PROGRAMA DE ATENÇÃO A PACIENTES CRÔNICOS UNIMED NATAL. Ass. Social ROSSANA CHACON Gerência de Prevenção e Saúde

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA DE ATENÇÃO A PACIENTES CRÔNICOS UNIMED NATAL. Ass. Social ROSSANA CHACON Gerência de Prevenção e Saúde"

Transcrição

1 PROGRAMA DE ATENÇÃO A PACIENTES CRÔNICOS UNIMED NATAL Ass. Social ROSSANA CHACON Gerência de Prevenção e Saúde

2 Programa de Atenção a Pacientes Crônicos Elaborado pela Gerência de Prevenção e Saúde GPES; Estimular e orientar os clientes sobre prevenção de doenças e os cuidados com a própria saúde, incentivando na busca de qualidade de vida.

3 UNIMED ORIENTA O que é - Palestras e ações educativas realizadas nas empresas contratantes em parceria com Gerência de Contratos e Seguros, SOS Unimed, Gerência de Infraestrutura e Gerência de Marketing.

4 UNIMED ORIENTA Objetivo: Identificar e prevenir doenças como: Obesidade, Hipertensão e Diabetes

5 UNIMED ORIENTA Parceria entre UFRN e Unimed; Verificação de Pressão Arterial (no início e fim da caminhada); Peso; Questionário identificar o perfil do caminhante, suas patologias e hábitos de vida.

6 TELEMONITORAMENTO Equipe: enfermeira, técnicas de enfermagem, nutricionista, psicólogo e assistente social. Captação: 1. Usuários que residem em Natal; 2. Idade 18 anos; 3. Hipertensos, diabéticos, obesos e cardiopatas.

7 TELEMONITORAMENTO Seleção de usuários: 1. Uma consulta com cardiologista + MAPA (Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial); 2. Uma consulta com endocrinologista + hemoglobina glicosilada.

8 TELEMONITORAMENTO HIPERTENSOS e CARDIOPATAS: 1. Aferição de pressão arterial na Gerência de Prevenção e Saúde - GPES; 2. Acompanhamento da ida dos usuários aos médicos via telefone; 3. Descontos em academias de ginástica conveniadas a Unimed Natal; 4. Palestras educativas. Se necessário esses usuários serão encaminhados ao pronto atendimento do Hospital Unimed.

9 TELEMONITORAMENTO DIABÉTICOS: 1. Lembretes de consulta e de uso de medicamentos; 2. Teste de Glicemia Capilar (HGT); 3. Será distribuído aos pacientes o Glicosímetro; 4. Desconto em academias conveniadas à Unimed Natal; 5. Palestras educativas.

10 TELEMONITORAMENTO OBESOS: 1. Procura por demanda espontânea e encaminhamento médico; 2. Atendimento com nutricionista e psicólogo; 3. Palestras educativas; 4. Descontos em academia conveniadas à Unimed Natal.

11 PROGRAMA VIVA MELHOR PREVENÇÃO DO CÂNCER DE MAMA, COLO DE ÚTERO E PRÓSTATA 1. Desenvolver ações que visem a redução da morbi-mortalidade interferindo positivamente nos indicadores de saúde; 2. Todos os usuários identificados serão orientados a procurar seu médico assistente.

12 PROGRAMA VIVA MELHOR PREVENÇÃO DO CÂNCER DE MAMA: 1. Mulheres com idade 50 anos*; 2. Não realizaram mamografia nos últimos 24 meses. * Fonte: Inca

13 PROGRAMA VIVA MELHOR PREVENÇÃO DE CÂNCER COLO DE ÚTERO: 1. Mulheres com idade entre 31 a 60 anos; 2. Não realizaram citologia oncótica nos últimos 24 meses.

14 PROGRAMA VIVA MELHOR PREVENÇÃO DE CÂNCER DE PRÓSTATA: 1. Homens com idade entre 43 e 74 anos; 2. Não realizaram o PSA (Antígeno Específico Prostático Total) nos últimos 24 meses; 3. Homens submetidos à prostatectomia, devido a câncer de próstata que não fizeram PSA, considerando o período dos últimos seis meses.

15 Programa de Assistência Domiciliária (PAD) e Programa de Prevenção e Saúde (PPS) Equipe: gerente, supervisor, médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, assistentes sociais, psicólogo, nutricionista, técnicos de enfermagem, assistentes administrativos.

16 Programa de Assistência Domiciliária (PAD) e Programa de Prevenção e Saúde (PPS) Acompanhamento multidisciplinar a pacientes portadores de doenças crônicodegenerativas; PAD 60 pacientes; PPS 85 pacientes.

17 GPES PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO USUÁRIO 1º CICLO ,0 70,0 60,0 50,0 40,0 30,0 20,0 10,0 0,0 MÉDICO ENFERMEIRO TEC DE ENFERMAGEM ASSISTENTE SOCIAL FISIOTERAPEU TA PSICOLOGO NUTRICIONIST A ATENDIMENTO POR TELEFONE ÓTIMO 50,0 54,3 53,3 35,9 21,7 14,1 67,4 59,8 BOM 34,8 30,4 20,7 17,4 7,6 4,3 12,0 16,3 RUIM 0,0 0,0 0,0 0,0 1,1 0,0 0,0 0,0 NÃO QUER OPINAR 2,2 2,2 5,4 10,9 13,0 14,1 4,3 8,7 NÃO SE APLICA 13,0 13,0 20,7 35,9 56,5 64,1 16,3 16,3

18 GPES PESQUISA DE SATISFAÇÃO DOS USUÁRIOS 1º CICLO ,0 60,0 50,0 40,0 30,0 20,0 10,0 0,0 ÓTIM O BOM RUIM NÃO QUER OPINAR NÃO SE APLICA AVALIAÇÃO GERAL 64,1 9,8 0,0 23,9 1,1

19 GERENCIAMENTO DE CASOS Gestão de pacientes de alto custo e de longa permanência em internação hospitalar; Gerenciamento de usuários.

20

21

22

23 O melhor plano de saúde é viver. O segundo melhor é Unimed. OBRIGADA!

Estruturação dos Serviços de Medicina Preventiva de acordo com diretrizes da ANS

Estruturação dos Serviços de Medicina Preventiva de acordo com diretrizes da ANS Estruturação dos Serviços de Medicina Preventiva de acordo com diretrizes da ANS A região da Serra Gaúcha está localizada no nordeste do estado do Rio Grande do Sul, região sul do Brasil. Área de abrangência

Leia mais

Dra Eliane Guimarães Área de Gestão de Saúde PROGRAMA PARA VIVER MELHOR

Dra Eliane Guimarães Área de Gestão de Saúde PROGRAMA PARA VIVER MELHOR Dra Eliane Guimarães Área de Gestão de Saúde PROGRAMA PARA VIVER MELHOR Área de Gestão de Saúde Estrutura Organizacional Área de Gestão de Saúde Núcleo Técnico Administrativo Unidade Saúde Corporativa

Leia mais

SERVIÇO SOCIAL E A MEDICINA PREVENTIVA

SERVIÇO SOCIAL E A MEDICINA PREVENTIVA SERVIÇO SOCIAL E A MEDICINA PREVENTIVA NOSSA CASA A importância do Trabalho em Equipe Multidisciplinar Assistente Social Enfermeira Técnicos de enfermagem Fisioterapeuta Nutricionista Médico Psicólogo

Leia mais

Garantia de Qualidade e Continuidade da Assistência no Atendimento Domiciliar

Garantia de Qualidade e Continuidade da Assistência no Atendimento Domiciliar Garantia de Qualidade e Continuidade da Assistência no Atendimento Domiciliar ANA ADALGISA DE OLIVEIRA BORGES GESTORA DE ATENÇÃO DOMICILIAR - SERVIÇOS PRÓPRIOS UNIMEB-BH Introdução Definição Conceito de

Leia mais

CARTILHA ATENÇÃO À SAÚDE

CARTILHA ATENÇÃO À SAÚDE CARTILHA PROGRAM AS DE ATENÇÃO À SAÚDE PROGRAMAS DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE A Unimed Cerrado pensando na saúde e bem-estar do seu cliente, disponibiliza diversos Programas de Atenção Integral à Saúde.

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL (VALIDADE: 29/04/2012)

PROPOSTA COMERCIAL (VALIDADE: 29/04/2012) PROPOSTA COMERCIAL (VALIDADE: 29/04/2012) Florianópolis, 29 de Março de 2012 SINASEFE Sobre a Unimed A Unimed é a maior experiência cooperativista na área da saúde em todo o mundo e também a maior rede

Leia mais

RELATO DE EXPERIÊNCIA AVALIAÇÃO PARA MELHORIA DA QUALIDADE DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA: A EXPERIÊNCIA DO

RELATO DE EXPERIÊNCIA AVALIAÇÃO PARA MELHORIA DA QUALIDADE DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA: A EXPERIÊNCIA DO RELATO DE EXPERIÊNCIA AVALIAÇÃO PARA MELHORIA DA QUALIDADE DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA: A EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TERESINA Ayla Maria Calixto de Carvalho Alba Alves Costa Marques Telma Maria Evangelista

Leia mais

Seminário Nacional Unimed de Medicina Preventiva

Seminário Nacional Unimed de Medicina Preventiva Seminário Nacional Unimed de Medicina Preventiva - 2009 Programa de Reabilitação Pulmonar Rosângela H. Araújo Santos Divisão Cooperados Total: 838 0,04% Gerência Executiva da Assistência e Promoção à Saúde

Leia mais

CNC-CENTRO DE NEFROLOGIA DE CANINDÉ

CNC-CENTRO DE NEFROLOGIA DE CANINDÉ CNC-CENTRO DE NEFROLOGIA DE CANINDÉ Praça Frei Aurélio 1397,Centro-Canindé-Ce CEP:62.700-000 Fone:(85)3343-1826 Fax:(85)3343-1838 E-mail:cnccaninde@yahoo.com.br RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO

Leia mais

Autor: Leila Cristina Pilonetto Baggio Co autores: Marcos Fiorentin, Elizangela Greggio Vincensi, Joares Telles Junior, Ana Cristina G. Costella, ACS.

Autor: Leila Cristina Pilonetto Baggio Co autores: Marcos Fiorentin, Elizangela Greggio Vincensi, Joares Telles Junior, Ana Cristina G. Costella, ACS. HIPERTENSÃO ARTERIAL E DIABETE MELLITUS: UMA ANALISE DO ACOMPANHAMENTO REALIZADO PELA EQUIPE ESF DE BOM SUCESSO DO SUL Autor: Leila Cristina Pilonetto Baggio Co autores: Marcos Fiorentin, Elizangela Greggio

Leia mais

MÉDICO DE FAMÍLIA: Aumenta ou diminui o custo para as Operadoras de Planos de Saúde?

MÉDICO DE FAMÍLIA: Aumenta ou diminui o custo para as Operadoras de Planos de Saúde? MÉDICO DE FAMÍLIA: Aumenta ou diminui o custo para as Operadoras de Planos de Saúde? UNIMED SALTO/ITU Área de Atuação: Salto e Itu Número de Beneficiários: 56.949 Número de Cooperados: 204 Número de Colaboradores:

Leia mais

Programas. & Ações. Medicina Preventiva

Programas. & Ações. Medicina Preventiva Programas & Ações Medicina Preventiva Medicina Preventiva Para o Tacchimed promover a saúde não se limita aos tratamentos médicos e sim à prevenção, a fim de oferecer aos seus clientes mais qualidade de

Leia mais

I. Informações BásicaS

I. Informações BásicaS I. Informações BásicaS item Órgão municipal de saúde Plano Municipal Conselho Municipal Conselho Gestor de Unidade(s) de Saúde Fundo Municipal Cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) Disque-Saúde Ouvidoria

Leia mais

RASTREAMENTO DE PRESSÃO ARTERIAL E GLICEMIA

RASTREAMENTO DE PRESSÃO ARTERIAL E GLICEMIA RASTREAMENTO DE PRESSÃO ARTERIAL E GLICEMIA Andreza de Jesus Dutra Silva Mestre em Ensino em Ciências da Saúde e do Meio Ambiente - UniFOA Arielly Cristina VillarinhoVimar Mestranda em Ensino em Ciências

Leia mais

GRUPO COPPA: ATIVIDADE INTERDISCIPLINAR NO PATOLOGIAS ASSOCIADAS BRIGITTE OLICHON LUMENA MOTTA REGINA BOSIO

GRUPO COPPA: ATIVIDADE INTERDISCIPLINAR NO PATOLOGIAS ASSOCIADAS BRIGITTE OLICHON LUMENA MOTTA REGINA BOSIO GRUPO COPPA: ATIVIDADE INTERDISCIPLINAR NO CONTROLE DA OBESIDADE E PATOLOGIAS ASSOCIADAS BRIGITTE OLICHON LUMENA MOTTA REGINA BOSIO Introdução Obesidade Brasil EPIDEMIA 40% em sobrepeso 12,7% adultos obesos

Leia mais

Recursos Próprios 2013

Recursos Próprios 2013 Recursos Próprios 2013 " Serviços Próprios de Atendimento Pré-Hospitalar (SOS) e Assistência Domiciliar ( Home- Care): reconhecendo a importância destas modalidades assistenciais para o cliente e para

Leia mais

Programa Anti-tabagismo

Programa Anti-tabagismo São Paulo, 4 a 6 de março de 2009 Programa Anti-tabagismo Dra. Nathércia Abrão Diretora de Provimento de Saúde Unimed Juiz de Fora Membro da CTPPS Federação Minas Unimed Juiz de Fora em números Receita:180

Leia mais

A experiência da SulAmerica na implantação de Programas de Promoção a Saúde e Prevenção de doenças

A experiência da SulAmerica na implantação de Programas de Promoção a Saúde e Prevenção de doenças A experiência da SulAmerica na implantação de Programas de Promoção a Saúde e Prevenção de doenças O Cenário. Os Programas do Saúde Ativa. Qual o Perfil de risco da nossa população e sua evolução nos últimos

Leia mais

D1. Quando foi a última vez que o(a) sr(a) teve sua pressão arterial medida?

D1. Quando foi a última vez que o(a) sr(a) teve sua pressão arterial medida? Módulo D - Doenças Crônicas As perguntas deste módulo são sobre doenças crônicas. Vamos fazer perguntas sobre diagnóstico de doenças, uso dos serviços de saúde e tratamento dos problemas. D1. Quando foi

Leia mais

COORDENAÇÃO DO NÚCLEO CURRICULAR FLEXÍVEL PRÁTICAS EDUCATIVAS FICHA DE OBSERVAÇÃO

COORDENAÇÃO DO NÚCLEO CURRICULAR FLEXÍVEL PRÁTICAS EDUCATIVAS FICHA DE OBSERVAÇÃO FICHA DE OBSERVAÇÃO ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE E ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA Acadêmico: Curso: Período: Turno: Disciplina: Atenção Primária à Saúde e Estratégia de Saúde da Família Local: Profissional

Leia mais

PADI. Programa de Atenção domiciliar ao Idoso

PADI. Programa de Atenção domiciliar ao Idoso Objetivos do programa Apesar dos benefícios óbvios da internação quando necessária, o paciente idoso afastado da rotina de casa e da família apresenta maior dificuldade de recuperação, além de correr risco

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE COORDENADORIA REGIONAL DE SAÚDE SUL SUPERVISÃO TÉCNICA DE SAÚDE M BOI MIRIM PROGRAMA REMÉDIO EM CASA COMISSÃO DE HIPERTENSÃO E DIABETES ENCONTRO REGIONAL DE INTERLOCUTORES

Leia mais

Unimed Pleno. O nosso plano é cuidar de você

Unimed Pleno. O nosso plano é cuidar de você Unimed Pleno O nosso plano é cuidar de você Essência Unimed-BH. A Unimed-BH é uma empresa cooperativa, feita por pessoas para cuidar de pessoas. Nós acreditamos que pessoas talentosas, com entusiasmo e

Leia mais

Q1. Quando foi a última vez que o(a) sr(a) teve sua pressão arterial medida?

Q1. Quando foi a última vez que o(a) sr(a) teve sua pressão arterial medida? Módulo Q. Doenças crônicas As perguntas deste módulo são sobre doenças crônicas. Vamos fazer perguntas sobre diagnóstico de doenças, uso dos serviços de saúde e tratamento dos problemas. Q1. Quando foi

Leia mais

SERVIÇO DE SAÚDE DA UFBA INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR DE SAÚDE CAMPUS ANÍSIO TEIXEIRA

SERVIÇO DE SAÚDE DA UFBA INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR DE SAÚDE CAMPUS ANÍSIO TEIXEIRA MANUAL DE ORIENTAÇÃO Atendimento ao Estudante da Universidade Federal da Bahia SERVIÇO DE SAÚDE DA UFBA SERVIÇO DE SAÚDE DA UFBA MANUAL DE ORIENTAÇÃO Atendimento ao Estudante da Universidade Federal da

Leia mais

A implantação do Modelo de Atenção às Condições Crônicas para organização da Rede Hiperdia Minas.

A implantação do Modelo de Atenção às Condições Crônicas para organização da Rede Hiperdia Minas. A implantação do Modelo de Atenção às Condições Crônicas para organização da Rede Hiperdia Minas. Palestrante: Flávia Gomes de Carvalho Coordenadora de Hipertensão e Diabetes do Estado de Minas Gerais

Leia mais

2. FUNCIONÁRIOS - CONTRATADOS POR TEMPO DETERMINADO Médico Clínico 1 Médico Pediatra 1 Médico Ginecologista 1

2. FUNCIONÁRIOS - CONTRATADOS POR TEMPO DETERMINADO Médico Clínico 1 Médico Pediatra 1 Médico Ginecologista 1 1. FUNCIONÁRIOS - EFETIVOS Médico Clínico 6 Médico Pediatra 2 Médico de Estratégia PSF 0 Psicólogo Clínico 30 horas 0 Psicólogo Clínico 40 horas 1 Cirurgião Dentista 4 Auxiliar de Saúde Bucal 4 Técnico

Leia mais

1 - Projetos de Extensão em 2010

1 - Projetos de Extensão em 2010 Coordenação de Extensão: Profa. Dra. Maria da Conceição Andrade ÁREA TEMÁTICA: SAÚDE Dra. Rita de Cássia Moura do Nascimento Professora de Biofísica rcassiamoura@yahoo.com.br 1 - Projetos de Extensão em

Leia mais

SOBRE A COOPERATIVA UNIMED LIMEIRA

SOBRE A COOPERATIVA UNIMED LIMEIRA APRESENTAÇÃO COMERCIAL O NEGÓCIO SISTEMA UNIMED SOBRE A COOPERATIVA UNIMED LIMEIRA Qualidade comprovada Top of Mind (Plano mais lembrado pela sociedade), Certificação ONA Nível 3 (Acreditação de Excelência

Leia mais

PREVENÇÃO DE DOENÇAS CARDIOVASCULARES

PREVENÇÃO DE DOENÇAS CARDIOVASCULARES PREVENÇÃO DE DOENÇAS CARDIOVASCULARES Dra Fabrícia de Oliveira Assis Cantadori Cardiologista do HUJM Cuiabá, maio de 2015 UFMT PREVENÇÃO É procurar e utilizar métodos para prevenir doenças e/ou suas complicações,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR II REDE BÁSICA: UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE VILA GAÚCHA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR II REDE BÁSICA: UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE VILA GAÚCHA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR II REDE BÁSICA: UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE VILA GAÚCHA MAITÊ LARINI RIMOLO Porto Alegre 2011 1 MAITÊ LARINI RIMOLO

Leia mais

Percepção dos Profissionais do Programa Saúde da Família em Sistema de Informação em Saúde.

Percepção dos Profissionais do Programa Saúde da Família em Sistema de Informação em Saúde. Percepção dos Profissionais do Programa Saúde da Família em Sistema de Informação em Saúde. Joaniza de Freitas Vale Batista LavíniaUchoa Azevedo de Araújo Orientadora JUSTIFICATIVA Percepção das dificuldades

Leia mais

O VIVER BEM O PROGRAMA SÊNIOR PARA QUEM É?

O VIVER BEM O PROGRAMA SÊNIOR PARA QUEM É? PROGRAMA Sênior O VIVER BEM A Unimed Vale do Sepotuba, através do setor VIVER BEM, apresenta aos seus beneficiários o PROGRAMA SÊNIOR, voltado aos clientes com idade igual ou superior a 80 anos. O PROGRAMA

Leia mais

PROGRAMAS DE PROMOÇÃO DA SAÚDE

PROGRAMAS DE PROMOÇÃO DA SAÚDE PROGRAMAS DE PROMOÇÃO DA SAÚDE FAÇA SUA VIDA VALER A PENA COM A AJUDA DA UNIMED CURITIBA. PENSANDO NA SUA SAÚDE, A UNIMED CURITIBA CRIOU UMA SÉRIE DE PROGRAMAS QUE VISAM À PREVENÇÃO, À INFORMAÇÃO, AO ACOMPANHAMENTO

Leia mais

DIAS E HORÁRIOS DAS APRESENTAÇÕES DOS TRABALHOS ENFERMAGEM TODOS OS AUTORES DEVERÃO CHEGAR IMPRETERIVELMENTE NO HORÁRIO MARCADO.

DIAS E HORÁRIOS DAS APRESENTAÇÕES DOS TRABALHOS ENFERMAGEM TODOS OS AUTORES DEVERÃO CHEGAR IMPRETERIVELMENTE NO HORÁRIO MARCADO. TÍTULO ORIENTADOR SALA DATA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NAS COMUNIDADES INDÍGENAS INFECÇÕES HOSPITALARES: REPENSANDO A IMPORTÂNCIA DA HIGIENIZAÇÃO DAS MÃOS ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM A UM PACIENTE COM HANSENÍASE:

Leia mais

Proposta de Indicadores Globais

Proposta de Indicadores Globais Proposta de es Globais Panorama da Cooperativa 2014 Meta 2014 Carteira de clientes 1.273.648 1.255.000 Índice de utilização (projetado) 85% Distribuição do custo assistencial 36% 17% 15% 13% 13% 7% HONORÁRIOS

Leia mais

Plano de Reorganização da Atenção à Hipertensão Arterial e ao Diabetes Mellitus no Brasil

Plano de Reorganização da Atenção à Hipertensão Arterial e ao Diabetes Mellitus no Brasil Plano de Reorganização da Atenção à Hipertensão Arterial e ao Diabetes Mellitus no Brasil 2 15 2. Plano de Reorganização da Atenção à Hipertensão Arterial e ao Diabetes Mellitus no Brasil No ano de 2000

Leia mais

DIA MUNDIAL DO RIM 13 DE MARÇO DE 2014-FORTALEZA, CE 1 EM 10. O RIM ENVELHECE, ASSIM COMO NÓS

DIA MUNDIAL DO RIM 13 DE MARÇO DE 2014-FORTALEZA, CE 1 EM 10. O RIM ENVELHECE, ASSIM COMO NÓS UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ CURSO DE MEDICINA LIGA ACADÊMICA DE NEFROLOGIA LIGA DE CLÍNICA MÉDICA LIGA DE CARDIOLOGIA DIA MUNDIAL DO RIM 13 DE MARÇO DE 2014-FORTALEZA, CE 1 EM 10. O RIM ENVELHECE, ASSIM

Leia mais

Superintendência de Gestão, Planejamento e Finanças Gerência de Contratos e Convênios ANEXO II METAS DE PRODUÇÃO

Superintendência de Gestão, Planejamento e Finanças Gerência de Contratos e Convênios ANEXO II METAS DE PRODUÇÃO ANEXO II METAS DE PRODUÇÃO 1. ATIVIDADES MÍNIMAS A REALIZAR 1.1. ASSISTÊNCIA HOSPITALAR Produção. 1.1.1. Realizar, no mínimo, 90% da meta estabelecida no Plano de Metas de 1.1.2. O indicador de aferição

Leia mais

CAMPANHAS DE SAÚDE INSTRUÇÕES AO ASSOCIADO

CAMPANHAS DE SAÚDE INSTRUÇÕES AO ASSOCIADO Associação Brasileira das Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma) Programa Assistência Farmacêutica Avançada 10/02/2017 CAMPANHAS DE SAÚDE 2017 - INSTRUÇÕES AO ASSOCIADO Caro(a) Associado(a), A Abrafarma

Leia mais

UNIMED GRANDE FLORIANÓPOLIS

UNIMED GRANDE FLORIANÓPOLIS Form-DVAD-17 Revisão: 01 Emissão: 08/03/2017 PROTOCOLO DE SOLICITAÇÃO PARA TRATAMENTO CIRÚRGICO DE OBESIDADE MÓRBIDA Prezado cliente da Unimed! Você está recebendo o protocolo de solicitação para realizar

Leia mais

VIGITEL Periodicidade: anual 2006 a 2011

VIGITEL Periodicidade: anual 2006 a 2011 VIGITEL 11 Sistema de Monitoramento de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas Não Transmissíveis por meio de Inquérito Telefônico Objetivos: Medir a prevalência de fatores de risco e proteção

Leia mais

Cuidados com a Saúde do Homem experiência de Petrolândia - SC. Rosimeri Geremias Farias

Cuidados com a Saúde do Homem experiência de Petrolândia - SC. Rosimeri Geremias Farias Cuidados com a Saúde do Homem experiência de Petrolândia - SC Rosimeri Geremias Farias Petrolândia Município de Petrolândia Alto Vale do Itajaí. Duas Equipes de Saúde da Família com Saúde Bucal. NASF Pólo

Leia mais

TRATAMENTO DA HIPERTENSÃO DE DIFÍCIL CONTROLE

TRATAMENTO DA HIPERTENSÃO DE DIFÍCIL CONTROLE Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil Sub-Secretaria de Promoção, Atenção Primária e Vigilância em Saúde Gerência do Programa de Hipertensão TRATAMENTO DA HIPERTENSÃO DE DIFÍCIL CONTROLE São assim

Leia mais

REDE DE ATENÇÃO A SAÚDE DE DIADEMA 20 Unidades Básicas de Saúde UBS: com 70 equipes de Saúde da Família com médico generalista; 20 equipes de Saúde da

REDE DE ATENÇÃO A SAÚDE DE DIADEMA 20 Unidades Básicas de Saúde UBS: com 70 equipes de Saúde da Família com médico generalista; 20 equipes de Saúde da VI Seminário Internacional da Atenção Básica A construção de modelagens de AB em grandes centros urbanos Aparecida Linhares Pimenta SMS de Diadema Vice presidente do CONASEMS REDE DE ATENÇÃO A SAÚDE DE

Leia mais

Currículo Disciplina Carga Horária. Aspectos Éticos e Bioéticos na Assistência de Enfermagem ao Paciente Grave ou de Risco

Currículo Disciplina Carga Horária. Aspectos Éticos e Bioéticos na Assistência de Enfermagem ao Paciente Grave ou de Risco Currículo Disciplina Carga Horária Aspectos Éticos e Bioéticos na Assistência de Enfermagem ao Paciente Grave ou de Risco Assistência de Enfermagem a Criança a ao Adolescente Grave ou de Risco Estágio

Leia mais

Planejamento do Inquérito Nacional de Saúde (INS)

Planejamento do Inquérito Nacional de Saúde (INS) Planejamento do Inquérito Nacional de Saúde (INS) Resultados da Consulta aos Pesquisadores e aos Representantes das Áreas Técnicas do Ministério da Saúde (MS) No processo de consulta, foram obtidas 81

Leia mais

PNS Pesquisa Nacional de Saúde 2013 Ciclos de vida, Brasil e grandes regiões Volume 3

PNS Pesquisa Nacional de Saúde 2013 Ciclos de vida, Brasil e grandes regiões Volume 3 PNS Pesquisa Nacional de Saúde 2013 Ciclos de vida, Brasil e grandes regiões Volume 3 ABRANGÊNCIA A Pesquisa Nacional de Saúde 2013 foi planejada para a estimação de vários indicadores com a precisão desejada

Leia mais

Atuação do Profissional de Educação Física no Nasf-1 Continente.

Atuação do Profissional de Educação Física no Nasf-1 Continente. TÍTULO DA PRÁTICA: Atuação do Profissional de Educação Física no Nasf-1 Continente. CÓDIGO DA PRÁTICA: T83 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 (tópico A) Florianópolis é considerado

Leia mais

FARMÁCIA UNOESC NA PRAÇA RESUMO. objetivo a conscientização da população sobre as questões que afetam a

FARMÁCIA UNOESC NA PRAÇA RESUMO. objetivo a conscientização da população sobre as questões que afetam a FARMÁCIA UNOESC NA PRAÇA Bibiana Paula Dambrós* Ana Paula Scherer de Brum** Elisandra Minotto*** Mônica Frighetto**** RESUMO O Dia Mundial da Saúde é comemorado no dia 7 de abril e tem como objetivo a

Leia mais

VI CONGRESSO DE HIPERTENSÃO DA. HiperDia, desafios futuros e o que esperar?

VI CONGRESSO DE HIPERTENSÃO DA. HiperDia, desafios futuros e o que esperar? VI CONGRESSO DE HIPERTENSÃO DA SBC/DHA HiperDia, desafios futuros e o que esperar? MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Atenção a Saúde - SAS Departamento de Atenção Básica - DAB Coordenação Nacional de Hipertensão

Leia mais

Vigitel Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico

Vigitel Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico Vigitel Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico Avaliação Dados de 2013 Periodicidade: anual desde 2006 Público: maiores de 18 anos e residentes nas 26

Leia mais

PMAQ Programa Nacional de Melhoria do Acesso e Qualidade da Atenção Básica

PMAQ Programa Nacional de Melhoria do Acesso e Qualidade da Atenção Básica PMAQ Programa Nacional de Melhoria do Acesso e Qualidade da Atenção Básica Portaria nº 1.654, de 19 de julho de 2011 PROGRAMA DE MELHORIA DO ACESSO E DA QUALIDADE FASE 1 FASE 2 FASE 3 FASE 4 Contratualização

Leia mais

+ de Clientes Médicos Cooperados 260 Prestadores de Serviços 31 Unidades Estrutura e Serviços

+ de Clientes Médicos Cooperados 260 Prestadores de Serviços 31 Unidades Estrutura e Serviços A UNIMED VITÓRIA + de 338.000 Clientes 2.360 Médicos Cooperados 260 Prestadores de Serviços 31 Unidades Estrutura e Serviços A UNIMED VITÓRIA 01 Hospital Unimed (HU) 01 Hospital-Dia e Maternidade Unimed

Leia mais

ARTIGOS SUBMETIDOS AO 1º CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE DA UNIJUÍ RESULTADO

ARTIGOS SUBMETIDOS AO 1º CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE DA UNIJUÍ RESULTADO ARTIGOS SUBMETIDOS AO 1º CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE DA UNIJUÍ RESULTADO Os autores que receberem via e-mail sugestões de adequações deverão fazê-las até a data de 31.07.11 para que seu trabalho seja

Leia mais

A população travesti e transexual no SUS. Mônica Mello

A população travesti e transexual no SUS. Mônica Mello apresentam A população travesti e transexual no SUS Mônica Mello Identidade de gênero Ao quê a palavra gênero remete? Identidade de gênero - Travesti - Mulher transexual - Homem transexual - Não binárie

Leia mais

GBECAM. O Câncer de Mama no Estado de São Paulo

GBECAM. O Câncer de Mama no Estado de São Paulo GBECAM O Câncer de Mama no Estado de São Paulo Dra. Maria Del Pilar Estevez Diz Coordenadora Médica -Oncologia Clínica Diretora Médica Instituto do Câncer do Estado de São Paulo -ICESP Epidemiologia Incidência

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: Estratégia de Saúde da Família, Câncer de colo uterino, Saúde da Família, Exame de prevenção e Colpocitologia.

PALAVRAS-CHAVE: Estratégia de Saúde da Família, Câncer de colo uterino, Saúde da Família, Exame de prevenção e Colpocitologia. Câncer de colo uterino: análise de exames colpocitopatológicos realizados no ano de 2009 em uma Unidade Básica de Atenção à Saúde da Família, em Goiânia, Goiás, Brasil. MARTINS, Ana Carolina Sulino¹; ARRAIS,

Leia mais

Oficina de Formação de Tutores

Oficina de Formação de Tutores Estratégia Nacional para o Autocuidado em Diabetes Mellitus Oficina de Formação de Tutores Estaduais Teresina-PI Agosto-2010 Lei Orgânica da Saúde nº 8.080/2000 Universalidade -Equidade - Integralidade

Leia mais

_Comentários Iniciais

_Comentários Iniciais _manualdousuário _Comentários Iniciais O presente Manual medbem foi desenvolvido para proporcionar o monitoramento domiciliar da glicemia à distância, visando ações preventivas para o gerenciamento de

Leia mais

Auditoria Concorrente. Encontro de Auditoria Unimed Central-RS Porto Alegre 07 de agosto de 2015

Auditoria Concorrente. Encontro de Auditoria Unimed Central-RS Porto Alegre 07 de agosto de 2015 Auditoria Concorrente Encontro de Auditoria Unimed Central-RS Porto Alegre 07 de agosto de 2015 UNIMED PORTO ALEGRE 40,7% 46 de participação do mercado de planos de saúde no RS (ANS dezembro/2014) Municípios

Leia mais

PROGRAMA DE GOVERNO 2017/2020

PROGRAMA DE GOVERNO 2017/2020 PROGRAMA DE GOVERNO EDUCAÇÃO A EDUCAÇÃO É PRIORIDADE EM NOSSO PLANO DE GOVERNO, ONDE SERÃO DESENVOLVIDAS AÇÕES DE APERFEIÇOAMENTO NA QUALIDADE DE ENSINO EM TODAS AS SUAS MODADLIDADES, CUMPRINDO TODAS AS

Leia mais

COMISSÃO DE DESINSTITUCIONALIZAÇÃO DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ PARANÁ: AÇÕES NO ANO DE 2009

COMISSÃO DE DESINSTITUCIONALIZAÇÃO DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ PARANÁ: AÇÕES NO ANO DE 2009 COMISSÃO DE DESINSTITUCIONALIZAÇÃO DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ PARANÁ: AÇÕES NO ANO DE 2009 Robsmeire Calvo Melo Zurita 1 ; Alessandra Massi Puziol Alves 2 Neide Barboza Lopes 3 INTRODUÇÃO: No Brasil ainda

Leia mais

Registro ANS Modalidade AGEMED SAÚDE S.A MG SC SAI Projeto Sequóia 196

Registro ANS Modalidade AGEMED SAÚDE S.A MG SC SAI Projeto Sequóia 196 Número do cadastro na ANS Razão Social da operadora Registro ANS Modalidade UF A área de atenção abordada Nome do programa META DE COBERTURA 8751 AGEMED SAÚDE S.A. 339601 MG SC SAI Projeto Sequóia 196

Leia mais

Vigilância das Doenças Crônicas Não

Vigilância das Doenças Crônicas Não Universidade Federal Fluminense Instituto de Saúde Coletiva MEB Epidemiologia IV Vigilância das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) no Brasil Maria Isabel do Nascimento MEB/ Departamento de Epidemiologia

Leia mais

Instituto Israelita de Responsabilidade Social Gerência de Programas Governamentais

Instituto Israelita de Responsabilidade Social Gerência de Programas Governamentais Instituto Israelita de Responsabilidade Social Gerência de Programas Governamentais Relato de Experiência A experiência da implantação do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção

Leia mais

QUESTIONÁRIO REDE DE ATENÇÃO ÀS PESSOAS COM DOENÇAS CRÔNICAS

QUESTIONÁRIO REDE DE ATENÇÃO ÀS PESSOAS COM DOENÇAS CRÔNICAS Diagnóstico e Avaliação do Atual Estágio de Desenvolvimento das Redes Regionais da Atenção à Saúde nas regiões priorizadas pelo Projeto de Fortalecimento da Gestão Estadual da Saúde 2016 QUESTIONÁRIO REDE

Leia mais

Seminário Nacional Unimed de Medicina Preventiva GESTO Grupo Especializado no Tratamento de Obesidade

Seminário Nacional Unimed de Medicina Preventiva GESTO Grupo Especializado no Tratamento de Obesidade Seminário Nacional Unimed de Medicina Preventiva - 2010 GESTO Grupo Especializado no Tratamento de Obesidade Área de atuação Divisão Cooperados Total: 838 0,07% 53,30% 0,04% Porcentagem de Beneficiário

Leia mais

ANEXO I Procedimentos incluídos na Tabela de Procedimentos, Medicamentos e OPM do SUS para o tratamento da Doença Renal Crônica

ANEXO I Procedimentos incluídos na Tabela de Procedimentos, Medicamentos e OPM do SUS para o tratamento da Doença Renal Crônica ANEXO I Procedimentos incluídos na Tabela de Procedimentos, Medicamentos e OPM do SUS para o tratamento da Doença Renal Crônica CÓDIGO PROCEDIMENTO 03.01.13.005-1 Acompanhamento multiprofissional em DRC

Leia mais

RESULTADO PROVISÓRIO DO EDITAL PROEXCE /UFMA N 018/2016

RESULTADO PROVISÓRIO DO EDITAL PROEXCE /UFMA N 018/2016 EDITAL PROEXCE/UFMA Nº 001/2017 RESULTADO PROVISÓRIO DO EDITAL PROEXCE /UFMA N 018/2016 A PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E EMPREENDEDORISMO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO, no uso de suas atribuições

Leia mais

AMBULATÓRIO DE ENDOCRINOLOGIA OBSTÉTRICA ENDOB

AMBULATÓRIO DE ENDOCRINOLOGIA OBSTÉTRICA ENDOB AMBULATÓRIO DE ENDOCRINOLOGIA OBSTÉTRICA ENDOB 1- Hipóteses diagnósticas que devem ser encaminhadas para este ambulatório 1a) Diabetes Mellitus Tipo 1, Tipo 2, Gestacional (DMG): com indicação de administração

Leia mais

A APLICAÇÃO DAS FERRAMENTAS DE GESTÃO NA ATUAÇÃO MULTIDISCIPLINAR. Unidade de Serviço Social. Celina Rezende

A APLICAÇÃO DAS FERRAMENTAS DE GESTÃO NA ATUAÇÃO MULTIDISCIPLINAR. Unidade de Serviço Social. Celina Rezende A APLICAÇÃO DAS FERRAMENTAS DE GESTÃO NA ATUAÇÃO MULTIDISCIPLINAR. Unidade de Serviço Social Celina Rezende O ASSISTENTE SOCIAL COMO PROFISSIONAL DA SAÚDE Constituição de 1988, o Assistente Social passa

Leia mais

PARECER CREMEC N.º 26/ /12/2013

PARECER CREMEC N.º 26/ /12/2013 PARECER CREMEC N.º 26/2013 06/12/2013 PROCESSO-CONSULTA PROTOCOLO CREMEC nº 10924/2013 ASSUNTO: ATRIBUIÇÕES DOS MÉDICOS QUE ATUAM NAS EQUIPES DE SAÚDE DA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA (ESF) PARECERISTA:

Leia mais

41 ANOS DE EXISTÊNCIA. 942 Médicos Cooperados 71 mil clientes. 1ª Sede Praça Carlos de Campos

41 ANOS DE EXISTÊNCIA. 942 Médicos Cooperados 71 mil clientes. 1ª Sede Praça Carlos de Campos 41 ANOS DE EXISTÊNCIA 942 Médicos Cooperados 71 mil clientes 1ª Sede Praça Carlos de Campos UNIDADES DE NEGÓCIOS PROGRAMA DR. SAUDÁVEL EQUIPE MEDICINA PREVENTIVA 04 Cooperados Coordenador Médico Supervisor

Leia mais

ATIVIDADES DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

ATIVIDADES DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE ATIVIDADES DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE Consultas Posto Central Consulta Clínico Geral 921 Exames Laboratoriais 2497 Técnica de Enfermagem Aferição Antropométrica 1154 Aferição PA 977 Curativo 31 Glicemia

Leia mais

Detecção Precoce do HIV/Aids nos Programas da

Detecção Precoce do HIV/Aids nos Programas da Detecção Precoce do HIV/Aids nos Programas da Atenção BásicaB Características Atuais do Diagnóstico do HIV/AIDS Predomina o diagnóstico tardio da infecção pelo HIV e Aids (43,6% dos diagnósticos) ( sticos

Leia mais

F1. Quando foi a última vez que a sra fez um exame preventivo para câncer de colo do útero?

F1. Quando foi a última vez que a sra fez um exame preventivo para câncer de colo do útero? Módulo F - Saúde da Mulher (mulheres de 18 anos e mais de idade) Neste módulo, vamos fazer perguntas sobre a sua saúde, exames preventivos, história reprodutiva e planejamento familiar. F1. Quando foi

Leia mais

DIABETES: ABORDAGEM MULTIDISCIPLINAR (NOV 2016) - PORTO

DIABETES: ABORDAGEM MULTIDISCIPLINAR (NOV 2016) - PORTO DIABETES: ABORDAGEM MULTIDISCIPLINAR (NOV 2016) - PORTO A Diabetes Mellitus é uma doença crónica, cujos índices de incidência e prevalência aumentam a cada ano. Para poderem prestar cuidados de saúde globais

Leia mais

Gestão do cuidado como forma de garantir a integralidade da atenção na RAS: a experiência do Município de Itajaí (SC)

Gestão do cuidado como forma de garantir a integralidade da atenção na RAS: a experiência do Município de Itajaí (SC) Gestão do cuidado como forma de garantir a integralidade da atenção na RAS: a experiência do Município de Itajaí (SC) Introdução Ser gestora das ações de alimentação e nutrição de um município é um grande

Leia mais

VISITA MULTIDISCIPLINAR UTI

VISITA MULTIDISCIPLINAR UTI Pr02 1 de 5 PROTOCOLO Data de Emissão: Histórico de Revisão / Versões Data Versão/Revisões Descrição Autor 1.00 Proposta inicial EB,SRPT 1- Introdução A Unidade de Terapia Intensiva é um setor de alta

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ATIVIDADE FÍSICA PARA PREVENÇÃO, TRATAMENTO

Leia mais

Como melhorar os resultados em saúde populacional

Como melhorar os resultados em saúde populacional Como melhorar os resultados em saúde populacional Como melhorar os resultados em saúde populacional Através da saúde suplementar Através da gestão em saúde na empresa Katia Audi Curci Gerente de Monitoramento

Leia mais

Visão: Salvar vidas por ano. O QUE É UMA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA (UTI)?

Visão: Salvar vidas por ano. O QUE É UMA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA (UTI)? O QUE É UMA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA (UTI)? A UTI é uma área exclusiva e restrita dentro do hospital de tratamento aos pacientes que necessitam de cuidados intensivos e monitorização constante, com

Leia mais

TÍTULO: AUTORES: ÁREA TEMÁTICA:

TÍTULO: AUTORES: ÁREA TEMÁTICA: 1 TÍTULO: PROJETO DE ASSISTÊNCIA E PREVENÇÃO DAS DOENÇAS CARDIOVASCULARES E METABÓLICAS NA ADOLESCÊNCIA - HIPERPAPO AUTORES: Profa. Maria Cristina Caetano Kuschnir Coordenadora do Projeto, Mariângela Giana

Leia mais

Gestão de Custos Assistenciais. Dr. Orestes Barrozo M. Pullin Diretor-Presidente da Unimed Paraná

Gestão de Custos Assistenciais. Dr. Orestes Barrozo M. Pullin Diretor-Presidente da Unimed Paraná Gestão de Custos Assistenciais Dr. Orestes Barrozo M. Pullin Diretor-Presidente da Unimed Paraná 2 Gestão de Custos Assistenciais Atenção à Saúde Interação entre as áreas de Contratos e da Atenção à Saúde

Leia mais

Prevenção Secundária da Doença Renal Crônica Modelo Público

Prevenção Secundária da Doença Renal Crônica Modelo Público Prevenção Secundária da Doença Renal Crônica Modelo Público VIII Encontro Nacional de Prevenção da Doença Renal Crônica Maria Eugênia Fernandes Canziani Universidade Federal de São Paulo Brasília, 2012

Leia mais

MUTIRÃO DA SAÚDE. Doutora, Docente do Departamento de Biologia Estrutural, Molecular e Genética da UEPG, 4

MUTIRÃO DA SAÚDE. Doutora, Docente do Departamento de Biologia Estrutural, Molecular e Genética da UEPG, 4 110. ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( X ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA MUTIRÃO DA SAÚDE CHAVES, Camila

Leia mais

Hospital Summit Terceirização de Serviços Médicos

Hospital Summit Terceirização de Serviços Médicos 15/03/2017 Hospital Summit Terceirização de Serviços Médicos Modelo Adotado Grupo São Lucas Ribeirania Ribeirão Preto Dr Pedro Antonio Palocci o Médico Pediatra formado pela XXIIIª Turma da FMRP-USP 1979

Leia mais

Seminário Internacional: Projeções do custo do envelhecimento no Brasil. São Paulo, novembro de 2012

Seminário Internacional: Projeções do custo do envelhecimento no Brasil. São Paulo, novembro de 2012 Seminário Internacional: Projeções do custo do envelhecimento no Brasil São Paulo, novembro de 2012 Plano de enfrentamento DCNT 2012-2022 Eixo I Eixo II Eixo III Vigilância, monitoramento e avaliação

Leia mais

AÇÕES, SERVIÇOS, PROGRAMAS E PROJETOS DESENVOLVIDOS PELA SECRETÁRIA MUNICIPAL DE SAÚDE, SOB A GESTÃO DA SECRETÁRIA MARIA MUNIZ

AÇÕES, SERVIÇOS, PROGRAMAS E PROJETOS DESENVOLVIDOS PELA SECRETÁRIA MUNICIPAL DE SAÚDE, SOB A GESTÃO DA SECRETÁRIA MARIA MUNIZ AÇÕES, SERVIÇOS, PROGRAMAS E PROJETOS DESENVOLVIDOS PELA SECRETÁRIA MUNICIPAL DE SAÚDE, SOB A GESTÃO DA SECRETÁRIA MARIA MUNIZ SOUSA ALVES ALMEIDA, NO PERÍODO DE JULHO/2007 A DEZEMBRO/2012 Campo do Brito

Leia mais

RESULTADO DAS AVALIAÇÕES DA REUNIÃO PLENÁRIA DO CEP - CESUMAR DO DIA 18/06/2010

RESULTADO DAS AVALIAÇÕES DA REUNIÃO PLENÁRIA DO CEP - CESUMAR DO DIA 18/06/2010 RESULTADO DAS AVALIAÇÕES DA REUNIÃO PLENÁRIA DO CEP - CESUMAR DO DIA 18/06/2010 Os protocolos S deverão ter seu parecer retirado em 7 (sete) dias. Os protocolos S deverão ter seu parecer retirado em 15

Leia mais

PROPOSTA DA LINHA DE CUIDADO DA SAÚDE DO IDOSO. Área Técnica Saúde da Pessoa Idosa

PROPOSTA DA LINHA DE CUIDADO DA SAÚDE DO IDOSO. Área Técnica Saúde da Pessoa Idosa PROPOSTA DA LINHA DE CUIDADO DA SAÚDE DO IDOSO Área Técnica Saúde da Pessoa Idosa OBJETIVOS GERAIS Orientar e potencializar a atenção primária para detecção precoce de situações de vulnerabilidade social

Leia mais

PROGRAMA DE SAÚDE MENTAL: POSSIBILIDADES DE ATUAÇÃO EM REDE NA ATENÇÃO BÁSICA EM SAÚDE

PROGRAMA DE SAÚDE MENTAL: POSSIBILIDADES DE ATUAÇÃO EM REDE NA ATENÇÃO BÁSICA EM SAÚDE PROGRAMA DE SAÚDE MENTAL: POSSIBILIDADES DE ATUAÇÃO EM REDE NA ATENÇÃO BÁSICA EM SAÚDE Tatiane Pecoraro Psicóloga Coordenadora de Saúde Mental Salgado Filho -PR Caracterização do Município Município de

Leia mais

O planejamento estratégico configura-se em ações que foram construídas com base nos objetivos consolidados na Lei nº

O planejamento estratégico configura-se em ações que foram construídas com base nos objetivos consolidados na Lei nº PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO: 2016-2020 O planejamento estratégico configura-se em ações que foram construídas com base nos objetivos consolidados na Lei nº 8.246. As ações estratégicas serão monitoradas e

Leia mais

VITALLIS. Apresentação Institucional

VITALLIS. Apresentação Institucional 31.3271-5766 VITALLIS Apresentação Institucional Quem Somos A Vitallis é uma operadora de plano de saúde moderna e ágil. Oferece os melhores produtos para saúde com adequada relação custo benefício e alto

Leia mais

SERVIÇO DE ATENÇÃO AO PORTADOR DE OBESIDADE GRAVE

SERVIÇO DE ATENÇÃO AO PORTADOR DE OBESIDADE GRAVE Procedimento Operacional Padrão (POP) SERVIÇO DE PSICOLOGIA POP nº 04 PSI/HU Hospital Universitário Prof. Polydoro Ernani de São Thiago da Universidade Federal de Santa Catarina SERVIÇO DE ATENÇÃO AO PORTADOR

Leia mais

Estratégias Nutricionais na Alta Hospitalar e em Casa: Dificuldades e Soluções Ambulatório. Nut. Maria Emilia Fabre

Estratégias Nutricionais na Alta Hospitalar e em Casa: Dificuldades e Soluções Ambulatório. Nut. Maria Emilia Fabre Estratégias Nutricionais na Alta Hospitalar e em Casa: Dificuldades e Soluções Ambulatório Nut. Maria Emilia Fabre Recursos Financeiros 4% 96% SUS Convênios Consultório de Nutrição Acesso ao Ambulatório

Leia mais

Módulo R - Saúde da Mulher (mulheres de 18 anos e mais de idade)

Módulo R - Saúde da Mulher (mulheres de 18 anos e mais de idade) Módulo R - Saúde da Mulher (mulheres de 18 anos e mais de idade) Neste módulo, vamos fazer perguntas sobre a sua saúde, exames preventivos, história reprodutiva e planejamento familiar. R1. Quando foi

Leia mais