Prezado Expositor, A seguir, informamos alguns Avisos Importantes e Check List para sua melhor participação.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Prezado Expositor, A seguir, informamos alguns Avisos Importantes e Check List para sua melhor participação."

Transcrição

1 Prezad Expsitr, Apresentams Manual d Expsitr da 3ª BEAUTY FASHION FAIR BFF/ES, que crrerá n períd de 16 a 19 de mai de 2015, n Pavilhã de Events de Carapina, cm bjetiv de rientar na tmada de prvidências necessárias à sua participaçã n event. O presente manual é cmpst de nrmas gerais e de segurança, nrmas de funcinament e nrmas de mntagem e desmntagem, que devem ser lidas e respeitadas pela empresa expsitra, seus funcináris, frnecedres e demais cntratads; além de frmuláris para slicitaçã de instalações e serviçs, que devem ser preenchids ns prazs slicitads. Para agilizar e facilitar as slicitações, recebiment ds frmuláris será feit exclusivamente via Internet pel site e a senha para acess as frmuláris será enviada pr . Leia tds s itens deste Manual, cm cuidad especial em relaçã as prazs de entrega ds frmuláris e prjets. É brigaçã d Expsitr dar cnheciment à tds s frnecedres que cntratar sbre cnteúd das nrmas e prcediments deste Manual, send Expsitr respnsável pr tdas as infrações de nrmas d presente Manual. A seguir, infrmams alguns Aviss Imprtantes e Check List para sua melhr participaçã. Desejams a tds uma ba Feira e bns negócis!

2 ÍNDICE PÁGINAS 1. Aviss Imprtantes Check List Infrmações gerais d Event Event Realizaçã / Infrmações Mntadra Oficial Crngrama d Event Mntagem Realizaçã Desmntagem Atendiment a Expsitr (CAEX) Atendiment Operacinal Datas Limites/Dead Lines Dicas de Divulgaçã Frmas de participaçã Lcaçã de área livre Lcaçã de área cm mntagem básica Nrmas gerais e de segurança Ocupaçã/Intransferibilidade Redistribuiçã de área Respnsabilidade Segur Segurança Credenciament e acess de segurança Explsivs, cmbustíveis e gás Extintr de incêndi Cntrataçã de mã-de-bra Utilizaçã de EPI s Nrmas de funcinament Períd e hrári de realizaçã Acess pessal Acess de menres Acess de veículs Funcinament da prtaria Funcinament d stand Limite de peraçã Cmercializaçã de prduts Bebidas Alcólicas Demnstraçã de equipaments Sm Atividades artísticas e música a viv Limpeza d stand Slicitaçã de serviçs e instalações Frmuláris nline Energia elétrica Hidráulica água e deságua Cletr de dads Slicitaçã de crachás Crachás de expsitr Crachás de api Crachás de serviçs Crachás de mntagem Credencial de estacinament 19 2

3 ÍNDICE PÁGINAS 14. Frmas divulgaçã e prmçã Listagem de expsitres Merchandising Assessria de imprensa Balões Nrmas mntagem e desmntagem Mntagem básica Área livre Prjet d Stand Acess d pessal de mntagem Taxa de mntagem e funcinament Pis e paredes ds pavilhões e área externa Estrutura d stand Paredes divisórias Paredes de vidr Altura e recu ds stands Stand cm mezanin Cnstruções em madeira/alvenaria Paisagism Nrmas de limpeza ds pavilhões Ar cndicinad Iluminaçã especial Embarg à mntagem de stand Praz de términ de mntagem e decraçã de stand Multa pr atrass Desmntagem/cntrle de saída Retirada de entulhs/material de mntagem Acess de veícul Desmntagem Entrega da Área Remessa de mercadrias Transprte de mercadrias Prcediments legais Emissã de dcuments fiscais Mdels e Dads da Nta Fiscal IPI ICMS Cancelament Pagaments em atras Penalidades Nrma Regulamentadra NR Dispsições Gerais 32 3

4 1. AVISOS IMPORTANTES A participarem d Event, s EXPOSITORES aceitam e dã assim cnsentiment a presente MANUAL DO EXPOSITOR, que irá estabelecer seus direits e brigações cm relaçã a Event. Este Manual é parte integrante d Cntrat de Sublcaçã de Área, independentemente de transcriçã. O descnheciment das nrmas aqui estabelecidas nã exime expsitr e seus cntratads das penalidades, multas, respnsabilidades e sanções previstas neste manual, que crrend, seja qual fr à natureza, serã assumidas pel expsitr e seu prepst, slidariamente e independentemente da rdem de nmeaçã. Slicitams e recmendams que tdas as nrmas que regem event sejam lidas e transmitidas a tds s seus funcináris, frnecedres e demais cntratads, a fim de evitarms transtrns. A PROMOTORA reserva direit de arbitrar sbre cass misss neste manual, bem cm estabelecer nvas nrmas que se façam necessárias a bm funcinament d event e harmnia entre s expsitres. Nã mnte seu stand fra ds padrões e especificações legais de cnstruçã, inclusive das nrmas estabelecidas neste manual. A respnsabilidade da cnstruçã e mntagem d stand é exclusiva d expsitr u seu prepst/mntadr. O EXPOSITOR que estiver cm s seus pagaments em atras, seja referente à lcaçã da área u taxas de instalações e serviçs, pderá nã ter a área liberada para mntagem e seu credenciament suspens, até que a situaçã seja regularizada. Os frmuláris cntids neste manual deverã ser preenchids ONLINE. Slicitams atençã para as nrmas e prazs estabelecids em cada um deles. ATENÇÃO AO PRAZO DE ENVIO DE FORMULÁRIOS: s serviçs nã slicitads u slicitads fra d praz pderã nã ser atendids. Música a viv e sm smente serã permitids n limite máxim de 70 decibéis, desde que autrizad previamente e expressamente pela PROMOTORA. Para participaçã n Event é imprescindível que EXPOSITOR esteja em dia cm s pagaments referentes à sua participaçã. O EXPOSITOR fica desde já ciente que sua imagem pderá ser captada e gravada, durante a mntagem e realizaçã d event, de frma que tds s direits que pssui sbre sua imagem captada sã, desde já, cnsiderads cedids a PROMOTOR, de frma gratuita e definitiva. Para tdas as leis u questões que direta u indiretamente derivem d event e da aplicaçã deste Manual, s expsitres se submeterã à jurisdiçã e Frs ds Tribunais na cidade de Serra/ES, cm expressa renúncia de qualquer utr. 4

5 2. CHECK-LIST Sugerims abaix CHECK LIST para sua rientaçã e segurança: Referente às Nrmas e Frmuláris cnstantes n Site d Event: Slicitaçã de Lgin e Senha para acess a site (www.beautyfashinfair.cm.br); Leitura d Manual d Expsitr e repasse das infrmações as funcináris, frnecedres e demais cntratads; Preenchiment e envi ds Frmuláris, bedecend às datas estabelecidas; Reclhiment das taxas de energia, água e utrs, quand huver; Atualizaçã ds dads da empresa, junt a rganizaçã, inclusive cm envi de lg; Atençã às datas limites para slicitaçã ds serviçs e envi ds frmuláris. Preparaçã d Stand: Prjet d stand (bservar Nrmas de mntagem cnstantes n Manual); Prgramaçã visual d stand (testeira, banners, fts, bandeiras); Cntrataçã da equipe de mntagem (infrmar sbre a taxa de mntagem); Cadastrar junt a Organizaçã, através d site, a mntadra ficial. Envi d prjet d stand, ART Antaçã de Respnsabilidade Técnica, junt a CREA u RRT Registr de Respnsabilidade Técnica, junt a CAU Cnselh de Arquitetura e Urbanism, mesm se idêntic a an anterir. (ATENÇÃO: n prjet deve cnstar detalhament técnic, perspectivas, planta baixa e dads d arquitet) Slicitaçã hidráulica e infrmaçã de cnsum de KVA (frmuláris específics dispníveis em Prduts e equipaments em expsiçã: Definiçã ds prduts e equipaments a serem expsts n stand; Segur, transprte e recebiment ds prduts e equipaments em expsiçã; Prgramaçã da retirada d material em expsiçã e descupaçã ttal d stand respeitand períd de desmntagem d event, inclusive materiais descartads e entulhs. A Phenix Events nã se respnsabiliza pr materiais deixads n recint d Event. A nã retirada de entulhs acarretará custs a Expsitr (veja item RETIRADA DE ENTULHOS / MATERIAL MONTAGEM). Referente à participaçã na Feira: Treinament d pessal de vendas; Reserva de hspedagem, transprte e alimentaçã para seus funcináris e representantes; Elabraçã d material prmcinal da empresa e ds prduts em expsiçã; Manter sistema de cadastr de visitantes n stand (veja item COLETOR DE DADOS); Slicitaçã de linha telefônica/internet, quand necessári; Cntrataçã de segur d stand, prduts e equipaments em expsiçã; Cntrataçã e treinament de serviçs e pessal para atendiment n stand (recepcinista, Buffet, limpeza, segurança e utrs); Pagament de ISSQN (antig ISS) à Prefeitura Municipal de Serra, referente a serviçs cntratads; Slicitaçã de crachás através d frmulári específic n site d event. 5

6 Ações Prmcinais e de divulgaçã que darã mair visibilidade à participaçã da sua empresa n Event: Envi de lgmarca em alta definiçã para Atualizaçã ds dads para divulgaçã n site. Acmpanhar atualizaçã pela lista de expsitres cnstante n site d event; Preparar material prmcinal (impresss, brindes) a serem distribuíds n stand; Cntrataçã de merchandising para EVENTO (Slicite as pções de merchandising dispníveis diretamente cm a nssa equipe de venda u através d Envi de cnvites (serã dispnibilizads cnvites impresss, de acrd cm a metragem); Divulgaçã da participaçã na Feira (sugerims incluir na sua publicidade e anúncis, lembretes da sua participaçã VISITE NOSSO STAND NA u VISIT US - BOOTH NUMBER ); Inserçã de banner (dispnível n site d event) n site da sua empresa, bem cm assinatura ns seus s infrmand sbre a participaçã n Event; e infrmar à Phenix Events prduts e/u infrmações pertinentes a sua participaçã n EVENTO, para divulgaçã junt à Assessria de Imprensa. Envi de material e desmntagem: Cntrataçã de transprte de material e equipaments a serem expsts (veja item TRANSPORTE DE MERCADORIAS); Prgramar a retirada d material dentr ds prazs estabelecids neste Manual. Cntrlar retrn d material usad na Feira para a empresa; e Descupar cmpletamente stand atentand para períd de desmntagem, prvidenciand, inclusive, a retirada ttal de entulhs. 6

7 3. INFORMAÇÕES GERAIS DO EVENTO 3.1. EVENTO Beauty Fashin Fair - A Feira de Beleza d Espírit Sant. Períd de Realizaçã: 16 a 19 de mai de 2015 (Sábad a terça-feira) Hrári de funcinament: Dia das 13h às 20h. Dias 17, 18 e das 12:00 às 20:00 (acess até às 19h) Lcal: Carapina Centr de Events Rd. d Cntrn BR 101 Nrte Carapina. CEP.: Serra Espírit Sant Brasil 3.2. REALIZAÇÃO / INFORMAÇÕES Phenix Feiras e Events (neste manual denminada PROMOTORA) Av. Jerônim Mnteir, Ed. Trade Center Sala Centr Vitória/ES Telefne: Site: MONTADORA OFICIAL Studi Brasil Cia de Events Av. Crnel Manuel Nunes, Jardin Trpical Serra/ES Telefne: Fabíla Padilha Site: 4. CRONOGRAMA DO EVENTO 4.1. MONTAGEM: Pavilhã I 12 a 15 de Mai de 2015 Pavilhã II - 10 a 15 de Mai de 2015 Hrári: Das 08h00 as 22h00 hras Deverã ser respeitads rigrsamente s prazs para finalizaçã ds stands. ATENÇÃO: Os trabalhs de mntagem deverã ser finalizads até às 20h d dia 14 de mai. Após esta data smente serã permitids trabalhs de finalizaçã e decraçã interna ds stands, desde que nenhum material u entulh seja clcad ns crredres d Pavilhã. Para a MONTADORA que nã cumprir crngrama de mntagem e necessitar prrrgar períd, deverá slicitar a Prmtra e arcar cm s custs peracinais, cnfrme abaix. Esta pderá ainda ser brigada a suspender s trabalhs de mntagem, retrnand smente durante hrári de manutençã. Atras na Mntagem ds Stands: R$ 500,00/hra pr stand Atras n Assentament d Pis: R$ 500,00/dia pr stand 4.2 REALIZAÇÃO DO EVENTO: De 16 a 19 de mai de 2015 ATENÇÃO: Manutençã, abasteciment e limpeza n períd de realizaçã, smente de 08h às 11h DESMONTAGEM: Dia 19/05 das 21h00 às 23h00 hras Dia 20/05 das 08h00 às 22h00 hras Dia 21/05 das 08h00 às 12h00 hras 7

8 5. ATENDIMENTO AO EXPOSITOR O atendiment a expsitr será realizad n Centr de Atendiment a Expsitr CAEX, n períd de 10 A 21 DE MAIO DE 2015, n Pavilhã de Expsições, cnfrme crngrama abaix: PERÍODO HORÁRIO 10 A 15 DE MAIO DE H00/18H00 16 A 19 DE MAIO DE H00/20H00 20 A 21 DE MAIO DE H00/18H ATENDIMENTO OPERACIONAL O atendiment peracinal será realizad n Pavilhã de Expsições n períd de 10/05 a 15/05, das 08h às 20h. 6. DATAS LIMITES DEAD LINES Últim dia para Credenciament de Mntagem Últim dia para envi de prjet arquitetônic d stand Últim dia para envi d frmulári de Energia Elétrica Últim dia para envi d frmulári de Água e Deságua Últim dia para slicitaçã de Crachás de Expsitr, Api e Serviçs Últim dia para slicitaçã de Cletr de Dads Últim dia para mntagem ds stands, inclusive paisagism. Últim dia para decraçã/finalizaçã ds stands Últim dia para desmntagem e retirar entulhs 19 ABRIL 19 ABRIL 19 ABRIL 30 ABRIL 30 ABRIL 30 ABRIL 15 MAIO 15 MAIO 20 MAIO 8

9 7. DICAS DE DIVULGAÇÃO A BEAUTY FASHION FAIR 2015 tem muitas pssibilidades para ampliar a visibilidade e divulgaçã d expsitr n event, e melhrar s resultads de participaçã. Elas pdem ser usadas, sem cust adicinal, cnfrme sugestões abaix: Cnvites Impress - Serã enviads cnvites persnalizads as expsitres que cnfirmarem sua participaçã até 20 de fevereir de 2015, para envi a ptenciais clientes e cmpradres. Cnvites Online - Utilize a ferramenta dispnível n site para envi de cnvite persnalizad n-line a seu mailing de clientes. É muit prátic e facilita credenciament antecipad. Banner Virtual - Para divulgaçã da participaçã da empresa n seu site e s da empresa. Assinatura de - para divulgaçã da participaçã da empresa ns s enviads pr sua empresa. Assessria de Imprensa - A BEAUTY FASHION FAIR 2015 dispnibiliza as expsitres uma assessria de imprensa para recebiment de releases, fts e infrmações sbre a empresa e prduts em expsiçã. Sua participaçã pderá ser divulgada junt a publicações especializadas e imprensa estadual e nacinal. Para maires infrmações: e- mail: Merchandising n event - Espaçs de merchandising n event sã lcads preferencialmente as expsitres, cnfrme dispnibilidade. É cnsiderad merchandising tda prpaganda u açã feita fra ds limites d stand, tais cm: espaç aére, pis das ruas, testeira d Pavilhã, paredes, clunas, utdr, estacinament, credenciament, auditóri, entre utrs. Slicitações e sugestões deverã ser feitas diretamente a 8. FORMA DE PARTICIPAÇÃO 8.1. LOCAÇÃO DE ÁREA LIVRE O expsitr cm área livre receberá sua área demarcada n Pavilhã n dia 10/05/2015 a partir das 08h da manhã. Para mntagem d stand, expsitr deverá cntratar uma mntadra u equipe de mntagem e infrmar sbre as nrmas de mntagem cnstantes neste manual. O EXPOSITOR deverá enviar à PROMOTORA dads da empresa cntratada, através de frmulári específic LOCAÇÃO DE ÁREA COM MONTAGEM BÁSICA A Phenix Events, u empresa de mntagem pr ela designada, é respnsável pela Mntagem Básica ds stands, cas tenha sid adquirid pel expsitr. Para pções de mntagem básica cnsulte a PROMOTORA. O expsitr que desejar adquirir elements extras (prgramaçã visual, fechament de sala, mbiliáris, entre utrs) deverá slicitar diretamente à Mntadra Oficial. 9

10 Nã está inclus na mntagem básica cnsum de energia elétrica, que deve ser infrmada à PROMOTORA através de frmulári específic. As empresas que cntratarem a Mntadra Oficial d Event para mntagem/decraçã de seu estande, estarã isentas dessa taxa, bedecend limite de 2,4 KVA s pr estande. O cust adicinal será de R$ 210,00 (duzents e dez reais) pr KVA extra. Td material de mntagem será cedid a expsitr a títul de lcaçã, devend material ser devlvid nas mesmas cndições em que fi recebid. Dans causads a material serã cbrads d EXPOSITOR. Nã é permitida pintura, furs, us de cla u ciment em nenhum ds painéis u acessóris de mntagem. 9. NORMAS GERAIS E DE SEGURANÇA 9.1. OCUPAÇÃO / INTRANSFERIBILIDADE Cas expsitr nã cupe espaç reservad até 48 hras antes d iníci d event, pderá a PROMOTORA dispr da área, da frma que melhr lhe cnvier. Nesse cas a utilizaçã d espaç pela PROMOTORA nã exime expsitr de arcar cm as despesas decrrentes da reserva d espaç, bem cm de eventuais perdas e dans. O expsitr nã pderá transferir, ttal u parcialmente, qualquer direit u respnsabilidade assumida cm relaçã a EVENTO, nem sublcar, n td u em parte, u ceder transferência de direits a terceirs. Nã será permitida a participaçã e/u divulgaçã n stand de prduts, flhets, lgmarcas, u prmçã de qualquer espécie de instituiçã, empresa u pessa que nã seja expsitr. O descumpriment desta nrma acarretará n reclhiment imediat de prduts e materiais para psterir devluçã. Quand Expsitr se tratar de um grup empresarial u quand pssuir empresas assciadas u representadas, pderá apresentar prduts das utras empresas, desde que frneça à Empresa Organizadra a relaçã dessas empresas, juntamente cm cmprvante ds vínculs existentes entre elas, estand ainda sujeit as encargs adicinais, quand huver REDISTRIBUIÇÃO DE ÁREA Embra só faça em cas extrem, a qualquer temp, a bem geral e sem avis prévi, pderá a PROMOTORA redistribuir s setres u s estandes, desde que respeitadas as dimensões e características estabelecidas em cntrat, cm que cncrda EXPOSITOR RESPONSABILIDADE É de respnsabilidade d EXPOSITOR s dans u prejuízs causads a pessas u prduts expsts em seu stand, antes, durante u após a realizaçã d event, incluind rub, furt, sabtagem, cnvulsã civil, incêndi, explsã, deficiências u interrupções n frneciment de serviçs de terceirs, incluind energia elétrica, água u sinistrs de quaisquer espécies. O EXPOSITOR pderá inclusive respnder cnjuntamente pr quaisquer incidentes que sejam causads a partir da sua presença u de seus funcináris, cntratads, cnvidads u pessas, cuj ingress a event tenha sid facilitad pr ele. Recmendams que enviem seus prduts e equipaments smente quand huver um respnsável em seu stand para recebiment, que deve crrer também durante períd de desmntagem d stand, na retiradas ds materiais expsts. 10

11 9.3. SEGURO A Phenix Events Ltda. exime-se de tda respnsabilidade pr dans causads a pessas u prduts antes, durante u após a realizaçã d event, incluind furt, sabtagem, cnvulsã civil, deficiência u interrupções de energia elétrica, enchentes, vendavais e sinistrs de qualquer espécie. Os estandes, bens, prduts, pessal, seja de que natureza fr, inclusive prepst, transprtadres, mntadres, empresas de guinch e td mais, nã estã cberts pr segur, seja na mntagem, durante EVENTO u na desmntagem, cuja única e ttal respnsabilidade pr qualquer dan u eventualidade crrida é de exclusiva respnsabilidade ds EXPOSITORES. Recmenda-se a EXPOSITOR e seus prepsts que cntratem segurs específics de Respnsabilidade Civil - RC, Riscs Diverss - RD e Acidentes Pessais - AP, s quais fereçam cbertura suficiente as riscs envlvids durante s períds de mntagem, realizaçã d Event e desmntagem. E, ainda, que enviem seus prduts e equipaments smente quand huver um respnsável em seu stand para devid recebiment SEGURANÇA A PROMOTORA manterá serviç de segurança em plantã permanente n Parque de Expsiçã, para as áreas cmuns. Entende-se pr áreas cmuns, as ruas, praças, auditóri, prtarias. A segurança ds stands é de exclusiva respnsabilidade ds EXPOSITORES, que pderã ptar pela cntrataçã d seu própri serviç de segurança. Neste cas, as nrmas descritas neste item e n item 9.5 devem ser bservadas. ATENÇÃO: Smente vigilantes cm Certificad d Curs de Vigilância e Reciclagem autrizad pela Plícia Federal e que estejam devidamente registrads em uma empresa de vigilância e segurança, também autrizada pela Plícia Federal, pderã prestar serviç de segurança. O EXPOSITOR será respnsável pr qualquer dan que segurança pssa causar em material alhei u às instalações d pavilhã, ficand ciente de que mesm nã pderá prtar arma de fg dentr d Parque de Expsiçã. O EXPOSITOR deverá respnder, via judicial, tda e qualquer sançã, multa u débit decrrente d nã cumpriment de Nrmas Legais. Se segurança fr da própria empresa expsitra, é necessári Certificad d Curs de Vigilância e Reciclagem autrizad pela Plícia Federal e apresentaçã de víncul empregatíci entre segurança e a empresa expsitra. 9.5 CREDENCIAMENTO E ACESSO DE SEGURANÇA Td segurança particular, independente d víncul empregatíci cm EXPOSITOR, deverá ser credenciad junt à PROMOTORA, n lcal d event, n CAEX, para prestaçã de serviç em um únic stand, através de frmulári específic, cm s seguintes dcuments: Certificad d Curs de Vigilância e Reciclagem autrizad pela Plícia Federal Registr em empresa de vigilância e segurança autrizada pela Plícia Federal Atestad de antecedente criminal d segurança Cópia d CPF e RG d segurança Pagament da credencial de segurança, n valr de R$ 100,00 (cem reais) 11

12 É permitida a permanência integral d segurança, devidamente credenciad, n stand d EXPOSITOR, n períd de mntagem, realizaçã e desmntagem, devend acess ser feit durante hrári de atendiment peracinal. A ser apresentad na entrada d event será exigida a identificaçã d prtadr, implicand em apreensã da identificaçã, em cas de utilizaçã pr terceirs. A PROMOTORA se reserva n direit de cancelar a credencial, sem qualquer direit a reembls, cncedida a segurança e retirá-l d recint, cas seja cnstatad que mesm esteja prestand serviç para mais de uma empresa expsitra EXPLOSIVOS, COMBUSTÍVEIS E GÁS É pribida a utilizaçã de qualquer equipament que pssa prvcar incêndi e/u explsã, cm gases GLP, tóxics e cmbustíveis u btijões de gás. Só será permitida a utilizaçã de equipaments cm alimentaçã elétrica (220w) EXTINTOR DE INCÊNDIO O EXPOSITOR/MONTADOR deverá manter em seu stand, durante td períd de mntagem, realizaçã e desmntagem d event, extintr de incêndi, cnfrme tabela abaix, cm carga cmpatível as prduts expsts e materiais utilizads na mntagem d stand. Área d Stand (m²) Nº de Extintres Até 30,00 m² 1 unidade 31,00 até 100,00 m² 2 unidades 101,00 até 150,00 m² 3 unidades 151,00 até 200,00 m² 4 unidades Acima de 201,00 m² 5 unidades Trata-se de uma cndiçã de brigatriedade. Para infrmações sbre a lcaçã de extintres, cnsulte a lista de frnecedres e serviçs credenciads. Prevençã de Incêndi Tds s materiais especiais utilizads na decraçã ds stands u nas mercadrias expstas deverã estar devidamente tratads para prteçã cntra incêndi, em cnfrmidade cm s regulaments em vigr, prevalecend às nrmas internacinais habituais. Estque de Substancias de Risc O EXPOSITOR/MONTADOR nã pderá, sb qualquer hipótese, manter n stand substâncias tóxicas, inflamáveis, explsivs u quaisquer substâncias que fereçam risc para públic, para stands cntígus u para Parque de Expsições, independente da quantidade estcada, sb pena de cnfisc temprári pela PROMOTORA. Equipaments Pribids É pribida a utilizaçã de qualquer equipament que pssa prvcar incêndi e/u explsã, cm gases GLP, tóxics e cmbustíveis u btijões de gás. Só será permitida a utilizaçã de equipaments cm alimentaçã elétrica. 12

13 9.8. CONTRATAÇÃO DE MÃO-DE-OBRA Para utilizaçã de mã-de-bra eventual diretamente pel EXPOSITOR, s prcediments legais devem ser bservads cm atençã, a fim de se evitarem pssíveis cntratemps. Na cntrataçã de serviçs terceirizads, através de empresas, alertams para a cnveniência de slicitar as cmprvações de existência legal (cntrat scial, alvará) e as respectivas guias de reclhiment da previdência scial (GRPS), cópia de registr ds empregads e FGTS, mantend em seu stand junt cm Cntrat de Prestaçã de Serviçs. Na cntrataçã de serviçs autônms u ds própris empregads, deverã estar dispníveis n stand dcuments necessáris para pssível apresentaçã a Ministéri d Trabalh, tais cm: livr de registr, flha de pnt, cntrat temprári de prestaçã de serviçs, etc. ATENÇÃO O Ministéri d Trabalh fiscaliza a realizaçã de events cm bjetiv de nrmalizar as atividades relativas a setr, cm rientações, que sugerims a seguir sejam bservadas: 1. O EXPOSITOR nã pderá utilizar mã-de-bra de menres de 18 (dezit) ans, salv maires de 14 ans na cndiçã de aprendiz, bservadas as nrmas aplicáveis. 2. Cada empresa expsitra deverá manter em seu stand Livr de Registr ds funcináris e Flha de Pnt para us ds funcináris da empresa, que estarã trabalhand n stand. 3. Para serviçs cntratads através de empresas de prestaçã de serviç, cm Buffet, recepcinistas, etc. rientams manter em seu stand Cntrat de Prestaçã de Serviçs entre a Empresa expsitra e a Empresa cntratada. 4. Para serviçs cntratads diretamente cm prfissinais autônms, rientams manter em seu stand RPA (Registr de Pessa Autônma) d prfissinal cntratad e Cntrat Temprári de Prestaçã de Serviçs UTILIZAÇÃO DE EPI s Td EXPOSITOR u MONTADOR, durante períd de mntagem e desmntagem deverá estar trajand unifrme u camisa, calças cmpridas u bermuda, tênis u sapat, devend ainda prtar credencial de identificaçã e equipaments de prteçã individual (EPI s), cnfrme determina as Nrmas de Segurança d Trabalh. Nã será permitid acess á área de mntagem de sandálias de ded u descalç. 10. NORMAS DE FUNCIONAMENTO PERÍODO E HORÁRIO DE REALIZAÇÃO 15 A 19 DE MAIO DE 2015 das 10h30 às 20h ACESSO PESSOAL Smente terã acess a event, n períd de realizaçã, s prtadres das credenciais: Credencial Expsitr (12h às 20h) Credencial de Api (12h às 20h) Credencial Visitante (13h às 20h) Credencial de Serviçs (08h às 12h) Credencial de Segurança (mediante indicaçã em frmulári específic) 13

14 10.3. ACESSO DE MENORES É terminantemente pribid acess de menres de 14 ans n pavilhã durante td períd d event (mntagem / realizaçã / desmntagem) mesm acmpanhads, ainda que seja de parentes, em qualquer grau, ds visitantes u ds expsitres ACESSO DE VEÍCULOS É pribid acess de veículs n interir da Feira, durante funcinament d event. Em cas de abasteciment d stand, repsiçã de material u manutençã pelas mntadras, acess de veículs na área d Event, até às 12h00 d dia 15/05, ficará cndicinad à liberaçã da Prmtra, cnsiderand material e lcal a ser entregue e, quand autrizad, será feit pel setr de carga e descarga. VANS terã acess a Parque de Expsiçã para embarque e desembarque de passageirs. Cas permaneçam n estacinament deverã ser cnduzidas para área destinada pel Parque e estarã sujeitas a pagament de estacinament FUNCIONAMENTO DA PORTARIA COM CREDENCIAL (destinad a expsitres e prestadres de serviçs). COM CONVITE (destinad a ptenciais cmpradres) Os cnvites sã distribuíds pels expsitres u prmtres. Estes cnvites devem ser validads n site, através d credenciament nline (http://www.beautyfashinfair.cm.br) e serã trcads na prtaria pr uma credencial. COM INGRESSOS pderã ser vendids, exclusivamente pela Prmtra, ingresss d event, n valr de R$ 20,00 (01 dia), R$ 25,00 (02 dias), R$ 30,00 (03 dias) e R$ 35,00 (04 dias), as nã prtadres de cnvite previamente identificads. Nã será permitid acess e/u permanência de pessal n recint d event fra d hrári de funcinament, salv n períd estabelecid especificamente para s prestadres de serviçs credenciads pels stands. Apenas s expsitres, pessal de limpeza e segurança cntratads pela PROMOTORA pderã receber autrizaçã para ingress n Parque de Expsições fra d hrári de funcinament FUNCIONAMENTO DO STAND O expsitr deverá manter seu stand em perfeitas cndições de funcinament, franqueads à visitaçã, desde a abertura até encerrament d event. Durante td períd de realizaçã deverá haver um funcinári d EXPOSITOR, devidamente identificad e capacitad a prestar infrmações sbre s prduts expsts. Recmenda-se a sua chegada 01 hra antes da abertura d event LIMITE DE OPERAÇÃO É vedad a EXPOSITOR manter pessal fra ds limites d stand em peraçã de distribuiçã de brindes u material impress (panfletagem). Qualquer açã de merchandising deverá ser cmunicada e autrizada previamente pela PROMOTORA, que se reserva direit de intervir n mment da açã. Para cnhecer as pções de prmçã e merchandising fra d limite d stand entre em cntat cm nssa equipe de prmçã através d 14

15 10.8. COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS É pribida a cmercializaçã de qualquer prdut fra da área expsitiva, tdas as vendas devem ser realizadas nas áreas cntratadas pel expsitr, mesm send aliments, bebidas u qualquer utr prdut dentr das dependências d Centr de Events de Carapina. Cas seja cnstatada tal irregularidade, (s) mesm pderá ter seus prduts apreendids e levads a direçã d event BEBIDAS ALCOOLICAS Recmendams as EXPOSITORES que seja restringid cnsum e fereciment de bebidas alcólicas dentr da área de expsiçã, durante períd de funcinament d event. Após as 20h00 é terminantemente pribid cnsum e fereciment de bebidas alcólicas ns stands. Cas EXPOSITOR nã respeite hrári, a PROMOTORA se reserva n direit de crtar a energia d stand. Se mesm assim huver persistência pr parte d EXPOSITOR, será cbrada multa ns terms d dispst n item DEMONSTRAÇÃO DE EQUIPAMENTOS A direçã da feira nã permitirá a expsiçã/demnstraçã de prduts/equipaments que: Nã atenda às nrmas brasileiras u internacinais de segurança, (tenha u nã caráter legal); Seja usad (s prduts expsts têm que ser nvs, de fábrica, sem us); Pssa apresentar risc a pessas. O EXPOSITOR deverá infrmar sbre a demnstraçã de equipaments em seu stand, cm antecedência à realizaçã d event, já cntempland as questões de segurança e islament acústic quand fr cas. A PROMOTORA pderá interrmper u determinar períd para demnstraçã, cas represente algum risc às pessas, mercadrias u estruturas, u que prduzam alt nível de ruíd u vibraçã, de md que pssam perturbar as perações de stands cntígus. Os expsitres qualificads cm empresas de representaçã cmercial u trading cmpany pderã apresentar tã smente prduts de sua representaçã exclusiva, devidamente cmprvada. O Expsitr deverá dispnibilizar, quand slicitada pela Prmtra, a relaçã de empresas representadas, juntamente cm cmprvantes ds vínculs de exclusividade existentes. *atentar para as regras existentes n item 21 deste Manual SOM Para utilizaçã de quaisquer recurss de áudi (sm ambiente, víde wall,etc) u apresentaçã de atividades artísticas, nível de sm nã pderá exceder a 70 decibéis, medids ns perímetrs limítrfes d stand nde se rigina sm. O recurs de sm, para us intermitente, pderá ser utilizad se na criaçã d stand frem feitas salas cm islament acústic, que impeçam ttalmente a prpagaçã d sm u utrs ruíds emitids n ambiente ATIVIDADES ARTÍSTICAS E MÚSICA AO VIVO A realizaçã de quaisquer atividades artísticas (música a viv, desfiles, shw, srteis, dança, palestra, entre utrs) deverá ser AUTORIZADA expressamente pela PROMOTORA, cm antecedência à realizaçã d event. O EXPOSITOR que realizar qualquer uma dessas atividades, u mesm snrizaçã ambiente, estará sujeit a pagament das taxas referentes a ECAD. A PROMOTORA pderá interrmper u determinar períd para apresentaçã das atividades, sempre que as mesmas estiverem casinand distúrbis, aglmerações, reclamações ds stands cntígus u estiverem em desacrd cm previamente cmbinad. 15

Prezado Expositor, A seguir, informamos alguns Avisos Importantes e Check List para sua melhor participação.

Prezado Expositor, A seguir, informamos alguns Avisos Importantes e Check List para sua melhor participação. Prezad Expsitr, Apresentams Manual d Expsitr da 3ª BEAUTY FASHION FAIR BFF/ES, que crrerá n períd de 16 a 19 de mai de 2015, n Pavilhã de Events de Carapina, cm bjetiv de rientar na tmada de prvidências

Leia mais

AGÊNCIA REGULADORA DE AGUAS, ENERGIA E SANEAMENTO BÁSICO DO DISTRITO FEDERAL

AGÊNCIA REGULADORA DE AGUAS, ENERGIA E SANEAMENTO BÁSICO DO DISTRITO FEDERAL AGÊNCIA REGULADORA DE AGUAS, ENERGIA E SANEAMENTO BÁSICO DO DISTRITO FEDERAL PUBLICADA NO DODF Nº 158 DE 05 DE AGOSTO DE 2014 ALTERADA POR MEIO DA PORTARIA Nº 112, DE 13 DE AGOSTO DE 2014, PUBLICADA NO

Leia mais

Anexo V. Software de Registro Eletrônico em Saúde. Implantação em 2 (duas) Unidades de Saúde

Anexo V. Software de Registro Eletrônico em Saúde. Implantação em 2 (duas) Unidades de Saúde Anex V Sftware de Registr Eletrônic em Saúde Implantaçã em 2 (duas) Unidades de Saúde Índice 1 INTRODUÇÃO... 3 2 ESTRATÉGIAS E PROCEDIMENTOS DE IMPLANTAÇÃO... 3 4 INFRAESTRUTURA NAS UNIDADES DE SAÚDE -

Leia mais

O manual está disponível para download, impressão e leitura.

O manual está disponível para download, impressão e leitura. 1 PREZADO EXPOSITOR, O presente Manual d Expsitr fi elabrad para frnecer a Expsitr e seus cntratads tdas as infrmaçõesnecessárias para uma bem sucedida participaçã n event. O manual está dispnível para

Leia mais

MANUAL dos LABORATÓRIOS De INFORMÁTICA

MANUAL dos LABORATÓRIOS De INFORMÁTICA MANUAL ds LABORATÓRIOS De INFORMÁTICA Objetiv 1. Oferecer as aluns a infra-estrutura e suprte necessári à execuçã de tarefas práticas, slicitadas pels prfessres, bservand s prazs estabelecids. 2. Oferecer

Leia mais

Novo Sistema Almoxarifado

Novo Sistema Almoxarifado Nv Sistema Almxarifad Instruções Iniciais 1. Ícnes padrões Existem ícnes espalhads pr td sistema, cada um ferece uma açã. Dentre eles sã dis s mais imprtantes: Realiza uma pesquisa para preencher s camps

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL Intrduçã O presente Regulament cnstitui um dcument intern d curs de Ciências Cntábeis e tem pr bjetiv reger as atividades relativas a Estági de Iniciaçã

Leia mais

Vensis Manutenção. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br

Vensis Manutenção. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br Vensis Manutençã Vensis Manutençã É módul que permite gerenciament da manutençã de máquinas e equipaments. Prgramaçã de manutenções preventivas u registr de manutenções crretivas pdem ser feits de frma

Leia mais

MTur Sistema Artistas do Turismo. Manual do Usuário

MTur Sistema Artistas do Turismo. Manual do Usuário MTur Sistema Artistas d Turism Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 9 4.1. CADASTRAR REPRESENTANTE... 9 4.2. CADASTRAR

Leia mais

REGULAMENTO DA OLIMPÍADA JURÍDICA 2014

REGULAMENTO DA OLIMPÍADA JURÍDICA 2014 1 REGULAMENTO DA OLIMPÍADA JURÍDICA 2014 PARTICIPANTES A Olimpíada Jurídica 2014 é uma cmpetiçã direcinada a aluns que estejam regularmente matriculads ns curss de graduaçã de Direit de Instituições de

Leia mais

Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte

Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA FAZENDA Crdenadria da Administraçã Tributária Diretria Executiva da Administraçã Tributária Manual d DEC Dmicíli Eletrônic d Cntribuinte Manual DEC (dezembr

Leia mais

Inscrição do Candidato ao Processo de Credenciamento

Inscrição do Candidato ao Processo de Credenciamento Inscriçã d Candidat a Prcess de Credenciament O link de inscriçã permitirá que candidat registre suas infrmações para participar d Prcess de Credenciament, cnfrme Edital. Após tmar ciência de td cnteúd

Leia mais

Legenda da Mensagem de Resposta à Verificação de Elegibilidade (respostaelegibilidade)

Legenda da Mensagem de Resposta à Verificação de Elegibilidade (respostaelegibilidade) Legenda da Mensagem de Respsta à Verificaçã de Elegibilidade (respstaelegibilidade) Mensagem : Respta à verificaçã de elegibilidade (respstaelegibilidade) - Flux : Operadra para Prestadr Códig da mensagem

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MANUAL DE PROCEDIMENTOS Etapa 3 Cadastr d Prcess Seletiv O Presidente da CRM cadastra s dads d prcess n sistema. O prcess seletiv é a espinha drsal d sistema, vist que pr mei dele regem-se tdas as demais

Leia mais

Plano Promocional de Fornecimento de Infra-estrutura de Acesso a Serviços Internet de Banda Estreita Dial Provider 1

Plano Promocional de Fornecimento de Infra-estrutura de Acesso a Serviços Internet de Banda Estreita Dial Provider 1 Sã Paul, 26 de dezembr de 2005 Plan Prmcinal de Frneciment de Infra-estrutura de Acess a Serviçs Internet de Banda Estreita Dial Prvider 1 Telecmunicações de Sã Paul S.A - TELESP. ( Telesp ), tend em vista

Leia mais

Este documento tem como objetivo definir as políticas referentes à relação entre a Sioux e seus funcionários.

Este documento tem como objetivo definir as políticas referentes à relação entre a Sioux e seus funcionários. OBJETIVO Este dcument tem cm bjetiv definir as plíticas referentes à relaçã entre a Siux e seus funcináris. A Siux se reserva direit de alterar suas plíticas em funçã ds nvs cenáris da empresa sem avis

Leia mais

Contabilidade Martins

Contabilidade Martins DOCUMENTOS PARA CONTABILIDADE Visand melhrar nss intercâmbi administrativ e s serviçs prestads pr este escritóri, remetems instruções cm relaçã a sua mvimentaçã mensal, dand ênfase a cntrle de arquivs,

Leia mais

REGRAS PARA USO DE RECURSOS PROAP/CAP

REGRAS PARA USO DE RECURSOS PROAP/CAP REGRAS PARA USO DE RECURSOS PROAP/CAP I - AJUDA DE CUSTO A ALUNOS DE DOUTORADO DA CAP, PARA PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS INTERNACIONAIS FORA DO PAÍS Eligibilidade Aluns de dutrad da CAP que preencham,

Leia mais

^i * aesíqn e=> ~omunícc3ç:c30

^i * aesíqn e=> ~omunícc3ç:c30 ^i * aesíqn e=> ~munícc3ç:c30 CONTRATO DE LICENÇA DE USO DO SISTEMA - SUBMIT CMS Web Site da Prefeitura de Frei Martinh - Paraíba 1. IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTE Prefeitura Municipal de Frei Martinh

Leia mais

Procedimentos para aceitação de materiais e equipamentos fornecidos à EDP Distribuição

Procedimentos para aceitação de materiais e equipamentos fornecidos à EDP Distribuição Julh 2010 Prcediments para aceitaçã de materiais e equipaments frnecids à EDP Distribuiçã DGF/Departament Gestã de Materiais e Equipaments Prcediments para aceitaçã de materiais e equipaments frnecids

Leia mais

Legenda da Guia de Tratamento Odontológico

Legenda da Guia de Tratamento Odontológico Legenda da Guia de Tratament Odntlógic Term Registr NS Nº da n prestadr Num. d Camp na Númer da principal 3 Data da autrizaçã Senha senha 1 2 4 5 6 Nme d camp na Registr NS Númer da n prestadr Númer da

Leia mais

PROCESSO EXTERNO DE CERTIFICAÇÃO

PROCESSO EXTERNO DE CERTIFICAÇÃO 1 de 7 1. OBJETIVO Este prcediment estabelece prcess para cncessã, manutençã, exclusã e extensã da certificaçã de sistema de segurança cnfrme ABNT NBR 15540. 2. DOCUMENTOS COMPLEMENTARES - ABNT NBR 15540:2013:

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE DO PORTO

FACULDADE DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE DO PORTO FACULDADE DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE DO PORTO C e n t r d e I n f r m á t i c a NORMAS DE UTILIZAÇÃO DOS LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA A FMUP dispõe de salas e labratóris de infrmática gerids pel Centr

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS REALIZAR MANUTENÇÃO PREDIAL

MANUAL DE PROCEDIMENTOS REALIZAR MANUTENÇÃO PREDIAL Códig: MAP-DILOG-002 Versã: 00 Data de Emissã: 01/01/2013 Elabrad pr: Gerência de Instalações Aprvad pr: Diretria de Lgística 1 OBJETIVO Estabelecer cicl d prcess para a manutençã predial crretiva e preventiva,

Leia mais

PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP 2014

PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP 2014 QUALIDADE RS PGQP PROGRAMA GAÚCHO DA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP 2014 GUIA PARA CANDIDATURA SUMÁRIO 1. O PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP... 3 1.1 Benefícis... 3 2. PREMIAÇÃO... 3 2.1 Diretrizes

Leia mais

SEGURANÇA NO TRABALHO CONTRATADOS E TERCEIROS DO CLIENTE

SEGURANÇA NO TRABALHO CONTRATADOS E TERCEIROS DO CLIENTE Flha 1 de 8 Rev. Data Cnteúd Elabrad pr Aprvad pr 0 16/06/2004 Emissã inicial englband a parte técnica d GEN PSE 004 Luiz C. Sants Cmitê da Qualidade 1 31/01/2006 Revisã geral Luiz C. Sants Cmitê da Qualidade

Leia mais

Regulamento do programa de bolsas de estudos

Regulamento do programa de bolsas de estudos Regulament d prgrama de blsas de estuds Unidades Ri de Janeir e Sã Paul Data de publicaçã: 13/05/2015 Regulament válid até 30/08/2015 1 1. Sbre prgrama Através de um prcess seletiv, prgrama de blsas de

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL Cntratante: O CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL - 12º REGIÃO, pessa jurídica de direit públic cnstituída sb a frma de autarquia fiscalizadra,

Leia mais

Art. 2º. Trata-se de uma promoção de caráter exclusivamente de estimulo cultural, profissional e acadêmico sem vínculo com sorteios.

Art. 2º. Trata-se de uma promoção de caráter exclusivamente de estimulo cultural, profissional e acadêmico sem vínculo com sorteios. Prêmi Data Pint de Criatividade e Invaçã - 2011 N an em que cmpleta 15 ans de atuaçã n mercad de treinament em infrmática, a Data Pint ferece à cmunidade a prtunidade de participar d Prêmi Data Pint de

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E DE ÉTICA POLÍTICA SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO

CÓDIGO DE CONDUTA E DE ÉTICA POLÍTICA SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO CÓDIGO DE CONDUTA E DE ÉTICA POLÍTICA SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO POLÍTICA SOBRE PRESENTESE ENTRETENIMENTO Oferecer u receber presentes cmerciais e entreteniment é frequentemente uma frma aprpriada

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Orientações gerais MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO ESCOLA AGROTÉCNICA FEDERAL DE RIO DO SUL ESTRADA DO REDENTOR, 5665 BAIRRO CANTAGALO RIO DO SUL (SC) (47) 3521 3700 eafrs@eafrs.gv.br ORIENTAÇÕES GERAIS As rientações

Leia mais

Manual do Novo Pátio. Revenda. Versão 2.0

Manual do Novo Pátio. Revenda. Versão 2.0 Manual d Nv Páti Revenda Versã 2.0 1 Cnteúd INTRODUÇÃO... 3 1.LOGIN... 4 2.ANUNCIANTE... 4 2.1 Listar Usuáris... 4 2.2 Criar Usuári... 5 2.2.1 Permissões:... 6 3.SERVIÇOS... 7 3.1 Serviçs... 7 3.2 Feirã...

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações SAZONALIZAÇÃO DE CONTRATO INICIAL E DE ENERGIA ASSEGURADA PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para

Leia mais

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA 2º semestre / 2012 O Prgrama de Educaçã Cntinuada da trna públic, para cnheciment

Leia mais

2. A programação completa e mais informações estarão disponíveis no site www.gar.esp.br.

2. A programação completa e mais informações estarão disponíveis no site www.gar.esp.br. REGULAMENTO 1. Sbre Event 1. A Gramad Adventure Running é uma prva de revezament junt à natureza que será realizada n dia 09/05/2015 (Sábad) em Gramad, n Estad d Ri Grande d Sul, cm participaçã de ambs

Leia mais

Operação Metalose orientações básicas à população

Operação Metalose orientações básicas à população Operaçã Metalse rientações básicas à ppulaçã 1. Quem é respnsável pel reclhiment de prduts adulterads? As empresas fabricantes e distribuidras. O Sistema Nacinal de Vigilância Sanitária (Anvisa e Vigilâncias

Leia mais

Requisitos técnicos de alto nível da URS para registros e registradores

Requisitos técnicos de alto nível da URS para registros e registradores Requisits técnics de alt nível da URS para registrs e registradres 17 de utubr de 2013 Os seguintes requisits técnics devem ser seguids pels peradres de registr e registradres para manter a cnfrmidade

Leia mais

Manual de Procedimentos

Manual de Procedimentos Manual de Prcediments Prcediments para Submissã de Prjets de MDL à Cmissã Interministerial de Mudança Glbal d Clima Secretaria Executiva Cmissã Interministerial de Mudança Glbal d Clima Prcediments para

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUITE LIBREOFFICE: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TREINAMENTO

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUITE LIBREOFFICE: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TREINAMENTO Term de Referência Anex I - Especificaçã técnica Cntrataçã de Empresa para prestaçã de Serviçs de Treinament na suíte Libreffice TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUITE LIBREOFFICE: CONTRATAÇÃO

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para Prcediment de Cmercializaçã. Inserid

Leia mais

SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA

SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA O prcess de cntrle de estque de gôndla fi desenvlvid cm uma prcess de auxili a cliente que deseja cntrlar a quantidade de cada item deve estar dispnível para venda

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO

INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO 01. Instruções para recadastrament Pessa Física IN CVM 301/2001 e 463/2008 1. Pr favr preencha tds s camps ds frmuláris, aqueles que nã frem preenchids, pr gentileza, bliterá-ls u invalidá-ls; 2. Imprima

Leia mais

Gestão de SHST e Ambiente. Regras de Qualidade, Ambiente e Segurança aplicáveis às entidades externas

Gestão de SHST e Ambiente. Regras de Qualidade, Ambiente e Segurança aplicáveis às entidades externas 1 / 7 I. OBJETIVO E ÂMBITO Este dcument estabelece as regras de Segurança n Trabalh e Ambiente aplicáveis a entidades que venham a desenvlver actividades dentr da RESIESTRELA, em regime de cntrat, prestaçã

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA Manual de Us (Para Detentres de Bens) Infrmações adicinais n Prtal da Crdenaçã de Patrimôni: www.cpa.unir.br 2013 Cnteúd O que papel Detentr de Bem pde fazer?... 2 Objetiv...

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS OESTECIM A MINHA EMPRESA

REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS OESTECIM A MINHA EMPRESA 1. Intrduçã e Objetivs a) O Cncurs de Ideias OESTECIM a minha empresa pretende ptenciar apareciment de prjets invadres na regiã d Oeste sempre numa perspetiva de desenvlviment ecnómic e scial. b) O Cncurs

Leia mais

FEIRA DO EMPREENDEDOR 2014 MINAS GERAIS MANUAL DO EXPOSITOR E BOAS PRÁTICAS PARA ATUAR EM FEIRAS E RODADAS DE NEGÓCIOS.

FEIRA DO EMPREENDEDOR 2014 MINAS GERAIS MANUAL DO EXPOSITOR E BOAS PRÁTICAS PARA ATUAR EM FEIRAS E RODADAS DE NEGÓCIOS. FEIRA DO EMPREENDEDOR 2014 MINAS GERAIS MANUAL DO EXPOSITOR E BOAS PRÁTICAS PARA ATUAR EM FEIRAS E RODADAS DE NEGÓCIOS. 1 ÍNDICE Apresentaçã página 3 Ficha Técnica d Event página 4 Bas Vindas página 5

Leia mais

Regulamento Biblioteca FACULDADE IPEL

Regulamento Biblioteca FACULDADE IPEL REGULAMENTO BIBLIOTECA FACULDADE IPEL Regulament Bibliteca FACULDADE IPEL Pus Alegre/MG 2014 REGULAMENTO DA BIBLIOTECA ESTE REGULAMENTO TEM POR OBJETIVO ESTABELECER NORMAS REFERENTES AO FUNCIONAMENTO DA

Leia mais

1. COMO SE CADASTRAR JUNTO AO CADASTRO UNIFICADO DE FORNECEDORES DO ESTADO - CADFOR?

1. COMO SE CADASTRAR JUNTO AO CADASTRO UNIFICADO DE FORNECEDORES DO ESTADO - CADFOR? Criad em 27.01.2014 Revisad em 19.02.2015 1. COMO SE CADASTRAR JUNTO UNIFICADO DE FORNECEDORES DO ESTADO - CADFOR? Para se cadastrar junt a Cadastr Unificad de Frnecedres d Estad CADFOR/SEGPLAN-GO, a entidade

Leia mais

Informações Importantes 2015

Informações Importantes 2015 Infrmações Imprtantes 2015 CURSOS EXTRACURRICULARES N intuit de prprcinar uma frmaçã cmpleta para alun, Clégi Vértice ferece curss extracurriculares, que acntecem lg após as aulas regulares, tant n períd

Leia mais

Excluídas as seguintes definições:

Excluídas as seguintes definições: Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações Entre PM AM.08 APLICAÇÃO DE PENALIDADE POR INSUFICIÊNCIA DE CONTRATAÇÃO E PENALIDADE POR INSUFICIÊNCIA DE LASTRO DE VENDA & PdC AM.10 MONITORAMENTO DE INFRAÇÃO

Leia mais

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO UC_REQ-MK_ACF-001 27/01/2015 00 1 / 12 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 Objetiv... 2 Públic Alv... 2 Escp... 2 Referências... 2 DESCRIÇÃO GERAL DO PRODUTO... 2 Características d Usuári... 2 Limites, Supsições e

Leia mais

PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO DE 2014 CURSO: GESTÃO EMPRESARIAL

PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO DE 2014 CURSO: GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO DE 2014 CURSO: GESTÃO EMPRESARIAL Objetivs: Gestã Empresarial Desenvlver cmpetências para atuar n gerenciament de prjets, prestand cnsultria

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO VIAGEM DOS SONHOS COM CEAV JR

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO VIAGEM DOS SONHOS COM CEAV JR REGULAMENTO DA PROMOÇÃO VIAGEM DOS SONHOS COM CEAV JR Este srtei nã se enquadra nas dispsições da Lei 5.768/71 e suas respectivas regulamentações e, prtant, nã está sujeita as seus terms, inclusive n que

Leia mais

Requerimentos para Energia Temporária: Requerimentos para práticas de trabalho:

Requerimentos para Energia Temporária: Requerimentos para práticas de trabalho: Requeriments para Energia Temprária: Requeriments para práticas de trabalh: Adtar s requeriments mínims definids n Códig Básic da Iniciativa Ética Cmercial (IEC) / Ethical Trading Initative (ETI): O empreg

Leia mais

O que a Lei diz sobre seguros de condomínios

O que a Lei diz sobre seguros de condomínios O que a Lei diz sbre segurs de cndmínis Segurs cndminiais, segund Códig Civil Códig Civil, Art. 1.346. "É brigatóri segur de tda a edificaçã cntra risc de incêndi u destruiçã, ttal u parcial." Este artig

Leia mais

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário MTUR Sistema FISCON Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 5 4.1. CADASTRAR CONVENENTE... 5 4.2. INSERIR FOTOGRAFIAS/IMAGENS

Leia mais

PIM TECNOLOGIA EM GERENCIAMENTO DE REDES DE COMPUTADORES (GR3P30)

PIM TECNOLOGIA EM GERENCIAMENTO DE REDES DE COMPUTADORES (GR3P30) UNIP Brasília - Crdenaçã CG/CW/GR/AD Senhres Aluns, Seguem infrmações imprtantes sbre PIM: 1. O QUE É? - Os PIM (Prjet Integrad Multidisciplinar) sã prjets brigatóris realizads els aluns ds curss de graduaçã

Leia mais

ORIENTAÇÕES AOS CANDIDATOS CONTEMPLADOS NO

ORIENTAÇÕES AOS CANDIDATOS CONTEMPLADOS NO ORIENTAÇÕES AOS CANDIDATOS CONTEMPLADOS NO Prezad(a) Alun(a) A mbilidade acadêmica internacinal é uma prtunidade valisa para seu cresciment individual, acadêmic e prfissinal. Nã permita que a falta de

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI EDITAL Nº 005/2014 DE 07 DE ABRIL DE 2014 PROCESSO SELETIVO O Centr Universitári UNINOVAFAPI, situad à rua Vitrin Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairr d Uruguai, CEP.: 64.073-505,

Leia mais

Regulamento para realização do Trabalho de Conclusão de Curso

Regulamento para realização do Trabalho de Conclusão de Curso Universidade Federal d Ceará Campus de Sbral Curs de Engenharia da Cmputaçã Regulament para realizaçã d Trabalh de Cnclusã de Curs Intrduçã Este dcument estabelece as regras básicas para funcinament das

Leia mais

Requerimentos de Energia Temporária: Requerimentos Mandatórios:

Requerimentos de Energia Temporária: Requerimentos Mandatórios: Requeriments de Energia Temprária: Requeriments Mandatóris: Adtar s requeriments mínims definids n Códig Básic da Iniciativa Ética Cmercial (IEC) / Ethical Trading Initative (ETI): O empreg deverá ser

Leia mais

Os valores solicitados para transporte e seguro saúde deverão ser comprovados por um orçamento integral fornecido por uma agência de viagem.

Os valores solicitados para transporte e seguro saúde deverão ser comprovados por um orçamento integral fornecido por uma agência de viagem. Aluns de Pós-Graduaçã de Instituições Estrangeiras Visa apiar visitas de n máxim 30 dias, de dutrands de instituições estrangeiras, qualificads, e prcedentes de Centrs de Excelência para estudarem, pesquisarem

Leia mais

GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisão: 000

GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisão: 000 GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisã: 000 A Mercur S.A., empresa estabelecida desde 1924, se precupa em cnduzir as suas relações de acrd cm padrões étics e cmerciais, através d cumpriment da legislaçã

Leia mais

Tutorial Sistema Porto Sem Papel

Tutorial Sistema Porto Sem Papel Tutrial Sistema Prt Sem Papel 8 ESTADIA CONVENCIONAL: A estadia cnvencinal é aquela em que a embarcaçã deseja executar uma peraçã de carga, descarga, carga/descarga, embarque/desembarque de passageirs

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO EVENTOS

MANUAL DO USUÁRIO EVENTOS SISTEMA DE INFORMAÇÃO E GESTÃO INTEGRADA POLICIAL Elabrad: Equipe SAG Revisad: Data: 17-09-2008 Data: Aprvad: Data: A autenticaçã d dcument cnsta n arquiv primári da Qualidade Referencia: Help_Online_Events.dc

Leia mais

O Centro Universitário UNINOVAFAPI, situado à rua Vitorino Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairro do

O Centro Universitário UNINOVAFAPI, situado à rua Vitorino Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairro do CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI EDITAL Nº 027/ DE 19 DE NOVEMBRO DE VESTIBULAR 16/01 O Centr Universitári UNINOVAFAPI, situad à rua Vitrin Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairr d Uruguai, CEP 64.073-505,

Leia mais

Relatório de Gerenciamento de Riscos

Relatório de Gerenciamento de Riscos Relatóri de Gerenciament de Riscs 2º Semestre de 2014 1 Sumári 1. Intrduçã... 3 2. Gerenciament de Riscs... 3 3. Risc de Crédit... 4 3.1. Definiçã... 4 3.2. Gerenciament... 4 3.3. Limites de expsiçã à

Leia mais

EIKON DOCUMENTS - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

EIKON DOCUMENTS - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA EIKON DOCUMENTS - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA VERSÃO Eikn Dcuments 2007 Service Pack 5 (2.9.5) Fevereir de 2010 DATA DE REFERÊNCIA DESCRIÇÃO Sftware para implantaçã de sistemas em GED / ECM (Gerenciament Eletrônic

Leia mais

3. TIPOS DE MANUTENÇÃO:

3. TIPOS DE MANUTENÇÃO: 3. TIPOS DE MANUTENÇÃO: 3.1 MANUTENÇÃO CORRETIVA A manutençã crretiva é a frma mais óbvia e mais primária de manutençã; pde sintetizar-se pel cicl "quebra-repara", u seja, repar ds equipaments após a avaria.

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MANUAL DE PROCEDIMENTOS INDICE Descriçã básica...3 A. Quem pde acessar módul?... 3 Relações Ministeriais, Prcess...4 B. Etapas e Agentes... 4 C. Duraçã d prcess... 4 Atividades Permitidas as Usuáris d

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE. Técnicos de Instalação e Manutenção de Edifícios e Sistemas. (TIMs)

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE. Técnicos de Instalação e Manutenção de Edifícios e Sistemas. (TIMs) MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE Técnics de Instalaçã e Manutençã de Edifícis e Sistemas (TIMs) NO SISTEMA INFORMÁTICO DO SISTEMA NACIONAL DE CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA NOS EDIFÍCIOS (SCE) 17/07/2014

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO ANTECEDENTES CRIMINAIS

MANUAL DO USUÁRIO ANTECEDENTES CRIMINAIS SISTEMA DE INFORMAÇÃO E GESTÃO INTEGRADA POLICIAL Elabrad: Equipe SAG Revisad: Aprvad: Data: 11/09/2008 Data: 10/10/2008 Data: A autenticaçã d dcument cnsta n arquiv primári da Qualidade Referencia: Help_Online_Antecedentes_Criminais.dc

Leia mais

Orientações e Recomendações Orientações relativas à informação periódica a apresentar à ESMA pelas Agências de notação de risco

Orientações e Recomendações Orientações relativas à informação periódica a apresentar à ESMA pelas Agências de notação de risco Orientações e Recmendações Orientações relativas à infrmaçã periódica a apresentar à ESMA pelas Agências de ntaçã de risc 23/06/15 ESMA/2015/609 Índice 1 Âmbit de aplicaçã... 3 2 Definições... 3 3 Objetiv

Leia mais

Aliança Estratégica com a Delta Dezembro, 2011. Uma Consistente História de Investimento

Aliança Estratégica com a Delta Dezembro, 2011. Uma Consistente História de Investimento Aliança Estratégica cm a Delta Dezembr, 2011 Uma Cnsistente História de Investiment 1 Agenda Resum da Operaçã 1 Benefícis da Operaçã 2 2 Disclaimer O material a seguir é uma apresentaçã cnfidencial cntend

Leia mais

Definir e padronizar os procedimentos para o planejamento e a execução de atividades de cerimonial no âmbito do Poder Judiciário do Estado do Acre.

Definir e padronizar os procedimentos para o planejamento e a execução de atividades de cerimonial no âmbito do Poder Judiciário do Estado do Acre. Códig: MAP-SERPU-001 Versã: 00 Data de Emissã: 01/01/2013 Elabrad pr: Secretaria de Relações Públicas e Cerimnial Aprvad pr: Presidência 1 OBJETIVO Definir e padrnizar s prcediments para planejament e

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE VISEU ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE LAMEGO EDITAL

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE VISEU ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE LAMEGO EDITAL EDITAL CANDIDATURA AOS CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS (CTeSP) 2015 CONDIÇÕES DE ACESSO 1. Pdem candidatar-se a acess de um Curs Técnic Superir Prfissinal (CTeSP) da ESTGL tds s que estiverem

Leia mais

REGULAMENTO 1- OBJETIVO

REGULAMENTO 1- OBJETIVO REGULAMENTO 1- OBJETIVO O Prgrama Nv Temp é um iniciativa da Cargill Agricla SA, que visa ferecer as seus funcináris e das empresas patrcinadras ds plans de previdência sb a gestã da CargillPrev Sciedade

Leia mais

O Centro Universitário UNINOVAFAPI, situado à rua Vitorino Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairro do

O Centro Universitário UNINOVAFAPI, situado à rua Vitorino Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairro do CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI EDITAL Nº 010/ DE 11 DE JUNHO DE VESTIBULAR /02 O Centr Universitári UNINOVAFAPI, situad à rua Vitrin Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairr d Uruguai, CEP 64.073-505, Telefne:

Leia mais

Manual de Procedimentos do Correspondente no País

Manual de Procedimentos do Correspondente no País Manual de Prcediments d Crrespndente n País Manual de Prcediments d Crrespndente n País A BV Financeira elabru este manual para rientar e esclarecer seus parceirs cmerciais, de frma simples e bjetiva,

Leia mais

Plano de curso Planejamento e Controle da Manutenção de Máquinas e Equipamentos

Plano de curso Planejamento e Controle da Manutenção de Máquinas e Equipamentos PLANO DE CURSO MSOBRPCMME PAG1 Plan de curs Planejament e Cntrle da Manutençã de Máquinas e Equipaments Justificativa d curs Nã é fácil encntrar uma definiçã cmpleta para Gestã da manutençã de máquinas

Leia mais

Política de Privacidade Qrush Cards

Política de Privacidade Qrush Cards Plítica de Privacidade Qrush Cards Última atualizaçã em 21/09/2013 A Qrush Tecnlgia e Serviçs Ltda repeita a privacidade de seus clientes e usuáris e desenvlveu esta Plítica de Privacidade para demnstrar

Leia mais

Gestão do Escopo 1. Planejamento da Gestão do Escopo: 2. Definição do Escopo: 3. Elaboração da EDT(EAP): 4. Verificação do Escopo:

Gestão do Escopo 1. Planejamento da Gestão do Escopo: 2. Definição do Escopo: 3. Elaboração da EDT(EAP): 4. Verificação do Escopo: Gestã d Escp 1. Planejament da Gestã d Escp: i. Autrizaçã d prjet ii. Definiçã d escp (preliminar) iii. Ativs em cnheciments rganizacinais iv. Fatres ambientais e rganizacinais v. Plan d prjet i. Plan

Leia mais

EDITAL BOLSA SOCIOECONÔMICA. Seleção de Bolsistas para o Programa de Bolsa Socioeconômica para o período de 2014

EDITAL BOLSA SOCIOECONÔMICA. Seleção de Bolsistas para o Programa de Bolsa Socioeconômica para o período de 2014 EDITAL BOLSA SOCIOECONÔMICA Seleçã de Blsistas para Prgrama de Blsa Sciecnômica para períd de 2014 O Reitr d Centr Universitári Tled Unitled, ns terms d Regulament aprvad pel CONSEPE, cm vistas à seleçã

Leia mais

Direitos e Obrigações no âmbito dos Acidentes Profissionais e Doenças Profissionais

Direitos e Obrigações no âmbito dos Acidentes Profissionais e Doenças Profissionais Cmunicaçã Direits e Obrigações n âmbit ds Acidentes Prfissinais e Denças Prfissinais Direits e Obrigações n âmbit ds Acidentes Prfissinais e Denças Prfissinais (Lei nº 98/2009 de 4 de Setembr) 1- QUEM

Leia mais

Lista de Documentos o Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de alimentos Documentos para estabelecimentos comerciais (pessoa física)

Lista de Documentos o Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de alimentos Documentos para estabelecimentos comerciais (pessoa física) Lista de Dcuments Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de aliments Dcuments para estabeleciments cmerciais (pessa física) 1) Ficha de Inscriçã Cadastral, preenchida na própria VISA; 2) Cópia

Leia mais

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO II PROJETO BÁSICO: JORNADA AGIR

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO II PROJETO BÁSICO: JORNADA AGIR CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO II PROJETO BÁSICO: JORNADA AGIR 1. Históric da Jrnada AGIR Ns ambientes crprativs atuais, a adçã de um mdel de gestã integrada é uma decisã estratégica n api às tmadas

Leia mais

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE RESOLUÇÃO N 379, DE 19 DE OUTUBRO DE 2006 Cria e regulamenta sistema de dads e infrmações sbre a gestã flrestal n âmbit d Sistema Nacinal

Leia mais

DIRETRIZES PARA APRESENTAÇÃO DE REDES E CRONOGRAMAS SUMÁRIO 1 OBJETIVO...2 2 ELABORAÇÃO...2 2.1 PLANEJAMENTO...2

DIRETRIZES PARA APRESENTAÇÃO DE REDES E CRONOGRAMAS SUMÁRIO 1 OBJETIVO...2 2 ELABORAÇÃO...2 2.1 PLANEJAMENTO...2 1 / 5 SUMÁRIO 1 OBJETIVO...2 2 ELABORAÇÃO...2 2.1 PLANEJAMENTO...2 2.1.1 CRITÉRIOS PARA ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO DO CRONOGRAMA DE BARRAS TIPO GANTT:...2 2.1.2 CRITÉRIOS PARA ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO

Leia mais

CONSIDERAÇÕES DA CAPGEMINI

CONSIDERAÇÕES DA CAPGEMINI CONSIDERAÇÕES DA CAPGEMINI 6.1 Requisits de Capacidade e Experiência d Prestadr A ANEEL deveria exigir um puc mais quant a estes requisits, de frma a garantir uma melhr qualificaçã da empresa a ser cntratada.

Leia mais

PRÊMIO AUTOMAÇÃO - CATEGORIA DE JORNALISMO

PRÊMIO AUTOMAÇÃO - CATEGORIA DE JORNALISMO PRÊMIO AUTOMAÇÃO - CATEGORIA DE JORNALISMO REGULAMENTO 1. DOS OBJETIVOS DO PRÊMIO O PRÊMIO NA CATEGORIA DE JORNALISMO tem cm bjetiv premiar matérias veiculadas na imprensa nacinal relativas a temas ligads

Leia mais

Software Utilizado pela Contabilidade: Datasul EMS 505. itens a serem inventariados com o seu correspondente registro contábil;

Software Utilizado pela Contabilidade: Datasul EMS 505. itens a serem inventariados com o seu correspondente registro contábil; TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS DE ANÁLISE DA REDUÇÃO AO VALOR RECUPERÁVEL DE ATIVO PARA CÁLCULOS DO VALOR DO IMPAIRMENT E VIDA ÚTIL RESIDUAL, EM CONFORMIDADE COM O DISPOSTO

Leia mais

CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL

CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL SECRETARIA DA RECEITA PREVIDENCIÁRIA - SRP DEPARTAMENTO DE FISCALIZAÇÃO - DEFIS CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL

Leia mais

MANUAL DO PRODUTO GERGERAISISTÊNCI SEGURO APP INVEST

MANUAL DO PRODUTO GERGERAISISTÊNCI SEGURO APP INVEST MANUAL DO PRODUTO GERGERAISISTÊNCI SEGURO APP INVEST A MANUAL DO PRODUTO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS DE PASSAGEIROS E/OU TRIPULANTE (APP) INVEST O presente Manual d Prdut cntém: SEGURO APP INVEST 1. VANTAGENS

Leia mais

HARDWARE e SOFTWARE. O Computador é composto por duas partes: uma parte física (hardware) e outra parte lógica (software).

HARDWARE e SOFTWARE. O Computador é composto por duas partes: uma parte física (hardware) e outra parte lógica (software). HARDWARE e SOFTWARE O Cmputadr é cmpst pr duas partes: uma parte física (hardware) e utra parte lógica (sftware). Vcê sabe qual é a diferença entre "Hardware" e "Sftware"? Hardware: é nme dad a cnjunt

Leia mais

O Centro Universitário UNINOVAFAPI, situado à rua Vitorino Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairro

O Centro Universitário UNINOVAFAPI, situado à rua Vitorino Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairro CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI EDITAL Nº 7/2015 DE 27 DE ABRIL DE 2015 VESTIBULAR 2015/02 O Centr Universitári UNINOVAFAPI, situad à rua Vitrin Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairr d Uruguai, CEP 64.073-505,

Leia mais

Dissídio Retroativo. Cálculos INSS, FGTS e geração da SEFIP

Dissídio Retroativo. Cálculos INSS, FGTS e geração da SEFIP Dissídi Retrativ Cálculs INSS, FGTS e geraçã da SEFIP A rtina de Cálcul de Dissídi Retrativ fi reestruturada para atender a legislaçã da Previdência Scial. A rtina de Aument Salarial (GPER200) deve ser

Leia mais