Sistema de Ensino CNEC. 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sistema de Ensino CNEC. 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome:"

Transcrição

1 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome: A literatura infantil surgiu no século XVII, no intuito de educar as crianças moralmente. Em homenagem ao escritor dinamarquês Hans Christian Andersen, foi criado O Dia Internacional do Livro Infantil, que é comemorado na data de seu nascimento, 02 de abril, em virtude das inúmeras histórias criadas por ele. A data é conhecida e comemorada mundialmente, em mais de sessenta países, como forma de incentivar e despertar nas crianças o gosto pela leitura. Dentre as histórias mais conhecidas mundialmente, estão O Patinho Feio, O Soldadinho de Chumbo, A Pequena Sereia e As Roupas Novas do Imperador. As histórias reportam valores morais e éticos, que nos levam a repensar nossas atitudes no cotidiano, numa reflexão que pode modificar nossa ação, tornando-nos melhores enquanto pessoas. -06a-11s-at-02 Português (interpretação de texto frase)

2 Todos os anos, a Internacional Boardon Books for Young People oferece o troféu Hans Christian, como sendo o prêmio Nobel desse gênero. Algumas escritoras brasileiras já foram homenageadas, como Lygia Bojunga, no ano de 1982, e Ana Maria Machado, em Disponível em: <http://www.brasilescola.com/datas-comemorativas/dia-internacional-do-livro-infantil.htm> (Adaptado) Acesso em: 31 mar O dia 18 de abril foi instituído como o Dia Nacional da Literatura Infantil em homenagem a Monteiro Lobato. A frase a seguir foi criada por ele para demonstrar o valor da leitura e sua influência no mundo. Um país se faz com homens e livros. Monteiro Lobato -06a-11s-at-02 Português (interpretação de texto frase)

3 Disponível em: <http://www.brasilescola.com/upload/e/dia%20nacional%20do%20livro%20infantil.jpg>. Acesso em: 31 mar Monteiro Lobato ou José Bento Monteiro Lobato nasceu em 18 de abril de 1882, em Taubaté, no Vale do Paraíba. Quando pequeno, já se familiarizava com as letras. Ele tinha duas grandes paixões: escrever e desenhar. Lobato viveu um tempo como fazendeiro e foi editor de sucesso. Mas foi como escritor infantil que despontou para o mundo, em Escreveu sua primeira história infantil, cujo título era A Menina do Narizinho Arrebitado. Os desenhos foram ilustrados por Voltolino. Esse livrinho foi lançado no Natal de 1920 e fez um grande sucesso. Nasciam assim outros episódios que compunham o Sítio do Picapau Amarelo, com grandes personagens, como Dona Benta, Pedrinho, Narizinho, Tia Anastácia, Emília, Jeca Tatu, Cuca, Saci, dentre outros. Assim, ele pôde recuperar costumes da raça e das lendas do folclore nacional, misturando todos eles com elementos da literatura universal, da mitologia grega, dos quadrinhos e do cinema. -06a-11s-at-02 Português (interpretação de texto frase)

4 Monteiro Lobato tornou-se, então, o pioneiro na literatura infantil. O escritor viveu grandes emoções e faleceu no dia 04 de julho de 1948, aos 66 anos de idade. Ele deixou como herança ao povo brasileiro uma imensa obra para crianças, jovens e adultos, que podem se deliciar com sua literatura. 1) Como vimos anteriormente, o Dia Internacional do Livro Infantil é comemorado no dia 2 de abril. O Dia Nacional, em 18 de abril. Agora faça o que se pede. a) Pinte, no calendário a seguir, essas duas datas. ABRIL DOM SEG TER QUA QUI SEX SÁB b) Em quais dias da semana essas datas foram comemoradas? 02 _ 18 _ -06a-11s-at-02 Português (interpretação de texto frase)

5 2) De acordo com o texto, quais escritores são homenageados nessas datas? 3) Após estudarmos um pouquinho sobre Monteiro Lobato, resolva as questões propostas. a) Qual era o nome completo desse escritor? b) O primeiro livro infantil de Monteiro Lobato recebeu o título de A Menina do Nariz Empinado. A Menina do Nariz Arrebitado. A Menina do Nariz Estragado. c) O livro citado anteriormente foi publicado em: d) Qual o nome do sítio presente nas histórias de Monteiro Lobato que se tornou o nome de um programa de televisão. -06a-11s-at-02 Português (interpretação de texto frase)

6 e) Observe esta cena para completar o gráfico da próxima página. Pinte os quadradinhos de acordo com a quantidade de vezes que estes personagens aparecem. -06a-11s-at-02 Português (interpretação de texto frase)

7 Gráfico dos personagens f) Volte ao gráfico e reescreva a quantidade que representa quantas vezes cada personagem apareceu. Em seguida, escreva como se leem esses numerais. -06a-11s-at-02 Português (interpretação de texto frase)

8 g) Leia atentamente esta frase de Monteiro Lobato: Um país se faz com homens e livros. Qual o nome do país em que você mora? Brasília. Brasil. Belo Horizonte. h) Use sua criatividade e redija uma pequena frase com a palavra LIVRO. -06a-11s-at-02 Português (interpretação de texto frase)

PROJETO MONTEIRO LOBATO

PROJETO MONTEIRO LOBATO PROJETO MONTEIRO LOBATO Turma - Jardim II e 1 ano Professoras Maria Gonilde Bittencourt e Janete Terezinha Bittencourt Colaboradores: prof. Reginaldo (música) e Coord. Ped. Andréa Lucena Cardoso Ano 2010

Leia mais

3º Ano. O amor é paciente. I Coríntios 13:4. Roteiro Semanal de Atividades de Casa (15 a 19 de abril de 2013)

3º Ano. O amor é paciente. I Coríntios 13:4. Roteiro Semanal de Atividades de Casa (15 a 19 de abril de 2013) 3º Ano O amor é paciente. I Coríntios 13:4 Roteiro Semanal de Atividades de Casa (15 a 19 de abril de 2013) 18 de Abril - Dia Nacional do Livro Infantil conhecimento. Nos livros aprendemos sobre nós mesmos

Leia mais

1. O que é Folclore? Uma análise histórica e crítica do conceito.

1. O que é Folclore? Uma análise histórica e crítica do conceito. Objetivos Proporcionar o entendimento das características gerais do processo folclórico brasileiro; Estruturar o profissional de Eventos para conhecer particularidades de alguns acontecimentos que envolvem

Leia mais

A MATEMÁTICA IMBRICADA COM A LITERATURA: RELATO DE EXPERIÊNCIA

A MATEMÁTICA IMBRICADA COM A LITERATURA: RELATO DE EXPERIÊNCIA A MATEMÁTICA IMBRICADA COM A LITERATURA: RELATO DE EXPERIÊNCIA Resumo Cristian Darif 1 Universidade Comunitária da Região de Chapecó cristianjr@unochapeco.edu.br Cláudia Maria Grando 2 Universidade Comunitária

Leia mais

LITERATURA INFANTIL E JUVENIL E A FORMAÇÃO DE LEITORES NA BIBLIOTECA ESCOLAR. Lília Santos

LITERATURA INFANTIL E JUVENIL E A FORMAÇÃO DE LEITORES NA BIBLIOTECA ESCOLAR. Lília Santos LITERATURA INFANTIL E JUVENIL E A FORMAÇÃO DE LEITORES NA BIBLIOTECA ESCOLAR Lília Santos NA BIBLIOTECA ESCOLAR, a MEDIAÇÃO com crianças e jovens acontece o tempo todo. É preciso ter atenção com os conteúdos

Leia mais

COLETÂNEA FB 2014 UMA PROSA COM LOBATO

COLETÂNEA FB 2014 UMA PROSA COM LOBATO COLETÂNEA FB 2014 UMA PROSA COM LOBATO Um grande nome de nossa literatura, José Bento de Monteiro Lobato, nasceu em Taubaté, interior de São Paulo, em 18 de abril de 1882. Contista, ensaísta e tradutor.

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ DEPARTAMENTO DE LETRAS E ARTES ESPECIALIZAÇÃO EM ESTUDOS COMPARADOS EM LITERATURAS DE LÍNGUA PORTUGUESA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ DEPARTAMENTO DE LETRAS E ARTES ESPECIALIZAÇÃO EM ESTUDOS COMPARADOS EM LITERATURAS DE LÍNGUA PORTUGUESA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ DEPARTAMENTO DE LETRAS E ARTES ESPECIALIZAÇÃO EM ESTUDOS COMPARADOS EM LITERATURAS DE LÍNGUA PORTUGUESA A REPRESENTAÇÃO DA IDENTIDADE DA MULHER AFRO- DESCENDENTE, TIA

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 7.600, DE 2010 (Do Sr. Roberto Alves)

PROJETO DE LEI N.º 7.600, DE 2010 (Do Sr. Roberto Alves) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 7.600, DE 2010 (Do Sr. Roberto Alves) Institui a semana nacional Monteiro Lobato DESPACHO: ÀS COMISSÕES DE: EDUCAÇÃO E CULTURA; E CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA

Leia mais

Projeto Conto de Fadas

Projeto Conto de Fadas Projeto Conto de Fadas 1. Título: Tudo ao contrário 2. Dados de identificação: Nome da Escola: Escola Municipal Santo Antônio Diretora: Ceriana Dall Mollin Tesch Coordenadora do Projeto: Mônica Sirtoli

Leia mais

QUESTÃO 1 Primeiro o cãozinho Bidu, depois o Franjinha, Cebolinha e Cascão... Estava faltando uma menina nessa turma. Então, há 50 anos, em 1963, ela

QUESTÃO 1 Primeiro o cãozinho Bidu, depois o Franjinha, Cebolinha e Cascão... Estava faltando uma menina nessa turma. Então, há 50 anos, em 1963, ela Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 5.O ANO EM 2013 Disciplina: Prova: PoRTUGUÊs desafio nota: Este ano, a personagem mais famosa de Mauricio de Sousa está completando

Leia mais

CONTO LITERÁRIO: UM INCENTIVO À LEITURA RESUMO

CONTO LITERÁRIO: UM INCENTIVO À LEITURA RESUMO CONTO LITERÁRIO: UM INCENTIVO À LEITURA * Lúcia Helena dos Santos Mattos * Mônica Rejiane Bierhals * Renata Faria Amaro da Silva ** Adriana Lemes RESUMO Como estimular a leitura através do conto literário?

Leia mais

SARESP 2004 Prova de Leitura e Escrita 5ª Série EF - Manhã. Narizinho

SARESP 2004 Prova de Leitura e Escrita 5ª Série EF - Manhã. Narizinho SARESP 2004 Prova de Leitura e Escrita 5ª Série EF - Manhã Narizinho Numa casinha branca, lá no Sítio do Picapau Amarelo, mora uma velha de mais de sessenta anos. Chama-se dona Benta. Quem passa pela estrada

Leia mais

A IDENTIDADE CULTURAL DO NEGRO NA LITERATURA INFANTIL DE MONTEIRO LOBATO

A IDENTIDADE CULTURAL DO NEGRO NA LITERATURA INFANTIL DE MONTEIRO LOBATO A IDENTIDADE CULTURAL DO NEGRO NA LITERATURA INFANTIL DE MONTEIRO LOBATO Alfrancio Ferreira Dias 1 RESUMO Este artigo pretende a partir de uma pesquisa bibliográfica discutir a identidade cultural do negro,

Leia mais

Literatura de Monteiro Lobato

Literatura de Monteiro Lobato Literatura de Monteiro Lobato Cléa Coitinho Escosteguy ULBRA Trabalhar com as obras de Monteiro Lobato é fazer emergir a fantasia e a criatividade, já tão esquecidas. Não há, com certeza, na ficção de

Leia mais

Promessa de felicidade

Promessa de felicidade Promessa de felicidade Apontamentos sobre literatura, escola e infância Gilberto Martins Doutorando em Literatura Brasileira na USP. E m seu conto intitulado "Felicidade clandestina" (publicado em livro

Leia mais

24 junho a.c 1545-1563 1584 1627 1641 1769 1808 1950. Acontecimento 1641 Ano da proibição do uso de fogueiras e fogos de artifício.

24 junho a.c 1545-1563 1584 1627 1641 1769 1808 1950. Acontecimento 1641 Ano da proibição do uso de fogueiras e fogos de artifício. Salvador da Bahia Leitura: atividades RESPOSTAS Pula a fogueira, João! 1. 24 junho a.c 1545-1563 1584 1627 1641 1769 1808 1950 Data Acontecimento 1641 Ano da proibição do uso de fogueiras e fogos de artifício.

Leia mais

ANÁLISE DOS RESULTADOS DO PROJETO EMÍLIA VAI À ESCOLA: UM ESTUDO SOBRE AS CONDIÇÕES E PRÁTICAS DE LEITURA DA OBRA LOBATEANA NO ENSINO FUNDAMENTAL

ANÁLISE DOS RESULTADOS DO PROJETO EMÍLIA VAI À ESCOLA: UM ESTUDO SOBRE AS CONDIÇÕES E PRÁTICAS DE LEITURA DA OBRA LOBATEANA NO ENSINO FUNDAMENTAL ANÁLISE DOS RESULTADOS DO PROJETO EMÍLIA VAI À ESCOLA: UM ESTUDO SOBRE AS CONDIÇÕES E PRÁTICAS DE LEITURA DA OBRA LOBATEANA NO ENSINO FUNDAMENTAL Aline Sousa Santos Maria Afonsina Ferreira Matos 1 RESUMO

Leia mais

Literatura Infantil e Juvenil. Contos de fadas. Importância dos contos de fadas. Letras. Prof: Ana Lucia Trevisan Pelegrino.

Literatura Infantil e Juvenil. Contos de fadas. Importância dos contos de fadas. Letras. Prof: Ana Lucia Trevisan Pelegrino. Letras Prof: Ana Lucia Trevisan Pelegrino. Literatura Infantil e Juvenil Contos de fadas Importância dos contos de fadas Segundo Bettelheim O valor do conto de fadas para crianças é destruído se alguém

Leia mais

readquire a alegria de viver. O incrível universo do jardim fortalece a amizade entre as crianças e traz de volta o sorriso ao rosto do senhor Craven.

readquire a alegria de viver. O incrível universo do jardim fortalece a amizade entre as crianças e traz de volta o sorriso ao rosto do senhor Craven. O JARDIM SECRETO Introdução ao tema Mais que um simples romance sobre a descoberta de um lugar proibido, O jardim secreto revela o fascínio dos primeiros contatos com a natureza e a importância que ela

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE CAIXAS-ESTANTES PARA INCENTIVO DA LEITURA PARA ALUNOS DE 1ª À 4ª SÉRIES NA ESCOLA MUNICIPAL HENRIQUE VERAS

UTILIZAÇÃO DE CAIXAS-ESTANTES PARA INCENTIVO DA LEITURA PARA ALUNOS DE 1ª À 4ª SÉRIES NA ESCOLA MUNICIPAL HENRIQUE VERAS UTILIZAÇÃO DE CAIXAS-ESTANTES PARA INCENTIVO DA LEITURA PARA ALUNOS DE 1ª À 4ª SÉRIES NA ESCOLA MUNICIPAL HENRIQUE VERAS Andréa Collyer Neves Acadêmica do Curso de Biblioteconomia da UFSC Araci Isaltina

Leia mais

A UNIÃO PERFEITA ENTRE LÍNGUA E LITERATURA POR MONTEIRO LOBATO EM EMÍLIA NO PAÍS DA GRAMÁTICA

A UNIÃO PERFEITA ENTRE LÍNGUA E LITERATURA POR MONTEIRO LOBATO EM EMÍLIA NO PAÍS DA GRAMÁTICA A UNIÃO PERFEITA ENTRE LÍNGUA E LITERATURA POR MONTEIRO LOBATO EM EMÍLIA NO PAÍS DA GRAMÁTICA Patrícia Scarabotto Nasralla* RESUMO: O pré modernista Monteiro Lobato criou uma narrativa extremamente envolvente

Leia mais

Sistema de Ensino CNEC. 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome:

Sistema de Ensino CNEC. 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome: 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome: -06a-34s-at-04 Língua Portuguesa Produção e Interpretação Leia um trecho do livro Uma professora muito maluquinha, de Ziraldo. Era uma vez uma professora maluquinha.

Leia mais

Objetivos Específicos. Estratégias em Língua Portuguesa. Leitura de histórias em quadrinhos. Desenhos próprios. Gibisão data show.

Objetivos Específicos. Estratégias em Língua Portuguesa. Leitura de histórias em quadrinhos. Desenhos próprios. Gibisão data show. PLANEJAMENTO Folclore Professor (a): Vanessa da Rosa Competências Leitura; Oralidade; Produção textual, Ortografia, Ritmo e Memória. Avançar em seus conhecimentos sobre a escrita, ao escrever segundo suas

Leia mais

DATAS COMEMORATIVAS. CHEGADA DOS PORTUGUESES AO BRASIL 22 de abril

DATAS COMEMORATIVAS. CHEGADA DOS PORTUGUESES AO BRASIL 22 de abril CHEGADA DOS PORTUGUESES AO BRASIL 22 de abril Descobrimento do Brasil. Pintura de Aurélio de Figueiredo. Em 1500, há mais de 500 anos, Pedro Álvares Cabral e cerca de 1.500 outros portugueses chegaram

Leia mais

2º Anos do Ensino Fundamental

2º Anos do Ensino Fundamental 2º Anos do Ensino Fundamental Porto Alegre, 01 de outubro de 2015. Estimados Pais: Complementando os estudos na área de Ciências Naturais, estaremos realizando uma atividade de campo à Fazenda Refúgio,

Leia mais

A LITERATURA INFANTIL COMO RECURSO NO ATENDIMENTO ESPECIALIZADO AOS ALUNOS COM DEFICIÊNCIA MENTAL

A LITERATURA INFANTIL COMO RECURSO NO ATENDIMENTO ESPECIALIZADO AOS ALUNOS COM DEFICIÊNCIA MENTAL A LITERATURA INFANTIL COMO RECURSO NO ATENDIMENTO ESPECIALIZADO AOS ALUNOS COM DEFICIÊNCIA MENTAL Luana Martins Abreu Profª. da Secretaria Municipal de Educação de Nova Iguaçu/RJ As crianças com qualquer

Leia mais

CONSIDERAÇÕES SOBRE MONTEIRO LOBATO REPRESENTANDO A LITERATURA INFANTIL NAS ESCOLAS

CONSIDERAÇÕES SOBRE MONTEIRO LOBATO REPRESENTANDO A LITERATURA INFANTIL NAS ESCOLAS CONSIDERAÇÕES SOBRE MONTEIRO LOBATO REPRESENTANDO A LITERATURA INFANTIL NAS ESCOLAS MEDEIROS, Elaine Regina de 1 PEREIRA, Estela Inácio 2 ANTONIO, Fernanda Peres 3 RESUMO O presente artigo objetiva a importância

Leia mais

O HÁBITO DA LEITURA E O PRAZER DE LER

O HÁBITO DA LEITURA E O PRAZER DE LER O HÁBITO DA LEITURA E O PRAZER DE LER ALVES, Ivanir da Costa¹ Universidade Estadual de Goiás Unidade Universitária de Iporá ¹acwania@gmail.com RESUMO A leitura é compreendida como uma ação que deve se

Leia mais

Anexo XXXIII Peça teatral com fantoches

Anexo XXXIII Peça teatral com fantoches Anexo XXXIII Peça teatral com fantoches Amanda (entra procurando os amigos) Lucas!? Juninho!? Chico!? Onde estão vocês? Ai meu Deus. Preciso encontrar alguém por aqui. (para o público) Ei pessoal, vocês

Leia mais

FACULDADE EÇA DE QUEIRÓS

FACULDADE EÇA DE QUEIRÓS FACULDADE EÇA DE QUEIRÓS GISELE CRISTINA DE SANTANA FERREIRA PEREIRA JÉSSICA PALOMA RATIS CORREIA NOBRE PEDAGOGIA: PROJETO MENINA BONITA DO LAÇO DE FITA JANDIRA - 2012 FACULDADE EÇA DE QUEIRÓS GISELE CRISTINA

Leia mais

LITERATURA INFANTIL: ORIGENS E TENDÊNCIAS

LITERATURA INFANTIL: ORIGENS E TENDÊNCIAS LITERATURA INFANTIL: ORIGENS E TENDÊNCIAS RODRIGUES, Scheila Leal 1 ; ALVES, Carla Rosane da Silva Tavares 2 ; SOUZA, Antonio Escandiel de 3 ; LAUXEN, Sirlei de Lourdes 4 ; BASSO, Berenice Geschwind 5

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 TÍTULO DO PROGRAMA Balinha e Dentinho. 2 EPISÓDIO TRABALHADO Conhecendo o Rosquinha. 3 SINOPSE DO EPISÓDIO ESPECÍFICO Balinha e Dentinho encontram um cachorro perdido

Leia mais

Colégio João XXIII. Dicas de Softwares e Sites Listados por Conteúdos. Patrícia Grasel

Colégio João XXIII. Dicas de Softwares e Sites Listados por Conteúdos. Patrícia Grasel Colégio João XXIII Dicas de Softwares e Sites Listados por Conteúdos. Patrícia Grasel Índice: Natureza e Sociedade 1. Corpo Humano 2. Saúde/higiene 3. Educação Ambiental/ Reciclagem 4. Espaço/ Sistema

Leia mais

MARIA MARTA DE OLIVEIRA COMO TRABALHAR A LITERATURA INFANTIL DE FORMA PRAZEROSA NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

MARIA MARTA DE OLIVEIRA COMO TRABALHAR A LITERATURA INFANTIL DE FORMA PRAZEROSA NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRASÍLIA - UniCEUB FACULDADE DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO - FACE CURSO PEDAGOGIA FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA AS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL PROJETO PROFESSOR NOTA 10 MARIA

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 2º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 2º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Literatura Brasileira e infantil Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 2º 1 - Ementa (sumário, resumo) Literatura infantil:

Leia mais

SEM BRINCADEIRA! Henrique Félix SINOPSE PALAVRAS DO AUTOR FICHA TÉCNICA

SEM BRINCADEIRA! Henrique Félix SINOPSE PALAVRAS DO AUTOR FICHA TÉCNICA SINOPSE Guilherme é um garoto que adora ler. Quando sua professora lhe pede que escreva uma redação sobre a coisa que mais gosta de fazer, o menino não cumpre exatamente a tarefa e começa a produzir uma

Leia mais

Contação de História Como contar histórias de forma cativante

Contação de História Como contar histórias de forma cativante Contação de História Como contar histórias de forma cativante SANTOS, Bianca de Paula 1. Palavras-chave: História; Extensão; Contos infantis; Desenvolvimento. Introdução Em dias que as crianças se voltam

Leia mais

Português -7º ano Profª Marta NO ACAMPAMENTO DOS VERBOS

Português -7º ano Profª Marta NO ACAMPAMENTO DOS VERBOS Português -7º ano Profª Marta NO ACAMPAMENTO DOS VERBOS - Agora iremos visitar o Campo de Marte, onde vivem acampados os Verbos, uma espécie muito curiosa de palavras. Depois dos Substantivos são os Verbos

Leia mais

AUTORRETRATO... EU COMO SOU? SOU ÚNICO!

AUTORRETRATO... EU COMO SOU? SOU ÚNICO! AUTORRETRATO... EU COMO SOU? SOU ÚNICO! Maria da Penha Rodrigues de Assis EMEF SERRA DOURADA No ano de 2010 escolhi como posto de trabalho a EMEF Serra Dourada para lecionar como arte-educadora de séries

Leia mais

DA LITERATURA AO TEATRO: LEITURA E CRIAÇÃO NO ESPAÇO ESCOLAR

DA LITERATURA AO TEATRO: LEITURA E CRIAÇÃO NO ESPAÇO ESCOLAR DA LITERATURA AO TEATRO: LEITURA E CRIAÇÃO NO ESPAÇO ESCOLAR MARINA COELHO PEREIRA (FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE NITERÓI), KAREN CERDEIRA BECK (FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE NITERÓI), TATIANA

Leia mais

CARO PROFESSOR, Bem-vindo ao universo de Pequenas Histórias, filme de Helvécio Ratton que será lançado nos cinemas a partir de julho.

CARO PROFESSOR, Bem-vindo ao universo de Pequenas Histórias, filme de Helvécio Ratton que será lançado nos cinemas a partir de julho. CARO PROFESSOR, Bem-vindo ao universo de Pequenas Histórias, filme de Helvécio Ratton que será lançado nos cinemas a partir de julho. Um filme, como qualquer obra de arte, possibilita várias leituras,

Leia mais

Nome: Marli Pereira da Silva Morais Informações da Escola: Nome da Escola: Escola Municipal Gil Brasileiro da Silva

Nome: Marli Pereira da Silva Morais Informações da Escola: Nome da Escola: Escola Municipal Gil Brasileiro da Silva Nome: Marli Pereira da Silva Morais Informações da Escola: Nome da Escola: Escola Municipal Gil Brasileiro da Silva Cidade: Itapagipe UF: MG Informações do Projeto: Categoria: (TEMA LIVRE) Anos Iniciais

Leia mais

Biblioteca Municipal António Botto. Serviço de Bibliotecas. Divisão do Conhecimento e Intervenção Comunitária. Município de Abrantes

Biblioteca Municipal António Botto. Serviço de Bibliotecas. Divisão do Conhecimento e Intervenção Comunitária. Município de Abrantes Serviço de Bibliotecas Divisão do Conhecimento e Intervenção Comunitária Município de Abrantes Programação de abril de 2016 CADERNOS DE VIAGEM DE ABRANTES DESENHO, LITERATURA, FOTOGRAFIA, VIDEO, JORNALISMO,

Leia mais

RESGATANDO O FOLCLORE BRASILEIRO

RESGATANDO O FOLCLORE BRASILEIRO RESGATANDO O FOLCLORE BRASILEIRO Autora: Patrícia da Silveira Souza E-mail: patbzt@cabangu.com.br A escola deve estar também comprometida com nossa cultura, resgatando nossos valores, tradições e costumes;

Leia mais

Projeto Datas Comemorativas

Projeto Datas Comemorativas I - Tema: Conhecer para Aprender II - Período: 2012 Projeto Datas Comemorativas III - Justificativa As datas comemorativas estão sempre presentes no cotidiano escolar, oportunizando situações que favorecem

Leia mais

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO, CULTURA E DES PORTO

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO, CULTURA E DES PORTO CONCURSO: 2013 QUALIDADE EM GESTÃO E QUALIDADE NA PRÁTICA DA DOCÊNCIA GREICIANE KRUMM QUALIDADE NA PRÁTICA DOCÊNCIA PRESIDENTE GETÚLIO 2013 GREICIANE KRUMM Experiência apresentada para Associação dos Municípios

Leia mais

]ÉÜÇtÄ wt XávÉÄt. Nossas ações durante o ano de 2013. Informativo Anual das ações da ESCOLA MUNICIPAL DR. ANTÔNIO RIBEIRO. Leitura livre.

]ÉÜÇtÄ wt XávÉÄt. Nossas ações durante o ano de 2013. Informativo Anual das ações da ESCOLA MUNICIPAL DR. ANTÔNIO RIBEIRO. Leitura livre. ]ÉÜÇtÄ wt XávÉÄt Informativo Anual das ações da ESCOLA MUNICIPAL DR. ANTÔNIO RIBEIRO. ANO 2013-1ª EDIÇÃO A equipe gestora está sempre preocupada com o desempenho dos alunos e dos educadores, evidenciando

Leia mais

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES Introdução ao tema A importância da mitologia grega para a civilização ocidental é tão grande que, mesmo depois de séculos, ela continua presente no nosso imaginário. Muitas

Leia mais

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / NOME:

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / NOME: 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / NOME: Quando os portugueses chegaram ao Brasil, em 1500, observaram que os índios expressavam-se através da pintura em seus corpos, em objetos e em paredes. A arte

Leia mais

A personagem Dona Benta em As Aventuras de Hans Staden de Monteiro Lobato: o papel do contador de histórias

A personagem Dona Benta em As Aventuras de Hans Staden de Monteiro Lobato: o papel do contador de histórias A personagem Dona Benta em As Aventuras de Hans Staden de Monteiro Lobato: o papel do contador de histórias Rodrigo de Santana Silva (UNEMAT) O CONTADOR DE HISTÓRIAS - Conta-me uma história pedia-lhe a

Leia mais

Roteiro semanal. 5º ano Matutino. De 02 a 06 de fevereiro

Roteiro semanal. 5º ano Matutino. De 02 a 06 de fevereiro Roteiro semanal 5º ano Matutino De 02 a 06 de fevereiro Goiânia, 02 de fevereiro de 2015. Professora: Nome: Segunda-feira 02/02/2015 Matemática no caderno. 1 - Marcelo tem 275 chaveiros. Felipe tem 187

Leia mais

A RECEPÇÃO DE A ROUPA NOVA DO IMPERADOR, DE HANS CHRISTIAN ANDERSEN, NA 4ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL DE DUAS ESCOLAS PÚBLICAS DO OESTE PAULISTA.

A RECEPÇÃO DE A ROUPA NOVA DO IMPERADOR, DE HANS CHRISTIAN ANDERSEN, NA 4ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL DE DUAS ESCOLAS PÚBLICAS DO OESTE PAULISTA. A RECEPÇÃO DE A ROUPA NOVA DO IMPERADOR, DE HANS CHRISTIAN ANDERSEN, NA 4ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL DE DUAS ESCOLAS PÚBLICAS DO OESTE PAULISTA. AMANDA CARLA MINCA CARVALHO (UNESP- FCT). Resumo A presente

Leia mais

AS MULHERES E A PRODUÇÃO LITERÁRIA INFANTIL.

AS MULHERES E A PRODUÇÃO LITERÁRIA INFANTIL. AS MULHERES E A PRODUÇÃO LITERÁRIA INFANTIL. Isis Maria Monteles Bastos (Universidade Federal do Maranhão) 1-INTRODUÇÃO A Literatura ao longo dos tempos tem se constituído como uma fonte enriquecida que

Leia mais

CABEÇA-DE-VENTO Show Musical de Bia Bedran

CABEÇA-DE-VENTO Show Musical de Bia Bedran CABEÇA-DE-VENTO Show Musical de Bia Bedran Cabeça de Vento faz um passeio pelo universo sonoro criado por Bia, numa linguagem cênica que contempla a literatura, a poesia e a ludicidade de seu jeito singular

Leia mais

BIBLIOTECA MUNICIPAL DA FIGUEIRA DA FOZ AGENDA DE ANIMAÇÃO CULTURAL. abril 2013 DIA 2

BIBLIOTECA MUNICIPAL DA FIGUEIRA DA FOZ AGENDA DE ANIMAÇÃO CULTURAL. abril 2013 DIA 2 BIBLIOTECA MUNICIPAL DA FIGUEIRA DA FOZ AGENDA DE ANIMAÇÃO CULTURAL abril 2013 DIA 2 COMEMORAÇÕES DO DIA INTERNACIONAL DO LIVRO INFANTIL ERA UMA VEZ!... ATELIER DE CONSTRUÇÃO DE HISTÓRIA No Dia Internacional

Leia mais

INSTITUIÇÃO / INSTITUCIÓN: Faculdade de Educação (FE) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

INSTITUIÇÃO / INSTITUCIÓN: Faculdade de Educação (FE) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). TÍTULO / TÍTULO: CONHECIMENTO CIENTIFICO E LITERATURA AUTOR / AUTOR: Rosane de Bastos Pereira Pós-graduada em Jornalismo Científico pelo Labjor/Unicamp, mestre pela Faculdade de Educação da Unicamp e doutoranda

Leia mais

Lindo e Triste Brasil

Lindo e Triste Brasil SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 07 / / 0 II AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 5.º ANO/EF UNIDADE: ALUNO(A): Nº: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR: 0,0 MÉDIA:

Leia mais

MONTEIRO LOBATO E A EDUCAÇÃO: O IDEÁRIO PEDAGÓGICO EXPRESSO NA PERSONAGEM DONA BENTA

MONTEIRO LOBATO E A EDUCAÇÃO: O IDEÁRIO PEDAGÓGICO EXPRESSO NA PERSONAGEM DONA BENTA MONTEIRO LOBATO E A EDUCAÇÃO: O IDEÁRIO PEDAGÓGICO EXPRESSO NA PERSONAGEM DONA BENTA Laís Pacifico Martineli UEM 1 Maria Cristina Gomes Machado - UEM 2 Resumo: O trabalho considera que a literatura brasileira,

Leia mais

PRODUÇÃO LITERÁRIA PARA CRIANÇAS E JOVENS NO BRASIL: Perfil e desdobramentos textuais e paratextuais

PRODUÇÃO LITERÁRIA PARA CRIANÇAS E JOVENS NO BRASIL: Perfil e desdobramentos textuais e paratextuais PRODUÇÃO LITERÁRIA PARA CRIANÇAS E JOVENS NO BRASIL: 1 Perfil e desdobramentos textuais e paratextuais Autora: Carlanne Santos Carneiro (Graduada em Letras e mestranda em Educação/UFMG) Co-autores: Maria

Leia mais

TRABALHO COM MONTEIRO LOBATO NAS SÉRIES INICIAIS

TRABALHO COM MONTEIRO LOBATO NAS SÉRIES INICIAIS TRABALHO COM MONTEIRO LOBATO NAS SÉRIES INICIAIS EVANGELISTA, E.V.; GERALDO, S.A.; MIQUELAO, M.G.F.; SILVA, N.C. VILELA, J.V.; Resumo Este trabalho tem como objetivo demonstrar a contribuição das obras

Leia mais

PROJETO ECOLOGIA DA LEITURA: UMA INTERVENÇÃO NA SALA DE AULA A PARTIR DA VIVÊNCIA DA LITERATURA INFANTIL

PROJETO ECOLOGIA DA LEITURA: UMA INTERVENÇÃO NA SALA DE AULA A PARTIR DA VIVÊNCIA DA LITERATURA INFANTIL PROJETO ECOLOGIA DA LEITURA: UMA INTERVENÇÃO NA SALA DE AULA A PARTIR DA VIVÊNCIA DA LITERATURA INFANTIL Iêda Licurgo Gurgel Fernandes, UFRN ¹ Sâmela Raissa Oliveira Batista, UFRN ² Introdução O projeto

Leia mais

O interesse por atividades práticas contribuindo na alfabetização através do letramento

O interesse por atividades práticas contribuindo na alfabetização através do letramento O interesse por atividades práticas contribuindo na alfabetização através do letramento A contribuição do interesse e da curiosidade por atividades práticas em ciências, para melhorar a alfabetização de

Leia mais

400 anos do cavaleiro sonhador

400 anos do cavaleiro sonhador 400 anos do cavaleiro sonhador Há 400 anos, Miguel de Cervantes publicava a primeira parte de Dom Quixote, livro que marcou a história da literatura. Críticos e estudiosos retomam a efeméride para discutir

Leia mais

É com grande alegria que iniciamos mais um ano letivo cheios de esperança e com a certeza de que este será um ano de muitas conquistas e realizações.

É com grande alegria que iniciamos mais um ano letivo cheios de esperança e com a certeza de que este será um ano de muitas conquistas e realizações. Srs. Pais, É com grande alegria que iniciamos mais um ano letivo cheios de esperança e com a certeza de que este será um ano de muitas conquistas e realizações. Entendemos que o aluno é um ser completo

Leia mais

APOSTILAS DO QUARTO BIMESTRE 8 ANO. TURMA 801 4º Bimestre. Aula 13

APOSTILAS DO QUARTO BIMESTRE 8 ANO. TURMA 801 4º Bimestre. Aula 13 APOSTILAS DO QUARTO BIMESTRE 8 ANO. TURMA 801 4º Bimestre Aula 13 Identidade Visual Embora você possa nunca ter ouvido falar em identidade visual, todos nós estamos sempre sendo bombardeados pelas identidades

Leia mais

Feira do livro: acesso ao livro, descoberta da leitura.

Feira do livro: acesso ao livro, descoberta da leitura. Feira do livro: acesso ao livro, descoberta da leitura. Helgair Kretschmer Aguirre (Graduanda em Licenciatura em Letras/Unipampa Bagé) Sheyla de Jesus Meireles Teixeira (Graduanda em Licenciatura em Letras/Unipampa

Leia mais

ALERTA: AÇÕES EDUCATIVAS - PROJETO O.Q DE QUADRINHOS E O PROCESSO DE ENSINAR ARTE ATRAVES DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS.

ALERTA: AÇÕES EDUCATIVAS - PROJETO O.Q DE QUADRINHOS E O PROCESSO DE ENSINAR ARTE ATRAVES DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS. ALERTA: AÇÕES EDUCATIVAS - PROJETO O.Q DE QUADRINHOS E O PROCESSO DE ENSINAR ARTE ATRAVES DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS. Evânio Bezerra da Costa (Jimmy Rus 1 ) jimmyrus13@yahoo.com.br Comunicação: Relato

Leia mais

Melly Fátima Goes SENA 2 Marcia Gomes M 3 Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

Melly Fátima Goes SENA 2 Marcia Gomes M 3 Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) Adaptação do Sítio do Picapau Amarelo: correlações entre a obra literária e o audiovisual televisivo. 1 RESUMO: Melly Fátima Goes SENA 2 Marcia Gomes M 3 Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

Leia mais

http://educarparacrescer.abril.com.br/comportamento/sites-educativos-504552.shtml

http://educarparacrescer.abril.com.br/comportamento/sites-educativos-504552.shtml Sites educativos - Educar para Crescer http://educarparacrescer.abril.com.br/comportamento/sites-educativos-504552.shtml Page 1 of 3 25/10/2011 TECNOLOGIA 52 sites que divertem e ensinam Pedimos a 7 educadores

Leia mais

Profª Me. Rafaela Beleboni Professora das Faculdades COC

Profª Me. Rafaela Beleboni Professora das Faculdades COC OFICINA Os clássicos e as diversas outras naturezas de obras literárias para Educação Infantil Profª Me. Rafaela Beleboni Professora das Faculdades COC ROTEIRO DA OFICINA Clássicos na literatura; Confecção

Leia mais

LOBATO, MONTEIRO *jornalista e escritor.

LOBATO, MONTEIRO *jornalista e escritor. LOBATO, MONTEIRO *jornalista e escritor. José Bento Monteiro Lobato nasceu em Taubaté (SP) no dia 18 de abril de 1882, filho de José Bento Marcondes Lobato e de Olímpia Monteiro Lobato. Foi registrado

Leia mais

EXERCÍCIOS DE PORTUGUÊS (6º ANO)

EXERCÍCIOS DE PORTUGUÊS (6º ANO) EXERCÍCIOS DE PORTUGUÊS (6º ANO) ADJETIVO 1. Leia. Escreva o substantivo que dá nome ao animal citado no texto. 2. De acordo com a ilustração, escreva esse substantivo e uma palavra que atribua característica

Leia mais

Projeto Quem sou eu? Tema: Identidade e Autonomia Público alvo: Educação Infantil Disciplina: Natureza e Sociedade Duração: Seis semanas

Projeto Quem sou eu? Tema: Identidade e Autonomia Público alvo: Educação Infantil Disciplina: Natureza e Sociedade Duração: Seis semanas Projeto Quem sou eu? Image URI: http://mrg.bz/q6vqo3 Tema: Identidade e Autonomia Público alvo: Educação Infantil Disciplina: Natureza e Sociedade Duração: Seis semanas Justificativa: Tendo em vista a

Leia mais

O PATINHO FEIO E O ROUXINOL E O IMPERADOR DA CHINA DE HANS CHRISTIAN ANDERSEN: A LITERATURA INFANTIL NAS 4ª SÉRIES DO ENSINO FUNDAMENTAL.

O PATINHO FEIO E O ROUXINOL E O IMPERADOR DA CHINA DE HANS CHRISTIAN ANDERSEN: A LITERATURA INFANTIL NAS 4ª SÉRIES DO ENSINO FUNDAMENTAL. Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 949 O PATINHO FEIO E O ROUXINOL E O IMPERADOR DA CHINA DE HANS CHRISTIAN ANDERSEN: A LITERATURA INFANTIL NAS 4ª SÉRIES

Leia mais

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Matemática. Nome: O QUE É FOLCLORE?

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Matemática. Nome: O QUE É FOLCLORE? 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Matemática Nome: O QUE É FOLCLORE? A palavra folclore foi criada por um inglês e usada, pela primeira vez, em 22 de agosto de 1846. Daí o mês de agosto ser

Leia mais

Resenha: Panorama Histórico da Literatura Infantil/Juvenil NELLY NOVAES COELHO

Resenha: Panorama Histórico da Literatura Infantil/Juvenil NELLY NOVAES COELHO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa Resenha: Panorama Histórico da Literatura Infantil/Juvenil

Leia mais

Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos

Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos Caro professor, Este link do site foi elaborado especialmente para você, com o objetivo de lhe dar dicas importantes para o seu

Leia mais

Projeto Laboratório Lúdico Interdisciplinar: Etnocultura nos Jogos e nas Brincadeiras

Projeto Laboratório Lúdico Interdisciplinar: Etnocultura nos Jogos e nas Brincadeiras Projeto Laboratório Lúdico Interdisciplinar: Etnocultura nos Jogos e nas Brincadeiras Sonia da Silva Ortiz (*) Buscando compreender a ludicidade enquanto conhecimento sócio-culturalmente constituído, o

Leia mais

A LITERATURA INFANTO-JUVENIL NA SALA DE AULA DE ENSINO RELIGIOSO: OS VALORES RELIGIOSOS EM HISTÓRIAS DE TIA NASTÁCIA

A LITERATURA INFANTO-JUVENIL NA SALA DE AULA DE ENSINO RELIGIOSO: OS VALORES RELIGIOSOS EM HISTÓRIAS DE TIA NASTÁCIA A LITERATURA INFANTO-JUVENIL NA SALA DE AULA DE ENSINO RELIGIOSO: OS VALORES RELIGIOSOS EM HISTÓRIAS DE TIA NASTÁCIA Roseane Idalino da Silva (UERN/UFRN) roseane_lu@yahoo.com.br Introdução Desde a implantação

Leia mais

Páscoa. 03/04, 6ª feira Feriado Semana Santa 20/04, 2ª feira Emenda do Feriado de Tiradentes 21/04, 3ª feira Feriado Tiradentes

Páscoa. 03/04, 6ª feira Feriado Semana Santa 20/04, 2ª feira Emenda do Feriado de Tiradentes 21/04, 3ª feira Feriado Tiradentes Abril/2015 Páscoa Independentemente de qualquer religião, o domingo denominado de Páscoa foi associado à prática social permeada de ovos de chocolate e coelhos fofos e macios, principalmente na infância.

Leia mais

A chave da mudança: uma análise visual das três últimas edições do livro A chave do tamanho, de Monteiro Lobato 1. Carolina Souza de ALMEIDA 2

A chave da mudança: uma análise visual das três últimas edições do livro A chave do tamanho, de Monteiro Lobato 1. Carolina Souza de ALMEIDA 2 A chave da mudança: uma análise visual das três últimas edições do livro A chave do tamanho, de Monteiro Lobato 1 Resumo Carolina Souza de ALMEIDA 2 Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro,

Leia mais

A importância da leitura na fase infantil.

A importância da leitura na fase infantil. EDIÇÃO II VOLUME 3 01/04/2011 A importância da leitura na fase infantil. O desenvolvimento de interesses e hábitos permanentes de leitura é um processo constante, que principia no lar, aperfeiçoa-se sistematicamente

Leia mais

Histórico do livro Menino brinca de boneca?

Histórico do livro Menino brinca de boneca? Histórico do livro Menino brinca de boneca? Menino brinca de boneca? foi lançado em 1990, com grande aceitação de público e crítica, e vem sendo referência de trabalho para profissionais, universidades,

Leia mais

Lista de Recuperação de Arte 6º ANO

Lista de Recuperação de Arte 6º ANO 1 Nome: nº Data: / /2012 ano bimestre Profa.: Denise Lista de Recuperação de Arte 6º ANO Nota: 1) A arte fez parte da vida do homem desde a pré-história ( período anterior ao surgimento da escrita ) que

Leia mais

OBRAS DA LITERATURA DE MONTEIRO LOBATO COMO TEMA PARA PROJETO DE PESQUISA CIENTÍFICA.

OBRAS DA LITERATURA DE MONTEIRO LOBATO COMO TEMA PARA PROJETO DE PESQUISA CIENTÍFICA. OBRAS DA LITERATURA DE MONTEIRO LOBATO COMO TEMA PARA PROJETO DE PESQUISA CIENTÍFICA. CLAUDIA ROGERIA FERRO GOMES (SME - PREFEITURA MINICIPAL DE CAMPINAS). Resumo Observando a necessidade de um empreendimento

Leia mais

LISTA DE ARTE. Quais são os elementos construídos no quadro, pelo artista em questão, que enfatizam os acontecimentos em destaque?

LISTA DE ARTE. Quais são os elementos construídos no quadro, pelo artista em questão, que enfatizam os acontecimentos em destaque? Ensino Médio Unidade Parque Atheneu Professor (a): Elias Aluno (a): Série: 3ª Data: / / 2015. LISTA DE ARTE 1) Após analisar a obra a seguir, responda o que se pede. Os fuzilamentos de 3 de Maio de 1808.

Leia mais

Cara Professora, Caro Professor,

Cara Professora, Caro Professor, A olhinhos menina de rasgados Cara Professora, Caro Professor, Estamos oferecendo a você e a seus alunos um belo livro de narrativa A menina de olhinhos rasgados, do premiado autor mineiro Vanderlei Timóteo.

Leia mais

CURUPIRA AVALIAÇÃO DE CONTEÚDO DO GRUPO VIII 3 O BIMESTRE RESOLUÇÃO COMENTADA

CURUPIRA AVALIAÇÃO DE CONTEÚDO DO GRUPO VIII 3 O BIMESTRE RESOLUÇÃO COMENTADA Aluno(a) Data: 14 / 09 / 11 3 o ano 2 a Série Turma: Ensino Fundamental I Turno: Matutino Professoras: Disciplinas: Língua Portuguesa, Matemática, Ciências Naturais e História/Geografia Eixo Temático Herança

Leia mais

A amizade abana o rabo

A amizade abana o rabo RESENHA Leitor iniciante Leitor em processo Leitor fluente ILUSTRAÇÕES: Marina relata, nessa história, seu encontro com cães especiais, que fazem parte de sua vida: Meiga, Maribel e Milord. A história

Leia mais

Resgatar antigas formas de brincar pode auxiliar na educação e também. na formação e no desenvolvimento da criança.

Resgatar antigas formas de brincar pode auxiliar na educação e também. na formação e no desenvolvimento da criança. www.iguatemy.com.br COMUNICADO 25-23 de Agosto de 2013 Ed. Infantil / Berçário / Integral Resgatar antigas formas de brincar pode auxiliar na educação e também na formação e no desenvolvimento da criança.

Leia mais

Índice remissivo - 2011 Assunto

Índice remissivo - 2011 Assunto Índice remissivo - 2011 Assunto Conheça as seções da revista AMAE Educando e as matérias publicadas em cada uma. ALFABETIZAÇÃO INTERAGINDO COM AS PALAVRAS. n. 380. p. 18/22. ARTE ARTE SEM AMARRAS. n. 384.

Leia mais

COLÉGIO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO PARALELA. 3ª Etapa 2010

COLÉGIO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO PARALELA. 3ª Etapa 2010 COLÉGIO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO PARALELA 3ª Etapa 2010 Disciplina: História Ano: 6º. Educadora:Marta Maria Turmas: manhã e tarde. Caro educando, você está recebendo o conteúdo

Leia mais

Menu. Comidas típicas. Contribuições para o Brasil e Ijuí. Significado da bandeira Árabe. Costumes

Menu. Comidas típicas. Contribuições para o Brasil e Ijuí. Significado da bandeira Árabe. Costumes Árabes Componentes: Sabrina, Lucille,Giovana, M, Lucas C, João Vitor Z, Samuel. Disciplina: Estudos Sociais, Informática Educativa, Língua Portuguesa. Professores: Uiliam Michael, Cristiane Keller, Daniele

Leia mais

FORMAÇÃO COMPLEMENTAR. Recreação/Educação Infantil. (Jardim I e Jardim II) Segundo Semestre de 2013. Profa. Elaine Khristina Martinez Gavioli Ferreira

FORMAÇÃO COMPLEMENTAR. Recreação/Educação Infantil. (Jardim I e Jardim II) Segundo Semestre de 2013. Profa. Elaine Khristina Martinez Gavioli Ferreira FORMAÇÃO COMPLEMENTAR Recreação/Educação Infantil (Jardim I e Jardim II) Segundo Semestre de 2013 Profa. Elaine Khristina Martinez Gavioli Ferreira Coordenação Lucy Ramos O Brincar, o faz de conta... A

Leia mais

Frei Liberdade Luiz Antonio Aguiar PROJETO DE LEITURA. O autor

Frei Liberdade Luiz Antonio Aguiar PROJETO DE LEITURA. O autor Frei Liberdade Luiz Antonio Aguiar PROJETO DE LEITURA 1 O autor Luiz Antonio Aguiar nasceu em 1955, no Rio de Janeiro. Mestre em Literatura Brasileira, pela PUC-RJ, com tese sobre leitura na cultura de

Leia mais

o pensar e fazer educação em saúde 12

o pensar e fazer educação em saúde 12 SUMÁRIO l' Carta às educadoras e aos educadores.................5 Que história é essa de saúde na escola................ 6 Uma outra realidade é possível....... 7 Uma escola comprometida com a realidade...

Leia mais

ARTE GREGA CLÁSSICA E ARTE MODERNA: ASPECTOS AXIOLÓGICOS EM O MINOTAURO

ARTE GREGA CLÁSSICA E ARTE MODERNA: ASPECTOS AXIOLÓGICOS EM O MINOTAURO ARTE GREGA CLÁSSICA E ARTE MODERNA: ASPECTOS AXIOLÓGICOS EM O MINOTAURO Valter Cesar Pinheiro Doutorando ( USP ) RESUMO: O objetivo deste artigo é demonstrar como Monteiro Lobato, em O Minotauro, expressa

Leia mais

1. Você já visitou alguma Bienal? sim não

1. Você já visitou alguma Bienal? sim não 1. Você já visitou alguma Bienal? sim não 31 16 não 34% sim 66% 2. Do que você mais gostou? Arthur Bispo do Rosário 24 De tudo 15 Ateliê 10 Eduardo Gil 4 Informações do Fabiano 2 Da arte como um todo 1

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA MATEMÁTICA 2.º ANO/EF 2015

ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA MATEMÁTICA 2.º ANO/EF 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC Minas E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA MATEMÁTICA 2.º ANO/EF 2015 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados na

Leia mais

6pág. O pai da literatura infantil ANO VI Nº 23 OUT.NOV.DEZ. 2010

6pág. O pai da literatura infantil ANO VI Nº 23 OUT.NOV.DEZ. 2010 ANO VI Nº 2 OUT.NOV.DEZ. 2010 6 O pai da literatura infantil Ilustração: Divulgação Entrevista Expedição Vaga Lume leva leitura a comunidades da Amazônia. Conheça essa experiência. Horta e educação Cultivo

Leia mais