Parque do Engenho Central e Mirante 2002

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Parque do Engenho Central e Mirante 2002"

Transcrição

1 Anexo 1.34 Parque do Engenho Central e Mirante EDIFÍCIO HISTÓRICO Endereço: Rua Maurice Allain, 454, Vila Rezende, Piracicaba SP, Brasil. Autoria: desconhecida. Data do Projeto: final da década de Data da Construção: Área do Terreno: ,00 m 2 Área construída: ,00 m 2 Uso Original: engenho de açúcar Nível de Tombamento: tombamento municipal em 1989; em processo de tombamento estadual. Histórico: a construção do Engenho Central de Piracicaba faz parte de um processo estimulado pelo governo brasileiro, a partir da década de 1870, para modernizar a cultura da cana de açúcar. O Engenho de Piracicaba foi fundado em 1881, por Estevão Ribeiro de Souza Rezende, Barão de Rezende, utilizando parte da sua fazenda a Fazenda São

2 286 Pedro localizada na margem direita do Rio Piracicaba. Devido às condições de mercado desfavoráveis, a substituição da mão de obra escrava por mão de obra assalariada e a dificuldade de manutenção do maquinário importado, o Barão de Rezende vendeu o seu Engenho para a empresa francesa Societé de Sucrérie Brèsiliennes em 1899, que torna se a maior Usina do Estado. Nas décadas de 1940 e 1950, o Engenho foi ampliado. Nessa mesma época, foi criado o Parque do Mirante, contíguo ao Engenho, no local onde, em 1907, o Barão havia construído um belvedere. Na década de 1970, com o crescimento da cidade e as dificuldades operacionais, o Engenho foi vendido para as Usinas Brasileiras de Açúcar S/A (Ubasa), funcionando até 1974, quando foi desativado. Mais tarde, a propriedade foi loteada em um acordo com a Prefeitura em preservar o local do Engenho Central, passando a patrimônio público em 1989, quando o conjunto foi tombado. Figura 262 Prédio 01 Residência. Foto: Anália Amorini. Programa: residência, apoio administrativo, escritório, moendas, destilaria, refinaria, fabricação, almoxarifado, oficina, manutenção dos trens, apoio das oficinas, vestiários, marcenaria, armazéns, tanques de decantação, serralheria e carpintaria. Características arquitetônicas: - Residência (prédio 01): edificação térrea com porão e sótão, construída com tijolos portantes; cobertura em duas águas, com estrutura de madeira e telhas francesas. De planta retangular, possui os ambientes distribuídos ao longo de um corredor central. Como o porão é alto, o acesso à residência se dá por escada que atinge um espaço avarandado contíguo à duas das fachadas da edificação. O porão possui piso cimentado; o térreo, assoalho de madeira e ladrilho hidráulico; e, o sótão, assoalho sobre estrutura de forro. Os vãos externos são em verga curva e os vãos internos em verga reta. As portas são formadas por folhas duplas de abrir em Figura 263 Planta do prédio 01 Residência. Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba.

3 madeira; as janelas são formadas por dois pares de folhas internamente, em madeira e vidro; e, externamente, venezianas de madeira. 287 Figura 264 Prédio 02 antigo apoio administrativo. Foto Anália Amorini. Figura 265 Conjunto do prédio 03 antigo Apoio Administrativo. Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba. Figura 266 Conjunto do prédio 03 antigo Apoio Administrativo. Foto Anália Amorini. - Apoio Administrativo (prédio 02): edificação térrea com porão, de planta retangular, construída com tijolos portantes, cobertura em quatro águas, com estrutura de madeira e telhas francesas, sem beiral. Possui piso cerâmico e forro de madeira. Os vãos são de verga reta, com folhas de madeira, de abrir. Ao lado da edificação, há uma garagem, de planta retangular, construída em tijolos portantes e com cobertura em duas águas. - Apoio Administrativo (prédio 03): edificação térrea, de planta retangular, construída em tijolos portantes com cobertura em estrutura de madeira e telhas francesas. - Escritório (prédio 04): edificação térrea, com porão alto, construída em tijolos portantes, possui cobertura com laje em abobadilhas, posteriormente coberta por telhado de zinco. O piso é cerâmico, os vãos são formados por caixilhos duplos de abrir internamente, de madeira e vidro; e, externamente, em veneziana de madeira. O porão possui óculos com verga curva, para ventilação. - Moendas (prédio 05): edificação térrea com mezanino, construída com estrutura metálica e tijolos portantes. A cobertura de zinco e vidro está apoiada sobre vigas metálicas. A planta é retangular e situa se encostada na refinaria. As portas e janelas são de vidro e estrutura metálica, em vãos com verga em arco pleno e bandeira. Algumas portas são de enrolar. - Destilaria (prédio 06): edificação de dois pavimentos, construída em estrutura metálica e tijolos aparente como vedação. A planta se organiza em três espaços retangulares, sendo o central um pouco maior que os demais. Externamente, esses espaços são percebidos pela volumetria da fachada, formada por três corpos o

4 288 - Figura 267 Prédio 04. Foto Anália Amorini Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba. Figura 269 Prédio 05 e 07. Foto Anália Amorini Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba. Figura 271 Prédio 06. Foto Anália Amorini Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba. Figura 268 Planta do prédio 04 antigo escritório. Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba. Figura 270 Planta dos prédios 05 e 07 antiga moenda, refinaria e fabricação. Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba. Figura 272 Planta do prédio 06 antiga destilaria. Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba.

5 289 central com cobertura em duas águas (estrutura metálica e telhas francesas) e os dois laterais, mais baixos, com cobertura em uma água (estrutura de madeira e telhas franceses). O piso é cimentado. As portas são metálicas de enrolar e as janelas, parte de madeira e vidro e parte em estrutura metálica e vidro. Figura 273 Prédio 08. Foto Anália Amorini Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba. - Refinaria e Fabricação (prédio 07): edificação térrea com pé direito de 18,00m, construída com paredes portantes de tijolos e cobertura em estrutura metálica, coberta com folha de zinco. A planta se compõem a partir de dois retângulos que se situam ao lado da moenda. Os caixilhos da parte superior do edifício são em metal e vidro do tipo basculante. Na parte inferior, os vãos possuem caixilhos, também em metal e vidro, com bandeira fixa em arco pleno. - Almoxarifado (prédio 08): edificação térrea, construída com tijolos portantes, cobertura em duas águas, com telhas francesas apoiadas em estrutura de madeira. A planta é retangular, internamente em dividida em duas salas. O piso é cimentado, as janelas são em metal e vidro e as portas, em madeira. - Almoxarifado (prédio 08A): edificação térrea mais mezanino, construída com tijolos portantes, cobertura em duas águas, com telhas francesas apoiadas sobre estrutura de madeira. A planta assemelha se a um grande corredor onde se distribuem as funções. O piso é cimentado, as janelas são em metal e vidro e as portas, em madeira. Figura 274 Planta dos prédios 08 e 08a antigo almoxarifado. Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba. - Oficinas (prédio 09): edificação de dois pavimentos, construída com estrutura mista, colunas metálicas e paredes de tijolos portantes. A planta tem a configuração de um grande corredor, dividido em duas partes pela presença da fileira de pilares internos. A laje do piso do pavimento superior é do tipo abobadilha. A cobertura dois

6 290 conjuntos de duas águas, é em folha de zinco apoiada sobre estrutura metálica. O piso é cimentado e os vãos são compostos por caixilhos em metal e vidro. - Manutenção dos trens (prédio 10): edificação térrea, construída com colunas metálicas e colunas de tijolos portantes, com vedação em tijolos. Cobertura formada por dois conjuntos de duas águas, com lanternim, cobertura de folha de zinco sobre vigamento metálico. A planta é continuação do edifício das oficinas. O piso é cimentado e os vãos são, parte em madeira e vidro e parte em metal e vidro. Quatro vãos não possuem fechamento são as portas de acesso. - Apoio das oficinas (prédio 11): edificação térrea, construída com tijolos portantes, possui cobertura em duas águas, com telhas de zinco apoiadas sobre estrutura metálica. A planta é um pequeno pavilhão retangular com um anexo encostado em uma das laterais, dividido em duas salas. Os vãos são de verga reta, com caixilhos de metal e vidro. - Vestiários (prédio 12): edificação térrea, construída em estrutura de concreto com laje plana pré moldada e vedação em tijolos. - Marcenaria (prédio 13): edificação térrea, construída em tijolos portantes, formada por dois volumes retangulares, com cobertura em duas águas, de telhas cerâmicas apoiadas sobre estrutura de madeira. Piso em tijolo, portas de madeira com verga reta e janelas em arco pleno com fechamento em madeira do tipo gelosia. - Armazém (prédio 14): edificação térrea, construída em tijolos maciços de barro, formada por dois volumes retangulares, com cobertura em duas águas, com folhas de zinco apoiadas em estrutura metálica. Piso em tijolo e vãos com caixilho de madeira. Figuras275 e 276 Prédios 09 e 10. Foto Anália Amorini Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba. Figura 277 Planta dos prédios 09 e 10 antiga oficina e manutenção. Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba.

7 291 Figura 278 Prédio 11. Foto Anália Amorini Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba. Figura 279 Prédio 11. Foto Anália Amorini Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba. Figura 281 Prédio 13. Foto Anália Amorini Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba. Figura 280 Planta do prédio 11 antigo apoio às oficinas. Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba. Figura 282 Planta do prédio 13 antiga marcenaria. Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba.

8 292 Armazém (prédio 14A): edificação térrea, construída com estrutura de tijolos maciços de barro. O armazém é composto por dois galpões de planta quadrada, em galpão de planta retangular e um pequeno volume agregado, também de planta retangular. Os três galpões possuem cobertura em duas águas, com telhas francesas apoiadas sobre estrutura metálica, com forro em madeira nos dois maiores. O volume agregado tem cobertura em meia água, com telhas cerâmicas sobre estrutura de madeira. Os pisos são cimentados e os vãos são constituídos por caixilhos metálicos e de vidro. - Armazém (prédio 14B): edificação térrea, construída com estrutura de tijolos maciços de barro. De planta retangular, possui cobertura formada por dois conjuntos de duas águas, com telhas de zinco apoiadas sobre estrutura de madeira. Piso cimentado e vãos de madeira com verga reta em concreto (não existem janelas). Figura 283 Prédio 14. Foto Anália Amorini Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba. - Armazém (prédio 14C): edificação térrea, construída com estrutura de tijolos maciços e pilares metálicos. De planta retangular, possui cobertura formada por dois conjuntos de duas águas, com telhas francesas apoiadas sobre estrutura metálica. Piso cimentado e vãos de madeira com verga reta em concreto (não existem janelas). - Apoio e manutenção (prédio 15): edificação térrea, construída com tijolos portantes, possui cobertura com duas águas principais e duas águas furtadas, com telhas francesas apoiadas em estrutura de madeira. Portas com vergas retas em madeira. - Suportes de tanque de decantação (prédio 16): estrutura em tijolos maciços Figura 284 Planta do prédio 14 antigo armazén. Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba. - Serralheria e Carpintaria (prédio 17): edificação térrea, construída com tijolos maciços, com cobertura em duas águas, com telhas francesas sobre estrutura metálica, possui forro de madeira. A planta é formada por três salões, sendo os das

9 293 Figura 285 Prédio 14ª. Foto Anália Amorini Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba. Figura 287 Prédio 14b. Foto Anália Amorini Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba. Figura 286 Planta do prédio 14a antigo armazém.fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba. Figura 288 Planta do prédio 14b antigo armazém Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba.

10 294 Figura 289 Prédio 14c. Foto Anália Amorini Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba. Figura 291 Prédio 15. Foto Anália Amorini Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba. Figura 293 Prédio 17. Foto Anália Amorini Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba. Figura 290 Planta do prédio 14a antigo armazém. Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba. Figura 292 Planta do prédio 15 manutenção. Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba. Figura 294 Planta do prédio 17 serralheria e carpintaria. Fonte: Prefeitura Municipal de Piracicaba.

11 295 extremidades com fechamentos em paredes de tijolos e o corpo central, um grande salão aberto. A planta acompanha a divisão em planta. O piso é cimentado e os vãos são formados por caixilhos de madeira e vidro. 2. INTERVENÇÃO Autoria: Marcelo Ferraz e Francisco Fanucci. Data do Projeto: Data da Construção: não foi executada. Contratante: Prefeitura Municipal de Piracicaba SP INTERVENÇÃO NO PRÉDIO HISTÓRICO Área acrescida: 3.000,00 m 2. Programa: Museus de Ciência e Tecnologia, de Artes Gráficas, de Papel e do Universo Gráfico; local para exposições e eventos; praças; cinemas; café e restaurantes. Figura 295 Croqui da proposta de intervenção. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura. Descrição da intervenção: dentre as diretrizes impulsionadoras do projeto, destacam se a importância do conjunto como patrimônio industrial, a inserção de elementos novos distintos dos elementos existentes e o estudo caso a caso de cada edifício. A readequação do Engenho Central de Piracicaba faz parte de um projeto maior que envolve a recuperação da região ribeirinha do Rio Piracicaba o Projeto Beira Rio (dos arquitetos Renata Leme, Eduardo Martini, Mônica Salim e Fábio Salim); a reforma do Mercado Municipal (Uma Arquitetos) e o Memorial à República (arquiteto Álvaro Puntoni).

12 296 O projeto do escritório Brasil Arquitetura previa a intervenção em todos os blocos descritos anteriormente, além das construções de edifícios novos e a recuperação da área verde envoltória. O prédio 01, referente à antiga residência, abrigaria o restaurante e centro gastronômico. O prédio 03 abrigaria a Casa de Hóspedes. O prédio 04 abrigaria a administração do Engenho. O prédio 05 seria transformado em oficina e, vizinho a ele, seria edificado um prédio novo, com planta em L, térreo e com terraço jardim, que serviria como refeitório. O conjunto formado pelos prédios 07 abrigaria o Museu da Ciência e Tecnologia. Em um dos Theather. Os espaços internos receberiam algumas intervenções contemporâneas como paredes divisórias, mezaninos, fechamento das janelas. O espaço museológico seria distribuído no térreo e mais três mezaninos. Uma parte dos galpões que formam o conjunto de prédios 07 seria demolida. No lugar foi proposto um prédio novo, de planta circular, em concreto para abrigar o Centro de Debates um auditório multiuso para 320 espectadores. O prédio novo se ligaria ao antigo por passarela situada no segundo mezanino. O prédio 06 abrigaria dois cinemas, um restaurante e um jardim temático. A parte central seria destinada ao jardim uma reprodução da Mata Atlântica original; a cobertura seria substituída por vidro. Um dos volumes laterais será transformado em 2 cinemas um de 195 lugares e o outro de 238 lugares; com acesso pelo pavimento superior. O outro volume seria transformado em restaurante/lanchonete. O jardim central faria a integração dos dois volumes laterais. Figura 296 Croqui da proposta de intervenção. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura.

13 297 O prédio 08A abrigaria a parte comercial. O prédio seria recuperado e receberia um mezanino longitudinal que poderia, posteriormente, ser dividido em Boxes de Lojas. A circulação vertical, além da rampa interna, dar se ia através de duas escadas com fechamento em concreto e vidro que projetam se para fora do prédio. O prédio 8 seria transformado em Casa da Cachaça. Nos prédios 09, 10 e 14 seria implantado o Museu do Papel e das Artes Gráficas. Passarelas de concreto aparente foram criadas para distribuir os espaços internos e fazer a ligação entre os prédios 9,10 e 14. O edifício 14A se destinaria ao Centro de Acolhimento. Internamente, foi criado um mezanino para espaços administrativos; paredes novas também seriam construídas para divisão dos diferentes ambientes. Atrás do edifício, como um anexo, seria construído um edifício novo para o Café, de planta elíptica e um pavimento. A laje de cobertura seria uma espécie de varanda, e se articularia com o edifício antigo através de uma pequena passarela de ligação. Os demais edifícios seriam adequados para áreas de apoio e eventos diversos, como a proposta genérica para o edifício 14b, com a criação de mezaninos e passarelas internas.

14 298 Figura 297 Vista aérea do local. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura. Figura 298 Vista aérea do local, atualmente. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura.

15 299 Figura 299 Implantação do conjunto existente (1. Residência; 2. apoio administrativo; 3. apoio administrativo; 4. escritório; 5. moendas; 6. destilarias; 7. refinaria e fabricação; 8e 8A. almoxarifado; 9. oficinas. 10. manutenção dos trens; 11. apoio das oficinas; 12. vestiários; 13. marcenaria; 14 14A 14B 14C. armazém, 15. apoio e manutenção; 16. tanques de decantação; 17. serralheria e carpintaria). Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura.

16 300

17 301

18 302 Figura 302 Estado atual dos prédios 05 e 07. Foto: Patricia Viceconti Nahas. Figura 301 Proposta de Intervenção nos prédios 05 e 07. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura. Figura 303 Proposta de Intervenção nos prédios 05 e 07. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura.

19 303 Figura 304 Maquete com proposta de Intervenção nos prédios 05 e 07. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura. Figura 305 Maquete com proposta de Intervenção nos prédios 05 e 07. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura. Figura 306 Croqui com proposta de Intervenção nos prédios 05 e 07. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura.

20 304 Figura 307 Planta do pav. térreo com proposta de Intervenção no prédio 06. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura. Figura 308 Planta do pav. superior com proposta de Intervenção no prédio 06. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura.

21 Figura 309 Proposta de Intervenção no prédio 06. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura. 305

22 306 Figura 310 e 311 Plantas do pav. térreo e superior com proposta de Intervenção no prédio 08 a. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura. Figura 312 Croqui com proposta de Intervenção no prédio 08 a. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura.

23 307 Figura 313 Croqui com proposta de Intervenção nos prédios 09, 10 e 14. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura. Figura 315 Planta do pav. térreo com proposta de Intervenção nos prédios 09, 10 e 14. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura. Figura 314 Croqui com proposta de Intervenção nos prédios 09, 10 e 14. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura. Figura 316 Planta do pav. superior com proposta de Intervenção nos prédios 09, 10 e 14. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura.

24 308 Figura 317 Planta do pav. térreo com proposta de Intervenção no prédio 14a. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura. Figura 318 Planta do pav. superior com proposta de Intervenção no prédio 14a. (Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura.

25 309 Figura 319 Corte com proposta de Intervenção no prédio 14a. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura. Figura 320 Croqui com proposta de Intervenção no prédio 14a. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura.

26 310 Figura 321 Planta do pav. térreo com proposta de Intervenção no prédio 14b. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura. Figura 322 Planta do pav. superior com proposta de Intervenção no prédio 14b. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura.

27 311 Figura 323 Corte transversal com proposta de Intervenção no prédio 14b. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura. Figura 324 Corte longitudinal com proposta de Intervenção no prédio 14b. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura.

28

Teatro e Bar no Morro da Urca 1986

Teatro e Bar no Morro da Urca 1986 Anexo 1.12 Teatro e Bar no Morro da Urca 1986 1. EDIFÍCIO HISTÓRICO Endereço: Rio de Janeiro RJ, Brasil. Autoria: desconhecida. Data do Projeto: 1912. Data da Construção: 1913. Área do Terreno: não foram

Leia mais

Estação Guanabara 2001

Estação Guanabara 2001 Anexo 1.30 Estação Guanabara 2001 1. EDIFÍCIO HISTÓRICO Endereço: Rua Mário Siqueira, Campinas SP, Brasil. Autoria: desconhecida. Data do Projeto: desconhecida. Data da Construção: 1915. Área do Terreno:

Leia mais

5 DESCRIÇÃO DETALHADA DO BEM CULTURAL

5 DESCRIÇÃO DETALHADA DO BEM CULTURAL 57 5 DESCRIÇÃO DETALHADA DO BEM CULTURAL O conjunto arquitetônico da residência de Antônio de Rezende Costa, que hoje abriga a Escola Estadual Enéas de Oliveira Guimarães foi pelos autores do presente

Leia mais

Museu Aberto da Ferrovia Paranapiacaba 2007

Museu Aberto da Ferrovia Paranapiacaba 2007 Anexo 1.50 Museu Aberto da Ferrovia Paranapiacaba 2007 1. EDIFÍCIO HISTÓRICO Endereço: acesso pela rodovia SP 122 Ribeirão Pires Paranapiacaba, Santo André SP, Brasil. Autoria: a vila foi construída pela

Leia mais

UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIÃO DE CHAPECÓ ÁREA DE CIÊNCIAS EXATAS E AMBIENTAIS CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO

UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIÃO DE CHAPECÓ ÁREA DE CIÊNCIAS EXATAS E AMBIENTAIS CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIÃO DE CHAPECÓ ÁREA DE CIÊNCIAS EXATAS E AMBIENTAIS CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO Projeto Arquitetônico I 2015/01 Representação de projetos de arquitetura - NBR 6492 Arquitetura

Leia mais

situação e ambiência códice AII - F06 - Vass denominação Fazenda São Luiz da Boa Sorte localização Km 85 da Rodovia Lúcio Meira (BR 393)

situação e ambiência códice AII - F06 - Vass denominação Fazenda São Luiz da Boa Sorte localização Km 85 da Rodovia Lúcio Meira (BR 393) Parceria: denominação Fazenda São Luiz da Boa Sorte códice AII - F06 - Vass localização Km 85 da Rodovia Lúcio Meira (BR 393) município Barra do Piraí época de construção século XIX estado de conservação

Leia mais

Totalmente erguida em alvenaria estrutural, Obra racionalizada ARQUITETURA

Totalmente erguida em alvenaria estrutural, Obra racionalizada ARQUITETURA ARQUITETURA Obra racionalizada A alvenaria estrutural reduziu os custos da construção deste sobrado, que, apesar do método construtivo, tem cômodos integrados, no maior estilo contemporâneo POR CÍNTIA

Leia mais

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA FUNCIONAL ENTORNO IDENTIFICAR A RELAÇÃO DO EDIFÍCIO COM OS ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS EDIFICADAS, RELAÇÕES DE PROXIMIDADE, DIÁLOGO, INTEGRAÇÃO OU AUTONOMIA CASA VIZINHA

Leia mais

DESENHO ARQUITETÔNICO CEPREVI 2012

DESENHO ARQUITETÔNICO CEPREVI 2012 DESENHO ARQUITETÔNICO CEPREVI 2012 OBJETIVO: Tornar o aluno apto a interpretação do desenho técnico e das simbologias utilizadas em projetos de segurança contra incêndio e pânico; Identificar e compreender

Leia mais

DESENHO DE ARQUITETURA CORTES

DESENHO DE ARQUITETURA CORTES DESENHO DE ARQUITETURA CORTES CORTES são representações de vistas ortográficas seccionais do tipo corte, obtidas quando passamos por uma construção um plano de corte e projeção VERTICAL, normalmente paralelo

Leia mais

13. Proteção Legal Existente: não tem 14. Proteção Legal Proposta: Tombamento

13. Proteção Legal Existente: não tem 14. Proteção Legal Proposta: Tombamento Página 81 de 112 basculante, com vedações em vidro. A decoração externa é composta de pequenas colunas torsas e frontões arqueados coroados com telhas tipo capa e canal e cimalha. 13. Proteção Legal Existente:

Leia mais

ANEXO 1 TABELA DO TIPO, PADRÃO E VALOR UNITÁRIO DE METRO QUADRADO DE CONSTRUÇÃO

ANEXO 1 TABELA DO TIPO, PADRÃO E VALOR UNITÁRIO DE METRO QUADRADO DE CONSTRUÇÃO ANEXO 1 TABELA DO TIPO, PADRÃO E VALOR UNITÁRIO DE METRO QUADRADO DE CONSTRUÇÃO TIPO 10 - EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS TÉRREAS E ASSOBRADADAS, COM OU SEM SUBSOLO 10.1 - Padrão Rústico Arquitetura: Construídas

Leia mais

Vila do IAPI - Patrimônio Cultural da Cidade

Vila do IAPI - Patrimônio Cultural da Cidade Item Diretriz Tipologia 1. Reformas e Ampliações 1.1. Cosntruções Originais 1.1.1. Não será permitida a demolição da edificação original para construção de uma nova edificação ou para qualquer outro fim.

Leia mais

situação e ambiência denominação Fazenda Santana códice AIII - F15 - Val localização Rodovia RJ-151, 3º distrito, Santa Isabel do Rio Preto

situação e ambiência denominação Fazenda Santana códice AIII - F15 - Val localização Rodovia RJ-151, 3º distrito, Santa Isabel do Rio Preto Parceria: denominação Fazenda Santana códice AIII - F15 - Val localização Rodovia RJ-151, 3º distrito, Santa Isabel do Rio Preto município Valença época de construção séc. XIX detalhamento do estado de

Leia mais

1. EDIFÍCIO HISTÓRICO. Endereço: Largo do Pelourinho, Salvador BA, Brasil. Autoria: desconhecida. Data do Projeto: século XIX.

1. EDIFÍCIO HISTÓRICO. Endereço: Largo do Pelourinho, Salvador BA, Brasil. Autoria: desconhecida. Data do Projeto: século XIX. Anexo 1.6 Casa do Benin 1987 1. EDIFÍCIO HISTÓRICO Endereço: Largo do Pelourinho, Salvador BA, Brasil. Autoria: desconhecida. Data do Projeto: século XIX. Data da Construção: século XIX. Área do Terreno:

Leia mais

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA FUNCIONAL ENTORNO IDENTIFICAR A RELAÇÃO DO EDIFÍCIO COM OS ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS EDIFICADAS, RELAÇÕES DE PROXIMIDADE, DIÁLOGO, INTEGRAÇÃO OU AUTONOMIA BAIRRO

Leia mais

1. EDIFÍCIO HISTÓRICO. Endereço: Rua Martinho Prado, São Paulo SP, Brasil. Autoria: não encontrada. Data do Projeto: não encontrada.

1. EDIFÍCIO HISTÓRICO. Endereço: Rua Martinho Prado, São Paulo SP, Brasil. Autoria: não encontrada. Data do Projeto: não encontrada. Anexo 1.38 Museu Judaico 2004 1. EDIFÍCIO HISTÓRICO Endereço: Rua Martinho Prado, São Paulo SP, Brasil. Autoria: não encontrada. Data do Projeto: não encontrada. Data da Construção: não encontrada. Área

Leia mais

HOTEL PAINEIRAS Paineiras Hotel Rio de Janeiro - RJ - 2009. 11 3159 1970 www.apiacasarquitetos.com.br

HOTEL PAINEIRAS Paineiras Hotel Rio de Janeiro - RJ - 2009. 11 3159 1970 www.apiacasarquitetos.com.br HOTEL PAINEIRAS Paineiras Hotel Rio de Janeiro - RJ - 2009 11 3159 1970 MEMORIAL Um novo corpo: uma restauração também significa dar uma nova imagem ao edificio. Eduardo Souto de Moura A privilegiada

Leia mais

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA REPRESENTAÇÕES DE DESENHO TÉCNICO E APROVAÇÃO DE PROJETOS SETOR DE ENGENHARIA

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA REPRESENTAÇÕES DE DESENHO TÉCNICO E APROVAÇÃO DE PROJETOS SETOR DE ENGENHARIA ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA REPRESENTAÇÕES DE DESENHO TÉCNICO E APROVAÇÃO DE PROJETOS SETOR DE ENGENHARIA ANEXO II DO DECRETO N 80/2011 DE 02/05/2011 PARTE 01: OBRA NOVA OU AMPLIAÇÃO 1. Planta de situação

Leia mais

CASA VARANDA. Implantação e Partido Formal

CASA VARANDA. Implantação e Partido Formal CASA VARANDA Local Itanhangá, Rio de Janeiro Ano 2008 Escritório Carla Juaçaba Arquitetura Autoras: Cristina Piccoli e Natasha Oltramari Implantação e Partido Formal A Casa Varanda é um refúgio de 140,40

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS. Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre

MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS. Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre INDICE 1. GENERALIDADES 1.1. OBJETOS E DADOS 1.2. NORMAS 1.3. PLANTAS 2. INTERPRETAÇÃO 3. PRÉDIO 3.1.

Leia mais

ANEXO I PARTE A ANTEPROJETO DE LEI ITABUNA IMPOSTO PREDIAL E TERRITORIAL URBANO IPTU. VALOR DO m² PARA CÁLCULO DO VALOR PREDIAL

ANEXO I PARTE A ANTEPROJETO DE LEI ITABUNA IMPOSTO PREDIAL E TERRITORIAL URBANO IPTU. VALOR DO m² PARA CÁLCULO DO VALOR PREDIAL ANEXO I PARTE A ANTEPROJETO DE LEI ITABUNA IMPOSTO PREDIAL E TERRITORIAL URBANO IPTU VALOR DO m² PARA CÁLCULO DO VALOR PREDIAL TABELA DOS TIPOS E PADRÕES DE CONSTRUÇÃO TIPO 1 - RESIDENCIAL - PADRÃO "E"

Leia mais

PROJETO BÁSICO I - DISPOSIÇÕES GERAIS I.1 - INTRODUÇÃO

PROJETO BÁSICO I - DISPOSIÇÕES GERAIS I.1 - INTRODUÇÃO PROJETO BÁSICO OBJETO: Obras de Engenharia para Reforma e Ampliação do CAIC THEOPHILO DE SOUZA PINTO. Localizado na Rua Praça do Terço, s/nº - Nova Brasília - Bonsucesso Rio de Janeiro. I- DISPOSIÇÕES

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.281

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.281 Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.281 Estabelece normas e procedimentos para recuperação, manutenção e valorização de edifícios, obras e monumentos tombados, sujeitos ao tombamento vizinho ou identificados

Leia mais

É neste pequeno e muito charmoso chalé abraçado pela natureza que o proprietário descansa e recarrega as energias para voltar ao trabalho

É neste pequeno e muito charmoso chalé abraçado pela natureza que o proprietário descansa e recarrega as energias para voltar ao trabalho chalés Refugiado na mata É neste pequeno e muito charmoso chalé abraçado pela natureza que o proprietário descansa e recarrega as energias para voltar ao trabalho Texto: Daniella Grinbergas Fotos: Pedro

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA 1. PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE Para primeira análise: I. Levantamento Planialtimétrico; II. Projeto de Arquitetura 1 via; III. Memorial de Cálculo de Área Construída e Memorial de Cálculo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE URUGUAIANA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Tipologia Construtiva. Prefeitura Municipal de Uruguaiana (RS), Maio de 2015.

PREFEITURA MUNICIPAL DE URUGUAIANA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Tipologia Construtiva. Prefeitura Municipal de Uruguaiana (RS), Maio de 2015. PREFEITURA MUNICIPAL DE URUGUAIANA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Tipologia Construtiva Prefeitura Municipal de Uruguaiana (RS), Maio de 2015. TIPOLOGIA CONSTRUTIVA 1 SUB HABITAÇÃO 1.1- Sub-habitação Compostos

Leia mais

SEDE SESC-DF. CADERNO DE ENCARGOSE ESPECIFICAÇÕES GERAIS Graficação em Auto-Cad 2013 e Confecção de Imagens em 3D

SEDE SESC-DF. CADERNO DE ENCARGOSE ESPECIFICAÇÕES GERAIS Graficação em Auto-Cad 2013 e Confecção de Imagens em 3D SEDE SESC-DF CADERNO DE ENCARGOSE ESPECIFICAÇÕES GERAIS Graficação em Auto-Cad 2013 e Confecção de Imagens em 3D SUMÁRIO 1. OBJETIVO...03 2. DESCRIÇÃO TÉCNICA: GRAFICAÇÃO EM AUTO-CAD 2013...03 3. OBSERVAÇÕES

Leia mais

5.11. Programa de Registro do Patrimônio Histórico e Edificado. Revisão 00 NOV/2013

5.11. Programa de Registro do Patrimônio Histórico e Edificado. Revisão 00 NOV/2013 PROGRAMAS AMBIENTAIS 5.11 Programa de Registro do Patrimônio Histórico e Edificado NOV/2013 CAPA ÍNDICE GERAL 1. Introdução... 1 1.1. Ações já Realizadas... 2 2. Justificativa... 4 3. Objetivos... 5 4.

Leia mais

CASA CIRURGIÕES Local Botucatu Ano 2011-2014 Escritório FGMF Autoras: Jéssica Lucena e Tamires Cabral

CASA CIRURGIÕES Local Botucatu Ano 2011-2014 Escritório FGMF Autoras: Jéssica Lucena e Tamires Cabral CASA CIRURGIÕES Local Botucatu Ano 2011-2014 Escritório FGMF Autoras: Jéssica Lucena e Tamires Cabral Implantação e partido formal A casa Cirurgiões é uma residência unifamiliar de uso regular projetada

Leia mais

6.2 ESTRUTURAS ARQUITETÔNICAS (acervo civil) ficha 04: Antiga Fábrica da CICA

6.2 ESTRUTURAS ARQUITETÔNICAS (acervo civil) ficha 04: Antiga Fábrica da CICA Página 38 de 141 6.2 ESTRUTURAS ARQUITETÔNICAS (acervo civil) ficha 04: Antiga Fábrica da CICA Fachada frontal da Fábrica da CICA Vista lateral esquerda da Fábrica da CICA Vista dos fundos da Fábrica da

Leia mais

REPORTAGENS. de 9 15/02/2011 06:12. Comin. Texto: Débora Borges Fotos: Ale Asbun

REPORTAGENS. de 9 15/02/2011 06:12. Comin. Texto: Débora Borges Fotos: Ale Asbun REPORTAGENS Terreno em declive Mar e floresta ao alcance dos olhos O lote íngreme abriga uma casa "flutuante" com três níveis, cercada pelo verde e com vista para a praia Texto: Débora Borges Fotos: Ale

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS PROJETO DE RESTAURO ANTIGA CASA DE CAMARA E CADEIA MUSEU DE HISTÓRIA DA CIDADE APRESENTAÇÃO O Município de Florianópolis localiza-se em um espaço territorial de excepcional

Leia mais

Palácio da Inconfidência: Projeto original perspectiva externa. Palácio da Inconfidência: croqui sistema estrutural Fonte: Revista Acrópole nº 283

Palácio da Inconfidência: Projeto original perspectiva externa. Palácio da Inconfidência: croqui sistema estrutural Fonte: Revista Acrópole nº 283 O grande hall interno pretendia dar continuidade à praça externa para o visitante que seguia para o plenário. No memorial do projeto publicado pela Revista Acrópole nº 283, os arquitetos afirmaram que

Leia mais

denominação Fazenda Pinheiros códice AV-F09-SJVRP localização Estrada dos Pinheiros 515 Águas Claras município São José do Vale do Rio Preto RJ

denominação Fazenda Pinheiros códice AV-F09-SJVRP localização Estrada dos Pinheiros 515 Águas Claras município São José do Vale do Rio Preto RJ Parceria: denominação Fazenda Pinheiros códice AV-F09-SJVRP localização Estrada dos Pinheiros 515 Águas Claras município São José do Vale do Rio Preto RJ época de construção século XIX (1865) estado de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE ARTES E COMUNICAÇÃO SOCIAL MEMORIAL DESCRITIVO PARA ESPECIFICAÇÃO DE SERVIÇOS

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE ARTES E COMUNICAÇÃO SOCIAL MEMORIAL DESCRITIVO PARA ESPECIFICAÇÃO DE SERVIÇOS UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE ARTES E COMUNICAÇÃO SOCIAL MEMORIAL DESCRITIVO PARA ESPECIFICAÇÃO DE SERVIÇOS Fase 1 Mapa de Localização INTRODUÇÃO E ASPECTOS GERAIS O projeto do prédio a

Leia mais

Imprensa Oficial da Estância de Atibaia Sábado, 7 de setembro de 2013 - nº 1524 - Ano XVII - Caderno C - Volume V de V

Imprensa Oficial da Estância de Atibaia Sábado, 7 de setembro de 2013 - nº 1524 - Ano XVII - Caderno C - Volume V de V Prefeitura da Estância de Atibaia 201 Comércio - Precário Definição: Edificações inacabadas, deficiências aparentes, construídas com tijolos ou blocos. Coberta de telha ou laje pré moldada sem acabamento,

Leia mais

Artigo 2º - Nas casas tombadas, relacionadas no Artigo 1º, ficam preservados os seguintes elementos que constituem sua arquitetura:

Artigo 2º - Nas casas tombadas, relacionadas no Artigo 1º, ficam preservados os seguintes elementos que constituem sua arquitetura: RESOLUÇÃO Nº 30 /CONPRESP / 2013 O Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo CONPRESP, no uso de suas atribuições legais e nos termos da Lei nº 10.032, de 27 de dezembro de 1985, e alterações posteriores,

Leia mais

3.3 O Largo do Carmo e seu entorno

3.3 O Largo do Carmo e seu entorno 3.3 O Largo do Carmo e seu entorno O Largo do Carmo, como ainda é conhecido o espaço público na frente das igrejas da Ordem Primeira e Terceira do Carmo, e ao lado do Teatro Vasques. Seu entorno conserva

Leia mais

SITUAÇÃO FÍSICA PARA CONCESSÃO DE ESPAÇOS COMERCIAIS

SITUAÇÃO FÍSICA PARA CONCESSÃO DE ESPAÇOS COMERCIAIS SITUAÇÃO FÍSICA PARA CONCESSÃO DE ESPAÇOS COMERCIAIS Instruções de preenchimento: Para preenchimento desta ficha sugere-se a participação das equipes Comercial, Manutenção, TI, Meio ambiente, Operações

Leia mais

PLANO DIRETOR CAMPUS UNIVERSITÁRIO UFOPA Versão Preliminar

PLANO DIRETOR CAMPUS UNIVERSITÁRIO UFOPA Versão Preliminar UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ PLANO DIRETOR CAMPUS UNIVERSITÁRIO UFOPA Versão Preliminar PROJETO BÁSICO VISTA AÉREA DO CONJUNTO CAMPUS TAPAJÓS SETOR ESPORTIVO PLANTA GERAL DO CONJUNTO CAMPUS TAPAJÓS

Leia mais

GALERIA METRÓPOLE E CENTRO METROPOLITANO DE COMPRAS

GALERIA METRÓPOLE E CENTRO METROPOLITANO DE COMPRAS 1960 01 GALERIA METRÓPOLE E CENTRO METROPOLITANO DE COMPRAS HISTÓRIA 02 O edifício Metrópole e Centro Metropolitano de Compras, projetado pelos arquitetos Salvador Candia e Gian Carlo Gasperini, é um importante

Leia mais

11 3159 1970 www.apiacasarquitetos.com.br IGREJA PRESBITERIANA UNIDA COREANA DE SÃO PAULO. São Paulo - SP - 2007

11 3159 1970 www.apiacasarquitetos.com.br IGREJA PRESBITERIANA UNIDA COREANA DE SÃO PAULO. São Paulo - SP - 2007 IGREJA PRESBITERIANA UNIDA COREANA DE SÃO PAULO São Paulo - SP - 2007 MEMORIAL Sítio e Programa. Linha, Cubo, Praça e Árvore O projeto arquitetônico para o Complexo Unida parte de duas condicionantes

Leia mais

ESTRUTURAS ARQUITETÔNICAS (acervo civil) ficha 11: Antigo Cine Teatro Helena

ESTRUTURAS ARQUITETÔNICAS (acervo civil) ficha 11: Antigo Cine Teatro Helena Página 70 de 141 ESTRUTURAS ARQUITETÔNICAS (acervo civil) ficha 11: Antigo Cine Teatro Helena Coroamento da fachada frontal Vista da fachada frontal Afastamento lateral esquerdo Inscrições do nome do antigo

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO AMPLIAÇÃO DA ALA DE APARTAMENTOS E ENFERMARIAS DA CASA DE CARIDADE SANTA TEREZA.

MEMORIAL DESCRITIVO AMPLIAÇÃO DA ALA DE APARTAMENTOS E ENFERMARIAS DA CASA DE CARIDADE SANTA TEREZA. MEMORIAL DESCRITIVO AMPLIAÇÃO DA ALA DE APARTAMENTOS E ENFERMARIAS DA CASA DE CARIDADE SANTA TEREZA. 1 RELATÓRIO TÉCNICO / MEMORIAL DE INTERVENÇÃO EM ESTABELECI- MENTO DE SAÚDE. AMPLIAÇÃO DA ALA DE APARTAMENTO

Leia mais

TIPO 1 - RESIDENCIAL / COMERCIAL HORIZONTAL DE ALVENARIA OU CONCRETO Residências térreas e assobradadas, com ou sem subsolo

TIPO 1 - RESIDENCIAL / COMERCIAL HORIZONTAL DE ALVENARIA OU CONCRETO Residências térreas e assobradadas, com ou sem subsolo TABELA VIII - TIPOS E PADRÕES DAS CONSTRUÇÕES TIPO 1 - RESIDENCIAL / COMERCIAL HORIZONTAL DE ALVENARIA OU CONCRETO Padrão alto - 10,70 VRM por metro quadrado. Prédios com um ou dois pavimentos; estrutura

Leia mais

Edifícios Consolação I e II

Edifícios Consolação I e II Edifícios Consolação I e II Os edifícios Consolação I e II estão localizados na Rua da Consolação, 2.403/2.411/2387, na quadra delimitada Rua Bela Cintra e Antonio Carlos, Bela Vista - São Paulo, SP. Trata-se

Leia mais

CASA DA CULTURA natural Pouso Alegre Minas Gerais

CASA DA CULTURA natural Pouso Alegre Minas Gerais CASA DA CULTURA Situado à Rua Tiradentes n.º 264, fazendo esquina com Rua Dr. Licurgo Leite, o casarão dos Leite, como era chamada a atual Casa da Cultura, foi construído aproximadamente no final da década

Leia mais

DESCRIÇÃO DO BEM. LOCALIZAÇÃO: Imóvel localizado na Rua Nilson Gottlieb nº 11023 (margem da BR-277) nesta Cidade e Comarca de Foz do Iguaçu Paraná.

DESCRIÇÃO DO BEM. LOCALIZAÇÃO: Imóvel localizado na Rua Nilson Gottlieb nº 11023 (margem da BR-277) nesta Cidade e Comarca de Foz do Iguaçu Paraná. PODER JUDICIÁRIO COMARCA DE FOZ DO IGUAÇU CARTÓRIO DISTRIBUIDOR PÚBLICO E ANEXOS AVENIDA PEDRO BASSO, 1001 JARDIM PÓLO CENTRO CEP: 85.863-756 LAUDO DE AVALIAÇÃO A Avaliadora Judicial, infra-assinada, em

Leia mais

FUNCIONAL TOPOGRAFIA SOLAR/ PRIMEIRA METADE DO TERRENO E O INFERIOR LOCADO MAIS A

FUNCIONAL TOPOGRAFIA SOLAR/ PRIMEIRA METADE DO TERRENO E O INFERIOR LOCADO MAIS A FUNCIONAL IMPLANTAÇÃO IDENTIFICAR COMO SE DÁ A OCUPAÇÃO DA PARCELA DO LOTE, A DISPOSIÇÃO DO(S) ACESSO(S) AO LOTE; COMO SE ORGANIZA O AGENCIAMENTO, UMA LEITURA DA RUA PARA O LOTE ACESSO SOCIAL ACESSO ÍNTIMO

Leia mais

DEPARTAMENTO DE PROJETO DE ARQUITETURA

DEPARTAMENTO DE PROJETO DE ARQUITETURA Disciplina: PROJETO DE ARQUITETURA III FAP 355 Professores: MÓDULO 3 1 o. Período Letivo 2009 Cristiane Rose Duarte, Joacir Esteves, Luciana Andrade, Maria Ligia Sanches, Paulo Afonso Rheingantz e Vera

Leia mais

situação e ambiência códice AII - F01 - PF denominação Fazenda Todos os Santos localização Estrada Sacra Família do Tíngua, nº.

situação e ambiência códice AII - F01 - PF denominação Fazenda Todos os Santos localização Estrada Sacra Família do Tíngua, nº. Parceria: denominação Fazenda Todos os Santos códice AII - F01 - PF localização Estrada Sacra Família do Tíngua, nº. 300 Graminha município Engenheiro Paulo de Frontin época de construção século XIX estado

Leia mais

situação e ambiência denominação Fazenda Santa Justa códice AIII - F02 - RF localização Rodovia RJ-151, 2º distrito, Manuel Duarte

situação e ambiência denominação Fazenda Santa Justa códice AIII - F02 - RF localização Rodovia RJ-151, 2º distrito, Manuel Duarte Parceria: denominação Fazenda Santa Justa códice AIII - F02 - RF localização Rodovia RJ-151, 2º distrito, Manuel Duarte município Rio da Flores época de construção séc. XIX detalhamento do estado de conservação

Leia mais

Placa de obra: Haverá a colocação em local visível de placa de obra, metálica, fixada em estrutura de madeira, conforme padrão fornecido SOP.

Placa de obra: Haverá a colocação em local visível de placa de obra, metálica, fixada em estrutura de madeira, conforme padrão fornecido SOP. MEMORIAL DESCRITIVO RECONSTRUÇÃO DO ALBERGUE JUNTO AO PRESIDIO ESTADUAL DE VACARIA RS. VACARIA RS. GENERALIDADES: Este Memorial Descritivo tem a função de propiciar a perfeita compreensão do projeto e

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. JUSTIFICATIVA: Considerando que os serviços de manutenção predial são imprescindíveis e de natureza contínua. Ademais, existem fatores diversos que influenciam na preservação

Leia mais

Cidade das Artes inicia em maio sua programação

Cidade das Artes inicia em maio sua programação Cidade das Artes inicia em maio sua programação Em janeiro, Rock in Rio, o Musical abriu o novo espaço cultural em sistema de soft opening Fotos em alta resolução: www.factoriacomunicacao.com Depois de

Leia mais

REVITALIZAÇÃO DA ÁREA DA CASA DAS RETORTAS PROJETO DE TFG APRESENTADO À UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

REVITALIZAÇÃO DA ÁREA DA CASA DAS RETORTAS PROJETO DE TFG APRESENTADO À UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Revista Brasileira de Arqueometria, Restauração e Conservação. Vol.1, No.4, pp. 200-205 Copyright 2007 AERPA Editora REVITALIZAÇÃO DA ÁREA DA CASA DAS RETORTAS PROJETO DE TFG APRESENTADO À UNIVERSIDADE

Leia mais

fotomontagem com vista do local

fotomontagem com vista do local fotomontagem com vista do local fotomontagem com vista do local Itaipava e seu circuito gastronômico, cultural e de lazer esportivo, será seu lugar de descanso e de bons momentos com a família e amigos.

Leia mais

Tabelas de Cálculo para Utilização em Estruturas de AMARU PERFILADO

Tabelas de Cálculo para Utilização em Estruturas de AMARU PERFILADO Tabelas Utilização de e em Cálculo Estrutu turas AMARU PERFILADO para de Projeto de capacitação profissional: Plantar Empreendimentos e Produtos Florestais Ltda e Montana Química S.A Tabelas de Cálculo

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA 1. PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE Para primeira análise: I. Levantamento Planialtimétrico; II. Projeto de Arquitetura via física e via digital; III. Memorial de Cálculo de Área Construída e

Leia mais

situação e ambiência denominação Fazenda São Geraldo códice AIV - F07 - PS localização Antiga estrada para Rio das Flores município Paraíba do Sul

situação e ambiência denominação Fazenda São Geraldo códice AIV - F07 - PS localização Antiga estrada para Rio das Flores município Paraíba do Sul Parceria: denominação Fazenda São Geraldo códice AIV - F07 - PS localização Antiga estrada para Rio das Flores município Paraíba do Sul época de construção séc. XIX detalhamento do estado de conservação

Leia mais

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA FUNCIONAL ENTORNO IDENTIFICAR A RELAÇÃO DO EDIFÍCIO COM OS ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS EDIFICADAS, RELAÇÕES DE PROXIMIDADE, DIÁLOGO, INTEGRAÇÃO OU AUTONOMIA MURO CERCA

Leia mais

situação e ambiência denominação Fazenda São Paulo códice AIII - F01 - Val localização Estrada VL-55, 6º distrito, Conservatória município Valença

situação e ambiência denominação Fazenda São Paulo códice AIII - F01 - Val localização Estrada VL-55, 6º distrito, Conservatória município Valença Parceria: denominação Fazenda São Paulo códice AIII - F01 - Val localização Estrada VL-55, 6º distrito, Conservatória município Valença época de construção séc. XIX detalhamento do estado de conservação

Leia mais

BASE ZW INVESTIMENTOS E PARTICIPAÇÕES LTDA. MEMORIAL DESCRITIVO

BASE ZW INVESTIMENTOS E PARTICIPAÇÕES LTDA. MEMORIAL DESCRITIVO BASE ZW INVESTIMENTOS E PARTICIPAÇÕES LTDA. MEMORIAL DESCRITIVO SALAS COMERCIAIS E ESTACIONAMENTOS 1 ÍNDICE 1. OBJETIVO...03 1.1. O EMPREENDIMENTO...03 1.2. PROJETOS E ÁREAS...03 1.3. - LOCAÇÃO DA OBRA...04

Leia mais

TÉCNICO TÊXTIL EM MALHARIA E CONFECÇÃO PLANTA BAIXA. Prof. Fábio Evangelista Santana, MSc. Eng. fsantana@cefetsc.edu.br 3526-0833 8407-9946 1

TÉCNICO TÊXTIL EM MALHARIA E CONFECÇÃO PLANTA BAIXA. Prof. Fábio Evangelista Santana, MSc. Eng. fsantana@cefetsc.edu.br 3526-0833 8407-9946 1 TÉCNICO TÊXTIL EM MALHARIA E CONFECÇÃO PLANTA BAIXA Prof. Fábio Evangelista Santana, MSc. Eng. fsantana@cefetsc.edu.br 3526-0833 8407-9946 1 Aula 1 Componentes de uma PBA Apresentação da turma Introdução

Leia mais

ENGENHARIA CIVIL 5º SEMESTRE. Professora ROSELI VALLE

ENGENHARIA CIVIL 5º SEMESTRE. Professora ROSELI VALLE ENGENHARIA CIVIL 5º SEMESTRE Professora ROSELI VALLE MARINGÁ 2015 Denomina-se CONCRETO ARMADO à associação do aço ao concreto para que haja melhor resistência em determinados tipos de esforços. Fatores

Leia mais

Uberlândia (MG) - Tombada, Estação Sobradinho está caindo ao pedaços

Uberlândia (MG) - Tombada, Estação Sobradinho está caindo ao pedaços Uberlândia (MG) - Tombada, Estação Sobradinho está caindo ao pedaços Apesar da pompa dos dizeres Patrimônio Histórico Cultural, prédio parece, na verdade, um imóvel abandonado ao tempo. (Foto: Celso Ribeiro)

Leia mais

ANEXO C TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO C TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO C TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA PARA LICITAÇÃO DO TIPO TÉCNICA E PREÇO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS PARA EXECUÇÃO DAS OBRAS CIVIS PARA IMPLANTAÇÃO DO RAMAL PARANGABA MUCURIPE METRÔ DE FORTALEZA

Leia mais

BENS IMÓVEIS. DISTRITO: Sede. USO ATUAL: Institucional

BENS IMÓVEIS. DISTRITO: Sede. USO ATUAL: Institucional Página 1 de 6 IPAC N º08/2012 BENS IMÓVEIS MUNICÍPIO: DISTRITO: Sede DESIGNAÇÃO: Asilo São Vicente de Paulo ENDEREÇO: Rua Coronel Severiano, 131 - Fundinho USO ATUAL: Institucional PROPRIEDADE/ SITUAÇÃO

Leia mais

INVENTÁRIO DE PROTEÇÃO DO ACERVO CULTURAL CAPINÓPOLIS - MINAS GERAIS

INVENTÁRIO DE PROTEÇÃO DO ACERVO CULTURAL CAPINÓPOLIS - MINAS GERAIS INVENTÁRIO DE PROTEÇÃO DO ACERVO CULTURAL CAPINÓPOLIS - MINAS GERAIS ESTRUTURAS ARQUITETÔNICAS Nº BI/02 1. Município: Capinópolis - MG 2. Distrito: Sede 3. Designação: Escola Municipal Aurelisa Alcântara

Leia mais

Casarão que vai receber Museu do Sal é reformado em São Pedro (RJ)

Casarão que vai receber Museu do Sal é reformado em São Pedro (RJ) Casarão que vai receber Museu do Sal é reformado em São Pedro (RJ) Obras começaram em junho e ainda não têm previsão de término. Museu vai ficar às margens da RJ-106. Obras do Museu do Sal continuam em

Leia mais

Instituto Estadual do Patrimônio Cultural. Inventário de Identificação dos Reservatórios da CEDAE. Secretaria de Estado de Cultura - RJ

Instituto Estadual do Patrimônio Cultural. Inventário de Identificação dos Reservatórios da CEDAE. Secretaria de Estado de Cultura - RJ Instituto Estadual do Patrimônio Cultural Secretaria de Estado de Cultura - RJ Inventário de Identificação dos Reservatórios da CEDAE Denominação: Reservatório do Morro do Inglês. Localização: Ladeira

Leia mais

DECRETO Nº 1627 DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015

DECRETO Nº 1627 DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 DECRETO Nº 1627 DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 Dispõe sobre a atualização do artigo 1º, da Lei da Lei Complementar nº 241 de 24 de Fevereiro de 2015, onde trata da Tabela nº 05, Anexo II - Planta Genérica

Leia mais

Condomínio Villa Oberoi

Condomínio Villa Oberoi 1. CASA TIPO A Com área construída de 251m², exceto passeios externos, possui dois pavimentos, contendo no pavimento térreo terraços, jardim interno, sala de estar, espaço para refeições, cozinha, área

Leia mais

Histórico. Conceituação

Histórico. Conceituação MEMORIAL DESCRITIVO Histórico O Solar, antiga sede da fazenda do Barão de Muriaé, que foi construído por volta de 1844, tem profunda importância histórica, pois foi palco de marcantes acontecimentos em

Leia mais

situação e ambiência códice AII-F05-Vass denominação Fazenda São Roque localização Rodovia BR 393 - Km 49,5 - Bairro Bacia da Pedra

situação e ambiência códice AII-F05-Vass denominação Fazenda São Roque localização Rodovia BR 393 - Km 49,5 - Bairro Bacia da Pedra Parceria: denominação Fazenda São Roque códice AII-F05-Vass localização Rodovia BR 393 - Km 49,5 - Bairro Bacia da Pedra município Vassouras época de construção século XIX estado de conservação detalhamento

Leia mais

RESIDENCIAL TERRA NATIVA Estudo do Parcelamento do Solo

RESIDENCIAL TERRA NATIVA Estudo do Parcelamento do Solo Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Departamento de Arquitetura e Urbanismo Teoria do Urbanismo II Professora Nirce Saffer Medvedovski RESIDENCIAL TERRA NATIVA Estudo do

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE PROJETOS

APRESENTAÇÃO DE PROJETOS Este informativo foi elaborado visando a padronização para a Apresentação de Projetos junto ao da Associação, para que a análise e a aprovação de projetos transcorram de forma mais rápida e eficiente.

Leia mais

Lendo o Manual de Diretrizes de projeto e olhando as imagens do google, me deparei com algumas duvidas iniciais.

Lendo o Manual de Diretrizes de projeto e olhando as imagens do google, me deparei com algumas duvidas iniciais. CONCURSO PÚBLICO NACIONAL DE ARQUITETURA PROJETO DE ARQUITETURA DE ADAPTAÇÃO DO EDIFÍCIO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO USP PRIMEIRO BLOCO DE CONSULTAS CONSULTA 01 Lendo

Leia mais

DINOP / CENOP LOGÍSTICA CURITIBA (PR)

DINOP / CENOP LOGÍSTICA CURITIBA (PR) Curitiba, 16 de Janeiro de 2015 ESCLARECIMENTO N.º 05 TOMADA DE PREÇOS 2014/14641(7419) - Contratação de reforma, sem ampliação, de agência incorporada, Agência Itajaí/Besc (SC), para adequação de ambiência.

Leia mais

ESTADO DO ACRE PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL

ESTADO DO ACRE PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL Página 1/ 6 Bens imóveis Tipo: BARBEARIA PÚBLICA MUNICIPAL 16228 BARBEARIA PÚBLICA MUNICIPAL RAIMUNDO MAIA LOCALIZADA NO CENTRO DE CRUZEIRO DO SUL, ÁREA DO TERRENO 369.80M², ÁREA DA CONSTRUÇÃO 217.07M².

Leia mais

INTERVENÇÕES METÁLICAS EM EDIFICAÇÕES DE VALOR HISTÓRICO E CULTURAL: ESTUDOS DE CASO DE INTERFACES

INTERVENÇÕES METÁLICAS EM EDIFICAÇÕES DE VALOR HISTÓRICO E CULTURAL: ESTUDOS DE CASO DE INTERFACES INTERVENÇÕES METÁLICAS EM EDIFICAÇÕES DE VALOR HISTÓRICO E CULTURAL: ESTUDOS DE CASO DE INTERFACES Profª. Msc. Carolina Albuquerque de Moraes Prof. Dr. Luiz Fernando Loureiro Ribeiro São Paulo, Brasil

Leia mais

AVALIAÇÃO DA INSOLAÇÃO NO AMBIENTE CONSTRUÍDO: CLÍNICA PULSAR - UMUARAMA

AVALIAÇÃO DA INSOLAÇÃO NO AMBIENTE CONSTRUÍDO: CLÍNICA PULSAR - UMUARAMA AVALIAÇÃO DA INSOLAÇÃO NO AMBIENTE CONSTRUÍDO: CLÍNICA PULSAR - UMUARAMA José Angelo Antoniassi* José Ricardo Reghin** Carlos Augusto Tamanini*** RESUMO: Este estudo compreende a escolha do edifício, análise

Leia mais

3. O projeto fornecido para a modelagem paramétrica 3D

3. O projeto fornecido para a modelagem paramétrica 3D 3. O projeto fornecido para a modelagem paramétrica 3D Com finalidade de avaliar alguns aspectos da metodologia BIM e algumas das ferramentas computacionais envolvidas, buscou-se um projeto de engenharia

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE Nome/Nº RE.PRO.023. Memorial Descritivo (7.3.2)

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE Nome/Nº RE.PRO.023. Memorial Descritivo (7.3.2) 02/07/22 12/12/22 Versão MEMORIAL DESCRITIVO RESIDENCIAL NERIÁ Rua A.J. Renner, 1.390 Estância Velha Canoas / RS Arquivo: P:\SGQ\Registros\ e Desenvolvimento\0-RE.PRO.023 - Memorial Descritivo V.\Residencial

Leia mais

CIRURGIA DE CASAS. Guilherme Felipe. Nathali Padovani Pflex. Profª. Silke Kapp. dezembro 2010

CIRURGIA DE CASAS. Guilherme Felipe. Nathali Padovani Pflex. Profª. Silke Kapp. dezembro 2010 CIRURGIA DE CASAS Guilherme Felipe. Nathali Padovani Pflex. Profª. Silke Kapp. dezembro 2010 Entrevista com o cliente Quatro moradores: Cândida : 45 anos Petra: 22 anos Bárbara : 16 anos Gabriel: 2 anos,

Leia mais

MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA DE SERRALVES

MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA DE SERRALVES MUSEU DE ARTE CONTEMPORÃ NEA DE SERRALVES www.serralves.pt 1 MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA DE SERRALVES APRESENTAÇÃO O Museu tem como objectivos essenciais a constituição de uma colecção representativa da

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS - PRORH COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO - COPESE CONCURSO PÚBLICO PARA CARGO DE SERVIDOR

PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS - PRORH COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO - COPESE CONCURSO PÚBLICO PARA CARGO DE SERVIDOR Questão 1: O desenho possibilita a representação dos objetos. Por meio dos desenhos temos a construção de ideias. No caso da arquitetura, o desenho consiste: a) na representação exata da planta alta e

Leia mais

Barbara Jalles Guimarães

Barbara Jalles Guimarães Memorial Descritivo - Restaurante Badebec Casa Cor(23.03.2016) Arquiteta: Bárbara Jalles Guimarães Endereço: Jockey Club São Paulo Área Externa: Revisão geral das telhas. Revestimento telhas em madeira

Leia mais

IBAPE - XII COBREAP - CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS, BELO HORIZONTE/MG

IBAPE - XII COBREAP - CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS, BELO HORIZONTE/MG IBAPE - XII COBREAP - CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS, BELO HORIZONTE/MG AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS EM CONJUNTO HABITACIONAL, HORIZONTAL, DESCARACTERIZADO DEVIDO AS INTERVENÇÕES SOFRIDAS

Leia mais

Cronograma das Aulas do Curso Revit Structure (260h):

Cronograma das Aulas do Curso Revit Structure (260h): Para adquirir esse Combo agora e garantir seus estudos, acesse o site abaixo: http://www.escoladesoftware.com.br/combo-cursos-revitarquitetura-revit-structure-robot Cronograma das Aulas do Curso Revit

Leia mais

A paz do campo. NAdA MELhOR do que viver EM uma MORAdA tranquila E ROdEAdA POR MuitO verde

A paz do campo. NAdA MELhOR do que viver EM uma MORAdA tranquila E ROdEAdA POR MuitO verde 40 A paz do campo NAdA MELhOR do que viver EM uma MORAdA tranquila E ROdEAdA POR MuitO verde Abrir A janela e contemplar A natureza, que parece não ter fim. Barulho quase não existe, a não ser o canto

Leia mais

PROJETO ESPAÇO EDUCATIVO RURAL 02 SALAS DE AULA

PROJETO ESPAÇO EDUCATIVO RURAL 02 SALAS DE AULA PROJETO ESPAÇO EDUCATIVO RURAL 02 SALAS DE AULA REVISÃO: Coordenação Geral de Estudos e Análises CGEAN / DIPRO / FNDE Julho/2005 MEMORIAL DESCRITIVO 1. PARTIDO ARQUITETÔNICO O presente projeto destina-se

Leia mais

Desenho Técnico. D e s e n h o A r q u i t e t ô n i c o

Desenho Técnico. D e s e n h o A r q u i t e t ô n i c o D e s e n h o A r q u i t e t ô n i c o DESENHO ARQUITETÔNICO Planta Baixa é a projeção que se obtém, quando cortamos, imaginariamente, uma edificação, com um plano horizontal, paralelo ao plano do piso.

Leia mais

Excelência nos detalhes

Excelência nos detalhes Excelência nos detalhes Espaços amplos com luz e ventilação natural, valorizando a arquitetura. Planejado para pessoas que percebem os detalhes. Excelência nos detalhes Imagens meramente ilustrativas.

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO COMERCIAL CHATÊAU DE LA VIE

MEMORIAL DESCRITIVO COMERCIAL CHATÊAU DE LA VIE MEMORIAL DESCRITIVO COMERCIAL CHATÊAU DE LA VIE Rua Clemente Pinto, 146. Pág. 1 / 9 1 GENERALIDADES E DISPOSIÇÕES GERAIS O presente memorial descritivo tem por objetivo especificar o tipo, qualidade e

Leia mais

COBERTURAS. Prof. Amison de Santana

COBERTURAS. Prof. Amison de Santana COBERTURAS Prof. Amison de Santana Cobertura Funções Básicas: Proteção das partes internas das construções; Dar inclinação adequada, de acordo com o tipo de telha utilizada, para drenar águas pluviais;

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO O objeto desta licitação é a recuperação, requalificação e manutenção da área, hoje degradada, na Avenida Rio de Janeiro, sob o viaduto Elevado de conexão da Via Perimetral

Leia mais

RESIDÊNCIA MDT. Implantação e Partido Formal

RESIDÊNCIA MDT. Implantação e Partido Formal RESIDÊNCIA MDT Local: Fazenda Boa Vista - SP Ano: 2008 Jacobsen Arquitetura Autores: Rafael Susin Baumann, Cristina Piccoli e Ana Elísia da Costa Implantação e Partido Formal Casa MDT está localizada no

Leia mais

Casa de vidro. Jardim e ambientes internos se fundem nesta casa onde paredes foram substituídas por vidros

Casa de vidro. Jardim e ambientes internos se fundem nesta casa onde paredes foram substituídas por vidros ARQUITETURA Sidney Quintela PAISAGISMO Carla Oldemburg FOTOS Marcelo Aniello Casa de vidro Jardim e ambientes internos se fundem nesta casa onde paredes foram substituídas por vidros 52 CASA DE CAMPO Na

Leia mais