ESCOLA ESTADUAL JOAQUIM GONÇALVES LEDO SIRLENE DE SOUZA B. DAS VIRGENS PROJETO: AMIGOS DO MEIO AMBIENTE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESCOLA ESTADUAL JOAQUIM GONÇALVES LEDO SIRLENE DE SOUZA B. DAS VIRGENS PROJETO: AMIGOS DO MEIO AMBIENTE"

Transcrição

1 ESCOLA ESTADUAL JOAQUIM GONÇALVES LEDO SIRLENE DE SOUZA B. DAS VIRGENS PROJETO: AMIGOS DO MEIO AMBIENTE IVINHEMA MS AGOSTO/2011

2 ESCOLA ESTADUAL JOAQUIM GONÇALVES LEDO SIRLENE DE SOUZA B. DAS VIRGENS PROJETO: AMIGOS DO MEIO AMBIENTE Projeto de Ensino e Extensão desenvolvido pela professora Sirlene de Souza B. Das Virgens juntamente com os alunos do 9º ano A do Ensino Fundamental do período vespertino da E.E. Joaquim Gonçalves Ledo Distrito de Amandina. IVINHEMA MS AGOSTO/2011

3 SUMÁRIO 1 IDENTIFICAÇÃO DEFINIÇÃO DO TEMA JUSTIFICATIVA OBJETIVOS CONTEÚDO DISCIPLINAS METODOLOGIA RECURSOS UTILIZADOS REGISTRO DO PROCESSO AVALIAÇÃO E RECURSOS DIVULGAÇÃO REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS... 09

4 1. Identificação Título do projeto: AMIGOS DO MEIO AMBIENTE Professoras responsáveis: Sirlene de Souza Benedito das Virgens Turno: Vespertino Instituição: Escola Estadual Joaquim Gonçalves Ledo Local: Distrito de Amandina Ivinhema MS Público alvo: Alunos do 9º ano A, vespertino. Número de alunos: aproximadamente 30 alunos 2. Definição do tema Este projeto chamar se á Amigos do meio ambiente e, envolverá a disciplina de Ciências e os alunos do 9º ano A do Ensino Fundamental do período vespertino. Abordar se á o tema Meio Ambiente, pois o mesmo encontra se seriamente ameaçado devido a ação inconsciente do ser humano, a cada dia que passa observa se mais e mais a destruição desse ambiente que esta se tornando Meio ambiente mesmo. Todos os dias presencia se noticiários destacando a destruição de alguns componente do Meio ambiente e, sendo assim tem se a consciência de que todos ou quase todos os problemas globais são resultantes da falta de ações locais, por falta do engajamento da sociedade. A terra é uma só, e todos nós dependemos de uma biosfera para preservarmos nossas vidas. Ainda assim, algumas comunidades e países pensam exclusivamente no seu usufruto sem se preocupar com os impactos que terá a Terra no futuro. 3 Justificativa Como mencionado na definição do tema acima, o Meio ambiente sofre constantemente os efeitos da ação humana inconsciente e, é um dever da escola conscientizar as novas gerações para que possam fazer uso consciente e racional dos recursos do meio ambiente, bem como, realizar a sua preservação. O projeto será desenvolvido na E.E. Joaquim Gonçalves Ledo, no distrito de Amandina que situa se a aproximadamente 25 Km do município de Ivinhema. Sendo assim a escola encontra se localizada em um distrito onde poucos tem acesso à informação e onde a coleta do lixo faz se apenas 1 (uma) vez por semana, neste local não existe coleta seletiva e tão pouco catadores que possam fazer uso do material reciclável, parte dos alunos da escola são do distrito e outra parte vem

5 dos assentamentos e fazendas localizadas ao redor do distrito. A escola atua como mantenedora e reprodutora de uma cultura que é predatória ao ambiente. Nesse caso, as reflexões que dão início à implementação da Educação Ambiental devem contemplar aspectos que não apenas possam gerar alternativas para a superação desse quadro, mas que o invertam, de modo a produzir conseqüências benéficas (ANDRADE, 2000), favorecendo a paulatina compreensão global da fundamental importância de todas as formas de vida coexistentes em nosso planeta, do meio em que estão inseridas, e o desenvolvimento do respeito mútuo entre todos os diferentes membros de nossa espécie (CURRIE, 1998). Portanto, a escola se apresenta como o melhor ambiente para implementar a consciência de preservação do meio. 4. Objetivo(s) Geral Conscientizar os alunos da E.E. Joaquim Gonçalves Ledo sobre a importância da preservação do meio ambiente. Específicos Espalhar latões para a coleta seletiva na escola; Fazer a separação de todo o lixo da escola; Realizar o recolhimento de pilhas e baterias; Realizar algumas oficinas sobre o meio ambiente com os alunos; Montar algumas peças teatrais abordando o meio ambiente; Mostrar que a reciclagem traz inúmeros benefícios para a sociedade, reduzindo o volume de lixo e ajudando a manter a cidade limpa, além de promover economia de matéria prima; 5 Conteúdo Meio ambiente 6 Disciplinas envolvidas Ciências

6 7 Metodologia/Procedimentos/Cronograma A metodologia consistirá em: Os alunos realizarão pesquisas na internet sobre o meio ambiente e, com a pesquisa construirão um relatório que deverá ser entregue à professora. Análise da realidade ambiental na comunidade na qual a escola está inserida feita por meio de pesquisas de campo, entrevistas e coletas de dados pelos próprios alunos com moradores do distrito. Um dos problemas que será identificado será em relação aos resíduos sólidos: LIXO. Para trabalhar essa questão, a escola mobilizará várias estratégias, dentre elas, distribuição de latas pela escola, separação do lixo, recolhimento de pilhas e baterias, entre outras. Não só a questão do lixo será analisada e modificada, mas também o desperdício dos recursos naturais; água, energia elétrica, papel, vidro e demais materiais recicláveis que hoje têm alternativas de utilização a partir da transformação dos mesmos. Serão realizadas algumas oficinas com os alunos, bem como, serão montados e apresentados algumas peças teatrais. O material plástico recolhido na escola e no distrito será enviado para um indústria de reciclagem e as pilhas e baterias serão enviadas para uma ONG que dará um destino final adequado para as mesmas. Se possível como resultado final do projeto será desenvolvido um documentário que descreverá todo o projeto e depoimentos dos alunos. 8 Recursos a serem utilizados (tecnológicos ou não) Sala de aula; Sala de tecnologias educacionais (STE); Movie Maker; Site Máquina digital; Data show; Impressora; Papel. 9 Registro do processo Fotos; Blog;

7 Orkut; Wikispaces. 10 Avaliação e Resultados esperados A avaliação consistirá no desempenho dos discentes no decorrer do projeto e, também será avaliado o impacto que o projeto causará na comunidade escolar. Como resultado espera se uma conscientização por parte dos alunos e da comunidade do distrito no que diz respeito ao Meio ambiente em que vivem. Como já mencionado, se possível tentar se á realizar um documentário como resultado final do projeto. 11. Divulgação / Socialização do Projeto realizado Blog; Orkut; Wikispaces; Jornal da Escola. 12. Referências Bibliográficas

ESCOLA ESTADUAL ANGELINA JAIME TEBET FAZENDO POP ARTE

ESCOLA ESTADUAL ANGELINA JAIME TEBET FAZENDO POP ARTE ESCOLA ESTADUAL ANGELINA JAIME TEBET FAZENDO POP ARTE IVINHEMA MS MAIO DE 2010 ESCOLA ESTADUAL ANGELINA JAIME TEBET FAZENDO POP ARTE Projeto de formação e ensino elaborado pelo professor da STE Ivair Ribeiro

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DR. JOSÉ MANOEL FONTANILLAS FRAGELLI. PROJETO Leitura para ser feita em casa

ESCOLA ESTADUAL DR. JOSÉ MANOEL FONTANILLAS FRAGELLI. PROJETO Leitura para ser feita em casa ESCOLA ESTADUAL DR. JOSÉ MANOEL FONTANILLAS FRAGELLI PROJETO Leitura para ser feita em casa... aprender não é um ato findo. Aprender é um exercício constante de renovação.... Paulo Freire ANGÉLICA MS ABRIL/MAIO

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE TRABALHOS INTERATIVOS DE CIÊNCIAS 2

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE TRABALHOS INTERATIVOS DE CIÊNCIAS 2 ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE TRABALHOS INTERATIVOS DE CIÊNCIAS 2 ANGÉLICA-MS MARÇO DE 2014 ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE TRABALHOS INTERATIVOS

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER. CmapTools

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER. CmapTools ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER CmapTools Angélica MS Junho/2010 ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER CmapTools Oficina de capacitação do Software CmapTools aos professores da Escola Estadual

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER INTEGRAÇÃO DO CANAL DA TV ESCOLA NAS PRÁTICAS DE ENSINO

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER INTEGRAÇÃO DO CANAL DA TV ESCOLA NAS PRÁTICAS DE ENSINO ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER INTEGRAÇÃO DO CANAL DA TV ESCOLA NAS PRÁTICAS DE ENSINO ANGÉLICA-MS ABRIL DE 2014 ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER INTEGRAÇÃO DO CANAL DA TV ESCOLA NAS PRÁTICAS

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL JOAQUIM GONÇALVES LEDO

ESCOLA ESTADUAL JOAQUIM GONÇALVES LEDO 1 ESCOLA ESTADUAL JOAQUIM GONÇALVES LEDO PROJETO INTERDISCIPLINAR AVALIAÇÃO CONTEXTUALIZADA BIMESTRAL IVINHEMA/MS - DISTRITO DE AMANDINA 2012 2 ESCOLA ESTADUAL JOAQUIM GONÇALVES LEDO PROJETO INTERDISCIPLINAR

Leia mais

E.E Zumbi dos Palmares. Jaraguari MS/2012. Professora Gerenciadora: Luzia Bento Soares. Turma: Alunos do Ensino Fundamental e Médio.

E.E Zumbi dos Palmares. Jaraguari MS/2012. Professora Gerenciadora: Luzia Bento Soares. Turma: Alunos do Ensino Fundamental e Médio. E.E Zumbi dos Palmares. Jaraguari MS/2012. Professora Gerenciadora: Luzia Bento Soares. Turma: Alunos do Ensino Fundamental e Médio. Conteúdos: O legado Cultural Grego e Romano. História da África e dos

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL REYNALDO MASSI INTEGRANDO AS TIC NA PRÁTICA PEDAGÓGICA

ESCOLA ESTADUAL REYNALDO MASSI INTEGRANDO AS TIC NA PRÁTICA PEDAGÓGICA ESCOLA ESTADUAL REYNALDO MASSI INTEGRANDO AS TIC NA PRÁTICA PEDAGÓGICA IVINHEMA - MS Maio de 2010 ESCOLA ESTADUAL REYNALDO MASSI INTEGRANDO AS TIC NA PRÁTICA PEDAGÓGICA Projeto elaborado pelos professores

Leia mais

mandamentos mandamentos do produtor de lixo

mandamentos mandamentos do produtor de lixo 10 mandamentos mandamentos do produtor de lixo 1 Reduzo o lixo que produzo Quando vou às compras, levo sacos reutilizáveis. Prefiro produtos concentrados, com pouca embalagem. Entrego os bens que já não

Leia mais

GT MEIO AMBIENTE DIALOGANDO COM O FUTURO. A importância da Educação Ambiental em Paraisópolis

GT MEIO AMBIENTE DIALOGANDO COM O FUTURO. A importância da Educação Ambiental em Paraisópolis GT MEIO AMBIENTE DIALOGANDO COM O FUTURO A importância da Educação Ambiental em Paraisópolis 31/mar/2016 Educação Ambiental Educação ambiental é busca da reflexão constante sobre o destino do homem face

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL. Edilimp Uma história de sucesso!

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL. Edilimp Uma história de sucesso! APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Edilimp Uma história de sucesso! Empresa brasileira, localizada em Arcoverde, desde 1996, a EDILIMP atua no mercado oferecendo soluções inovadoras em produtos de limpeza. Com

Leia mais

APRENDENDO COM O LUDO AÇÃO E RADICAL

APRENDENDO COM O LUDO AÇÃO E RADICAL ESCOLA ESTADUAL LUIS VAZ DE CAMÕES IPEZAL/ANGÉLICA- MS APRENDENDO COM O LUDO AÇÃO E RADICAL Ipezal/Angélica MS Abril 2012 ESCOLA ESTADUAL LUIS VAZ DE CAMÕES IPEZAL/ANGÉLICA- MS APRENDENDO COM O LUDO AÇÃO

Leia mais

A Produção Mais Limpa aplicada em uma pequena indústria do setor moveleiro: eficiência ambiental e econômica

A Produção Mais Limpa aplicada em uma pequena indústria do setor moveleiro: eficiência ambiental e econômica Serviço Público Federal Universidade Federal de Juiz de Fora Faculdade de Engenharia Departamento de Engenharia de Produção A Produção Mais Limpa aplicada em uma pequena indústria do setor moveleiro: eficiência

Leia mais

PROJETO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Associação Aquerê - APEMA

PROJETO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Associação Aquerê - APEMA PROJETO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Associação Aquerê - APEMA Resumo das ações realizadas em Maraú - BA Março, Abril e Maio e julho de 2016 Coordenação: Priscilla Valentim Educadora Ambiental: Manu Stucchi Atividades

Leia mais

Quadro político, jurídico e técnico da gestão de resíduos no Brasil

Quadro político, jurídico e técnico da gestão de resíduos no Brasil Quadro político, jurídico e técnico da gestão de resíduos no Brasil Introdução ao Brazil ~ 205 milhões de habitantes 5.565 municípios Área: 8.502.728,27 Km² ~15% da Água Potável do Planeta A maior biodiversidade

Leia mais

Logística Reversa no Brasil Cenário atual e futuro

Logística Reversa no Brasil Cenário atual e futuro Logística Reversa no Brasil Cenário atual e futuro M.Sc. Elcio Herbst SENAI - IST em Meio Ambiente e Química Política Nacional de Resíduos Sólidos Art. 33º - São obrigados a estruturar e implementar sistemas

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL JOAQUIM GONÇALVES LEDO RELEITURA DO CONTO CHAPEUZINHO VERMELHO IVINHEMA/MS - DISTRITO DE AMANDINA

ESCOLA ESTADUAL JOAQUIM GONÇALVES LEDO RELEITURA DO CONTO CHAPEUZINHO VERMELHO IVINHEMA/MS - DISTRITO DE AMANDINA 1 ESCOLA ESTADUAL JOAQUIM GONÇALVES LEDO RELEITURA DO CONTO CHAPEUZINHO VERMELHO IVINHEMA/MS - DISTRITO DE AMANDINA 2013 2 ESCOLA ESTADUAL JOAQUIM GONÇALVES LEDO PROJETO INTERDISCIPLINAR RELEITURA DO CONTO

Leia mais

Compras Sustentáveis

Compras Sustentáveis OBJETIVO ESTRATÉGICO DO SGAC Alcançar o Nível de Maturidade de uma Empresa de Classe Mundial Evento com Fornecedores dos Correios AÇÃO ESTRATÉGICA Implantar o modelo de gestão ambiental da empresa de acordo

Leia mais

Programa Sentidos Urbanos: patrimônio e cidadania

Programa Sentidos Urbanos: patrimônio e cidadania Casa do Patrimônio de Ouro Preto Programa Sentidos Urbanos: patrimônio e cidadania Simone Monteiro Silvestre Fernandes Escritório Técnico de Ouro Preto Superintendência do Iphan em Minas Gerais OURO PRETO

Leia mais

MANUAL DE APLICAÇÕES AUTOMOTIVO. Dimensionamento de Soluções de Limpeza Oficinas Mecânicas

MANUAL DE APLICAÇÕES AUTOMOTIVO. Dimensionamento de Soluções de Limpeza Oficinas Mecânicas MANUAL DE APLICAÇÕES AUTOMOTIVO Dimensionamento de Soluções de Limpeza Oficinas Mecânicas CANAIS DE NEGÓCIOS - KÄRCHER Agricultura Construção Hospitalidade Escritórios Cuidados com Saúde Varejistas BSC

Leia mais

Oficina: Propriedades dos materiais

Oficina: Propriedades dos materiais Oficina: Propriedades dos materiais Oficina de CN/EF Presencial e EAD Desde que acordamos até a hora que vamos dormir mexemos e utilizamos vários objetos para diferentes fins. Observe ao seu redor. Perceba

Leia mais

Procedimento de Limpeza Diária

Procedimento de Limpeza Diária Procedimento de Limpeza Diária Estamos relacionando abaixo o procedimento correto de limpeza diária para os plotters de impressão digital com cabeças micropiezo que utilizam tintas à base de solvente.

Leia mais

Plano de Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos no Município de Água-Grande-São Tomé

Plano de Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos no Município de Água-Grande-São Tomé Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Faculdade de Engenharias, Arquitetura e Urbanismo e Geografia Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Ambientais PGTA Wanderley Rodrigues de Carvalho

Leia mais

Projecto Prosepe Ciclo: Prevenção dos incêndios florestais pela educação 2014/15 Tema: Os incêndios florestais não queimam apenas árvores

Projecto Prosepe Ciclo: Prevenção dos incêndios florestais pela educação 2014/15 Tema: Os incêndios florestais não queimam apenas árvores Projecto Prosepe Ciclo: Prevenção dos incêndios florestais pela educação 2014/15 Tema: Os incêndios florestais não queimam apenas árvores Nome do Clube da Floresta: Os Palmeirinhas Nome da Escola: A preencher

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO DEPARTAMENTO DE ARTES E LIBRAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO DEPARTAMENTO DE ARTES E LIBRAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO DEPARTAMENTO DE ARTES E LIBRAS NORMATIVA PROVISÓRIA PARA UTILIZAÇÃO DO ACERVO, MÁQUINAS DE COSTURA E DA SALA LABORATÓRIO DE FIGURINOS.

Leia mais

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. Lei Nº / Decreto Nº 7.404/2010

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. Lei Nº / Decreto Nº 7.404/2010 MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS Lei Nº 12.305/2010 - Decreto Nº 7.404/2010 OS DOIS COMITÊS COMITÊ INTERMINISTERIAL C I (DECRETO Nº 7.404/2010) COMITÊ INTERMINISTERIAL

Leia mais

Cidreira tem cerca de 12 mil habitantes, e durante o verão chega a receber 500 mil pessoas. Fonte: Prefeitura Municipal de Cidreira

Cidreira tem cerca de 12 mil habitantes, e durante o verão chega a receber 500 mil pessoas. Fonte: Prefeitura Municipal de Cidreira Cidreira tem cerca de 12 mil habitantes, e durante o verão chega a receber 500 mil pessoas. Fonte: Prefeitura Municipal de Cidreira Parte desse número, 25%, é composto por moradores da região metropolitana,

Leia mais

Resíduos Eletroeletrônicos Consumo (In) Consciente

Resíduos Eletroeletrônicos Consumo (In) Consciente I Jornada Integrada de Meio Ambiente Resíduos Eletroeletrônicos Consumo (In) Consciente Carla Daniele Furtado MSc.Ciências Ambientais Tucuruí, Junho 2015 Equipamentos Eletro Eletrônicos Linha Branca: refrigeradores

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER. Projeto Khan Academy: plataforma educacional na construção da aprendizagem da Matemática

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER. Projeto Khan Academy: plataforma educacional na construção da aprendizagem da Matemática ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER Projeto Khan Academy: plataforma educacional na construção da aprendizagem da Matemática IVINHEMA-MS JUNHO/2016 ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER Projeto Khan

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL MARECHAL RONDON ANA PATRÍCIA PICOLO FÁBIO JOSÉ DE ARAUJO GIOVANA FERREIRA APRENDENDO GEOMETRIA PLANA E ESPACIAL COM AS TECNOLOGIAS

ESCOLA ESTADUAL MARECHAL RONDON ANA PATRÍCIA PICOLO FÁBIO JOSÉ DE ARAUJO GIOVANA FERREIRA APRENDENDO GEOMETRIA PLANA E ESPACIAL COM AS TECNOLOGIAS ESCOLA ESTADUAL MARECHAL RONDON ANA PATRÍCIA PICOLO FÁBIO JOSÉ DE ARAUJO GIOVANA FERREIRA APRENDENDO GEOMETRIA PLANA E ESPACIAL COM AS TECNOLOGIAS NOVA ANDRADINA - MS MAIO DE 2009 ESCOLA ESTADUAL MARECHAL

Leia mais

7º ano do Ensino Fundamental

7º ano do Ensino Fundamental 7º ano do Ensino Fundamental 8/5/2015 08:33:25-Informativo-CIRMEN-7 2 I. TEMA GERADOR A questão da água e suas dimensões na contemporaneidade II. SUBTEMA Consumos e sustentabilidade Uso consciente X desperdício

Leia mais

Universidade Federal de Santa Maria. I ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL Santa Maria - RS 25 a 27 de abril

Universidade Federal de Santa Maria. I ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL Santa Maria - RS 25 a 27 de abril Universidade Federal de Santa Maria I ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL Santa Maria - RS 25 a 27 de abril 2012 O presente documento tem por objetivo apresentar o I Encontro Nacional de

Leia mais

Licenciandos; 3 Coordenador. I Encontro de Sensibilização Ambiental do Lourdes Guilherme. Tema: Revitalização do espaço escolar e qualidade de vida

Licenciandos; 3 Coordenador. I Encontro de Sensibilização Ambiental do Lourdes Guilherme. Tema: Revitalização do espaço escolar e qualidade de vida MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) Subprojeto Biologia Carla Tatiane 1 ; Evanoel Nunes 2 ; Ivaneide Alves

Leia mais

TABELA A ATOS DOS TABELIÃES. Ato Emolumentos Emolumentos+ISSQN 01 ABERTURA DE FIRMA R$ 5,80 R$

TABELA A ATOS DOS TABELIÃES. Ato Emolumentos Emolumentos+ISSQN 01 ABERTURA DE FIRMA R$ 5,80 R$ TABELA A - 2013 ATOS DOS TABELIÃES 01 ABERTURA DE FIRMA R$ 5,80 R$ 5,97 02 ATAS NOTARIAIS 03 AUTENTICAÇÃO AUTENTICAÇÃO R$ 2,20 R$ 2,27 04 AVERBAÇÃO SEM VALOR DECLARADO R$ 10,10 R$ 05 BUSCA R$ 16,40 R$

Leia mais

Resíduos eletro-eletrônicos. Identificação de Gargalos e Oportunidades na Gestão Adequada

Resíduos eletro-eletrônicos. Identificação de Gargalos e Oportunidades na Gestão Adequada Resíduos eletro-eletrônicos Identificação de Gargalos e Oportunidades na Gestão Adequada Junho de 2009 Alguns Modelos utilizados no mundo: Modelo Responsabilidade ampliada do Produtor - responsabiliza

Leia mais

PROJETO: Projeto Juntando os Cacos :

PROJETO: Projeto Juntando os Cacos : ESCOLA ESTADUAL MARECHAL RONDON PROJETO: Projeto Juntando os Cacos : Produção e Divulgação de Textos, vídeos, entrevistas. Nova Andradina-MS Setembro de 2014 ESCOLA ESTADUAL MARECHAL RONDON PROJETO: Projeto

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO ESCOLA ESTADUAL MARECHAL RONDON NOVA ANDRADINA-MS

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO ESCOLA ESTADUAL MARECHAL RONDON NOVA ANDRADINA-MS R E.E. MARECHAL RONDON - NOVA ANDRADINA - ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO ESCOLA ESTADUAL MARECHAL RONDON NOVA ANDRADINA-MS O Folclore Brasileiro representado pelos alunos

Leia mais

A participação nesse tema deve ser individual pois deve ter uma contribuição por instituição/escola;

A participação nesse tema deve ser individual pois deve ter uma contribuição por instituição/escola; Tema 20 Autonomia e Colaboração no Mundo. Após o estudo do texto, contextualize as informações indicando três (03) ações ou sugestões para cada item a serem realizadas/sugeridas no seu trabalho de PROGETEC

Leia mais

Diretoria de Operação e Manutenção Gerência de Gestão do Sistema Subterrâneo Junho / 2015

Diretoria de Operação e Manutenção Gerência de Gestão do Sistema Subterrâneo Junho / 2015 CAPACITAÇÃO DE MÃO-DE-OBRA PARA IMPLANTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA SUBTERRÂNEA DE ENERGIA ELÉTRICA EM CENTROS URBANOS: ASPECTOS TÉCNICOS, AMBIENTAIS E ADMINISTRATIVOS 11ª Edição Redes Subterrâneas de Energia

Leia mais

FBN/SEBP-MT - CADASTRO DE BIBLIOTECA DE PUBLICAS

FBN/SEBP-MT - CADASTRO DE BIBLIOTECA DE PUBLICAS FBN/SEBP-MT - CADASTRO DE BIBLIOTECA DE PUBLICAS DADOS GERAIS Pessoa Jurídica Pessoa Física Inscrição Estadual Nome da Biblioteca: Nome Fantasia Natureza Jurídica Telefone Geral E-mail Geral Site Logim

Leia mais

QUEM É LISANE ANDRADE?

QUEM É LISANE ANDRADE? QUEM É LISANE ANDRADE? MBA em Marketing Digital. Trabalho com Marketing Digital há 4 anos. SEO, Links Patrocinados e Métricas da Órama. Ex-Seo do Comprafacil.com e de parceiros como Globo Marcas, Som Livre,

Leia mais

Série K CK-25 N CK-35 N CK-40 F CK-50 CK-60 F ECO-500 EXTRACTORES CENTRIFUGOS DE COZINHA. Exaustores de cozinha CK

Série K CK-25 N CK-35 N CK-40 F CK-50 CK-60 F ECO-500 EXTRACTORES CENTRIFUGOS DE COZINHA. Exaustores de cozinha CK EXTRACTORES CENTRIFUGOS DE COZINHA Série K CK-25 N CK-35 N CK-4 F CK-6 F Extractores centrífugos, com aparadeira recolhe gorduras incorporada, caudais até 625 m 3 /h em descarga livre, motor 23V-5Hz, Classe

Leia mais

CONSUMO URBANO E O DESCARTE FINAL DOS RESÍDUOS SÓLIDOS

CONSUMO URBANO E O DESCARTE FINAL DOS RESÍDUOS SÓLIDOS CONSUMO URBANO E O DESCARTE FINAL DOS RESÍDUOS SÓLIDOS Patrícia da Cruz Oliveira 1 1 INTRODUÇÃO O acelerado crescimento urbano das últimas décadas do século passado e início deste, traz algumas questões

Leia mais

Líder: Ana Carolina Freire RA: Organizador: Vanessa Rocha RA:

Líder: Ana Carolina Freire RA: Organizador: Vanessa Rocha RA: Líder: Ana Carolina Freire RA: 010522010 Organizador: Vanessa Rocha RA:007762013 Programador:Carlos Eduardo RA:027409 Construtor: Felipe Avilez RA:121908 Produtor:Carlos Eduardo RA:027409 O nosso objetivo

Leia mais

Cronograma da Semana Nacional da Ciência e Tecnologia UFMS Campus do Pantanal, Corumbá, MS Local, Auditório Salomão Baruki UFMS

Cronograma da Semana Nacional da Ciência e Tecnologia UFMS Campus do Pantanal, Corumbá, MS Local, Auditório Salomão Baruki UFMS I)CORUMBÁ Cronograma da Semana Nacional da Ciência e Tecnologia UFMS Campus do Pantanal, Corumbá, MS Local, Auditório Salomão Baruki UFMS 8:00-11:00 Abertura Palestrantes: Prof. Wilson de Melo (Diretor

Leia mais

Tema: Desenvolvimento sustentável, desafio para todos

Tema: Desenvolvimento sustentável, desafio para todos III Semana do Meio Ambiente Período: 4 a 6 de junho de 2012 Tema: Desenvolvimento sustentável, desafio para todos Inscrições e Credenciamento a partir dos dias 23, 24, 25 e 28/05 Local: Secretaria TURNO

Leia mais

FÓRUM LIXO & CIDADANIA RIO DE JANEIRO Os Rumos da Coleta Seletiva Boas Práticas e Indicadores de Sustentabilidade

FÓRUM LIXO & CIDADANIA RIO DE JANEIRO Os Rumos da Coleta Seletiva Boas Práticas e Indicadores de Sustentabilidade FÓRUM LIXO & CIDADANIA RIO DE JANEIRO Os Rumos da Coleta Seletiva Boas Práticas e Indicadores de Sustentabilidade AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO DAS ORGANIZAÇÕES DE CATADORES DOS MUNICÍPIOS DO RIO

Leia mais

Política Nacional de Resíduos Sólidos

Política Nacional de Resíduos Sólidos Política Nacional de Resíduos Sólidos O GPA NASCEU EM 1948. É A MAIOR EMPRESA VAREJISTA DO BRASIL E PERTENCE AO GRUPO CASINO, UM DOS LÍDERES MUNDIAIS NO VAREJO DE ALIMENTOS. Com 2.113 pontos de venda,

Leia mais

Curso: Centro Histórico de Natal e o Turismo Cultural. Curso: Ritmos Brasileiros. Curso: Coral Infantil. Profª Andréa Virgínia Freire Costa

Curso: Centro Histórico de Natal e o Turismo Cultural. Curso: Ritmos Brasileiros. Curso: Coral Infantil. Profª Andréa Virgínia Freire Costa Curso: Centro Histórico de Natal e o Turismo Cultural Profª Andréa Virgínia Freire Costa Local: sala de aula Dias: Segundas e quartas-feiras Hora: 8h às 10h Início: 10 de maio / Término: 09 de junho Público

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL NATHÉRCIA POMPEO DOS SANTOS RELATÓRIO DE AÇÕES ACERVO TECNOLÓGICO DA STE E RECURSOS MIDIÁTICOS DA UNIDADE ESCOLAR

ESCOLA ESTADUAL NATHÉRCIA POMPEO DOS SANTOS RELATÓRIO DE AÇÕES ACERVO TECNOLÓGICO DA STE E RECURSOS MIDIÁTICOS DA UNIDADE ESCOLAR ESCOLA ESTADUAL NATHÉRCIA POMPEO DOS SANTOS RELATÓRIO DE AÇÕES - 2016 ACERVO TECNOLÓGICO DA STE E RECURSOS MIDIÁTICOS DA UNIDADE ESCOLAR Corumbá MS/2016 IDENTIFICAÇÃO Diretor(a) Benedito Aparecido de Souza

Leia mais

Manufatura Reversa no Brasil NBR , Mercado e Perspectivas Marcus William Oliveira

Manufatura Reversa no Brasil NBR , Mercado e Perspectivas Marcus William Oliveira NBR 16.156, Mercado e Perspectivas Marcus William Oliveira Marcus William Oliveira Bio Biomédico, Mestre em Toxicologia e Análises Toxicológicas pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade

Leia mais

PRODUTOS INSERVÍVEIS DO PÓS CONSUMO Encaminhamento para os produtos que no final da vida útil tornam-se resíduos sólidos, devendo retornar a cadeia pr

PRODUTOS INSERVÍVEIS DO PÓS CONSUMO Encaminhamento para os produtos que no final da vida útil tornam-se resíduos sólidos, devendo retornar a cadeia pr POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS: principais avanços e gargalos Eng. Quím. Mário Kolberg Soares Junho/2016 PRODUTOS INSERVÍVEIS DO PÓS CONSUMO Encaminhamento para os produtos que no final da vida

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS CIÊNCIAS

LISTA DE EXERCÍCIOS CIÊNCIAS LISTA DE EXERCÍCIOS CIÊNCIAS P2-4º BIMESTRE 6º ANO FUNDAMENTAL II Aluno (a): Turno: Turma: Unidade Data: / /2016 HABILIDADES E COMPETÊNCIAS Identificar os principais poluentes atmosféricos; Identificar

Leia mais

Série K CK-25 N CK-35 N CK-40 F CK-50 CK-60 F ECO-500 EXTRACTORES CENTRIFUGOS DE COZINHA. Exaustores de cozinha CK

Série K CK-25 N CK-35 N CK-40 F CK-50 CK-60 F ECO-500 EXTRACTORES CENTRIFUGOS DE COZINHA. Exaustores de cozinha CK EXTRACTORES CENTRIFUGOS DE COZINHA Série K CK-25 N CK-35 N CK-4 F CK-6 F Extractores centrífugos, com aparadeira para recolha de gorduras incorporada, caudais até 625 m 3 /h em, motor 23V-5Hz, Classe II*,

Leia mais

Momentos. Os momentos bons da vida; Os momentos divididos em família;

Momentos. Os momentos bons da vida; Os momentos divididos em família; Momentos Os momentos bons da vida; Os momentos divididos em família; Os momentos em que nos reunimos para contar histórias, dividir experiências, emoções, sensações; Os momentos mais simples, mas que arrancam

Leia mais

HSA GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS CARACTERÍSTICAS DOS RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS

HSA GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS CARACTERÍSTICAS DOS RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS HSA 109 - GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS CARACTERÍSTICAS DOS RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS Profa. Wanda R. Günther CARACTERÍSTICAS DOS RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS FÍSICAS QUÍMICAS BIOLÓGICAS CARACTERÍSTICAS FÍSICAS

Leia mais

PALESTRA DE SENSIBILIZAÇÃO E FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES

PALESTRA DE SENSIBILIZAÇÃO E FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES PALESTRA DE SENSIBILIZAÇÃO E FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES Tema: Logística Reversa Lei 12.305/10 Local: CEIER - Centro Estadual Integrado de Educação Rural. Data do Evento: 08/10/2014 Horário: 19:00h às

Leia mais

RESUMO DE ATIVIDADES DE EXTENSÃO DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL Semestre 2016/2º

RESUMO DE ATIVIDADES DE EXTENSÃO DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL Semestre 2016/2º ESCOLA DE CIÊNCIAS DA SAÚDE Curso de Serviço Social RESUMO DE ATIVIDADES DE EXTENSÃO DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL Semestre 2016/2º Manaus Amazonas 2016/2º IDENTIFICAÇÃO Diretor Geral Marcelo José Frutuoso

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DR. JOSÉ MANOEL FONTANILLAS FRAGELLI MARIA DE FÁTIMA GONÇALVES DE LIMA MIGLIORANÇA. Projeto Movi Maker

ESCOLA ESTADUAL DR. JOSÉ MANOEL FONTANILLAS FRAGELLI MARIA DE FÁTIMA GONÇALVES DE LIMA MIGLIORANÇA. Projeto Movi Maker ESCOLA ESTADUAL DR. JOSÉ MANOEL FONTANILLAS FRAGELLI MARIA DE FÁTIMA GONÇALVES DE LIMA MIGLIORANÇA Projeto Movi Maker "Educar é estar mais atento às possibilidades do que aos limites".moran, J. M. ANGÉLICA/MS

Leia mais

SER PROFESSOR (A) AUTOR(A): uso e produção de material didático e tecnologias digitais.

SER PROFESSOR (A) AUTOR(A): uso e produção de material didático e tecnologias digitais. Editar este formulário SER PROFESSOR (A) AUTOR(A): uso e produção de material didático e tecnologias digitais. *Obrigatório Continuação do questionário Em que tipo de instituição você leciona? * Escola

Leia mais

ANHEMBI Pavilhão Oeste

ANHEMBI Pavilhão Oeste PATROCÍNIO: ARTE VISUAL ANHEMBI Pavilhão Oeste 18 A 20 DE DEZEMBRO SÃO PAULO BRASIL EXPO Catadores 2013 É um evento de negócios, troca de experiências, disseminação de conhecimentos e tecnologias para

Leia mais

CATÁLOGO DAS MÁQUINAS VARREDORAS

CATÁLOGO DAS MÁQUINAS VARREDORAS CATÁLOGO DAS MÁQUINAS VARREDORAS Mach MEP Eureka Varredora manual com aspiração forçada incluída, excelente para pequenos trabalhos de varrimento em AREAS INDUSTRIAIS, PRAÇAS, PISCINAS, COURTS DE TENIS,

Leia mais

ILUMINANDO AS INFORMAÇÕES: OS RISCOS DO DESCARTE INADEQUADO DE LÂMPADAS FLUORESCENTES

ILUMINANDO AS INFORMAÇÕES: OS RISCOS DO DESCARTE INADEQUADO DE LÂMPADAS FLUORESCENTES ILUMINANDO AS INFORMAÇÕES: OS RISCOS DO DESCARTE INADEQUADO DE LÂMPADAS FLUORESCENTES Thalyta Pessoa Freire (1); Tamires dos Ramos Lira (1); Felipe Tavares do Nascimento (2); Luciano Leal de Morais Sales

Leia mais

Não rebole seu. eletrônico. Campanha. no mato

Não rebole seu. eletrônico. Campanha. no mato Não rebole seu Campanha lixo eletrônico no mato lixo eletrônico Um problema no mundo O lixo eletrônico vem se tornando foco de preocupação no mundo, os níveis atuais são alarmantes. Segundo a ONU o mundo

Leia mais

Escola Estadual Luis Vaz de Camões Ipezal/Angélica - MS PLANO DE AÇÃO (PSTE) 2010

Escola Estadual Luis Vaz de Camões Ipezal/Angélica - MS PLANO DE AÇÃO (PSTE) 2010 Escola Estadual Luis Vaz de Camões Ipezal/Angélica - MS PLANO DE AÇÃO (PSTE) 2010 Angélica/Ipezal MS Março de 2010 Escola Estadual Luis Vaz de Camões Ipezal/Angélica - MS PLANO DE AÇÃO (PSTE) 2010 Plano

Leia mais

Manual do consumidor

Manual do consumidor 1/9 REUTILIZAÇÃO, RECICLAGEM, DESCARTE DOS PRODUTOS E IMPACTO AMBIENTAL: MADEIRA Reutilização: A madeira pode ser reutilizada de diversas formas, assim como para a confecção de objetos úteis ao dia a dia.

Leia mais

MATRIZ DE IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOS E AVALIAÇÃO DE IMPACTES AMBIENTAIS (Rev_ )

MATRIZ DE IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOS E AVALIAÇÃO DE IMPACTES AMBIENTAIS (Rev_ ) Grau de (S) Recolha de Amostra Trasfega de slops e águas contaminadas do Navio Emissões de COV`s () Emissões de COV`s () Produção de Efluentes Contaminação de recursos E D N 5 3 1 9 Não Significativo PQAS

Leia mais

Química. Atividades com paradidáticos. Lixo e sustentabilidade

Química. Atividades com paradidáticos. Lixo e sustentabilidade Química Atividades com paradidáticos Lixo e sustentabilidade Michelle M. Shayer, Rosana Rios e Sônia Marina Muhringer Ática (Coleção De Olho na Ciência.) Este paradidático tem a vantagem de permitir que

Leia mais

Ser Sustentável. Manual do Participante

Ser Sustentável. Manual do Participante Ser Sustentável Manual do Participante Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae OFICINA Ser Sustentável Manual do Participante Brasília DF 2016 2016. Serviço Brasileiro de Apoio

Leia mais

COMO AS EMPRESAS DO PÓLO INDUSTRIAL DE MANAUS PODEM CONTRIBUIR PARA O DESENVOLVIMENTO DA ECONOMIA VERDE.

COMO AS EMPRESAS DO PÓLO INDUSTRIAL DE MANAUS PODEM CONTRIBUIR PARA O DESENVOLVIMENTO DA ECONOMIA VERDE. COMO AS EMPRESAS DO PÓLO INDUSTRIAL DE MANAUS PODEM CONTRIBUIR PARA O DESENVOLVIMENTO DA ECONOMIA VERDE. Segundo a Estratégia Nacional para o Desenvolvimento Sustentável (ENDS) a Sustentabilidade pressupõe

Leia mais

1.253,00* Pacote Cidade Plena II PRESENÇA TOTAL DE SUA EMPRESA. Ofereça a cidade e o seu site de investimentos para empresários de todo o mundo.

1.253,00* Pacote Cidade Plena II PRESENÇA TOTAL DE SUA EMPRESA. Ofereça a cidade e o seu site de investimentos para empresários de todo o mundo. Pacote Cidade Plena II PRESENÇA TOTAL DE SUA EMPRESA Ofereça a cidade e o seu site de investimentos para empresários de todo o mundo. R$ 1.253,00* * Valor mensal para o pacote Sua presença de forma plena

Leia mais

GUACIARA, FEVEREIRO DE PROFESSORA DRA. MIRIAM MACHADO CUNICO GEDAM

GUACIARA, FEVEREIRO DE PROFESSORA DRA. MIRIAM MACHADO CUNICO GEDAM GUACIARA, FEVEREIRO DE 2010. PROFESSORA DRA. MIRIAM MACHADO CUNICO GEDAM PROJETO AÇÃO ECOLÓGICA NO ACAMPAMENTO ADVENTISTA DE GUACIARA NO CARNAVAL DE 2010. RESUMO Este projeto sugere a aplicação de um Ensino

Leia mais

22º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental

22º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental 22º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental 14 a 19 de Setembro 2003 - Joinville - Santa Catarina XII 018 - MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA DOS CATADORES APÓS A IMPLANTAÇÃO DO PROJETO PILOTO

Leia mais

ATIVIDADES CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Pré-Escolar e 1º Ciclo

ATIVIDADES CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Pré-Escolar e 1º Ciclo GUIA DE ATIVIDADES de educação ambiental ATIVIDADES CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Pré-Escolar e 1º Ciclo Centro de Educação Ambiental de Albufeira Localização: Quinta da Palmeira - R. dos Bombeiros Voluntários

Leia mais

INICIATIVA DE BAIXO CUSTO PARA CONTROLE DE CONSUMO DE ÁGUA EM TORNEIRAS DE PRESSÃO

INICIATIVA DE BAIXO CUSTO PARA CONTROLE DE CONSUMO DE ÁGUA EM TORNEIRAS DE PRESSÃO INICIATIVA DE BAIXO CUSTO PARA CONTROLE DE CONSUMO DE ÁGUA EM TORNEIRAS DE PRESSÃO Nome do Autor Principal (1) Fábio Lúcio Almeida Lima. Estudante de Mestrado em Educação e Multidisciplinaridade. FACNORTE

Leia mais

PROJETO ESTANDE COLETIVO. Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho

PROJETO ESTANDE COLETIVO. Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho PROJETO ESTANDE COLETIVO Sindicato das Indústrias de Material Plástico INTERPLAST 2016 EM NÚMEROS 385 empresas expositoras (2014) 16 mil m² em área de exposição 20 mil visitantes AS VANTAGENS DO ESTANDE

Leia mais

Instituto de Educação Infantil e Juvenil Primavera, Londrina, Nome: Ano: Tempo Início: Término: Total: Edição 20 MMXV Fase 2 Grupo E RIO DOCE?

Instituto de Educação Infantil e Juvenil Primavera, Londrina, Nome: Ano: Tempo Início: Término: Total: Edição 20 MMXV Fase 2 Grupo E RIO DOCE? Instituto de Educação Infantil e Juvenil Primavera, 2015. Londrina, Nome: de Ano: Tempo Início: Término: Total: Edição 20 MMXV Fase 2 Grupo E Revista Galileu, 13/11/15 RIO DOCE? É oficial: o Rio Doce está

Leia mais

X SEMINÁRIO NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS 4º SEMINÁRIO REGIONAL SUL DE RESÍDUOS SÓLIDOS

X SEMINÁRIO NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS 4º SEMINÁRIO REGIONAL SUL DE RESÍDUOS SÓLIDOS X SEMINÁRIO NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS 4º SEMINÁRIO REGIONAL SUL DE RESÍDUOS SÓLIDOS Engº Paulo Robinson da Silva Samuel ABES-RS Florianópolis - Brasil 19/04/2013 A Organização Pan-Americana de Saúde

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DE DANOS

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DE DANOS RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DE DANOS Informação Processual Requisitante Designação Gestor Processo N.º de Apólice Tipo Peritagem a título Reclamante Nome Proprietário no TRP Data Aquisição Reserva a favor DEKRA

Leia mais

lei rouanet Informação, cultura e entretenimento para toda a população regional.

lei rouanet Informação, cultura e entretenimento para toda a população regional. lei rouanet - 2013 Informação, cultura e entretenimento para toda a população regional. FAÇA PARTE Investir em Jundiaí é contribuir com o crescimento da cidade! FUNDAÇÃO CULTURAL ANHANGUERA - transformando

Leia mais

Prof. Renato da Anunciação REITOR Profª Aurina Oliveira Santana DIRETORA GERAL Prof. Durval de Almeida Souza DIRETOR DE ENSINO Prof.

Prof. Renato da Anunciação REITOR Profª Aurina Oliveira Santana DIRETORA GERAL Prof. Durval de Almeida Souza DIRETOR DE ENSINO Prof. Prof. Renato da Anunciação REITOR Profª Aurina Oliveira Santana DIRETORA GERAL Prof. Durval de Almeida Souza DIRETOR DE ENSINO Prof. Juliano Marques de Aguilar DIRETOR ADMINISTRATIVO Cursos FIC Os Cursos

Leia mais

LENTES ANTI-REFLEXO. Por Luiz Alberto Perez Alves

LENTES ANTI-REFLEXO. Por Luiz Alberto Perez Alves LENTES ANTI-REFLEXO Por Luiz Alberto Perez Alves Anti-reflexo: As vantagens do anti-reflexo tem sido alvo da atenção da classe médica oftalmológica pelos inúmeros benefícios para a qualidade da visão do

Leia mais

Carlos Roberto das Virgens

Carlos Roberto das Virgens 1 ESCOLA ESTADUAL ANGELINA JAIME TEBET APOSTILA DA OFICINA DE RECURSOS TECNOLÓGICOS E MIDIÁTICOS Professor Gerenciador de Tecnologias Educacionais e recursos midiáticos. Carlos Roberto das Virgens OFICINA

Leia mais

Assista Mais de 2000 Canais de TV em Seu Computador

Assista Mais de 2000 Canais de TV em Seu Computador Assista Mais de 2000 Canais de TV em Seu Computador Nova pagina 1 APENAS R$ 9,90 - PAGAMENTO ÚNICO (DEPÓSITO BANCÁRIO NO BRADESCO OU ITAÚ) ::: Fonte Do Saber - Mania de Conhecimento ::: O TVonPC Elite

Leia mais

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL 2012

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL 2012 Pedagogia: Aut. Dec. nº 93110 de 13/08/86 / Reconhecido Port. Nº 717 de 21/12/89/ Renovação Rec. Port. nº 3.648 de 17/10/2005 Educação Física: Aut. Port. nº 766 de 31/05/00 / Rec. Port. nº 3.755 de 24/10/05

Leia mais

sólidos - a incineração, mostrada nas figuras 15 e 16. Muitos proprietários queimam seus lixos

sólidos - a incineração, mostrada nas figuras 15 e 16. Muitos proprietários queimam seus lixos 49 Figura 14 - Deposição de lixo. Na área estudada, é comum outra prática inadequada de tratamento dos resíduos sólidos - a incineração, mostrada nas figuras 15 e 16. Muitos proprietários queimam seus

Leia mais

AÇÃO OBJETIVO INÍCIO TÉRMINO SITUAÇÃO. apresentação dos projetos UCA que serão desenvolvidos durante o ano de Capacitar o professor de forma

AÇÃO OBJETIVO INÍCIO TÉRMINO SITUAÇÃO. apresentação dos projetos UCA que serão desenvolvidos durante o ano de Capacitar o professor de forma Plano de Ação do NTE NOVA ANDRADINA quanto ao acompanhamento, oficinas, formação diversas referente ao Programa um Computador por aluno UCA da EE PADRE ANCHIETA. AÇÃO OBJETIVO INÍCIO TÉRMINO SITUAÇÃO Acompanhamento

Leia mais

Agradecimentos... Prefácio...

Agradecimentos... Prefácio... Sumário Agradecimentos........................ Prefácio................................ Apresentação..... CAPÍTULO I O GERENCIAMENTO INTEGRADO DO LIXO MUNICIPAL loque é gerenciar o lixo municipal de forma

Leia mais

A RELAÇÃO ENTRE A DISCIPLINA DE CIÊNCIAS E OS ALUNOS DO 9 ANO DA ESCOLA MUNICIPAL SILVESTRE FERNANDES ROCHA, EM ZÉ DOCA (MA).

A RELAÇÃO ENTRE A DISCIPLINA DE CIÊNCIAS E OS ALUNOS DO 9 ANO DA ESCOLA MUNICIPAL SILVESTRE FERNANDES ROCHA, EM ZÉ DOCA (MA). A RELAÇÃO ENTRE A DISCIPLINA DE CIÊNCIAS E OS ALUNOS DO 9 ANO DA ESCOLA MUNICIPAL SILVESTRE FERNANDES ROCHA, EM ZÉ DOCA (MA). Rosy Caroline Sousa Amorim Lima (1); Vera Rejane Gomes (2); Mailson Martinho

Leia mais

Como Ajudar o Mundo?

Como Ajudar o Mundo? Como Ajudar o Mundo? Todos dizem como salvar o mundo, mas será mesmo que fazem o que falam? André tem 8 anos. Certo dia estava em uma aula de ciências e sua professora disse que o mundo está sofrendo com

Leia mais

ASPECTOS SOCIOECONÔMICOS E AMBIENTAIS DA RECICLAGEM: UM ESTUDO PARA O RIO DE JANEIRO LUIZ CARLOS S. RIBEIRO (DEE/UFS)

ASPECTOS SOCIOECONÔMICOS E AMBIENTAIS DA RECICLAGEM: UM ESTUDO PARA O RIO DE JANEIRO LUIZ CARLOS S. RIBEIRO (DEE/UFS) I Encontro de Gestão de Resíduos: mecanismo para alcance do Desenvolvimento Sustentável e empresarial no Campus da Universidade Estadual do Ceará ASPECTOS SOCIOECONÔMICOS E AMBIENTAIS DA RECICLAGEM: UM

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DR. MARTINHO MARQUES PLANO DE AÇÃO PSTE: INTEGRAÇÃO DE MÍDIAS NO CURRÍCULO ESCOLAR TAQUARUSSU- MS MARÇO/11

ESCOLA ESTADUAL DR. MARTINHO MARQUES PLANO DE AÇÃO PSTE: INTEGRAÇÃO DE MÍDIAS NO CURRÍCULO ESCOLAR TAQUARUSSU- MS MARÇO/11 ESCOLA ESTADUAL DR. MARTINHO MARQUES PLANO DE AÇÃO PSTE: INTEGRAÇÃO DE MÍDIAS NO CURRÍCULO ESCOLAR TAQUARUSSU- MS MARÇO/11 ESCOLA ESTADUAL DR. MARTINHO MARQUES PLANO DE AÇÃO PSTE: INTEGRAÇÃO DE MÍDIAS

Leia mais

Participação Add Value Technologies - Pacto Global Ano

Participação Add Value Technologies - Pacto Global Ano Participação Add Value Technologies - Pacto Global Ano 2010-2011 Apresentamos nosso terceiro Relatório Anual COP 2011. Ratificamos nosso compromisso com o Pacto Global das Nações Unidas, e por conseqüência

Leia mais

NOME DO PROJETO: Projecto PROSEPE Clube Floresta Guardiões da floresta

NOME DO PROJETO: Projecto PROSEPE Clube Floresta Guardiões da floresta NOME DO PROJETO: Projecto PROSEPE Clube Floresta Guardiões da floresta COORDENADOR/A: José Miguel Faria PLANIFICAÇÃO ELEMENTOS DA EQUIPA Docente Adjunta: Ana Maria Oliveira (Professora Titular de Turma

Leia mais

InfoPress CLIPPING DE IMPRENSA JANEIRO/2013. Período 01 a 31 de janeiro de 2013

InfoPress CLIPPING DE IMPRENSA JANEIRO/2013. Período 01 a 31 de janeiro de 2013 InfoPress CLIPPING DE IMPRENSA JANEIRO/2013 Período 01 a 31 de janeiro de 2013 Releases produzidos 02 de fevereiro No dia do aniversário da cidade, Museu da Energia de Itu promove Saída Fotográfica Moradores

Leia mais

2008 " Empecemos! A reducir la basura en 20%" 2008

2008  Empecemos! A reducir la basura en 20% 2008 2008 2008 " Empecemos! A reducir la basura en 20%"!Estruje el exceso de agua de la basura orgánica. Los papeles son recursos! Vamos! Colabore na redução de 20 % do lixo Vamos espremer o lixo doméstico!

Leia mais

Sustentabilidade na Indústria

Sustentabilidade na Indústria Sustentabilidade na Indústria Paulo Ricardo de Mendonça Ano 2011 Nome: Paulo Ricardo de Mendonça Mestre em Comunicação/Cultura Industrial (Uniso) Pós Graduação Engenharia Produção (UFSCar) Graduação em

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Tema Transversal: Casa comum, nossa responsabilidade. Disciplina: Ciências / ESTUDOS AUTÔNOMOS Série: 4ª - Ensino Fundamental Aluno(a): N o : Turma: Professora: Data: 17 / 10 / 2016

Leia mais

SEGURANÇA ALIMENTAR Sistema HACCP

SEGURANÇA ALIMENTAR Sistema HACCP SEGURANÇA ALIMENTAR Sistema HACCP Aplicação de um conjunto de acções para a produção de alimentos sãos. Normas gerais e específicas de higiene e medidas de controlo necessárias por forma a garantir a segurança

Leia mais

InfoPress CLIPPING DE IMPRENSA JANEIRO/2014. Período 01 a 31 de janeiro de 2013

InfoPress CLIPPING DE IMPRENSA JANEIRO/2014. Período 01 a 31 de janeiro de 2013 InfoPress CLIPPING DE IMPRENSA JANEIRO/2014 Período 01 a 31 de janeiro de 2013 Releases produzidos Exposição revela como os combustíveis participaram do desenvolvimento de São Paulo Estação Jardim São

Leia mais