O R Ç A M E N T O

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O R Ç A M E N T O 2 0 0 1"

Transcrição

1 Universidade Federal de Minas Gerais Diretoria da Escola de Música O R Ç A M E N T O DIRETOR DA ESCOLA DE MÚSICA PROFESSOR CLÁUDIO URGEL PIRES CARDOSO MAIO DE 2001

2 2 S U M Á R I O 1. PLANEJAMENTO ORÇAMENTÁRIO Planilha 1 - Identificação das fontes de receita Planilha 2 - Despesas obrigatórias Planilha 3 - Investimentos necessários Planilha 4 - Prioridades ORÇAMENTO RECEITA Planilha 1 - Previsão de receita Planilha 2 - Previsão de receita dos cursos de extensão e especialização Planilha 3 - Previsão da cesta orçamentária para projetos especiais ORÇAMENTO DESPESA Planilha 1 - Previsão de despesa Planilha 2 - Material de consumo Planilha 3 - Serviços Planilha 4 - Material permanente Planilha 5 - Projetos apoiados pela cesta orçamentária Planilha 6 - Fundos da resolução 2/99 da Escola de Música... 22

3 1. PLANEJAMENTO ORÇAMENTÁRIO 3

4 Escola de Música da UFMG Diretoria - Planejamento Orçamentário Planilha 1 - Identificação das fontes de receita e sua estimativa anual Os recursos identificados abaixo como "Tesouro" são referentes ao repasse que a Administração Central da UFMG faz para a Escola de Música. O orçamento da UFMG (tesouro) é determinado a partir de uma matriz nacional que o MEC utiliza para distribuir recursos para as IFES. Os valores repassados à Escola são baseados em uma matriz interna, que é histórica e está congelada. São valores praticados pela UFMG nos 2 últimos anos. Não inclui despesas realizadas diretamente pelo Governo Federal (pessoal - ativos, inativos, pensionistas, benefícios, etc.) e pela Administração Central da UFMG (água, luz, segurança, portaria, limpeza, manutenção predial, e outras). Alguns programas e convênios destinam recursos para a Escola (Pró-Reitorias, Agências, etc.) que também não estão incluídos (auxílio aos estudantes extensão, graduação e pesquisa, PAIE, PROGRAD, PROF/CAPES, FAPEMIG, CNPq, e outros). Os recursos identificados abaixo como "Diretamente Arrecadados", são depositados na conta única do tesouro ou nos convênios com a FUNDEP. As fontes apresentadas abaixo, são exclusivamente aquelas em que o Diretor é o ordenador de despesas. Portanto, este orçamento não reflete todos os recursos que a Escola de Música recebe para o seu funcionamento. A cesta orçamentária tem contribuição de diversos órgãos e cursos. Fontes Descrição Valores Tesouro Nacional Outros Custeios (Matriz Unidades - Consumo Específico, P. Física e Jurídica) ,69 Diária 1.650,00 Passagem 1.453,94 Telefone ,56 Consumo Comum 6.552,00 Suplementação* ,19 Diretamente Arrecadados Conta Única do Tesouro Aluguel da Cantina, outros Convênio com a FUNDEP Taxa Unidade Conv. 3152/1** Outras arrecadações (aluguel auditório, escaninhos, reembolso telefone, vestibular, concerto, outros) 3.000, , , , ,00 Taxa Fundo de Obras - Conv. 3152/9 Taxa Fundo de Incentivo aos Funcionários - Conv. 3152/ , ,00 Cesta Orçamentária Recursos alocados conjuntamente pela diretoria, departamentos, cursos (mestrado, especialização e extensão), para projetos de interesse comum a toda a Unidade.*** ,00 TOTAL ,19 * Quase todos os anos temos algum tipo de suplementação. Em 1998 tivemos um contigenciamento (redução do orçamento), em 1999 R$6.124,00 e em 2000 R$7.000,00. É muito difícil definir se teremos em 2001 e quanto será, porque depende também de decisão da Administração Central de como usar a suplementação. **Em 1999 a Taxa unidade arrecadou R$19.633,43, em 2000 R$19.939,91 e em 2001 a previsão é de R$16.000,00. A diminuição se deve a redução de vagas e também da procura nos cursos de extensão. Outras arrecadações tem sido depositadas neste convênio. Talvez tenhamos que criar um convênio para esta finalidade, uma vez que o 3152 é exclusivo para o recolhimento de taxas.

5 ***O valor arrecadado pela Cesta é muito variável, depende da decisão dos Chefes de Departamentos, Coordenadores de Cursos e dos órgãos colegiados a que estão vinculados. Geralmente parte do saldo final dos cursos formam a base da cesta. Pela média dos dois últimos anos podemos prever um valor de cerca de R$15.000,00, sem considerar a parte que a Diretoria coloca na cesta.

6 Escola de Música Diretoria - Planejamento Orçamentário Planilha 2 - Despesas Obrigatórias Em alguns casos é possível estabelecer o valor baseado nos anos anteriores. Em outros, é estabelecido apenas uma reserva, considerando a existência de demandas. Natureza de Despesa Descrição do Item de Despesa Valor Anual Aproximado Observações Material de Consumo Serviços: Pessoa Física e Pessoa Jurídica Expediente, Áudio Vídeo e Foto, Gêneros Alimentícios, Processamento de Dados, Copa Cozinha, Limpeza e Prod. Higienização, Uniformes, Mat. Elétrico, Acondicionamento e Embalagens, Informática, Gêneros Alimentícios, e outros ,00 Serviço de Reprografia (Contrato com a Empresa Xerox do Brasil) 8.000,00 Telefone ,00 Está ultrapassando em cerca de R$3.000,00 o montante recebido nesta rubrica Manutenção predial: manutenção dos equipamentos de ar refrigerado, bebedouros, outras máquinas, elétrica, hidráulica, elevador, física, etc.. Estes serviços são realizados pelo DPFO/DM e DSG. Em 2000 foi estabelecido uma cota para cada Unidade. Em 2000 foi estabelecido uma cota de R$28.000,00 para a EM (administrados pelo DPFO). Para 2001 não há ainda uma definição de cota. Serviços Gráficos para a Divulgação institucional da Escola de Música, seus Cursos e 2.000,00 Eventos e encadernações de material bibliográfico Comunicação em Geral - Correio, Editais e outros 2.000,00 Detetização Anual ou Semestral da Escola Afinação e Manutenção dos Pianos da Escola Manutenção de outros instrumentos musicais 2.000,00 Manutenção de equipamentos de informática 1.000, ,00 Contrato de 4 horas por semana, dez meses, para afinação e pequenos reparos

7 Manutenção de aparelhos eletrônicos (aparelhos de som) 1.000,00 Toca discos laser, toca fitas, amplificadores, caixas de som, caixas acústicas, teclados eletrônicos. Alguns serviços podem ser feitos internamente. Passagens, Diárias, Hospedagem/Alimentação Estes itens de despesa são analisados a partir de projetos para os programas de apoio. Se necessários podem ser atendido com a reserva técnica. Fundo de Suprimentos Recurso que fica disponível para pequenas despesas realizadas pela Secretaria Geral e Serviços Gerais da Escola 1.500,00 TOTAL ,00

8 Escola de Música Diretoria - Planejamento Orçamentário Planilha 4 - Investimentos Necessários Os itens apresentados abaixo estão baseados em solicitações, por escrito ou verbal, de professores, estudantes e funcionários e a partir de observações da Diretoria. Natureza de Despesa Descrição dos itens de Despesa Valor aproximado Observações Reforma e Aquisição de Instrumentos Musicais Reforma da harpa e aquisição de um carrinho próprio para o seu Enviando a harpa para o fabricante transporte ,00 nos EUA. Reforma e aquisição de bancos para os pianos Reforma de diversos pianos da Escola Aquisição de pianos para as salas que ainda não tem, e segundo piano para as salas dos professores de piano. Reforma e aquisição de contrabaixos de melhor qualidade Pianos digitais (para sair da Escola com os grupos musicais, e para algumas salas da Escola) Um par de tímpanos, ou trio, para a Sala de Ensaios Par ,00 Trio: ,00 Bombo Sinfônico 2.500,00 Reforma do Cravo 1.300,00 Reformas e Expansão do Espaço Físico Construção do anexo para o CMI e outras atividades Isolamento e condicionamento acústico do complexo do auditório, sala multimeios e sala de percussão Reforma da sala multimeios e de percussão para criar espaços alternativos para o estudo dos instrumentos de percussão ,00 Fundo de Obras e outras fontes Projeto apresentado para o PROGRAD2001: R$ ,00 Se o não for aprovado no Prograd, outra solução terá de ser encontrada.

9 Isolamento e condicionamento acústico Escola de diversas salas da Climatização de diversas salas e ambientes da Escola Salas Reuniões - Janela:2.000, Split:4182, Diretoria Janela: 1.600, Split:3.679, (O sistema Split é silencioso) Os orçamentos não incluem alvenaria e outros serviços. Climatização do laboratório da sala 2005 e para sala de Micros Vice Diretoria: Janela:980, Split:2035, Projeto: reforma da biblioteca (lay out, aquisição de móveis e equipamentos) Redimensionamento do sistema elétrico do auditório e da Escola em geral Ao final do ano teremos aproximadamente R$15.000,00 e um investimento será realizado. O sistema elétrico não suporta ligarmos todos os refletores do Auditório ao mesmo tempo. Transformador mais potente que suporte um sistema elétrico O nosso sistema não suporta os equipamentos elétricos que as televisões trazem para gravar nossos grupos musicais. Adaptação na área de aquecimento ou outro espaço para a guarda de móveis e equipamentos do auditório. Sala de estudo para os estudantes da pós-graduação Hieraquização do estacionamento, estabelecendo uma área fechada para professores e funcionários Toldo para o Carro da Escola Adaptação da copa para criar um ambiente mais reservado para o almoço dos funcionários Sala especial para a guarda de instrumentos musicais e outros equipamentos.

10 Aquisição de Móveis e Equipamentos Móvel para boletins, malote e panfletos para a divulgação de eventos - portaria e cenex. Aparelho para copiar Cds para o Estúdio Raker para o projetor Multimídia, CPU, Teclado e Mouse s/fio, Racker com Cxs. de som e Vídeo Cassete ,00 amplificador: Uma ou duas impressoras de rede para atender a todos professores/setores administrativos/estudantes. Armários/escaninhos para grandes instrumentos Atualização de computadores Aquisição de computadores para gabinetes dos professores e outros setores Sistema de backup para o setor de informática da Escola Computador, Impressora e programas para o Setor de Divulgação do Cenex Caixas de transporte para os contrabaixos e outros instrumentos 3.000,00 O custo de manutenção de uma jato de tinta para cada micro é insustentável. Porta Toalha de Papel dos Banheiros/ou outra solução Três caixas acústicas para a Sala de Ensaios Programas Apoio a eventos da Escola, apoio a participação em eventos, apoio a concurso de professores, apoio a aquisição de material de ensino Se houver interesse e vontade, todos os recursos da Escola (diretoria, departamentos, órgãos e cursos), retirada as despesas obrigatórias, poderiam ser colocados em programas. Ou poderíamos criar programas dentro da cesta orçamentária, que tem sido realizada nos três últimos anos.

11 Escola de Música Diretoria - Planejamento Orçamentário Planilha 5 - Prioridades 2001 Natureza da Despesa Projeto ou Investimento Priorizado Valor Observações Apoio a Eventos da Escola de Música Apoio a realização de concurso de professores Reforma e Aquisição de Instrumentos Musicais III Encontro da ANPPOM - Associação Nacional de Pesquisa e Parte da despesa foi realizada em Pós-Graduação em Música 2.500,00 Previsão de três concursos Um convidado externo por concurso Reforma da Harpa e contrabaixos Aquisição de Piano para a Sala de Ensaios Reforma do Cravo Três caixas acústicas para a Sala de Ensaios Bombo sinfônico 1.800, , , , , ,00 Condicionado à aprovação da Bolsa de Artista Visitante para o Luthier que irá lecionar e reformar instrumentos de corda O restante (7.000,00) veio da suplementação do ano passado. Além deste valor, o curso Coral Universitário complementará com passagem e hospedagem do técnico Ainda a ser confirmado como contribuição do Curso MP para a Cesta. Reforma e expansão do Espaço Físico Construção do Anexo para o CMI e outras atividades Tratamento, Isolamento Acústico e adaptação do Complexo do Auditório para estudo de instrumentos de Percussão Tratamento e isolamento acústico de outras ambientes da Escola. Fundo de obras criando em Previsão 2001 é de R$25.000,00, elevando o Fundo para R$ ,00. Confirmada as outras fontes, a obra se inicia este ano. Projeto para esta finalidade foi apresentado para o PROGRAD2001

12 Aquisição de Móveis e Equipamentos Monitor Laboratório composição - Sala 2011 Sistema de Backup para o Setor de Informática da Escola Armários para os Contrabaixos Importação dos carrinhos para o piano do auditório Armários/Escaninhos para grandes instrumentos Aquisição de cadeiras Aquisição de estantes de música , , , , , ,00 Armários p/cb é também um problema de espaço físico. Com os armários libera-se mais uma sala de estudo para os estudantes, que Outros Projetos Finalização do Web Site, treinamento de pessoal e aquisição de software para manutenção Levantamento patrimonial com o tombamento de todos os instrumentos e equipamentos, e identificação dos instrumentos que se encontram em situação irregular , ,00

13 2. ORÇAMENTO RECEITA 12

14 Escola de Música da UFMG Diretoria - Orçamento 2001 Planilha 1 - Previsão de Receita Previsão de Receita Tesouro Nacional Outros Custeios (Matriz Unidades - Consumo Específico, P. Física e Jurídica) ,69 Diária 1.650,00 Passagem 1.453,94 Telefone ,56 Consumo Comum 6.552,00 Suplementação ,19 Saldo em 31/12/ Convênios Fundep Convênio 2291/1 Convênio 3152/1** Convênio 3614/1* Convênio 3614/3 * Convênio 3614/8* Convênio 3614/9* 253, ,10 523,28 15,84 317, , ,23 Recursos Diretamente Arrecadados Conta Única do Tesouro 3.000,00 Taxa Unidade 2000 (Resolução 2/99) - Conv. 3152/ ,00 Diretamente Arrecadados e depositados na FUNDEP - Conv. 3152/ ,00 Fundo de Incentivo aos Funcionários - Conv.3152/ ,00 Taxa Fundo de Obras (Resolução 2/99) - Conv. 3152/ , ,00 Cesta Orçamentária - Projetos Especiais ,00 TOTAL DE RECURSOS A RECEBER ,42 * O convênio 2291/1 e 3152/1 têm sido usados para o depósito de recursos diretamente arrecadados pela Escola. Como o conv é exclusivo para cursos e eventos, o subprojeto 1, que é o da Diretoria, deverá ser encerrado. Como o conv é exclusivo para o depósito das taxas da prestação de serviços, outro conv. deverá ser usado para o depósito de recursos diretamente arrecadados. Conv é para a transferência de recursos do tesouro para a FUNDEP e também para a prestação de serviços da Escola. Os subprojeto referentes a anos anteriores, que têm pequenos saldos, deverão ser encerrados este ano.

15 O saldo deste convênio se deve ao fato de que diversas despesas do orçamento de 2000 foram realizadas em janeiro e fevereiro de 2001.

16 Escola de Música da UFMG Diretoria - Orçamento 2001 Planilha 2 Previsão de Receita dos Cursos Previsão Orçamentária dos Cursos de Extensão/Especialização Nome S.Anterior Transf. Conv. Receita 2001 Total Receitas Taxa Unidade Contribui/ Cesta Orçamentaria ESPECIAlIZAÇÃO 9.576, , ,93 964, ,00 CEM INC 782, , , ,00 CEM-TGM 802, , , ,00 CORAL UNIVERSITÁRIO 278, , ,87 444,00 CMI , , , , ,00 BANDAS 954,27 954,27 MÚSICA POPULAR 976, , , ,30 TOTAIS , , , , ,00

17 Escola de Música da UFMG Diretoria - Orçamento 2001 Planilha 3 - Cesta CESTA ORÇAMENTÁRIA PARA PROJETOS ESPECIAIS Até Março Depois Março TOTAL Curso de Especialização 3.000, ,00 Curso CEM - INC 400,00 400,00 Curso CEM - TGM Curso CMI 7.000, ,00 Curso Corais Curso Música Popular Depto. INC 300,00 300,00 Depto. TGM MESTRADO 4.000, ,00 SUBTOTAL 7.000, , ,00 DIR 7.954,10 TOTAL 7.000, ,10 A Diretoria espera que os cursos e órgãos que ainda não contribuíram, contribuam para a cesta, para que possamos conjuntamente apoiar projetos especiais para a Escola.

18 3. ORÇAMENTO DESPESA 16

19 Escola de Música da UFMG Diretoria - Orçamento 2001 Planilha 1 - Previsão de Despesa Previsão de Despesa* Natureza da Despesa Tesouro Próprio Tesouro Tesouro Fundep Próprio Fundep Cesta/Projetos Especiais*** TOTAL Material de Consumo Serviços de Pessoa Jurídica , , , , , , , , , ,00 Telefone , ,00 Xerox 8.500, ,00 Xerox (Lay-Out Biblioteca) 7.500, ,00 Serviços Gráficos 2.000,00 830, ,00 Serviços de Comunicação 2.000, ,00 Apoio a Reunião da ANPPOM 1.968, ,75 Manutenção de Equipamentos 600,00 600,00 Passagens, Hospedagem Concurso de professores 1.500, ,00 Outras despesas de PJ 7.900, , ,50 Material Permanente 8.178, , , ,02 Fundo de Suprimentos 1.500, ,00 Contribuição da Diretoria para a Cesta** 7.254,00 Fundo de Obras , ,00 Fundo de Incentivo aos Funcionários 4.700, ,00 Reserva Técnica 64, , , ,15 TOTAL , , , , , ,42 * A previsão de receita não inclui os rendimentos financeiros. ** A diferença (7.954,00) se refere a contribuição da Diretoria para a Cesta, e esta na coluna "Próprio Fundep".

20 Escola de Música Diretoria - Orçamento 2001 Planilha 2 - Material de Consumo Material de Consumo Serviço Tesouro/Próprio Próprio/Fundep Total Expediente 4.500,00 445, ,00 Processamento de Dados 6.000, , ,00 Copa e Cozinha e Alimentação 500, , ,00 Limpeza/Prod. Higienização 3.200,00 500, ,00 Uniformes Áudio, Vídeo e Foto 3.200,00 300, ,00 Material de Comunicação Interna 1.855, ,00 Material Elétrico 500,00 500,00 Material de Ensino (Estantes de Música) 2.950, ,00 TOTAL , , ,00

21 Escola de Música Diretoria - Orçamento 2001 Planilha 3 - Serviços Serviço Solicitante Tesouro e Próprio/Tesouro Comunicação em Geral (Correios, Editais,etc.) Gráficos (Imprensa e outros)) Manutenção Equipamentos Secretaria Geral/Contabilidade Cenex Almoxarifado Próprio Fundep Total 2.000, , ,00 830, ,00 600,00 600,00 Telefone , ,00 Xerox Xerox (Lay-Out Biblioteca)* Software para Manutenção do Site da Escola Curso de Capacitação em HTML Complementos para o Desenvolvimento do Site Biblioteca Cenex 8.500, , , ,00 414,00 414,00 Cenex/Biblioteca/Inf ormática/diretoria 900,00 900,00 Diretoria 1.280, ,50 Assinatura Estado de Minas Biblioteca 156,00 156,00 Transporte de Instrumentos Serviços de importação de Equipamentos Material de apresentação do Projeto do Anexo Reforma do Cravo - Mão de Obra Passagens, Hospedagem para o concurso de professores Diretoria Diretoria Diretoria INC, TGM Levantamento sobre os instrumentos Diretoria musicais da Escola de Música para o melhor controle de empréstimo dos instrumentos Apoio ao encontro da ANPPOM Reforma das Cortinas Serviços/ Pessoa Jurídica e Pessoa Física 600,00 600, , ,00 125,00 125, , , , , , , , ,75 925, ,00 TOTAL , , ,25

22 * A Diretoria paga a conta da máquina de xerox da Biblioteca com recursos do Tesouro. O arrecadado com a cobrança dos serviços está sendo depositado em um convênio com a Fundep. No próximo ano, com o recurso colocado neste convênio (que é uma forma de poupança), será feito um investimento na Biblioteca.

23 Escola de Música Diretoria - Orçamento 2001 Planilha 4 - Material Permanente Equipamento/Instrumento Solicitante Tesouro Fundep Diretoria Tesouro e Tesouro/Próprio Próprio Fundep Total Piano Sala de Ensaios 7.322, , Cadeiras Diretoria 989, , ,00 Carrinhos para Diretoria Movimentação dos Pianos 1.411, ,78 Material doa Auditório de Informática 435,00 435,00 Armários para os Contrabaixos Bombo Sinfônico INC INC/TGM Material Permanente Saldo Devedor na FUNDEP (?) -132, , , , ,00 TOTAL 8.178,24 0, , ,78

24 Escola de Música da UFMG Diretoria - Orçamento 2001 Planilha 5 - Projetos para a Cesta Projetos Projetos para a Cesta Observações Aquisição de um Piano para a Sala de Ensaios 6.454,00 Artista Visitante - Importação de Madeira para reforma da Harpa, contrabaixos e construção de um contrabaixo Manutenção de Pianos da Escola 9.000,00 Festa de Confraternização de Fim de Ano 2.500,00 TOTAL * , ,00 Condicionado a contratação do Artista Visitante * Material Permanente: 6.454,00, Seviços de PJ.: ,00 Havendo outras contribuições dos cursos e órgãos para a cesta, outros projetos poderão ser aprovados (constante das lista de demandas)

25 Escola de Música da UFMG Diretoria - Orçamento 2001 Planilha 6 - Fundos Projetos Observações Fundo de Obras ,00 Com este valor, o fundo ultrapassa R$ ,00. Sendo confirmadas as outras fontes, a obra do Anexo para o CMI e outros projetos começara este ano. Fundo de Incentivo aos Funcionários TOTAL ,00 Fundos da Resolução 2//99 da EM 4.000,00 Somando-se ao saldo de 2000, teremos valor suficiente para repetir a distribuição de 2000, isto é R$100,00 por bolsa.

Orientações para Trâmites dos Projetos com recursos da UDESC

Orientações para Trâmites dos Projetos com recursos da UDESC Orientações para Trâmites dos Projetos com recursos da UDESC 1. Introdução Serão considerados projetos com recursos da UDESC para fins destas orientações aqueles que integram: 1.1 Programa de Apoio à Pesquisa

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO 2013

PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO 2013 CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARANÁ PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO 2013 Prestação de Contas do Exercício de 2013 CRM-PR Saldo do exercício de 2012 R$ 5.487.745,60 Arrecadação no exercício de 2013

Leia mais

MENSAGEM DO PRESIDENTE Projetando o nosso futuro

MENSAGEM DO PRESIDENTE Projetando o nosso futuro 2015 MENSAGEM DO PRESIDENTE Projetando o nosso futuro É com grande satisfação que apresentamos a Previsão Orçamentária para o exercício de 2015 do Sindicato dos Corretores de Seguros no Estado de São Paulo

Leia mais

BIBLIOTECA. METRAGEM MÍNIMA (m2)

BIBLIOTECA. METRAGEM MÍNIMA (m2) BIBLIOTECA Administração Balcão de atendimento Balcão de referência Mesa de trabalho para 6 servidores, sendo recomendado 5 a 6m 2 /2 pessoas, com espaço para armários comuns e armários-arquivo para documentos

Leia mais

SOCIEDADE EDUCACIONAL CAPIVARI DE BAIXO - SECAB FACULDADE CAPIVARI - FUCAP ESTRUTURA

SOCIEDADE EDUCACIONAL CAPIVARI DE BAIXO - SECAB FACULDADE CAPIVARI - FUCAP ESTRUTURA SOCIEDADE EDUCACIONAL CAPIVARI DE BAIXO - SECAB FACULDADE CAPIVARI - FUCAP ESTRUTURA Sala de Aula A instituição disponibiliza equipadas com todos os recursos multimídias necessários, que são estes: Projetor

Leia mais

NATUREZA ESPECIFICAÇÃO AÇÃO Orçamento 2011

NATUREZA ESPECIFICAÇÃO AÇÃO Orçamento 2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO - PROPLAN DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO Aprovado pela Resolução nº 3.692, de 19 de agosto de 2011 ORÇAMENTO 2011 - QUADRO

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO RIO DE JANEIRO CRA/RJ

CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO RIO DE JANEIRO CRA/RJ RECEITAS 1 - O Orçamento do Conselho Regional de Administração do Rio de Janeiro para o exercício financeiro de 2013, estima a receita em R$ 16.122.900,00 e fixa sua despesa em igual importância. 2 - A

Leia mais

INSTITUTO DE ENGENHARIA DO PARANÁ RUA EMILIANO PERNETA Nº 174 - CENTRO - CURITIBA-PARANA C N P J - 76.654.607 / 0001-57

INSTITUTO DE ENGENHARIA DO PARANÁ RUA EMILIANO PERNETA Nº 174 - CENTRO - CURITIBA-PARANA C N P J - 76.654.607 / 0001-57 Pagina 01 R E C E I T A S ASSOCIADOS Efetivos 5.607,30 10.869,20 363.128,89 Institucionais 1.616,65 2.190,28 46.692,18 Ausentes 642,48 224,92 21.175,97 Universitários 81,67 84,59 6.644,66 7.948,10 13.368,99

Leia mais

Balancete Analítico. Saldo Mês Inicial

Balancete Analítico. Saldo Mês Inicial 100000000 - Ativo 40.014.044,69 1.247.288.939,72 645.839.588,07 641.463.396,34 D 110000000 - Ativo Circulante 15.145.606,97 309.093.371,32 315.398.093,96 8.840.884,33 D 111000000 - Disponivel 15.141.043,39

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCICIO 01/01/2013 A 31/12/2013 PRESIDENTE: JOSE FRANCISCO TEIXEIRA CANDIDO CONTAS VALORES VALORES

PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCICIO 01/01/2013 A 31/12/2013 PRESIDENTE: JOSE FRANCISCO TEIXEIRA CANDIDO CONTAS VALORES VALORES PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCICIO 01/01/2013 A 31/12/2013 PRESIDENTE: JOSE FRANCISCO TEIXEIRA CANDIDO CONTAS VALORES VALORES DISPONIVEL NO INICIO 912.771,90 DO PERIODO 01/01/2013 Caixa 0,04 Bancos Conta

Leia mais

Universidade Federal do Rio de Janeiro Pró-Reitoria de Planejamento, Desenvolvimento e Finanças Orçamento Participativo 2014

Universidade Federal do Rio de Janeiro Pró-Reitoria de Planejamento, Desenvolvimento e Finanças Orçamento Participativo 2014 Formulário 01 - Previsão de Demandas DESPESAS DE CUSTEIO 1.465.000 Cód. Despesa Auxílio Financeiro a Estudante 3.3.90.18 Ajuda de custo para participação em apresentações, congressos e seminários 3.3.90.18

Leia mais

Comparativo da Despesa Paga. Gratificação por Tempo de Serviço. Programa de Alimentação ao Trabalhador - Pat

Comparativo da Despesa Paga. Gratificação por Tempo de Serviço. Programa de Alimentação ao Trabalhador - Pat Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Pará CNPJ: 14.974.293/0001-12 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 922.380,03 665.569,81 CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESA CORRENTE 541.961,33 188.309,60

Leia mais

IFTM - PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA - 2012

IFTM - PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA - 2012 MEC/INSTITUTO FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO - PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA - 2012 Programa: 2031 - Educação Profissional e Tecnológica Ação: 20RL - Funcionamento das Instituições Federais de Educação Profissional

Leia mais

4.1.5 RECEITAS PATRIMONIAIS

4.1.5 RECEITAS PATRIMONIAIS 1 ORÇAMENTO DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2012 DEMONSTRATIVO ANALÍTICO DA RECEITA CATEGORIA ECONÔMICA CÓDIGO ESPECIFICAÇÃO DOTAÇÃO 4 RECEITAS 8.859.280,00 4.1 RECEITAS CORRENTES

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA UTILIZAÇÃO DE RECURSOS DO PROEX (2015)

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA UTILIZAÇÃO DE RECURSOS DO PROEX (2015) UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Instituto de Medicina Social Rua São Francisco Xavier, 524 / 7º andar / Bloco D - Maracanã CEP: 20550-013 - Rio de Janeiro - BRASIL TEL: 55-021- 2334-0235 FAX:

Leia mais

Orçamento da Ordem dos Advogados do Brasil Secção do Ceará. Exercício 2010. Demonstrativo Analítico da Receita

Orçamento da Ordem dos Advogados do Brasil Secção do Ceará. Exercício 2010. Demonstrativo Analítico da Receita CEARA Orçamento da Ordem dos Advogados do Brasil Secção do Ceará Exercício 2010 Demonstrativo Analítico da Receita CATEGORIA ECONÔMICA CÓDIGO ESPECIFICAÇÃO DOTAÇÃO (R$) 4 RECEITAS 8.727.000,00 4.1 RECEITAS

Leia mais

CFQ. Comparativo da Despesa Paga CONSELHO FEDERAL DE QUÍMICA CNPJ: 33.839.275/0001-72. Página:1/6. Evite imprimir. Colabore com o meio ambiente.

CFQ. Comparativo da Despesa Paga CONSELHO FEDERAL DE QUÍMICA CNPJ: 33.839.275/0001-72. Página:1/6. Evite imprimir. Colabore com o meio ambiente. CONSELHO FEDERAL DE QUÍMICA CNPJ: 33.839.275/0001-72 Comparativo da Paga 6.2.2.1.1 - CRÉDITO DISPONÍVEL - DESPESAS CORRENTES 18.718.78 3.991.255,30 3.991.255,30 14.727.524,70 6.2.2.1.1.31 - PESSOAL E ENCARGOS

Leia mais

Comparativo da Despesa Liquidada. Material de Limpeza e Produtos de Higiene. Material de Áudio, Vídeo e Foto. Materiais Elétricos e de Telefonia

Comparativo da Despesa Liquidada. Material de Limpeza e Produtos de Higiene. Material de Áudio, Vídeo e Foto. Materiais Elétricos e de Telefonia Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado de Sergipe CNPJ: 14.817.219/0001-92 Comparativo da Liquidada CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 1.148.289,97 885.632,24 DESPESA CORRENTE 948.289,97 685.632,24 PESSOAL

Leia mais

Programa de Educação Tutorial - PET MANUAL DE ORIENTAÇÕES SOBRE O CUSTEIO PET

Programa de Educação Tutorial - PET MANUAL DE ORIENTAÇÕES SOBRE O CUSTEIO PET MANUAL DE ORIENTAÇÕES SOBRE O CUSTEIO PET LEGISLAÇÃO Lei nº11.180/2005 O professor tutor, de acordo com o 1º do art. 12 da Lei n o 11.180/2005, receberá semestralmente um montante de recursos equivalente

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO RIO DE JANEIRO CRA/RJ

CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO RIO DE JANEIRO CRA/RJ RECEITAS 1 - O Orçamento do Conselho Regional de Administração do Rio de Janeiro para o exercício financeiro de 2011, estima a receita em R$ 14.630.700,00 e fixa sua despesa em igual importância. 2 - A

Leia mais

DESPESAS REFERENTES AO MÊS DE JUNHO/2013 DO SINDMETRO/PE DESPESAS ADMINISTRATIVAS

DESPESAS REFERENTES AO MÊS DE JUNHO/2013 DO SINDMETRO/PE DESPESAS ADMINISTRATIVAS DESPESAS REFERENTES AO MÊS DE JUNHO/2013 DO SINDMETRO/PE DESPESAS ADMINISTRATIVAS Locação máquina xerox 228,93 Assinatura UOL 30,22 Despesa compra material de expediente 403,49 Despesa compra material

Leia mais

COREN/BA. Comparativo da Despesa Paga. Conselho Regional de Enfermagem da Bahia CNPJ: 15.679.277/0001-60. Página:1/5

COREN/BA. Comparativo da Despesa Paga. Conselho Regional de Enfermagem da Bahia CNPJ: 15.679.277/0001-60. Página:1/5 Conselho Regional de Enfermagem da Bahia CNPJ: 15.679.277/0001-60 Comparativo da Paga 6.2.2.1.1 - CRÉDITO DISPONÍVEL - DESPESAS CORRENTES 15.929.386,19 14.609.228,50 14.609.228,50 1.320.157,69 6.2.2.1.1.31

Leia mais

De 16/03 a 24/04 Mais de 50 reuniões Mais de 100 horas de diálogo Duas viagens à Macapá Leitura de 22 relatórios Acompanhamento de processos,

De 16/03 a 24/04 Mais de 50 reuniões Mais de 100 horas de diálogo Duas viagens à Macapá Leitura de 22 relatórios Acompanhamento de processos, EDUARDO MARGARIT De 16/03 a 24/04 Mais de 50 reuniões Mais de 100 horas de diálogo Duas viagens à Macapá Leitura de 22 relatórios Acompanhamento de processos, licitações e obras Mais de 800 alunos Mais

Leia mais

Procedimento Administrativo de Incentivo à Participação em Eventos e Cursos para Capacitação dos Servidores do IFG 2013

Procedimento Administrativo de Incentivo à Participação em Eventos e Cursos para Capacitação dos Servidores do IFG 2013 Procedimento Administrativo de Incentivo à Participação em Eventos e Cursos para Capacitação dos Servidores do IFG 2013 O Programa Institucional de Incentivo à Participação em Eventos e Cursos para Capacitação

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE - PARAIBA Sistema de Contabilidade COMPARATIVO DA RECEITA ORÇADA COM A REALIZADA RECEITA - Março - 2012

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE - PARAIBA Sistema de Contabilidade COMPARATIVO DA RECEITA ORÇADA COM A REALIZADA RECEITA - Março - 2012 COMPARATIVO DA RECEITA ORÇADA COM A REALIZADA RECEITA - Março - 2012 Pág. : 1 6.2.1 RECEITAS CORRENTES 2.600.000,00 238.142,92 1.067.781,32 41,07 1.532.218,68 6.2.1.1 CONTRIBUIÇÕES 2.172.925,79 205.317,79

Leia mais

DEMONSTRATIVO FINANCEIRO - JANEIRO 2013

DEMONSTRATIVO FINANCEIRO - JANEIRO 2013 DEMONSTRATIVO FINANCEIRO - JANEIRO 2013 SALDO INICIAL TOTAL EM 31/12/2012 268.063,35 DESPESAS 290.766,92 SALDO INICIAL EM BANCO 263.178,39 DESPESAS ASSEJUS 290.766,92 DESPESAS COM PESSOAL 59.853,97 BANCO

Leia mais

PADRÕES DE QUALIDADE PARA CURSOS SUPERIORES NA ÁREA DE ARTES CÊNICAS (TEATRO E DANÇA)

PADRÕES DE QUALIDADE PARA CURSOS SUPERIORES NA ÁREA DE ARTES CÊNICAS (TEATRO E DANÇA) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR COORDENAÇÃO DAS COMISSÕES DE ESPECIALISTAS DE ENSINO COMISSÃO DE ESPECIALISTAS DE ENSINO DE ARTES CÊNICAS PADRÕES DE QUALIDADE PARA CURSOS SUPERIORES

Leia mais

CREFITO/RS. Comparativo da Despesa Paga. Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional 5ª Região CNPJ: 90.601.147/0001-20.

CREFITO/RS. Comparativo da Despesa Paga. Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional 5ª Região CNPJ: 90.601.147/0001-20. Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional 5ª Região CNPJ: 90.601.147/0001-20 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 6.425.208,00 2.742.999,95 2.742.999,95 3.682.208,05 CRÉDITO

Leia mais

CONSELHO CIENTÍFICO-ADMINISTRATIVO DA FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESPÍRITO SANTO CCAF RESOLUÇÃO Nº 83, DE 29 DE JANEIRO DE 2013.

CONSELHO CIENTÍFICO-ADMINISTRATIVO DA FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESPÍRITO SANTO CCAF RESOLUÇÃO Nº 83, DE 29 DE JANEIRO DE 2013. CONSELHO CIENTÍFICO-ADMINISTRATIVO DA FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESPÍRITO SANTO CCAF RESOLUÇÃO Nº 83, DE 29 DE JANEIRO DE 2013. Regulamenta a relação dos itens financiáveis e não financiáveis O CONSELHO

Leia mais

CRM/SC. Comparativo da Despesa Liquidada CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SANTA CATARINA CNPJ: 79.831.566/0001-15. Página:1/5 OU FUNÇÃO

CRM/SC. Comparativo da Despesa Liquidada CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SANTA CATARINA CNPJ: 79.831.566/0001-15. Página:1/5 OU FUNÇÃO CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SANTA CATARINA CNPJ: 79.831.566/0001-15 Comparativo da Liquidada CRÉDITO DISPONÍVEL - DESPESAS CORRENTES 15.170.00 1.795.345,62 3.134.978,61 12.035.021,39 PESSOAL

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE COLEGIADO PLENO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE COLEGIADO PLENO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE COLEGIADO PLENO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 01/2012 Regulamenta a relação entre a UFCG e sua fundação de apoio e define critérios

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES SEMAP

RELATÓRIO DE ATIVIDADES SEMAP RELATÓRIO DE ATIVIDADES SEMAP 2010 Paulo Cesar Roza da Luz Porto Alegre, dezembro de 2010 ÍNDICE - Introdução... 03 - Atividades realizadas... 04 1) Manutenção... 04 2) Almoxarifado... 06 3) Patrimônio...

Leia mais

Requisitos para o ingresso dos programas de pós-graduação stricto sensu das Instituições de Ensino Superior no PROEX

Requisitos para o ingresso dos programas de pós-graduação stricto sensu das Instituições de Ensino Superior no PROEX Programa de Excelência Acadêmica PROEX Documento Básico de Orientações do Programa de Excelência Acadêmica PROEX Objetivos do PROEX e critérios para a aplicação dos recursos O Programa de Excelência Acadêmica

Leia mais

Comparativo da Despesa Paga. Gratificação de Natal - 13º Salário. Material de Limpeza e Produtos de Higiene. Material de Áudio, Vídeo e Foto

Comparativo da Despesa Paga. Gratificação de Natal - 13º Salário. Material de Limpeza e Produtos de Higiene. Material de Áudio, Vídeo e Foto Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Rio Grande do Norte CNPJ: 14.829.126/0001-88 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 1.819.026,06 1.569.128,55 DESPESA CORRENTE 1.082.835,00 832.937,49

Leia mais

Comparativo da Despesa Paga. Gratificação de Natal - 13º Salário. Material de Limpeza e Produtos de Higiene. Material de Áudio, Vídeo e Foto

Comparativo da Despesa Paga. Gratificação de Natal - 13º Salário. Material de Limpeza e Produtos de Higiene. Material de Áudio, Vídeo e Foto Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Rio Grande do Norte CNPJ: 14.829.126/0001-88 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 1.819.026,06 102.069,64 491.340,38 1.327.685,68 DESPESA CORRENTE

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR

PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR Comparativo Autorizada, Empenhada, 157.477.00 1.637.328,84 142.800.869,09 0.1.00.000000 157.477.00 1.637.328,84 142.800.869,09 30.00.00.00 s Correntes 154.517.00 1.612.332,06 142.600.826,32 30.00.00.00

Leia mais

UNICAMP SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UNICAMP PROCEDIMENTOS PARA COLETA DE DADOS. Versão Preliminar

UNICAMP SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UNICAMP PROCEDIMENTOS PARA COLETA DE DADOS. Versão Preliminar UNICAMP SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UNICAMP PROCEDIMENTOS PARA COLETA DE DADOS Versão Preliminar MANUAL 2002 1 Manual editado pela Área de Planejamento da Biblioteca Central da Unicamp. UNIVERSIDADE ESTADUAL

Leia mais

Proposta Orçamentária Exercício 2015

Proposta Orçamentária Exercício 2015 Página : 1 1.0.00.00 - RECEITAS CORRENTES 1.954.000,00 1.1.00.00 - RECEITAS DE CONTRIBUIÇÕES 1.540.663,00 1.1.01.00 - ANUIDADE 1.540.663,00 1.1.01.01 - ANUIDADE DO EXERCICIO 1.035.137,00 1.1.01.01.01 -

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROPEP MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS

ESTADO DE ALAGOAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROPEP MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS ESTADO DE ALAGOAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROPEP MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 1 APRESENTAÇÃO As presentes instruções têm por finalidade estabelecer critérios

Leia mais

Portaria nº 64, de 24 de março de 2010

Portaria nº 64, de 24 de março de 2010 Portaria nº 64, de 24 de março de 2010 O PRESIDENTE DA COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR CAPES, no uso das atribuições conferidas pelo art. 26, inciso IX, do Decreto nº 6.316,

Leia mais

Cartilha de Instruções para Classificação - CGDA 10.10.2013

Cartilha de Instruções para Classificação - CGDA 10.10.2013 Cartilha de Instruções para Classificação - CGDA 10.10.2013 010 Organização e Funcionamento 010.1 Assessoria Técnica à Gestão 010.1.01 Manifestação de Cordialidade 010.1.02 Manifestação de Elogio 010.1.03

Leia mais

CONTER. Comparativo da Despesa Paga. Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia CNPJ: 03.635.323/0001-40. Página:1/5

CONTER. Comparativo da Despesa Paga. Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia CNPJ: 03.635.323/0001-40. Página:1/5 Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia CNPJ: 03.635.323/0001-40 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL - DESPESAS CORRENTES 6.780.80 2.392.725,12 2.392.725,12 4.388.074,88 VENCIMENTOS E VANTAGENS

Leia mais

Integração entre gestão e o orçamento público na educação. Dr. Mauro Giovanni Lippi Filho Secretário Municipal de Educação

Integração entre gestão e o orçamento público na educação. Dr. Mauro Giovanni Lippi Filho Secretário Municipal de Educação Integração entre gestão e o orçamento público na educação Dr. Mauro Giovanni Lippi Filho Secretário Municipal de Educação Constituição Federal Art. 212. A União aplicará, anualmente, nunca menos de dezoito,

Leia mais

Comparativo de Despesas Abril/2015

Comparativo de Despesas Abril/2015 Click to edit Master text styles Second level Third level Fourth level» Fifth level Comparativo de s Abril/2015 Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil CNPJ: 14.702.767/0001-77 Comparativo da Liquidada

Leia mais

SEÇÃO TÉCNICA DE FINANÇAS

SEÇÃO TÉCNICA DE FINANÇAS SEÇÃO TÉCNICA DE FINANÇAS Missão A Seção Técnica de Finanças tem a missão de Controlar e Executar os recursos orçamentários e financeiros, fornecendo informações técnicas e legais que fundamentem as decisões

Leia mais

MINUTA PLANO DE TRABALHO Nº /2010 FUNDAÇÃO

MINUTA PLANO DE TRABALHO Nº /2010 FUNDAÇÃO MINUTA PLANO DE TRABALHO Nº /2010 FUNDAÇÃO PROJETO: Curso de Aperfeiçoamento a Distância em Geoprocessamento em Saúde 2ª edição 1 Identificação do objeto a ser executado: a) Unid./Orgão: Instituto de Patologia

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CAMPUS DE GUARATINGUETÁ FACULDADE DE ENGENHARIA

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CAMPUS DE GUARATINGUETÁ FACULDADE DE ENGENHARIA unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CAMPUS DE GUARATINGUETÁ FACULDADE DE ENGENHARIA RELATÓRIO DE DESPESAS DISCRIMINADAS CONFORME DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO FINANCEIRA REFERENTE AO MÊS DE OUTUBRO 2012 DESPESAS

Leia mais

TJSP - Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo 07/07/2011-18:15

TJSP - Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo 07/07/2011-18:15 Relatório de Proposta Orçamentária - Detalhado Página: 1 de 12 Ano: 2012 Secretaria: SOCF - Secretaria de Orçamento, Contabilidade e Finanças Órgão Orçamentário: 3000 - Tribunal de Justiça Unidade Orçamentária:

Leia mais

MANUAIS DCCAc/PROPLAN

MANUAIS DCCAc/PROPLAN MANUAIS DCCAc/PROPLAN Nº 2: TRANSFERÊNCIA DE RECURSOS DE TERCEIROS DIRETAMENTE PARA A UFPE OU COM INTERVENIÊNCIA DE FUNDAÇÃO DE APOIO (CONVÊNIO/ CONTRATO) I. Informações Iniciais I.I I.II I.III I.IV Este

Leia mais

Anteprojeto de Lei: Autonomia das Universidades e Institutos Federais.

Anteprojeto de Lei: Autonomia das Universidades e Institutos Federais. X Encontro Nacional- PROIFES-Federação Anteprojeto de Lei: Autonomia das Universidades e Institutos Federais. Apresentação PROIFES-Federação A Constituição Brasileira de 1988 determinou, em seu artigo

Leia mais

Proposta Orçamentária

Proposta Orçamentária Proposta Orçamentária Código Título da Unidade Limite Despesa Saldo 26268 Fundação Universidade Federal de Rondônia 104.468.068 104.468.068 0 Total Geral: 104.468.068 104.468.068 0 SIMEC- Sistema Integrado

Leia mais

Comparativo da Despesa Liquidada. Gratificação por Tempo de Serviço JUROS E ENCARGOS DE EMPRESTIMOS POR ANTECIPACAO DE RECEITA ORCAMENTARIA

Comparativo da Despesa Liquidada. Gratificação por Tempo de Serviço JUROS E ENCARGOS DE EMPRESTIMOS POR ANTECIPACAO DE RECEITA ORCAMENTARIA Conselho Regional de Psicologia / ES CNPJ: 06.964.242/0001-81 Comparativo da Liquidada CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 1.687.048,66 1.151.487,32 1.151.487,32 535.561,34 CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESA CORRENTE

Leia mais

EDITAL FASA/UNICAP 2015 MODELO PARA PROJETO DE EXTENSÃO

EDITAL FASA/UNICAP 2015 MODELO PARA PROJETO DE EXTENSÃO EDITAL FASA/UNICAP 2015 MODELO PARA PROJETO DE EXTENSÃO I IDENTIFICAÇÃO GERAL DA ATIVIDADE 1. Título: 2. Instituição: Universidade Católica de Pernambuco 3. Centro: 4. Curso: 5. Área Temática: ( ) Sustentabilidade

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE EM PERNAMBUCO Sistema de Contabilidade COMPARATIVO DA RECEITA ORÇADA COM A REALIZADA RECEITA - Março - 2013

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE EM PERNAMBUCO Sistema de Contabilidade COMPARATIVO DA RECEITA ORÇADA COM A REALIZADA RECEITA - Março - 2013 COMPARATIVO DA RECEITA ORÇADA COM A REALIZADA RECEITA - Março - 2013 Pág. : 1 6.2.1 RECEITAS CORRENTES 6.075.000,00 385.244,45 3.028.821,45 49,86 3.046.178,55 6.2.1.1 CONTRIBUIÇÕES 4.949.000,00 295.008,08

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE UNICENTRO Página: 1 RELAÇÃO DE CONTAS CADASTRADAS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE UNICENTRO Página: 1 RELAÇÃO DE CONTAS CADASTRADAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE UNICENTRO Página: 1 1000000000 RECEITAS CORRENTES 1300000000 RECEITA PATRIMONIAL 1310000000 Receitas Imobiliárias 1311000000 Aluguéis 1312000000 Arrendamentos 1315000000

Leia mais

Folha: CNPJ: 01.052.752/0001-69 Número livro: Emissão: Hora: DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO EM 31/12/2010

Folha: CNPJ: 01.052.752/0001-69 Número livro: Emissão: Hora: DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO EM 31/12/2010 Empresa: ASAS DE SOCORRO Folha: CNPJ: 01.052.752/0001-69 Número livro: CONSOLIDADO Emissão: Hora: 0001 0041 01/11/2012 11:40:01 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO EM 31/12/2010 Descrição Receita Operacional

Leia mais

Ministério da Educação Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Diretoria de Programas Especiais Fundo de Fortalecimento da Escola

Ministério da Educação Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Diretoria de Programas Especiais Fundo de Fortalecimento da Escola Ministério da Educação Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Diretoria de Programas Especiais Fundo de Fortalecimento da Escola Brasília 2006 Qualquer parte desta obra pode ser reproduzida desde

Leia mais

CRF/PE. Comparativo da Despesa Paga. Conselho Regional de Farmácia de Pernambuco CNPJ: 09.822.982/0001-71. Página:1/6

CRF/PE. Comparativo da Despesa Paga. Conselho Regional de Farmácia de Pernambuco CNPJ: 09.822.982/0001-71. Página:1/6 Conselho Regional de Farmácia de Pernambuco CNPJ: 09.822.982/0001-71 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 6.366.25 1.102.995,57 2.609.238,49 3.757.011,51 CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESAS CORRENTES

Leia mais

CONSIDERANDO que este Conselho compete normatizar esse procedimento; R E S O L V E:

CONSIDERANDO que este Conselho compete normatizar esse procedimento; R E S O L V E: RESOLUÇÃO N o 03/90, CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Aprova as Normas para elaboração de Projetos de Cursos de Especialização (Pós-Graduação lato sensu ). O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

Leia mais

Comparativo da Despesa Autorizada/Realizada

Comparativo da Despesa Autorizada/Realizada CONSELHO REGIONAL DE CORRETORES DE IMOVEIS - 4ª REGIÃO RUA CARIJOS 244 10º ANDAR EDIFICIO WALMAP BELO HORIZONTE-MG Telefone: (31) 3271-6044 Comparativo da Despesa Autorizada/Realizada Ano do : 2014 : 01/01/2014

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N. 700, DE 19 DE SETEMBRO DE 2011

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N. 700, DE 19 DE SETEMBRO DE 2011 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N. 700, DE 19 DE SETEMBRO DE 2011 Dispõe sobre a relação entre a UFPA e as Fundações de Apoio ao Ensino, Pesquisa,

Leia mais

PDI 2015-2019 Centro de Ciências Humanas e Letras

PDI 2015-2019 Centro de Ciências Humanas e Letras PDI 2015-2019 Centro de Ciências Humanas e Letras O Centro de Ciências Humanas e Letras (CCHL) é unidade de ensino e administração da Universidade Federal do Piauí, reconhecida nos Estatutos da Instituição.

Leia mais

Manual de Orientação

Manual de Orientação Manual de Orientação Fone: (47) 3635-6682 Direção de Administração Orientações para solicitação de serviços ou compras I SOLICITAÇÃO DE SERVIÇOS O solicitante deve abrir processo e encaminhar a Coordenadoria

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO P O R T A R I A N. º 5 0 8 D E 1 5 D E J U L H O D E 2 0 1 1. O Reitor do Instituto Federal do Paraná, no uso da competência que lhe confere o Decreto de 13 de junho de 2011, da Presidência da República,

Leia mais

CRP/RS. Comparativo da Despesa Paga. Conselho Regional de Psicologia 7ª Região - CRPRS CNPJ: 03.230.787/0001-76. Página:1/5

CRP/RS. Comparativo da Despesa Paga. Conselho Regional de Psicologia 7ª Região - CRPRS CNPJ: 03.230.787/0001-76. Página:1/5 Conselho Regional de Psicologia 7ª Região - CRPRS CNPJ: 03.230.787/0001-76 Comparativo da Paga 6.2.2.1.1 - CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 10.218.906,43 571.837,92 3.904.353,83 6.314.552,60 6.2.2.1.1.01

Leia mais

CRF/PB. Comparativo da Despesa Paga. Conselho Regional de Farmácia da Paraíba CNPJ: 08.338.774/0001-39. Página:1/6

CRF/PB. Comparativo da Despesa Paga. Conselho Regional de Farmácia da Paraíba CNPJ: 08.338.774/0001-39. Página:1/6 Conselho Regional de Farmácia da Paraíba CNPJ: 08.338.774/0001-39 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 4.500.00 3.539.976,99 CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESAS CORRENTES 3.533.00 955.295,01 955.295,01

Leia mais

AlphaVille Fortaleza. Previsão Orçamentária 2015. Reunião do Conselho Diretor Novembro/2014 1

AlphaVille Fortaleza. Previsão Orçamentária 2015. Reunião do Conselho Diretor Novembro/2014 1 AlphaVille Fortaleza Previsão Orçamentária 2015 Reunião do Conselho Diretor Novembro/2014 1 Previsão Balanço Final / 2014 Previsão de Receitas Taxa Manutenção - Nov/14 e Dez/14 R$ 668.10 Resultado (Saldo

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE M I N UT A EDITAL FOPIN 2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE M I N UT A EDITAL FOPIN 2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE M I N UT A INSTRUÇÃO DE SERVIÇO PROPPI N o 06 de 09 de Julho de 2015 EDITAL FOPIN 2015 PROGRAMA DE FOMENTO À PESQUISA DAS

Leia mais

Roteiro de procedimentos para elaboração de propostas de pesquisa CEBRAP

Roteiro de procedimentos para elaboração de propostas de pesquisa CEBRAP Roteiro de procedimentos para elaboração de propostas de pesquisa CEBRAP 1 Objetivo Este roteiro tem como objetivo estabelecer critérios e procedimentos necessários à padronização das prospecções, dos

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO Edital nº 07/2014 Programa institucional de auxílio financeiro ao pesquisador para tradução

Leia mais

NORMAS PARA SOLICITAÇÃO, USO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS DO FUNDECITRUS

NORMAS PARA SOLICITAÇÃO, USO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS DO FUNDECITRUS 1 NORMAS PARA SOLICITAÇÃO, USO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS DO FUNDECITRUS Todas as normas devem ser lidas atentamente antes da submissão da proposta de pesquisa, bem como antes da realização

Leia mais

Comparativo da Despesa Autorizada/Realizada

Comparativo da Despesa Autorizada/Realizada Ano do Exercício: 2014 CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 4ª REGIAO AVENIDA AMAZONAS, 298-15º ANDAR BELO HORIZONTE-MG Telefone: (31) 3207-5000 Comparativo da Despesa Autorizada/Realizada Período: 01/10/2014

Leia mais

Comparativo da Despesa Autorizada/Realizada

Comparativo da Despesa Autorizada/Realizada Ano do Exercício: 2014 CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 4ª REGIAO AVENIDA AMAZONAS, 298-15º ANDAR BELO HORIZONTE-MG Telefone: (31) 3207-5000 Comparativo da Despesa Autorizada/Realizada Período: 01/06/2014

Leia mais

DIAGNÓSTICO DE FRAGILIDADES E POTENCIALIDADES UNIDADE DE IVINHEMA

DIAGNÓSTICO DE FRAGILIDADES E POTENCIALIDADES UNIDADE DE IVINHEMA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL ASSESSORIA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS E CAPTAÇÃO DE RECURSOS DIAGNÓSTICO DE FRAGILIDADES E POTENCIALIDADES UNIDADE DE IVINHEMA LINHA TEMÁTICA (PROBLEMAS )

Leia mais

FUNDACAO EDUCACIONAL DE BRUSQUE - FEBE Folha: 1 Período: 01/01/11 a 31/01/11

FUNDACAO EDUCACIONAL DE BRUSQUE - FEBE Folha: 1 Período: 01/01/11 a 31/01/11 FUNDACAO EDUCACIONAL DE BRUSQUE - FEBE Folha: 1 17 T 1 ATIVO 41.752.495,74D 4.036.938,36 4.262.358,02 41.527.076,08D 23 T 1.1 ATIVO CIRCULANTE 1.250.072,51D 3.944.278,77 4.201.929,51 992.421,77D 30 T 1.1.01

Leia mais

CRM/PE. Comparativo da Despesa Liquidada. Conselho Regional de Medicina / PE CNPJ: 09.790.999/0001-94. Página:1/5

CRM/PE. Comparativo da Despesa Liquidada. Conselho Regional de Medicina / PE CNPJ: 09.790.999/0001-94. Página:1/5 Conselho Regional de Medicina / PE CNPJ: 09.790.999/0001-94 Comparativo da Liquidada CRÉDITO DISPONÍVEL - DESPESAS CORRENTES 10.058.608,00 743.489,20 2.545.612,52 7.512.995,48 PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS

Leia mais

PREVISÃO ORÇAMENTÁRIA 2014/2015 Mar/14 Abr/14 Mai/14 Jun/14 Jul/14 Ago/14 Set/14 Out/14 Nov/14 Dez/14 Jan/15 Fev/15 Totais %Reajuste

PREVISÃO ORÇAMENTÁRIA 2014/2015 Mar/14 Abr/14 Mai/14 Jun/14 Jul/14 Ago/14 Set/14 Out/14 Nov/14 Dez/14 Jan/15 Fev/15 Totais %Reajuste 1 Despesas 1.01 - Contratos e Manutenção PREVISÃO ORÇAMENTÁRIA 2014/2015 R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ % R$ 1.01.01 Elevadores 13.400,00 13.400,00 13.400,00 13.400,00 13.400,00 13.400,00 13.400,00

Leia mais

FESURV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2009-2010

FESURV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2009-2010 FESURV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2009-2010 1 Fragilidade resultado inferior a 50% Ponto a ser melhorado 50% e 59,9% Potencialidade igual ou

Leia mais

Novo Sistema de Gestão do IFAM

Novo Sistema de Gestão do IFAM Novo Sistema de Gestão do IFAM Os módulos serão implantados atendendo aos critérios: Sistema/Módulo Entrega Prazo de Entrega Módulo Administrativo Integração SIAFI Módulo de Recursos Humanos Protocolo

Leia mais

CRF/PR. Comparativo da Despesa Paga. Conselho Regional de Farmácia do Paraná CNPJ: 76.693.886/0001-68. Página:1/6. Funções.

CRF/PR. Comparativo da Despesa Paga. Conselho Regional de Farmácia do Paraná CNPJ: 76.693.886/0001-68. Página:1/6. Funções. Conselho Regional de Farmácia do Paraná CNPJ: 76.693.886/0001-68 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 14.028.00 12.940.689,80 CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESAS CORRENTES 13.375.00 1.082.192,20 1.082.192,20

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana Pró-Reitoria de Extensão. EDITAL PROEX 28/2015, de 23 de outubro de 2015

Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana Pró-Reitoria de Extensão. EDITAL PROEX 28/2015, de 23 de outubro de 2015 Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana Pró-Reitoria de Extensão EDITAL PROEX 28/2015, de 23 de outubro de 2015 PROFIEX MAIS CULTURA NAS UNIVERSIDADES MEC/MinC A Universidade

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCICIO 01/01/2012 A 31/12/2012 PRESIDENTE: EVOLI NEVES DA SILVA

PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCICIO 01/01/2012 A 31/12/2012 PRESIDENTE: EVOLI NEVES DA SILVA PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCICIO 01/01/2012 A PRESIDENTE: EVOLI NEVES DA SILVA CONTAS VALORES VALORES % LRF 557.083,24 DISPONIVEL NO INICIO DO PERIODO Caixa 0,04 Bancos Conta Corrente 322.373,89 Bancos

Leia mais

REGRAS PARA A UTILIZAÇÃO DOS RECURSOS PROAP/CAPES

REGRAS PARA A UTILIZAÇÃO DOS RECURSOS PROAP/CAPES REGRAS PARA A UTILIZAÇÃO DOS RECURSOS PROAP/CAPES Baseado no que determina a Portaria 64 da CAPES I) Informações gerais: Para entendimento e melhor uso dos recursos provenientes do Programa de Apoio a

Leia mais

Comissão Própria de Avaliação - CPA

Comissão Própria de Avaliação - CPA AVALIAÇÃO DO CEFET-RJ PELOS DISCENTES -2010/2 A avaliação das Instituições de Educação Superior tem caráter formativo e visa o aperfeiçoamento dos agentes da comunidade acadêmica e da Instituição como

Leia mais

BRIEFING PROJETO DE SINALIZACÃO PARA ESCOLA DE MÚSICA DO ESTADO DE SÃO PAULO - TOM JOBIM (EMESP TOM JOBIM)

BRIEFING PROJETO DE SINALIZACÃO PARA ESCOLA DE MÚSICA DO ESTADO DE SÃO PAULO - TOM JOBIM (EMESP TOM JOBIM) BRIEFING PROJETO DE SINALIZACÃO PARA ESCOLA DE MÚSICA DO ESTADO DE SÃO PAULO - TOM JOBIM (EMESP TOM JOBIM) OBJETIVO O presente briefing destina-se à contratação de serviço para produção e instalação de

Leia mais

GUIA DE CAPACITAÇÃO REGISTRO DE RECEITA EXTRA ORÇAMENTÁRIA - RDE

GUIA DE CAPACITAÇÃO REGISTRO DE RECEITA EXTRA ORÇAMENTÁRIA - RDE GUIA DE CAPACITAÇÃO REGISTRO DE RECEITA EXTRA ORÇAMENTÁRIA - RDE Registro de Receita Extra Orçamentária (RDE) - SUMÁRIO - 1. CONCEITOS...3 2. Registro de Receita Extra Orçamentária...6 2.1. DESCRIÇÃO...6

Leia mais

6,37 0,01 6,36 551.959,49 2.074.160,73 1.471.280,76 1.154.839,46 51.738,32 22.836,64 11.427,71 40.329,39 111129900000 OUTROS BANCOS CONTA MOVIMENTO

6,37 0,01 6,36 551.959,49 2.074.160,73 1.471.280,76 1.154.839,46 51.738,32 22.836,64 11.427,71 40.329,39 111129900000 OUTROS BANCOS CONTA MOVIMENTO 111110100000 CAIXA 6,37 0,01 6,36 111120200000 BANCO DO BRASIL S/A 551.959,49 2.074.160,73 1.471.280,76 1.154.839,46 111120300000 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL 51.738,32 22.836,64 11.427,71 40.329,39 111129900000

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CONSELHO UNIVERSITÁRIO. Resolução n 027/2011-CONSU De 22 de dezembro de 2011

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CONSELHO UNIVERSITÁRIO. Resolução n 027/2011-CONSU De 22 de dezembro de 2011 Resolução n 027/2011-CONSU De 22 de dezembro de 2011 Regulamenta as normas para o relacionamento entre a Universidade Federal do Amapá e as Fundações de Apoio prevista na Lei n 8.958, de 20 de dezembro

Leia mais

PRODUÇÃO E REPRODUÇÃO DO MATERIAL DIDÁTICO

PRODUÇÃO E REPRODUÇÃO DO MATERIAL DIDÁTICO ANEXO B Orientações para elaboração do orçamento de custeio dos cursos de formação continuada Os recursos destinados à formação continuada serão previstos pelo Ministério da Educação no Projeto de Lei

Leia mais

ICH ORGANIZAÇÃO DO ESPAÇO FISICO

ICH ORGANIZAÇÃO DO ESPAÇO FISICO ICH ORGANIZAÇÃO DO ESPAÇO FISICO SUMÁRIO I. Gabinetes para professores...3 II. Núcleos de pesquisa...3 III. Laboratórios...4 IV. Espaços coletivos outras atividades...8 V. Espaço administrativo...9 VI.

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Anual 2015

Plano de Desenvolvimento Anual 2015 PDA2015 CCO Custeio R$ 2.489.918,00 Capital R$ 331.237,00 Tipo CUSTEIO AÇÃO ORÇAMENTÁRIA 20RL Total R$ 2.821.155,00 Executado R$ 888.366,09 Saldo R$ 1.932.788,91 31,49% 33901414 09/02/2015 EMPENHO DE DIARIAS

Leia mais

ELABORAÇÃO DO ORÇAMENTO DE PROJETOS DE EXTENSÃO

ELABORAÇÃO DO ORÇAMENTO DE PROJETOS DE EXTENSÃO ELABORAÇÃO DO ORÇAMENTO DE PROJETOS DE EXTENSÃO A previsão orçamentária é peça fundamental de um projeto. O orçamento é composto pela Previsão de Receita (item I) e pela Fixação de Despesas, representada

Leia mais

CRM/PE. Comparativo da Despesa Liquidada. Conselho Regional de Medicina / PE CNPJ: 09.790.999/0001-94. Página:1/5

CRM/PE. Comparativo da Despesa Liquidada. Conselho Regional de Medicina / PE CNPJ: 09.790.999/0001-94. Página:1/5 Conselho Regional de Medicina / PE CNPJ: 09.790.999/0001-94 Comparativo da Liquidada CRÉDITO DISPONÍVEL - DESPESAS CORRENTES 10.058.608,00 1.802.123,32 1.802.123,32 8.256.484,68 PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO UNIVERSITÁRIO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO UNIVERSITÁRIO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N o 13/2014 Aprova o Orçamento Interno da Universidade Federal da Paraíba, para o exercício financeiro de 2014.

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSUN Nº 005/2014. Ementa::Regulamenta a gestão financeira dos Programas e Projetos de Extensão da UPE.

RESOLUÇÃO CONSUN Nº 005/2014. Ementa::Regulamenta a gestão financeira dos Programas e Projetos de Extensão da UPE. RESOLUÇÃO CONSUN Nº 005/2014 Ementa::Regulamenta a gestão financeira dos Programas e Projetos de Extensão da UPE. O Presidente do Conselho Universitário - CONSUN, no uso das atribuições que lhe confere

Leia mais

Comparativo da Despesa Empenhada

Comparativo da Despesa Empenhada Conselho Federal de Psicologia CNPJ: 00.393.272/0001-07 Comparativo da Empenhada Período: 01/01/2013 a 31/12/2013 6.2.2.1.1 - CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 23.529.630,47 354.627,97 6.2.2.1.1.01 - CRÉDITO

Leia mais

- 1 - CARTILHA PARA COMPREENDIMENTO CONTABIL SINDICATO DOS ESTIVADORES DE PARANAGUÁ E PONTAL DO PR-2009

- 1 - CARTILHA PARA COMPREENDIMENTO CONTABIL SINDICATO DOS ESTIVADORES DE PARANAGUÁ E PONTAL DO PR-2009 - 1 - ATIVO = Nossos bens e Direitos No Ativo do Sindicato temos as seguintes contas: - Caixa: É o que está disponível na Tesouraria para pagamento de pequenas despesas. - Banco Conta Movimento: O Sindicato

Leia mais

Prof. Dr. Targino de Araújo Filho Reitor

Prof. Dr. Targino de Araújo Filho Reitor UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS Gabinete do Reitor Via Washington Luís, km 235 Caixa Postal 676 13565-905 São Carlos SP - Brasil Fones: (16) 3351-8101/3351-8102 Fax: (16) 3361-4846/3361-2081 E-mail:

Leia mais

Negociação Comercial

Negociação Comercial Negociação Comercial Aula 16-04/04/09 1 Negociação Comercial ETAPAS E MODELO DE UMA PROPOSTA COMERCIAL Parte 1/2 2 OBJETO...(preencher)........., conforme descritos na Proposta Técnica. 2 ETAPAS DO PROJETO

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA PARA APOIO A PROJETOS CULTURAIS DA REGIÃO NORTE INFORMAÇÕES GERAIS E DICAS DE PARTICIPAÇÃO

EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA PARA APOIO A PROJETOS CULTURAIS DA REGIÃO NORTE INFORMAÇÕES GERAIS E DICAS DE PARTICIPAÇÃO EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA PARA APOIO A PROJETOS CULTURAIS DA REGIÃO NORTE INFORMAÇÕES GERAIS E DICAS DE PARTICIPAÇÃO 1 1. O que é o Programa Amazônia Cultural? Trata-se de programa gerenciado pela Representação

Leia mais