Sugestão de avaliação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sugestão de avaliação"

Transcrição

1 Sugestão de avaliação 6 PORTUGUÊS Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao segundo bimestre escolar ou às Unidades 3 e 4 do livro do Aluno.

2 Avaliação - Língua Portuguesa NOME: TURMA: escola: PROfessOR: DATA: Texto 1 Art Images Archive/Glow Images/ Salvador Dalí, Fundació Gala-Salvador Dalí, AUTVIS, Descreva o quadro, observando: a) as cores utilizadas; b) os elementos representados e a organização do espaço. Salvador Dalí. O sono, Óleo sobre tela, cm. Acervo particular. 2. Sono e sonho são temas muito comuns nas pinturas do Surrealismo, movimento de que o artista Salvador Dalí participou. Com base nisso, faça o que se pede. a) Explique de que modo a pintura cria uma paisagem onírica, isto é, que parece saída de um sonho. b) Associe a pintura com o título O sono.

3 Texto 2...das saudades que não tenho Nasci com 57 anos. Meu pai me legou seus 34, vividos com duvidosos amores, desejos escondidos. Minha mãe me destinou seus 23, marcados com traições e perdas. Assim, somados, o que herdei foi a capacidade de associar amor ao sofrimento... Morava numa cidade pequena do interior de Minas, enfeitada de rezas, procissões, novenas e pecados. Cidade com sabor de laranja-serra-d água, onde minha solidão já pressentida era tomada pelo vigário, professora, padrinho, beata, como exemplo de perfeição. [...] Meu pai não passeou comigo montado em seus ombros, nem minha mãe cantou cantigas de ninar para me trazer o sono. Mesmo nascendo com 57 anos estava aos 60 obrigado ainda a ser criança. E ser menino era honrar pai com seus amores ocultos. Gostar da mãe e seus suspiros de desventuras. [...] Tive uma educação primorosa. Minha primeira cartilha foi o olhar do meu pai, que me autorizava a comer ou não mais um doce nas festas de aniversário. Comer com a boca fechada, é claro, para ficar mais bonito e meu pai receber elogios pelo filho contido que ele tinha. E cada dia eu era visto como a mais exemplar das crianças, naquela cidade onde a liberdade nunca tinha aberto as asas sobre nós. Mas a originalidade de minha mãe ninguém poderá desconhecer. Ela era capaz de dizer coisas que nenhuma mãe do mundo dizia, como por exemplo: Você, quando crescer vai ter um filho igual a você. Deus há de me atender, para você passar pelo que eu estou passando. Mãe é uma só. [...] Bartolomeu Campos Queirós. In: Fanny Abramovich (Org.). O mito da infância feliz. São Paulo: Summus, Na abertura do texto, o narrador afirma: Nasci com 57 anos. a) Como o narrador explica essa idade? b) De que modo o narrador caracteriza a vida de seus pais? c) Que herança a relação dos pais deixou para o narrador? d) Relacione a afirmativa com a descrição da infância do narrador. 4. O narrador se refere ao lugar onde viveu a infância: Morava numa cidade pequena do interior de Minas, enfeitada de rezas, procissões, novenas e pecados. a) A descrição da cidade mostra a força do elemento religioso. Transcreva palavras que justifiquem essa afirmativa. b) Que elemento é usado na descrição para mostrar as contradições da cidade? 5. O trecho seguinte reflete sobre a educação recebida na infância. Tive uma educação primorosa. Minha primeira cartilha foi o olhar do meu pai, que me autorizava a comer ou não mais um doce nas festas de aniversário. Comer com a boca fechada, é claro, para ficar mais bonito e meu pai receber elogios pelo filho contido que ele tinha. a) Transcreva o adjetivo usado para caracterizar a educação recebida. b) Como o pai exercia a autoridade sobre o filho? c) Que ação do menino revelava boa educação e rendia elogios ao pai? 6. No texto, a boa educação é associada a: a) amor e sofrimento. b) contenção e obediência. c) solidão e liberdade. d) timidez e desobediência.

4 7. Classifique as seguintes palavras do texto quanto à posição da sílaba tônica. a) ninguém d) vigário b) poderá e) você c) elogios f) exemplo 8. Nas frases a seguir, destaque as locuções adjetivas e os adjetivos. Indique o substantivo a que se referem. a) Gostar da mãe e seus suspiros de desventuras. b) Meu pai me legou seus 34, vividos com duvidosos amores [...]. c) Tive uma educação primorosa. Texto 3 Leia o texto a seguir para responder às questões. Caixa mágica de surpresas É uma beleza, É caixa mágica só de surpresa. parece mudo, mas nele a gente descobre tudo. tem asas longas e leves que, de repente, levam a gente longe, longe. É parque de diversões cheio de sonhos coloridos, cheio de doces sortidos, cheio de luzes e balões. É uma floresta com folhas e flores e bichos e cores. É mesmo uma festa, um baú de feiticeiro, um navio pirata no mar, um foguete perdido no ar, É amigo e companheiro. JOSÉ, Elias. Caixa mágica de surpresas. São Paulo: Editora Paulus, 1997.

5 9. Identifique no poema: a) o número de versos e estrofes; b) três imagens usadas pelo narrador para caracterizar o livro; c) a ideia central a respeito do livro, expressa nas diferentes imagens. 10. Transcreva do poema o que se pede a seguir. a) Um substantivo paroxítono, no feminino plural, caracterizado por dois adjetivos simultaneamente. b) Um substantivo oxítono masculino acentuado, caracterizado por uma locução adjetiva. c) Um substantivo paroxítono, no feminino singular, caracterizado por um adjetivo proparoxítono e uma locução adjetiva simultaneamente. d) Um conector que transmite ideia de oposição. 11. Indique a classe gramatical das palavras em destaque nas frases, de acordo com a classificação abaixo. I. Substantivo II. Adjetivo III. Locução adjetiva a) ( ) É uma floresta / com folhas e flores / e bichos e cores. b) ( ) / tem asas / longas e leves. c) ( ) / é parque de diversões. 12. Transcreva as estrofes indicadas a seguir passando o vocábulo livro para o plural e fazendo as adaptações necessárias. a) Terceira estrofe. b) Primeira estrofe, alterando os artigos indefinidos para artigos definidos. 13. Identifique a regra de acentuação dos vocábulos a seguir. a) só b) é c) baú d) mágica

6 Respostas 1. a) As principais cores utilizadas são roxo, amarelo, preto, marrom e variações de azul. b) O quadro mostra uma paisagem com o céu azul. No primeiro plano, uma cabeça gigante dorme apoiada em várias muletas. No segundo plano e ao fundo são retratados pequenos elementos: um cachorro, um barco, uma figura humana e uma casa. 2. a) A cena retratada mistura elementos da realidade com elementos da ficção, em que tudo parece um sonho, uma cena da imaginação. b) O modo como os elementos foram retratados se associa ao tema do sono: a cor e o contorno da cabeça remetem a um lençol, os olhos fechados e a boca entreaberta da cabeça flutuante remetem à expressão de uma pessoa dormindo. Os elementos ao fundo, distantes, com pouca visibilidade, estão associados à falta de clareza que as imagens têm quando sonhamos. 3. a) Essa idade é a soma da idade de seus pais na época de seu nascimento: os 34 anos do pai mais os 23 anos da mãe. b) Seu pai teve a vida marcada por duvidosos amores e desejos escondidos ; a vida da mãe foi marcada por traições e perdas. c) A capacidade de associar amor ao sofrimento. d) O texto descreve uma infância infeliz, solitária e sem liberdade. Ao recordá-la, o narrador percebe que havia deixado de ser criança, por isso afirma ter nascido já com 57 anos. 4. a) Rezas, procissões, novenas. b) O escritor opõe a religiosidade (rezas, procissões) ao pecado. 5. a) O adjetivo primorosa. b) Com um simples olhar, o pai autorizava ou não o filho a comer um doce. c) O fato de o menino comer de boca fechada. 6. Alternativa b. 7. a) oxítona b) oxítona c) paroxítona d) paroxítona e) oxítona f) paroxítona 8. a) Locução adjetiva: de desventuras; refere-se ao substantivo suspiros. b) Adjetivo: duvidosos; refere-se ao substantivo amores. c) Adjetivo: primorosa; refere-se ao substantivo educação.

7 9. a) O poema tem 5 estrofes e 28 versos. b) Respostas variadas: caixa mágica só de surpresas ; parque de diversões ; floresta com folhas e flores e bichos e cores, uma festa ; baú de feiticeiro ; navio pirata no mar ; foguete perdido no ar ; amigo e companheiro. c) O livro representa a possibilidade de sonhar e imaginar, de descobrir novos mundos e encontrar companhia para todas as horas. 10. a) asas / longas e leves b) baú de feiticeiro c) Caixa mágica de surpresas d) mas 11. a) III b) II c) I 12. a) Uns livros têm asas longas e leves que, de repente, levam a gente longe, longe. b) Os livros são belezas, são caixas mágicas só de surpresas. 13. a) São acentuados os monossílabos tônicos terminado em -o. b) São acentuados os monossílabos tônicos terminados em -e. c) São acentuadas as oxítonas terminadas em -u, quando se forma hiato. d) Todas as proparoxítonas são acentuadas.

Aluno(a): Nº. Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE. Análise de textos poéticos. Texto 1. Um homem também chora

Aluno(a): Nº. Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE. Análise de textos poéticos. Texto 1. Um homem também chora Lista de Exercícios Aluno(a): Nº. Professor: Daniel Série: 9 ano Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE Análise de textos poéticos Texto 1 Um homem também chora Um homem também

Leia mais

Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação.

Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação. Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação. 1.1 Conteúdos: Apresentação do Plano Didático Pedagógico; Classificação das orações coordenadas sindéticas e inferência. 1.1 Habilidade:

Leia mais

Convite. Poesia é brincar com palavras como se brinca com bola, papagaio, pião. Só que bola, papagaio, pião de tanto brincar se gastam.

Convite. Poesia é brincar com palavras como se brinca com bola, papagaio, pião. Só que bola, papagaio, pião de tanto brincar se gastam. Convite Poesia é brincar com palavras como se brinca com bola, papagaio, pião. Só que bola, papagaio, pião de tanto brincar se gastam. As palavras não: quanto mais se brinca com elas mais novas ficam.

Leia mais

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha Ensino Fundamental Turma: PROJETO INTERPRETA AÇÂO (INTERPRETAÇÃO) Nome do (a) Aluno (a): Professor (a): DISCIPLINA:

Leia mais

Série 6 o ANO ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 3º BIMESTRE / 2011

Série 6 o ANO ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 3º BIMESTRE / 2011 Disciplina LINGUA PORTUGUESA Curso ENSINO FUNDAMENTAL II Professor MARIANA Série 6 o ANO ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 3º BIMESTRE / 2011 Aluno (a): Número: 1 - Conteúdo: Substantivos: comum

Leia mais

1ºAno ERA UMA MENINA QUE VIVIA PELO POLO NORTE E ADORAVA URSOS. MENINA DE SORTE, VIA URSO TODO DIA E NÃO ERA EM FOTOGRAFIA.

1ºAno ERA UMA MENINA QUE VIVIA PELO POLO NORTE E ADORAVA URSOS. MENINA DE SORTE, VIA URSO TODO DIA E NÃO ERA EM FOTOGRAFIA. 1ºAno 1.1 LÍNGUA PORTUGUESA 4º período 5 de novembro de 2015 VOCÊ GOSTA DE BICHOS DE PELÚCIA? ACOMPANHE A LEITURA DO POEMA QUE TRATA DESSE ASSUNTO. A INVENÇÃO DO URSO DE PELÚCIA ERA UMA MENINA QUE VIVIA

Leia mais

PORTUGUÊS MEU BICHO, MEU AMIGO

PORTUGUÊS MEU BICHO, MEU AMIGO 12 4º ANO PORTUGUÊS MEU BICHO, MEU AMIGO Leia esta história em quadrinhos, de Ziraldo: 17/ago/12 3º 2 Vocabulário Esguio: magro, fino, longo. Amorzim: expressão demonstrando carinho, ternura. Indefinidas:

Leia mais

Brasileiros esperam ganhar salário três vezes maior após fazer MBA

Brasileiros esperam ganhar salário três vezes maior após fazer MBA COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 6º Ano Profª: Margareth Rodrigues Dutra Disciplina: Língua Portuguesa Aluno(a): TRABALHO DE RECUPERAÇÃO Data de entrega: 18/12/14 Questão 1- Leia o texto a seguir. Brasileiros

Leia mais

Desafio para a família

Desafio para a família Desafio para a família Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da espiritualidade. O sonho de Deus para a família é que seja um

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

Ano: 9 Turmas: 9.1 e 9.2

Ano: 9 Turmas: 9.1 e 9.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 3ª Etapa 2013 Disciplina: PORTUGUÊS Professor (a): Cris Souto Ano: 9 Turmas: 9.1 e 9.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO

CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO COLÉGIO ARNALDO 2015 CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA Aluno (a): Turma: 2º Ano Professora: Data de entrega: Valor: 20 pontos CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Leitura e interpretação de textos

Leia mais

Sistema de Ensino CNEC. 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome:

Sistema de Ensino CNEC. 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome: 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome: -06a-24s-a-06 Arte (Pintor Giuseppe Arcimboldo / desenhos) SABORES SAUDÁVEIS Observe esta legenda e pinte-a nas cores indicadas. marrom raízes vermelho flores

Leia mais

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava O Príncipe das Histórias Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava histórias. Ele gostava de histórias de todos os tipos. Ele lia todos os livros, as revistas, os jornais, os

Leia mais

GRUPO VI 2 o BIMESTRE PROVA A

GRUPO VI 2 o BIMESTRE PROVA A Sistema de Ensino Unidade Portugal Série: 6 o ano (5 a série) Período: MANHÃ Data: 24/6/2009 PROVA GRUPO GRUPO VI 2 o BIMESTRE PROVA A Nome: Turma: Valor da prova: 4,0 Nota: Sou água cristalina Sou água

Leia mais

PLANEJAMENTO ( Música)

PLANEJAMENTO ( Música) Professor (a): Suzana Biegelmeyer PLANEJAMENTO ( Música) NOME DA MÚSICA: Turma do balão mágico Oralidade, musicalidade, apreciação e uso em situações significativas de gêneros literários do Competências

Leia mais

Atividade: Leitura e interpretação de texto. Português- 8º ano professora: Silvia Zanutto

Atividade: Leitura e interpretação de texto. Português- 8º ano professora: Silvia Zanutto Atividade: Leitura e interpretação de texto Português- 8º ano professora: Silvia Zanutto Orientações: 1- Leia o texto atentamente. Busque o significado das palavras desconhecidas no dicionário. Escreva

Leia mais

CONSTRUÇÃO DO EU LÍRICO E O RETRATO NA POETICA CECÍLIA MEIRELES

CONSTRUÇÃO DO EU LÍRICO E O RETRATO NA POETICA CECÍLIA MEIRELES CONSTRUÇÃO DO EU LÍRICO E O RETRATO NA POETICA CECÍLIA MEIRELES Silvia Eula Muñoz¹ RESUMO Neste artigo pretendo compartilhar os diversos estudos e pesquisas que realizei com orientação do Prof. Me. Erion

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION LIÇÕES DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS - 3 ano Semana de 23 a 27 de março de 2015.

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION LIÇÕES DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS - 3 ano Semana de 23 a 27 de março de 2015. COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION LIÇÕES DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS - 3 ano Semana de 23 a 27 de março de 2015. Leia o texto a seguir para realizar as lições de Matemática da semana. Os alunos do 3º ano foram

Leia mais

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO. O PORCO-ESPINHO

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO. O PORCO-ESPINHO ENSINO FUNDAMENTAL Conteúdos do 6º Ano 3º/4º Bimestre 2014 Trabalho de Dependência Nome: N. o : Turma: Professor(a): Monique Data: / /2014 Unidade: Cascadura Mananciais Méier Taquara Redação Resultado

Leia mais

Projeto. Pedagógico ÁGUIA SONHADORA

Projeto. Pedagógico ÁGUIA SONHADORA Projeto Pedagógico ÁGUIA SONHADORA 1 Projeto Pedagógico Por Beatriz Tavares de Souza* Apresentação O livro narra a história de uma águia inquieta para alçar o primeiro voo; ainda criança, sai pela floresta

Leia mais

Sugestão de avaliação

Sugestão de avaliação Sugestão de avaliação 8 PORTUGUÊS Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao primeiro bimestre escolar ou às Unidades 1 e 2 do Livro do Aluno. Avaliação - Língua Portuguesa NOME: TURMA: escola:

Leia mais

4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Atividades de Língua Portuguesa Nome:

4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Atividades de Língua Portuguesa Nome: 4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Atividades de Língua Portuguesa Nome: Olá, amiguinho! Já estamos todos encantados com a sua presença aqui no 4 o ano. Vamos, agora, ler uma história e aprender um pouco

Leia mais

COMO TRABALHAR COM BLOCOS LÓGICOS

COMO TRABALHAR COM BLOCOS LÓGICOS I. Descrição do Material: COMO TRABALHAR COM BLOCOS LÓGICOS Material criado por Dienes. Constitui-se de 48 peças, que combinam quatro atributos em cada uma sendo: Tamanho (grande e pequeno) Cor (amarelo,

Leia mais

EXERCÍCIOS DE PORTUGUÊS (6º ANO)

EXERCÍCIOS DE PORTUGUÊS (6º ANO) EXERCÍCIOS DE PORTUGUÊS (6º ANO) ADJETIVO 1. Leia. Escreva o substantivo que dá nome ao animal citado no texto. 2. De acordo com a ilustração, escreva esse substantivo e uma palavra que atribua característica

Leia mais

Leya Leituras Projeto de Leitura

Leya Leituras Projeto de Leitura Leya Leituras Projeto de Leitura Nome do livro: JAPĨĨ E JAKÃMĨ Uma história de amizade Autor: Yaguarê Yamã Nacionalidade do autor: Brasileira Currículo do autor: Escritor, professor e artista plástico

Leia mais

Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: Língua Portuguesa

Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: Língua Portuguesa COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: Língua Portuguesa Nome: Ano: 3º Ano 2º Etapa 2014 Colégio Nossa Senhora da Piedade Área do Conhecimento: Códigos e Linguagens

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PROVA 3º BIMESTRE 6 ANO

LÍNGUA PORTUGUESA PROVA 3º BIMESTRE 6 ANO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA PROVA 3º BIMESTRE 6 ANO 2010 QUESTÃO 1 Folheto Publicitário No

Leia mais

Prova bimestral 5 o ano 3 o Bimestre

Prova bimestral 5 o ano 3 o Bimestre Prova bimestral 5 o ano 3 o Bimestre língua portuguesa Escola: Nome: Data: / / Turma: 1. Leia o trecho da letra da música a seguir. migrante Tantos sonhos são desfeitos Uma mãe que afaga o peito Seu filho

Leia mais

SOBRE ESTE LIVRO > SIGAM AS PISTAS...

SOBRE ESTE LIVRO > SIGAM AS PISTAS... As pistas e propostas de trabalho que se seguem são apenas isso mesmo: propostas e pistas, pontos de partida, sugestões, pontapés de saída... Não são lições nem fichas de trabalho, não procuram respostas

Leia mais

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães 2 Era domingo e o céu estava mais azul que o azul mais azul que se pode imaginar. O sol de maio deixava o dia ainda mais bonito

Leia mais

NOTA: Leia com muita atenção os textos a seguir: Texto 1 Todas as cartas de amor são. Ridículas. Não seriam de amor se não fossem. Ridículas.

NOTA: Leia com muita atenção os textos a seguir: Texto 1 Todas as cartas de amor são. Ridículas. Não seriam de amor se não fossem. Ridículas. GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: Daniel DISCIPLINA: LITERATURA SÉRIE: 1º ANO ALUNO (a): NOTA: No Anhanguera você é + Enem LISTA DE EXERCÍCIOS - P1 3º BIMESTRE Leia com muita atenção os textos a seguir: Texto

Leia mais

Cantinhos de fé. arquitetura decoração texto: Paula Ignacio. Ambientações do arquiteto João Mansur

Cantinhos de fé. arquitetura decoração texto: Paula Ignacio. Ambientações do arquiteto João Mansur casa arquitetura decoração texto: Paula Ignacio Fotos: Beto Riginik/Divulgação Ambientações do arquiteto João Mansur Cantinhos de fé De santinhos católicos a anjos, velas, flores, sinos e outros símbolos,

Leia mais

Para a grande maioria das. fazer o que desejo fazer, ou o que eu tenho vontade, sem sentir nenhum tipo de peso ou condenação por aquilo.

Para a grande maioria das. fazer o que desejo fazer, ou o que eu tenho vontade, sem sentir nenhum tipo de peso ou condenação por aquilo. Sonhos Pessoas Para a grande maioria das pessoas, LIBERDADE é poder fazer o que desejo fazer, ou o que eu tenho vontade, sem sentir nenhum tipo de peso ou condenação por aquilo. Trecho da música: Ilegal,

Leia mais

O dia em que parei de mandar minha filha andar logo

O dia em que parei de mandar minha filha andar logo O dia em que parei de mandar minha filha andar logo Rachel Macy Stafford Quando se está vivendo uma vida distraída, dispersa, cada minuto precisa ser contabilizado. Você sente que precisa estar cumprindo

Leia mais

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak Entrevista com Ezequiel Quem é você? Meu nome é Ezequiel, sou natural do Rio de Janeiro, tenho 38 anos, fui

Leia mais

Respostas: 02. 03. 01. 3º P34 M B 27/08/2008. Esta prova contém 10 questões.

Respostas: 02. 03. 01. 3º P34 M B 27/08/2008. Esta prova contém 10 questões. 3º P34 M B 27/08/2008 Esta prova contém 10 questões. INSTRUÇÕES: Verifique se sua prova está completa. Preencha corretamente todos os dados solicitados no cabeçalho. Resoluções e respostas somente a tinta,

Leia mais

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Carnaval 2014 A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Nesta noite vamos fazer uma viagem! Vamos voltar a um tempo que nos fez e ainda nos faz feliz, porque afinal como

Leia mais

Fotobiografia microcosmo despercebido

Fotobiografia microcosmo despercebido 52 Fotobiografia microcosmo despercebido Pedro Alberto Nacer Zilli Texto e fotos M eu nome é Pedro Alberto Nacer Zilli, nasci no Uruguai em 1942, filho de pais descendentes de imigrantes italianos e libaneses.

Leia mais

Texto 1 PRA DAR NO PÉ (Pedro Antônio de Oliveira)

Texto 1 PRA DAR NO PÉ (Pedro Antônio de Oliveira) PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 3 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Texto 1 PRA DAR NO PÉ (Pedro

Leia mais

Eu, Você, Todos Pela Educação

Eu, Você, Todos Pela Educação Eu, Você, Todos Pela Educação Um domingo de outono típico em casa: eu, meu marido, nosso filho e meus pais nos visitando para almoçar. Já no final da manhã estava na sala lendo um livro para tentar relaxar

Leia mais

5º ANO 8 8/nov/11 PORTUGUÊS 4º

5º ANO 8 8/nov/11 PORTUGUÊS 4º 5º ANO 8 8/nov/11 PORTUGUÊS 4º 1. Um músico muito importante do nosso país é Milton Nascimento, cantor e compositor brasileiro, reconhecido, mundialmente, como um dos mais influentes e talentosos cantores

Leia mais

Existe espaço para os covers mostrarem seus trabalhos? As pessoas dão oportunidades?

Existe espaço para os covers mostrarem seus trabalhos? As pessoas dão oportunidades? A Estação Pilh@ também traz uma entrevista com Rodrigo Teaser, cover do Michael Jackson reconhecido pela Sony Music. A seguir, você encontra os ingredientes da longa história marcada por grandes shows,

Leia mais

SIMULADO/AVALIAÇÃO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO 3º ANO CADERNO DO ALUNO PRIMEIRO SEMESTRE 2012

SIMULADO/AVALIAÇÃO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO 3º ANO CADERNO DO ALUNO PRIMEIRO SEMESTRE 2012 Escola Estadual Professor Manoel Machado Povoado da Serra Verde Virgínia MG CEP 37465-000 SIMULADO/AVALIAÇÃO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO 3º ANO CADERNO DO ALUNO PRIMEIRO SEMESTRE 2012 ESCOLA: NOME: DATA DE

Leia mais

Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r EUSPELHO Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r EUSPELHO Este livro explica como você pode usar sua realidade para obter autoconhecimento. Boa leitura!

Leia mais

O início de minha vida...

O início de minha vida... Relato 1 Memórias de minha vida Juliana Pedroso 1 O início de minha vida... Perceber com clareza é o mesmo que ter a visão iluminada pela Luz da Alma. Podemos ficar livres da ignorância e ver corretamente

Leia mais

Dados internacionais de catalogação Biblioteca Curt Nimuendajú

Dados internacionais de catalogação Biblioteca Curt Nimuendajú Catalogação: Cleide de Albuquerque Moreira Bibliotecária/CRB 1100 Revisão: Lucimar Luisa Ferreira / Marinez Santina Nazzari Revisão Final: Elias Januário Consultor: Luís Donisete Benzi Grupioni Projeto

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume III - 3º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume III 3º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume III 3º ano Projeto editorial

Leia mais

09/09/2004. Discurso do Presidente da República

09/09/2004. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na solenidade de recepção da delegação brasileira que participou das Olimpíadas de Atenas Palácio do Planalto, 09 de setembro de 2004 Meu caro Grael, Meu querido René Simões,

Leia mais

Jimboê. Português. Avaliação. Projeto. 2 o ano. 3 o bimestre

Jimboê. Português. Avaliação. Projeto. 2 o ano. 3 o bimestre Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao terceiro bimestre escolar ou às Unidades 5 e 6 do Livro do Aluno. Projeto Jimboê Português 2 o ano Avaliação 3 o bimestre 1 Avaliação Português NOME:

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO 1

PROJETO PEDAGÓGICO 1 PROJETO PEDAGÓGICO 1 Projeto Pedagógico Por Beatriz Tavares de Souza* Título: Maricota ri e chora Autor: Mariza Lima Gonçalves Ilustrações: Andréia Resende Formato: 20,5 cm x 22 cm Número de páginas: 32

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PROVA 1º BIMESTRE 3º ANO

LÍNGUA PORTUGUESA PROVA 1º BIMESTRE 3º ANO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA PROVA 1º BIMESTRE 3º ANO 2010 QUESTÃO 1 Esta notícia apareceu

Leia mais

COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No.

COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No. COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No. Trabalho Avaliativo Valor: 30 % Nota: Minhas Férias Eu, minha mãe, meu pai, minha irmã (Su) e meu cachorro

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 2 Data: 18/10/2010 Hora: 16h00 Duração: 23:43 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

Vivendo e aprendendo em família

Vivendo e aprendendo em família Vivendo e aprendendo em família VERSÍCULO BÍBLICO Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração. Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado

Leia mais

A Virada: contenido. Lecciones 1-100 de A Virada. A Gente. acabou de acontecer, acabei de comprar, acabei de chegar. Adverbios & Adjetivos

A Virada: contenido. Lecciones 1-100 de A Virada. A Gente. acabou de acontecer, acabei de comprar, acabei de chegar. Adverbios & Adjetivos A Virada: contenido Lecciones 1-100 de A Virada A Gente ACABAR de Adverbios & Adjetivos A gente vai acabou de acontecer, acabei de comprar, acabei de chegar fácil (adjective) facilmente (adverb) Adverbios

Leia mais

SÉRIE 1: retrato/ Autorretrato. para olhar. pensar, imaginar... e fazer. Vincent van Gogh. Autorretrato. 1889 Óleo sobre tela.

SÉRIE 1: retrato/ Autorretrato. para olhar. pensar, imaginar... e fazer. Vincent van Gogh. Autorretrato. 1889 Óleo sobre tela. 1 The Bridgeman Art Library SÉRIE 1: retrato/ Vincent van Gogh 1889 Óleo sobre tela. 4 Ministério da Cultura e Endesa Brasil apresentam: Arteteca:lendo imagens (PRONAC 09-7945). para olhar pensar, imaginar...

Leia mais

Dia Mundial da Criança

Dia Mundial da Criança Ficha Técnica Título Turminhas de Al-bai-zir Preço Grátis Redação Vários Edição Prof.ª Sandra Prof.ª Sílvia Fotografia Vários Periodicidade Trimestral Tiragem 300 exemplares Design Prof.ª Sandra Prof.ª

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa

PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa 7 o ano 2 o bimestre PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa Escola: Nome: Turma: n o : Sotaque mineiro: é ilegal, imoral ou engorda? Gente, simplificar é um pecado. Se a vida não fosse tão corrida, se não tivesse

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO 2012/2013 PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA (Prova 3) 6º Ano / Ensino Fundamental

CONCURSO DE ADMISSÃO 2012/2013 PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA (Prova 3) 6º Ano / Ensino Fundamental Leia atentamente todas as questões e assinale a única alternativa correta. Texto 1 A menina que desenhava 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35

Leia mais

Ano: 9 Turmas: 9.1 e 9.2

Ano: 9 Turmas: 9.1 e 9.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação 1ª Etapa 2014 Disciplina: PORTUGUÊS Professor (a): Cris Souto Ano: 9 Turmas: 9.1 e 9.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Delicadezas Chris Cysneiros 1

Delicadezas Chris Cysneiros 1 Delicadezas Chris Cysneiros 1 2 Delicadezas Chris Cysneiros CHRIS CYSNEIROS 4 Delicadezas Chris Cysneiros Delicadezas Chris Cysneiros 5 Chris Cysneiros nasceu no Recife e é formada em Design Gráfico pela

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDOS AUTÔNOMOS

ROTEIRO DE ESTUDOS AUTÔNOMOS Nome do Aluno (a): Ano: 2011 E.F. ( X ) E.M. ( ) Turma: 7 ano DATA / / Disciplina: Língua Portuguesa Professor (a): Daniely Lana Assinatura dos pais: ROTEIRO DE ESTUDOS AUTÔNOMOS Instruções: A proposta

Leia mais

ÇÃO Chico Buarque DORME A CIDADE RESTA UM CORAÇÃO MISTERIOSO FAZ UMA ILUSÃO SOLETRA UM VERSO LARGA MELODIA SINGELAMENTE DOLOROSAMENTE

ÇÃO Chico Buarque DORME A CIDADE RESTA UM CORAÇÃO MISTERIOSO FAZ UMA ILUSÃO SOLETRA UM VERSO LARGA MELODIA SINGELAMENTE DOLOROSAMENTE DOCE A MÚSICA SILENCIOSA LARGA MEU PEITO SOLTA-SE NO ESPAÇO FAZ-SE CERTEZA MINHA CANÇÃO RESTIA DE LUZ ONDE DORME O MEU IRMÃO... DORME A CIDADE RESTA UM CORAÇÃO MISTERIOSO FAZ UMA ILUSÃO SOLETRA UM VERSO

Leia mais

Coleção Amigos da Floresta. Festa na Floresta. Patrícia Engel Secco. Ilustrações Maria Eugênia

Coleção Amigos da Floresta. Festa na Floresta. Patrícia Engel Secco. Ilustrações Maria Eugênia Coleção Amigos da Floresta Festa na Floresta Patrícia Engel Secco Ilustrações Maria Eugênia Coleção Amigos da Floresta Festa na Projeto Folclore, Alegria e Tradição Coleção Amigos da Floresta Floresta

Leia mais

CPV O Cursinho que Mais Aprova na GV

CPV O Cursinho que Mais Aprova na GV CPV O Cursinho que Mais Aprova na GV FGV Economia 2 a Fase 13/Dezembro/2015 LÍNGUA PORTUGUESA 01. Leia a charge. Pancho. Gazeta do Povo, 03/09/2015 Na fala da personagem, a concordância verbal está em

Leia mais

Luís Norberto Pascoal

Luís Norberto Pascoal Viver com felicidade é sucesso com harmonia e humildade. Luís Norberto Pascoal Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. ISBN 978-85-7694-131-6 9 788576 941316 Era uma vez um pássaro que

Leia mais

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno.

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno. Meu lugar,minha história. Cena 01- Exterior- Na rua /Dia Eduardo desce do ônibus com sua mala. Vai em direção a Rose que está parada. Olá, meu nome é Rose sou a guia o ajudara no seu projeto de história.

Leia mais

meu jeito de dizer que te amo

meu jeito de dizer que te amo Anderson Cavalcante meu jeito de dizer que te amo Dedicatória A Tabata, minha esposa, mulher, amante e melhor amiga, que com muito charme, carinho e um pouco de paciência compartilha comigo as descobertas

Leia mais

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance Sobre o autor: Meu nome é Rodrigo Marroni. Sou apaixonado por empreendedorismo e vivo desta forma há quase 5 anos. Há mais de 9 anos já possuía negócios paralelos ao meu trabalho e há um pouco mais de

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO www.cenm.com.br

CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO www.cenm.com.br CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO www.cenm.com.br 2 o DESAFIO CENM - 2013 LÍNGUA PORTUGUESA Direção: ANO: 4 EF 1- Observe as tirinhas abaixo. a) O que há em comum nas duas histórias? b) Na primeira tirinha,

Leia mais

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS SAMARA DA SILVA VIEIRA (depoimento) 2014 CEME-ESEF-UFRGS FICHA TÉCNICA Projeto:

Leia mais

VOCÊ DÁ O SEU MELHOR TODOS OS DIAS. CONTINUE FAZENDO ISSO.

VOCÊ DÁ O SEU MELHOR TODOS OS DIAS. CONTINUE FAZENDO ISSO. VOCÊ DÁ O SEU MELHOR TODOS OS DIAS. CONTINUE FAZENDO ISSO. Qualquer hora é hora de falar sobre doação de órgãos. Pode ser à mesa do jantar, no caminho para o trabalho ou até mesmo ao receber este folheto.

Leia mais

SOBRE A HISTÓRIA BOM TRABALHO PARA TODOS!

SOBRE A HISTÓRIA BOM TRABALHO PARA TODOS! As pistas e propostas de trabalho que se seguem são apenas isso mesmo: propostas e pistas, pontos de partida, sugestões, pontapés de saída... Não são lições nem fichas de trabalho, não procuram respostas

Leia mais

RECADO AOS PROFESSORES

RECADO AOS PROFESSORES RECADO AOS PROFESSORES Caro professor, As aulas deste caderno não têm ano definido. Cabe a você decidir qual ano pode assimilar cada aula. Elas são fáceis, simples e às vezes os assuntos podem ser banais

Leia mais

BOLSA QUINZE 2015 6ª ANO (5ª SÉRIE) DO ENSINO FUNDAMENTAL LÍNGUA PORTUGUESA

BOLSA QUINZE 2015 6ª ANO (5ª SÉRIE) DO ENSINO FUNDAMENTAL LÍNGUA PORTUGUESA BOLSA QUINZE 2015 6ª ANO (5ª SÉRIE) DO ENSINO FUNDAMENTAL LÍNGUA PORTUGUESA Leia atentamente o conto abaixo e depois faça o que se pede: O CABOCLO, O PADRE E O ESTUDANTE (Luís da Câmara Cascudo) Um estudante

Leia mais

EXAME FINAL NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO. Duração da Prova: 120 minutos. Tolerância: 30 minutos.

EXAME FINAL NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO. Duração da Prova: 120 minutos. Tolerância: 30 minutos. EXAME FINAL NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova Escrita de Português 12.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Prova 639/2.ª Fase 8 Páginas Duração da Prova: 120 minutos. Tolerância:

Leia mais

ATIVIDADE 02 A PRESERVAÇÃO DO NOSSO PATRIMÔNIO CULTURAL

ATIVIDADE 02 A PRESERVAÇÃO DO NOSSO PATRIMÔNIO CULTURAL ATIVIDADE 02 A PRESERVAÇÃO DO NOSSO PATRIMÔNIO CULTURAL O patrimônio cultural de uma comunidade é o conjunto de referências que compõem o seu dia-a-dia e fazem com que ela tenha uma memória e uma história

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe

Leia mais

DOCE BALANÇO. Novela de Antonio Figueira. Escrita por. Antonio Figueira. Personagens deste capítulo: DIANA PADRE MARCOS D. SANTINHA BEATA 1 BEATA 2

DOCE BALANÇO. Novela de Antonio Figueira. Escrita por. Antonio Figueira. Personagens deste capítulo: DIANA PADRE MARCOS D. SANTINHA BEATA 1 BEATA 2 DOCE BALANÇO Novela de Antonio Figueira Escrita por Antonio Figueira Personagens deste capítulo: DIANA PADRE MARCOS D. SANTINHA BEATA 1 BEATA 2 DOCE BALANÇO CAPÍTULO 10 PÁGINA 1 DOCE BALANÇO CAPÍTULO 10

Leia mais

tradução de edmundo barreiros

tradução de edmundo barreiros tradução de edmundo barreiros Copyright 2013 by Karen Harrington Esta edição foi publicada mediante acordo com Little, Brown and Company, Nova York, NY, EUA. Todos os direitos reservados. título original

Leia mais

HINÁRIO. Glauco O CHAVEIRÃO. Glauco Villas Boas. Tema 2012: Flora Brasileira Allamanda blanchetii

HINÁRIO. Glauco O CHAVEIRÃO. Glauco Villas Boas. Tema 2012: Flora Brasileira Allamanda blanchetii HINÁRIO O CHAVEIRÃO Tema 2012: Flora Brasileira Allamanda blanchetii Glauco Glauco Villas Boas 1 www.hinarios.org 2 01 HÓSPEDE Padrinho Eduardo - Marcha Eu convidei no meu sonho Meu mestre vamos passear

Leia mais

Sticker Art: Uma ferramenta de inclusão e conscientização do valor da arte

Sticker Art: Uma ferramenta de inclusão e conscientização do valor da arte Sticker Art: Uma ferramenta de inclusão e conscientização do valor da arte Priscila de Macedo Pereira e Souza Resumo: Uma experiência numa escola pública de Goiânia, usando da técnica Sticker Art para

Leia mais

Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa. O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse. O melhor amigo

Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa. O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse. O melhor amigo Instituto Presbiteriano de Educação Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse Leia o texto abaixo para responder às questões 01 a

Leia mais

COLTON BURPO. para criancas. com Sonja e Todd Burpo. A história real de um menino que esteve no céu e trouxe de lá uma mensagem

COLTON BURPO. para criancas. com Sonja e Todd Burpo. A história real de um menino que esteve no céu e trouxe de lá uma mensagem # # BASEADO NO LIVRO QUE MAIS VENDE EM PORTUGAL para criancas A história real de um menino que esteve no céu e trouxe de lá uma mensagem COLTON BURPO com Sonja e Todd Burpo Ilustrado por WILSON ONG O

Leia mais

Prezado Candidato (a), Coloque seu número de inscrição e seu nome no local indicado abaixo: Nº de inscrição: Nome:

Prezado Candidato (a), Coloque seu número de inscrição e seu nome no local indicado abaixo: Nº de inscrição: Nome: Prezado Candidato (a), Coloque seu número de inscrição e seu nome no local indicado abaixo: 1 Nº de inscrição: Nome: LÍNGUA PORTUGUESA RUAS DE INFÂNCIA A professora dizia que a rua tinha aquele nome em

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADE

RELATÓRIO DE ATIVIDADE RELATÓRIO DE ATIVIDADE A IMPORTÂNCIA DE CADA ALIMENTO Coordenador da atividade: Thaís Canto Cury Integrantes da equipe: Manha: Bianca Domingues, Fernando Peixoto e Juliana Ravelli Tarde: Thaís Cury, Thalita

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR Marcha Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe me disse Que é

Leia mais

MALDITO. de Kelly Furlanetto Soares. Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012.

MALDITO. de Kelly Furlanetto Soares. Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012. MALDITO de Kelly Furlanetto Soares Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012. 1 Em uma praça ao lado de uma universidade está sentado um pai a

Leia mais

EDUARDO ZIBORDI CAMARGO

EDUARDO ZIBORDI CAMARGO EDUARDO ZIBORDI CAMARGO Dudu era o segundo filho do casal Flávio Camargo e Elza Zibordi Camargo, quando desencarnou, aos sete anos incompletos. Hoje, além de Flávia, a família se enriqueceu com o nascimento

Leia mais

Tyll, o mestre das artes

Tyll, o mestre das artes Nome: Ensino: F undamental 5 o ano urma: T ata: D 10/8/09 Língua Por ortuguesa Tyll, o mestre das artes Tyll era um herói malandro que viajava pela antiga Alemanha inventando golpes para ganhar dinheiro

Leia mais

Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal.

Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal. Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal. ONDA GOSPEL - Quando revelou ao seu amigo, Luis Melancia a vontade de adquirir a rádio,

Leia mais

ALEGRIA ALEGRIA:... TATY:...

ALEGRIA ALEGRIA:... TATY:... ALEGRIA PERSONAGENS: Duas amigas entre idades adolescentes. ALEGRIA:... TATY:... Peça infanto-juvenil, em um só ato com quatro personagens sendo as mesmas atrizes, mostrando a vida de duas meninas, no

Leia mais

ESPELHO, ESPELHO MEU: HÁ ALGUÉM MAIS IMPORTANTE DO QUE EU? - UM ESTUDO SOBRE O DIÁLOGO NA RELAÇÃO ENTRE PROFESSORA E MÃE EM CRECHE

ESPELHO, ESPELHO MEU: HÁ ALGUÉM MAIS IMPORTANTE DO QUE EU? - UM ESTUDO SOBRE O DIÁLOGO NA RELAÇÃO ENTRE PROFESSORA E MÃE EM CRECHE ESPELHO, ESPELHO MEU: HÁ ALGUÉM MAIS IMPORTANTE DO QUE EU? - UM ESTUDO SOBRE O DIÁLOGO NA RELAÇÃO ENTRE PROFESSORA E MÃE EM CRECHE Márcia Gagliardi Núcleo de Estudos e Pesquisas: Formação de Professores

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES REDAÇÃO

CADERNO DE ATIVIDADES REDAÇÃO COLÉGIO ARNALDO 2015 CADERNO DE ATIVIDADES REDAÇÃO Aluno (a): 4º ano: Turma: Professor (a): Valor: 20 pontos Este trabalho deverá ser entregue IMPRETERIVELMENTE no dia da prova. Conteúdo de Recuperação

Leia mais

Unidade: A Poesia: uma outra maneira para gostar de ler. Unidade I:

Unidade: A Poesia: uma outra maneira para gostar de ler. Unidade I: Unidade: A Poesia: uma outra maneira para gostar de ler Unidade I: 0 Unidade: A Poesia: uma outra maneira para gostar de ler Olá Alunos, Na unidade anterior conhecemos e discutimos um pouco a respeito

Leia mais

Mensagem Pr. Mário. Culto da Família Domingo 06 de abril de 2014

Mensagem Pr. Mário. Culto da Família Domingo 06 de abril de 2014 Mensagem Pr. Mário Culto da Família Domingo 06 de abril de 2014 VOCÊ RECONHECE ESTES SÍMBOLOS? E ESTES SÍMBOLOS? E ESTES? A BÍBLIA TAMBÉM TEM SEUS SÍMBOLOS ANTIGO TESTAMENTO NOVO TESTAMENTO AO LONGO DA

Leia mais

PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa

PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa 9 o ano 1 o bimestre PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa Escola: Nome: Turma: n o : Responda às questões 1, 2 e 3, após a leitura de um fragmento do texto Homem no mar, de Rubem Braga. De minha varanda vejo,

Leia mais