Características: Oposição aos mitos, as idealizações, as lendas... Exaltação da realidade imediata: Representação fiel das paisagens naturais e do

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Características: Oposição aos mitos, as idealizações, as lendas... Exaltação da realidade imediata: Representação fiel das paisagens naturais e do"

Transcrição

1 Realismo Pintura

2 Características: Oposição aos mitos, as idealizações, as lendas... Exaltação da realidade imediata: Representação fiel das paisagens naturais e do cotidiano de pessoas comuns.

3 Transformações ocorridas na Europa Industrialização Burguesia x classe trabalhadora

4 Principais Pintores do Realismo: Gustavo Coubert ( ) - criador da pintura social, mostrando temas que retratavam o cotidiano, as classes sociais mais pobres e os trabalhadores do século XIX. Édouard Manet ( ) - suas obras retratavam mais a classe alta da época. Algumas de suas obras foram criticadas, por seguir as normas clássicas. Elas ganham luminosidade, inovação e outros destaques. Elas foram as precursoras do impressionismo. Algumas delas foram: Tocador de Pífaro, Almoço no Ateliê e Bar de Folies-Bergère.

5 Gustavo Coubert ( ) proveniente de uma rica família de proprietários de terra na aldeia de Flagey, onde criavam gado e praticavam a agricultura. Rejeitou a formação de direito para se dedicar a pintura.

6 Autorretrato Gustavo Coubert

7 Autorretrato com o cão

8 Enterro em Ornans, 1849

9 Os Britadores de Pedra, 1850.

10 Moça Peneirando trigo 1853

11 Édouard Manet ( ) Filho de uma família burguesa rejeitou a formação em Direito preferindo ser pintor. Foi bastante criticado por suas técnicas fugirem dos padrões convencionais.

12 Olympia

13 A Execução de Maximiliano

14 Almoço na relva

15 A sacada

16 O Tocador de Pífaro

17 Arte Impressionista Começou com um grupo de jovens pintores que rompeu com as regras da pintura vigentes até então. Os autores impressionistas não mais se preocupavam com os preceitos do Realismo ou da academia. A busca pelos elementos fundamentais de cada arte levou os pintores impressionistas a pesquisar a produção pictórica não mais interessados em temáticas nobres ou no retrato fiel da realidade, mas em ver o quadro como obra em si mesma. A luz e o movimento utilizando pinceladas soltas tornam-se o principal elemento da pintura, sendo que geralmente as telas eram pintadas ao ar livre para que o pintor pudesse capturar melhor as variações de cores da natureza.

18 a pintura deve mostrar os pontos que os objetos adquirem ao refletir a luz do corpo num determinado momento, pois as cores da natureza mudam todo dia, dependendo da incidência da luz do sol; é também, com isto, uma pintura instantânea (captação do momento), recorrendo, inclusivamente, à fotografia; as figuras não devem ter contornos nítidos pois o desenho deixa de ser o principal meio estrutural do quadro, passando a ser a mancha/cor; as sombras devem ser luminosas e coloridas, tal como é a impressão visual que nos causam. O preto jamais é usado em uma obra impressionista plena; os contrastes de luz e sombra devem ser obtidos de acordo com a lei das cores complementares. Assim um amarelo próximo a um violeta produz um efeito mais real do que um claro-escuro muito utilizado pelos academicistas no passado. Essa orientação viria dar mais tarde origem ao [pontilhismo]; as cores e tonalidades não devem ser obtidas pela mistura de pigmentos. Pelo contrário,devem ser puras e dissociadas no quadro em pequenas pinceladas. É o observador que, ao admirar a pintura, combina as várias cores, obtendo o resultado final. A mistura deixa, portanto, de ser técnica para se tornar óptica; preferência pelos pintores em representar uma natureza morta a um objeto; Valorização de decomposição das cores.

19 Claude Monet, Edouard Manet, Edgar Degas, August Renoir, Alfred Sisley e Camille Pissarro.

20 Impressão Sol Nascente Claude Manet

21 Banhistas na Grenouillière Claude Manet

22 Campo de Trigo com Corvos Vicent van Gogh

23 Van Gogh TERRAÇO DO CAFÉ À NOITE

24 Os Jogadores de Cartas - Paul Cézanne

25 O baile no moulin de la galette Claude Manet

26 O almoço dos barqueiros Pierre August Renoir

27 Impressionismo no Brasil Almeida Junior: O caipira picando fumo

IMPRESSIONISMO. As figuras não devem ter contornos nítidos, pois a linha é uma abstração do ser humano para representar imagens.

IMPRESSIONISMO. As figuras não devem ter contornos nítidos, pois a linha é uma abstração do ser humano para representar imagens. IMPRESSIONISMO O Impressionismo foi um movimento artístico que revolucionou profundamente a pintura e deu início às grandes tendências da arte do século XX. Havia algumas considerações gerais, muito mais

Leia mais

Surge em em Paris, na França, tendo em Édouard Manet seu mentor.

Surge em em Paris, na França, tendo em Édouard Manet seu mentor. Impressionismo Surge em 1.863 em Paris, na França, tendo em Édouard Manet seu mentor. O artista rompeu definitivamente com os valores clássicos da antiguidade; apesar de não se considerar um impressionista

Leia mais

O Impressionismo é um movimento artístico surgido na França no século XIX que criou uma nova visão conceitual da natureza utilizando pinceladas

O Impressionismo é um movimento artístico surgido na França no século XIX que criou uma nova visão conceitual da natureza utilizando pinceladas O Impressionismo é um movimento artístico surgido na França no século XIX que criou uma nova visão conceitual da natureza utilizando pinceladas soltas dando ênfase na luz e no movimento. Geralmente as

Leia mais

Aula dia 13/03/15 IMPRESSIONISMO PÓS IMPRESSIONISMO

Aula dia 13/03/15 IMPRESSIONISMO PÓS IMPRESSIONISMO 2º ano - ENSINO MÉDIO Aula dia 13/03/15 IMPRESSIONISMO PÓS IMPRESSIONISMO Professora Alba Baroni Arquiteta IMPRESSIONISMO Movimento com origem na França no fim do século XIX que explorou a intensidade

Leia mais

Artes visuais AULA 4 Do Romantismo ao Impressionismo

Artes visuais AULA 4 Do Romantismo ao Impressionismo Artes visuais AULA 4 Do Romantismo ao Impressionismo Prof. André de Freitas Barbosa O século XIX foi agitado por fortes mudanças sociais, políticas e culturais, resultando numa reação ao espírito iluminista,

Leia mais

O Impressionismo foi um movimento artístico que revolucionou profundamente a pintura e deu início às grandes tendências da arte do

O Impressionismo foi um movimento artístico que revolucionou profundamente a pintura e deu início às grandes tendências da arte do Impressionismo Impressionismo O Impressionismo foi um movimento artístico que revolucionou profundamente a pintura e deu início às grandes tendências da arte do século XX; O termo impressionismo foi imprimido

Leia mais

Realismo REALISMO E IMPRESSIONISMO TRADIÇÃO E RUPTURA O PROCESSO DA MODERNIDADE

Realismo REALISMO E IMPRESSIONISMO TRADIÇÃO E RUPTURA O PROCESSO DA MODERNIDADE REALISMO E IMPRESSIONISMO TRADIÇÃO E RUPTURA O PROCESSO DA MODERNIDADE A invenção da fotografia em 1823 influencia as artes de diversas maneiras; Surgem duas correntes, os Realistas e os Impressionistas;

Leia mais

Realismo significa um estilo de época que predominou na segunda metade do

Realismo significa um estilo de época que predominou na segunda metade do Realismo Realismo Realismo significa um estilo de época que predominou na segunda metade do século XIX. A palavra realismo designa uma maneira de agir, de interpretar a realidade. Esse comportamento caracteriza-se

Leia mais

- Desenvolveu ao lado da crescente industrialização da sociedade

- Desenvolveu ao lado da crescente industrialização da sociedade Realismo - Desenvolveu ao lado da crescente industrialização da sociedade - O homem europeu, que tinha aprendido a utilizar o conhecimento científico e a técnica para interpretar e dominar a natureza,

Leia mais

CONTEXTUALIZANDO. Descobertas científicas implicaram grandes desenvolvimentos e transformações técnicas no século XIX.

CONTEXTUALIZANDO. Descobertas científicas implicaram grandes desenvolvimentos e transformações técnicas no século XIX. REALISMO CONTEXTUALIZANDO Descobertas científicas implicaram grandes desenvolvimentos e transformações técnicas no século XIX. O pensamento positivista doutrina o modelo científico como reconhecimento

Leia mais

A ponte japonesa de Claude Monet. Linguagens e Códigos - Arte Ensino Médio, 1ª SÉRIE IMPRESSIONISMO

A ponte japonesa de Claude Monet. Linguagens e Códigos - Arte Ensino Médio, 1ª SÉRIE IMPRESSIONISMO A ponte japonesa de Claude Monet Linguagens e Códigos - Arte Ensino Médio, 1ª SÉRIE IMPRESSIONISMO Imagem: Le Mannequin' page: 51 / United States Public Domain. Imagem: A View in Whitechapel Road, 1831

Leia mais

Arte da cor. Se no desenho o que mais se utiliza é o traço, na pintura o mais importante é a cor

Arte da cor. Se no desenho o que mais se utiliza é o traço, na pintura o mais importante é a cor O tom da cor Arte da cor. Se no desenho o que mais se utiliza é o traço, na pintura o mais importante é a cor Ao escrever, cada pessoa tem uma maneira própria de fazer as letras. O mesmo acontece com a

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO UL CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS CURSO DE ARTES VISUAIS Professor Dr. Isaac A. Camargo Apoio Pedagógico: AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: www.artevisualensino.com.br

Leia mais

Georges Seurat nasceu em Paris em 2 de dezembro de Em 1878 começou a estudar na Escola de Belas-Artes com Henri Lehmann, discípulo de Ingres

Georges Seurat nasceu em Paris em 2 de dezembro de Em 1878 começou a estudar na Escola de Belas-Artes com Henri Lehmann, discípulo de Ingres Seurat, Georges Um dos grandes precursores da arte do século XX, Seurat foi o criador do pontilhismo, técnica neo-impressionista baseada na fragmentação da cor em pontos que, quando tomados em conjunto,

Leia mais

Nome: N.º. Praia Grande, de outubro de O impressionismo

Nome: N.º. Praia Grande, de outubro de O impressionismo Nome: N.º 1ª série do Ensino Médio. Praia Grande, de outubro de 2016. ProfªVivian O impressionismo O Impressionismo foi um movimento artístico que revolucionou profundamente a pintura e deu início às grandes

Leia mais

História 4B: Aula 10. Europa no Século XIX.

História 4B: Aula 10. Europa no Século XIX. História 4B: Aula 10 Europa no Século XIX. Alemanha e Itália Até 1870 eram dois amontoados de pequenas monarquias e principados independentes. ESTADOS DO NORTE: Industrializados. Piemonte-Sardenha. Lombardia.

Leia mais

ARTE DA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX

ARTE DA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX ARTE DA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX Entre os artistas que se destacaram na segunda metade do século XIX, estavam: Benedito Calixto de Jesus (1853-1927) Pedro Alexandrino( 1856-1942) Belmeiro de Almeida

Leia mais

NEOCLASSICISMO Contexto histórico

NEOCLASSICISMO Contexto histórico NEOCLASSICISMO Contexto histórico Rejeição ao Rococó; Identifica-se com o pensamento Iluminista do séc XVI e com a Revolução Francesa; Escavações na Grécia e Itália estimularam o estudo do mundo antigo;

Leia mais

Impressionismo. a) Apenas o item IV está correto. b) Apenas os itens II, III e V são corretos. c) Apenas os itens II, III e V estão incorretos.

Impressionismo. a) Apenas o item IV está correto. b) Apenas os itens II, III e V são corretos. c) Apenas os itens II, III e V estão incorretos. Impressionismo Questão 01 - Como os artistas realistas, que com a ciência haviam aprendido a utilizar determinados conhecimentos, os impressionistas se viram na necessidade de interpretar com maior vivacidade

Leia mais

CAESP - Artes Aula 20-19/10/2016 IMPRESSIONISMO: IMPRESSÃO PASSAGEIRA NA RETINA

CAESP - Artes Aula 20-19/10/2016 IMPRESSIONISMO: IMPRESSÃO PASSAGEIRA NA RETINA CAESP - Artes Aula 20-19/10/2016 IMPRESSIONISMO: IMPRESSÃO PASSAGEIRA NA RETINA O Impressionismo nasce no furor do século XIX, com todas as suas transformações e contradições imanentes. As revoluções tecnológicas

Leia mais

Impressionismo APOSTILA DE ARTES VISUAIS. 8º ano - 3º Trimestre. Monet trabalhando em seu barco, de Edouard Manet -1874

Impressionismo APOSTILA DE ARTES VISUAIS. 8º ano - 3º Trimestre. Monet trabalhando em seu barco, de Edouard Manet -1874 APOSTILA DE ARTES VISUAIS 8º ano - 3º Trimestre Impressionismo Monet trabalhando em seu barco, de Edouard Manet -1874 NOME: TURMA: ANO: PROFESSOR (A): 1 Impressionismo O impressionismo foi um movimento

Leia mais

Um breve Report da visita ao Hermitage, São Petersburgo, 3 de Setembro, 2017

Um breve Report da visita ao Hermitage, São Petersburgo, 3 de Setembro, 2017 Um breve Report da visita ao Hermitage, São Petersburgo, 3 de Setembro, 2017 O Hermitage é um museu peculiar. Era também o palácio de inverno dos Czares da Rússia, e combina as obras de arte com os decorados

Leia mais

ALUNO: Nº SÉRIE/ANO: TURMA: TURNO: 8º D V. DISCIPLINA: TIPO DE ATIVIDADE: PROFESSOR (A): HISTÓRIA DA ARTE TEXTO COMPLEMENTAR - 1 2º trimestre TATIANE

ALUNO: Nº SÉRIE/ANO: TURMA: TURNO: 8º D V. DISCIPLINA: TIPO DE ATIVIDADE: PROFESSOR (A): HISTÓRIA DA ARTE TEXTO COMPLEMENTAR - 1 2º trimestre TATIANE Fonte: http://www.musee-orsay.fr/fr/collections/catalogue-des-oeuvres/resultatcollection.html?no_cache=1&zoom=1&tx_damzoom_pi1%5bzoom%5d=0&tx_da mzoom_pi1%5bxmlid%5d=001089&tx_damzoom_pi1%5bback%5d=fr%2fcollec

Leia mais

CONTEXTUALIZANDO. Descobertas científicas implicaram grandes desenvolvimentos e transformações técnicas no século XIX.

CONTEXTUALIZANDO. Descobertas científicas implicaram grandes desenvolvimentos e transformações técnicas no século XIX. REALISMO CONTEXTUALIZANDO Descobertas científicas implicaram grandes desenvolvimentos e transformações técnicas no século XIX. O pensamento positivista doutrina o modelo científico como reconhecimento

Leia mais

Modernismo nas artes plásticas: Séculos XIX e XX

Modernismo nas artes plásticas: Séculos XIX e XX Modernismo nas artes plásticas: Séculos XIX e XX O que era ser um artista moderno? Vincent Van Gogh- Auto retrato com orelha decepada, (1889) Vincent Van Gogh Autorretrato com orelha decepada (1889) Todo

Leia mais

Percursos do Impressionismo Os pintores da vida moderna

Percursos do Impressionismo Os pintores da vida moderna Percursos do Impressionismo Os pintores da vida moderna A pintura impressionista resulta da forma singular e espontânea como cada artista, através da cor, reproduz sobre a tela as sensações ópticas do

Leia mais

Obras de Arte, uma experiência por meio do Minecraft.

Obras de Arte, uma experiência por meio do Minecraft. Obras de Arte, uma experiência por meio do Minecraft. Professora Sabrina Quarentani A.TEMA : Obras de Arte, uma experiência por meio do Minecraft. B. Professora: Sabrina Quarentani. Disciplina: Artes.

Leia mais

Cores. Misturando apenas essas três cores, em proporções e intensidades variadas, podemos obter todas as outras, mesmo as que não estão no

Cores. Misturando apenas essas três cores, em proporções e intensidades variadas, podemos obter todas as outras, mesmo as que não estão no Cores A cor é uma sensação provocada pela luz sobre o órgão da visão, isto é, sobre nossos olhos. A cor-luz pode ser observada através dos raios luminosos. Cor-luz é a própria luz que pode se decompor

Leia mais

HISTÓRIA DA ARTE. Modernidade. Professor Isaac Antonio Camargo

HISTÓRIA DA ARTE. Modernidade. Professor Isaac Antonio Camargo HISTÓRIA DA ARTE Modernidade 1 Professor Isaac Antonio Camargo Modernismo e Modernidade Modernismo e Modernidade são dois termos usados para identificar as obras de arte que ocorrem a partir do final do

Leia mais

SÉRIE/ANO: E.M. TURMA(S): A B C D DISCIPLINA: ARTE 18/10/2016 IMPRESSIONISMO

SÉRIE/ANO: E.M. TURMA(S): A B C D DISCIPLINA: ARTE 18/10/2016 IMPRESSIONISMO SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: E.M. TURMA(S):

Leia mais

Colégio Santa Clara. Aluno : nº 1ª série E.M. Professora: Ana Francisca Martins ARTES I Trimestre Ficha Academicismo

Colégio Santa Clara. Aluno : nº 1ª série E.M. Professora: Ana Francisca Martins ARTES I Trimestre Ficha Academicismo Colégio Santa Clara Aluno : nº 1ª série E.M. Professora: Ana Francisca Martins ARTES I Trimestre Ficha 1 1. Academicismo O termo academicismo faz uma referência à existência das academias e da produção

Leia mais

GIACOMETTI. Sempre há progresso/não refazer as coisas negativas 108. É preciso destruir (destrói mesmo?) tudo (= cabeça) 49

GIACOMETTI. Sempre há progresso/não refazer as coisas negativas 108. É preciso destruir (destrói mesmo?) tudo (= cabeça) 49 GIACOMETTI QUESTÕES SINTÁTICAS CONCEITO DE INACABAMENTO Inacabamento insatisfação 27/64 (não fim de obra) Inacabamento Cézanne 44 Tempo inacabamento 113 / 117 / 119 Obra não é abandonada enquanto há chance

Leia mais

Percursos do Impressionismo Os pintores da vida moderna

Percursos do Impressionismo Os pintores da vida moderna Percursos do Impressionismo Os pintores da vida moderna A pintura impressionista resulta da forma singular e espontânea como cada artista, através da cor, reproduz sobre a tela as sensações opticas do

Leia mais

Impressão: nascer do sol

Impressão: nascer do sol IMPRESSIONISMO França 1860 a 1886. Os impressionistas representavam sensações visuais imediatas através da cor e da luz. Seu objetivo principal era apresentar uma impressão ou as percepções iniciais registradas

Leia mais

CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL AULA ARTES. Aula 4.2 Conteúdo: Romantismo Realismo Impressionismo

CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL AULA ARTES. Aula 4.2 Conteúdo: Romantismo Realismo Impressionismo Aula 4.2 Conteúdo: Romantismo Realismo Impressionismo 1 Habilidades: Reconhecer diferentes funções da arte, do trabalho de produção dos artistas em seus meios culturais. 2 Romantismo Designa uma tendência

Leia mais

Material protegido pelas leis de direito autoral Proibida qualquer tipo de divulgação sem à devida autorização ou citada a fonte de forma correta.

Material protegido pelas leis de direito autoral Proibida qualquer tipo de divulgação sem à devida autorização ou citada a fonte de forma correta. O que é cor? É a percepção visual provocada pela ação de um feixe de fótons sobre as células especializadas da retina, células essas que transmitem informação através do nervo óptico para o sistema nervoso,

Leia mais

Universidade Cidade de São Paulo UNICID. Curso Superior de Tecnologia em Produção Publicitária. Core Curriculum: Arte e suas Linguagens

Universidade Cidade de São Paulo UNICID. Curso Superior de Tecnologia em Produção Publicitária. Core Curriculum: Arte e suas Linguagens Universidade Cidade de São Paulo UNICID Curso Superior de Tecnologia em Produção Publicitária Core Curriculum: Arte e suas Linguagens Pesquisa e Análise de Obra de Arte Nome Completo CA Priscila Nakayama

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Área de Ciências Humanas Disciplina: Série: 7ª Ensino Fundamental Professora: Ione Botelho Atividades para Estudos Autônomos Data: 5 / 9 / 2016 Valor: xxx pontos Aluno(a): Nº: Turma: Vamos rever nosso

Leia mais

Mulher de chapéu, Matisse 1905, Óleo sobre tela

Mulher de chapéu, Matisse 1905, Óleo sobre tela Mulher de chapéu, Matisse 1905, Óleo sobre tela O termo Fauvismo deriva de fauve (fera selvagem), exclamação feita pelo crítico de arte Louis Vauxcelles perante a exposição de pintura do Salão de Outono

Leia mais

aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa Impressionismo aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaa Profª Adalgiza

aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa Impressionismo aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaa Profª Adalgiza aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa Impres aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaa Século XIX Contexto social, político e cultural Transformações envolvendo mudanças procedentes de fatos como o desenvolvimento

Leia mais

Material protegido pelas leis de direito autoral Proibida qualquer tipo de divulgação sem à devida autorização ou citada a fonte de forma correta.

Material protegido pelas leis de direito autoral Proibida qualquer tipo de divulgação sem à devida autorização ou citada a fonte de forma correta. Qual a definição de desenho? Desenho é a representação artística de sentimentos, situações cotidianas, ideias, enfim, de qualquer coisa, situação ou sensação que o ser humano seja capaz de perceber. Por

Leia mais

MÉDIUM: JOSÉ MEDRADO

MÉDIUM: JOSÉ MEDRADO MÉDIUM: JOSÉ MEDRADO Brasileiro, baiano, nascido em Salvador em 1961; Diplomado em Letras Vernáculas pela Universidade Católica do Salvador, onde também cursou filosofia; Funcionário público federal concursado

Leia mais

SÉCULO XIX NO BRASIL: A MODERNIZAÇÃO DA ARTE

SÉCULO XIX NO BRASIL: A MODERNIZAÇÃO DA ARTE SÉCULO XIX NO BRASIL: A MODERNIZAÇÃO DA ARTE 1 Em meados do séc. XIX o Brasil passou por um período de crescimento econômico, estabilidade social e incentivo às letras, ciência e arte por parte do imperador

Leia mais

Módulo 9 A CULTURA DO CINEMA

Módulo 9 A CULTURA DO CINEMA Módulo 9 A CULTURA DO CINEMA A 1ª Grande Guerra Mundial (Julho de 1914 a Novembro de 1918) Criada pelas tensões nacionalistas dentro dos impérios e pela existência de minorias étnicas marginalizadas e

Leia mais

À LUZ DA IMAGEM. Carolina Ramos Nunes 1 CEART/ UDESC

À LUZ DA IMAGEM. Carolina Ramos Nunes 1 CEART/ UDESC IV Seminário Leitura de Imagens para a Educação: múltiplas mídias À LUZ DA IMAGEM Carolina Ramos Nunes 1 CEART/ UDESC Resumo Considerando os conhecimentos de análise e leitura de imagem, parte-se do pressuposto

Leia mais

PROFESSORA: MEIRE DE FALCO

PROFESSORA: MEIRE DE FALCO APOSTILA DE ARTE PROFESSORA: MEIRE DE FALCO 2º BIMESTRE NOME SÉRIE: IMPRESSIONISMO O Impressionismo foi um movimento artístico que revolucionou profundamente a pintura e deu início às grandes tendências

Leia mais

Século XIX na Europa: as inovações na arte. Romantismo e Realismo

Século XIX na Europa: as inovações na arte. Romantismo e Realismo Século XIX na Europa: as inovações na arte Romantismo e Realismo CONTEXTO HISTÓRICO AMBIENTE INTELECTUAL DE GRANDE REBELDIA :marxismo, anarquismo... NA POLÍTICA CAÍAM OS SISTEMAS DE GOVERNOS AUTORITÁRIOS.

Leia mais

MOVIMENTOS DE VANGUARDA

MOVIMENTOS DE VANGUARDA MOVIMENTOS DE VANGUARDA Séc. XIX Séc. XX Parte 1 História da Arte História do Mobiliário Aplicado Profª Natalia Pieroni MOVIMENTOS DE VANGUARDA LINHA DO TEMPO - HISTORIOGRAFIA Período PRÉ-HISTÓRIA Origens

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO DEPARTAMENTO DE EXPRESSÃO GRÁFICA CURSO DE DESIGN Apoio pedagógico Virtual: www.artevisualensino.com.br Modernidade e Modernismo

Leia mais

Expressionismo EDUARDO CARLETTO JUNIOR EDUARDO FALCHETTI SOVRANI GIAN CARLOS MENCATTO PAULO ROBERTO MASCARELLO VILMAR IBANOR BERTOTTI JUNIOR

Expressionismo EDUARDO CARLETTO JUNIOR EDUARDO FALCHETTI SOVRANI GIAN CARLOS MENCATTO PAULO ROBERTO MASCARELLO VILMAR IBANOR BERTOTTI JUNIOR Expressionismo ALUNOS: EDUARDO CARLETTO JUNIOR EDUARDO FALCHETTI SOVRANI GIAN CARLOS MENCATTO PAULO ROBERTO MASCARELLO VILMAR IBANOR BERTOTTI JUNIOR DEFINIÇÃO E PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS Movimento heterogêneo

Leia mais

aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaa Realismo Realismo Profª Adalgiza

aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaa Realismo Realismo Profª Adalgiza aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaa Realismo Entre 1850 e 1900 surge nas artes européias (em especial na pintura francesa) uma tendência estética chamada Realismo; A palavra

Leia mais

A MODA FEMININA NAS PINTURAS IMPRESSIONISTAS

A MODA FEMININA NAS PINTURAS IMPRESSIONISTAS A MODA FEMININA NAS PINTURAS IMPRESSIONISTAS Camila Cardoso, Especialização em Artes CA/UFPel camiila.cardoso@hotmail.com Carlos Alberto Ávila Santos, Centro de Artes/UFPel betosant@terra.com.br Resumo

Leia mais

O Impressionismo surgiu na França, nos primeiros anos da década de 1860, em Paris, centro cultural da Europa. Época de grandes transformações

O Impressionismo surgiu na França, nos primeiros anos da década de 1860, em Paris, centro cultural da Europa. Época de grandes transformações Impressionismo O Impressionismo surgiu na França, nos primeiros anos da década de 1860, em Paris, centro cultural da Europa. Época de grandes transformações industriais, econômicas, políticas e tecnológicas.

Leia mais

A arte do século XIX

A arte do século XIX A arte do século XIX Índice Introdução ; Impressionismo ; Romantismo ; Realismo ; Conclusão ; Bibliografia. Introdução Durante este trabalho irei falar e explicar o que é a arte no século XIX, especificando

Leia mais

COLÉGIO MONJOLO QUIZ N / 1 BIMESTRE

COLÉGIO MONJOLO QUIZ N / 1 BIMESTRE COLÉGIO MONJOLO QUIZ N 02 2017 / 1 BIMESTRE ARTE PROFESSORA LIA Data da entrega: 28/04/2017. Aluno (a): 8º Ano: Questão 01 Fundamentos da linguagem visual, os elementos constitutivos da comunicação visual,

Leia mais

Professor Hudson Oliveira

Professor Hudson Oliveira Professor Hudson Oliveira A revolução na pintura Tempo: segunda metade do século XIX. Espaço / origem: França. Contexto: Revolução Industrial 2ª fase. Novas Ideias: Liberalismo, Nacionalismo, Socialismo

Leia mais

PROVA DE AVALIAÇÃO DOS CONHECIMENTOS E COMPETÊNCIAS HISTÓRIA DAS ARTES VISUAIS - 2015

PROVA DE AVALIAÇÃO DOS CONHECIMENTOS E COMPETÊNCIAS HISTÓRIA DAS ARTES VISUAIS - 2015 PROVAS DESTINADAS A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS PROVA DE AVALIAÇÃO DOS CONHECIMENTOS E COMPETÊNCIAS HISTÓRIA DAS ARTES VISUAIS - 2015 Nome Cotações:

Leia mais

Técnico Design Interior

Técnico Design Interior Técnico Design Interior Principais movimentos artísticos do século XX Professora Alba Baroni Arquiteta Principais movimentos artísticos do século XX No século XX amplia-se as conquistas técnicas e progresso

Leia mais

Anais V CIPSI - Congresso Internacional de Psicologia Psicologia: de onde viemos, para onde vamos? Universidade Estadual de Maringá ISSN X

Anais V CIPSI - Congresso Internacional de Psicologia Psicologia: de onde viemos, para onde vamos? Universidade Estadual de Maringá ISSN X INTERAÇÕES NO ESTUDO DA PINTURA NA UNATI UEM Eloiza Amália B. Sestito* Regina Lúcia Mesti O presente texto tem por objetivo analisar a experiência pedagógica de estudo de pinturas impressionistas com os

Leia mais

Estilos de Representação e Apresentação no Desenho eliane bettocchi

Estilos de Representação e Apresentação no Desenho eliane bettocchi Maneirismo/Barroco/Rococó = apresentação naturalista observação do real representando, de maneira expressionista ou clássica, temas "ideais" em que os valores tonais preponderam e a sensação de "real"

Leia mais

MOVIMENTO ARTÍSTICO REALISMO: DESENVOLVIMENTO DE TRABALHOS PRÁTICOS COM ALUNOS DO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

MOVIMENTO ARTÍSTICO REALISMO: DESENVOLVIMENTO DE TRABALHOS PRÁTICOS COM ALUNOS DO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 15. CONEX Resumo Expandido - ISSN 2238-9113 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( x ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TECNOLOGIA E PRODUÇÃO ( ) TRABALHO

Leia mais

Programa Anual ARTE. A proposta. O trabalho do aluno. O trabalho do professor

Programa Anual ARTE. A proposta. O trabalho do aluno. O trabalho do professor Programa Anual ARTE A proposta O ensino da Arte na escola precisa possibilitar a produção de um auto-retrato das múltiplas faces e funções desta área de conhecimento, revelando as formas de ser e habitar

Leia mais

autorretratos Grandes Mestres

autorretratos Grandes Mestres Plínio Santos Filho - Ph.D. autorretratos Grandes Mestres aprenda Desenho e Pintura estudando Grandes Artistas ebook Desenho e Pintura Percepção Visual Anatomia Artística História da Arte e Gravura Prof.

Leia mais

Estudo da cor [breve síntese]

Estudo da cor [breve síntese] Estudo da cor [breve síntese] Sem luz não existe cor Aristóteles, filósofo grego que viveu de 384 a 322 ac, parece ter sido o primeiro a perceber que os olhos não podem ver a cor sem luz. A cor está presente

Leia mais

Piet Mondrian ( )

Piet Mondrian ( ) 7 de Março de 1872 nasceu em Amersfoort, na Holanda. Entre 1907 e 1920 na sua obra, propõe a abstracção e a redução dos elementos da realidade a uma linguagem formal estritamente geométrica, limitada à

Leia mais

Impressionismo e Pós Impressionismo

Impressionismo e Pós Impressionismo Escola Estadual Dr.Martinho Marques Edna Terezinha Perigo Barreto Pigari Baptista Impressionismo e Pós Impressionismo Taquarussu - Agosto de 2009. Escola Estadual Dr.Martinho Marques Edna Terezinha Perigo

Leia mais

Para começar esse passo a passo, temos que falar primeiramente sobre os materiais usados na produção dessa tela:

Para começar esse passo a passo, temos que falar primeiramente sobre os materiais usados na produção dessa tela: Neste trabalho o objetivo é fazer uma apresentação de todas as fases da pintura espatulada do tema ARARA VERMELHA de uma forma descontraída para que os artistas participantes possa observar todos os recursos

Leia mais

Obras Clássicas. Temas Clássicos beleza; perfeição; nobreza; retratos; mitologia (a maior parte das mitologias estão atadas a pelo menos uma religião)

Obras Clássicas. Temas Clássicos beleza; perfeição; nobreza; retratos; mitologia (a maior parte das mitologias estão atadas a pelo menos uma religião) Obras Clássicas Temas Clássicos beleza; perfeição; nobreza; retratos; mitologia (a maior parte das mitologias estão atadas a pelo menos uma religião) As Meninas, de Diego Rodriguez de Silva y Velázquez,

Leia mais

QUESTÕES VISUAIS AO LONGO DA HISTÓRIA Naturalismo Figurativismo Semiabstracionismo Abstracionismo

QUESTÕES VISUAIS AO LONGO DA HISTÓRIA Naturalismo Figurativismo Semiabstracionismo Abstracionismo Quais são as transformações estilísticas na História da Imagem? QUESTÕES VISUAIS AO LONGO DA HISTÓRIA Naturalismo Figurativismo Semiabstracionismo Abstracionismo Barroco Rococó Realismo Impressionismo

Leia mais

A TRANSIÇÃO DO SÉCULO XVIII PARA O SÉCULO XIX

A TRANSIÇÃO DO SÉCULO XVIII PARA O SÉCULO XIX A TRANSIÇÃO DO SÉCULO XVIII PARA O SÉCULO XIX Quando surgiu? Durante o século XVIII. Está ligado ao pensamento filosófico do Iluminismo. Como Surgiu? Através de achados arqueológicos durante o século XVIII

Leia mais

Pingos da Língua Portuguesa...

Pingos da Língua Portuguesa... Pingos da Língua Portuguesa... Pequenas doses de Gramática, Literatura e Redação para você... no Rio Branco/Campinas Vol. 8 2011 Gramática & Interpretação de textos Os estudos gramaticais podem auxiliar

Leia mais

VIDA COTIDIANA NO SÉCULO XIX Belle Époque

VIDA COTIDIANA NO SÉCULO XIX Belle Époque VIDA COTIDIANA NO SÉCULO XIX Belle Époque Curso: Ensino Médio Integrado Prof. Msc. Manoel dos Passos da Silva Costa 1 Vida cotidiana I INTRODUÇÃO Os governos liberais europeus tentaram garantir a instrução

Leia mais

Em 1822, Manet foi feito Cavaleiro da Legião de Honra pelo governo francês. Naquela época, o impressionismo estava obtendo uma grande aceitação, mas

Em 1822, Manet foi feito Cavaleiro da Legião de Honra pelo governo francês. Naquela época, o impressionismo estava obtendo uma grande aceitação, mas PÓS-IMPRESSIONISMO Em 1822, Manet foi feito Cavaleiro da Legião de Honra pelo governo francês. Naquela época, o impressionismo estava obtendo uma grande aceitação, mas deixara de ser um movimento pioneiro.

Leia mais

VANGUARDAS EUROPEIAS

VANGUARDAS EUROPEIAS VANGUARDAS EUROPEIAS Impressionismo (1870-1890) Briga com a Academia; Cotidiano comum; Impressão: o que o olho vê, luz natural, jogo de sombras com cores complementares, ausência de contornos. Claude Monet,

Leia mais

CARACTERÍSITICAS DO REALISMO

CARACTERÍSITICAS DO REALISMO REALISMO Entre 1850 e 1900 surge nas artes européias, sobretudo na pintura francesa, uma nova tendência estética chamada Realismo, que se desenvolveu ao lado da crescente industrialização das sociedades.

Leia mais

Arte 1º. Ano do Ensino Médio

Arte 1º. Ano do Ensino Médio Conteúdo Avaliativo 3º. Trimestre: Arte 1º. Ano do Ensino Médio 1. A transição do século XVIII XIX: Neoclassicismo/Romantismo/Realismo. 2. Impressionismo/Fotografia. 3. Vanguardas Europeias: Expressionismo/Cubismo/Surrealismo/Dadaísmo.

Leia mais

Impressionismo. Unidade I - O movimento Impressionista foi o ponto inicial para o surgimento do que, hoje, conhecemos como Arte Moderna.

Impressionismo. Unidade I - O movimento Impressionista foi o ponto inicial para o surgimento do que, hoje, conhecemos como Arte Moderna. Unidade I - Impressionismo O movimento Impressionista foi o ponto inicial para o surgimento do que, hoje, conhecemos como Arte Moderna. Impressão, nascer do sol Monet, 1872. No final do século 19, numa

Leia mais

Levando em consideração o valor das cores nas obras de arte, explique:

Levando em consideração o valor das cores nas obras de arte, explique: Atividade extra Módulo 1 Fascículo 1 Artes Unidade 1 Artes: Princípios e Linguagens Questão 1 As cores são capazes de nos transmitir diversas sensações, criar espaços, dar volume a um objeto, aproximá-lo

Leia mais

Sem luz não existe cor

Sem luz não existe cor Estudo da cor Sem luz não existe cor Aristóteles, um filósofo grego, que viveu de 384 a 322 ac, parece ter sido o primeiro a perceber que os olhos não podem ver a cor sem luz. A cor está presente na nossa

Leia mais

ARTE AULA 5 EAD ENSINO MÉDIO 3 ANO IMPRESSIONISMO

ARTE AULA 5 EAD ENSINO MÉDIO 3 ANO IMPRESSIONISMO ARTE AULA 5 EAD ENSINO MÉDIO 3 ANO IMPRESSIONISMO O Impressionismo foi um movimento que se manifestou, especialmente nas artes plásticas no fim do século XIX na França. Os impressionistas rejeitavam as

Leia mais

Estado de Santa Catarina MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DO OESTE PROCESSO SELETIVO Nº 003/2014 PROVA TIPO 01 CADERNO DE PROVAS CARGO: PROFESSOR DE ARTES

Estado de Santa Catarina MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DO OESTE PROCESSO SELETIVO Nº 003/2014 PROVA TIPO 01 CADERNO DE PROVAS CARGO: PROFESSOR DE ARTES 1 Estado de Santa Catarina MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DO OESTE PROCESSO SELETIVO Nº 003/2014 PROVA TIPO 01 CADERNO DE PROVAS CARGO: PROFESSOR DE ARTES NÃO HABILITADO Nome do candidato... Data./.../2014 2 Leia

Leia mais

PADRÃO DE ÁREAS NA PINTURA DE PAISAGEM.

PADRÃO DE ÁREAS NA PINTURA DE PAISAGEM. PADRÃO DE ÁREAS NA PINTURA DE PAISAGEM. Quando pensamos questões práticas da pintura, temos que descobrir a teoria. Uma teoria da prática, nada mais é que o imaginar de um fazer. Por isso estamos tentando

Leia mais

ESCOLA ADVENTISTA SANTA EFIGÊNIA EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL

ESCOLA ADVENTISTA SANTA EFIGÊNIA EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL Disciplina: Arte Prof.: Paula Caroline de Souza Turmas: 61 e 62 ESCOLA ADVENTISTA SANTA EFIGÊNIA EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL Rua Prof Guilherme Butler, 792 - Barreirinha - CEP 82.700-000 - Curitiba/PR

Leia mais

Décadas do design

Décadas do design Décadas do design 1880-2000 INTRODUÇÃO O Catalogo nome do catalogo apresenta alguns dos movimentos de arte que influenciaram o design brasileiro entre os anos 1880 a 2000. Aqui você poderá encontrar uma

Leia mais

HISTÓRIA das ARTES VISUAIS

HISTÓRIA das ARTES VISUAIS Origens Características Pintura de Constable e Turner e o Realismo de Manet Descoberta das qualidades Físicas da Luz, realizadas por Chevreul Exposição dos Artistas Recusados 1863 Paris, Centro cultural

Leia mais

Holanda: ladrões roubam obras de Picasso, Monet e outros famosos

Holanda: ladrões roubam obras de Picasso, Monet e outros famosos Holanda: ladrões roubam obras de Picasso, Monet e outros famosos Mulher diante de uma janela aberta, de Paul Gauguin, é um dos quadros que foram roubados do museu Kunsthal. Foto: AP Sete quadros de grande

Leia mais

Revisão/ 2 Ano/Arte. Neoclassicismo/ Romantismo/ Realismo/ Impressionismo/Pósimpressionismo/Neoimpressionismo/ Art noveau

Revisão/ 2 Ano/Arte. Neoclassicismo/ Romantismo/ Realismo/ Impressionismo/Pósimpressionismo/Neoimpressionismo/ Art noveau Revisão/ 2 Ano/Arte Neoclassicismo/ Romantismo/ Realismo/ Impressionismo/Pósimpressionismo/Neoimpressionismo/ Art noveau Neoclassicismo: Novo clássico. Novo resgate do vocabulário e das ideias que surgiram

Leia mais

Quanto ao aspecto visual podemos agrupar as texturas em:

Quanto ao aspecto visual podemos agrupar as texturas em: ARTE AULA 5 EAD 1 ANO TEXTURA Textura é o aspecto de uma superfície ou seja, a "pele" de uma forma, que permite identificá-la e distingui-la de outras formas. Quando tocamos ou olhamos para um objeto ou

Leia mais

VANGUARDAS EUROPÉIAS

VANGUARDAS EUROPÉIAS VANGUARDAS EUROPÉIAS VANGUARDA Em seu sentido literal, vanguarda (vem do francês Avant Garde, guarda avante ) faz referência ao batalhão militar que precede as tropas em ataque durante uma batalha.daí

Leia mais

Colégio Avanço de Ensino Programado

Colégio Avanço de Ensino Programado α Colégio Avanço de Ensino Programado Trabalho de Recuperação1º Semestre - 1º Bim. /2016 Nota: Professor (a): Lúcia Disciplina: Arte Turma: 8º Ano Ensino Fundamental Nome: Nº: ORIENTAÇÕES PARA DESENVOLVIMENTO

Leia mais

História das artes visuais Professora Vaz

História das artes visuais Professora Vaz História das artes visuais - 2015 Professora Vaz Antes da Renascença: - Naturalismo por si mesmo, - Pintura e escultura deixaram de ser totalmente símbolo, - Conexão com o mundo e não caráter transcendental

Leia mais

Apostila de Física 33 Introdução à Óptica Geométrica

Apostila de Física 33 Introdução à Óptica Geométrica Apostila de Física 33 Introdução à Óptica Geométrica 1.0 Definições Raios de luz Linhas orientadas que representam, graficamente, a direção e o sentido de propagação da luz. Conjunto de raios de luz Feixe

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Reflexão. Física. Aprendizagem. Introdução

PALAVRAS-CHAVE Reflexão. Física. Aprendizagem. Introdução 14. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido - ISSN 2238-9113 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO

Leia mais

Colégio Técnico Educáre Curso Técnico de Design de Interiores. Modulo 1 - CORES NOS AMBIENTES TEORIA DAS CORES. Professora Arq.

Colégio Técnico Educáre Curso Técnico de Design de Interiores. Modulo 1 - CORES NOS AMBIENTES TEORIA DAS CORES. Professora Arq. Colégio Técnico Educáre Curso Técnico de Design de Interiores Modulo 1 - CORES NOS AMBIENTES TEORIA DAS CORES Professora Arq. SIMONE CAMILLO Você já tentou perceber o mundo em preto e branco? Você já pensou

Leia mais

DO ADVENTO DA FOTOGRAFIA ÀS PINTURAS DAS VANGUARDAS EUROPEIAS: (DO IMPRESSIONISMO AO ABSTRACIONISMO)

DO ADVENTO DA FOTOGRAFIA ÀS PINTURAS DAS VANGUARDAS EUROPEIAS: (DO IMPRESSIONISMO AO ABSTRACIONISMO) DO ADVENTO DA FOTOGRAFIA ÀS PINTURAS DAS VANGUARDAS EUROPEIAS: (DO IMPRESSIONISMO AO ABSTRACIONISMO) OF THE ADVENT OF PHOTOGRAPHY TO THE PAINTINGS OF THE EUROPEAN VANGUARDS: (FROM IMPRESSIONISM TO ABSTRACTIONISM)

Leia mais

DO ADVENTO DA FOTOGRAFIA ÀS PINTURAS DAS VANGUARDAS EUROPEIAS: (DO IMPRESSIONISMO AO ABSTRACIONISMO)

DO ADVENTO DA FOTOGRAFIA ÀS PINTURAS DAS VANGUARDAS EUROPEIAS: (DO IMPRESSIONISMO AO ABSTRACIONISMO) RPGM REVISTA ACADÊMICA DO ADVENTO DA FOTOGRAFIA ÀS PINTURAS DAS VANGUARDAS EUROPEIAS: (DO IMPRESSIONISMO AO ABSTRACIONISMO) OF THE ADVENT OF PHOTOGRAPHY TO THE PAINTINGS OF THE EUROPEAN VANGUARDS: (FROM

Leia mais

APOSTILA DE ARTES VISUAIS 7º

APOSTILA DE ARTES VISUAIS 7º Colégio Pedro II Campus São Cristóvão II APOSTILA DE ARTES VISUAIS 7º ano 1º trimestre Unidade I Cor Nome: Nº.: Turma: Ano: Professor(a): 1 Cor No momento, meu espírito está inteiramente tomado pela lei

Leia mais