apresenta LIVRO DIDÁTICO Especial para Escolas

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "apresenta LIVRO DIDÁTICO Especial para Escolas"

Transcrição

1 apresenta LIVRO DIDÁTICO Especial para Escolas

2 Trata-se de valioso registro audiovisual apresentado com um inestimável valor histórico e cultural, visto que Stockinger marcou a arte produzida no Brasil e mais especificamente no Rio Grande do Sul. Através de um olhar cuidadoso e delicado o filme traz a fala do artista, sua obra, os lugares onde fez sua formação e seu ambiente de trabalho. Traz ainda o depoimento de pessoas de sua convivência ao longo de sua trajetória artística. Por tudo isso, este filme documental biográfico tem a virtude de apresentar aos espectadores uma visão desmistificadora deste artista singular. O filme cruza ainda a trajetória do artista com importantes fatos históricos apresentando, também, um pouco de sua vida como cidadão atuante na sua época. Xico produziu a maior parte de suas esculturas dentro de uma economia de cores e uma profusão de texturas. Muitas vezes utilizou técnicas para introduzir uma única cor em seus trabalhos. Essas características resultam em obras com certa austeridade, unindo força e técnica. Em seu trabalho encontramos o belo na dureza dos materiais que, transformados em arte, ainda guardam sua essência original. Stockinger foi um artista autodidata, teve sua formação toda baseada em estágios escolhidos dentro das suas necessidades e interesses, não tendo uma formação acadêmica tradicional. Assim, e tomando as palavras do crítico de arte Paulo Herkenhoff, a obra de Xico está mais vinculada a um humanismo do que a uma

3 O FILME COMO REGISTRO E APRESENTAÇÃO Xico faleceu em Neste filme você irá conhecer um pouco deste imprescindível artista de origem austríaca que, no decorrer de sua história, se naturalizou brasileiro e ganhou notoriedade pela qualidade e intensidade de sua obra. É-nos apresentado o perfil de Stockinger como ser social, na medida em que relata suas incursões no meio artístico e social como diretor do Museu de Arte do Rio Grande do Sul, presidente da Associação Chico Lisboa e ainda seu trabalho como professor de gravura no Atelier Livre da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, onde formou uma primeira geração de gravadores. Este filme documental serve como fonte de conhecimento e dá acesso à vida e obra deste homem que, com sua vasta e consistente produção, se tornou um dos importantes artistas brasileiros dos últimos tempos. ideologia, mesmo porque o artista não se filiou a nenhuma corrente, grupo ou escola específicos, guardando sempre uma independência em sua prática da arte. Em suas obras o que nos toca é uma espécie de sinceridade visual. Os temas estão ali apresentados sempre com muita clareza e honestidade. As texturas aparentes nas suas esculturas reforçam esta imagem simplificada, que nos seus conhecidos personagens femininos estão evidenciados em poses muito mais cotidianas e dramáticas do que alguma tentativa de beleza idealizada. O acabamento mais informal e áspero de boa parte de suas peças nos fala, também, de sua visão de mundo e de sua história de vida. Desde sua origem de imigrante austríaco, até as primeiras experiências no ambiente rural do sítio de seus pais, é possível associar a obra de Xico a uma interessante rusticidade. Notamos em suas esculturas uma simplicidade atingida por um acabamento rugoso, mas dotado de incrível valor humano em sua dramaticidade evidente

4 PERGUNTAS PARA REFLETIR A PARTIR DO TEXTO E FILME: É possível olhar uma obra desconsiderando o momento histórico em que foi produzida? Considerando a obra de Xico e seu depoimento no filme, é possível separar o homem do artista? A partir do filme podemos afirmar que existe uma necessidade de deixar uma marca pessoal em tudo o que fazemos? Em que medida podemos identificar, na obra de Xico Stockinger, sua origem austríaca e toda sua trajetória como artista no Brasil? Como é possível fazer uma leitura visual da economia de cores e da profusão de texturas na obra deste artista? Xico afirma no filme a inspiração vem com o trabalho. Criar uma discussão sobre esta afirmação. Como podemos identificar outros valores além dos narrativos quando olhamos para uma escultura? As esculturas em mármore branco de Xico Stockinger não representam à realidade sendo consideradas a parte abstrata de sua obra. O que podemos dizer a respeito destas esculturas tendo em vista que diferentemente do restante de sua obra elas não apresentam figuras reconhecíveis? As palavras síntese e essência podem ser usadas para nos ajudar a olhar para o trabalho de Stockinger? Paulo Herkenhoff (importante crítico de arte brasileiro) vê nas esculturas Guerreiros de Xico Stockinger uma relação muito evidente com o personagem literário Dom Quixote de Miguel de Cervantes. Criar uma discussão relacionada a estes dois personagens e apontando aproximações e diferenças entre eles. Palavras-chave: Artista singular bronze extensa obra profusão de texturas registro sensível Dom Quixote depoimento do artista visão desmistificadora rusticidade dureza dos materiais valor cultural Gabirus marca pessoal abstração - intensidade da obra Paulo Herkenhoff filme documental biográfico mármore escultura humanismo profusão de texturas Marcos Sari Artista plástico Porto Alegre, Praia do Rosa, Janeiro e Fevereiro de

5 Xico Stockinger migra para o Brasil após a I Guerra Mundial. Seu sonho é se tornar piloto de avião, mas sua origem austríaca o proíbe de concluir o curso quando o Brasil ingressa na II Guerra Mundial. Inicia como aprendiz do artista Bruno Giorgi, quando abraça um novo sonho: a arte. A inabalável capacidade criativa de Xico ao longo da vida repercutiu entre seus contemporâneos e ainda ecoa na sociedade. Xico Stockinger mostra sua história, entremeada por eventos históricos, suas técnicas e suas obras. Um filme documentário sobre a importância da perseverança, sobre a necessidade de realização pessoal. Pironauta apresenta com a participação de XICO STOCKINGER, JOSÉ FRANCISCO ALVES e PAULO HERKENHOFF música NEW fotografia EDUARDO N. ROSA animação OSSO FILMES direção animações JAMES ZÓRTEA e RODRIGO JOHN edição FILIPE BARROS áudio RAFAEL RHODEN produção FREDERICO MENDINA produção executiva CLARISSA BRITES, LUCIANO KOCH e FREDERICO MENDINA direção de produção LUCIANO KOCH e FREDERICO MENDINA direção e roteiro FREDERICO MENDINA Brasil min. Som 5.1/2.0 Cor Documentário Legendas Ing/Esp/Port Idioma Português 16x9 Patrocínio Institucional pironauta.com.br -

XICO STOCKINGER PRESSKIT

XICO STOCKINGER PRESSKIT PRESSKIT 11 99180.4219 Alessandra Debs / Mary Debs XICO STOCKINGER [Documentário. Brasil, 2012, 86, ] Longa de estreia de Frederico Mendina tem lançamento previsto para 13 de setembro no Rio de Janeiro

Leia mais

ANEXO I QUESITOS A SEREM CONTEMPLADOS NA AVALIAÇÃO DE CADA CATEGORIA 3.1 ADAPTAÇÃO NOTAS DE 8 A 10 INEDITISMO NA FORMA DA ADAPTAÇÃO; TRADUÇÃO CRIATIVA

ANEXO I QUESITOS A SEREM CONTEMPLADOS NA AVALIAÇÃO DE CADA CATEGORIA 3.1 ADAPTAÇÃO NOTAS DE 8 A 10 INEDITISMO NA FORMA DA ADAPTAÇÃO; TRADUÇÃO CRIATIVA ANEXO I QUESITOS A SEREM CONTEMPLADOS NA AVALIAÇÃO DE CADA CATEGORIA 1 ADAPTAÇÃO INEDITISMO NA FORMA DA ADAPTAÇÃO; TRADUÇÃO CRIATIVA DESAFIO DA ADAPTAÇÃO REINVENÇÃO COM RESPEITO À OBRA ORIGINAL ADAPTADA

Leia mais

Períodos comuns e obrigatórios para todas as habilitações Reconhecido pela Portaria MEC/719 de 19 de maio de Diário Oficial de 21/05/92

Períodos comuns e obrigatórios para todas as habilitações Reconhecido pela Portaria MEC/719 de 19 de maio de Diário Oficial de 21/05/92 Períodos comuns e obrigatórios para todas as habilitações Reconhecido pela Portaria MEC/719 de 19 de maio de 1992 - Diário Oficial de 21/05/92 1º Perspectiva Estudo da Forma História da Arte AI DES614

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE PELOTAS SECRETARIA DE CULTURA EDITAL 010/2017 PROGRAMA MUNICIPAL DE INCENTIVO À CULTURA PROCULTURA ANEXO I

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE PELOTAS SECRETARIA DE CULTURA EDITAL 010/2017 PROGRAMA MUNICIPAL DE INCENTIVO À CULTURA PROCULTURA ANEXO I EDITAL 010/2017 PROGRAMA MUNICIPAL DE INCENTIVO À CULTURA PROCULTURA ANEXO I DOCUMENTOS DE ACORDO COM A ÁREA EM QUE SE ENQUADRA SEU PROJETO SÃO ACEITAS AS EXTENSÕES DE ARQUIVO: AVI, MP3, MP4, PDF, JPG

Leia mais

Unidade IV. Ciência - O homem na construção do conhecimento. APRENDER A APRENDER LÍNGUA PORTUGUESA APRENDER A APRENDER DINÂMICA LOCAL INTERATIVA

Unidade IV. Ciência - O homem na construção do conhecimento. APRENDER A APRENDER LÍNGUA PORTUGUESA APRENDER A APRENDER DINÂMICA LOCAL INTERATIVA A A Unidade IV Ciência - O homem na construção do conhecimento. 2 A A Aula 32.2 Conteúdo: Resenha: A construção de uma resenha. 3 A A Habilidades: Localizar informações explícitas em textos verbais. (D01)

Leia mais

LINGUÍSTICA, LETRAS E ARTES

LINGUÍSTICA, LETRAS E ARTES Trabalho em Evento Trabalho em evento completo de natureza internacional 3.00 Trabalho em Evento Trabalho em evento completo de natureza local 1.00 Trabalho em Evento Trabalho em evento completo de natureza

Leia mais

FASVS. Ver, Experimentar. Projeto. Э Recriar. Renato J.C. Santos

FASVS. Ver, Experimentar. Projeto. Э Recriar. Renato J.C. Santos FASVS Renato J.C. Santos Projeto Ver, Experimentar Э Recriar 2 Projeto Pedagógico Museu Arpad Szenes Vieira da Silva Apresentação A Fundação Arpad Szenes Vieira da Silva cumprindo os objectivos a que se

Leia mais

Vinheta Arte Cinética

Vinheta Arte Cinética Vinheta Arte Cinética Bruno Giroldo CANDEIAS Maria Luiza Calim de Carvalho COSTA 1 Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, São Paulo, SP RESUMO O trabalho em questão é uma vinheta realizada

Leia mais

Documentário em Áudio Como nossos Pais: Uma Viagem pelas seis gerações de Músicos da Família Schneider ¹

Documentário em Áudio Como nossos Pais: Uma Viagem pelas seis gerações de Músicos da Família Schneider ¹ Documentário em Áudio Como nossos Pais: Uma Viagem pelas seis gerações de Músicos da Família Schneider ¹ Marcela Prass SCHEFFLER² Janaíne SANTOS³ Universidade Cruz Alta, Cruz Alta, RS RESUMO A curiosa

Leia mais

CAMINHOS DA ESCOLA Arte na Escola

CAMINHOS DA ESCOLA Arte na Escola CAMINHOS DA ESCOLA Arte na Escola Resumo A série Caminhos da Escola nos apresenta neste episódio Arte na Escola, uma coletânea de matérias gravadas a partir de experiências em escolas de formação técnica

Leia mais

CURSO STORYTELLING. O Poder das Narrativas. Realização. Co-realização. giramundo

CURSO STORYTELLING. O Poder das Narrativas. Realização. Co-realização. giramundo Realização Co-realização giramundo Integrar competências, conhecimento e prestígio, convergentes à área de marketing, de maneira fraterna, que promova e estabeleça as diretrizes para a aplicação e expansão

Leia mais

Pai e Filho 1 Paulo Victor Batista de SOUSA 2 Francisco Giovanni Fernandes RODRIGUES 3 Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Pai e Filho 1 Paulo Victor Batista de SOUSA 2 Francisco Giovanni Fernandes RODRIGUES 3 Universidade do Estado do Rio Grande do Norte XXIII Prêmio Expocom 06 Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação Pai e Filho Paulo Victor Batista de SOUSA Francisco Giovanni Fernandes RODRIGUES Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Leia mais

GRADE CURRICULAR DO BACHARELADO INTERDISCIPLINAREM ARTES E DESIGN

GRADE CURRICULAR DO BACHARELADO INTERDISCIPLINAREM ARTES E DESIGN GRADE CURRICULAR DO BACHARELADO INTERDISCIPLINAREM ARTES E DESIGN http://www.ufjf.br/biad/ ESTRUTURA CURRICULAR DO 1º CICLO Bacharelado interdisciplinar em Artes e Design 3 anos Componentes curriculares

Leia mais

III SEMANA DA GRAVURA. Programação Oficinas

III SEMANA DA GRAVURA. Programação Oficinas III SEMANA DA GRAVURA 20 a 23 de outubro 2015 Programação Oficinas TARDE das 14h às 17h Cartum Augusto Frank Bier Oficina prática e teórica sobre os conceitos de cartum, charge, caricatura, ilustração,

Leia mais

HÉLIO OITICIA. A direção é de César Oiticica Filho, sobrinho de Hélio e o curador de todo o acervo do artista.

HÉLIO OITICIA. A direção é de César Oiticica Filho, sobrinho de Hélio e o curador de todo o acervo do artista. HÉLIO OITICIA Chega aos cinemas no dia 31 de julho o documentário Hélio Oiticica único filme brasileiro até o momento a ganhar o prêmio Caligari no Festival de Berlim, depois de ter passado por mais de

Leia mais

paul ramírez jonas domínio público

paul ramírez jonas domínio público paul ramírez jonas No desenho que organiza as diversas atividades do espaço urbano, sua circulação e formas de ocupação, os monumentos representam uma pontuação, a demarcação de um território coletivo

Leia mais

Mulheres em Círculo. Mapeamento fotográfico

Mulheres em Círculo. Mapeamento fotográfico Mulheres em Círculo Mapeamento fotográfico Mulheres em Círculo - mapeamento fotográfico, consiste na criação de uma rede de aproximação e difusão de grupos, instituições e/ou pessoas que desenvolvam ações

Leia mais

O Governo da República Federativa do Brasil e O Governo da República Popular da China (doravante denominados "As Partes")

O Governo da República Federativa do Brasil e O Governo da República Popular da China (doravante denominados As Partes) PROGRAMA-EXECUTIVO CULTURAL DO ACORDO DE COOPERAÇÃO CUTURAL E EDUCACIONAL ENTRE O GOVERNO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E A REPÚBLICA POPULAR DA CHINA PARA OS ANOS DE 2001 A 2004 O Governo da República

Leia mais

O FILME O documentário de curta metragem Os Pares Quando a dança e o amor se confundem é baseado em histórias de amor, conquistas e amizades que surgi

O FILME O documentário de curta metragem Os Pares Quando a dança e o amor se confundem é baseado em histórias de amor, conquistas e amizades que surgi O FILME O documentário de curta metragem Os Pares Quando a dança e o amor se confundem é baseado em histórias de amor, conquistas e amizades que surgiram do envolvimento de um grupo de pessoas para a prática

Leia mais

O Imaginário Infantil em Georges Méliès Uma experiência pedagógica para desenvolver a criatividade

O Imaginário Infantil em Georges Méliès Uma experiência pedagógica para desenvolver a criatividade O Imaginário Infantil em Georges Méliès Uma experiência pedagógica para desenvolver a criatividade O Cinema e a Literatura como base de um Projecto Eucativo André Mantas Educação pelos Media A Educação

Leia mais

ANEXO I. QUADRO DE OFICINAS INTEGRANTES DOS PROGRAMAS DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA DO CUCA (COM EMENTAS) Categoria I

ANEXO I. QUADRO DE OFICINAS INTEGRANTES DOS PROGRAMAS DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA DO CUCA (COM EMENTAS) Categoria I ANEXO I QUADRO DE OFICINAS INTEGRANTES DOS PROGRAMAS DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA DO CUCA (COM EMENTAS) Categoria I Desemho básico Desemho intermediário Desemho básico de observação Desenho de observação Fotografia

Leia mais

Projeto de curso: Elaboração de Multimeios

Projeto de curso: Elaboração de Multimeios Universidade de Brasília Instituto de Letras-IL Departamento de Linguística, Português e Línguas clássicas-lip Projeto de curso: Elaboração de Multimeios Brenda Paula Marinho Alves 12/0111951 Brasília

Leia mais

DICAS DO PROFESSOR. História 6º Ano

DICAS DO PROFESSOR. História 6º Ano DICAS DO PROFESSOR História 6º Ano A HÉLADE Nós chamamos a nossa terra de Hélade e nos consideramos helenos. E todos aqueles que possuíam outras culturas e falavam línguas que nós não entendemos, nós os

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso Licenciatura Plena em Educação Artística. Ênfase

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso Licenciatura Plena em Educação Artística. Ênfase Curso 1404 - Licenciatura Plena em Educação Artística Ênfase Identificação Disciplina 0003320A - Antropologia das Culturas Populares Docente(s) Rosa Maria Araujo Simões Unidade Faculdade de Arquitetura,

Leia mais

Oficina de Roteiro. Oficina de Roteiro. copyright - Felipe Neves

Oficina de Roteiro. Oficina de Roteiro. copyright - Felipe Neves Oficina de Roteiro Oficina de Roteiro O que é Roteiro? Podemos definir um roteiro de diversas maneiras. A forma escrita de qualquer espetáculo áudio e/ou visual. ( Doc Comparato) 2. Planta baixa ou um

Leia mais

Intervenção urbana de dança. Direção Holly Cavrell

Intervenção urbana de dança. Direção Holly Cavrell Intervenção urbana de dança Direção Holly Cavrell SINOPSE Na paisagem dos centros urbanos, repleta de informação, andamos como passageiros de nosso próprio corpo. O que deixamos de nós e o que levamos

Leia mais

TEORIA DO DESIGN. Aula 03 Composição e a História da arte. Prof.: Léo Diaz

TEORIA DO DESIGN. Aula 03 Composição e a História da arte. Prof.: Léo Diaz TEORIA DO DESIGN Aula 03 Composição e a História da arte Prof.: Léo Diaz O QUE É ARTE? Definição: Geralmente é entendida como a atividade humana ligada a manifestações de ordem estética ou comunicativa,

Leia mais

ARTISTAS EM RESIDÊNCIA

ARTISTAS EM RESIDÊNCIA MAR/2016 Residência Porta Aberta ARTISTAS EM RESIDÊNCIA Carlos Mensil Pedro Ferreira e Assunta Allegiani Catarina Azevedo e Karen Lacroix Alexandra Rafael Carlos Mensil Para mim, enquanto autor, preparar

Leia mais

ESCOLA ARTÍSTICA SOARES DOS REIS DISCIPLINA DE IMAGEM E SOM B - 12º Ano Ano lectivo 2011 / 2012 : Nuno Lacerda PLANIFICAÇÃO ANUAL

ESCOLA ARTÍSTICA SOARES DOS REIS DISCIPLINA DE IMAGEM E SOM B - 12º Ano Ano lectivo 2011 / 2012 : Nuno Lacerda PLANIFICAÇÃO ANUAL ESCOLA ARTÍSTICA SOARES DOS REIS DISCIPLINA DE IMAGEM E SOM B - 12º Ano Ano lectivo 2011 / 2012 : Nuno Lacerda PLANIFICAÇÃO ANUAL 1º Período Imagem e Som B 12º 2011/2012 I - Práticas da imagem e do som:

Leia mais

02/05/14. Para início de Conversa. Tema 1 - A importância das Artes na Infância. Objetivos

02/05/14. Para início de Conversa. Tema 1 - A importância das Artes na Infância. Objetivos Tema 1 - A importância das Artes na Infância Para início de Conversa Objetivos Conhecer a importância do ensino das artes na educação infantil. Compreender a diferença das abordagens inatista e pragmática

Leia mais

Vamos conhecer um pouco mais sobre esta Cidade?

Vamos conhecer um pouco mais sobre esta Cidade? Vamos conhecer um pouco mais sobre esta Cidade? 1 - O Brasil é dividido em Estados. E cada Estado, em Cidades. Você sabe em que Estado fica a Cidade do Rio de Janeiro? Pinte-o de azul. MAPA DO BRASIL Você

Leia mais

Estrutura Curricular do Curso de Comunicação em Mídias Digitais Código/Currículo:

Estrutura Curricular do Curso de Comunicação em Mídias Digitais Código/Currículo: ! Estrutura Curricular do Curso de Comunicação em Mídias Digitais Código/Currículo: 392009 12.2 DETALHAMENTO DA COMPOSIÇÃO CURRICULAR [ Portaria PRG/G/n 035/2016] 1. Conteúdos Básicos Profissionais 1.1

Leia mais

Inauguração da exposição individual. alheava_a criação do mar. de Manuel Santos Maia. Curadoria de Baltazar Torres

Inauguração da exposição individual. alheava_a criação do mar. de Manuel Santos Maia. Curadoria de Baltazar Torres Inauguração da exposição individual alheava_a criação do mar de Manuel Santos Maia Curadoria de Baltazar Torres 28 Setembro na SEEA - Sala de Exposições da Escola das Artes da Universidade Católica do

Leia mais

Sistema Nacional de Cultura

Sistema Nacional de Cultura Sistema Nacional de Cultura O Sistema Nacional de Cultura (SNC) é um instrumento de gestão compartilhada de políticas públicas de cultura entre os entes federados e a sociedade civil. Seu principal objetivo

Leia mais

O Imaginário Infantil em Georges Méliès Uma experiência pedagógica para desenvolver a criatividade

O Imaginário Infantil em Georges Méliès Uma experiência pedagógica para desenvolver a criatividade O Imaginário Infantil em Georges Méliès Uma experiência pedagógica para desenvolver a criatividade O Cinema e a Literatura como base de um Projecto Educativo André Mantas Educação pelos Media A Educação

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 7 semestres. Prof. Dr. Paulo de Tarso Mendes Luna

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 7 semestres. Prof. Dr. Paulo de Tarso Mendes Luna Documentação: Objetivo: Titulação: Diplomado em: Resolução 12/CGRAD/2015 de 09/09/2015 Fornecer meios para formação de profissionais capazes para atuar em ambientes dinâmicos plurais, atendendo necessidades

Leia mais

PROGRAMA DE COOPERAÇÃO CULTURAL ENTRE O GOVERNO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O GOVERNO DA REPÚBLICA DA TUNÍSIA PARA O PERÍODO

PROGRAMA DE COOPERAÇÃO CULTURAL ENTRE O GOVERNO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O GOVERNO DA REPÚBLICA DA TUNÍSIA PARA O PERÍODO PROGRAMA DE COOPERAÇÃO CULTURAL ENTRE O GOVERNO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O GOVERNO DA REPÚBLICA DA TUNÍSIA PARA O PERÍODO 2001-2004 O Governo da República Federativa do Brasil e o Governo da

Leia mais

Istituto Europeo di Design Av. João Luis Alves, 13, Urca Rio de Janeiro - Brasil +55 (21) (21)

Istituto Europeo di Design Av. João Luis Alves, 13, Urca Rio de Janeiro - Brasil +55 (21) (21) CURSOS DE VERÃO STREET ART história, técnica e prática de grafite COORDENAÇÃO Heleno Bernardi CARGA HORÁRIA 15 horas IDIOMA Português INÍCIO 26 de fevereiro de 2016 TÉRMINO 04 de março de 2016 AULAS 26/02/2016

Leia mais

Luiza Alcântara expõe Adro no Plugminas

Luiza Alcântara expõe Adro no Plugminas Luiza Alcântara expõe Adro no Plugminas Enviado por Pessoa Comunicação e Relacionamento 12-Mai-2014 Pessoa Comunicação e Relacionamento O PlugMinas - Centro de Formação e Experimentação Digital recebe

Leia mais

Sem Título, 1965 óleo sobre tela 100 x 120 cm

Sem Título, 1965 óleo sobre tela 100 x 120 cm Sem Título, 1965 100 x 120 cm Sem Título, 1969 serigrafia sobre papel ed PA 66 cm x 48 cm Sem Título 1969 serigrafia sobre papel ed 8/35 66 cm x 48 cm Sem Título, 1971 serigrafia sobre papel 1/50 65,5

Leia mais

vista da exposição, galeria nara roesler são paulo, 2017

vista da exposição, galeria nara roesler são paulo, 2017 vista da exposição, galeria nara roesler são paulo, 2017 vista da exposição, galeria nara roesler são paulo, 2017 vista da exposição, galeria nara roesler são paulo, 2017 vista da exposição, galeria nara

Leia mais

Lei Rouanet: Tipos e segmentos de projetos aceitos

Lei Rouanet: Tipos e segmentos de projetos aceitos Lei Rouanet: Tipos e segmentos de projetos aceitos por Samir Selman Jr. De uma maneira geral, a Lei Rouanet foi criada para estimular a cultura nacional, como já detalhamos em outros artigos, como em "A

Leia mais

EQUIPAMENTOS BÁSICOS. Iluminação natural

EQUIPAMENTOS BÁSICOS. Iluminação natural AULA 2 EQUIPAMENTOS BÁSICOS Celular, câmera fotográfica, tablet ou outro equipamento portátil para captação de imagens [e áudio, se não tiver gravador separado] Iluminação natural Equipamento portátil

Leia mais

Planificação Anual GR Disciplina Português (Ensino Profissional) 3.º

Planificação Anual GR Disciplina Português (Ensino Profissional) 3.º Planificação Anual GR 300 - Disciplina Português (Ensino Profissional) 3.º Módulo 9: Textos Líricos (Fernando Pessoa ortónimo e heterónimos) 30 horas (40 aulas) Objectivos de Aprendizagem -Distinguir a

Leia mais

Moderna Plus: Literatura

Moderna Plus: Literatura Material do Professor Livro-texto: Literatura (volume único) de Maria Luiza Abaurre e Marcela Pontara. Caixa Literatura (4 itens) 1 volume capa dura com as 3 partes; 1 volume com os 3 Cadernos do Estudante;

Leia mais

1. Equipamento Cultural. 1.1 Sala de Cinema

1. Equipamento Cultural. 1.1 Sala de Cinema 1. Equipamento Cultural 1.1 Sala de Cinema 1.1.1 Cine itinerante 1.1.2 Cineclube 1.1.3 Cinema de rua 1.1.4 Drive-in 1.1.5 Espaço Cultural de Projeção de Filmes e Vídeos 1.1.6 Sala de cinema comunitário

Leia mais

O ontem e o hoje no ensino de artes, suas diretrizes curriculares e as competências atuais do professor desta disciplina.

O ontem e o hoje no ensino de artes, suas diretrizes curriculares e as competências atuais do professor desta disciplina. O ontem e o hoje no ensino de artes, suas diretrizes curriculares e as competências atuais do professor desta disciplina. Daniela Pedroso Secretaria Municipal da Educação de Curitiba EQUIPE CLEONICE DOS

Leia mais

EDITAL PARA PRÉ-INSCRIÇÃO EM ÁREAS DE CONCENTRAÇÃO VINCULADAS AO BACHARELADO INTERDISCIPLINAR EM ARTES SEMESTRE

EDITAL PARA PRÉ-INSCRIÇÃO EM ÁREAS DE CONCENTRAÇÃO VINCULADAS AO BACHARELADO INTERDISCIPLINAR EM ARTES SEMESTRE EDITAL PARA PRÉ-INSCRIÇÃO EM ÁREAS DE CONCENTRAÇÃO VINCULADAS AO BACHARELADO INTERDISCIPLINAR EM ARTES SEMESTRE 2017.2 A pré-inscrição nas Áreas de Concentração (AC) somente poderá ocorrer levando-se em

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS PORTUGUÊS E ESPANHOL

CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS PORTUGUÊS E ESPANHOL CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS PORTUGUÊS E ESPANHOL MATRIZ CURRICULAR NOTURNO Fase Nº. Ordem Código COMPONENTE CURRICULAR Créditos Horas 1. Leitura e produção textual I 4 60 2. Introdução a informática 4

Leia mais

Gêneros Textuais. E aí, beleza!? Vamos juntos dar uma olhada em algumas dicas importantes de gêneros textuais?

Gêneros Textuais. E aí, beleza!? Vamos juntos dar uma olhada em algumas dicas importantes de gêneros textuais? Gêneros Textuais E aí, beleza!? Vamos juntos dar uma olhada em algumas dicas importantes de gêneros textuais? Para começar, vamos observar as imagens abaixo, reproduções de uma receita, uma manchete de

Leia mais

Apoio Institucional: Pronac

Apoio Institucional: Pronac Apoio Institucional: Pronac - 14 8199 O Portal INSIEME será um portal cultural e educacional, bilíngue e interativo, que visa à preservação, difusão e promoção da cultura e identidade italiana e ítalo

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO SENAC. Roteiro de Rádio Turma A 4ºsemestre. Vozes do Cinema. Diego Ruscitto Giulia Marques Guilherme Pazzetti Patricia Rodrigues

CENTRO UNIVERSITÁRIO SENAC. Roteiro de Rádio Turma A 4ºsemestre. Vozes do Cinema. Diego Ruscitto Giulia Marques Guilherme Pazzetti Patricia Rodrigues CENTRO UNIVERSITÁRIO SENAC Roteiro de Rádio Turma A 4ºsemestre Vozes do Cinema Diego Ruscitto Giulia Marques Guilherme Pazzetti Patricia Rodrigues São Paulo 2010 Vozes do Cinema Nossa idéia é criar um

Leia mais

DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR

DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Disciplina: Artes Curso: Técnico Em Eletromecânica Integrado Ao Ensino Médio Série: 1º Carga Horária: 67 h.r Docente Responsável: EMENTA O universo da arte, numa abordagem

Leia mais

A sua obra, maioritariamente em fotografia e vídeo, tem um grande carácter subjetivo e é bastante marcada por referências literárias e históricas.

A sua obra, maioritariamente em fotografia e vídeo, tem um grande carácter subjetivo e é bastante marcada por referências literárias e históricas. Prece geral, de Daniel Blaufuks RECURSOS PEDAGÓGICOS O artista Daniel Blaufuks é um artista português, nascido em Lisboa em 1963. A sua obra, maioritariamente em fotografia e vídeo, tem um grande carácter

Leia mais

ESTÁDIO INDEPENDÊNCIA

ESTÁDIO INDEPENDÊNCIA ESTÁDIO INDEPENDÊNCIA Autores: Jairo Anatólio Lima Coleção: BH A cidade de cada um Ano: 2005 Páginas: 84 Resumo: Não havia nem cabines. Os narradores esportivos transmitiam sentados em banquinhos que a

Leia mais

O Som no audiovisual

O Som no audiovisual O Som no audiovisual O Som no audiovisual Quando se pensa em produção audiovisual, logo nos vem à cabeça a imagem como elemento central. As sociedades contemporâneas, sobretudo, são também muito imagéticas.

Leia mais

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÂO DE PROFESSORES EM CARÁTER TEMPORÁRIO 2017 11) Sobre papeis é correto afirmar, exceto: PARECER RECURSOS PROVA 2 ARTES

Leia mais

Decreto n.º 129/82 Acordo Cultural entre o Governo da República Portuguesa e o Governo do Grão-Ducado do Luxemburgo

Decreto n.º 129/82 Acordo Cultural entre o Governo da República Portuguesa e o Governo do Grão-Ducado do Luxemburgo Decreto n.º 129/82 Acordo Cultural entre o Governo da República Portuguesa e o Governo do Grão-Ducado do Luxemburgo O Governo decreta, nos termos da alínea c) do artigo 200.º da Constituição, o seguinte:

Leia mais

Grupo Nome do criterio Descrição do criterio Peso Pontuação maxima

Grupo Nome do criterio Descrição do criterio Peso Pontuação maxima Trabalho em Evento Evento completo internacional Trabalho em evento completo de natureza internacional 20.00 999.00 Trabalho em Evento Evento completo local Trabalho em evento completo de natureza local

Leia mais

XXIV SALÃO DE ARTES PLÁSTICAS DE MOCOCA 2016 Realização Departamento de Cultura e Turismo Prefeitura Municipal de Mococa

XXIV SALÃO DE ARTES PLÁSTICAS DE MOCOCA 2016 Realização Departamento de Cultura e Turismo Prefeitura Municipal de Mococa XXIV SALÃO DE ARTES PLÁSTICAS DE MOCOCA 2016 Realização Departamento de Cultura e Turismo Prefeitura Municipal de Mococa Período de Inscrição: 05 de Agosto a 16 de Setembro de 2016 Divulgação dos artistas

Leia mais

Artefatos culturais e educação...

Artefatos culturais e educação... Artefatos culturais e educação... USO DAS TDIC NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES PROFª. JOICE ARAÚJO ESPERANÇA Vídeos: artefatos culturais? Vídeos Filmes Desenhos animados documentários Propagandas Telenovelas

Leia mais

Calendário exames Finalistas 2015/2016 (versão ) Design de Jogos Digitais

Calendário exames Finalistas 2015/2016 (versão ) Design de Jogos Digitais Design de Jogos Digitais Desenho Matemática para Jogos /09 09:0 Narrativa Não-Linear Programação I 9/09 09:0 Semiótica Animação D Design D 4/09 09:0 Imagem Programação II /09 09:0 Teoria dos Jogos 0/09

Leia mais

Módulo 1 Gestão e Implementação de Projectos 30 horas 40 tempos 5 semanas lectivas (contacto directo)

Módulo 1 Gestão e Implementação de Projectos 30 horas 40 tempos 5 semanas lectivas (contacto directo) Docente: Susana Contino Proposta de: PLANIFICAÇÃO DE PROJECTO E PRODUÇÃO MULTIMÉDIA 3º Ano do Curso Profissional de Multimédia Escola Secundária Cidadela - Ano lectivo 2010-2011 Módulo 1 Gestão e Implementação

Leia mais

UNIVERSIDADE DE TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO

UNIVERSIDADE DE TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO UNIVERSIDADE DE TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO ABRE PORTAS ÀS ARTES A arte, enquanto resultado da cultura e das alterações permanentes do universo, precisa de mostrar, a todos os públicos, as suas múltiplas

Leia mais

METODOLOGIA DO ENSINO DA GINÁSTICA: NOVOS OLHARES, NOVAS PERSPECTIVAS

METODOLOGIA DO ENSINO DA GINÁSTICA: NOVOS OLHARES, NOVAS PERSPECTIVAS METODOLOGIA DO ENSINO DA GINÁSTICA: NOVOS OLHARES, NOVAS PERSPECTIVAS LUCIANA MARCASSA 2004 Leandro Alves; Leandro Borges, Neir da Luz, Rafael Martins; Renato Lima. INTRODUÇÃO A Ginástica é um importante

Leia mais

Guião de exploração pedagógica painel 8. Autoria: Maria José Marques

Guião de exploração pedagógica painel 8. Autoria: Maria José Marques Autoria: Maria José Marques A Exposição Itinerante Santillana é da autoria de Maria José Marques e foi exibida pela primeira vez na Universidade de Verão Santillana, nos dias 9, 10 e 11 de julho de 2012,

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS PORTUGUÊS E ESPANHOL - LICENCIATURA

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS PORTUGUÊS E ESPANHOL - LICENCIATURA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS PORTUGUÊS E ESPANHOL - LICENCIATURA Campus de Realeza Turno Noturno Fase Nº. Ordem Código COMPONENTE CURRICULAR Créditos Horas Pré Requisito 1. GLA001

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : LICENCIATURA EM BELAS ARTES. CRÉDITOS Obrigatórios: 130 Optativos: 30.

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : LICENCIATURA EM BELAS ARTES. CRÉDITOS Obrigatórios: 130 Optativos: 30. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:25:29 Curso : LICENCIATURA

Leia mais

A poética das paisagens ambulantes

A poética das paisagens ambulantes A poética das paisagens ambulantes Luís Marques Martinelli Artista Plástico RESUMO: A partir daquilo que não mais interessa, produção feita com objetos coletados, exploro paisagens ambulantes em que formas,

Leia mais

Roteiro PROF. ANDRÉ GALVAN

Roteiro PROF. ANDRÉ GALVAN Roteiro PROF. ANDRÉ GALVAN Primeiro Passo: Desenvolver uma Idéia. Todo roteiro - assim como toda obra literária e toda obra de arte - começa sempre a partir de uma Idéia. Idéias valem ouro! A criatividade

Leia mais

Da fotografia à pintura A construção do olhar a partir de um imagético processual lírico

Da fotografia à pintura A construção do olhar a partir de um imagético processual lírico Da fotografia à pintura A construção do olhar a partir de um imagético processual lírico Rafael Teixeira de Resende 1 O presente relato visa refletir sobre o processo de criação do Artista capixaba Rafael

Leia mais

O RENASCIMENTO. Tema 5 Expansão e mudança nos séculos XV e XVI Renascimento e Reforma

O RENASCIMENTO. Tema 5 Expansão e mudança nos séculos XV e XVI Renascimento e Reforma RENASCIMENTO 05-02-2017 Tema 5 Expansão e mudança nos séculos XV e XVI 5.2 e Reforma O RENASCIMENTO O que é? É um movimento cultural, que transforma as mentalidades e renova os conhecimentos, valorizando

Leia mais

FEIRA DE IDEIAS. Definição de releitura Processo de produção de um tela coletiva Artistas

FEIRA DE IDEIAS. Definição de releitura Processo de produção de um tela coletiva Artistas FEIRA DE IDEIAS Definição de releitura Processo de produção de um tela coletiva Artistas O que é releitura de uma obra de Arte? Releitura de uma obra, é ler novamente a obra, é fazer uma nova interpretação

Leia mais

Santander Cultural Porto Alegre traz show com Lorenzo Thompson, Mostra Seleção de Cinema Brasileiro e oficinas criativas

Santander Cultural Porto Alegre traz show com Lorenzo Thompson, Mostra Seleção de Cinema Brasileiro e oficinas criativas Nota de Imprensa Santander Cultural Porto Alegre traz show com Lorenzo Thompson, Mostra Seleção de Cinema Brasileiro e oficinas criativas Porto Alegre, 20 de janeiro de 2014 Durante o verão, o Santander

Leia mais

A Semana de Arte Moderna, também conhecida como Semana de 1922, aconteceu no Teatro Municipal de São Paulo, de 11 a 18 de fevereiro de 1922.

A Semana de Arte Moderna, também conhecida como Semana de 1922, aconteceu no Teatro Municipal de São Paulo, de 11 a 18 de fevereiro de 1922. A Semana de Arte Moderna, também conhecida como Semana de 1922, aconteceu no Teatro Municipal de São Paulo, de 11 a 18 de fevereiro de 1922. Foi um encontro de novas ideias estéticas, que mudaram a arte

Leia mais

Festival de Street Art de Viseu parte da cidade à descoberta das quintas e das escolas

Festival de Street Art de Viseu parte da cidade à descoberta das quintas e das escolas Festival de Street Art de Viseu parte da cidade à descoberta das quintas e das escolas Tons da Primavera vai criar 10 novas paisagens artísticas na cidade vinhateira do Dão. Almeida Moreira terá mural

Leia mais

28/04/2011. Cláudia Sousa Leitão NO MUNDO

28/04/2011. Cláudia Sousa Leitão NO MUNDO POLÍTICAS PÚBLICAS E ECONOMIA CRIATIVA Cláudia Sousa Leitão O ESTADO DA ARTE DA ECONOMIA CRIATIVA NO MUNDO 1 PANORAMA INTERNACIONAL DA ECONOMIA CRIATIVA EUROPA Criatividade como insumo para sistemas de

Leia mais

Memória, cultura e literatura o prazer de ler e recriar o mundo

Memória, cultura e literatura o prazer de ler e recriar o mundo Memória, cultura e literatura o prazer de ler e recriar o mundo Apoio Pedagógico Memória, cultura e literatura: o prazer de ler e recriar o mundo, Elias José Memória, cultura e literatura o prazer de ler

Leia mais

FORMA FIGURA E FUNDO FIGURA POSITIVA E FIGURA NEGATIVA

FORMA FIGURA E FUNDO FIGURA POSITIVA E FIGURA NEGATIVA FORMA FIGURA E FUNDO FIGURA POSITIVA E FIGURA NEGATIVA EXERCÍCIO 1 FASE 1 E 2 CONCEITOS ESTRUTURAIS DA LINGUAGEM PLÁSTICA Preparação Desenhar a lápis (muito leve) um rectângulo com dimensão de 2/3 em folha

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS PORTUGUÊS E ESPANHOL - LICENCIATURA

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS PORTUGUÊS E ESPANHOL - LICENCIATURA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS PORTUGUÊS E ESPANHOL - LICENCIATURA Campus de Chapecó Turno Noturno Fase Nº. Ordem Código COMPONENTE CURRICULAR Créditos Horas Pré Requisito 1. GLA001

Leia mais

Atuar com fotografia, audiovisual, educação e/ou jornalismo, em busca de novos aprendizados, técnicas e experiências

Atuar com fotografia, audiovisual, educação e/ou jornalismo, em busca de novos aprendizados, técnicas e experiências Joyce Felipe Cury Fotografia, audiovisual e jornalismo Solteira, Brasileira, 34 anos Rua Humaitá, 571, ap 74 - Bela Vista CEP 01321-010 São Paulo-SP Cel: (11) 95875-9615 E-mail: rp_joyce@yahoo.com.br Objetivos

Leia mais

Composição do material

Composição do material BURITI MIRIM Composição do material O material do aluno no Projeto Buriti Mirim é composto de: Livro-texto: organizado com temas interessantes e desafiadores para as crianças. Possibilita uma vivência

Leia mais

COLÉGIO ADVENTISTA DE ALTAMIRA Ementa de Curso para Portfólio

COLÉGIO ADVENTISTA DE ALTAMIRA Ementa de Curso para Portfólio DISCIPLINA: ARTE SÉRIE/ TURMA: 6º ANO BIMESTRE: 1º 01 O mundo da arte É hora de produzir - pág. 5 Caso não der tempo de realizar a atividade em sala a mesma ira para casa. 02 O ponto gráfico Atividade

Leia mais

COMPRAR A PORTUGAL FILEIRA INDÚSTRIAS CULTURAIS E CRIATIVAS DEZ 2015

COMPRAR A PORTUGAL FILEIRA INDÚSTRIAS CULTURAIS E CRIATIVAS DEZ 2015 COMPRAR A PORTUGAL FILEIRA INDÚSTRIAS CULTURAIS E CRIATIVAS DEZ 2015 PERFIL 3 INDICADORES CHAVE 4 VANTAGENS 5 COMPETITIVAS SETORES 6 PATRIMÓNIO CULTURAL 7 AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIA 8 ARTES VISUAIS 9 ARTES

Leia mais

CAMPUS ANA ROSA 23 DE AGOSTO CURSO PROFESSOR HORÁRIO SALA

CAMPUS ANA ROSA 23 DE AGOSTO CURSO PROFESSOR HORÁRIO SALA CAMPUS ANA ROSA 23 DE AGOSTO COMO PLANEJAR E ORGANIZAR IDEIAS PARA A PRODUÇÃO DE TEXTO O PAPEL DAS GRAVADORAS MÉDIAS BRASILEIRAS NA DIVULGAÇÃO DOS HITS POPS INTERNACIONAIS O PAPEL DAS GRAVADORAS MÉDIAS

Leia mais

Exposição Almandrade INSTALAÇÃO E POEMAS VISUAIS

Exposição Almandrade INSTALAÇÃO E POEMAS VISUAIS Exposição Almandrade INSTALAÇÃO E POEMAS VISUAIS CASA DAS ROSAS Av. Paulista, 37 São Paulo / Sp. (até 27 de abril de 2014) De terça feira a sábado, das 10h às 22h. Domingos e feriados, das 10h às 18h.

Leia mais

CONSIDERANDO a justificativa e fundamentação legal do Centro de Ciências Humanas e Artes constantes do Processo retromencionado;

CONSIDERANDO a justificativa e fundamentação legal do Centro de Ciências Humanas e Artes constantes do Processo retromencionado; RESOLUÇÃO N o 04/92, DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO Autoriza a criação do Curso de Bacharelado em Artes Plásticas na Universidade Federal de Uberlândia. O CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA,

Leia mais

A partir de agora, será contada um pouco da trajetória artística do BANTARVI. MATERIAL PROMOCIONAL Página 1

A partir de agora, será contada um pouco da trajetória artística do BANTARVI.  MATERIAL PROMOCIONAL Página 1 A partir de agora, será contada um pouco da trajetória artística do BANTARVI www.bantarvi.com MATERIAL PROMOCIONAL Página 1 O diretor... ANTONIO CARLOS PIURES DO PRADO (Kaíto Prado) Breve Currículo: Objetivo

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO VISUAL 9ºANO

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO VISUAL 9ºANO PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO VISUAL 9ºANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO O aluno è capaz de: identificar a evolução histórica dos elementos de construção e representação da perspetiva; distinguir

Leia mais

CURSO DE HISTÓRIA - LICENCIATURA

CURSO DE HISTÓRIA - LICENCIATURA ICHLA INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES CURSO DE HISTÓRIA - LICENCIATURA Currículo Novo - 2010/02 - Noturno. RECONHECIMENTO RENOVADO PELA PORTARIA Nº 1.657, DE 07/10/2010 - D.O.U. DE 08/10/2010

Leia mais

ARTE: Conceito, Origem e Função

ARTE: Conceito, Origem e Função ARTE: Conceito, Origem e Função Irama Sonary de Oliveira Ferreira Lívia Freire de Oliveira INTRODUÇÃO Arte é conhecimento, e partindo deste princípio, pode-se dizer que é uma das primeiras manifestações

Leia mais

MUSEU REPUBLICANO CONVENÇÃO DE ITU Programação de Férias Janeiro de 2017

MUSEU REPUBLICANO CONVENÇÃO DE ITU Programação de Férias Janeiro de 2017 MUSEU REPUBLICANO CONVENÇÃO DE ITU Programação de Férias Janeiro de 2017 No dia 14 de janeiro o Museu Republicano Convenção de Itu, extensão do Museu Paulista da Universidade de São Paulo, dá início a

Leia mais

Uma história sobre a essência da LIDERANÇA

Uma história sobre a essência da LIDERANÇA Uma história sobre a essência da LIDERANÇA Conceito A Peça Teatral O Monge e o Executivo é a adaptação original do livro de James C. Hunter que se tornou um dos maiores best sellers da atualidade, com

Leia mais

apresenta Grupo Girino espetáculo

apresenta Grupo Girino espetáculo apresenta Grupo Girino espetáculo Apresentação MetaForMose é um espetáculo de teatro de bonecos que aborda a temática da metamorfose e das transformações e anseios da condição humana. O espetáculo é fruto

Leia mais

Economia Criativa Perfil, dificuldades e perspectivas

Economia Criativa Perfil, dificuldades e perspectivas Economia Criativa Perfil, dificuldades e perspectivas Pesquisa Economia Criativa Games N: 36 n: 08 Audiovisual N: 801 n: 33 Design N: 1464 n: 57 Música N: 674 n: 28 AMOSTRA 150 empresas Fotografia N: 629

Leia mais

Abrasileiradas Músicas Gringas em Versões Tupiniquins

Abrasileiradas Músicas Gringas em Versões Tupiniquins Abrasileiradas Músicas Gringas em Versões Tupiniquins Paulo Ricardo CAPRONI 1 Natasha Nunes de Lima BELUS 2 Nélia Rodrigues Del BIANCO 3 Universidade de Brasília, Brasília, DF RESUMO Desenvolvida como

Leia mais

Estudo dos gêneros literários

Estudo dos gêneros literários Estudo dos gêneros literários Os gêneros literários são um conjunto de obras que apresentam características semelhantes tanto em termos de forma como conteúdo. Existem três categorias básicas de gênero:

Leia mais