Lei Rouanet: Tipos e segmentos de projetos aceitos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Lei Rouanet: Tipos e segmentos de projetos aceitos"

Transcrição

1 Lei Rouanet: Tipos e segmentos de projetos aceitos por Samir Selman Jr. De uma maneira geral, a Lei Rouanet foi criada para estimular a cultura nacional, como já detalhamos em outros artigos, como em "A Lei Rouanet e a Constituição Federal". Porém, o termo "Cultura Nacional" pode ser mais amplo para algumas pessoas. Muitas pessoas nos abordam para ver se seu projeto possui viabilidade frente ao Ministério da Cultura, podendo ser aprovado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura. Dessa forma, vamos detalhar à seguir, os segmentos normalmente aceitos para análise, podendo eles serem aplicados de maneira isolada ou cumulativamente com outras, sendo os projetos mais simples até os projetos mais complexos, dos mais baratos aos mais caros. Basicamente, todo projeto poderá prever: - Produtos Culturais: Gravações de CD, DVD, turnês, tiragem, cópias e reproduções, publicações, ensaios, gravações, pesquisas, manutenções, construções, entre outros. - Cachês e equipe: Direitos autorais, honorários, cachês para o dono do projeto, diretor artístico, diretor de produção, produtor executivo, produtor musical, diretor de palco, diretor cinematográfico, assistentes, artistas, entre outros. - Locações: Equipamentos de luz, som, transporte, sede de produção, projeção, entre outros. -Aquisições: Cenário, figurino, equipamentos, instrumentos musicais, entre outros. - Ampla Publicidade: Assessoria de imprensa, site, publicações, redes sociais, publicidade em revistas, rádio, TV, mídia impressa (flyer, adesivos, cartazes), entre outros.

2 Agora, com riqueza de detalhes, o que é permitido pelo Ministério da Cultura, dentre os mais variados segmentos: 1) Música: - Doações de Acervos Musicais - Música Erudita (orquestra, instrumentos eruditos, etc.) - Música Instrumental - Música Popular (pop, rock, sertanejo, forró, religiosa, etc.) 2) Artes Cênicas: - Ações Capacitação e Treinamento - Circo - Dança - Mímica - Ópera - Teatro - Mágica - Outros 3) Artes Visuais: - Artes Gráficas - Artes Plásticas - Design - Doações de acervos de artes visuais - Exposição de artes - Filatelia - Formação técnica e artística de profissionais - Fotografia - Gravura - Moda (Desfiles, etc.) - Projeto de Fomento à cadeia produtiva arte visual - Projeto educativo de artes visuais 4) Humanidades: - Acervo Bibliográfico - Ações de Formação e Capacitação - Aquisição de equipamentos para manutenção de Acervos Bibliográficos - Evento Literário - Eventos e Ações de Incentivo à Leitura - Livros de Valor Artístico - Livros de Valor Humanístico - Livros de Valor Literário - Obras de Referência - Periódicos e Outras Publicações - Treinamento pessoal para manutenção de acervos bibliográficos 5) Audiovisual: - Construção de centro comunitário com sala de cinema (menos de 100mil habitantes) - Construção de salas de cinema (menos de 100mil habitantes) - Difusão de acervo audiovisual - Distribuição Cinematográfica

3 - Formação audiovisual - Formação/pesquisa e informação - Infra-estrutura Técnica Audiovisual - Jogos Eletrônicos - Manutenção Centro comunitário com sala cinema (menos de 100mil habitantes) - Manutenção de salas de cinema (menos de 100mil habitantes) - Pesquisa audiovisual - Preservação de acervo audiovisual - Produção Cinematográfica de curta metragem - Produção Cinematográfica de média metragem - Produção de obras seriadas - Produção radiofônica - Produção videofonográfica de curta metragem - Produção videofonográfica de média metragem - Projetos Audiovisuais Transmidiáticos (jogos de computador, realidade virtual, etc.) - Rádios e TVs educativas não comerciais - Restauração de acervo audiovisual 6) Patrimônio Cultural - Ações de Capacitação - Aquisição de equipamentos para Manutenção de Acervos - Construção de equipamentos culturais em geral - Construção de salas de teatro - Doações de Acervos - Manutenção de Centro Comunitário com sala de teatro - Manutenção de equipamentos culturais em geral - Manutenção de salas de teatro - Preservação de Acervos - Preservação de Acervos Mueológicos - Preservação de Patrimônio Imaterial - Preservação de Patrimônio Material - Preservação de Patrimônio Museológico - Restauração de acervos - Restauração de Acervos Museológicos - Restauração de Patrimônio Material - Restauração de Patrimônio Museológico - Treinamento de pessoal p/ manutenção de acervos Dentro de cada um desses segmentos, podem conter os seguintes produtos: - Acervo Bibliográfico e Documental - Apresentação Musical - Aquisição de Acervo Museológico - Audiodescrição - Banco de Dados - Bem Imaterial-Registro - Bem imóvel-reforma/ampliação/construção/aquisição - Bem imóvel-restauração/preservação - Bem Móvel-Restauração/Preservação/Aquisição - Biblioteca - Biblioteca Virtual

4 - Bolsa - Bolsa de Pesquisa - Cartilha - Catálogo - CD Áudio ou outro suporte para música - CD-Rom - Companhia de Dança- Manutenção - Companhia Teatral- Manutenção - Concurso - Construção de Sala de Cinema - Curso/Oficina/Estágio - Curta Metragem (até 15 ) - Desfile de Carnaval - DVD - Equipamento Audiovisual Adquirido/Doado - Equipamentos para Biblioteca - Equipamentos para Espaços de Artes Cênicas - Espetáculo de Artes Cênicas - Exposição de Artes - Feira de Livros - Festa Popular - Festival/Mostra - Festival/Mostra-Audiovisual - Filme de Animação - Fotografia-Aquisição/Exposição/Pesquisa - Instrumento Musical-Aquisição - Intercâmbio - Inventário de Patrimônio Imaterial - Inventário de Patrimônio Material - Livro - Manutenção de Escola de Arte - Manutenção de Escola de Dança - Manutenção de Espaço de Artes Cênicas - Manutenção de Instituição Cultural - Manutenção de Museu - Média-Metragem - Modernização de Museu/ Espaço Cultural - Modernização e Equipagem de Museus e Espaços Culturais - Monografia/Ensaio - Obra Distribuída - Obra Exibida - Oficina/Workshop/Seminário Audiovisual - Composição - Manutenção - Partitura-Edição - Periódico - Pesquisa - Plano Anual - Prêmio - Preservação de Acervo Cultural - Preservação/Restauração de Acervo Audiovisual - Programa de Televisão

5 - Programa Radiofônico - Roteiro de Audiovisual - Seminário/Simpósio/Encontro/Congresso/Palestra - Série - Sítio de Internet - Sítio Histórico-Restauração/Preservação - Texto Teatral - Vídeo Todos os projetos poderão prever as mais diversas ações para publicidade e para sua organização artística e administrativa. É possível a locação de equipamentos, contratação de pessoal, produtores, diretores, cachê para o artista (inclusive para o dono do projeto) contador, advogado, dentre muitos outros! Lembre-se que é possível sim haver renda, bilheteria, venda de exemplares, entre outros, dentro do seu projeto! Verifique a viabilidade do seu projeto conosco! Temos pessoal especializado em checar o que é possível inserir dentro de um projeto para que ele receba uma aprovação perfeita, além de ser executável na prática e seja alvo de uma correta prestação de contas Samir Selman Jr. é advogado empresarial, pós graduado em Direito Processual Civil com ênfase na visão empresarial das Leis de Incentivo à Cultura, cursou contabilidade com foco em Imposto de Renda e ICMS, é autor do livro "Lei Rouanet: Aspectos teóricos e Práticos", é proprietário da empresa Proposta Cultural e co-proprietário da Incentivo Cultural, com autoria em diversos artigos na Internet e em mídias impressas. É músico há 17 anos, com estudo popular e erudito, ao qual trabalhou com produção cultural e executiva em eventos por todo esse período. Samir Selman Jr. Sobre o Artigo O presente trabalho possui intuito educativo, não de lucro. Reserva-se os direitos a seu(s) autor(es), sendo permitida sua reprodução gratuita, desde que apresentados os seus devidos créditos. A reprodução com intuito de lucro direto ou indireto é proibida, sob as sanções civis e criminais pertinentes.

6 Mais Informações Quer mais informações sobre as Leis de Incentivo à Cultura, Projetos Culturais, Captação de Recursos e Prestação de Contas? Acesse:

OABSP. Temas Jurídicos do Terceiro Setor

OABSP. Temas Jurídicos do Terceiro Setor OABSP Temas Jurídicos do Terceiro Setor Incentivos fiscais Flavia Regina de Souza Oliveira Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados Títulos concedidos pelo Poder Público Título de Utilidade

Leia mais

Lei 8.313/ Lei Rouanet. Lei federal de incentivo à cultura Como investir em projetos culturais usando o Imposto de Renda

Lei 8.313/ Lei Rouanet. Lei federal de incentivo à cultura Como investir em projetos culturais usando o Imposto de Renda Lei 8.313/1991 - Lei Rouanet Lei federal de incentivo à cultura Como investir em projetos culturais usando o Imposto de Renda Lei 8.313/1991 - Lei Rouanet Objetivos: I. facilitar, a todos, os meios para

Leia mais

Leis de incentivo à cultura e o marketing cultural em bibliotecas Andréia Wojcicki Ruberti

Leis de incentivo à cultura e o marketing cultural em bibliotecas Andréia Wojcicki Ruberti Leis de incentivo à cultura e o marketing cultural em bibliotecas Andréia Wojcicki Ruberti O que é incentivo fiscal? É um mecanismo pelo qual o governo estimula a parceria público-privada para o financiamento

Leia mais

Lei Nacional de Incentivo à Cultura

Lei Nacional de Incentivo à Cultura Lei Nacional de Incentivo à Cultura Lei nº 8.313 de 23 de dezembro de 1991 Sancionada pelo ex-presidente Fernando Collor de Mello é a lei que institui políticas públicas para a cultura nacional, como o

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA CULTURA

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA CULTURA ATENÇÃO ARTISTAS, GRUPOS, PRODUTORES CULTURAIS E DEMAIS REALIZADORES! FORAM LANÇADOS OS EDITAIS PROAC 2014. ACOMPANHE AS NOVIDADES DESTA EDIÇÃO! Ficha de inscrição online: disponível no site da Secretaria

Leia mais

Curso de Gestão Cultural em Cidades do Interior Paulista código Prof e Coordenador - Edemilson José do Vale (Sete)

Curso de Gestão Cultural em Cidades do Interior Paulista código Prof e Coordenador - Edemilson José do Vale (Sete) Curso de Gestão Cultural em Cidades do Interior Paulista código 12986 Prof e Coordenador - Edemilson José do Vale (Sete) curso@sethassessoria.com - www.sethassessoria.com www.agcip.org.br Elaboração de

Leia mais

PROGRAMA DE COOPERAÇÃO CULTURAL ENTRE O GOVERNO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O GOVERNO DA REPÚBLICA DA TUNÍSIA PARA O PERÍODO

PROGRAMA DE COOPERAÇÃO CULTURAL ENTRE O GOVERNO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O GOVERNO DA REPÚBLICA DA TUNÍSIA PARA O PERÍODO PROGRAMA DE COOPERAÇÃO CULTURAL ENTRE O GOVERNO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O GOVERNO DA REPÚBLICA DA TUNÍSIA PARA O PERÍODO 2001-2004 O Governo da República Federativa do Brasil e o Governo da

Leia mais

A LEI ROUANET ÀS VÉSPERAS DA MAIORIDADE. PALAVRAS-CHAVE: Lei Rounet, incentivo, captação de recursos, concentração regional e setorial dos recursos.

A LEI ROUANET ÀS VÉSPERAS DA MAIORIDADE. PALAVRAS-CHAVE: Lei Rounet, incentivo, captação de recursos, concentração regional e setorial dos recursos. A LEI ROUANET ÀS VÉSPERAS DA MAIORIDADE Fabio Sá Earp * George Kornis ** Perla Sobrino Joffe *** RESUMO: O texto apresenta estudos sobre o desempenho da Lei Rouant, com foco no impacto dos incentivos fiscais

Leia mais

8. Tabela com sugestões de acessibilidade comunicacional para as diversas áreas da produção cultural (modelo Funcultura PE)

8. Tabela com sugestões de acessibilidade comunicacional para as diversas áreas da produção cultural (modelo Funcultura PE) 8. Tabela com sugestões de acessibilidade comunicacional para as diversas áreas da produção cultural (modelo Funcultura PE) Liliana Tavares O quadro abaixo mostra as formas de acessibilidade comunicacionais

Leia mais

O Governo da República Federativa do Brasil e O Governo da República Popular da China (doravante denominados "As Partes")

O Governo da República Federativa do Brasil e O Governo da República Popular da China (doravante denominados As Partes) PROGRAMA-EXECUTIVO CULTURAL DO ACORDO DE COOPERAÇÃO CUTURAL E EDUCACIONAL ENTRE O GOVERNO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E A REPÚBLICA POPULAR DA CHINA PARA OS ANOS DE 2001 A 2004 O Governo da República

Leia mais

Soluções Culturais INCENTIVO FISCAL POR DENTRO DAS LEIS

Soluções Culturais INCENTIVO FISCAL POR DENTRO DAS LEIS Soluções Culturais INCENTIVO FISCAL POR DENTRO DAS LEIS LEI ROUANET LEI FEDERAL DE INCENTIVO À CULTURA LEI Nº 8131/91; LEI 9.874/99 E A MEDIDA PROVISÓRIA Nº 2228-1/2001 Soluções Culturais O que é? Neste

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 10/05-CEPE

RESOLUÇÃO Nº 10/05-CEPE RESOLUÇÃO Nº 10/05-CEPE Complementa a Resolução nº 04/05-CEPE que estabelece normas de concurso público para a carreira do magistério superior na Universidade Federal do Paraná, fixando a tabela de pontuação

Leia mais

REDE DE PONTOS DE CULTURA DE GOVERNADOR VALADARES - MG

REDE DE PONTOS DE CULTURA DE GOVERNADOR VALADARES - MG TÍTULO DO PROJETO Área Predominante: (Marque um x nas áreas que seu projeto mais se identifica) CULTURAS POPULARES ( ) Tradição Oral ( ) Artesanato ( ) Manifestações culturais ( ) Contador de Histórias

Leia mais

Fórum de Políticas Culturais de Minas Gerais

Fórum de Políticas Culturais de Minas Gerais Fórum de Políticas Culturais de Minas Gerais 13 de maio de 2014 Desafios das Políticas de Incentivo Apoiar projetos culturais produzidos por artistas e produtores mineiros; Promover a descentralização

Leia mais

ANEXO IV - QUADRO DE ATRIBUIÇÃO DE PONTOS PARA PROVA DE TÍTULOS CONCURSO DOCENTE. Versão Complementar 1

ANEXO IV - QUADRO DE ATRIBUIÇÃO DE PONTOS PARA PROVA DE TÍTULOS CONCURSO DOCENTE. Versão Complementar 1 Candidato: ANEXO IV - QUADRO DE ATRIBUIÇÃO DE PONTOS PARA PROVA DE TÍTULOS CONCURSO DOCENTE Versão Complementar 1 QUADRO DE ATRIBUIÇÃO DE PONTOS PARA PROVA DE TÍTULOS CONCURSO DOCENTE Edital CCS nº 08/16

Leia mais

EDIÇÃO Nº 230 QUINTA - FEIRA, 1 DE DEZEMBRO DE 2011 GABINETE DA MINISTRA

EDIÇÃO Nº 230 QUINTA - FEIRA, 1 DE DEZEMBRO DE 2011 GABINETE DA MINISTRA EDIÇÃO Nº 230 QUINTA - FEIRA, 1 DE DEZEMBRO DE 2011 GABINETE DA MINISTRA PORTARIA Nº 116, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2011 (com atualizações da Portaria nº 5 de 26/01/2012 DOU de 30/01/2012) Regulamenta os segmentos

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso VIII, da Constituição,

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso VIII, da Constituição, Decreto n.º 3.548, de 21 de julho de 2000 Promulga o Acordo de Cooperação Cultural entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo da República Argentina, celebrado em Brasília, em 10 de

Leia mais

Apoio Institucional: Pronac

Apoio Institucional: Pronac Apoio Institucional: Pronac - 14 8199 O Portal INSIEME será um portal cultural e educacional, bilíngue e interativo, que visa à preservação, difusão e promoção da cultura e identidade italiana e ítalo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CURSO DE GRADUAÇÃO EM IMAGEM E SOM REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR São Carlos, dezembro de 2014. 1 Regulamento de estágio obrigatório do curso de Bacharelado em Imagem

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 GABARITO PARA AVALIAÇÃO DE PROVA DE TÍTULOS CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES NÃO TITULARES NOME DO(A) CANDIDATO(A): DEPARTAMENTO: SETOR: Unidade Universitária: ÁREA OU MATÉRIA: GRUPO I Títulos universitários

Leia mais

Nome: Matrícula: Curso/Versão: PEDAGOGIA / VERSÃO 4

Nome: Matrícula: Curso/Versão: PEDAGOGIA / VERSÃO 4 FORMULÁRIO DE REGISTRO DE S ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS Nome: Matrícula: Curso/Versão: PEDAGOGIA / VERSÃO 4 E-mail: Tel: E-mail da Coordenação: edu.uerjgraduacao@gmail.com Facebook: Pedagogia UERJ Maracanã

Leia mais

PARECER Nº, DE 2012. RELATOR: Senador MOZARILDO CAVALCANTI I RELATÓRIO

PARECER Nº, DE 2012. RELATOR: Senador MOZARILDO CAVALCANTI I RELATÓRIO PARECER Nº, DE 2012 Da COMISSÃO DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTES, sobre o Projeto de Lei da Câmara nº 65, de 2012 (Projeto de Lei nº 1.263, de 2003, na origem), de autoria do Deputado Leonardo Monteiro,

Leia mais

apresenta Grupo Girino espetáculo

apresenta Grupo Girino espetáculo apresenta Grupo Girino espetáculo Apresentação MetaForMose é um espetáculo de teatro de bonecos que aborda a temática da metamorfose e das transformações e anseios da condição humana. O espetáculo é fruto

Leia mais

28/04/2011. Cláudia Sousa Leitão NO MUNDO

28/04/2011. Cláudia Sousa Leitão NO MUNDO POLÍTICAS PÚBLICAS E ECONOMIA CRIATIVA Cláudia Sousa Leitão O ESTADO DA ARTE DA ECONOMIA CRIATIVA NO MUNDO 1 PANORAMA INTERNACIONAL DA ECONOMIA CRIATIVA EUROPA Criatividade como insumo para sistemas de

Leia mais

Cultura nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Sala Sidney Miller

Cultura nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Sala Sidney Miller Cultura nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Sala Sidney Miller Cultura nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos > Objetivo: valorizar a diversidade cultural brasileira > Diversas linguagens artísticas gratuitas:

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE ARQUITETURA E URBANISMO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE ARQUITETURA E URBANISMO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE ARQUITETURA E URBANISMO CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 109, de

Leia mais

Fomento a Projetos Culturais nas Áreas de Música e de Artes Cênicas

Fomento a Projetos Culturais nas Áreas de Música e de Artes Cênicas Programa 0166 Música e Artes Cênicas Objetivo Aumentar a produção e a difusão da música e das artes cênicas. Público Alvo Sociedade em geral Ações Orçamentárias Indicador(es) Número de Ações 7 Taxa de

Leia mais

ARTEBR LIVRO CONVERSAS COM A ARTE BRASILEIRA

ARTEBR LIVRO CONVERSAS COM A ARTE BRASILEIRA ARTEBR LIVRO CONVERSAS COM A ARTE BRASILEIRA A empresa ARTEBR desenvolve projetos em arte, educação e literatura para diversas instituições culturais brasileiras. Atua nas áreas de consultoria e assessoria

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE ARTISTAS. Edital n 001/2016

EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE ARTISTAS. Edital n 001/2016 EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE ARTISTAS Edital n 001/2016 A Produtora da Vila vem, por meio do presente edital, realizar o Credenciamento de Artistas dos diversos segmentos culturais: Artes Visuais, Artes

Leia mais

FONTES DE FINANCIAMENTO CULTURAIS NOVEMBRO 2008

FONTES DE FINANCIAMENTO CULTURAIS NOVEMBRO 2008 FONTES DE FINANCIAMENTO CULTURAIS NOVEMBRO 2008 1 Conceito de Financiamento Público da Cultura Conjunto de ofertas governamentais e não governamentais de recursos para a concretização de produção cultural

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CASTANHAL FUNDAÇÃO CULTURAL DO MUNICÍPIO DE CASTANHAL VI FESTIVAL DE CURTAS- METRAGENS CURTA CASTANHAL 2014 EDITAL REGULAMENTO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CASTANHAL FUNDAÇÃO CULTURAL DO MUNICÍPIO DE CASTANHAL VI FESTIVAL DE CURTAS- METRAGENS CURTA CASTANHAL 2014 EDITAL REGULAMENTO PREFEITURA MUNICIPAL DE CASTANHAL FUNDAÇÃO CULTURAL DO MUNICÍPIO DE CASTANHAL VI FESTIVAL DE CURTAS- METRAGENS CURTA CASTANHAL 2014 EDITAL REGULAMENTO LICITAÇÃO PÚBLICA MODALIDADE CONCURSO ARTÍSTICO (ÁUDIOVISUAL)

Leia mais

1. Montagem de espetáculos de Teatro Adulto , Montagem de espetáculos de Teatro para Infância e Juventude. 100.

1. Montagem de espetáculos de Teatro Adulto , Montagem de espetáculos de Teatro para Infância e Juventude. 100. Artistas, grupos, companhias, escolas, produtores culturais, arte-educadores e pesquisadores podem apresentar propostas de projetos de teatro dentro das linhas de ação abaixo, conforme Resolução da Comissão

Leia mais

Estratégia mercadológica e comunicação

Estratégia mercadológica e comunicação Estratégia mercadológica e comunicação Agência Nacional do Cinema é uma agência reguladora que tem como atribuições o fomento, a regulação e a fiscalização do mercado do cinema e do audiovisual no Brasil

Leia mais

X FESTMAR DE VERÃO Festival Internacional de Teatro de Rua do Aracati- CE

X FESTMAR DE VERÃO Festival Internacional de Teatro de Rua do Aracati- CE X FESTMAR DE VERÃO Festival Internacional de Teatro de Rua do Aracati- CE PROPOSTA O X FESTMAR DE VERÃO - Festival Internacional de Teatro de Rua do Aracati é um evento cultural de caráter Internacional

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO AO INCENTIVO: P.A.I ( Lei Rouanet) Informações importantes para o Contador da Empresa

PROGRAMA DE APOIO AO INCENTIVO: P.A.I ( Lei Rouanet) Informações importantes para o Contador da Empresa Informações importantes para o Contador da Empresa É a lei que institui o Programa Nacional de Apoio à Cultura PRONAC, visando à captação de recursos para investimentos em projetos culturais. As pessoas

Leia mais

Passo a passo do investidor Para a Lei Rouanet Audiovisual Audiovisual Resumo das Leis de Incentivo à Cultura...

Passo a passo do investidor Para a Lei Rouanet Audiovisual Audiovisual Resumo das Leis de Incentivo à Cultura... 2 SUMÁRIO EXECUTIVO Passo a passo do investidor Para a Lei Rouanet........... 04 Passo a passo do investidor Para o Artigo 1 da Lei do Audiovisual........... 05 Passo a passo do investidor Para o Artigo

Leia mais

Sistema Nacional de Cultura

Sistema Nacional de Cultura Sistema Nacional de Cultura O Sistema Nacional de Cultura (SNC) é um instrumento de gestão compartilhada de políticas públicas de cultura entre os entes federados e a sociedade civil. Seu principal objetivo

Leia mais

Projetos Culturais, Esportivos e Sociais: como aproveitar melhor os incentivos fiscais

Projetos Culturais, Esportivos e Sociais: como aproveitar melhor os incentivos fiscais A B B C Projetos Culturais, Esportivos e Sociais: como aproveitar melhor os incentivos fiscais MARCELO DE AGUIAR COIMBRA Graduado e Mestre em Direito pela USP/Doutorando pela Universidade de Colônia, Alemanha.

Leia mais

! " # $ % DESCRIÇÃO DO CLIENTE BRASÍLIA PORTO ALEGRE RECIFE BELÉM SÃO PAULO RIO DE JANEIRO JUSTIFICATIVA CÓDIGO GRUPO CATEGORIA DESCRIÇÃO DE MERCADO

!  # $ % DESCRIÇÃO DO CLIENTE BRASÍLIA PORTO ALEGRE RECIFE BELÉM SÃO PAULO RIO DE JANEIRO JUSTIFICATIVA CÓDIGO GRUPO CATEGORIA DESCRIÇÃO DE MERCADO 131 MÃO-DE-OBRA GERAL ADVOGADO ADVOGADO MENSAL &'()*+ &',*)- &-''. &-'*() &'('*-( &'('*-( 132,1 MÃO-DE-OBRA GERAL ARQUITETO/ENGE NHEIRO ARQUITETO SENIOR )+*) )*() )., )'*', ),*- ),*- 132,2 MÃO-DE-OBRA

Leia mais

Como incentivar? Incentivos fiscais para doações livres. Incentivos fiscais para doações/patrocínio a projetos chancelados

Como incentivar? Incentivos fiscais para doações livres. Incentivos fiscais para doações/patrocínio a projetos chancelados Incentivos Fiscais Como incentivar? Incentivos fiscais para doações livres Incentivos fiscais para doações/patrocínio a projetos chancelados Incentivos fiscais para doações a fundos públicos Incentivos

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 16, de 30

Leia mais

Graduação: Arquitetura e Urbanismo Mestrado: Arquitetura, Arquitetura e Urbanismo, Planejamento Urbano e Desenvolvimento Urbano.

Graduação: Arquitetura e Urbanismo Mestrado: Arquitetura, Arquitetura e Urbanismo, Planejamento Urbano e Desenvolvimento Urbano. CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 04, de 10 de fevereiro de 2014, publicado no Diário Oficial da União nº 30, de 12 de fevereiro de 2014. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES, PROGRAMAS

Leia mais

Uma história sobre a essência da LIDERANÇA

Uma história sobre a essência da LIDERANÇA Uma história sobre a essência da LIDERANÇA Conceito A Peça Teatral O Monge e o Executivo é a adaptação original do livro de James C. Hunter que se tornou um dos maiores best sellers da atualidade, com

Leia mais

COELBA COMPANHIA DE ELETRICIDADE DO ESTADO DA BAHIA REGULAMENTO DE PATROCÍNIO DOS PROJETOS CULTURAIS

COELBA COMPANHIA DE ELETRICIDADE DO ESTADO DA BAHIA REGULAMENTO DE PATROCÍNIO DOS PROJETOS CULTURAIS COELBA COMPANHIA DE ELETRICIDADE DO ESTADO DA BAHIA REGULAMENTO DE PATROCÍNIO DOS PROJETOS CULTURAIS A Coelba, uma empresa do Grupo Neoenergia, tem consciência do seu importante papel na melhoria da qualidade

Leia mais

Estatísticas da Cultura 2009

Estatísticas da Cultura 2009 Estatísticas da Cultura 29 17 de Dezembro de 21 O INE divulga dados da cultura 29 O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulga a publicação Estatísticas da Cultura 29 que disponibiliza a informação

Leia mais

LEI ROUANET. - Abatimento de 100% do valor incentivado até o limite de 4% do IRPJ devido. - (A empresa deve estar tributada com base no lucro real)

LEI ROUANET. - Abatimento de 100% do valor incentivado até o limite de 4% do IRPJ devido. - (A empresa deve estar tributada com base no lucro real) Leis de Incentivo LEI ROUANET Lei Federal de Incentivo à Cultura, regulamenta a renúncia fiscal do Imposto de Renda de empresas patrocinadoras de projetos culturais. Os Programas e Projetos da 3S Projetos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE LINHARES SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA, TURISMO, ESPORTE E LAZER. Coordenação Lei Lastênio Calmon Júnior

PREFEITURA MUNICIPAL DE LINHARES SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA, TURISMO, ESPORTE E LAZER. Coordenação Lei Lastênio Calmon Júnior PREFEITURA MUNICIPAL DE LINHARES SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA, TURISMO, ESPORTE E LAZER Coordenação Lei Lastênio Calmon Júnior Conselho Municipal de Cultura de Linhares RESOLUÇÃO Nº 01/2016 Estabelece

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO Departamento de Arquitetura e Urbanismo

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO Departamento de Arquitetura e Urbanismo Departamento de Arquitetura e Urbanismo CONCURSO PÚBLICO DE TÍTULOS E PROVAS PARA PROVIMENTO DE UM CARGO DE PROFESSOR ASSISTENTE DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERENAMBUCO, ÁREA: PROJETO DE ARQUITETURA, URBANISMO

Leia mais

PROGRAMA MAIS CULTURA - EDITAL MICROPROJETOS TERRITÓRIOS DE PAZ ANEXO 3 FORMULÁRIO PESSOA JURÍDICA 1. IDENTIFICAÇÃO DA PROPOSTA TÍTULO: ÁREA

PROGRAMA MAIS CULTURA - EDITAL MICROPROJETOS TERRITÓRIOS DE PAZ ANEXO 3 FORMULÁRIO PESSOA JURÍDICA 1. IDENTIFICAÇÃO DA PROPOSTA TÍTULO: ÁREA 1 PROGRAMA MAIS CULTURA - EDITAL MICROPROJETOS TERRITÓRIOS DE PAZ ANEXO 3 FORMULÁRIO PESSOA JURÍDICA 1. IDENTIFICAÇÃO DA PROPOSTA TÍTULO: ÁREA: ÁREA Artes Visuais Artes Cênicas Música Literatura Audiovisual

Leia mais

DIVISÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA SELEÇÃO DE PROJETOS CULTURAIS PARA O SESI CRUZEIRO EDITAL DE CHAMAMENTO 2014

DIVISÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA SELEÇÃO DE PROJETOS CULTURAIS PARA O SESI CRUZEIRO EDITAL DE CHAMAMENTO 2014 DIVISÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA SELEÇÃO DE PROJETOS CULTURAIS PARA O SESI CRUZEIRO EDITAL DE CHAMAMENTO 2014 Introdução O SESI Serviço Social da Indústria Centro de Atividades Octávio Mendes Filho do SESI

Leia mais

SISTEMATIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE EXTENSÃO

SISTEMATIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE EXTENSÃO SISTEMATIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE EXTENSÃO SISTEMATIZAÇÃO DAS ÁREAS TEMÁTICAS 1. Todos as atividades de extensão deverão sempre ser classificados segundo a área temática. Como grande número desses programas

Leia mais

PROGRAMA ESTADUAL DE FOMENTO E INCENTIVO À CULTURA PROFICE EDITAL Nº 001/2014. ANEXO I - Categorias

PROGRAMA ESTADUAL DE FOMENTO E INCENTIVO À CULTURA PROFICE EDITAL Nº 001/2014. ANEXO I - Categorias ANEXO I - Categorias ARTES VISUAIS PRODUÇÃO DE VIDEOARTE E PERFORMANCE DESENVOLVIMENTO DE DIGITALIZAÇÃO DE ACERVOS FESTIVAIS, MOSTRAS, FEIRAS, FESTAS E SIMILARES PUBLICAÇÃO DE LIVROS, CATÁLOGOS, PERIÓDICOS

Leia mais

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA CENTRO COREOGRÁFICO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO CHAMAMENTO PÚBLICO DE RESIDÊNCIAS ARTÍSTICAS OCUPAÇÃO DE SALA JUNHO A DEZEMBRO DE 2017 1 INTRODUÇÃO 1.1. A SECRETARIA MUNICIPAL

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE

MANUAL DE IDENTIDADE MANUAL DE IDENTIDADE Brasil, cultura, verde e amarelo. Assumir esta bandeira Poderá ser aplicada com ou sem moldura Poderá ser aplicada com ou sem moldura Logomarca Horizontal Logomarca Vertical Módulo=M

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES As Atividades Complementares são consideradas, como uma complementação às atividades didático-pedagógicas à ampliação da formação acadêmica, profissional e social do aluno. As

Leia mais

FINALIZAÇÃO DE OBRAS CINEMATOGRÁFICAS

FINALIZAÇÃO DE OBRAS CINEMATOGRÁFICAS ANEXO IX PROGRAMA DE APOIO AO CINEMA SUBPROGRAMA DE APOIO À PRODUÇÃO, NA MODALIDADE DE APOIO À FINALIZAÇÃO DE OBRAS CINEMATOGRÁFICAS 1. Candidatos e beneficiários 1.1. Podem candidatar-se os produtores

Leia mais

FORMULÁRIO DO PROGRAMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE AVALIADO :

FORMULÁRIO DO PROGRAMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE AVALIADO : I. Capacitação Profissional Pontos 1. Participação em Simpósio, Congresso, Seminário e outros eventos na área pedagógica, na área de atuação do docente ou em áreas afins (1,0 por evento, máximo 4,0 pontos).

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA BIBLIOTECA ESCOLAR / DOS SERVIÇOS DE BIBLIOTECA ESCOLAR DE ESCOLA / AGRUPAMENTO...

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA BIBLIOTECA ESCOLAR / DOS SERVIÇOS DE BIBLIOTECA ESCOLAR DE ESCOLA / AGRUPAMENTO... THEKA Projecto Gulbenkian de Formação de Professores para o Desenvolvimento de Bibliotecas Escolares www.theka.org MÓDULO E: GESTÃO DE RECURSOS. Maria José Vitorino (2005) MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA BIBLIOTECA

Leia mais

NORMAS - MOSTRA DE ENSAIOS FOTOGRÁFICOS FRONTEIRAS CONTEMPORÂNEAS

NORMAS - MOSTRA DE ENSAIOS FOTOGRÁFICOS FRONTEIRAS CONTEMPORÂNEAS Normas para envio de propostas de apresentação de Ensaios Fotográficos e Mostra de filmes A Comissão Organizadora do II SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOCIEDADE E FRONTEIRAS; 4º ENCONTRO NORTE DA SOCIEDADE BRASILEIRA

Leia mais

OFICINAS CULTURAIS (Aula 2) Prof: André Aparecido da Silva / Profa. Milca Augusto da Silva Costa Disponível em:

OFICINAS CULTURAIS (Aula 2) Prof: André Aparecido da Silva / Profa. Milca Augusto da Silva Costa Disponível em: OFICINAS CULTURAIS (Aula 2) Prof: André Aparecido da Silva / Profa. Milca Augusto da Silva Costa Disponível em: www.oxnar.com.br/2015/profuncionario 1 Como as pessoas enxergam o Brasil? E como notam a

Leia mais

Pronac Nº 1111032 Você em Cenna é um concurso cultural que irá eleger atores e atrizes amadores de todo o país, que enviarão vídeos de suas performances para votação popular e de júri especializado. Os

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA PROGRAMA Nº- 042 PALCO SOBRE RODAS Projeto inspirado no clássico modelo de teatro itinerante, através da montagem de um palco móvel que percorre os bairros da cidade, levando cultura. Levar o Palco sobre

Leia mais

EDITAL DE FOMENTO AO NOVO ARTISTA 04/2016 FUNDO CULTURA. Lista de projetos habilitados

EDITAL DE FOMENTO AO NOVO ARTISTA 04/2016 FUNDO CULTURA. Lista de projetos habilitados EDITAL DE FOMENTO AO NOVO ARTISTA 04/2016 FUNDO CULTURA Lista de projetos habilitados Projeto Edital Modalidade Valor Situação/Motivo Bonecas Negras, Dança e a cultura popular. E a palhaça mulher, o que

Leia mais

Grade Curricular - Comunicação Social. Habilitação em Publicidade e Propaganda - matutino

Grade Curricular - Comunicação Social. Habilitação em Publicidade e Propaganda - matutino Grade Curricular - Comunicação Social Habilitação em Publicidade e Propaganda - matutino SEMESTRE 1 CCA0218 Língua Portuguesa - Redação e Expressão Oral I 4 0 4 CCA0258 Fundamentos de Sociologia Geral

Leia mais

COMISSÃO ESPECIAL DE CONCURSOS E AVALIAÇÃO DOCENTE, CESCAD ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO MEMORIAL DESCRITIVO

COMISSÃO ESPECIAL DE CONCURSOS E AVALIAÇÃO DOCENTE, CESCAD ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO VI DO REGULAMENTO DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DE DOCENTE PARA A AQUISIÇÃO DA ESTABILIDADE NO CARGO DE PROVIMENTO EFETIVO EM VIRTUDE DE CONCURSO PÚBLICO PARA A CARREIRA DO MAGISTÉRIO PÚBLICO DO ENSINO

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL JULHO 2013

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL JULHO 2013 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL JULHO 2013 Fundado em 2003, Instituto Escola São Paulo é uma instituição sem fins lucrativos que tem como objetivo ampliar o acesso à cultura e à educação, promovendo atividades

Leia mais

TERCEIRO SETOR. Financiamento com recursos do orçamento público e ou do setor privado

TERCEIRO SETOR. Financiamento com recursos do orçamento público e ou do setor privado TERCEIRO SETOR Financiamento com recursos do orçamento público e ou do setor privado Modalidade de apoio e financiamento por parte do Estado ESPÉCIE Auxílios Contribuições Subvenções PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS

Leia mais

proposta de serviços

proposta de serviços proposta de serviços comunicação marketing político mídia digital www.empirecomunicacao.com.br Apresentação A EMPIRE COMUNICAÇÃO nasceu da junção de parceiros, atuando no mercado de forma socialmente responsável,

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO FACULDADE DE EDUCAÇÃO PARTE 2

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO FACULDADE DE EDUCAÇÃO PARTE 2 Código Atividade Requisito Carga Horária 913 Disciplina extracurricular cursada fora da UERJ, em IES com reconhecimento oficial 914 Realização de curso regular de língua estrangeira concomitante com a

Leia mais

HISTÓRICO. Histórico

HISTÓRICO. Histórico INTRODUÇÃO As universidades públicas há muito deixaram de ser centros de produção artística, ao mesmo tempo se distanciaram das comunidades que deveriam atender e passaram a formar profissionais competentes,

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento e Formulário de Certificação

ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento e Formulário de Certificação ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento e Formulário de Certificação Aprovados em ata da décima segunda reunião ordinária do Departamento de Letras, realizada no dia 10 de junho de 2016. O ambiente intelectual

Leia mais

Quadro 2: ATIVIDADES DE PARTICIPAÇÃO E/OU ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS: ATÉ 60 (SESSENTA) HORAS PARA O CONJUNTO DE ATIVIDADES

Quadro 2: ATIVIDADES DE PARTICIPAÇÃO E/OU ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS: ATÉ 60 (SESSENTA) HORAS PARA O CONJUNTO DE ATIVIDADES QUADRO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Quadro 1: ATIVIDADES DE ENSINO E DE PESQUISA: ATÉ 120 (CENTO E VINTE) HORAS PARA O CONJUNTO DE ATIVIDADES CCLETE032 Monitoria Um período letivo de monitoria. CCLETE033

Leia mais

NÚMEROS DA COMUNICAÇÃO NO BRASIL 2011 / 2012

NÚMEROS DA COMUNICAÇÃO NO BRASIL 2011 / 2012 NÚMEROS DA COMUNICAÇÃO NO BRASIL 2011 / 2012 1 O IBGE MEDE A IMPORTÂNCIA DE TODAS AS EMPRESAS LIGADAS À COMUNICAÇÃO DENTRO DO CENÁRIO ECONÔMICO NACIONAL. 2 3 O IBGE SOMA AS RECEITAS REGISTRADAS EM BALANÇOS

Leia mais

DO FOLE PRODUÇÕES Festival Forró de Verdade

DO FOLE PRODUÇÕES Festival Forró de Verdade A DO FOLE PRODUÇÕES, torna pública a realização do concurso para premiação de obras musicais inéditas, conhecido pela chancela de Festival Forró de Verdade e a expedição do presente regulamento como apoio

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ INSTITUTO DE CULTURA E ARTE CURSO DE TEATRO-LICENCIATURA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ INSTITUTO DE CULTURA E ARTE CURSO DE TEATRO-LICENCIATURA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ INSTITUTO DE CULTURA E ARTE CURSO DE TEATRO-LICENCIATURA ADENDO AO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE TEATRO - LICENCIATURA REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPITULO

Leia mais

Regulamento Gincana Cultural Nacional Escoteira 2ª fase

Regulamento Gincana Cultural Nacional Escoteira 2ª fase Regulamento Gincana Cultural Nacional Escoteira 2ª fase Artigo Primeiro - O que é a Gincana Cultural Nacional Escoteira? Gincana Cultural Nacional Escoteira é um projeto organizado pela União dos Escoteiros

Leia mais

Relação Lattes/ Avaliação Cultura e Extensão Pesquisa em processo*

Relação Lattes/ Avaliação Cultura e Extensão Pesquisa em processo* Relação Lattes/ Avaliação Pesquisa em processo* Comissão de Universitária FAU/USP * Dúvidas ou sugestões nos envie um e-mail Detalhamento. (Atividades externas à USP e da especialidade em docência e pesquisa

Leia mais

ANEXO II REGULAMENTO DAS ATIVIDADES FORMATIVAS COMPLEMENTARES

ANEXO II REGULAMENTO DAS ATIVIDADES FORMATIVAS COMPLEMENTARES ANEXO II REGULAMENTO DAS ATIVIDADES FORMATIVAS COMPLEMENTARES A Resolução n o 70/04-CEPE, dispõe sobre as atividades formativas dos currículos dos cursos de graduação e ensino profissionalizante da UFPR.

Leia mais

Manual de uso da marca

Manual de uso da marca Este manual estabelece as regras de aplicação e orienta o uso da marca do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura do Paraná (PROFICE) que, por meio de renúncia scal de ICMS, possibilita a valorização,

Leia mais

BIMESTRALIZAÇÃO DA DISCIPLINA TEATRO PARA O ENSINO MÉDIO

BIMESTRALIZAÇÃO DA DISCIPLINA TEATRO PARA O ENSINO MÉDIO BIMESTRALIZAÇÃO DA DISCIPLINA TEATRO PARA O ENSINO MÉDIO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO 1º Bimestre Para o 1º Ano do Ensino Médio, propomos o estudo do Teatro Popular Tradicional, uma modalidade de representação

Leia mais

1) O período de inscrição será de 06 de maio a 20 de junho de 2014.

1) O período de inscrição será de 06 de maio a 20 de junho de 2014. 1 FESTIVAL DE VITÓRIA - 21º VITÓRIA CINE VÍDEO De 12 a 17 de setembro de 2014 REGULAMENTO APRESENTAÇÃO Realizado pela Galpão Produções e pelo Instituto Brasil de Cultura e Arte (IBCA), o Festival de Vitória

Leia mais

O que é economia criativa?

O que é economia criativa? O que é economia criativa? 15 A 20 SETORES DA ECONOMIA QUE MAIS CRESCEM, MAIS GERAM EMPREGOS E MELHOR PAGAM NO MUNDO ATUAL. JOHN HOWKINS NÚCLEO DAS ARTES MÚSICA, ARTES CÊNICAS, LITERATURA, ARTES VISUAIS,

Leia mais

INCENTIVOS FISCAIS PARA PROJETOS SOCIAIS, CULTURAIS E ESPORTIVOS

INCENTIVOS FISCAIS PARA PROJETOS SOCIAIS, CULTURAIS E ESPORTIVOS INCENTIVOS FISCAIS PARA PROJETOS SOCIAIS, CULTURAIS E ESPORTIVOS MARCONDES WITT Auditor-Fiscal e Delegado-Adjunto da Receita Federal do Brasil em Joinville I like to pay taxes, with them I buy civilization.

Leia mais

CURSOS ARTISTICOS ESPECIALIZADOS

CURSOS ARTISTICOS ESPECIALIZADOS CURSOS ARTISTICOS ESPECIALIZADOS Telf: 234 340 220 * Fax: 234 343 272 * info@aesbernardo.pt * www.aesbernardo.pt Página 1 de 11 OBJETIVOS Os cursos artísticos especializados têm como objetivos proporcionar

Leia mais

PROJETO FLÁVIA ELLEN

PROJETO FLÁVIA ELLEN PROJETO FLÁVIA ELLEN Apresentação O presente projeto consiste em realizar a gravação de um CD da cantora e compositora Flávia Ellen. Ela será acompanhada por cinco músicos multi-instrumentistas com formação

Leia mais

EDITAL COMPLEMENTAR Nº 02, DE 05 DE JUNHO DE 2016 REFERENTE AO EDITAL N 03/2016/ PROEX/IFAC APOIO ÀS ATIVIDADES DE CULTURA

EDITAL COMPLEMENTAR Nº 02, DE 05 DE JUNHO DE 2016 REFERENTE AO EDITAL N 03/2016/ PROEX/IFAC APOIO ÀS ATIVIDADES DE CULTURA EDITAL COMPLEMENTAR Nº 02, DE 05 DE JUNHO DE 2016 REFERENTE AO EDITAL N 03/2016/2017 - PROEX/IFAC APOIO ÀS ATIVIDADES DE CULTURA A Reitora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre

Leia mais

LIVROS. Área de Conhecimento Títulos Exemplares Títulos Exemplares

LIVROS. Área de Conhecimento Títulos Exemplares Títulos Exemplares INCISO V Descrição da Biblioteca quanto ao seu acervo de livros e periódicos, por área de conhecimento, política de atualização e informatização, área física disponível e formas de acesso e utilização.

Leia mais

Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba

Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO N 02/2017 PARA INSCRIÇÕES DE BANDAS E GRUPOS MUSICAIS PARA APRESENTAÇÕES NA 94ª FESTA DE SÃO PEDRO PESCADOR DE UBATUBA O DIRETOR PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO DE ARTE E CULTURA DE

Leia mais

EDITAL PLATEIAS HOSPITALARES DOUTORES DA ALEGRIA - RIO DE JANEIRO SELEÇÃO DE PROJETOS ARTÍSTICOS 2011

EDITAL PLATEIAS HOSPITALARES DOUTORES DA ALEGRIA - RIO DE JANEIRO SELEÇÃO DE PROJETOS ARTÍSTICOS 2011 EDITAL PLATEIAS HOSPITALARES DOUTORES DA ALEGRIA - RIO DE JANEIRO SELEÇÃO DE PROJETOS ARTÍSTICOS 2011 1. Apresentação Doutores da Alegria Arte, Formação e Desenvolvimento informa aos interessados os procedimentos

Leia mais

PORTARIA GP N 0 /2013 Teresina, de Julho de 2013.

PORTARIA GP N 0 /2013 Teresina, de Julho de 2013. PORTARIA GP N 0 /2013 Teresina, de Julho de 2013. Estabelece normas para o I Festival de Samba Autoral de Teresina, fixa o valor dos prêmios e dá outras providências. O Presidente da Fundação Municipal

Leia mais

ARTES CÊNICAS Cenografia: Segunda-feira 16h55 às 18h30 14 vagas Dramaturgia I: Segunda-feira 18h35 às 20h10 15 vagas Dramaturgia II:

ARTES CÊNICAS Cenografia: Segunda-feira 16h55 às 18h30 14 vagas Dramaturgia I: Segunda-feira 18h35 às 20h10 15 vagas Dramaturgia II: ARTES CÊNICAS Cenografia: A disciplina trabalhará a criação da cenografia para um espetáculo teatral. Desenvolverá os processos de análise dramatúrgica, pesquisa sobre as especificidades do texto teatral,

Leia mais

Autoria e Direção Geral Cristiana Gurgel Direção Artística Cristiana Gurgel Produção Executiva Cristiana Gurgel e Tereza Quaresma Assessoria de Imprensa Meise Halabi Captação e Mixagem de Áudio Sergio

Leia mais

Memórias da Educação popular/educação de Jovens e Adultos. Roberto Catelli Junior

Memórias da Educação popular/educação de Jovens e Adultos. Roberto Catelli Junior Memórias da Educação popular/educação de Jovens e Adultos Roberto Catelli Junior roberto.catelli@acaoeducativa.org Constituição do acervo Do CEDI à Ação Educativa (1974-2010) CEDI 1974 1994 Ação Educativa

Leia mais

FUNDO ESTADUAL DE CULTURA EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS CÂMARAS SETORIAIS PARITÁRIAS EDITAL CSP 01/ 2013

FUNDO ESTADUAL DE CULTURA EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS CÂMARAS SETORIAIS PARITÁRIAS EDITAL CSP 01/ 2013 FUNDO ESTADUAL DE CULTURA EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS CÂMARAS SETORIAIS PARITÁRIAS EDITAL CSP 01/ 2013 A Secretaria de Estado de Cultura, no uso de suas atribuições legais e em consonância com a Lei nº 15.975/2006,

Leia mais

Grupo Teatral Nacional Grupo Teatral Cachê 4 5 R$ 8.000,00 R$ 160.000,00 Três espetáculos Teatrais Nacionais.

Grupo Teatral Nacional Grupo Teatral Cachê 4 5 R$ 8.000,00 R$ 160.000,00 Três espetáculos Teatrais Nacionais. OUTUBRO FANTÁSTICO Item Nomenclatura Unidade QuantidadeOcorrência Valor Unitário Total Total Etapa DETALHAMENTO Espetáculo Artes Cênicas Criação do Projeto Coordenador do Projeto Mês 1 3 R$ 9.000,00 R$

Leia mais

CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DE TÍTULOS E TRABALHOS EM CONCURSOS PÚBLICOS DE PROVAS E TÍTULOS DO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA

CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DE TÍTULOS E TRABALHOS EM CONCURSOS PÚBLICOS DE PROVAS E TÍTULOS DO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DE TÍTULOS E TRABALHOS EM CONCURSOS PÚBLICOS DE PROVAS E TÍTULOS

Leia mais

VII FESTIVAL MULTIARTE FIRMINO ROCHA

VII FESTIVAL MULTIARTE FIRMINO ROCHA VII FESTIVAL MULTIARTE FIRMINO ROCHA EDITAL A Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania - FICC, pelo presente Regulamento e através do Edital nº. 004/2013, torna público, para conhecimento dos interessados,

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA UNEB AUTORIZAÇÃO: DECRETO Nº92937/86, DOU RECONHECIMENTO: PORTARIA Nº909/95, DOU

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA UNEB AUTORIZAÇÃO: DECRETO Nº92937/86, DOU RECONHECIMENTO: PORTARIA Nº909/95, DOU UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA UNEB AUTORIZAÇÃO: DECRETO Nº92937/86, DOU 18.07.86 - RECONHECIMENTO: PORTARIA Nº909/95, DOU 01.08.95 PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PROGRAD COMISSÃO PERMANENTE DE CONCURSO

Leia mais

CINE PIPOQUINHA Nº PRONAC

CINE PIPOQUINHA Nº PRONAC CINE PIPOQUINHA Nº PRONAC 142869 SÍNTESE SÍNTESE DO PROJETO DO PROJETO Realização de Mostra de cinema infantil gratuita, voltada para crianças, adolescentes, pais e familiares da região de Indaiatuba-SP.

Leia mais

ANEXO II. Dados relativos à obra audiovisual Título da obra: Títulos alternativos, se houver:

ANEXO II. Dados relativos à obra audiovisual Título da obra: Títulos alternativos, se houver: ANEXO II Formulário de conclusão do requerimento do Certificado de Produto Brasileiro - CPB para obra audiovisual não publicitária brasileira, nos termos do Capítulo III e do artigo 31 da Instrução Normativa

Leia mais