Resultados do exercício social do 1T07: Receita Líquida sobe 9,8% em relação ao trimestre anterior

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Resultados do exercício social do 1T07: Receita Líquida sobe 9,8% em relação ao trimestre anterior"

Transcrição

1 Resultados do exercício social do 1T07: Receita Líquida sobe 9,8% em relação ao trimestre anterior São Paulo, 15 de maio de 2007 A Primav Ecorodovias S.A. (Ecorodovias), que administra a Ecovias dos Imigrantes (SP), Ecovia Caminho do Mar (PR), Ecosul - Rodovias do Sul (RS), Ecopátio Logística (SP) e STP - Serviços e Tecnologia de Pagamentos, anuncia seus resultados referentes ao primeiro trimestre de 2007 (1T07). As informações financeiras e operacionais abaixo são apresentadas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil. As comparações, exceto onde indicado o contrário, referem-se ao primeiro trimestre de 2006 (1T06). DESTAQUES OPERACIONAIS E FINANCEIROS DESTAQUES OPERACIONAIS E FINANCEIROS Relações com investidores Roberto Koiti Nakagome Diretor de Relações com Investidores Raquel Turano de Souza Relações com Investidores Website Endereço Av. Brigadeiro Faria Lima, 3900, 11º andar CEP São Paulo - SP Telefone (11) A receita líquida consolidada somou R$ 161,8 milhões no 1T07, representando um crescimento de 9,8% em relação ao 1T06. O EBITDA de R$ 113,3 milhões no 1T07 apresentou um crescimento de 4,3% em relação ao 1T06, verificando uma margem EBITDA de 70,0%. O tráfego de veículos pedagiados nas rodovias apresentou um crescimento de 8,3% em relação ao 1T06, totalizando mil veículos equivalentes pagantes. O lucro líquido consolidado no 1T07 apresentou queda de 18,9% em relação ao 1T06, devido ao impacto do crescimento do resultado financeiro negativo obtido no trimestre. A Ecovias dos Imigrantes, concessionária que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes, registrou recorde de tráfego nas estradas durante o carnaval de DESTAQUES 1T07 1T06 Var. Tráfego (1) ,30% em R$ milhões Receita Líquida 161,8 147,3 9,80% EBIT (2) 85,4 79,4 7,60% Lucro Líquido 45,8 56,5 (18,90%) EBITDA (3) 113,3 108,6 4,30% Margem EBITDA 70,0% 73,70% (3,7 p.p) Dívida Líquida 403,6 222,8 81,10% 1 em milhares de eixos equivalentes 2 EBIT = Receita Líquida - Custo dos Serviços Prestados - Desp. Gerais e Administrativas 3 EBITDA = EBIT + Depreciação e amortização 1

2 COMPANHIA COMPANHIA Perfil Corporativo A Ecorodovias é uma empresa holding, de capital aberto registrada na CVM, cujos acionistas são Primav Construções e Comércio S.A. (Grupo CR Almeida) e Impregilo International Infrastuctures N.V. (Grupo Impregilo) Quarenta e um milhões de veículos circulam por ano nos 937,3 quilômetros de rodovias administradas pela Ecorodovias. Através de suas concessionárias, Ecovias dos Imigrantes (SP), Ecovia Caminho do Mar (PR) e Ecosul - Rodovias do Sul (RS), o grupo é responsável hoje por 0,54 % da malha rodoviária do país e 9,5% dos trechos sob concessão. Essas rodovias têm como característica principal ligar os maiores centros produtores e de consumo do país aos três mais importantes portos brasileiros: Porto de Santos, na Ecovias dos Imigrantes; Porto de Paranaguá, na Ecovia Caminho do Mar; e Porto do Rio Grande, na Ecosul. Por elas, passam hoje mais de 40% de todas as mercadorias movimentadas nos principais corredores de importação e exportação brasileiros e são importantes pólos de turismo do litoral brasileiro Além das concessionárias, a Companhia também detém participação de 12,75% no controle da STP - Serviços e Tecnologia de Pagamentos, empresa voltada ao desenvolvimento dos sistemas de cobrança eletrônica de pedágio e estacionamento. Através da criação da Ecopátio Logística, a Ecorodovias iniciou, em 2006, a sua atuação na área de logística portuária, assumindo a concessão de uso de uma área de 442,7 mil metros quadrados, localizada no município de Cubatão SP. As obras para a implantação de um pátio intermodal e regulador do fluxo de caminhões e cargas com destino ao Porto de Santos são financiadas pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) foram iniciadas em abril de ANÁLISE DO RESULTADO CONSOLIDADO Receita Bruta A receita bruta consolidada no 1T07 totalizou R$ 170,6 milhões, o que corresponde a um crescimento de 9,5% em comparação ao 1T06. Esse acréscimo é devido basicamente ao crescimento de tráfego pedagiado nas concessionárias. Receita Bruta 1T07 1T06 Var. Em milhares de R$ Ecovias dos Imigrantes ,3% Ecovia Caminho do Mar ,2% Ecosul - Rodovias do Sul ,8% Ecopátio Logística Total ,5% Tanto o tráfego pedagiado medido pelo número de veículos quanto pelo conceito de eixos equivalentes apresentaram sólido crescimento nas comparações trimestrais. O volume de tráfego pedagiado, medido pelo número de veículos no 1T07, teve um crescimento de 4,7% em relação ao 1T06, sendo que o tráfego pedagiado medido pelo conceito de eixos equivalentes apresentou um crescimento de 8,3% em relação ao mesmo período do ano anterior. As três concessionárias do grupo apresentaram crescimento de tráfego pedagiado, com destaque neste primeiro trimestre para Ecovia (13,3%) e Ecosul (15,9%), influenciados pelo aumento do fluxo de transportes de cargas aos portos e pelo turismo às regiões litorâneas. A evolução do tráfego consolidado nas rodovias administradas pela Ecorodovias está apresentada abaixo: 2

3 Volume de Tráfego 1T07 1T06 Var. (nº veículos pagantes) Ecovias dos Imigrantes ,6% Ecovia Caminho do Mar ,7% Ecosul - Rodovias do Sul ,0% Total ,7% Eixos Equivalentes (pagantes) 1T07 1T06 Var. Ecovias dos Imigrantes ,1% Ecovia Caminho do Mar ,3% Ecosul - Rodovias do Sul ,9% Total ,3% Nota: Eixo equivalente é uma unidade básica de referência em estatísticas de cobrança de pedágio no mercado brasileiro. Veículos leves, tais como carros de passeio, correspondem a uma unidade de eixo equivalente. Veículos pesados, como caminhões e ônibus são convertidos em eixos equivalentes por um multiplicador aplicado sobre o número de eixos do veículo, conforme estabelecido nos termos de cada contrato de concessão. A tarifa média por eixo equivalente apresentou queda de 0,8% na Ecovias dos Imigrantes, crescimento de 2,4% na Ecovia Caminho do Mar e crescimento de 10,8% na Ecosul, quando comparamos o 1T07 com o mesmo período do ano anterior. Na Ecovias dos Imigrantes, responsável por 72,5% da receita da Ecorodovias, a queda de 0,8% na tarifa média reflete o reajuste contratual negativo de 0,3% aplicado em 1º de julho de A Ecovia Caminho do Mar reajustou suas tarifas de pedágio em 1º de dezembro de 2006, no percentual médio de 3,3%. O aumento da tarifa média da Ecosul, referente à correção contratual e recomposição de tarifas básicas no período, reflete o reajuste de tarifa estabelecido em contrato de 11,6%, tanto para veículos de passeio como para veículos comerciais, a partir de 1º de janeiro de Tarifa Média (R$ /eixo equivalente) 1T07 1T06 Var. Ecovias dos Imigrantes 9,58 9,66 (0,8%) Ecovia Caminho do Mar 9,87 9,64 2,4% Ecosul - Rodovias do Sul 4,63 4,18 10,8% Consolidado 8,65 8,64 0,0% No primeiro trimestre de 2006, as receitas acessórias e de prestação de serviços somaram R$ 7,2 milhões, apresentando um aumento de 46,1% sobre os R$ 4,9 milhões do 1T06., Custos Operacionais e Despesas Administrativas O custo dos serviços prestados e despesas administrativas no 1T07 apresentaram uma variação positiva de 12,3% sobre o mesmo período do ano anterior, somando R$ 75,9 milhões. Esta variação ocorreu principalmente devido ao início das operações da Ecopátio Logística, do ECSC (Centro de Serviços Corporativos) e ECSE (Centro de Serviços de Engenharia) em abril de 2006, além dos contínuos estudos para prospecção de novos negócios. Além destes, na Ecovias, houve o aumento com despesas de CPMF e aumento de gastos com manutenção e limpeza das rodovias em função do maior volume de tráfego e ocorrência de chuvas na região da serra do mar. A tabela abaixo apresenta, em maiores detalhes, os custos operacionais e despesas administrativas da Ecorodovias: 3

4 Custos Operacionais e Despesas Administrativas em milhares de R$ 1T07 1T06 Var. Pessoal ,9% Conservação e Manutenção ,4% Serviços de terceiros ,3% Seguros ,5% Poder Concedente ,4% Depreciação (5,3%) Outros ,2% TOTAL ,3% EBIT No 1T07, o EBIT (receita líquida custo dos serviços prestados despesas gerais e administrativas) totalizou R$ 85,4 milhões, um aumento de 7,5% em relação ao 1T06. EBITDA O EBITDA (EBIT + depreciação e amortização) no 1T07, no valor de R$ 113,3 milhões, foi superior em 4,3% em relação ao mesmo período do ano anterior. A margem EBITDA de 70,0% em 2006 reduziu-se em 3,7 pontos percentuais em relação à margem obtida no mesmo período do ano anterior. Resultado Financeiro Conforme demonstrado abaixo, o resultado financeiro líquido no 1T06 havia sido afetado fortemente pela apreciação do real frente ao dólar, posto que a companhia possuía grande parte de seu endividamento financeiro vinculado à moeda estrangeira. Em dezembro de 2006, a Ecovias dos Imigrantes reestruturou sua dívida através da primeira emissão de debêntures, no montante de R$ 450 milhões, destinados à liquidação de financiamentos contraídos junto ao BID e BNDES e, com conseqüente alongamento do perfil da dívida e eliminação do risco cambial. O aumento da variação monetária passiva também foi resultante da troca dos índices vinculados à dívida (IGP-M). A tabela a seguir apresenta o resultado financeiro em maiores detalhes: Efeito Financeiro Líquido em milhares de R$ 1T07 1T06 Var. Juros (financiamentos/debêntures) (13.306) (12.258) 8,6% Variação Cambial n.m Variação Monetária (4.768) (1.176) 411,2% Operações de hedge - (2.403) n.m Receitas de Aplicações Financeiras ,2% Outros Efeitos Financeiros (951) (2.692) (64,7%) TOTAL (16.320) (1.060,9%) Imposto de Renda e Contribuição Social O 1T07 apresentou diminuição de 11,3% nos valores de imposto de renda e contribuição social em comparação ao 1T06, Tal redução foi ocasionada principalmente pelo impacto do efeito financeiro negativo, conforme mencionado anteriormente. Lucro Líquido O lucro líquido do trimestre de R$ 45,8 milhões representou uma redução de 18,9% em relação aos R$ 4

5 56,5 milhões no mesmo trimestre do ano anterior, devido ao impacto do crescimento do resultado financeiro negativo obtido em 2006, conforme mencionado anteriormente. ENDIVIDAMENTO Em 31 de março de 2006, a dívida total da Ecorodovias somava R$ 501,9 milhões, apresentando uma elevação de 10,3% sobre os R$ 454,8 milhões apresentados no primeiro trimestre de A dívida líquida, também apresentou crescimento, sendo 81,0% superior ao 1T06. A emissão de R$ 450 milhões em debêntures da Ecovias dos Imigrantes, responsável por cerca de 95% da dívida total do grupo, alterou significativamente o perfil da dívida, prolongando seus vencimentos para até 2014 e proporcionando grande flexibilidade no gerenciamento de seu fluxo de caixa. A tabela abaixo apresenta a composição da dívida em detalhes: Perfil de Endividamento em milhares de R$ 31/03/ /03/2006 Var. JUROS Debêntures ,3% IGP-M + 9,50%; 104,00% CDI e (4) Financiamento BID (1) Fixed rates + 4,75% aa; Libor + 4,5% aa Financiamento BNDES TJLP + 5,00% aa / (*) Financiamento BBVA (2) (65,3%) 5,18% aa + 5,41% aa Unibanco ,0% CDI + 6,17% aa Banco ABC CDI + 4,91%aa Outros Empréstimos (24,1%) - Divida Total ,3% Caixa (3) (57,5%) Divida Líquida ,0% (*) Unidade Monetária do BNDES (1) Financiamento em dólares (2) Financiamento em euros (3) Caixa inclui Disponibilidades e Aplicações Financeiras (4) A remuneração das debêntures é de 0,7208% a.m. mais 3% da receita operacional líquida, acrescida da atualização pelo IGP-M. A amortização ocorrerá em quatro anos consecutivos, a partir do 5º dia útil do mês de setembro de CAPEX Os investimentos realizados no primeiro trimestre de 2007 na Ecorodovias foram 2,1% superiores em comparação ao valor realizado no mesmo período de 2006, atingindo R$ 16,4 milhões. CAPEX Em milhares de R$ 1T07 1T06 Var. Ecovias dos Imigrantes (4,4%) Ecovia Caminho do Mar (10,6%) Ecosul Rodovias do Sul (16,2%) Ecopátio Logística n.m. Outras empresas (*) ,0% Total ,1% (*) Ecorodovias, ECSC e ECSE 5

6 FATOS RECENTES Novo Acordo de Acionistas Fato Relevante publicado em 18 de janeiro de 2007 Novo Acordo de Acionistas foi celebrado em 15 de janeiro de 2007 entre Primav Construções e Comércio S.A. e Impregilo International Infrastructures N.V. e, em Assembléia Geral Extraordinária, foi aprovada a alteração do estatuto Social da companhia, visando adaptá-lo às melhores práticas de Governança Corporativa. Ecovias dos Imigrantes recebe mais de 514 mil veículos no carnaval Notícia publicada em 22 de fevereiro de 2007 A Ecovias dos Imigrantes, concessionária que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes, registrou recorde de tráfego nas estradas durante o carnaval de Passaram pelos pedágios do SAI, em direção ao litoral, mais de 514 mil veículos. O tráfego é o maior desde que a empresa assumiu a concessão do Sistema, Há nove anos. Ecorodovias anuncia pagamento de dividendos Notícia publicada em 27 de março de 2007 A Ecorodovias anunciou o pagamento de dividendos aos acionistas no valor de R$ 40 milhões. Os dividendos foram distribuídos com base em balanço levantado em 31 de dezembro de EMPRESAS DO GRUPO Todos os anos, mais de 30 milhões de veículos trafegam nos 176,8 quilômetros das rodovias do Sistema Anchieta-Imigrantes. Operado pela concessionária Ecovias, o sistema é o principal corredor de exportação para o Porto de Santos, o maior da América Latina, e liga a região metropolitana de São Paulo ao Pólo Petroquímico de Cubatão, às indústrias do ABCD e à Baixada Santista. As rodovias são importantes tanto para veículos pesados, responsáveis pelo transporte de bens para o comércio exterior e produtos importados, quanto para carros de passeio, que vão em direção ao litoral. A concessionária Ecovia Caminho do Mar é responsável pelo conjunto de rodovias federais e estaduais que formam o principal corredor de transporte de bens do Paraná. Por elas circulam, anualmente, quase cinco milhões de veículos, dos quais 30% transportam cargas. A empresa administra 85,7 quilômetros da BR-277, entre Curitiba (PR) e Paranaguá (PR); as estradas estaduais PR-508 e PR- 407, que dão acesso a Matinhos, Pontal do Paraná, e Praia de Leste, no litoral do Estado; e mantém 38,4 quilômetros das rodovias de acesso: PR-804, PR-408 e PR-411. A Ecovia já executou boa parte do cronograma de obras previsto em contrato e já investiu cerca de R$ 100 milhões. Os recursos foram aplicados na infra-estrutura operacional, na instalação dos três postos de atendimento ao usuário, na compra de viaturas e ambulâncias, em obras de restauração, recuperação, conservação, manutenção e sinalização da BR-277 e das PR-407 e PR-508, na construção da terceira faixa da BR-277 na subida da serra e na construção do viaduto na interseção da rodovia com a avenida Rui Barbosa. 6

7 A Ecosul - Rodovias do Sul administra a maior malha viária do Brasil, conhecida como Pólo Rodoviário de Pelotas (RS). Essa concessão reúne cinco trechos vitais para as economias regional e nacional. O maior deles, conhecido como corredor do Mercosul, tem 123 quilômetros. Somente pelo trecho entre Pelotas e Porto do Rio Grande, o terceiro em movimentação de cargas do Brasil, trafegam 16,5 milhões de toneladas de bens por ano. Cerca de 46% dos 6,3 milhões de veículos que trafegam anualmente pelas rodovias administradas pela Ecosul são de carga. Além da relevância econômica, as estradas exercem importante papel turístico, pois são o principal acesso para uruguaios e argentinos ao litoral brasileiro. O Grupo STP Serviços e Tecnologia de Pagamentos S.A. foi criado com o principal interesse de facilitar a vida dos usuários de rodovias e estacionamentos, expandindo a cobrança eletrônica de pedágios e garantindo maior fluidez às estradas em que atua em âmbito nacional. Atualmente, a STP administra o pedágio eletrônico de concessões rodoviárias dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Rio Grande do Sul, possuindo cerca de tags do sistema de cobrança eletrônica de pedágio instalados. Além de administrar o pedágio eletrônico de concessões rodoviárias, a STP já ampliou seus serviços para estacionamentos de shopping centers em São Paulo e Rio de Janeiro e estacionamento do Aeroporto de Congonhas. Estender o uso da tecnologia a estacionamentos e outros empreendimentos é uma estratégia com alto potencial de expansão da base de clientes do sistema. A Ecopátio Logística foi criada em abril de 2006 com o objetivo de administrar o terminal intermodal e regulador de fluxo de caminhões e cargas com destino ao Porto de Santos. Este terminal está localizado no município de Cubatão - SP e possui uma área de 442,7 mil metros quadrados que permitirá a criação de cerca de vagas estáticas e rotativas para caminhões e cargas. Através da aplicação do que há de mais moderno em sistemas de monitoramento e controle de tráfego, aliada à experiência da Ecorodovias na área de operação rodoviária, este projeto pioneiro irá ajudar os exportadores brasileiros e o Porto de Santos na administração logística de seus produtos, diminuindo significativamente o tempo e o custo do processo de exportação. O projeto conta com o apoio do BNDES para o financiamento das obras, as quais têm valor estimado em R$ 92 milhões e previsão de finalização no início de ECSC Centro de Serviços Corporativos modernizou a gestão da companhia, unificando os serviços administrativos, financeiros, de recursos humanos, de TI e automação.para prestação de serviços às unidades de negócio do grupo. Dentro do mesmo conceito, o ECSE Centro de Serviços de Engenharia tem o objetivo de modernizar a gestão da companhia, centralizando os projetos de engenharia das empresas e as compras corporativas. Esse tipo de centro, tendência na gestão de empresas, é adotado como forma de unificar práticas e procedimentos e reduzir custos. 7

8 Estas informações e declarações contêm considerações futuras referentes às perspectivas de negócios, que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais considerações refletem as crenças e perspectivas de nossa Administração e a informações que a Companhia possui acesso. As declarações sobre o futuro não são garantias de desempenho e as condições dependem, sobretudo, das condições econômicas, de mercado, políticas governamentais e fatores operacionais. Portanto, os resultados futuros das empresas do grupo poderão diferir significativamente das atuais expectativas. BALANÇO CONSOLIDADO R$ milhões ATIVO 31/03/ /03/2006 Ativo circulante Disponibilidades 25,6 69,7 Aplicações financeiras 72,9 162,3 Contas a receber 21,4 15,0 Dividendos a receber 0,4 - Impostos a recuperar 19,3 13,1 Imposto de renda e contribuição social diferidos 17,9 Despesas antecipadas 3,4 2,7 Outros créditos 2,1 2,6 Total do Ativo Circulante 145,1 283,3 Ativo não circulante Realizável a longo prazo Imposto de renda e contribuição social diferidos 2,4 3,8 Despesas antecipadas 7,4 - Créditos diversos 6,4 Permanente Investimento 3,8 12,0 Ágio 21,7 Imobilizado 1.111, ,4 Diferido - - Total do Ativo Não Circulante 1.147, ,6 Total do Ativo 1.292, ,9 8

9 BALANÇO CONSOLIDADO R$ milhões PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO 31/03/ /03/2006 Passivo circulante Fornecedores 23,0 10,6 Empréstimos e financiamentos 4,2 92,4 Debêntures 26,4 9,1 Impostos, taxas e contribuições 6,9 8,6 Transações com partes relacionadas 1,5 - Credor pela concessão 11,2 10,9 Salários e obrigações sociais 9,6 8,1 Provisão imposto de renda e contribuição social 24,0 16,1 Imposto de renda e contribuição social diferidos 5,3 20,5 Dividendos a pagar 5,7 132,7 Dividendos de minoritários - - Juros s/ capital próprio - 5,2 Outras contas a pagar 5,8 7,3 Total do Passivo Circulante 123,6 321,5 Passivo não circulante Empréstimos e financiamentos 11,6 344,3 Debêntures 459,7 9,0 Credor pela concessão 102,4 107,9 Imposto de renda e contribuição social diferidos 47,8 88,0 Provisão para contingências 5,4 7,0 Obrigações fiscais 1,4 - Adiantamento de clientes 5,9 6,4 Outras contas a pagar - 2,5 Total do Passivo Não Circulante 634,2 565,1 Participação minoritária em controladas 2,3 5,3 Patrimônio líquido Capital social 466,7 466,7 Reservas de lucros 19,6 12,9 Lucros Acumulados 45,8 50,4 Total Patrimônio Líquido 532,1 530,0 Total do Passivo e do Patrimônio Líquido 1.292, ,9 9

10 DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADO CONSOLIDADO R$ milhões 1T07 1T06 Var Receita Bruta 170,7 155,8 9,6% Receita de Pedágio 163,5 150,9 8,3% Outras Receitas 7,2 4,9 46,9% Impostos (8,9) (8,5) 4,7% Receita Líquida 161,8 147,3 9,8% Custo dos Serviços Prestados (59,2) (55,4) 6,9% Lucro Bruto 102,6 91,9 11,6% Margem Bruta 63,4% 62,4% Despesas Gerais e Administrativas (16,7) (12,2) 36,9% Amortização de Ágio sobre Investimentos (0,5) (0,3) 66,7% EBIT* 85,4 79,4 7,6% Margem EBIT 52,8% 53,9% (1,1 p.p.) Efeito Financeiro Líquida (16,3) 1,7 (1058,8%) Resultado Não Operacional 0,0 1,9 n.m. Equivalência Patrimonial 0,4 0,2 n.m. Lucro Antes do IR & CS 69,5 83,2 (16.5%) IR e Contribuição Social (23,2) (26,2) (11,3%) Participação dos Minoritários (0,4) (0,5) (20,0%) Lucro Líquido 45,8 56,5 (18,9%) Margem Líquida 28,3% 38,4% Depreciação e Amortização 27,9 29,2 (4,5%) EBITDA** 113,3 108,6 4,3% Margem EBITDA 70,0% 73,7% (3,7 p.p.) (*) EBIT = Receita Líquida - Custos dos Serviços Prestados - Desp. Gerais e Administrativas (**) EBITDA = EBIT + Depreciação e Amortização 10

Resultados do exercício social do 9M07: Receita Líquida sobe 12,4% e margem EBITDA atinge 69,8%

Resultados do exercício social do 9M07: Receita Líquida sobe 12,4% e margem EBITDA atinge 69,8% Resultados do exercício social do 9M07: Receita Líquida sobe 12,4% e margem EBITDA atinge 69,8% São Paulo, 16 de novembro de 2007 A Primav Ecorodovias S.A. (Ecorodovias), que administra a Ecovias dos Imigrantes

Leia mais

Ecovias dos Imigrantes anuncia resultados do 1T14 com: Receita Líquida cresce 22,7%

Ecovias dos Imigrantes anuncia resultados do 1T14 com: Receita Líquida cresce 22,7% Ecovias dos Imigrantes anuncia resultados do 1T14 com: Receita Líquida cresce 22,7% São Bernardo do Campo, 06 de maio de 2013 A Concessionária Ecovias dos Imigrantes S.A. anuncia seus resultados referentes

Leia mais

Teleconferência. Resultados do 2T de Agosto de 2011

Teleconferência. Resultados do 2T de Agosto de 2011 Teleconferência Resultados do 2T11 1 12 de Agosto de 2011 AVISO LEGAL Esta apresentação poderá conter considerações referentes as perspectivas futuras do negócio, estimativas de resultados operacionais

Leia mais

Confab Anuncia Resultados para o Terceiro Trimestre de 2008

Confab Anuncia Resultados para o Terceiro Trimestre de 2008 Confab Anuncia Resultados para o Terceiro Trimestre de 2008 São Paulo, 30 de outubro de 2008. Confab Industrial S.A. (BOVESPA: CNFB4), uma empresa Tenaris, anunciou hoje os resultados correspondentes ao

Leia mais

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 1999.

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 1999. Contatos: Walmir Urbano Kesseli Joana Dark Fonseca Serafim Telefone: (041)305-5447 Fax: (041)305-3074 E-mail: joana.serafim@telecelularsul.com.br Homepage: www.telecelularsul.com.br TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES

Leia mais

Esta apresentação poderá conter certas projeções e tendências que não são resultados financeiros realizados, nem informação histórica.

Esta apresentação poderá conter certas projeções e tendências que não são resultados financeiros realizados, nem informação histórica. Resultados 2T12 Aviso Esta apresentação poderá conter certas projeções e tendências que não são resultados financeiros realizados, nem informação histórica. Estas projeções e tendências estão sujeitas

Leia mais

2T05 DESEMPENHO DA MRS LOGÍSTICA HYPERLINK 2 TRIMESTRE DE 2005

2T05 DESEMPENHO DA MRS LOGÍSTICA HYPERLINK 2 TRIMESTRE DE 2005 DESEMPENHO DA MRS LOGÍSTICA HYPERLINK 2 TRIMESTRE DE 2005 2T05 MRS BATE NOVOS RECORDES: 9,35 MILHÕES DE TONELADAS EM MAIO E ATINGE LUCRO LÍQUIDO DE MAIS DE R$199 MILHÕES NO 1 SEMESTRE A MRS Logística S.A.

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 4T04 3T05 4T05

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 4T04 3T05 4T05 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 09 de fevereiro de 2006. Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (NYSE:EMT; BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

Informações Consolidadas

Informações Consolidadas METALÚRGICA GERDAU S.A. e empresas controladas Desempenho da Gerdau no 2 o trimestre As Demonstrações Financeiras Consolidadas da Metalúrgica Gerdau S.A. são apresentadas em conformidade com as normas

Leia mais

Comentário de Desempenho 1º Trimestre de 2004

Comentário de Desempenho 1º Trimestre de 2004 Comentário de Desempenho 1º Trimestre de 24 Rio de Janeiro, 5 de Maio de 24 A Lojas Americanas S/A (Bovespa: LAME3 - ON e LAME4 - PN), empresa que atua no setor do varejo de descontos (com 127 lojas em

Leia mais

A GRU Airport anuncia EBITDA ajustado de R$ 218,2 milhões com margem de 55,3% no 2T16.

A GRU Airport anuncia EBITDA ajustado de R$ 218,2 milhões com margem de 55,3% no 2T16. A GRU Airport anuncia EBITDA ajustado de R$ 218,2 milhões com margem de 55,3% no 2T16. São Paulo, 10 de agosto de 2016 As informações trimestrais (2TR) e as demonstrações financeiras padronizadas (DFP)

Leia mais

Energisa Borborema - Distribuidora de Energia S/A Resultados do 1º trimestre de 2016

Energisa Borborema - Distribuidora de Energia S/A Resultados do 1º trimestre de 2016 Resultados do 1º trimestre de 2016 Cataguases, 13 de maio de 2016 A Administração da ( Energisa Borborema ou Companhia ) apresenta os resultados do primeiro trimestre (1T16). As informações financeiras

Leia mais

Informações Consolidadas

Informações Consolidadas METALÚRGICA GERDAU S.A. e empresas controladas Desempenho no 1 o trimestre As Demonstrações Financeiras Consolidadas da Metalúrgica Gerdau S.A. são apresentadas em conformidade com as normas internacionais

Leia mais

ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015

ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª Emissão de Debêntures Série Única Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE

Leia mais

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012 (Valores expressos em reais)

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012 (Valores expressos em reais) BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012 ATIVO NE 31/12/2013 31/12/2012 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO NE 31/12/2013 31/12/2012 CIRCULANTE CIRCULANTE Disponibilidades 4 85.142.911 86.881.544

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ AMBEV S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ AMBEV S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 8 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2015 E 2014 (Valores expressos em reais)

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2015 E 2014 (Valores expressos em reais) BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2015 E 2014 ATIVO NE 31/12/2015 31/12/2014 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO NE 31/12/2015 31/12/2014 CIRCULANTE CIRCULANTE Disponibilidades 4 90.705.601 82.095.096

Leia mais

TELEFONICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o primeiro trimestre de 2004

TELEFONICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o primeiro trimestre de 2004 TELEFONICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o primeiro trimestre de 2004 Publicação, 07 de maio de 2004 (07 páginas) Para maiores informações, contatar: Charles E. Allen TELEFONICA DATA

Leia mais

2

2 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 Controladora Consolidado ATIVO Jun 2009 Set 2009 Jun 2009 Set 2009 Circulante Disponibilidades 23,0 37,4 56,1 92,1 Contas a receber de clientes 62,8 72,8 114,2 125,9 Estoques

Leia mais

ULTRAPAR PARTICIPAÇÕES S.A.

ULTRAPAR PARTICIPAÇÕES S.A. MD&A - ANÁLISE DOS RESULTADOS CONSOLIDADOS Primeiro Trimestre 2012 (1) Informações financeiras selecionadas: (R$ milhões) 1º Tri 12 1º Tri 11 4º Tri 11 Variação 1T12 X 1T11 Variação 1T12 X 4T11 Receita

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Mensagem do Presidente O ano de 2004 foi de conquistas para a EcoRodovias. A retomada do crescimento econômico e a maior eficiência de nossas operações refletiram-se em expressivos

Leia mais

DESTAQUES DO PERÍODO. Teleconferência 2T13 Data: 26 de julho de 2013.

DESTAQUES DO PERÍODO. Teleconferência 2T13 Data: 26 de julho de 2013. SANTOS BRASIL REGISTRA CRESCIMENTO OPERACIONAL EM TODAS AS UNIDADES DE NEGÓCIO: 10% DE CRESCIMENTO NO VOLUME DE CONTÊINERES MOVIMENTADOS; 19% DE CRESCIMENTO NO VOLUME DE CONTÊINERES ARMAZENADOS; E AUMENTO

Leia mais

Dersa Desenvolvimento Rodoviário S.A. Balanços patrimoniais

Dersa Desenvolvimento Rodoviário S.A. Balanços patrimoniais Balanços patrimoniais em 31 de dezembro de 2014 e 2013 Ativo Nota 2014 2013 Passivo Nota 2014 2013 (Ajustado) (Ajustado) Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 5 48.650 835 Fornecedores 10

Leia mais

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE DEZEMBRO DE 2004

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE DEZEMBRO DE 2004 BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE DEZEMBRO DE 2004 I. A EMPRESA O BNDES foi criado em 20 de junho de 1952, pela Lei n.º 1.628, como Autarquia

Leia mais

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o primeiro semestre de 2004

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o primeiro semestre de 2004 Resultado Consolidado para o primeiro semestre de 2004 Publicação, 26 de julho de 2004 (07 páginas) Para maiores informações, contatar: Charles E. Allen TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A., SP, Brasil.

Leia mais

Contabilidade ESTRUTURA PATRIMONIAL SITUAÇÃO LÍQUIDA (PATRIMÔNIO LÍQUIDO) FLUXO DE RECURSOS. Fluxo dos recursos SÍNTESE DO FUNCIONAMENTO DAS CONTAS

Contabilidade ESTRUTURA PATRIMONIAL SITUAÇÃO LÍQUIDA (PATRIMÔNIO LÍQUIDO) FLUXO DE RECURSOS. Fluxo dos recursos SÍNTESE DO FUNCIONAMENTO DAS CONTAS ESTRUTURA PATRIMONIAL Patrimônio = Bens + Direitos ( ) Obrigações SITUAÇÃO LÍQUIDA (PATRIMÔNIO LÍQUIDO) Ativo ( ) Passivo = Situação Líquida (Patrimônio Líquido) FLUXO DE RECURSOS ATIVO Aplicação dos Recursos

Leia mais

ELETROBRÁS TERMONUCLEAR S.A. ELETRONUCLEAR CNPJ: / DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/09/2005

ELETROBRÁS TERMONUCLEAR S.A. ELETRONUCLEAR CNPJ: / DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/09/2005 ELETROBRÁS TERMONUCLEAR S.A. CNPJ: 42.540.2 11/000 1-6 7 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/09/2005 BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE SETEMBRO A T I V O 2005 2004 CIRCULANTE Numerário disponível 805 12.378 Aplicações

Leia mais

A Taxa de Ocupação dos veículos no segmento de Aluguel de Carros RAC (excluindo Franquias) foi de 77,4% no 1T14, 6,9p.p. acima da realizada no 1T13.

A Taxa de Ocupação dos veículos no segmento de Aluguel de Carros RAC (excluindo Franquias) foi de 77,4% no 1T14, 6,9p.p. acima da realizada no 1T13. São Paulo, 02 de Maio de 2014 - A Unidas S.A. ( Companhia ou Unidas ) anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2014 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto

Leia mais

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Valores expressos em reais)

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Valores expressos em reais) BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 ATIVO Explicativa n o 31/12/2011 31/12/2010 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO Explicativa n o 31/12/2011 31/12/2010 CIRCULANTE CIRCULANTE Disponibilidades

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T de Abril de 2012

Apresentação de Resultados 1T de Abril de 2012 Apresentação de Resultados 26 de Abril de 2012 DESTAQUES Receita Líquida de R$ 825 milhões: crescimento de 32,6% YoY Receita positivamente impactada pelos novos negócios Novo patamar de receita da Ability:

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE - DESO CNPJ / BALANÇO PATRIMONIAL - EM R$. 1,00

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE - DESO CNPJ / BALANÇO PATRIMONIAL - EM R$. 1,00 COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE DESO CNPJ. 13.018.171/000190 BALANÇO PATRIMONIAL EM R$. 1,00 A T I V O 31.12.2007 31.12.2006 ATIVO CIRCULANTE 138.417.550 134.143.301 Caixa e Bancos 1.286.238 3.838.555

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ AES TIETE ENERGIA S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ AES TIETE ENERGIA S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Earnings Release. Relações com Investidores. Destaques do 1T11. Brasil Insurance Anuncia Resultados do 1T11

Earnings Release. Relações com Investidores. Destaques do 1T11. Brasil Insurance Anuncia Resultados do 1T11 Relações com Investidores Bruno Padilha de Lima Costa Diretor de Relações com Investidores (55 21) 3433-5060 ri@brasilinsurance.com.br Teleconferência de Resultados 1T11 Terça-feira, 17 de maio de 2011

Leia mais

Relatório de Desempenho Trimestral de Resultados 3T2015

Relatório de Desempenho Trimestral de Resultados 3T2015 Relatório de Desempenho Trimestral de Resultados 3T2015 A Concepa foi constituída em 1997 pela Construtora Triunfo e pela SBS Engenharia e Construções. A concessão foi outorgada pelo Governo Federal, em

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ EMBRAER S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ EMBRAER S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16

Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16 Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16 Destaques 3T16 Receita líquida - Aluguel de Carros (R$ milhões) Receita líquida - Gestão de Frotas (R$ milhões) 317,1 362,5 154,1 163,5 3T15 3T16 3T15 3T16 Evolução

Leia mais

Prezado Acionista, Receita Operacional Bruta. Despesas Operacionais. Ebitda

Prezado Acionista, Receita Operacional Bruta. Despesas Operacionais. Ebitda Prezado Acionista, A Companhia obteve expansão de margens graças a um maior controle de custos e despesas. Receita Operacional Bruta A receita bruta consolidada da Companhia no terceiro trimestre de 2016

Leia mais

Destaques do 2º trimestre de 2016

Destaques do 2º trimestre de 2016 Destaques do 2º trimestre Principais Destaques Melhora do EBITDA e da margem EBITDA no 2T16 em relação ao 1T16, em todas as operações de negócio. Fluxo de caixa livre positivo de R$ 807 milhões no 2T16:

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DAS ORIGENS E APLICAÇÕES DE RECURSOS (DOAR)

DEMONSTRAÇÃO DAS ORIGENS E APLICAÇÕES DE RECURSOS (DOAR) 1 de 8 31/01/2015 14:50 DEMONSTRAÇÃO DAS ORIGENS E APLICAÇÕES DE RECURSOS (DOAR) Até 31.12.2007, a Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos (DOAR) era obrigatória para as companhias abertas e

Leia mais

2T14 RELEASE TRIMESTRAL. Destaques. Grandes Números. Resultados. Grupo Copobras. Grupo Copobras

2T14 RELEASE TRIMESTRAL. Destaques. Grandes Números. Resultados. Grupo Copobras. Grupo Copobras Destaques Grupo Copobras Grupo Copobras São Ludgero, 23 de julho de 2014 O Grupo Copobras, apresenta seus resultados não auditados do segundo trimestre de 2014. O Grupo Copobras compreende as empresas

Leia mais

4T08 / 2008 RESULTADOS 3T11

4T08 / 2008 RESULTADOS 3T11 RESULTADOS 4T08 / 2008 3T11 Novembro de 2011 1 Principais Indicadores 3T11 Receita operacional líquida consolidada de R$ 827,0 milhões, um aumento de 35,3% em relação ao terceiro trimestre de 2010 EBITDA(*)

Leia mais

Divulgação de Resultado 4T15

Divulgação de Resultado 4T15 Divulgação de Resultado 4T15 1 Dados de mercado em 17/03/2016 Cotação: R$2,12 Valor de Mercado: R$140.103.091,68 T e l e c o n f e r ê n c i a 4T15 Teleconferência em português: 18 de março de 2016 Sexta-feira,

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE. Análise de Resultados. CPFL Energia (Controladora)

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE. Análise de Resultados. CPFL Energia (Controladora) COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE Análise de Resultados CPFL Energia (Controladora) Neste trimestre, o Lucro Líquido foi de R$ 229.334, sendo 20,3% (R$ 58.596) inferior ao mesmo trimestre

Leia mais

Contabilidade Avançada Prof. João Domiraci Paccez Exercício Nº 17

Contabilidade Avançada Prof. João Domiraci Paccez Exercício Nº 17 Exercício Nº 17 1 Elaboração do Balanço Patrimonial de em moeda de ATIVO Valores Históricos Valores ajustados Quant. de Valores na moeda de Ativo circulante 350.000 105.132,3249 416.324 Caixa 80.000 80.000

Leia mais

Informações Trimestrais 31/03/2016. Localiza Rent a Car S.A. CNPJ/MF: /

Informações Trimestrais 31/03/2016. Localiza Rent a Car S.A. CNPJ/MF: / Informações Trimestrais 31/03/2016 Localiza Rent a Car S.A. CNPJ/MF: 16.670.085/0001 55 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo

Leia mais

Brasil Pharma. Conferência de Resultados 2T16 11 de Agosto de 2016

Brasil Pharma. Conferência de Resultados 2T16 11 de Agosto de 2016 Brasil Pharma Conferência de Resultados 2T16 11 de Agosto de 2016 2 Destaques 2T16 Destaques: Margem Bruta Margem bruta de 30,0%, com crescimento de 1,6 p.p. em relação ao 1T16 e 2,4 p.p. em relação ao

Leia mais

DFC DEMONSTRAÇÃO DE FLUXO DE CAIXA

DFC DEMONSTRAÇÃO DE FLUXO DE CAIXA DFC DEMONSTRAÇÃO DE FLUXO DE CAIXA Base Legal CPC 03 e Seção 07 da NBC TG 1.000 O presente auto estudo embasará os conceitos e procedimentos técnicos contemplados no CPC 03 (IFRS Integral) e na Seção 07

Leia mais

DESTAQUES OPERACIONAIS E FINANCEIROS

DESTAQUES OPERACIONAIS E FINANCEIROS A EcoRodovias Infraestrutura e Logística S.A divulga seus resultados referentes ao segundo trimestre de 2016 (2T16) e ao primeiro semestre de 2016 (1S16). As comparações, exceto onde indicado o contrário,

Leia mais

DESTAQUES OPERACIONAIS E FINANCEIROS

DESTAQUES OPERACIONAIS E FINANCEIROS A EcoRodovias Infraestrutura e Logística S.A divulga seus resultados referentes ao segundo trimestre de 2016 (2T16) e ao primeiro semestre de 2016 (1S16). As comparações, exceto onde indicado o contrário,

Leia mais

LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S/A 9ª Emissão de Debêntures. 1ª e 2ª Séries

LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S/A 9ª Emissão de Debêntures. 1ª e 2ª Séries LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S/A 9ª Emissão de Debêntures 1ª e 2ª Séries Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T de novembro de 2016

Divulgação de Resultados 3T de novembro de 2016 Divulgação de Resultados 04 de novembro de 2016 Aviso Importante Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar

Leia mais

1º TRIMESTRE DE 2016 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS. Ganhos consistentes de market share e melhora na tendência de vendas

1º TRIMESTRE DE 2016 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS. Ganhos consistentes de market share e melhora na tendência de vendas \ Ganhos consistentes de market share e melhora na tendência de vendas A receita líquida totalizou R$4,7 bilhões no 1T16, com melhora sequencial nas vendas mesmas lojas durante o trimestre e ganho de market

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 3T16

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 3T16 1) VISÃO GERAL DA COMPANHIA A Iochpe- é uma companhia global, líder mundial na produção de rodas automotivas, um dos principais produtores de componentes estruturais automotivos nas Américas e também líder

Leia mais

Características. P A S S I V O Origem dos recursos aplicados no Ativo

Características. P A S S I V O Origem dos recursos aplicados no Ativo Balanço Patrimonial conteúdo - características aplicação de recursos - Ativo origem de recursos - Passivo estrutura geral estrutura do Ativo estrutura do Passivo Características Principal demonstrativo

Leia mais

Energisa Comercializadora de Energia Ltda. Resultados do 1º semestre de 2015

Energisa Comercializadora de Energia Ltda. Resultados do 1º semestre de 2015 Resultados do 1º semestre de 2015 Rio de Janeiro, 14 de agosto de 2015 A Administração da ( Energisa Comercializadora ou Companhia ) apresenta os resultados do segundo trimestre (2T15) e dos primeiros

Leia mais

ATIVO

ATIVO BALANÇO PATRIMONIAL DOS SEMESTRES FINDOS EM 30 DE JUNHO CONTROLADORA CONSOLIDADO ATIVO CIRCULANTE Numerário disponível 5.803 1.361 17.311 8.292 Aplicações no mercado aberto 1.216.028 665.948 1.216.530

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2015

Teleconferência de Resultados 2015 Teleconferência de Resultados 2015 André B. Gerdau Johannpeter Diretor-Presidente e CEO Harley Lorentz Scardoelli Vice-Presidente Executivo de Finanças (CFO) Laminador de chapas grossas entrará em operação

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ ALPARGATAS SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ ALPARGATAS SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 8 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S.A. Demonstrações Financeiras Regulatórias em 31 de Dezembro de 2012 e 2011

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S.A. Demonstrações Financeiras Regulatórias em 31 de Dezembro de 2012 e 2011 Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S.A. Demonstrações Financeiras Regulatórias em 31 de Dezembro de 2012 e 2011 EMPRESA DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA VALE PARANAPANEMA S.A. DEMONSTRAÇÕES

Leia mais

DESTAQUES OPERACIONAIS E FINANCEIROS DO 3T05 E 9M05

DESTAQUES OPERACIONAIS E FINANCEIROS DO 3T05 E 9M05 Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$74,5 milhões ou R$0,97 por ação no 3T05 e R$167,9 milhões ou R$2,18 por ação em 9M05 Crescimento de 12,1% dos Prêmios Auferidos na comparação trimestral e 19,3%

Leia mais

DESTAQUES. Após tornar-se efetiva a operação, a EDF Internacional remanescerá com 10% das ações da Companhia.

DESTAQUES. Após tornar-se efetiva a operação, a EDF Internacional remanescerá com 10% das ações da Companhia. Rio de Janeiro, Brasil, 25 de Julho de 2006 - A LIGHT S.A. ( LIGT3 ), controladora das empresas do GRUPO LIGHT, anuncia seu resultado relativo ao 1 Semestre de 2006. A cotação do dólar em 30/06/2006 era

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1T16. Viver Anuncia os Resultados do Primeiro Trimestre de Destaques

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1T16. Viver Anuncia os Resultados do Primeiro Trimestre de Destaques DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1T16 Teleconferência de Resultados Segunda-feira, 16 de maio de 2016 Português - com tradução simultânea para o inglês 10h00 (horário de Brasília) 09h00 (horário de Nova York)

Leia mais

Localiza Rent a Car S.A.

Localiza Rent a Car S.A. Localiza Rent a Car S.A. Resultados 2T15 e 1S15 R$ milhões 24 de julho de 2015 Divisão de Aluguel de Carros Receita líquida (R$ milhões) 802,2 980,7 1.093,7 1.163,5 1.284,4 628,1 606,4 316,7 296,4 2010

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ VULCABRAS AZALEIA S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ VULCABRAS AZALEIA S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

Apresentação Elog EcoRodovias Infraestrutura e Logística S.A. Maio de 2015

Apresentação Elog EcoRodovias Infraestrutura e Logística S.A. Maio de 2015 Apresentação Elog EcoRodovias Infraestrutura e Logística S.A. Maio de 2015 DESCRIÇÃO DA TRANSAÇÃO Exercício da Opção de Venda pela BRZ Exercício da opção de venda pela Logística Brasil Fundo de Investimentos

Leia mais

Destaques do 1º trimestre de 2016

Destaques do 1º trimestre de 2016 Destaques do 1º trimestre Principais Destaques O EBITDA e margem EBITDA consolidada no 1T16 apresentaram aumento em relação ao 4T15, apesar do cenário do mercado de aço no mundo. Fluxo de caixa livre positivo

Leia mais

Autometal registra um lucro líquido de R$156,2 milhões, aumento de 45,5% em relação aos 9M10. Margem líquida cresceu 3,9p.p nos 9M11 para 13,0%.

Autometal registra um lucro líquido de R$156,2 milhões, aumento de 45,5% em relação aos 9M10. Margem líquida cresceu 3,9p.p nos 9M11 para 13,0%. Autometal registra um lucro líquido de R$156,2 milhões, aumento de 45,5% em relação aos 9M10. Margem líquida cresceu 3,9p.p nos 9M11 para 13,0%. São Paulo, 27 de outubro de 2011 A Autometal S.A. [Bovespa:

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA EDP BANDEIRANTE NO PERÍODO DE JANEIRO A SETEMBRO DE 2011(*)

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA EDP BANDEIRANTE NO PERÍODO DE JANEIRO A SETEMBRO DE 2011(*) COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA EDP BANDEIRANTE NO PERÍODO DE JANEIRO A SETEMBRO DE 2011(*) (*) São Paulo, 27 de Outubro de 2011 - A EDP Bandeirante apresenta hoje seus resultados financeiros do terceiro trimestre

Leia mais

Energisa Borborema - Distribuidora de Energia S/A Resultados do 1º semestre de 2015

Energisa Borborema - Distribuidora de Energia S/A Resultados do 1º semestre de 2015 Resultados do 1º semestre de 2015 Cataguases, 14 de agosto de 2015 A Administração da ( Energisa Borborema ou Companhia ) apresenta os resultados do segundo trimestre (2T15) e dos primeiros seis meses

Leia mais

Demonstrações Financeiras Concessionária Ecovia Caminho do Mar S.A.

Demonstrações Financeiras Concessionária Ecovia Caminho do Mar S.A. Demonstrações Financeiras Concessionária Ecovia Caminho do Mar S.A. com Parecer dos Auditores Independentes DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS Índice Parecer dos auditores independentes... 1 Demonstrações financeiras

Leia mais

TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE E DO ANO DE 2007

TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE E DO ANO DE 2007 232 220 211 208 213 979 1.037 1.080 1.104 1.204 André Machado Mastrobuono Diretor Presidente, Financeiro e de Relações com Investidores Ricardo Antunes Agostini Diretor Executivo de Finanças Renata Pantoja

Leia mais

Resultados do 2T15 Teleconferência 13/08/2015

Resultados do 2T15 Teleconferência 13/08/2015 Resultados do 2T15 Teleconferência 13/08/2015 Aviso legal O presente material foi elaborado pela Senior Solution S.A. ( Companhia ) e pode conter certas declarações que expressam expectativas, crenças

Leia mais

CONCESSIONÁRIA ECOVIAS DOS IMIGRANTES S/A. 1ª Emissão Pública de Debêntures

CONCESSIONÁRIA ECOVIAS DOS IMIGRANTES S/A. 1ª Emissão Pública de Debêntures CONCESSIONÁRIA ECOVIAS DOS IMIGRANTES S/A 1ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2013 Concessionária Ecovias dos Imigrantes S/A 1ª Emissão Pública de Debêntures

Leia mais

Aegea Saneamento e Participações S.A. Companhia Aberta CNPJ nº / NIRE: Código CVM

Aegea Saneamento e Participações S.A. Companhia Aberta CNPJ nº / NIRE: Código CVM Aegea Saneamento e Participações S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 08.827.501/0001-58 NIRE: 35.300.435.613 Código CVM 2339-6 Receita líquida* da Aegea atinge no 4T15 R$231,6 milhões, alta de 39,7% em comparação

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T16

Apresentação de Resultados 1T16 Apresentação de Resultados 1T16 Ressalvas sobre os resultados As informações financeiras consolidadas consideram a proporção da participação da Triunfo em cada controlada. Os números operacionais correspondem

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ CIELO S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ CIELO S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Senhores acionistas, A CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A., ( CVC ou Companhia ) apresenta, a seguir, seu Relatório da Administração e as demonstrações financeiras

Leia mais

Conference Call de Resultado OPÇÕES 1T16

Conference Call de Resultado OPÇÕES 1T16 Conference Call de Resultado OPÇÕES 1T16 Agenda Destaques do 1T16 Inaugurações e Eventos Relevantes Projetos em Andamento Resultados Destaques do 1T16 (1/2) EBITDA atingiu R$ 129 milhões no 1T16, crescimento

Leia mais

4. Apure o valor da depreciação acumulada em 31/12/20015, sendo dados:

4. Apure o valor da depreciação acumulada em 31/12/20015, sendo dados: 1. Classifique os itens abaixo em: bens, direitos ou obrigações item bens direito obrigação Empréstimos a receber Dinheiro em caixa Dinheiro depositado no banco veículos biblioteca Salários a pagar estoques

Leia mais

Empréstimos e Financiamentos

Empréstimos e Financiamentos Empréstimos e Financiamentos 1. Introdução São operações realizadas entre a empresa e instituições financeiras, visando tomar destas, recursos para investimentos (imobilizações) ou capital de giro, mediante

Leia mais

1. Ecorodovias Infraestrutura e Logística. 2. Concessionária Ecovias dos Imigrantes. 3. Impacto Rodoanel. 4. Situação Atual no SAI

1. Ecorodovias Infraestrutura e Logística. 2. Concessionária Ecovias dos Imigrantes. 3. Impacto Rodoanel. 4. Situação Atual no SAI Seminário: Acessibilidade ao Porto de Santos Agosto de 2010 Agenda 1. Ecorodovias Infraestrutura e Logística 2. Concessionária Ecovias dos Imigrantes 3. Impacto Rodoanel 4. Situação Atual no SAI 5. Projetos

Leia mais

Teleconferência dos Resultados 3T2010 Gerdau S.A. Consolidado IFRS

Teleconferência dos Resultados 3T2010 Gerdau S.A. Consolidado IFRS Teleconferência dos Resultados 3T2010 Gerdau S.A. Consolidado IFRS André Gerdau Johannpeter Diretor-Presidente e CEO Osvaldo B. Schirmer Vice-presidente e Diretor de RI 05 de novembro de 2010 1 Contexto

Leia mais

Raízen Combustíveis S.A. Informações Financeiras Consolidadas Condensadas em 31 de dezembro de 2013 e relatório sobre a revisão de Informações

Raízen Combustíveis S.A. Informações Financeiras Consolidadas Condensadas em 31 de dezembro de 2013 e relatório sobre a revisão de Informações Informações Financeiras Consolidadas Condensadas em 31 de dezembro de 2013 e relatório sobre a revisão de Informações Financeiras Consolidadas Condensadas Relatório sobre a revisão de informações financeiras

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ ODONTOPREV S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ ODONTOPREV S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ EMBRAER EMPR BRAS. DE AERONAUTICA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ EMBRAER EMPR BRAS. DE AERONAUTICA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

RESULTADO DO 3º TRIMESTRE DE 2014

RESULTADO DO 3º TRIMESTRE DE 2014 RESULTADO DO 3º TRIMESTRE DE 2014 Receita bruta cresce Receita bruta atinge Margem EBITDA atinge 11,7% R$800,7 MM 17,7% Dickson Esteves Tangerino Presidente Octávio Fernandes Vice-Presidente de Operações

Leia mais

Vendas Recrusul de Implementos Rodoviários (em unidades) 2T08 2T09 2T10 2T11

Vendas Recrusul de Implementos Rodoviários (em unidades) 2T08 2T09 2T10 2T11 Comercializamos 51 unidades de implementos rodoviários no 2T11 Vendas Recrusul de Implementos Rodoviários (em unidades) 108 45 38 51 Durante o 2T11 nosso desempenho comercial foi fortemente afetado pelas

Leia mais

Divulgação de Resultados. Alteração no Agrupamento de Custos e Despesas e Revisão da Forma e Conteúdo do Demonstrativo de Fluxo de Caixa

Divulgação de Resultados. Alteração no Agrupamento de Custos e Despesas e Revisão da Forma e Conteúdo do Demonstrativo de Fluxo de Caixa Divulgação de Resultados Alteração no Agrupamento de Custos e Despesas e Revisão da Forma e Conteúdo do Demonstrativo de Fluxo de Caixa Objetivos e documentos impactados Objetivo: Agrupamento de Custos

Leia mais

Energia faturada por classe de consumidores (em GWh)

Energia faturada por classe de consumidores (em GWh) 1 Perfil A AES Sul Distribuidora Gaúcha de Energia S.A. ( Companhia ) é uma companhia de capital aberto, de direito privado, autorizada a operar como concessionária do Serviço Público de Distribuição de

Leia mais

24 de Julho de 2014 RESULTADOS 2T14 E 1S14

24 de Julho de 2014 RESULTADOS 2T14 E 1S14 24 de Julho de 2014 RESULTADOS E 1S14 Consolidado: Destaques do Receita líquida avança 13,4%, com crescimento mesmas lojas de 9,5%: Crescimento impulsionado pelo desempenho do Alimentar e da Nova Pontocom;

Leia mais

Resultados 3T16 Rio de Janeiro, 10 de Novembro de 2016

Resultados 3T16 Rio de Janeiro, 10 de Novembro de 2016 Resultados 3T16 Rio de Janeiro, 10 de Novembro de 2016 Disclaimer O conteúdo desta apresentação pode incluir expectativas sobre eventos e resultados futuros estimados pela Administração. Entretanto, tais

Leia mais

Comunicado à Imprensa

Comunicado à Imprensa Comunicado à Imprensa Para mais informações: Bruno Rossini Vanessa Svib Symantec Corporation Burson-Marsteller (11) 5189-6216 (11) 3094-2248 bruno_rossini@symantec.com vanessa_svib@br.bm.com SYMANTEC APRESENTA

Leia mais

Comercializamos 55 unidades de implementos rodoviários no 1T11 Vendas Recrusul de Implementos Rodoviários (em unidades) 1T08 1T09 1T10 1T11

Comercializamos 55 unidades de implementos rodoviários no 1T11 Vendas Recrusul de Implementos Rodoviários (em unidades) 1T08 1T09 1T10 1T11 Comercializamos 55 unidades de implementos rodoviários no 1T11 Vendas Recrusul de Implementos Rodoviários (em unidades) 116 33 40 55 Nosso desempenho comercial no 1T11 foi aquém do esperado. O faturamento

Leia mais

Empresa de Transmissão do Alto Uruguai S.A.

Empresa de Transmissão do Alto Uruguai S.A. Empresa de Transmissão do Alto Uruguai S.A. Demonstrações contábeis regulatórias em 31 de dezembro de 2011 e 2010 Empresa de Transmissão do Alto Uruguai S.A. Demonstrações contábeis regulatórias em 31

Leia mais

ALL- AMERICA LATINA LOGÍSTICA MALHA NORTE S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2011

ALL- AMERICA LATINA LOGÍSTICA MALHA NORTE S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2011 ALL- AMERICA LATINA LOGÍSTICA MALHA NORTE S.A. (atual denominação da FERRONORTE S.A. FERROVIAS NORTE BRASIL) 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2011 Rio

Leia mais

TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO TERCEIRO TRIMESTRE DE 2001

TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO TERCEIRO TRIMESTRE DE 2001 TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. João Cox VP de Finanças e Diretor de Relações com Investidores Jcox@telepart.com.br 0XX61-429-5600 Leonardo Dias Gerente de Relações com Investidores Ldias@telepart.com.br

Leia mais

TEGMA anuncia crescimento de 30,4% da receita bruta no 3T11

TEGMA anuncia crescimento de 30,4% da receita bruta no 3T11 TEGMA anuncia crescimento de 30,4% da receita bruta no 3T11 Teleconferência de Resultados do 3T11 Data: Quarta-Feira, 09 de Novembro de 2011 > Português 11:00 (horário de Brasília) 08:00 (horário Nova

Leia mais

PLASCAR ANUNCIA RESULTADOS EM 30 SETEMBRO 2013.

PLASCAR ANUNCIA RESULTADOS EM 30 SETEMBRO 2013. PLASCAR ANUNCIA RESULTADOS EM 30 SETEMBRO 2013. Cotação (30/09/13) PLAS3 - R$ 0,62 Valor de mercado em 30/09/13 R$ 150 milhões Campinas, SP, 24 de outubro de 2013 Plascar Participações Industriais S.A.

Leia mais

c) Pressupõe-se que a empresa esteja atrasando um tipo de obrigação. Qual seria, mais provavelmente?

c) Pressupõe-se que a empresa esteja atrasando um tipo de obrigação. Qual seria, mais provavelmente? 1-Estruture o Balanço Patrimonial da Cia Alfa com os dados a seguir (em $ milhões - empresa comercial): (não há problema se sobrarem linhas...) Caixa 100; Ações de Outras Companhias 1.000; Fornecedores

Leia mais

MMX Mineração e Metálicos S.A. (Controladora) Laudo de avaliação do Patrimônio Líquido Contábil em 31 de dezembro de 2007

MMX Mineração e Metálicos S.A. (Controladora) Laudo de avaliação do Patrimônio Líquido Contábil em 31 de dezembro de 2007 MMX Mineração e Metálicos S.A. (Controladora) Laudo de avaliação do Patrimônio Líquido Contábil KPMG Auditores Independentes Av. Almirante Barroso, 52-4º 20031-000 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil Caixa Postal

Leia mais