4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Atividades de Língua Portuguesa Nome:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Atividades de Língua Portuguesa Nome:"

Transcrição

1 4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Atividades de Língua Portuguesa Nome: Olá, amiguinho! Já estamos todos encantados com a sua presença aqui no 4 o ano. Vamos, agora, ler uma história e aprender um pouco com ela. Num lugar bem distante, no topo de uma linda montanha, há muitos anos, vivia um velho carvalho. Era uma árvore grande e frondosa que vivia muito feliz, embora soubesse que muitas de suas amigas tinham perdido a vida para virarem parte de construções. Mas... Isso é outra história! Essa árvore era chamada de Cacá por aqueles com quem convivia. E sabe quem eram seus amiguinhos? O Sol que a aquecia, a chuva que a refrescava, o vento com quem bailava, além de uma imensa variedade de flores as quais estavam sempre a rodeá-la. E os insetos? Ah! Esses eram os contadores de histórias. Como voavam para lugares distantes e muito conheciam, toda vez acabavam voltando com uma história interessante. Não importava o tempo ou a estação. Cacá estava sempre contente, pois havia a todo instante perto dela um amigo com quem pudesse confidenciar, falar, ouvir, sonhar, divertir-se... enfim, com quem pudesse ir tocando em frente seus dias, sua vida. A vida para aquele carvalho significava amor e beleza! Porém, numa manhã de primavera, Cacá percebeu ali, bem pertinho de si, uma árvore diferente, mas tão linda como ela. Era um ipê todo salpicado de flores brancas. -09a-02s-ap-16 Português (Interpretação de texto / sinônimos)

2 E o carvalho pensou: Mas eu não tenho flores. Que árvore mais exibida aquela... E, de um momento para o outro, Cacá ficou numa tristeza, foi se achando feia, sem graça e sentiu-se cada vez mais incomodada com o ipê. Passou a achar que a vida não era mais tão bela como imaginava. Sentia que o Sol já não mais a aquecia como antes. A chuva provocava-lhe arrepios. O vento dava-lhe calafrios ou irritação por balançar tanto as suas folhas. E também não se encantava mais com os casos dos insetos. E, assim, começou a murchar, suas folhas começaram a cair e a secar. Estavam exatamente na estação em que as aves se instalavam ali para formar suas famílias. E, numa manhã, um pardalzinho, quando ali se instalou, percebeu todo o sofrimento por que passava o pobre carvalho. Foi então que teve uma brilhante ideia: levar toda a passarada para aquela árvore e tentar fazer o carvalho mais feliz. Logo, logo, foram chegando pássaros de diversas espécies: canarinhos, pardais, pintassilgos, andorinhas, bem-te-vis, pombinhas, entre outras. E cada qual com sua família foi instalando-se num galho diferente. Parecia até um condomínio de apartamentos de aves. Em pouco tempo, nasceram os filhotes! Que felicidade! Cacá ouvia o canto de cada família e aquilo lhe parecia uma doce sinfonia. Também se deu conta de como a sua copa estava mais colorida, alegre e tão cheia de vida. E, novamente, encantada pela vida, Cacá percebeu que o problema de sua tristeza não eram seus amigos, e sim um sentimento ruim que tomou conta de seu coraçãozinho em relação ao ipê. Felizmente, a natureza encarrega-se de nos mostrar quando estamos certos e também quando estamos errados. E, a partir daquela estação, o carvalho refletiu e aprendeu que cada um tem o seu brilho, ainda que de cor diferente. Algumas árvores surgem no mundo para dar flores, outras para dar frutos e também há aquelas que surgem como abrigo e proteção para outros seres. E se hoje alguém passar por aquela montanha, ainda verá um lindo ipê. Mas o que lhe chamará a atenção será a felicidade de um velho carvalho a abrigar e a proteger tantas aves, tantos seres, tanta vida! E sabe que carvalho é esse? Ah! O nome você já sabe bem... Equipe de Produção de Texto do SEC. -09a-02s-ap-16 Português (Interpretação de texto / sinônimos)

3 MINHAS IDEIAS, NOSSAS IDEIAS Você gostou da história? Justifique a sua resposta. O texto cita os insetos como contadores de histórias. Você gosta de ler, de ouvir, de contar histórias? Como Cacá vivia antes e depois da chegada do ipê? Você já se sentiu incomodado pelo brilho ou pela felicidade de alguém? Comente sobre isso. Que conselhos você daria a Cacá, caso estivesse na montanha e presenciasse a sua tristeza? ANÁLISE E REFLEXÃO DO TEXTO 1) Qual destas imagens pode representar o lugar onde se passa a história? a) b) <http://www.turismobento.com.br/imagens/4_11a.jpg>. Acesso em: 05 jan. c) <http://3.bp.blogspot.com/-9szn- 2kvQL8/T6wQd79pmhI/AAAAAAAAEvw/Oc3tS4ubbe s/s1600/campo.jpg>. Acesso em: 05 jan. <http://lgrecco.com/blog/wp-content/uploads/2013/11/3- Papel-de-Parede-Montanhas-verdes_1920x1440.jpg>. Acesso em: 05 jan.. -09a-02s-ap-16 Português (Interpretação de texto / sinônimos)

4 2) Reescreva estas frases, substituindo os termos negritados por outros de mesmo sentido, ou seja, por sinônimos. a) Era uma árvore grande e frondosa... b)... havia sempre perto dele um amigo com quem pudesse confidenciar... c) Sentia que o Sol já não mais a aquecia... d) O vento dava-lhe calafrios ou irritação... e) E, a partir daquela estação, o carvalho refletiu... 3) Releia este trecho.... embora soubesse que muitas de suas amigas tinham perdido a vida para virarem parte de construções. O que você entendeu sobre esse trecho? 4) Além de serem parte de construções, cite outras utilidades das plantas. -09a-02s-ap-16 Português (Interpretação de texto / sinônimos)

5 5) O texto cita os amiguinhos de Cacá e as ações referentes a eles. Associe as duas colunas: ( 1 ) Sol ( ) Rodear ( 2 ) Vento ( ) Aquecer ( 3 ) Chuva ( ) Contar histórias ( 4 ) Insetos ( ) Refrescar ( 5 ) Flores ( ) Bailar 6) Que personagem fez Cacá ficar incomodada? a) ( ) Os passarinhos que cantavam incansavelmente. b) ( ) O ipê, por sua beleza. c) ( ) A chuva que lhe provocava calafrios. d) ( ) O Sol com seus raios. e) ( ) O vento que balançava os seus galhos. 7) Qual é a lição do texto A árvore da montanha? 8) Cada um carrega em si um dom. Qual era o dom do carvalho? a) ( ) Dar frutos para alimentar outros seres. b) ( ) Dar flores para enfeitar a vida. c) ( ) Abrigar e proteger outras vidas. d) ( ) Dar sombra para outros seres. 9) Explique a diferença de sentido entre estas duas frases em relação à palavra destacada. I) O carvalho vivia na montanha. II) O doutor Carvalho me atendeu no hospital. -09a-02s-ap-16 Português (Interpretação de texto / sinônimos)

Disciplina: Matemática Data da realização: 24/8/2015

Disciplina: Matemática Data da realização: 24/8/2015 Ficha da semana 4º ano A/B/C. Instruções: 1. Cada atividade terá uma data de realização e deverá ser entregue à professora no dia seguinte. 2. As atividades deverão ser copiadas e respondidas no caderno

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

A.C. Ilustrações jordana germano

A.C. Ilustrações jordana germano A.C. Ilustrações jordana germano 2013, O autor 2013, Instituto Elo Projeto gráfico, capa, ilustração e diagramação: Jordana Germano C736 Quero-porque-quero!! Autor: Alexandre Compart. Belo Horizonte: Instituto

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

Semeadores de Esperança

Semeadores de Esperança Yvonne T Semeadores de Esperança Crônicas de um Convite à Vida Volume 11 Crônicas de um Convite à Vida Livre d IVI Convidados a Viver PREFÁCIO Estou comovida por escrever este prefácio : tudo o que se

Leia mais

O PATINHO QUE NÃO QUERIA APRENDER A VOAR

O PATINHO QUE NÃO QUERIA APRENDER A VOAR Numa bela manhã, nasceram seis lindos patinhos que encheram de encanto seus pais. Eram amarelinhos e fofinhos. Um dos patinhos recebeu o nome de Taco. Mamãe e papai estavam muito felizes com seus filhotes.

Leia mais

Manoel de Barros Menino do mato

Manoel de Barros Menino do mato Manoel de Barros Menino do mato [ 3 ] SUMÁRIO Menino do mato 7 Caderno de aprendiz 23 [ 5 ] Primeira parte MENINO DO MATO O homem seria metafisicamente grande se a criança fosse seu mestre. SÖREN KIERKEGAARD

Leia mais

Cecília Rocha e Clara Araújo

Cecília Rocha e Clara Araújo Cecília Rocha e Clara Araújo Ilustrações de Impact Storm uma historia do mundo espiritual - miolo.indd 3 26/11/2012 17:40:26 uma historia do mundo espiritual - miolo.indd 4 26/11/2012 17:40:27 Há, no plano

Leia mais

Apoio: Patrocínio: Realização:

Apoio: Patrocínio: Realização: 1 Apoio: Patrocínio: Realização: 2 O ANJO Hans Christian Andersen 3 Contos de Hans Christian Andersen Hans Christian Andersen nasceu em Odensae, em 2 de abril de 1805, e faleceu em Conpenhague em 1875.

Leia mais

Atividades Lição 5 ESCOLA É LUGAR DE APRENDER

Atividades Lição 5 ESCOLA É LUGAR DE APRENDER Atividades Lição 5 NOME: N º : CLASSE: ESCOLA É LUGAR DE APRENDER 1. CANTE A MÚSICA, IDENTIFICANDO AS PALAVRAS. A PALAVRA PIRULITO APARECE DUAS VEZES. ONDE ESTÃO? PINTE-AS.. PIRULITO QUE BATE BATE PIRULITO

Leia mais

Projeto. Pedagógico ÁGUIA SONHADORA

Projeto. Pedagógico ÁGUIA SONHADORA Projeto Pedagógico ÁGUIA SONHADORA 1 Projeto Pedagógico Por Beatriz Tavares de Souza* Apresentação O livro narra a história de uma águia inquieta para alçar o primeiro voo; ainda criança, sai pela floresta

Leia mais

Luís Norberto Pascoal

Luís Norberto Pascoal Viver com felicidade é sucesso com harmonia e humildade. Luís Norberto Pascoal Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. ISBN 978-85-7694-131-6 9 788576 941316 Era uma vez um pássaro que

Leia mais

Bartolomeu Campos Queirós. Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. I SBN 85-7694 - 111-2

Bartolomeu Campos Queirós. Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. I SBN 85-7694 - 111-2 Ficava intrigado como num livro tão pequeno cabia tanta história. O mundo ficava maior e minha vontade era não morrer nunca para conhecer o mundo inteiro e saber muito da vida como a professora sabia.

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume III - 3º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume III 3º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume III 3º ano Projeto editorial

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL AUGUSTO AIRES DA MATA MACHADO. MATÉRIA: LÍNGUA PORTUGUESA. PROF.: MARCÉLIA ALVES RANULFO ASSUNTO: PRODUÇÃO DE TEXTO.

ESCOLA ESTADUAL AUGUSTO AIRES DA MATA MACHADO. MATÉRIA: LÍNGUA PORTUGUESA. PROF.: MARCÉLIA ALVES RANULFO ASSUNTO: PRODUÇÃO DE TEXTO. PROF.: MARCÉLIA ALVES RANULFO ALUNO: Victor Maykon Oliveira Silva TURMA: 6º ANO A ÁGUA A água é muito importante para nossa vida. Não devemos desperdiçar. Se você soubesse como ela é boa! Mata a sede de

Leia mais

1.000 Receitas e Dicas Para Facilitar a Sua Vida

1.000 Receitas e Dicas Para Facilitar a Sua Vida 1.000 Receitas e Dicas Para Facilitar a Sua Vida O Que Determina o Sucesso de Uma Dieta? Você vê o bolo acima e pensa: Nunca poderei comer um doce se estiver de dieta. Esse é o principal fator que levam

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 109 Discurso na cerimónia de comemoração

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

Manifeste Seus Sonhos

Manifeste Seus Sonhos Manifeste Seus Sonhos Índice Introdução... 2 Isso Funciona?... 3 A Força do Pensamento Positivo... 4 A Lei da Atração... 7 Elimine a Negatividade... 11 Afirmações... 13 Manifeste Seus Sonhos Pág. 1 Introdução

Leia mais

Capa e Diagramação Jordane Mendes Nicole Ferreira. Texto Naraiany Almeida

Capa e Diagramação Jordane Mendes Nicole Ferreira. Texto Naraiany Almeida Capa e Diagramação Jordane Mendes Nicole Ferreira Texto Naraiany Almeida Nicole Ferreira Ilustrações Davi Vinícius dos Santos Gomes Ítalo Gabriel Pimenta Italon Antunes Barreto Jéssica Pâmela de Souza

Leia mais

O homem que tinha uma árvore na cabeça

O homem que tinha uma árvore na cabeça O homem que tinha uma árvore na cabeça Era uma vez um homem que tinha uma árvore na cabeça. No princípio era apenas um arbusto com folhas esguias e acastanhadas. Depois os ramos começaram a engrossar e

Leia mais

Animação Sociocultural. No PAís do Amor

Animação Sociocultural. No PAís do Amor No PAís do Amor Há muito, muito tempo, num reino que ficava Mais Longe que Bué Bué longe, vivia-se com muito amor e alegria. Os dias eram passados em festa e eram todos muito amigos. Nesse reino havia

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM RECUPERAÇÃO DE IMAGEM Quero que saibam que os dias que se seguiram não foram fáceis para mim. Porém, quando tornei a sair consciente, expus ao professor tudo o que estava acontecendo comigo, e como eu

Leia mais

ALEGRIA ALEGRIA:... TATY:...

ALEGRIA ALEGRIA:... TATY:... ALEGRIA PERSONAGENS: Duas amigas entre idades adolescentes. ALEGRIA:... TATY:... Peça infanto-juvenil, em um só ato com quatro personagens sendo as mesmas atrizes, mostrando a vida de duas meninas, no

Leia mais

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha Ensino Fundamental Turma: PROJETO INTERPRETA AÇÂO (INTERPRETAÇÃO) Nome do (a) Aluno (a): Professor (a): DISCIPLINA:

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION LIÇÕES DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS - 3 ano Semana de 23 a 27 de março de 2015.

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION LIÇÕES DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS - 3 ano Semana de 23 a 27 de março de 2015. COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION LIÇÕES DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS - 3 ano Semana de 23 a 27 de março de 2015. Leia o texto a seguir para realizar as lições de Matemática da semana. Os alunos do 3º ano foram

Leia mais

Coleção Amigos da Floresta. Festa na Floresta. Patrícia Engel Secco. Ilustrações Maria Eugênia

Coleção Amigos da Floresta. Festa na Floresta. Patrícia Engel Secco. Ilustrações Maria Eugênia Coleção Amigos da Floresta Festa na Floresta Patrícia Engel Secco Ilustrações Maria Eugênia Coleção Amigos da Floresta Festa na Projeto Folclore, Alegria e Tradição Coleção Amigos da Floresta Floresta

Leia mais

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava O Príncipe das Histórias Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava histórias. Ele gostava de histórias de todos os tipos. Ele lia todos os livros, as revistas, os jornais, os

Leia mais

Aline Laginestra e Silva VALORES DO COTIDIANO

Aline Laginestra e Silva VALORES DO COTIDIANO Aline Laginestra e Silva VALORES DO COTIDIANO VALORES DO COTIDIANO Autora Aline Laginestra e Silva Projeto Gráfico e Editoração Eletrônica Paulo de Tarso Soares Silva Denny Guimarães Editora Kiron Ilustrações

Leia mais

Unidade 4: Obedeça ao Senhor Neemias e o muro

Unidade 4: Obedeça ao Senhor Neemias e o muro Histórias do Velho Testamento 3 a 6 anos Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse Unidade 4: Obedeça ao Senhor Neemias e o muro O Velho Testamento está cheio de histórias que Deus nos deu, espantosas e verdadeiras.

Leia mais

5º ANO 8 8/nov/11 PORTUGUÊS 4º

5º ANO 8 8/nov/11 PORTUGUÊS 4º 5º ANO 8 8/nov/11 PORTUGUÊS 4º 1. Um músico muito importante do nosso país é Milton Nascimento, cantor e compositor brasileiro, reconhecido, mundialmente, como um dos mais influentes e talentosos cantores

Leia mais

DESAFIOS CRIATIVOS E FASCINANTES Aula de Filosofia: busca de valores humanos

DESAFIOS CRIATIVOS E FASCINANTES Aula de Filosofia: busca de valores humanos DESAFIOS CRIATIVOS E FASCINANTES Aula de Filosofia: busca de valores humanos Glorinha Aguiar glorinhaaguiar@uol.com.br Eu queria testar a metodologia criativa com alunos que eu não conhecesse. Teria de

Leia mais

Boniteza! Chegou o contador de história!

Boniteza! Chegou o contador de história! Rio de Janeiro / RJ 2015 Boniteza! Chegou o contador de história! Edição Editora Coordenação para desenvolvimento de projeto; organização, concepção editorial, texto e revisão Valéria Pereira Ilustrações

Leia mais

Colégio Episcopal Adonias Pereira do Lago Bispo presidente. Secretaria para Vida e Missão Joana D Arc Meireles

Colégio Episcopal Adonias Pereira do Lago Bispo presidente. Secretaria para Vida e Missão Joana D Arc Meireles EXPEDIENTE Bem-te-vi Jardim - 2014.1 Estudos Bíblicos para crianças de 4-6 anos Produzida pelo Departamento Nacional de Escola Dominical, sob a orientação do Colégio Episcopal da Igreja Metodista. Publicada

Leia mais

Sugestão de avaliação

Sugestão de avaliação Sugestão de avaliação 6 PORTUGUÊS Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao segundo bimestre escolar ou às Unidades 3 e 4 do livro do Aluno. Avaliação - Língua Portuguesa NOME: TURMA: escola:

Leia mais

Atividade: Leitura e interpretação de texto. Português- 8º ano professora: Silvia Zanutto

Atividade: Leitura e interpretação de texto. Português- 8º ano professora: Silvia Zanutto Atividade: Leitura e interpretação de texto Português- 8º ano professora: Silvia Zanutto Orientações: 1- Leia o texto atentamente. Busque o significado das palavras desconhecidas no dicionário. Escreva

Leia mais

10 segredos para falar inglês

10 segredos para falar inglês 10 segredos para falar inglês ÍNDICE PREFÁCIO 1. APENAS COMECE 2. ESQUEÇA O TEMPO 3. UM POUCO TODO DIA 4. NÃO PRECISA AMAR 5. NÃO EXISTE MÁGICA 6. TODO MUNDO COMEÇA DO ZERO 7. VIVA A LÍNGUA 8. NÃO TRADUZA

Leia mais

I ANTOLOGIA DE POETAS LUSÓFONOS. Fantasias

I ANTOLOGIA DE POETAS LUSÓFONOS. Fantasias Fantasias Acordar dos sonhos, Se é que se chama sonho. Pois, nas noites de insônia tudo é verdadeiro, Na tortura, na incerteza Uma fantasia dentro de um veleiro. Sonhos na madrugada nevando, A loucura

Leia mais

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa Olhando as peças Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse 3 a 6 anos Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa História Bíblica: Gênesis 41-47:12 A história de José continua com ele saindo da prisão

Leia mais

MALDITO. de Kelly Furlanetto Soares. Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012.

MALDITO. de Kelly Furlanetto Soares. Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012. MALDITO de Kelly Furlanetto Soares Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012. 1 Em uma praça ao lado de uma universidade está sentado um pai a

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores?

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Noemi: É a velha história, uma andorinha não faz verão,

Leia mais

Texto 1 PRA DAR NO PÉ (Pedro Antônio de Oliveira)

Texto 1 PRA DAR NO PÉ (Pedro Antônio de Oliveira) PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 3 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Texto 1 PRA DAR NO PÉ (Pedro

Leia mais

Tudo tem um tempo. Uma hora para nascer e uma hora para morrer.

Tudo tem um tempo. Uma hora para nascer e uma hora para morrer. CAPITULO 3 Ele não é o Homem que eu pensei que era. Ele é como é. Não se julga um Homem pela sua aparência.. Tudo tem um tempo. Uma hora para nascer e uma hora para morrer. Eu costumava saber como encontrar

Leia mais

Texto 2. Julinho, o sapo

Texto 2. Julinho, o sapo Texto 2 Nós vamos ler um texto bem diferente do texto 1. Também tem princesa, sapo, mas o que acontece é difícil de imaginar. Nestes versos você vai encontrar uma pista. Lá no brejo tem um sapo que canta

Leia mais

endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 7.O ANO EM 2012 Disciplina: Prova: PoRTUGUÊs

endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 7.O ANO EM 2012 Disciplina: Prova: PoRTUGUÊs Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 7.O ANO EM 2012 Colégio Disciplina: Prova: PoRTUGUÊs desafio nota: Texto para as questões de 1 a 5. QUESTÃO 1 Considere as afirmações I. Na

Leia mais

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães 2 Era domingo e o céu estava mais azul que o azul mais azul que se pode imaginar. O sol de maio deixava o dia ainda mais bonito

Leia mais

Edição Trimestral -N.º4, Dezembro de 2004

Edição Trimestral -N.º4, Dezembro de 2004 Edição Trimestral N.º4, Dezembro de 2004 Índice 1º Ano 2º Ano 3º Ano 4º Ano Informática Expressão Plástica English Corner O Cantinho da Fantasia Expressão Dramática e Musical Educação Especial Educação

Leia mais

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Apresentaremos 4 lições, que mostram algum personagem Bíblico, onde as ações praticadas ao longo de sua trajetória abençoaram a vida de muitas

Leia mais

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS BRASÍLIA ECHARDT VIEIRA (CENTRO DE ATIVIDADES COMUNITÁRIAS DE SÃO JOÃO DE MERITI - CAC). Resumo Na Baixada Fluminense, uma professora que não está atuando no magistério,

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 2 Data: 18/10/2010 Hora: 16h00 Duração: 23:43 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

Índios Legião Urbana Composição: Renato Russo

Índios Legião Urbana Composição: Renato Russo Nome: Nº: Turma: Português 2º ano Índios João J. Mai/09 Índios Legião Urbana Composição: Renato Russo Ter de volta todo o ouro Que entreguei a quem Conseguiu me convencer Que era prova de amizade Se alguém

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA HISTÓRIA 3.º ANO/EF 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA HISTÓRIA 3.º ANO/EF 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC Minas E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA HISTÓRIA 3.º ANO/EF 2015 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

Cantinhos de fé. arquitetura decoração texto: Paula Ignacio. Ambientações do arquiteto João Mansur

Cantinhos de fé. arquitetura decoração texto: Paula Ignacio. Ambientações do arquiteto João Mansur casa arquitetura decoração texto: Paula Ignacio Fotos: Beto Riginik/Divulgação Ambientações do arquiteto João Mansur Cantinhos de fé De santinhos católicos a anjos, velas, flores, sinos e outros símbolos,

Leia mais

Fábula. Obs: A estrutura das fábulas segue a mesma explicada no gênero anterior Conto. Afinal fazem parte do mesmo tipo textual: Narrativa.

Fábula. Obs: A estrutura das fábulas segue a mesma explicada no gênero anterior Conto. Afinal fazem parte do mesmo tipo textual: Narrativa. 10 Fábula O que é: Trata-se de um gênero narrativo ficcional bastante popular. É uma história curta, vivida por animais e que termina com uma conclusão ético- moral. As fábulas eram narrativas orais, e

Leia mais

Estrelas Estrelas nos olhos... Ele tem um brilho intenso nos olhos... Tem um brilho que se expande em estrelas nos meus olhos... Faz pensar...em ser brilho... Brilho nos olhos dele... Perfume de Amor Flor,

Leia mais

Os pássaros louvam a Deus

Os pássaros louvam a Deus Os pássaros louvam a Deus Mais um dia nasceu na floresta, dia de sol, de alegria, de festa. Dia de entoar um perfeito louvor ao Deus dos céus, bondoso Senhor. Os pássaros se reúnem em alegria para celebrar

Leia mais

AULA CRIATIVA DE ORTOGRAFIA

AULA CRIATIVA DE ORTOGRAFIA AULA CRIATIVA DE ORTOGRAFIA Apenas uma experiência que pode ser recriada para outros conteúdos Glorinha Aguiar glorinhaaguiar@uol.com.br Terminada a audição, eu escrevi na lousa o título da música, o nome

Leia mais

PROVAS DE ADMISSÃO (PROVA MODELO) 5º ANO

PROVAS DE ADMISSÃO (PROVA MODELO) 5º ANO PROVAS DE ADMISSÃO (PROVA MODELO) 5º ANO PARTE I PORTUGUÊS Grupo I Lê com atenção o texto A. O Beijo da Palavrinha Era uma vez uma menina que nunca vira o mar. Chamava-se Maria Poeirinha. Ela e a sua família

Leia mais

PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO. Fome e Sede

PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO. Fome e Sede PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO HISTÓRIA BÍBLICA: Mateus 18:23-34 Nesta lição, as crianças vão ouvir a Parábola do Servo Que Não Perdoou. Certo rei reuniu todas as pessoas que lhe deviam dinheiro.

Leia mais

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO. O PORCO-ESPINHO

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO. O PORCO-ESPINHO ENSINO FUNDAMENTAL Conteúdos do 6º Ano 3º/4º Bimestre 2014 Trabalho de Dependência Nome: N. o : Turma: Professor(a): Monique Data: / /2014 Unidade: Cascadura Mananciais Méier Taquara Redação Resultado

Leia mais

HINÁRIO. Glauco O CHAVEIRÃO. Glauco Villas Boas. Tema 2012: Flora Brasileira Allamanda blanchetii

HINÁRIO. Glauco O CHAVEIRÃO. Glauco Villas Boas. Tema 2012: Flora Brasileira Allamanda blanchetii HINÁRIO O CHAVEIRÃO Tema 2012: Flora Brasileira Allamanda blanchetii Glauco Glauco Villas Boas 1 www.hinarios.org 2 01 HÓSPEDE Padrinho Eduardo - Marcha Eu convidei no meu sonho Meu mestre vamos passear

Leia mais

O céu. Aquela semana tinha sido uma trabalheira! www.interaulaclube.com.br

O céu. Aquela semana tinha sido uma trabalheira! www.interaulaclube.com.br A U A UL LA O céu Atenção Aquela semana tinha sido uma trabalheira! Na gráfica em que Júlio ganhava a vida como encadernador, as coisas iam bem e nunca faltava serviço. Ele gostava do trabalho, mas ficava

Leia mais

Semana Missionária Salesiana II Manda-me, Senhor!

Semana Missionária Salesiana II Manda-me, Senhor! 2ª feira, 23 de fevereiro: Empenho missionário de D. Bosco Bom dia! Hoje iremos aprofundar uma das cenas que será representada na cerimónia de abertura dos jogos nacionais salesianos. Vamos falar sobre

Leia mais

Brasileiros esperam ganhar salário três vezes maior após fazer MBA

Brasileiros esperam ganhar salário três vezes maior após fazer MBA COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 6º Ano Profª: Margareth Rodrigues Dutra Disciplina: Língua Portuguesa Aluno(a): TRABALHO DE RECUPERAÇÃO Data de entrega: 18/12/14 Questão 1- Leia o texto a seguir. Brasileiros

Leia mais

Apoio: Patrocínio: Realização:

Apoio: Patrocínio: Realização: 1 Apoio: Patrocínio: Realização: 2 CINDERELA 3 CINDERELA Cinderela era uma moça muito bonita, boa, inteligente e triste. Os pais tinham morrido e ela morava num castelo. A dona do castelo era uma mulher

Leia mais

12/02/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República

12/02/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração da Escola Municipal Jornalista Jaime Câmara e alusiva à visita às unidades habitacionais do PAC - Pró-Moradia no Jardim do Cerrado e Jardim Mundo

Leia mais

5º ano. Atividade de Estudo - Português

5º ano. Atividade de Estudo - Português Atividade de Estudo - Português 5º ano O texto que você vai ler abaixo pertence ao gênero crônica. As crônicas transformam um acontecimento comum, do nosso dia a dia, em uma história muito interessante.

Leia mais

Desafio para a família

Desafio para a família Desafio para a família Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da espiritualidade. O sonho de Deus para a família é que seja um

Leia mais

coração OS DIREITOS DAS CRIANÇAS NA COMUNIDADE DE FÉ Luiz Carlos Ramos CD Aventureiros em Missão, DNTC

coração OS DIREITOS DAS CRIANÇAS NA COMUNIDADE DE FÉ Luiz Carlos Ramos CD Aventureiros em Missão, DNTC OS DIREITOS DAS CRIANÇAS NA COMUNIDADE DE FÉ Luiz Carlos Ramos CD Aventureiros em Missão, DNTC Toda criança, sem exceção, tem direitos que devem ser valorizados por toda comunidade de fé. A criança, mesmo

Leia mais

A.JOSÉ C.COELHO JOSEPH SHAFAN. Baratas em fabelas e Filosofias fabulosas

A.JOSÉ C.COELHO JOSEPH SHAFAN. Baratas em fabelas e Filosofias fabulosas A.JOSÉ C.COELHO JOSEPH SHAFAN Baratas em fabelas e Filosofias fabulosas J OSEPH S HAFAN Baratas em fabelas e Filosofias fabulosas 2005 A.José C.Coelho. Todos os direitos reservados. E-book Caprice lelahel.aj@uol.com.br

Leia mais

Tanto prazer me dava adubar a terra, afofá-la... espalhava-a vagarosamente com um ancinho de plástico verde. Lembro-me dele até hoje porque o mantive

Tanto prazer me dava adubar a terra, afofá-la... espalhava-a vagarosamente com um ancinho de plástico verde. Lembro-me dele até hoje porque o mantive A rosa azul Era lindo o meu jardim! Colorido, alegre, visitado por andorinhas, colibris, bem-te-vis e sabiás. Os canteiros, sempre, muito bem aparados e limpos... As plantas viçosas e brilhantes... Como

Leia mais

O menino e o pássaro. Rosângela Trajano. Era uma vez um menino que criava um pássaro. Todos os dias ele colocava

O menino e o pássaro. Rosângela Trajano. Era uma vez um menino que criava um pássaro. Todos os dias ele colocava O menino e o pássaro Era uma vez um menino que criava um pássaro. Todos os dias ele colocava comida, água e limpava a gaiola do pássaro. O menino esperava o pássaro cantar enquanto contava histórias para

Leia mais

Vivendo e aprendendo em família

Vivendo e aprendendo em família Vivendo e aprendendo em família VERSÍCULO BÍBLICO Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração. Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PROVA 3º BIMESTRE 6 ANO

LÍNGUA PORTUGUESA PROVA 3º BIMESTRE 6 ANO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA PROVA 3º BIMESTRE 6 ANO 2010 QUESTÃO 1 Folheto Publicitário No

Leia mais

"A felicidade consiste em preparar o futuro, pensando no presente e esquecendo o passado se foi triste"

A felicidade consiste em preparar o futuro, pensando no presente e esquecendo o passado se foi triste "A felicidade consiste em preparar o futuro, pensando no presente e esquecendo o passado se foi triste" John Ruskin "O Instituto WCF-Brasil trabalha para promover e defender os direitos das crianças e

Leia mais

Agrupamento Vertical de Escolas do Viso. Escola E. B. 2.3 do Viso. A vida é uma folha de papel

Agrupamento Vertical de Escolas do Viso. Escola E. B. 2.3 do Viso. A vida é uma folha de papel 1.º Prémio A vida é uma folha de papel A vida pode ser Escura como a noite, Ou clara como as águas cristalinas Que brilham ao calor do sol. A vida pode ser Doce como o mel Ou amarga como o fel. A vida

Leia mais

Uma história de amor. Elisa Tiegs Gnewuch

Uma história de amor. Elisa Tiegs Gnewuch Uma história de amor Elisa Tiegs Gnewuch Capa TSA - sobre arquivo livre do banco de imagens Morguille (morguefile.com) Todos os direitos desta obra são exclusivos da autora. As mais lindas palavras de

Leia mais

_Márcio Moreno, 28 Sou um rapaz comum da geração do raprockandrollpsicodeliahardcoreragga. marciomoreno.com

_Márcio Moreno, 28 Sou um rapaz comum da geração do raprockandrollpsicodeliahardcoreragga. marciomoreno.com 23 24 25 _Márcio Moreno, 28 Sou um rapaz comum da geração do raprockandrollpsicodeliahardcoreragga. marciomoreno.com 26 27 Joe Navalha, 2013 28 TEXTO POR CAIO BASTOS Restam duas opções, ao se deparar com

Leia mais

Um planeta. chamado Albinum

Um planeta. chamado Albinum Um planeta chamado Albinum 1 Kalum tinha apenas 9 anos. Era um menino sonhador, inteligente e inconformado. Vivia num planeta longínquo chamado Albinum. Era um planeta muito frio, todo coberto de neve.

Leia mais

Portuguese Poetry / 14-30 lines HS 5-6

Portuguese Poetry / 14-30 lines HS 5-6 Ai quem me dera 1. Ai, quem me dera, terminasse a espera 2. Retornasse o canto simples e sem fim, 3. E ouvindo o canto se chorasse tanto 4. Que do mundo o pranto se estancasse enfim 5. Ai, quem me dera

Leia mais

-Olhe por onde anda, Peixe-Boi! -disse a Tartaruga do Mar-. Você trombou em mim.

-Olhe por onde anda, Peixe-Boi! -disse a Tartaruga do Mar-. Você trombou em mim. Pof! Manny o Peixe-Boi bateu com a cabeça. -Olhe por onde anda, Peixe-Boi! -disse a Tartaruga do Mar-. Você trombou em mim. -Como posso olhar por onde vou? -reclamou Manny-. Não posso ver nada nesta água

Leia mais

PROJETO DE LEITURA. Antes da leitura do livro Sugestões de atividades

PROJETO DE LEITURA. Antes da leitura do livro Sugestões de atividades PROJETO DE LEITURA PARTE 1 PRÉ-LEITURA ATIVIDADES ANTERIORES À LEITURA INTENÇÃO: LEVANTAR HIPÓTESES SOBRE A HISTÓRIA, INSTIGAR A CURIOSIDADE E AMPLIAR O REPERTÓRIO DO ALUNO. Antes da leitura do livro Sugestões

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

JONAS RIBEIRO. ilustrações de Suppa

JONAS RIBEIRO. ilustrações de Suppa JONAS RIBEIRO ilustrações de Suppa Suplemento do professor Elaborado por Camila Tardelli da Silva Deu a louca no guarda-roupa Supl_prof_ Deu a louca no guarda roupa.indd 1 02/12/2015 12:19 Deu a louca

Leia mais

Sugestões de Rotina. Educação Infantil

Sugestões de Rotina. Educação Infantil Sugestões de Rotina Educação Infantil Pauta: 16/02/2013 Boas Vindas; - Acolhida com música: "Que bom que você veio". > Roda de Conversa- Questionar com as crianças se estão gostando, se já tem algum coleguinha

Leia mais

Chantilly, 17 de outubro de 2020.

Chantilly, 17 de outubro de 2020. Chantilly, 17 de outubro de 2020. Capítulo 1. Há algo de errado acontecendo nos arredores dessa pequena cidade francesa. Avilly foi completamente afetada. É estranho descrever a situação, pois não encontro

Leia mais

05/12/2006. Discurso do Presidente da República

05/12/2006. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, no encerramento da 20ª Reunião Ordinária do Pleno Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social Palácio do Planalto, 05 de dezembro de 2006 Eu acho que não cabe discurso aqui,

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PROVA 1º BIMESTRE 3º ANO

LÍNGUA PORTUGUESA PROVA 1º BIMESTRE 3º ANO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA PROVA 1º BIMESTRE 3º ANO 2010 QUESTÃO 1 Esta notícia apareceu

Leia mais

Na sala de aula com as crianças

Na sala de aula com as crianças O CD Rubem Alves Novas Estórias, volume 3, abre novas janelas de oportunidade para quem gosta da literatura. Através do audiolivro podemos apreciar encantadoras histórias e deixar fluir a imaginação. Rubem

Leia mais

Agrupamento de Escolas Pioneiras da Aviação Portuguesa EB1/JI Vasco Martins Rebolo

Agrupamento de Escolas Pioneiras da Aviação Portuguesa EB1/JI Vasco Martins Rebolo Era uma vez a família Rebolo, muito simpática e feliz que vivia na Amadora. Essa família era constituída por quatro pessoas, os pais Miguel e Natália e os seus dois filhos Diana e Nuno. Estávamos nas férias

Leia mais

Trabalho Individual. Sessão de Leitura da História O Pedro e o Lobo

Trabalho Individual. Sessão de Leitura da História O Pedro e o Lobo Trabalho Individual Sessão de Leitura da História O Pedro e o Lobo Destinatários Alunos com idades entre os cinco, seis anos a frequentar o Ensino Pré-Escolar pela terceira vez. Local da Sessão de leitura

Leia mais

A fábula da formiga. Post (0182)

A fábula da formiga. Post (0182) A fábula da formiga Post (0182) Todos os dias, uma formiga chegava cedinho ao escritório e pegava duro no trabalho. A formiga era produtiva e feliz. O gerente besouro estranhou a formiga trabalhar sem

Leia mais

Valeska Cabral. Hipnose. Poesias. 1ª Edição. Rio de Janeiro - Brasil

Valeska Cabral. Hipnose. Poesias. 1ª Edição. Rio de Janeiro - Brasil Hipnose Poesias Valeska Cabral Hipnose Poesias 1ª Edição Rio de Janeiro - Brasil 2013 FICHA TÉCNICA Obra registrada no Escritório de Direitos Autorais (EDA), da Fundação Biblioteca Nacional. Sob nº Registro:

Leia mais

Leya Leituras Projeto de Leitura

Leya Leituras Projeto de Leitura Leya Leituras Projeto de Leitura Nome do livro: JAPĨĨ E JAKÃMĨ Uma história de amizade Autor: Yaguarê Yamã Nacionalidade do autor: Brasileira Currículo do autor: Escritor, professor e artista plástico

Leia mais

O CASO SUZANE VON RICHTHOFEN: UMA ANÁLISE ANTROPOLÓGICA DO DISCURSO DA DEFESA

O CASO SUZANE VON RICHTHOFEN: UMA ANÁLISE ANTROPOLÓGICA DO DISCURSO DA DEFESA O CASO SUZANE VON RICHTHOFEN: UMA ANÁLISE ANTROPOLÓGICA DO DISCURSO DA DEFESA INTRODUÇÃO Serivaldo C. Araujo Este trabalho tem o objetivo de relacionar o conteúdo estudado na disciplina de Antropologia

Leia mais

Palavras do autor. Escrever para jovens é uma grande alegria e, por que não dizer, uma gostosa aventura.

Palavras do autor. Escrever para jovens é uma grande alegria e, por que não dizer, uma gostosa aventura. Palavras do autor Escrever para jovens é uma grande alegria e, por que não dizer, uma gostosa aventura. Durante três anos, tornei-me um leitor voraz de histórias juvenis da literatura nacional, mergulhei

Leia mais

Energia e suas fontes

Energia e suas fontes ós na ala de Aula - Ciências 6º ao 9º ano - unidade 2 O homem necessita cada vez mais de energia elétrica e está constantemente buscando fontes para produzila. Uma das fontes de energia mais utilizadas

Leia mais

Coleção: Encantando a Gramática. Autora: Pâmela Pschichholz* palavras que existem no mundo. Lá, várias famílias vivem felizes.

Coleção: Encantando a Gramática. Autora: Pâmela Pschichholz* palavras que existem no mundo. Lá, várias famílias vivem felizes. Coleção: Encantando a Gramática Autora: Pâmela Pschichholz* Um lugar diferente Em um vilarejo chamado classes Gramaticais moram todas as palavras que existem no mundo. Lá, várias famílias vivem felizes.

Leia mais