CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO"

Transcrição

1 COLÉGIO ARNALDO 2015 CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA Aluno (a): Turma: 2º Ano Professora: Data de entrega: Valor: 20 pontos

2 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Leitura e interpretação de textos e imagens; Variedade Linguística; Poema, fábula, textos narrativos, descritivos e verbetes; Os sentidos do texto; O alfabeto, as vogais, consoantes, letras, sílabas e palavras; O emprego da letra maiúscula e minúscula; Pontuação e tipos de frases (afirmativa, exclamativa, interrogativa); Substantivos próprios e comuns; Masculino, feminino, singular e plural; Adjetivos, sinônimos, antônimos, aumentativo, diminutivo, verbos (tempos verbais); Elaboração de respostas completas; Estrutura frasal. Ortografia. Observações: - Refaça os exercícios e as provas realizados durante o ano. - Consulte o Livro de Português. - Data de entrega: 17 / 12 / Data da avaliação: 17 / 12 / 2015 Faça todas as atividades com muita atenção e capricho! Pontos distribuídos: Avaliação no valor de 80 pontos e o caderno de atividades no valor de 20 pontos.

3 LEIA o texto a seguir e responda às questões de 1 a 12. O BAÚ SECRETO DA VOVÓ Quando eu era menina e sentia medo, ao invés de chorar, ficava com raiva. Na noite em que descobri o baú da minha avó, eu estava em Santos. Trovejava muito. Apavorada, comecei a gritar que odiava o mar. Foi quando minha avó me chamou e disse: - Minha neta, você sabia que eu tenho um baú cheio de segredos? - Como assim? Onde? - Lá no fundo da garagem. Pronto. Nada como a curiosidade para espantar o medo. Na garagem, vovó abriu e retirou de dentro dele uma espécie de régua. - Você sabe o que é isso? - Uma régua esquisita respondi. - Não, isso é uma palmatória. Quem errasse na escola levava uma batida na palma da mão. - Não acredito! E por que a senhora guardou esse treco horrível? - Pra lembrar que a gente precisa ser mais forte do que as injustiças. Olhe... Meu dedal preferido. Foi com ele que eu costurei essa roupa e ela me mostrou um vestidinho com uma espécie de short por baixo. -Você jogava tênis, vovó? - Não, isso é um maiô! - Você nadava de vestido? - Sim, e era considerada atrevida. Mas, foi assim que eu conquistei seu avô. - Nadando de roupa? - Eu vinha de uma família pobre. Seu avô, não. Ele lia, gostava de dançar. - E nadar também?

4 - Sim, por isso fiz esse maiozinho. Corri até a praia de chapéu. Seu avô estava tomando sol. Fingi que tinha perdido o chapéu no mar. Ele, como era um cavalheiro, veio me ajudar. O chapéu foi parar no fundo. Então, apostamos uma corrida para ver quem o apanhava. Ele gostou da minha ousadia. - Foi assim que vocês começaram a namorar? - E logo me casei. Guardei o dedal para me lembrar de que a gente precisa tecer felicidade, e o maiô, porque um pouco de coragem não faz mal a ninguém. Olha essa caixa de música. Seu avô me deu quando você nasceu. Não é linda? Vovó mostrou para mim outros objetos e assim fui descobrindo que se não fosse o mar, que eu temia, não haveria o encontro de meus avós e que viver é saber perder o medo de tudo o que a gente nunca espera e nunca vai conseguir controlar. (Conto de Heloisa Prieto. Nova Escola. Disponível em: shtml) 1ª QUESTÃO: (Valor 1,0) CITE o tema principal do texto. 2ª QUESTÃO: (Valor 1,0) NUMERE os parágrafos do texto e ESTRUTURE uma frase informando a quantidade de parágrafos que há no texto. 3ª QUESTÃO: (Valor 1,0) INDIQUE as personagens principais do texto.

5 4ª QUESTÃO: (Valor 1,0) MARQUE a alternativa que corresponde ao gênero textual lido. A) Poema. B) Texto narrativo. C) Texto descritivo. D) Fábula. 5ª QUESTÃO: (Valor 1,0) DESCREVA a reação da menina ao sentir medo. 6ª QUESTÃO: (Valor 1,0) CITE o motivo que fez com que a avó da menina resolvesse lhe mostrar o baú. 7ª QUESTÃO: (Valor 1,0) DESCREVA como foi o momento em que avó conheceu o avô da menina.

6 8ª QUESTÃO: (Valor 1,0) COMPLETE o quadro com a lembrança que a avó tinha ao ver cada objeto. OBJETOS Palmatória Dedal Maiô LEMBRANÇAS 9ª QUESTÃO: (Valor 1,0) NUMERE os fatos de 1 a 5, de acordo com a ordem em que os eles aparecem no texto. ( ) A avó mostrou muitos outros objetos para a menina e foi descobrindo que se não fosse o mar seus avós não tinham se conhecido. ( ) A avó começou a namorar e logo depois se casou. ( ) A menina pergunta a avó porque ela tinha guardado aquele treco terrível, se referindo a palmatória. ( ) Estava trovejando muito. A menina ficou apavorada e começou a gritar que odiava o mar. ( ) Para conquistar o avô, a avó fingiu ter perdido seu chapéu.

7 10ª QUESTÃO: (Valor 1,0) CITE o último objeto que a avó mostrou para a menina e quando foi que ela ganhou. 11ª QUESTÃO: (Valor 1,0) RETIRE do texto uma frase: A) Afirmativa B) Interrogativa C) Exclamativa 12ª QUESTÃO: (Valor 1,0) ORDENE as frases a seguir corretamente. medo curiosidade a nada como espantar para o

8 você seu avô deu quando me nasceu 13ª QUESTÃO: (Valor 1,0) LEIA a tirinha. REESCREVA a fala do primeiro balãozinho, passando-a para a norma padrão.

9 14ª QUESTÃO: (Valor 1,0) Trabalhando a ortografia. R e RR R No começo eu sou forte, por isso fico sozinho. REI R Já no meio entre vogais, ou antes, das vogais sou fraquinho. ARARA RR Nunca apareço assim, RR, no começo, só no meio e entre vogais para ficar bem forteee! CARRO COMPLETE as palavras a seguir com R inicial, R no meio e RR no meio novamente. A) Cacho o B) ádio C) Ca ossel D) ba ata 15ª QUESTÃO: (Valor 1,0) LEIA as frases abaixo e RESPONDA as questões que seguem. Tia Nastácia é cozinheira do Sítio. Tio Barnabé é um velhinho simpático A) Algumas palavras podem ser classificadas em masculino ou feminino. ESCREVA o feminino das palavras a seguir. Tio Velhinho Simpático B) RETIRE das frases acima: - Dois substantivos próprios - - Dois substantivos comuns - - Dois adjetivos -

10 16ª QUESTÃO: (Valor 1,0) LEIA a dica a seguir e FAÇA o que se pede. Na língua Portuguesa a letra M sempre é utilizada antes das consoantes P e B. Observe o som nasal de cada uma das consoantes ao pronunciar o nome dos instrumentos abaixo em voz alta. A) De acordo com a dica acima ESCREVA o nome dos instrumentos musicais abaixo utilizando as consoantes m ou n. B) REESCREVA as frases passando-as do singular para o plural. Sua palavra é música para o meu ouvido. A banda toca vários ritmos musicais.

11 17ª QUESTÃO: (Valor 1,0) LEIA o trecho abaixo e RESPONDA as questões a seguir.... Em uma loja na prateleira mais alta, ficavam os melhores DVDs. A) MARQUE a opção correta. A frase, acima, está no A) passado. B) singular. C) presente. D) futuro. B) REESCREVA a frase acima colocando o verbo ficar no futuro. 18ª QUESTÃO: (Valor 1,0) ESCREVA duas palavras com A) tl ou pl - B) br ou cr - C) ch - D) nh - 19ª QUESTÃO: (Valor 1,0) MARQUE a alternativa que apresenta duas palavras escritas com X que possuam som de CH e uma que possua o som de Z. A) xarope, explicar, exemplo, xereta B) exame, extinção, êxodo C) caxumba, oxigênio, xícara D) taxi, xarope, exame

12 20ª QUESTÃO: (Valor 1,0) LEIA o verbete e FAÇA o que é pedido a seguir. Nasce dente de leite nos cachorros? Os cachorros, assim como os seres humanos, têm dentes de leite, que crescem e caem em fases específicas da vida. O nascimento dos dentes de leite nos cães é um processo natural. Os cães nascem banguelas e começam a apresentar os primeiros dentes de leite na terceira semana de vida. Ao todo, nascem 28 dentes de leite nessa fase inicial da vida do cachorro. Estes dentes caem aos poucos e dão espaço aos dentes permanentes. Os dentes de leite dos cães começam a cair a partir do quarto mês de vida. Estes dentes são substituídos por outros mais fortes, afiados e resistentes, chamados de dentes definitivos, que somam 42 dentes. (Disponível em: A) RETIRE do verbete - o antônimo de últimos - o antônimo de fortes _ - o sinônimo de mostrar - o sinônimo de iniciam B) LEIA as palavras abaixo e PINTE de amarelo as que estão no diminutivo e de vermelho as que estão no aumentativo. DENTÃO HUMANOS LEITINHO AFIADINHO FORTE CACHORRÃO AFIADOS LEITE

13 C) JUSTIFIQUE o uso das palavras no diminutivo e no aumentativo. BONS ESTUDOS!!!

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava O Príncipe das Histórias Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava histórias. Ele gostava de histórias de todos os tipos. Ele lia todos os livros, as revistas, os jornais, os

Leia mais

Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: Língua Portuguesa

Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: Língua Portuguesa COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: Língua Portuguesa Nome: Ano: 3º Ano 2º Etapa 2014 Colégio Nossa Senhora da Piedade Área do Conhecimento: Códigos e Linguagens

Leia mais

Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa. O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse. O melhor amigo

Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa. O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse. O melhor amigo Instituto Presbiteriano de Educação Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse Leia o texto abaixo para responder às questões 01 a

Leia mais

Quem tem medo da Fada Azul?

Quem tem medo da Fada Azul? Quem tem medo da Fada Azul? Lino de Albergaria Quem tem medo da Fada Azul? Ilustrações de Andréa Vilela 1ª Edição POD Petrópolis KBR 2015 Edição de Texto Noga Sklar Ilustrações Andréa Vilela Capa KBR

Leia mais

Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade I 2º Ano 2011

Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade I 2º Ano 2011 Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade I 2º Ano 2011 Ensino Fundamental e Ensino Médio Sistema de Recuperação ATIVIDADE BLOG Nome do (a) Aluno (a): ATIVIDADE DE ESTUDO Recuperação Anual de Língua Portuguesa

Leia mais

Tyll, o mestre das artes

Tyll, o mestre das artes Nome: Ensino: F undamental 5 o ano urma: T ata: D 10/8/09 Língua Por ortuguesa Tyll, o mestre das artes Tyll era um herói malandro que viajava pela antiga Alemanha inventando golpes para ganhar dinheiro

Leia mais

MALDITO. de Kelly Furlanetto Soares. Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012.

MALDITO. de Kelly Furlanetto Soares. Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012. MALDITO de Kelly Furlanetto Soares Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012. 1 Em uma praça ao lado de uma universidade está sentado um pai a

Leia mais

Aula 05 - Compromissos

Aula 05 - Compromissos Aula 05 - Compromissos Objetivos Agendar compromissos, utilizando verbos no infinitivo ou a estrutura (ir) + ter que + verbos no infinitivo; conversar ao telefone, reconhecendo e empregando expressões

Leia mais

POR QUE O MEU É DIFERENTE DO DELE?

POR QUE O MEU É DIFERENTE DO DELE? POR QUE O MEU É DIFERENTE DO DELE? Rafael chegou em casa um tanto cabisbaixo... Na verdade, estava muito pensativo. No dia anterior tinha ido dormir na casa de Pedro, seu grande amigo, e ficou com a cabeça

Leia mais

Disciplina: Matemática Data da realização: 24/8/2015

Disciplina: Matemática Data da realização: 24/8/2015 Ficha da semana 4º ano A/B/C. Instruções: 1. Cada atividade terá uma data de realização e deverá ser entregue à professora no dia seguinte. 2. As atividades deverão ser copiadas e respondidas no caderno

Leia mais

Sugestão de avaliação

Sugestão de avaliação Sugestão de avaliação 6 PORTUGUÊS Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao segundo bimestre escolar ou às Unidades 3 e 4 do livro do Aluno. Avaliação - Língua Portuguesa NOME: TURMA: escola:

Leia mais

TESTE DE ELENCO COM UMA CENA. Por VINICIUS MOURA

TESTE DE ELENCO COM UMA CENA. Por VINICIUS MOURA TESTE DE ELENCO COM UMA CENA Por VINICIUS MOURA * Embora seja uma cena que contenha dois atores os candidatos serão avaliados individualmente. Os critérios de avaliação se darão a partir da performace

Leia mais

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha Ensino Fundamental Turma: PROJETO INTERPRETA AÇÂO (INTERPRETAÇÃO) Nome do (a) Aluno (a): Professor (a): DISCIPLINA:

Leia mais

Mensagem Pr. Mário. Culto da Família Domingo 06 de abril de 2014

Mensagem Pr. Mário. Culto da Família Domingo 06 de abril de 2014 Mensagem Pr. Mário Culto da Família Domingo 06 de abril de 2014 VOCÊ RECONHECE ESTES SÍMBOLOS? E ESTES SÍMBOLOS? E ESTES? A BÍBLIA TAMBÉM TEM SEUS SÍMBOLOS ANTIGO TESTAMENTO NOVO TESTAMENTO AO LONGO DA

Leia mais

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno.

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno. Meu lugar,minha história. Cena 01- Exterior- Na rua /Dia Eduardo desce do ônibus com sua mala. Vai em direção a Rose que está parada. Olá, meu nome é Rose sou a guia o ajudara no seu projeto de história.

Leia mais

Cópia autorizada. II

Cópia autorizada. II II Sugestões de avaliação Português Compreensão de texto 2 o ano Unidade 5 5 Unidade 5 Compreensão de texto Nome: Data: Leia este texto expositivo e responda às questões de 1 a 5. As partes de um vulcão

Leia mais

Afonso levantou-se de um salto, correu para a casa de banho, abriu a tampa da sanita e vomitou mais uma vez. Posso ajudar? perguntou a Maria,

Afonso levantou-se de um salto, correu para a casa de banho, abriu a tampa da sanita e vomitou mais uma vez. Posso ajudar? perguntou a Maria, O Afonso levantou-se de um salto, correu para a casa de banho, abriu a tampa da sanita e vomitou mais uma vez. Posso ajudar? perguntou a Maria, preocupada, pois nunca tinha visto o primo assim tão mal

Leia mais

Palavras do autor. Escrever para jovens é uma grande alegria e, por que não dizer, uma gostosa aventura.

Palavras do autor. Escrever para jovens é uma grande alegria e, por que não dizer, uma gostosa aventura. Palavras do autor Escrever para jovens é uma grande alegria e, por que não dizer, uma gostosa aventura. Durante três anos, tornei-me um leitor voraz de histórias juvenis da literatura nacional, mergulhei

Leia mais

Troca do livro LIÇÕES DE PORTUGUÊS E HISTÓRIA - 2 ano 2 A e B 2 C e D Semana de 19 a 23 de outubro de 2015 quinta-feira terça-feira.

Troca do livro LIÇÕES DE PORTUGUÊS E HISTÓRIA - 2 ano 2 A e B 2 C e D Semana de 19 a 23 de outubro de 2015 quinta-feira terça-feira. Segunda-feira Curitiba, 19 de outubro de 2015. Leia o texto. COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION Troca do livro LIÇÕES DE PORTUGUÊS E HISTÓRIA - 2 ano 2 A e B 2 C e D Semana de 19 a 23 de outubro de 2015 quinta-feira

Leia mais

1) Observe a fala do peru, no último quadrinho. a) Quantos verbos foram empregados nessa fala? Dois. b) Logo, quantas orações há nesse período? Duas.

1) Observe a fala do peru, no último quadrinho. a) Quantos verbos foram empregados nessa fala? Dois. b) Logo, quantas orações há nesse período? Duas. Pág. 41 1 e 2 1) Observe a fala do peru, no último quadrinho. a) Quantos verbos foram empregados nessa fala? Dois. b) Logo, quantas orações há nesse período? Duas. c) Delimite as orações. Foi o presente

Leia mais

LIÇÕES DE PORTUGUÊS E HISTÓRIA - 2 ano Semana de 30 de setembro a 4 de outubro de 2013. Abra um Sorriso

LIÇÕES DE PORTUGUÊS E HISTÓRIA - 2 ano Semana de 30 de setembro a 4 de outubro de 2013. Abra um Sorriso Segunda-feira Curitiba, 30 de setembro de 2013. COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION LIÇÕES DE PORTUGUÊS E HISTÓRIA - 2 ano Semana de 30 de setembro a 4 de outubro de 2013 Troca do livro 2 ano A, B, C e D terça-feira

Leia mais

Exercícios Complementares Língua Portuguesa Profª Ana Paula de Melo. Hora de brincar!

Exercícios Complementares Língua Portuguesa Profª Ana Paula de Melo. Hora de brincar! Exercícios Complementares Língua Portuguesa Profª Ana Paula de Melo Hora de brincar! Que tal dar um giro pela história e saber como eram as brincadeiras de antigamente? Brincar é muito bom. Concorda? Pois

Leia mais

UMA ESPOSA PARA ISAQUE Lição 12

UMA ESPOSA PARA ISAQUE Lição 12 UMA ESPOSA PARA ISAQUE Lição 12 1 1. Objetivos: Ensinar que Eliézer orou pela direção de Deus a favor de Isaque. Ensinar a importância de pedir diariamente a ajuda de Deus. 2. Lição Bíblica: Gênesis 2

Leia mais

JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1

JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1 1 JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1 ENTREGADOR DE CARGAS 32 ANOS DE TRABALHO Transportadora Fácil Idade: 53 anos, nascido em Quixadá, Ceará Esposa: Raimunda Cruz de Castro Filhos: Marcílio, Liana e Luciana Durante

Leia mais

NA LOJA DE CHAPÉUS. Karl Valentin. Personagens. Vendedora. Valentin ATO ÚNICO

NA LOJA DE CHAPÉUS. Karl Valentin. Personagens. Vendedora. Valentin ATO ÚNICO NA LOJA DE CHAPÉUS De Karl Valentin Personagens Vendedora Valentin ATO ÚNICO Bom dia, senhor. O que deseja? Um chapéu. Que tipo de chapéu? Um chapéu pra botar na cabeça. Certamente, meu senhor, um chapéu

Leia mais

5 Dicas Testadas para Você Produzir Mais na Era da Internet

5 Dicas Testadas para Você Produzir Mais na Era da Internet 5 Dicas Testadas para Você Produzir Mais na Era da Internet Uma das verdades absolutas sobre Produtividade que você precisa saber antes de seguir é entender que se ocupar não é produzir. Não sei se é o

Leia mais

Sinopse I. Idosos Institucionalizados

Sinopse I. Idosos Institucionalizados II 1 Indicadores Entrevistados Sinopse I. Idosos Institucionalizados Privação Até agora temos vivido, a partir de agora não sei Inclui médico, enfermeiro, e tudo o que for preciso de higiene somos nós

Leia mais

QUESTÃO 1 Texto para as questões 1, 2 e 3.

QUESTÃO 1 Texto para as questões 1, 2 e 3. Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSARÁ O 7º ANO EM 2012 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: QUESTÃO 1 Texto para as questões 1, 2 e 3. Considere as afirmações I.

Leia mais

OUTROS CASOS. rsn 2007/08

OUTROS CASOS. rsn 2007/08 A Pronominalização A O João deu um livro à mãe. / O João deu-o à mãe. B O João deu um livro à mãe. / O João deu-lhe o livro. C O João deu um livro à mãe. / O João deu-lho. D A Catarina disse à mãe que

Leia mais

ESTUDO DIRIGIDO - 2º Ano EF- JULHO/ 2014 2º ANO: DATA DE ENTREGA: 31/07/14. Atividade de Férias

ESTUDO DIRIGIDO - 2º Ano EF- JULHO/ 2014 2º ANO: DATA DE ENTREGA: 31/07/14. Atividade de Férias 1 NOME: Nº: 2º ANO: DATA DE ENTREGA: 31/07/14 Atividade de Férias O primeiro semestre está chegando ao final. As férias se aproximam e o merecido descanso vem em boa hora! Período de descontração, lazer

Leia mais

Aula 4.1 Conteúdo: Frase Classificação quanto à intenção Classificação quanto à estrutura (oração) LÍNGUA PORTUGUESA FORTALECENDO SABERES

Aula 4.1 Conteúdo: Frase Classificação quanto à intenção Classificação quanto à estrutura (oração) LÍNGUA PORTUGUESA FORTALECENDO SABERES 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 4.1 Conteúdo: Frase Classificação quanto à intenção Classificação quanto à estrutura (oração) 3 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES

Leia mais

Narrar por escrito a partir de um personagem

Narrar por escrito a partir de um personagem Narrar por escrito a partir de um personagem Aproximação das crianças as ao literário rio Emilia Ferreiro Ana Siro Vozes narrativas e pontos de vista em relatos de ficção: possibilidades discursivas de

Leia mais

_Márcio Moreno, 28 Sou um rapaz comum da geração do raprockandrollpsicodeliahardcoreragga. marciomoreno.com

_Márcio Moreno, 28 Sou um rapaz comum da geração do raprockandrollpsicodeliahardcoreragga. marciomoreno.com 23 24 25 _Márcio Moreno, 28 Sou um rapaz comum da geração do raprockandrollpsicodeliahardcoreragga. marciomoreno.com 26 27 Joe Navalha, 2013 28 TEXTO POR CAIO BASTOS Restam duas opções, ao se deparar com

Leia mais

Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação.

Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação. Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação. 1.1 Conteúdos: Apresentação do Plano Didático Pedagógico; Classificação das orações coordenadas sindéticas e inferência. 1.1 Habilidade:

Leia mais

curiosidade. Depois desta aula toda, só posso dizer que também

curiosidade. Depois desta aula toda, só posso dizer que também James recém havia saído de férias. Seu pai havia prometido que, se fosse bem aplicado na escola, passaria alguns dias na companhia do vô Eleutério. O avô de James era um botânico aposentado que morava

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM RECUPERAÇÃO DE IMAGEM Quero que saibam que os dias que se seguiram não foram fáceis para mim. Porém, quando tornei a sair consciente, expus ao professor tudo o que estava acontecendo comigo, e como eu

Leia mais

A História dos Três Porquinhos

A História dos Três Porquinhos SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 0 / / 03 UNIDADE: III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

Jimboê. Português. Avaliação. Projeto. 2 o ano. 3 o bimestre

Jimboê. Português. Avaliação. Projeto. 2 o ano. 3 o bimestre Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao terceiro bimestre escolar ou às Unidades 5 e 6 do Livro do Aluno. Projeto Jimboê Português 2 o ano Avaliação 3 o bimestre 1 Avaliação Português NOME:

Leia mais

Colorindo Missões. Para obter este recurso em português e em outras línguas, visite: www.colorindomissoes.blogspot.com.br

Colorindo Missões. Para obter este recurso em português e em outras línguas, visite: www.colorindomissoes.blogspot.com.br Colorindo Missões Olá irmãos! É com felicidade que apresentamos a vocês a revista Colorindo Missões, uma revista totalmente gratuita de atividades para crianças, que tem como objetivo ensiná-las, de forma

Leia mais

Guia Prático para Encontrar o Seu. www.vidadvisor.com.br

Guia Prático para Encontrar o Seu. www.vidadvisor.com.br Guia Prático para Encontrar o Seu Propósito de Vida www.vidadvisor.com.br "Onde os seus talentos e as necessidades do mundo se cruzam: aí está a sua vocação". Aristóteles Orientações Este é um documento

Leia mais

O menino e o pássaro. Rosângela Trajano. Era uma vez um menino que criava um pássaro. Todos os dias ele colocava

O menino e o pássaro. Rosângela Trajano. Era uma vez um menino que criava um pássaro. Todos os dias ele colocava O menino e o pássaro Era uma vez um menino que criava um pássaro. Todos os dias ele colocava comida, água e limpava a gaiola do pássaro. O menino esperava o pássaro cantar enquanto contava histórias para

Leia mais

Provão. Português 4 o ano. Vida da gente. Texto

Provão. Português 4 o ano. Vida da gente. Texto Provão Português 4 o ano Texto Vida da gente Todos os dias nós jogamos fora muitas coisas de que não precisamos mais. Para onde será que elas vão? Será que daria para usá-las novamente? Todo dia da nossa

Leia mais

A menina que queria visitar a tia

A menina que queria visitar a tia Cenas urbanas A menina que queria visitar a tia A menina, conversando com a jornaleira, na manhã de domingo, tinha o ar desamparado. Revolvia, com nervosismo, um lenço com as pontas amarradas, dentro

Leia mais

Nome: n.º 4ª série ATIVIDADES DE LÍNGUA PORTUGUESA 4ª SÉRIE. Três conselhos

Nome: n.º 4ª série ATIVIDADES DE LÍNGUA PORTUGUESA 4ª SÉRIE. Três conselhos Disciplina: Língua Portuguesa Professora: Barueri: / 08 / 2010 2ª postagem Nome: n.º 4ª série ATIVIDADES DE LÍNGUA PORTUGUESA 4ª SÉRIE Orientações: - Leia tudo com atenção; - Não cole as atividades no

Leia mais

A CURA DE UM MENINO Lição 31

A CURA DE UM MENINO Lição 31 A CURA DE UM MENINO Lição 31 1 1. Objetivos: Mostrar o poder da fé. Mostrar que Deus tem todo o poder. 2. Lição Bíblica: Mateus 17.14-21; Marcos 9.14-29; Lucas 9.37-43 (Leitura bíblica para o professor)

Leia mais

Maria Melada no Centro Comercial Copacabana

Maria Melada no Centro Comercial Copacabana 1/5 Tanto posso comer quibe cru no Bar do Elias e Cinelândia, como em outro dia ir para um restaurante vegetariano. Depois de um final de semana com amigos potiguares e de ter conhecido 2 restaurantes

Leia mais

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses?

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses? Transcrição da entrevista: Informante: nº15 Célula: 5 Data da gravação: Agosto de 2009 Geração: 2ª Idade: 35 Sexo: Masculino Tempo de gravação: 10.24 minutos INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por

Leia mais

Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 18.1 Conteúdo: Tempos verbais.

Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 18.1 Conteúdo: Tempos verbais. 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 18.1 Conteúdo: Tempos verbais. 3 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO

Leia mais

Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula 1º Ciclo. Título: Reencarnação

Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula 1º Ciclo. Título: Reencarnação Plano de Aula 12 Centro Espírita Ismênia de Jesus Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula 1º Ciclo Educadora: Andréa, Rafael e Erenilton Dia: 04/05/2015 Horário: 20 às 21hs Título: Reencarnação

Leia mais

NAP NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO I

NAP NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO I NAP NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO I EDUCADORA: SILVANA CAMURÇA DISCIPLINA: PORTUGUÊS EDUCANDO: Nº. ANO TURMA: DATA: / / TRIMESTRE: II REVISÃO GERAL PARA A PARCIAL SOM DO /S/ - FAMÍLIA DE PALAVRAS DERIVADAS

Leia mais

As Bandeiras JORNALINHO DO CAMPO. Outubro/Novembro 2009 Edição on-line nº 9 Carlos Caseiro (Autor) Sara Loureiro Correia (Revisão de textos)

As Bandeiras JORNALINHO DO CAMPO. Outubro/Novembro 2009 Edição on-line nº 9 Carlos Caseiro (Autor) Sara Loureiro Correia (Revisão de textos) As Bandeiras D esde que o primo Manuel tinha ido à cidade e comprado uma bandeira de Portugal que hasteava todos os domingos e dias de feriado, que a Tété andava muito admirada e até já comentara com os

Leia mais

SAMUEL, O PROFETA Lição 54. 1. Objetivos: Ensinar que Deus quer que nós falemos a verdade, mesmo quando não é fácil.

SAMUEL, O PROFETA Lição 54. 1. Objetivos: Ensinar que Deus quer que nós falemos a verdade, mesmo quando não é fácil. SAMUEL, O PROFETA Lição 54 1 1. Objetivos: Ensinar que Deus quer que nós falemos a verdade, mesmo quando não é fácil. 2. Lição Bíblica: 1 Samuel 1 a 3 (Base bíblica para a história o professor) Versículo

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume III - 3º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume III 3º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume III 3º ano Projeto editorial

Leia mais

O povo da graça: um estudo em Efésios # 34 Perseverando com graça - Efésios 6.18-24

O povo da graça: um estudo em Efésios # 34 Perseverando com graça - Efésios 6.18-24 Perseverando com graça Efésios 6.18-24 O povo da graça: um estudo em Efésios # 34 18 Orem no Espírito em todas as ocasiões, com toda oração e súplica; tendo isso em mente, estejam atentos e perseverem

Leia mais

Língua Portuguesa 4 º ano. A camponesa sábia *

Língua Portuguesa 4 º ano. A camponesa sábia * Avaliação 3 o Bimestre NOME: N º : CLASSE: Na sétima unidade você leu algumas histórias com príncipes e princesas em seus majestosos castelos. O texto a seguir é mais uma dessas histórias. Ele nos conta

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION LIÇÕES DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS - 3 ano Semana de 23 a 27 de março de 2015.

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION LIÇÕES DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS - 3 ano Semana de 23 a 27 de março de 2015. COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION LIÇÕES DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS - 3 ano Semana de 23 a 27 de março de 2015. Leia o texto a seguir para realizar as lições de Matemática da semana. Os alunos do 3º ano foram

Leia mais

Conta-me Histórias. Lê atentamente o texto que se segue.

Conta-me Histórias. Lê atentamente o texto que se segue. Prova de Língua Portuguesa 5.º Ano de escolaridade Ano letivo 2013 / 2014-1.ª Chamada Ano lectivo 2012 / 2013 Lê atentamente o texto que se segue. Conta-me Histórias Quando eu era pequena, os campos estavam

Leia mais

Geração Graças Peça: Os Cofrinhos

Geração Graças Peça: Os Cofrinhos Geração Graças Peça: Os Cofrinhos Autora: Tell Aragão Personagens: Voz - não aparece mendigo/pessoa Nervosa/Ladrão faz os três personagens Menina 1 Menina 2 Voz: Era uma vez, duas irmãs que ganharam dois

Leia mais

Data de entrega : Entregar no dia da avaliação

Data de entrega : Entregar no dia da avaliação ROTEIRO DE ESTUDOS E TRABALHO 2015 Disciplina: LINGUA PORTUGUESA - TEXTO Ano: 7 ano Ensino: F. II Professor: Valdeci Lopes Dicas e roteiro de estudos para a avaliação 1. Faça a leitura da parte teórica

Leia mais

1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015

1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015 1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015 JESUS ESTÁ COMIGO QUANDO SOU DESAFIADO A CRESCER! OBJETIVO - Saber que sempre que são desafiados a crescer ou assumir responsabilidades, Jesus está com

Leia mais

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães 2 Era domingo e o céu estava mais azul que o azul mais azul que se pode imaginar. O sol de maio deixava o dia ainda mais bonito

Leia mais

Série 6 o ANO ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 3º BIMESTRE / 2011

Série 6 o ANO ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 3º BIMESTRE / 2011 Disciplina LINGUA PORTUGUESA Curso ENSINO FUNDAMENTAL II Professor MARIANA Série 6 o ANO ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 3º BIMESTRE / 2011 Aluno (a): Número: 1 - Conteúdo: Substantivos: comum

Leia mais

Conteúdos: Pronomes possessivos e demonstrativos

Conteúdos: Pronomes possessivos e demonstrativos Conteúdos: Pronomes possessivos e demonstrativos Habilidades: Reconhecer os pronomes demonstrativos como marca em relação à posição, ao espaço e ao tempo no texto; Habilidades: Compreender os pronomes

Leia mais

1º Domingo de Julho Conexão Kids -05/07/2015

1º Domingo de Julho Conexão Kids -05/07/2015 1º Domingo de Julho Conexão Kids -05/07/2015 Sinalizar o Amor de Deus através da obediência e do respeito! Objetivo: Mostrar a importância de respeitar as regras e obedecer aos pais e responsáveis. Reforçar

Leia mais

Objetivo principal: aprender como definir e chamar funções.

Objetivo principal: aprender como definir e chamar funções. 12 NOME DA AULA: Escrevendo músicas Duração da aula: 45 60 minutos de músicas durante vários dias) Preparação: 5 minutos (se possível com introduções Objetivo principal: aprender como definir e chamar

Leia mais

Mostra Cultural 2015

Mostra Cultural 2015 Mostra Cultural 2015 Colégio Marista João Paulo II Eu e as redes sociais #embuscadealgumascurtidas Uma reflexão sobre a legitimação do eu através das redes sociais. Iago Faria e Julio César V. Autores:

Leia mais

- Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe?

- Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe? Trecho do romance Caleidoscópio Capítulo cinco. 05 de novembro de 2012. - Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe? Caçulinha olha para mim e precisa fazer muita força para isso,

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO www.cenm.com.br

CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO www.cenm.com.br CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO www.cenm.com.br 2 o DESAFIO CENM - 2013 LÍNGUA PORTUGUESA Direção: ANO: 4 EF 1- Observe as tirinhas abaixo. a) O que há em comum nas duas histórias? b) Na primeira tirinha,

Leia mais

Como conseguir um Marido Cristão Em doze lições

Como conseguir um Marido Cristão Em doze lições Como conseguir um Marido Cristão Em doze lições O. T. Brito Pág. 2 Dedicado a: Minha filha única Luciana, Meus três filhos Ricardo, Fernando, Gabriel e minha esposa Lúcia. Pág. 3 Índice 1 é o casamento

Leia mais

KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 28/10/15

KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 28/10/15 KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 28/10/15 A mentira não agrada a Deus Principio: Quando mentimos servimos o Diabo o Pai da mentira. Versículo: O caminho para vida é de quem guarda o ensino, mas o que abandona

Leia mais

Coleção: Encantando a Gramática. Autora: Pâmela Pschichholz* palavras que existem no mundo. Lá, várias famílias vivem felizes.

Coleção: Encantando a Gramática. Autora: Pâmela Pschichholz* palavras que existem no mundo. Lá, várias famílias vivem felizes. Coleção: Encantando a Gramática Autora: Pâmela Pschichholz* Um lugar diferente Em um vilarejo chamado classes Gramaticais moram todas as palavras que existem no mundo. Lá, várias famílias vivem felizes.

Leia mais

ALEGRIA ALEGRIA:... TATY:...

ALEGRIA ALEGRIA:... TATY:... ALEGRIA PERSONAGENS: Duas amigas entre idades adolescentes. ALEGRIA:... TATY:... Peça infanto-juvenil, em um só ato com quatro personagens sendo as mesmas atrizes, mostrando a vida de duas meninas, no

Leia mais

A.C. Ilustrações jordana germano

A.C. Ilustrações jordana germano A.C. Ilustrações jordana germano 2013, O autor 2013, Instituto Elo Projeto gráfico, capa, ilustração e diagramação: Jordana Germano C736 Quero-porque-quero!! Autor: Alexandre Compart. Belo Horizonte: Instituto

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES

CADERNO DE ATIVIDADES COLÉGIO ARNALDO 2014 CADERNO DE ATIVIDADES Língua Portuguesa Aluno (a): 2º ano: Turma: Professora: Valor: 20 pontos Nota: Conteúdo Programático Leitura de imagem. O alfabeto, as vogais e as consoantes

Leia mais

Programa de Português Nível A2 Ensino Português no Estrangeiro. Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, IP

Programa de Português Nível A2 Ensino Português no Estrangeiro. Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, IP Português A2 Programa de Português Nível A2 Ensino Português no Estrangeiro Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, IP Direção de Serviços de Língua e Cultura Composição Gráfica: Centro Virtual Camões

Leia mais

Atividade Pedagógica de Português Segunda-feira 23/09/2013

Atividade Pedagógica de Português Segunda-feira 23/09/2013 4º Ano O amor é paciente. (I Coríntios 13:4a) Roteiro Semanal de Atividades de Casa (23 a 27 de Setembro 2013) Dia 25 de Setembro Dia Nacional do Trânsito Dia 23/09/2013-2ª Feira Atividade Pedagógica de

Leia mais

Ano: 9 Turmas: 9.1 e 9.2

Ano: 9 Turmas: 9.1 e 9.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação 1ª Etapa 2014 Disciplina: PORTUGUÊS Professor (a): Cris Souto Ano: 9 Turmas: 9.1 e 9.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome:

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome: 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome: Leia o texto com ajuda do professor. EU QUERO! EU QUERO! A Júlia é pequenininha, mas quando quer alguma coisa grita mais do que qualquer pessoa grandona. Esta

Leia mais

O céu. Aquela semana tinha sido uma trabalheira! www.interaulaclube.com.br

O céu. Aquela semana tinha sido uma trabalheira! www.interaulaclube.com.br A U A UL LA O céu Atenção Aquela semana tinha sido uma trabalheira! Na gráfica em que Júlio ganhava a vida como encadernador, as coisas iam bem e nunca faltava serviço. Ele gostava do trabalho, mas ficava

Leia mais

A classificação do teste deve respeitar integralmente os critérios gerais e os critérios específicos a seguir apresentados.

A classificação do teste deve respeitar integralmente os critérios gerais e os critérios específicos a seguir apresentados. Teste Intermédio de Língua Portuguesa Teste Intermédio Língua Portuguesa Duração do Teste: 45 min (Caderno 1) + 30 min (pausa) + 45 min (Caderno 2) 31.05.2012 2.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 6/2001,

Leia mais

Aula 3.1 Conteúdo: Elementos da narrativa: personagens, espaço, tempo, ação, narrador. Conto: conceitos e características LÍNGUA PORTUGUESA

Aula 3.1 Conteúdo: Elementos da narrativa: personagens, espaço, tempo, ação, narrador. Conto: conceitos e características LÍNGUA PORTUGUESA 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 3.1 Conteúdo: Elementos da narrativa: personagens, espaço, tempo, ação, narrador. Conto: conceitos e características 3 CONTEÚDO E HABILIDADES

Leia mais

SINTAXE. ISJB - Colégio Salesiano Jardim Camburi. Profa. Me. Luana Lemos. llemos@salesiano.org.br

SINTAXE. ISJB - Colégio Salesiano Jardim Camburi. Profa. Me. Luana Lemos. llemos@salesiano.org.br SINTAXE ISJB - Colégio Salesiano Jardim Camburi Profa. Me. Luana Lemos 1 FRASE, ORAÇÃO E PERÍODO FRASE unidade mínima de comunicação. Ex: Nós estudamos muito. Frase nominal exprime uma visão estática do

Leia mais

Sistema de Ensino CNEC 2014-07a-07s-ac-05 Português: Interpretação de texto, construção de frase

Sistema de Ensino CNEC 2014-07a-07s-ac-05 Português: Interpretação de texto, construção de frase 2 o ano Ensino Fundamental Data: / / Atividades de Ciências (Recortar e colar no caderno de Matemática e Ciências.) Nome: A leitura nos faz viajar! Pegue carona com a Estrela Tinim e descubra grandes aventuras!

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA HISTÓRIA 3.º ANO/EF 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA HISTÓRIA 3.º ANO/EF 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC Minas E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA HISTÓRIA 3.º ANO/EF 2015 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

Colégio SOTER - Caderno de Atividades - 6º Ano - Língua Portuguesa - 2º Bimestre

Colégio SOTER - Caderno de Atividades - 6º Ano - Língua Portuguesa - 2º Bimestre O CASO DA CALÇADA DO JASMIM UM CRIME? Terça-feira, seis de Maio. São catorze horas. A D. Odete não é vista no seu bairro desde hoje de manhã. As janelas da sua casa estão abertas, mas o correio de hoje

Leia mais

Ano: 8 Turmas: 8.1 e 8.2

Ano: 8 Turmas: 8.1 e 8.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 2ª Etapa 2014 Disciplina:Língua Portuguesa Professor (a): Cris Souto Ano: 8 Turmas: 8.1 e 8.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de

Leia mais

Um amigo, chamado computador!

Um amigo, chamado computador! Um amigo, chamado computador! NARRADOR: Era uma vez uma menina chamada Isa, ela era uma menina muito curiosa e com uma imaginação bastante fértil. Na escola, durante uma aula no laboratório de informática,

Leia mais

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak Entrevista com Ezequiel Quem é você? Meu nome é Ezequiel, sou natural do Rio de Janeiro, tenho 38 anos, fui

Leia mais

DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69. 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos

DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69. 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69 1 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos 2. Lição Bíblica: Daniel 1-2 (Base bíblica para a história e

Leia mais

0101 AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS

0101 AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS PORTUGUÊS Leia o texto para responder as questões de 01 a 05: A RAPOSA E A CEGONHA A Raposa convidou a Cegonha para jantar e lhe serviu sopa em um prato raso. - Você não está gostando de minha sopa? -

Leia mais

Só quando aprendemos a nos aceitar e nos amar, somos capazes de aceitar e amar as outras pessoas.

Só quando aprendemos a nos aceitar e nos amar, somos capazes de aceitar e amar as outras pessoas. Só quando aprendemos a nos aceitar e nos amar, somos capazes de aceitar e amar as outras pessoas. 12º Plano Meditação Cd: nº: 08 - Ajudar o Próximo 10 passos para prosperidade História Discernimento Música

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADE

RELATÓRIO DE ATIVIDADE RELATÓRIO DE ATIVIDADE A IMPORTÂNCIA DE CADA ALIMENTO Coordenador da atividade: Thaís Canto Cury Integrantes da equipe: Manha: Bianca Domingues, Fernando Peixoto e Juliana Ravelli Tarde: Thaís Cury, Thalita

Leia mais

Prova bimestral 5 o ANO 1 o BIMESTRE

Prova bimestral 5 o ANO 1 o BIMESTRE Prova bimestral 5 o N 1 o BMESTRE ÍNGU PRTUGUES Escola: Nome: ata: / / Turma: 1. eia o texto. Quero tudo novo de novo. Quero não sentir medo. Quero me entregar mais, me jogar mais, amar mais. Viajar até

Leia mais

4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Atividades de Língua Portuguesa Nome:

4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Atividades de Língua Portuguesa Nome: 4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Atividades de Língua Portuguesa Nome: Olá, amiguinho! Já estamos todos encantados com a sua presença aqui no 4 o ano. Vamos, agora, ler uma história e aprender um pouco

Leia mais

MOVIMENTO FAMILIAR CRISTÃO Equipe Dia/mês/ano Reunião nº Ano: Tema: QUEM MEXEU NO MEU QUEIJO Acolhida Oração Inicial

MOVIMENTO FAMILIAR CRISTÃO Equipe Dia/mês/ano Reunião nº Ano: Tema: QUEM MEXEU NO MEU QUEIJO Acolhida Oração Inicial MOVIMENTO FAMILIAR CRISTÃO Equipe Dia/mês/ano Reunião nº Ano: Local: Tema: QUEM MEXEU NO MEU QUEIJO Acolhida Oração Inicial Esta é uma história de mudança que ocorre em um labirinto em que quatro personagens

Leia mais

Desarrumar. Margarida Fonseca Santos. Inês do Carmo

Desarrumar. Margarida Fonseca Santos. Inês do Carmo Desarrumar Margarida Fonseca Santos Inês do Carmo Números em palco Nuno Crato 1 O ensino, talvez em especial o da matemática, não pode ser deixado exclusivamente à escola. Pais, professores, jornalistas,

Leia mais

Ejemplos de ítems y tareas

Ejemplos de ítems y tareas Ejemplos de ítems y tareas Tipo de Item: Emparejamiento Componente: Comprensión Lectora Você vai conhecer Mariana e seus amigos. Leia a informação de cada um deles e coloque ao lado do nome o número da

Leia mais

Jefté era de Mizpá, em Gileade, terra de Jó e Elias. Seu nome (hebraico/aramaico - יפתח Yiftach / Yipthaχ). Foi um dos Juízes de

Jefté era de Mizpá, em Gileade, terra de Jó e Elias. Seu nome (hebraico/aramaico - יפתח Yiftach / Yipthaχ). Foi um dos Juízes de Jefté era de Mizpá, em Gileade, terra de Jó e Elias. Seu nome (hebraico/aramaico - יפתח Yiftach / Yipthaχ). Foi um dos Juízes de Israel por um período de seis anos (Jz 2:7 ). Jefté viveu em Gileade e foi

Leia mais

1ºAno ERA UMA MENINA QUE VIVIA PELO POLO NORTE E ADORAVA URSOS. MENINA DE SORTE, VIA URSO TODO DIA E NÃO ERA EM FOTOGRAFIA.

1ºAno ERA UMA MENINA QUE VIVIA PELO POLO NORTE E ADORAVA URSOS. MENINA DE SORTE, VIA URSO TODO DIA E NÃO ERA EM FOTOGRAFIA. 1ºAno 1.1 LÍNGUA PORTUGUESA 4º período 5 de novembro de 2015 VOCÊ GOSTA DE BICHOS DE PELÚCIA? ACOMPANHE A LEITURA DO POEMA QUE TRATA DESSE ASSUNTO. A INVENÇÃO DO URSO DE PELÚCIA ERA UMA MENINA QUE VIVIA

Leia mais