS DE NUTIÇÃO, FARMÁCIA, FISIOTERAPIA, NUTRIÇÃO, ODONTOLOGIA E ENFERMAGEM

REVISTA DOS CURSOS DE NUTIÇÃO, FARMÁCIA, FISIOTERAPIA, NUTRIÇÃO, ODONTOLOGIA E ENFERMAGEM REVISTA DOS CURSOS DE NUTIÇÃO, FARMÁCIA, FISIOTERAPIA, NUTRIÇÃO, ODONTOLOGIA E ENFERMAGEM INSTRUÇÕES AOS AUTORES 1 GERAIS: Originais: Os artigos devem ser enviados exclusivamente por meio eletrônico para

Leia mais

CHAMADA INTERNA N.º 01/2016 PPG/UEMA BOLSA DE PRODUTIVIDADE EM PESQUISA

CHAMADA INTERNA N.º 01/2016 PPG/UEMA BOLSA DE PRODUTIVIDADE EM PESQUISA Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação-PPG Coordenação de Pós-Graduação-CPG CHAMADA INTERNA N.º 01/2016 PPG/UEMA BOLSA DE PRODUTIVIDADE EM PESQUISA A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade

Leia mais

ANEXO I. Cargo. 1 CGS - Asa Norte Enfermagem Enfermeiro Clínica Médica Diurno 4. 2 CGS - Asa Norte Enfermagem Enfermeiro Cirurgia Diurno 4

ANEXO I. Cargo. 1 CGS - Asa Norte Enfermagem Enfermeiro Clínica Médica Diurno 4. 2 CGS - Asa Norte Enfermagem Enfermeiro Cirurgia Diurno 4 GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE FUNDAÇÃO DE ENSINO E PESQUISA EM CIÊNCIAS DA SAÚDE - FEPECS ESCOLA SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA SAÚDE ESCS ANEXO I QUADRO DE VAGAS - Processo Seletivo

Leia mais

UNIVERSIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO REGULAMENTO INTERNO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA

UNIVERSIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO REGULAMENTO INTERNO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA UNIVERSIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO REGULAMENTO INTERNO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA (Aprovado pelo Parecer do CONSEPE/USC n. 02A/14, em 13 de março de 2014) BAURU 2014 SUMÁRIO Capítulo I - Das Finalidades...

Leia mais

FACULDADE DE HORTOLÂNDIA Ato de Recredenciamento: Port. 673, 25/05/2011, D.O.U, de 26/05/2011, Seção 1, págs. 18/19

FACULDADE DE HORTOLÂNDIA Ato de Recredenciamento: Port. 673, 25/05/2011, D.O.U, de 26/05/2011, Seção 1, págs. 18/19 INSTITUTO EDUCACIONAL DO ESTADO DE SÃO PAULO Faculdade de Hortolândia REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Hortolândia 2015 1 TRABALHO DE CONCLUSÃO DO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO DEPARTAMENTO... CURSO... NOME DE ALUNO TÍTULO DO PROJETO

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO DEPARTAMENTO... CURSO... NOME DE ALUNO TÍTULO DO PROJETO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO DEPARTAMENTO... CURSO... NOME DE ALUNO TÍTULO DO PROJETO Mossoró/RN (Ano) NOME DO ALUNO TÍTULO DO PROJETO Projeto apresentado ao Conselho do Curso XXXXXXX da Universidade

Leia mais

RESOLUÇÃO. Parágrafo único. O novo currículo é o 0004-LS, cujas ementas e objetivos das disciplinas também constam do anexo.

RESOLUÇÃO. Parágrafo único. O novo currículo é o 0004-LS, cujas ementas e objetivos das disciplinas também constam do anexo. RESOLUÇÃO CONSEPE 28/2016 ALTERA MATRIZ CURRICULAR E APROVA O PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOLOGIA DO TRÂNSITO DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF. O Presidente do Conselho

Leia mais

PROJECTO DE INVESTIGAÇÃO DESTINADO À ELABORAÇÃO DE UMA DISSERTAÇÃO ORIGINAL NO ÂMBITO DO CURSO DE MESTRADO EM EPIDEMIOLOGIA (1ª EDIÇÃO)

PROJECTO DE INVESTIGAÇÃO DESTINADO À ELABORAÇÃO DE UMA DISSERTAÇÃO ORIGINAL NO ÂMBITO DO CURSO DE MESTRADO EM EPIDEMIOLOGIA (1ª EDIÇÃO) PROJECTO DE INVESTIGAÇÃO DESTINADO À ELABORAÇÃO DE UMA DISSERTAÇÃO ORIGINAL NO ÂMBITO DO CURSO DE MESTRADO EM EPIDEMIOLOGIA (1ª EDIÇÃO) Prevalência e Factores de Sucesso do Aleitamento Materno no Hospital

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso nº 294 aprovado pela portaria Cetec nº 774 de 24 / 09 / 2015. ETEC de Tiquatira Código: 208 Município: São Paulo Eixo Tecnológico: Controle

Leia mais

PROGRAMA ASSOCIADO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA UPE/UFPB

PROGRAMA ASSOCIADO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA UPE/UFPB 1 PROGRAMA ASSOCIADO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA UPE/UFPB NORMA PAPGEF UPE/UFPB N 004/015 - DISPÕE SOBRE O PROCESSO EM SISTEMA DE FLUXO CONTÍNUO PARA SELEÇÃO DE CANDIDATOS A INGRESSO NO CURSO DE

Leia mais

Revisão Bibliográfica

Revisão Bibliográfica Revisão Bibliográfica Ricardo de Almeida Falbo Metodologia de Pesquisa Departamento de Informática Universidade Federal do Espírito Santo Agenda Por onde começar? A Leitura e seu Registro Sistematizando

Leia mais

Página 2 em diante devem estar contemplados os seguintes itens:

Página 2 em diante devem estar contemplados os seguintes itens: 1 TEMPLATE - Projeto de pesquisa FORMATAÇÃO Fonte: Texto: Arial ou Times New Roman, tamanho 12. Títulos: Arial ou Times New Roman, tamanho 14, negrito Espaço: duplo Margens: 2,5 cm em todas as margens

Leia mais

RELATÓRIO FINAL ESTÁGIO SUPERVISIONADO

RELATÓRIO FINAL ESTÁGIO SUPERVISIONADO RELATÓRIO FINAL ESTÁGIO SUPERVISIONADO O relatório final é o documento de caráter obrigatório que revela a experiência do aluno, deve retratar todas as suas reflexões sobre a prática vivenciada, estabelecer

Leia mais

PROCESSO ELEITORAL DE MEMBROS DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA COM SERES HUMANOS, DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE (CEP-UFAC)

PROCESSO ELEITORAL DE MEMBROS DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA COM SERES HUMANOS, DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE (CEP-UFAC) EDITAL N º 01, de 28 de março de 2016 O Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos da Universidade Federal do Acre (CEP-UFAC), no uso de suas atribuições e na forma do seu Regimento Interno, torna público

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ UESPI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CCS FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS FACIME COORDENAÇÃO DE ENFERMAGEM

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ UESPI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CCS FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS FACIME COORDENAÇÃO DE ENFERMAGEM EDITAL VIII SEMANA DE ENFERMAGEM DA FACIME/ CCS - UESPI A Coordenação do Curso de Enfermagem e Comissão Científica da VIII Semana de Enfermagem da FACIME/CCS UESPI torna público o Edital de abertura de

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A DEFESA DE PROJETO DE DISSERTAÇÃO (QUALIFICAÇÃO)

ORIENTAÇÕES PARA A DEFESA DE PROJETO DE DISSERTAÇÃO (QUALIFICAÇÃO) ORIENTAÇÕES PARA A DEFESA DE PROJETO DE DISSERTAÇÃO (QUALIFICAÇÃO) A Defesa de Projeto de Dissertação consiste na elaboração e apresentação oral, perante banca examinadora, do projeto de pesquisa que será

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO LICENCIATURA EM FÍSICA

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO LICENCIATURA EM FÍSICA REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO LICENCIATURA EM FÍSICA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente Regulamento disciplina o processo de elaboração, apresentação e avaliação do

Leia mais

1. MATRIZ CURRICULAR. C/H SEMESTRAL Pré-Requisito. C/H Sem. Nº DISCIPLINA - 1 SEMESTRE

1. MATRIZ CURRICULAR. C/H SEMESTRAL Pré-Requisito. C/H Sem. Nº DISCIPLINA - 1 SEMESTRE INÍCIO DO CURSO: 01/02/2011 AUTORIZAÇÃO: N 1.562 de 24 de setembro de 2010. DURAÇÃO DO CURSO: 5 anos TURNOS: Diurno TÍTULO DE GRADUAÇÃO: Fisioterapeuta O perfil do profissional a ser formado é de um fisioterapeuta

Leia mais

A AMAMENTAÇÃO COMO FATOR DE PROTEÇÃO DO CÂNCER DE MAMA. Evidências em Saúde Pública HSM 0122 Novembro/2015

A AMAMENTAÇÃO COMO FATOR DE PROTEÇÃO DO CÂNCER DE MAMA. Evidências em Saúde Pública HSM 0122 Novembro/2015 A AMAMENTAÇÃO COMO FATOR DE PROTEÇÃO DO CÂNCER DE MAMA Evidências em Saúde Pública HSM 0122 Novembro/2015 INTRODUÇÃO Câncer de mama: resultante de proliferação incontrolável de células anormais. Origem:

Leia mais

EDITAL Nº 08/2015 Processo Seletivo de Professor PRONATEC

EDITAL Nº 08/2015 Processo Seletivo de Professor PRONATEC EDITAL Nº 08/2015 Processo Seletivo de Professor PRONATEC Artigo 1º - A FACULDADE GUANAMBI, mantida pela CESG Centro de Educação Superior de Guanambi, com sede à Avenida Governador Nilo Coelho, 4911, Bairro

Leia mais

ELEMENTOS DE AVALIAÇÃO DE ARTIGO DE REVISÃO SISTEMÁTICA (ARS)

ELEMENTOS DE AVALIAÇÃO DE ARTIGO DE REVISÃO SISTEMÁTICA (ARS) ELEMENTOS DE AVALIAÇÃO DE ARTIGO DE REVISÃO SISTEMÁTICA (ARS) O que se pede ao revisor: A. Análise do artigo em todos os seus componentes; B. Cada componente tem um conjunto de itens. Só devem assinalar

Leia mais

METODOLOGIA CIENTÍFICA PATRÍCIA ALVAREZ RUIZ

METODOLOGIA CIENTÍFICA PATRÍCIA ALVAREZ RUIZ METODOLOGIA CIENTÍFICA PATRÍCIA ALVAREZ RUIZ Levantamento Bibliográfico LEVANTAMENTO BIBLIOGRÁFICO Procedimentos para localização e busca metódica dos documentos referentes ao tema Textos Livros Artigos

Leia mais

Indexação de periódicos científicos em bases de dados

Indexação de periódicos científicos em bases de dados Indexação de periódicos científicos em bases de dados Fabiana Montanari Lapido Unidade SciELO Oficina para Editores Científicos (SES-SP) São Paulo, 2 de dezembro de 2009 Tópicos Introdução Bases de dados

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS DISCIPLINAS 1. Introdução à Pesquisa em Letras 2. Metodologia de ensino de línguas estrangeiras I: perspectivas teóricas e abordagens

Leia mais

REGULAMENTO DA ATIVIDADE SEMIPRESENCIAL INTEGRADA. Capítulo I Das Modalidades

REGULAMENTO DA ATIVIDADE SEMIPRESENCIAL INTEGRADA. Capítulo I Das Modalidades REGULAMENTO DA ATIVIDADE SEMIPRESENCIAL INTEGRADA Visa modificar o regulamento da atividade semipresencial integrada para o Curso de Direito, no intuito de melhorar a sua flexibilidade, diversidade e qualidade,

Leia mais

O Papel da Acreditação na Confiabilidade dos Inventários de Emissões Marcos Aurélio Lima de Oliveira

O Papel da Acreditação na Confiabilidade dos Inventários de Emissões Marcos Aurélio Lima de Oliveira O Papel da Acreditação na Confiabilidade dos Inventários de Emissões Marcos Aurélio Lima de Oliveira Coordenador Geral de Acreditação do Inmetro Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia

Leia mais

ANÁLISE DE PRÉ-PROJETO

ANÁLISE DE PRÉ-PROJETO BAREMA 01 ANÁLISE DE PRÉ-PROJETO ITENS DE AVALIAÇÃO Pontuação Máxima 1. Tema e Relevância do Projeto Pertinência com a proposta do curso 01 Originalidade 01 2. Delimitação do Problema Abordagem clara do

Leia mais

Normas para formatação de Artigo Científico

Normas para formatação de Artigo Científico Normas para formatação de Artigo Científico Cursos Cinema de Animação e Cinema e Audiovisual Profa. Dra. Ivonete Pinto 1 As normas a seguir foram aprovadas pelo colegiado dos cursos de Cinema de Animação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação e Inovação - PRPPGI AVALIAÇÃO DE MÉRITO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação e Inovação - PRPPGI AVALIAÇÃO DE MÉRITO UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação e Inovação - PRPPGI AVALIAÇÃO DE MÉRITO Demanda: PRPPG/UNIVASF/MCT/FINEP/CT-INFRA-PROINFRA 01/2013 Proponente: Título

Leia mais

2 lugar: 01 (uma) inscrição para participação no 14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica 2017.

2 lugar: 01 (uma) inscrição para participação no 14º Congresso Brasileiro de Clínica Médica 2017. Leia com atenção as instruções a seguir e evite equívocos no momento do envio de seu resumo. O sistema de submissões estará online a partir de 10 de junho para o envio do seu trabalho. 1. DO PRAZO A data

Leia mais

Art 2º Os procedimentos para a seleção de ocupantes dos Cargos em Comissão e Funções Gratificadas serão os seguintes:

Art 2º Os procedimentos para a seleção de ocupantes dos Cargos em Comissão e Funções Gratificadas serão os seguintes: RESOLUÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA Relator: JEANNE LILIANE MARLENE MICHEL Diretoria de Gestão de Pessoas Número: 008 Data: 24/9/2012 Reunião: 7 a Dispõe sobre os procedimentos e os critérios de seleção para

Leia mais

RESOLUÇÃO IBA Nº 11/2016

RESOLUÇÃO IBA Nº 11/2016 Página1 RESOLUÇÃO IBA Nº 11/2016 Dispõe sobre a criação do Pronunciamento Atuarial CPA 007 MATERIALIDADE - AUDITORIA ATUARIAL INDEPENDENTE - SUPERVISIONADAS SUSEP O INSTITUTO BRASILEIRO DE ATUÁRIA - IBA,

Leia mais

Projeto de Pesquisa: contexto

Projeto de Pesquisa: contexto Projeto de : contexto Objetivos da aula Qual a relação entre as razões e o objetivo da pesquisa? Como mapear o conhecimento sobre um tema? Por que existem variações entre os pesquisadores? Por que mapear

Leia mais

Níveis de Pesquisa. Delineamentos das Pesquisas. Métodos de Pesquisa. Ciência da Computação Sistemas de Informação

Níveis de Pesquisa. Delineamentos das Pesquisas. Métodos de Pesquisa. Ciência da Computação Sistemas de Informação Métodos de Pesquisa Ciência da Computação Sistemas de Informação Níveis de Pesquisa Os níveis de pesquisa variam de acordo com os objetivos a que a pesquisa se propõe. Podem ser assim classificados: Exploratória

Leia mais

XVIII SEPEX SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

XVIII SEPEX SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO XVIII SEPEX SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO EDITAL DE CHAMADA DE TRABALHOS 1 APRESENTAÇÃO - A Faculdade Católica Salesiana do Espírito Santo promoverá, entre os dias 12 e 13 de julho de 2016, a XVIII

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS Manual para a elaboração do TCC em formato Monografia Curso de Publicidade e Propaganda 1º/2015. Monografia: disposições gerais Monografia é uma das alternativas oferecidas pela UPM como Trabalho de Conclusão

Leia mais

anped Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Educação

anped Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Educação Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Educação RESOLUÇÃO N º01 /2010-ANPED, de 19 de outubro de 2010 Aprova texto do Regulamento do Comitê Científico da ANPEd A Presidente da ASSOCIAÇÃO NACIONAL

Leia mais

EDITAL PIBIC 2015/2016

EDITAL PIBIC 2015/2016 INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR MÚLTIPLO Credenciado pela Portaria n 2.535 de 19/08/04 - MEC CNPJ 05.379.062/0001-70 Avenida Boa Vista nº700 - Bairro: São Francisco CEP: 65631-350 Timon/MA Fone: 99 3212-2185

Leia mais

Seleção SciELO Brasil: critérios e procedimentos para a admissão e a permanência de periódicos científicos na coleção

Seleção SciELO Brasil: critérios e procedimentos para a admissão e a permanência de periódicos científicos na coleção Seleção SciELO Brasil: critérios e procedimentos para a admissão e a permanência de periódicos científicos na coleção Universidade Estadual de Maringá Maringá, 15 de maio de 2008 Fabiana Montanari Lapido

Leia mais

Introdução à Revisão Sistemática

Introdução à Revisão Sistemática Introdução à Revisão Sistemática Rafael Leonardo Vivian rlvivian.uem [at] gmail [dot] com Universidade Estadual de Maringá Departamento de Informática Laboratório de Desenvolvimento Distribuído de Software

Leia mais

Autor: Profª Msª Carla Diéguez METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Autor: Profª Msª Carla Diéguez METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA Autor: Profª Msª Carla Diéguez METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA OBJETIVO DA AULA AULA 3 O PROJETO E O ARTIGO PARTE 1 TEMA DE PESQUISA, FONTES E FICHAMENTO Objetivo Geral Auxiliar o aluno na elaboração

Leia mais

Autores: Philippe Botas; Carolina Pereira; Rosa Carvalho; Ana Rita Magalhães; Ana Rita Cruz; Luiz Miguel Santiago; Maria Glória Neto

Autores: Philippe Botas; Carolina Pereira; Rosa Carvalho; Ana Rita Magalhães; Ana Rita Cruz; Luiz Miguel Santiago; Maria Glória Neto Autores: Philippe Botas; Carolina Pereira; Rosa Carvalho; Ana Rita Magalhães; Ana Rita Cruz; Luiz Miguel Santiago; Maria Glória Neto Introdução Interrupções naconsulta: Tempo; Comunicação; Confidencialidade;

Leia mais

ELABORAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA

ELABORAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA 1. POR QUE ESCREVER UMA MONOGRAFIA? - Quem conclui um curso universitário deve dominar o estudo e organização de um assunto de forma diferenciada de quem não tem formação

Leia mais

Regulamento Prémio Hipocoagulação 2016

Regulamento Prémio Hipocoagulação 2016 1 Regulamento Prémio Hipocoagulação 2016 A Associação de Internos de Medicina Geral e Familiar (AIMGF), em colaboração com a Bayer Portugal, SA, criaram um prémio anual, de forma a desenvolver a investigação

Leia mais

FACULDADE VERDE NORTE - FAVENORTE

FACULDADE VERDE NORTE - FAVENORTE ESTRUTURA CURRICULAR DE ENFERMAGEM 1º PERÍODO INTRODUÇÃO À ENFERMAGEM 40 00 40 33:20 ANTROPOLOGIA/SOCIOLOGIA 80 00 80 66:40 FUNDAMENTOS DA SAÚDE 60 00 60 50:00 PÚBLICA SAÚDE PÚBLICA PESP I METODOLOGIA

Leia mais