Surge em em Paris, na França, tendo em Édouard Manet seu mentor.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Surge em em Paris, na França, tendo em Édouard Manet seu mentor."

Transcrição

1 Impressionismo

2 Surge em em Paris, na França, tendo em Édouard Manet seu mentor. O artista rompeu definitivamente com os valores clássicos da antiguidade; apesar de não se considerar um impressionista e não fazer parte do grupo, foi em torno dele que os artistas se reuniram para dar continuidade ao movimento, pois encontraram em Manet algumas das suas preocupações estéticas. Publicamente eclode em O movimento é considerado o marco inicial da arte moderna.

3 Um Bar no Folies-Bergère (1.882), Édouard Manet

4 Retrato de Berthe Morisot (1.872), Édouard Manet

5 O nome Impressionismo, foi cunhado pejorativamente por críticos de arte, tendo como base uma tela do artista Claude Monet - Impressão, sol nascente.

6 Impressão, sol nascente (1.872), Claude Monet

7 Principais Características do Movimento: 1. Não existe cor local; a cor é modificada pela luz nas diversas horas do dia. Catedral de Rouen (1.892/1.893), Claude Monet.

8 As diferentes telas pintadas da mesma Catedral em diferentes horas do dia.

9 2. As figuras não devem ter contornos nítidos. Mulher com uma sombrinha (1.875), Monet.

10 No jardim em Maurecourt (1.883), Berthe Morisot.

11 Menina com regador (1.876), Renoir.

12 3. O preto é excluído da paleta, as sombras devem ser luminosas e coloridas. O balanço (1.876), Renoir.

13 4. A cor não é misturada na paleta. O artista trabalha a tela colocando as cores justapostas. A fusão ótica é feita na retina do observador. Bailarinas azuis (1.895), Edgar Degas.

14 Boulevard des Italiens ( ), Camille Pissarro.

15 5. Os contrastes de luz e sombras são feitos de acordo com a lei das cores complementares, ou seja, cores opostas entre si no círculo cromático.

16 Regata em Argenteuil (1.872), Monet.

17 6. Os artistas saem dos ateliês para pintar no exterior. Exemplo de como os artistas saíam para pintar no exterior. (Ambiente recriado no Museu Grand Palais, em Paris, França)

18 Jardim da propriedade de Monet, em Giverny, França.

19 A ponte japonesa (1.899 ), Monet.

20 As ninféias no lago de Giverny.

21 Série ninféias (1.893), Monet.

22 Jardim de Giverny.

23 Jardim de Giverny.

24 7. Pintura instantânea (tentam capturar o momento), recorrendo inclusive à fotografia (ambas as artes se influenciaram). Ensaio de ballet (1.876), Degas.

25 Detalhe da obra anterior.

26 Duas irmãs no terraço (1.881), Renoir.

27 Le moulin de la Galette (1.876), Renoir.

28 No baile (s.d.), Berthe Morisot.

29 Jovem mãe costurando (1.900), Mary Cassatt.

30 Principais Artistas:

31 Claude Monet ( ) Considerado o fundador do Impressionismo; foi um pesquisador dos ideais impressionistas, como a representação de um mesmo objeto em diferentes horas do dia. Papoulas perto de Argenteuil (1.873), Monet.

32 Camille Monet e criança no jardim (1,875), Monet.

33 Pierre-Auguste Renoir ( ) Seus quadros são caracterizados pelas cores expressivas, pela alegria e exuberância. Muito sensível, pintou o corpo feminino de diversas formas e dedicou muitas de suas telas às mulheres. O tema da maternidade esteve muito presente em sua obra. Ao piano (1.892), Renoir.

34 O esquife (1.875), Renoir.

35 Edgar Degas ( ) Pintor das bailarinas, o mais conservador do grupo, aliava às cores aos desenhos, que para ele eram importantes também. Pintou muito cavalos, e juntamente com suas bailarinas, foi o artista que mais captou o momento como num instantâneo de fotografia. Duas bailarinas no palco (1.874), Edgar Degas.

36 Quatro bailarinas em cena (1.895), Edgar Degas.

37 Camille Pissarro ( ) - artista que trabalhou as formulações teóricas do movimento, estudando precisamente a luz em suas paisagens. Boulevard Montmartre: manhã de inverno (1.887), Camille Pissarro.

38 Paisagem em Chaponval (1.880), Camille Pissarro.

39 Berthe Morisot ( ) cunhada de Manet, pintora de obras elegantes, com pinceladas mais longas e suaves. Menina lendo (1.888), Berthe Morisot.

40 Dia de verão (1.879), Berthe Morisot.

41 Mary Cassatt ( ) junto com Morisot, eram as duas mulheres do grupo, suas pinturas tinham como temas o cotidiano burguês feminino e a representação de mães e filhos. Chá (1.879), Mary Cassatt.

42 Jovem mãe no jardim (s.d.), Mary Cassatt.

IMPRESSIONISMO. As figuras não devem ter contornos nítidos, pois a linha é uma abstração do ser humano para representar imagens.

IMPRESSIONISMO. As figuras não devem ter contornos nítidos, pois a linha é uma abstração do ser humano para representar imagens. IMPRESSIONISMO O Impressionismo foi um movimento artístico que revolucionou profundamente a pintura e deu início às grandes tendências da arte do século XX. Havia algumas considerações gerais, muito mais

Leia mais

Características: Oposição aos mitos, as idealizações, as lendas... Exaltação da realidade imediata: Representação fiel das paisagens naturais e do

Características: Oposição aos mitos, as idealizações, as lendas... Exaltação da realidade imediata: Representação fiel das paisagens naturais e do Realismo Pintura Características: Oposição aos mitos, as idealizações, as lendas... Exaltação da realidade imediata: Representação fiel das paisagens naturais e do cotidiano de pessoas comuns. Transformações

Leia mais

O Impressionismo é um movimento artístico surgido na França no século XIX que criou uma nova visão conceitual da natureza utilizando pinceladas

O Impressionismo é um movimento artístico surgido na França no século XIX que criou uma nova visão conceitual da natureza utilizando pinceladas O Impressionismo é um movimento artístico surgido na França no século XIX que criou uma nova visão conceitual da natureza utilizando pinceladas soltas dando ênfase na luz e no movimento. Geralmente as

Leia mais

O Impressionismo foi um movimento artístico que revolucionou profundamente a pintura e deu início às grandes tendências da arte do

O Impressionismo foi um movimento artístico que revolucionou profundamente a pintura e deu início às grandes tendências da arte do Impressionismo Impressionismo O Impressionismo foi um movimento artístico que revolucionou profundamente a pintura e deu início às grandes tendências da arte do século XX; O termo impressionismo foi imprimido

Leia mais

Artes visuais AULA 4 Do Romantismo ao Impressionismo

Artes visuais AULA 4 Do Romantismo ao Impressionismo Artes visuais AULA 4 Do Romantismo ao Impressionismo Prof. André de Freitas Barbosa O século XIX foi agitado por fortes mudanças sociais, políticas e culturais, resultando numa reação ao espírito iluminista,

Leia mais

Aula dia 13/03/15 IMPRESSIONISMO PÓS IMPRESSIONISMO

Aula dia 13/03/15 IMPRESSIONISMO PÓS IMPRESSIONISMO 2º ano - ENSINO MÉDIO Aula dia 13/03/15 IMPRESSIONISMO PÓS IMPRESSIONISMO Professora Alba Baroni Arquiteta IMPRESSIONISMO Movimento com origem na França no fim do século XIX que explorou a intensidade

Leia mais

Nome: N.º. Praia Grande, de outubro de O impressionismo

Nome: N.º. Praia Grande, de outubro de O impressionismo Nome: N.º 1ª série do Ensino Médio. Praia Grande, de outubro de 2016. ProfªVivian O impressionismo O Impressionismo foi um movimento artístico que revolucionou profundamente a pintura e deu início às grandes

Leia mais

Georges Seurat nasceu em Paris em 2 de dezembro de Em 1878 começou a estudar na Escola de Belas-Artes com Henri Lehmann, discípulo de Ingres

Georges Seurat nasceu em Paris em 2 de dezembro de Em 1878 começou a estudar na Escola de Belas-Artes com Henri Lehmann, discípulo de Ingres Seurat, Georges Um dos grandes precursores da arte do século XX, Seurat foi o criador do pontilhismo, técnica neo-impressionista baseada na fragmentação da cor em pontos que, quando tomados em conjunto,

Leia mais

Percursos do Impressionismo Os pintores da vida moderna

Percursos do Impressionismo Os pintores da vida moderna Percursos do Impressionismo Os pintores da vida moderna A pintura impressionista resulta da forma singular e espontânea como cada artista, através da cor, reproduz sobre a tela as sensações ópticas do

Leia mais

Arte da cor. Se no desenho o que mais se utiliza é o traço, na pintura o mais importante é a cor

Arte da cor. Se no desenho o que mais se utiliza é o traço, na pintura o mais importante é a cor O tom da cor Arte da cor. Se no desenho o que mais se utiliza é o traço, na pintura o mais importante é a cor Ao escrever, cada pessoa tem uma maneira própria de fazer as letras. O mesmo acontece com a

Leia mais

Percursos do Impressionismo Os pintores da vida moderna

Percursos do Impressionismo Os pintores da vida moderna Percursos do Impressionismo Os pintores da vida moderna A pintura impressionista resulta da forma singular e espontânea como cada artista, através da cor, reproduz sobre a tela as sensações opticas do

Leia mais

SÉRIE/ANO: E.M. TURMA(S): A B C D DISCIPLINA: ARTE 18/10/2016 IMPRESSIONISMO

SÉRIE/ANO: E.M. TURMA(S): A B C D DISCIPLINA: ARTE 18/10/2016 IMPRESSIONISMO SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: E.M. TURMA(S):

Leia mais

CAESP - Artes Aula 20-19/10/2016 IMPRESSIONISMO: IMPRESSÃO PASSAGEIRA NA RETINA

CAESP - Artes Aula 20-19/10/2016 IMPRESSIONISMO: IMPRESSÃO PASSAGEIRA NA RETINA CAESP - Artes Aula 20-19/10/2016 IMPRESSIONISMO: IMPRESSÃO PASSAGEIRA NA RETINA O Impressionismo nasce no furor do século XIX, com todas as suas transformações e contradições imanentes. As revoluções tecnológicas

Leia mais

Universidade Cidade de São Paulo UNICID. Curso Superior de Tecnologia em Produção Publicitária. Core Curriculum: Arte e suas Linguagens

Universidade Cidade de São Paulo UNICID. Curso Superior de Tecnologia em Produção Publicitária. Core Curriculum: Arte e suas Linguagens Universidade Cidade de São Paulo UNICID Curso Superior de Tecnologia em Produção Publicitária Core Curriculum: Arte e suas Linguagens Pesquisa e Análise de Obra de Arte Nome Completo CA Priscila Nakayama

Leia mais

Impressionismo. Unidade I - O movimento Impressionista foi o ponto inicial para o surgimento do que, hoje, conhecemos como Arte Moderna.

Impressionismo. Unidade I - O movimento Impressionista foi o ponto inicial para o surgimento do que, hoje, conhecemos como Arte Moderna. Unidade I - Impressionismo O movimento Impressionista foi o ponto inicial para o surgimento do que, hoje, conhecemos como Arte Moderna. Impressão, nascer do sol Monet, 1872. No final do século 19, numa

Leia mais

Realismo significa um estilo de época que predominou na segunda metade do

Realismo significa um estilo de época que predominou na segunda metade do Realismo Realismo Realismo significa um estilo de época que predominou na segunda metade do século XIX. A palavra realismo designa uma maneira de agir, de interpretar a realidade. Esse comportamento caracteriza-se

Leia mais

HISTÓRIA das ARTES VISUAIS

HISTÓRIA das ARTES VISUAIS Origens Características Pintura de Constable e Turner e o Realismo de Manet Descoberta das qualidades Físicas da Luz, realizadas por Chevreul Exposição dos Artistas Recusados 1863 Paris, Centro cultural

Leia mais

MÉDIUM: JOSÉ MEDRADO

MÉDIUM: JOSÉ MEDRADO MÉDIUM: JOSÉ MEDRADO Brasileiro, baiano, nascido em Salvador em 1961; Diplomado em Letras Vernáculas pela Universidade Católica do Salvador, onde também cursou filosofia; Funcionário público federal concursado

Leia mais

ALUNO: Nº SÉRIE/ANO: TURMA: TURNO: 8º D V. DISCIPLINA: TIPO DE ATIVIDADE: PROFESSOR (A): HISTÓRIA DA ARTE TEXTO COMPLEMENTAR - 1 2º trimestre TATIANE

ALUNO: Nº SÉRIE/ANO: TURMA: TURNO: 8º D V. DISCIPLINA: TIPO DE ATIVIDADE: PROFESSOR (A): HISTÓRIA DA ARTE TEXTO COMPLEMENTAR - 1 2º trimestre TATIANE Fonte: http://www.musee-orsay.fr/fr/collections/catalogue-des-oeuvres/resultatcollection.html?no_cache=1&zoom=1&tx_damzoom_pi1%5bzoom%5d=0&tx_da mzoom_pi1%5bxmlid%5d=001089&tx_damzoom_pi1%5bback%5d=fr%2fcollec

Leia mais

O Impressionismo surgiu na França, nos primeiros anos da década de 1860, em Paris, centro cultural da Europa. Época de grandes transformações

O Impressionismo surgiu na França, nos primeiros anos da década de 1860, em Paris, centro cultural da Europa. Época de grandes transformações Impressionismo O Impressionismo surgiu na França, nos primeiros anos da década de 1860, em Paris, centro cultural da Europa. Época de grandes transformações industriais, econômicas, políticas e tecnológicas.

Leia mais

Impressionismo. a) Apenas o item IV está correto. b) Apenas os itens II, III e V são corretos. c) Apenas os itens II, III e V estão incorretos.

Impressionismo. a) Apenas o item IV está correto. b) Apenas os itens II, III e V são corretos. c) Apenas os itens II, III e V estão incorretos. Impressionismo Questão 01 - Como os artistas realistas, que com a ciência haviam aprendido a utilizar determinados conhecimentos, os impressionistas se viram na necessidade de interpretar com maior vivacidade

Leia mais

Impressão: nascer do sol

Impressão: nascer do sol IMPRESSIONISMO França 1860 a 1886. Os impressionistas representavam sensações visuais imediatas através da cor e da luz. Seu objetivo principal era apresentar uma impressão ou as percepções iniciais registradas

Leia mais

HISTÓRIA DA ARTE. Modernidade. Professor Isaac Antonio Camargo

HISTÓRIA DA ARTE. Modernidade. Professor Isaac Antonio Camargo HISTÓRIA DA ARTE Modernidade 1 Professor Isaac Antonio Camargo Modernismo e Modernidade Modernismo e Modernidade são dois termos usados para identificar as obras de arte que ocorrem a partir do final do

Leia mais

Realismo REALISMO E IMPRESSIONISMO TRADIÇÃO E RUPTURA O PROCESSO DA MODERNIDADE

Realismo REALISMO E IMPRESSIONISMO TRADIÇÃO E RUPTURA O PROCESSO DA MODERNIDADE REALISMO E IMPRESSIONISMO TRADIÇÃO E RUPTURA O PROCESSO DA MODERNIDADE A invenção da fotografia em 1823 influencia as artes de diversas maneiras; Surgem duas correntes, os Realistas e os Impressionistas;

Leia mais

A MODA FEMININA NAS PINTURAS IMPRESSIONISTAS

A MODA FEMININA NAS PINTURAS IMPRESSIONISTAS A MODA FEMININA NAS PINTURAS IMPRESSIONISTAS Camila Cardoso, Especialização em Artes CA/UFPel camiila.cardoso@hotmail.com Carlos Alberto Ávila Santos, Centro de Artes/UFPel betosant@terra.com.br Resumo

Leia mais

Um breve Report da visita ao Hermitage, São Petersburgo, 3 de Setembro, 2017

Um breve Report da visita ao Hermitage, São Petersburgo, 3 de Setembro, 2017 Um breve Report da visita ao Hermitage, São Petersburgo, 3 de Setembro, 2017 O Hermitage é um museu peculiar. Era também o palácio de inverno dos Czares da Rússia, e combina as obras de arte com os decorados

Leia mais

ARTE DA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX

ARTE DA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX ARTE DA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX Entre os artistas que se destacaram na segunda metade do século XIX, estavam: Benedito Calixto de Jesus (1853-1927) Pedro Alexandrino( 1856-1942) Belmeiro de Almeida

Leia mais

À LUZ DA IMAGEM. Carolina Ramos Nunes 1 CEART/ UDESC

À LUZ DA IMAGEM. Carolina Ramos Nunes 1 CEART/ UDESC IV Seminário Leitura de Imagens para a Educação: múltiplas mídias À LUZ DA IMAGEM Carolina Ramos Nunes 1 CEART/ UDESC Resumo Considerando os conhecimentos de análise e leitura de imagem, parte-se do pressuposto

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO DEPARTAMENTO DE EXPRESSÃO GRÁFICA CURSO DE DESIGN Apoio pedagógico Virtual: www.artevisualensino.com.br Modernidade e Modernismo

Leia mais

Professor Hudson Oliveira

Professor Hudson Oliveira Professor Hudson Oliveira A revolução na pintura Tempo: segunda metade do século XIX. Espaço / origem: França. Contexto: Revolução Industrial 2ª fase. Novas Ideias: Liberalismo, Nacionalismo, Socialismo

Leia mais

Décadas do design

Décadas do design Décadas do design 1880-2000 INTRODUÇÃO O Catalogo nome do catalogo apresenta alguns dos movimentos de arte que influenciaram o design brasileiro entre os anos 1880 a 2000. Aqui você poderá encontrar uma

Leia mais

CUBISMO ANALÍTICO E SINTÉTICO

CUBISMO ANALÍTICO E SINTÉTICO CUBISMO ANALÍTICO E SINTÉTICO O Cubismo Surgiu no século XX, sendo que o marco inicial foi em 1907 com a obra Les Demoiselles d Avignon de Picasso. Principais fundadores foram Pablo Picasso e Georges Braque,

Leia mais

Material protegido pelas leis de direito autoral Proibida qualquer tipo de divulgação sem à devida autorização ou citada a fonte de forma correta.

Material protegido pelas leis de direito autoral Proibida qualquer tipo de divulgação sem à devida autorização ou citada a fonte de forma correta. Qual a definição de desenho? Desenho é a representação artística de sentimentos, situações cotidianas, ideias, enfim, de qualquer coisa, situação ou sensação que o ser humano seja capaz de perceber. Por

Leia mais

PROFESSORA: MEIRE DE FALCO

PROFESSORA: MEIRE DE FALCO APOSTILA DE ARTE PROFESSORA: MEIRE DE FALCO 2º BIMESTRE NOME SÉRIE: IMPRESSIONISMO O Impressionismo foi um movimento artístico que revolucionou profundamente a pintura e deu início às grandes tendências

Leia mais

COLÉGIO MONJOLO QUIZ N / 1 BIMESTRE

COLÉGIO MONJOLO QUIZ N / 1 BIMESTRE COLÉGIO MONJOLO QUIZ N 02 2017 / 1 BIMESTRE ARTE PROFESSORA LIA Data da entrega: 28/04/2017. Aluno (a): 8º Ano: Questão 01 Fundamentos da linguagem visual, os elementos constitutivos da comunicação visual,

Leia mais

Obras Clássicas. Temas Clássicos beleza; perfeição; nobreza; retratos; mitologia (a maior parte das mitologias estão atadas a pelo menos uma religião)

Obras Clássicas. Temas Clássicos beleza; perfeição; nobreza; retratos; mitologia (a maior parte das mitologias estão atadas a pelo menos uma religião) Obras Clássicas Temas Clássicos beleza; perfeição; nobreza; retratos; mitologia (a maior parte das mitologias estão atadas a pelo menos uma religião) As Meninas, de Diego Rodriguez de Silva y Velázquez,

Leia mais

Arthur Hill Gilbert

Arthur Hill Gilbert - 051 - Arthur Hill Gilbert 1893-1970 Arthur Hill Gilbert, nascido em Mount Vernon, Illinois (EUA), no dia 10 de junho de 1893 e falecido no mês de abril de 1970, foi um pintor do Impressionismo americano,

Leia mais

Impressionismo e Pós Impressionismo

Impressionismo e Pós Impressionismo Escola Estadual Dr.Martinho Marques Edna Terezinha Perigo Barreto Pigari Baptista Impressionismo e Pós Impressionismo Taquarussu - Agosto de 2009. Escola Estadual Dr.Martinho Marques Edna Terezinha Perigo

Leia mais

Todo o conteúdo desta publicação está protegido pelos direitos de autor que assistem a www.amopintar.com A cópia ou reprodução total ou parcial de

Todo o conteúdo desta publicação está protegido pelos direitos de autor que assistem a www.amopintar.com A cópia ou reprodução total ou parcial de O propósito deste glossário de termos técnicos e artísticos, é ajudar aos amantes da pintura, artistas e amadores que seguem as nossas lições on-line ou através das publicações Amopintar, a se familiarizarem

Leia mais

Cores. Misturando apenas essas três cores, em proporções e intensidades variadas, podemos obter todas as outras, mesmo as que não estão no

Cores. Misturando apenas essas três cores, em proporções e intensidades variadas, podemos obter todas as outras, mesmo as que não estão no Cores A cor é uma sensação provocada pela luz sobre o órgão da visão, isto é, sobre nossos olhos. A cor-luz pode ser observada através dos raios luminosos. Cor-luz é a própria luz que pode se decompor

Leia mais

ARTE AULA 5 EAD ENSINO MÉDIO 3 ANO IMPRESSIONISMO

ARTE AULA 5 EAD ENSINO MÉDIO 3 ANO IMPRESSIONISMO ARTE AULA 5 EAD ENSINO MÉDIO 3 ANO IMPRESSIONISMO O Impressionismo foi um movimento que se manifestou, especialmente nas artes plásticas no fim do século XIX na França. Os impressionistas rejeitavam as

Leia mais

Mulher de chapéu, Matisse 1905, Óleo sobre tela

Mulher de chapéu, Matisse 1905, Óleo sobre tela Mulher de chapéu, Matisse 1905, Óleo sobre tela O termo Fauvismo deriva de fauve (fera selvagem), exclamação feita pelo crítico de arte Louis Vauxcelles perante a exposição de pintura do Salão de Outono

Leia mais

Exercício do Olhar. Luz 25/08/ Luz

Exercício do Olhar. Luz 25/08/ Luz Prof. Dr. Paulo Sergio Scarazzato USP, UNICAMP IAB, ANTAC, IES, CIE-Brasil, CIBSE 01. Luz Luz Para todos nós, seres humanos que vivemos sobre a terra, as coisas mais importantes são o ar, a água e a luz.

Leia mais

MESTRES DAS ARTES SUPLEMENTO DIDÁTICO. Elaborado por

MESTRES DAS ARTES SUPLEMENTO DIDÁTICO. Elaborado por MESTRES DAS ARTES CLAUDE MONET De Mike Venezia (Formado em Belas-Artes pelo Instituto de Artes de Chicago, EUA. Desde 1978 escreve e ilustra livros sobre arte, música e história para crianças e jovens.

Leia mais

SÉCULO XIX NO BRASIL: A MODERNIZAÇÃO DA ARTE

SÉCULO XIX NO BRASIL: A MODERNIZAÇÃO DA ARTE SÉCULO XIX NO BRASIL: A MODERNIZAÇÃO DA ARTE 1 Em meados do séc. XIX o Brasil passou por um período de crescimento econômico, estabilidade social e incentivo às letras, ciência e arte por parte do imperador

Leia mais

No virar do século a Noruega vivia um dos seus períodos mais conturbados e interessantes. A capital, Cristiânia (mais tarde Oslo), fervilhava com uma

No virar do século a Noruega vivia um dos seus períodos mais conturbados e interessantes. A capital, Cristiânia (mais tarde Oslo), fervilhava com uma No virar do século a Noruega vivia um dos seus períodos mais conturbados e interessantes. A capital, Cristiânia (mais tarde Oslo), fervilhava com uma vasta turba de intelectuais e artistas que partilhavam

Leia mais

Anais V CIPSI - Congresso Internacional de Psicologia Psicologia: de onde viemos, para onde vamos? Universidade Estadual de Maringá ISSN X

Anais V CIPSI - Congresso Internacional de Psicologia Psicologia: de onde viemos, para onde vamos? Universidade Estadual de Maringá ISSN X INTERAÇÕES NO ESTUDO DA PINTURA NA UNATI UEM Eloiza Amália B. Sestito* Regina Lúcia Mesti O presente texto tem por objetivo analisar a experiência pedagógica de estudo de pinturas impressionistas com os

Leia mais

VANGUARDAS EUROPEIAS

VANGUARDAS EUROPEIAS VANGUARDAS EUROPEIAS Impressionismo (1870-1890) Briga com a Academia; Cotidiano comum; Impressão: o que o olho vê, luz natural, jogo de sombras com cores complementares, ausência de contornos. Claude Monet,

Leia mais

Para começar esse passo a passo, temos que falar primeiramente sobre os materiais usados na produção dessa tela:

Para começar esse passo a passo, temos que falar primeiramente sobre os materiais usados na produção dessa tela: Neste trabalho o objetivo é fazer uma apresentação de todas as fases da pintura espatulada do tema ARARA VERMELHA de uma forma descontraída para que os artistas participantes possa observar todos os recursos

Leia mais

Centro Educacional Brasil Central. Nível: Educação Básica. Modalidade: Educação de Jovens e Adultos a Distância

Centro Educacional Brasil Central. Nível: Educação Básica. Modalidade: Educação de Jovens e Adultos a Distância Centro Educacional Brasil Central Nível: Educação Básica Modalidade: Educação de Jovens e Adultos a Distância Etapa: Ensino Fundamental Séries Finais APOSTILA DE ARTES Módulo III Índice - Artes Visuais

Leia mais

VIDA COTIDIANA NO SÉCULO XIX Belle Époque

VIDA COTIDIANA NO SÉCULO XIX Belle Époque VIDA COTIDIANA NO SÉCULO XIX Belle Époque Curso: Ensino Médio Integrado Prof. Msc. Manoel dos Passos da Silva Costa 1 Vida cotidiana I INTRODUÇÃO Os governos liberais europeus tentaram garantir a instrução

Leia mais

História 4B: Aula 10. Europa no Século XIX.

História 4B: Aula 10. Europa no Século XIX. História 4B: Aula 10 Europa no Século XIX. Alemanha e Itália Até 1870 eram dois amontoados de pequenas monarquias e principados independentes. ESTADOS DO NORTE: Industrializados. Piemonte-Sardenha. Lombardia.

Leia mais

Sumário do Volume. Arte

Sumário do Volume. Arte 2 Arte Sumário do Volume Arte 1. 5 2. Pós- 17 3. Expressionismo 35 4. Fauvismo 37 5. Cubismo 39 5.1 Cubismo analítico 39 5.2 Cubismo sintético 39 6. Futurismo 42 7. Arte Abstrata 45 7.1 Introdução 45 7.2

Leia mais

PROVA DE AVALIAÇÃO DOS CONHECIMENTOS E COMPETÊNCIAS HISTÓRIA DAS ARTES VISUAIS - 2015

PROVA DE AVALIAÇÃO DOS CONHECIMENTOS E COMPETÊNCIAS HISTÓRIA DAS ARTES VISUAIS - 2015 PROVAS DESTINADAS A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS PROVA DE AVALIAÇÃO DOS CONHECIMENTOS E COMPETÊNCIAS HISTÓRIA DAS ARTES VISUAIS - 2015 Nome Cotações:

Leia mais

A TRANSIÇÃO DO SÉCULO XVIII PARA O SÉCULO XIX

A TRANSIÇÃO DO SÉCULO XVIII PARA O SÉCULO XIX A TRANSIÇÃO DO SÉCULO XVIII PARA O SÉCULO XIX Quando surgiu? Durante o século XVIII. Está ligado ao pensamento filosófico do Iluminismo. Como Surgiu? Através de achados arqueológicos durante o século XVIII

Leia mais

André Derain

André Derain - 029 - André Derain 1880-1954 André Derain, nascido em Chatou, comunidade a 20 km a Leste de Paris, no dia 10 de julho de 1880 e falecido em Garches (15 km a Oeste de Paris) foi um pintor, escultor, impressor

Leia mais

Prof. a Graciela Campos

Prof. a Graciela Campos Blog Design com Poesia [ http://gracicampos.wordpress.com/ ] Facebook GracicamposDesign [www.facebook.com/gracicamposdesign ] Prof. a Graciela Campos Blog Design e Poesia Prof. a Graciela Campos Link aulas

Leia mais

DARWIN E SUA PASSAGEM PELO BRASIL: INFLUÊNCIA NA ARTE IMPRESSIONISTA

DARWIN E SUA PASSAGEM PELO BRASIL: INFLUÊNCIA NA ARTE IMPRESSIONISTA 110. ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( X) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA DARWIN E SUA PASSAGEM PELO BRASIL: INFLUÊNCIA NA ARTE

Leia mais

Editora GG Brasil lança coleção de Arte Infanto Juvenil de grandes artistas

Editora GG Brasil lança coleção de Arte Infanto Juvenil de grandes artistas Nota de imprensa Editora GG Brasil lança coleção de Arte Infanto Juvenil de grandes artistas A GG Brasil, braço da editora espanhola GG com 110 anos voltada à artes, traz para o Brasil a coleção Os Contos

Leia mais

CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL AULA ARTES. Aula 4.2 Conteúdo: Romantismo Realismo Impressionismo

CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL AULA ARTES. Aula 4.2 Conteúdo: Romantismo Realismo Impressionismo Aula 4.2 Conteúdo: Romantismo Realismo Impressionismo 1 Habilidades: Reconhecer diferentes funções da arte, do trabalho de produção dos artistas em seus meios culturais. 2 Romantismo Designa uma tendência

Leia mais

- Desenvolveu ao lado da crescente industrialização da sociedade

- Desenvolveu ao lado da crescente industrialização da sociedade Realismo - Desenvolveu ao lado da crescente industrialização da sociedade - O homem europeu, que tinha aprendido a utilizar o conhecimento científico e a técnica para interpretar e dominar a natureza,

Leia mais

POÉTICAS DO SÉCULO XIX

POÉTICAS DO SÉCULO XIX POÉTICAS DO SÉCULO XIX (3) Origens Precursor Edgar Allan Poe (1809-1849) Origens Charles Baudelaire (1821-1867) B RINDE Nada, esta espuma, virgem verso A não designar mais que a copa; Ao longe se afoga

Leia mais

Holanda: ladrões roubam obras de Picasso, Monet e outros famosos

Holanda: ladrões roubam obras de Picasso, Monet e outros famosos Holanda: ladrões roubam obras de Picasso, Monet e outros famosos Mulher diante de uma janela aberta, de Paul Gauguin, é um dos quadros que foram roubados do museu Kunsthal. Foto: AP Sete quadros de grande

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Área de Ciências Humanas Disciplina: Série: 7ª Ensino Fundamental Professora: Ione Botelho Atividades para Estudos Autônomos Data: 5 / 9 / 2016 Valor: xxx pontos Aluno(a): Nº: Turma: Vamos rever nosso

Leia mais

A inserção da apresentação de expressões artísticas nas aulas presenciais de Contabilidade de Custos.

A inserção da apresentação de expressões artísticas nas aulas presenciais de Contabilidade de Custos. A inserção da apresentação de expressões artísticas nas aulas presenciais de Contabilidade de Custos A inserção da apresentação de expressões artísticas nas aulas presenciais de Contabilidade de Custos.

Leia mais

Colégio Santa Clara. Aluno : nº 1ª série E.M. Professora: Ana Francisca Martins ARTES I Trimestre Ficha Academicismo

Colégio Santa Clara. Aluno : nº 1ª série E.M. Professora: Ana Francisca Martins ARTES I Trimestre Ficha Academicismo Colégio Santa Clara Aluno : nº 1ª série E.M. Professora: Ana Francisca Martins ARTES I Trimestre Ficha 1 1. Academicismo O termo academicismo faz uma referência à existência das academias e da produção

Leia mais

História das artes visuais Professora Vaz

História das artes visuais Professora Vaz História das artes visuais - 2015 Professora Vaz Antes da Renascença: - Naturalismo por si mesmo, - Pintura e escultura deixaram de ser totalmente símbolo, - Conexão com o mundo e não caráter transcendental

Leia mais

Jean Puy

Jean Puy - 101 - Jean Puy 1876-1960 Jean Puy, nascido em Ruan, 130 km ao Noroeste de Paris (local histórico onde morreu Joana D Arc), no dia 8 de novembro de 1876 e falecido na mesma cidade em 6 de março de 1960,

Leia mais

RENASCIMENTO CULTURAL. CENSA 2017 Edenice Rinaldi

RENASCIMENTO CULTURAL. CENSA 2017 Edenice Rinaldi RENASCIMENTO CULTURAL CENSA 2017 Edenice Rinaldi O Renascimento foi um movimento de renovação cultural e artístico que surgiu no século XIV, na Itália, e se estendeu para toda a Europa até o século XVI,

Leia mais

GIACOMETTI. Sempre há progresso/não refazer as coisas negativas 108. É preciso destruir (destrói mesmo?) tudo (= cabeça) 49

GIACOMETTI. Sempre há progresso/não refazer as coisas negativas 108. É preciso destruir (destrói mesmo?) tudo (= cabeça) 49 GIACOMETTI QUESTÕES SINTÁTICAS CONCEITO DE INACABAMENTO Inacabamento insatisfação 27/64 (não fim de obra) Inacabamento Cézanne 44 Tempo inacabamento 113 / 117 / 119 Obra não é abandonada enquanto há chance

Leia mais

VIAGEM CULTURAL A FRANÇA

VIAGEM CULTURAL A FRANÇA VIAGEM CULTURAL A FRANÇA DA ARTE IMPRESSIONISTA DE MONET À FEIRA CONTEMPORÂNEA JOURNÉE DES PLANTES "RIEN A U M O N D E M'IN T É R E S S E Q U E M A P E I N T U R E ET M E S F L E U RS». C L A U D E MONET

Leia mais

Arte. Paisagem. 6 A - Volume 02 Professor: Alexandro Lima

Arte. Paisagem. 6 A - Volume 02 Professor: Alexandro Lima 01 Arte Paisagem 6 A - Volume 02 Professor: Alexandro Lima 02 Paisagem História da arte Professor: Alexandro Lima 03 Em cada um de nós há um segredo, uma paisagem interior com planícies invioláveis, vales

Leia mais

CRUZ E SOUSA, J. Poesia completa. Florianópolis: Fundação Catarinense de Cultura / Fundação Banco do Brasil, 1993.

CRUZ E SOUSA, J. Poesia completa. Florianópolis: Fundação Catarinense de Cultura / Fundação Banco do Brasil, 1993. Revisão ENEM 1. (ENEM 2009) Cárcere das almas Ah! Toda a alma num cárcere anda presa, Soluçando nas trevas, entre as grades Do calabouço olhando imensidades, Mares, estrelas, tardes, natureza. Tudo se

Leia mais

BARROCO PROFESSORA: GEORGIANA E G SOUSA 3º ANO E. M.

BARROCO PROFESSORA: GEORGIANA E G SOUSA 3º ANO E. M. BARROCO PROFESSORA: GEORGIANA E G SOUSA 3º ANO E. M. BARROCO Surgiu na Itália no século XVII e deve-se a uma série de mudanças econômicas, religiosas e sociais ocorridas na Europa; Contrarreforma reafirmar

Leia mais

Da fotografia à pintura A construção do olhar a partir de um imagético processual lírico

Da fotografia à pintura A construção do olhar a partir de um imagético processual lírico Da fotografia à pintura A construção do olhar a partir de um imagético processual lírico Rafael Teixeira de Resende 1 O presente relato visa refletir sobre o processo de criação do Artista capixaba Rafael

Leia mais

BOOK DE TENDÊNCIAS VERÃO 2017

BOOK DE TENDÊNCIAS VERÃO 2017 BOOK DE TENDÊNCIAS VERÃO 2017 Elas Cabelos As tranças parecem que vieram para ficar, seja inverno ou verão, elas têm sido uma grande aposta. E como estamos na temporada de primavera verão as tranças não

Leia mais

Exame Final Nacional de Desenho A Prova 706 Época Especial Ensino Secundário º Ano de Escolaridade

Exame Final Nacional de Desenho A Prova 706 Época Especial Ensino Secundário º Ano de Escolaridade Exame Final Nacional de Desenho A Prova 706 Época Especial Ensino Secundário 2017 12.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Duração da Prova: 150 minutos. Tolerância: 30 minutos.

Leia mais

JOGOS E BRINCADEIRAS EM GOYA II. A análise de quadros de Goya produzidos entre 1775 e 1790, basicamente dentre os

JOGOS E BRINCADEIRAS EM GOYA II. A análise de quadros de Goya produzidos entre 1775 e 1790, basicamente dentre os JOGOS E BRINCADEIRAS EM GOYA II Ademir Gebara Unimep/Unicamp A análise de quadros de Goya produzidos entre 1775 e 1790, basicamente dentre os conhecidos cartões para tapeçaria, busca estabelecer conexões

Leia mais

Desenho Percepção Visual Anatomia Artística Pintura

Desenho Percepção Visual Anatomia Artística Pintura Desenho Percepção Visual Anatomia Artística Pintura Plínio Santos Filho, Ph.D. CE 04 - Autoretrato 01 Caderno de Exercícios CE 04 O autoretrato é feito para marcar a passagem do tempo. É o momento em que

Leia mais

Arte 1º. Ano do Ensino Médio

Arte 1º. Ano do Ensino Médio Conteúdo Avaliativo 3º. Trimestre: Arte 1º. Ano do Ensino Médio 1. A transição do século XVIII XIX: Neoclassicismo/Romantismo/Realismo. 2. Impressionismo/Fotografia. 3. Vanguardas Europeias: Expressionismo/Cubismo/Surrealismo/Dadaísmo.

Leia mais

Compilação de Paulo Victorino

Compilação de Paulo Victorino Compilação de Paulo Victorino TUDO DEPENDE DO OLHAR DO ARTISTA 013 - O Impressionismo - O adeus à arte acadêmica 017 - Pós-Impressionismo - A evolução 019 Pontilhismo O exagero 021 - Como os impressionistas

Leia mais

MUSEU D ORSAY LE MEURICE. Um tour artístico por. Uma abrangente coleção de impressionistas como Monet, Renoir e Van Gogh

MUSEU D ORSAY LE MEURICE. Um tour artístico por. Uma abrangente coleção de impressionistas como Monet, Renoir e Van Gogh Um tour artístico por MUSEU D ORSAY Uma abrangente coleção de impressionistas como Monet, Renoir e Van Gogh LE MEURICE Uma das melhores opções de hospedagem da capital francesa Arquitetura, fotografia,

Leia mais

VANGUARDAS DO SÉCULO XX FUTURISMO

VANGUARDAS DO SÉCULO XX FUTURISMO VANGUARDAS DO SÉCULO XX FUTURISMO ARTE MODERNA No século XX a arte passa por grandes mudanças: A arte se concentra menos na realidade visual externa e mais na visão interna; Retrata a vida contemporânea

Leia mais

NEOCLASSICISMO De volta ao lirismo da Grécia antiga

NEOCLASSICISMO De volta ao lirismo da Grécia antiga NEOCLASSICISMO De volta ao lirismo da Grécia antiga O ideal romântico de ressuscitar os valores estéticos da antiguidade clássica inspirou o movimento artístico conhecido como neoclassicismo, que dominou

Leia mais

PÓS-MODERNISMO E CONTEMPORANEIDADE

PÓS-MODERNISMO E CONTEMPORANEIDADE PÓS-MODERNISMO E CONTEMPORANEIDADE SÉC. XX - XXI História da Arte Profª Natalia Pieroni PÓS-MODERNISMO - Produção artística a partir dos anos 60 (pós movimento modernista), caracterizada pelas inquietações

Leia mais

Prof. a Graciela Campos

Prof. a Graciela Campos Blog Design com Poesia [ http://gracicampos.wordpress.com/ ] Facebook GracicamposDesign [www.facebook.com/gracicamposdesign ] Prof. a Graciela Campos Prof. a Graciela Campos Link aulas / plano de aula

Leia mais

Estudo da cor [breve síntese]

Estudo da cor [breve síntese] Estudo da cor [breve síntese] Sem luz não existe cor Aristóteles, filósofo grego que viveu de 384 a 322 ac, parece ter sido o primeiro a perceber que os olhos não podem ver a cor sem luz. A cor está presente

Leia mais

ÓCULOS RALPH LAUREN COLEÇÃO PRIMAVERA/VERÃO 2016

ÓCULOS RALPH LAUREN COLEÇÃO PRIMAVERA/VERÃO 2016 ÓCULOS RALPH LAUREN COLEÇÃO PRIMAVERA/VERÃO 2016 A coleção de óculos Primavera/Verão 2016 apresenta uma seleção de estilos masculinos e femininos inspirados na herança da marca Ralph Lauren. Com linhas

Leia mais

Expressionismo. adyart.wordpress.com

Expressionismo. adyart.wordpress.com Expressionismo Arte Pós-Impressionismo A cada movimento de arte, podemos notar transformações estéticas que demonstram a necessidade de o homem expressar a sua visão de mundo em épocas diferentes. Durante

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Área de Ciências Humanas Disciplina: Série: 6ª Ensino Fundamental Professora: Ione Botelho Atividades para Estudos Autônomos Data: 5 / 9 / 2016 Valor: xxx pontos Aluno(a): Nº: Turma:

Leia mais

Sem luz não existe cor

Sem luz não existe cor Estudo da cor Sem luz não existe cor Aristóteles, um filósofo grego, que viveu de 384 a 322 ac, parece ter sido o primeiro a perceber que os olhos não podem ver a cor sem luz. A cor está presente na nossa

Leia mais

Design da Informação. Aula 08 Usando. Prof. Dalton Martins

Design da Informação. Aula 08 Usando. Prof. Dalton Martins Design da Informação Aula 08 Usando cores Prof. Dalton Martins dmartins@gmail.com Gestão da Informação Faculdade de Informação e Comunicação Universidade Federal de Goiás Círculo cromático Um círculo cromático

Leia mais

IDENTIDADE POSEUR Versão Principal

IDENTIDADE POSEUR Versão Principal KIT NORMAS GRÁFICAS Versão Principal Versão HORIZONTAL PALETA CRÓMATICA CMYK C77 M54 Y53 K55 RGB R48 G64 B67 433 C CMYK C12 M10 Y100 K0 RGB R235 G212 B0 116 C CMYK C62 M0 Y13 K0 RGB R88 G194 B221 311 C

Leia mais

LICENCIATURA EM ARTES/DESENHO

LICENCIATURA EM ARTES/DESENHO LICENCIATURA EM ARTES/DESENHO Despacho n.º 15385/2007 - Diário da República, 2.ª série, n.º 134, de 13 de julho de 2007. Alterado em 22 de janeiro de 2015 com o registo n.º R/A-Ef 77/2011/AL01, publicado

Leia mais

ANEXO I. QUADRO DE OFICINAS INTEGRANTES DOS PROGRAMAS DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA DO CUCA (COM EMENTAS) Categoria I

ANEXO I. QUADRO DE OFICINAS INTEGRANTES DOS PROGRAMAS DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA DO CUCA (COM EMENTAS) Categoria I ANEXO I QUADRO DE OFICINAS INTEGRANTES DOS PROGRAMAS DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA DO CUCA (COM EMENTAS) Categoria I Desemho básico Desemho intermediário Desemho básico de observação Desenho de observação Fotografia

Leia mais

Colégio Drummond/Anglo Cultura Artística e Literária 8º ano HARMONIA DE CORES OU ESQUEMA DE CORES

Colégio Drummond/Anglo Cultura Artística e Literária 8º ano HARMONIA DE CORES OU ESQUEMA DE CORES HARMONIA DE CORES OU ESQUEMA DE CORES As cores harmoniosas são aquelas que funcionam bem em conjunto ou justapostas, e que produzem um esquema de cores atrativo. O círculo cromático ou roda das cores pode

Leia mais

A REALIDADE E A CONSCIÊNCIA

A REALIDADE E A CONSCIÊNCIA A REALIDADE E A CONSCIÊNCIA Giulio Carlo Argan trecho do capítulo "E realidade e a consciência", do livro Arte Moderna, de G.C. Argan (Cia das Letras) IMPRESSIONISMO Courbet anunciara seu programa desde

Leia mais

PARIS - SIGHTSEEING TOURS 2014-15

PARIS - SIGHTSEEING TOURS 2014-15 Verão: de 01 de Abril a 31 de Outubro Nome do Tour PARIS - SIGHTSEEING TOURS 2014-15 Validade: 01 de Abril de 2014 a 31 de Março de 2015 Inverno: de 01 de Novembro a 31 de Março Pontos de : Pyramides:

Leia mais

ARTES PLÁSTICAS LICENCIATURA

ARTES PLÁSTICAS LICENCIATURA assinatura do(a) candidato(a) Admissão por Transferência Facultativa 1. a Transferência Facultativa/2011 ARTES PLÁSTICAS LICENCIATURA Prova Dissertativa LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 1 Confira

Leia mais

Escolha a sua técnica

Escolha a sua técnica Acervo da Professora Escolha a sua técnica O Guache, pode ser usada de muitas formas cabe a cada artista experimentar como funciona e utilizar a técnica de acordo com sua experiência particular. Técnica

Leia mais