SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES"

Transcrição

1 PUBLICADA A DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. de 30 / 09 / 2002 Fls. 15 Proc. nº: E 04/ /1997 Rubrica: SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 20 de agosto de 2002 PRIMEIRA CÂMARA RECURSO Nº ACÓRDÃO Nº INSCRIÇÃO ESTADUAL Nº RECORRENTE - TEXACO BRASIL S/A PRODUTOS DE PETRÓLEO RECORRIDA RELATOR - JUNTA DE REVISÃO FISCAL - CONSELHEIRO ANTONIO SILVA DUARTE Participaram do julgamento os Conselheiros Antonio Silva Duarte, José Augusto Di Giorgio, Mário Cezar Franco e Roberto Lippi Rodrigues. ICMS - TRANSFERÊNCIA DE MERCADORIAS, DENTRO DO ESTADO, ENTRE ESTABELECIMENTOS DA MESMA EMPRESA. NULIDADE DO AUTO POR MUDANÇA DE CRITÉRIO JURÍDICO DO LANÇAMENTO. IMPOSSIBILIDADE DE VERIFICAÇÃO DO ICMS SOBRE ÓLEO BÁSICO DEVIDO POR SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA JÁ QUE HÁ OPERAÇÕES INTERNAS E INTERESTADUAIS. Se a inicial exige do contribuinte o ICMS sobre transferência de mercadoria entre estabelecimento da mesma empresa, sem mencionar que se tratava de óleo básico e, posteriormente, a decisão de primeiro grau conclui que há responsabilidade da autuada pelo recolhimento do imposto correspondente às operações internas com óleo básico, englobadamente com a saída tributada do lubrificante acabado, houve mudança de critério jurídico do lançamento pela decisão singular, a ensejar a lavratura de novo auto de infração.

2 PRIMEIRA CÂMARA - Ac. nº: fls. 2/9 R E L A T Ó R I O A empresa foi autuada por não haver oferecido à tributação, no período compreendido entre 16/06/92 a 20/06/96 operações de transferência de mercadorias entre o estabelecimento autuado e outros de mesma empresa situados neste estado. Impugnação oferecida tempestivamente afirmando que o autuado é uma fábrica de lubrificantes que recebe óleo básico da Petrobrás e outros insumos e tão logo conclui o processo de industrialização promove a transferência para o setor de expedição que ora funcionava no mesmo espaço da fábrica, ora para outros locais de expedição da mesma empresa. Que a impugnante como contribuinte substituto recolhia o imposto integral para o Estado onde a mercadoria se destinava. Quando a mercadoria era vendida dentro do Estado a expedição lançava o ICMS devido pela venda, compensando o ICMS dos insumos debitado pela fabrica na operação anterior. Na operação interestadual de venda era recolhido o tributo devido ao Estado de destino sem que restassem créditos acumulados decorrentes de movimentação física entre os citados estabelecimentos. Que não houve qualquer prejuízo tributário para o estado, pois, quando a mercadoria era vendida internamente o imposto era devidamente recolhido e quando vendidos interestadualmente o ICMS era lançado por substituição tributária e recolhido ao Estado de destino. Que todas as transferências de mercadorias entre estabelecimentos da mesma empresa, ou seja, depósito da fábrica para seus pontos de expedição, muitas vezes até sem deslocamento físico da mercadoria foram objeto do auto de infração. Todas as transferências efetuadas pela fábrica para dentro do Estado passaram pelos locais de expedição de onde saíram acobertadas por notas fiscais. Não houve, por parte do fisco, qualquer contestação a respeito de falta de recolhimento do imposto. A questão de fundo está restrita ao fato

3 PRIMEIRA CÂMARA - Ac. nº: fls. 3/9 inquestionável de que a transferência de mercadorias entre estabelecimento da mesma empresa não constitui hipótese de incidência. E é disso que o contribuinte está sendo acusado e é dessa acusação, não de outra, que está se defendendo. Que essa questão transferência de mercadorias entre estabelecimentos da mesma empresa - se acha sumulada pelo STF Súmula 166, afirmando que não constitui fato gerador do ICMS o simples deslocamento de mercadorias de um para outro estabelecimento do mesmo contribuinte. O fisco contesta alegando que o contribuinte não comprova haver pagado o ICMS que incidiu sobre as operações interna com óleo básico que foi diferido para o momento da saída do lubrificante acabado e que as Resoluções citadas atribuem claramente a responsabilidade do fabricante de lubrificantes pelo recolhimento do ICMS referente às operações anteriores com o óleo lubrificante acabado. Que a autuada passou a partir e agosto de 1995 a tributar suas operações de transferência de produtos acabados entre estabelecimentos situados neste estado. Que a legislação é muito clara ao dispor que ao fabricante de lubrificante acabado cabe a responsabilidade pelo recolhimento do ICMS referente às operações anteriores com o óleo básico. Alega que a Recorrente deu saída de mercadorias de seu estabelecimento fabril para outros estabelecimentos situados neste Estado e não tributou tais transferências nem apresentou qualquer dispositivo legal que a amparasse. A decisão de primeira instância manteve o lançamento fiscal sob o fundamento de que a incidência do ICMS ocorre na saída a qualquer título do estabelecimento do contribuinte, ainda que para outro do mesmo titular, reduzindo, porém a multa em face da retroatividade benigna da Lei nº de 29 de dezembro de Inconformado recorreu ao Conselho de contribuintes informando que deixou de recolher o depósito recursal por força de uma liminar concedida no Mandado de Segurança Nº No mérito, volta a sustentar a intributabilidade de operações de transferencia de mercadorias entre estabelecimentos do mesmo titular trazendo vasta matéria doutrinária e jurisprudencial a respeito. Menciona a Súmula 166 do STJ que consagra o princípio de que não constitui fato gerador do ICMS o simples

4 PRIMEIRA CÂMARA - Ac. nº: fls. 4/9 deslocamento de mercadoria de um para outro estabelecimento do mesmo contribuinte. Também no âmbito da Justiça Estadual, em quase todas as Câmaras do Tribunal a tônica é a mesma: Não incide ICMS, no caso de simples transferência de mercadoria da filial para a matriz da mesma empresa, pois o fato gerador é a circulação de mercadorias traduzindo a realização de negócios comerciais, com a transferência de uma mesma pessoa para outra, sob o manto de um título jurídico. Além disso, na doutrina também já não há mais discrepâncias de opinião quanto ao fato de que a simples movimentação física entre estabelecimentos da mesma empresa não constitui mutação patrimonial a ensejar a incidência do ICMS. Alega que não pode ser acusado de não haver recolhido imposto sobre óleo básico, primeiro, porque não foi essa a imputação inicial; segundo, porque na transferência da mercadoria industrializada entre estabelecimentos da mesma empresa, dentro do Estado, não há incidência do imposto à luz da Súmula do STF; terceiro, porque na venda do produto final destinado a outro Estado a retenção é feita em benefício do estado destinatário. A Fazenda opinou pelo DESPROVIMENTO DO RECURSO. V O T O DO R E L A T O R Como se extrai do relatório, a empresa está sendo acusada de promover transferência de mercadorias entre estabelecimento do mesmo titular, dentro do Estado sem se debitar do ICMS. A impugnação foi oferecida no sentido de que já não há mais dúvida a respeito da não incidência do ICMS quando se trata de transferências entre estabelecimentos do mesmo titular, tendo sido citada a Súmula 166/96 do STJ nesse mesmo sentido, ou seja, não constitui fato gerador do ICMS o simples deslocamento de mercadoria de um para outro estabelecimento do mesmo contribuinte. Juntando documentos a autuada demonstrou que tais transferências não causaram qualquer prejuízo ao Estado, visto que, após as transferências para estabelecimentos dentro do Estado a mercadoria, ou foi vendida internamente com o ICMS próprio e por substituição lançados, ou foram vendidas interestadualmente com o ICMS por substituição tributária retido.

5 PRIMEIRA CÂMARA - Ac. nº: fls. 5/9 Na contestação o autuante tenta mudar inteiramente o fundamento jurídico da inicial dizendo que o contribuinte adotou uma mal sucedida engenharia tributária ao transferir sem tributação os produtos acabados para seus estabelecimentos dentro do Estado, transgredindo a legislação tributária que determina a responsabilidade pelo recolhimento do ICMS referente às operações com lubrificante básico, ao fabricante de lubrificante acabado. Diz que a partir de agosto de 1995 passou a tributar as suas operações de transferência de produtos acabados entre os seus estabelecimentos situados neste Estado. A decisão de primeira instância acolheu a tese de que é fato gerador do ICMS a saída a qualquer título do estabelecimento do contribuinte ainda que para outro do mesmo titular, como dispunha o art. 2º da Lei nº 1.423/89, já revogada e que a empresa é responsável pelo recolhimento do óleo básico, englobadamente com o devido pela saída do óleo lubrificante acabado, ficando dispensado o pagamento quando a saída se destina a outra unidade da Federação. Conclui afirmando que é legítima a exigência do imposto porque houve transferência de mercadoria entre estabelecimentos da mesma empresa sem o pagamento do ICMS e esse fato estava previsto na Lei nº 1.423/89. Embora constasse do art. 2º da Lei nº 1.423/89 ser fato gerador do ICMS a saída a qualquer título do estabelecimento do contribuinte, ainda que para outro do mesmo titular, não quer isso dizer que a simples transferência esteja ali incluída até porque a saída é apenas o momento da ocorrência do fato gerador, mas não é o fato gerador. Se consideramos que o fato gerador é a circulação da mercadoria e esta há de ser feita com conteúdo econômico ou jurídico não podemos incluir como fato gerador o simples deslocamento físico entre estabelecimentos da mesma empresa, especialmente no caso em foco em que as transferências se deram entre o estabelecimento fabricante e o local de expedição que poderia ser no próprio local da fábrica ou em outro por ela determinado em função de sua conveniência negocia, porém sem qualquer conteúdo econômico. De outro lado, se o auto de infração foi lavrado pelo fato da empresa haver feito transferências dentro do Estado entre estabelecimentos pertencentes ao mesmo titular, não pode o fisco, após a contestação, alegar que o motivo da autuação é o de que a autuada não recolhera o ICMS sobre o óleo básico quando de sua transferência para os pontos de expedição e que tal providência teria sido uma engenharia tributária mal sucedida. A Recorrente foi acusada de não pagar o

6 PRIMEIRA CÂMARA - Ac. nº: fls. 6/9 ICMS nas transferências de mercadorias do estabelecimento de sua fábrica para o ponto de venda. Essa a infração apontada. Demonstra a autuada que esse fato não é considerado pela jurisprudência dominante como fato gerador de ICMS. Portanto, o auto de infração não pode prevalecer. Primeiro, porque a simples transferência entre estabelecimentos da mesma empresa não é fato gerador do ICMS; segundo, porque haveria mudança dos critérios jurídicos do lançamento caso prevalecessem os argumentos do autuante só revelados na contestação; terceiro, porque a questão do pagamento do imposto sobre o óleo básico diferido só ocorreria em um momento posterior, e mesmo assim sobre uma parte das transferências, já que em sua maior parte foi endereçada a outro Estado. Ora, parece não haver dúvida de que quando se trata de operações interestaduais nas quais há incidência do imposto retido e destinado ao estado consumidor, o fabricante fica dispensado do pagamento do ICMS diferido, como dispunha o art. 6º, da Resolução nº 1578/89 e hoje com a redação do art. 24, Livro IV do RICMS. A questão em julgamento é pura e simplesmente a da incidência tributária na transferência interna entre estabelecimentos do mesmo contribuinte, e nesse aspecto, é torrencial a jurisprudência dos Tribunais como se transcreve: ACÓRDÃO: EERESP /RJ ( ) EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NOS EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO RESP DECISÃO: Vistos e relatados os autos em que são partes as acima indicadas, decide a Primeira Turma do Superior Tribunal de Justiça, por unanimidade, acolher os embargos, na forma do relatório e notas taquigráficas constantes dos autos, que ficam fazendo parte integrante do presente julgado. Votaram de acordo com o Relator os Srs. Ministros HUMBERTO GOMES DE BARROS, MILTON LUIZ PEREIRA e JOSÉ DELGADO. Ausente, justificadamente, o Sr. Ministro GARCIA VIEIRA. Custas, como de lei.

7 PRIMEIRA CÂMARA - Ac. nº: fls. 7/9 E M E N T A PROCESSUAL CIVIL - EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - ACÓRDÃO EMBARGADO - EXISTÊNCIA DE ERRO MATERIAL CONSTATADA. Se a fundamentação do aresto complementado por embargos de declaração, refere-se, exaustivamente, à jurisprudência desta eg. Corte, no sentido de estar consolidada, quanto a não incidência de ICMS nas transferências de mercadoria da matriz para filial, localizada em outro Estado, porquanto inexistente a mercancia, há erro material no acórdão que conclui pela legitimidade de sua cobrança. Embargos acolhidos, para que conste no acórdão embargado, a expressão "não incide o ICMS do Estado de onde saiu a mercadoria, em relação às transferências de lingote de zinco que a embargante faz de sua matriz no Rio de Janeiro para sua filial em São Paulo", ao invés de "incide", como consta às fls E M E N T A TRIBUTÁRIO. ICM. TRANSFERENCIA DE MERCADORIAS. ESTABELECIMENTOS DA MESMA FIRMA JURISPRUDÊNCIA ATUAL. 1. Consoante a jurisprudência mais recente das duas turmas integrantes da 1ª seção deste tribunal, a transferência de mercadorias entre estabelecimentos da mesma empresa, na mesma localidade, não tipifica circulação econômica ou jurídica caracterizadora de fato gerador do ICM. 2. embargos de divergência rejeitados para manter a decisão embargada. Relator: Ministro Peçanha Martins ICMS E TRANSFERENCIA E MERCADORIA Processo: RJ AÇÃO DECLARATÓRIA I.C.M.S. TRANSFERENCIA DA MERCADORIA DA MATRIZ PARA A FILIAL FATO GERADOR DO IMPOSTO. INEXISTÊNCIA SUMULA 166, DO S.T.J. PROCEDÊNCIA DO PEDIDO Ação declaratória ajuizada por empresa de natureza comercial em face do Estado, pedindo a exclusão expressa da suposta obrigatoriedade de pagar ICMS pelo deslocamento de determinadas mercadorias para outro

8 PRIMEIRA CÂMARA - Ac. nº: fls. 8/9 estado. Ausência de negocio juridico-comercial com outra empresa, constituindo o deslocamento em mera movimentação dos produtos do estabelecimento-matriz, para uma filial. Sentença julgando procedente o pedido. Não ha' fato gerador de obrigação de se pagar o tributo em questão em casos como o presente (sumula 166 do S.T.J.). Recurso improvido. (MSL) Portanto, ainda que alguém tenha convicções de que deveria haver incidência nas transferências entre estabelecimentos, fundado na autonomia tributária dos estabelecimentos, deve render-se ao entendimento sumulado do Superior Tribunal de Justiça, no Tribunal de Justiça de São Paulo, e mais, ao entendimento do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro que acolheu a tese da não incidência em todas as Câmaras que decidiram sobre a matéria. Uma decisão contrária ao contribuinte, neste caso, além de ir ao sentido oposto ao dos tribunais de justiça do país, inclusive do STJ, levaria o Estado a uma discussão infrutífera, com desperdício de recursos, para, a final sujeitar-se, a uma sucumbência onerosa como a deste caso. De outro lado, a se aceitar o argumento do fiscal trazido somente na contestação e acolhido pela douta decisão de primeiro grau e pela Representação da Fazenda, teríamos que conhecer do recurso para julgar nula a inicial, pois a empresa foi acusada de transferir mercadorias sem pagamento do imposto e está sendo condenada a pagar o ICMS de óleo básico integrante do produto fabricado e cuja tributação foi diferida para o momento da saída. O autuante não fez diferença entre as saídas para dentro ou para fora do Estado, não podendo prevalecer o lançamento com a nova versão, pois se estaria exigindo do fabricante imposto do qual estava dispensado quando se tratasse de operações interestaduais e essa questão não foi objeto do lançamento. Em face do exposto dou provimento ao recurso para julgar nula a ação fiscal. É o Voto.

9 PRIMEIRA CÂMARA - Ac. nº: fls. 9/9 A C Ó R D Ã O Vistos, relatados e discutidos estes autos em que é Recorrente TEXACO BRASIL S/A PRODUTOS DE PETRÓLEO e Recorrida a JUNTA DE REVISÃO FISCAL. Acorda a PRIMEIRA CÂMARA do Conselho de Contribuintes do Estado do Rio de Janeiro, à unanimidade de votos, dar provimento ao recurso para julgar nula a autuação em face da mudança de critério jurídico do lançamento, nos termos do voto do Conselheiro Relator. PRIMEIRA CÂMARA do Conselho de Contribuintes do Estado do Rio de Janeiro, em de Setembro de ROBERTO LIPPI RODRIGUES PRESIDENTE Aso\ ANTONIO SILVA DUARTE RELATOR

RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE TRIBUTAÇÃO CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS R E L A T Ó R I O

RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE TRIBUTAÇÃO CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS R E L A T Ó R I O RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE TRIBUTAÇÃO CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS PROCESSO N.º : 0031/2003 CRF PAT Nº : 0190/2001-1ª. U.R.T RECORRENTE : Queiroz Oliveira Comércio e Indústria Ltda. RECORRIDO :

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES RECURSO Nº - 31.744 (23.816) ACORDÃO Nº 8.463 RECORRENTE COMPANHIA BRASILEIRA DE OFFSHORE

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES RECURSO Nº - 31.744 (23.816) ACORDÃO Nº 8.463 RECORRENTE COMPANHIA BRASILEIRA DE OFFSHORE PUBLICADA A DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. de 24/06/2010 Fls. 06 SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 25 de maio de 2010 TERCEIRA CÂMARA RECURSO Nº - 31.744 (23.816) ACORDÃO

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES. Sessão de 11 de novembro de 2008 - CONSELHEIRO MARCELLO TOURNILLON RAMOS

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES. Sessão de 11 de novembro de 2008 - CONSELHEIRO MARCELLO TOURNILLON RAMOS PUBLICADA A DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. de 28/11/2008 Fls. 09 SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 11 de novembro de 2008 QUARTA CÂMARA RECURSO Nº - 32.301/23.618 ACÓRDÃO

Leia mais

RECORRIDA DÉCIMA TURMA DA JUNTA DE REVISÃO FISCAL

RECORRIDA DÉCIMA TURMA DA JUNTA DE REVISÃO FISCAL PUBLICAÇÃO DA DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. 16 / 10 / 2014 Fls.: 30 SERVIÇO PÚBLICO ESTADUAL Processo nº E-04 / 180.405/2012 Sessão de 16 de julho de 2014 SEGUNDA CÂMARA RECURSO Nº - 51.632 ACÓRDÃO Nº 12.116

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA RECEITA CONSELHO DE CONTRIBUINTES

SECRETARIA DE ESTADO DA RECEITA CONSELHO DE CONTRIBUINTES PUBLICADA A DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. de 24/07/2006 Fls. SECRETARIA DE ESTADO DA RECEITA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 12 de abril de 2006 CONSELHO PLENO RECURSO Nº - 16.348 ACÓRDÃO Nº 4.811 I.E.

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no RECURSO ESPECIAL Nº 1.371.922 - SP (2013/0060257-8) RELATOR : MINISTRO HUMBERTO MARTINS AGRAVANTE : FAZENDA DO ESTADO DE SÃO PAULO PROCURADOR : DENISE FERREIRA DE OLIVEIRA CHEID E OUTRO(S) AGRAVADO

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIOTRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIOTRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIOTRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS ACÓRDÃO N o : 158/2012 REEXAME EXAME NECESSÁRIO N o : 3.163

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 627.970 - RJ (2004/0015047-6) RELATORA : MINISTRA ELIANA CALMON EMENTA TRIBUTÁRIO - ICMS - IMPORTAÇÃO - DESEMBARAÇO ADUANEIRO - COMPROVANTE DE RECOLHIMENTO, ISENÇÃO OU NÃO-INCIDÊNCIA

Leia mais

Sessão de 15 de janeiro de 2015 - JUNTA DE REVISÃO FISCAL - CONSELHEIRO CHARLEY FRANCISCONI VELLOSO DOS SANTOS

Sessão de 15 de janeiro de 2015 - JUNTA DE REVISÃO FISCAL - CONSELHEIRO CHARLEY FRANCISCONI VELLOSO DOS SANTOS PUBLICAÇÃO DA DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. 17 / 04 / 2015 Fls.: 40 SERVIÇO PÚBLICO ESTADUAL Rubrica: ID: 4283264-0 Sessão de 15 de janeiro de 2015 QUARTA CÂMARA RECURSO Nº - 50.369 ACÓRDÃO Nº 13.238 INSCRIÇÃO

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES PUBLICADA A DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. de 21 / 09 / 2010 Fls. 07 SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 20 de julho de 2010 SEGUNDA CÂMARA RECURSO Nº - 35.357 ACORDÃO Nº 8.335

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIOTRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIOTRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIOTRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS ACÓRDÃO N o : 012/2015 RECURSO VOLUNTÁRIO N o : 8.097 PROCESSO

Leia mais

Base de cálculo= R$ 4.879,50

Base de cálculo= R$ 4.879,50 PUBLICAÇÃO DA DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. 17 / 04 / 2015 Fls.: 38 SERVIÇO PÚBLICO ESTADUAL Rubrica: ID 42832756 Sessão de 12 de janeiro de 2015 PRIMEIRA CÂMARA RECURSO Nº - 53.937 ACÓRDÃO Nº 13.356 INSCRIÇÃO

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 21.788/15/3ª Rito: Sumário PTA/AI: 01.000262520-99 Impugnação: 40.

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 21.788/15/3ª Rito: Sumário PTA/AI: 01.000262520-99 Impugnação: 40. Acórdão: 21.788/15/3ª Rito: Sumário PTA/AI: 01.000262520-99 Impugnação: 40.010137797-88 Impugnante: Proc. S. Passivo: Origem: EMENTA Deavg Bombas Ltda. - ME CNPJ: 08.941117/0001-81 Davi Dias da Silva/Outro(s)

Leia mais

GoVERNO DO EsTADO DO CEARÁ Secretaria da Fazenda Contencioso Administrativo Tributário Conselho De Recursos Tributários 2" Câmara

GoVERNO DO EsTADO DO CEARÁ Secretaria da Fazenda Contencioso Administrativo Tributário Conselho De Recursos Tributários 2 Câmara GoVERNO DO EsTADO DO CEARÁ Secretaria da Fazenda Contencioso Administrativo Tributário Conselho De Recursos Tributários 2" Câmara RESOLUÇÃO N?>3 12012 214 8 SESSÃO ORDINÁRIA DE 17.11.2011 PROCESSO DE RECURSO

Leia mais

RESOLUÇÃO : Nº 31/11 CÂMARA DE JULGAMENTO SESSÃO : 44ª EM: 22/07/2011 PROCESSO : Nº 0132/2010 RECORRENTE : DIVISÃO DE PROCEDIMENTOS ADM.

RESOLUÇÃO : Nº 31/11 CÂMARA DE JULGAMENTO SESSÃO : 44ª EM: 22/07/2011 PROCESSO : Nº 0132/2010 RECORRENTE : DIVISÃO DE PROCEDIMENTOS ADM. RESOLUÇÃO : Nº 31/11 CÂMARA DE JULGAMENTO SESSÃO : 44ª EM: 22/07/2011 PROCESSO : Nº 0132/2010 RECORRENTE : DIVISÃO DE PROCEDIMENTOS ADM. FISCAIS RECORRIDO : A MESMA INTERESSADO : AUTUANTES : GIVALDO RAMOS/

Leia mais

RECURSO- RECURSO VOLUNTÁRIO ACÓRDÃO 4ª JJF Nº 0044-04/03

RECURSO- RECURSO VOLUNTÁRIO ACÓRDÃO 4ª JJF Nº 0044-04/03 CONSELHO DE CONTRIBUINTES DA FAZENDA DO ESTADO DA BAHIA PROCESSO- A.I. Nº 09216960/01 RECORRENTE- MARCOS ANTONIO PEREIRA CAMPOS RECORRIDA- FAZENDA PÚBLICA ESTADUAL RECURSO- RECURSO VOLUNTÁRIO ACÓRDÃO 4ª

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATORA : MINISTRA ELIANA CALMON EMENTA TRIBUTÁRIO IMPOSTO DE RENDA SOBRE VERBAS INDENIZATÓRIAS TRÂNSITO EM JULGADO FAVORÁVEL AO CONTRIBUINTE LEVANTAMENTO DE DEPÓSITO POSSIBILIDADE. 1. Reconhecida, por

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES. - Junta de Revisão Fiscal. - Conselheiro Eduardo Caetano Garcia

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES. - Junta de Revisão Fiscal. - Conselheiro Eduardo Caetano Garcia SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 01 de junho de 1999 SEGUNDA CÂMARA RECURSO Nº - 14.783 ACÓRDÃO Nº - 3.555 RECORRENTE - CARREFOUR COMÉRCIO E INDÚSTRIA S/A. RECORRIDA

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES RECURSO Nº - 32.931 (26.189) ACÓRDÃO Nº 8.591 RECORRENTE TRANSOCEAN SEDCO FOREX BRASIL LTDA.

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES RECURSO Nº - 32.931 (26.189) ACÓRDÃO Nº 8.591 RECORRENTE TRANSOCEAN SEDCO FOREX BRASIL LTDA. PUBLICADA A DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. de 13/08/2010 Fls. 04 SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 15 de julho de 2010 TERCEIRA CÂMARA RECURSO Nº - 32.931 (26.189) ACÓRDÃO

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0024.10.148765-0/001 Númeração 1487650- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Raimundo Messias Júnior Des.(a) Raimundo Messias Júnior 05/08/2014 19/08/2014

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DA BAHIA PROCESSO- A.I. Nº 210365.0006/00-5 RECORRENTE- JEQUITAIA TECIDOS LTDA.

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DA BAHIA PROCESSO- A.I. Nº 210365.0006/00-5 RECORRENTE- JEQUITAIA TECIDOS LTDA. CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DA BAHIA PROCESSO- A.I. Nº 210365.0006/00-5 RECORRENTE- JEQUITAIA TECIDOS LTDA. RECORRIDA- FAZENDA PUBLICA ESTADUAL RECURSO- RECURSO VOLUNTARIO - ACÓRDAO 2ª JJF Nº 0242/01

Leia mais

GoVERNO DO EsTADO DO CEARÁ Secretaria da Fazenda CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS

GoVERNO DO EsTADO DO CEARÁ Secretaria da Fazenda CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS Processo de Recurso n 11103812007 Auto de Infração nf! 21200624408 1/6 GoVERNO DO EsTADO DO CEARÁ Secretaria da Fazenda CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS RESOLUÇÃON0 ~y~ I GKJ'08 2 a CÂl\JARA SESSÃODE 17/07/2008

Leia mais

Processo nº E-04 / 082.012 / 2012 Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Conselho de Contribuintes

Processo nº E-04 / 082.012 / 2012 Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Conselho de Contribuintes PUBLICAÇÃO DA DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. 04 / 12 / 2014 Fls.: 07 SERVIÇO PÚBLICO ESTADUAL Rubrica: ID:42833175 Sessão de 07 de outubro de 2014 SEGUNDA CÂMARA RECURSO Nº - 51.113 ACÓRDÃO Nº 12.374 C. P.

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES VIDRARIA RIO MINAS S/A

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES VIDRARIA RIO MINAS S/A PUBLICADA A DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. de / / Fls. Proc. nº: E04/548.367/1995 SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 07de agosto de 2001 PRIMEIRA CÂMARA RECURSO N.º - 18.182

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 20.029/13/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 01.000184734-13 Impugnação: 40.

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 20.029/13/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 01.000184734-13 Impugnação: 40. Acórdão: 20.029/13/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 01.000184734-13 Impugnação: 40.010133151-29 Impugnante: Proc. S. Passivo: Origem: EMENTA Modelo Comércio e Exportação de Açúcar Ltda IE: 515302633.00-13 Marcelo

Leia mais

informa tributário ALTERAÇÕES DA LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA nº 13 / setembro de 2010 INSTRUÇÃO NORMATIVA ALTERA REGRAS SOBRE COMPENSAÇÃO E RESSARCIMENTO

informa tributário ALTERAÇÕES DA LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA nº 13 / setembro de 2010 INSTRUÇÃO NORMATIVA ALTERA REGRAS SOBRE COMPENSAÇÃO E RESSARCIMENTO nº 13 / setembro de 2010 informa tributário Nesta edição: Alterações da Legislação Tributária Decisões do Poder Judiciário ALTERAÇÕES DA LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA Esta seção divulga as principais alterações

Leia mais

RECURSO Nº - 50.774 ACÓRDÃO Nº 14.061 RECORRENTE MUNDIVOX TELECOMUNICAÇÕES LTDA RECORRIDA DÉCIMA SEGUNDA TURMA DA JUNTA DE REVISÃO FISCAL

RECURSO Nº - 50.774 ACÓRDÃO Nº 14.061 RECORRENTE MUNDIVOX TELECOMUNICAÇÕES LTDA RECORRIDA DÉCIMA SEGUNDA TURMA DA JUNTA DE REVISÃO FISCAL PUBLICAÇÃO DA DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. 10 / 12 / 2015 Fls.: 08 SERVIÇO PÚBLICO ESTADUAL Rubrica: ID:42833175 Sessão de 13 de outubro de 2015 SEGUNDA CÂMARA RECURSO Nº - 50.774 ACÓRDÃO Nº 14.061 INSCRIÇÃO

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS Acórdão: 14.969/01/1 a Impugnação: 40.010103701-02 Impugnante: Esdeva Empresa Gráfica Ltda Proc. Suj. Passivo: Geraldo Guarino Brigatto PTA/AI: 01.000137795-06 Inscrição Estadual: 367.115572.0076 Origem:

Leia mais

<CABBCCABADDACABCCBBACAABDCDAABCBACBAA DDADAAAD>

<CABBCCABADDACABCCBBACAABDCDAABCBACBAA DDADAAAD> EMENTA: TRIBUTÁRIO ANULAÇÃO DE AUTO DE INFRAÇÃO FISCAL ITCD DOAÇÃO DE COTAS SOCIAIS TRANSAÇÃO REALIZADA ENTRE PARTICULARES SEM QUALQUER PUBLICIDADE INOCORRÊNCIA

Leia mais

Sessão de 17 de setembro de 2014 - CONSELHEIRO ANTONIO SILVA DUARTE - CONSELHEIRO GUSTAVO MENDES MOURA PIMENTEL

Sessão de 17 de setembro de 2014 - CONSELHEIRO ANTONIO SILVA DUARTE - CONSELHEIRO GUSTAVO MENDES MOURA PIMENTEL PUBLICAÇÃO DA DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. 16 / 01 / 2015 Fls.: 15 SERVIÇO PÚBLICO ESTADUAL Rubrica: ID: 4272861-4 Sessão de 17 de setembro de 2014 CONSELHO PLENO RECURSO Nº 38.744 ACÓRDÃO Nº 7.409 C. P.F.

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES. - Junta de Revisão Fiscal

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES. - Junta de Revisão Fiscal PUBLICADA A DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. de / / Fls. Processo n.º: E-04/897.015/1999 SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 07 de Novembro de 2000 PRIMEIRA CÂMARA RECURSO N.º

Leia mais

JUNTA DE REVISÃO FISCAL

JUNTA DE REVISÃO FISCAL PUBLICAÇÃO DA DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. 17 / 03 / 2016 Fls.: 09 SERVIÇO PÚBLICO ESTADUAL Sessão de 15 de março de 2016 SEGUNDA CÂMARA RECURSO Nº - 56.050 ACÓRDÃO Nº 14.649 INSCRIÇÃO ESTADUAL Nº - 91.019.019

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES PUBLICADA A DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. de 12/07/2007 Fls. SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 17 de julho de 2007 SEGUNDA CÂMARA RECURSO Nº - 17.303 ACÓRDÃO Nº 5.200 INSCRIÇÃO

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 14 de outubro de 2009 RECURSO Nº - 35.771 ACÓRDÃO Nº 7.907

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 14 de outubro de 2009 RECURSO Nº - 35.771 ACÓRDÃO Nº 7.907 PUBLICADA A DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. de 12/11/2009 Fls. 04 SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 14 de outubro de 2009 QUARTA CÂMARA RECURSO Nº - 35.771 ACÓRDÃO Nº 7.907

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Impugnação: 48.386 Impugnante: Metalgráfica São Miguel Ltda PTA/AI: 02.

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Impugnação: 48.386 Impugnante: Metalgráfica São Miguel Ltda PTA/AI: 02. Acórdão: 13.535/99/3 a Impugnação: 48.386 Impugnante: Metalgráfica São Miguel Ltda PTA/AI: 02.000111093-91 Origem: UF/Betim Rito: Sumário EMENTA Base de Cálculo Subfaturamento. Emissão de nota fiscal,

Leia mais

GOVERNO DA PARAÍBA. Secretaria de Estado da Receita. Conselho de Recursos Fiscais

GOVERNO DA PARAÍBA. Secretaria de Estado da Receita. Conselho de Recursos Fiscais GOVERNO DA PARAÍBA Secretaria de Estado da Receita Conselho de Recursos Fiscais Processo nº 014.186.2012-2 Acórdão 282/2013 Recurso HIE/CRF- nº 341/2012 RECORRENTE: GERÊNCIA EXEC. DE JULGAMENTO DE PROCESSOS

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR-1189-64.2011.5.01.0037. A C Ó R D Ã O 7ª TURMA VMF/amf/ad/drs

PROCESSO Nº TST-RR-1189-64.2011.5.01.0037. A C Ó R D Ã O 7ª TURMA VMF/amf/ad/drs A C Ó R D Ã O 7ª TURMA VMF/amf/ad/drs RECURSO DE REVISTA CONTRIBUIÇÃO SINDICAL PATRONAL FATO GERADOR CUMULAÇÃO DE REQUISITOS AUSÊNCIA DE EMPREGADOS ARTS. 109 E 114 DO CTN INTERPRETAÇÃO SISTEMÁTICA DA LEGISLAÇÃO

Leia mais

: Município de Cascavel, Prosegur Brasil S.A. Transportadora de Valores e Segurança.

: Município de Cascavel, Prosegur Brasil S.A. Transportadora de Valores e Segurança. APELAÇÃO CIVEL E REEXAME NECESSÁRIO Nº. 917060-5, DA 2ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE CASCAVEL. APELANTE: MUNICÍPIO DE CASCAVEL APELADO: PROSEGUR BRASIL S.A. TRANSPORTADORA DE VALORES E SEGURANÇA. RELATOR:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA PRIMEIRO CONSELHO DE CONTRIBUINTES PRIMEIRA CÂMARA

MINISTÉRIO DA FAZENDA PRIMEIRO CONSELHO DE CONTRIBUINTES PRIMEIRA CÂMARA MINISTÉRIO DA FAZENDA PRIMEIRO CONSELHO DE CONTRIBUINTES PRIMEIRA CÂMARA Processo nº. : 10882.003153/2003-35 Recurso nº. : 141.738 Matéria : IRPJ - Ex: 1988 Recorrente : INDÚSTRIAS ANHEMBI S/A Recorrida

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOSTRIBUTÁRIOS

ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOSTRIBUTÁRIOS ." - ~-... PROC: 1/002770/2004 ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOSTRIBUTÁRIOS RESOLUÇÃO N ~' /2006 la CÂMARA SESSÃO DE 20/10/2006 PROCESSO DE RECURSO N 1/002770/2004 AUTO DE INFRAÇÃO:

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES. Sessão de 12 de dezembro de 2001 - FAZENDA ESTADUAL - CONSELHEIRO RONALD MADEIRA MAIA

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES. Sessão de 12 de dezembro de 2001 - FAZENDA ESTADUAL - CONSELHEIRO RONALD MADEIRA MAIA PUBLICADA A DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. de / / Fls. Processo nº: E-04/894.116/1999 Data: 22.07.99 Fls. Rubrica: SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 12 de dezembro de 2001

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.191.881 - RJ (2010/0080549-7) RELATOR : MINISTRO MAURO CAMPBELL MARQUES RECORRENTE : RECOMEX REPRESENTAÇÃO E COMÉRCIO EXTERIOR LTDA ADVOGADO : ALBERTO DAUDT DE OLIVEIRA E OUTRO(S)

Leia mais

Vistos, relatados e discutidos os presentes autos de recurso interposto por ANA CAROLINA BRANDÃO SALGADO.

Vistos, relatados e discutidos os presentes autos de recurso interposto por ANA CAROLINA BRANDÃO SALGADO. Processo nº. : 10480.004079/2001-35 Recurso nº. : 142.400 Matéria : IRPF - Ex(s): 1998 Recorrente : ANA CAROLINA BRANDÃO SALGADO Recorrida : 1ª TURMA/DRJ em RECIFE - PE Sessão de : 10 DE AGOSTO DE 2005

Leia mais

RECURSO Nº - 52.021 ACORDÃO Nº 12.632

RECURSO Nº - 52.021 ACORDÃO Nº 12.632 PUBLICAÇÃO DA DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. 23 / 06 / 2014 Fls.: 04 SERVIÇO PÚBLICO ESTADUAL Sessão de 03 de junho de 2014 PRIMEIRA CÂMARA RECURSO Nº - 52.021 ACORDÃO Nº 12.632 INSCRIÇÃO ESTADUAL Nº - 99.199.130

Leia mais

Desembargador JOSÉ DIVINO DE OLIVEIRA Acórdão Nº 373.518 E M E N T A

Desembargador JOSÉ DIVINO DE OLIVEIRA Acórdão Nº 373.518 E M E N T A Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Órgão 6ª Turma Cível Processo N. Agravo de Instrumento 20090020080840AGI Agravante(s) POLIMPORT COMÉRCIO E EXPORTAÇÃO

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS Acórdão: 20.237/11/3ª Rito: Sumário PTA/AI: 01.000168254-01 Impugnação: 40.010128760-71 Impugnante: D Lirius Moda Intima Ltda. IE: 277317778.00-58 Proc. S. Passivo: Rômulo Damasceno Naves/Outro(s) Origem:

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB XIII EXAME DE ORDEM C006 DIREITO TRIBUTÁRIO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB XIII EXAME DE ORDEM C006 DIREITO TRIBUTÁRIO C006 DIREITO TRIBUTÁRIO PEÇA PRÁTICO-PROFISSIONAL C006042 Responsabilidade Tributária. Exceção de pré-executividade. Determinada pessoa jurídica declarou, em formulário próprio estadual, débito de ICMS.

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS Acórdão: 20.674/12/3ª Rito: Ordinário PTA/AI: 01.000172637-09 Impugnação: 40.010131298-30 Impugnante: Energisa Minas Gerais - Distribuidora de Energia S/A IE: 153056023.00-00 Proc. S. Passivo: Ana Lúcia

Leia mais

RECURSO Nº - 46.303 ACORDÃO Nº 6.936 REDATOR CONSELHEIRO ANTONIO DE PÁDUA PESSOA DE MELLO

RECURSO Nº - 46.303 ACORDÃO Nº 6.936 REDATOR CONSELHEIRO ANTONIO DE PÁDUA PESSOA DE MELLO PUBLICAÇÃO DA DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. 18 / 06 / 2013 Fls.: 12 SERVIÇO PÚBLICO ESTADUAL Sessão de 24 de abril de 2013 CONSELHO PLENO RECURSO Nº - 46.303 ACORDÃO Nº 6.936 INSCRIÇÃO ESTADUAL Nº - 81.680.469

Leia mais

RELATÓRIO. Informações do MM. Juízo a quo, às fls. 55/56, comunicando a manutenção da decisão agravada.

RELATÓRIO. Informações do MM. Juízo a quo, às fls. 55/56, comunicando a manutenção da decisão agravada. RELATOR : DESEMBARGADOR FEDERAL ALBERTO NOGUEIRA AGRAVANTE : FRANCISCO RECAREY VILAR ADVOGADO : MARCIO ANDRE MENDES COSTA AGRAVADO : FAZENDA NACIONAL ORIGEM : TERCEIRA VARA FEDERAL DO RIO DE JANEIRO (200151015086382)

Leia mais

Nota Tributária do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais

Nota Tributária do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais Nota Tributária do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais informativo tributário específico Informativo nº 38 Ano IV Maio/2011 www.ssplaw.com.br faz o que gosta e acredita no que faz Prezados Leitores:

Leia mais

EMENTA CIVIL - DANOS MORAIS - NEGATIVA NA CONCESSÃO DE PASSE LIVRE EM VIAGEM INTERESTADUAL - TRANSPORTE IRREGULAR - INDENIZAÇÃO DEVIDA.

EMENTA CIVIL - DANOS MORAIS - NEGATIVA NA CONCESSÃO DE PASSE LIVRE EM VIAGEM INTERESTADUAL - TRANSPORTE IRREGULAR - INDENIZAÇÃO DEVIDA. Órgão: 1ª Turma Recursal dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais Classe: ACJ Apelação Cível no Juizado Especial N. Processo: 2007.09.1.022383-7 Apelante:VIAÇÃO TRANSPIAUÍ SÃO RAIMUNDENSE LTDA Apelado:

Leia mais

RESOLUÇÃO N ^ /2006 Ia CÂMARA SESSÃO DE 17/07/2006

RESOLUÇÃO N ^ /2006 Ia CÂMARA SESSÃO DE 17/07/2006 PROC: 1/004193/2004 \ AL: 1/200410475 ESTADO DO CEARA SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS RESOLUÇÃO N ^ /2006 Ia CÂMARA SESSÃO DE 17/07/2006 PROCESSO DE RECURSO N 1/004193/2004 AUTO

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DA BAHIA PROCESSO- A.I. Nº 09157409/00 RECORRENTE- GERDAU S.A. RECORRIDA- FAZENDA PUBLICA ESTADUAL

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DA BAHIA PROCESSO- A.I. Nº 09157409/00 RECORRENTE- GERDAU S.A. RECORRIDA- FAZENDA PUBLICA ESTADUAL CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DA BAHIA PROCESSO- A.I. Nº 09157409/00 RECORRENTE- GERDAU S.A. RECORRIDA- FAZENDA PUBLICA ESTADUAL RECURSO- RECURSO VOLUNTTARIO - ACÓRDAO 2ª JJF Nº 0240/01 ORIGEM- IFMT-DAT/NORTE

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS ACÓRDÃO N o : 017/2012 REEXAME NECESSÁRIO N o : 3.102 PROCESSO N

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 1.420.880 - PE (2011/0125824-8) RELATOR : MINISTRO NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO AGRAVANTE : FAZENDA NACIONAL : PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL AGRAVADO : ACUMULADORES

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.153.218 - SP (2009/0135019-3) RELATORA : MINISTRA NANCY ANDRIGHI EMENTA PROCESSO CIVIL. REPRESENTAÇÃO PROCESSUAL. CÓPIA DE PROCURAÇÃO. INSTRUMENTO PÚBLICO. PRESUNÇÃO DE VALIDADE.

Leia mais

GoVERNO 00 EsTADO DO CEARÁ Secretaria da Fazetldtl I

GoVERNO 00 EsTADO DO CEARÁ Secretaria da Fazetldtl I , ;./ -v GoVERNO 00 EsTADO DO CEARÁ Secretaria da Fazetldtl I CONTENCIOSOADMINSTRATIVO TRIBUTARIO CONSELHODE RECURSOSTRIBUTÁRIOS RESOLUÇÃOw \)9 12011 1a. CÂMARADEJULGAMENTO 10 a SESSÃOORDINÁRIAEM 19/0112011

Leia mais

Vistos, relatados e discutidos os autos deste Processo, etc...

Vistos, relatados e discutidos os autos deste Processo, etc... Processo nº 0882272009-1 Acórdão nº 348/2011 Recurso HIE/CRF-454/2010 Recorrente : GERÊNCIA EXEC. DE JULGAMENTO DE PROCESSOS FISCAIS. Recorrida : BENEDITO SÁVIO ABRANTES DE OLIVEIRA. Preparadora : COLETORIA

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES RECURSO Nº - 31.874 (25.041) ACÓRDÃO Nº 7.546

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES RECURSO Nº - 31.874 (25.041) ACÓRDÃO Nº 7.546 PUBLICADA A DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. de 04/12/2009 Fls. 12/ 13 SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 02 de junho de 2009 QUARTA CÂMARA RECURSO Nº - 31.874 (25.041) ACÓRDÃO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO EM MANDADO DE SEGURANÇA Nº 32.453 - MT (2010/0118311-2) RELATOR : MINISTRO HERMAN BENJAMIN RECORRENTE : VIVO S/A ADVOGADO : SACHA CALMON NAVARRO COELHO RECORRIDO : ESTADO DE MATO GROSSO PROCURADOR

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 422.168 - AM (2002/0031898-4) RELATOR : MINISTRO JOÃO OTÁVIO DE NORONHA RECORRENTE : ESTADO DO AMAZONAS PROCURADOR : ELISSANDRA MONTEIRO FREIRE DE MENEZES E OUTROS RECORRIDO : CONSTRUTORA

Leia mais

Advogados: Drs. Sérgio Sahione Fadel e outros e Letácio Jansen e outro EMENTA: - SAÚDE - DEFESA E PROTEÇÃO - COMPETÊNCIA PARA LEGISLAR.

Advogados: Drs. Sérgio Sahione Fadel e outros e Letácio Jansen e outro EMENTA: - SAÚDE - DEFESA E PROTEÇÃO - COMPETÊNCIA PARA LEGISLAR. SAÚDE - DEFESA E PROTEÇÃO - COMPETÊNCIA PARA LEGISLAR. O Estado do Rio de Janeiro ao editar o Decreto-lei nº 134/75 e seu regulamento, Decreto nº 1.632/75, usou sua competência concorrente para legislar

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL A sociedade empresária XYZ Ltda., citada em execução fiscal promovida pelo município para a cobrança de crédito tributário de ISSQN, realizou depósito integral e

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS Acórdão: 16.084/03/3 a Rito: Sumário Impugnação: 40.010110193-10 Impugnante: Companhia de Materiais Sulfurosos MATSULFUR Proc. S. Passivo: Gabriela de Mello Alves e Salgado/Outros PTA/AI: 01.000141318-52

Leia mais

RECURSO- RECURSO VOLUNTÁRIO ACÓRDÃO 4A JJF Nº 0378-04/02

RECURSO- RECURSO VOLUNTÁRIO ACÓRDÃO 4A JJF Nº 0378-04/02 CONSELHO FISCAL DO ESTADO DA BAHIA PROCESSO- A.I. Nº 022198.0415/02-6 RECORRENTE- AMÉRICA SUPER TRADER LTDA. RECORRIDA- FAZENDA PÚBLICA ESTADUAL RECURSO- RECURSO VOLUNTÁRIO ACÓRDÃO 4A JJF Nº 0378-04/02

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 494.366 - PE (2002/0172296-0) RELATOR : MINISTRO JOÃO OTÁVIO DE NORONHA RECORRENTE : COOPERATIVA DE SERVIÇOS MÉDICOS GRUPO MATERNO INFANTIL DE PERNAMBUCO ADVOGADO : CARLOS ALBERTO AQUINO

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 19.708/12/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 01.000172336-99 Impugnação: 40.

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 19.708/12/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 01.000172336-99 Impugnação: 40. Acórdão: 19.708/12/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 01.000172336-99 Impugnação: 40.010131187-81 Impugnante: Proc. S. Passivo: Origem: EMENTA Transportadora R C Ltda IE: 625788240.00-50 Gustavo de Freitas DF/Barbacena

Leia mais

Autuante : PALLOMA R. M. PESSOA GUERRA E CÉSAR JÚNIOR S. SILVA. Relatora : CONSª. GIANNI CUNHA DA SILVEIRA CAVALCANTE.

Autuante : PALLOMA R. M. PESSOA GUERRA E CÉSAR JÚNIOR S. SILVA. Relatora : CONSª. GIANNI CUNHA DA SILVEIRA CAVALCANTE. Acórdão nº 254/2011 Recurso HIE/CRF-332/2010 Recorrente : GERÊNCIA EXEC. DE JULGAMENTO DE PROCESSOS FISCAIS Recorrida : EMPRESA DE TRANSPORTES ATLAS. Preparadora RECEBEDORIA DE RENDAS DE JOÃO PESSOA. :

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA E CONTROLE GERAL CONSELHO DE CONTRIBUINTES. - Junta de Revisão Fiscal. - Conselheiro Sylvio de Siqueira Cunha

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA E CONTROLE GERAL CONSELHO DE CONTRIBUINTES. - Junta de Revisão Fiscal. - Conselheiro Sylvio de Siqueira Cunha PUBLICADA A DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. de / / Fls. SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA E CONTROLE GERAL CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 02 de março de 2000 SEGUNDA CÂMARA RECURSO Nº - 16.348 ACÓRDÃO Nº

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.409.688 - SP (2013/0336707-5) RELATOR : MINISTRO HERMAN BENJAMIN RECORRENTE : FAZENDA NACIONAL ADVOGADO : PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL RECORRIDO : EDS ELECTRONIC DATA SYSTEMS

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS Acórdão: 20.514/14/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 15.000017859-30 Impugnação: 40.010135173-41 Impugnante: Proc. S. Passivo: Origem: EMENTA Daniel dos Santos Lauro CPF: 084.807.156-50 Karol Araújo Durço DF/Juiz

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 19.497/10/3ª Rito: Sumário PTA/AI: 04.002155377-70

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 19.497/10/3ª Rito: Sumário PTA/AI: 04.002155377-70 Acórdão: 19.497/10/3ª Rito: Sumário PTA/AI: 04.002155377-70 Impugnação: Impugnante: Autuado: Proc. S. Passivo: Origem: EMENTA 40.010126138-86 (Coob.) Braspress Transportes Urgentes Ltda (Coob.) IE: 186362767.00-20

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.434.491 - MG (2012/0121695-4) RELATOR : MINISTRO PAULO DE TARSO SANSEVERINO RECORRENTE : LAPA INCORPORAÇÕES EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS E SERVIÇOS S/A ADVOGADO : RAIMUNDO FREITAS

Leia mais

GoVERNO 00 EsTADO DO CEARÁ Secretaria da Fazenda,

GoVERNO 00 EsTADO DO CEARÁ Secretaria da Fazenda, I. IJ GoVERNO 00 EsTADO DO CEARÁ Secretaria da Fazenda, CONTENCIOSOADMINSTRATIVO TRIBUTARIO CONSELHODE RECURSOSTRIBUTÁRIOS RESOLUÇÃO W (I' 12011 1 a. CÂMARADEJULGAMENTO 53 a SESSÃOORDINÁRIAEM22/0312011

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS Acórdão: 14.499/01/3 a Impugnação: 40.10101228-69 Recurso de Agravo: 40.30101950-35 Impugnante/Agravante: TBM Máquinas e Equipamentos Ltda Advogado: Paulo Ramiz Lasmar PTA/AI: 01.000136030-33 Inscrição

Leia mais

AÇÃO CRIMINAL Nº 231-PE (89.05.03003-3) APTE: JUSTIÇA PÚBLICA APDO: ANCILON GOMES FILHO RELATOR: DESEMBARGADOR FEDERAL ÉLIO SIQUEIRA (CONVOCADO)

AÇÃO CRIMINAL Nº 231-PE (89.05.03003-3) APTE: JUSTIÇA PÚBLICA APDO: ANCILON GOMES FILHO RELATOR: DESEMBARGADOR FEDERAL ÉLIO SIQUEIRA (CONVOCADO) AÇÃO CRIMINAL Nº 231-PE (89.05.03003-3) APTE: JUSTIÇA PÚBLICA APDO: ANCILON GOMES FILHO RELATOR: DESEMBARGADOR FEDERAL ÉLIO SIQUEIRA (CONVOCADO) RELATÓRIO O EXCELENTÍSSIMO SENHOR DESEMBARGADOR FEDERAL

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA RECEITA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 26 de outubro de 2005

SECRETARIA DE ESTADO DA RECEITA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 26 de outubro de 2005 PUBLICADA A DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. de 01 /12 /2005 Fls. Processo nº: E04/261.891/1998 Data: 11/09/1998 Fls. SECRETARIA DE ESTADO DA RECEITA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 26 de outubro de 2005

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO TRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO TRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO TRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS ACÓRDÃO N o : 019/2014 REEXAME NECESSÁRIO N o : 3.248 PROCESSO N

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 20.067/13/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 16.000471082-03 Impugnação: 40.

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 20.067/13/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 16.000471082-03 Impugnação: 40. Acórdão: 20.067/13/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 16.000471082-03 Impugnação: 40.010133267-67 Impugnante: Origem: EMENTA A. C. de Araújo CNPJ: 11.320118/0001-13 DF/Contagem RESTITUIÇÃO ICMS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

Leia mais

GoVERNO DO EsTADO DO CEARÁ Secretaria da FnzcruJn CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO TRIBUTÁRIO - CONAT CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS - CRT

GoVERNO DO EsTADO DO CEARÁ Secretaria da FnzcruJn CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO TRIBUTÁRIO - CONAT CONSELHO DE RECURSOS TRIBUTÁRIOS - CRT Processo n. 1/3305/2007 RESOLUÇÃO N S=\5 /2009 1 8 CÂMARA DE JULGAMENTO 124 8 SESSÃO ORDINÁRIA EM: 03/07/09 PROCESSO N. 1/3305/2007 Secretaria da FnzcruJn AUTO DE INFRAÇÃO N. 1/200706109-5 RECORRENTE:

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 897.536 - MG (2006/0167711-9) RELATOR : MINISTRO TEORI ALBINO ZAVASCKI EMENTA TRIBUTÁRIO. IRPJ. ARRENDAMENTO MERCANTIL (LEASING ). VALOR RESIDUAL IRRISÓRIO. DESCARACTERIZAÇÃO DO CONTRATO

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA

MINISTÉRIO DA FAZENDA 252 CC02/C03 Fls. 254 MINISTÉRIO DA FAZENDA SEGUNDO CONSELHO DE CONTRIBUINTES TERCEIRA CÂMARA Processo nº 10380.006008/2004-48 Recurso nº 129.720 Matéria Acórdão nº 203-12.203 PIS. AUTO DE INFRAÇÃO. Sessão

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO MUNICIPIO DE RIO DE JANEIRO

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO MUNICIPIO DE RIO DE JANEIRO CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO MUNICIPIO DE RIO DE JANEIRO RECURSO VOLUNTÁRIO Nº 10.995 Recorrente: CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS ADVOGADOS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - CAARJ Recorrido: COORDENADOR DA COORDENADORIA

Leia mais

ti.? ,S~ ~ \ ) .,. ~~v GoVERNO DO EsTADO DO CEARÁ Secretaria da FRUndl1, CONTENCIOSOADMINSTRATIVO TRIBUTARIO CONSELHODE RECURSOSTRIBUTÁRIOS

ti.? ,S~ ~ \ ) .,. ~~v GoVERNO DO EsTADO DO CEARÁ Secretaria da FRUndl1, CONTENCIOSOADMINSTRATIVO TRIBUTARIO CONSELHODE RECURSOSTRIBUTÁRIOS ,.,S~ ti.? ~ \ ).,. ~~v GoVERNO DO EsTADO DO CEARÁ Secretaria da FRUndl1, CONTENCIOSOADMINSTRATIVO TRIBUTARIO CONSELHODE RECURSOSTRIBUTÁRIOS RESOLUÇÃONod~ /2010 1a. CÂMARADEJUlGAMENTO 82 SESSÃOORDINÁRIAEM

Leia mais

GOVERNO DA PARAÍBA. Secretaria de Estado da Receita. Conselho de Recursos Fiscais

GOVERNO DA PARAÍBA. Secretaria de Estado da Receita. Conselho de Recursos Fiscais GOVERNO DA PARAÍBA Secretaria de Estado da Receita Conselho de Recursos Fiscais Processo nº 146.875.2011-1 Acórdão 281/2014 Recurso VOL/CRF 221/2013 RECORRENTE: GOLDEN IMPORTADORA E EXPORTADORA LTDA. RECORRIDA:

Leia mais

~1&i~ ;. \ I. ~",~ ~/ GoVERNO DO EsTADO DO CEARÁ

~1&i~ ;. \ I. ~,~ ~/ GoVERNO DO EsTADO DO CEARÁ ., ~. \ \)'f.:. ' ~1&i~ ;. \ I. ~",~ ~/ 1 GoVERNO DO EsTADO DO CEARÁ CONT191::IOlmlls~ecN\lrellll,ar>4lrt5' and~a ~BU1'ÁRIO- CONSB.HODE RECtRiOSI'RIBU1'ÁRIOS- 2 8 CÂMARADE.JULGANBIT'O C R T RESOLUÇÃO N

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 777.906 - BA (2005/0144695-7) RELATOR RECORRENTE RECORRIDO : MINISTRO JOSÉ DELGADO : ADALTRO FERRERA DE SOUZA : YOLANDA SANTOS DE SANTANA E OUTROS : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF :

Leia mais

Vistos, relatados e discutidos os autos deste Processo, etc...

Vistos, relatados e discutidos os autos deste Processo, etc... Acórdão nº 209/2011 Recurso HIE/CRF-267/2010 Recorrente : GERÊNCIA DE JULGAMENTO DE PROCESSOS FISCAIS. Recorrido : ANTONIO FRANCISCO DA SILVA Preparadora : RECEBEDORIA DE RENDAS DE JOÃO PESSOA Autuantes

Leia mais

RECORRIDA : GERÊNCIA EXECUTIVA DE JULGAMENTO DE PROCESSOS FISCAIS PREPARADORA RRJP RECEBEDORIA DE RENDAS DE JOÃO PESSOA

RECORRIDA : GERÊNCIA EXECUTIVA DE JULGAMENTO DE PROCESSOS FISCAIS PREPARADORA RRJP RECEBEDORIA DE RENDAS DE JOÃO PESSOA Acórdão nº 136/2011 Recurso VOL/CRF-127/2010 RECORRENTE BRASTEX S.A. : RECORRIDA : GERÊNCIA EXECUTIVA DE JULGAMENTO DE PROCESSOS FISCAIS PREPARADORA RRJP RECEBEDORIA DE RENDAS DE JOÃO PESSOA : AUTUANTE

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR RECORRENTE ADVOGADO RECORRIDO RECURSO ESPECIAL Nº 1.575.381 - ES (2015/0320103-6) : MINISTRO MAURO CAMPBELL MARQUES : COOPERATIVA DE ECONOMIA DE CREDITO MUTUO DOS SERVIDORES DO DEPARTAMENTO DE

Leia mais

MANOEL ANTONIO GADELHA DIAS PRESIDENTE JUDITH DO AMARAL MARCONDES ARMANDO RELATORA

MANOEL ANTONIO GADELHA DIAS PRESIDENTE JUDITH DO AMARAL MARCONDES ARMANDO RELATORA Recurso n.º : 301-121524 Matéria : DRAWBACK/ISENÇÃO Recorrente : FAZENDA NACIONAL Recorrida : 1ª CÂMARA DO TERCEIRO CONSELHO DE CONTRIBUINTES Interessada : COMPAQ COMPUTER BRASIL INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA.

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA TRIBUTAÇÃO CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS

RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA TRIBUTAÇÃO CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA TRIBUTAÇÃO CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS PROCESSO nº : 288285/2011-9 NÚMERO DE ORDEM : 0180/2012-CRF. PAT Nº 1179/2011-3ª URT. RECORRENTE : Sec. de Estado de

Leia mais

Vistos, relatados e discutidos os autos deste Processo, etc...

Vistos, relatados e discutidos os autos deste Processo, etc... Acórdão nº 332/2010 Recurso EBG/CRF-015/2010 EMBARGANTE : RADIO FM CORREIO DE JOÃO PESSSOA LTDA. EMBARGADO : CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS REPRESENTANTE: GLÁUCIO MANOEL DE LIMA BARBOSA IVO BARBOSA & ADVOGADOS

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 905.986 - RJ (2006/0261051-7) RELATOR : MINISTRO ALDIR PASSARINHO JUNIOR RECORRENTE : T B G E OUTROS ADVOGADO : ARMANDO SILVA DE SOUZA E OUTRO(S) RECORRIDO : M K DA S G ADVOGADO : SABRINA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATORA : MINISTRA ELIANA CALMON : IA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL EMENTA TRIBUTÁRIO - CONTRIBUIÇÃO SOCIAL PREVISTA NO ART. 22, 1º, DA LEI 8.212/91 - EXIGÊNCIA DAS CORRETORAS DE SEGUROS - PRECEDENTE. 1.

Leia mais

Sessão de 16 de dezembro de 2015 RECURSO Nº - 61.641 ACÓRDÃO Nº 14.396 RECORRENTE CENTRO EDUCACIONAL NOSSA SENHORA AUXILIADORA

Sessão de 16 de dezembro de 2015 RECURSO Nº - 61.641 ACÓRDÃO Nº 14.396 RECORRENTE CENTRO EDUCACIONAL NOSSA SENHORA AUXILIADORA PUBLICAÇÃO DA DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. 14 / 03 / 2016 Fls.: 08 SERVIÇO PÚBLICO ESTADUAL Rubrica: ID 42833175 Sessão de 16 de dezembro de 2015 SEGUNDA CÂMARA RECURSO Nº - 61.641 ACÓRDÃO Nº 14.396 INSCRIÇÃO

Leia mais

Contestação do trabalhador às folhas 85/89. Reconvenção do trabalhador às folhas 90/98.

Contestação do trabalhador às folhas 85/89. Reconvenção do trabalhador às folhas 90/98. A C Ó R D Ã O 6ª TURMA JUSTA CAUSA. MAU PROCEDIMENTO. CONFIGURAÇÃO. Ficando comprovado o uso indevido de correio eletrônico corporativo com envio de mensagem de conteúdo pornográfico, contrariando norma

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.279.941 - MT (2011/0167277-9) RELATOR : MINISTRO MAURO CAMPBELL MARQUES RECORRENTE : ESTADO DE MATO GROSSO PROCURADOR : PATRYCK DE ARAUJO AYALA E OUTRO(S) RECORRIDO : VALDECIR AUGUSTO

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES. Sessão de 11 de outubro de 2000 RECURSO N.º 15.339 ACÓRDÃO N.º 3.471

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES. Sessão de 11 de outubro de 2000 RECURSO N.º 15.339 ACÓRDÃO N.º 3.471 PUBLICADA A DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. de / / Fls. SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 11 de outubro de 2000 CONSELHO PLENO RECURSO N.º 15.339 ACÓRDÃO N.º 3.471 RECORRENTE

Leia mais