Assimetria Informacional

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Assimetria Informacional"

Transcrição

1 FURG UAB 2007 Aplicações para a Web Especialização Internet & Sociedade Assimetria Informacional

2 Informação sempre foi considerada pelos economistas como fonte de poder e força. No passado, especialistas se valiam da vantagem informacional para seus propósitos. Hoje, há um deslocamento desse poder para uma parcela dita dos consumidores.

3 No final da década de 90 caiu o custo do seguro de vida a termo, nos EUA. Sem causa aparente, pois os demais tipos de seguro não se desvalorizaram. O que aconteceu? A Internet...

4 Quotesmith.com tornou-se em abril de 1996 o primeiro site que permitiu aos consumidores. Comparar os preços dos seguros de vida a termo vendidos por dezenas de companhias. Seguros a termo são idênticos entre si, diferentemente de outros tipos de seguro que dependem de eventos imprevisíveis O preço é só o que importa. Logo as companhias mais careiras tiveram que nivelar seus preços. Em um ano, o custo desse tipo de seguro caiu em 1 bilhão de dólares.

5 Interferir no poder de informação ou de comunicação da Ku Klux Klan ou nos preços das companhias de seguro são operações diferentes: -- uma trafica informação visando engendrar o medo social; -- outras, se valem do fato das informações que lhes são importantes estarem registradas ou alocadas de formas que dificultam a comparação. MAS, em ambos os casos, disseminar a informação dilui o poder dela derivado.

6 Informação toma o lugar de produto em muitos casos. Informação é tão poderosa, que mesmo a presunção da informação, mesmo que não exista de fato, pode ter um efeito significativo. Exemplo: um carro absolutamente novo, no dia seguinte à compra já pode valer 25% menos. Quem for comprar pressupõe que o dono sabe algo que ele, comprador, não sabe, provavelmente de ruim, sobre o carro. Pior para o dono, nesse caso. E se o carro for mesmo ruim? Melhor esperar um ano. A essa altura, a suspeita de algo errado com o carro já terá diminuído muito e a falta de qualidade até poderá ser vendida junto com ele... Por um preço melhor do que ele vale.

7 É comum uma parte num negócio ter melhor informação que outra. É a assimetria de informação, como dizem os economistas. É usual que um (o especialista) tenha mais conhecimento que outro (o consumidor) sobre os produtos e os detalhes da transação. Mas esta assimetria foi gravemente atingida pela Internet. A Internet atua como um magneto de arrancar agulhas do palheiro. Ela fez encolherem-se as distâncias entre os experts e o público.

8 A internet mostrou-se particularmente útil numa certa classe de situações: Aquelas em que um nosso encontro face a face com um expert pode exacerbar a assimetria informacional... Situações em que o expert nos faz nos sentirmos provincianos, ignorantes, estúpidos, sem valor nenhum... O fato é que, ao dispor da Internet, o comprador do ataúde de R$ 7.000,00 pode deixar para se decidir depois de uma consultazinha ao pool virtual de funerárias e descobrir que o seu preço médio é R$ 2.000,00...

9 Referências LEVIT, Steven D. ; DUBNER, Stephen J. The Ku Klux Klan and real-estate agents. Freakanomics (excerto). In: PAPARELLA, Maureen Sheehan ; SIMKO, Eugene (orgs.) Current topics in technology: social, legal, ethical and industry issues for computers and Internet. Boston, Thomson Learning, Inc., 2007.

10 Questões para discussão Antes da grande disponibilidade na Internet a informação para o consumo estava disponível para os consumidores? Como, na sua opinião, a disseminação da informação dilui o poder dos agentes econômicos? Como a disseminação da informação dilui o poder de organizações como a Ku Klux Klan? Um juiz da Suprema Corte americana certa vez afirmou: A luz do sol é o melhor desinfetante (Louis D. Brandeis). Como a Internet desinfetou as relações econômicas da assimetria informacional? Será que a disponibilidade de informação para o consumo tem induzido práticas comerciais mais éticas? Sendo a própria informação a mais valiosa moeda da Internet, em que sentido a informação sobre a informação (ou sobre meios de obtê-la) pode afetar negativamente o equilíbrio informacional entre as pessoas? Na medida em que a Internet propicia este reequilíbrio nos relacionamentos de consumo, até que ponto a não disponibilidade da própria Internet cria ainda maior desequilíbrio nessas relações?

Segurança da Informação I

Segurança da Informação I Internet & Sociedade Segurança da Informação I Segurança da Informação Segurança pessoal em meio digital Intrusão eletrônica Segurança pessoal em meio digital Os jovens são os maiores alvos de roubo de

Leia mais

A NATUREZA DA FIRMA (1937)

A NATUREZA DA FIRMA (1937) A NATUREZA DA FIRMA (1937) COASE, R. H. (1937). The nature of the firm. In: WILLIAMSON, O. & WINTER, S. (eds.) (1991) The nature of the firm: origin, evolution and development. Oxford: Oxford University

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES AUDIÊNCIA PÚBLICA 032/2015. Discusssão conceitual do Generation Scaling Factor (GSF) ELEKTRO ELETRICIDADE E SERVIÇOS S/A

CONTRIBUIÇÕES AUDIÊNCIA PÚBLICA 032/2015. Discusssão conceitual do Generation Scaling Factor (GSF) ELEKTRO ELETRICIDADE E SERVIÇOS S/A CONRIBUIÇÕES AUDIÊNCIA PÚBLICA 032/2015 Discusssão conceitual do Generation Scaling Factor (GSF) ELEKRO ELERICIDADE E SERVIÇOS S/A 1. Introdução Inicialmente, cumpre ressaltar a qualidade do material disponibilizado

Leia mais

RGIS POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO

RGIS POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO RGIS POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO I. DECLARAÇÃO DA POLÍTICA A política da RGIS ( Companhia ) é conduzir as operações mundiais de forma ética e conforme as leis aplicáveis, não só nos EUA como em outros países.

Leia mais

Este documento provê informação atualizada, e simples de entender, para o empreendedor que precisa iniciar ou avaliar suas operações online.

Este documento provê informação atualizada, e simples de entender, para o empreendedor que precisa iniciar ou avaliar suas operações online. Os segredos dos negócios online A Internet comercial está no Brasil há menos de 14 anos. É muito pouco tempo. Nesses poucos anos ela já mudou nossas vidas de muitas maneiras. Do programa de televisão que

Leia mais

Identificação rápida de gargalos Uma forma mais eficiente de realizar testes de carga. Um artigo técnico da Oracle Junho de 2009

Identificação rápida de gargalos Uma forma mais eficiente de realizar testes de carga. Um artigo técnico da Oracle Junho de 2009 Identificação rápida de gargalos Uma forma mais eficiente de realizar testes de carga Um artigo técnico da Oracle Junho de 2009 Identificação rápida de gargalos Uma forma mais eficiente de realizar testes

Leia mais

Gerenciamento de Risco

Gerenciamento de Risco Gerenciamento de Risco Marcos Aurelio Pchek Laureano laureano@ppgia.pucpr.br Roteiro Conceitos básicos Importância da Informação utilidade, valor, validade, classificação Riscos Análise Identificação Gerência

Leia mais

Unidade 1.1 Teorias de Comércio Internacional Baseado Livro: Manual de Comércio Exterior (Cap. 2) Causas do Comércio Internacional Os países comerciam por que? São diferentes uns dos outros, isto é apresentam

Leia mais

Análise Econômico-Financeira

Análise Econômico-Financeira Universidade Federal do Pará Curso de Ciências Contábeis Departamento de Contabilidade Análise Econômico-Financeira Gilvan Pereira Brito 0301007601 Belém-Pará 2007 1 Universidade Federal do Pará Curso

Leia mais

COMPETÊNCIAS DO CLIENTE: INCORPORAÇÃO NO MODELO DE NEGÓCIOS THOMAS STOB JUNIOR

COMPETÊNCIAS DO CLIENTE: INCORPORAÇÃO NO MODELO DE NEGÓCIOS THOMAS STOB JUNIOR COMPETÊNCIAS DO CLIENTE: INCORPORAÇÃO NO MODELO DE NEGÓCIOS THOMAS STOB JUNIOR RESUMO Este artigo defende a idéia de que na nova economia as empresas precisam incorporar a experiência do cliente a seus

Leia mais

APARECIDA LIBERATO E BETO JUNQUEYRA &CIA. CRIE A SUA! A verdadeira energia de marcas e nomes vencedores

APARECIDA LIBERATO E BETO JUNQUEYRA &CIA. CRIE A SUA! A verdadeira energia de marcas e nomes vencedores APARECIDA LIBERATO E BETO JUNQUEYRA CRIE A SUA! &CIA. A verdadeira energia de marcas e nomes vencedores Rio de Janeiro 2014 A maior energia de um Nome e de uma grande Marca! F im do século XIX. Em Atlanta,

Leia mais

ISO 9001 O que significa para quem compra?

ISO 9001 O que significa para quem compra? ISO 9001 O que significa para quem compra? Introdução Como alguém que é responsável pelas decisões de compra, você pode ter visto ou usado bens e serviços que utilizam referências a ISO 9001 como propaganda.

Leia mais

A Lição de Lynch. O mago dos investimentos conta como ganhar nas bolsas depois de Buffet e Soros

A Lição de Lynch. O mago dos investimentos conta como ganhar nas bolsas depois de Buffet e Soros A Lição de Lynch O mago dos investimentos conta como ganhar nas bolsas depois de Buffet e Soros Por Laura Somoggi, de Marblehead (EUA) É muito provável que o nome Peter Lynch não lhe seja familiar. Ele

Leia mais

Encontrar o Cliente Certo Maximizar a Internet Fidelizar o Cliente Outras Tendências de Mercado

Encontrar o Cliente Certo Maximizar a Internet Fidelizar o Cliente Outras Tendências de Mercado Tendências de Marketing Modelando o Varejo Automotivo Hoje PROFESSOR TIMOTHY GILBERT MARKETING AUTOMOTIVO NORTHWOOD UNIVERSITY Tendências de Marketing Encontrar o Cliente Certo Maximizar a Internet Fidelizar

Leia mais

Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce).

Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce). Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce). A natureza global da tecnologia, a oportunidade de atingir

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI NÚCLEO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA GABARITO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI NÚCLEO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA GABARITO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI NÚCLEO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA GABARITO GRUPO: ADMINISTRAÇÃO II DATA: HORÁRIO: NOME DO CANDIDATO: CPF: ASSINATURA: INSTRUÇÕES:

Leia mais

TRATAMENTO POR FATORES NA AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS URBANOS

TRATAMENTO POR FATORES NA AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS URBANOS TRATAMENTO POR FATORES NA AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS URBANOS O tratamento por fatores tem por objetivo tornar comparáveis os dados coletados na pesquisa. É a parte mais trabalhosa da avaliação. O tratamento

Leia mais

Gestão da Segurança da Informação

Gestão da Segurança da Informação Gestão da Segurança da Informação Mercado Empresas levam 200 dias até descobrirem que foram hackeadas Companhias precisam estabelecer uma visão holística de segurança para serem mais ágeis na detecção

Leia mais

Como deixar seu negócio on-line. Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO!

Como deixar seu negócio on-line. Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO! Como deixar seu negócio on-line Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO! A palavra de ordem das redes sociais é interação. Comparando a internet com outros meios de comunicação em massa como

Leia mais

As cinco disciplinas

As cinco disciplinas As cinco disciplinas por Peter Senge HSM Management julho - agosto 1998 O especialista Peter Senge diz em entrevista exclusiva que os programas de aprendizado podem ser a única fonte sustentável de vantagem

Leia mais

Promoção de vendas é a pressão de marketing de mídia ou não mídia exercida durante um período predeterminado e limitado de tempo ao nível de

Promoção de vendas é a pressão de marketing de mídia ou não mídia exercida durante um período predeterminado e limitado de tempo ao nível de Metas das Comunicações de Marketing: Criação de consciência informar os mercados sobre produtos, marcas, lojas ou organizações. Formação de imagens positivas desenvolver avaliações positivas nas mentes

Leia mais

FUNDAMENTOS DE ADMINISTRAÇÃO E LOGÍSTICA. drivanmelo@yahoo.com.br

FUNDAMENTOS DE ADMINISTRAÇÃO E LOGÍSTICA. drivanmelo@yahoo.com.br FUNDAMENTOS DE ADMINISTRAÇÃO E LOGÍSTICA drivanmelo@yahoo.com.br ADMINISTRAÇÃO AD Prefixo latino = Junto de AD MINISTRAÇÃO MINISTER Radical = Obediência, Subordinação Significa aquele que realiza uma função

Leia mais

A PATENTE DE SOFTWARE E A INOVAÇÃO NO PAÍS Por Luiz Antonio Xavier dos Santos 10 jul. 2008

A PATENTE DE SOFTWARE E A INOVAÇÃO NO PAÍS Por Luiz Antonio Xavier dos Santos 10 jul. 2008 A PATENTE DE SOFTWARE E A INOVAÇÃO NO PAÍS Por Luiz Antonio Xavier dos Santos 10 jul. 2008 No momento em que o software apresenta-se como um fator de desenvolvimento econômico e tecnológico para a maioria

Leia mais

PRECIFICAÇÃO EM EMPRESA DE SERVIÇO DE CONSULTORIA E IMPLANTAÇÃO DE SISTEMAS

PRECIFICAÇÃO EM EMPRESA DE SERVIÇO DE CONSULTORIA E IMPLANTAÇÃO DE SISTEMAS PRECIFICAÇÃO EM EMPRESA DE SERVIÇO DE CONSULTORIA E IMPLANTAÇÃO DE SISTEMAS Jorge Eduardo Scarpin GILTON PAULO DA SILVA Resumo: Este estudo de caso foi feito numa empresa de consultoria em processos administrativos

Leia mais

Conhecimentos Bancários. Item 3.5.3 - Mercado de Câmbio

Conhecimentos Bancários. Item 3.5.3 - Mercado de Câmbio Conhecimentos Bancários Item 3.5.3 - Mercado de Câmbio Conhecimentos Bancários Item 3.5.3 - Mercado de Câmbio Câmbio TROCA Conhecimentos Bancários Item 3.5.3 - Mercado de Câmbio Câmbio TROCA Moedas Estrangeiras

Leia mais

Lavanderia digital. Resumo executivo. Uma análise das moedas on-line e seu uso no crime cibernético

Lavanderia digital. Resumo executivo. Uma análise das moedas on-line e seu uso no crime cibernético Resumo executivo Lavanderia digital Uma análise das moedas on-line e seu uso no crime cibernético Por Raj Samani, EMEA (Europa, Oriente Médio e África), McAfee François Paget e Matthew Hart, McAfee Labs

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Julho 2013 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO - PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS- GRADUADOS

Leia mais

CSHG Unique FIC FIA Comentário do Gestor

CSHG Unique FIC FIA Comentário do Gestor CSHG Unique FIC FIA Comentário do Gestor Novembro 2010 Sobre Insider Buying/Selling Uma das perguntas cuja resposta todo analista ou investidor de ações gostaria de ter se refere à opinião daquelas pessoas

Leia mais

POR QUE AS PPP NÃO ACONTECEM?

POR QUE AS PPP NÃO ACONTECEM? POR QUE AS PPP NÃO ACONTECEM? Maria Aparecida Aiko Ikemura Objetivo Discorrer sobre os principais entraves ao estabelecimento de PPP e relatar a proposta adotada pelo TCEMG para acompanhamento dessas contratações.

Leia mais

ED 2180/14. 15 maio 2014 Original: espanhol. Pesquisa sobre os custos de transação dos produtores de café

ED 2180/14. 15 maio 2014 Original: espanhol. Pesquisa sobre os custos de transação dos produtores de café ED 2180/14 15 maio 2014 Original: espanhol P Pesquisa sobre os custos de transação dos produtores de café 1. O Diretor Executivo apresenta seus cumprimentos e, em nome da Colômbia, encaminha aos Membros

Leia mais

Tenha em suas mãos a garantia da melhor impressão: evite fraudes utilizando suprimentos originais.

Tenha em suas mãos a garantia da melhor impressão: evite fraudes utilizando suprimentos originais. Tenha em suas mãos a garantia da melhor impressão: evite fraudes utilizando suprimentos originais. 0800 772 02 02 Linha Direta HP Contra Falsificação e Fraude Detecte substituições ou fraudes Se você comprou

Leia mais

Coleta de Dados: a) Questionário

Coleta de Dados: a) Questionário Coleta de Dados: A coleta de dados ou de informações sobre a realidade escolar tem como ponto de partido o Marco Referencial, em especial o que está estabelecido no Marco Operacional. Este é um momento

Leia mais

Marketing. Aula 04. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho

Marketing. Aula 04. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Marketing Aula 04 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos multimídia e

Leia mais

CURSO DE MICROECONOMIA 2

CURSO DE MICROECONOMIA 2 CURSO DE MICROECONOMIA 2 TEORIA DOS CONTRATOS - Seleção Adversa PROF Mônica Viegas e Flavia Chein Cedeplar/UFMG 2/2009 Cedeplar/UFMG (Institute) MICRO 2 2/2009 1 / 30 Seleção Adversa Seleção adversa: se

Leia mais

3 A forma de funcionamento do mercado cambial

3 A forma de funcionamento do mercado cambial 27 3 A forma de funcionamento do mercado cambial Neste Capítulo, apresentar-se-á a forma de funcionamento do mercado cambial, algumas das suas principais instituições, seus participantes e algumas especificidades

Leia mais

Plataforma da Informação. Finanças

Plataforma da Informação. Finanças Plataforma da Informação Finanças O que é gestão financeira? A área financeira trata dos assuntos relacionados à administração das finanças das organizações. As finanças correspondem ao conjunto de recursos

Leia mais

CAIXA RIO BRAVO FUNDO DE FII (CXRI11) Informativo Mensal Janeiro/2015

CAIXA RIO BRAVO FUNDO DE FII (CXRI11) Informativo Mensal Janeiro/2015 Objetivo e Política do Fundo O fundo CAIXA RIO BRAVO FUNDO DE FUNDOS DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII tem como objetivo proporcionar retorno aos seus cotistas por meio de uma carteira diversificada de

Leia mais

O Papel das Empresas no Incentivo ao Empreendedorismo. Conferência Aliança Empreendedora por Suzanne Gowler @GrtGeneration

O Papel das Empresas no Incentivo ao Empreendedorismo. Conferência Aliança Empreendedora por Suzanne Gowler @GrtGeneration O Papel das Empresas no Incentivo ao Empreendedorismo Conferência Aliança Empreendedora por Suzanne Gowler @GrtGeneration Sobre a The Great Generation EMPRESA SOCIAL oferece a estudantes e profissionais

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA O ENSINO NÃO-PRESENCIAL

ORIENTAÇÕES PARA O ENSINO NÃO-PRESENCIAL ORIENTAÇÕES PARA O ENSINO NÃO-PRESENCIAL PrezadoCursista: Estetextoapresentaorientaçõessobrenaturezaeescolhadasatividades,características doestudoadistância,importânciadocalendárioecronograma.durantealeituravocê

Leia mais

Prof. Dr. José Francisco Calil Teoria Superior de Finanças Programa de Pós-graduação stricto sensu Doutorado em Administração, Campus Taquaral

Prof. Dr. José Francisco Calil Teoria Superior de Finanças Programa de Pós-graduação stricto sensu Doutorado em Administração, Campus Taquaral Teoria Superior de Finanças Programa de Pós-graduação stricto sensu Doutorado em Administração, Campus Taquaral Aula expositiva Ementa: Estudo da Moderna Teoria de Finanças e dos métodos que os administradores

Leia mais

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS.

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. A computação em nuvem é uma mudança de paradigma no gerenciamento de TI e de datacenters, além de representar a capacidade da TI

Leia mais

COMÉRCIO ELETRÔNICO UM BREVE HISTÓRICO

COMÉRCIO ELETRÔNICO UM BREVE HISTÓRICO UM BREVE HISTÓRICO COMÉRCIO ELETRÔNICO O comércio sempre existiu desde que surgiram as sociedades. Ele é dito como o processo de comprar, vender e trocar produtos e serviços. Inicialmente praticado pelos

Leia mais

Sistemas de Informação. O uso de sistemas de informações como ferramentas de gestão

Sistemas de Informação. O uso de sistemas de informações como ferramentas de gestão Sistemas de Informação O uso de sistemas de informações como ferramentas de gestão Objetivos Impactos na gestão das empresas: Macro mudanças no ambiente Novas tecnologias de comunicação e informática Macro

Leia mais

Permanecer calmo quando o mercado enlouquece

Permanecer calmo quando o mercado enlouquece Estratégias de investimento da MFS Celeste italic 11/14 Permanecer calmo quando o mercado enlouquece MANAGING I N V E S T O R I N S I G H T S E R I E S Hoje pode ser um dos melhores dias da história do

Leia mais

Segurança a da Informação Aula 02. Aula 02

Segurança a da Informação Aula 02. Aula 02 Segurança a da Informação 26/9/2004 Prof. Rossoni, Farias 1 Segurança a da Informação é: Cultura, Cidadania, Desenvolvimento pessoal e social, Competitividade, Influência e poder, Imprescindível para a

Leia mais

DIREITO E ECONOMIA DOS CONTRATOS NO PROJETO DE CÓDIGO COMERCIAL

DIREITO E ECONOMIA DOS CONTRATOS NO PROJETO DE CÓDIGO COMERCIAL DIREITO E ECONOMIA DOS CONTRATOS NO PROJETO DE CÓDIGO COMERCIAL Prof. Dr. Luciano Benetti Timm Post Doctoral Fellow UC Berkeley Doutor em Direito dos Negócios (UFRGS) Mestre em Direito Civil (UFRGS) LLM

Leia mais

Realidade vs Virtualidade

Realidade vs Virtualidade Realidade vs Virtualidade Vivendo entre quem Somos e quem queremos Ser Necessidade de sermos felizes Necessidade de sermos aceitos Necessidades de Sermos A CONSTRUÇÃO DA NOSSA IDENTIDADE Vivendo entre

Leia mais

Conceito de Regras e Comportamento Modelado pelas Contingências e sua Aplicação na Clínica

Conceito de Regras e Comportamento Modelado pelas Contingências e sua Aplicação na Clínica Conceito de Regras e Comportamento Modelado pelas Contingências e sua Aplicação na Clínica Patrícia Piazzon Queiroz Instituto de Análise Aplicada de Comportamento IAAC Comportamento Modelado por Contingências

Leia mais

L/O/G/O. Cultura Organizacional

L/O/G/O. Cultura Organizacional L/O/G/O Cultura Organizacional 1 Bibliografia Idalberto Chiavenato Gestão de Pessoas - 3ª edição editora Campus. Sylvia Constant Vergara Gestão de Pessoas 9ª edição editora Atlas. Stephen P. Robbins; Timothy

Leia mais

Preenchendo a lacuna entre o autoatendimento e o atendimento assistido

Preenchendo a lacuna entre o autoatendimento e o atendimento assistido Folheto do produto Genesys Chat Preenchendo a lacuna entre o autoatendimento e o atendimento assistido Hoje os clientes querem e esperam opções de autoatendimento quando participam de vendas on-line e

Leia mais

DIREITOS AUTORAIS E ACESSO À CULTURA São Paulo, agosto de 2008 MESA 3 Medidas Tecnológicas de Proteção

DIREITOS AUTORAIS E ACESSO À CULTURA São Paulo, agosto de 2008 MESA 3 Medidas Tecnológicas de Proteção DIREITOS AUTORAIS E ACESSO À CULTURA São Paulo, agosto de 2008 MESA 3 Medidas Tecnológicas de Proteção Sr. Pedro Rezende (UnB): Eu agradeço imensamente a oportunidade de estar aqui com vocês, e o Ministério

Leia mais

Cap.9 Conclusões 188

Cap.9 Conclusões 188 9 Conclusões Assim como as interfaces gráficas dos computadores ampliaram a possibilidade de outros tipos de usuários, fora os técnicos, usufruírem as vantagens dos computadores, Sheiderman postula que,

Leia mais

Teorias de Comércio Internacional. Baseado Livro: Manual de Comércio Exterior (Cap. 2)

Teorias de Comércio Internacional. Baseado Livro: Manual de Comércio Exterior (Cap. 2) Teorias de Comércio Internacional Baseado Livro: Manual de Comércio Exterior (Cap. 2) Causas do Comércio Internacional Os países comerciam por que? São diferentes uns dos outros, isto é apresentam diferenças

Leia mais

CORELAÇÃO DE FORÇAS E NÚMEROS DA CSN

CORELAÇÃO DE FORÇAS E NÚMEROS DA CSN CORELAÇÃO DE FORÇAS E NÚMEROS DA CSN CONJUNTURA INTERNACIONAL E NACIONAL A crise mundial não acabou está cozinhando em banho-maria. Países ricos estão exportando empresas para os BRICs, para ocupar todo

Leia mais

FLUXO DE CAIXA. Dinâmica: O que faço de diferente ou estranho. (Objetivo: Conhecer um pouco cada participante)

FLUXO DE CAIXA. Dinâmica: O que faço de diferente ou estranho. (Objetivo: Conhecer um pouco cada participante) FLUXO DE CAIXA Dinâmica: O que faço de diferente ou estranho. (Objetivo: Conhecer um pouco cada participante) Brainstorming: Chuva de ideias ou Toró de parpite: O QUE É FLUXO DE CAIXA? (Objetivo: Saber

Leia mais

GEOGRAFIA. Prof. Marcus

GEOGRAFIA. Prof. Marcus GEOGRAFIA Prof. Marcus Migração e xenofobia Migração Trata-se de um fluxo de pessoas. Existe por diversos motivos, como: Fluxos globais, regiões superpovoadas, desemprego, desorganização, desigualdade,

Leia mais

ebook - Forex para Iniciantes

ebook - Forex para Iniciantes Mercado financeiro Na economia, o mercado financeiro é um mecanismo que permite a compra e venda (comércio) de valores mobiliários (por exemplo ações e obrigações), mercadorias (como pedras preciosas ou

Leia mais

Pergunta: Qual é a necessidade de um sistema regulatório do sistema financeiro?

Pergunta: Qual é a necessidade de um sistema regulatório do sistema financeiro? PALESTRA Nº 5-11/09/2015 MONITORA RESPONSÁVEL: CAROLINE PAGLIARINI BALEST TURMA B Aluno: Hugo Mesquita Póvoa Matricula: 130142638 Pergunta: Qual é a necessidade de um sistema regulatório do sistema financeiro?

Leia mais

Competindo com Tecnologia da Informação. Objetivos do Capítulo

Competindo com Tecnologia da Informação. Objetivos do Capítulo Objetivos do Capítulo Identificar as diversas estratégias competitivas básicas e explicar como elas podem utilizar a tecnologia da informação para fazer frente às forças competitivas que as empresas enfrentam.

Leia mais

Investimento no exterior: MORTGAGE

Investimento no exterior: MORTGAGE Investimento no exterior: MORTGAGE 01. Overview Crise do Subprime 2 01. Overview Crise Subprime Entendendo a Crise do Subprime Baixas taxas de juros levaram ao aquecimento do mercado imobiliários nos EUA

Leia mais

WWW.RENOVAVEIS.TECNOPT.COM

WWW.RENOVAVEIS.TECNOPT.COM Economia Quanto custa um aerogerador O gráfico acima dá uma idéia da faixa de preços dos aerogeradores modernos em fevereiro de 1998. Como pode ver, os preços variam para cada tamanho de aerogerador. Economia

Leia mais

10 Coisas Simples Que Você Pode. Fazer Agora Para Gerar Tráfego e Leads Gratuitamente

10 Coisas Simples Que Você Pode. Fazer Agora Para Gerar Tráfego e Leads Gratuitamente 10 Coisas Simples Que Você Pode Fazer Agora Para Gerar Tráfego e Leads Gratuitamente Geração de tráfego e converter os leads resultantes em vendas é o último desafio para qualquer comerciante ou empreendedor,

Leia mais

TAW Tópicos de Ambiente Web

TAW Tópicos de Ambiente Web TAW Tópicos de Ambiente Web Comércio Eletrônico rveras@unip.br Aula - 04 Agenda Comércio Eletrônico 2 Comércio Eletrônico Comércio Eletrônico 3 O que é o comércio eletrônico Evolução Transações convencionais

Leia mais

A questão do alongamento da dívida pública 1 * Francisco L. Lopes

A questão do alongamento da dívida pública 1 * Francisco L. Lopes 1 A questão do alongamento da dívida pública 1 * Francisco L. Lopes O Brasil, hoje, é seguramente o recordista mundial no que diz respeito ao valor da taxa de juros básica praticada pelo Banco Central.

Leia mais

Disciplina: Administração de Departamento de TI. Professor: Aldo Rocha. Aula IX - 28/04/2011

Disciplina: Administração de Departamento de TI. Professor: Aldo Rocha. Aula IX - 28/04/2011 Disciplina: Administração de Departamento de TI Professor: Aldo Rocha Aula IX - 28/04/2011 INTRODUÇÃO A ITIL 1.História da ITIL; 2. Composição da ITIL; 3. Gerenciamento de processos; 4.Modelo de referência

Leia mais

PROJETO LIGA DE INVENTORES DA UFG Renan Dias ROSA 1, Getúlio Antero de DEUS JÚNIOR 2. Bolsista do PET EEEC/UFG; renandiasrosa@gmail.com.

PROJETO LIGA DE INVENTORES DA UFG Renan Dias ROSA 1, Getúlio Antero de DEUS JÚNIOR 2. Bolsista do PET EEEC/UFG; renandiasrosa@gmail.com. PROJETO LIGA DE INVENTORES DA UFG Renan Dias ROSA 1, Getúlio Antero de DEUS JÚNIOR 2 1 Bolsista do PET EEEC/UFG; renandiasrosa@gmail.com. 2 Professor Tutor do PET EEEC /UFG; gdeusjr@gmail.com. PALAVRAS-CHAVE:

Leia mais

Planejamento da capacidade em ambientes virtuais... Eric Siebert Autor e vexpert. w h i t e p a p e r

Planejamento da capacidade em ambientes virtuais... Eric Siebert Autor e vexpert. w h i t e p a p e r Planejamento da capacidade em ambientes virtuais... Eric Siebert Autor e vexpert Planejamento da capacidade em ambientes virtuais Sinopse A virtualização muda tudo nos datacenters, inclusive o planejamento

Leia mais

Tema 2: Mercado. Assunto 5: Dimensionando o mercado. Unidade 1: Qual o tamanho do meu mercado

Tema 2: Mercado. Assunto 5: Dimensionando o mercado. Unidade 1: Qual o tamanho do meu mercado Tema 2: Mercado Assunto 5: Dimensionando o mercado Unidade 1: Qual o tamanho do meu mercado Olá, caro(a) aluno(a). Este material destina-se ao seu uso como aluno(a) inscrito(a) no Curso Aprender a Empreender

Leia mais

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani Planejamento Estratégico de TI Prof.: Fernando Ascani BI Business Intelligence A inteligência Empresarial, ou Business Intelligence, é um termo do Gartner Group. O conceito surgiu na década de 80 e descreve

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO DA ALCOA INC.

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO DA ALCOA INC. POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO DA ALCOA INC. a JUSTIFICATIVA: A Alcoa Inc. ( Alcoa ) e sua administração têm o compromisso de conduzir todas as suas operações em todo o mundo com ética e em conformidade com todas

Leia mais

Gestão do Conhecimento na prática The Stocker Group S.A. La Concepción 177, Of. 11A Providencia Santiago - Chile Tel: (56-2) 8920220 The Stocker Group Perú SAC Pasaje Mártir Olaya 129, Oficina 1203 Centro

Leia mais

ESTUDO DE CASO MÓDULO XI. Sistema Monetário Internacional. Padrão Ouro 1870 1914

ESTUDO DE CASO MÓDULO XI. Sistema Monetário Internacional. Padrão Ouro 1870 1914 ESTUDO DE CASO MÓDULO XI Sistema Monetário Internacional Padrão Ouro 1870 1914 Durante muito tempo o ouro desempenhou o papel de moeda internacional, principalmente por sua aceitabilidade e confiança.

Leia mais

Veja 10 fatores a serem avaliados ao receber proposta de emprego

Veja 10 fatores a serem avaliados ao receber proposta de emprego Terça-feira, 10 de dezembro de 2013 Atualizado em 10/12/2013 08h00 Veja 10 fatores a serem avaliados ao receber proposta de emprego Profissional deve pesar salário, plano de carreira, horário, entre outros.

Leia mais

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO E b o o k E x c l u s i v o SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO P r i n c í p i o s e A p l i c ações Especialista em Serviços Gerenciados de S e g u r a n ç a de Perímetro Sumário Princípios Conceito P.3 Breve Histórico

Leia mais

Dica de Trading - Verifique se o seu computador está a funcionar corretamente.

Dica de Trading - Verifique se o seu computador está a funcionar corretamente. Seja bem-vindo as Opções Binárias. Este E-book irá mostrar a você uma pequena visão sobre tudo o que precisa saber sobre os conceitos básicos das opções binárias. O que são Opções Binárias? Uma forma relativamente

Leia mais

PROJETO 2. 1. Identificação do projeto

PROJETO 2. 1. Identificação do projeto PROJETO 2 1. Identificação do projeto Título:Ensino de bioquímica e biologia molecular a partir de "situações cotidiana" utilizando as tecnologias da informação Responsável:Dr. Carlos Eduardo da Rosa Vínculo

Leia mais

LT RELATÓRIO ESPECIAL SOBRE INDÚSTRIA E PERSPECTIVAS CORPORATIVAS Patrocinado pela SAP

LT RELATÓRIO ESPECIAL SOBRE INDÚSTRIA E PERSPECTIVAS CORPORATIVAS Patrocinado pela SAP LT RELATÓRIO ESPECIAL SOBRE INDÚSTRIA E PERSPECTIVAS CORPORATIVAS Patrocinado pela SAP CONTEXTO GLOBAL E REGIONAL DESEMPENHO DA INDÚSTRIA NO 1Q2015 PANORAMA DA INDÚSTRIA 2015 DESEMPENHO CORPORATIVO DAS

Leia mais

A Análise IS-LM: Uma visão Geral

A Análise IS-LM: Uma visão Geral Interligação entre o lado real e o lado monetário: análise IS-LM Capítulo V A análise IS-LM procura sintetizar, em um só esquema gráfico, muitas situações da política econômica, por meio de duas curvas:

Leia mais

Capítulo 1: Introdução à Economia

Capítulo 1: Introdução à Economia 1 Capítulo 1: Introdução à Economia Conceito de Economia Problemas Econômicos Fundamentais Sistemas Econômicos Curva (Fronteira de Possibilidades de Produção. Conceito de Custos de Oportunidade Análise

Leia mais

Registro de Propriedades - «Survey_Economy» www.doingbusiness.org

Registro de Propriedades - «Survey_Economy» www.doingbusiness.org Registro de Propriedades - «Survey_Economy» www.doingbusiness.org Prezado Sr./Prezada Sra.,«Title» «FirstName» «LastName» Gostaríamos de lhe agradecer pela sua colaboração. Seu conhecimento na área de

Leia mais

Projecto Netliga. Proposta de desenvolvimento de jogo interactivo multiutilizador. Ruido Visual Telecomunicações Interactivas 24/11/2000 MV

Projecto Netliga. Proposta de desenvolvimento de jogo interactivo multiutilizador. Ruido Visual Telecomunicações Interactivas 24/11/2000 MV Projecto Netliga Proposta de desenvolvimento de jogo interactivo multiutilizador Ruido Visual Telecomunicações Interactivas 24/11/2000 MV 0. INTRODUÇÃO... 3 1.OBJECTIVOS... 4 2.DESCRIÇÃO... 5 3.CONCORRÊNCIA...

Leia mais

Princípios Gerais para a Prevenção dos Riscos Penais Endesa Brasil

Princípios Gerais para a Prevenção dos Riscos Penais Endesa Brasil Princípios Gerais para a Prevenção dos Riscos Penais Endesa Brasil Introdução 5 INTRODUÇÃO A seguir, são descritos os comportamentos e princípios gerais de atuação esperados dos Colaboradores da Endesa

Leia mais

Taxa de Câmbio. Recebimento de juros Recebimentos de lucros do exterior Receita de rendas do trabalho

Taxa de Câmbio. Recebimento de juros Recebimentos de lucros do exterior Receita de rendas do trabalho Taxa de Câmbio TAXA DE CÂMBIO No Brasil é usado a CONVENÇÃO DO INCERTO. O valor do dólar é fixo e o variável é a nossa moeda. Por exemplo : 1 US$ = R$ 3,00 Mercado de Divisa No mercado de câmbio as divisas

Leia mais

Dicas Valiosas para Promover seu Site

Dicas Valiosas para Promover seu Site Dicas Valiosas para Promover seu Site Reynaldo Mello 2013 por RIQUEZA NA INTERNET Oferecido pelo Site: RIQUEZA NA INTERNET http://www.riquezanainternet.com Distribuição Livre Você está autorizado a distribuir

Leia mais

Uma análise econômica do seguro-saúde Francisco Galiza Outubro/2005 www.ratingdeseguros.com.br

Uma análise econômica do seguro-saúde Francisco Galiza Outubro/2005 www.ratingdeseguros.com.br Uma análise econômica do seguro-saúde Francisco Galiza Outubro/2005 www.ratingdeseguros.com.br Um dos ramos mais importantes do mercado segurador brasileiro é o de saúde. Surgido sobretudo com uma opção

Leia mais

Gestão do Conhecimento A Chave para o Sucesso Empresarial. José Renato Sátiro Santiago Jr.

Gestão do Conhecimento A Chave para o Sucesso Empresarial. José Renato Sátiro Santiago Jr. A Chave para o Sucesso Empresarial José Renato Sátiro Santiago Jr. Capítulo 1 O Novo Cenário Corporativo O cenário organizacional, sem dúvida alguma, sofreu muitas alterações nos últimos anos. Estas mudanças

Leia mais

Problema ou Oportunidade. Processo de Decisão

Problema ou Oportunidade. Processo de Decisão Prof. Dr. ANDERSON SONCINI PELISSARI Processo de Decisão INFLUÊNCIA DO AMBIENTE Cultura Classes Sociais Valores Étnicos Família Situação DIFERÊNÇAS INDIVIDUAIS Recursos do cliente Auto conceito Problema

Leia mais

1. ATUALIZAÇÃO DE PREÇOS NA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS

1. ATUALIZAÇÃO DE PREÇOS NA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS ATUALIZAÇÃO DE PREÇOS NO SRP QUANDO OS PREÇOS DE MERCADO TORNAREM-SE SUPERIORES AOS PREÇOS REGISTRADOS (À LUZ DO NOVO DECRETO 7892/13) Por: Flavia Daniel Vianna Advogada especialista e instrutora na área

Leia mais

Aula 12 Tecnologia da Informação e a Gestão de Pessoas

Aula 12 Tecnologia da Informação e a Gestão de Pessoas Aula 12 Tecnologia da Informação e a Gestão de Pessoas Objetivos da aula: Os objetivos desta aula visam permitir com que você compreenda melhor a relação da área de recursos humanos com a tecnologia da

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA REGISTRO NO SISTEMA CITYADS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA REGISTRO NO SISTEMA CITYADS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA REGISTRO NO SISTEMA CITYADS 2013 2014 Cityads Media do Brasil. O presente Contrato de prestação de serviços para registro no Sistema CITYADS (doravante Contrato)

Leia mais

Mais tarde, o Decreto 5.622, de 19/12/2005, vem definir a educação a distância, afirmando que é:

Mais tarde, o Decreto 5.622, de 19/12/2005, vem definir a educação a distância, afirmando que é: Expectativas dos alunos recém-ingressados no curso de Licenciatura em Química da UFMG modalidade a distância Cristiane Martins Pereira dos Santos (FM), Luciana Campos Miranda (PG), Nilma Soares da Silva

Leia mais

FUNDOS IMOBILIARIOS O GUIA DEFINITIVO

FUNDOS IMOBILIARIOS O GUIA DEFINITIVO 1 FUNDOS IMOBILIARIOS O GUIA DEFINITIVO Autor: Jonatam César Gebing Abril de 2015 2 FUNDOS IMOBILIÁRIOS: O GUIA DEFINITIVO MODULO 02 FUNDOS IMOBILIÁRIOS: PORQUE INVESTIR Fundos Imobiliários, o Guia Definitivo.

Leia mais

Administração Financeira: princípios, fundamentos e práticas brasileiras

Administração Financeira: princípios, fundamentos e práticas brasileiras Administração Financeira: princípios, fundamentos e práticas brasileiras Prof. Onivaldo Izidoro Pereira Finanças Corporativas Ambiente Econômico Em suas atividades uma empresa relacionase com: Clientes

Leia mais

SAIBA COMO SE PREVENIR DAS FRAUDES E EVITAR PREJUÍZOS NAS VENDAS PELA INTERNET

SAIBA COMO SE PREVENIR DAS FRAUDES E EVITAR PREJUÍZOS NAS VENDAS PELA INTERNET Conteúdo 1. FRAUDES... 2 1.1. A história das fraudes na Indústria de Cartões... 2 1.2. O que o estabelecimento deve fazer para vender de forma segura pela Internet?... 2 1.3. Como a Cielo pode ajudar seu

Leia mais

Aula 4: MÉTODOS DE PESQUISA EM PSICOLOGIA COGNITIVA

Aula 4: MÉTODOS DE PESQUISA EM PSICOLOGIA COGNITIVA Aula 4: MÉTODOS DE PESQUISA EM PSICOLOGIA COGNITIVA (STERNBERG, R. (2000) Psicologia cognitiva. Porto Alegre: Artes Médicas). Leitura Complementar: Hockembury, D. H., & S. E. Hockenbury. (2003). Descobrindo

Leia mais

Uma análise ergonômica de levantamento de cargas utilizando o método NIOSH

Uma análise ergonômica de levantamento de cargas utilizando o método NIOSH Uma análise ergonômica de levantamento de cargas utilizando o método NIOSH João Antônio de Castro FERNANDES¹; Wemerton Luís EVANGELISTA² ¹ Aluno do curso de Engenharia de Produção do IFMG campus Bambuí

Leia mais

Marketing. Marketing de Relacionamento. Marketing de Relacionamento. Enriqueça seu conhecimento torne-se mais competitivo. Bibliografia Sugerida

Marketing. Marketing de Relacionamento. Marketing de Relacionamento. Enriqueça seu conhecimento torne-se mais competitivo. Bibliografia Sugerida Marketing Prof. Marcelo Cruz Marketing de Relacionamento Marketing de Relacionamento Enriqueça seu conhecimento torne-se mais competitivo Bibliografia Sugerida AUMOND, C.W. Gestão de serviços e relacionamentos.

Leia mais

Gerenciamento de Riscos

Gerenciamento de Riscos Gerenciamento de Riscos o Processo sistemático o Análise e resposta aos riscos do projeto o Minimizar as consequências dos eventos negativos o Aumento dos eventos positivos Gerenciamento de Riscos o Principais

Leia mais

De Camelô a Joalheiro. Aprenda a montar e gerir lojas virtuais para pequenos varejos e grandes e-commerces com mais de 10.000 produtos!

De Camelô a Joalheiro. Aprenda a montar e gerir lojas virtuais para pequenos varejos e grandes e-commerces com mais de 10.000 produtos! De Camelô a Joalheiro Todos podem vender on-line! Aprenda a montar e gerir lojas virtuais para pequenos varejos e grandes e-commerces com mais de 10.000 produtos! 2 As pessoas me chamam de E-commerce Girl

Leia mais

Treinamento de Prevenção a Fraudes

Treinamento de Prevenção a Fraudes Treinamento de Prevenção a Fraudes 1. Introdução Esse treinamento visa orientar os colaboradores, parceiros, fornecedores, terceiros e pessoas com as quais mantém relacionamento comercial com a PAN Seguros,

Leia mais