Desde o início da edição da Informática

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Desde o início da edição da Informática"

Transcrição

1

2

3 editorial O fascínio da TV JAÉCIO INFORMÁTICA EM REVISTA, PRÊMIO DESTAQUES DO MERCADO- INFORMÁTICA e INFORMÁTICA NA TV são marcas de Jaécio de Oliveira Carlos - ME CNPJ / I.Municipal Rua das Orquídeas, 765 Conj. Mirassol - Capim Macio CEP Natal/RN Fones: (84) (Claro) (OI) (TIM - iphone) Diretor / Editor Jaécio de Oliveira Carlos facebook.com/informaticaemrevistarn ADRIANE OLIVEIRA ADRIANO MOTTA Alan Ricarte ASTÊNIO ARAÚJO Daliany de Oliveira Heyder Macedo LUIZ GUIMARÃES Patrick Reinecke POLLYANA alves roberto cardoso SILVIO NASCIMENTO THIAGO LIMA Fotos Informática em Revista / Rosi Nascimento Capa HJ Design Manutenção do Site New System Assessoria Jurídica Dr. Pedro Ribeiro OAB/RN 1608 IMPRESSÃO Projeto Gráfico e Diagramação (84) Desde o início da edição da Informática em Revista, em julho de 2006, que vimos perseguindo a ideia de fazer o Informática na TV, sendo uma extensão da revista, com comentários dos seus artigos, colaboradores, profissionais de TI, empresários, empresas, enfim, ampliar a visibilidade desse projeto que vem dando excelentes resultados há quase sete anos. Primeiro contato foi com Paulo Victorino da TV Ponta Negra. Chegamos a gravar um piloto com os convidados Flávio Dantas da Tec-soft e Astênio Araujo. Não deu certo. Primeiro porque não conseguimos horário dentro da programação da TV e por último foi-nos oferecido um espaço de 30 minutos às 6 h da manhã, do sábado e mesmo assim teríamos que comprar o espaço, produzir, comercializar a publicidade e apresentar. Tudo por nossa conta. Não deu. Tempos depois estivemos com Alex Souza do Canal 8. Nova parceria. Fizemos novo piloto e convidamos Eduardo Coelho da IT Cursos e Aldrin Carlquist da Hot Line para as entrevistas. Iríamos veicular na TV Web com produção e comercialização deles, mas também não deu, pois faltava vendedor. Então encontrei, por indicação de Paulo Vitorino, Solon Silvestre da TV Mix e a acolhida foi diferente. Ficamos conversando por meses até que um dia nos encontramos no aniversário dos 20 anos da Miranda Computação, no Olimpus Recepções. Disse-lhe o seguinte: - Solon só podemos fazer o programa da seguinte forma: produção, comercialização, veiculação por conta da TV Mix e para a Informática em Revista fica a responsabilidade de pautar e apresentar o programa em 30 minutos divididos em blocos de 7 ou 8 minutos. Fechamos negócio. Produzimos um piloto com entrevista de Rodrigo Jorge, cenas do jantar, entrega do Prêmio Informática 2012 e entrevista com Astênio Araujo. Informática na TV será gravado às quintas-feiras a tarde e exibido aos sábados pelos canais 28 e 128 (digital) da Cabotelecom, às 12:30 e reprisado aos domingos, 11:00, terças- -feiras, 21:30 e quintas-feiras às 13:30h. Asseguramos a retransmissão no Youtube e no site da Informática em Revista no link Informática na TV, no site A criação do logotipo Informática na TV foi feita pelo estúdio de design gráfico Pomar frutifique de Gleydson Martins e as vinhetas gravadas por Marcilio Dantas. É uma aposta que deve dar certo, pois a onda de otimismo tanto do lado dos meninos da TV Mix quanto do nosso, é grande, do tamanho duma Tsuname. Que Deus nos abençoe, sempre! Até março. Informática na TV será gravado às quintas-feiras a tarde e exibido aos sábados pelos canais 28 e 128 (digital) da Cabotelecom, às 12:30 e reprisado aos domingos, 11:00, terças-feiras, 21:30 e quintas-feiras às 13:30h. FEVEREIRO/2013 INFORMÁTICAEMREVISTA 3

4 Parabéns a Jaécio de Oliveira Carlos por resistir em um mercado tão difícil como o de produção de revistas e continuar firme e forte com a sua publicação na área de Informática. Parabéns à Faça Comunicação e Design, em especial a Maurifran Galvão, pelo belo trabalho desenvolvido em Que o sucesso continue em Zenaide Castro ************* Parabéns. A chamada do Informática na TV está excelente. Tenho a certeza do sucesso. Programa com pé direito. Saúde. Carlos Zens ************* Amigo Jaécio, fico muito feliz em ver você dar mais um passo importante na divulgação e consolidação do seu projeto voltado para o mundo da informática... agora na TV. Com certeza, ele vai atingir muito mais os interessados pelo assunto e continuar beneficiando os profissionais do segmento em todo Estado. Moacir Cunha ************* Parabéns pelo programa Informática na TV. Adorei a chamada e o estúdio! Esse programa vem para aquecer mais ainda o mercado de TI aqui no RN e sobretudo, complementar o conteúdo da Informática em Revista valorizando cada vez mais as empresas e os profissionais que aqui trabalham. Que 2013 seja de muito sucesso para todos nós! Adriane Oliveira ************* Agradeço pelo envio do piloto do programa Informática na TV e fico com a certeza que ele, assim como a Informática em Revista, será um sucesso de conteúdo e de audiência. Você sempre procura fazer o melhor e sempre acerta. Go ahead! Roberto Viana R-Veja também a mensagem de otimismo enviada por Roberto Viana, nesta edição. Com o crescimento no uso dos serviços bancários e cartão de crédito, o número de fraudes eletrônicas bancárias chegou a R$ 685 milhões em Pensando nisso e com a finalidade de facilitar decisões e evitar prejuízos em transações online, televendas, callcenter e URA, a ZipCode, que prove informações para crédito, cobrança e antifraude, criou uma solução em que o usuário customiza perguntas que serão utilizadas por ele para validar a transação sempre que quiser efetuar uma compra. A solução ainda permite que ele modifique as perguntas sempre que achar necessário, evitando assim que desvendem as respostas. Val Machado/SP R-A matéria está nesta edição. ************* Tenho dedicado bastante tempo a leitura da Informática em Revista em PDF. muito bom mesmo! Sou do interior do maranhão e tenho paixão por tecnologia... comecei no DOS, win95, win98 etc, etc fiz a receita... passei pelo IRC, ICQ etc Vivi bastante coisa ainda que hoje eu esteja como maquinista. Minha verdadeira paixão é a tecnologia e sempre que posso invisto nisso. Revistas de informática só conheci a extinta Geek e outras da Digerati, a extinta versão impressa da PC World (era a melhor) e depois a Info... da editora Abril. Há alguns anos conheci a PC&CIA mas creio que eles andam meio parados! Novamente parabenizo vocês. Flúvio Lyebert/MA ************* Parabéns ao design gráfico Heyder Macedo pelo ótimo artigo sobre Processo Criativo publicado na edição de janeiro (78). Inteligente, objetivo e prático, Heyder mostrou que conhece a profissão e sabe passar pra nós seus conhecimentos. Lourenço Diógenes/PE ************* Caro amigo Manoel Veras, Excelente e apropriada a sua matéria Chegou a vez do Arquiteto da Nuvem para a Informática em Revista de janeiro. Parabéns. O ambiente está mudando rapidamente e há a necessidade de adaptação veloz. A TI certamente não será mais a mesma em poucos anos. Precisaremos de arquitetos para integrar os negócios à tecnologia. Destes profissionais serão exigidos, incessantemente, mais conhecimentos do negócio. Astênio Araujo ************* Certa da credibilidade e qualidade da Informática em Revista, agradeço pelo contato para a divulgação na mídia em Ocorre que estamos trabalhando com foco exclusivo no nosso nicho de mercado, com divulgação em revistas e eventos especializados em nossa área de atuação. Desejamos muito mais sucesso para a Informática em Revista neste ano que se inicia. Gisele Ramalho ************* Meu nome é Valerio Netto e gostaria de pedir sua ajuda na divulgação do release referente ao desafio de robótica aplicada. Desde já agradeço sua atenção. Antonio Valerio Netto/SP R-Veja nesta edição a publicação do release ************* Qual será o critério para convidar entrevistados ao programa Informática na TV? Vi o piloto e o acessei o link da chamada do programa, mas fico pensando que entre tantos profissionais de TI, empresários de informática e outras pessoas importantes, os selecionados serão, de certa forma, privilegiados. Carlos de Amorim Feitosa R-Em primeiro lugar iremos convidar pessoas que acreditam nesse projeto e estão com a Informática em Revista desde o início, apoiando, colaborando, assinando, anunciando, enfim, os que fazem a revista. A ida pra TV é um antigo sonho de dar uma visibilidade maior ao mercado local. Vimos fazendo isso desde julho de 2006 sem apoio nem patrocínio de entidades do governo e agora é a hora de prestigiar nossos parceiros de empresas privadas. 4 INFORMÁTICAEMREVISTA FEVEREIRO/2013

5 concurso dsapia Antônio Valério Netto Desafio de robótica aplicada: inscrições abertas Desde janeiro estão abertas as inscrições para os interessados em participar do Desafio de robótica aplicada Este desafio visa identificar e premiar propostas de aplicações robóticas utilizando as plataformas XBot. A proposta é reconhecer o trabalho de pessoas que buscam aplicar a robótica na solução de problemas em diversas áreas presentes no dia-a-dia da população brasileira. A participação é aberta a pessoas físicas sem limites de idade (especialmente estudantes, empreendedores, usuários de tecnologia e desenvolvedores autônomos), de forma individual ou em equipe até três pessoas. Cada participante ou equipe poderá concorrer com quantas propostas de aplicativos desejar. Para se inscrever basta enviar um para até a data final das inscrições contendo um documento com até três páginas em formato de artigo. Além disso, enviar no o link de um vídeo publicado no Youtube de até cinco minutos relatando e demonstrando o funcionamento da aplicação robótica proposta. Para o primeiro colocado serão oferecidos: tablets + placas de premiação para cada um dos membros da equipe, se for o caso. Para o segundo lugar: serão oferecidas placas de premiação para cada um dos membros da equipe. Os melhores trabalhos serão escolhidos por uma comissão formada por cinco membros e cada um dará uma nota de 5 a 10 para cada um dos quatro quesitos: a) viabilidade técnica e econômica, b) aplicabilidade, c) inovação e d) funcionalidade do protótipo. Para o diretor adjunto de tecnologia do CIESP - Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (www.ciesp.org.br), Dr. Antonio Valerio Netto, este tipo de evento ajuda e promove a inserção de tecnologia robótica na busca de soluções para problemas do dia-a-dia das empresas nacionais e dos brasileiros em si. Atualmente no Brasil, esta tecnologia somente é explorada na área acadêmica, tendo poucas soluções comerciais que permitam o mercado nacional adquirí-las. Em países como a Coreia, Japão e Alemanha, são comuns os exemplos de aplicações em diversas áreas como logística, saúde, petróleo e gás, segurança, etc. realidade ainda distante do mercado brasileiro afirma Valério. As inscrições para o desafio são gratuitas e vão até o dia 15 de março. O regulamento do desafio pode ser obtido no site: FEVEREIRO/2013 INFORMÁTICAEMREVISTA 5

6 Operações interestaduais com mercadorias importadas artigo Entrou em vigor em 01 de janeiro de 2013 resolução 13/2012 do Senado Federal que teve sua implementação regulamentada pelo Ajuste SINIEF 19/2012 e pelo Ajuste SINIEF 20/2012. Esta resolução foi criada com o intuito de acabar a briga existente hoje referente a crédito de ICMS entre estados, na forma de unificação da alíquota que agora passa a ser de 4% nas operações interestaduais em todo território brasileiro, para todo produto importado e que tenha um similar nacionalizado nas operações interestaduais. Esta mudança vem beneficiar estados que realizam importação de mercadorias e que não tem uma grande aceitação devido a concorrência com preços menores, uma vez que agora comprando esse produto no próprio estado, terão um crédito maior de ICMS. O governo acredita que a partir desta medida empresas procurem as mercadorias em seu próprio estado. Pois a compra fora, muitas vezes acabará aumentando o custo do produto. Outra informação importante é que, com isso, os softwares que permitirem emissão de NF-e para produtos importados terão que se adequar as novas Mudanças, que são estas: 1) Mudança na alíquota de 12% para 4% nas operações interestaduais com produtos importados e que tenham similar nacional; 2) Mudança na tabela de CST que ganha novos valores, de 3 para 7: Origem da mercadoria: 0 - Nacional, exceto as indicadas nos códigos 3 a 5; 1 - Estrangeira - Importação direta, exceto a indicada no código 6; 2 - Estrangeira - Adquirida no mercado interno, exceto a indicada no código 7; 3 - Nacional, mercadoria ou bem com Conteúdo de Importação superior a 40%; 4 - Nacional, cuja produção tenha sido feita em conformidade com os processos produtivos básicos; 5 - Nacional, mercadoria ou bem, com Conteúdo de Importação inferior ou igual a 40%; 6 - Estrangeira - Importação direta, sem similar nacional, constante em lista da CAMEX; 7 - Estrangeira - Adquirida no mercado interno, sem similar nacional, constante em lista da CAMEX 3) Alteração nos schema XML da NF-e conforme nota técnica 2012/005 Alan Ricarte ASSESPRO/RN - Diretor do Conselho de Ética 6 INFORMÁTICAEMREVISTA FEVEREIRO/2013

7 FEVEREIRO/2013 INFORMÁTICAEMREVISTA 7

8 artigo Dia a dia com a geotecnologia Olá amigos geotecnológicos! Como já publicamos matérias com o foco para empresas (Geotecnologia + Marketing = Geomarketing Edição 77) e governo (Aprimorando a Gestão Pública com a Inteligência Geográfica Edição 78). Hoje iremos abordar um assunto mais próximo a vocês. Trata-se do uso da geotecnologia em prol de utilidades o dia a dia. No final do século passado (... como se o velho século tivesse passado há décadas...), nós mal ouvíamos falar de um aparelho que se tornaria quase que indispensável em nosso cotidiano: O GPS (Global Positioning System Sistema de Posicionamento Global). Onde este é capaz de localizar objetos, veículos ou pessoas com precisão milimétrica. Temos até câmeras digitais que utilizam tal sistema para que seja linkado a localização junto com a hora na fotografia. O GPS, quando presente nos veículos, ajuda os motoristas a localizar uma melhor rota, além do rastreio do próprio veículo. Pais estão inserindo aparelhos GPS na mochila dos filhos para diminuir a preocupação com a molecada e, o principal e mais comum de todos, que é o uso do GPS para recuperação de smartphones roubados. De acordo com o IDC Brasil, a expectativa de crescimento de vendas de smartphones no Brasil para 2012 era de 15,4 milhões de unidades. Ou seja, tivemos a mesma quantidade de GPSs instalados nestes aparelhos. Com base nestes números de smartphones, podemos imaginar que a quantidade de aplicativos disponíveis nas mais diversas plataformas como Android, ios, Windows Phone e outros, que utilizam o sistema de posicionamento global será cada vez maior, tendo em vista a pretensão de que os usuários interajam cada vez mais com o sistema e o aparelho afim de obterem um benefício prático. Afinal, quem nunca fez um check-in no Facebook ou Foursquare, não é verdade?? O mundo da localização vai mais além. Hoje é possível localizar um restaurante, chamar um táxi via App mobile, acompanhar o tráfego e verificar a melhor rota com base numa rede compartilhada por outros motoristas, localizar o seu smartphone roubado e muito mais. Bem pessoal, espero ter contribuído para que vocês possam compreender um pouquinho deste mundo geotecnológico no dia a dia e dizer que a geografia nunca foi tão próxima, ou melhor, nunca foi tão utilizada como hoje em dia. Aproveito e listo alguns aplicativos que acho úteis e interessantes, além de serem gratuitos. THIAGO LIMA CEO - Thiws Geotecnologia Localize o seu smartphone perdido ou roubado e emita alertas, tire fotos da pessoa que está utilizando-o, trave o aparelho e muito mais. Localize o restaurante de acordo com o seu posicionamento e veja as opiniões dos outros usuários da comunidade. Solicite um táxi por meio deste aplicativo aonde o taxista mais próximo irá atendê-lo. P.S.: Ainda não disponível para Natal. App que atualiza as condições do trânsito de acordo com o que é compartilhado por outros motoristas. 8 INFORMÁTICAEMREVISTA FEVEREIRO/2013

9 FEVEREIRO/2013 INFORMÁTICAEMREVISTA 9

10 Propaganda Evento Doriva Araújo - Diretor de Arte, Marcos Soares - Produção, João Victor - Atendimento, Thiago Macedo - Diretor de Arte, Brunno Iago - Diretor de Criação, Yane Menezes - Mídia, Ana Paula - Mídias Sociais, Jadson Ventura - Diretor de Arte. foto Acioly Agência de publicidade cresce no nordeste Nova no mercado publicitário, a Agência Lobby (agencialobby. com.br) traz, em pouco tempo, para Sergipe e para o Nordeste inovações na sua forma de trabalho, criatividade e resultados positivos acima dos esperados por sua cartela de clientes. O dia a dia da Lobby é feito de desafios, mas pensar estrategicamente e pôr em prática a relação que cada marca possui com seu público, em todas as etapas da sua comunicação. Deixar a Lobby integrar a comunicação da sua empresa com a filosofia de que bons frutos sempre serão colhidos quando o trabalho for feito de gente para gente, é a proposta da agência para seus clientes afirma Thiago Macedo, diretor de arte. Apostando na tecnologia A Lobby possui uma infraestrutura de TI com foco estratégico e escolheu a Informática em Revista para divulgar esses serviços, fundamentada na integração de tecnologias de ponta à sua estratégia de negócio, agregando o papel da Tecnologia de Informação como potencial inovador e competitivo no seu segmento de mercado. A agência procura aliar seu ecossistema competitivo com setores e mercados de atuação e sua real possibilidade de gerar e proteger valor corporativo, potencializar resultados, mitigar riscos, aumentar competitividade e maximizar sua reputação no que diz respeito à segurança da informação dos seus clientes. Para isso, a Lobby investiu em uma infraestrutura tecnológica desenhada pelos maiores players do mercado de TI. Toda essa plataforma de trabalho é composta por equipamentos IBM. As soluções IBM deram mais agilidade aos negócios, contribuindo para o alinhamento e padronização dos processos. Com isso, foi ganho em eficiência e celeridade, assegurando assim o crescimento dos negócios e processos dos clientes....com a Infraestrutura IBM ganhamos em visibilidade, agilidade, segurança e controle dos processos dos nossos clientes, o que consideramos ser um diferencial no mercado da Propaganda no nordeste... comenta Jhouferbio Rodrigues - Diretor 10 INFORMÁTICAEMREVISTA FEVEREIRO/2013

11 artigo EMC quer redefinir o armazenamento com o Projeto X LUIZ GUIMARÃES Arquiteto de soluções da Aliança TI Atualmente, as empresas enfrentam um desafio no desempenho dos aplicativos causado por um desequilíbrio entre a potência de processamento dos servidores e o tempo de acesso aos discos de armazenamento. A potência de processamento do servidor continua a progredir, duplicando a cada 18 meses, mas o throughput do drive de disco não evolui na mesma intensidade. Os flash drives no array ajudaram a fechar essa lacuna fornecendo um desempenho impressionantemente melhor. Atualmente, mais da metade das ofertas de armazenamento da EMC são fornecidas com alguns componentes de flash. A empresa tem desenvolvido produtos com essa tecnologia desde 2005 e lançou no mercado os seus primeiros produtos com flash durante Além dos esforços da EMC concentrados principalmente em componentes para acelerar o armazenamento externo, como FAST VP (Hierarquização automática) e FAST Cache (cache nível 2 de leitura e escrita baseado em Flash), o EMC VFCache é uma solução de cache flash no servidor que reduz a latência e aumenta o throughput para melhorar drasticamente o desempenho de aplicativos com o aproveitamento do software inteligente e da tecnologia PCIe Flash. O resultado é uma infraestrutura em rede otimizada dinamicamente para o desempenho, a inteligência e a proteção de ambientes físicos e virtuais. Agora, a EMC atua no desenvolvimento de novas tecnologias que devem ter grande impacto sobre os data centers, sob o nome de Projeto X. A EMC planeja vender hardware de armazenamento totalmente Flash já em 2013 para ser usada em data centers, beneficiando-se de tecnologia adquirida com a aquisição da XtremIO, em maio do ano passado. O Projeto X envolve também o desenvolvimento de software capaz de conjugar os recursos de armazenamento disponibilizados em um array. Em fase de desenvolvimento e testes, o Projeto X usará processadores X86 e discos de estado sólido, alinhado a interfaces de rede padrão, como Ethernet e Fibre Channel em um primeiro momento. Segundo o gerente geral da Divisão de Produtos Flash da EMC, Zahid Hussain, o Projeto X tornará possível a implantação de arquiteturas de armazenamento baseadas em flash sem as abordagens tradicionais herdadas das plataformas de discos rígidos e outras tecnologias mais antigas. Isso permitirá o planejamento de uma arquitetura mais limpa e direcionada às necessidades atuais do armazenamento. Dois exemplos já anunciados pela EMC com relação ao Projeto X são a garantia de qualidade de serviço e desduplicação de dados em modo in-line. De acordo com informações de executivos da EMC, o núcleo do produto será o software, que pode ser aplicado a outros elementos de flash de armazenamento de toda a empresa, não apenas ao storage. Por isso, o sistema inclui uma valiosa propriedade intelectual em torno de desduplicação de dados, a próxima geração de RAID, a capacidade de facilmente dimensionar sistemas de armazenamento flash e gestão de vários níveis de células flash. Ainda segundo Hussain, o software tira proveito de múltiplos núcleos, compreende as características de flash, além de ser projetado para ser modular e escalável. A intenção da companhia é mais uma vez definir o ritmo da evolução dessa tecnologia para apresentar ao mercado uma solução que esteja em sintonia com as necessidades futuras das organizações. A EMC tem desenvolvido produtos com essa tecnologia desde 2005 FEVEREIRO/2013 INFORMÁTICAEMREVISTA 11

12 PREMIAÇÃO Apoiadores do Prêmio Fotos: Canindé Soares ALIANÇA TECNOLOGIA AIRTON MINSHONI GERENTE DE MARKETING ANEINFO ALEXANDRE CARVALHO PRESIDENTE ASSESPRO/RN GEORGE BULHÕES PRESIDENTE FAÇA! COMUNICAÇÃO E DESIGN MAURIFRAN GALVÃO DESIGNER EDITORIAL IMPRESSÃO MARIANE REBOUÇAS SECRETÁRIA COMERCIAL HJ DESIGN HEYDER MACÊDO PUBLICITÁRIO IBYTE DEMOUTIER PAES GERENTE DE NATAL INOVAI ASTÊNIO ARAÚJO PRESIDENTE MIRANDA COMPUTAÇÃO JORGE VINÍCIOS GERENTE NATAL TEC MARCOs SOARES diretor NEW SYSTEM MOURITIZ ADRIADNO DIRETOR PEGGASUS MANOEL JÚNIOR GERENTE 12 INFORMÁTICAEMREVISTA FEVEREIRO/2013

13 Informática 2012 PLUGTECH RANIERI LOPES GERENTE PRINT QUALITEK tecnologia RODRIGO JORGE DIRETOR SEBRAE JOÃO HÉLIO DIRETOR SENAC ZILCA PASCOAL DIRETORA EDUCACIONAL SESC JOSETÂNIO DE MEDEIROS REPRESENTANTE SETIRN GUSTAVO DIÓGENES PRESIDENTE WSO multimídia WILLIMAN OLIVEIRA DIRETOR TEC SOFT FLÁVIO DANTAS DIRETOR FEVEREIRO/2013 INFORMÁTICAEMREVISTA 13

14 HOMENAGEM Mensagem de Roberto Viana Jaécio, graças ao seu talento, trabalho, criatividade e perseverança o mercado de TI tem na Informática em Revista o seu maior e melhor canal de comunicação dos produtos e serviços comercializados não só no país, mas também no exterior. A revista tem uma importância enorme nas vendas de qualquer empresa por ser séria e lida por milhares de leitores. São inúmeras as empresas que tiveram visibilidade após anunciarem os seus produtos e serviços na Informática em Revista. Quem prestigia a Informática em Revista, seja como anunciante, seja como leitor, tem sempre uma grande recompensa pelo que comercializa e pelo que aprende. Temos a certeza que, com a agilidade do programa Informática na TV e com a qualidade que você costuma usar em tudo que produz, teremos um sucesso retumbante de comunicação. Desta forma, ganhará quem anuncia e mais ainda os telespectadores que serão brindados com apresentações, palestras e comentários sobre o momento atual e futuro da TIC. Forte abraço e que Deus continue lhe iluminando com a sua luz divina. Roberto Viana 2RV Tecnologia Ltda 14 INFORMÁTICAEMREVISTA FEVEREIRO/2013

15 Fachada da loja do Shopping Midway Mall/Natal EXPANSÃO Nagem tem atuação corporativa em Natal com atendimento local A Nagem, com 23 anos de mercado, é uma das maiores distribuidoras de informática em tecnologia e material de escritório do país com atuação nacional e com unidades de negócios e Centros de Distribuição em Recife, Salvador, Fortaleza e São Paulo, agora tem atendimento local para as empresas do Rio Grande do Norte. A Nagem oferece aos seus clientes, mais de 5 mil itens em estoque, entre suprimentos e equipamentos de informática, tecnologia, plotters, material de escritório, telefonia móvel e papelaria. Outra novidade é que as empresas podem contar com consultores para venda de soluções em TI. Agregamos ao nosso portfólio de produtos as linhas de servidores, storage e switch para atender empresas de todos os tamanhos. Comenta Iara Espíndola, gerente de marketing Além de tudo isto, os clientes podem contar com as lojas Nagem, no shopping Midway Mall e outra loja na Av. Salgado Filho. Principais marcas: HP, Sony, Dell, Lenovo, Epson, Brother, Samsung, Microsoft, Nokia, SMS, APC, Report, Copimax, BIC, 3M, Pimaco, Dello, Faber Castel, Pilot. Atendimento corporativo RN: (84) (84) FEVEREIRO/2013 INFORMÁTICAEMREVISTA 15

16 artigo O rugido do leão Thompson chegara aos 40 anos, atormentado. Fora procurar Simplorim, por influência de amigos, depois de muita insistência. Seu caso, entretanto, era bastante comum. Ele, como tantos, achava-se inteligente mas estava totalmente insatisfeito com o seu desempenho profissional. Era um sujeito desprovido de sorte, segundo seu próprio conceito. Nada vinha fácil. Tudo era conquistado com muita luta e dificuldade. Simplorim contou-lhe uma fábula antiga. Na Savana africana os leões caçam gazelas. As gazelas podem se proteger dos leões entrando na floresta. Lá elas ficam camufladas pelas árvores. Parece que os leões sabem disso. Aprenderam ao longo do seu processo evolutivo. Quando começam a caçar, os leões costumam soltar um rugido ensurdecedor. O rugido do leão é algo que faz tremer até os mais valentes. As gazelas, ao ouvi-lo, ao invés de se esconderem na floresta, correm para o campo aberto, tornando alvo fácil paraos leões. Thompson escutou tudo calado, embora não tenha se identificado com a história. O que ele tinha afinal a ver com leões e gazelas? Qual a correlação disto com a sua falta de sorte? Simplorim explicou-lhe que a sua falta de sorte estava relacionada à sua baixa tolerância ao menor rugido de leão que a vida havia lhe dado. E não eranem rugido de leão. Um miado de gato já o deixava em pânico. Ele tinha total aversão ao risco. Qualquer ameaça, mesmo que mínima, já o deixava assustado, fazendo desistir de qualquer empreitada. A história pessoal de Thompson era repleta de retiradas estratégicas. Desistiu de um negócio de software porque alguém lhe disse que o negócio seria dominado pelos chineses, recusou uma oportunidade com importação de material de construção por que havia ameaça de mudança de regras pelo governo (o que nunca veio a acontecer e enriqueceu quem se envolveu no negócio). Por dezenas de vezes ele deixou de sair de casa porque havia ameaça de chuva. Você sofre da síndrome da gazela assustada, disse Simplorim contendo o riso. Você se assusta com tudo. Ao menor sinal de perigo, você desiste. Você precisa identificar quando escutar um rugido de leão (e a maioria dos rugidos são blefes) e aprender a se controlar. Precisa escutar o rugido e não deixar o pânico tomar conta. Precisa se controlar para não sair correndo. Faça isso e a sorte vai começar a sorrir para você. Thompson passou alguns dias perturbado. Pensou bastante sobre o que Simplorim havia falado. Relutou muito em aceitar o diagnóstico, mas, depois de doloroso amadurecimento interno começou delicada jornada de reeducação. Precisava implantar processo de surdez seletiva, e já estava atrasado. ASTÊNIO ARAÚJO PRES. DA INOVAI CONSULTORIA Imagem ilustrativa 16 INFORMÁTICAEMREVISTA FEVEREIRO/2013

17 artigo Certificação digital Daliany de Oliveira Agente de Registro A certificação digital é a atividade de reconhecimento em meio eletrônico, caracterizada pelo estabelecimento de uma relação única, exclusiva e intransferível, entre uma chave de criptografia e uma pessoa física, jurídica, máquina ou aplicação1. Dessa forma, o certificado digital é um arquivo eletrônico contendo dados de uma pessoa ou instituição, comprovando a identidade delas na rede. O certificado é representado por um pequeno arquivo, composto pelos dados do titular, emitido por uma autoridade certificadora. Esses arquivos podem estar armazenados em mídias como token, smart card ou no próprio computador do cliente. O certificado digital surgiu exclusivamente para completar a lacuna encontrada na tecnologia das assinaturas digitais. Esta assinatura eletrônica não é uma mera digitalização da assinatura feita de próprio punho, ela é, na verdade, um sistema de códigos para identificação e autenticação dos signatários. Resulta de uma operação matemática envolvendo algoritmos de criptografia assimétrica, na qual qualquer alteração no documento já assinado invalida a assinatura. No Brasil, a Instrução Normativa nº 17, de 11 de dezembro de 1996, regulamentou o uso de arquivos eletrônicos e assinaturas digitais. Em 24 de agosto de 2001, a medida provisória legalizou o uso da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileiras (ICP-Brasil) para aplicações utilizadoras de certificados digitais. A partir da MP e da criação efetiva da ICP-Brasil, outras normas e incentivos legais incorporam, paulatinamente, a certificação digital e a ICP-Brasil no panorama legal brasileiro. A Certificação digital pode ser usada para várias finalidades, desde as operações mais simples, como identificar o grupo de amigos que se comunica em tempo real, na internet, até a identificação segura de transações efetuadas na rede. Desfrute dessa tecnologia e garanta a identidade na rede. CERTISIGN, Fonte: Imagem ilustrativa FEVEREIRO/2013 INFORMÁTICAEMREVISTA 17

18 CAPA Energias d Imagens ilustrativa preciso pensar no sistema energético como um todo e não isoladamente. A afir- É mação é do coordenador nacional da Campanha de Energias Renováveis do Greenpeace, Ricardo Baitelo e foi dita durante o I Forum Estadual de Energias do RN - FEERN, acontecido em novembro do ano passado no Auditório da Assembléia Legislativa. No evento, foram discutidas as potencialidades do setor energético do Estado. No primeiro dia de debates, especialistas falaram sobre Biocombustíveis, produção de Oleaginosas, Cultivo de Microalgas para Produção de Biodiesel, o mercado de gás natural no RN e a atuação da Potigás. O diretor do Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CERNE), Jean-Paul Prates, destacou que o RN possui uma diversidade de segmentos energéticos, o que oferece maior conforto para atrair investimentos e gerar repercussão econômica e social. Éramos um estado importador de energia em 2003 e, de lá pra cá, passamos a ser exportador de energia. Hoje, já temos vários segmentos de energia, o que é outra qualidade. Conquistamos uma coisa importante, que a diversidade de fontes. Isto inclui biomassa, petróleo, gás, biocombustíveis, energia eólica, solar. O RN cresceu muito e é um estado provedor regional de energia, declarou. O evento foi uma proposição do deputado estadual Fernando Mineiro (PT-RN) em parceria com o CTGás-ER) - Centro de Tecnologia de Gás e Energias Renováveis e o CERNE - Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia. A atuação da Petrobras, explorando petróleo em terra e em mar, colocou o estado na cabeça do ranking nacional, no que diz respeito à produção onshore. Sobre a fonte eólica, vive-se um grande momento, desde que o Governo Federal realizou leilões. Mais de 35% de toda energia eólica comercializada é do RN, um investimento de R$ 12 bilhões entre 2009 e A atuação da Petrobras, explorando petróleo em terra e em mar, colocou o estado na cabeça do ranking nacional, no que diz respeito a esta produção. Sobre a fonte eólica, vive-se um grande momento, desde que o Governo Federal realizou leilões. Mais de 35% de toda energia comercializada é do RN, um faturamento de R$ 12 bilhões. Energia eólica: Em relação a energia eólica, o coordenador do Greenpeace comentou que temos algumas etapas de avanços. É uma fonte de energia que cresce no Brasil e é importante que a indústria eólica se preocupe em gerar investimento nesse aspecto e que deve ter uma grande expansão pela frente. 18 INFORMÁTICAEMREVISTA FEVEREIRO/2013

19 o RN: desafios Henrique Souza, representante da Bioconsultants no Forum, apresentou um plano de comunicação social desenvolvido pela empresa, que busca fomentar as ações de implantação dos parques eólicos em comunidades no interior do Estado. É necessário trabalhar junto aos moradores a conscientização sobre o que são os parques eólicos, os impactos e benefícios que este tipo de construção pode gerar não só para a empresa que implanta, quanto para a comunidade onde os parques serão instalados, explica. Para ele é preciso focar na conjunção de ideias e trabalhar intensamente com as comunidades envolvidas. Energia solar A energia solar tem se tornado a principal frente do Greenpeace nos últimos anos, entretanto, Baitelo alerta que falta capacitação e informação suficientes para implantar esse modelo de geração de energia de maneira efetiva. É um desafio a ser enfrentado, afirma. O coordenador citou o potencial de produção de energia eólica offshore. Observamos grande incidência principalmente no sul e no nordeste. O RN está entre os três estados com maior índice de radiação solar do país. O potencial (radiação solar de 780 a 800 watts por metro quadrado) é cinco vezes maior que o da Alemanha, um dos países que mais produzem energia solar no mundo. Vários investidores já demonstraram interesse em aportar capital no RN. Só em março, três empresas procuraram o governo do estado - a Vector Tecnhology, a Solsonica e a Braxenergy, que anunciou a instalação de duas usinas solares, uma fotovoltaica (que usa placas solares) e uma CSP (que usa concentradores de energia) e de uma fábrica. As duas usinas projetadas pela companhia, com capacidade instalada de 30 MW cada uma, serão instaladas nos municípios de Mossoró e Itajá, que também receberá uma green house, espécie de estufa para produção de alimentos. A expectativa é que fiquem prontas em 2013, caso o Ministério de Minas e Energia realize leilões para energia solar este ano. A Bioenergy, uma das primeiras a investir em eólica no país e a primeira a comercializar energia eólica no mercado livre, já mede a radiação solar em dois municípios potiguares. A empresa, que já inaugurou dois parques eólicos e vai instalar mais cinco no estado nos próximos três anos, vai dar entrada nas licenças ambientais nos próximos dias para os projetos de energia solar. A expectativa é começar a instalar as usinas até o final do ano. O investimento total chega a R$ 600 milhões, segundo Sérgio Marques, presidente da Bioenergy. Juntas, as centrais, que serão conectadas a rede, poderão gerar até 100 MW de energia vezes mais do que é gerado pela única usina de energia solar conectada a rede do país, instalada no Ceará. A energia solar representa hoje 14% da capacidade de geração dos projetos da companhia. A Elios Soluções, empresa que atua no segmento de energia solar há dez anos, é parceira de três grandes grupos internacionais e está presente em seis estados brasileiros, também busca parceiros para instalar dois centros de distribuição e serviços no país. Diogo Azevedo, diretor comercial da empresa, ainda procura um local para investir, mas garante: se optarmos pelo Nordeste, escolheremos o Rio Grande do Norte. De acordo com Jean Paul Prates, há pelo menos outros cinco projetos no gatilho, aguardando a regulamentação do setor. A Petrobras elegeu o RN para instalar sua primeira usina de energia solar conectada a rede. O projeto, inscrito num dos Programas de Pesquisa e Desenvolvimento Estratégico da Aneel, prevê a instalação de uma usina capaz de gerar 1MW, em Alto dos Rodrigues. O investimento é de R$ 21,2 milhões. As informações foram repassadas pela direção de Gás e Energia da estatal à rádio CBN e confirmadas pela agência reguladora. Só estes quatro projetos representam um investimento total de R$ 903,1 milhões. Desafios Embora a brasileira Braxenergy tenha anunciado uma fábrica de placas fotovoltaicas para o Rio Grande do Norte, o momento não é propício para instalação de indústrias, afirma Diogo Azevedo, do CERNE. Há uma super oferta, justifica. Segundo ele, a indústria de energia solar é capaz de produzir equipamentos para a instalação de 50 Giga Watts (GW) por ano, mas o mercado mundial só consegue comprar 27 GW. É difícil acreditar que uma grande empresa vá abrir fábricas neste cenário. O momento, segundo ele, é delicado. Governos cortaram subsídios para este tipo de indústrias e empresas fecharam as portas nos últimos meses. Uma das áreas que se prepara para receber este tipo de indústria é o Distrito Industrial de Goianinha, 30km de Natal. Das 32 empresas que solicitaram um terreno no Distrito, duas atuam no segmento de energia solar. Uma delas é a italiana Solsonica, parceira da Braxenergy. Estamos aguardando apenas as licenças, afirma Teo Tomaz, secretário de Desenvolvimento Econômico de Goianinha. A geração de energia solar abrange pelo menos três tipos de tecnologia: a energia solar térmica para banho, a térmica solar de concentração e a solar fotovoltaica (a que utiliza as placas). A térmica solar para banho é a mais comum no país. Em Natal, cerca de 90% dos hotéis usam energia solar para aquecer a água. FEVEREIRO/2013 INFORMÁTICAEMREVISTA 19

20 Reavaliação da Estratégia de TI artigo ADRIANO MOTTA CONSULTOR DE TI As organizações estão sob constantes pressões, sejam por mudanças no ambiente de negócios ou devido a uma reestruturação. Tanto em uma situação como em outra, a reavaliação da estratégia de Tecnologia da Informação (TI) é necessária, uma vez que o valor da TI para a organização passa a ser incerto. Ao longo do tempo, até mesmo as mais bem estruturadas áreas de TI das organizações públicas ou privadas, podem ter seu papel e o valor que trazem para a organização questionados. Mudanças internas, usuários insatisfeitos, oportunidades desperdiçadas e perda de posição de competitividade da organização são desafios a serem enfrentados. Neste momento, é chegada a hora de ter respostas para algumas perguntas, tais como: 1) Quais as áreas da organização que necessitam do apoio imediato da TI? 2) Qual o nível de eficiência, eficácia e efetividade da área de TI em relação a outras do ambiente de negócio da organização? 3) Como a organização pode obter grandes melhorias com pequenos ajustes ou correção de rumos da área de TI? 4) Quais os indicadores e o que eles refletem sobre a direção e os resultados a partir das competências que a área de TI deve ter? 5) Como são medidas as parcerias e as terceirizações na área de TI e quais os seus resultados apresentados? 6) Como podem ser melhoradas as relações entre os usuários dos sistemas e a área de TI? 7) Os objetivos do plano estratégico de TI estão sendo colocados em prática de forma a garantir que a área de TI suporte os objetivos estratégicos da organização? 8) Qual o nível a de atratividade e praticidade do plano estratégico de TI para as diversas unidades da organização? 9) Como os recursos de TI estão sendo trabalhados para a entrega de valor? 10)Qual a capacidade da área de TI em absorver mudanças no ambiente organizacional? As respostas às questões acima, bem como a outros questionamentos que surgirão no decorrer da reavaliação da estratégia de TI, indicarão a necessidade de revisão ou criação de novas estratégias de TI, alinhadas às estratégias e planos das diversas unidades e da própria organização. A abordagem adotada para manter e rever o plano estratégico de TI deve ser baseada em boas práticas, técnicas e métodos que evoluíram nos últimos anos, sintonizada com as necessidades específicas, incorporando um conjunto de ações que venham a equilibrar a disponibilidade de recursos, riscos, restrições de orçamento e novos requisitos da alta direção. O processo de reavaliação da estratégia de TI é fundamental para remover as restrições e a letargia que comprometem os resultados da área de TI, tornando-a menos produtiva, desmotivada e menos valiosa para a organização, de modo que o desempenho da área de TI possa se tornar mais alinhado aos objetivos estratégicos da organização. 20 INFORMÁTICAEMREVISTA FEVEREIRO/2013

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico CUSTOMER SUCCESS STORY Abril 2014 Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico PERFIL DO CLIENTE Indústria: Mídia Companhia: Valor Econômico Funcionários:

Leia mais

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Parceiros de serviços em nuvem gerenciada Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Implemente a versão mais recente do software da SAP de classe mundial,

Leia mais

Realização e Organização. www.vamaislonge.com.br

Realização e Organização. www.vamaislonge.com.br Realização e Organização www.vamaislonge.com.br Quem somos... Leonardo Alvarenga, tenho 23 anos, sou criador do Não Tenho Ideia e do #VáMaisLonge. Sou formado em Educação Física mas larguei tudo logo após

Leia mais

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Project & Portfolio Management SaaS

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Project & Portfolio Management SaaS CUSTOMER SUCCESS STORY Junho 2014 Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Project & Portfolio Management SaaS PERFIL DO CLIENTE Empresa: Renova Energia Indústria: Energia Funcionários:

Leia mais

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey Executivos em todos os níveis consideram que a sustentabilidade tem um papel comercial importante. Porém, quando se trata

Leia mais

Software. Bem vindo ao mundo do GED e Tecnologias Digitais. Gerenciamento Eletrônico de Documentos, Softwares, e muito mais...

Software. Bem vindo ao mundo do GED e Tecnologias Digitais. Gerenciamento Eletrônico de Documentos, Softwares, e muito mais... Software www.imagecomnet.com.br Bem vindo ao mundo do GED e Tecnologias Digitais Gerenciamento Eletrônico de Documentos, Softwares, e muito mais... A Empresa A Imagecom, uma empresa conceituada no ramo

Leia mais

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS?

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS? PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS? As ofertas de nuvem pública proliferaram, e a nuvem privada se popularizou. Agora, é uma questão de como aproveitar o potencial

Leia mais

Adapte. Envolva. Capacite.

Adapte. Envolva. Capacite. Adapte. Envolva. Capacite. Ganhe produtividade em um Ambiente de trabalho digital #DigitalMeetsWork Os benefícios de um ambiente de trabalho digital têm impacto na competitividade do negócio. Empresas

Leia mais

GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC

GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC RESUMO EXECUTIVO O PowerVault DL2000, baseado na tecnologia Symantec Backup Exec, oferece a única solução de backup em

Leia mais

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Redesenhando a forma como empresas operam e envolvem seus clientes e colaboradores no mundo digital. Comece > Você pode construir de fato uma

Leia mais

Os rumos do Email Marketing

Os rumos do Email Marketing Marketing Os rumos do Email Marketing Confira alguns pontos que podem fazer a diferença na utilização desta ferramenta, como um maior investimento na equipe De 1 a 3 de fevereiro, tive a oportunidade de

Leia mais

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com Manual do Professor Manual do professor Este manual deve ser usado em conjunto com o vídeo do autor disponível no site da editora: www.campus.com.br Maiores

Leia mais

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Clarity PPM

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Clarity PPM CUSTOMER SUCCESS STORY Maio 2014 Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Clarity PPM PERFIL DO CLIENTE Empresa: Renova Energia Indústria: Energia Funcionários: 182 (2012) Faturamento:

Leia mais

Usando Ferramentas de Busca

Usando Ferramentas de Busca Web Marketing Usando Ferramentas de Busca Marcelo Silveira Novatec Editora Ltda. www.novateceditora.com.br 1 Conhecendo o cenário de pesquisas na Internet Este capítulo apresenta uma visão geral sobre

Leia mais

Inspire Inove Faça Diferente

Inspire Inove Faça Diferente Inspire Inove Faça Diferente Inspire Inove Faça Diferente Se eu tivesse um único dolar investiria em propaganda. - Henry Ford (Fundador da Motor Ford) As companhias prestam muita atenção ao custo de fazer

Leia mais

1. Quem somos nós? A AGI Soluções nasceu em Belo Horizonte (BH), com a simples missão de entregar serviços de TI de forma rápida e com alta qualidade.

1. Quem somos nós? A AGI Soluções nasceu em Belo Horizonte (BH), com a simples missão de entregar serviços de TI de forma rápida e com alta qualidade. 1. Quem somos nós? A AGI Soluções nasceu em Belo Horizonte (BH), com a simples missão de entregar serviços de TI de forma rápida e com alta qualidade. Todos nós da AGI Soluções trabalhamos durante anos

Leia mais

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa Como implementar Social Media na empresa 1 As razões: Empresas ainda desconhecem benefícios do uso de redes sociais Das 2,1 mil empresas ouvidas em estudo do SAS Institute e da Harvard Business Review,

Leia mais

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores da Alegria

A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores da Alegria Agentes Financiadores Notícias e atualidades sobre Agentes Financiadores nacionais e internacionais página inicial A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores

Leia mais

Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis

Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis usados, além do crescimento de renda da população e

Leia mais

CASO DE SUCESSO MICROWARE

CASO DE SUCESSO MICROWARE CASO DE SUCESSO MICROWARE CLIENTE: Jequiti Cosméticos SEGMENTO: Indústria JEQUITI INVESTE EM ESTRUTURA PRÓPRIA PARA GARANTIR MAIOR PROCESSAMENTO DE DADOS ÁREA DE ATUAÇÃO: Datacenter DEMANDA: Uma estrutura

Leia mais

http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS

http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS Constantemente, somos bombardeados por incontáveis conteúdos visuais. Imagens ilustram websites, redes sociais, folders,

Leia mais

LSoft SGC Gestão Empresarial

LSoft SGC Gestão Empresarial LSoft SGC Gestão Empresarial O LSoft SGC é um sistema de gestão dinâmico, eficiente e flexível idealizado para atender diversos segmentos de indústrias, comércios e serviços. O objetivo principal é tornar

Leia mais

Manual do Integrador. Programa de Formação

Manual do Integrador. Programa de Formação Manual do Integrador Programa de Formação Introdução As oportunidades de iniciação de frentes de negócios na indústria fotovoltaica brasileira são diversas e estão abertas a todos aqueles que desejam começar

Leia mais

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação Sobre o Autor: Sempre fui comprometido com um objetivo de vida: TER MINHA PRÓPRIA EMPRESA. Mas assim como você, eu também ralei bastante

Leia mais

Inteligência em. redes sociais. corporativas. Como usar as redes internas de forma estratégica

Inteligência em. redes sociais. corporativas. Como usar as redes internas de forma estratégica Inteligência em redes sociais corporativas Como usar as redes internas de forma estratégica Índice 1 Introdução 2 Por que uma rede social corporativa é um instrumento estratégico 3 Seis maneiras de usar

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA

GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA SUMÁRIO >> Introdução... 3 >> O que é a nota fiscal eletrônica?... 6 >> O que muda com esse novo modelo de documento fiscal?... 8 >> O DANFE - Documento Acessório

Leia mais

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 PROSPERE NA NOVA ECONOMIA A SPEKTRUM SUPORTA A EXECUÇÃO DA SUA ESTRATÉGIA Para as empresas que buscam crescimento

Leia mais

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br Corporativo Transformar dados em informações claras e objetivas que possibilitem às empresas tomarem decisões em direção ao sucesso. Com essa filosofia a Star Soft Indústria de Software e Soluções vem

Leia mais

A mudança na aquisição de soluções de tecnologia da informação. O que significa para a TI e a linha de negócios (LOB)

A mudança na aquisição de soluções de tecnologia da informação. O que significa para a TI e a linha de negócios (LOB) A mudança na aquisição de soluções de tecnologia da informação Maio de 2014 O novo comprador de tecnologia e a mentalidade de aquisição Existe hoje um novo comprador de tecnologia da informação Esse comprador

Leia mais

Plano de Marketing e Vendas e a Análise Estratégica do Negócio Fabiano Marques

Plano de Marketing e Vendas e a Análise Estratégica do Negócio Fabiano Marques Plano de Marketing e Vendas e a Análise Estratégica do Negócio Fabiano Marques Nada é mais perigoso do que uma idéia, quando ela é a única que temos. (Alain Emile Chartier) Neste módulo, faremos, a partir

Leia mais

SAC: Fale com quem resolve

SAC: Fale com quem resolve SAC: Fale com quem resolve A Febraban e a sociedade DECRETO 6523/08: UM NOVO CENÁRIO PARA OS SACs NOS BANCOS O setor bancário está cada vez mais consciente de seu papel na sociedade e deseja assumi-lo

Leia mais

//Sobre VISÃO MISSÃO. Honestidade, Responsabilidade. Respeito. Colaboração.

//Sobre VISÃO MISSÃO. Honestidade, Responsabilidade. Respeito. Colaboração. . Quem somos //Sobre A Oficina1 é uma consultoria direcionada à tecnologia da informação, com foco na implementação dos ERPs Protheus e OpenBravo, além do aplicativo de Service Desk SysAid, abrangendo

Leia mais

Sistema Corporativo de Tele-Medição de Energia Elétrica. Eng. Eduardo Caldas Cardoso ELO Sistemas e Tecnologia eduardo@elotek.com.

Sistema Corporativo de Tele-Medição de Energia Elétrica. Eng. Eduardo Caldas Cardoso ELO Sistemas e Tecnologia eduardo@elotek.com. 21 a 25 de Agosto de 2006 Belo Horizonte - MG Sistema Corporativo de Tele-Medição de Energia Elétrica Eng. Eduardo Caldas Cardoso ELO Sistemas e Tecnologia eduardo@elotek.com.br RESUMO A tele-medição de

Leia mais

Educação além dos limites da sala de aula

Educação além dos limites da sala de aula Educação além dos limites da sala de aula Como a Brightspace passou a fazer parte da vida de 20.000 alunos da Universidade Tiradentes Visão Geral Com mais de 50 anos de tradição e reconhecido pioneirismo

Leia mais

A consultoria redefinida

A consultoria redefinida A consultoria redefinida UMA NOVA VISÃO EM ESCRITÓRIO DE CONSULTORIA O AXIOMA LEGAL se fundamenta no próprio sentido do termo, de equilíbrio e ponderação, e tem como eixo ativo de atuação a eficaz proteção

Leia mais

Regulamento do Programa RiSE/Porto Digital de Residência em Reuso de Software 2011

Regulamento do Programa RiSE/Porto Digital de Residência em Reuso de Software 2011 Regulamento do Programa RiSE/Porto Digital de Residência em Reuso de Software 2011 1. Apresentação A RiSE Reuse in Software Engineering e o Núcleo de Gestão do Porto Digital (NGPD), com o apoio do CNPq

Leia mais

CELULAR X COMPUTADOR APLICATIVO PARA CELULAR DICAS DO SEBRAE

CELULAR X COMPUTADOR APLICATIVO PARA CELULAR DICAS DO SEBRAE CELULAR X COMPUTADOR Atualmente, o Celular roubou a cena dos computadores caseiros e estão muito mais presentes na vida dos Brasileiros. APLICATIVO PARA CELULAR O nosso aplicativo para celular funciona

Leia mais

MOBILE MARKETING. Prof. Fabiano Lobo

MOBILE MARKETING. Prof. Fabiano Lobo MOBILE MARKETING Prof. Fabiano Lobo - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo o conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros e é protegido pela legislação

Leia mais

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE Modelo de Otimização de SAM Controle, otimize, cresça Em um mercado internacional em constante mudança, as empresas buscam oportunidades de ganhar vantagem competitiva

Leia mais

10 Dicas para uma implantação

10 Dicas para uma implantação 10 Dicas para uma implantação de Cloud Computing bem-sucedida. Um guia simples para quem está avaliando mudar para A Computação em Nuvem. Confira 10 dicas de como adotar a Cloud Computing com sucesso.

Leia mais

.Desenvolvimento de Sistemas

.Desenvolvimento de Sistemas .Quem Somos A BS é uma empresa brasileira e referência em soluções inovadoras, flexíveis e customizadas em tecnologia da informação, consultoria e outsourcing. A BS oferece soluções inteligentes proporcionando

Leia mais

Otimização do Gerenciamento de Datacenters com o Microsoft System Center

Otimização do Gerenciamento de Datacenters com o Microsoft System Center Otimização do Gerenciamento de Datacenters com o Microsoft System Center Aviso de Isenção de Responsabilidade e Direitos Autorais As informações contidas neste documento representam a visão atual da Microsoft

Leia mais

Internet of Things. utilizá-la em diversos tipos de negócios.

Internet of Things. utilizá-la em diversos tipos de negócios. Internet of Things 10 formas de utilizá-la em diversos tipos de negócios. INTRODUÇÃO As interfaces Machine to Machine (M2M) estão facilitando cada vez mais a comunicação entre objetos conectados. E essa

Leia mais

Situação mercadológica hoje: Era de concorrência e competição dentro de ambiente globalizado.

Situação mercadológica hoje: Era de concorrência e competição dentro de ambiente globalizado. TECNICAS E TECNOLOGIAS DE APOIO CRM Situação mercadológica hoje: Era de concorrência e competição dentro de ambiente globalizado. Empresas já não podem confiar em mercados já conquistados. Fusões e aquisições

Leia mais

Introdução. 1. Introdução

Introdução. 1. Introdução Introdução 1. Introdução Se você quer se atualizar sobre tecnologias para gestão de trade marketing, baixou o material certo. Este é o segundo ebook da série que o PDV Ativo, em parceria com o Agile Promoter,

Leia mais

Um mercado de oportunidades

Um mercado de oportunidades Um mercado de oportunidades Como grandes, pequenas e médias empresas se comunicam? Quem são os principais interlocutores e como procurá-los? Como desenvolver uma grande campanha e inovar a imagem de uma

Leia mais

Especial ANATEL Como se adequar à nova legislação para empresas de telefonia

Especial ANATEL Como se adequar à nova legislação para empresas de telefonia Especial ANATEL Como se adequar à nova legislação para empresas de telefonia Introdução A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou em 20 de fevereiro de 2014 novas regras para provedores de

Leia mais

Soluções em. Cloud Computing. Midia Indoor. para

Soluções em. Cloud Computing. Midia Indoor. para Soluções em Cloud Computing para Midia Indoor Resumo executivo A Midia Indoor chegou até a Under buscando uma hospedagem para seu site e evoluiu posteriormente para uma solução cloud ampliada. A empresa

Leia mais

Comunicação diferenciada e relacionamento efetivo. Um novo enfoque de RI para um novo mercado

Comunicação diferenciada e relacionamento efetivo. Um novo enfoque de RI para um novo mercado + Comunicação diferenciada e relacionamento efetivo Um novo enfoque de RI para um novo mercado + Menu Cenário Menu + + Cenário RI hoje: uma operação indiferenciada Comunicação muito limitada com foco quase

Leia mais

CAPÍTULO VI - AVALIAÇÃO DE RISCOS, PROCESSOS DECISÓRIOS E GERENCIAMENTO DE RISCOS

CAPÍTULO VI - AVALIAÇÃO DE RISCOS, PROCESSOS DECISÓRIOS E GERENCIAMENTO DE RISCOS CAPÍTULO VI - AVALIAÇÃO DE RISCOS, PROCESSOS DECISÓRIOS E GERENCIAMENTO DE RISCOS VI.1. Introdução A avaliação de riscos inclui um amplo espectro de disciplinas e perspectivas que vão desde as preocupações

Leia mais

SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA

SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA Muitas organizações terceirizam o transporte das chamadas em seus call-centers, dependendo inteiramente

Leia mais

Os desafios do Bradesco nas redes sociais

Os desafios do Bradesco nas redes sociais Os desafios do Bradesco nas redes sociais Atual gerente de redes sociais do Bradesco, Marcelo Salgado, de 31 anos, começou sua carreira no banco como operador de telemarketing em 2000. Ele foi um dos responsáveis

Leia mais

COLABORAÇÃO COMPLETA PARA O MIDMARKET

COLABORAÇÃO COMPLETA PARA O MIDMARKET COLABORAÇÃO COMPLETA PARA O MIDMARKET Você está realmente conectado? Esse é o desafio atual no panorama dos negócios virtuais e móveis, à medida que as empresas se esforçam para ter comunicações consistentes

Leia mais

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS!

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! 4 Introdução 5 Conheça seu público 5 Crie uma identidade para sua empresa 6 Construa um site responsivo 6 Seja direto, mas personalize o máximo possível

Leia mais

MINIWEB EDUCAÇÃO - A EXPERIÊNCIA DA CRIAÇÃO DE UM PORTAL EDUCACIONAL E CURSOS A DISTÂNCIA.

MINIWEB EDUCAÇÃO - A EXPERIÊNCIA DA CRIAÇÃO DE UM PORTAL EDUCACIONAL E CURSOS A DISTÂNCIA. 1 MINIWEB EDUCAÇÃO - A EXPERIÊNCIA DA CRIAÇÃO DE UM PORTAL EDUCACIONAL E CURSOS A DISTÂNCIA. Profa. Arlete Embacher MiniWeb Educação S/C Ltda webmaster@miniweb.com.br Resumo Este relato descreve como surgiu

Leia mais

Páginas Amarelas como ferramenta para mapeamento do conhecimento tácito

Páginas Amarelas como ferramenta para mapeamento do conhecimento tácito Páginas Amarelas como ferramenta para mapeamento do conhecimento tácito 1. INTRODUÇÃO O setor de energia sofreu, nos últimos anos, importantes modificações que aumentaram sua complexidade. Para trabalhar

Leia mais

Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011

Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011 Janeiro 2011 Exclusivamente para empresas de médio porte Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011 Relatório para o Brasil Panorama global: Pesquisa com 2.112 líderes do mercado de

Leia mais

Conheça a trajetória da empresa no Brasil através desta entrevista com o Vice- Presidente, Li Xiaotao.

Conheça a trajetória da empresa no Brasil através desta entrevista com o Vice- Presidente, Li Xiaotao. QUEM É A HUAWEI A Huawei atua no Brasil, desde 1999, através de parcerias estabelecidas com as principais operadoras de telefonia móvel e fixa no país e é líder no mercado de banda larga fixa e móvel.

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br @ribeirord Pesquisa e Propagação do conhecimento: Através da Web, é possível

Leia mais

Guia de Atualização PROJURIS WEB 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4.

Guia de Atualização PROJURIS WEB 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4. Guia de Atualização PROJURIS WEB 4.5 Por: Fabio Pozzebon Soares Página 1 de 11 Sistema ProJuris é um conjunto de componentes 100% Web, nativamente integrados, e que possuem interface com vários idiomas,

Leia mais

AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI

AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI CUSTOMER SUCCESS STORY Março 2014 AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI PERFIL DO CLIENTE Indústria: Manufatura Empresa: AT&S Funcionários: 7.500 Faturamento: 542 milhões

Leia mais

Agenda. A Empresa História Visão Conceito dos produtos

Agenda. A Empresa História Visão Conceito dos produtos Agenda A Empresa História Visão Conceito dos produtos Produto Conceito Benefícios Vantagens: Criação Utilização Gestão Segurança Integração Mobilidade Clientes A empresa WF História Em 1998, uma ideia

Leia mais

DIFERENCIAIS SERVIÇOS. 1. Desenvolvimento De Sites Personalizados

DIFERENCIAIS SERVIÇOS. 1. Desenvolvimento De Sites Personalizados DIFERENCIAIS Acredito que o desenvolvimento de soluções para Internet não é um trabalho qualquer, deve-se ter certa experiência e conhecimento na área para projetar sistemas que diferenciem você de seu

Leia mais

WWW.OUTSIDE.COM.BR Outside On-Line LTDA Telefone: +55 (19) 3869-1484 (19) 9 9441-3292 (claro) Email: carlos@outside.com.br

WWW.OUTSIDE.COM.BR Outside On-Line LTDA Telefone: +55 (19) 3869-1484 (19) 9 9441-3292 (claro) Email: carlos@outside.com.br MARKETING DIGITAL Ações de comunicação que as empresas podem se utilizar por meio da Internet e da telefonia celular e outros meios digitais para divulgar e comercializar seus produtos, conquistar novos

Leia mais

Estratégias para avaliação da segurança da computação em nuvens

Estratégias para avaliação da segurança da computação em nuvens Academia de Tecnologia da IBM White paper de liderança de pensamento Novembro de 2010 Estratégias para avaliação da segurança da computação em nuvens 2 Proteção da nuvem: do desenvolvimento da estratégia

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS RESOLUÇÃO Nº xx/xxxx CONSELHO UNIVERSITÁRIO EM dd de mês de aaaa Dispõe sobre a criação

Leia mais

A rede de dados mais confiável do país. Proposta de Parceria para. Certificado Digital

A rede de dados mais confiável do país. Proposta de Parceria para. Certificado Digital A rede de dados mais confiável do país. Proposta de Parceria para Certificado Digital 1. Objetivo Esta proposta tem por objetivo realizar a emissão e validação do Certificado Digital da Serasa Experian.

Leia mais

Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013. Isabella Assunção Cerqueira Procópio

Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013. Isabella Assunção Cerqueira Procópio Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013 Isabella Assunção Cerqueira Procópio Janeiro de 2013 1 Sumário 1. Dados Básicos de Identificação...3 2. Histórico

Leia mais

. Indice. 1 Introdução. 2 Quem Somos. 3 O que Fazemos. 4 Planejamento. 5 Serviços. 6 Cases. 9 Conclusão

. Indice. 1 Introdução. 2 Quem Somos. 3 O que Fazemos. 4 Planejamento. 5 Serviços. 6 Cases. 9 Conclusão . Indice 1 Introdução 2 Quem Somos 3 O que Fazemos 4 Planejamento 5 Serviços 6 Cases 9 Conclusão . Introdução 11 Segundo dados de uma pesquisa Ibope de 2013, o Brasil ocupa a terceira posição em quantidade

Leia mais

ERP. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning -Sistema de Gestão Empresarial -Surgimento por volta dos anos 90 -Existência de uma base de dados

Leia mais

Partner Network. www.scriptcase.com.br

Partner Network. www.scriptcase.com.br www.scriptcase.com.br A Rede de Parceiros ScriptCase é uma comunidade que fortalece os nossos representantes em âmbito nacional, possibilitando o acesso a recursos e competências necessários à efetivação

Leia mais

Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil. Região do Rio Grande do Sul

Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil. Região do Rio Grande do Sul Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil Após um mais de ano de trabalho e experiências adquiridas a CRIC apresenta à diretoria regional as diretrizes que regem

Leia mais

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras 1. DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente para o desenvolvimento sustentável, das áreas onde atuamos e

Leia mais

O Mercado de Energias Renováveis e o Aumento da Geração de Energia Eólica no Brasil. Mario Lima Maio 2015

O Mercado de Energias Renováveis e o Aumento da Geração de Energia Eólica no Brasil. Mario Lima Maio 2015 O Mercado de Energias Renováveis e o Aumento da Geração de Energia Eólica no Brasil Mario Lima Maio 2015 1 A Matriz Energética no Brasil A base da matriz energética brasileira foi formada por recursos

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS Consigo rastrear o minha Compra? Sim. As informações mais atualizadas sobre sua Compra e a situação de entrega de sua Compra estão disponíveis em Meus pedidos.

Leia mais

REGULAMENTO PRÊMIO ESTADÃO PME

REGULAMENTO PRÊMIO ESTADÃO PME REGULAMENTO PRÊMIO ESTADÃO PME 1. O PRÊMIO O Prêmio ESTADÃO PME é uma iniciativa pioneira e única do Grupo Estado e tem como objetivos valorizar as melhores histórias de pequenas e médias empresas e estimular

Leia mais

EXIN Cloud Computing Fundamentos

EXIN Cloud Computing Fundamentos Exame Simulado EXIN Cloud Computing Fundamentos Edição Maio 2013 Copyright 2013 EXIN Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser publicado, reproduzido, copiado ou armazenada

Leia mais

Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória

Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória Não há mais dúvidas de que para as funções da administração - planejamento, organização, liderança e controle

Leia mais

Como navegar no mar de informações para atender as demandas de um escritório jurídico e seus clientes case Escritório Veirano

Como navegar no mar de informações para atender as demandas de um escritório jurídico e seus clientes case Escritório Veirano Como navegar no mar de informações para atender as demandas de um escritório jurídico e seus clientes case Escritório Veirano Cristina Lerina Patrícia Rocha Eusebia Diniz Simone Bispo edoc 2015 Rio de

Leia mais

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os melhores resultados. 2 ÍNDICE SOBRE O SIENGE INTRODUÇÃO 01

Leia mais

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR CLOUD PARA AS SUAS APLICAÇÕES?

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR CLOUD PARA AS SUAS APLICAÇÕES? PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR CLOUD PARA AS SUAS APLICAÇÕES? As ofertas de cloud pública proliferaram e a cloud privada popularizou-se. Agora, é uma questão de como aproveitar o potencial

Leia mais

Quem ainda não tem um, provavelmente já pensou ou está pensando em ter, seja para fins pessoais ou profissionais.

Quem ainda não tem um, provavelmente já pensou ou está pensando em ter, seja para fins pessoais ou profissionais. Você sabia que o Whatsapp está presente em quase 50% dos smartphones no Brasil? O aplicativo virou febre rapidamente, seguindo a tendência de crescimento anual das vendas de smartphones no país. Quem ainda

Leia mais

Nome da Empresa Sistema digitalizado no almoxarifado do EMI

Nome da Empresa Sistema digitalizado no almoxarifado do EMI Nome da Empresa Documento Visão Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 23/02/2015 1.0 Início do projeto Anderson, Eduardo, Jessica, Sabrina, Samuel 25/02/2015 1.1 Correções Anderson e Eduardo

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce

GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce Você é do tipo que quer arrancar os cabelos toda vez que um concorrente diminui o preço? Então você precisa ler este guia rápido agora mesmo. Aqui

Leia mais

Governança de T.I. Professor: Ernesto Junior E-mail: egpjunior@gmail.com

Governança de T.I. Professor: Ernesto Junior E-mail: egpjunior@gmail.com Governança de T.I Professor: Ernesto Junior E-mail: egpjunior@gmail.com Information Technology Infrastructure Library ITIL ITIL é um acrônimo de Information Technology Infraestruture Library. Criado em

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA ESPOCC TURMAS 2014

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA ESPOCC TURMAS 2014 EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA ESPOCC TURMAS 2014 O Observatório de Favelas torna pública, por meio desta chamada, as normas do processo de seleção de alunos para

Leia mais

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS:

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: EDIÇÃO 12 ANO IV (11) 3648-4700 / (21) 3161-8600 www.pacer.com.br Informativo Julho/ Agosto/ Setembro 2015 PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: 10 ANOS PACER:

Leia mais

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1.1 APRESENTAÇÃO O Plano de Comunicação e Participação Social subsidiará a elaboração do Plano Diretor de Mobilidade Urbana, criando as bases para

Leia mais

Opção. sites. A tua melhor opção!

Opção. sites. A tua melhor opção! Opção A tua melhor opção! Queremos te apresentar um negócio que vai te conduzir ao sucesso!!! O MUNDO... MUDOU! Todos sabemos que a internet tem ocupado um lugar relevante na vida das pessoas, e conseqüentemente,

Leia mais

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV MANUAL DA QUALIDADE Manual da Qualidade - MQ Página 1 de 15 ÍNDICE MANUAL DA QUALIDADE 1 INTRODUÇÃO...3 1.1 EMPRESA...3 1.2 HISTÓRICO...3 1.3 MISSÃO...4 1.4 VISÃO...4 1.5 FILOSOFIA...4 1.6 VALORES...5

Leia mais

Post excerpt to catch readers attention and describe the story in short

Post excerpt to catch readers attention and describe the story in short Post excerpt to catch readers attention and describe the story in short A explosão do número de usuários de smartphones está promovendo uma mudança rápida na cultura de vendas e atendimento aos clientes.

Leia mais

M ERCADO DE C A R. de captação de investimentos para os países em desenvolvimento.

M ERCADO DE C A R. de captação de investimentos para os países em desenvolvimento. MERCADO DE CARBONO M ERCADO DE C A R O mercado de carbono representa uma alternativa para os países que têm a obrigação de reduzir suas emissões de gases causadores do efeito estufa e uma oportunidade

Leia mais

Política Ambiental das Empresas Eletrobras

Política Ambiental das Empresas Eletrobras Política Ambiental das Empresas Eletrobras Versão 2.0 16/05/2013 Sumário 1 Objetivo... 3 2 Princípios... 3 3 Diretrizes... 3 3.1 Diretrizes Gerais... 3 3.1.1 Articulação Interna... 3 3.1.2 Articulação

Leia mais

Pé na tábua. De olho em empreendimentos com potencial de crescimento rápido e ideias inovadoras, aceleradoras ganham espaço no cenário nacional

Pé na tábua. De olho em empreendimentos com potencial de crescimento rápido e ideias inovadoras, aceleradoras ganham espaço no cenário nacional Shutterstock Pé na tábua De olho em empreendimentos com potencial de crescimento rápido e ideias inovadoras, aceleradoras ganham espaço no cenário nacional POR CAMILA AUGUSTO Já existem dezenas delas nos

Leia mais

SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005

SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005 SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005 ÍNDICE Introdução...3 A Necessidade do Gerenciamento e Controle das Informações...3 Benefícios de um Sistema de Gestão da Albi Informática...4 A Ferramenta...5

Leia mais