O que há de diferente no Common Core? Susan Pimentel

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O que há de diferente no Common Core? Susan Pimentel"

Transcrição

1 O que há de diferente no Common Core? Susan Pimentel

2 2 Menor número de parâmetros, mais exigentes e mais claros

3 As deficiências mais comuns dos 3 parâmetros estaduais tradicionais Deficiência Familiar: Bastante comum: Os alunos leem e desenvolvem textos apropriados escritos por autores diferentes. Pouca ou nenhuma progressão: Os alunos fazem cálculos em níveis mais complexos. Ininteligível: Os alunos demonstram conhecimento e compreensão das variáveis que influenciam a eficácia dos componentes do processo de comunicação. Imensurável: "Os alunos demonstram a curiosidade e o hábito de aprendizagem ao longo da vida. Os alunos sentem-se realizados ao escrever." Grande quantidade de parâmetros total Deficiências específicas de conteúdo: Não foi oferecida nenhuma orientação em relação à qualidade e a complexidade da leitura esperada Expectativas vagas (por exemplo, usar as formas corretas de escrita pessoal e pública para diversos fins e público-alvo) Parâmetros confusos para textos literários e informativos

4 Principais aspectos nas expectativas de conteúdo com base em pesquisas e evidências 1. Complexidade do texto: Prática habitual com textos complexos (e sua linguagem acadêmica) 2. Evidência: Leitura, escrita e conversação baseados nas evidências do texto 3. Conhecimento: Ênfase na construção do conhecimento através do texto informativo com riqueza de conteúdo 4

5 Ajuste da complexidade em 5 relação a prontidão para universidade e carreira profissional

6 Evidência, Evidência, Evidência 6 Parâmetro de Leitura 1: Ler atentamente para determinar o que o texto diz de forma clara e fazer deduções lógicas do mesmo. Citar evidências textuais específicas ao escrever ou falar, a fim de ajudar a tirar conclusões baseadas no texto. Parâmetro de Composição 9: Traçar evidências dos textos literários ou informativos para defender a análise, reflexão e pesquisa. Parâmetros de Conversação e Escuta 1: Estar preparado para as discussões, ler e pesquisar o material que está sendo estudado. Aproveitar ao máximo essa preparação consultando evidências nos textos e realizando outras pesquisas sobre o tópico ou questão, a fim de estimular trocas de ideias bem fundamentadas.

7 Representação da porcentagem da 7 leitura de textos literários e informativos Série Literário Informativo 4 50% 50% 8 45% 55% 12 30% 70%

8 Desenvolvimento de parâmetros 8 comuns (CCSS) de discussão para composição Escrever artigos de opinião referentes aos temas e textos, defendendo um ponto de vista com argumentos. (4ª série) Escrever argumentos para apoiar as alegações com argumentos claros e provas relevantes. Introduzir alegações e organizar argumentos e evidências de forma clara. (7ª série) Apoiar as alegações através de argumentos claros e provas relevantes, usando fontes confiáveis e demonstrando uma compreensão da origem do tema ou texto, assim como do próprio tema ou texto. Escrever argumentos para apoiar alegações em uma análise de tópicos ou textos reais, utilizando argumentos válidos e evidências suficientes e relevantes. (9ª e 10ª série) Apresentar alegações precisas e inteligentes, determinar o significado dessas alegações, distingui-las das alegações alternativas ou opostas e criar uma organização que ordena as alegações, o contra-argumento, o próprio argumento e as evidências de forma lógica. Desenvolver alegações e contra-argumentos de forma razoável e detalhada, fornecendo as evidências mais relevantes para cada um, enquanto destaca os pontos fortes e as limitações de ambos como forma de prever o nível de conhecimento, as preocupações, os valores e possíveis inclinações do público.

9 Desenvolvimento de parâmetros 9 comuns (CCSS) de discussão para leitura Explicar como o autor utiliza argumentos e evidências para defender pontos específicos em um texto. (4ª série) Identificar e avaliar o argumento e as alegações específicas de um texto, analisando se o argumento é válido e se a evidência é relevante e suficiente para defender tais alegações. (7ª série) Descrever e avaliar o argumento e as alegações específicas de um texto, analisando se o argumento é válido e se a evidência é relevante e suficiente. Identificar afirmações falsas e argumentos enganosos. (Ensino médio)

10 Teste de redação tradicional Vs. Common Core (4ª série) 10 Teste de Redação Tradicional A maioria das pessoas gosta de uma determinada atividade ou hobby. Algumas gostam de colecionar enquanto outras gostam de ler ou jogar um jogo. Qual é a sua atividade favorita? Faça uma redação descrevendo o que você gosta de fazer. Explique porque tal atividade é importante para você. (Nova Jersey) Modelo de Teste de Redação Common Core : A passagem, Quem foi Marco Polo mostra argumentos que explicam porque Marco Polo pode ter sido sincero em seu livro e também apresenta argumentos que explicam porque ele pode ter inventado suas histórias sobre a China. Usando as informações do texto, explique como o autor usou argumentos e evidências para apoiar cada postura em relação à Marco Polo.

11 Teste de redação tradicional Vs. Common Core (7ª série) 11 Teste de Redação Tradicional: Pense sobre como seria um dia perfeito para você. O que você faria? Onde estaria? Quem estaria com você? Em uma redação bem desenvolvida, descreva o seu dia perfeito e explique por que ele seria perfeito para você. (Massachusetts) Modelo de Teste de Redação Common Core : Identificar a linha de argumento no discurso de Winston Churchill Sangue, Esforço, Lágrimas e Suor endereçado ao parlamento, e avalie suas alegações e opiniões presentes no texto, distinguindo quais alegações são apoiadas por fatos, argumentos e evidências e quais não são.

12 Teste de redação tradicional Vs. Common Core (Ensino médio) 12 Teste de Redação Tradicional: Quem são seus heróis? Faça uma redação definindo o heroísmo e argumentando quem você acha que são os nossos verdadeiros heróis - pessoas famosas, pessoas comuns ou talvez ambos. Certifique-se de usar exemplos de celebridades específicas, de outras pessoas que você já ouviu falar ou leu a respeito ou de pessoas da sua própria comunidade, para defender a sua posição. (NAEP) Modelo de Teste de Redação Common Core : Os alunos reúnem evidências do discurso de Kennedy New Frontier Speech e de Johnson Great Society Speech, e escrevem sobre as políticas específicas apresentadas por estes dois líderes, assim como as diferenças e semelhanças da abordagem de ambos. Compare as evidências e os argumentos que cada um utiliza, e avalie como cada um deles defende suas alegações, assim como se os argumentos são válidos e se as evidências são relevantes e suficientes.

13 Novas avaliações para manter o foco no que realmente importa 13 DE: Manter o foco apenas nas habilidades de leitura Mensurar apenas a linguagem Avaliar durante um único período de tempo Escrever tópicos fora do contexto (narrativas pessoais) Mensurar a literatura principal PARA: Manter o foco na complexidade da capacidade de leitura do aluno Mensurar o grau de instrução através das disciplinas Avaliar através de várias sessões para obter um resultado melhor e mais justo do desempenho do aluno Escrever evidências baseadas em análises (argumentos e redações informativas) Enfatizar o texto informativo através das disciplinas Mensurar apenas através da resposta tradicional selecionada Avaliar habilidades de pesquisa, traçar evidências do texto e demais desempenhos complexos

6º ANO O progresso da criança

6º ANO O progresso da criança 1 2 3 4 1 2 3 4 6 7 8 PREPARAÇÃO PARA O SUCESSO NO 6º ANO O progresso da criança Uma fonte de recursos para os pais para entender o que a criança deve aprender este ano e sugestões úteis para apoiar o

Leia mais

Boletim de Guia para os Pais das Escolas Públicas Elementar de Central Falls

Boletim de Guia para os Pais das Escolas Públicas Elementar de Central Falls Boletim de Guia para os Pais das Escolas Públicas Elementar de Central Falls O objetivo principal do cartão de relatório elementar é comunicar o progresso do aluno para os pais, alunos e outros funcionários

Leia mais

5º ANO O progresso da criança

5º ANO O progresso da criança 1 2 3 4 1 2 3 4 6 7 8 PREPARAÇÃO PARA O SUCESSO NO º ANO O progresso da criança Uma fonte de recursos para os pais para entender o que a criança deve aprender este ano e sugestões úteis para apoiar o aprendizado

Leia mais

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PORTUGUESA DE LÍNGUA. Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) MARÇO

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PORTUGUESA DE LÍNGUA. Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) MARÇO EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA MARÇO 2013 Expectativas de Aprendizagem de Língua Portuguesa dos anos iniciais do Ensino Fundamental 1º ao 5º ano Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º

Leia mais

COMO CONTRATAR OS MELHORES REPRESENTANTES DE ATENDIMENTO AO CLIENTE

COMO CONTRATAR OS MELHORES REPRESENTANTES DE ATENDIMENTO AO CLIENTE COMO CONTRATAR OS MELHORES REPRESENTANTES DE ATENDIMENTO AO CLIENTE Por que se importar 3 O melhor representante de atendimento 4 SUMÁRIO Escrevendo um anúncio de vaga de emprego Carta de apresentação

Leia mais

Tipos de Resumo. Resumo Indicativo ou Descritivo. Resumo Informativo ou Analítico

Tipos de Resumo. Resumo Indicativo ou Descritivo. Resumo Informativo ou Analítico Resumir é apresentar de forma breve, concisa e seletiva um certo conteúdo. Isto significa reduzir a termos breves e precisos a parte essencial de um tema. Saber fazer um bom resumo é fundamental no percurso

Leia mais

Dinâmicas para Jovens - Brincadeiras para Jovens Atividades para grupos. Quem sou eu? Dinâmica de Apresentação para Grupo de Jovens

Dinâmicas para Jovens - Brincadeiras para Jovens Atividades para grupos. Quem sou eu? Dinâmica de Apresentação para Grupo de Jovens Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicas-para-jovens Dinâmicas para Jovens - Brincadeiras para Jovens Atividades para grupos As dinâmicas de grupo já fazem parte do cotidiano empresarial,

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 26 com base no texto 1. TEXTO 1

LÍNGUA PORTUGUESA. INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 26 com base no texto 1. TEXTO 1 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 LÍNGUA PORTUGUESA INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 26 com

Leia mais

Ensinar a ler em História, Ciências, Matemática, Geografia

Ensinar a ler em História, Ciências, Matemática, Geografia PAOLA GENTILE Ensinar a ler em História, Ciências, Matemática, Geografia A forma como se lê um texto varia mais de acordo com o objetivo proposto do que com o gênero, mas você pode ajudar o aluno a entender

Leia mais

Padrões de Competências para o Cargo de Professor Alfabetizador

Padrões de Competências para o Cargo de Professor Alfabetizador Padrões de Competências para o Cargo de Professor Alfabetizador Alfabetização de Crianças O Professor Alfabetizador é o profissional responsável por planejar e implementar ações pedagógicas que propiciem,

Leia mais

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Ultrapassando barreiras e superando adversidades. Ser um gestor de pessoas não é tarefa fácil. Existem vários perfis de gestores espalhados pelas organizações,

Leia mais

Roteiro para se fazer uma boa pesquisa e elaborar um trabalho acadêmico

Roteiro para se fazer uma boa pesquisa e elaborar um trabalho acadêmico Roteiro para se fazer uma boa pesquisa e elaborar um trabalho acadêmico Para realizar uma pesquisa que não se torne um grande sacrifício pelas dificuldades em encontrar as informações, antes é preciso

Leia mais

Relatório de Palestra Técnica

Relatório de Palestra Técnica Relatório de Palestra Técnica Ewaldo Luiz de Mattos Mehl Universidade Federal do Paraná Departamento de Engenharia Elétrica mehl@ufpr.br Relatório de Palestra Técnica Atividade prática Definição Objetivos

Leia mais

4º ANO O progresso da criança

4º ANO O progresso da criança 1 2 3 4 1 2 3 4 6 7 8 PREPARAÇÃO PARA O SUCESSO NO 4º ANO O progresso da criança Uma fonte de recursos para os pais para entender o que a criança deve aprender este ano e sugestões úteis para apoiar o

Leia mais

Pré-texto. Texto. Pós-texto. Estrutura do Trabalho Final de Curso. A estrutura do Trabalho Final de Curso compreende: pré-texto, texto e pós-texto.

Pré-texto. Texto. Pós-texto. Estrutura do Trabalho Final de Curso. A estrutura do Trabalho Final de Curso compreende: pré-texto, texto e pós-texto. Estrutura do Trabalho Final de Curso A estrutura do Trabalho Final de Curso compreende: pré-texto, texto e pós-texto. Pré-texto Capa Folha de Rosto Dedicatória Agradecimentos Epígrafe Resumo Sumário Texto

Leia mais

Taxonomia da aprendizagem

Taxonomia da aprendizagem Taxonomia da aprendizagem Taxonomia de Bloom Desde 1948, um grupo de educadores assumiu a tarefa de classificar metas e objetivos educacionais. Eles propuseram-se a desenvolver um sistema de classificação

Leia mais

Revista. fl À Ÿ ø ø ø ª ± ª ø Ʊ ø ºª Œªºø9=± ª æ øæ ºª ªÆ ± Ó ÔÌ

Revista. fl À Ÿ ø ø ø ª ± ª ø Ʊ ø ºª Œªºø9=± ª æ øæ ºª ªÆ ± Ó ÔÌ Revista fl À Ÿ ø ø ø ª ± ª ø Ʊ ø ºª Œªºø9=± ª æ øæ ºª ªÆ ± Ó ÔÌ Fezse admirável no seu modo de ser, no exemplo de vida Maria Francisca Moro Flávio José Schibinski Caro (a) Leitor (a) É com entusiasmo

Leia mais

Palavras-chave: Leitura. Oralidade. (Re)escrita. Introdução

Palavras-chave: Leitura. Oralidade. (Re)escrita. Introdução 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA (X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA OS TEXTOS

Leia mais

Aprenda a vender VOCÊ, suas IDEIAS, PRODUTOS e SERVIÇOS

Aprenda a vender VOCÊ, suas IDEIAS, PRODUTOS e SERVIÇOS WORKSHOP COACHING APLICADO PARA O DESENVOLVIMENTO DE NEGÓCIOS - Comunicação, Marketing, Negociação e Vendas para Empresários, Vendedores e Profissionais Liberais Aprenda a vender VOCÊ, suas IDEIAS, PRODUTOS

Leia mais

RESUMO. Palavras-chaves: leitura; produção textual, conto. 1 INTRODUÇÃO

RESUMO. Palavras-chaves: leitura; produção textual, conto. 1 INTRODUÇÃO DE CONTO EM CONTO: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA DOCENTE Maria Helena Cunha de Andrade SILVA RESUMO Esse trabalho relata uma experiência de leitura e produção textual realizada no decorrer do ano letivo de

Leia mais

Texto 4 Composição em prosa não literária

Texto 4 Composição em prosa não literária Curso de Redação: Do texto ao texto Professora: Maria Aparecida Araújo Texto 4 Composição em prosa não literária Conteúdo Descrição Narração Dissertação Bibliografia: 1. CARNEIRO, Agostinho Dias: Redação

Leia mais

ANATOMIA DE UMA APRESENTAÇÃO

ANATOMIA DE UMA APRESENTAÇÃO ANATOMIA DE UMA APRESENTAÇÃO Susan Stavros Castelhano Uma apresentação pode ser dividida em várias partes, ou pode seguir a regra geral de uma estrutura de três partes. No começo, introduz-se o tema que

Leia mais

Oficina inaugural de produção textual sobre o texto narrativo

Oficina inaugural de produção textual sobre o texto narrativo Oficina inaugural de produção textual sobre o texto narrativo Caro Monitor, Esta oficina tem como objetivo geral favorecer o primeiro contato do aluno da EJA Ensino Fundamental com o tipo textual que será

Leia mais

O lugar da oralidade na escola

O lugar da oralidade na escola O lugar da oralidade na escola Disciplina: Língua Portuguesa Fund. I Selecionador: Denise Guilherme Viotto Categoria: Professor O lugar da oralidade na escola Atividades com a linguagem oral parecem estar

Leia mais

8º ANO O progresso da criança

8º ANO O progresso da criança 1 2 3 4 1 2 3 4 6 7 8 PREPARAÇÃO PARA O SUCESSO NO 8º ANO O progresso da criança Uma fonte de recursos para os pais para entender o que a criança deve aprender este ano e sugestões úteis para apoiar o

Leia mais

REDAÇÃO DISSERTAÇÃO AULA 5. Professora Sandra Franco

REDAÇÃO DISSERTAÇÃO AULA 5. Professora Sandra Franco REDAÇÃO AULA 5 Professora Sandra Franco DISSERTAÇÃO 1. Definição de Dissertação. 2. Roteiro para dissertação. 3. Partes da dissertação. 4. Prática. 5. Recomendações Gerais. 6. Leitura Complementar. 1.

Leia mais

EXPERIÊNCIA DA APLICAÇÃO DE UM MATERIAL DIDÁTICO QUE AUXILIE NO ENSINO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA NO VIÉS DA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS.

EXPERIÊNCIA DA APLICAÇÃO DE UM MATERIAL DIDÁTICO QUE AUXILIE NO ENSINO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA NO VIÉS DA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS. EXPERIÊNCIA DA APLICAÇÃO DE UM MATERIAL DIDÁTICO QUE AUXILIE NO ENSINO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA NO VIÉS DA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS. José Fernandes Silva; Kamila Costa Santos; Kelly Letícia Andrade Viana

Leia mais

1ª a 5ª série. (Pró-Letramento, fascículo 1 Capacidades Linguísticas: Alfabetização e Letramento, pág.18).

1ª a 5ª série. (Pró-Letramento, fascículo 1 Capacidades Linguísticas: Alfabetização e Letramento, pág.18). SUGESTÕES PARA O APROVEITAMENTO DO JORNAL ESCOLAR EM SALA DE AULA 1ª a 5ª série A cultura escrita diz respeito às ações, valores, procedimentos e instrumentos que constituem o mundo letrado. Esse processo

Leia mais

Novo Programa de Português do Ensino Básico Roteiro _ SD_ Leitura_ ANO5. Compreensão do Oral LEITURA. Expressão oral. Escrita CEL

Novo Programa de Português do Ensino Básico Roteiro _ SD_ Leitura_ ANO5. Compreensão do Oral LEITURA. Expressão oral. Escrita CEL Compreensão do Oral LEITURA Expressão oral Escrita CEL. 1 Apresentação 1. Nome da Sequência: 2. Contexto/projecto: Intertextualidade do texto adaptado de Peregrinação, de Aquilino Ribeiro, com o original

Leia mais

Cadernos do CNLF, Vol. XVII, Nº 04. Rio de Janeiro: CiFEFiL, 2013.

Cadernos do CNLF, Vol. XVII, Nº 04. Rio de Janeiro: CiFEFiL, 2013. 122 Círculo Fluminense de Estudos Filológicos e Linguísticos LER, ESCREVER E REESCREVER NO ENSINO MÉDIO POR MEIO DOS CLÁSSICOS DA LITERATURA BRASILEIRA José Enildo Elias Bezerra (IFAP) enildoelias@yahoo.com.br

Leia mais

Apresentação de Seminário

Apresentação de Seminário UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Faculdade de Filosofia e Ciências Campus de Marília Departamento de Ciência da Informação Apresentação de Seminário Profa. Marta Valentim Marília 2012 Introdução O seminário

Leia mais

GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS SEÇÃO 7 Desenvolvimento de É importante pensar sobre como desenvolver os funcionários a fim de melhorar o trabalho da organização. O desenvolvimento de poderia consistir em ensino, oportunidades para adquirir

Leia mais

uma representação sintética do texto que será resumido

uma representação sintética do texto que será resumido Resumo e Resenha Resumo Ao pesquisar sobre as práticas de linguagem nos gêneros escolares, Schneuwly e Dolz (1999: 14), voltando seus estudos para o nível fundamental de ensino, revelam que a cultura do

Leia mais

OBJETIVO RICO- PRÁTICA DO PROFESSOR ALFABETIZADOR DIANTE DA NOVA APRENDIZAGEM

OBJETIVO RICO- PRÁTICA DO PROFESSOR ALFABETIZADOR DIANTE DA NOVA APRENDIZAGEM A FORMAÇÃO TEÓRICO RICO- PRÁTICA DO PROFESSOR ALFABETIZADOR DIANTE DA NOVA NOVA CONCEPÇÃO DE ENSINO- APRENDIZAGEM PROFª.. MS. MARIA INÊS MIQUELETO CASADO 28/05/2009 OBJETIVO - Contribuir para a reflexão

Leia mais

AULA CRIATIVA DE HISTÓRIA - FOLCLORE

AULA CRIATIVA DE HISTÓRIA - FOLCLORE AULA CRIATIVA DE HISTÓRIA - FOLCLORE Mesmo não acreditando na Educação Criativa, o professor pode fazer uma experiência para ver o resultado. É o caso da professora deste relato. Glorinha Aguiar glorinhaaguiar@uol.com.br

Leia mais

Common Core Standards

Common Core Standards Common Core Standards O Common Core nos estados EDUCATION WEEK Estados que adotaram o Common Core (43 + DC) Estados que não adotaram o Common Core (4) Estados que adotaram o Common Core em apenas uma matéria

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR NO BRASIL: DIFICULDADES, ANSEIOS E SUGESTÕES DOS ALUNOS.

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR NO BRASIL: DIFICULDADES, ANSEIOS E SUGESTÕES DOS ALUNOS. N 430 - OLIVEIRA Eloiza da Silva Gomes de, ENCARNAÇÃO Aline Pereira da, SANTOS Lázaro ACESSO AO ENSINO SUPERIOR NO BRASIL: DIFICULDADES, ANSEIOS E SUGESTÕES DOS ALUNOS. O Vestibular se reveste de grande

Leia mais

www.fornaxrh.com.br Dicas para contratar funcionários de alta performance

www.fornaxrh.com.br Dicas para contratar funcionários de alta performance Dicas para contratar funcionários de alta performance Conteúdo 1. Introdução 2. Sete Características de um colaborador de alta performance 3. Dicas para contratar a) Definição do Perfil b) Análise do Currículo

Leia mais

A Computação e as Classificações da Ciência

A Computação e as Classificações da Ciência A Computação e as Classificações da Ciência Ricardo de Almeida Falbo Metodologia de Pesquisa Departamento de Informática Universidade Federal do Espírito Santo Agenda Classificações da Ciência A Computação

Leia mais

Como estudar sozinho

Como estudar sozinho Como estudar sozinho O estudo exige técnica. As técnicas de estudo dão ao aluno a possibilidade de responder as inúmeras perguntas que lhe afloram a mente: - Como aplicar a inteligência? - Como concentrar

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO Escola Profissionalizante Francisca Nobre da Cruz Educação Profissional Credenciada pelo o parecer Nº 0484/2009 do CEE/CE, DOE nº 005 08.01.2010 Recredenciamento nº 1788/2013, DOE nº 216 18.11.2013 - Censo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS COORDENAÇÃO DO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS COORDENAÇÃO DO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS COORDENAÇÃO DO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA OFICINA DE PRODUÇÃO ACADÊMICA Material de apoio à construção do TCC Prezados,

Leia mais

ROTEIRO PARA OFICINA DE ANALISE DO DESEMPENHO ESCOLAR E ELABORAÇÃO DO PLANO DE ENSINO

ROTEIRO PARA OFICINA DE ANALISE DO DESEMPENHO ESCOLAR E ELABORAÇÃO DO PLANO DE ENSINO ROTEIRO PARA OFICINA DE ANALISE DO DESEMPENHO ESCOLAR E ELABORAÇÃO DO PLANO DE ENSINO DOCUMENTOS BÁSICOS: - Cadernos Paebes; - Ata de resultados finais da Escola em 2010; - Guia de Intervenção Pedagógica;

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Conteúdos e Metodologia de Língua Portuguesa Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º 1 - Ementa (sumário, resumo) Fundamentos

Leia mais

PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO)

PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO) PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO) Processo Avaliativo Unidade Didática PRIMEIRA UNIDADE Competências e Habilidades Aperfeiçoar a escuta de textos orais - Reconhecer

Leia mais

RELATÓRIO TREINAMENTO ADP 2013 ETAPA 01: PLANEJAMENTO

RELATÓRIO TREINAMENTO ADP 2013 ETAPA 01: PLANEJAMENTO RELATÓRIO TREINAMENTO ADP 2013 ETAPA 01: PLANEJAMENTO 1. Apresentação geral Entre os dias 15 e 18 de Abril de 2013 foram realizados encontros de quatro horas com os servidores e supervisores da Faculdade

Leia mais

José Modelo Empresa ABC 16 de dezembro de 2008

José Modelo Empresa ABC 16 de dezembro de 2008 Avaliação Caliper de Empresa ABC 16 de dezembro de 2008 Fornecido por Caliper Estratégias Humanas do Brasil Ltda. Copyright 2008 Caliper Corporation. Todos os direitos reservados. Este Guia de Desenvolvimento

Leia mais

Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos

Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos Caro professor, Este link do site foi elaborado especialmente para você, com o objetivo de lhe dar dicas importantes para o seu

Leia mais

As Etapas da Pesquisa D R. G U A N I S D E B A R R O S V I L E L A J U N I O R

As Etapas da Pesquisa D R. G U A N I S D E B A R R O S V I L E L A J U N I O R As Etapas da Pesquisa D R. G U A N I S D E B A R R O S V I L E L A J U N I O R INTRODUÇÃO A pesquisa é um procedimento reflexivo e crítico de busca de respostas para problemas ainda não solucionados. O

Leia mais

Métodos e técnicas de pesquisa. Alessandra Martins Coelho

Métodos e técnicas de pesquisa. Alessandra Martins Coelho Métodos e técnicas de pesquisa Alessandra Martins Coelho Método de Pesquisa Metodologia é o estudo dos métodos. O método consiste na seqüência de passos necessários para demonstrar que o objetivo proposto

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS S DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE SECRETARIADO EXECUTIVO TRILÍNGUE DISCIPLINA: COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO Leitura e compreensão de textos. Gêneros textuais. Linguagem verbal e não verbal. Linguagem

Leia mais

COMO PASSAR NO VESTIBULAR EM 7497 CARACTERES*

COMO PASSAR NO VESTIBULAR EM 7497 CARACTERES* COMO PASSAR NO VESTIBULAR EM 7497 CARACTERES* *Este número é aproximado 15/02/2011 1ª edição 2 ÍNDICE Sobre o livro... 3 Orientações gerais... 4 Horários... 5 Exatas... 6 Português... 7 Redação... 8 Links

Leia mais

Tipo de atividade: Passeio/visita e redação. Objetivo: Conhecer alguns centros e templos religiosos existentes no bairro/cidade e desenvolver

Tipo de atividade: Passeio/visita e redação. Objetivo: Conhecer alguns centros e templos religiosos existentes no bairro/cidade e desenvolver A série Sagrado é composta por programas que, através de um recorte históricocultural, destacam diferentes pontos de vista das tradições religiosas. Dez representantes religiosos respondem aos questionamentos

Leia mais

Movimento da Lua. Atividade de Aprendizagem 22. Eixo(s) temático(s) Terra e Universo. Tema. Sistema Solar

Movimento da Lua. Atividade de Aprendizagem 22. Eixo(s) temático(s) Terra e Universo. Tema. Sistema Solar Movimento da Lua Eixo(s) temático(s) Terra e Universo Tema Sistema Solar Conteúdos Movimentos da Terra e da Lua / movimento aparente dos corpos celestes / referencial Usos / objetivos Ampliação e avaliação

Leia mais

COMPETÊNCIAS E HABILIDADES NA PRÁTICA ESCRITA: Trabalhando com a redação do ENEM

COMPETÊNCIAS E HABILIDADES NA PRÁTICA ESCRITA: Trabalhando com a redação do ENEM COMPETÊNCIAS E HABILIDADES NA PRÁTICA ESCRITA: Trabalhando com a redação do ENEM Mayara Myrthes Henriques Santos Universidade Estadual da Paraíba, mayara.mhs@gmail.com RESUMO: O processo de ensino e aprendizagem

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Alfabetização e Letramento. Formação do Leitor. Leitura.

PALAVRAS-CHAVE Alfabetização e Letramento. Formação do Leitor. Leitura. 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

ESCOLA, LEITURA E A INTERPRETAÇÃO TEXTUAL- PIBID: LETRAS - PORTUGUÊS

ESCOLA, LEITURA E A INTERPRETAÇÃO TEXTUAL- PIBID: LETRAS - PORTUGUÊS ESCOLA, LEITURA E A INTERPRETAÇÃO TEXTUAL- PIBID: LETRAS - PORTUGUÊS RESUMO Juliana Candido QUEROZ (Bolsista) 1 ; Natália SILVA (Bolsista) 2, Leila BRUNO (Supervisora) 3 ; Sinval Martins S. FILHO (Coordenador)

Leia mais

:: Cuidados na Elaboração de uma Redação Científica

:: Cuidados na Elaboração de uma Redação Científica :: Cuidados na Elaboração de uma Redação Científica José Mauricio Santos Pinheiro em 21/04/2005 Os princípios indispensáveis à redação científica podem ser resumidos em quatro pontos fundamentais: clareza,

Leia mais

Relacionando o negócio com o mercado

Relacionando o negócio com o mercado NEGÓCIO CERTO COMO CRIAR E ADMINISTRAR BEM SUA EMPRESA Relacionando o negócio com o mercado Manual Etapa 5/Parte 3 Boas-vindas e boas vendas! Olá, caro empreendedor! Neste mês vamos dar continuidade à

Leia mais

ANÁLISE DOS TEXTOS PRODUZIDOS POR UMA TURMA DO 3ºANO DO ENSINO MÉDIO À LUZ DOS CRITÉRIOS DO ENEM

ANÁLISE DOS TEXTOS PRODUZIDOS POR UMA TURMA DO 3ºANO DO ENSINO MÉDIO À LUZ DOS CRITÉRIOS DO ENEM ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA (X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA ANÁLISE DOS TEXTOS PRODUZIDOS POR UMA TURMA DO 3ºANO DO ENSINO

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ORGANIZAÇÃO DE TRABALHOS ESCOLARES

ORIENTAÇÕES PARA ORGANIZAÇÃO DE TRABALHOS ESCOLARES ORIENTAÇÕES PARA ORGANIZAÇÃO DE TRABALHOS ESCOLARES Ao organizar um trabalho escolar é necessário que algumas normas sejam observadas pelo aluno. A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) encarrega-se

Leia mais

Palavras-chave: gêneros textuais, resenha crítica, ensino, leitura e produção textual

Palavras-chave: gêneros textuais, resenha crítica, ensino, leitura e produção textual RESENHA CRÍTICA NO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA: PRÁTICAS DE ANÁLISE E PRODUÇÃO DE TEXTOS Valdisnei Martins de CAMPOS Letras - CAC/UFG; valdis_martins@hotmail.com Erislane Rodrigues RIBEIRO Letras - CAC/UFG;

Leia mais

COMO TORNAR O ESTUDO E A APRENDIZAGEM MAIS EFICAZES

COMO TORNAR O ESTUDO E A APRENDIZAGEM MAIS EFICAZES COMO TORNAR O ESTUDO E A APRENDIZAGEM MAIS EFICAZES 1 Eficácia nos estudos 2 Anotação 2.1 Anotações corridas 2.2 Anotações esquemáticas 2.3 Anotações resumidas 3 Sublinha 4 Vocabulário 5 Seminário 1 EFICÁCIA

Leia mais

APRENDER A ESCREVER. Como ajudar as crianças a se alfabetizar no início da vida escola

APRENDER A ESCREVER. Como ajudar as crianças a se alfabetizar no início da vida escola http://luizsoaresdecassia.blogspot.com.br APRENDER A ESCREVER Como ajudar as crianças a se alfabetizar no início da vida escola Todos os anos, milhares de meninos e meninas do ensino fundamental de todo

Leia mais

Enem. Dicas para você se dar bem na prova. A prova do ENEM está ai e você precisa de uma boa nota, certo? Verdade!

Enem. Dicas para você se dar bem na prova. A prova do ENEM está ai e você precisa de uma boa nota, certo? Verdade! Enem Dicas para você se dar bem na prova. A prova do ENEM está ai e você precisa de uma boa nota, certo? Verdade! Não tem mais para onde correr: O resto dos seus dias depende disso. Ou pelo menos é assim

Leia mais

Avaliação da The Coaching Clinic Ano Lectivo 2008/2009

Avaliação da The Coaching Clinic Ano Lectivo 2008/2009 Avaliação da The Coaching Clinic Ano Lectivo 2008/2009 No 1º semestre do ano lectivo 2008/2009 realizou-se a primeira formação em The Coaching Clinic no IST. Esta formação da responsabilidade da Corporate

Leia mais

Reflexões sobre a Língua Portuguesa. Kátia França

Reflexões sobre a Língua Portuguesa. Kátia França Reflexões sobre a Língua Portuguesa Kátia França Níveis de aprendizagem dos alunos Abaixo do básico: os alunos demonstram que não desenvolveram as habilidades básicas requeridas para o nível de escolaridade

Leia mais

AMERICAN ASSOCIATION OF SCHOOL LIBRARIANS PARÂMETROS PARA O APRENDIZ DO SÉCULO 21

AMERICAN ASSOCIATION OF SCHOOL LIBRARIANS PARÂMETROS PARA O APRENDIZ DO SÉCULO 21 AMERICAN ASSOCIATION OF SCHOOL LIBRARIANS PARÂMETROS PARA O APRENDIZ DO SÉCULO 21 CONVICÇÕES COMPARTILHADAS A leitura é uma janela para o mundo. A leitura é uma competência fundamental para a aprendizagem,

Leia mais

Roteiro da Biblioteca das Faculdades Coc Como Fazer Uma Pesquisa Teórica e Elaborar um Trabalho Acadêmico

Roteiro da Biblioteca das Faculdades Coc Como Fazer Uma Pesquisa Teórica e Elaborar um Trabalho Acadêmico Roteiro da Biblioteca das Faculdades Coc Como Fazer Uma Pesquisa Teórica e Elaborar um Trabalho Acadêmico Para realizar uma pesquisa que não se torne um grande sacrifício pelas dificuldades em encontrar

Leia mais

Conteúdo. Como ler artigos científicos... 2

Conteúdo. Como ler artigos científicos... 2 Comol era r t i gos c i ent íc os Conteúdo Como ler artigos científicos... 2 Dicas de como ler o artigo... 4 Guia de como ler um artigo:... 5 Atividade 1... 7 Etapa 1... 7 Etapa 2... 8 Etapa 3... 8 Etapa

Leia mais

Rubricas e guias de pontuação

Rubricas e guias de pontuação Avaliação de Projetos O ensino a partir de projetos exibe meios mais avançados de avaliação, nos quais os alunos podem ver a aprendizagem como um processo e usam estratégias de resolução de problemas para

Leia mais

RESUMO. -Não resumir antes de ler, compreender, sublinhar e fazer breves anotações à margem do texto;

RESUMO. -Não resumir antes de ler, compreender, sublinhar e fazer breves anotações à margem do texto; RESUMO Léa Monteiro Rocha Luciana Cristina Andrade Costa Franco Zuleida Cardoso Leite Conceito: Apresentação ordenada das principais ideias (centrais, secundárias e pormenores importantes) contidas no

Leia mais

Programa Para Aprendizes de Língua Inglesa (ELL) Escolas Públicas de Norwood

Programa Para Aprendizes de Língua Inglesa (ELL) Escolas Públicas de Norwood Programa Para Aprendizes de Língua Inglesa (ELL) Escolas Públicas de Norwood As Escolas Públicas de Norwood acolhem estudantes de diversas origens e experiências culturais. Nós estamos atualmente prestando

Leia mais

CONSTRUINDO TRIÂNGULOS: UMA ABORDAGEM ENFATIZANDO A CONDIÇÃO DE EXISTÊNCIA E CLASSIFICAÇÕES

CONSTRUINDO TRIÂNGULOS: UMA ABORDAGEM ENFATIZANDO A CONDIÇÃO DE EXISTÊNCIA E CLASSIFICAÇÕES CONSTRUINDO TRIÂNGULOS: UMA ABORDAGEM ENFATIZANDO A CONDIÇÃO DE EXISTÊNCIA E CLASSIFICAÇÕES Poliana de Brito Morais ¹ Francisco de Assis Lucena² Resumo: O presente trabalho visa relatar as experiências

Leia mais

Índice. 1. Metodologia na Educação de Jovens e Adultos...3

Índice. 1. Metodologia na Educação de Jovens e Adultos...3 GRUPO 6.1 MÓDULO 4 Índice 1. Metodologia na Educação de Jovens e Adultos...3 1.1. Desenvolvimento e Aprendizagem de Jovens e Adultos... 4 1.1.1. Educar na Diversidade... 5 1.2. Os Efeitos da Escolarização/Alfabetização

Leia mais

UMA NOVA PROPOSTA PARA GEOMETRIA ANALÍTICA NO ENSINO MÉDIO

UMA NOVA PROPOSTA PARA GEOMETRIA ANALÍTICA NO ENSINO MÉDIO UMA NOVA PROPOSTA PARA GEOMETRIA ANALÍTICA NO ENSINO MÉDIO DANIELLA ASSEMANY DA GUIA CAp- UFRJ danyprof@bol.com.br 1.1. RESUMO Esta comunicação científica tem como objetivo tratar e apresentar a Geometria

Leia mais

Oficina inaugural sobre o texto dissertativo-argumentativo

Oficina inaugural sobre o texto dissertativo-argumentativo Caro Monitor, Oficina inaugural sobre o texto dissertativo-argumentativo Esta oficina tem como objetivo geral favorecer o primeiro contato do aluno da EJA Ensino Médio com o tipo textual que será exigido

Leia mais

CURSO de COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO - Gabarito

CURSO de COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO - Gabarito PROAC / COSEAC UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE TRANSFERÊNCIA 2 o semestre letivo de 2008 e 1 o semestre letivo de 2009 CURSO de COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO - Gabarito INSTRUÇÕES AO CANDIDATO Verifique

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes

Universidade Estadual de Maringá Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes R E P U B L I C A Ç Ã O R E S O L U Ç Ã O N.º 143/2011 CI / CCH CERTIDÃO Certifico que a presente resolução foi afixada em local de costume, neste Centro, no dia 27/08/2012. João Carlos Zanin, Secretário

Leia mais

CURSO TECNOLÓGICO 2008/01 1º SEMESTRE. Programação e Estruturas de Dados Fundamentais

CURSO TECNOLÓGICO 2008/01 1º SEMESTRE. Programação e Estruturas de Dados Fundamentais 1º SEMESTRE Programação e Estruturas de Dados Fundamentais 8 Créditos Desenvolver a lógica de programação através da construção de algoritmos utilizando português estruturado Representar a solução de problemas

Leia mais

LETRAMENTO E SUAS IMPLICAÇÕES PARA O ENSINO DE LÍNGUA MATERNA Angela Kleiman (2007)

LETRAMENTO E SUAS IMPLICAÇÕES PARA O ENSINO DE LÍNGUA MATERNA Angela Kleiman (2007) LETRAMENTO E SUAS IMPLICAÇÕES PARA O ENSINO DE LÍNGUA MATERNA Angela Kleiman (2007) Disciplina: Seminário de Leituras Orientadas em Linguística Aplicada Professoras: Graciela Hendges e Désirée Motta-Roth

Leia mais

MÚLTIPLAS LEITURAS: CAMINHOS E POSSIBILIDADES

MÚLTIPLAS LEITURAS: CAMINHOS E POSSIBILIDADES MÚLTIPLAS LEITURAS: CAMINHOS E POSSIBILIDADES EDIT MARIA ALVES SIQUEIRA (UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA). Resumo Diferentes instrumentos de avaliação (ENEM, SIMAVE) tem diagnosticado o despreparo dos alunos

Leia mais

Para Criar Títulos Incríveis

Para Criar Títulos Incríveis Para Criar Títulos Incríveis Escrita Magnética www.escritamagnetica.com.br 1 INDICE: DESCRIÇÃO PG Introdução... 4 O que é WEBWRITER?... 5 O que é COPIWRITER?... 6 Dica 1: LISTAS E NÚMEROS... 7 Dica 2:

Leia mais

A DESCODIFICAÇÃO NA PRÁTICA PEDAGÓGICA

A DESCODIFICAÇÃO NA PRÁTICA PEDAGÓGICA A DESCODIFICAÇÃO NA PRÁTICA PEDAGÓGICA Henrique Innecco Longo e-mail: hlongo@civil.ee.ufrj.br Universidade Federal do Rio de Janeiro, Departamento de Mecânica Aplicada e Estruturas Escola de Engenharia,

Leia mais

Pensamentos. Os pensamentos de uma pessoa são como água em poço fundo, mas quem é inteligente sabe como tirá-los para fora. Provérbios 20.

Pensamentos. Os pensamentos de uma pessoa são como água em poço fundo, mas quem é inteligente sabe como tirá-los para fora. Provérbios 20. Pensamentos Os pensamentos de uma pessoa são como água em poço fundo, mas quem é inteligente sabe como tirá-los para fora. Provérbios 20.5 A função da verdadeira educação é desenvolver este poder, treinar

Leia mais

4 Metodologia. 4.1. Primeira parte

4 Metodologia. 4.1. Primeira parte 4 Metodologia [...] a metodologia inclui as concepções teóricas de abordagem, o conjunto de técnicas que possibilitam a apreensão da realidade e também o potencial criativo do pesquisador. (Minayo, 1993,

Leia mais

PERFIL DA VAGA: GERENTE DE CONTEÚDOS E METODOLOGIAS

PERFIL DA VAGA: GERENTE DE CONTEÚDOS E METODOLOGIAS O Instituto Akatu é uma organização não governamental sem fins lucrativos que trabalha pela conscientização e mobilização da sociedade para o Consumo Consciente. PERFIL DA VAGA: PERFIL GERAL DA FUNÇÃO

Leia mais

SEU INGLÊS ESTÁ PRONTO PARA O CANADÁ?

SEU INGLÊS ESTÁ PRONTO PARA O CANADÁ? SEU INGLÊS ESTÁ PRONTO PARA O CANADÁ? Se você quer aplicar para conseguir o visto de residência permanente no Canadá, vai precisar, antes de mais nada, de um certificado que ateste a sua proficiência na

Leia mais

A LÓGICA DO RACIOCÍNIO MATEMÁTICO. GT 02 Educação matemática no ensino médio e ensino superior

A LÓGICA DO RACIOCÍNIO MATEMÁTICO. GT 02 Educação matemática no ensino médio e ensino superior A LÓGICA DO RACIOCÍNIO MATEMÁTICO GT 02 Educação matemática no ensino médio e ensino superior Aline Brum Ottes, UFSM, alinebrumottes@hotmail.com Ricardo Fajardo, UFSM, rfaj@ufsm.br Samuel Sonego Zimmermann,

Leia mais

3) IMPORTÂNCIA DESTE PROGRAMA DE APRENDIZAGEM NA FORMAÇÃO PROFISSIONAL, NESTE MOMENTO DO CURSO

3) IMPORTÂNCIA DESTE PROGRAMA DE APRENDIZAGEM NA FORMAÇÃO PROFISSIONAL, NESTE MOMENTO DO CURSO PROGRAMA DE APRENDIZAGEM NOME: SEL0302 Circuitos Elétricos II PROFESSORES: Azauri Albano de Oliveira Junior turma Eletrônica PERÍODO LETIVO: Quarto período NÚMERO DE AULAS: SEMANAIS: 04 aulas TOTAL: 60

Leia mais

XIII ENCONTRO ANUAL DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO NO BRASIL TEMA: INOVAÇÕES E INVESTIMENTOS NO ENSINO DE ADMINISTRAÇÃO NO BRASIL

XIII ENCONTRO ANUAL DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO NO BRASIL TEMA: INOVAÇÕES E INVESTIMENTOS NO ENSINO DE ADMINISTRAÇÃO NO BRASIL XIII ENCONTRO ANUAL DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO NO BRASIL TEMA: INOVAÇÕES E INVESTIMENTOS NO ENSINO DE ADMINISTRAÇÃO NO BRASIL COMUNICAÇÃO SUBTEMA: QUESTÕES DIDÁTICO-PEDAGÓGICAS A MATEMÁTICA

Leia mais

Ajuda ao SciEn-Produção 1. 1. O Artigo Científico da Pesquisa Experimental

Ajuda ao SciEn-Produção 1. 1. O Artigo Científico da Pesquisa Experimental Ajuda ao SciEn-Produção 1 Este texto de ajuda contém três partes: a parte 1 indica em linhas gerais o que deve ser esclarecido em cada uma das seções da estrutura de um artigo cientifico relatando uma

Leia mais

Bom Crédito. Lembre-se de que crédito é dinheiro. Passos

Bom Crédito. Lembre-se de que crédito é dinheiro. Passos Bom Crédito Lembre-se de que crédito é dinheiro É. Benjamin Franklin, Político Americano e inventor quase impossível passar a vida sem pedir dinheiro emprestado. Seja algo básico como usar um cartão de

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE REDAÇÕES COMO METODOLOGIA AVALIATIVA DE ESTUDANTES BRASILEIROS DO ENSINO MÉDIO DE QUÍMICA

UTILIZAÇÃO DE REDAÇÕES COMO METODOLOGIA AVALIATIVA DE ESTUDANTES BRASILEIROS DO ENSINO MÉDIO DE QUÍMICA IX CONGRESO INTERNACIONAL SOBRE INVESTIGACIÓN EN DIDÁCTICA DE LAS CIENCIAS Girona, 9-12 de septiembre de 2013 COMUNICACIÓN UTILIZAÇÃO DE REDAÇÕES COMO METODOLOGIA AVALIATIVA DE ESTUDANTES BRASILEIROS DO

Leia mais

RELATÓRIO HOGAN JUDGMENT

RELATÓRIO HOGAN JUDGMENT DECODIFICANDO SEUS ESTILOS DE PENSAMENTO E TOMADA DE DECISÃO 30, Junho, 2015 RELATÓRIO HOGAN Jane Doe ID UH565487 SUMÁRIO EXECUTIVO Este relatório examina os estilos de julgamento e de tomada de decisão

Leia mais

TUTORIAL CONTRIBUINDO NA BASE NACIONAL CURRICULAR

TUTORIAL CONTRIBUINDO NA BASE NACIONAL CURRICULAR TUTORIAL CONTRIBUINDO NA BASE NACIONAL CURRICULAR GEREF Gerência de Educação Fiscal/ ESAF CONTRIBUINDO NO PORTAL DA BASE NACIONAL CURRICULAR 1. Acesse o link http://basenacionalcomum.mec.gov.br/#/site/inicio

Leia mais

AUTORA: Djenane Sichieri Wagner Cunha - djenanewagner@uol.com.br. INSTITUIÇÕES: Faculdade de Educação São Luís e Universidade Interativa COC

AUTORA: Djenane Sichieri Wagner Cunha - djenanewagner@uol.com.br. INSTITUIÇÕES: Faculdade de Educação São Luís e Universidade Interativa COC AUTORA: Djenane Sichieri Wagner Cunha - djenanewagner@uol.com.br INSTITUIÇÕES: Faculdade de Educação São Luís e Universidade Interativa COC TÍTULO: O TRABALHO COM OS PARADIDÁTICOS EM SALA DE AULA: Estratégias

Leia mais

LINGUAGEM ESCRITA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: FORMAS DE CONHECER O MUNDO

LINGUAGEM ESCRITA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: FORMAS DE CONHECER O MUNDO LINGUAGEM ESCRITA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: FORMAS DE CONHECER O MUNDO SILVA, Hayana Crislayne Benevides da. Graduanda Pedagogia - UEPB/Campus I hayana_benevides@yahoo.com.br SILVA, Alzira Maria Lima da. Graduanda

Leia mais

Tyll, o mestre das artes

Tyll, o mestre das artes Nome: Ensino: F undamental 5 o ano urma: T ata: D 10/8/09 Língua Por ortuguesa Tyll, o mestre das artes Tyll era um herói malandro que viajava pela antiga Alemanha inventando golpes para ganhar dinheiro

Leia mais

MÓDULO 1. Psicoeducação, organização e planejamento

MÓDULO 1. Psicoeducação, organização e planejamento MÓDULO 1 Psicoeducação, organização e planejamento Psicoeducação e introdução a habilidades de organização e planejamento Sessão 1 (Corresponde aos Capítulos 1, 2 e 4 do Manual do paciente) MATERIAIS NECESSÁRIOS

Leia mais