MARATONA CULTURAL 2009 CARTILHA DO CANDIDATO 2ª FASE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MARATONA CULTURAL 2009 CARTILHA DO CANDIDATO 2ª FASE"

Transcrição

1

2

3 MARATONA CULTURAL 2009 CARTILHA DO CANDIDATO 2ª FASE Você está recebendo a cartilha com as orientações para a construção dos trabalhos da 2ª fase da Maratona Cultural Fique atento aos procedimentos e às datas para entrega dos trabalhos. Os trabalhos de conclusão da 2ª fase deverão ser entregues no período de 20 a 23 de outubro, nas Unidades de Benefícios ou áreas responsáveis nas empresas fora da fábrica. Além dos critérios estabelecidos no anexo da 2ª fase, não serão aceitos trabalhos que não forem entregues nos formulários personalizados. Qualquer dúvida consulte a Cartilha do Candidato, distribuída na 1ª fase ou entre em contato com a Central de Atendimento pelo telefone ou pelo Comissão organizadora da Maratona Cultural 3

4 Anexo da segunda fase Orientações passo a passo para o desenvolvimento do trabalho da 2ª fase 4

5 Oriientações Dando sequência ao trabalho iniciado na primeira fase, o candidato realizará a 2ª fase com base no tema "O Brasil que a gente quer" e no subtema escolhido de acordo com a série do ensino fundamental que está cursando. - 1ª a 4ª série (2º ao 5º ano): Saúde ou natureza ou água ou família - 5ª a 8ª série (6º ao 9º ano): Meio ambiente ou família ou drogas ou educação Como fazer Com o tema já selecionado na 1ª fase, o aluno deverá produzir os seguintes textos, de acordo com a série: - 1ª a 4ª série (2º ao 5º ano) Desenho Colagem - 5ª a 8ª série (6º ao 9º ano) Entrevista Propaganda Como enttregar o ttrabal lho da segunda ffase O candidato receberá um formulário personalizado, onde irá produzir o seu trabalho nos espaços apropriados, conforme modelos nas páginas de 11 a 14. Quem estiver cursando entre a 1ª e 4ª série (2º ao 5º ano), deverá produzir um desenho e fazer um trabalho de colagem de acordo com o subtema escolhido e de acordo com a pesquisa que foi feita. O aluno que estiver cursando da 5ª a 8ª série (6º ao 9º ano) deverá produzir uma entrevista e uma propaganda de acordo com o subtema escolhido e de acordo com a pesquisa que foi feita. 5

6 Para produzir a colagem, é preciso observar o seguinte: A) Uma colagem é uma imagem elaborada a base de recortes de papel e outros materiais, como por exemplo, tecidos. É uma técnica muito utilizada pelos cubistas, onde são utilizados diversos materiais, entre eles papéis de jornais e outros objetos gráficos, para criar imagens. A escolha dos materiais era muitas vezes simbólica e produzia belos efeitos visuais. B) Reproduzimos abaixo um exemplo de colagem: Anêmonas Longas br.geocities.com/maritp31/colagem.html Para produzir a entrevista, considere o seguinte: A) Você já experimentou ser repórter por um dia? Agora sua missão é criar uma entrevista, um gênero textual cuja finalidade é a de obter assuntos de interesse jornalístico por meio de perguntas e respostas. B) A entrevista é um dos instrumentos de pesquisa do repórter. Com os dados nela obtidos ele pode montar uma reportagem de texto corrido em que as declarações são citadas entre aspas ou pode montar um texto no estilo de perguntas e respostas, também chamado "pingue-pongue". Queremos que você produza uma entrevista sobre o subtema escolhido na 1ª fase, utilizando como técnica o "pingue-pongue". Construa entre 7 (sete) e 10 (dez) perguntas. 6

7 Como fazer a entrevista: O manual da Folha de São Paulo diz que o segredo de uma boa entrevista está na elaboração de um bom roteiro. Assim, levante sempre o máximo de informações sobre o entrevistado e o tema que ele vai tratar. Em seguida, reflita sobre o objetivo a que pretende chegar. O melhor caminho é redigir perguntas tão objetivas quanto possível. Para elaborar as perguntas, você já tem mãos um ótimo material de consulta: a reportagem e o relatório produzidos na 1ª fase. Veja abaixo algumas dicas importantes e mãos à obra. Escolha a pessoa que será entrevistada de acordo com o tema escolhido por você na 1ª fase. Pode ser um professor, um profissional ligado à área do tema escolhido, um líder comunitário, uma autoridade da sua região, uma personalidade, entre várias outras fontes. Marque a entrevista com antecedência; Informe o entrevistado sobre o tema e a duração do encontro; Anote ou grave as respostas para poder reproduzir com absoluta fidelidade as declarações do entrevistado; Faça perguntas breves, diretas; Evite perguntas fechadas, isto é, que só admitem monossílabos como resposta (exemplos: sim e não ); Seja bem-humorado no diálogo, porém sem exageros que destoem do assunto; Procure com segurança e naturalidade, mostrar que você sabe o que quer; Não use exclamações para comentar as respostas ("puxa!"..."quem diria!"..."não me diga!".) Faça uma pergunta de cada vez; não misture várias perguntas ao mesmo tempo ( qual seu nome, idade, profissão, trabalho atual ); Não corte as respostas; espere que cada uma delas termine para formular a próxima pergunta; O entrevistado deve ser alertado para o fim da entrevista ("agora uma última pergunta... "para terminar"... "o Sr. gostaria de acrescentar mais alguma coisa?") Ao final, transcreva para o papel as perguntas e respostas. 7

8 Ao produzir a propaganda, é preciso ficar atento(a) para alguns aspectos importantes: A) Os meios de comunicação são importantes veículos de informação e de formação de opinião. Para atingir o seu público, a propaganda utiliza: Imagens Argumentos Palavras B) Palavras certas, no lugar certo e do jeito certo podem convencer o leitor sobre "O Brasil que a gente quer", criando uma imagem positiva acerca do nosso país. Com isso, garante a simpatia do interlocutor. Lembre-se: interlocutor é a pessoa com quem se fala. Por isso, o seu texto precisa ser convincente. C) A propaganda tem o objetivo de persuadir o público a que se dirige a adotar certo comportamento ou atitude, disseminando uma boa imagem, sempre por meio de uma linguagem que procura ressaltar aspectos positivos em relação à ideia defendida. Coloque-se no lugar de um publicitário a quem alguém encomendou uma propaganda sobre o tema "O Brasil que a gente quer". Você deverá produzir uma propaganda para um veículo de comunicação impresso, ou seja, um anúncio para jornal ou revista. Para isso, redija um texto com o intuito de persuadir supostos leitores. Se a sua escolha foi "meio ambiente", observe o exemplo: Fonte: blog.ftc.br/ftcverde/wp-content/uploads/2009 8

9 Veja no quadro abaixo os exemplos de elementos de construção do anúncio: Slogan ou título Texto Apelo final Uma frase de efeito. Faz um retrato do ambiente, enfatizando suas características Frase final que propõe uma síntese do que foi dito Ex.: O meio ambiente também é mais do que você imagina. Dê um passeio pelo AVA, aprenda tudo sobre aproveitamento integral dos alimentos, conheça o sabão feito com óleo de cozinha, assista os filmes ambientais (...) Ex.: Seja um multiplicador dessas idéias. D) Para produzir o seu texto publicitário, considere as características abaixo: Evite questionamentos, não dê margem a dúvidas (Seja um multiplicador dessas ideias) Use o modo imperativo (Dê um passeio (...) conheça o sabão (...) assista os filmes (...)) Empregue expressões comuns e palavras de fácil entendimento (mais do que você imagina, filmes ambientais) Torne o produto atraente, atribuindo-lhe status (O meio ambiente também é mais do que você imagina). 9

10 Modelos de formulário 10

11 Modelo de formulário 2º ao 5º ano Desenho (neste espaço o candidato deverá fazer um desenho que expresse o tema e o subtema escolhido de acordo com a pesquisa feita na 1ª fase) 11

12 Modelo de formulário 2º ao 5º ano Colagem (neste espaço o candidato deverá fazer uma colagem que expresse o tema e o subtema escolhido de acordo com a pesquisa feita na 1ª fase) 12

13 Modelo de formulário 6º ao 9º ano Entrevista (neste espaço o candidato deverá fazer uma entrevista que expresse o tema e o subtema escolhido e de acordo com a pesquisa feita na 1ª fase) 13

14 Modelo de formulário 6º ao 9º ano Propaganda (neste espaço o candidato deverá produzir uma propaganda com base no tema e no subtema escolhido e de acordo com a pesquisa feita na 1ª fase) 14

15 15

16

Prova Prática de Desenho A

Prova Prática de Desenho A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Prática de Desenho A 12.º Ano de Escolaridade Prova 706/1.ª Fase 7 Páginas Duração da Prova: 150 minutos. Tolerância: 30

Leia mais

As normas devem seguir a seguinte sequência:

As normas devem seguir a seguinte sequência: Guia do trabalho de Recuperação Ensino Médio 2016 Ninguém ignora tudo. Ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa. Todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre. Paulo Freire Normas

Leia mais

Prova Prática de Desenho A

Prova Prática de Desenho A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Prática de Desenho A 12.º Ano de Escolaridade Prova 706/2.ª Fase 7 Páginas Duração da Prova: 150 minutos. Tolerância: 30

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDOS 2016 Disciplina: LINGUA PORTUGUESA - TEXTO Ano: 6 ano Ensino: F. II

ROTEIRO DE ESTUDOS 2016 Disciplina: LINGUA PORTUGUESA - TEXTO Ano: 6 ano Ensino: F. II ROTEIRO DE ESTUDOS 2016 Disciplina: LINGUA PORTUGUESA - TEXTO Ano: 6 ano Ensino: F. II Professor: Valdeci Lopes Dicas e roteiro de estudos para a avaliação 1. Faça a leitura da parte teórica e reveja os

Leia mais

PROCURAR EMPREGO. Delegação Regional do Centro. Centro de Emprego da Covilhã

PROCURAR EMPREGO. Delegação Regional do Centro. Centro de Emprego da Covilhã PROCURAR EMPREGO Delegação Regional do Centro Centro de Emprego da Covilhã 1 Procurar Emprego Exige: MOTIVAÇÃO PROATIVIDADE DETERMINAÇÃO TEMPO PERSISTÊNCIA ORGANIZAÇÃO Conhecer-se a si próprio: Experiências

Leia mais

Prova Prática de Desenho A

Prova Prática de Desenho A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Prática de Desenho A 12.º ano de Escolaridade Prova 706/2.ª Fase 7 Páginas Duração da Prova: 150 minutos. Tolerância: 30

Leia mais

CONQUISTE UM BOM EMPREGO

CONQUISTE UM BOM EMPREGO CONQUISTE UM BOM EMPREGO ÍNDICE CAPÍTULO 1 CURRÍCULO... 9 FUNÇÕES DO CURRÍCULO... 10 CAPÍTULO 2 ETAPAS DO CURRÍCULO... 23 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO... 27 OBJETIVOS... 32 FORMAÇÃO ACADÊMICA... 33 IDIOMAS...

Leia mais

Como elaborar um artigo cientíico

Como elaborar um artigo cientíico Como elaborar um artigo cientíico O que é um artigo cientiico? Comunicação de idéias e informações de maneira clara e concisa. Característica: publicação em periódicos científicos. Artigo científico é

Leia mais

Período Gênero textual Expectativa

Período Gênero textual Expectativa DISCIPLINA: Produção de texto ANO DE REFERÊNCIA: 2016 PROFESSORAS RESPONSÁVEIS: 6ºano Período Gênero textual Expectativa P35 Compreender o papel do conflito gerador no desencadeamento dos episódios narrados.

Leia mais

CURSOS EAD DIRETRIZES: METODOLOGIA DA PESQUISA

CURSOS EAD DIRETRIZES: METODOLOGIA DA PESQUISA CURSOS EAD DIRETRIZES: METODOLOGIA DA PESQUISA Este é um documento que visa oferecer algumas orientações básicas sobre a disciplina de Metodologia da Pesquisa / Métodos e Técnicas de Pesquisa e sobre a

Leia mais

NOVA CONSULTORA, DESCUBRA O QUE VOCÊ AMA EM MARY KAY...

NOVA CONSULTORA, DESCUBRA O QUE VOCÊ AMA EM MARY KAY... NOVA CONSULTORA, DESCUBRA O QUE VOCÊ AMA EM MARY KAY... Nossa Empresa tem base e valores 53 anos no mundo 18 anos no Brasil 2016 LIDER NA VENDA DE BASES LIDER NA VENDA DE BATONS NO ULTIMO TRIMESTRE Nossos

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS REDAÇÃO

LISTA DE EXERCÍCIOS REDAÇÃO LISTA DE EXERCÍCIOS REDAÇÃO P1-1º BIMESTRE 8 º ANO FUNDAMENTAL II Aluno (a): Turno: Turma: Unidade Data: / /2016 HABILIDADES E COMPETÊNCIAS Comparar textos, buscando semelhança e diferenças quanto às ideias

Leia mais

Redação Publicitária reflexões sobre teoria e prática 1

Redação Publicitária reflexões sobre teoria e prática 1 Redação Publicitária reflexões sobre teoria e prática 1 AUTOR: MAGOGA, Bernardo CURSO: Comunicação Social Publicidade e Propaganda/Unifra, Santa Maria, RS OBRA: MARTINS, Jorge S. Redação publicitária Teoria

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS Comunicação Social Habilitação em Publicidade e Propaganda 8ª Série Direção e Finalização de Arte para Meios Impressos A atividade prática supervisionada (ATPS) é um

Leia mais

REGULAMENTO PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS IV JORNADA INTEGRADA DA PEDAGOGIA, PSICOLOGIA E SERVIÇO SOCIAL CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS IV JORNADA INTEGRADA DA PEDAGOGIA, PSICOLOGIA E SERVIÇO SOCIAL CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS IV JORNADA INTEGRADA DA PEDAGOGIA, PSICOLOGIA E SERVIÇO SOCIAL CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. A Comissão Científica da IV Jornada Integrada

Leia mais

Na internet Leitura: atividades

Na internet Leitura: atividades Na internet Leitura: atividades 1. Com base no que você leu neste texto, enumere as vantagens e as desvantagens de se paquerar pelo computador. Você encontrou alguma dica nova ou diferente das que você

Leia mais

COLÉGIO SÃO JOAQUIM NORMAS PARA TRABALHOS CIENTÍFICOS

COLÉGIO SÃO JOAQUIM NORMAS PARA TRABALHOS CIENTÍFICOS COLÉGIO SÃO JOAQUIM NORMAS PARA TRABALHOS CIENTÍFICOS LORENA 2015 COLÉGIO SÃO JOAQUIM Ensinar é um exercício de imortalidade. De alguma forma continuamos a viver naqueles cujos olhos aprenderam a ver o

Leia mais

Pegada nas Escolas - ÁGUA - PROPOSTAS PARA A ESCOLA: ÁGUA

Pegada nas Escolas - ÁGUA - PROPOSTAS PARA A ESCOLA: ÁGUA Pegada nas Escolas - ÁGUA - 1 PROPOSTAS PARA A ESCOLA: ÁGUA Nessa fase vamos colocar a mão na massa para criar um conjunto de propostas que permitam reduzir a Pegada Ecológica e de Carbono* na Escola,

Leia mais

CRIAR UM CARTÃO DE VISITA. É fácil começar selecionando um dos designs de cartão de visita que acompanham o Publisher.

CRIAR UM CARTÃO DE VISITA. É fácil começar selecionando um dos designs de cartão de visita que acompanham o Publisher. PUBLISHER CRIAR UM CARTÃO DE VISITA É fácil começar selecionando um dos designs de cartão de visita que acompanham o Publisher. Criar um cartão de visita com um lado Clique em Arquivo > Novo e escolha

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO INTERNA DA UNIMED CAMPO GRANDE Núcleo de Comunicação e Marketing agosto de 2016

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO INTERNA DA UNIMED CAMPO GRANDE Núcleo de Comunicação e Marketing agosto de 2016 POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO INTERNA DA UNIMED CAMPO GRANDE Núcleo de Comunicação e Marketing agosto de 2016 1. INTRODUÇÃO A imagem da Unimed Campo Grande é uma responsabilidade de todos. A forma como nos comunicamos

Leia mais

PROTOCOLO PARA APLICAÇÃO DO QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DA VIGILÂNCIA ALIMENTAR E NUTRICIONAL NA ATENÇÃO BÁSICA Gestor da Unidade Básica de Saúde

PROTOCOLO PARA APLICAÇÃO DO QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DA VIGILÂNCIA ALIMENTAR E NUTRICIONAL NA ATENÇÃO BÁSICA Gestor da Unidade Básica de Saúde PROTOCOLO PARA APLICAÇÃO DO QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DA VIGILÂNCIA ALIMENTAR E NUTRICIONAL NA ATENÇÃO BÁSICA Gestor da Unidade Básica de Saúde As informações devem ser coletadas EXCLUSIVAMENTE com o gestor

Leia mais

Unidade IV. Ciência - O homem na construção do conhecimento. APRENDER A APRENDER LÍNGUA PORTUGUESA APRENDER A APRENDER DINÂMICA LOCAL INTERATIVA

Unidade IV. Ciência - O homem na construção do conhecimento. APRENDER A APRENDER LÍNGUA PORTUGUESA APRENDER A APRENDER DINÂMICA LOCAL INTERATIVA A A Unidade IV Ciência - O homem na construção do conhecimento. 2 A A Aula 32.2 Conteúdo: Resenha: A construção de uma resenha. 3 A A Habilidades: Localizar informações explícitas em textos verbais. (D01)

Leia mais

ACOMPANHANDO E FIDELIZANDO SUA CLIENTE

ACOMPANHANDO E FIDELIZANDO SUA CLIENTE ACOMPANHANDO E FIDELIZANDO SUA CLIENTE DIFERENÇA CONSULTORA / VENDEDORA Consultoras de Beleza MK: somos prestadoras de serviços, orientamos, acompanhamos os resultados na cliente, fazemos com que ela se

Leia mais

4 ESTRATÉGIAS DE OURO PARA VENDER NO MÊS DA MULHER

4 ESTRATÉGIAS DE OURO PARA VENDER NO MÊS DA MULHER 4 ESTRATÉGIAS DE OURO PARA VENDER NO MÊS DA MULHER IMPORTANTE: nem sempre vamos ter resultados positivos, mas devemos sempre reverter cada situação a nosso favor! Não vendeu no evento??? Pegue o maior

Leia mais

Edição de Aniversário

Edição de Aniversário Edição de Aniversário OS DOIS CRESCERAM MUITO! Há 38 anos, o Meio & Mensagem é leitura indispensável para quem quer saber tudo sobre marketing e comunicação. E o crescimento desse mercado fez com que

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO 12.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março) PROVA 706/7 Págs. Duração da prova: 150 minutos 2007 1.ª FASE PROVA PRÁTICA DE DESENHO A V.S.F.F.

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO 12.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março) PROVA 706/7 Págs. Duração da prova: 150 minutos 2007 1.ª FASE PROVA PRÁTICA DE DESENHO A V.S.F.F.

Leia mais

Pegada nas Escolas - LIXO - PROPOSTAS PARA A ESCOLA: LIXO

Pegada nas Escolas - LIXO - PROPOSTAS PARA A ESCOLA: LIXO Pegada nas Escolas - LIXO - 1 PROPOSTAS PARA A ESCOLA: LIXO Nessa fase vamos colocar a mão na massa para criar um conjunto de soluções que permitam reduzir a Pegada Ecológica e de Carbono* na Escola. Para

Leia mais

O QUE VOCÊ IRÁ APRENDER:

O QUE VOCÊ IRÁ APRENDER: Neste e-book não irei abordar sobre dicas, macetes ou conteúdos simplesmente teóricos. Quero te mostrar um processo de 5 etapas para aumentar o seu tráfego e consequentemente aumentar seu número de leads,

Leia mais

RECRUTAMENTO E SELEÇÃO

RECRUTAMENTO E SELEÇÃO RECRUTAMENTO E SELEÇÃO O SUCESSO DA SUA FUTURA UNIDADE COMEÇA EM RECRUTAR AS PESSOAS CERTAS INTRODUÇÃO A entrevista não é uma prova de força ou um exercício para o ego. É uma chance para que você encontre

Leia mais

Projeto Quero Ler Fundamental 2. Coleguium/2017

Projeto Quero Ler Fundamental 2. Coleguium/2017 Projeto Quero Ler Fundamental 2 Coleguium/2017 O que é o PQL? É a construção de um conto a partir da leitura feita pelo aluno de um livro escolhido por ele e supervisionado pela professora da turma. Instruções

Leia mais

PROJETO ATUALIDADE EM FOCO

PROJETO ATUALIDADE EM FOCO Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha PRODUÇÃO TEXTUAL Nº3 ENTREGA: 17/ 03/ 2016 2º Ano do Ensino Médio Nome do aluno: Professor (a): DISCIPLINA:

Leia mais

CADERNO 2 INSTRUÇÕES CADERNO DE REDAÇÃO

CADERNO 2 INSTRUÇÕES CADERNO DE REDAÇÃO MEC-SETEC INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE Câmpus: Bagé, Charqueadas, Passo Fundo, Pelotas, Pelotas Visconde da Graça e Sapucaia do Sul. CADERNO 2 INSTRUÇÕES CADERNO

Leia mais

PROVA DE REDAÇÃO INSTRUÇÕES. Ao desenvolver o assunto é indispensável:

PROVA DE REDAÇÃO INSTRUÇÕES. Ao desenvolver o assunto é indispensável: PROVA DE REDAÇÃO INSTRUÇÕES Ao desenvolver o assunto é indispensável: Inter-relacionar fatos, idéias e argumentos; expressar-se com vocabulário apropriado e em estruturas lingüísticas adequadas, conforme

Leia mais

EMENTA OBJETIVO GERAL. Ampliar os conhecimentos gramaticais, utilizando-os de forma apropriada nas práticas de linguagem oral e escrita.

EMENTA OBJETIVO GERAL. Ampliar os conhecimentos gramaticais, utilizando-os de forma apropriada nas práticas de linguagem oral e escrita. Ensino Fundamental II 7º ano PLANO DE ENSINO DISCIPLINA Língua Portuguesa PROFESSOR Ana Paula dos Santos Cabral CARGA HORÁRIA TURMA ANO LETIVO TOTAL SEMANAL 7º ano A 2017 1.1 - Gêneros literários: poema

Leia mais

ABC das Festas Infantis Planejamento de A a Z

ABC das Festas Infantis Planejamento de A a Z Você vai descobrir... Problemas que a maioria dos profissionais de festa enfrentam. Porque muitas pessoas que começam a trabalhar nesse mercado falham com cerca de 2 anos de atuação. A solução! Como implementar

Leia mais

Proposta de Redação Tema: Conto fantástico

Proposta de Redação Tema: Conto fantástico Proposta de Redação Tema: Conto fantástico Tema central: Criação de um conto fantástico Produção de texto Introdução: O conto fantástico é um gênero que tem como característica o fato de apresentar ou

Leia mais

2- ORIENTE-se com o seu professor(a) sobre a ordem das questões que serão realizadas;

2- ORIENTE-se com o seu professor(a) sobre a ordem das questões que serão realizadas; ATIVIDADE 1 Ensino Fundamental 8º e 9º anos Língua Portuguesa Conteúdo: Atividade do livro Que rock é esse? Caros alunos, Esta é uma atividade sobre o livro Que rock é esse?. Os procedimentos necessários

Leia mais

Criatividade com Ética. Projeto Campanha Responsável Módulo Gestão e Mercado 2017/1

Criatividade com Ética. Projeto Campanha Responsável Módulo Gestão e Mercado 2017/1 Assim se faz Assim não se faz Criatividade com Ética Projeto Campanha Responsável Módulo Gestão e Mercado 2017/1 O que é o Projeto? O Projeto Portfólio Campanha Responsável é uma atividade obrigatória

Leia mais

FORMATAÇÃO: WORD. 2. ed.

FORMATAÇÃO: WORD. 2. ed. FORMATAÇÃO: WORD 2017 2. ed. Sumário Fonte e tamanho do papel Como inserir quebra de página Formatando as margens na parte pré-textual Formatando as margens nas partes textual e pós-textual para impressão

Leia mais

CONCURSO DE CARTÕES DE NATAL REGULAMENTO

CONCURSO DE CARTÕES DE NATAL REGULAMENTO CONCURSO DE CARTÕES DE NATAL REGULAMENTO REGULAMENTO CONCURSO DE CARTÕES DE NATAL 2017/2018 Capítulo I Da Finalidade Art. 1º - O Concurso Nacional de Cartões de Natal tem por finalidade escolher 01 (um)

Leia mais

Um método comprovado para você desenvolver os textos do seu TCC muito mais rápido e sem perder qualidade. Que tal entregar o seu trabalho antes do

Um método comprovado para você desenvolver os textos do seu TCC muito mais rápido e sem perder qualidade. Que tal entregar o seu trabalho antes do Um método comprovado para você desenvolver os textos do seu TCC muito mais rápido e sem perder qualidade. Que tal entregar o seu trabalho antes do prazo de entrega e sem travar na frente do seu computador

Leia mais

Comunicação no Banco Central

Comunicação no Banco Central Comunicação no Banco Central Nossa pauta Por que se comunicar Comunicação corporativa como campo de trabalho Produtos e veículos de comunicação no Banco Central Bons produtos e bons resultados Dificuldades

Leia mais

PROF. FÁBIO CAMPOS ARTIGO CIENTÍFICO

PROF. FÁBIO CAMPOS ARTIGO CIENTÍFICO PROF. FÁBIO CAMPOS ARTIGO CIENTÍFICO ARTIGO CIENTÍFICO DE ACORDO COM ABNT Pode ser definido como a publicação com autoria declarada, que apresenta e discute ideias, métodos, técnicas, processos e resultados

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR. Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR. Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros Exame de Proficiência em Língua Portuguesa PARTE COLETIVA Produção

Leia mais

TUTORIAL DE UTILIZAÇÃO Ambiente Virtual de Aprendizagem - AVA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

TUTORIAL DE UTILIZAÇÃO Ambiente Virtual de Aprendizagem - AVA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU TUTORIAL DE UTILIZAÇÃO Ambiente Virtual de Aprendizagem - AVA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Acessando a Área do Aluno Pós http://portal.damasio.com.br/login.aspx USUÁRIO: Nº do seu CPF SENHA: Nº do seu RA,

Leia mais

NOÇÃO DE TEXTO E ELEMENTOS TEXTUAIS. Professor Marlos Pires Gonçalves

NOÇÃO DE TEXTO E ELEMENTOS TEXTUAIS. Professor Marlos Pires Gonçalves NOÇÃO DE TEXTO E ELEMENTOS TEXTUAIS Professor Marlos Pires Gonçalves 1 TEORIA DA COMUNICAÇÃO Toda mensagem tem uma finalidade: ela pode servir para transmitir um conteúdo intelectual, exprimir (ou ocultar)

Leia mais

E - B O O K VENDA 300% MAIS USANDO O FACEBOOK.

E - B O O K VENDA 300% MAIS USANDO O FACEBOOK. E - B O O K VENDA 300% MAIS USANDO O FACEBOOK. Marketing Digital: Redes Sociais POR QUE VOCÊ ESTÁ PARADO? Se todos estão na montanha, é lá que você deve estar. Se o que você quer é ser visto, não faz sentido

Leia mais

19 elementos essenciais para transformar seu texto em um artigo memorável (e mais 2 dicas bônus) VIVER DE BLOG Página 1

19 elementos essenciais para transformar seu texto em um artigo memorável (e mais 2 dicas bônus) VIVER DE BLOG Página 1 19 elementos essenciais para transformar seu texto em um artigo memorável (e mais 2 dicas bônus) VIVER DE BLOG Página 1 INTRODUÇÃO Quer atrair mais tráfego para o seu site ou blog? Então produza um conteúdo

Leia mais

Guia completo de regras ABNT para fazer um projeto de pesquisa

Guia completo de regras ABNT para fazer um projeto de pesquisa Guia completo de regras ABNT para fazer um projeto de pesquisa Uma das maiores queixas de qualquer estudante que realiza pesquisas de naturezas acadêmica ou científica é saber como formatar o seu projeto

Leia mais

Bem Vindos!!! Módulo 3

Bem Vindos!!! Módulo 3 Bem Vindos!!! Módulo 3 Como foi essa semana? Cumpriram nossas Tarefas? 1- Realizar no mínimo 10 entrevistas e preencher as Fichas de Iniciação Quais estratégias novas vocês usaram? Quantos Inícios vocês

Leia mais

MATEMÁTICA (Licenciatura) Noturno

MATEMÁTICA (Licenciatura) Noturno assinatura do(a) candidato(a) Admissão por Transferência Facultativa 2. a Transferência Facultativa/2010 MATEMÁTICA (Licenciatura) Noturno Segunda Etapa Prova Dissertativa LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES

Leia mais

Pré-produção. O Roteiro: Escaleta: Argumento: Roteiro Literário:

Pré-produção. O Roteiro: Escaleta: Argumento: Roteiro Literário: Pré-produção A pré-produção compreende a elaboração do roteiro (Escaleta, Argumento, Roteiro Literário e Roteiro Técnico), a análise técnica e a elaboração do cronograma. O Roteiro: Como o próprio nome

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS 4ª Série Produção Gráfica CST Produção Multimídia A atividade prática supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de ensino-aprendizagem desenvolvido por meio

Leia mais

1 o PROCESSO SELETIVO/2011

1 o PROCESSO SELETIVO/2011 1 o PROCESSO SELETIVO/2011 PROVA DE REDAÇÃO LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES DESTE CADERNO. Elas fazem parte da sua prova. 1. Este caderno contém a Prova de Redação. (A Prova Objetiva compõe um caderno à

Leia mais

Protocolo de Atendimento de Clientes de Retorno de Teste e Fechamento Assistentes

Protocolo de Atendimento de Clientes de Retorno de Teste e Fechamento Assistentes Protocolo de Atendimento de Clientes de Retorno de Teste e Fechamento Assistentes Apresentado em 12 de dezembro de 2011. CLIENTES PARA RETORNO DE TESTE E FECHAMENTO Duração 45 minutos 1) CLIENTE ENTRA

Leia mais

Orientação Vocacional e Coaching Carlos Gomes

Orientação Vocacional e Coaching Carlos Gomes Índice Introdução... 2 Método Orienta... 3 Técnica das frases para completar... 6 Realização do Teste Vocacional... 8 Autoavaliação do Teste Vocacional... 9 Exploração de Valores... 10 Autoconhecimento...

Leia mais

ESCREVA BEM E INSPIRE PESSOAS. 5 dicas de redação para mudar a imagem do seu clube + dica de ouro

ESCREVA BEM E INSPIRE PESSOAS. 5 dicas de redação para mudar a imagem do seu clube + dica de ouro ESCREVA BEM E INSPIRE PESSOAS 5 dicas de redação para mudar a imagem do seu clube + dica de ouro Você conhece o poder de uma boa redação? No Brasil, cerca de 57% da população não entende bem como funciona,

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS AGOSTO DE 2012 JOB1692-1 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Levantar junto aos eleitores da área em estudo opiniões

Leia mais

TÉCNICAS PARA ABORDAR E VENDER MAIS! Líder Alécia Rocha - BH

TÉCNICAS PARA ABORDAR E VENDER MAIS! Líder Alécia Rocha - BH TÉCNICAS PARA ABORDAR E VENDER MAIS! Líder Alécia Rocha - BH 31 99739-3169 Uma homenagem para a Thais Plaza, que esta semana perdeu seu querido pai. Nosso carinho e a certeza de que ele vai encontrar um

Leia mais

O que é e como participar

O que é e como participar 1 O que é e como participar O Parlamento Estudantil possibilita aos estudantes o exercício da cidadania, por meio da vivência do processo legislativo na Câmara Municipal de Mogi das Cruzes. O Parlamento

Leia mais

Imprimir planilhas em Excel: Cinco passos. 5 Passos Para Imprimir Planilhas em Excel

Imprimir planilhas em Excel: Cinco passos. 5 Passos Para Imprimir Planilhas em Excel Este conteúdo faz parte da série: Excel Dicas Básicas Ver 10 posts dessa série Então você concluiu aquela super planilha para sua empresa e não vê a hora de apresentar os resultados afinal, foram horas

Leia mais

Planejamento de Campanhas Promocionais. Carlos Freire

Planejamento de Campanhas Promocionais. Carlos Freire Planejamento de Campanhas Promocionais O que é planejamento?. O planejamento constitui um processo complexo e abrangente. Possui dimensões e características próprias, implica uma filosofia e políticas

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE AS ELEIÇÕES 2014

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE AS ELEIÇÕES 2014 PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE AS ELEIÇÕES 2014 JULHO DE 2013 JOB1036 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL O principal objetivo desse projeto é levantar um conjunto de informações sobre

Leia mais

PROPOSTA DE REDAÇÃO. Onda de Refugiados na Europa

PROPOSTA DE REDAÇÃO. Onda de Refugiados na Europa MARATONA DE ESTUDOS PROPOSTA DE REDAÇÃO Onda de Refugiados na Europa Refugiado é toda a pessoa que, em razão de fundados temores de perseguição devido a sua raça, religião, nacionalidade, associação a

Leia mais

O Maior Tesouro da Humanidade

O Maior Tesouro da Humanidade elaboração: Tatiana Pita Mestre em Educação pela PUC (SP) O Maior Tesouro da Humanidade escrito por ilustrado por Patrícia Engel Secco Fábio Sgroi 2 O prazer da leitura Ler é um exercício de voar sem sair

Leia mais

COMO SE COMPORTAR EM UMA DINÂMICA DE GRUPO?

COMO SE COMPORTAR EM UMA DINÂMICA DE GRUPO? ACERTE NO CURRICULO E NAS ENTREVISTAS Como Elaborar o Currículo Ideal? O Que é Preciso Mostrar Para Ficar Com a Vaga? Que Tipo de Perguntas São Feitas Numa Entrevista? COMO SE COMPORTAR EM UMA DINÂMICA

Leia mais

EDITAL PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO - PIBEX

EDITAL PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO - PIBEX EDITAL PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO - PIBEX 2016 2 PIBEX O Programa Institucional de Bolsas de Extensão (PIBEX) concede aos alunos participantes deste programa uma bolsa de até RS 400.00

Leia mais

Vamos aprender a decidir o futuro de Mogi das Cruzes.

Vamos aprender a decidir o futuro de Mogi das Cruzes. Vamos aprender a decidir o futuro de Mogi das Cruzes. 1 O que é e como participar? O Parlamento Estudantil possibilita aos estudantes o exercício da cidadania, por meio da vivência do processo legislativo

Leia mais

1ª ferramenta: Google Meu Negócio. Link para cadastro:

1ª ferramenta: Google Meu Negócio. Link para cadastro: As Ferramentas 1ª ferramenta: Google Meu Negócio Link para cadastro: http://www.google.com/intl/pt-br/business/ 3 1ª ferramenta: Google Meu Negócio Benefícios: Ser encontrado em resultados de Pesquisas

Leia mais

DICAS PARA FACILITAR SEU ESTUDO

DICAS PARA FACILITAR SEU ESTUDO Nome Nº Série Ensino Turma 1ª Medio Disciplina Professora Natureza Código / Tipo Trimestre / Ano Data Educação Artística Cátia Roteiro 2 o / 2016 05/08/2016 Tema VALOR: Roteiro de estudos 5,0 NOTA DICAS

Leia mais

SITUAÇÃO DE USO Escolha de atividades físicas e aconselhamento e discussão sobre elas.

SITUAÇÃO DE USO Escolha de atividades físicas e aconselhamento e discussão sobre elas. UNIDADE: Quero perder uns quilinhos / Brasil SITUAÇÃO DE USO Escolha de atividades físicas e aconselhamento e discussão sobre elas. EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM - Reconhecer o recurso argumentação em propagandas

Leia mais

PROPOSTA DE REDAÇÃO PARA A CATEGORIA 5.ª E 6.ª SÉRIES/ 6.º E 7.º ANOS. Videogame: permitir ou proibir?

PROPOSTA DE REDAÇÃO PARA A CATEGORIA 5.ª E 6.ª SÉRIES/ 6.º E 7.º ANOS. Videogame: permitir ou proibir? PROPOSTA DE REDAÇÃO PARA A CATEGORIA 5.ª E 6.ª SÉRIES/ 6.º E 7.º ANOS TEXTO MOTIVADOR Videogame: permitir ou proibir? Por mais que os pais procurem proibir ou limitar o uso de videogames, esses eletrônicos

Leia mais

Curso de Administração Trabalho Integrado. Roteiro 2010/1 1º., 3º. e 5º. semestres 1. INTRODUÇÃO

Curso de Administração Trabalho Integrado. Roteiro 2010/1 1º., 3º. e 5º. semestres 1. INTRODUÇÃO Curso de Administração Trabalho Integrado Roteiro 2010/1 1º., 3º. e 5º. semestres 1. INTRODUÇÃO Trabalhar a interdisciplinaridade tem sido um desafio para muitos cursos de graduação. Outra questão é a

Leia mais

COMO CRIAR UM CURRÍCULO. Juliana Berg

COMO CRIAR UM CURRÍCULO. Juliana Berg COMO CRIAR UM CURRÍCULO Juliana Berg CURRÍCULO O currículo é a porta de entrada para qualquer processo seletivo. Veja como reunir as informações de forma mais assertiva possível para fazer um bom currículo

Leia mais

MÓDULO 3 - CONTAR HISTÓRIAS COMO RECURSO PEDAGÓGICO E SENSIBILIZAÇÃO DE. Competências a serem Desenvolvidas:

MÓDULO 3 - CONTAR HISTÓRIAS COMO RECURSO PEDAGÓGICO E SENSIBILIZAÇÃO DE. Competências a serem Desenvolvidas: MÓDULO 3 - CONTAR HISTÓRIAS COMO RECURSO PEDAGÓGICO E SENSIBILIZAÇÃO DE EDUCADORES: INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIAS Competências a serem Desenvolvidas: O participante desenvolve o recurso de contar

Leia mais

Este é um produto criado e registrado no GS1, sob o código de barras

Este é um produto criado e registrado no GS1, sob o código de barras Creutzberg, Marion. Brinquedos de Páscoa PAP: como montar o coelho e a coelha pintar lavar pintar de novo. [com tecido impresso pela LudYx Tinta no Pano] Apostila digital. Porto Alegre, 2016. Este é um

Leia mais

Plataforma Brasil e envio de estudos ao CEP. Profa Eliziane Calvi Doutorado pela Cir Plástica - UNIFESP Docente do MP em Reg.

Plataforma Brasil e envio de estudos ao CEP. Profa Eliziane Calvi Doutorado pela Cir Plástica - UNIFESP Docente do MP em Reg. Plataforma Brasil e envio de estudos ao CEP Profa Eliziane Calvi Doutorado pela Cir Plástica - UNIFESP Docente do MP em Reg. Tecidual -UNIFESP Para cadastramento do pesquisador são necessários os seguintes

Leia mais

APURAÇÃO DAS INFORMAÇÕES. Laboratório de Iniciação ao Jornalismo Prof. Dr. Dennis de Oliveira

APURAÇÃO DAS INFORMAÇÕES. Laboratório de Iniciação ao Jornalismo Prof. Dr. Dennis de Oliveira APURAÇÃO DAS INFORMAÇÕES Laboratório de Iniciação ao Jornalismo Prof. Dr. Dennis de Oliveira RUMORES, VERSÕES E DADOS O jornalismo trabalha com a articulação de outros discursos. O jornalista reconstrói

Leia mais

Vamos aprender a decidir o futuro de Mogi das Cruzes.

Vamos aprender a decidir o futuro de Mogi das Cruzes. Vamos aprender a decidir o futuro de Mogi das Cruzes. 1 O que é e como participar? O Parlamento Estudantil possibilita aos estudantes o exercício da cidadania, por meio da vivência do processo legislativo

Leia mais

Atendimento ao Cliente. 2º dia Frederico Steiner 31 de outubro de 2003 FAMA

Atendimento ao Cliente. 2º dia Frederico Steiner 31 de outubro de 2003 FAMA Atendimento ao Cliente 2º dia 31 de outubro de 2003 FAMA Conteúdo Quem é o Cliente Por que o cliente é importante Como tratar o Cliente? A equipe que trabalha com o cliente Direitos do consumidor Efeito

Leia mais

I - Projeto Gráfico Revista

I - Projeto Gráfico Revista I - Projeto Gráfico Revista Capa Primeiras Páginas Capa Como a capa de uma revista deve ser elaborada para despertar a atenção e o interesse do leitor? Capa Embalagem do produto; Destaca a manchete principal;

Leia mais

1 Apresentação gráfica Formato do papel: A4 (210 x 297mm); Margens: esquerda e superior: 3cm, direita e inferior: 2cm;

1 Apresentação gráfica Formato do papel: A4 (210 x 297mm); Margens: esquerda e superior: 3cm, direita e inferior: 2cm; Breve orientação para formatação das 6 (seis) primeiras páginas de teses e dissertações, condição obrigatória para que os textos sejam divulgados pela Biblioteca Digital. Em caso de dúvida, consulte o

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO 1 INTRODUÇÃO As orientações aqui apresentadas são baseadas na norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) para apresentação de artigos científicos impressos:

Leia mais

Dicas sobre produção mediática: A produção de uma notícia para o média escolar

Dicas sobre produção mediática: A produção de uma notícia para o média escolar Sobre este documento Este documento tem por objetivo dar algumas sugestões e dicas acerca da produção de um trabalho jornalístico, nas suas diferentes fases, tendo em conta o contexto educativo e o enquadramento

Leia mais

Seus sonhos começam agora! Filhas do Rei

Seus sonhos começam agora! Filhas do Rei Seus sonhos começam agora Filhas do Rei Bem-vinda à Mary Kay Multinacional americana de venda direta de cosméticos. Fundada em 13 de setembro de 1963 por uma líder visionária chamada Mary Kay Ash. Em julho

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO?

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO? Modelo de Artigo de periódico baseado na NBR 6022, 2003 COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO? Título do artigo, centralizado. Maria da Silva Pereira* Maria Alves de Arruda** Nome(s) do(s) autor(es). RESUMO

Leia mais

Um Guia para Elaborar Boas Apresentações. Profº:Ricardo Leal Lozano MSc

Um Guia para Elaborar Boas Apresentações. Profº:Ricardo Leal Lozano MSc Um Guia para Elaborar Boas Apresentações Profº:Ricardo Leal Lozano MSc 1. Introdução OS DEZ ERROS DE UMA APRESENTAÇÃO RUIM 1. Proposta ou objetivo confuso 2. Informações demais 3. Escrever para os olhos

Leia mais

Sequência Didática e o Ensino do Gênero Artigo de Opinião. Ana Luiza M. Garcia

Sequência Didática e o Ensino do Gênero Artigo de Opinião. Ana Luiza M. Garcia Sequência Didática e o Ensino do Gênero Artigo de Opinião Ana Luiza M. Garcia Organização do Encontro O TRABALHO COM SD A SD DO GÊNERO ARTIGO DE OPINIÃO JOGOS (VIRTUAIS e QP BRASIL ) Questões-chave O que

Leia mais

INOVE SUA VITRINE PARA O DIA DOS NAMORADOS

INOVE SUA VITRINE PARA O DIA DOS NAMORADOS INOVE SUA VITRINE PARA O DIA DOS NAMORADOS #criemomentosasos LÍDER ALÉCIA ROCHA BH BELO / RJ HORIZONTE / ES 21 98050-8400 Inove sua vitrine: saia da rotina IMPORTANTE: um levantamento feito pelo Sebrae-SP

Leia mais

REGULAMENTO GERAL CONCURSO DE CARTÕES DE NATAL Capítulo I Da Finalidade. Capítulo II Das Disposições Preliminares

REGULAMENTO GERAL CONCURSO DE CARTÕES DE NATAL Capítulo I Da Finalidade. Capítulo II Das Disposições Preliminares REGULAMENTO GERAL CONCURSO DE CARTÕES DE NATAL - 2016 Capítulo I Da Finalidade Art. 1º - O Concurso Nacional de Cartões de Natal tem por finalidade escolher 10 (dez) trabalhos para ilustração de Cartões

Leia mais

DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 2º CICLO Gestão curricular 6ºano

DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 2º CICLO Gestão curricular 6ºano DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 2º CICLO Gestão curricular 6ºano UNIDADES /TEXTOS UNIDADE 0 Ponto de partida UNIDADE 5 Apanha-me também um poeta 1º PERÍODO DOMÍNIOS / CONTEÚDOS Expressão oral: memória

Leia mais

REVISTA TÁXI CULTURA. Uma publicação que conversa diretamente com o passageiro

REVISTA TÁXI CULTURA. Uma publicação que conversa diretamente com o passageiro Uma publicação que conversa diretamente com o passageiro Para seu terceiro aniversário, a Revista TÁXI! prepara um presente para São Paulo: a Revista TÁXI CULTURA, um lançamento para ampliar e qualificar

Leia mais

Proposta de Redação Tema: A honestidade é um valor

Proposta de Redação Tema: A honestidade é um valor Proposta de Redação Tema: A honestidade é um valor Tema central: Reportagem: valores sociais Produção de texto Introdução: A palavra é o meio de que cada um de nós se utiliza para dizer do outro, para

Leia mais

O estudante de hoje pode escrever o futuro de Mogi das Cruzes.

O estudante de hoje pode escrever o futuro de Mogi das Cruzes. O estudante de hoje pode escrever o futuro de Mogi das Cruzes. Composição do Parlamento Estudantil Vereadores Infantojuvenis Vereadores Jovens 23 estudantes escolhidos entre alunos do 6º ao 9º ano do Ensino

Leia mais

REGULAMENTO. III Concurso de Redação do Jogue Limpo DO OBJETIVO. Geral

REGULAMENTO. III Concurso de Redação do Jogue Limpo DO OBJETIVO. Geral REGULAMENTO III Concurso de Redação do Jogue Limpo DO OBJETIVO Geral Estimular a reflexão sobre o exercício da cidadania em crianças e jovens, alunos de escolas públicas dos lugares discriminados no item

Leia mais

Porque Você Precisa ter Sua Própria. Caricatura?

Porque Você Precisa ter Sua Própria. Caricatura? Porque Você Precisa ter Sua Própria Caricatura? Já pensou em Ser Caricaturado(ª)? Se já pensou nisso, ótimo, logo você vai descobrir como é possível ter uma incrível Caricatura Digital. Se ainda não tinha

Leia mais

Abordagem fria. Por que fazer abordagem fria? Onde fazer abordagem fria?

Abordagem fria. Por que fazer abordagem fria? Onde fazer abordagem fria? ABORDAGEM O que significa? R: Abordagem é o termo utilizado para caracterizar um tipo de aproximação, seja entre pessoas ou coisas. Normalmente, a abordagem é o modo como determinada pessoa se aproxima

Leia mais

Treinamento Online com Dicas e Técnicas sobre Abordagem Fria.

Treinamento Online com Dicas e Técnicas sobre Abordagem Fria. Treinamento Online com Dicas e Técnicas sobre Abordagem Fria. Conversas amigáveis que você estabelece com pessoas que ainda não foram formalmente apresentadas a você. Muitas consultoras sentem-se mais

Leia mais

I Congresso Celular IBC. 04 a 06 de maio de 2012

I Congresso Celular IBC. 04 a 06 de maio de 2012 I Congresso Celular IBC 04 a 06 de maio de 2012 OFICINA ACONSELHAMENTO BÍBLICO Ministrante: Pr. Flávio OBJETIVO Esse pequeno ensaio permite delinear alguns princípios básicos para Aconselhamento Pastoral.

Leia mais