Configurando o estilo de Camada (Layer) no AutoCAD 2007

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Configurando o estilo de Camada (Layer) no AutoCAD 2007"

Transcrição

1 Configurando o estilo de Camada (Layer) no AutoCAD Inicialmente, na Barra de Camadas clique no ícone (Gerenciador de Propriedades da Camada), para configurar o estilo de camada: 2 - Na caixa de diálogo Gerenciador de propriedades de camada, clique o ícone Nova Camada. 3 - Transcreva a Tabela 1 (Configurações das camadas), anexo, para a caixa de diálogo acima. Iremos transcrever o Nome das camadas, a Cor das camadas, o Tipo de Linha das camadas e a Espessura de linha das camadas. 4 - Vamos incluir as camadas no AutoCAD. - Dê dois cliques em Camada1 e altere o NOME da primeira camada da tabela (Alvenaria Corte). - Dê dois cliques na em branco e altere a COR da primeira camada da tabela (Azul). - Dê dois cliques na em Continuous e altere o TIPO DE LINHA da primeira camada da tabela (Continuous). - Dê dois cliques na em Padrão e altere a ESPESSURA DE LINHA da primeira camada da tabela (0.60). Figura 1 - Antes das alterações 1

2 Figura 2 - Depois das alterações Figura 4 - Tipo de linha Figura 3 - Inserindo cor Figura 5 - Alterando a espessura da linha 5 - Quando for selecionar o Tipo de Linha, e nas opções a sua opção não aparece, clique em Carregar que aparecerão novas opções de tipo de linha. 6 - Repita os procedimentos acima para todas as camadas. Ao término, clique em Fechar (ícone em forma de X no canto superior esquerdo). ANTES DE FECHAR, NÃO APERTE A TECLA ESC DO TECLADO, se não você perderá tudo que digitou. 2

3 Configurações Básicas de Dimensionamento do AutoCAD 2007 (para escala 1:100) Baseados nas normas NBR (Cotagem em desenho técnico), NBR (Execução de caracter para escrita em desenho técnico) e a NBR (Representação de projetos de arquitetura), iremos configurar o dimensionamento no AutoCAD. Também utilizaremos as Tabelas I, II e III do anexo. ITENS QUE IREMOS CONFIGURAR NO DIMENSIONAMENTO 1 - Inicialmente clique no ícone (Estilo de cota...), na Barra de Cota, para configurar o estilo de dimensionamento: 2 - Abrirá a caixa de diálogo Gerenciador de estilo de cota que cria novos estilos, define o estilo atual, modifica estilos, define sobreposições ao estilo atual, e compara estilos. 3

4 a) No item Estilo de cota atual exibe o nome do estilo de cota atual. O estilo predefinido de cota é o ISSO-25. O estilo atual é aplicado para as cotas que você criou. b) A caixa de opções Estilos lista estilos de cota no desenho. O estilo atual é destacado, neste casso o ISO- 25. Clique com o botão direito em um dos itens da lista Estilos para exibir um menu de atalho que você pode utilizar para definir o estilo como atual, renomear estilos e excluir estilos. Você não pode excluir um estilo que é o atual ou está em utilização no desenho atual. c) O item Relacionar controla a exibição de estilos na lista Estilo. Selecionar todos os Estilos se você desejar ver todos os estilos de cotas no desenho. Selecionar Estilos em uso se você desejar ver somente os estilos de cota atualmente usados pelas cotas no desenho. d) O item Não relacionar estilos em refexs, quando selecionado, suprime a exibição de estilos de cota nos desenhos referenciados externamente na lista de Estilos. e) O item Visualização exibe uma representação gráfica do estilo selecionado na lista Estilo. f) O item Descrição descreve o estilo selecionado na lista de Estilo relacionado ao estilo atual. Se a descrição for mais longa do que o espaço fornecido, você pode clicar no painel e usar a tecla de flecha para baixo. g) O ícone Definir atual define o estilo selecionado em - Estilos como atual. O estilo atual é aplicado para as cotas que você criou. h) O ícone Novo exibe a caixa de diálogo Criar novo estilo de cota, na qual é possível definir novos de cota. i) O ícone Modificar exibe a caixa de diálogo Modificar estilo de cota, na qual é possível modificar estilos de cota. As opções da caixa de diálogo são idênticas às existentes na caixa de diálogo Novo estilo de cota. j) O ícone Sobrepor exibe a caixa de diálogo Sobrepor estilo atual, na qual é possível definir sobreposições temporárias para os estilos de cota. As opções da caixa de diálogo são idênticas às existentes na caixa de diálogo Novo estilo de cota. As sobreposições são exibidas como alterações não salvas sob o estilo de cota na lista de Estilos. 4

5 k) O ícone Comparar exibe a caixa de diálogo Comparar Estilos de Cota, na qual você pode comparar dois estilos de cota ou lista todas as propriedades de um estilo de cota. 3 - Na caixa de diálogo Gerenciador de estilo de cota, selecione NOVO para criar um novo estilo de dimensionamento, ou MODIFICAR para modificar um estilo existente. Se criar um novo estilo, aparecerá o quadro abaixo: Figura 1 - Antes das alterações Figura 2 - Depois das alterações Em Novo do novo estilo dê um novo nome (Escala 100, por exemplo) ao seu estilo de dimensionamento e em Começar com escolha um estilo ou mantenha o estilo existente (ISO-25) se este estiver totalmente configurado e clique em Continuar. 4 - Ao clicar em Continuar, na caixa de diálogo anterior, abrirá uma nova caixa de diálogo: Novo estilo de cota. Agora vamos configurar os itens. 5

6 Na primeira guia (LINHAS), é onde podemos definir o formato e as propriedades das linhas de cota, linhas de extensão, pontas de seta e marcas de centro. A seção Linhas de Cota define as propriedades da linha de cota. a) O item Cor define a cor da linha de cota. Selecione a opção PorCamada b) O item Tipo de Linha define a espessura da linha de cota. Selecione a opção PorCamada c) O item Espessura de linha define a espessura da linha de cota. Selecione a opção PorCamada d) O item Estender além das marcas, especifica uma distância para estender a linha de cota além da linha de extensão quando se utiliza inclinado, arquitetura, tique, integral e sem marcas para pontas de seta. Por enquanto esta opção está inacessível. Quando estiver, o valor deverá ser 0 (zero). e) O item Espaçamento da linha de base define o espaçamento entre as linhas de cota de uma cota de linha de base. Insira um valor de 1 (um). f) O item Suprimir omite a exibição de linhas de cota. Linha de cota 1 suprime a primeira linha de cota; Linha de cota 2 suprime a segunda linha de cota. Não altere nada aqui. A seção Linhas de extensão controla a aparência das linhas de extensão. OBSERVAÇÃO: No AutoCAD esta linha é denominada Linha de Extensão, na NBR esta mesma linha é denominada Linha Auxiliar 1, mas é comumente chamada de Linha de Chamada, porque na antiga NBR 2 era denominada assim. a) O item Cor define a cor da linha de extensão. Selecione a opção PorCamada. b) O item Tipo de Linha da linha de ext 1 define a espessura da linha de cota. Selecione a opção PorCamada. c) O item Tipo de Linha da linha de ext 2 define o tipo de linha da segunda linha de extensão. Selecione a opção PorCamada. d) O item Espessura de linha define a espessura da linha de extensão. Selecione a opção PorCamada. e) O item Suprimir oculta a exibição das linhas de extensão. Linha de extensão 1 suprime a primeira linha de extensão; Linha de extensão 2 suprime a segunda linha de extensão. Não altere nada aqui. f) O item Estender além das linhas de cota especifica uma distância para estender as linhas de extensão acima da linha de cota. Coloque o valor de NBR 8403/1984, página 2, tabela Aplicação Geral - B3 e figura da página 3. 2 NBR 5984/1970, página 18, item (Norma Cancelada) 3 NBR 6492/1994, página 16, item A-9.1, b) e NBR 6402/1990, página 3, item 25 (Norma Cancelada) 6

7 g) O item Deslocar da origem define a distância para o deslocamento das linhas de extensão a partir dos pontos no desenho que definem a cota. Coloque o valor de 0.2. h) No item Linhas de extensão Comprimento Fixo ativa linhas de extensão de comprimento fixo. Coloque o valor de 1 (um). Na segunda guia (SÍMBOLOS E SETAS), é a que se define o formato e a localização para Estilo de Cota as pontas de setas, marcas centrais, símbolo comprimento de arco e o desvio das cotas de raio. A seção Pontas da seta 4 controla a aparência das pontas de seta de cotas. a) O item Primeiro define a ponta de seta para a primeira linha de cota. Quando você altera o tipo da primeira ponta de seta, a segunda é alterada automaticamente para corresponder a ela. Altere o símbolo para Inclinada. b) O item Segundo define a ponta da seta para a segunda linha de cota. Se já não estiver alterada, altere o símbolo para Inclinada. c) O item Linha de chamada, define a ponta de seta para a linha de chamada. Altere o símbolo para Inclinada. d) O item Tamanho da seta, exibe e define o tamanho das pontas de setas. Altere o valor para 0.3. A seção Marcas de centro controla a aparência das marcas de centro e linhas de centro para cotas radiais e de diâmetro. Seleciona a opção Marca, e em Tamanho, digite 0.1. A seção Símbolo de Comprimento do arco comprimento de arco. Não altere nada aqui. controla a exibição do símbolo do arco em uma cota de A seção Desvio da cota do raio controla a exibição das cotas de raio (zigzag) com desvio. Cotas de raio com desvio são criadas quando o ponto central é localizado fora da página. Mantenha o ângulo de NBR 10126/1987, página 4, item 4.3.1, b), figura 12. 7

8 Na terceira guia (TEXTO), é onde podemos definir Define o formato, posicionamento e alinhamento do texto da cota. Figura 3 - Antes das alterações Na seção Aparência do Texto, podemos controla o formato e o tamanho do texto da cota. O item Estilo de texto exibe e define o estilo atual para o texto da cota. Selecione um estilo na lista. Para criar e modificar os estilos do texto da cota, selecione o Ícone de Estilo do texto ao lado da lista. Este ícone abre a caixa de diálogo Estilo do texto, na qual é possível definir e modificar estilos de texto. Vamos fazer as configurações necessárias nesta caixa de diálogo antes de prosseguirmos com as configurações da aba TEXTO. Figura 4 - Antes das alterações 8

9 A seção Nome do estilo exibe nomes de estilos de texto, adiciona novos estilos, renomeia e exclui estilos existentes. Clicando em Novo exibe a caixa de diálogo Novo estilo de texto e fornece automaticamente o nome estilo1 para as configurações atuais. Você pode aceitar o padrão ou digitar um nome e escolher OK para aplicar as configurações do estilo atual ao novo nome de estilo. Estamos configurando o estilo de dimensionamento para a escala 1:100 e com base na Tabela III do anexo, iremos trabalhar com o valor referente a régua R80. Digite Estilo 100r80 e clique em OK. Figura 5 - Depois das alterações Após ter clicado em OK, na caixa de diálogo Novo estilo de texto, retornamos para a caixa de diálogo Estilo de texto. Agora na seção Nome do estilo, as opções Renomear e Excluir está disponível. Na seção Fonte é possível altera a fonte do estilo. a) O item Nome da fonte relaciona o nome da família de todas as fontes TrueType registradas e de todas as fontes de forma compiladas (SHX) da pasta Fontes. Como padrão, vem selecionada a fonte Arial (veja no item Visualizar a aparência da fonte selecionada). Sugerimos que mantenha esta fonte por que ela está presente na maioria dos computadores. b) O item Estilo da fonte (agora disponível) especifica a formatação dos caracteres da fonte, com o itálico, negrito ou normal. Mantenha a opção Normal. c) O item Altura do texto define a altura do texto com base no valor digitado. Se você digitar 0.0, deverá especificar a altura do texto sempre que inserir um texto utilizando esse estilo. Digitar uma altura superior a 0,0 definirá a altura de texto para esse estilo. Como estamos configurando o estilo de dimensionamento para a escala 1:100, o valor deste item deve ser 0.2 5, referente a régua R80. A seção Efeitos modifica as características da fonte, como altura, fator de largura e ângulo de inclinação, e define se deve ser exibida de ponta-cabeça, invertida ou alinhada verticalmente. a) O item De ponta-cabeça exibe os caracteres de cabeça para baixo. 5 Tabela III do anexo e NBR 6492/1994, página 13, item A

10 b) O item Invertido exibe os caracteres de trás para frente. c) O item Vertical exibe os caracteres alinhados verticalmente. Vertical estará disponível somente se a fonte selecionada suportar dupla orientação. A orientação vertical não está disponível para fontes TrueType. d) O item Fator de largura define o espaçamento entre caracteres. Valores inferiores a 1.0 condensam o texto. Valores superiores a 1,0 expandem o texto. e) O item Ângulo de inclinação define o ângulo de inclinação do texto. A inserção de um valor entre -85 e 85 aplica itálico ao texto. Clique em Aplicar e Fechar para aplicar as configurações e retornar para a caixa de texto anterior. Retornamos a caixa de diálogo Novo estilo de cota. Figura 6 - Depois das alterações f) No item Estilo de texto, selecione o estilo recém-criado (Estilo 100r80); g) O item Cor do texto define a cor do texto de cota. Clicando em Selecionar cor (na parte inferior da lista Cor), a caixa de diálogo Selecionar cor será exibida. Você pode também inserir um nome de cor ou número. Selecione PorCamada. h) O item Cor de Preenchimento define a cor para o preenchimento do texto nas cotas. Clicando em Selecionar cor (na parte inferior da lista Cor), a caixa de diálogo Selecionar cor será exibida. Não altere nada aqui. i) O item Altura do texto define a altura do estilo de texto de cota atual. Insira um valor na caixa. Se uma altura fixa de texto estiver definida no estilo do texto (ou seja, a altura do estilo do texto for maior que 0), essa altura irá sobrepor a do texto definida aqui. Se quiser utilizar a altura definida na guia Texto, certifique-se de que a altura do texto no Estilo do texto esteja definida como 0. Como estamos configurando o estilo de dimensionamento para a escala 1:100 e verificando a Tabela III do anexo, o valor deste item deve ser 0.2, referente a régua R80. j) O item Escala da altura da fração define a escala das frações relativas ao texto da cota. Essa opção estará disponível somente quando Fracionária estiver selecionado como Formato de unidade na guia Unidades primárias. O valor entrado aqui é multiplicado pela altura do texto para determinar a altura das frações de cota relativamente ao texto da cota. k) O item Desenhar moldura ao redor do texto quando selecionada, desenha uma moldura ao redor do texto de cotas. Não altere nada aqui. A seção Posicionamento do texto controla o posicionamento do texto da cota. 10

11 a) O item Vertical controla o posicionamento vertical do texto da cota em relação à linha de cota. Mantenha a opção Acima. Está opção posiciona o texto de cota acima da linha de cota. b) O item Horizontal controla o posicionamento horizontal do texto de cotas ao longo da linha de cota, em relação as linhas extensão. Mantenha a opção Centralizado, esta opção centraliza o texto da cota ao longo da linha de cota, entre as linhas de extensão. c) O item Deslocar a partir da linha de cota define o espaço entre o texto e a linha de cota. Digite 0.3 nesta opção. A seção Alinhamento do texto controla a orientação (horizontal ou alinhado) do texto da cota, se ele está dentro ou fora das linhas de extensão. a) O item Horizontal coloca o texto em uma posição horizontal. b) O item Alinhado com a linha de cota alinha o texto com a linha de cota. c) O item Padrão ISO alinha o texto com a linha de cota quando o texto está dentro das linhas de extensão, mas o alinha horizontalmente quando está fora das linhas de extensão. Na quarta guia (AJUSTAR), é onde controlamos o posicionamento do texto da cota, das pontas de seta, das linhas de chamada e da linha de cota. A seção Opções de ajuste controla o posicionamento do texto e pontas de seta com base no espaço disponível entre as linhas de extensão. Marque a opção Manter sempre texto entre linhas de extensão. Esta opção sempre posicionará o texto entre as linhas de extensão. A seção Posicionamento do texto define o posicionamento do texto da cota quando é movido de sua posição padrão, ou seja, da posição definida pelo estilo de cota. Não altere nada aqui. A seção Escala para elementos de cota define o valor global da escala de cota ou a escala do espaço do papel. a) A opção Usar escala global define uma escala para todas as configurações de estilos de cota que especificam tamanho, distância ou espaçamento, inclusive os tamanhos de texto e de pontas de seta. Essa escala não altera os valores de medida da cota. Deixe marcado esta opção com o valor de 1. b) A opção Redimensionar cotas ao Layout determina o fator de escala com base na escala entre a viewport do espaço do modelo atual e o espaço do papel. 11

12 A seção Ajustes adicionais fornece opções adicionais para o posicionamento do texto de cotas. a) A opção Inserir texto manualmente ignora quaisquer configurações de justificação horizontal e posiciona o texto na posição que você especifica no prompt Localização da linha de cota. b) A opção Desenhar linha de cota entre linhas de extensão desenha linhas de cota entre os pontos medidos, mesmo quando pontas de seta são posicionadas fora desses pontos. Deixe marcada esta opção. Na quinta guia (UNIDADES PRIMÁRIAS), é onde se define o formato e a precisão das unidades primárias de cotas e definem prefixos e sufixos para o texto da cota. A seção Cotas lineares define o formato e a precisão de cotas lineares. a) A opção Formato de unidade define o formato das unidades atuais para todos os tipos de cota, exceto Angular. Mantenha a opção Decimal. b) A opção Precisão define o número de casas decimais no texto de cota. Mantenha o valor de 0,00. c) A opção Formato de fração define o formato das frações. Esta opção ficara indisponível por que estamos trabalhando com números inteiros. d) A opção Separador decimal define o separador de formatos decimais. Mantenha a opção `,`(Vírgula). Este é o padrão brasileiro. e) A opção Arredondar define regras de arredondamento de medidas de cotas para todos os tipos de cota, exceto Angular. Se você digitar um valor de 0,25, todas as distâncias serão arredondadas para a unidade 0,25 mais próxima. Se você inserir um valor de 1,0, todas as distâncias de cotas são arredondadas para o número inteiro mais próximo. O número de dígitos exibidos depois do ponto decimal depende da configuração de Precisão. Mantenha o valor de 0. f) A opção Prefixo inclui um prefixo no texto de cotas. É possível digitar um texto ou utilizar códigos de controle para exibir símbolos especiais. Por exemplo, digitar o código de controle %%c exibirá o símbolo de diâmetro. Não altere nada aqui. g) A opção Sufixo inclui um sufixo no texto de cotas. É possível digitar um texto ou utilizar códigos de controle para exibir símbolos especiais. Não altere nada aqui. A seção Escala de medida define opções lineares de escala. Aplica primeiramente para os desenhos legados. 12

13 a) A opção Fator de Escala define um fator de escala para medições de cota linear. É recomendado que você não altere este valor do valor pré-definido Por exemplo, se você inserir 2, a cota para a extensão de 1 polegada é exibida como se fosse duas polegadas. O valor não se aplica a cotas angulares e não é aplicado a valores arredondados ou valores de tolerância positiva ou negativa. Não altere nada aqui. b) A opção Aplicar somente cotas ao layout aplica a escala de medidas somente para as cotas criadas no viewport das camadas (layout). Exceto ao usar cotas não associativas, este configuração deve permanecer desmarcada. Não altere nada aqui. A seção Supressão de zero controla a supressão de zeros à esquerda e à direita e de pés e polegadas que possuem o valor igual a zero. a) A opção À esquerda suprime os zeros à esquerda em todas as cotas decimais. Por exemplo, torna-se Não altere nada aqui. b) A opção À direita suprime os zeros à direita em todas as cotas decimais. Por exemplo, torna-se 12.5 e torna-se 30. Esta opção vem marcado como padrão. Desmarque esta opção. c) A opção 0 Pé suprime a parte em pés de uma cota em pés e polegadas quando a distância é menor do que um pé. Por exemplo, 0'-6 1/2" torna-se 6 1/2". Não altere nada aqui. c) A opção 0 Polegadas suprime a parte referente a polegadas de uma cota de pés-polegadas quando a distância é um número inteiro de pés. Por exemplo, 1'-0" torna-se 1'. Não altere nada aqui. A seção Cotas angulares define o formato atual do ângulo para cotas angulares. a) A opção Formato de unidades define o formato das unidades angulares. Mantenha a opção Graus decimais, que é o padrão brasileiro. b) A opção Precisão define o número de casas decimais para cotas angulares. Modifique o valor para A seção Supressão de zero controla a supressão de zeros, nos valores dos ângulos, à direita ou à esquerda. a) A opção À esquerda suprime zeros à esquerda nas cotas decimais angulares. Por exemplo, torna-se b) A opção À direita suprime zeros à direita nas cotas decimais angulares. Por exemplo, torna-se 12.5 e torna-se 30. As duas últimas caixas de diálogo (Unidade alternativas e Tolerâncias) não há necessidade de modificações. 13

14 Clique em OK na última Caixa de Diálogo. Retornamos para a primeira Caixa de Diálogo Gerenciador de estilos de cota. Na caixa de seleção, clique em Escala 100, depois clique em Definir atual e em Fechar. Deste modo, definimos o estilo selecionado em Estilos como atual. O estilo atual é aplicado para as cotas que você criou. Figura 7 - A barra de Cota exibindo a Escala 100 já como padrão. 14

15 ANEXO 15

16 Tabela I - Configuração das Camadas Tabela Modelo de configuração das Camadas para Arquitetura CAMADAS COR TIPO DE LINHA ESPESSURA DE LINHA Alvenaria Corte Azul Continuous (Contínua) 0.60 Alvenaria Muro 8 (Cinza Escuro) Continuous 0.40 Alvenaria Vista Magenta (Rosa) Continuous 0.35 Área dos Compartimentos Ciano Continuous 0.40 Cota de Esquadrias Vermelho Continuous 0.18 Cota de Nível Vermelho Continuous 0.18 Esquadria Corte Verde Continuous 0.30 Esquadria Vista Amarelo Continuous 0.20 Hachura Ciano Continuous 0.15 Indicação 8 (Cinza Escuro) Continuous 0.40 Linha Auxiliar Amarelo Continuous 0.20 Linha de Corte (Eixo) 8 (Cinza Escuro) TRAÇOPONTO 0.40 Linha de Cota Vermelho Continuous 0.18 Linha de Nível Branco Continuous 0.25 Móvel Banho 9 (Cinza Claro) Continuous 0.13 Móvel Cozinha 9 (Cinza Claro) Continuous 0.13 Móvel Geral 9 (Cinza Claro) Continuous 0.13 Nome Compartimento Amarelo Continuous 0.13 Projeção Geral Branco TRACEJADA 0.25 Projeção Telhado Branco ACAD_ISO12W Telhado Ciano Continuous 0.15 Texto Extra 53 (Amarelo Dourado) Continuous 0.80 Texto Grande Azul Continuous 0.60 Texto Médio Verde Continuous 0.30 Texto Mínimo 9 (Cinza Claro) Continuous 0.13 Texto Pequeno Ciano Continuous 0.15 Vegetação Branco Continuous 0.25 Veículo Branco Continuous

17 Tabela II - Configuração do TEXTO / VPORT Como Definir a Altura do Texto em função da sua utilização (esta tabela é um exemplo atribuído à experiência nos escritórios de projetos) ITEM Normógrafo Camada referente Títulos e Numeração de Folhas R200 Texto Extra Indicação de Corte R175 Texto Grande Subtítulos e Textos no Carimbo do Projeto e Marcação de Corte R140 Texto Médio Nome dos Compartimentos R100 Nome dos Compartimentos Especificações, Área, Cotas e Projeções R80 Texto Pequeno Notas e Medicas de Esquadrias R60 Texto Mínimo Títulos e Numeração das Folhas Títulos no carimbo, Numeração de Folhas,... Indicação de Corte Indicação com os símbolos A e B.. da linha de corte Subtítulos, Textos no Carimbo do Projeto e Marcação de Corte Textos no Carimbo ou no projeto Nome dos Compartimentos Cozinha, Sala, Banheiro,... Especificações, Área, Cotas e Projeções Projeção de Telhado (nome), área do compartimento, valores das cotas,... Notas e Medicas de Esquadrias Notas de altura de muro, valores das cotas das esquadrias. 17

18 Tabela III - Altura de Texto x Escala x Unidade de Desenho (resumida) Escala R60 (1,5 mm) R80 (2,0 mm) Régua do Normógrafo R100 R140 (2,5 mm) (3,5 mm) R175 (4,0 mm) R200 (5,0 mm) 1:5 0,007 0,010 0,012 0,017 0,020 0,025 1:10 0,015 0,020 0,025 0,035 0,040 0,050 1:20 0,030 0,040 0,050 0,070 0,080 0,100 1:25 0,037 0,050 0,062 0,087 0,100 0,125 1:50 0,075 0,100 0,125 0,175 0,200 0,250 1:100 0,150 0,200 0,250 0,350 0,400 0,500 1:200 0,300 0,400 0,500 0,700 0,800 1,000 1:250 0,375 0,500 0,625 0,875 1,000 1,250 1:500 0,750 1,000 1,250 1,750 2,000 2,500 1: ,500 2,000 2,500 3,500 4,000 5,000 1: ,000 4,000 5,000 7,000 8,000 10,000 1: ,500 10,000 12,500 17,500 20,000 22,500 1: ,000 20,000 25,000 35,000 40,000 50,000 18

19 Tabela IV - Altura de Texto x Escala x Unidade de Desenho (completa) Tabela completa baseada nos normógrafos da TRIDENT (Modelo TRINOR) Altura real do texto Decimal / Polegada mm Caneta FATOR DE MULTIPLICAÇÃO (1) Espessura e número da Pena 1:2 1:5 1:10 1:20 1:25 ESCALA CL (2) 1:1 mm Pena 50 1,25 0, ,0025 0,006 0,012 0,025 0,031 0,062 0,125 0,250 0,312 0,62 1,25 2,5 6,2 12,5 60 1,50 0, ,0030 0,007 0,015 0,030 0,037 0,075 0,150 0,300 0,375 0,75 1,50 3,0 7,5 15,0 80 2,00 0, ,0040 0,010 0,020 0,040 0,050 0,100 0,200 0,400 0,500 1,00 2,00 4,0 10,0 20, ,50 0, ,0050 0,012 0,025 0,050 0,062 0,125 0,250 0,500 0,625 1,25 2,50 5,0 12,5 25, ,00 0,3 00 0,0060 0,015 0,030 0,060 0,075 0,150 0,300 0,600 0,750 1,50 3,00 6,0 15,0 30, ,50 0,3 00 0,0070 0,017 0,035 0,070 0,087 0,175 0,350 0,700 0,875 1,75 3,50 7,0 17,5 35, ,00 0,4 0 0,0080 0,020 0,040 0,080 0,100 0,200 0,400 0,800 1,000 2,00 4,00 8,0 20,0 40, ,00 0,5 1 0,0100 0,025 0,050 0,100 0,125 0,250 0,500 1,000 1,250 2,50 5, ,0 50, ,00 0,6 2 0,0120 0,030 0,060 0,120 0,150 0,300 0,600 1,200 1,500 3,00 6, ,0 60, ,00 0,6 2 0,0140 0,035 0,070 0,140 0,175 0,350 0,700 1,400 1,750 3,50 7,00 14,0 35,0 70, ,00 0,8 3 0,0160 0,040 0,080 0,160 0,200 0,400 0,800 1,600 2,000 4,00 8,00 16,0 40,0 80, ,0 1,0 3½ 0,0200 0,050 0,100 0,200 0,250 0,500 1,000 2,000 2,500 5,00 10,00 20,0 50,0 100, ,0 1,2 4 0,0240 0,060 0,120 0,240 0,300 0,600 1,200 2,400 3,000 6,00 12,00 24,0 60,0 120,0 Valores referentes à altura das fontes dentro do AutoCAD 1:50 1:100 1:200 1:250 1:500 1:1000 1:2000 1:5000 1:10000 (1) Para determinar o valor a ser utilizado no texto do AutoCAD, deve-se multiplicar o valor da escala (Ex: 50 [referente a escala 1:50]) pelo valor da coluna (mm) e dividir por 1000 [a divisão por mil transforma o valor de metro (m) para milímetro (mm)]. (2) Capital (US) = Maiúscula (BR) e Lower (US) = Minúscula (BR). 19

20 Tabela V - Plotagem Tabela de Fatores de Escala para Janela de Impressão (Espaço Modelo) Escala Escala de Plotagem Unidade do desenho 1: mm = 1 1: mm = 5 1: mm = 10 1: mm = 20 1: mm = 25 1: mm = 50 1: mm = 75 1: mm = 100 1: mm = 125 1: mm = 200 1: mm = 250 1: mm = 500 1: mm = : mm = : mm = 5000 Tabela de Fatores de Escala das ViewPorts (Espaço Papel) Fator de Escala Multiplicação (XP) 1: : : : : : :75 13,33 1: : : : : : :2000 0,5 1:5000 0,2 20

21 Tabela VI - Formato de Folha Formato Linha de Corte (horizontal x vertical) Margem m Série A cm mm cm mm 4 A0 237,80 x 168, x , A0 168,20 x 118, x ,5 15 A0 118,90 x 84, x ,0 10 A1 84,10 x 59, x 594 1,0 10 A2 59,40 x 42, x 420 1,0 10 A3 42,00 x 29, x 297 1,0 10 A4 29,70 x 21, x 210 0,5 5 A5 21,00 x 14, x 148 0,5 5 21

PLANILHA ELETRÔNICA EXCEL AULA 1. INTRODUÇÃO E FORMATAÇÃO PEDIDOS DO EXERCÍCIO 1

PLANILHA ELETRÔNICA EXCEL AULA 1. INTRODUÇÃO E FORMATAÇÃO PEDIDOS DO EXERCÍCIO 1 PLANILHA ELETRÔNICA EXCEL 1 AULA 1. INTRODUÇÃO E FORMATAÇÃO PEDIDOS DO EXERCÍCIO 1 1) Clique no link do arquivo EXCEL_EXERCÍCIO_1.XLS Escolha a opção Salvar e coloque no nome do arquivo a sua MATRÍCULA.XLS

Leia mais

Superintendência Regional de Ensino de Ubá - MG Núcleo de Tecnologia Educacional NTE/Ubá. LibreOffice Impress Editor de Apresentação

Superintendência Regional de Ensino de Ubá - MG Núcleo de Tecnologia Educacional NTE/Ubá. LibreOffice Impress Editor de Apresentação Superintendência Regional de Ensino de Ubá - MG Núcleo de Tecnologia Educacional NTE/Ubá LibreOffice Impress Editor de Apresentação Iniciando o Impress no Linux Educacional 4 1. Clique no botão 'LE' no

Leia mais

6.5. Renomeando Arquivos ou Pastas

6.5. Renomeando Arquivos ou Pastas 50 II. Para mover um arquivo, pasta, objeto dentro do Windows: 1) Clique com o mouse sobre a pasta, arquivo a serem movidos; 2) Mantenha o botão esquerdo do mouse pressionado; 3) Arraste o objeto para

Leia mais

Questões de Informática 2011 - Editores de Texto

Questões de Informática 2011 - Editores de Texto 1. Existe uma operação específica no Word que serve para destacar um texto selecionado colocando uma moldura colorida em sua volta, como uma caneta "destaque" (iluminadora). Trata-se de a) "Cor da borda".

Leia mais

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica Em certa época, a planilha era um pedaço de papel que os contadores e planejadores de empresas utilizavam para colocar

Leia mais

Compositor de Impressão do QGIS

Compositor de Impressão do QGIS Compositor de Impressão do QGIS 1. Introdução O Compositor de Impressão é uma ferramenta oferecida pelo QGIS para elaborar a versão final dos mapas que serão impressos. Permite a definição de escala e

Leia mais

29 de abril de 2014. Fiery Driver para Mac OS

29 de abril de 2014. Fiery Driver para Mac OS 29 de abril de 2014 Fiery Driver para Mac OS 2014 Electronics For Imaging. As informações nesta publicação estão cobertas pelos termos dos Avisos de caráter legal deste produto. Conteúdo 3 Conteúdo...5

Leia mais

Prof Rafael Guem Murakami

Prof Rafael Guem Murakami Prof Rafael Guem Murakami São Paulo 2006 Sumário: Definição:... 4 Barra de Formatação:... 4 Configuração de página:... 5 Bordas e Sombreamento:... 6 Índices:... 8 Inserindo Figuras:... 12 Word-Art:...

Leia mais

Aula 01 Conceitos Iniciais sobre Excel 2010

Aula 01 Conceitos Iniciais sobre Excel 2010 Aula 01 Conceitos Iniciais sobre Excel 2010 Professor: Bruno Gomes Disciplina: Informática Básica Curso: Gestão de Turismo Sumário da aula: 1. Abrindo o Excel; 2. Conhecendo a Tela do Excel. 3. Inserindo

Leia mais

SOLID EDGE ST3 TUTORIAL 2 CRIANDO UM DESENHO NO AMBIENTE DRAFT

SOLID EDGE ST3 TUTORIAL 2 CRIANDO UM DESENHO NO AMBIENTE DRAFT SOLID EDGE ST3 TUTORIAL 2 CRIANDO UM DESENHO NO AMBIENTE DRAFT Esse tutorial traz passo a passo instruções para criação de um desenho no ambiente Draft. Na criação dos desenhos você aprenderá as técnicas

Leia mais

Sumário - Power Point

Sumário - Power Point Power Point Sumário - Power Point 1. INICIANDO O POWERPOINT... 116 2. APRESENTAÇÃO DA JANELA DO POWERPOINT... 117 3. CONCEITOS BÁSICOS DO POWERPOINT... 118 4. INICIANDO UMA APRESENTAÇÃO... 118 4.1 Autolayouts

Leia mais

RESUMO DAS NORMAS TÉCNICAS DA ABNT

RESUMO DAS NORMAS TÉCNICAS DA ABNT RESUMO DAS NORMAS TÉCNICAS DA ABNT A padronização ou normalização do desenho técnico tem como objetivo uniformizar o desenho por meio de um conjunto de regras ou recomendações que regulamentam a execução

Leia mais

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal Word 1 - Introdução O Word para Windows ou NT, é um processador de textos cuja finalidade é a de nos ajudar a trabalhar de maneira mais eficiente tanto na elaboração de documentos simples, quanto naqueles

Leia mais

O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais.

O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais. MICROSOFT WINDOWS O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais. Apresentaremos a seguir o Windows 7 (uma das versões do Windows)

Leia mais

Noções de Informática

Noções de Informática Noções de Informática Caderno 2 CONTEÚDO MS-Excel 2010: estrutura básica das planilhas, conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos, elaboração de tabelas e gráficos, uso de fórmulas, funções

Leia mais

Treinamento em BrOffice.org Writer

Treinamento em BrOffice.org Writer Treinamento em BrOffice.org Writer 1 Índice I. INTRODUÇÃO...3 II. BARRA DE FERRAMENTAS...3 III. CONFIGURAR PÁGINA...4 1. Tamanho, Margens e Orientação...5 2. Cabeçalhos...6 3. Rodapés...6 4. Numerando

Leia mais

ÍNDICE Parte I Instalação do Software Tela Laje IBTS v. 5.0 Parte II Registro para Utilização do Software Tela Laje IBTS v 5.0

ÍNDICE Parte I Instalação do Software Tela Laje IBTS v. 5.0 Parte II Registro para Utilização do Software Tela Laje IBTS v 5.0 ÍNDICE Parte I Instalação do Software Tela Laje IBTS v. 5.0... 4 1 Configurações mínimas para o funcionamento do software... 4 2 Instalar o software... 5 3 Desinstalar o software... 5 Parte II Registro

Leia mais

1. Introdução a Microsoft Excel

1. Introdução a Microsoft Excel Introdução a Microsoft Excel 1. Introdução a Microsoft Excel 1.1. O que é Microsoft Excel Microsoft Excel é um software de planilha eletrônica produzido pela Microsoft Corporation, para o sistema operacional

Leia mais

Estatística no EXCEL

Estatística no EXCEL Estatística no EXCEL Prof. Ms. Osorio Moreira Couto Junior 1. Ferramentas... 2 2. Planilha de dados... 3 2.1. Introdução... 3 2.2. Formatação de células... 4 2.3. Inserir ou Excluir Linhas e Colunas...

Leia mais

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA LEIAME APRESENTAÇÃO Nenhuma informação do TUTORIAL DO MICRO- SOFT OFFICE WORD 2003 poderá ser copiada, movida ou modificada sem autorização prévia e escrita do Programador Roberto Oliveira Cunha. Programador:

Leia mais

CADERNOS DE INFORMÁTICA Nº 1. Fundamentos de Informática I - Word 2010. Sumário

CADERNOS DE INFORMÁTICA Nº 1. Fundamentos de Informática I - Word 2010. Sumário CADERNO DE INFORMÁTICA FACITA Faculdade de Itápolis Aplicativos Editores de Texto WORD 2007/2010 Sumário Editor de texto... 3 Iniciando Microsoft Word... 4 Fichários:... 4 Atalhos... 5 Área de Trabalho:

Leia mais

Capítulo 1. Guia de Início Rápido. Você vai aprender a programar a sua primeira reunião em 5 passos fáceis.

Capítulo 1. Guia de Início Rápido. Você vai aprender a programar a sua primeira reunião em 5 passos fáceis. Capítulo 1 Guia de Início Rápido Você vai aprender a programar a sua primeira reunião em 5 passos fáceis. PRIMEIRO PASSO: Entrando no ClaireMeeting Use o seu navegador e acesse: http://www.clairemeeting4.com.br

Leia mais

Manual de Formatação de Tabelas, Figuras e Gráficos para Envio de Artigos à Revista ABC

Manual de Formatação de Tabelas, Figuras e Gráficos para Envio de Artigos à Revista ABC Manual de Formatação de Tabelas, Figuras e Gráficos para Envio de Artigos à Revista ABC Sumário 1. Formatação de Tabelas... 03 2. Formatação de Figuras... 03 3. Formatação de Gráficos... 04 4. Anexo 1

Leia mais

Microsoft PowerPoint XP. Módulo I I

Microsoft PowerPoint XP. Módulo I I FUNCICI MG ESCOLA TÉCNICA DE FORMAÇÃO GERENCIAL DE CONTAGEM CURSO TÉCNICO AMBIENTAL E DE SEGURANÇA APOSTILA BÁSICA: Microsoft PowerPoint XP Módulo I I Elaborada por: Walter Santos 2007 2 S U M Á R I O

Leia mais

Diagrama de fluxo de dados na Plataforma Vicon SAGA. Terminologias de bancos de dados: Banco de Dados, Tabela, Campos, Registros

Diagrama de fluxo de dados na Plataforma Vicon SAGA. Terminologias de bancos de dados: Banco de Dados, Tabela, Campos, Registros Exercício Objetivo Aplicativo Exercício para ambientação com Sistemas de Informação e Bancos de Dados. O usuário criará modelará um banco de dados aplicado ao contexto de desastres; realizará cadastros

Leia mais

Amostra OpenOffice.org 2.0 Writer SUMÁRIO

Amostra OpenOffice.org 2.0 Writer SUMÁRIO Amostra OpenOffice.org 2.0 Writer SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 2. INSERIR TEXTO 3. SALVAR UM DOCUMENTO 4. FECHAR UM DOCUMENTO 5. INICIAR UM NOVO DOCUMENTO 6. ABRIR UM DOCUMENTO 7. SELECIONAR TEXTO 8. RECORTAR,

Leia mais

SOFTWARE PARA BALANCEAMENTO EM UM E DOIS PLANOS NK780

SOFTWARE PARA BALANCEAMENTO EM UM E DOIS PLANOS NK780 SOFTWARE PARA BALANCEAMENTO EM UM E DOIS PLANOS NK780 MANUAL DE INSTRUÇÃO E OPERAÇÃO TEKNIKAO ÍNDICE CONECTORES DA INTERFACE... 3 SENSOR ÓPTICO... 3 SOFTWARE PARA BALANCEAMENTO NK780... 5 INSTALANDO O

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA. Manual do Moodle- Sala virtual

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA. Manual do Moodle- Sala virtual UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA Manual do Moodle- Sala virtual UNIFAP MACAPÁ-AP 2012 S U M Á R I O 1 Tela de Login...3 2 Tela Meus

Leia mais

Notas de Aula AutoCad Prof. Sérgio Viana

Notas de Aula AutoCad Prof. Sérgio Viana Área de Trabalho Juntamente com a área de trabalho, poderão estar abertas algumas barras de ferramentas nas laterais da tela, que servem de suporte ai desenho. Janelas de Comandos Figura 1 Área de trabalho

Leia mais

Professor Paulo Lorini Najar

Professor Paulo Lorini Najar Microsoft PowerPoint O Microsoft PowerPoint é uma ferramenta ou gerador de apresentações, palestras, workshops, campanhas publicitárias, utilizados por vários profissionais, entre eles executivos, publicitários,

Leia mais

Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa dos Santos Schmid WORD 2007

Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa dos Santos Schmid WORD 2007 WORD 2007 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE TECNOLOGIA Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa

Leia mais

Microsoft Office Excel

Microsoft Office Excel 1 Microsoft Office Excel Introdução ao Excel Um dos programas mais úteis em um escritório é, sem dúvida, o Microsoft Excel. Ele é uma planilha eletrônica que permite tabelar dados, organizar formulários,

Leia mais

Migrando para o Word 2010

Migrando para o Word 2010 Neste guia O Microsoft Word 2010 está com visual bem diferente, por isso, criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Leia-o para saber as partes principais da nova interface,

Leia mais

MANUAL SICCL SQL SRTVS 701 Bloco O Ed. MultiEmpresarial Sala 804 Brasília/DF CEP 70340-000 Fone/Fax: (061) 3212-6700 E-mail: implanta@conselhos.com.

MANUAL SICCL SQL SRTVS 701 Bloco O Ed. MultiEmpresarial Sala 804 Brasília/DF CEP 70340-000 Fone/Fax: (061) 3212-6700 E-mail: implanta@conselhos.com. MANUAL SICCL SQL ÍNDICE ACESSANDO O SISTEMA SG - COMPRAS E CONTRATOS... 3 ATENDENDO SOLICITAÇÕES DE ITENS E SERVIÇOS... 5 VERIFICANDO A DISPONIBILIDADE DE RECURSOS... 7 ATENDER SOLICITAÇÕES COM PROCESSO

Leia mais

MAIS CONTROLE SOFTWARE Controle Financeiro / Fluxo de Caixa (MCS Versão 2.01.99) Índice

MAIS CONTROLE SOFTWARE Controle Financeiro / Fluxo de Caixa (MCS Versão 2.01.99) Índice Item MAIS CONTROLE SOFTWARE Controle Financeiro / Fluxo de Caixa (MCS Versão 2.01.99) Índice Página 1.Apresentação... 4 2.Funcionamento Básico... 4 3.Instalando o MCS... 4, 5, 6 4.Utilizando o MCS Identificando

Leia mais

Microsoft Excel XP. Módulo I I

Microsoft Excel XP. Módulo I I FUNCICI MG ESCOLA TÉCNICA DE FORMAÇÃO GERENCIAL DE CONTAGEM CURSO TÉCNICO AMBIENTAL E DE SEGURANÇA APOSTILA: Microsoft Excel XP Módulo I I Elaborada por: Walter Santos 2006 1 S U M Á R I O 1. Introdução:...

Leia mais

RESPOSTAS DAS QUESTÕES ANULADAS OU COM MUDANÇA DE GABARITO

RESPOSTAS DAS QUESTÕES ANULADAS OU COM MUDANÇA DE GABARITO RESPOSTAS DAS QUESTÕES ANULADAS OU COM MUDANÇA DE GABARITO CARGO: ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO - PROVA DE MATEMÁTICA: Questão 23: Não ficou explícito, no comando da questão O número de possibilidades de

Leia mais

4 - Layout de Mapas no QGIS 2.0

4 - Layout de Mapas no QGIS 2.0 UPE Campus III Petrolina 4 - Layout de Mapas no QGIS 2.0 GT-Paisagem Prof. Dr. Lucas Costa de Souza Cavalcanti 1 INTRODUÇÃO Este tutorial ensina como elaborar o layout de mapas no QGIS 2.0. O layout é

Leia mais

APOSTILA DE INFORMÁTICA MICROSOFT WORD 2012

APOSTILA DE INFORMÁTICA MICROSOFT WORD 2012 APOSTILA DE INFORMÁTICA MICROSOFT WORD 2012 Profa Responsável Fabiana P. Masson Caravieri SUMÁRIO 1. MICROSOFT WORD 2010.... 3 1.1 INICIANDO O WORD 2010.... 3 2. Pagina Inicial.... 6 2.1 Aba arquivo...

Leia mais

MICROSOFT OFFICE WORD2000 INTERMEDIÁRIO

MICROSOFT OFFICE WORD2000 INTERMEDIÁRIO MICROSOFT OFFICE WORD2000 INTERMEDIÁRIO Atualização 01/10/2001 2 Objetivo Este treinamento é dirigido a pessoas que desejam aprender como aplicar e criar estilos; criar e formatar tabelas; adicionar formatações

Leia mais

DESENHO TÉCNICO. Apresentar de forma sintética, as normas e convenções usuais referente às

DESENHO TÉCNICO. Apresentar de forma sintética, as normas e convenções usuais referente às CURSO: DESIGN DE INTERIORES DISCIPLINA: DESENHO TÉCNICO E ARQUITETÔNICO TURNO: Manhã / Noite PERÍODO: 1º PROFESSORAS: Dodora DESENHO TÉCNICO Dimensões de papéis para desenhos técnicos: Objetivo: pranchas

Leia mais

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DA BAHIA

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DA BAHIA CALC para Windows OpenOffice.org 3.0: Manual do usuário A sua Planilha de Cálculos SUMÁRIO Introdução...3 Apresentando o OpenOffice.org Calc 3.0...4 Iniciando o Calc 3.0...4 Componentes Básicos da janela

Leia mais

CADASTRO DE OBRAS E PROJETOS DE ENGENHARIA

CADASTRO DE OBRAS E PROJETOS DE ENGENHARIA CADASTRO DE OBRAS E PROJETOS DE ENGENHARIA SET 2014 2 INTRODUÇÃO Este manual objetiva orientar os servidores no processo do cadastro de projetos no Sistema Channel para viabilizar o acompanhamento físico-financeiro

Leia mais

FEMA Fundação Educacional Machado de Assis INFORMÁTICA Técnico em Segurança do Trabalho P OW ERPOI NT. Escola Técnica Machado de Assis Imprensa

FEMA Fundação Educacional Machado de Assis INFORMÁTICA Técnico em Segurança do Trabalho P OW ERPOI NT. Escola Técnica Machado de Assis Imprensa P OW ERPOI NT 1 INTRODUÇÃO... 3 1. Iniciando o PowerPoint... 3 2. Assistente de AutoConteúdo... 4 3. Modelo... 5 4. Iniciar uma apresentação em branco... 6 5. Modo de Exibição... 6 6. Slide Mestre... 7

Leia mais

1 Fluxo de trabalho de desenho de quadros estruturais

1 Fluxo de trabalho de desenho de quadros estruturais Lição 1 Fluxo de trabalho de desenho de quadros estruturais Visão geral do fluxo de trabalho de desenho de quadro estrutural Você pode criar segmentos de caminho e quadros estruturais usando o aplicativo

Leia mais

UTILIZANDO RECURSOS E ATIVIDADES NO MOODLE

UTILIZANDO RECURSOS E ATIVIDADES NO MOODLE UTILIZANDO RECURSOS E ATIVIDADES NO MOODLE Luanna Azevedo Cruz Polyana Ribas Bernardes 2015 2015 1. INTRODUÇÃO Para utilizar as funcionalidades acesse o Moodle: http://moodle.ead.ufvjm.edu.br/ e clique

Leia mais

APOSTILA V DAC. Ferramentas Importantes

APOSTILA V DAC. Ferramentas Importantes APOSTILA V DAC Ferramentas Importantes FERRAMENTAS IMPORTANTES PARA A EXECUÇÃO DE UM DESENHO A importância do ZOOM A sintaxe do comando ZOOM permite selecionar um dos diferentes tipos de zoom, conforme

Leia mais

CEFET-SC - Un. São Jojé Área de Refrigeração e Ar Condicionado Prof. Gilson - Desenho Técnico com Auxílio do AutoCAD 2007

CEFET-SC - Un. São Jojé Área de Refrigeração e Ar Condicionado Prof. Gilson - Desenho Técnico com Auxílio do AutoCAD 2007 Esta é a nossa 7ª Aula. Nesta aula vamos aprender a usar o comando Hachura e criar um estilo de contagem adequado ao desenho arquitetônico. Ao completar então a nossa planta baixa conforme recomendações

Leia mais

1- Tela inicial do AUTOCAD 2013

1- Tela inicial do AUTOCAD 2013 1- Tela inicial do AUTOCAD 2013 2- Clique em NOVO 3- Para mudar a cor do fundo digite OP (de options): Se quiser veja o vídeo ilustrativo desse procedimento: http://www.youtube.com/watch?v=g7kig_yhpx4

Leia mais

Word 2007. Enviado por: Reginaldo José da Silva

Word 2007. Enviado por: Reginaldo José da Silva Word 2007 Enviado por: Reginaldo José da Silva O que há de novo no Microsoft Office Word 2007 O Microsoft Office Word 2007 ajuda-o a produzir documentos com aparência profissional oferecendo um conjunto

Leia mais

Prefeitura de Volta Redonda Secretaria Municipal de Educação Departamento Pedagógico Núcleo de Tecnologia Educacional Volta Redonda NTM

Prefeitura de Volta Redonda Secretaria Municipal de Educação Departamento Pedagógico Núcleo de Tecnologia Educacional Volta Redonda NTM Prefeitura de Volta Redonda Departamento Pedagógico NTM Planilha Eletrônica Prefeitura de Volta Redonda Departamento Pedagógico NTM Prefeitura de Volta Redonda Departamento Pedagógico NTM Coloque seus

Leia mais

TÉCNICAS DE CAD PARA ENGENHARIA CIVIL AULA 6

TÉCNICAS DE CAD PARA ENGENHARIA CIVIL AULA 6 TÉCNICAS DE CAD PARA ENGENHARIA CIVIL AULA 6 1. USO DE DIMENSÕES (COTAS) 2. INCLUSÃO DE TEXTOS NO DESENHO 3. OBTENÇÃO DE ÁREAS EM UM DESENHO 1. USO DE DIMENSÕES (COTAS) Com o AutoCAD pode-se facilmente

Leia mais

UC-RAFE. Unidade de Coordenação da Reforma Administrativa e Financeira do Estado MANUAL DE FORMAÇÃO

UC-RAFE. Unidade de Coordenação da Reforma Administrativa e Financeira do Estado MANUAL DE FORMAÇÃO UC-RAFE Unidade de Coordenação da Reforma Administrativa e Financeira do Estado MANUAL DE FORMAÇÃO Praia, Junho 2000 Índice CAPÍTULO 1 - GERENCIANDO FICHEIROS E PASTAS DE TRABALHO 6 CRIANDO OU ABRINDO

Leia mais

Verifique se o Plugin do Flash Player está instalado no seu computador para a navegação adequada no portal.

Verifique se o Plugin do Flash Player está instalado no seu computador para a navegação adequada no portal. 1 Tutorial: Blogs no Clickideia Introdução Esse tutorial mostrará as funções básicas da ferramenta de Blog do Portal Educacional Clickideia. Ele foi elaborado pensando em diferentes níveis de usuários

Leia mais

DATAGEOSIS EDUCACIONAL 2005

DATAGEOSIS EDUCACIONAL 2005 DATAGEOSIS EDUCACIONAL 2005 GUIA DE USO Aula 2 1. Abra o aplicativo clicando no atalho na área de trabalho. 2. Clique no botão Novo projeto ou clique o comando - (ctrl + N). 3. NA janela DADOS DO PROJETO,

Leia mais

ÍNDICE. Tela de Configuração...03. Dados de Etiqueta...04. Configuração da Impressora...05. Configuração do Papel...06. Itens para Inserção...

ÍNDICE. Tela de Configuração...03. Dados de Etiqueta...04. Configuração da Impressora...05. Configuração do Papel...06. Itens para Inserção... Layout de Etiquetas ÍNDICE Tela de Configuração...03 Dados de Etiqueta...04 Configuração da Impressora...05 Configuração do Papel...06 Itens para Inserção...07 Recursos...08 Configurações dos Itens Selecionados...09

Leia mais

Manual de Publicação Wordpress

Manual de Publicação Wordpress Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual de Publicação Wordpress Núcleo de Tecnologia da Informação - UFMS Maurílio Mussi Montanha 2014 Sumário 1 Introdução... 3 2 ACESSO À INTERFACE

Leia mais

OpenOffice Calc Aula 4

OpenOffice Calc Aula 4 OpenOffice Calc Aula 4 Objetivos: Apresentar a criação de um gráfico no CALC, a partir dos dados em uma planilha Apresentar os diversos tipos de gráficos e suas aplicações (gráfico de coluna, de linha,

Leia mais

LGTi Tecnologia. Manual - Outlook Web App. Soluções Inteligentes. Siner Engenharia

LGTi Tecnologia. Manual - Outlook Web App. Soluções Inteligentes. Siner Engenharia LGTi Tecnologia Soluções Inteligentes Manual - Outlook Web App Siner Engenharia Sumário Acessando o Outlook Web App (Webmail)... 3 Email no Outlook Web App... 5 Criar uma nova mensagem... 6 Trabalhando

Leia mais

Opções avançadas. Imprimindo páginas de separação. Impressora a laser Phaser 5500. Este tópico inclui:

Opções avançadas. Imprimindo páginas de separação. Impressora a laser Phaser 5500. Este tópico inclui: Opções avançadas Este tópico inclui: "Imprimindo páginas de separação" na página 2-68 "Imprimindo várias páginas em uma única folha de papel (várias em 1)" na página 2-69 "Imprimindo livretos" na página

Leia mais

Treinamento IDCad 2015

Treinamento IDCad 2015 Treinamento IDCad 2015 Carregar IDCad Instalando e configurando o IDCad 2015 (Ver guia de Instalação). Abrindo o IDCad 2015. Criando parede inicial. Desenhar paredes comandos (PARE, PARD, PARC). Executar

Leia mais

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/35 LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS No Microsoft Office Word 2007 é possível automatizar tarefas usadas frequentemente criando

Leia mais

Sumário. 1. Instalando a Chave de Proteção 3. 2. Novas características da versão 1.3.8 3. 3. Instalando o PhotoFacil Álbum 4

Sumário. 1. Instalando a Chave de Proteção 3. 2. Novas características da versão 1.3.8 3. 3. Instalando o PhotoFacil Álbum 4 1 Sumário 1. Instalando a Chave de Proteção 3 2. Novas características da versão 1.3.8 3 3. Instalando o PhotoFacil Álbum 4 4. Executando o PhotoFacil Álbum 9 3.1. Verificação da Chave 9 3.1.1. Erro 0001-7

Leia mais

Criar um convite. Michaela Maginot. Sobre o autor

Criar um convite. Michaela Maginot. Sobre o autor Criar um convite Michaela Maginot Sobre o autor Michaela Maginot mora em Unterhaching, na Alemanha, perto de Munique. Ela formou-se em moda e design gráfico na Deutschen Meisterschule für Mode (Escola

Leia mais

Como criar um blog. Será aberta uma janela onde você deverá especificar o título do blog, o endereço do blog, e o modelo.

Como criar um blog. Será aberta uma janela onde você deverá especificar o título do blog, o endereço do blog, e o modelo. Como criar um blog Criando o blog Vá em www.blogger.com. Entre com sua conta google (a mesma que você usa para acessar o gmail). Escolha um perfil. Na página seguinte, clique no botão novo blog. Será aberta

Leia mais

Para o OpenOffice Impress, assim como para vários softwares de apresentação, uma apresentação é um conjunto de slides.

Para o OpenOffice Impress, assim como para vários softwares de apresentação, uma apresentação é um conjunto de slides. OPENOFFICE IMPRESS 1. O QUE É UMA APRESENTAÇÃO Para o OpenOffice Impress, assim como para vários softwares de apresentação, uma apresentação é um conjunto de slides. Em cada slide podemos ter vários elementos

Leia mais

Perguntas mais Frequentes sobre Escalas no AutoCAD e suas Respostas

Perguntas mais Frequentes sobre Escalas no AutoCAD e suas Respostas Perguntas mais Frequentes sobre Escalas no AutoCAD e suas Respostas Cleber Reis Professor de AutoCAD 2D e 3D AC5904-V Compreender as escalas no AutoCAD pode parecer uma tarefa difícil, mas não é. Qual

Leia mais

Introdução ao Epi Info - Versão Windows

Introdução ao Epi Info - Versão Windows Universidade de São Paulo/Faculdade de Saúde Pública Curso de Saúde Pública Disciplina: HEP 147 - Informática Introdução ao Epi Info - Versão Windows Apresentação do Software Criar Ficha (Make View) Cria

Leia mais

Manual de Utilizador. Caderno. Recursos da Unidade Curricular. Gabinete de Ensino à Distância do IPP. http://eweb.ipportalegre.pt. ged@ipportalegre.

Manual de Utilizador. Caderno. Recursos da Unidade Curricular. Gabinete de Ensino à Distância do IPP. http://eweb.ipportalegre.pt. ged@ipportalegre. Manual de Utilizador Caderno Recursos da Unidade Curricular Gabinete de Ensino à Distância do IPP http://eweb.ipportalegre.pt ged@ipportalegre.pt Índice RECURSOS... 1 ADICIONAR E CONFIGURAR RECURSOS...

Leia mais

O EDITOR DE APRESENTAÇÕES POWER POINT

O EDITOR DE APRESENTAÇÕES POWER POINT O EDITOR DE APRESENTAÇÕES POWER POINT O Power Point é um poderoso editor de apresentações muito utilizado quando for preciso fazer a exibição de trabalhos, projetos, aulas e afins em slides coloridos e

Leia mais

Word e Excel. Marque Certo ou Errado

Word e Excel. Marque Certo ou Errado A figura acima mostra uma janela do Word 2002, com um texto em processo de edição. Nesse texto, a expressão União Européia é o único trecho formatado como negrito e a palavra continente está selecionada.

Leia mais

Aprendendo Corel Draw 2

Aprendendo Corel Draw 2 ÍNDICE Introdução Ferramentas do Trabalhando com cores Trabalhando com objetos Transformando objetos desenhados Clonagem de objetos Formatando objetos Preenchimentos e Contornos Preenchimento Gradiente

Leia mais

TRANSIÇÕES, ZOOMS E PANORÂMICAS, TEXTO, MÚSICA

TRANSIÇÕES, ZOOMS E PANORÂMICAS, TEXTO, MÚSICA TRANSIÇÕES, ZOOMS E PANORÂMICAS, TEXTO, MÚSICA 1) TRANSIÇÕES Após ter colocado todos os objetos visuais no Vídeo 1A, volte à linha do tempo e arraste cada uma das imagens no Vídeo 1A para o Vídeo 1B. Quando

Leia mais

Lync Acessando o Lync Web App

Lync Acessando o Lync Web App Lync Acessando o Lync Web App Saiba como ingressar em uma reunião, quais são os recursos disponíveis, as configurações e conheça o layout do Lync Web App. Sumário Lync Web App... 1 Ingressar em uma Reunião

Leia mais

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de código de barras e separação de documentos

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de código de barras e separação de documentos Este procedimento corresponde ao fluxo de trabalho de Indexação de código de barras e de separação de documentos no programa de treinamento do Capture Pro Software. As etapas do procedimento encontram-se

Leia mais

Alguns truques do Excel. 1- Títulos com inclinação. 2- Preencha automaticamente células em branco

Alguns truques do Excel. 1- Títulos com inclinação. 2- Preencha automaticamente células em branco Alguns truques do Excel 1- Títulos com inclinação No Excel é possível colocar o conteúdo das células na vertical. Para além disto, pode-se escolher o grau de inclinação. Para isto, seleccione as células

Leia mais

Treinamento Outlook Express

Treinamento Outlook Express Ministério da Saúde Secretaria Executiva Departamento de Informática do SUS Treinamento Outlook Express Série A. Normas e Manuais Técnicos Brasília DF 2003 1 2003. Ministério da Saúde. É permitida a reprodução

Leia mais

Astra ThinClient Manual de Configuração

Astra ThinClient Manual de Configuração 2011 www.astralab.com.br Astra ThinClient Manual de Configuração Guia para configuração do software Astra ThinClient. Equipe Documentação Astra AstraLab 20/07/2011 1 Sumário Configurando padrões... 3 Configurando

Leia mais

Capítulo 6 Introdução aos Estilos

Capítulo 6 Introdução aos Estilos Guia do Writer Capítulo 6 Estilos de Parágrafo, Página, Caractere e Lista Direitos Autorais Este documento é protegido por Copyright 2010 por seus contribuidores listados abaixo. Você pode distribuir e/ou

Leia mais

Execução de caracter para escrita em desenho técnico NBR 8402 Aplicação de linhas em desenhos - Tipos de linhas - Larguras das linhas NBR 8403

Execução de caracter para escrita em desenho técnico NBR 8402 Aplicação de linhas em desenhos - Tipos de linhas - Larguras das linhas NBR 8403 Execução de caracter para escrita em desenho técnico NBR 8402 Aplicação de linhas em desenhos - Tipos de Execução de caracter para escrita em desenho técnico - NBR 8402 Execução de caracter para escrita

Leia mais

Instituto Politécnico de Tomar Escola Superior de Tecnologia de Abrantes Curso Superior de Comunicação Social. Exercicio Nº 4 de Word

Instituto Politécnico de Tomar Escola Superior de Tecnologia de Abrantes Curso Superior de Comunicação Social. Exercicio Nº 4 de Word Instituto Politécnico de Tomar Escola Superior de Tecnologia de Abrantes Curso Superior de Comunicação Social Exercicio Nº 4 de Word Objectivo específico: Estilos, Tipos de letra, Colunas, Capitular. Numa

Leia mais

MANUAL DE POWERPOINT 2007

MANUAL DE POWERPOINT 2007 MANUAL DE POWERPOINT 2007 ICSF INFORMÁTICA, CONTABILIDADE, SERVIÇOS E FORMAÇÃO, LDA CALDAS DA RAINHA ANO 2010 Sumário Introdução... 4 Tela do PowerPoint... 4 Elementos da Tela do PowerPoint... 4 Criar

Leia mais

Apresentar uma ideia ou um material didático. É importante notar que quando se faz uma apresentação o conteúdo deve ser o foco central de atenção.

Apresentar uma ideia ou um material didático. É importante notar que quando se faz uma apresentação o conteúdo deve ser o foco central de atenção. Introdução O PowerPoint é um programa componente da suíte Office da Microsoft. Permite a criação e exibição de apresentações cujo objetivo é informar sobre um determinado tema, serviço ou produto, possibilitando

Leia mais

LIVRO DE WORD 2010. 1º edição. Governador Celso Ramos

LIVRO DE WORD 2010. 1º edição. Governador Celso Ramos DRUCILA GRAMANI LIVRO DE WORD 2010 1º edição Governador Celso Ramos 1 P á g i n a 2 P á g i n a Índice O que é o Word?... 5 Criar um novo documento... 5 Iniciando um texto... 7 Ajustar o espaçamento de

Leia mais

Dialux evo Cálculo de Iluminação artificial para ambientes

Dialux evo Cálculo de Iluminação artificial para ambientes Dialux evo Cálculo de Iluminação artificial para ambientes Esse guia de prático de acompanhamento e consulta visa balizar as aulas apresentadas através das vídeo aulas. É fundamental que você assista em

Leia mais

APOSTILA ZELIO SOFT 2

APOSTILA ZELIO SOFT 2 APOSTILA ZELIO SOFT 2 Prof. Maycon Max Kopelvski Fev/2010 rev.01 Página 1 de 20 1) Clique no ícone para abrir o programa Zelio Soft 2 2) Abrirá a tela inicial do Programa: Clique em Criar um novo programa.

Leia mais

Aula 8 POWER POINT. Patrícia Soares de Lima. META Aprender a utilizar o Power Point como ferramenta pedagógica nas aulas de Química.

Aula 8 POWER POINT. Patrícia Soares de Lima. META Aprender a utilizar o Power Point como ferramenta pedagógica nas aulas de Química. Aula 8 POWER POINT META Aprender a utilizar o Power Point como ferramenta pedagógica nas aulas de Química. OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá: Discutir, de forma breve, a utilização deste software

Leia mais

Primeiros passos das Planilhas de Obra v2.6

Primeiros passos das Planilhas de Obra v2.6 Primeiros passos das Planilhas de Obra v2.6 Instalação, configuração e primeiros passos para uso das planilhas de obra Elaborado pela Equipe Planilhas de Obra.com Conteúdo 1. Preparar inicialização das

Leia mais

PowerPoint 2003. Operações básicas, criação de uma apresentação, edição e formatação, inserção de gráficos e desenhos

PowerPoint 2003. Operações básicas, criação de uma apresentação, edição e formatação, inserção de gráficos e desenhos PowerPoint 2003 Operações básicas, criação de uma apresentação, edição e formatação, inserção de gráficos e desenhos Introdução Utilizamos o PowerPoint para serviços de criação de apresentações diversas.

Leia mais

NBR 8196 (Ago 1992) 2.7.2. Conceito Escala é a relação entre as medidas do desenho de um objeto e seu tamanho real:

NBR 8196 (Ago 1992) 2.7.2. Conceito Escala é a relação entre as medidas do desenho de um objeto e seu tamanho real: 2.7. ESCALAS NBR 8196 (Ago 1992) 2.7.1. OBJETIVO Fixa as condições exigíveis para o emprego de escalas e suas designações em desenho técnico e documentos semelhantes. 2.7.2. Conceito Escala é a relação

Leia mais

Ares Professional Layout Design

Ares Professional Layout Design Ares Professional Layout Design Manual Prático do Usuário Clique neste ícone para inserir um componente na planilha Depois clique aqui para escolher um componente a ser colocado na planilha Aparecerá esta

Leia mais

MICROSOFT EXCEL. Introdução:

MICROSOFT EXCEL. Introdução: Excel 7.0 MICROSOFT EXCEL Introdução: Uma planilha é simplesmente um conjunto de linhas e colunas, e cada junção de uma linha com uma coluna chama-se célula, que é a unidade básica da planilha, onde ficam

Leia mais

Universidade Federal do Espírito Santo

Universidade Federal do Espírito Santo Universidade Federal do Espírito Santo Núcleo de Tecnologia da Informação Gerenciamento do Conteúdo de Sítios Institucionais Versão 1.4 Atualizado em: 8/10/2015 Sumário Sumário................................................

Leia mais

Ferramentas de desenho

Ferramentas de desenho É na barra de desenho que estão localizadas as principais ferramentas de construção de figuras. Geralmente esta barra localiza-se na parte inferior do ambiente de trabalho. Se essa barra não estiver sendo

Leia mais

.Sumário. Capítulo I Visão geral do OpenOffice Calc

.Sumário. Capítulo I Visão geral do OpenOffice Calc .Sumário Capítulo I Visão geral do OpenOffice Calc 1 Iniciando o OpenOffice Calc 2 A tela do OpenOffice Calc 3 As Barras que aparecem na tela do OpenOffice Calc A Barra de Hiperlinks A Barra de Objetos

Leia mais

ESTUDANDO ESTATÍSTICA DESCRITIVA COM AUXÍLIO DO SOFTWARE CALC

ESTUDANDO ESTATÍSTICA DESCRITIVA COM AUXÍLIO DO SOFTWARE CALC DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO/GERÊNCIA DE PESQUISA PROJETO: TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA ESTUDANDO ESTATÍSTICA DESCRITIVA COM AUXÍLIO

Leia mais

OFICINA DE POWER POINT

OFICINA DE POWER POINT OFICINA DE POWER POINT Barra de Ferramentas Padrão Barra de Ferramentas Formatação Barra de Menus Modos de Visualização Painéis de Tarefas Barra de Ferramentas Desenho Profª. Maria Adelina Raupp Sganzerla

Leia mais

SUMÁRIO. Introdução 1

SUMÁRIO. Introdução 1 SUMÁRIO Introdução 1 Tela de Apresentação 1 Criando Figuras Simples 2 Linhas Curvas 3 Figuras Geométricas 4 Ferramenta Seleção 4 Desfazer e Repetir 4 Colorindo os Objetos 5 Ferramenta Zoom 5 Gravando,

Leia mais