Administração e Finanças

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Administração e Finanças"

Transcrição

1 Evolução da Administração Administração Científica Administração e Finanças A abordagem típica da Escola da Administração Científica é a ênfase nas tarefas. Profa. Fernanda Pereira Caetano Objetivo: Busca da eficiência das organizações por meio da racionalização do trabalho do operário e no somatório da eficiência individual. A escola da Administração científica foi iniciada no começo deste século pelo engenheiro americano Frederick W. Taylor, considerado o fundador da moderna TGA. Taylor teve inúmeros seguidores (como Gantt, Gilbreth, Emerson, Ford, Barth e outros) e provocou verdadeira revolução no pensamento administrativo e no mundo industrial da sua época. Os principais vultos da Administração Científica Sua preocupação original foi tentar eliminar o fantasma do desperdício e das perdas sofridas pelas indústrias americanas e elevar o nível de produtividade por meio da aplicação de métodos e técnicas da engenharia industrial. Aumentar a eficiência no níveo operacional nível dos operários. 1º. Período de Taylor Corresponde à época da publicação do seu livro Shop Management (Administração de Oficinas, 1903). O trabalho de Taylor se deu no chão de fábrica junto ao operariado, voltado para a sua tarefa. Preocupou-se exclusivamente com as técnicas de racionalização do trabalho do operário através do estudo dos tempos e movimentos. Taylor começou por baixo, efetuando um paciente trabalho de análise das tarefas de cada operário, decompondo seus movimentos e processos de trabalho, aperfeiçoando-os e racionalizando-os gradativamente. Taylor verificou que um operário médio produzia menos do que era potencialmente capaz com o equipamento disponível. Conclui-se que o operário não produzia mais, pois seu colega também não produzia. Daí surgiu a necessidade de criar condições de pagar mais ao operário que produz mais. 2º. Período de Taylor Página 1

2 Corresponde à época da publicação do seu livro Princípios da Administração Científica (1911). Na segunda fase do trabalho de Taylor ele concluiu que a racionalização do trabalho do operário deveria ser acompanhado de uma estruturação geral da empresa. Esta empresa padecia de três tipos de problemas: 1- Vadiagem sistemática por parte dos operários a) O engano, que vem da época imemorial e quase universalmente disseminado entre os trabalhadores de que um rendimento maior do homem e da máquina terá como resultante o desemprego de grande número de operários. b) O sistema defeituoso de administração, comumente em uso, que força os operários à ociosidade no trabalho, a fim de melhor proteger os seus interesses. c) Os métodos empíricos ineficientes utilizados nas empresas que fazem o operário desperdiçar grande parte do seu esforço e do seu tempo. 2- Desconhecimento, pela gerência, das rotinas de trabalho e do tempo necessário para sua realização. 3- Falta de uniformidade das técnicas ou métodos de trabalho. Para sanar esses três problemas, idealizou um sistema de Administração que denominou Scientific Management (Também chamado de: Sistema de Taylor, Gerência Científica, Organização científica no Trabalho e o Organização Racional do Trabalho (ORT) criando alguns aspectos que permanecem até os dias de hoje) Seleção Cientifica do Trabalhador O trabalhador deve desempenhar a tarefa mais compatível com suas aptidões. A maestria da tarefa, resultado de muito treino, é importante para o funcionário (que é valorizado) e para a empresa (que aumenta sua produtividade). Tempo-padrão O trabalhador deve atingir no mínimo a produção estabelecida pela gerência. É muito importante contar com parâmetros de controle da produtividade, porque o ser humano é naturalmente preguiçoso. Se o seu salário estiver garantido, ele certamente produzirá o menos possível. Plano de incentivo Salarial A remuneração dos funcionários deve ser proporcional ao número de unidades produzidas. Essa determinação se baseia no conceito do Homo economicus, que considera as recompensas e sanções financeiras as mais significativas para o trabalhador. Trabalho em Conjunto Os interesses dos funcionários (altos salários) e da administração (baixo custo de produção) podem ser conciliados, através da busca do maior grau de eficiência e produtividade. Quando o trabalhador produz muito, sua remuneração aumenta e a produtividade da empresa também. Gerentes planejam, Operários executam O planejamento deve ser de responsabilidade exclusiva da gerência, enquanto a execução cabe aos operários e seus supervisores. Divisão do Trabalho especialização do operário Uma tarefa deve ser dividida ao maior número possível de subtarefas. Quanto menor e mais simples a tarefa, maior será a habilidade do operário em desempenhá-la. Ao realizar um movimento simples repetidas vezes, o funcionário ganha velocidade na sua atividade, aumentando o número de unidades produzidas e elevando seu salário de forma proporcional ao seu esforço. Supervisão Deve ser funcional, ou seja, especializada por áreas. A função básica do supervisor, como o próprio nome indica, é controlar o trabalho dos funcionários, verificando o número de unidades produzidas e o cumprimento da produção padrão mínima. Aqui um operário tem vários supervisores de acordo com a especialidade. Página 2

3 Ênfase na Eficiência Existe uma única maneira certa de executar uma tarefa (the best way). Para descobri-la, a administração deve empreender um estudo de tempos e métodos, decompondo os movimentos das tarefas executadas pelos trabalhadores. Homo economicus Toda pessoa é profundamente influenciada por recompensas salariais, econômicas e materiais. Em outros termos, o homem procura trabalho não porque goste dele, mas como um meio de ganhar a vida através do salário que o trabalho proporciona. O homem é motivado a trabalhar pelo medo da fome e pela necessidade de dinheiro para viver. Condições de Trabalho Taylor verificou que as condições do trabalho interferiam nos resultados do trabalho. Adequação de instrumentos e ferramentas de trabalho para minimizar esforço e perda de tempo na execução do trabalho. Melhoria do ambiente físico de trabalho, diminuição do ruído, melhor ventilação e iluminação. Padronização (Aplicação de métodos científicos para obter a uniformidade e reduzir custos) Taylor através dos seus estudos preocupou-se com a padronização dos métodos e processos de trabalho, máquinas e equipamentos, ferramentas e instrumentos de trabalho, matérias primas e componentes, para eliminar o desperdício e aumentar a eficiência. A administração Científica, fundada por Taylor e seus seguidores, constitui a primeira tentativa da Teoria da Administração. A preocupação em criar uma Ciência da Administração começou com a experiência concreta e imediata do trabalho de operários e com a ênfase nas tarefas. No primeiro período de sua obra, Taylor voltou-se exclusivamente para a racionalização do trabalho dos operários, estendendo-se no segundo período à definição de princípios de Administração aplicáveis a todas as situações da empresa. A organização racional do trabalho fundamenta-se na análise do trabalho operário, no estudo dos tempos e movimentos, na fragmentação das tarefas e na especialização do trabalhador. Buscava-se a eliminação do desperdício e da ociosidade operária e a redução dos custos de produção. A única forma de obter a colaboração dos operários foi o apelo aos planos de incentivos salariais e de prêmios de produção, com base no tempo padrão (eficiência = 100%) e na convicção de que o salário constitui a única fonte de motivação para o trabalhador (homem econômico). O desenho de cargos e tarefas enfatizava o trabalho simples e repetitivo das linhas de produção e montagem, a padronização e as condições de trabalho que assegurassem eficiência. Verificou-se que não adiantava racionalizar o trabalho do operário se o supervisor, o chefe, o gerente, o diretor continuavam a trabalhar sob o mesmo empirismo anterior. Para resolver esses escalões mais elevados, os engenheiros da Administração Científica passaram a se preocupar com os princípios de Administração capazes de balizar o comportamento dos gerentes e chefes. Contudo, inúmeras críticas podem ser feitas à Administração Científica: o mecanicismo de sua abordagem, que lhe garante o nome de teoria da máquina, a superespecialização que robotiza o operário, a visão microscópica do homem tomado isoladamente e como um apêndice da maquinaria industrial, a ausência de qualquer comprovação científica de suas afirmações e princípios, a abordagem incompleta envolvendo apenas a organização formal, a limitação do campo de aplicação à fábrica, omitindo o restante da vida de uma empresa, a abordagem eminentemente prescritiva e normativa e tipicamente de sistema fechado. Contudo, estas limitações e restrições não apagam o fato de que a Administração Científica foi o primeiro passo na busca de uma teoria administrativa. E um passo pioneiro e irreversível. Página 3

4 Teoria Clássica da Administração Administração e Finanças A Teoria Clássica caracterizava-se pela ênfase na estrutura que a organização deveria possuir para ser eficiente. Objetivo: Busca da eficiência das organizações partindo do todo organizacional e da sua estrutura para garantir eficiência a todas as partes envolvidas, fossem elas órgãos (como seções, departamentos, etc.) ou pessoas (como ocupantes de cargos e executores de tarefas). Surgiu na França espraiando-se rapidamente pela Europa tendo como fundador o engenheiro francês Henri Fayol ( ). Os principais vultos da Teoria Clássica A preocupação dessa teoria era aumentar a eficiência da empresa por meio da disposição dos órgãos componentes da organização (departamentos). Ao lado de Taylor, o engenheiro francês Fayol é um dos contribuintes mais importantes do desenvolvimento do conhecimento administrativo moderno. De acordo com Fayol, a administração é uma atividade comum a todos os empreendimentos humanos (família, negócios, governo), que sempre exigem algum grau de planejamento, organização, comando, coordenação e controle. Portanto, todos deveriam estudá-la, o que exigiria uma teoria geral da administração que pudesse ser ensinada. Fayol foi o pioneiro no reconhecimento de que a administração deveria ser vista como uma função separada das demais funções da empresa. O maior impacto dessa idéia esta na identificação do trabalho dos gerentes como sendo distinto das operações técnicas da empresa. Os gerentes que não conseguem perceber essa distinção envolvem-se com os detalhes técnicos da produção e prestação de serviços, negligenciando as funções de administrar toda a empresa. Ao apontar essa distinção, Fayol ajudou a tomar mais nítido o papel dos executivos - os administradores de nível mais alto na hierarquia da organização. O papel do dirigente O trabalho do dirigente consiste em tomar decisões, estabelecer metas, definir diretriz e atribuir responsabilidades aos integrantes da organização, de modo que as atividades de planejar, organizar, comandar, coordenar e controlar estejam numa seqüência 1ogica. Uma vez organizada uma empresa, seus colaboradores necessitam de ordens para saber o que fazer, e suas ações precisam de coordenação e controle gerencial. Combater o excesso de regulamentos e a burocracia e a papelada também, de acordo com Fayol, são responsabilidades do gerente. As 6 funções essenciais da Empresa Fayol salienta que toda empresa apresenta seis funções: 1. Funções técnicas - relacionadas com a produção de bens ou serviços da empresa. Página 4

5 2. Funções comerciais - relacionadas com a compra, venda ou permutação. 3. Funções financeiras - relacionadas com a procura e gerência de capitais. 4. Funções de segurança - relacionadas com a prevenção e proteção dos bens e das pessoas. 5. Funções contábeis - relacionadas com inventários, registros, balanços e custos. 6. Funções administrativas - relacionadas com a integração da cúpula das outras cinco funções. Fayol afirma que administrar é prever, organizar, comandar, coordenar e controlar. As funções administrativas englobam os elementos da Administração, isto é, as funções do administrador: Prever: visualizar o futuro e traçar o programa de ação. Envolve a avaliação do futuro e aprovisionamento em função dele. Unidade, continuidade, flexibilidade e precisão são os aspectos principais de um bom plano de ação Organizar: constituir o duplo organismo material e social da empresa. Proporciona todas as coisas úteis ao funcionamento da empresa e pode ser dividida em organização material e organização social. Comandar: dirigir e orientar o pessoal. Leva a organização a funcionar. Seu objetivo é alcançar o máximo retorno de todos os empregados no interesse dos aspectos globais. Coordenar: ligar, unir, harmonizar todos os atos e todos os esforços coletivos. Harmoniza todas as atividades do negócio, facilitando seu trabalho e seu sucesso. Ela sincroniza coisas e ações em suas proporções certas e adapta os meios aos fins. Controlar: verificar que tudo ocorra com as regras estabelecidas e as ordens dadas. Consiste na verificação para certificar se todas as coisas ocorrem em conformidade com o plano adotado, as instruções transmitidas e os princípios estabelecidos. O objetivo é localizar as fraquezas e erros a fim de retificá-los e prevenir a recorrência. Princípios gerais da Administração segundo Fayol 1. Divisão do trabalho. 2. Autoridade e Responsabilidade. 3. Disciplina. 4. Unidade de Comando. 5. Unidade de direção. 6. Subordinação do interesse individual ao interesse geral da organização. 7. Remuneração dos funcionários. 8. Centralização. 9. Hierarquia. 10. Ordem. 11. Equidade. 12. Estabilidade dos funcionários. Página 5

6 13. Iniciativa. 14. União dos funcionários O pioneiro da Teoria Clássica, Henry Fayol, é considerado, juntamente com Taylor, um dos fundadores da moderna Administração. Preocupou-se em definir as funções essenciais da empresa, o conceito de Administração (prever, organizar, comandar, coordenar e controlar), bem como os chamados princípios gerais de administração como procedimentos universais a serem aplicados a qualquer tipo de organização ou empresa. Para Fayol, existem uma proporcionalidade da função administrativa que se reparte proporcionalmente por todos os níveis da empresa. A Teoria Clássica formulou uma Teoria da Organização, tendo por base a Administração como uma disposição das partes (órgãos) que a constituem, sua forma e o inter-relacionamento entre essas partes. Essa teoria da organização restringe-se exclusivamente à organização formal. Para tratar racionalmente a organização, esta deve caracterizar-se por uma divisão do trabalho e correspondente especialização das partes (órgãos) que a constituem. A divisão do trabalho pode dar-se verticalmente (níveis de autoridade) e horizontalmente (departamentalização). Porém, à medida que ocorre divisão de trabalho e especialização, deve ocorrer coordenação para garantir a perfeita harmonia do conjunto e, conseqüentemente, a eficiência da organização. Além do mais, existem órgãos de linha (autoridade linear) e órgãos de staff (autoridade de staff para prestação de serviços e consultoria). Para melhor conceituar o que é Administração, os autores utilizam o conceito de elementos da Administração (ou funções do administrador), que formam o chamado processo administrativo. A abordagem normativa e prescritiva da Teoria Clássica é mais bem visualizada por meio dos princípios de administração, uma espécie de receituário de como o administrador deve proceder em determinadas situações. Entretanto, várias críticas podem ser atribuídas à Teoria Clássica: a abordagem extremamente simplificada da organização formal, deixando de lado a organização informal; a ausência de trabalhos experimentais capazes de dar base científica às suas afirmações e princípios; o mecanismo de sua abordagem, que também lhe valeu o nome de teoria da máquina; a abordagem incompleta da organização; e a visualização da organização como se esta fosse um sistema fechado. Contudo, todas as críticas feitas à Teoria Clássica não chegam a empanar o fato de que a ela devemos as bases da moderna teoria administrativa. Confronto das teorias de Taylor e Fayol TAYLOR Administração Científica Ênfase nas Tarefas Aumentar a eficiência da empresa pelo aumento de eficiência no nível operacional. FAYOL Teoria Clássica Ênfase na Estrutura Aumentar a eficiência da empresa pela forma e disposição dos órgãos componentes da organização e das suas inter-relações estruturais. Página 6

7 Abordagem Humanística da Administração Ocorre com o aparecimento da Teoria das Relações Humanas, nos Estados Unidos, a partir da década de 30. Seu surgimento somente foi possível com o desenvolvimento das ciências sociais, notadamente a Psicologia, e, em particular, a Psicologia do Trabalho. Esta surgiu na primeira década deste século e estava voltada principalmente para dois assuntos básicos que ocuparam duas etapas do seu desenvolvimento: * A análise do trabalho e a adaptação do trabalhador ao trabalho * A adaptação do trabalho ao trabalhador - Ênfase nas pessoas que trabalham ou que participam da Administração Teoria das Relações Humanas A Teoria das Relações Humanas surgiu nos Estados Unidos como conseqüência imediata das conclusões obtidas na Experiência em Hawthorne, desenvolvida por Elton Mayo e seus colaboradores. Foi basicamente um movimento de reação e de oposição à Teoria Clássica da Administração. A Experiência de Hawthorne A Western Eletric Company, uma companhia norte-americana fabricante de equipamentos e componentes telefônicos, poderia ser considerada, um exemplo de conduta para com seus funcionários: pagava bons salários, oferecia assistência médica e dentária, bem como um conjunto de benefícios que a destacavam do padrão do mercado na época. Apesar de não registrar qualquer greve ou manifestação trabalhista ao longo de 20 anos, a Western Eletric sofria com os baixos níveis de produtividade e com a alta rotatividade de seus trabalhadores. Para resolver tais problemas, a empresa se esforçava ao máximo para aperfeiçoar a organização das tarefas na fábrica, aplicando os métodos de administração científica de Frederick Taylor, visando eliminar desperdícios e tornar mais produtivo o trabalho dos operários. Os resultados, contudo, não eram satisfatórios, e a Western Eletric solicitou ao Departamento de Investigações Industriais da Universidade de Harvard uma pesquisa para detectar os problemas que comprometiam o desempenho da empresa. Uma equipe de pesquisadores de Harvard, liderada pelo psicólogo industrial Elton Mayo, conduziu, entre os anos de 1927 e 1932, uma série de experiências em uma das fábricas da Western Eletric, a Hawthorne Plant, localizada em Chicago. A experiência de Hawthorne, como ficou conhecida, objetivava inicialmente testar os efeitos da fadiga e dos fatores ambientais (como iluminação, temperatura e nível de ruído) sobre a produtividade dos trabalhadores. Os testes, contudo, começaram a apresentar resultados que não podiam ser explicados pelas teorias de administração conhecidas na época, já que os níveis de produtividade dos trabalhadores submetidos às experiências, aparentemente não apresentavam nenhuma relação com aspectos físicos do ambiente. A pesquisa tomou então novos rumos e alguns fatores, até então desconsiderados pela administração, foram identificados como poderosas influências sobre o desempenho dos trabalhadores. Estes fatores tinham relação com o ambiente social da fábrica, indicando que o indivíduo não deveria mais ser tratado na organização como um ser isolado, pois estabelece relações sociais que influenciam suas atitudes. Principais conclusões da experiência de Hawthorne 1. Nível de Produção é Resultante da Integração Social Quanto mais integrado socialmente no grupo de trabalho, tanto maior a sua disposição de produzir. Página 7

8 2. Comportamento Social dos Empregados se apóiam totalmente no grupo. Os trabalhadores não reagem isoladamente como indivíduos, mas como membros do grupo. O grupo que define a quota de produção. O grupo pune o indivíduo que sai das normas grupais. 3. As Relações Humanas são as ações e atitudes desenvolvidas pelos contatos entre pessoas e grupos. Os indivíduos dentro da organização participam de grupos sociais e mantêm-se uma constante interação social. Relações Humanas são as ações e atitudes desenvolvidas pelos contatos entre pessoas e grupos. 4. A importância do Conteúdo do Cargo. Foi observado que os operários trocavam de posição para variar a monotonia, contrariando a política da empresa. Essas trocas eram negativas na produção, mas elevava o moral do grupo. 5. Ênfase nos aspectos emocionais. Os elementos emocionais, não planejados e mesmo irracionais do comportamento humano passam a merecer atenção especial por parte de quase todas as grandes figuras da Teoria das Relações Humanas. Para a Teoria das Relações Humanas, as pessoas são motivadas pela necessidade de reconhecimento, de aprovação social e participação nas atividades sociais dos grupos sociais nos quais convivem. Comparação entre a Teoria Clássica e a Teoria das Relações Humanas Teoria Clássica Trata a organização como uma máquina Enfatiza as tarefas ou a tecnologia Inspirada em sistemas de engenharia Autoridade centralizada Linhas claras de autoridade Especialização e competência técnica Acentuada divisão do trabalho Confiança nas regras e nos regulamentos Clara separação entre linha e staff Teoria das Relações Humanas Trata a organização como grupo de pessoas Enfatiza as pessoas Inspirada em sistemas de psicologia Delegação plena de autoridade Autonomia do empregado Confiança e abertura Ênfase nas relações humanas entre os empregados Confiança nas pessoas Dinâmica grupal e interpessoal Fonte: CHIAVENATO, Idalberto. Teoria Geral da Administração, São Paulo: Campus, Página 8

TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO. HENRI FAYOL França

TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO. HENRI FAYOL França DA ADMINISTRAÇÃO HENRI FAYOL França HENRI FAYOL 1841-1925 Nasceu em Constantinopla, morreu em Paris. Desenvolveu a Teoria Clássica na França. Engenheiro de Minas aos 25 anos. Gerente Geral aos 47 anos.

Leia mais

Teoria da. Administração Científica. Professor: Roberto César

Teoria da. Administração Científica. Professor: Roberto César Teoria da Administração Científica Professor: Roberto César Abordagem Clássica da Administração Administração Científica Taylor Ênfase nas Tarefas Abordagem Clássica da Administração Teoria Clássica Fayol

Leia mais

PROCESSOS ADMINISTRATIVOS

PROCESSOS ADMINISTRATIVOS Educar Virtual PROCESSOS ADMINISTRATIVOS Principios de Produção Tópicos ADMINISTRAÇÃO PLANEJAMENTO ORGANIZAÇÃO DIREÇÃO CONTROLE Princípios de Produção O propósito de um negócio é criar um cliente. (Peter

Leia mais

22/09/2015. Evolução do Pensamento Administrativo. Administração Científica

22/09/2015. Evolução do Pensamento Administrativo. Administração Científica Evolução do Pensamento Administrativo 1903 1909 1916 1932 1947 1951 1953 1954 1957 1962 1972 1990 Teoria Abordagem 1903 Clássica 1909 Teoria da Burocracia Estruturalista 1916 Teoria Clássica Clássica 1932

Leia mais

Teoria Básica da Administração. Administração Científica. Professor: Roberto César

Teoria Básica da Administração. Administração Científica. Professor: Roberto César Teoria Básica da Administração Administração Científica Professor: Roberto César Abordagem Clássica da Administração Administração Científica Taylor Ênfase nas Tarefas Abordagem Clássica da Administração

Leia mais

TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO TGA II TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO Henri Fayol (1841-1925) TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO As Funções Básicas da Empresa Funções técnicas: relacionadas com a produção de bens ou serviços da empresa.

Leia mais

Teoria Geral da Administração

Teoria Geral da Administração Teoria Geral da Administração Prof: Adm. Aurecley G. da Silva CHIAVANATO, Idalberto. Introdução a Teoria Geral da Administração 1 TGA - Teoria Geral da administração A palavra administração vem do latim

Leia mais

ORGANIZAÇÃO INDUSTRIAL. Prof. Carla Hammes

ORGANIZAÇÃO INDUSTRIAL. Prof. Carla Hammes ORGANIZAÇÃO INDUSTRIAL Prof. Carla Hammes Estudo de caso: Taylor faz uma pergunta ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA ÊNFASE NAS TAREFAS Primeira guerra mundial (1914-18) Eficiência da operação militar americana

Leia mais

Introdução à Teoria Geral da Administração

Introdução à Teoria Geral da Administração Introdução à Teoria Geral da Administração Marcos Azevedo " Grandes visionários são importantes; Grandes administradores são fundamentais. Tom Peters. https://sites.google.com/site/professormazevedo/ AULA

Leia mais

Teoria Básica da Administração. Teoria Clássica. Professor: Roberto César

Teoria Básica da Administração. Teoria Clássica. Professor: Roberto César Teoria Básica da Administração Teoria Clássica Professor: Roberto César Abordagem Clássica da Administração Administração Científica Taylor Ênfase nas Tarefas Abordagem Clássica da Administração Teoria

Leia mais

Teoria Básica da Administração. Teoria Clássica. Professor: Roberto César

Teoria Básica da Administração. Teoria Clássica. Professor: Roberto César Teoria Básica da Administração Teoria Clássica Professor: Roberto César Abordagem Clássica da Administração Administração Científica Taylor Ênfase nas Tarefas Abordagem Clássica da Administração Teoria

Leia mais

Evolução do Pensamento Administrativo

Evolução do Pensamento Administrativo Evolução do Pensamento Administrativo Rosely Gaeta Abordagem Humanística: -Teoria das Relações Huma Fontes: Felipe Sobral Alketa Peci - Teoria e Prática no Contexto Brasileiro Capítulo 2 Chiavenato, Idalberto

Leia mais

APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS

APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS Grupo 1 Administração Científica Grupo 2 Teoria Clássica Aula 5 09/06/2014 A evolução do conceito de ADMINISTRAÇÃO Idade Média (fim Império Romano até fins séc. XV): - Artesanato;

Leia mais

Desafio: Administração Geral - Parte I

Desafio: Administração Geral - Parte I Desafio: Administração Geral - Parte I 1. Em uma organização, os líderes podem possuir diferentes perfis ou estilos. Qual o estilo em que a liderança ocorre quando o colaborador necessita aprender a tarefa

Leia mais

PRINCÍPIOS DE ADMINISTRAÇÃO ACH1113. Profa. Sylmara Gonçalves Dias. Profa. Sylmara Gonçalves Dias. ACH113 Princípios de Administração

PRINCÍPIOS DE ADMINISTRAÇÃO ACH1113. Profa. Sylmara Gonçalves Dias. Profa. Sylmara Gonçalves Dias. ACH113 Princípios de Administração PRINCÍPIOS DE ADMINISTRAÇÃO ACH1113 Profa. Sylmara Gonçalves Dias Agenda de aula (1)A evolução da Administração O processo administrativo e as funções gerenciais segundo Fayol O processo administrativo

Leia mais

Panorama histórico da administração, parte I Taylor, ford, fayol, weber

Panorama histórico da administração, parte I Taylor, ford, fayol, weber Panorama histórico da administração, parte I Taylor, ford, fayol, weber Panorama histórico da ADM I Nascido na Filadélfia (EUA); Engenheiro Mecânico; Carreira na Midvale Steel Co. (de capataz a engenheiro)

Leia mais

Gestão de Produção Aula1: Conceitos e Fundamentos da Administração da Produção. Prof. Valdir Tavares de Lucena

Gestão de Produção Aula1: Conceitos e Fundamentos da Administração da Produção. Prof. Valdir Tavares de Lucena Gestão de Produção Aula1: Conceitos e Fundamentos da Administração da Produção Prof. Valdir Tavares de Lucena »Vamos começar relembrando algumas teorias administrativas... 2 EVOLUÇÃO HISTÓRICA Pré-história

Leia mais

Aula 5. Abordagem Humanística da Administração (Teoria das Relações Humanas)

Aula 5. Abordagem Humanística da Administração (Teoria das Relações Humanas) Aula 5 Abordagem Humanística da Administração (Teoria das Relações Humanas) Prof Ms Keilla Lopes Mestre em Administração pela UFBA Especialista em Gestão Empresarial pela UEFS Graduada em Administração

Leia mais

Prof. Adm. Esp. Rodrigo Leão Brasileiro

Prof. Adm. Esp. Rodrigo Leão Brasileiro Prof. Adm. Esp. Rodrigo Leão Brasileiro Abordagem básica da Adm. Científica: Ênfase nas tarefas; Iniciada por Taylor, que teve como seguidores Gantt, Gilbreth, Ford Tentativa de aplicação dos métodos da

Leia mais

VITOR MIGUEL CARDOSO ARAÚJO _ APRL_2004 http://paginas.ispgaya.pt/~vmca Ciência de Administração - 1 ª Parte ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO No Despontar do século XX, dois engenheiros desenvolveram

Leia mais

GESTÃO EM SAÚDE. Teorias da Administração. Renata Loretti Ribeiro - Enfermeira

GESTÃO EM SAÚDE. Teorias da Administração. Renata Loretti Ribeiro - Enfermeira 1 GESTÃO EM SAÚDE Teorias da Administração - 2 DEFINIÇÕES GESTÃO - engloba pessoas, processos e planejamento. ADMINISTRAÇÃO - finanças, contabilidade e mercado. 3 DEFINIÇÕES O conceito de administração

Leia mais

Escola de Relações Humanas e o Comportamento nas Organizações

Escola de Relações Humanas e o Comportamento nas Organizações Escola de Relações Humanas e o Comportamento nas Organizações Aulas 6 e 7 EAD-610 2017 1 SUMÁRIO Contextualizando A Escola de Relações Humanas Elton Mayo e o efeito Hawthorne Conceitos relacionados: Motivação:

Leia mais

Afundamentos da Administração

Afundamentos da Administração Afundamentos da Administração aula 3 Professor Douglas Pereira da Silva 1 Fayol em uma de suas contribuições para o estudo da Administração define o chamado processo administrativo, com o desempenho de

Leia mais

Teoria de Taylor e Mayo

Teoria de Taylor e Mayo Pág 1 Teoria de Taylor e Mayo No início sua preocupação era tentar eliminar o desperdício e das perdas sofridas pelas indústrias americanas e elevar os níveis de produtividade através de métodos e técnicas

Leia mais

Evolução da Teoria das Organizações

Evolução da Teoria das Organizações Organização, Sistemas e Métodos Evolução da Teoria das Organizações Por José Luís Carneiro - www.jlcarneiro.com - Grandes feitos da Humanidade As pirâmides do Egito A Grande Muralha da China A Acrópole

Leia mais

ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO Disciplina LES 107 Teoria Geral da Administração ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO FONTE: CHIAVENATO, I. Teoria Geral da Administração. 8ª edição, São Paulo: Campus, 2011 Vídeo Aula ESTUDA MAIS: https://www.youtube.com/watch?v=lqx2ru5y4b4

Leia mais

ROTEIRO ESCOLA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO BASES DA MODERNA ADMINISTRAÇÃO EXERCÍCIOS FREDERICK TAYLOR E ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA

ROTEIRO ESCOLA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO BASES DA MODERNA ADMINISTRAÇÃO EXERCÍCIOS FREDERICK TAYLOR E ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA FILIPE S. MARTINS ROTEIRO BASES DA MODERNA ADMINISTRAÇÃO ESCOLA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO FREDERICK TAYLOR E ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA HENRY FORD E A LINHA DE MONTAGEM HENRI FAYOL E A ESCOLA DO PROCESSO

Leia mais

Frederick Taylor e a Administração Científica

Frederick Taylor e a Administração Científica Frederick Taylor e a Administração Científica PRIMEIRA FASE SEGUNDA FASE TERCEIRA FASE Ataque ao Problema dos Salários. Estudo Sistemático do Tempo. Definição de Tempos Padrão. Sistema de Administração

Leia mais

Evolução histórica da. Administração e. Administração. Empreendedorismo. . Administração e Empreendedorismo. Professor Dr. Alexandre Silva de Oliveira

Evolução histórica da. Administração e. Administração. Empreendedorismo. . Administração e Empreendedorismo. Professor Dr. Alexandre Silva de Oliveira . Administração e Empreendedorismo Evolução histórica da Administração Professor Dr. Alexandre Silva de Oliveira 1 Temas abordados Aula 1 e 2: Conceito de administração Eficiência e eficácia As funções

Leia mais

2.2 Elementos formais e informais

2.2 Elementos formais e informais 2.2 Elementos formais e informais A produtividade de um grupo e sua eficiência estão estreitamente relacionadas não somente com a competência de seus membros, mas, sobretudo com a solidariedade de suas

Leia mais

Administração. Módulo 2 Assistente Administrativo. Prof. Edgard Lourenço Jr. Colégio Técnico PoliBrasil

Administração. Módulo 2 Assistente Administrativo. Prof. Edgard Lourenço Jr. Colégio Técnico PoliBrasil Administração Módulo 2 Assistente Administrativo Unidade I Introdução e Influência Histórica ADMINISTRAÇÃO: CONCEITO E IMPORTÂNCIA Conceito O que significa administrar? A Administração (Ciência da Administração)

Leia mais

Aspectos Administrativos Comuns às Organizações (segundo Drucker)

Aspectos Administrativos Comuns às Organizações (segundo Drucker) Apostila : Teoria Neoclássica da Administração Apesar da influência das ciências do comportamento sobre a teoria administrativa os pontos de vista dos autores clássicos nunca deixaram de ser considerados.

Leia mais

Aula 2. Professor Douglas Pereira da Silva. dps aula 2

Aula 2. Professor Douglas Pereira da Silva. dps aula 2 Aula 2 Fundamentos Fecaf Professor Douglas Pereira da Silva 1 Há 1300 a.c. no Egito antigo já existia a necessidade de planejar, dirigir e controlar milhares de trabalhadores na construção de monumentais

Leia mais

A EXPERIÊNCIA DE HAWTHORNE

A EXPERIÊNCIA DE HAWTHORNE A EXPERIÊNCIA DE HAWTHORNE 1. A Experiência de Hawthorne e a Escola das relações Humanas 2. Conceitos básicos decorrentes das pesquisas de Hawthorne 1. A Experiência de Hawthorne e a Escola das relações

Leia mais

A Escola das Relações Humanas. Prof. Fernando Rodrigues

A Escola das Relações Humanas. Prof. Fernando Rodrigues A Escola das Relações Humanas Contexto do surgimento Condições de trabalhos precárias; Crescimento dos sindicatos; Crescimento de doutrinas contestadoras: marxismo; Crescimento das ciências do comportamento;

Leia mais

Evolução do Pensamento Administrativo

Evolução do Pensamento Administrativo Evolução do Pensamento Administrativo Rosely Gaeta Abordagem Clássica: -Administração Científica -Teoria Clássica ou Gestão Administrativa Fontes: Felipe Sobral Alketa Peci - Teoria e Prática no Contexto

Leia mais

Anotações LIDERANÇA - MÓDULO 2 ESCOLA DAS RELAÇÕES HUMANAS

Anotações LIDERANÇA - MÓDULO 2 ESCOLA DAS RELAÇÕES HUMANAS ESCOLA DAS RELAÇÕES HUMANAS Em 1924, especialistas em eficiência da empresa Western Electric Company, em Hawthorne, Estados Unidos, iniciaram uma pesquisa que tinha por objetivo estudar os efeitos das

Leia mais

Aula 2 Abordagem Humanística da Administração (Teoria das Relações Humanas)

Aula 2 Abordagem Humanística da Administração (Teoria das Relações Humanas) Aula 2 Abordagem Humanística da Administração (Teoria das Relações Humanas) Prof Ms Keilla Lopes Mestre em Administração pela UFBA Especialista em Gestão Empresarial pela UEFS Graduada em Administração

Leia mais

Administração Pública

Administração Pública Administração Pública Abordagem Humanística Professor Rafael Ravazolo www.acasadoconcurseiro.com.br Administração Pública 1. ABORDAGEM HUMANÍSTICA O tema central da escola das relaço es humanas no trabalho

Leia mais

AP05 A ESCOLA DE RELAÇÕES HUMANAS

AP05 A ESCOLA DE RELAÇÕES HUMANAS 1 2 Conhecer a Escola de Relações Humanas iniciada com as ideias de ELTON MAYO e a Teoria da Burocracia, de MAX WEBER. 3 SUMÁRIO 1. A ESCOLA DE RELAÇÕES HUMANAS 2. A TEORIA DA BUROCRACIA 4 RECAPTULANDO...

Leia mais

Frederick Winslow Taylor ( 1856/1915) fundador da Administração Científica.

Frederick Winslow Taylor ( 1856/1915) fundador da Administração Científica. Frederick Winslow Taylor ( 1856/1915) fundador da Administração Científica. PRIMEIRO PERIODO DE TAYLOR: Corresponde àépoca da publicação de seu livro Shop Managemant (administração de Oficinas). Nesta

Leia mais

Prof.: Mauricio Fernandes Lima

Prof.: Mauricio Fernandes Lima Curso: Disciplina: Prof.: Mauricio Fernandes Lima PROFESSOR-AUTOR: Mauricio Lima nasceu em São Luís MA, formado em Administração, CRA-MA nº 3510, dedica-se desde 2002 ao Serviço Público com foco especial

Leia mais

Da Burocracia a ISO 9.000

Da Burocracia a ISO 9.000 Da Burocracia a ISO 9.000 Aula 5 EAD-610 2017 1 BUROCRACIA Teoria Clássica Administração Científica Taylor e outros Processo Administrativo Fayol Burocracia Weber 2 SUMÁRIO Conceitos sobre autoridade O

Leia mais

Fundamentos da ADM. Aula 2 Professor Douglas Pereira da Silva. aula 2 dps ADM 1º semestre

Fundamentos da ADM. Aula 2 Professor Douglas Pereira da Silva. aula 2 dps ADM 1º semestre Fundamentos da ADM Aula 2 Professor Douglas Pereira da Silva 1 A Escola das Relações Humanas é o grande contraponto às teorias de Taylor e Fayol, por afirmar que o trabalho é uma atividade grupal e que

Leia mais

Organização e Normas

Organização e Normas Organização e Normas Conteúdo Programático Histórico das organizações Precursores da Administração Estrutura das Empresas Uso dos métodos estatísticos como ferramenta analítica para os processos industriais

Leia mais

Teorias da Motivação O processo Motivacional

Teorias da Motivação O processo Motivacional Teorias da Motivação O processo Motivacional Taylor, Elton Mayo, McGregor, Herzberg, Likert e Skinner 1 2 Taylor Administração Científica A administração científica é um modelo de administração criado

Leia mais

TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO

TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO Profa Giselle Pavanelli 5ª Aula Como explicar a Teoria Comportamental? Contexto da Teoria Comportamental A organização como organismo vivo As Relações Humanas Hierarquia das Necessidades

Leia mais

Da Escola Clássica à Produção Enxuta

Da Escola Clássica à Produção Enxuta Da Escola Clássica à Produção Enxuta Aula 4 EAD-610 2017 1 SUMÁRIO Evolução do Pensamento Administrativo Administração Científica Taylor Fordismo Sloan Processo Administrativo Fayol Evolução Produção Enxuta

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO GERAL CONCEITOS BÁSICOS

ADMINISTRAÇÃO GERAL CONCEITOS BÁSICOS ADMINISTRAÇÃO GERAL CONCEITOS BÁSICOS Atualizado em 27/10/2015 CONCEITOS BÁSICOS Administração, em seu conceito tradicional, é definida como um conjunto de atividades, princípios, regras, normas que têm

Leia mais

Evolução da Disciplina. Modelo de Gestão CONTEXTUALIZAÇÃO TEORIAS DA. Modelos de Gestão

Evolução da Disciplina. Modelo de Gestão CONTEXTUALIZAÇÃO TEORIAS DA. Modelos de Gestão Evolução da Disciplina Modelos de Gestão Aula 1: Principais Modelos das Teorias da Administração Aula 2: Origem, Evolução, Classificação e Tipologia das Organizações Aula 3: Termos comuns às Organizações;

Leia mais

A abordagem clássica se divide em: Administração Científica com o americano Frederick Winslow Taylor Teoria Clássica com o europeu Henry Fayol.

A abordagem clássica se divide em: Administração Científica com o americano Frederick Winslow Taylor Teoria Clássica com o europeu Henry Fayol. ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO A abordagem clássica se divide em: Administração Científica com o americano Frederick Winslow Taylor Teoria Clássica com o europeu Henry Fayol. Partiram de pontos distintos

Leia mais

GESTÃO DE PESSOAS. PROJEÇÕES DAS AULAS Professora: SIMONE

GESTÃO DE PESSOAS. PROJEÇÕES DAS AULAS Professora: SIMONE GESTÃO DE PESSOAS PROJEÇÕES DAS AULAS Professora: SIMONE BIBLIOGRAFIA BÁSICA CHIAVENATO, Idalberto. Gestão de pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas organizações. Rio de Janeiro: Campus, 2006.

Leia mais

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE ADMINISTRAÇÃO GERAL

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE ADMINISTRAÇÃO GERAL UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DE RIBEIRÃO PRETO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES PROCESSO SELETIVO MESTRADO-EDITAL FEA-RP-PPGAO

Leia mais

dis i c s i c p i liln i a FUN U DA D MENTO T S D E G ESTÃ T O Profª Josileni

dis i c s i c p i liln i a FUN U DA D MENTO T S D E G ESTÃ T O Profª Josileni disciplina FUNDAMENTOS DE GESTÃO Profª Josileni Contato Profª Josileni e-mail: opetprofjo@gmail.com representante de turma e-mails 2 Livro História da Teoria Geral da Administração A teoria administrativa

Leia mais

EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ADMINISTRATIVO

EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ADMINISTRATIVO EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ADMINISTRATIVO MÓDULO 5 - EVOLUÇÃO HISTÓRICA: ABORDAGENS ADMINISTRATIVAS PRESCRITIVAS E NORMATIVAS Abordagem Clássica da Administração Esta abordagem é composta por duas teorias

Leia mais

ACH113 Princípios de Administração. Profa. Sylmara Gonçalves Dias. ffffffffffsfdffdf555

ACH113 Princípios de Administração. Profa. Sylmara Gonçalves Dias. ffffffffffsfdffdf555 ffffffffffsfdffdf555 Agenda de aula 2 (2) Evolução da Administração Da administração científica à administração contemporânea EVOLUÇÃO DA SOCIEDADE E DAS EMPRESAS 1. Fase Artesanal ou Pré-Industrial (corporações

Leia mais

TEORIA GERAL DOS SISTEMAS Teoria Geral da Administração - TGA. Professores: Jailson Castro Freitas Sâmya Aguiar Lôbo

TEORIA GERAL DOS SISTEMAS Teoria Geral da Administração - TGA. Professores: Jailson Castro Freitas Sâmya Aguiar Lôbo TEORIA GERAL DOS SISTEMAS Teoria Geral da Administração - TGA Professores: Jailson Castro Freitas Sâmya Aguiar Lôbo Na ENFERMAGEM, o enfermeiro incorpora, em sua formação profissional, o saber de várias

Leia mais

Abordagem Humanística. Abordagem Humanística da Administração. Disciplina: Fundamentos da Administração 31/03/16. Prof. Carlos William de Carvalho.

Abordagem Humanística. Abordagem Humanística da Administração. Disciplina: Fundamentos da Administração 31/03/16. Prof. Carlos William de Carvalho. 1/20 Disciplina: Fundamentos da Administração Prof. Carlos William de Carvalho. Abordagem Humanística da Administração 2/20 Administração Científica Teoria Clássica da Administ. Ênfase nas tarefas Ênfase

Leia mais

ADM Administração para Engenharia. Prof. Henrique

ADM Administração para Engenharia. Prof. Henrique ADM29008 Administração para Engenharia Prof. Henrique Roteiro Introdução Abordagem Clássica (Teorias Clássica e Científica) Teoria Comportamental (Relações Humanas) Hierarquia de Necessidades (Maslow)

Leia mais

EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES AULA 01

EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES AULA 01 EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES AULA 01 1. (CESPE / ICMBIO / 2014) De acordo com Henri Fayol, planejamento, preparo, controle e execução são as funções universais da administração. 2. (CESPE / ICMBIO / 2014)

Leia mais

Teoria Básica da Administração. Teoria Neoclássica. Professor: Roberto César

Teoria Básica da Administração. Teoria Neoclássica. Professor: Roberto César Teoria Básica da Administração Teoria Neoclássica Professor: Roberto César CENTRALIZAÇÃO VERSUS DESCENTRALIZAÇÃO Taylor Administração Científica Organização Funcional Descentralização da Autoridade Fayol

Leia mais

Administração Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios

Administração Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Administração Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Cronograma das Aulas. Hoje você está na aula Semana Tema 01 Apresentação do PEA. Fundamentos

Leia mais

Estudo de tempos e movimentos da linha de produção de uma fábrica de colchões

Estudo de tempos e movimentos da linha de produção de uma fábrica de colchões Estudo de tempos e movimentos da linha de produção de uma fábrica de Laureilton José Almeida BORGES¹; Warley Alves Coutinho CHAVES¹; Júlio César Benfenatti FERREIRA 2 ¹ Estudante de Engenharia de Produção.

Leia mais

SIMULADO AULA (CESPE / FUB / 2015)

SIMULADO AULA (CESPE / FUB / 2015) SIMULADO AULA 02 1. (CESPE / ICMBIO / 2014) De acordo com Henri Fayol, planejamento, preparo, controle e execução são as funções universais da administração. 2. (CESPE / ICMBIO / 2014) Com relação ao funcionamento

Leia mais

Organização, Sistemas e Métodos. Aula 4 Amplitude de Controle; Níveis Administrativos

Organização, Sistemas e Métodos. Aula 4 Amplitude de Controle; Níveis Administrativos Organização, Sistemas e Métodos Aula 4 Amplitude de Controle; Níveis Administrativos OSM Bibliografia OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças, Sistemas, Organizações & Métodos, 17 a Edição, Editora Atlas, São

Leia mais

O ENFOQUE COMPORTAMENTAL NA ADMINISTRAÇÃO

O ENFOQUE COMPORTAMENTAL NA ADMINISTRAÇÃO O ENFOQUE COMPORTAMENTAL NA ADMINISTRAÇÃO Desde o início da moderna sociedade industrial, percebeu-se a importância do comportamento e sentimentos das pessoas para a produção e desempenho das organizações

Leia mais

2016/IBFC/EBSERH/Assistente Administrativo

2016/IBFC/EBSERH/Assistente Administrativo Administração Geral 2016/IBFC/EBSERH/Assistente Administrativo Leia a afirmação a seguir e assinale a alternativa que preenche corretamente a lacuna. é um sistema de trabalho que transforma recursos em

Leia mais

Evolução das Teorias Administrativas

Evolução das Teorias Administrativas Evolução das Teorias Administrativas Prof. Esp. Paulo Roberto Rosa Área: Administração N Inscrição: 1473381 Evolução das Teorias Administrativas 1903 1909 1916 1932 1947 1951 1953 1954 1957 1962 1972 1990

Leia mais

PCP - Planejamento e Controle de Produção

PCP - Planejamento e Controle de Produção PCP - Planejamento e Controle de Produção Profº Marcos Paulo Rosa Introdução Vivemos numa sociedade de organizações. O mundo moderno é constituído de organizações. Isso significa que nascemos em organizações,

Leia mais

Administração Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios

Administração Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Administração Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Cronograma das Aulas. Hoje você está na aula Semana Tema 01 Apresentação do PEA. Fundamentos

Leia mais

Abordagens teóricas recentes da Administração: O sistema japonês. Prof. Dr. Jorge Caldeira

Abordagens teóricas recentes da Administração: O sistema japonês. Prof. Dr. Jorge Caldeira Abordagens teóricas recentes da Administração: O sistema japonês Prof. Dr. Jorge Caldeira Objetivos da aula - Compreender as diferenças entre os modelos tradicionais e o modelo japonês de administração;

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores. Disciplina: Dinâmica nas Organizações. Prof.: Fernando Hadad Zaidan. Unidade 3.

Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores. Disciplina: Dinâmica nas Organizações. Prof.: Fernando Hadad Zaidan. Unidade 3. Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores Disciplina: Dinâmica nas Organizações Prof.: Fernando Hadad Zaidan Unidade 3.3 3 A DINÂMICA DAS ORGANIZAÇÕES E AS ORGANIZAÇÕES DO CONHECIMENTO

Leia mais

Os estudos de Taylor

Os estudos de Taylor Teoria Científica Taylorismo Os estudos de Taylor Os estudos de Taylor se dividem em duas fases marcantes: Fase 1, do livro Administração de oficinas. 1903. Trata de técnicas de racionalização do trabalho

Leia mais

Docente: Profa. Dra. Profa. Silvia H. H Camelo

Docente: Profa. Dra. Profa. Silvia H. H Camelo UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE ENFERMAGEM DE RIBEIRÃO PRETO ERG0410- ORGANIZAÇÃO E GESTÃO EM SAÚDE EM ENFERMAGEM NA ATENÇÃO HOSPITALAR Docente: Profa. Dra. Profa. Silvia H. H Camelo 2016 Sabemos que

Leia mais

ORGANIZAÇÃO INDUSTRIAL. Prof. Carla Hammes

ORGANIZAÇÃO INDUSTRIAL. Prof. Carla Hammes ORGANIZAÇÃO INDUSTRIAL Prof. Carla Hammes FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO Conceitos de Administração Administração Científica Teorias da Administração ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA Três momentos da administração

Leia mais

Análise da Distribuição do Trabalho

Análise da Distribuição do Trabalho 1 Análise da Distribuição do Trabalho Indicadores de Problemas na Distribuição do Trabalho Insatisfação de unidades que mantêm alguma relação funcional com a unidade do gerente Demora na transmissão de

Leia mais

Teoria da Relações Humanas

Teoria da Relações Humanas Universidade Federal de Minas Gerais Belo Horizonte, 24 de Setembro de 2008 Seminário Teoria da Relações Humanas Administração Bruno Xavier da Silva Diego de Moura Duarte Guilherme Pereira Barbosa Lucas

Leia mais

Aula 6 Abordagem Estruturalista da Administração EPA

Aula 6 Abordagem Estruturalista da Administração EPA Aula 6 Abordagem Estruturalista da Administração EPA Os desdobramentos da Abordagem Estruturalista Teoria da Burocracia Ênfase na Estrutura Abordagem Estruturalista Teoria Estruturalista Ênfase na Estrutura,

Leia mais

DIVISÃO DE ENSINO E PESQUISA DEP COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME PROVA ADMINISTRAÇÃO. Nome: Data: 12/07/2016

DIVISÃO DE ENSINO E PESQUISA DEP COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME PROVA ADMINISTRAÇÃO. Nome: Data: 12/07/2016 PROVA ADMINISTRAÇÃO Nome: Data: 12/07/2016 1) O estudo sobre motivação humana nas organizações é fundamentado em Teorias Motivacionais, que explicam o desempenho das pessoas em situação de trabalho. Sobre

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS AULA 02

LISTA DE EXERCÍCIOS AULA 02 LISTA DE EXERCÍCIOS AULA 02 1. (FCC / TRF 5ª Região / 2012) A teoria administrativa que se relaciona à múltipla abordagem com enfoque na organização formal e informal e análise Intraorganizacional e Interorganizacional

Leia mais

As funções básicas da empresa segundo Fayol:

As funções básicas da empresa segundo Fayol: A TEORIA ADMINISTRATIVA: TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO Enquanto Taylor e outros engenheiros desenvolviam a Administração Científica nos Estados Unidos, em 1916 surgia na França, espalhando-se rapidamente

Leia mais

Tecnologias da informação com aplicabilidade ao RH. O Modelo Competitivo de Gestão de Pessoas

Tecnologias da informação com aplicabilidade ao RH. O Modelo Competitivo de Gestão de Pessoas Tecnologias da informação com aplicabilidade ao RH O Modelo Competitivo de Gestão de Pessoas 1 2 3 A nova economia Início do século XX Papéis determinantes para a empresa: Localização; Mão de obra barata;

Leia mais

Definições. Tarefa: atividades individualizadas e executadas por um ocupante de cargo. Cargos simples e repetitivos.

Definições. Tarefa: atividades individualizadas e executadas por um ocupante de cargo. Cargos simples e repetitivos. Desenho de Cargos 1 Definições Tarefa: atividades individualizadas e executadas por um ocupante de cargo. Cargos simples e repetitivos. Atribuição: atividades individualizadas, executadas por um ocupante

Leia mais

PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA. ; Nome da Disciplina: ADMINISTRAÇÃO INTRODUÇÃO E TEORIAS Curso:

PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA. ; Nome da Disciplina: ADMINISTRAÇÃO INTRODUÇÃO E TEORIAS Curso: PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA Docente: JORGE DOVHEPOLY Telefones: (043) 9108-1444 / 3424-5222 E-mail: jdovhepoly45@gmail.com ; jorgeg.dovhepoly@uol.com.br Nome da Disciplina: ADMINISTRAÇÃO INTRODUÇÃO E

Leia mais

Abordagem Clássica da Administração: TGA Abordagem Clássica da Administração. Abordagem Clássica da Administração:

Abordagem Clássica da Administração: TGA Abordagem Clássica da Administração. Abordagem Clássica da Administração: TGA Abordagem Clássica da Administração Profa. Andréia Antunes da Luz andreia-luz@hotmail.com No despontar do XX, 2 engenheiros desenvolveram os primeiros trabalhos pioneiros a respeito da Administração.

Leia mais

ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO Disciplina LES 107 Teoria Geral da Administração ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO FONTE: CHIAVENATO, I. Teoria Geral da Administração. 8ª edição, São Paulo: Campus, 2011 Vídeo Aula ESTUDA MAIS: https://www.youtube.com/watch?v=lqx2ru5y4b4

Leia mais

SISTEMA DE RESPONSABILIDADES: DEPARTAMENTALIZAÇÃO, LINHA E ASSESSORIA E DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES

SISTEMA DE RESPONSABILIDADES: DEPARTAMENTALIZAÇÃO, LINHA E ASSESSORIA E DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES PARTE III SISTEMA DE RESPONSABILIDADES: DEPARTAMENTALIZAÇÃO, LINHA E ASSESSORIA E DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES Departamentalização É o processo de agrupar atividades em frações organizacionais definidas segundo

Leia mais

EVOLUÇÃO DOS MODELOS DE PRODUÇÃO

EVOLUÇÃO DOS MODELOS DE PRODUÇÃO EVOLUÇÃO DOS MODELOS DE PRODUÇÃO EVOLUÇÃO DOS MODELOS DE SISTEMAS DE PRODUÇÃO Taylorismo, Fordismo,Toyotismo e Volvismo Estudos marcaram a expansão da indústria americana ; Princípios práticos e de caráter

Leia mais

CONCEITO DA ORT E SUA APLICABILIDADE NOS TEMPOS ATUAIS

CONCEITO DA ORT E SUA APLICABILIDADE NOS TEMPOS ATUAIS CONCEITO DA ORT E SUA APLICABILIDADE NOS TEMPOS ATUAIS Dayse Soares Santos 1. INTRODUÇÃO O objetivo desse trabalho é mostrar como iniciou a administração científica, conhecer um pouco da história do fundador

Leia mais

Prof. Carlos Xavier

Prof. Carlos Xavier INSTITUTO DE GESTÃO, ECONOMIA E POLÍTICAS PÚBLICAS Lista de exercícios Teoria Geral da Administração 1. (CESPE/TCE-RO/Agente Administrativo/2013) Segundo Max Weber, a organização burocrática viabiliza

Leia mais

Evolução da Disciplina. Modelos de Gestão AULA 1 PRINCIPAIS MODELOS E TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO CONTEXTUALIZAÇÃO. Modelos de Gestão

Evolução da Disciplina. Modelos de Gestão AULA 1 PRINCIPAIS MODELOS E TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO CONTEXTUALIZAÇÃO. Modelos de Gestão Evolução da Disciplina Modelos de Gestão Aula 1: Principais Modelos das Teorias da Aula 2: Origem, Evolução, Classificação e Tipologia das Organizações Aula 3: Termos comuns às Organizações; Gestão por

Leia mais

[Ano] ESTRUTURA ORGANIZACIONAL. Campus Virtual Cruzeiro do Sul

[Ano] ESTRUTURA ORGANIZACIONAL. Campus Virtual Cruzeiro do Sul [Ano] ESTRUTURA ORGANIZACIONAL UNIDADE : ESTRUTURA ORGANIZACIONAL MATERIAL TEÓRICO Responsável pelo Conteúdo: Profa. Ms. Andréia de Carvalho Andrade 2 1- Fundamentos de organização Em uma empresa tem-se

Leia mais

Início, identificar uma necessidade ou oportunidade, o problema e sua solução, e a estimativa inicial dos custos e prazos;

Início, identificar uma necessidade ou oportunidade, o problema e sua solução, e a estimativa inicial dos custos e prazos; O projeto Os projetos estão sempre vinculados às organizações, são de caráter transitório e seu objetivo é satisfazer ou exceder as expectativas dos mercados ou das partes interessadas (stakeholders).

Leia mais

TEORIA da BUROCRACIA WEBER ( )

TEORIA da BUROCRACIA WEBER ( ) TEORIA da BUROCRACIA WEBER (1864 1920) LIVROS - A ÉTICA PROTESTANTE E O ESPÍRITO DO CAPITALISMO, Theory of social and Economic Organization e Três aspectos da autoridade legítima somente a partir de 1940

Leia mais

Evolução do Pensamento

Evolução do Pensamento Unidade IV Evolução do Pensamento Administrativo Prof. José Benedito Regina Conteúdo da disciplina EPA Parte 1 - conceitos gerais da administração Parte 2 - evolução histórica: Abordagens administrativas

Leia mais

Teoria Básica da Administração. Organização. Professor: Roberto César

Teoria Básica da Administração. Organização. Professor: Roberto César Teoria Básica da Administração Organização Professor: Roberto César ORGANIZAÇÃO LINEAR A organização do tipo linear constitui a forma estrutural mais simples e antiga. Origem: Organização dos antigos exércitos

Leia mais

Introdução à Teoria Geral da Administração. Aula 6 Abordagem Neoclássica

Introdução à Teoria Geral da Administração. Aula 6 Abordagem Neoclássica Introdução à Teoria Geral da Administração Aula 6 Abordagem Neoclássica Fayol II: o Resgate Teoria Clássica Henri Fayol Escreveu o livro no início do século XX Só foi reconhecido nos EUA após sua morte,

Leia mais

ORGANIZAÇÃO: Ato de dispor os elementos de um conjunto, de modo a facilitar o desempenho de suas funções para alcançar um determinado objetivo

ORGANIZAÇÃO: Ato de dispor os elementos de um conjunto, de modo a facilitar o desempenho de suas funções para alcançar um determinado objetivo OS&E ORGANIZAÇÃO: Ato de dispor os elementos de um conjunto, de modo a facilitar o desempenho de suas funções para alcançar um determinado objetivo Organização Informal: - Surge naturalmente, em função

Leia mais

TEORIAS MOTIVACIONAIS Preceitos para Liderança

TEORIAS MOTIVACIONAIS Preceitos para Liderança TEORIAS MOTIVACIONAIS Preceitos para Liderança Teoria das Relações Humanas Motivação, liderança, comunicação, organização informal, dinâmica de grupo. Influencia da motivação humana O pagamento ou recompensa

Leia mais

Sumário. Agradecimentos Apresentação

Sumário. Agradecimentos Apresentação Sumário Agradecimentos Apresentação Capítulo 1 Teorias administrativas 1 Abordagem clássica 2 As funções básicas da empresa 3 Processo organizacional 4 Teoria Neoclássica 4.1 Planejamento 4.2 Organização

Leia mais