Unidade IV. Ciência - O homem na construção do conhecimento. APRENDER A APRENDER LÍNGUA PORTUGUESA APRENDER A APRENDER DINÂMICA LOCAL INTERATIVA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Unidade IV. Ciência - O homem na construção do conhecimento. APRENDER A APRENDER LÍNGUA PORTUGUESA APRENDER A APRENDER DINÂMICA LOCAL INTERATIVA"

Transcrição

1

2 A A Unidade IV Ciência - O homem na construção do conhecimento. 2

3 A A Aula 32.2 Conteúdo: Resenha: A construção de uma resenha. 3

4 A A Habilidades: Localizar informações explícitas em textos verbais. (D01) Reconhecer críticas referentes a um objeto resenhado. Produzir uma resenha crítica. 4

5 A A Maluco e irresistível Marley & Eu toca na veia sentimental de todos os que já tiveram um cão - ou outro bicho de estimação. Há mais de quarenta semanas na lista dos mais vendidos de não ficção do The New York Times - na qual ocupava a primeira colocação na semana passada -, Marley & Eu, do jornalista americano John Grogan, é um daqueles sucessos que parecem desafiar toda compreensão. Trata-se de uma crônica da convivência 5

6 A A do autor com seu cachorro trapalhão e hiperativo, o Marley do título. Com exceção de uns poucos episódios mais pitorescos (como o fracasso do indisciplinado Marley em uma participação no cinema), é uma história bem comum, sem nada de extraordinário. Sim, mas foi Grogan quem teve a ideia de fazê-lo. E com isso acertou na veia sentimental de todos os que amam cachorros - um público nada desprezível, a julgar pelo 1,8 milhão de exemplares que o livro vendeu nos Estados Unidos. Marley, o labrador, merece esse sucesso póstumo: ele é a prova de que o maior encanto de um cão está na sua personalidade. 6

7 A A Resenha crítica É um gênero textual que tem como finalidade orientar o público leitor de um jornal ou revista, estimulando ou desestimulando o leitor a consumir um objeto cultural, isto é, um livro, um filme, uma peça de teatro, um concerto de música clássica, um show de rock ou de outro tipo de música, uma exposição de artes plásticas, etc. 7

8 A A A resenha crítica apresenta uma estrutura relativamente livre, que varia muito, dependendo do autor, do público e do veículo em que é publicada. Apesar disso, apresenta alguns elementos essenciais: 8

9 A A Descrição do objeto cultural em exame. Contextualização Há mais de quarenta semanas na lista dos mais vendidos de não ficção do The New York Times - na qual ocupava a primeira colocação na semana passada 9

10 A A Resumo: Marley & Eu, do jornalista americano John Grogan, é um daqueles sucessos que parecem desafiar toda compreensão. Trata-se de uma crônica da convivência do autor com seu cachorro trapalhão e hiperativo, o Marley do título. 10

11 A A Destaque dos pontos positivos e pontos negativos. Críticas: Maluco e irresistível Marley & Eu toca na veia sentimental de todos os que já tiveram um cão - ou outro bicho de estimação. 11

12 A A...é um daqueles sucessos que parecem desafiar toda compreensão....é uma história bem comum, sem nada de extraordinário....foi Grogan quem teve a ideia de fazê-lo. E com isso acertou na veia sentimental de todos os que amam cachorros 12

13 A A Estimula ou desestimula o leitor a conhecer ou consumir o objeto em questão. Maluco e irresistível 13

14 A A Verbos no presente do indicativo Marley, o labrador, merece esse sucesso póstumo: ele é a prova de que o maior encanto de um cão está na sua personalidade. 14

15 A A Linguagem adequada ao veículo em que será publicada e ao público que se destina. A resenha Maluco e Irresistível de Jêronimo Teixeira foi publicada na revista Veja, portando foi escrita de maneira impessoal e utilizou a linguagem formal de acordo com a norma 15

16 A A padrão da língua portuguesa, porque é destinada a jovens e adultos leitores da revista. 16

17 A A Leia o texto e responda às questões propostas. Uma grande introdução O novo Quarteto Fantástico é muito superior aos dois anteriores. O novo longa conta com ótimos efeitos visuais, com um roteiro bem desenvolvido, que consegue bem retratar a origem dos 17

18 A A personagens, e ainda traz um elenco bem interessante. As diferenças podem ser notadas na própria direção de fotografia. O longa tem uma grande deixa para uma continuação. É esperar para ver se será produzida e se os roteiristas conseguirão criar uma trama mais interesse que neste aqui. O novo Fantastic Four é basicamente uma grande introdução. Neste sentido, alguns fãs devem aprovar o 18

19 A A fato de termos mais tempo para se identificar e conhecer os personagens principais. Ao mesmo tempo, muitos vão lamentar pela simplicidade da ação e da trama envolvendo o vilão Dr. Destino, completamente desperdiçado. É possível se divertir com o filme. Ao mesmo tempo, é difícil não ficar com a sensação de que viu apenas um grande trailer para uma história empolgante que ainda está por vir. É natural que um primeiro filme seja mais introdutório, mas ele nunca pode ser apenas 19

20 A A introdutório, como Homem-Aranha e X-Men - O Filme mostraram tão bem. Lucas Salgado Texto adaptado para fins didáticos e disponível em 20

21 A A 1. Qual é o objeto resenhado neste texto? 2. Identifique no texto críticas positivas e críticas negativas. 3. Após a leitura deste texto, você consumiria o objeto resenhado? 21

22 A A Red As aparências enganam 22

23 A A Assista à animação Red e analise. A história da animação lembra outra? O que aconteceu na história? A história transmite alguma mensagem? O que você gostou? O que você não gostou? Você indicaria essa animação para alguém assistir? Quem? 23

24 A A Sinopse Red é um curta metragem de animação que adapta a história da chapeuzinho vermelho, onde um meninolobo se apaixona por ela. 24

25 A A Ficha Técnica Título original: Red - As aparências enganam Direção: Hyunjoo Song Roteiro: Hyunjoo Song Produtor: Hyunjoo Song País de origem: Japão Duração: 2 minutos 25

26 Escreva uma resenha sobre a animação Red - As aparências enganam. Faça a descrição da animação com um breve resumo e críticas, tanto positivas quanto negativas. Os verbos devem estar no presente do indicativo e a linguagem deve estar de acordo com o público leitor da sua resenha (crianças, jovens, adultos, pais, mães, professores ). 26

EQUIPAMENTOS BÁSICOS. Iluminação natural

EQUIPAMENTOS BÁSICOS. Iluminação natural AULA 2 EQUIPAMENTOS BÁSICOS Celular, câmera fotográfica, tablet ou outro equipamento portátil para captação de imagens [e áudio, se não tiver gravador separado] Iluminação natural Equipamento portátil

Leia mais

Gêneros Textuais Acadêmicocientíficos. 3/6/5AD836_1.jpg

Gêneros Textuais Acadêmicocientíficos.  3/6/5AD836_1.jpg Gêneros Textuais Acadêmicocientíficos http://images.quebarato.com.br/photos/thumbs/ 3/6/5AD836_1.jpg Olá, Pessoal, Vamos acompanhar mais uma aula da prof. Alessandra. Hoje falaremos sobre alguns gêneros

Leia mais

Dica: Antes de fazer as atividades abaixo, leia o documento Pretérito perfeito do indicativo, no Banco de Gramática.

Dica: Antes de fazer as atividades abaixo, leia o documento Pretérito perfeito do indicativo, no Banco de Gramática. Fim de semana Gramática: atividades Dica: Antes de fazer as atividades abaixo, leia o documento Pretérito perfeito do indicativo, no Banco de Gramática. Dois programas diferentes 1. Complete as lacunas

Leia mais

SUGESTÕES PARA ESCREVER MELHOR

SUGESTÕES PARA ESCREVER MELHOR SUGESTÕES PARA ESCREVER MELHOR Trueffelpix / Shutterstock.com A MELHOR MANEIRA DE APRIMORAR A ESCRITA É... ESCREVENDO! Nas telas seguintes você conhecerá algumas estratégias interessantes para desenvolver

Leia mais

Instituto de Ciência e Tecnologia de Sorocaba. Jornalismo e Divulgação Científica

Instituto de Ciência e Tecnologia de Sorocaba. Jornalismo e Divulgação Científica Instituto de Ciência e Tecnologia de Sorocaba Jornalismo e Divulgação Científica Graduação em Engenharia Ambiental Pós-Graduação em Ciências Ambientais Pós-Graduação em Engenharia Civil e Ambiental 8 Jornalismo

Leia mais

Sumário. Organizar 1 Motivar alunos sem hábitos de leitura 3 Discutir à volta das leituras realizadas 5 Sessões de leitura 7 Saber mais 8

Sumário. Organizar 1 Motivar alunos sem hábitos de leitura 3 Discutir à volta das leituras realizadas 5 Sessões de leitura 7 Saber mais 8 Clube de leitura Sumário Clube de leitura Editor Design gráfico Autor fevereiro de 2015 CDU 027.8 028 Rede de Bibliotecas Escolares Travessa Terras de Sant Ana, 15 1250-269 Lisboa http://www.rbe.mec.pt

Leia mais

COLÉGIO ADVENTISTA DE ALTAMIRA Ementa de Curso para Portfólio

COLÉGIO ADVENTISTA DE ALTAMIRA Ementa de Curso para Portfólio DISCIPLINA:. Língua Portuguesa SÉRIE/ TURMA:. 9º ano A/B BIMESTRE: 4º 1 e 2 - Texto Perder, ganhar, viver. Pag.( 230, 231 e 232) Leitura do texto; discussão; atividade escrita. Pag. ( 232 e 233) - Atividade

Leia mais

Oficina de Roteiro. Oficina de Roteiro. copyright - Felipe Neves

Oficina de Roteiro. Oficina de Roteiro. copyright - Felipe Neves Oficina de Roteiro Oficina de Roteiro O que é Roteiro? Podemos definir um roteiro de diversas maneiras. A forma escrita de qualquer espetáculo áudio e/ou visual. ( Doc Comparato) 2. Planta baixa ou um

Leia mais

COMPENSAÇÃO DE AUSÊNCIA 1º SEMESTRE

COMPENSAÇÃO DE AUSÊNCIA 1º SEMESTRE Colégio Amorim Santa Teresa Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio Regular. Rua Lagoa Panema, 466 Vila Guilherme Fone: 2909-1422 Diretoria de Ensino Região Centro Língua Portuguesa 8º ano

Leia mais

Interpretação de Textos a Partir de Análises Isoladas

Interpretação de Textos a Partir de Análises Isoladas Interpretação de Textos a Partir de Análises Isoladas Análise Estética (formal) Análise Estilística (figuras de linguagem) Análise Gramatical (morfossintática) Análise Semântica (de significado) Análise

Leia mais

LEVANTAMENTO BIBLIOGRÁFICO. Disciplina: TC Projeto de Graduação I Turma C Profa. Denyse de Araújo

LEVANTAMENTO BIBLIOGRÁFICO. Disciplina: TC Projeto de Graduação I Turma C Profa. Denyse de Araújo LEVANTAMENTO BIBLIOGRÁFICO Disciplina: TC0600 - Projeto de Graduação I Turma C Profa. Denyse de Araújo Sumário Porque fazer um Levantamento Bibliográfico? Como Ler melhor? Como Organizar o material lido?

Leia mais

FISIOTERAPIA Metodologia da Pesquisa Científica

FISIOTERAPIA Metodologia da Pesquisa Científica FISIOTERAPIA Metodologia da Pesquisa Científica Prof.ª Dr.ª Ana Lúcia Billig Foz do Iguaçu, setembro 2017 Resumo e Resenha Resumo Resumo: É um tipo de redação informativo referencial que se ocupa de reduzir

Leia mais

Programa Petrobras Cultural 2010 Projetos Contemplados

Programa Petrobras Cultural 2010 Projetos Contemplados Programa Petrobras Cultural 00 Projetos 375 Total de Projetos por Fase de Seleção 0 Total de Projetos por Linha de Atuação / Setor - por Fase de Seleção 65 964 360 384 446 4 7 77 44 7 5 6 0 AUDIOVISUAL

Leia mais

Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Espanhol

Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Espanhol Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Espanhol 1 Compre, compre, compre... Você já deve ter percebido a guerra que determinados anúncios ou

Leia mais

Primeiramente, vamos entender como nosso estudo funcionará: Agora que você já sabe como o processo funciona, vamos ao trabalho!!!

Primeiramente, vamos entender como nosso estudo funcionará: Agora que você já sabe como o processo funciona, vamos ao trabalho!!! Ficha de Aprofundamento Língua Portuguesa 6º ano EF Professor Rodolfo Santiago Olá!! Finalmente nossa primeira ficha de aprofundamento chegou! E ela vem com tudo!! Para que você possa ter sucesso ao estudar

Leia mais

Programação da 2ª Etapa 8º Ano do Ensino Fundamental Débora e Rafaella

Programação da 2ª Etapa 8º Ano do Ensino Fundamental Débora e Rafaella Programação da 2ª Etapa 8º Ano do Ensino Fundamental Débora e Rafaella Língua Portuguesa QUAL DEVE SER NOSSO ANSEIO TODO DIA? PLANEJAR SEMPRE O MELHOR, MAS SEM NUNCA CANSAR DE PLANEJÁ- LO. Sto. Agostinho

Leia mais

Cinema na escola O Menino Maluquinho e Meu pé de laranja lima

Cinema na escola O Menino Maluquinho e Meu pé de laranja lima Cinema na escola O Menino Maluquinho e Meu pé de laranja lima Proposta de cinema em sala de aula Filmes: 1- O Menino Maluquinho 2- Meu pé de laranja lima Censura livre O Menino Maluquinho O livro O Menino

Leia mais

Vamos conhecer um pouco mais sobre esta Cidade?

Vamos conhecer um pouco mais sobre esta Cidade? Vamos conhecer um pouco mais sobre esta Cidade? 1 - O Brasil é dividido em Estados. E cada Estado, em Cidades. Você sabe em que Estado fica a Cidade do Rio de Janeiro? Pinte-o de azul. MAPA DO BRASIL Você

Leia mais

Período Gênero textual Expectativa

Período Gênero textual Expectativa DISCIPLINA: Produção de texto ANO DE REFERÊNCIA: 2016 PROFESSORAS RESPONSÁVEIS: 6ºano Período Gênero textual Expectativa P35 Compreender o papel do conflito gerador no desencadeamento dos episódios narrados.

Leia mais

Nome: Número: Data: / / 2011 Série: 5ª Turma: Disciplina: Língua Portuguesa Professora: Inês Pinheiro

Nome: Número: Data: / / 2011 Série: 5ª Turma: Disciplina: Língua Portuguesa Professora: Inês Pinheiro Nome: Número: Data: / / 2011 Série: 5ª Turma: Disciplina: Língua Portuguesa Professora: Inês Pinheiro Exercícios preparatórios para o exame de Língua Portuguesa Texto 01: Leia a tirinha a seguir. 1) No

Leia mais

Histórias Extraordinárias

Histórias Extraordinárias elaboração: PROF. DR. JOSÉ NICOLAU GREGORIN FILHO Histórias Extraordinárias escrito por & ilustrado por Edgar Allan Poe Poly Bernatene 2 Os Projetos de Leitura: concepção Buscando oferecer subsídios práticos

Leia mais

COLÉGIO ARNALDO 2014

COLÉGIO ARNALDO 2014 COLÉGIO ARNALDO 2014 CADERNO DE ATIVIDADES REDAÇÃO Aluno (a): 2º ano: Turma: Professora: Valor: 20 pontos Nota: Conteúdo Programático Unidade 1 Construção de frases Unidade 2 Convite Unidade 3 Tirinha

Leia mais

PLANO BIMESTRAL DE ENSINO: 3º BIMESTRE/2016

PLANO BIMESTRAL DE ENSINO: 3º BIMESTRE/2016 ESCOLA ESTADUAL FERNANDO NOBRE Endereço: Rua Riacho Grande nº 50 Jd. Guerreiro Cotia SP E mail: e010509a@see.sp.gov.br Blog : HTTP://oficinanobre.blogspot.com Fone: 4702 2326/4617 4305 Disciplina : Atividades

Leia mais

Definições Resenha-resumo: Resenha-crítica:

Definições Resenha-resumo: Resenha-crítica: Definições Resenha-resumo: É um texto que se limita a resumir o conteúdo de um livro, de um capítulo, de um filme, de uma peça de teatro ou de um espetáculo, sem qualquer crítica ou julgamento de valor.

Leia mais

Avaliação Português 5º ano Unidade 3 Texto Ilha Rá-Tim-Bum estreia sem o brilho do Castelo

Avaliação Português 5º ano Unidade 3 Texto Ilha Rá-Tim-Bum estreia sem o brilho do Castelo Texto Ilha Rá-Tim-Bum estreia sem o brilho do Castelo O filme Ilha Rà-Tim-Bum O Martelo de Vulcano, inspirado na série exibida pela TV Cultura, segue o sucesso do Castelo, a produção anterior, dirigida

Leia mais

Peru de Peruca - Sonia Junqueira. (contemplando os Oral: Atividade introdutória à recepção do quatro eixos: Leitura; texto.

Peru de Peruca - Sonia Junqueira. (contemplando os Oral: Atividade introdutória à recepção do quatro eixos: Leitura; texto. PLANEJAMENTO (MÚSICA) Professora: Henriette Maria Maggioni Pastori. NOME DA MÚSICA: O PERU Toquinho e Vinícius de Morais Competências Selecionar e utilizar os recursos linguisticos e paralinguisticos próprios

Leia mais

X TROFÉU OMAR Público Alvo: Alunos do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Cursos Técnicos do município de Três de Maio.

X TROFÉU OMAR Público Alvo: Alunos do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Cursos Técnicos do município de Três de Maio. X TROFÉU OMAR 2012 Num filme o que importa não é a realidade, mas o que dela possa extrair a imaginação Charles Chaplin Promoção: Grêmio Estudantil SETREM (GESE). Modalidade: Curtas-metragens. Público

Leia mais

Como ser um bom gato

Como ser um bom gato Como ser um bom gato Texto e ilustrações de Gail Page Tradução: Gilda de Aquino Projeto: leitura e produção de texto Indicação: Educação Infantil e Fundamental 1 Elaborado por: Ana Lúcia Maestrello Temas:

Leia mais

Disciplina: Português Professor: Polly Freitas ASPECTOS RELACIONADOS AO TEXTO. Gêneros Textuais e Tipos Textuais Aula 01/07

Disciplina: Português Professor: Polly Freitas ASPECTOS RELACIONADOS AO TEXTO. Gêneros Textuais e Tipos Textuais Aula 01/07 Disciplina: Português Professor: Polly Freitas ASPECTOS RELACIONADOS AO TEXTO Gêneros Textuais e Tipos Textuais Aula 01/07 Gêneros Textuais Definição: Gênero textual é a forma como a língua é empregada

Leia mais

FESTIVAL MERGULHE NA MÚSICA

FESTIVAL MERGULHE NA MÚSICA FESTIVAL MERGULHE NA MÚSICA SHOWS OFICINAS BRINCADEIRA 01 MÚSICA PARA CRIANÇA GOSTAR DE MÚSICA DESDE A PRIMEIRA CANTIGA DE NINAR A MÚSICA FAZ PARTE DA VIDA DE TODOS: BRINCADEIRAS, FESTAS, AMORES E LEMBRANÇAS

Leia mais

A ESTRUTURA BÁSICA DE

A ESTRUTURA BÁSICA DE A ESTRUTURA BÁSICA DE UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO BERTUCCI, R. (2016) UTFPR 1 1. O QUE É UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO? Visa diminuir os efeitos de um problema. Parte da constatação do problema. Limitada

Leia mais

SITUAÇÃO DE USO Escolha de atividades físicas e aconselhamento e discussão sobre elas.

SITUAÇÃO DE USO Escolha de atividades físicas e aconselhamento e discussão sobre elas. UNIDADE: Quero perder uns quilinhos / Brasil SITUAÇÃO DE USO Escolha de atividades físicas e aconselhamento e discussão sobre elas. EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM - Reconhecer o recurso argumentação em propagandas

Leia mais

PORTO7 Festival Internacional de Curtas-metragens do Porto Edição 2013

PORTO7 Festival Internacional de Curtas-metragens do Porto Edição 2013 PORTO7 Festival Internacional de Curtas-metragens do Porto Edição 2013 - REGULAMENTO Artigo 1º Organização é um evento organizado pela FICP Associação para a promoção da cultura, cinema, artes e meios

Leia mais

apresenta LIVRO DIDÁTICO Especial para Escolas

apresenta LIVRO DIDÁTICO Especial para Escolas apresenta LIVRO DIDÁTICO Especial para Escolas Trata-se de valioso registro audiovisual apresentado com um inestimável valor histórico e cultural, visto que Stockinger marcou a arte produzida no Brasil

Leia mais

PORTO7 Festival Internacional de Curtas-metragens do Porto Edição 2012

PORTO7 Festival Internacional de Curtas-metragens do Porto Edição 2012 PORTO7 Festival Internacional de Curtas-metragens do Porto Edição 2012 - REGULAMENTO Artigo 1º Organização é um evento organizado pela FICP Associação para a promoção da cultura, cinema, artes e meios

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE PLANEJAMENTO / 2016

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE PLANEJAMENTO / 2016 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE PLANEJAMENTO / 16 OBJETIVO GERAL: Mediar a atividade docente na área de Língua inglesa de maneira deleitosa e colaborativa para os princípios escolares, éticos e sociais,

Leia mais

Sequência didática Práticas pedagógicas e cinema: contribuições à Educação Ambiental Crítica

Sequência didática Práticas pedagógicas e cinema: contribuições à Educação Ambiental Crítica Sequência didática Práticas pedagógicas e cinema: contribuições à Educação Ambiental Crítica Objetivos: - Discutir concepções da Educação Ambiental crítica em sala de aula; - Estimular a divulgação de

Leia mais

MARATONA CULTURAL 2009 CARTILHA DO CANDIDATO 2ª FASE

MARATONA CULTURAL 2009 CARTILHA DO CANDIDATO 2ª FASE MARATONA CULTURAL 2009 CARTILHA DO CANDIDATO 2ª FASE Você está recebendo a cartilha com as orientações para a construção dos trabalhos da 2ª fase da Maratona Cultural 2009. Fique atento aos procedimentos

Leia mais

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM 1. Curso: Missão do Colégio: Promover o desenvolvimento do cidadão e, na sua ação educativa,

Leia mais

5. Objetivo geral (prever a contribuição da disciplina em termos de conhecimento, habilidades e atitudes para a formação do aluno)

5. Objetivo geral (prever a contribuição da disciplina em termos de conhecimento, habilidades e atitudes para a formação do aluno) ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM 1. Curso: Missão do Colégio: Promover o desenvolvimento do cidadão e, na sua ação educativa,

Leia mais

Planejamento Anual 2015 Disciplina: Língua Portuguesa: Ação Série: 3º ano Ensino: Médio Professor: André

Planejamento Anual 2015 Disciplina: Língua Portuguesa: Ação Série: 3º ano Ensino: Médio Professor: André Objetivos Gerais: Planejamento Anual 2015 Disciplina: Língua Portuguesa: Ação Série: 3º ano Ensino: Médio Professor: André # Promover as competências necessárias para as práticas de leitura e escrita autônomas

Leia mais

O CASAMENTO DO RATO COM A FILHA DO BESOURO

O CASAMENTO DO RATO COM A FILHA DO BESOURO O CASAMENTO DO RATO COM A FILHA DO BESOURO Veja abaixo a sequência didática para trabalhar o livro O casamento do Rato com a filha do Besouro com o 1º Ano do Ensino Fundamental. PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO

Leia mais

Técnicas de Memorização para A Bíblia e Qualquer Assunto

Técnicas de Memorização para A Bíblia e Qualquer Assunto Técnicas de Memorização para A Bíblia e Qualquer Assunto VERSICULODODIA.COM Introdução Neste simples e-book você terá acesso à 5 técnicas infalíveis de memorização que podem ser aplicadas para memorizar

Leia mais

Aprendendo a revisar os textos produzidos

Aprendendo a revisar os textos produzidos a revisá-los. A partir do momento em que a criança começa a produzir textos, precisa também aprender Essa prática deve começar nas séries iniciais, pois é assim que as crianças começam a incorporar, sem

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DA 3ª ETAPA

PROGRAMAÇÃO DA 3ª ETAPA PROGRAMAÇÃO DA 3ª ETAPA MATÉRIA: Português PROFESSORAS: Débora Campos e Flávia Moreira ANO: 8º - Ensino Fundamental O HOMEM, CONSIDERADO NA SUA ESSÊNCIA E NAS SUAS RELAÇÕES, É O ENIGMA DE MAIS DIFÍCIL

Leia mais

Gêneros Textuais. E aí, beleza!? Vamos juntos dar uma olhada em algumas dicas importantes de gêneros textuais?

Gêneros Textuais. E aí, beleza!? Vamos juntos dar uma olhada em algumas dicas importantes de gêneros textuais? Gêneros Textuais E aí, beleza!? Vamos juntos dar uma olhada em algumas dicas importantes de gêneros textuais? Para começar, vamos observar as imagens abaixo, reproduções de uma receita, uma manchete de

Leia mais

O lobo sentimental. Texto e ilustrações de Geoffroy de Pennart. Tradução: Gilda de Aquino. Projeto: leitura e produção de texto

O lobo sentimental. Texto e ilustrações de Geoffroy de Pennart. Tradução: Gilda de Aquino. Projeto: leitura e produção de texto O lobo sentimental Texto e ilustrações de Geoffroy de Pennart Tradução: Gilda de Aquino Projeto: leitura e produção de texto Indicação: Fundamental 1 Elaborado por: Ana Lúcia Maestrello Tema transversal:

Leia mais

PRODUÇÃO DE TEXTO RECUPERAÇÃO ROTEIRO E TRABALHO

PRODUÇÃO DE TEXTO RECUPERAÇÃO ROTEIRO E TRABALHO PRODUÇÃO DE TEXTO RECUPERAÇÃO ROTEIRO E TRABALHO ANO: 9º TURMAS: A B C D E ETAPA: 1ª DATA: /05/2017 PROFESSORAS: RAQUEL MARIA VALOR: 3,0 PONTOS ALUNO(A): Nº: NOTA: I INTRODUÇÃO Este roteiro tem como objetivo

Leia mais

ROTEIRO DE REDAÇÃO. Professor da Disciplina: Mª Cristina Peixoto Data: / /2017 2º TRIMESTRE Aluno (a): Nº: Nota:

ROTEIRO DE REDAÇÃO. Professor da Disciplina: Mª Cristina Peixoto Data: / /2017 2º TRIMESTRE Aluno (a): Nº: Nota: ROTEIRO DE REDAÇÃO Professor da Disciplina: Mª Cristina Peixoto Data: / /2017 2º TRIMESTRE Aluno (a): Nº: Nota: 9º ano [A ] [B] Ensino Médio Período: Matutino Conteúdo: Artigo de opinião O que é o artigo

Leia mais

02/05/14. Para início de Conversa. Tema 1 - A importância das Artes na Infância. Objetivos

02/05/14. Para início de Conversa. Tema 1 - A importância das Artes na Infância. Objetivos Tema 1 - A importância das Artes na Infância Para início de Conversa Objetivos Conhecer a importância do ensino das artes na educação infantil. Compreender a diferença das abordagens inatista e pragmática

Leia mais

Aula 1. Texto III. Omar Alberto Figueira Turcius. Istock Photo.

Aula 1. Texto III. Omar Alberto Figueira Turcius. Istock Photo. Aula 1 1. Atividades Observe os três textos não verbais a seguir antes de responder à questão. Texto III IESDE Brasil S.A. Texto I Omar Alberto Figueira Turcius. Texto II Istock Photo. Sobre os três textos

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL 2016

PLANEJAMENTO ANUAL 2016 PLANEJAMENTO ANUAL 2016 Professor Joabe Bernardo dos Santos Língua Portuguesa 9º ano Colégio Nossa Senhora da Piedade Referências: -SAE, 9º ano: Língua Portuguesa. Livro do professor: livro 1 / IESDE BRASIL

Leia mais

Competências globais a serem adquiridas na série

Competências globais a serem adquiridas na série PLANO DE ENSINO - 2016 Disciplina: Língua Portuguesa 9º ANO Professor: Ricardo Andrade Competências globais a serem adquiridas na série.fundamentar uma aprendizagem significativa, desenvolvendo múltiplas

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE LEITURA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO

PROCEDIMENTOS DE LEITURA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO PROCEDIMENTOS DE LEITURA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO Nome: Nº Série: Data: / /2016 Professor: 3º Bimestre A - Introdução Neste bimestre, você aprendeu novos procedimentos de leitura e fez várias atividades

Leia mais

Nome: Número: Data: / / 2011 Série: 5ª Turma: Disciplina: Língua Portuguesa Professora: Inês Pinheiro

Nome: Número: Data: / / 2011 Série: 5ª Turma: Disciplina: Língua Portuguesa Professora: Inês Pinheiro Nome: Número: Data: / / 2011 Série: 5ª Turma: Disciplina: Língua Portuguesa Professora: Inês Pinheiro Exercícios preparatórios com respostas para o exame de Língua Portuguesa Texto 01: Leia a tirinha a

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PRÓ REITORIA DE GRADUAÇÃO. Sistema de Planos de Ensino da PUC Goiás

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PRÓ REITORIA DE GRADUAÇÃO. Sistema de Planos de Ensino da PUC Goiás PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PRÓ REITORIA DE GRADUAÇÃO Sistema de Planos de Ensino da PUC Goiás Detalhes da Disciplina Código ARQ1078 Nome da Disciplina ANIMAÇÃO Carga Horária 80 Créditos

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA EJA 4ª PROF. JOSÉ FRANCISCO PROF.ª RISONILDE ARAÚJO

LÍNGUA PORTUGUESA EJA 4ª PROF. JOSÉ FRANCISCO PROF.ª RISONILDE ARAÚJO LÍNGUA PORTUGUESA EJA 4ª PROF. JOSÉ FRANCISCO PROF.ª RISONILDE ARAÚJO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade I Tecnologia: corpo, movimento, linguagem na era da informação. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 6.1

Leia mais

Esta semana vamos estudar sobre Beethoven, um grande compositor e músico, conhecido no mundo todo por suas belas sinfonias.

Esta semana vamos estudar sobre Beethoven, um grande compositor e músico, conhecido no mundo todo por suas belas sinfonias. Lições de Língua Portuguesa, Vivência Religiosa e História - 4º ano Troca do Livro 4º A e B 4º C quarta-feira segunda-feira Esta semana vamos estudar sobre Beethoven, um grande compositor e músico, conhecido

Leia mais

Como Aprender Inglês: O Guia Prático

Como Aprender Inglês: O Guia Prático Como Aprender Inglês: O Guia Prático Elaboramos um sistema passo-a-passo para você aprender inglês de maneira mais simples e efetiva! Lucas Campos Introdução Ao Guia...3 Passo 1 As 4 Habilidades...4 Passo

Leia mais

Que tal aprender inglês de uma forma diferente? _

Que tal aprender inglês de uma forma diferente? _ Que tal aprender inglês de uma forma diferente? Você sabia que além de dar muitas risadas ou se emocionar com a sua série favorita, ao assistir seriados você absorve centenas de palavras, frases e estruturas

Leia mais

EM BUSCA DO SEU SUCESSO!

EM BUSCA DO SEU SUCESSO! EM BUSCA DO SEU SUCESSO! 7 PASSOS-CHAVES PARA CRESCER NA CARREIRA! DICAS SOBRE COMO APRESENTAR A NOSSA OPORTUNIDADE COM SUCESSO A TINTA MAIS FRACA DURA MAIS QUE A MEMÓRIA. - MARY KAY ASH 1. SESSÕES DE

Leia mais

OFICINAS CULTURAIS (Aula 2) Prof: André Aparecido da Silva / Profa. Milca Augusto da Silva Costa Disponível em:

OFICINAS CULTURAIS (Aula 2) Prof: André Aparecido da Silva / Profa. Milca Augusto da Silva Costa Disponível em: OFICINAS CULTURAIS (Aula 2) Prof: André Aparecido da Silva / Profa. Milca Augusto da Silva Costa Disponível em: www.oxnar.com.br/2015/profuncionario 1 Como as pessoas enxergam o Brasil? E como notam a

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular

Ficha de Unidade Curricular Ficha de Unidade Curricular Unidade Curricular Designação: Escrita e Narrativa Área Científica: CSH Som e Imagem Ciclo de Estudos: 1º Ciclo - Licenciatura Carácter: Obrigatória Semestre: 2º ECTS: 6 Tempo

Leia mais

ROSANA RIOS. Três noites de medo

ROSANA RIOS. Três noites de medo Leitor iniciante Leitor em processo Leitor fluente ROSANA RIOS Três noites de medo ILUSTRAÇÕES: GIROTTO PROJETO DE LEITURA Maria José Nóbrega Rosane Pamplona Três noites de medo ROSANA RIOS UM POUCO SOBRE

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente - 2015

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente - 2015 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça S.P. Área de conhecimento: Ciências Humanas e suas Tecnologias

Leia mais

Hoje vamos aprender um pouquinho sobre Regência Verbal, já que em muitos casos a língua espanhola difere muito da portuguesa.

Hoje vamos aprender um pouquinho sobre Regência Verbal, já que em muitos casos a língua espanhola difere muito da portuguesa. Introdução Hoje vamos aprender um pouquinho sobre Regência Verbal, já que em muitos casos a língua espanhola difere muito da portuguesa. Entretanto, antes de passarmos a analisar a regência de alguns verbos,

Leia mais

Desenhando perspectiva isométrica

Desenhando perspectiva isométrica Desenhando perspectiva isométrica Introdução Quando olhamos para um objeto, temos a sensação de profundidade e relevo. As partes que estão mais próximas de nós parecem maiores e as partes mais distantes

Leia mais

Planificação Anual GR Disciplina Português (Ensino Profissional) 3.º

Planificação Anual GR Disciplina Português (Ensino Profissional) 3.º Planificação Anual GR 300 - Disciplina Português (Ensino Profissional) 3.º Módulo 9: Textos Líricos (Fernando Pessoa ortónimo e heterónimos) 30 horas (40 aulas) Objectivos de Aprendizagem -Distinguir a

Leia mais

Produção de Videoaulas

Produção de Videoaulas Produção de Videoaulas Etapas da Produção Prof. Eduardo Barrére Nossas videoaulas são no estilo bricolagem. Por isso, não temos condições de elaborá-las com todas as etapas de produção de um material profissional

Leia mais

Na Fundação Calouste Gulbenkian

Na Fundação Calouste Gulbenkian Antes de Começar, de Almada Negreiros Na Fundação Calouste Gulbenkian M/4 A Companhia da Esquina estará em cena para Escolas durante o Ano Lectivo 2016/17 com o espectáculo Antes de Começar na Fundação

Leia mais

DATA: 30 / 11 / 2011 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 7.º ANO/EF ALUNO(A): Nº: TURMA:

DATA: 30 / 11 / 2011 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 7.º ANO/EF ALUNO(A): Nº: TURMA: SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: / / UNIDADE: III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 7.º ANO/EF ALUNO(A): Nº: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:,

Leia mais

O PROJETO - Apresentação

O PROJETO - Apresentação çõ O PROJETO - Apresentação CHAPEUZINHO VERMELHO E O LOBONZINHO com roteiro adaptado de um dos maiores clássicos de todos os tempos, o espetáculo teatral infantil, traz uma releitura contemporânea, que

Leia mais

L ngua Portuguesa INTRODUÇÃO

L ngua Portuguesa INTRODUÇÃO Programação 1º- ao5º-ano INTRODUÇÃO Ser leitor-escritor competente nos dias de hoje é uma das condições básicas para uma participação social efetiva. Assim, cabe à escola rever seus currículos e estar

Leia mais

AULA: 31 TEMA: Trabalho: a trajetória humana, suas produções e manifestações.

AULA: 31 TEMA: Trabalho: a trajetória humana, suas produções e manifestações. AULA: 31 TEMA: Trabalho: a trajetória humana, suas produções e manifestações. Conteúdo: - Propaganda Habilidades: - Conhecer a função da propaganda nos meios de comunicação - Conhecer e identificar as

Leia mais

Lição 3 A Organização Básica do Texto

Lição 3 A Organização Básica do Texto Redação Técnica 53 Ao fi nal desta lição, esperamos que você possa: identifi car os meios de obtenção dos insumos para o planejamento da comunicação escrita; reconhecer os principais elementos estruturais

Leia mais

2. Para construir o humor da história, o autor dá uma informação importante apenas no último quadrinho. Qual é ela?

2. Para construir o humor da história, o autor dá uma informação importante apenas no último quadrinho. Qual é ela? VERBO CONSTRUINDO O CONCEITO Leia esta história em quadrinhos: 1. Nos três primeiros quadrinhos, o Menino Maluquinho dá uma série de ordens ao cãozinho. a) Que palavras traduzem essas ordens? b) Qual foi

Leia mais

Plano da Intervenção

Plano da Intervenção INTERVENÇÃO Alimentos Orgânicos e Agrotóxicos Autora: Ana Maria Rigon Bolzan Plano da Intervenção CONTEXTUALIZAÇÃO Os alimentos orgânicos são aqueles que utilizam, em todos seus processos de produção,

Leia mais

5 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Ortografia e Produção de Texto Nome:

5 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Ortografia e Produção de Texto Nome: 5 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Ortografia e Produção de Texto Nome: Leia este texto e resolva as questões 1 e 2. PÉS NO CHÃO Dos problemas que afligem o Brasil, a educação é o primeiro

Leia mais

Education and Cinema. Valeska Fortes de Oliveira * Fernanda Cielo **

Education and Cinema. Valeska Fortes de Oliveira * Fernanda Cielo ** Educação e Cinema Education and Cinema Valeska Fortes de Oliveira * Fernanda Cielo ** Rosália Duarte é professora do Departamento de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação, da PUC do Rio de

Leia mais

Teste de aula 5 questões por aula QUIZ. Teste Leitura 2 questões por aula

Teste de aula 5 questões por aula QUIZ. Teste Leitura 2 questões por aula BD_ Língua Portuguesa _7aS Suíte Kadiweu APP Assessoria Pedagógica ao Plano de curso Planejamento anual para BD_ Língua Portuguesa _7aS Considere: 200 dias de aula Tempos semanais 6 alternados, três vezes

Leia mais

O Espetáculo: Leonel Pé de Vento

O Espetáculo: Leonel Pé de Vento 1 O Espetáculo: O espetáculo Leonel Pé de Vento é uma peça de teatro infanto-juvenil de caráter artístico, educativo e inclusivo, com direção de João Batista, direção de produção de Lara Pozzobon, da Lavoro

Leia mais

Projeto do trabalho A Música Erudita nos Dias de Hoje Visões, Críticas, Divulgação

Projeto do trabalho A Música Erudita nos Dias de Hoje Visões, Críticas, Divulgação Universidade do Algarve Escola Superior de Educação e Comunicação Projeto Multimédia Música na Comunicação Docentes: Fernando Carrapiço, Raquel Correia Ano letivo 2011/2012 Projeto do trabalho A Música

Leia mais

SONDAGEM: PERFIL DOS ESTUDANTES DO IFSP CÂMPUS REGISTRO Curso Edificações 33 Respostas. 3- Idade

SONDAGEM: PERFIL DOS ESTUDANTES DO IFSP CÂMPUS REGISTRO Curso Edificações 33 Respostas. 3- Idade SONDAGEM: PERFIL DOS ESTUDANTES DO IFSP CÂMPUS REGISTRO Curso Edificações 33 Respostas 1-Nome 2- Data de Nascimento 3- Idade 3- Idade Entre 15 e17 anos Entre 18 e 30 anos Acima de 30 anos 3 52% 4- Semestre

Leia mais

Educação por Competências

Educação por Competências Educação por Competências Nílson José Machado Universidade de São Paulo/Faculdade de Educação njmachad@usp.br www.nilsonjosemachado.net Objetivo da Palestra Disciplinas e Competências na escola Competências

Leia mais

"PASSO A PASSO DE ESTUDO"

PASSO A PASSO DE ESTUDO 2 Aqui no EPISÓDIO 04 você recebe o PASSO A PASSO para estudar Inglês diariamente e usando tudo o que ensinei durante o AULÃO NACIONAL DE INGLÊS! "PASSO A PASSO DE ESTUDO" Se tudo que eu falei para você

Leia mais

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR (A): Juliana B. Stoll TURMA: 2ª Série EM

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR (A): Juliana B. Stoll TURMA: 2ª Série EM ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR (A): Juliana B. Stoll TURMA: 2ª Série EM REVISÃO 1) Observe a imagem: a) Todo anúncio publicitário pretende estimular o receptor a consumir

Leia mais

Tipos de fruição: linear, reativa, interativa; coletiva x individual; manual x mediada; próxima x distante; interna x externa

Tipos de fruição: linear, reativa, interativa; coletiva x individual; manual x mediada; próxima x distante; interna x externa SISTEMA SÍGNICO (A IMAGEM) FRUIÇÃO: DAR ABERTURA À MATÉRIA COMPREENDIDA PARA QUE ELA SEJA INTERPRETADA Nível Pragmático: contextual, afetivo Relações de significação: acontecem a partir das interpretações

Leia mais

Metodologia Científica - Aula 6 - Fichamento Unidade 2 Seção 3. Profa. Ms. Ana Cabanas 21/03/2016

Metodologia Científica - Aula 6 - Fichamento Unidade 2 Seção 3. Profa. Ms. Ana Cabanas 21/03/2016 Metodologia Científica - Aula 6 - Profa. Ms. Ana Cabanas Fichamento Unidade 2 Seção 3 Comprometimento é tudo! Faça a diferença você também! FICHAMENTO Leitura Leitura Interpretação Escrita Análise crítica

Leia mais

MATERIAIS PARA PROFESSORES, PAIS E FILHOS

MATERIAIS PARA PROFESSORES, PAIS E FILHOS Nível de competência B2 Oficina de escrita (Adaptada de Materiais para o Novo Programa de Português do Ensino Básico SD3_Ano7_FT03) Vai propor a aquisição de novas obras para a biblioteca escolar. Comece

Leia mais

UNIDADES DE ESTUDO 1ª ETAPA º Ano EF II Turmas: A/B/C/D

UNIDADES DE ESTUDO 1ª ETAPA º Ano EF II Turmas: A/B/C/D UNIDADES DE ESTUDO 1ª ETAPA - 2016 9º Ano EF II Turmas: A/B/C/D Basta que sejais jovens para que eu vos ame profundamente. Dom Bosco. CRONOGRAMA DE AVALIAÇÕES Avaliações 1ª Etapa 2ª Etapa 16/05 a 31/08

Leia mais

ANEXO III PROJETO TÉCNICO INSTITUTO DE RADIODIFUSÃO EDUCATIVA DA BAHIA IRDEB TVE BAHIA

ANEXO III PROJETO TÉCNICO INSTITUTO DE RADIODIFUSÃO EDUCATIVA DA BAHIA IRDEB TVE BAHIA ANEXO III PROJETO TÉCNICO INSTITUTO DE RADIODIFUSÃO EDUCATIVA DA BAHIA IRDEB TVE BAHIA SELEÇÃO DE PROJETOS DE PRÉ-LICENCIAMENTO DE PRODUÇÕES AUDIOVISUAIS OBRA SERIADA FICÇÃO CATEGORIA: Categoria A - 13

Leia mais

TABUADA DAS OBJEÇÕES

TABUADA DAS OBJEÇÕES TABUADA DAS OBJEÇÕES Você já sentiu acuada, sem palavras ao ouvir alguma objeção de sua potencial iniciada!? As pessoas que você vai abordar são tão especiais quanto você e se elas disserem não, lembre-se

Leia mais

H003 Compreender a importância de se sentir inserido na cultura escrita, possibilitando usufruir de seus benefícios.

H003 Compreender a importância de se sentir inserido na cultura escrita, possibilitando usufruir de seus benefícios. 2ª Língua Portuguesa 5º Ano E.F. Objeto de Estudo Usos e funções: código oral e código escrito Usos e funções: código oral e código escrito Usos e funções: norma-padrão e variedades linguísticas. Usos

Leia mais

Sala de Leitura Parceira Escola Estadual João XXIII

Sala de Leitura Parceira Escola Estadual João XXIII Sala de Leitura Parceira Escola Estadual João XXIII Professor(es) Apresentador(es): Arlete Ajudarte Realização: Foco do Projeto A Sala de Leitura do Programa Ensino Integral deve ter, como principal foco,

Leia mais

Questão 01. Preencha as tabelas abaixo, conjugando os verbos nos tempos do modo indicativo. Verbo: AMAR

Questão 01. Preencha as tabelas abaixo, conjugando os verbos nos tempos do modo indicativo. Verbo: AMAR NOME: DATA: / /2017 TRABALHO DE RECUPERAÇÃO / 2º TRIMESTRE ANO: 7º TURMA: TURNO: Matutino Vespertino Assinatura do Responsável: PROFESSORA: ROSANA NOTA: VALOR: 12,0 pontos Questão 01. Preencha as tabelas

Leia mais

Língua Portuguesa UNIDADE DE REVISÃO E RECUPERAÇÃO

Língua Portuguesa UNIDADE DE REVISÃO E RECUPERAÇÃO Língua Portuguesa UNIDADE DE REVISÃO E RECUPERAÇÃO Organizamos esta unidade para orientá-lo na revisão dos conteúdos trabalhados ao longo da disciplina. Siga as orientações desta apresentação, reveja os

Leia mais

UNIDADE 1. Escreva um relatório sobre a visita à locadora.

UNIDADE 1. Escreva um relatório sobre a visita à locadora. 2 UNIDADE 1 Escreva um relatório sobre a visita à locadora. 3 UNIDADE 2 Entrevista Escreva nesse espaço as 2 perguntas que sua equipe elaborou e registre a resposta dada pelo entrevistado. 4 UNIDADE 3

Leia mais

No episódio de hoje...

No episódio de hoje... Redação 1/4 No episódio de hoje... Como é o modelo de redação da FATEC? 5 citações que você pode usar em sua redação Dicas práticas para escrever cada vez melhor COMO É O MODELO DE REDAÇÃO DA FATEC? Liiiii,

Leia mais

Relações entre o visual e o verbal em propaganda.

Relações entre o visual e o verbal em propaganda. JULIA HELENA DA ROCHA URRUTIA Relações entre o visual e o verbal em propaganda. Universidade de São Paulo Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Textos Comunicacionais Profa. Dra. Irene Machado São Paulo,

Leia mais