RESIDENCIAL QUINTA DE JUQUEHY. Juquehy - SP

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "11 3159 1970 www.apiacasarquitetos.com.br RESIDENCIAL QUINTA DE JUQUEHY. Juquehy - SP - 2010"

Transcrição

1 RESIDENCIAL QUINTA DE JUQUEHY Juquehy - SP

2

3

4

5 MEMORIAL Implantação O estudo da implantação do condomínio foi desenvolvido com a premissa de reservar a maior parte da área não construída para jardins, em detrimento de áreas destinadas ao trânsito de veículos e estacionamentos. A intenção, é que o condomínio tenha a configuração de um grande parque, com amplas áreas verdes integradas as casas. Neste caso, optamos por evitar uma configuração sinuosa, que ocuparia uma maior área com sistema viário. Assim, chegamos ao desenho de uma rua central, com acesso direto a vagas para estacionamento. As casas ficam portanto, voltadas para o lado oposto, com varandas integradas a um extenso jardim linear de 7,40 metros de largura. Um deck de Madeira, coberto por uma pérgula faz a conexão entre as casas, podendo ser utilizado como uma extensão das varandas das casas térreas. Topografia A topografia do terreno deverá ser usada favoravelmente na criação de jardins reservados para cada grupo de casas. Através do uso de patamares em desnível e taludes ou muros de arrimo em pedra, poderão ser criadas áreas externas com maior ou menor privacidade, combinadas com um tratamento paisagístico adequado. Paisagismo As vias de circulação de automóveis poderão ser executados em paralelepípedos ou blocos de concreto intertravados, que assentados sobre um leito de pedra e areia, permitem a absorção da água da chuva. Nas áreas destinadas a estacionamento, sugerimos o uso de blocos de concreto tipo concregrama como forma de criar um piso intermediário entre a rua e o jardim. Deverão ser escolhidas preferencialmente espécies endêmicas para os jardins, que podem se integrar aos volumes das casas e da pérgula através de diferentes tipos de trepadeira. Infra-estrutura e Saneamento Direcionaremos toda a rede de drenagem para o eixo de circulação de carros, que podendo ser implantada em uma cota ligeiramente inferior à cota das casas, funcionará como uma calha natural para a captação da água da chuva. É desejável também, que o sistema de esgoto (fossas, filtros e sumidouros) seja implantado ao longo da rua de carros, pela facilidade do acesso à manutenção. Para a rede de água potável, poderão ser previstas a instalação de cisternas subterrâneas, distribuídas nas áreas livres de jardim do condomínio. Rede Elétrica e Lógica Aproveitaremos a estrutura de madeira do pergolado, que percorre todo o condomínio para

6 criar uma calha técnica de distribuição totalmente aérea. Eliminaremos assim o problema estético de postes e fiação aparente no condomínio, já que a calha técnica proposta ficará integrada à estrutura de madeira. Unidades Habitacionais Seguindo as dimensões para as casas sugeridas no briefing do projeto, buscamos um desenho que ressalte uma desejada horizontalidade para o conjunto. Assim, as casas foram desenvolvidas com coberturas de lajes planas para minimizar a altura das construções. As duas lajes previstas no projeto receberão tratamentos distintos, de acordo com o uso a que se destinarão. A varanda da UH Duplex receberá um deck de madeira que atuará como um piso drenante. Toda a água da chuva será captada por baixo do piso e será direcionada para o sistema de reuso. A laje do mezanino será construída como uma laje jardim, de forma a integrar a volumetria das casas ao paisagismo do condomínio. Imaginamos acabamentos simples e de pouca manutenção nas fachadas. Concreto aparente nas cintas de amarração e alvenaria de tijolos aparentes, pintados à cal. As portas e janelas de madeira, quando não recuadas da fachada, serão protegidas da ação das chuvas por abas de concreto.

7 Ficha técnica _ Residencial Quinta de Juquehy Localização Juquehy, SP Ano do projeto 2010 Status Concurso Classificação Edifício _ residêncial Área m²

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS NO LOTEAMENTO ALPHAVILLE MOSSORÓ

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS NO LOTEAMENTO ALPHAVILLE MOSSORÓ MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS NO LOTEAMENTO ALPHAVILLE MOSSORÓ Associação Alphaville Mossoró Janeiro- 2014 ORIENTAÇÕES PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS 1. PROJETOS DE REMEMBRAMENTO E / OU DESMEBRAMENTO

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA 1. PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE Para primeira análise: I. Levantamento Planialtimétrico; II. Projeto de Arquitetura 1 via; III. Memorial de Cálculo de Área Construída e Memorial de Cálculo

Leia mais

SESC Guarulhos SESC Guarulhos Guarulhos - SP - 2009. 11 3159 1970 www.apiacasarquitetos.com.br

SESC Guarulhos SESC Guarulhos Guarulhos - SP - 2009. 11 3159 1970 www.apiacasarquitetos.com.br SESC Guarulhos SESC Guarulhos Guarulhos - SP - 2009 11 3159 1970 MEMORIAL A concepção Quando da visita ao terreno, ansiosos por conhecer o lugar a ser implantado o novo edifício do SESC, tivemos uma

Leia mais

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA FUNCIONAL ENTORNO IDENTIFICAR A RELAÇÃO DO EDIFÍCIO COM OS ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS EDIFICADAS, RELAÇÕES DE PROXIMIDADE, DIÁLOGO, INTEGRAÇÃO OU AUTONOMIA BAIRRO

Leia mais

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS 1 AUTORIZAÇÕES E CADASTRAMENTO Para entrada de profissionais e execução de serviços como LEVANTAMENTO PLANIALTIMÉTRICO e SONDAGEM, será necessária a autorização por

Leia mais

11 3159 1970 www.apiacasarquitetos.com.br IGREJA PRESBITERIANA UNIDA COREANA DE SÃO PAULO. São Paulo - SP - 2007

11 3159 1970 www.apiacasarquitetos.com.br IGREJA PRESBITERIANA UNIDA COREANA DE SÃO PAULO. São Paulo - SP - 2007 IGREJA PRESBITERIANA UNIDA COREANA DE SÃO PAULO São Paulo - SP - 2007 MEMORIAL Sítio e Programa. Linha, Cubo, Praça e Árvore O projeto arquitetônico para o Complexo Unida parte de duas condicionantes

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA 1. PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE Para primeira análise: I. Levantamento Planialtimétrico; II. Projeto de Arquitetura via física e via digital; III. Memorial de Cálculo de Área Construída e

Leia mais

ESTUDO DE CASO CONJUNTO HABITACIONAL. HIS Conjunto Heliópolis/Gleba G

ESTUDO DE CASO CONJUNTO HABITACIONAL. HIS Conjunto Heliópolis/Gleba G ESTUDO DE CASO CONJUNTO HABITACIONAL HIS Conjunto Heliópolis/Gleba G Ficha Técnica Arquitetos:Biselli + Katchborian Arquitetos Ano: 2011 Área construída: 31.329 m² Tipo de projeto: Habitação de interesse

Leia mais

UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIÃO DE CHAPECÓ ÁREA DE CIÊNCIAS EXATAS E AMBIENTAIS CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO

UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIÃO DE CHAPECÓ ÁREA DE CIÊNCIAS EXATAS E AMBIENTAIS CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIÃO DE CHAPECÓ ÁREA DE CIÊNCIAS EXATAS E AMBIENTAIS CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO Projeto Arquitetônico I 2015/01 Representação de projetos de arquitetura - NBR 6492 Arquitetura

Leia mais

ANEXO 1 TABELA DO TIPO, PADRÃO E VALOR UNITÁRIO DE METRO QUADRADO DE CONSTRUÇÃO

ANEXO 1 TABELA DO TIPO, PADRÃO E VALOR UNITÁRIO DE METRO QUADRADO DE CONSTRUÇÃO ANEXO 1 TABELA DO TIPO, PADRÃO E VALOR UNITÁRIO DE METRO QUADRADO DE CONSTRUÇÃO TIPO 10 - EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS TÉRREAS E ASSOBRADADAS, COM OU SEM SUBSOLO 10.1 - Padrão Rústico Arquitetura: Construídas

Leia mais

HOTEL PAINEIRAS Paineiras Hotel Rio de Janeiro - RJ - 2009. 11 3159 1970 www.apiacasarquitetos.com.br

HOTEL PAINEIRAS Paineiras Hotel Rio de Janeiro - RJ - 2009. 11 3159 1970 www.apiacasarquitetos.com.br HOTEL PAINEIRAS Paineiras Hotel Rio de Janeiro - RJ - 2009 11 3159 1970 MEMORIAL Um novo corpo: uma restauração também significa dar uma nova imagem ao edificio. Eduardo Souto de Moura A privilegiada

Leia mais

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA A CASA HUBBE, PROJETADA POR MIES VAN DER ROHE, POSSUI

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA A CASA HUBBE, PROJETADA POR MIES VAN DER ROHE, POSSUI FUNCIONAL ENTORNO IDENTIFICAR A RELAÇÃO DO EDIFÍCIO COM OS ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS EDIFICADAS, RELAÇÕES DE PROXIMIDADE, DIÁLOGO, INTEGRAÇÃO OU AUTONOMIA ESQUADRIAS/PANOS

Leia mais

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DOS PROJETOS

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DOS PROJETOS MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DOS PROJETOS 1 1. AUTORIZAÇÕES E CADASTRAMENTO: Para entrada de profissionais e execução de serviços como LEVANTAMENTO PLANIALTIMÉTRICO e SONDAGEM, será necessária a autorização

Leia mais

DESENHO ARQUITETÔNICO CEPREVI 2012

DESENHO ARQUITETÔNICO CEPREVI 2012 DESENHO ARQUITETÔNICO CEPREVI 2012 OBJETIVO: Tornar o aluno apto a interpretação do desenho técnico e das simbologias utilizadas em projetos de segurança contra incêndio e pânico; Identificar e compreender

Leia mais

C o n s t r u t o r a

C o n s t r u t o r a C o n s t r u t o r a Trabalhamos em todo território nacional, com equipes qualificadas, supervisão diária, trazendo qualidade, preço, prazo e excelência em sua obra. Clientes Principais Serviços Projetos

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE PROJETOS

APRESENTAÇÃO DE PROJETOS Este informativo foi elaborado visando a padronização para a Apresentação de Projetos junto ao da Associação, para que a análise e a aprovação de projetos transcorram de forma mais rápida e eficiente.

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO versão 04

MEMORIAL DESCRITIVO versão 04 MEMORIAL DESCRITIVO versão 04 Arquitetônico Hidrossanitário EMPREENDIMENTO: Edifício Residencial ÁREA CONSTRUIDA: 2.323,60 m² ÁREA DO TERRENO: 1.474,00 m² LOCALIZAÇÃO: Rua Ianne Thorstemberg, n 344 Bairro

Leia mais

PLANILHA DE PARÂMETROS URBANÍSTICOS E DE PRESERVAÇÃO AP4 UP2 SUPERQUADRAS 400 ESCALA PREDOMINANTE: RESIDENCIAL PURP 16. AP4 UP2 Folha 1 / 12

PLANILHA DE PARÂMETROS URBANÍSTICOS E DE PRESERVAÇÃO AP4 UP2 SUPERQUADRAS 400 ESCALA PREDOMINANTE: RESIDENCIAL PURP 16. AP4 UP2 Folha 1 / 12 AP4 UP2 Folha 1 / 12 AP4 UP2 Folha 2 / 12 AP4 UP2 Folha 3 / 12 AP4 UP2 Folha 4 / 12 AP4 UP2 Folha 5 / 12 VALOR PATRIMONIAL PLANILHA DE PARÂMETROS URBANÍSTICOS E DE PRESERVAÇÃO A ATRIBUTOS DE CONFIGURAÇÃO

Leia mais

Infra Estrutura Verde no Planejamento Urbano Das Cidades

Infra Estrutura Verde no Planejamento Urbano Das Cidades Infra Estrutura Verde no Planejamento Urbano Das Cidades A Remaster Sinônimo de pioneirismo no desenvolvimento da solução ideal em pisos elevados para espaços corporativos, a Remaster empresa brasileira

Leia mais

institucional do projeto, além de permitir uma inserção urbana mais democrática e inusitada no entorno imediato ao prédio.

institucional do projeto, além de permitir uma inserção urbana mais democrática e inusitada no entorno imediato ao prédio. MEMORIAL DESCRITIVO O anteprojeto em questão, referente à instalação da Inspetoria do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia da Paraíba em Campina Grande, surge no contexto atual das

Leia mais

Planta do pavimento térreo

Planta do pavimento térreo Planta do pavimento térreo Cortes e elevações típicos Acesso principal e praça de eventos Permeabildade do projeto com seu entorno Ecosistema interno com bosque de mata nativa Telhados verdes e praça de

Leia mais

PROJETO DE EDIFICAÇÕES RURAIS

PROJETO DE EDIFICAÇÕES RURAIS Universidade Federal de Goiás Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos Setor de Engenharia Rural PROJETO DE EDIFICAÇÕES RURAIS Construções e Eletrificação Rural Prof. Dr. Regis de Castro Ferreira

Leia mais

NORMAS TÉCNICAS Para implantação de empresas em áreas e Distritos Industriais da CODEMIG

NORMAS TÉCNICAS Para implantação de empresas em áreas e Distritos Industriais da CODEMIG NORMAS TÉCNICAS Para implantação de empresas em áreas e Distritos Industriais da CODEMIG 1 S U M Á R I O CAPÍTULO APRESENTAÇÃO PÁGINA I Disposições Preliminares 02 II Uso e Ocupação do Solo 03 III Projetos

Leia mais

É neste pequeno e muito charmoso chalé abraçado pela natureza que o proprietário descansa e recarrega as energias para voltar ao trabalho

É neste pequeno e muito charmoso chalé abraçado pela natureza que o proprietário descansa e recarrega as energias para voltar ao trabalho chalés Refugiado na mata É neste pequeno e muito charmoso chalé abraçado pela natureza que o proprietário descansa e recarrega as energias para voltar ao trabalho Texto: Daniella Grinbergas Fotos: Pedro

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA 1. PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE Para primeira análise: I. Levantamento Planialtimétrico; II. Projeto de Arquitetura III. Memorial de Cálculo de Área Construída e Memorial de Cálculo de Área

Leia mais

ANEXO I PARTE A ANTEPROJETO DE LEI ITABUNA IMPOSTO PREDIAL E TERRITORIAL URBANO IPTU. VALOR DO m² PARA CÁLCULO DO VALOR PREDIAL

ANEXO I PARTE A ANTEPROJETO DE LEI ITABUNA IMPOSTO PREDIAL E TERRITORIAL URBANO IPTU. VALOR DO m² PARA CÁLCULO DO VALOR PREDIAL ANEXO I PARTE A ANTEPROJETO DE LEI ITABUNA IMPOSTO PREDIAL E TERRITORIAL URBANO IPTU VALOR DO m² PARA CÁLCULO DO VALOR PREDIAL TABELA DOS TIPOS E PADRÕES DE CONSTRUÇÃO TIPO 1 - RESIDENCIAL - PADRÃO "E"

Leia mais

PERSPECTIVA DO CONDOMÍNIO -

PERSPECTIVA DO CONDOMÍNIO - PERSPECTIVA DO CONDOMÍNIO - Imagens meramente ilustrativas Página 2 DADOS DO PROJETO - NOME COMERCIAL: DESCRIÇÃO: ENDEREÇO: Recanto do Outeiro Condomínio Residencial de 16 casas sobradas com jardim privativo

Leia mais

ORIENTAÇÕES BÁSICAS Lei Complementar 06/2013

ORIENTAÇÕES BÁSICAS Lei Complementar 06/2013 ORIENTAÇÕES BÁSICAS Lei Complementar 06/2013 Secretaria Municipal do Planejamento, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia A Prefeitura de Araguaína desenvolveu esta Cartilha para orientar a população sobre

Leia mais

MMBB CASA E ESTÚDIO NA VILA ROMANA

MMBB CASA E ESTÚDIO NA VILA ROMANA CASA E ESTÚDIO NA VILA ROMANA MMBB Esse projeto foi desenvolvido para um artista plástico com um duplo programa: casa e estúdio, a serem resolvidos espacialmente juntos e funcionalmente separados. Foi

Leia mais

Residência Rua Vicente Racioppi. Arquiteto Joel Campolina

Residência Rua Vicente Racioppi. Arquiteto Joel Campolina Residência Rua Vicente Racioppi Arquiteto Joel Campolina Depoimento do Arquiteto Primeiros croquis e estudos Evolução até o anteprojeto aprovado Interfaces com os projetos complementares A evolução até

Leia mais

DESENHO DE ARQUITETURA CORTES

DESENHO DE ARQUITETURA CORTES DESENHO DE ARQUITETURA CORTES CORTES são representações de vistas ortográficas seccionais do tipo corte, obtidas quando passamos por uma construção um plano de corte e projeção VERTICAL, normalmente paralelo

Leia mais

RESIDENCIAL PINHEIROS

RESIDENCIAL PINHEIROS RESIDENCIAL PINHEIROS O Residencial Pinheiros é um empreendimento financiado pela Caixa Econômica Federal, no programa Minha Casa, Minha Vida, localizado na cidade de Pelotas, no bairro Fragata situado

Leia mais

3,7 km do Shopping Paulista 4,2 km da Avenida Paulista 3,5 km do Centro Cultural SP

3,7 km do Shopping Paulista 4,2 km da Avenida Paulista 3,5 km do Centro Cultural SP Localização Localização ] 3,7 km do Shopping Paulista 4,2 km da Avenida Paulista 3,5 km do Centro Cultural SP A Vila Mariana é um bairro desejado pelos paulistanos que valorizam a qualidade de vida, traduzida

Leia mais

INICIATIVAS INSPIRADORAS HABITAÇÃO CONJUNTO HABITACIONAL BOX HOUSE SÃO PAULO - SP

INICIATIVAS INSPIRADORAS HABITAÇÃO CONJUNTO HABITACIONAL BOX HOUSE SÃO PAULO - SP HABITAÇÃO INICIATIVAS INSPIRADORAS CONJUNTO HABITACIONAL BOX HOUSE SÃO PAULO - SP ÍNDICE INTRODUÇÃO PERFIL LOCAL DIRETRIZES DE PROJETOS O PROJETO MODULAR A SOLUÇÃO ESTRUTURAL O PROJETO DE IMPLANTAÇÃO PROJETO

Leia mais

REGULAMENTO DE EDIFICAÇÕES (Consta da Ata de Constituição da Associação Residencial Morada do Engenho, registrada sob n 51.758 )

REGULAMENTO DE EDIFICAÇÕES (Consta da Ata de Constituição da Associação Residencial Morada do Engenho, registrada sob n 51.758 ) REGULAMENTO DE EDIFICAÇÕES (Consta da Ata de Constituição da Associação Residencial Morada do Engenho, registrada sob n 51.758 ) Este regulamento sem prejuízo das Restrições Convencionais, tem como objetivo

Leia mais

ESCOLA PARQUE DOURADO Parque Dourado School Ferraz de Vasconcelos - SP - 2004. 11 3159 1970 www.apiacasarquitetos.com.br

ESCOLA PARQUE DOURADO Parque Dourado School Ferraz de Vasconcelos - SP - 2004. 11 3159 1970 www.apiacasarquitetos.com.br ESCOLA PARQUE DOURADO Parque Dourado School Ferraz de Vasconcelos - SP - 2004 11 3159 1970 MEMORIAL Situação Quadra existente, inserida em um grande conjunto do CDHU, onde há duas escolas pertencentes

Leia mais

(A) I, III e IV. (B) II, III e IV. (C) I e IV. (D) I, II e III. (E) I, II, III e IV.

(A) I, III e IV. (B) II, III e IV. (C) I e IV. (D) I, II e III. (E) I, II, III e IV. Técnico de Laboratório / Área: Engenharia Civil/Projetos ==Questão 26==================== Analise a perspectiva isométrica apresentada abaixo: Assinale a alternativa que contém as vistas ortográficas correspondentes:

Leia mais

SOBERANO RESIDENCE MEMORIAL DESCRITIVO

SOBERANO RESIDENCE MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO CONDIÇÕES GERAIS: Estas especificações fazem parte integrante dos Contratos de Compra e Venda das unidades do Prédio Residencial denominado Soberano Residence. 1- DADOS INICIAIS: 1.1

Leia mais

RESPONSÁVEL TÉCNICO: Claudio Marcos Piotrowski Engenheiro Civil CREA 0601452877

RESPONSÁVEL TÉCNICO: Claudio Marcos Piotrowski Engenheiro Civil CREA 0601452877 INSTRUMENTO PARTICULAR DE INCORPORAÇÃO Condomínio Horizontal Fechado RESIDENCIAL VILLAVERDE (Identificado no Cartório de Registro Civil do Distrito de Monte Verde Camanducaia Livro 05-B 1º Traslado Fls

Leia mais

Material preliminar sujeito a alteração e exclusivo para uso interno da Even. Proibida a divulgação. As unidades só poderão ser comercializadas

Material preliminar sujeito a alteração e exclusivo para uso interno da Even. Proibida a divulgação. As unidades só poderão ser comercializadas Campanha Material preliminar sujeito a alteração e exclusivo para uso interno da Even. Proibida a divulgação. As unidades só poderão ser comercializadas mediante Registro de Incorporação Levar potenciais

Leia mais

LOTEAMENTO VILLAGGIO DI FIRENZE Av. Dr. Armando Sales de Oliveira Nº 400 Franca - SP

LOTEAMENTO VILLAGGIO DI FIRENZE Av. Dr. Armando Sales de Oliveira Nº 400 Franca - SP LOTEAMENTO VILLAGGIO DI FIRENZE Av. Dr. Armando Sales de Oliveira Nº 400 Franca - SP CARTILHA DE CONSTRUÇÃO Seguem especificações para as construções nos lotes do Loteamento Villaggio Di Firenze: A) Conforme

Leia mais

Listagem de Erros e Omissões

Listagem de Erros e Omissões Listagem de Erros e Omissões - No ponto 13 do caderno de encargos - Critérios de adjudicação, factor preço, uma fórmula matemática, em que uma das parcelas, nomeadamente a PREm - o menor preço proposto,

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. 1.4 LIMPEZA PERMANENTE DA OBRA Durante a execução, até a entrega definitiva da obra, a mesma será mantida permanentemente limpa.

MEMORIAL DESCRITIVO. 1.4 LIMPEZA PERMANENTE DA OBRA Durante a execução, até a entrega definitiva da obra, a mesma será mantida permanentemente limpa. Identificação da obra: RESIDENCIAL ANCHIETA GOLD Rua Anchieta nº 5034 Projeto e execução: A3 Arquitetura e Krolow Construção e Comércio. MEMORIAL DESCRITIVO 1. SERVIÇOS PRELIMINARES E GERAIS 1.1 SERVIÇOS

Leia mais

Acerca da representação do projeto de arquitetura, julgue o item seguinte.

Acerca da representação do projeto de arquitetura, julgue o item seguinte. 52.(UEAP/FGV/2014) Segundo Neves (1989), as informações básicas conceituais são o embasamento sobre o qual se assentam todas as ideias do partido arquitetônico e podem ser sintetizadas em cinco tópicos,

Leia mais

Projeto de arquitetura: Konigsberger Vannucchi. Projeto de decoração: Debora Aguiar. Projeto de paisagismo: EKF Arquitetura de Exteriores

Projeto de arquitetura: Konigsberger Vannucchi. Projeto de decoração: Debora Aguiar. Projeto de paisagismo: EKF Arquitetura de Exteriores Mapa Fachada Torre A Torre B Projeto de arquitetura: Konigsberger Vannucchi Projeto de decoração: Debora Aguiar Projeto de paisagismo: EKF Arquitetura de Exteriores Ficha Técnica Área do Terreno: 5.362

Leia mais

ESTRATÉGIAS A NÍVEL URBANO. Ilha de Calor

ESTRATÉGIAS A NÍVEL URBANO. Ilha de Calor ESTRATÉGIAS A NÍVEL URBANO Ilha de Calor Ilha de Calor Um projeto sustentável deve enfatizar 3 aspectos: Sombra protetora nos espaços abertos; Pavimentação que não contribua para o aumento da temperatura

Leia mais

C.O.R CÓDIGO DE OBRAS DO RESIDENCIAL

C.O.R CÓDIGO DE OBRAS DO RESIDENCIAL C.O.R CÓDIGO DE OBRAS DO RESIDENCIAL ANÁLISE DE PROJETOS APROVAÇÃO E FISCALIZAÇÃO DE OBRAS SETEMBRO DE 2011 ÍNDICE 1 OBJETIVO 3 2 - INFORMAÇÕES GERAIS 3 3 - SOBRE AS RESPONSABILIDADES E ISENÇÕES DE RESPONSABILIDADES

Leia mais

PLANO DIRETOR DA FAHOR FACULDADE HORIZONTINA

PLANO DIRETOR DA FAHOR FACULDADE HORIZONTINA PLANO DIRETOR DA FAHOR FACULDADE HORIZONTINA O CONSELHO DE EDUCAÇÃO da FAHOR Faculdade Horizontina, no uso de suas atribuições aprovou o seguinte Plano Diretor para o Campus Arnoldo Schneider: DISPOSIÇÕES

Leia mais

Desenho Técnico. Eng. Agr. Prof. Dr. Cristiano Zerbato. Planta Baixa

Desenho Técnico. Eng. Agr. Prof. Dr. Cristiano Zerbato. Planta Baixa Desenho Técnico Eng. Agr. Prof. Dr. Cristiano Zerbato Planta Baixa PROJETO ARQUITETÔNICO: PLANTAS E VISTAS Profª. Ms. Laura Ludovico de Melo ENG1051 PROJETO ARQUITETÔNICO: PLANTAS E VISTAS Planta Baixa:

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA OBRA.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA OBRA. INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAM ENTO DE ENGENHARIA E INFRAESTRUTURA BR 406 - Km 73 n 3500 Perímetro Rural do Município de João Câmara / RN, CEP: 59550-000

Leia mais

Residencial Geraldo Pacheco

Residencial Geraldo Pacheco Residencial Geraldo Pacheco 1/6 Memorial Descritivo Rua Rio Branco, esquina com Rua Marajó, Parque das Castanheiras, Vila Velha - ES Projeto arquitetônico - Sandro Pretti Planejado de acordo com normas

Leia mais

CRONOGRAMA FISICO-FINANCEIRO/MEMORIAL DESCRITIVO

CRONOGRAMA FISICO-FINANCEIRO/MEMORIAL DESCRITIVO CRONOGRAMA FISICO-FINANCEIRO/MEMORIAL DESCRITIVO Obra: Construção Institucional Sede Administrativa Proprietário: FENACLUBES Federação Nacional dos Clubes Esportivos Endereço da Obra: Rua Açaí 540 Jardim

Leia mais

LEI 1620 DE 23.10.1997 Define disposições relativas à aprovação de edificações residenciais unifamiliares

LEI 1620 DE 23.10.1997 Define disposições relativas à aprovação de edificações residenciais unifamiliares LEI 1620 DE 23.10.1997 Define disposições relativas à aprovação de edificações residenciais unifamiliares Lei 1620/1997 - Secretaria de Urbanismo e Controle Urbano - www.urbanismo.niteroi.rj.gov.br 0 Lei

Leia mais

Artigo 2º - Nas casas tombadas, relacionadas no Artigo 1º, ficam preservados os seguintes elementos que constituem sua arquitetura:

Artigo 2º - Nas casas tombadas, relacionadas no Artigo 1º, ficam preservados os seguintes elementos que constituem sua arquitetura: RESOLUÇÃO Nº 30 /CONPRESP / 2013 O Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo CONPRESP, no uso de suas atribuições legais e nos termos da Lei nº 10.032, de 27 de dezembro de 1985, e alterações posteriores,

Leia mais

PURP 15. PLANILHA DE PARÂMETROS URBANÍSTICOS E DE PRESERVAÇÃO AP4 UP1 SUPERQUADRAS 100, 200 e 300 ESCALA PREDOMINANTE: RESIDENCIAL

PURP 15. PLANILHA DE PARÂMETROS URBANÍSTICOS E DE PRESERVAÇÃO AP4 UP1 SUPERQUADRAS 100, 200 e 300 ESCALA PREDOMINANTE: RESIDENCIAL AP4 UP1 Folha 1 / 13 AP4 UP1 Folha 2 / 13 AP4 UP1 Folha 3 / 13 AP4 UP1 Folha 4 / 13 AP4 UP1 Folha 5 / 13 VALOR PATRIMONIAL PLANILHA DE PARÂMETROS URBANÍSTICOS E DE PRESERVAÇÃO A ATRIBUTOS DE CONFIGURAÇÃO

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO Os equipamentos do Kit Chuva atendem as exigências da norma NBR 15527: Água de chuva - Aproveitamento de coberturas em áreas urbanas para fins não potáveis Requisitos. KIT CHUVA VF1

Leia mais

Clima suíço, a 1.600 metros de altitude, em um vale no alto da Serra da Mantiqueira

Clima suíço, a 1.600 metros de altitude, em um vale no alto da Serra da Mantiqueira O : está localizado em Monte Verde, uma das mais belas e preservadas regiões montanhosas do país Clima suíço, a 1.600 metros de altitude, em um vale no alto da Serra da Mantiqueira Localização Privilegiada:

Leia mais

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA FUNCIONAL ENTORNO IDENTIFICAR A RELAÇÃO DO EDIFÍCIO COM OS ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS EDIFICADAS, RELAÇÕES DE PROXIMIDADE, DIÁLOGO, INTEGRAÇÃO OU AUTONOMIA MURO CERCA

Leia mais

SITUAÇÃO FÍSICA PARA CONCESSÃO DE ESPAÇOS COMERCIAIS

SITUAÇÃO FÍSICA PARA CONCESSÃO DE ESPAÇOS COMERCIAIS SITUAÇÃO FÍSICA PARA CONCESSÃO DE ESPAÇOS COMERCIAIS Instruções de preenchimento: Para preenchimento desta ficha sugere-se a participação das equipes Comercial, Manutenção, TI, Meio ambiente, Operações

Leia mais

Seminário de Tecnologia da Construção & Arquitetura

Seminário de Tecnologia da Construção & Arquitetura CONCURSO PÚBLICO DE ESTUDANTES BAHIA: PROJETO DE EDIFICAÇÃO PARA O PMCMV - SELO CASA AZUL TECNOLOGIAS DA CONSTRUÇÃO E ARQUITETURA TERMO DE REFERÊNCIA Agosto 2014 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETO 2.1 Terreno

Leia mais

A A M E M E N ÃO N ÃO Rua Ceará Escala: 1/500 PLANTA DE SITUAÇÃO E LOCALIZAÇÃO Avenida Brasília Acesso Escola Posto de Saúde 4975 400 3100 2170 2180 Quadra 128 Lote 326 3490 1380 Ginásio Área dos sanitários:

Leia mais

ALPHAVILLE GRACIOSA RESIDENCIAL CADERNO DE PROJETOS E PRESERVAÇÃO AMBIENTAL

ALPHAVILLE GRACIOSA RESIDENCIAL CADERNO DE PROJETOS E PRESERVAÇÃO AMBIENTAL Página 1 de 31 ALPHAVILLE GRACIOSA RESIDENCIAL CADERNO DE PROJETOS E PRESERVAÇÃO AMBIENTAL RATIFICADO PELA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA REALIZADA EM 30 DE MAIO DE 2007 Página 2 de 31 1.0 PROJETOS...

Leia mais

MUNÍCIPIO DE CONSELHEIRO LAFAIETE - MG SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E MEIO AMBIENTE Administração 2.013/2.016 TERMO DE REFERENCIA

MUNÍCIPIO DE CONSELHEIRO LAFAIETE - MG SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E MEIO AMBIENTE Administração 2.013/2.016 TERMO DE REFERENCIA MUNÍCIPIO DE CONSELHEIRO LAFAIETE - MG SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E MEIO AMBIENTE Administração 2.013/2.016 TERMO DE REFERENCIA REFORMA E AMPLIAÇÃO DA ESCOLA MUNICIPAL PEDRO REZENDE DOS SANTOS 1 - OBJETO:

Leia mais

Clima suíço, a 1.600 metros de altitude, em um vale no alto da Serra da Mantiqueira

Clima suíço, a 1.600 metros de altitude, em um vale no alto da Serra da Mantiqueira O : está localizado em Monte Verde, uma das mais belas e preservadas regiões montanhosas do país Clima suíço, a 1.600 metros de altitude, em um vale no alto da Serra da Mantiqueira Localização Privilegiada:

Leia mais

30/11/2012. do adensamento populacional. crescimento desordenado. ocupação de áreas naturais e frágeis

30/11/2012. do adensamento populacional. crescimento desordenado. ocupação de áreas naturais e frágeis Universidade Metodista Recuperação Ambiental de Áreas Degradadas Impactos gerados pelo uso e ocupação do solo no meio urbano Final século XVIII Revolução Industrial Migração do homem do campo objetivo

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS. Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre

MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS. Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre INDICE 1. GENERALIDADES 1.1. OBJETOS E DADOS 1.2. NORMAS 1.3. PLANTAS 2. INTERPRETAÇÃO 3. PRÉDIO 3.1.

Leia mais

Sustentabilidade na Construção de Agências da CAIXA MARTINIANO RIBEIRO MUNIZ FILHO

Sustentabilidade na Construção de Agências da CAIXA MARTINIANO RIBEIRO MUNIZ FILHO Sustentabilidade na Construção de Agências da CAIXA MARTINIANO RIBEIRO MUNIZ FILHO Resumo A CAIXA adota critérios da sustentabilidade na construção de suas novas agências bancárias. Possui normativos internos

Leia mais

Código da Disciplina CCE0047 AULA 3. e-mail: prof.clelia.fic@gmail.com http://cleliamonasterio.blogspot.com/

Código da Disciplina CCE0047 AULA 3. e-mail: prof.clelia.fic@gmail.com http://cleliamonasterio.blogspot.com/ Código da Disciplina CCE0047 AULA 3 e-mail: prof.clelia.fic@gmail.com http://cleliamonasterio.blogspot.com/ Representação de projetos de arquitetura NBR- 6492: INFORMAÇÕES NA PRANCHA: Nome dos ambientes:

Leia mais

Desenho Técnico. D e s e n h o A r q u i t e t ô n i c o

Desenho Técnico. D e s e n h o A r q u i t e t ô n i c o D e s e n h o A r q u i t e t ô n i c o DESENHO ARQUITETÔNICO Planta Baixa é a projeção que se obtém, quando cortamos, imaginariamente, uma edificação, com um plano horizontal, paralelo ao plano do piso.

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. RESERVATÓRIO SUPERIOR: Este pavimento abrigará os reservatórios de água conforme projeto específico aprovado pelo SAMAE e PPCI.

MEMORIAL DESCRITIVO. RESERVATÓRIO SUPERIOR: Este pavimento abrigará os reservatórios de água conforme projeto específico aprovado pelo SAMAE e PPCI. MEMORIAL DESCRITIVO MAGNO RESIDENCIAL Rua José Caberlon, lote 18, quadra 3878, Bairro Bela Vista, Caxias do Sul INCORPORAÇÃO: SUPREMA INCORPORADORA Rua Alfredo Chaves, 927/505 Centro Caxias do Sul. O presente

Leia mais

Condomínio Residencial Rural

Condomínio Residencial Rural Condomínio Residencial Rural CADERNO DE PROJETOS E PRESERVAÇÃO AMBIENTAL Página 1 ÍNDICE. 1.0 PROJETOS...03 1.1 Aprovação/ Reaprovação/ Substituição...03 1.1.1 Considerações Gerais...03 1.1.2 Documentos

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO Justiça do Trabalho TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 9ª REGIÃO PARANÁ Secretaria de Engenharia e Arquitetura

PODER JUDICIÁRIO Justiça do Trabalho TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 9ª REGIÃO PARANÁ Secretaria de Engenharia e Arquitetura PODER JUDICIÁRIO Justiça do Trabalho TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 9ª REGIÃO PARANÁ Secretaria de Engenharia e Arquitetura RELATÓRIO DE MEDIÇÃO PO 57/2014 INTERVENÇÃO NO FÓRUM TRABALHISTA DE GUARAPUAVA

Leia mais

Empreendimento Parque Marechal

Empreendimento Parque Marechal Empreendimento Parque Marechal Índice Pag. 1 Localização 4 2 Descrição 6 3 Quadro de Áreas 11 4 Plantas Implantação 13 Planta Casa H8 14 Planta Casa H9 15 5 Acabamentos 17 9 Contactos 19 CB Richard Ellis

Leia mais

5 DESCRIÇÃO DETALHADA DO BEM CULTURAL

5 DESCRIÇÃO DETALHADA DO BEM CULTURAL 57 5 DESCRIÇÃO DETALHADA DO BEM CULTURAL O conjunto arquitetônico da residência de Antônio de Rezende Costa, que hoje abriga a Escola Estadual Enéas de Oliveira Guimarães foi pelos autores do presente

Leia mais

PROJETO ESPAÇO EDUCATIVO RURAL 02 SALAS DE AULA

PROJETO ESPAÇO EDUCATIVO RURAL 02 SALAS DE AULA PROJETO ESPAÇO EDUCATIVO RURAL 02 SALAS DE AULA REVISÃO: Coordenação Geral de Estudos e Análises CGEAN / DIPRO / FNDE Julho/2005 MEMORIAL DESCRITIVO 1. PARTIDO ARQUITETÔNICO O presente projeto destina-se

Leia mais

Infraestrura. Comodidade de serviços: Restaurantes, academias, Correio, bancos, concessionárias de carros, escolas, faculdades

Infraestrura. Comodidade de serviços: Restaurantes, academias, Correio, bancos, concessionárias de carros, escolas, faculdades Localização Infraestrura Próximo aos principais acessos: Marginais, Praça Panamericana Centros de compras: Shopping Villa Lobos, Cobasi, Ceagesp, Supermercados, lojas de materiais de construção Comodidade

Leia mais

MANUAL TÉCNICO DE ORIENTAÇÕES PARA PROJETOS E OBRAS 2015

MANUAL TÉCNICO DE ORIENTAÇÕES PARA PROJETOS E OBRAS 2015 I. OBRAS I.1. I.1.1 1.1. ORIENTAÇÃO PARA INÍCIO DAS OBRAS Documentos necessários Para o início da obra será necessária a apresentação ao, dos seguintes documentos que devem permanecer na obra durante sua

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Total de Unidades: 152 unidades tipo e 8 unidades duplex,sendo:

FICHA TÉCNICA. Total de Unidades: 152 unidades tipo e 8 unidades duplex,sendo: MACRO REGIÃO MICRO REGIÃO FICHA TÉCNICA Realização: Even Construtora e Incorporadora S/A e Conx Construtora e Incorporadora Endereço:. RUA ARIZONA X R. PITU BROOKLIN Área do terreno: 2403,22 M2 Quantidades

Leia mais

Totalmente erguida em alvenaria estrutural, Obra racionalizada ARQUITETURA

Totalmente erguida em alvenaria estrutural, Obra racionalizada ARQUITETURA ARQUITETURA Obra racionalizada A alvenaria estrutural reduziu os custos da construção deste sobrado, que, apesar do método construtivo, tem cômodos integrados, no maior estilo contemporâneo POR CÍNTIA

Leia mais

TIPO 1 - RESIDENCIAL / COMERCIAL HORIZONTAL DE ALVENARIA OU CONCRETO Residências térreas e assobradadas, com ou sem subsolo

TIPO 1 - RESIDENCIAL / COMERCIAL HORIZONTAL DE ALVENARIA OU CONCRETO Residências térreas e assobradadas, com ou sem subsolo TABELA VIII - TIPOS E PADRÕES DAS CONSTRUÇÕES TIPO 1 - RESIDENCIAL / COMERCIAL HORIZONTAL DE ALVENARIA OU CONCRETO Padrão alto - 10,70 VRM por metro quadrado. Prédios com um ou dois pavimentos; estrutura

Leia mais

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA FUNCIONAL ENTORNO IDENTIFICAR A RELAÇÃO DO EDIFÍCIO COM OS ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS EDIFICADAS, RELAÇÕES DE PROXIMIDADE, DIÁLOGO, INTEGRAÇÃO OU AUTONOMIA CASA VIZINHA

Leia mais

3. O projeto fornecido para a modelagem paramétrica 3D

3. O projeto fornecido para a modelagem paramétrica 3D 3. O projeto fornecido para a modelagem paramétrica 3D Com finalidade de avaliar alguns aspectos da metodologia BIM e algumas das ferramentas computacionais envolvidas, buscou-se um projeto de engenharia

Leia mais

TÉCNICO TÊXTIL EM MALHARIA E CONFECÇÃO PLANTA BAIXA. Prof. Fábio Evangelista Santana, MSc. Eng. fsantana@cefetsc.edu.br 3526-0833 8407-9946 1

TÉCNICO TÊXTIL EM MALHARIA E CONFECÇÃO PLANTA BAIXA. Prof. Fábio Evangelista Santana, MSc. Eng. fsantana@cefetsc.edu.br 3526-0833 8407-9946 1 TÉCNICO TÊXTIL EM MALHARIA E CONFECÇÃO PLANTA BAIXA Prof. Fábio Evangelista Santana, MSc. Eng. fsantana@cefetsc.edu.br 3526-0833 8407-9946 1 Aula 1 Componentes de uma PBA Apresentação da turma Introdução

Leia mais

CRITÉRIOS DE EDIFICAÇÃO

CRITÉRIOS DE EDIFICAÇÃO CRITÉRIOS DE EDIFICAÇÃO São os seguintes os Critérios de Edificação para o Condomínio Quintas do Sol, aprovados na Assembléia Geral Extraordinária realizada em 08.12.2002 e complementados na AGE de 17.10.2004.

Leia mais

Vila do IAPI - Patrimônio Cultural da Cidade

Vila do IAPI - Patrimônio Cultural da Cidade Item Diretriz Tipologia 1. Reformas e Ampliações 1.1. Cosntruções Originais 1.1.1. Não será permitida a demolição da edificação original para construção de uma nova edificação ou para qualquer outro fim.

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO RESIDENCIAL PETRA

MEMORIAL DESCRITIVO RESIDENCIAL PETRA MEMORIAL DESCRITIVO RESIDENCIAL PETRA Este documento de Memorial Descritivo de Especificação do Empreendimento RESIDENCIAL PETRA situado à Rua Limeira nº 566, bairro Piratininga, lotes 12, 13, 14, 15,

Leia mais

INSTRUÇÕES TÉCNICAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL - LICENÇA SIMPLIFICADA (LS)

INSTRUÇÕES TÉCNICAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL - LICENÇA SIMPLIFICADA (LS) INSTRUÇÕES TÉCNICAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL - LICENÇA SIMPLIFICADA (LS) 1. DEFINIÇÃO 1.1. Licença Simplificada (LS) - concedida para a localização, instalação, implantação e operação

Leia mais

RESIDÊNCIA MDT. Implantação e Partido Formal

RESIDÊNCIA MDT. Implantação e Partido Formal RESIDÊNCIA MDT Local: Fazenda Boa Vista - SP Ano: 2008 Jacobsen Arquitetura Autores: Rafael Susin Baumann, Cristina Piccoli e Ana Elísia da Costa Implantação e Partido Formal Casa MDT está localizada no

Leia mais

Novo Decreto de HIS. Apresentação ao Conselho Municipal de Habitação São Paulo - 27/08/2015. Secretaria Municipal de Licenciamento

Novo Decreto de HIS. Apresentação ao Conselho Municipal de Habitação São Paulo - 27/08/2015. Secretaria Municipal de Licenciamento Novo Decreto de HIS Apresentação ao Conselho Municipal de Habitação São Paulo - 27/08/2015 Novo Decreto de HIS EHIS, EHMP, EZEIS, HIS e HMP Adequação à Lei nº 16.050/14 Sistematiza, Consolida e Revoga

Leia mais

ARQUITETURA E URBANISMO. ENSAIOS Janeiro/Fevereiro 2014

ARQUITETURA E URBANISMO. ENSAIOS Janeiro/Fevereiro 2014 ARQUITETURA E URBANISMO ENSAIOS Janeiro/Fevereiro 2014 ARX ARQUITETURA E URBANISMO ARX ARQUITETURA E URBANISMO SC LTDA Rua Livi, 574 Vila Madalena São Paulo SP CEP 05448-030 TEL (011) 3812-8928 FAX (011)

Leia mais

FUNCIONAL TOPOGRAFIA SOLAR/ PRIMEIRA METADE DO TERRENO E O INFERIOR LOCADO MAIS A

FUNCIONAL TOPOGRAFIA SOLAR/ PRIMEIRA METADE DO TERRENO E O INFERIOR LOCADO MAIS A FUNCIONAL IMPLANTAÇÃO IDENTIFICAR COMO SE DÁ A OCUPAÇÃO DA PARCELA DO LOTE, A DISPOSIÇÃO DO(S) ACESSO(S) AO LOTE; COMO SE ORGANIZA O AGENCIAMENTO, UMA LEITURA DA RUA PARA O LOTE ACESSO SOCIAL ACESSO ÍNTIMO

Leia mais

Entre a praia e o parque, fique com os dois. Para quem quer ver a vida com novos olhos.

Entre a praia e o parque, fique com os dois. Para quem quer ver a vida com novos olhos. Entre a praia e o parque, fique com os dois. Para quem quer ver a vida com novos olhos. Residencial Mário Cravo. 3 torres e 57 itens de lazer. Mário Cravo é um dos maiores artistas brasileiros, um criador

Leia mais

Tecnologia da Construção IMPERMEABILIZAÇÃO. Profº Joel Filho

Tecnologia da Construção IMPERMEABILIZAÇÃO. Profº Joel Filho Tecnologia da Construção IMPERMEABILIZAÇÃO Profº Joel Filho Introdução: Impermeabilização NBR 9575/2003 - Elaboração de Projetos de Impermeabilização Item 6 Projeto 6.1. Elaboração e responsabilidade técnica

Leia mais

Material sujeito a alteração e exclusivo para uso interno da Even. Proibida a divulgação.

Material sujeito a alteração e exclusivo para uso interno da Even. Proibida a divulgação. TRANQUILIDADE PARA FAZER TUDO A PÉ INCLUSIVE PASSEAR COM O MEU FILHO LOCALIZAÇÃO Macroregião Hípica Paulista MOEMA Pte. Estaiada Shopping D&D BROOKLIN Shopping Ibirapuera Etna Rede Globo Hyatt C&C Futura

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 019, DE 09 DE AGOSTO DE 2006. ESTABELECE NORMAS SOBRE EDIFICAÇÕES NO CONDOMÍNIO BOSQUES DE ATLÂNTIDA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

LEI COMPLEMENTAR Nº 019, DE 09 DE AGOSTO DE 2006. ESTABELECE NORMAS SOBRE EDIFICAÇÕES NO CONDOMÍNIO BOSQUES DE ATLÂNTIDA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. ESTABELECE NORMAS SOBRE EDIFICAÇÕES NO CONDOMÍNIO BOSQUES DE ATLÂNTIDA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. CELSO BASSANI BARBOSA, Prefeito Municipal de Xangri-Lá, FAÇO SABER que a Câmara Municipal de Vereadores

Leia mais

Blumenau, maio de 2010.

Blumenau, maio de 2010. INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE ORÇAMENTOS E CRONOGRAMAS Blumenau, maio de 2010. 1. RESUMO... 3 2. OBJETIVO... 3 3. INTRODUÇÃO... 3 4. COMPOSIÇÃO DO ORÇAMENTO... 4 4.1. SERVIÇOS PRELIMINARES/TÉCNICOS...

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO Incorporação: BAN - BANDEIRANTES EMPREENDIMENTO IMOBILIÁRIO S/A Empreendimento: ROTA DO SOL RESIDENCIAL

MEMORIAL DESCRITIVO Incorporação: BAN - BANDEIRANTES EMPREENDIMENTO IMOBILIÁRIO S/A Empreendimento: ROTA DO SOL RESIDENCIAL Incorporação: BAN - EMPREENDIMENTO IMOBILIÁRIO S/A 1. ENDEREÇO Estrada dos Bandeirantes, n 7.777 - Jacarepaguá - Rio de Janeiro - RJ 2. CARACTERÍSTICAS Em meio a um terreno de 10.874,00m² serão implantados

Leia mais

Condomínio clube na Mooca, apto com 151 m 2

Condomínio clube na Mooca, apto com 151 m 2 Condomínio clube na Mooca, apto com 151 m 2 Condomínio completo na Mooca, entregue em agosto de 2015, com ampla área de lazer, com valor especial! só R$1.096.000,00 (R$ 7.258,00 / m 2 ) por tudo isso:

Leia mais

GE.01/202.75/00889/01 GERAL GERAL ARQUITETURA / URBANISMO INFRAERO GE.01/202.75/00889/01 1 / 6 REVISÃO GERAL 07.07.05 ARQ. CLAUDIA

GE.01/202.75/00889/01 GERAL GERAL ARQUITETURA / URBANISMO INFRAERO GE.01/202.75/00889/01 1 / 6 REVISÃO GERAL 07.07.05 ARQ. CLAUDIA INFRAERO GE.01/202.75/00889/01 1 / 6 01 REVISÃO GERAL 07.07.05 ARQ. CLAUDIA REV. M O D I F I C A Ç Ã O DATA PROJETISTA DESENHISTA APROVO Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária ESCALA DATA

Leia mais

Melhorias Construtivas. Sustentáveis

Melhorias Construtivas. Sustentáveis Melhorias Construtivas Sustentáveis O que é sustentabilidade? O Projeto Melhorias Habitacionais Sustentáveis na Bomba do Hemetério, foi criado com o objetivo de reduzir o consumo e melhor aproveitar os

Leia mais