POR QUE O MEU É DIFERENTE DO DELE?

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "POR QUE O MEU É DIFERENTE DO DELE?"

Transcrição

1 POR QUE O MEU É DIFERENTE DO DELE? Rafael chegou em casa um tanto cabisbaixo... Na verdade, estava muito pensativo. No dia anterior tinha ido dormir na casa de Pedro, seu grande amigo, e ficou com a cabeça cheia de minhocas, ou melhor, de perguntas. Na hora do almoço o pai de Rafael reparou que ele estava diferente e resolveu conversar: - Que cara é essa Rafa? Está tudo bem filho? - Está sim pai... - Mas você está esquisito... O pai de Rafa estava certo. Rafael tinha 13 anos naquela época e nessa idade, costumamos nos sentir esquisitos às vezes, e perdidos no meio de muitas perguntas. E o pai de Rafa continuou... - Pode falar filho, posso te ajudar em alguma coisa? Aí o Rafa resolveu falar... - Sabe o que é pai, é que ontem fui dormir na casa do Pedro. - E isso não é legal? O Pedro não é seu amigo? Perguntou o pai de Rafa. - É muito pai. Mas é que na hora que o Pedro trocou de roupa pra dormir reparei que somos diferentes. Disse Rafa. - Diferentes como? Todo mundo é diferente ora! - Eu sei pai, mas você não tá entendendo! Tô falando diferente naquele lugar... - Que lugar Rafael, fala direito! Disse o pai de Rafa, que já estava ficando impaciente. - Ah pai! Tô falando assim lá embaixo... - No pênis você quer dizer? Perguntou o pai de Rafael, que já estava querendo ter uma conversa clara com o filho e estava cansado de tentar adivinhar o que Rafael estava querendo dizer... - É pai. O dele parece maior do que o meu, e, além disso, parece que está descoberto. Assim, meio pra fora. - Entendi Rafa. Ele deve ter feito uma operação de fimose e talvez o pênis dele seja um pouco maior mesmo, e daí? - O que pai?

2 - Tudo bem Rafa. Vamos conversar? - Todos os meninos e homens possuem um pênis e a bolsa escrotal onde ficam os testículos. Esses são os seus órgãos de reprodução. Entendeu? - Certo pai. Isso eu já sei. - Você já sabe, porque já viu e vê sempre no seu corpo. Nossos órgãos de reprodução são externos e visíveis, diferentes dos órgãos de reprodução das mulheres que ficam dentro do corpo. O fato deles serem externos facilita a reprodução. A forma do pênis ajuda a colocar os espermatozóides no interior do corpo da mulher. E os testículos externos mantêm a temperatura ideal para a produção de espermatozóides dentro dos túbulos seminíferos, pequenos tubos enrolados que estão dentro dos testículos e onde os espermatozóides são produzidos. Explicou o pai de Rafa. - O Pênis cresce durante a puberdade, talvez o do Pedro já tenha crescido mais do que o seu, que ainda pode estar crescendo. Acrescentou ele. - Ah, tá! Disse Rafa, que já estava se sentindo um pouco envergonhado com aquela conversa, mas ao mesmo tempo estava doido pra ouvir mais! - Mas sabe Rafa, nem todos os pênis tem o mesmo tamanho, mesmo quando já nos tornamos homens adultos. Alguns são maiores e outros menores, mas isso não importa realmente. O tamanho do pênis não é o que realmente influi no prazer da relação sexual, isso tem muito mais a ver com sentimentos, entrega e emoções do que com o tamanho do pênis. Além do mais, há uma região sensitiva, que dá prazer para mulher na relação sexual, que está logo na entrada da vagina. Rafa escutou e ficou pensativo. O pai de Rafa resolveu continuar e conversar mais: - Além do mais Rafa, você sabe que o pênis cresce quando temos uma ereção. Quando o pênis fica duro, sabe? Rafa dessa vez não teve coragem de falar nada, só ficou vermelho de tanta vergonha. Seu pai continuou... - A ereção acontece quando vemos ou pensamos em uma menina bonita e desejamos muito ela. Ou quando temos muita vontade de estar perto de uma mulher durante a relação sexual. Ou às vezes sem mais nem menos, sem nenhum motivo aparente.

3 - Também quando queremos fazer xixi, né pai?! Disse Rafa rindo. Seu pai riu e disse: - É, quando nossa bexiga está cheia também podemos ter uma ereção. Ou à noite quando sonhamos. Na ereção nosso pênis se enche de sangue e por isso se torna duro e maior. Dentro do pênis existem estruturas chamadas de corpo esponjoso e corpos cavernosos, que ficam envolta da uretra e que se enchem de sangue na ereção. - Esses negócios ficam envolta da onde pai? Perguntou Rafa, que não tinha entendido aquela história direito. - O corpo esponjoso e os corpos cavernosos ficam em volta da uretra. A uretra é o tubo que passa dentro do pênis e por onde sai o xixi, quando precisamos urinar, e o esperma na ejaculação, quando os espermatozóides e o líquido seminal são liberados. Falou o pai de Rafa. - É aquela coisa branca que sai do nosso pinto pai? Perguntou Rafa. - Isso Rafa. Esse é o esperma que é liberado do pênis quando estamos muito excitados. Com a excitação, na masturbação ou no ato sexual, o esperma é liberado em jatos, é o que chamamos de ejaculação. Depois da ejaculação vem uma sensação de prazer e relaxamento muito agradável. É o orgasmo. - Pai? Mas do que essa coisa branca é feita mesmo? Quis saber Rafa. - É feita dos espermatozóides em um líquido nutritivo produzido em estruturas chamadas vesículas seminais. E mais um líquido produzido na próstata, que elimina a acidez da uretra e da vagina. Essa acidez pode matar os espermatozóides e dificultar seu encontro com o óvulo ou a fecundação. Os espermatozóides e mais esses líquidos formam o esperma. Na ejaculação, ocorre a contração das glândulas que produzem esses líquidos, dos tubos que levam os espermatozóides e da uretra e o esperma é liberado. Entendeu? Rafa na verdade estava um pouco confuso com tantas informações... Mas resolveu continuar perguntando. Quem sabe em algum momento aquilo tudo fazia sentido? - Mas pai, os espermatozóides não são produzidos dentro dos testículos? - Isso, filho. Eles são produzidos nos túbulos seminíferos que ficam dentro dos testículos e depois são levados por outros tubos chamados epidídimo e canal deferente

4 até a uretra. Quando são liberados. Na masturbação, no ato sexual, ou às vezes à noite, né?! Quando o excesso de espermatozóides pode ser liberado ao longo do sono. - Pai, isso tudo só acontece quando temos uma ereção? Perguntou Rafa. - É filho. E às vezes queremos muito ter uma ereção e não conseguimos. Às vezes porque estamos cansados, preocupados, deprimidos, ou com alguma dificuldade. Na primeira vez então, é muito difícil. Na minha primeira tentativa de relação sexual, eu fiquei com tanta expectativa e tão nervoso que não deu certo. Não tive uma ereção. - E aí pai? - Aí ao longo do tempo eu fui crescendo e percebi que precisamos estar relaxados e maduros para experimentar uma relação sexual gostosa. Eu entendi que para que a relação sexual seja prazerosa precisamos gostar muito um do outro, e estar maduro para entender nossos sentimentos e o sentimento do outro. Além de estarmos tranqüilos sabendo que estamos bem protegidos de uma gravidez que não desejamos ou de alguma doença sexualmente transmissível. Rafa achou aquela conversa meio esquisita, mas bonita ao mesmo tempo. Ele queria gostar de uma mulher assim um dia... Aí lembrou que ainda tinha uma pergunta: - E aquela história de fi... Que você falou do pênis do Pedro? Rafa perguntou, cheio de curiosidade. - Ah é! A fimose! Lembrou o pai do Rafa. - Todo homem nasce com uma pele bem fina cobrindo o pênis, é o prepúcio. Em algumas culturas, como os judeus e os muçulmanos, é uma tradição religiosa retirar essa pele assim que o bebê do sexo masculino nasce, é a operação de circuncisão. - E isso dói pai? Perguntou Rafa, com uma expressão de pavor no rosto. - Não filho, é uma operação bastante simples. Disse o pai de Rafa. E continuou: - Outras vezes, mesmo que o menino não pertença a essas religiões, quando o prepúcio é muito apertado e é difícil puxá-lo para limpar o pênis ou manipulá-lo, a criança precisa também operá-lo. Aí ele faz a circuncisão ou a fimose e retira uma parte desse prepúcio. O Pedro deve ter feito isso... - Sei pai. E isso vai fazer diferença quando a gente crescer e for namorar? Quis saber Rafa.

5 - Não filho. O importante é você conhecer bem o seu corpo, se aceitar e se gostar. Se dar bem com você mesmo e com seu corpo é fundamental para que no futuro você possa se dar bem com a sua namorada! Depois de toda essa conversa, Rafael continuou pensativo e ainda cheio de perguntas. Mas se sentiu feliz. Rafa percebeu que era realmente muito bom conversar, crescer e amadurecer...

SEXUALIDADE: DESATANDO OS NÓS NA ADOLESCÊNCIA

SEXUALIDADE: DESATANDO OS NÓS NA ADOLESCÊNCIA SEXUALIDADE: DESATANDO OS NÓS NA ADOLESCÊNCIA Por Marcos Ribeiro* Um pouco dessa história começa por volta dos 10/12 anos, quando meninos e meninas começam a sofrer as primeiras transformações físicas,

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração do Centro de Especialidades Odontológicas de Campo Limpo

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração do Centro de Especialidades Odontológicas de Campo Limpo , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração do Centro de Especialidades Odontológicas de Campo Limpo São Paulo-SP, 20 de outubro de 2004 Meus queridos companheiros e minhas queridas companheiras

Leia mais

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava O Príncipe das Histórias Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava histórias. Ele gostava de histórias de todos os tipos. Ele lia todos os livros, as revistas, os jornais, os

Leia mais

SENSUALIDADE E SEXUALIDADE NA ADOLESCÊNCIA. Sexualidade X Sensualidade

SENSUALIDADE E SEXUALIDADE NA ADOLESCÊNCIA. Sexualidade X Sensualidade SENSUALIDADE E SEXUALIDADE NA ADOLESCÊNCIA A adolescência é uma fase de transição, mudança da infância para a vida adulta. Nesse momento acontecem várias modificações no corpo, surgem várias dúvidas, medo,

Leia mais

ENTENDENDO A. A adolescência é a fase da vida onde acontecem as maiores modificações no corpo, nos sentimentos e na forma de perceber as coisas.

ENTENDENDO A. A adolescência é a fase da vida onde acontecem as maiores modificações no corpo, nos sentimentos e na forma de perceber as coisas. ENTENDENDO A ADOLESCÊNCIA A adolescência é a fase da vida onde acontecem as maiores modificações no corpo, nos sentimentos e na forma de perceber as coisas. Ao mesmo tempo, aumentam as responsabilidades

Leia mais

Fim da Sensibilidade na Glande

Fim da Sensibilidade na Glande Autor: Davi Ribeiro Fim da Sensibilidade na Glande Muitos homens alegam sofrer com a forte sensibilidade na glande. E isso, de certa forma, atrapalha muito na hora do sexo, principalmente na hora de ter

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM RECUPERAÇÃO DE IMAGEM Quero que saibam que os dias que se seguiram não foram fáceis para mim. Porém, quando tornei a sair consciente, expus ao professor tudo o que estava acontecendo comigo, e como eu

Leia mais

...existe algum motivo legal que impeça a sentença de ser pronunciada?

...existe algum motivo legal que impeça a sentença de ser pronunciada? Levante-se o réu. 6 ...capítulo um Fiquei de pé. Por um momento vi Glória de novo, sentada no banco no píer. A bala acabara de atingir a sua cabeça, de lado, o sangue ainda nem tinha começado a escorrer.

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

5 ADOLESCÊNCIA. 5.1. Passagem da Infância Para a Adolescência

5 ADOLESCÊNCIA. 5.1. Passagem da Infância Para a Adolescência 43 5 ADOLESCÊNCIA O termo adolescência, tão utilizado pelas classes médias e altas, não costumam fazer parte do vocabulário das mulheres entrevistadas. Seu emprego ocorre mais entre aquelas que por trabalhar

Leia mais

Qual o Sentido do Natal?

Qual o Sentido do Natal? Qual o Sentido do Natal? Por Sulamita Ricardo Personagens: José- Maria- Rei1- Rei2- Rei3- Pastor 1- Pastor 2- Pastor 3-1ª Cena Uma música de natal toca Os personagens entram. Primeiro entram José e Maria

Leia mais

Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação.

Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação. Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação. 1.1 Conteúdos: Apresentação do Plano Didático Pedagógico; Classificação das orações coordenadas sindéticas e inferência. 1.1 Habilidade:

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

- Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe?

- Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe? Trecho do romance Caleidoscópio Capítulo cinco. 05 de novembro de 2012. - Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe? Caçulinha olha para mim e precisa fazer muita força para isso,

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Beleza. Tá certo. Aleluia. Gloria a Deus e amem. Você está certo e vou fazer tudo o que você está falando. Domingo está chegando e lá na igreja vou

Beleza. Tá certo. Aleluia. Gloria a Deus e amem. Você está certo e vou fazer tudo o que você está falando. Domingo está chegando e lá na igreja vou Consultoria LOG Eu não sei porque cada um de vocês trabalha e está aqui hoje. Se por dinheiro? Se porque está fazendo o que gosta? Se os seus pais não te querem em casa? Até mesmo se você não tem nada

Leia mais

Geração Graças Peça: Os Cofrinhos

Geração Graças Peça: Os Cofrinhos Geração Graças Peça: Os Cofrinhos Autora: Tell Aragão Personagens: Voz - não aparece mendigo/pessoa Nervosa/Ladrão faz os três personagens Menina 1 Menina 2 Voz: Era uma vez, duas irmãs que ganharam dois

Leia mais

Dicas para investir em Imóveis

Dicas para investir em Imóveis Dicas para investir em Imóveis Aqui exploraremos dicas de como investir quando investir e porque investir em imóveis. Hoje estamos vivendo numa crise política, alta taxa de desemprego, dólar nas alturas,

Leia mais

LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos

LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos Lição 3: Alegria LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos RESUMO BÍBLICO Gálatas 5:23; Gálatas 6:1; 2 Timóteo 2:25; Tito 3; 1 Pedro 3:16 Como seres humanos estamos sempre à mercê de situações sobre

Leia mais

HISTÓRIA DE LINS. - Nossa que cara é essa? Parece que ficou acordada a noite toda? Confessa, ficou no face a noite inteira?

HISTÓRIA DE LINS. - Nossa que cara é essa? Parece que ficou acordada a noite toda? Confessa, ficou no face a noite inteira? HISTÓRIA DE LINS EE PROF.PE. EDUARDO R. de CARVALHO Alunos: Maria Luana Lino da Silva Rafaela Alves de Almeida Estefanny Mayra S. Pereira Agnes K. Bernardes História 1 Unidas Venceremos É a história de

Leia mais

ALEGRIA ALEGRIA:... TATY:...

ALEGRIA ALEGRIA:... TATY:... ALEGRIA PERSONAGENS: Duas amigas entre idades adolescentes. ALEGRIA:... TATY:... Peça infanto-juvenil, em um só ato com quatro personagens sendo as mesmas atrizes, mostrando a vida de duas meninas, no

Leia mais

30/09/2008. Entrevista do Presidente da República

30/09/2008. Entrevista do Presidente da República Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em conjunto com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, com perguntas respondidas pelo presidente Lula Manaus-AM,

Leia mais

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores?

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Noemi: É a velha história, uma andorinha não faz verão,

Leia mais

UMA ESPOSA PARA ISAQUE Lição 12

UMA ESPOSA PARA ISAQUE Lição 12 UMA ESPOSA PARA ISAQUE Lição 12 1 1. Objetivos: Ensinar que Eliézer orou pela direção de Deus a favor de Isaque. Ensinar a importância de pedir diariamente a ajuda de Deus. 2. Lição Bíblica: Gênesis 2

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume III - 3º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume III 3º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume III 3º ano Projeto editorial

Leia mais

Dormia e me remexia na cama, o coração apertado, a respiração ofegante. Pensava:

Dormia e me remexia na cama, o coração apertado, a respiração ofegante. Pensava: Não há como entender a ansiedade sem mostrar o que se passa na cabeça de uma pessoa ansiosa. Este texto será uma viagem dentro da cabeça de um ansioso. E só para constar: ansiedade não é esperar por um

Leia mais

MALDITO. de Kelly Furlanetto Soares. Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012.

MALDITO. de Kelly Furlanetto Soares. Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012. MALDITO de Kelly Furlanetto Soares Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012. 1 Em uma praça ao lado de uma universidade está sentado um pai a

Leia mais

LAUDO TÉCNICO. Respostas entre asteriscos indicam que o assunto perturba o depoente.

LAUDO TÉCNICO. Respostas entre asteriscos indicam que o assunto perturba o depoente. Porto Alegre, 21 de julho de 2010. LAUDO TÉCNICO No dia de hoje através de um áudio extraído da entrevista de Fernanda Gomes de Castro para o programa Mais Você de 21/07/2010, foi realizada uma analise

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADE

RELATÓRIO DE ATIVIDADE RELATÓRIO DE ATIVIDADE A IMPORTÂNCIA DE CADA ALIMENTO Coordenador da atividade: Thaís Canto Cury Integrantes da equipe: Manha: Bianca Domingues, Fernando Peixoto e Juliana Ravelli Tarde: Thaís Cury, Thalita

Leia mais

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa Olhando as peças Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse 3 a 6 anos Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa História Bíblica: Gênesis 41-47:12 A história de José continua com ele saindo da prisão

Leia mais

10 segredos para falar inglês

10 segredos para falar inglês 10 segredos para falar inglês ÍNDICE PREFÁCIO 1. APENAS COMECE 2. ESQUEÇA O TEMPO 3. UM POUCO TODO DIA 4. NÃO PRECISA AMAR 5. NÃO EXISTE MÁGICA 6. TODO MUNDO COMEÇA DO ZERO 7. VIVA A LÍNGUA 8. NÃO TRADUZA

Leia mais

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno.

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno. Meu lugar,minha história. Cena 01- Exterior- Na rua /Dia Eduardo desce do ônibus com sua mala. Vai em direção a Rose que está parada. Olá, meu nome é Rose sou a guia o ajudara no seu projeto de história.

Leia mais

O mar de Copacabana estava estranhamente calmo, ao contrário

O mar de Copacabana estava estranhamente calmo, ao contrário epílogo O mar de Copacabana estava estranhamente calmo, ao contrário do rebuliço que batia em seu peito. Quase um ano havia se passado. O verão começava novamente hoje, ao pôr do sol, mas Line sabia que,

Leia mais

SISTEMA REPRODUTOR. Sistema reprodutor feminino

SISTEMA REPRODUTOR. Sistema reprodutor feminino SISTEMA REPRODUTOR A reprodução é de importância tremenda para os seres vivos, pois é por meio dela que os organismos transmitem suas características hereditariamente e garantem a sobrevivência de suas

Leia mais

12/02/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República

12/02/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração da Escola Municipal Jornalista Jaime Câmara e alusiva à visita às unidades habitacionais do PAC - Pró-Moradia no Jardim do Cerrado e Jardim Mundo

Leia mais

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães 2 Era domingo e o céu estava mais azul que o azul mais azul que se pode imaginar. O sol de maio deixava o dia ainda mais bonito

Leia mais

Palavras do autor. Escrever para jovens é uma grande alegria e, por que não dizer, uma gostosa aventura.

Palavras do autor. Escrever para jovens é uma grande alegria e, por que não dizer, uma gostosa aventura. Palavras do autor Escrever para jovens é uma grande alegria e, por que não dizer, uma gostosa aventura. Durante três anos, tornei-me um leitor voraz de histórias juvenis da literatura nacional, mergulhei

Leia mais

DIAS 94. de Claudio Simões (1990 / 94)

DIAS 94. de Claudio Simões (1990 / 94) DIAS 94 de Claudio Simões (1990 / 94) 2 PERSONAGENS São cinco personagens identificadas apenas por números. Não têm gênero definido, podendo ser feitas por atores ou atrizes. As frases em que falam de

Leia mais

Perpetuando a vida - 2

Perpetuando a vida - 2 A U A UL LA Acesse: http://fuvestibular.com.br/ Perpetuando a vida - 2 Atenção - Maria, olhe só o resultado do exame: positivo para gonadotrofina coriônica! Alberto e Maria olharam um para o outro, sem

Leia mais

O LAVA JATO MACABRO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA

O LAVA JATO MACABRO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA O LAVA JATO MACABRO Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA Rua alameda dom Pedro II n 718 Venda da cruz São Gonçalo. e-mail:jfigueiredo759@gmail.com TEL: (21)92303033 EXT.LAGE DA CASA.DIA Renam está sentado na

Leia mais

18/11/2005. Discurso do Presidente da República

18/11/2005. Discurso do Presidente da República Discurso do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de entrega de certificado para os primeiros participantes do programa Escolas-Irmãs Palácio do Planalto, 18 de novembro de 2005

Leia mais

O céu. Aquela semana tinha sido uma trabalheira! www.interaulaclube.com.br

O céu. Aquela semana tinha sido uma trabalheira! www.interaulaclube.com.br A U A UL LA O céu Atenção Aquela semana tinha sido uma trabalheira! Na gráfica em que Júlio ganhava a vida como encadernador, as coisas iam bem e nunca faltava serviço. Ele gostava do trabalho, mas ficava

Leia mais

Sal, Pimenta, Alho e Noz Moscada.

Sal, Pimenta, Alho e Noz Moscada. Sal, Pimenta, Alho e Noz Moscada. Cláudia Barral (A sala é bastante comum, apenas um detalhe a difere de outras salas de apartamentos que se costuma ver ordinariamente: a presença de uma câmera de vídeo

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

Afonso levantou-se de um salto, correu para a casa de banho, abriu a tampa da sanita e vomitou mais uma vez. Posso ajudar? perguntou a Maria,

Afonso levantou-se de um salto, correu para a casa de banho, abriu a tampa da sanita e vomitou mais uma vez. Posso ajudar? perguntou a Maria, O Afonso levantou-se de um salto, correu para a casa de banho, abriu a tampa da sanita e vomitou mais uma vez. Posso ajudar? perguntou a Maria, preocupada, pois nunca tinha visto o primo assim tão mal

Leia mais

36. DÚVIDAS NA ESCOLHA DE UMA NOVA RESIDÊNCIA. DECIDIR É DIFÍCIL. UMA LUTA DA CONVENIÊNCIA COM O CORAÇÃO

36. DÚVIDAS NA ESCOLHA DE UMA NOVA RESIDÊNCIA. DECIDIR É DIFÍCIL. UMA LUTA DA CONVENIÊNCIA COM O CORAÇÃO 36. DÚVIDAS NA ESCOLHA DE UMA NOVA RESIDÊNCIA. DECIDIR É DIFÍCIL. UMA LUTA DA CONVENIÊNCIA COM O CORAÇÃO AQUI TEM UM FATO INUSITADO. QUE PASSA DESPERCEBIDO PELA MAIORIA DAS PESSOAS, NÃO TREINADAS NA ARTE

Leia mais

A última relação sexual

A última relação sexual PARTE G QUESTIONÁRIO AUTO-PREENCHIDO (V1 - M) As próximas perguntas são sobre a sua vida sexual. É muito importante que responda, pois só assim poderemos ter informação sobre os hábitos sexuais da população

Leia mais

Atividades Lição 5 ESCOLA É LUGAR DE APRENDER

Atividades Lição 5 ESCOLA É LUGAR DE APRENDER Atividades Lição 5 NOME: N º : CLASSE: ESCOLA É LUGAR DE APRENDER 1. CANTE A MÚSICA, IDENTIFICANDO AS PALAVRAS. A PALAVRA PIRULITO APARECE DUAS VEZES. ONDE ESTÃO? PINTE-AS.. PIRULITO QUE BATE BATE PIRULITO

Leia mais

História Para as Crianças. A menina que caçoou

História Para as Crianças. A menina que caçoou História Para as Crianças A menina que caçoou Bom dia crianças, feliz sábado! Uma vez, do outro lado do mundo, em um lugar chamado Austrália vivia uma menina. Ela não era tão alta como algumas meninas

Leia mais

Manifeste Seus Sonhos

Manifeste Seus Sonhos Manifeste Seus Sonhos Índice Introdução... 2 Isso Funciona?... 3 A Força do Pensamento Positivo... 4 A Lei da Atração... 7 Elimine a Negatividade... 11 Afirmações... 13 Manifeste Seus Sonhos Pág. 1 Introdução

Leia mais

Leitura e Mediação Pedagógica

Leitura e Mediação Pedagógica Protocolo Colaborador: 12 Leitura e Mediação Pedagógica G. Pesquisador: Rosineide Magalhães de Sousa Corinthians(2) x Palestra(1)#Rosineide\cor_pal.jpg.jpg# Transcrição 80) P: Então Gabriel... eu vou pedir

Leia mais

SALVAÇÃO não basta conhecer o endereço Atos 4:12

SALVAÇÃO não basta conhecer o endereço Atos 4:12 SALVAÇÃO não basta conhecer o endereço Atos 4:12 A SALVAÇÃO É A PRÓPRIA PESSOA DE JESUS CRISTO! VOCÊ SABE QUAL É O ENDEREÇO DE JESUS! MAS ISSO É SUFICIENTE? Conhecer o endereço de Jesus, não lhe garantirá

Leia mais

1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015

1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015 1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015 JESUS ESTÁ COMIGO QUANDO SOU DESAFIADO A CRESCER! OBJETIVO - Saber que sempre que são desafiados a crescer ou assumir responsabilidades, Jesus está com

Leia mais

Acorda, seu Zé Preguiça, hoje é domingo. Dia do Senhor. A sua mãe tá passando a roupa que você separou ontem, e o seu café já está pronto, só

Acorda, seu Zé Preguiça, hoje é domingo. Dia do Senhor. A sua mãe tá passando a roupa que você separou ontem, e o seu café já está pronto, só Acorda, seu Zé Preguiça, hoje é domingo. Dia do Senhor. A sua mãe tá passando a roupa que você separou ontem, e o seu café já está pronto, só esperando a sua boa vontade. Felipe tentou voltar a dormir,

Leia mais

A CURA DE UM MENINO Lição 31

A CURA DE UM MENINO Lição 31 A CURA DE UM MENINO Lição 31 1 1. Objetivos: Mostrar o poder da fé. Mostrar que Deus tem todo o poder. 2. Lição Bíblica: Mateus 17.14-21; Marcos 9.14-29; Lucas 9.37-43 (Leitura bíblica para o professor)

Leia mais

Biologia 1ª Série Resumo - Reprodução Humana

Biologia 1ª Série Resumo - Reprodução Humana Assim como as casas são feitas de tijolos, todos os organismos são formados por pequenas unidades, chamadas células. Extremamente pequenas, cabem centenas de células num pingo de um i Toda a programação

Leia mais

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após encontro com a Senadora Ingrid Betancourt

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após encontro com a Senadora Ingrid Betancourt Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após encontro com a Senadora Ingrid Betancourt São Paulo-SP, 05 de dezembro de 2008 Presidente: A minha presença aqui

Leia mais

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Carnaval 2014 A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Nesta noite vamos fazer uma viagem! Vamos voltar a um tempo que nos fez e ainda nos faz feliz, porque afinal como

Leia mais

Tudo tem um tempo. Uma hora para nascer e uma hora para morrer.

Tudo tem um tempo. Uma hora para nascer e uma hora para morrer. CAPITULO 3 Ele não é o Homem que eu pensei que era. Ele é como é. Não se julga um Homem pela sua aparência.. Tudo tem um tempo. Uma hora para nascer e uma hora para morrer. Eu costumava saber como encontrar

Leia mais

Casa Templária, 9 de novembro de 2011.

Casa Templária, 9 de novembro de 2011. Casa Templária, 9 de novembro de 2011. Mais uma vez estava observando os passarinhos e todos os animais que estão ao redor da Servidora. Aqui onde estou agora é a montanha, não poderia ser outro lugar.

Leia mais

O Pedido. Escrito e dirigido por João Nunes

O Pedido. Escrito e dirigido por João Nunes O Pedido Escrito e dirigido por João Nunes O Pedido FADE IN: INT. CASA DE BANHO - DIA Um homem fala para a câmara. É, 28 anos, magro e mortiço. Queres casar comigo? Não fica satisfeito com o resultado.

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Abril2014

Atividades Pedagógicas. Abril2014 Atividades Pedagógicas Abril2014 III A JOGOS DIVERTIDOS Fizemos dois campeonatos com a Turma da Fazenda, o primeiro com o seguinte trajeto: as crianças precisavam pegar água em um ponto e levar até o outro,

Leia mais

A.C. Ilustrações jordana germano

A.C. Ilustrações jordana germano A.C. Ilustrações jordana germano 2013, O autor 2013, Instituto Elo Projeto gráfico, capa, ilustração e diagramação: Jordana Germano C736 Quero-porque-quero!! Autor: Alexandre Compart. Belo Horizonte: Instituto

Leia mais

DOCE BALANÇO. Novela de Antonio Figueira. Escrita por. Antonio Figueira. Personagens deste capítulo: DIANA PADRE MARCOS D. SANTINHA BEATA 1 BEATA 2

DOCE BALANÇO. Novela de Antonio Figueira. Escrita por. Antonio Figueira. Personagens deste capítulo: DIANA PADRE MARCOS D. SANTINHA BEATA 1 BEATA 2 DOCE BALANÇO Novela de Antonio Figueira Escrita por Antonio Figueira Personagens deste capítulo: DIANA PADRE MARCOS D. SANTINHA BEATA 1 BEATA 2 DOCE BALANÇO CAPÍTULO 10 PÁGINA 1 DOCE BALANÇO CAPÍTULO 10

Leia mais

NA LOJA DE CHAPÉUS. Karl Valentin. Personagens. Vendedora. Valentin ATO ÚNICO

NA LOJA DE CHAPÉUS. Karl Valentin. Personagens. Vendedora. Valentin ATO ÚNICO NA LOJA DE CHAPÉUS De Karl Valentin Personagens Vendedora Valentin ATO ÚNICO Bom dia, senhor. O que deseja? Um chapéu. Que tipo de chapéu? Um chapéu pra botar na cabeça. Certamente, meu senhor, um chapéu

Leia mais

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses?

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses? Transcrição da entrevista: Informante: nº15 Célula: 5 Data da gravação: Agosto de 2009 Geração: 2ª Idade: 35 Sexo: Masculino Tempo de gravação: 10.24 minutos INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por

Leia mais

O pato perto da porta o pato perto da pia o pato longe da pata o pato pia que pia

O pato perto da porta o pato perto da pia o pato longe da pata o pato pia que pia PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 2 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ==================================================================== TEXTO 1 O PATO 01- De acordo com o

Leia mais

WWW.MUSICALLEIZER.COM.BR

WWW.MUSICALLEIZER.COM.BR WWW.MUSICALLEIZER.COM.BR Índice Índice Prefácio Sobre o autor Introdução Como ser produtivo estudando corretamente Você já organizou o seu tempo e os seus dias para estudar? Definir o que vai estudar Organizando

Leia mais

SISTEMAS GENITAIS HUMANOS

SISTEMAS GENITAIS HUMANOS https://naturalmath.wikispaces.com/birds+and+learning SISTEMAS GENITAIS HUMANOS Maximiliano Mendes 2015 maxaug.blogspot.com Youtube.com/maxaug 1 Somos uma espécie: Dioica: cada organismo possui apenas

Leia mais

Anexo II - Guião (Versão 1)

Anexo II - Guião (Versão 1) Anexo II - Guião (Versão 1) ( ) nº do item na matriz Treino História do Coelho (i) [Imagem 1] Era uma vez um coelhinho que estava a passear no bosque com o pai coelho. Entretanto, o coelhinho começou a

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO

CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO COLÉGIO ARNALDO 2015 CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA Aluno (a): Turma: 2º Ano Professora: Data de entrega: Valor: 20 pontos CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Leitura e interpretação de textos

Leia mais

Manoel de Barros Menino do mato

Manoel de Barros Menino do mato Manoel de Barros Menino do mato [ 3 ] SUMÁRIO Menino do mato 7 Caderno de aprendiz 23 [ 5 ] Primeira parte MENINO DO MATO O homem seria metafisicamente grande se a criança fosse seu mestre. SÖREN KIERKEGAARD

Leia mais

A menina que queria visitar a tia

A menina que queria visitar a tia Cenas urbanas A menina que queria visitar a tia A menina, conversando com a jornaleira, na manhã de domingo, tinha o ar desamparado. Revolvia, com nervosismo, um lenço com as pontas amarradas, dentro

Leia mais

Um amigo, chamado computador!

Um amigo, chamado computador! Um amigo, chamado computador! NARRADOR: Era uma vez uma menina chamada Isa, ela era uma menina muito curiosa e com uma imaginação bastante fértil. Na escola, durante uma aula no laboratório de informática,

Leia mais

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome:

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome: 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome: Leia o texto com ajuda do professor. EU QUERO! EU QUERO! A Júlia é pequenininha, mas quando quer alguma coisa grita mais do que qualquer pessoa grandona. Esta

Leia mais

7ª série / 8º ano U. E. 11

7ª série / 8º ano U. E. 11 7ª série / 8º ano U. E. 11 Os sistemas genitais masculino e feminino A espécie humana se reproduz sexuadamente. As células reprodutivas femininas os óvulos são produzidas nos ovários da mulher, e as células

Leia mais

O menino e o pássaro. Rosângela Trajano. Era uma vez um menino que criava um pássaro. Todos os dias ele colocava

O menino e o pássaro. Rosângela Trajano. Era uma vez um menino que criava um pássaro. Todos os dias ele colocava O menino e o pássaro Era uma vez um menino que criava um pássaro. Todos os dias ele colocava comida, água e limpava a gaiola do pássaro. O menino esperava o pássaro cantar enquanto contava histórias para

Leia mais

PREPARANDO-SE PARA O CASAMENTO UMA PALESTRA PARA FILHOS E PAIS

PREPARANDO-SE PARA O CASAMENTO UMA PALESTRA PARA FILHOS E PAIS PREPARANDO-SE PARA O CASAMENTO UMA PALESTRA PARA FILHOS E PAIS Judith Sonja Garbers - Psicóloga Jörg Garbers Ms. de Teologia PERGUNTAS FREQUENTES Quem deve pedir em casamento? Que idade deve ter? Quanto

Leia mais

ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME

ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME CENA 1. HOSPITAL. QUARTO DE. INTERIOR. NOITE Fernanda está dormindo. Seus pulsos estão enfaixados. Uma enfermeira entra,

Leia mais

Enquanto isso, o sr. e a sra. Mini-Van entravam pela estrada principal de Radiator Springs. Vanderlei... dizia a sra. Mini-Van para seu marido.

Enquanto isso, o sr. e a sra. Mini-Van entravam pela estrada principal de Radiator Springs. Vanderlei... dizia a sra. Mini-Van para seu marido. OS FALSOS TURISTAS Era uma tarde tranqüila, como todas as tardes de Radiator Springs. Até Sally aparecer buzinando e gritando, para todos ouvirem: Fregueses, fregueses! São fregueses, pessoal! Fregueses!

Leia mais

Mostra Cultural 2015

Mostra Cultural 2015 Mostra Cultural 2015 Colégio Marista João Paulo II Eu e as redes sociais #embuscadealgumascurtidas Uma reflexão sobre a legitimação do eu através das redes sociais. Iago Faria e Julio César V. Autores:

Leia mais

Para a grande maioria das. fazer o que desejo fazer, ou o que eu tenho vontade, sem sentir nenhum tipo de peso ou condenação por aquilo.

Para a grande maioria das. fazer o que desejo fazer, ou o que eu tenho vontade, sem sentir nenhum tipo de peso ou condenação por aquilo. Sonhos Pessoas Para a grande maioria das pessoas, LIBERDADE é poder fazer o que desejo fazer, ou o que eu tenho vontade, sem sentir nenhum tipo de peso ou condenação por aquilo. Trecho da música: Ilegal,

Leia mais

I Tessalonicensses 4:13~18; a descrição do encontro

I Tessalonicensses 4:13~18; a descrição do encontro Arrebatamento (continuação) #70 Vamos agora, ver em detalhes a descrição do encontro de Jesus com a Igreja e a transformação dos nossos corpos para corpos gloriosos, iguais ao de Jesus. I Tessalonicensses

Leia mais

Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT

Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT Brasília-DF, 30 de outubro de 2006 Jornalista Ana Paula Padrão: Então vamos às perguntas, agora ao vivo, com

Leia mais

Lista de Diálogo - Cine Camelô

Lista de Diálogo - Cine Camelô Lista de Diálogo - Cine Camelô Oi amor... tudo bem? Você falou que vinha. É, eu tô aqui esperando. Ah tá, mas você vai vir? Então tá bom vou esperar aqui. Tá bom? Que surpresa boa. Oh mano. Aguá! Bolha!

Leia mais

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus Ensino - Ensino 11 - Anos 11 Anos Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus História Bíblica: Mateus 3:13 a 17; Marcos 1:9 a 11; Lucas 3:21 a 22 João Batista estava no rio Jordão batizando as pessoas que queriam

Leia mais

Entendendo o que é Gênero

Entendendo o que é Gênero Entendendo o que é Gênero Sandra Unbehaum 1 Vila de Nossa Senhora da Piedade, 03 de outubro de 2002 2. Cara Professora, Hoje acordei decidida a escrever-lhe esta carta, para pedir-lhe ajuda e trocar umas

Leia mais

DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69. 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos

DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69. 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69 1 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos 2. Lição Bíblica: Daniel 1-2 (Base bíblica para a história e

Leia mais

Desafio para a família

Desafio para a família Desafio para a família Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da espiritualidade. O sonho de Deus para a família é que seja um

Leia mais

Lembro-me do segredo que ela prometeu me contar. - Olha, eu vou contar, mas é segredo! Não conte para ninguém. Se você contar eu vou ficar de mal.

Lembro-me do segredo que ela prometeu me contar. - Olha, eu vou contar, mas é segredo! Não conte para ninguém. Se você contar eu vou ficar de mal. -...eu nem te conto! - Conta, vai, conta! - Está bem! Mas você promete não contar para mais ninguém? - Prometo. Juro que não conto! Se eu contar quero morrer sequinha na mesma hora... - Não precisa exagerar!

Leia mais

Conversando com os pais

Conversando com os pais Conversando com os pais Motivos para falar sobre esse assunto, em casa, com os filhos 1. A criança mais informada, e de forma correta, terá mais chances de saber lidar com sua sexualidade e, no futuro,

Leia mais

Um elefante incomoda muita gente, dois elefantes... Sandra Luiza Nunes Caseiro 1

Um elefante incomoda muita gente, dois elefantes... Sandra Luiza Nunes Caseiro 1 Um elefante incomoda muita gente, dois elefantes... Sandra Luiza Nunes Caseiro 1 Estive pensando sobre os conflitos e as frustrações na Vida em Família, e a primeira consideração que me ocorreu foi: precisamos

Leia mais

RECADO AOS PROFESSORES

RECADO AOS PROFESSORES RECADO AOS PROFESSORES Caro professor, As aulas deste caderno não têm ano definido. Cabe a você decidir qual ano pode assimilar cada aula. Elas são fáceis, simples e às vezes os assuntos podem ser banais

Leia mais

MARIANA: Fátima? Você tem certeza que seu pai vai gostar? Ele é meio careta, apesar de que é uma linda homenagem.

MARIANA: Fátima? Você tem certeza que seu pai vai gostar? Ele é meio careta, apesar de que é uma linda homenagem. Pais e filhos 1º cena: música ambiente (início da música pais e filhos legião urbana - duas pessoas entram com um mural e começam a confeccionar com frases para o aniversário do pai de uma delas (Fátima),

Leia mais

O PASTOR AMOROSO. Alberto Caeiro. Fernando Pessoa

O PASTOR AMOROSO. Alberto Caeiro. Fernando Pessoa O PASTOR AMOROSO Alberto Caeiro Fernando Pessoa Este texto foi digitado por Eduardo Lopes de Oliveira e Silva, no Rio de Janeiro, em maio de 2006. Manteve-se a ortografia vigente em Portugal. 2 SUMÁRIO

Leia mais

Íntegra do Tópico Ecossistemas Comunicativos

Íntegra do Tópico Ecossistemas Comunicativos Módulo Intermediário - Mídia Rádio Íntegra do Tópico Ecossistemas Comunicativos Rádio e escola: a tecnologia a serviço de ecossistemas comunicativos e do protagonismo juvenil Eliany Salvatierra Doutoranda

Leia mais

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS SAMARA DA SILVA VIEIRA (depoimento) 2014 CEME-ESEF-UFRGS FICHA TÉCNICA Projeto:

Leia mais