COLÉGIO RAPHAEL DI SANTO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COLÉGIO RAPHAEL DI SANTO"

Transcrição

1 COLÉGIO RAPHAEL DI SANTO LISTA DE EXERCÍCIOS DE MATEMÁTICA RECUPERAÇÃO º TRIMESTRE 6 ANOS PROFESSOR RICARDO Conteúdos da Recuperação Trimestral: - Sistema de numeração decimal; - Escrita de números de acordo com suas ordens e classes; - Escrita de números na forma aditiva; - Escrita de números na forma multiplicativa; - Escrita de números na forma polinomial; - Potenciação e expressões numéricas básicas; - Reconhecimento de vértices, arestas e faces de figuras geométricas tridimensionais; - Planificações do cubo; - Análise de textos com números em nosso cotidiano; - Técnicas de Arredondamentos. Exemplos de leitura e escrita de números a : duzentos e setenta e cinco. b.6: Um mil, duzentos e quarenta e seis. c.9: catorze mil, oitocentos e nove. d.: setenta e sete mil, setecentos e setenta e sete. d.9: duzentos e quarenta e cinco mil, setecentos e nove. e 9.66: oitocentos e oitenta e nove mil, seiscentos e vinte seis. f..: dois milhões, quinhentos e cinco mil, oitocentos e doze. g 6.99.: sessenta e oito milhões, novecentos e nove mil, quinhentos e trinta e um. h 9.6.9: quatrocentos e oitenta e nove milhões, seiscentos e quarenta e cinco mil, setecentos e oitenta e nove. i.6..: dois bilhões, quinhentos e seis milhões, quatrocentos e oitenta e cinco. j : cento e cinquenta e seis trilhões, quatrocentos e cinquenta e um bilhões, quatrocentos e oitenta nove milhões, cinquenta e seis mil e quatrocentos e oitenta e nove. Exercícios de Aplicação: Escreva por extenso os números a seguir: Grupo a : b : c : d 9:

2 e : f : g 9: h.: i.: j.: k.66: l 9.6: m.: n.6: o 9.699: p 6.: q.69: r 6.: s 9.: t.6.9: u.6.9: v.666.9: w.. x..: y..: z : Grupo a.6: b.: c 6.9: d.6: e 6.999: f.9:

3 g 6.66: h.6.: i : j.6..6: k : l : m...: n 9.6: o.6.6.: p 6...9: q : r...: s : t : u : v : w : x : y : z : Crie números, desde pequenos até números grandes, escrevendo por extenso.

4 Exemplos de escrita aditiva (Escrita Aditiva: cada número possui algarismos com valores posicionais distintos. Através destes valores posicionais podemos escrever qualquer número através de uma soma. a b c d6 6 e... f g h i j k Escrita Aditiva e Multiplicativa: Como vimos todo número pode ser transformado em uma escrita aditiva. Através desta escrita aditiva podemos transformar cada parcela obtida na soma em multiplicação de números múltiplos de. Exemplos: a b c d6 6 6 e..... f g h i j k Escrita Polinomial ou Escrita Decomposta de um número Escrita Polinomial de um número é baseada na escrita aditiva e multiplicativa. A diferença básica é que números como,,.,.,.,.., e assim por diante, são trocados por potências de. Potências de a b c d e f g h i j k l 9 m n

5 Perceba que o expoente da potência de determina a quantidade de zeros que aparecem nos números à direita. Exemplos: a b9 9 9 c... d.... Os quatros primeiros exemplos acima mostram primeiramente a escrita aditiva e multiplicativa, e posteriormente a escrita polinomial. Quando o aluno possuir dúvidas é ACONSELHÁVEL que escreva todo o processo, assim o fará de forma correta. Os próximos exemplos mostram a escrita polinomial direta, sem a forma aditiva e multiplicativa. Tal situação somente é ACONSELHÁVEL para os alunos que dominam a técnica e sabem o que fazer: 6 e..6 6 f g.. 6 h i Exercícios de Aplicação: Determine a escrita aditiva, multiplicativa e polinomial dos números a seguir: (SUGESTÃO: em cada número faça a escrita aditiva, multiplicativa e polinomial; um resultado leva ao outro a 9 = b = c 9 = d 66 = e. = f.6 = g. = h.69 = i.9 = j.9 =

6 k. = l. = m.6 = n.6. = o = p..6 = q.6. = r.. = s 66.. = t..9 = u.. = v..96 = w = x = y = z = Determine a escrita multiplicativa e polinomial dos números a seguir: Grupo a : b : c : d 9: e : f : g 9: h.: i.: j.: k.66:

7 l 9.6: m.: n.6: o 9.699: p 6.: q.69: r 6.: s 9.: t.6.9: u.6.9: v.666.9: w.. x..: y..: z : Grupo a.6: b.: c 6.9: d.6: e 6.999: f.9: g 6.66: h.6.: i : j.6..6: k : l : m...:

8 n 9.6: o.6.6.: p 6...9: q : r...: s : t : u : v : w : x : y : z : Técnicas de Arredondamentos: Muitas situações cotidianas envolvendo valores destinados à contagem, podem ser facilitadas utilizando o arredondamento. Por exemplo, na informação do resultado de uma pesquisa sobre o valor das importações, a quantia de R$ 9.6.,6 pode ser repassada como R$ 9 milhões, sem comprometer o valor exato. Utilizando o arredondamento, facilitamos a compreensão das informações. O arredondamento também é muito prático nas situações envolvendo inúmeros valores, pois facilita a estimativa de quantidade. Vamos supor a seguinte condição: (* Em um depósito existem caixas abertas de produtos de limpeza, nas caixas existem respectivamente, 9,, unidades. Arredondando os números para,, e, podemos estimar que existam aproximadamente produtos. Note que o número exato de produtos é igual a, dessa forma concluímos que a nossa margem de erro nesse problema foi de um produto, o que não compromete consideravelmente a contagem. Escrita simplificada: para facilitar à escrita e a leitura de certos números foi criada uma forma alternativa para escrevermos e lermos certos números. Tal técnica chama-se escrita ou forma simplificada. Por exemplo, considere o número.9.. (um bilhão e novecentos milhões. Para facilitar sua escrita podemos reescrevê-lo assim:,9 bilhões (são omitidos algarismos zeros. É obrigatória neste tipo de escrita a classe que o número pertence, pois precisamos saber a ordem de grandeza do número que estamos lidando. Outros Exemplos de escrita simplificada: a., mil b., mil c.., milhões Entretanto nem todos os números possuem a forma simples dos exemplos apresentados. O que devemos fazer quando surgirem números iguais a estes:.. ou.99.6.?

9 Para não haver distorções ou formas diferenciadas de escrita simplificada foram criadas algumas regras para o arredondamento de números expostas a seguir: Ao fazer arredondamentos, você deve observar o algarismo que vem logo à direita do algarismo da ordem que vai ser arredondada: ( se o algarismo à direita for,,, ou, o arredondamento é para baixo, ou seja, não iremos alterar o algarismo da ordem escolhida. Exemplos: (algarismo em negrito e riscado indica a ordem a ser alterada a.. b c.... ( se o algarismo for 6,, ou 9, o arredondamento é para cima, ou seja, iremos acrescentar uma unidade ao algarismo da ordem escolhida. Exemplos: (algarismo em negrito e riscado indica a ordem a ser alterada a.. b. 6. c d Particularidades no arredondamento quando o algarismo que vem logo à direita do algarismo da ordem que vai ser arredondada for o : ( se o for o último algarismo e ele for seguidos de zeros, então o algarismo a ser conservado será aumentado de uma unidade se for ímpar. Caso seja par, a ordem será mantida. Exemplos: a.. (ordem mantida b.. c.... d.. (ordem alterada uma unidade acima e 99.. f g ( se o for o último algarismo e a ele seguir (em qualquer casa um algarismo diferente de zero, aumenta-se uma unidade ao algarismo da casa a permanecer. Exemplos: a. 9. b.... c.6... Exercícios Faça o arredondamento dos números a seguir de acordo com as regras acima, com base na dezena de milhar: a. b.6 c.9 d 9.. e.. f 9.6 g. h.9 Faça a escrita simplificados números do exercício com base nos arredondamentos. Dê a escrita simplificada dos números, fazendo antes o arredondamento com uma ordem após a vírgula, se possível.

10 a.. e 9. b.. f 6.. c. g..999 d.9.. h..96. Faça o arredondamento para a unidade de milhar. a. e. b.. f 6.9 c.6 g.999 d 6.6 h 9. Os números a seguir representam a população dos estados da Região Norte em. Amazonas:.. Pará: Acre: Roraima: 9. Amapá: 9. Rondônia:..9 Tocantins:.. Faça o arredondamento dos números acima do seguinte modo: (a com base na dezena de milhar, (b com base na centena de milhar. 6 Para os números do grupo faça o arredondamento de acordo com a dezena de milhar, e em relação aos números do grupo faça o arredondamento de acordo com a centena de milhar. Grupo a : b : c : d 9: e : f : g 9: h.: i.: j.: k.66: l 9.6: m.: n.6:

11 o 9.699: p 6.: q.69: r 6.: s 9.: t.6.9: u.6.9: v.666.9: w.. x..: y..: z : Grupo a.6: b.: c 6.9: d.6: e 6.999: f.9: g 6.66: h.6.: i : j.6..6: k : l : m...: n 9.6: o.6.6.: p 6...9:

12 q : r...: s : t : u : v : w : x : y : z : Refaça os exercícios da apostila da pg. a 6. Exemplos de cálculos de potências: Para determinarmos o cálculo de uma potência corretamente temos que efetuar a primeira multiplicação entre as duas primeiras bases. Com o resultado obtido iremos multiplicálo com a próxima base, e assim por diante. LEMBRE-SE: POTENCIAÇÃO não é conta de multiplicação normal. Utilizamos nossos conhecimentos de multiplicação para efetuarmos cálculos para a determinação do resultado da potência. a ( b (. c ( 6 d e ( f ( 6 6 Expressões Numéricas com potências e as operações de adição e subtração. Para a resolução deste tipo de conta teremos que adotar o seguinte procedimento: - primeiramente efetuamos as contas de potências; - posteriormente efetuamos as contas de adição ou subtração, conforme o caso.

13 Exemplos Resolvidos: i h g f e d c b a Exercícios de Aplicação Determine o resultado das potências a seguir;

14 6 9 m l k j i h g f e d c b a 6 9 z y x w v u t s r q p o n Calcule o resultado das potências a seguir: 9 e d c b a 6 k j i h g f

15 SISTEMA DE NUMERAÇÃO DECIAMAL - Exemplos Resolvidos similares ao da apostila: Com os algarismos,, e, escreva todos os números de dígitos distintos possíveis que começam com e com : Começando com :,,,,, Começando com :,,,,, Com os algarismos, 6,, e 9, determine: a o maior número de algarismos distintos que conseguimos escrever: 9.6 b o menor número de algarismos distintos que conseguimos escrever:.6 Escreva todos os números possíveis de dígitos distintos que conseguimos escrever com os algarismos,, e.,,,,,,,,,,,. Determine a soma entre o maior e menor número de dígitos distintos que podemos escrever com os algarismos,, 6 e. Maior número:.6 Menor número:.6 Soma:.6.6. Calcule a diferença entre o maior e o número de dígitos distintos que conseguimos escrever com os algarismo,, 6,, e 9. Maior número: 9.6 Diferença: Menor número:.6 Exercícios de Aplicação Com os algarismos, e escreva todos os números de algarismos distintos. Com os algarismos, 6, e escreva todos os números pares de algarismos. Com os algarismos,, e 9 determine o resultado da soma entre o maior e o menor número de algarismos distintos. Com os algarismos, e, escreva todos os números de dígitos distintos. Com os algarismos, e, escreva todos os números de dígitos distintos. 6 Com os algarismos, 6, e 9, escreva todos os números pares de dígitos distintos que podemos escrever. Com os algarismo,,, e 6, escreva o maior número de dígitos distintos que podemos escrever. Com os algarismo,,, e 6, escreva o menor número de dígitos distintos que podemos escrever. 9 Com os algarismo,,, e 6, escreva o maior e o menor número de dígitos distintos que podemos escrever.

16 Determine a soma entre o maior e o menor número de dígitos distintos que podemos escrever com os algarismos 6,, e 9. Determine a soma entre o maior e o menor número de dígitos distintos que podemos escrever com os algarismos,,6,, e 9. Determine a diferença entre o maior e o menor número de dígitos distintos que podemos escrever com os algarismos 6,, e 9. Determine a diferença entre o maior e o menor número de dígitos distintos que podemos escrever com os algarismos,,6,, e 9. Com base nos algarismos,,, 6, e 9, escreva: a o maior número par de algarismos distintos; b o menor número par de algarismos distintos; c o maior e o menor número de algarismos distintos; d o maior e o menor número de algarismos distintos; e a soma entre o maior e o menor número de 6 dígitos distintos; f a diferença entre o maior e o menor número de dígitos distintos. ANÁLISE DE TEXTOS COM NÚMEROS EM NOSSO COTIDIANO Observe o gráfico a seguir e responda: Quantidade de pessoas que visitaram o Parque do Ibirapuera Quantidade de pessoas ª feira ª feira ª feira ª feira 6ª feira Dia da semana a Qual o assunto que o gráfico trata? E que tipo de gráfico é este? b Em qual dia da semana houve a maior quantidade de visitantes? c Em qual dia da semana houve menos visitantes? d Quantas pessoas, ao todo, visitaram o Parque do Ibirapuera nos cinco dias? e Qual a diferença entre o número de pessoas de 6ª feira e ª feira?

17 Metrô de São Paulo é mais lotado do que Tóquio A superlotação no metrô de São Paulo não pára de subir e já atinge níveis até % acima do limite aceitável no que diz respeito ao conforto dos usuários. O patamar de milhões de passageiros por quilômetro na linha do metrô de São Paulo no ano de, esteve próximo do de Hong Kong (, milhões e acima do de Moscou (,9 milhões, Paris (6, milhões, Nova Iorque (.., Madrid (.9. e Londres (... Nas fotos a seguir veja a superlotação, registrada em segundos, de usuários que embarcam na estação da Sé do metrô de São Paulo, por volta das 9 horas. Adap. da Folha de S. Paulo, São Paulo, de abril de. Caderno Cotidiano. a Escreva, na escrita simplificada, os números do texto que estão na escrita convencional. b Escreva, na escrita convencional, os números do texto que estão na escrita simplificada. c Determine a diferença entre o número de passageiros, por quilômetro, entre o metrô de Hong Kong e o metrô de São Paulo no ano de. O Datafolha fez um levantamento com usuários do metrô de São Paulo para verificar o grau de satisfação dos passageiros em relação ao uso desse meio de transporte. Os dados estão em porcentagem. Folha de S. Paulo, São Paulo, de abril de. Caderno Cotidiano

18 a O que quer dizer a expressão: Metrô tem pior avaliação desde 99? b Em que ano houve o maior grau de satisfação, ou seja, o metrô foi avaliado como ótimo ou bom? c Podemos dizer que em, a cada pessoas usuárias, mais da metade considera o metrô um bom meio de transporte? Por quê? d A que você atribui o fato de a cada ano as pessoas apontarem maior desconforto nas viagens feitas pelo metrô? Com base nas informações na tabela abaixo responda as questões a seguir: a Do que trata a tabela acima? b Qual é a fonte de pesquisa? c Determine as maiores áreas desmatadas. Faça o arredondamento dos números com base na ordem da centena de unidade. d Quais os são estados que menos cortam madeira na Floresta Amazônica? E quais são os estados que mais cortam madeira? e Determine a diferença entre o total de madeira cortada entres os estados do Pará e Mato Grosso. (vale,. f Com os dados contidos da tabela e seu conhecimento sobre as diversas situações que ocorrem na Amazônia no dia-a-dia, analise a afirmação a seguir: (vale,. Os dados contidos na tabela mostram que o ser humano tem tido a consciência em preservar a Amazônia, tanto sua flora e sua fauna. Verifica-se atualmente que muitas espécies animais e de plantas que estavam ameaçados de extinção tem se recuperado gradativamente, e segundo especialistas, no ano de 6 grande parte da Amazônia terá seu ecossistema igual ao tempo do descobrimento do Brasil.

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA MATEMÁTICA

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA MATEMÁTICA 2 Aula 45 REVISÃO E AVALIAÇÃO DA 3 Vídeo Arredondamento de números. 4 Arredondamento de números Muitas situações cotidianas envolvendo valores destinados à contagem, podem ser facilitadas utilizando o

Leia mais

Apresentação. Sumário

Apresentação. Sumário Apresentação Este livro vai ajudar você a fazer cálculos, resolver contas, encontrar soluções para alguns desafios em Matemática. Além das tabelas de tabuada e dos cálculos, você encontrará problemas que

Leia mais

Planificação de sólidos e tabelas para resolução de tarefas. página: 5 exercício 2. página: 6 exercício 3 página: 6 exercício 4 página: 6 exercício 5

Planificação de sólidos e tabelas para resolução de tarefas. página: 5 exercício 2. página: 6 exercício 3 página: 6 exercício 4 página: 6 exercício 5 2 Planificação de sólidos e tabelas para resolução de tarefas página: 4 jogo 1 página: 5 exercício 1 página: 5 exercício 2 C A B D página: 6 exercício 3 página: 6 exercício 4 página: 6 exercício 5 500

Leia mais

APRENDER A APRENDER CONTEÚDO E HABILIDADES APRENDER A APRENDER DINÂMICA LOCAL INTERATIVA MATEMÁTICA. Aula 1.2 Conteúdo: Sistema de numeração romano

APRENDER A APRENDER CONTEÚDO E HABILIDADES APRENDER A APRENDER DINÂMICA LOCAL INTERATIVA MATEMÁTICA. Aula 1.2 Conteúdo: Sistema de numeração romano A A Aula 1.2 Conteúdo: Sistema de numeração romano 2 A A Habilidades: Conhecer o sistema de numeração romano e transformar para o sistema decimal 3 A A Organize os numerais na tabela: Classes Milhões Milhares

Leia mais

Leitura e escrita de números - milhões. Leitura e escrita de números - milhões Duzentos e quatro milhões, dois mil e trezentos e três.

Leitura e escrita de números - milhões. Leitura e escrita de números - milhões Duzentos e quatro milhões, dois mil e trezentos e três. A1 1. Regista os na tabela e escreve a sua leitura. 1534879 20359451 835359424 100000001 204002303 52500500 999888777 101101101 Milhões Milhares Unidades C D U C D U C D U 1534879 - Um milhão, quinentos

Leia mais

MATEMÁTICA. 1 Escreve os números por extenso de 5 em 5 até

MATEMÁTICA. 1 Escreve os números por extenso de 5 em 5 até 1 Escreve os números por extenso de 5 em 5 até 400. 305-310 - 315-320 - 325-330 - 335-340 - 345-355 - 365-375 - 385-395 - 350-360 - 370-380 - 390-400 - 2 Escreve os números de 2 em 2 desde o número 300

Leia mais

Sumário. Volta às aulas. Vamos recordar?... 7 1. Grandezas e medidas: tempo e dinheiro... 59. Números... 10. Regiões planas e seus contornos...

Sumário. Volta às aulas. Vamos recordar?... 7 1. Grandezas e medidas: tempo e dinheiro... 59. Números... 10. Regiões planas e seus contornos... Sumário Volta às aulas. Vamos recordar?... Números... 0 Um pouco da história dos números... Como os números são usados?... 2 Números e estatística... 4 Números e possibilidades... 5 Números e probabilidade...

Leia mais

R.: b) E quais são números naturais ímpares? R.: c) Dentre os números dados está o sucessor do número natural 2 999. Ele expressa o quê? R.

R.: b) E quais são números naturais ímpares? R.: c) Dentre os números dados está o sucessor do número natural 2 999. Ele expressa o quê? R. PROFESSOR: EQUIPE DE MATEMÁTICA BANCO DE QUESTÕES - MATEMÁTICA - 5º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Por que a Amazônia é tão valiosa?

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO 1º Ciclo Planificação Anual de Matemática 1º ano Ano Letivo 2015/2016

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO 1º Ciclo Planificação Anual de Matemática 1º ano Ano Letivo 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO 1º Ciclo Planificação Anual de Matemática 1º ano Ano Letivo 2015/2016 1º Trimestre Domínios Números e Operações Números naturais Contar até cinco Correspondências

Leia mais

Tópico 2. Conversão de Unidades e Notação Científica

Tópico 2. Conversão de Unidades e Notação Científica Tópico 2. Conversão de Unidades e Notação Científica Toda vez que você se refere a um valor ligado a uma unidade de medir, significa que, de algum modo, você realizou uma medição. O que você expressa é,

Leia mais

Paulistanos viajam para a praia

Paulistanos viajam para a praia 1 Números no dia-a-dia Leia a notícia a seguir. Paulistanos viajam para a praia Aproveitando o feriado da última segunda-feira, desde a tarde de sexta-feira até o meio-dia de sábado mais de 237 mil veículos

Leia mais

Com uma coleção de figuras e de formas geométricas que mais parecem um jogo, mostre à turma que os números também têm seu lado concreto

Com uma coleção de figuras e de formas geométricas que mais parecem um jogo, mostre à turma que os números também têm seu lado concreto Universidade Severino Sombra Fundamentos Teóricos e Metodologia de Matemática 1 1 Com uma coleção de figuras e de formas geométricas que mais parecem um jogo, mostre à turma que os números também têm seu

Leia mais

Conselho de Docentes do 1.º Ano PLANIFICAÇÃO Anual de Matemática Ano letivo de 2015/2016

Conselho de Docentes do 1.º Ano PLANIFICAÇÃO Anual de Matemática Ano letivo de 2015/2016 Conselho de Docentes do 1.º Ano PLANIFICAÇÃO Anual de Matemática Ano letivo de 2015/2016 Domínios/Subdomínios Objetivos gerais Descritores de desempenho Avaliação Números e Operações Números naturais Contar

Leia mais

Domínio Subdomínio Conteúdos Metas

Domínio Subdomínio Conteúdos Metas Escola Básica e Secundária da Graciosa Planificação Anual de Matemática de 1º ano Ano letivo 2014/2015 Períodos Domínio Subdomínio Conteúdos Metas Situar-se e situar objetos no espaço - Relações de posição

Leia mais

ESTADO MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE VARZEA GRANDE NOTIFICAÇÃO DE RECEBIMENTO DE RECURSOS FEDERAIS

ESTADO MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE VARZEA GRANDE NOTIFICAÇÃO DE RECEBIMENTO DE RECURSOS FEDERAIS 03.507.548/0001-10 Arrecadação: 661/13 03/01/2013 SUS-MAC-MEDIA ALTA COMPLEX. AMB. HOSP-624.004-1 Fonte de recursos: 0202 - Recurso de Convênio e Programa Saúde Total geral : Fica liquidada a importância

Leia mais

TEXTO DE REVISÃO: Uso da calculadora científica e potências de 10.

TEXTO DE REVISÃO: Uso da calculadora científica e potências de 10. TEXTO DE REVISÃO: Uso da calculadora científica e potências de 10. Caro aluno (a): No livro texto (Halliday) cap.01 - Medidas alguns conceitos muito importantes são apresentados. Por exemplo, é muito importante

Leia mais

ORÇAMENTO 2014 QUADRO COMPARATIVO ENTRE A LEI Nº 9.979/13 E O PROJETO Nº 307/13

ORÇAMENTO 2014 QUADRO COMPARATIVO ENTRE A LEI Nº 9.979/13 E O PROJETO Nº 307/13 1 ORÇAMENTO 2014 QUADRO COMPARATIVO ENTRE A LEI Nº 9.979/13 E O PROJETO Nº 307/13 LEI Nº 9.979/13 Estima a receita e fixa a despesa do Estado para o exercício Financeiro de 2013. PROJETO DE LEI Nº 307/13

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO

CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO COLÉGIO ARNALDO 2015 CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO Matemática Aluno (a): 2º ano: Turma: Professora: Valor: 20 pontos Nota: Conteúdos Números - Comparação entre os números. Adição e subtração. Fatos

Leia mais

Matemática Financeira RECORDANDO CONCEITOS

Matemática Financeira RECORDANDO CONCEITOS 1 Matemática Financeira RECORDANDO CONCEITOS Propriedades da matemática Prioridades: É importante relembrar e entender alguns conceitos da matemática, que serão muito úteis quando trabalharmos com taxas.

Leia mais

Encargos Financeiros 2016. Program a de Pó s - Gr adu ação La to Se ns u da FGV DIREIT O SP ( GV law)

Encargos Financeiros 2016. Program a de Pó s - Gr adu ação La to Se ns u da FGV DIREIT O SP ( GV law) Encargos Financeiros 2016 Programa de Pós-Graduação Lato Sensu da DIREITO GV (GVlaw) Valores dos cursos de 32 horas (para ingressantes no 1º semestre de 2016): R$ 3.045,00 (três mil e quarenta e cinco

Leia mais

Leitura e escrita de números - centenas de milhar. Leitura e escrita de números - centenas de milhar

Leitura e escrita de números - centenas de milhar. Leitura e escrita de números - centenas de milhar A1 1. Regista na tabela e escreve a Milhares Unidades leitura dos números seguintes. C D U C D U 32 799 1609 1001 101 12633 79526 909090 A1R 32 - trinta e dois. Milhares Unidades 799 - Setecentos e noventa

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Final. 2ª Etapa 2013. Ano: 6 Turma: 61

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Final. 2ª Etapa 2013. Ano: 6 Turma: 61 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 2ª Etapa 203 Disciplina: Matemática Professor (a): Flávia Lúcia Ano: 6 Turma: 6 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Matemática Financeira Módulo 2

Matemática Financeira Módulo 2 Fundamentos da Matemática O objetivo deste módulo consiste em apresentar breve revisão das regras e conceitos principais de matemática. Embora planilhas e calculadoras financeiras tenham facilitado grandemente

Leia mais

R E L A T Ó R I O D E E N C E R R A M E N T O F U N D E F

R E L A T Ó R I O D E E N C E R R A M E N T O F U N D E F MINISTÉRIO DA FAZENDA MF SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL STN COORDENAÇÃO-GERAL DE HAVERES FINANCEIROS COAFI GERÊNCIA DE CRÉDITOS VINCULADOS A ESTADOS E MUNICÍPIOS GECEM II R E L A T Ó R I O D E E N C E

Leia mais

Planejamento Anual 2014 Matemática 1º período 3º ano - Ensino Fundamental I. Reconhecer a necessidade de contar no cotidiano.

Planejamento Anual 2014 Matemática 1º período 3º ano - Ensino Fundamental I. Reconhecer a necessidade de contar no cotidiano. COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Planejamento Anual 2014 Matemática

Leia mais

MATEMÁTICA BÁSICA E CALCULADORA

MATEMÁTICA BÁSICA E CALCULADORA DISCIPLINA MATEMÁTICA FINANCEIRA PROFESSOR SILTON JOSÉ DZIADZIO APOSTILA 01 MATEMÁTICA BÁSICA E CALCULADORA A matemática Financeira tem como objetivo principal estudar o valor do dinheiro em função do

Leia mais

APOSTILA DE MATEMÁTICA BÁSICA PARA E.J.A.

APOSTILA DE MATEMÁTICA BÁSICA PARA E.J.A. CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE CURITIBA C.E.E.P CURITIBA APOSTILA DE MATEMÁTICA BÁSICA PARA E.J.A. Modalidades: Integrado Subseqüente Proeja Autor: Ronald Wykrota (wykrota@uol.com.br) Curitiba

Leia mais

CAPÍTULO II COLETANDO DADOS EXPERIMENTAIS

CAPÍTULO II COLETANDO DADOS EXPERIMENTAIS CAPÍTULO II COLETANDO DADOS EXPERIMENTAIS II.1 A Comunicação em Ciência e Tecnologia A comunicação torna-se ainda mais perfeita, mais objetiva, se a questão envolver a definição da igualdade ou não de

Leia mais

AVISO AOS ACIONISTAS

AVISO AOS ACIONISTAS AVISO AOS ACIONISTAS ALIANSCE SHOPPING CENTERS (ALSC3) COMUNICA O AUMENTO DE CAPITAL SOCIAL CONFORME DELIBERADO EM REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DO DIA 27 DE ABRIL DE 2015 Rio de Janeiro, 28 de

Leia mais

Prefeitura Municipal de Ubatã Estado da Bahia CNPJ 14.235.253/0001-59

Prefeitura Municipal de Ubatã Estado da Bahia CNPJ 14.235.253/0001-59 CONTRATO ADMINISTRATIVO 086/2015 Proc. Administrativo: N 322/2014 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA FORNECIMENTO DE MEDICAMENTOS, LOTE 01. LÍDER COMÉRCIO DE MEDICAMENTOS E MATERIAIS HOSPITALARES

Leia mais

Gabarito de Matemática do 7º ano do E.F.

Gabarito de Matemática do 7º ano do E.F. Gabarito de Matemática do 7º ano do E.F. Lista de Exercícios (L10) a Colocarei aqui algumas explicações e exemplos de exercícios para que você possa fazer todos com segurança e tranquilidade, no entanto,

Leia mais

MODELO E INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO

MODELO E INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO : 31.157.589/0001-60 5.200.000,00 (Cinco milhões e duzentos mil reais) Nº / ANO: 001/2014 Data: 03/01/2014 7º I b - FI 100% Títulos TN Aplicação na conta previdenciária nº 89-4 de recursos provenientes

Leia mais

CORRETOR E AVALIADO R DE IMÓVEIS TERRENOS URBANOS E RURAIS

CORRETOR E AVALIADO R DE IMÓVEIS TERRENOS URBANOS E RURAIS CRECI: F 20730 I CNAI: 07290 CORRETOR E AVALIADO R DE IMÓVEIS AVALlAÇAO DE UM TERRENO RURAL A pedido do TRIBUNAL DE JUSTiÇA DO ESTAD~ DO PARANÁ PODER JUDICIARIO, Comarca de Rebouças - Pro Secretaria Unica

Leia mais

MATEMÁTICA. 1 Observa o quadro. Descobre a sequência de números e completa-os. A B C D E F G H I J K L M N O

MATEMÁTICA. 1 Observa o quadro. Descobre a sequência de números e completa-os. A B C D E F G H I J K L M N O 1 Observa o quadro. Descobre a sequência de números e completa-os. 1 A B C D E F G H I J K L M N O 200 205 210 270 2 3 4 5 275 500 300 345 360 390 400 445 485 570 1.1 Escreve por extenso o número que se

Leia mais

ESTADO DE SERGIPE PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABAIANA FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE DE ITABAIANA CONTRATO N 071/2014

ESTADO DE SERGIPE PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABAIANA FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE DE ITABAIANA CONTRATO N 071/2014 CONTRATO N 071/2014 CONTRATADA: EMPRESA: WD COMERCIAL E EQUIPAMENTOS MÉDICOS LTDA EPP (CNPJ: 10.492.910/0001-92). VALOR: R$ 116.794,50 (cento e dezesseis mil seiscentos setecentos e noventa e quatro reais

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DE GALVEIAS

JUNTA DE FREGUESIA DE GALVEIAS MINUTA DA ATA NR.8/2014 MINUTA DA ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA REALIZADA NO DIA DEZASSETE DE ABRIL DO ANO DE DOIS MIL E QUINZE ---------------------------------------------------------------------- ---------

Leia mais

REDE ENERGIA S.A. CNPJ/MF nº 61.584.140/0001-49 NIRE 35.300.029.780 Companhia Aberta PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO

REDE ENERGIA S.A. CNPJ/MF nº 61.584.140/0001-49 NIRE 35.300.029.780 Companhia Aberta PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO REDE ENERGIA S.A. CNPJ/MF nº 61.584.140/0001-49 NIRE 35.300.029.780 Companhia Aberta São Paulo, 15 de junho de 2011. PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO Assembléia Geral Extraordinária a realizar-se em 30/06/2011

Leia mais

2aula TEORIA DE ERROS I: ALGARISMOS SIGNIFICATIVOS, ARREDONDAMENTOS E INCERTEZAS. 2.1 Algarismos Corretos e Avaliados

2aula TEORIA DE ERROS I: ALGARISMOS SIGNIFICATIVOS, ARREDONDAMENTOS E INCERTEZAS. 2.1 Algarismos Corretos e Avaliados 2aula Janeiro de 2012 TEORIA DE ERROS I: ALGARISMOS SIGNIFICATIVOS, ARREDONDAMENTOS E INCERTEZAS Objetivos: Familiarizar o aluno com os algarismos significativos, com as regras de arredondamento e as incertezas

Leia mais

Resoluções Prova Anglo

Resoluções Prova Anglo Resoluções Prova Anglo TIPO F P-2 tipo D-5 Matemática (P-2) Ensino Fundamental 5º ano DESCRITORES, RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS A Prova Anglo é um dos instrumentos para avaliar o desempenho dos alunos do 5

Leia mais

2º ANO CONTEÚDO ROCESSO SELETIVO 2016. O aluno deverá demonstrar habilidades de:

2º ANO CONTEÚDO ROCESSO SELETIVO 2016. O aluno deverá demonstrar habilidades de: 2º ANO de: reconhecer letras; reconhecer sílabas; estabelecer relação entre unidades sonoras e suas representações gráficas; ler palavras; ler frases; localizar informação explícita em textos; reconhecer

Leia mais

Sistemas de Numerações.

Sistemas de Numerações. Matemática Profº: Carlos Roberto da Silva; Lourival Pereira Martins. Sistema de numeração: Binário, Octal, Decimal, Hexadecimal; Sistema de numeração: Conversões; Sistemas de Numerações. Nosso sistema

Leia mais

Metas Curriculares do Ensino Básico Matemática 1.º Ciclo. António Bivar Carlos Grosso Filipe Oliveira Maria Clementina Timóteo

Metas Curriculares do Ensino Básico Matemática 1.º Ciclo. António Bivar Carlos Grosso Filipe Oliveira Maria Clementina Timóteo Metas Curriculares do Ensino Básico Matemática 1.º Ciclo António Bivar Carlos Grosso Filipe Oliveira Maria Clementina Timóteo Números e Operações Contar até cem, mil,... Descodificar o sistema de numeração

Leia mais

20-10-2014. Sumário. Arquitetura do Universo

20-10-2014. Sumário. Arquitetura do Universo Sumário Das Estrelas ao átomo Unidade temática 1 Diferenças entre medir, medição e medida duma grandeza. Modos de exprimir uma medida. Algarismos significativos: Regras de contagem e operações. Esclarecimento

Leia mais

SISTEMAS DE NUMERAÇÃO

SISTEMAS DE NUMERAÇÃO Atualizado em Prof. Rui Mano E mail: rmano@tpd.puc rio.br SISTEMAS DE NUMERAÇÃO Sistemas de Numer ação Posicionais Desde quando se começou a registrar informações sobre quantidades, foram criados diversos

Leia mais

MATEMÁTICA REVISÃO 1 INTERATIVIDADE AULA: 45 REVISÃO E AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA

MATEMÁTICA REVISÃO 1 INTERATIVIDADE AULA: 45 REVISÃO E AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA REVISÃO 1 REVISÃO 2 AULA: 45 REVISÃO E AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 2 FUTEBOL 3 Números Pares e ímpares Por que o capitão do time azul ganhou a brincadeira do par ou ímpar? Percebemos que o capitão do time

Leia mais

Comunidade de Prática Virtual Inclusiva Formação de Professores

Comunidade de Prática Virtual Inclusiva Formação de Professores Soroban no Laboratório de Informática Algarismos e Notação - 6º Ano Objetivo: Praticar em um soroban digital o registro de algarismos diversos. Procedimento Usar o programa Sorocalc 1.5; Caderno e lápis

Leia mais

Medidas e Grandezas em Física

Medidas e Grandezas em Física CMJF - Colégio Militar de Juiz de Fora - Laboratório de Física Medidas e Grandezas em Física MEDIDAS EM FÍSICA Uma das maneiras de se estudar um fenômeno é estabelecer relações matemáticas entre as grandezas

Leia mais

DESENVOLVENDO HABILIDADES CIÊNCIAS DA NATUREZA I - EM

DESENVOLVENDO HABILIDADES CIÊNCIAS DA NATUREZA I - EM Olá Caro Aluno, Você já reparou que, no dia a dia quantificamos, comparamos e analisamos quase tudo o que está a nossa volta? Vamos ampliar nossos conhecimentos sobre algumas dessas situações. O objetivo

Leia mais

Aula 3 - Sistemas de Numeração

Aula 3 - Sistemas de Numeração UEM Universidade Estadual de Maringá DIN - Departamento de Informática Disciplina: Fundamentos da Computação Profª Thelma Elita Colanzi Lopes thelma@din.uem.br Aula 3 - Sistemas de Numeração O ser humano,

Leia mais

Resoluções Prova Anglo

Resoluções Prova Anglo Resoluções Prova Anglo F- TIPO D-6 Matemática (P-2) Ensino Fundamental 6º ano DESCRITORES, RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS A Prova Anglo é um dos instrumentos para avali ar o desempenho dos alunos do 6 o ano

Leia mais

SIMULADO DE MATEMÁTICA

SIMULADO DE MATEMÁTICA SIMULADO DE MATEMÁTICA 1- Qual o antecessor e o sucessor do número abaixo. 497 a) 490/550 b) 49/71 c) 496/498 d) 498/496 2- Marque a alternativa correta quando decompomos o número 1986. a) 9 centenas,

Leia mais

ANEXO DE METAS FISCAIS AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA E ATUARIAL. (Artigo 4º 2º, inciso IV, alínea a da Lei Complementar nº 101/2000)

ANEXO DE METAS FISCAIS AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA E ATUARIAL. (Artigo 4º 2º, inciso IV, alínea a da Lei Complementar nº 101/2000) ANEXO DE METAS FISCAIS AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA E ATUARIAL (Artigo 4º 2º, inciso IV, alínea a da Lei Complementar nº 101/2000) PLANO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE LONDRINA

Leia mais

Arquitetura de Computadores e Telecom Aula: 02 versão: 1.1 30/06/2014

Arquitetura de Computadores e Telecom Aula: 02 versão: 1.1 30/06/2014 Arquitetura de Computadores e Telecom Aula: 02 versão: 1.1 30/06/2014 Robson Vaamonde http://www.vaamonde.com.br http://www.procedimentosemti.com.br Professor do Curso Prof. Robson Vaamonde, consultor

Leia mais

Extrato de Dispensa de Licitação nº 094/2015. Contratante: Município de Laje. Objeto: junho de 1993. Valor global R$ 14.130,48 (quatorze mil cento e trinta reais e quarenta e oito centavos). Contratado:

Leia mais

MATEMÁTICA COMBINATÓRIA: INTRODUÇÃO

MATEMÁTICA COMBINATÓRIA: INTRODUÇÃO INSTITUTO DE APLICAÇÃO FERNANDO RODRIGUES DA SILVEIRA 2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO Prof. Ilydio Pereira de Sá www.magiadamatematica.com MATEMÁTICA COMBINATÓRIA: INTRODUÇÃO Princípio Fundamental da Contagem

Leia mais

PROPOSTA DA DIRETORIA PARA AUMENTO DO CAPITAL SOCIAL DA FERROVIA CENTRO-ATLÂNTICA S.A.

PROPOSTA DA DIRETORIA PARA AUMENTO DO CAPITAL SOCIAL DA FERROVIA CENTRO-ATLÂNTICA S.A. PROPOSTA DA DIRETORIA PARA AUMENTO DO CAPITAL SOCIAL DA FERROVIA CENTRO-ATLÂNTICA S.A. Senhores Conselheiros, Esta Diretoria, visando a restabelecer a estrutura de capital da Ferrovia Centro-Atlântica

Leia mais

Considerações sobre recolhimento de imposto sobre doação de espécie nos Estados e no Distrito Federal

Considerações sobre recolhimento de imposto sobre doação de espécie nos Estados e no Distrito Federal Considerações sobre recolhimento de imposto sobre doação de espécie nos Estados e no Distrito Federal Conforme artigo 155, I, 1º, II, da Constituição Federal, o recolhimento do tributo em comento deverá

Leia mais

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Itanhangá CNPJ: 07.209.225/0001-00 Gestão 2013/2016

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Itanhangá CNPJ: 07.209.225/0001-00 Gestão 2013/2016 LEI Nº 323/2013 Data: 31 de Outubro de 2013 SÚMULA: Autoriza a Abertura de Crédito Adicional Suplementar por anulação parcial ou total de dotações orçamentárias, e da outras providências. O Senhor João

Leia mais

ANEXO V PREÇO UNITÁRIO (R$) DEPENDENTES LEGAIS anos , , anos , , anos ,95 2.

ANEXO V PREÇO UNITÁRIO (R$) DEPENDENTES LEGAIS anos , , anos , , anos ,95 2. TABELA I PLANILHA INFORMATIVA DE BENEFICIÁRIOS E PREÇOS ESTIMADOS DO GRUPO A TITULARES E DEPENDENTES LEGAIS NO PLANO BÁSICO A - ENFERMARIA - SUBITEM 3.2.1 DO TERMO DE REFERÊNCIA - BENEFICIÁRIOS - TITULARES

Leia mais

DICAS PARA CÁLCULOS MAIS RÁPIDOS ARTIGO 07

DICAS PARA CÁLCULOS MAIS RÁPIDOS ARTIGO 07 DICAS PARA CÁLCULOS MAIS RÁPIDOS ARTIGO 07 Este é o 7º artigo da série de dicas para facilitar / agilizar os cálculos matemáticos envolvidos em questões de Raciocínio Lógico, Matemática, Matemática Financeira

Leia mais

Título : B2 Matemática Financeira. Conteúdo :

Título : B2 Matemática Financeira. Conteúdo : Título : B2 Matemática Financeira Conteúdo : A maioria das questões financeiras é construída por algumas fórmulas padrão e estratégias de negócio. Por exemplo, os investimentos tendem a crescer quando

Leia mais

< < < < < MATEMÁTICA. 1 Completa a reta graduada com os números que faltam. 2 Completa a sequência. 3 Ajuda o Lucas e escreve por ordem crescente.

< < < < < MATEMÁTICA. 1 Completa a reta graduada com os números que faltam. 2 Completa a sequência. 3 Ajuda o Lucas e escreve por ordem crescente. C D U 2 0 0 duzentos 2 centenas 2 centenas são 200 1 Completa a reta graduada com os números que faltam. 100 110 2 Completa a sequência. -10-5 -10-5 -10-5 -10-5 -10-5 190 3 Ajuda o Lucas e escreve por

Leia mais

Raciocínio Lógico Matemático Caderno 1

Raciocínio Lógico Matemático Caderno 1 Raciocínio Lógico Matemático Caderno 1 Índice Pg. Números Naturais... 02 Números Inteiros... 06 Números Racionais... 23 Números Decimais... - Dízimas Periódicas... - Expressões Numéricas... - Divisibilidade...

Leia mais

Presidência da República

Presidência da República Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 12.913, DE 18 DEZEMBRO DE 2013 (publicada no DOU de 19/12/13, Seção 1, página 19) Abre ao Orçamento Fiscal da União, em favor

Leia mais

I. MATEMÁTICA FINANCEIRA - ANDRÉ ARRUDA TAXAS DE JUROS. Taxas Proporcionais

I. MATEMÁTICA FINANCEIRA - ANDRÉ ARRUDA TAXAS DE JUROS. Taxas Proporcionais 1º BLOCO...2 I. Matemática Financeira - André Arruda...2 2º BLOCO...6 I. Matemática - Daniel Lustosa...6 3º BLOCO... 10 I. Tabela de Acumulação de Capital... 10 I. MATEMÁTICA FINANCEIRA - ANDRÉ ARRUDA

Leia mais

-----------------------------------------------------------------------------------------------

----------------------------------------------------------------------------------------------- Contrato Nº..: 63/2013 Contratada...: INSTITUTO SINERGIA E EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO Valor...: 41.810,00 (quarenta e um mil oitocentos e dez reais) Vigência...: Início: 08/04/2013 Término: 31/12/2013 Licitação...:

Leia mais

DATA DA PUBLICAÇÃO: DEZEMBRO/2011

DATA DA PUBLICAÇÃO: DEZEMBRO/2011 DATA DA PUBLICAÇÃO: DEZEMBRO/2011 EXTRATO DE CONTRATO PUBLICAÇÃO:13/12/2011 CONTRATO Nº 029/2011 ENTEL COMÉRCIO E REPRESENTAÇÕES LTDA. C.N.P.J. - 13.745.542/0001-35 AV. SANTIAGO DE COMPOSTELA, Nº 192 PARQUE

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA MATEMÁTICA 3.º ANO/EF 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA MATEMÁTICA 3.º ANO/EF 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC Minas E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA MATEMÁTICA 3.º ANO/EF 2015 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

2. Representação Numérica

2. Representação Numérica 2. Representação Numérica 2.1 Introdução A fim se realizarmos de maneira prática qualquer operação com números, nós precisamos representa-los em uma determinada base numérica. O que isso significa? Vamos

Leia mais

CAPÍTULO 3 - TIPOS DE DADOS E IDENTIFICADORES

CAPÍTULO 3 - TIPOS DE DADOS E IDENTIFICADORES CAPÍTULO 3 - TIPOS DE DADOS E IDENTIFICADORES 3.1 - IDENTIFICADORES Os objetos que usamos no nosso algoritmo são uma representação simbólica de um valor de dado. Assim, quando executamos a seguinte instrução:

Leia mais

I.INTRODUÇÃO A MATEMÁTICA.

I.INTRODUÇÃO A MATEMÁTICA. I.INTRODUÇÃO A MATEMÁTICA. 1. HISTÓRIA DA MATEMÁTICA Matemática é uma ciência que foi criada a fim de contar e resolver problemas com uma razão de existirem, foi criada a partir dos primeiros seres racionais

Leia mais

PORTAL DA TRANSPARÊNCIA 03/2011

PORTAL DA TRANSPARÊNCIA 03/2011 PORTAL DA TRANSPARÊNCIA 03/2011 CONTRATOS NÚMERO DATA ESPECIFICAÇÃO 001/2011 E 01/03/2011 Processo administrativo nº 3168/2011. Dispensa. Contratada: SERPAV COMÉRCIO E PAVIMENTAÇÃO LTDA. Objeto: SERV.

Leia mais

COLÉGIO MILITAR DO RIO DE JANEIRO. LISTA DE REVISÃO PARA PROVA DE RECUPERAÇÃO DO 1º BIM/14 (APR1) - MATEMÁTICA 6º ano

COLÉGIO MILITAR DO RIO DE JANEIRO. LISTA DE REVISÃO PARA PROVA DE RECUPERAÇÃO DO 1º BIM/14 (APR1) - MATEMÁTICA 6º ano COLÉGIO MILITAR DO RIO DE JANEIRO LISTA DE REVISÃO PARA PROVA DE RECUPERAÇÃO DO 1º BIM/14 (APR1) - MATEMÁTICA 6º ano Assunto: Conjuntos, números romanos, sistema de numeração decimal, conjunto dos números

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO GABINETE DA PRESIDÊNCIA

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO GABINETE DA PRESIDÊNCIA TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO GABINETE DA PRESIDÊNCIA LOCAÇÃO, MANUTENÇÃO PREVENTIVA, CORRETIVA E ASSISTÊNCIA TÉCNICA DE MÁQUINAS COPIADORAS, COM FORNECIMENTO DE PEÇAS E SUPRIMENTOS (EXCETO

Leia mais

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE TANHAÇU EXTRATO DO CONTRATO Nº 066P/2015. Modalidade de Licitação Pregão Presencial

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE TANHAÇU EXTRATO DO CONTRATO Nº 066P/2015. Modalidade de Licitação Pregão Presencial EXTRATO DO CONTRATO Nº 066P/2015 Aquisição de material de construção e hidráulico para manutenção, reforma e ampliação de escolas, PSF s, CAPS, ruas e Poços artesianos deste Município. Razão social: CINCAL

Leia mais

CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA

CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA 6ºANO CONTEÚDOS-1º TRIMESTRE Números naturais; Diferença entre número e algarismos; Posição relativa do algarismo dentro do número; Leitura do número; Sucessor e antecessor;

Leia mais

CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO RESOLUÇÃO N 289, DE 30 DE JUNHO DE

CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO RESOLUÇÃO N 289, DE 30 DE JUNHO DE CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO RESOLUÇÃO N 289, DE 30 DE JUNHO DE 1998 Estabelece diretrizes para a aplicação dos recursos e a elaboração das propostas orçamentárias do FGTS,

Leia mais

Disciplina: Matemática. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso

Disciplina: Matemática. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso COLÉGIO LA SALLE BRASILIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: Matemática Período:

Leia mais

Triângulo Tambor ou Tambu Socador ou Meião. Caxixi Pandeiro Gongo Marimba. Chocalho Adufe Agogô Fungador

Triângulo Tambor ou Tambu Socador ou Meião. Caxixi Pandeiro Gongo Marimba. Chocalho Adufe Agogô Fungador PROFESSOR: EQUIPE DE MATEMÁTICA BANCO DE QUESTÕES - MATEMÁTICA - 5º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Os instrumentos abaixo fazem parte

Leia mais

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO, POR FIBRIA CELULOSE S.A., DE ARAPAR S.A. E DE SÃO TEÓFILO REPRESENTAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S.A.

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO, POR FIBRIA CELULOSE S.A., DE ARAPAR S.A. E DE SÃO TEÓFILO REPRESENTAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S.A. PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO, POR FIBRIA CELULOSE S.A., DE ARAPAR S.A. E DE SÃO TEÓFILO REPRESENTAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S.A. FIBRIA CELULOSE S.A. (nova denominação social de Votorantim Celulose

Leia mais

CURSO E COLÉGIO APOIO. Professor: Ronaldo Correa

CURSO E COLÉGIO APOIO. Professor: Ronaldo Correa CURSO E COLÉGIO APOIO Professor: Ronaldo Correa Holiday - Christmas.mpg medidas 1-Medidas Grandeza tudo aquilo que pode ser medido. Medir comparar com um padrão. No Brasil e na maioria dos países as unidades

Leia mais

MUNICÍPIO DE ALCOBAÇA

MUNICÍPIO DE ALCOBAÇA ------29/14 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE RECOLHA E ANÁLISE DAS COLHEITAS EFECTUADAS NOS PONTOS A TRANSMITIR PELOS SERVIÇOS MUNICIPALIZADOS, EM TODO O CONCELHO, COM VISTA À ELABORAÇÃO DO PLANO DE CONTROLO DA

Leia mais

MUNICÍPIO DE PAREDES DE COURA

MUNICÍPIO DE PAREDES DE COURA MUNICÍPIO DE PAREDES DE COURA ATA N.º 24/2013-02 DE DEZEMBRO DE 2013 DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL (MANDATO 2013/2017) (Contém 06 páginas) ESTIVERAM PRESENTES OS SEGUINTES MEMBROS: PRESIDENTE:

Leia mais

TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ: 02.558.154/0001-29 NIRE 3130002551-9 Companhia Aberta

TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ: 02.558.154/0001-29 NIRE 3130002551-9 Companhia Aberta TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ: 02.558.154/0001-29 NIRE 3130002551-9 Companhia Aberta Assembleia Geral Extraordinária Realizada em 9 de março de 2009 1. Data, Hora e Local. Realizada, em primeira

Leia mais

2. Sistemas de Numeração, Operações e Códigos. 2. Sistemas de Numeração, Operações e Códigos 1. Números Decimais. Objetivos.

2. Sistemas de Numeração, Operações e Códigos. 2. Sistemas de Numeração, Operações e Códigos 1. Números Decimais. Objetivos. Objetivos 2. Sistemas de Numeração, Operações e Códigos Revisar o sistema de numeração decimal Contar no sistema de numeração binário Converter de decimal para binário e vice-versa Aplicar operações aritméticas

Leia mais

Os jogos nas aulas de matemática

Os jogos nas aulas de matemática UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO ENCONTRO REGIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA Oficina: Os jogos nas aulas de matemática Professora: Odenise Maria bezerra Natal, agosto de

Leia mais

XXXVI OLIMPÍADA PAULISTA DE MATEMÁTICA Prova da Primeira Fase (11 de agosto de 2012) Nível (6 o e 7 o anos do Ensino Fundamental)

XXXVI OLIMPÍADA PAULISTA DE MATEMÁTICA Prova da Primeira Fase (11 de agosto de 2012) Nível (6 o e 7 o anos do Ensino Fundamental) Instruções: XXXVI OLIMPÍADA PAULISTA DE MATEMÁTICA Prova da Primeira Fase (11 de agosto de 2012) Nível (6 o e 7 o anos do Ensino Fundamental) Folha de Perguntas A duração da prova é de 3h30min. O tempo

Leia mais

VERSÃO DE TRABALHO. Prova Final de Matemática. 2.º Ciclo do Ensino Básico. Prova 62/2.ª Fase. Critérios de Classificação.

VERSÃO DE TRABALHO. Prova Final de Matemática. 2.º Ciclo do Ensino Básico. Prova 62/2.ª Fase. Critérios de Classificação. Prova Final de Matemática 2.º Ciclo do Ensino Básico Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Prova 62/2.ª Fase Critérios de Classificação 9 Páginas 2015 Prova 62/2.ª F. CC Página 1/ 9 CRITÉRIOS GERAIS

Leia mais

Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor

Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor Curso: Ano: 3º Nome do (a) Aluno (a): Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor Componente Curricular: Matemática Professor

Leia mais

Nada melhor do que colocar em prática os conhecimentos obtidos em nossas aulas, confeccionando um incrível álbum de vegetais.

Nada melhor do que colocar em prática os conhecimentos obtidos em nossas aulas, confeccionando um incrível álbum de vegetais. Nome: Nº: 2º ano Trabalho Interdisciplinar de Ciências e Informática 3º Bimestre Data: Durante este bimestre aprendemos que as plantas, também chamadas de vegetais, são seres vivos, já que nascem, crescem

Leia mais

EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA PARA ALIENAÇÃO DE BENS IMÓVEIS COMPARTILHADO/RNNE/SCPI Nº 0001/2014 ANEXO A DESCRIÇÃO DOS IMÓVEIS E CONDIÇÕES DE PREÇOS

EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA PARA ALIENAÇÃO DE BENS IMÓVEIS COMPARTILHADO/RNNE/SCPI Nº 0001/2014 ANEXO A DESCRIÇÃO DOS IMÓVEIS E CONDIÇÕES DE PREÇOS 1 DA DESCRIÇÃO DOS IMÓVEIS E PREÇO MÍNIMO 1.1 Imóvel 1 Unidade Residencial Casa nº 12, situada na Rua EAP do Condomínio Residencial GEBIG, sito à Município de Angra dos Reis, Estado do Rio de Janeiro,

Leia mais

Soluções de Questões de Matemática do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca CEFET/RJ

Soluções de Questões de Matemática do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca CEFET/RJ Soluções de Questões de Matemática do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca CEFET/RJ. Questão Sistemas de Numeração No sistema de numeração de base 2, o numeral mais simples de

Leia mais

Dispõe sobre os valores de anuidades, contribuições, taxas, multas e emolumentos para o exercício de 2014.

Dispõe sobre os valores de anuidades, contribuições, taxas, multas e emolumentos para o exercício de 2014. Belo Horizonte, 19 de Novembro de 2013. Resolução Especial CREF6/MG 2013 Dispõe sobre os valores de anuidades, contribuições, taxas, multas e emolumentos para o exercício de 2014. O PRESIDENTE DO CONSELHO

Leia mais

Coordenadoria de Educação CADERNO DE REVISÃO-2011. Matemática Aluno (a) 5º ANO

Coordenadoria de Educação CADERNO DE REVISÃO-2011. Matemática Aluno (a) 5º ANO CADERNO DE REVISÃO-2011 Matemática Aluno (a) 5º ANO Caderno de revisão FICHA 1 COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO examesqueiros Os Números gloriabrindes.com.br noticias.terra.com.br cidadesaopaulo.olx... displaypaineis.com.br

Leia mais

Previdência 2011: Novos Valores do Salário de Contribuição e Salário- Família 2011 03/01/2011

Previdência 2011: Novos Valores do Salário de Contribuição e Salário- Família 2011 03/01/2011 Previdência 2011: Novos Valores do Salário de Contribuição e Salário- Família 2011 03/01/2011 A Portaria Interministerial 568 MPS-MF, de 31-12-2010, publicada no Diário Oficial de 3-1-2011, reajustou em

Leia mais

ATA DA 1626ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA DIRETORIA EXECUTIVA DA COMPANHIA DOCAS DO ESTADO DE SÃO PAULO CODESP AUTORIDADE PORTUÁRIA

ATA DA 1626ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA DIRETORIA EXECUTIVA DA COMPANHIA DOCAS DO ESTADO DE SÃO PAULO CODESP AUTORIDADE PORTUÁRIA 2979 ATA DA 1626ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA DIRETORIA EXECUTIVA DA COMPANHIA DOCAS DO ESTADO DE SÃO PAULO CODESP AUTORIDADE PORTUÁRIA Às doze horas do dia dezenove do mês de dezembro do ano de dois mil e treze,

Leia mais

Sistema de Numeração e Aritmética Básica

Sistema de Numeração e Aritmética Básica 1 Sistema de Numeração e Aritmética Básica O Sistema de Numeração Decimal possui duas características importantes: ele possui base 10 e é um sistema posicional. Na base 10, dispomos de 10 algarismos para

Leia mais

Vamos poupar dinheiro!

Vamos poupar dinheiro! Módulo 2 Unidade 8 Vamos poupar dinheiro! Para início de conversa... Observe a história em quadrinho abaixo: Matemática e suas Tecnologias Matemática 33 Todos nós sabemos que é muito bom guardar um dinheirinho

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 PROCESSO SUSEP Nº: 15414.

CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 PROCESSO SUSEP Nº: 15414. I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 APLUBCAP POPULAR 166 : POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.004323/2012-20 II - GLOSSÁRIO Subscritor é

Leia mais

DISCIPLINA: CIÊNCIAS DATA DA REALIZAÇÃO: 23/11/2015. Montando um folheto educativo

DISCIPLINA: CIÊNCIAS DATA DA REALIZAÇÃO: 23/11/2015. Montando um folheto educativo FICHA DA SEMANA 1. Cada atividade terá uma data de realização e deverá ser entregue a professora no dia seguinte; 2. As atividades deverão ser copiadas e respondidas no caderno, de acordo com a disciplina

Leia mais